*Chef Rodrigo Gamballi *

02772fd9-f2f8-4424-af46-0a60b8f67b07

O amor pela culinária começou cedo e de forma despretensiosa, mas que rendeu uma profissão de sucesso para o Chef curitibano Rodrigo Gamballi . A frente da cozinha de um restaurantes em Curitiba, o Paco Cuccina y Bar , já passeou pela cozinha francesa e revela que a paixão pela culinária italiana é mais que amor, é macarronada.

Inquieto desde criança, aos 13 anos teve sua primeira experiência gastronômica. “Vendo sempre a rotina da mãe fazendo comida para mim e meus irmãos, um dia resolvi fazer um arroz com vina e salada e minha mãe indagou: “sabe que ficou bom”?, lembra.

Desde então continuou se aventurando, fazendo churrasco para amigos e experimentando sabores. Aos 20 anos pediu para que a mãe pagasse um curso de Auxiliar de Cozinha. Ao terminar o curso que durou um ano, percebeu que ser Chef, além de cozinhar, também tem que limpar chão, organizar o local de trabalho e fazer muitas contas.

“Depois do curso, encontrei uma vaga de auxiliar de cozinha, mas para minha surpresa, a vaga era para auxiliar de limpeza. Eu pensei: quer saber? Vou ficar. Fiquei dois anos e numa oportunidade em que o chef titular sumiu por uma semana, acabei fazendo toda a produção dos pratos com outro auxiliar. Acabei assumindo a cozinha”, conta.

Passou então por restaurantes e bares conhecidos de Curitiba, como Jacobina, Vin Bistrô, Folha Seca e o Boteco Barnabé, onde ficou por quatro anos e ganhou mais experiência, inclusive com cozinha mexicana. Mas foi na Osteria Capitolina, que aprendeu tudo sobre frutos do mar e se apaixonou pela cozinha italian. E ja deve seu própria cantina que se chamava Gamballi cafe & cantina italiana.

Sobre a glamour da profissão, ele diz que não é bem como as pessoas falam. Além de dores no corpo, já se queimou, se cortou e não tem sensibilidade nos dedos das mãos. O conselho para que quer se tornar um grande profissional é bem claro e objetivo. “Eu cozinho por amor, porque cozinhar é amor. Não faça por dinheiro, por fama, não faça pensando no luxo, glamour, porque tudo isso leva tempo. Já peguei estagiários que não queriam limpar o chão. Isso é ser chef de cozinha, participar de todos os processos”.

Sempre família, aproveita o tempo livre para curtir a esposa, que sempre o incentivou a buscar o melhor, o filho de 13 anos, os seis gatos e os cachorros. Outras duas grandes paixões são: a Educação Física e a Tatuagem. Além de gostar de musculação, o Chef tem 80% do corpo tatuado.

Para ele, ser lembrado no prêmio Profissionais do Ano, foi uma surpresa que só o motiva para fazer as pessoas viajarem pelo mundo com seu dom culinário. “Participar desse livro que revela tantos profissionais é resultado de um trabalho que venho trilhando há 20 anos. Uma das pretensões que tenho é tornar os locais que trabalho nos melhores de Curitiba. Também pretendo me inscrever em algum reality show de gastronomia, seria um desafio incrível. Quem sabe”?, conclui o Chef.

f93a6f8e-cd76-4669-8706-1d47740a94de

Meus aplausos, que biografia de peso Chef! créditos das fotos cedidas pelo Chef para o Divirta-se Curitiba em minha homenagem aos grandes, gigantes como ele!!!!!!!!

Categorias:AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BARES, Bebidas, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, FREE LIFESTYLE, GASTRONOMIA, LANÇAMENTOS, restaurantesTags:, , , , , , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s