AirPromo assina Conexão Lactec, evento híbrido de confraternização de final de ano que reuniu colaboradores do laboratório tanto na Pedreira Paulo Leminski quanto de forma remota

A AirPromo assinou o Conexão Lactec, evento híbrido desenvolvido para a empresa homônima no começo de Dezembro e que reuniu quase 200 carros presenciais na Pedreira Paulo Leminski - e 400 pessoas de forma remota - para assistir à transmissão ao vivo da confraternização de final de ano do laboratório, um dos maiores centros de ciência e tecnologia do país.

O espaço de 103,5 mil m², com capacidade para até 30 mil pessoas, permitiu acomodar simultaneamente a grande quantidade de veículos, respeitando todas as medidas de segurança. Os demais colaboradores acompanharam tudo pelas redes sociais e fizeram participações pontuais no telão instalado no palco de 480 m², o que ajudou a matar a saudade e comemorar juntos, ainda que à distância.

“A pandemia chegou e, com ela, milhões de desafios. No ambiente corporativo não foi diferente. Precisamos nos adaptar rapidamente. Achávamos que voltaríamos em duas semanas, dois meses, seis meses… as ações foram se adaptando até que, precisamos definir a nossa confraternização de final de ano”, lembra Jaqueline Weber, coordenadora de Endomarketing e Gestão de Pessoas do Lactec. A vontade de juntar as pessoas foi maior que as muitas incertezas. “Os desafios surgem e estamos aqui para superá-los. Não sei quando terei a oportunidade de realizar um evento nesse formato novamente. Inclusive, nem sei se quero. Prefiro uma aglomeração. Mas a pandemia não é feita só de coisas ruins. Nos mostra somos capazes de nos adaptarmos e encararmos grandes desafios”, concluiu Jaqueline.

“A AirPromo planejou e desenvolveu toda a identidade visual do evento e trabalhou a programação a quatro mãos junto com o cliente nesse projeto. Nosso lema sempre é ser um parceiro do cliente”, diz Rafael Maia, diretor da Air Promo.

Legenda foto 1: A produtora Stephany Paloco e o diretor Rafael Maia (AirPromo)

Sobre a AirPromo - Fundada em 2011 em Curitiba (PR), a AirPromo é uma Agência de Marketing Promocional focada no planejamento estratégico e na execução de congressos, lançamentos, feiras, show, ativações, lives e eventos híbridos. Mais informações em: http://www.airpromo.com.br/.

Espetáculo O Quebra Nozes terá apresentações em formato Drive-In nos dias 20 e 21 em Curitiba

A programação de Natal de Curitiba terá - de maneira inédita em formato Drive-In - o espetáculo O Quebra Nozes. Serão duas apresentações nos dias 20 e 21 de dezembro, às 18h30 e às 20h45, no Planeta Drive-In - que acontece na Pedreira Paulo Leminski.

A Curitiba Cia de Dança, traz aos palcos uma criação inovadora do clássico balé O Quebra Nozes, mas mantendo a música do seu criador Tchaikovsky. Aproximadamente 25 bailarinos profissionais e convidados internacionais participam da apresentação - que leva em torno de 70 minutos corridos, sem intervalo. Entre eles, está o bailarino, Jovani Furlan, solista do New York City Ballet.

O clássico O Quebra Nozes, de Tchaikovski, conta a história da menina que, em sonho, viu seu estimado presente de Natal - um quebra-nozes em forma de boneco - tornar-se soldado e liderar um pelotão.

A diretora artística do espetáculo, Nicole Vanoni, explica que a apresentação mescla o balé clássico, com a graciosidade da dança contemporânea.

"O Quebra Nozes, estreado pela primeira vez em 1892 na Rússia, virou uma febre mundial e, até hoje, é o balé mais dançando no final de ano em celebrações natalinas", conta Nicole. Segundo ela, a obra foi adaptada para que pudesse ser apresentada à população com segurança. "Adaptamos a obra ao momento de pandemia e, apesar de sermos uma companhia de dança de palco, pensamos que levar a arte e a magia da dança no Natal para as pessoas contribui para renovação da esperança de que tudo logo voltará ao normal", reforça Nicole

Os ingressos estão a venda e custam pelo site www.eventim.com.br e custam R$ 100,00 por carro.

Ficha técnica - direção Geral e artística - Nicole Vanoni; assistente de direção - Magda Gandelman; coordenação artística - Nayara Santos; remontagem e ensaios - Nayara Santos e Viviane Ceconello ; sonoplastia - Juliana Hauth; direção de Luz - Beto Bruel; produçao geral - Bia Reiner; coordenação de produção - Lau Lindsey. Entre os professores estão: Cintia Napoli, Erickson Oliveira, Leandro Viera, Rodolfo Iocca e Viviane Ceconello; Bailarinos Convidados - Carol Isolane - espanhola; Leonardo Viera - Quebra Nozes ; Jovani Furlan - Princepe Marzepam; Luanna Gondim - Fada açucarada e rainha das neves.
Bailarinos Curitiba Cia de Dança - Ane Adade, Davi Lopes, Frederick Martinez, Hamilton Felix, Marcela Pinho, Natanael Nogueira, Patrich Lorenzette e Tatiana Araújo.
Bailarinos Ceconello Cia de Dança - Adele Rosa, Amanda Adi, Amanda Roberta, Bruna Bodziak,Deborah Grossmann, Ísis Gabrielli, Julia Lacerda, Letícia Francisco, Liandra Zilli, Luca Salvarote, Mário Gilberto, Rhayene de Andrade e Sabrina Zanini.

*Serviço: Espetáculo*
Ö Quebra Nozes", da Curitiba Cia de Dança
Data:20 e 21 de dezembro
Local: Pedreira Paulo Leminski
Sessões às 18:30 e às 20:45
Ingressos a R$100 o Carro até 4 pessoas

https://www.eventim.com.br/event/planeta-drive-in-curitiba-pedreira-paulo-leminski-planeta-drive-in-13369645/

Amanhã, sábado, 19/12, às 20h15, acontece a transmissão do tributo aos 30 anos do Natal do Palácio Avenida com as cantoras Zizi e Luiza Possi

Avenida com as cantoras Zizi e Luiza Possi, pelo site nataldopalacioavenida.com.br e no YouTube do Bradesco e do Teatro Bradesco. 

A condução será do maestro Luis Gustavo Petri e Zizi e Luiza Possi estarão acompanhadas de uma orquestra formada por 20 músicos independentes do cenário artístico de Curitiba, sendo 12 cordas, seis sopros, uma percussão e um pianista. A atriz Érika Januza será a mestre de cerimônia. Neste ano, o repertório será dividido em dois atos. Além de canções clássicas natalinas como ‘White Christmas’ e ‘Noite Feliz’ no primeiro bloco, na segunda parte a intenção foi trazer canções como ‘Andar com Fé’ e ‘O que é, o que é’, que marcaram edições passadas nas vozes dos pequenos coralistas, conduzidos brilhantemente pela maestrina Dulce Primo. Haverá ainda uma canção inédita, ‘Heal the World’, do cantor Michael Jackson, ou ‘Cure o mundo’, em tradução livre. A música fala sobre fazer do mundo um lugar melhor para toda a humanidade e também é tema da campanha de fim de ano do Bradesco, com a história dos já conhecidos vagalumes Lúcio e Luna (https://youtu.be/xlbnfU3bpJ0). 

O tributo foi gravado no terraço do Palácio Avenida e, além da performance de mãe e filha, trará um resgate de histórias de pessoas que participaram de edições anteriores do espetáculo. 

As crianças coralistas farão uma aparição especial, também captada em vídeo previamente durante as aulas de educação musical, que este ano aconteceram de forma online por conta da pandemia. 

Ficha Técnica

 

O tributo ao Natal do Bradesco em Curitiba é uma produção da Aktuellmix, com direção de criação de Daniel Marques e direção artística de Ulysses Cruz.   

  

Serviço tributo
O que: Tributo ao Natal do Bradesco
Quando: 19 de dezembro
Horário: 20h15
Onde: site www.nataldopalacioavenida.com.br (o portal ficará no ar até o início de janeiro), YouTube do Bradesco e YouTube do Teatro Bradesco
Acessibilidade: tradução em Libras e audiodescrição   

Não perca e um ótimo espetáculo!

Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta Concerto Virtual de Natal

A apresentação será no dia 22/12, às 21h, nas redes sociais da OSP

Na próxima terça-feira, dia 22/12, às 21h, a Orquestra Sinfônica do Paraná, com apoio do Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná, apresenta a obra Oratório de Natal, de Camille Saint-Saens. Com regência do maestro Stefan Geiger, o concerto será no formato virtual e estará disponível nos perfis oficiais no Facebook, Instagram e YouTube da OSP.

O programa foi gravado no Guairão seguindo todas as recomendações especiais de distanciamento social para orquestras. Para a gravação foram usadas mais de 1.200 velas, distribuídas por todo o auditório. O concerto contará com a participação especial da atriz Mariana Ximenez, que fará a leitura do texto de abertura.

A obra, Oratório de Natal, foi escolhida pelo maestro Stefan Geiger. Escrita pelo compositor francês Camille Saint-Saens quando ele tinha apenas 23 anos, a música é até hoje uma das mais executadas por orquestras e coros ao redor do mundo. O arranjo que será apresentado pela OSP é de autoria do próprio maestro Stefan Geiger.

O maestro admitiu que estava curioso para saber como o arranjo soaria com a orquestra. "Nós todos estávamos muito ansiosos para fazer música juntos no palco novamente", explica Stefan Geiger. "Nós fomos extraordinariamente produtivos e gravamos vários vídeos para chegarmos até o material que apresentaremos a vocês", finalizou o maestro.

O Oratório de Natal marca o encerramento da programação natalina do Centro Cultural Teatro Guaíra. Para Monica Rischbieter, diretora-presidente do Teatro Guaíra, a apresentação é uma conquista em um ano desafiador. "Tivemos um ano muito difícil, mas conseguimos nos manter próximos ao público com vários espetáculos nas redes sociais. Tenho certeza de que todos irão adorar este concerto especial".

Após a estreia, o concerto continuará disponível nos perfis oficiais da Orquestra Sinfônica do Paraná no Facebook, Instagram e YouTube.

Serviço
Oratório de Natal
Dia 22/12, às 21h
Gratuito
Redes Sociais da Orquestra Sinfônica do Paraná

Facebook: http://www.facebook.com/OrquestraSinfonicaDoParana
Instagram: http://www.instagram.com/OrquestraSinfonicaDoParana
YouTube: http://www.youtube.com/OrquestraSinfonicaDoParana

Tributo ao Natal do Bradesco terá repertório com oito canções

Clássicos natalinos e músicas que marcaram os anos de apresentações
serão interpretados por Zizi e Luiza Possi

Dezembro de 2020 – Quando o público ouve os clássicos natalinos nas janelas do Palácio Avenida, está aberta a temporada de celebrações de fim de ano. Em 2020, as canções virão da tela do computador ou celular: neste dia 19, às 20h15, vai ao ar o tributo aos 30 anos de espetáculo com as cantoras Zizi e Luiza Possi, pelo site nataldopalacioavenida.com.br.

Neste ano, o repertório será dividido em dois atos. Além de canções clássicas natalinas como ‘White Christmas’ e ‘Noite Feliz’ no primeiro bloco, na segunda parte a intenção foi resgatar canções como ‘Andar com Fé’ e ‘O que é, o que é’, que marcaram edições passadas nas vozes dos pequenos coralistas, conduzidos brilhantemente pela maestrina Dulce Primo. Haverá ainda uma canção inédita, ‘Heal the World’, do cantor Michael Jackson, ou ‘Cure o mundo’, em tradução livre. A música fala sobre fazer do mundo um lugar melhor para toda a humanidade e também é tema da campanha de fim de ano do Bradesco, com a história dos já conhecidos vagalumes Lúcio e Luna.

Camilo Carrara, responsável pela produção musical e arranjos orquestrais do Natal do Palácio Avenida há 11 anos, acredita que o público ficará emocionado com as canções que trazem mensagens positivas, de fé e esperança, “especialmente neste momento, em que enfrentamos a pandemia do coronavírus”. Carrara adianta que todas as canções terão novos arranjos, criados especialmente para as vozes das solistas: "o desafio foi compor novos arranjos para Zizi e Luiza, duas das vozes mais marcantes da música brasileira, porém mantendo a concepção e a sonoridade desenvolvida com o coral das crianças nos anos anteriores”.

A condução será do maestro Luis Gustavo Petri e Zizi e Luiza Possi estarão acompanhadas de uma orquestra formada por 20 músicos independentes do cenário artístico de Curitiba, sendo 12 cordas, seis sopros, uma percussão e um pianista. “Vamos aproveitar bastante a sonoridade da orquestra, com toda a sua diversidade instrumental, para que ela possa dialogar com as vozes das solistas, apresentando muito colorido, riqueza rítmica e expressividade, elementos musicais que normalmente ficam muito restritos às salas de concerto”, completa Carrara.

As crianças
O tributo foi gravado no terraço do Palácio Avenida e, além da performance de mãe e filha, trará um resgate de histórias de pessoas que participaram de edições anteriores do espetáculo.

As crianças farão uma aparição especial, também captada em vídeo previamente durante as aulas de educação musical, que este ano aconteceram de forma online por conta da pandemia.

E, como forma de agradecer e homenagear os pequenos coralistas pela dedicação e carinho com que sempre cantaram e encantaram as noites natalinas da cidade - e também para aproximá-los dos moradores de Curitiba e região -, o Bradesco organizou uma campanha de arrecadação de brinquedos.

Até o dia 18 de dezembro, a comunidade poderá doar um ou mais brinquedos novos ou usados em bom estado, que serão entregues nas seis instituições de acolhimento apoiadas pelo Programa Educação do Bradesco, em Curitiba e região metropolitana. O ponto de coleta é na Agência Bradesco Palácio Avenida (Av. Luiz Xavier, 11) ou na recepção do prédio administrativo do Bradesco, também no Palácio Avenida (Travessa Oliveira Belo, 34).

Músicos
Violino 1 – Ricardo Molter, Winston Ramalho, Martina Lohmann e Gustavo Rech
Violino 2 – Moisés Nesi, Vitor Andrade e Klaus Schwerdtfeger
Violas – Daniel Mendes e Denis Castilho
Violoncelos – Samuel Pessatti e Klaiton Laube
Contrabaixo – Kiko Vargas
Flauta – Fabrício Ribeiro
Oboé – Marcos Vicenssuto
Clarinete – Samuel Junior
Trompa – Jonatas Costa
Trompete – André de Souza
Trombone – Wellington Miranda
Piano – Bernardo Manita
Bateria/Percussão – Vina Lacerda
Violão – Camilo Carrara

Sobre Luis Gustavo Petri
Um dos maiores nomes da regência no Brasil, criou e é o regente titular da Sinfônica de Santos desde 1994, sendo responsável pela visível ascensão e atuação social da orquestra na região. A carreira de Petri é marcada por sucessos como regente, compositor e diretor musical. À frente das mais importantes orquestras dentre elas Orquestra Sinfônica Municipal de S. Paulo, OS do Estado de S. Paulo, OSPA (Porto Alegre), OSP (Paraná), OSB (Brasileira), Filarmônica de Manaus dentre outras. É um dos responsáveis pela difusão da música erudita na Baixada Santista através da implantação de projetos para crianças da região, educação e formação de público.

Sobre Camilo Carrara
Camilo Carrara é diretor e produtor musical, multi-instrumentista, arranjador, compositor e professor formado pelo Departamento de Música da ECA-USP e especialista em Gestão de Marketing Estratégico com MBA pela FEA-USP. Atua no cenário musical fazendo a ponte entre os universos da música erudita e popular. É constantemente convidado para se apresentar com orquestras como a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), Orquestra Municipal de São Paulo (OSM), Banda Sinfônica de São Paulo, Orquestra Sinfônica da Paraná e Balé Guaíra, além de concertos com a National Music Festival Orchestra, nos EUA. Possui mais de 80 CDs em sua discografia.

Ficha Técnica
O tributo ao Natal do Bradesco em Curitiba é uma produção da Aktuellmix, com direção de criação de Daniel Marques e direção artística de Ulysses Cruz.

Serviço tributo
O que: Tributo ao Natal do Bradesco
Quando: 19 de dezembro
Horário: 20h15
Onde: site www.nataldopalacioavenida.com.br, YouTube do Bradesco e YouTube do Teatro Bradesco
Acessibilidade: tradução em Libras e audiodescrição

Serviço arrecadação de brinquedos
O que: Arrecadação de brinquedos para os coralistas do Natal do Palácio Avenida
Quando: até 18 de dezembro
Onde: Bradesco Palácio Avenida - Av. Luiz Xavier, 11 ou Travessa Oliveira Belo, 34- Centro - Curitiba/PR

Clássicos Positivo encerra programação de 2020 com orquestra social

Grupo Positivo apresenta Concerto de Natal com Orquestra Jovem Alegro no próximo sábado (19)

O Grupo Positivo apresenta, no próximo sábado (19), o Concerto de Natal com a Orquestra Jovem Alegro (OJA), organizada pela Associação Musical Alegro, entidade social que promove o ensino de música clássica para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social no Paraná, a qual recebe o apoio do Positivo desde 2019. O espetáculo será apresentado gratuitamente no canal do Grupo Positivo, em evento no Youtube, às 11h.

O concerto inclui uma programação didática, na qual haverá explicações sobre cada peça do programa e o contexto histórico das composições, que inclui Quarteto de cordas op. 74 n. 10, de Beethoven, além da apresentação de Concerto para 2 violinos, 2 cellos, de Vivaldi. Os músicos executam ainda composições de Villa Lobos, entre elas Bachiana Brasileira n.9, além de canções folclóricas natalinas.

O programa do Festival é composto por obras de grandes gênios da música clássica, com estilos que vão do Barroco ao Contemporâneo. A Associação Musical Alegro, instituição mantenedora da OJA, foi criada pelo músico britânico radicado em Curitiba Edward Matkin, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento de um sistema de orquestras jovens no Paraná, inspirado em outros projetos de sucesso no Brasil e no mundo. "Não somos apenas uma organização que proporciona educação em música erudita a crianças que vivem em situação de risco. Somos uma associação com visão, missão e metas fincadas na transformação de realidades sociais por meio da educação musical de excelência", afirma Matkin.

O concerto, que faz parte do III Festival OJA, é o resultado dos três pilares que compõem a Alegro: Orquestra Jovem, com os melhores músicos, que participaram de uma seleção nacional de bolsistas para o Festival; Orquestra Infantil, que reúne crianças que fazem parte dos sete núcleos de ensino de Curitiba e Região Metropolitana; e, o terceiro, a partir dos núcleos apoiados. “É o ápice das atividades anuais da Alegro, culminando uma longa cadeia de iniciativas que possibilita uma apresentação musical tão elaborada”, afirma Matkin.

A Alegro atua em Curitiba desde 2016. Sua força está no notável grupo de apoiadores e parceiros, dentre eles o Grupo Positivo. Destaca-se a parceria com o Conselho das Escolas Reais de Música Britânica (ABRSM), maior organização de avaliação mundial de música erudita, presente em mais de 93 países e que tem como patrona a rainha Elisabeth, da Inglaterra. Também se destaca o apoio estratégico da embaixada britânica no Brasil por meio dos consulados. E, ainda, a parceria com o maestro inglês Sir John Eliot Gardiner, da Monteverdi Choir and Orchestra.

A Alegro também comemora a criação da Orquestra Infantil Alegro, formada por crianças que participam dos núcleos apoiados pela associação. Atualmente, a Alegro apoia sete núcleos de ensino que proporcionam acesso à educação musical a mais de 450 crianças em diversos tipos de vulnerabilidades sociais que, de outra forma, não teriam esta oportunidade. Os projetos parceiros, altamente reconhecidos por seus bons resultados, incluem Gato na Tuba (em Piraquara), Música no Bairro (Almirante Tamandaré) e Filarmônica Antoninense (Antonina). Em comum, são projetos nos quais os alunos têm a oportunidade de estudar um instrumento e encontrar na música um suporte para os desafios do cotidiano e um caminho para o futuro. "Acreditamos que a música orquestral é para todos. Por isso, investimos na formação e no desenvolvimento musical e artístico das crianças e jovens dos projetos que apoiamos", ressalta Matkin.

O espetáculo faz parte do projeto Clássicos Positivo, que oferece, desde 2018, uma programação anual de concertos eruditos de alta qualidade, investindo na promoção de novas plateias eruditas. "A música clássica contribui para o desenvolvimento de valores e virtudes nos indivíduos, pois suas composições são estruturadas a partir de princípios fundamentais como equilíbrio, harmonia, simetria, clareza e perfeição formal. Com isso, e ao promover a expressividade, a sociabilidade e o sentido de cooperação, a música clássica desenvolve valores como ética, disciplina e respeito", justifica o presidente da Positivo Educacional, Lucas Guimarães. A programação tem início às 11h, no canal do YouTube do Grupo Positivo (www.youtube.com/GrupoPositivoInstitucional).

Edward Matkin, fundador e presidente da Alegro

Edward Richard Matkin nasceu e cresceu em Staffordshire, Inglaterra, em 1973. Começou seus estudos de piano aos 6 anos e graduou-se em Música na Universidade de Liverpool, onde foi eleito presidente da Sociedade de Música e nomeado diretor da Orquestra Sinfônica da instituição. Trabalhou como Diretor de empresa no Reino Unido e no Brasil, onde vive desde 2009. Com ampla experiência no mundo corporativo, desde 2015, Matkin dedica-se em tempo integral à Alegro, que está formalmente registrada como Organização Social desde março de 2016. As principais inspirações da Alegro são as instituições educacionais musicais brasileiras como: Projeto Guri e Instituto Baccarelli (ambos em São Paulo) e, sobretudo, o Neojibá, em Salvador. Sua meta, com a Alegro, é unir a maravilhosa energia e talento de jovens músicos numa educação musical de excelência, proporcionando a oportunidade de aprender e experimentar a grande paixão despertada pela música.

PROGRAMA III FESTIVAL OJA:

Beethoven-Quarteto de cordas op.74 n.10

William Cahn - Time Traveller

Vivaldi - Concerto para 2 violinos, 2 cellos, RV 564

Solistas violinos: Thiago Jesus da Costa e João Pedro Ferraz dos Santos Silva

Solistas cellos: Gabriel Rodrigues da Silva a Bruno William dos Santos

Henrique de Curitiba-Vocalize

Solista: Wagner Mateus Pereira de Oliveira

Saint Saens-Concerto para cello nº 1 in A minor, op. 33 (I movimento)

Solista: Bruno William dos Santos

Schubert- Arpeggione Sonata, D. 821 in A minor (1º mov.)

Solista: Laercio Souza dos Santos

Villa-Lobos – Bachiana Brasileira n. 9

Tchaikovsky – Souvenir de Florence (1ª movimento)

Canções folclóricas natalinas (participação especial dos alunos dos Núcleos Apoiados pela Alegro)

SERVIÇO

Clássicos Positivo: Concerto OJA 2020

Data: 19 de dezembro de 2020

Horário: 11h

Local: www.youtube.com/GrupoPositivoInstitucional

Assessoria de Imprensa

Central Press

Lorena Nogaroli e Bruna Zembuski

(41) 3026-2610

centralpress@centralpress.com.br

Sobre o Grupo Positivo

O Positivo nasceu em 1972 a partir da ideia de uma equipe de professores que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou a liderança em todas as suas áreas de atuação: ensino, soluções educacionais, tecnologia e gráfica. O Grupo atua desde a Educação Infantil até o pré-vestibular, com aproximadamente 20 mil alunos em unidades próprias. Além disso, 275 mil alunos utilizam o Sistema de Ensino Aprende Brasil, em escolas públicas de todo o Brasil. Com presença em cerca de 14 mil escolas em todo o Brasil e em mais de 40 países, a Positivo Tecnologia Educacional é hoje a empresa com o maior número de soluções pré-qualificadas e inseridas no Guia de Tecnologias do MEC. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, imprime e distribui mais de 50 milhões de livros por ano. O Grupo conta ainda com o Instituto Positivo, que desenvolve ações voltadas para a melhoria da educação pública.

AUTO DE NATAL ITINERANTE EM ARAUCÁRIA

Moradores de Araucária poderão ver apresentação de Natal do Grupo Lanteri das suas casas.

O Grupo Lanteri, conhecido pela tradicional apresentação da Paixão de Cristo, está preparando um novo espetáculo, um Auto de Natal que será apresentado no município de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), de 19 a 23 de dezembro.

Para evitar aglomerações, respeitando assim as orientações sanitárias para o enfrentamento da pandemia do Covid-19, o espetáculo será itinerante, pois o palco será uma carreta e as pessoas poderão vê-la das janelas e dos quintais das casas. A carreta, decorada com as luzes do Natal, levará o presépio como cenário e irá circular pelas ruas de Araucária realizando diversas paradas. Atores e músicos representando os Reis Magos, os Pastores e a Família Sagrada irão encenar o nascimento do Menino Jesus. Para a alegria das crianças, Papai Noel também estará presente para dar uma mensagem.

Todos os envolvidos na produção estarão usando máscaras e respeitando o distanciamento. “Ninguém precisará sair de casa para prestigiar o trabalho, poderá vê-lo com segurança da sua janela ou do seu jardim. Serão apresentações curtas com aproximadamente dez minutos de duração e o trajeto a ser percorrido será divulgado por um carro de som poucos minutos antes da apresentação, justamente para evitar espera e aglomeração no local”, conta Edson Luiz Martins, diretor de produção do Grupo Lanteri.

Serão várias apresentações por dia em diferentes pontos, no período de 19 a 23 de dezembro, sempre das 20h às 22h. Por dia, serão percorridos na cidade cerca de 30km.

“Nossa ideia é que a mensagem de Natal leve às pessoas alegria, esperança e alivie um pouco o sofrimento provocado pelo isolamento social e pelas restrições impostas pela pandemia. Nosso convite é para a reflexão e com simplicidade queremos proporcionar uma noite encantada”, revela o diretor artístico, Aparecido Massi. “Que o Natal e as atuais circunstâncias em que nos encontramos como humanidade nos permitam refletirmos sobre nossas vidas e escolhas”, acrescenta.

O Projeto é uma realização do Grupo Lanteri, com apoio do Instituto Lanteri e da Prefeitura Municipal de Araucária com o patrocínio da Companhia Paranaense de Energia – Copel, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo.

Para saber mais acesse:
www.grupolanteri.com.br

https://www.facebook.com/GrupoLanteri

https://www.instagram.com/grupolanterioficial/

CONTATOS:

Produção e Coordenação

Edson Luiz Martins

41 99935 8698

Júlio Cesar M. do Rosário

41 96949989

leveeventos@gmail.com

Direção Geral

Aparecido Massi

41 99974 6330

massi@aparecidomassi.com.br

Quebra-Nozes em uma surpreendente apresentação do Ballet du Grand Théâtre de Genève encerra a temporada do Digital Dellarte

O famoso balé Quebra-Nozes, em uma surpreendente versão, será o espetáculo final do projeto Digital Dellarte, apresentado no dia 17 de dezembro pelo Ballet du Grand Théâtre de Genève, às 19h30 no canal Youtube DellArteSolucoes. Antes da apresentação online, uma entrevista com Jeroen Verbruggen, coreógrafo da companhia.

Criado em 1960, o Ballet du Grand Théâtre de Genève explora a pluralidade da dança dos séculos XX e XXI. Sob direção de Philippe Cohen, a companhia é integrada por 22 bailarinos de formação clássica e possui numerosas releituras de grandes clássicos do balé. O coreógrafo Jeroen Verbruggen oferece, no espetáculo O Quebra-Nozes, uma visão original da obra-prima de 1892.

Com trilha original de Tchaikovsky, a apresentação é contextualizada em um ambiente barroco, apresentando Marie, uma jovem intrigada por sua feminilidade, e Drosselmeyer, um senhor leal que esconde em si o príncipe que Marie deve libertar. Através de uma dança cheia de reviravoltas e virtuosidade, o coreógrafo promete transportar o público para um mundo onde a negligência beira a frivolidade e as personagens apelam às nossas almas infantis.

Verbruggen explica como revolucionou este espetáculo e as formas que o retrocedeu: "Em nossas primeiras reuniões técnicas, quando eu tinha que explicar o que eu faria disse que esse Quebra Nozes não teria árvore de Natal, não iria nevar, que são todos os elementos que as pessoas normalmente querem ver neste balé. Depois expliquei que iríamos reinventá-lo. Então ele se transformou em algo que você pode encaixar a história em qualquer época do ano. E ele se tornou algo mais como um pesadelo sombrio, algo parecido com o filme do Tim Burton ou ‘O Estranho Mundo de Jack’, que é sombrio, mas também é bastante festivo", promete.

Sobre o Digital Dellarte

Um formato de informação e entretenimento que leva ao público novas descobertas! A Dellarte, uma das maiores produtoras culturais da América Latina, no mercado de grandes eventos de arte e cultura há 38 anos, construiu o projeto Digital Dellarte no intuito de democratizar o acesso das pessoas a grandes eventos de elevado conteúdo artístico. Nesta primeira etapa são sete espetáculos online gratuitos, com nomes expressivos do cenário artístico contemporâneo.

Em uma versão interativa de programa de TV, cada espetáculo gravado conta com entrevistas exclusivas com diretores artísticos, maestros e músicos comandadas pelo jornalista e escritor Rodrigo Alzuguir que serão exibidas, com as apresentações, no canal Dellarte no Youtube DellArteSolucoes.

O primeiro espetáculo aconteceu no dia 15 de outubro com a apresentação da Lucerne Symphony Orchestra. Na sequência, a apresentação do Balé Nacional da China, no dia 22 de outubro. Fechando o mês de outubro, a exibição do Balletto di Roma, que aconteceu no dia 29. O mês de novembro abriu a programação de exibições no dia 12 com a aclamada percussionista Beibei Wang. A unicidade do som e a grandeza da história da Sinfônica de Bamberg foi apreciada pelo público no último 26 de novembro. Dia 10 de dezembro foi a vez da Orquestra Sinfônica Jovem de Macao. O famoso balé Quebra-Nozes será o espetáculo final do projeto, apresentado dia 17 de dezembro pelo Ballet du Grand Théâtre de Genève.

Serviço

BALLET DU GRAND THÉÂTRE DE GENÈVE

| ONLINE | YOUTUBE DELLARTE

Data: 17 de dezembro (Quinta-Feira)

Hora: 19h30

Programa: O Quebra Nozes. Entrevista com Jeroen Verbruggen, coreógrafo

digital.dellarte.com.br

Campanha de arrecadação de brinquedos para coralistas do Natal do Palácio Avenida segue até 18 de dezembro

Ação pretende proporcionar um Natal mais feliz às crianças assistidas
pelo Programa Educação do Bradesco

Dezembro de 2020 – Todo final de ano as crianças e adolescentes coralistas abrilhantam com canto e graça as janelas do edifício Palácio Avenida durante as apresentações do Natal mais tradicional do País. Em 2020, no entanto, para atender as normas de distanciamento social que ainda estão vigentes em Curitiba, o evento presencial foi substituído por um tributo virtual aos 30 anos do espetáculo e os jovens cantores não se apresentarão pela primeira vez.

Como forma de agradecê-los e homenageá-los pela dedicação e carinho com que cantam e encantam as noites natalinas da cidade, o Bradesco organizou uma campanha de arrecadação de brinquedos para aproximá-los dos moradores de Curitiba de alguma maneira e proporcionar um Natal mais feliz num ano marcado por tantos desafios.

Até o dia 18 de dezembro, as pessoas poderão doar um ou mais brinquedos novos ou usados em bom estado, que serão entregues nas seis instituições de acolhimento apoiadas pelo Programa Educação, em Curitiba e região metropolitana, que promove desenvolvimento educacional e psicossocial através da oferta de plano de saúde e de aulas de educação musical. O ponto de coleta é na Agência Bradesco Palácio Avenida - Av. Luiz Xavier, 11 - Centro - Curitiba/PR.

“Todos os anos os coralistas presenteiam o público com esta emocionante apresentação que é o Natal do Palácio Avenida. A população de Curitiba sempre nos procura querendo saber quem são as crianças, com o desejo claro de compartilhar carinho e também de participar de toda essa emoção. Agora, temos a oportunidade de encantar essas crianças por meio de uma campanha como forma de agradecimento pela inspiração que nos proporcionam”, comenta a diretora executiva do Bradesco, Glaucimar Peticov.

Aulas online
Em 2020, para atender as normas de distanciamento social que ainda estão vigentes em Curitiba, as crianças receberam aulas de educação musical por videoconferência e não tiveram nenhuma atividade de forma presencial. O evento de rua foi substituído por tributo virtual com as cantoras Zizi e Luiza Possi com o tema “A Grande História de Natal”, gravado previamente e que será transmitido no dia 19 de dezembro, às 20h15, no site do Natal do Palácio Avenida (www.nataldopalacioavenida.com.br), no YouTube do Bradesco e no YouTube do Teatro Bradesco. Em homenagem aos 30 anos do evento, foi feita ainda uma captação em vídeo das aulas das crianças, nas instituições de acolhimento, e o público também terá acesso a esse conteúdo na plataforma do Natal do Palácio Avenida.

Já os “anjos”, funcionários do Bradesco e seus familiares que atuam de forma voluntária no espetáculo dando suporte aos coralistas, este ano vão contribuir na campanha de arrecadação de brinquedos, participando da triagem, preparação e entrega das doações.

Serviço
O que: Arrecadação de brinquedos para os coralistas do Natal do Palácio Avenida
Quando: até 18 de dezembro
Horário: 10h às 14h
Onde: Agência Bradesco Palácio Avenida - Av. Luiz Xavier, 11 - Centro - Curitiba/PR.

Experimento artístico “Tudo Junto e Misturado – Presentes”

Tudo Junto e Misturado é uma série de experimentos artísticos interativos digitais, criados pelo Teatro Bom Jesus em 2020, durante a quarentena

A série experimental “Tudo Junto e Misturado”, promovida pelo Teatro Bom Jesus, chega à sua última exibição da temporada 2020. Contando com a participação de atores experientes e a intervenção do público, que rege a dinâmica do espetáculo virtual, a próxima live será no dia 12 de dezembro (sábado), às 19h, no Facebook do Teatro Bom Jesus e no Youtube do Grupo Educacional Bom Jesus. A participação é gratuita!

O último experimento artístico terá como tema “Presentes”. Serão 12 das melhores cenas já apresentadas da série, adaptadas às festas de fim de ano.

De acordo com a atriz e assessora cultural do Grupo Educacional Bom Jesus, Mazé Portugal, a ideia do “Tudo Junto e Misturado” é mesclar cenas que agradem a um público variado, com cenas lúdicas, performances com críticas sociais, poesias, textos reflexivos e comédia. “E, como é ao vivo, com cada artista na sua casa fazendo muitas improvisações, o público poderá determinar a ordem das cenas para que os artistas adaptem a encenação”, complementa Mazé.

O espetáculo contará com a participação da bailarina Inês Drumond, dos atores César Cantão, Luis Benkard, ZéAntonio do Carmmo, da cantora Luísa Oliveira e também da atriz Mazé Portugal.

Serviço
Experimento “Tudo Junto e Misturado - Presentes”
Quando: 12 de dezembro (sábado), às 19h
Onde: Ao vivo no Facebook do Teatro Bom Jesus e no canal do Youtube do Grupo Educacional Bom Jesus
Evento gratuito!
Realização: Teatro Bom Jesus

Conheça os artistas!

ZéAntonio do Carmmo: especialista em Arteterapia - Terapias expressivas pelo Instituto de Artes da Unesp. Licenciado em Educação Artística com habilitação em Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes. Formação técnica como ator pelo Teatro Universitário da UFMG. Participou do CPT - Centro de Pesquisas Teatrais, sob a coordenação de Antunes Filho, e do núcleo artístico da Cia. Truks - Teatro de Bonecos. Atualmente compõe o núcleo artístico do Grupo Morpheus Teatro.

Luis Benkard: diretor, ator, escritor e cenógrafo. Interessado em gênero e raça, escreveu sobre Odelair Rodrigues e a mulher negra no teatro brasileiro. Trabalha com desconstrução dramatúrgica e cênica e seus shows têm alto impacto visual. Diretor artístico da Tirso Theatre Company, em Londres.

César Cantão: ator formado pelo Teatro-escola Célia Helena e pelo Núcleo de Atores do Ágora. Estreou profissionalmente no espetáculo “Rei Lear”, com Raul Cortez. Na TV, participou das minisséries “Força-tarefa”, da Rede Globo e dirigida por José Alvarenga Jr, “Crimes.com”, para o Discovery Channel, “9mm”, na Fox, “O negócio”, na HBO, entre outras. No teatro, atuou em inúmeras peças, com destaque para “Literatura contemporânea”, monólogo escrito e dirigido por Fernando Bonassi, “A senhora de Dubuque”, de Edward Albee, com direção de Leonardo Medeiros, entre outras. Seu último trabalho foi no longa “Modo avião”, de César Rodrigues para a Netflix.

Inês Drumond: formada pela Escola de Danças Clássicas do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e pela Embap (curso superior de piano). Estudou dança flamenca, dança de salão e técnica vocal no Conservatório de MPB. É pós-graduada em Dança de Salão. Integrou o Corpo de Baile do Ballet Teatro Guaíra. Foi coreógrafa nos ateliês coreográficos do BTG, tendo sido premiada duas vezes. Recebeu o Troféu Gralha Azul pela melhor coreografia para teatro em duas edições do prêmio. Atualmente é integrante do G2 Cia de Dança (Ballet Teatro Guaíra 2), em que os bailarinos são intérpretes-criadores, trabalhando com pesquisa de movimentos. Entre seus últimos trabalhos, destaca-se sua participação como bailarina convidada em dois projetos de vídeo do cantor tunisiano Fahd Saidi: “Asturias Navara Hnina”, no qual dançou no Parthenon (Grécia), e “Sway”.

Mazé Portugal: produtora cultural, publicitária e atriz. Profissional com mais de 30 anos de carreira, iniciou na TV, tendo participado em várias campanhas publicitárias, novelas, filmes e seriados de televisão, com destaque para “Sabor da paixão” (TV Globo), “A vida colorida de Dalton” (TV Cultura) e os curtas “Vazio” e “Fragmentos”. Em teatro, já trabalhou, entre outros, com Desmond Jones (Londres), Hugo Mengarelli, Felipe Hirsh, Roberto Innocente, Francisco Medeiros, Rodolfo Garcia Vazquez, Marco Antonio Braz, José Antonio do Carmmo, Jairo Mattos, Márcio Mattana e Catherine Marnás. Recebeu dois prêmios de melhor atriz por “Os cantos de Maldoror” e “Aconteceu enquanto o ônibus não vem”. Entre São Paulo e Curitiba, trabalhou como produtora e atriz com a Cia.Satyros e, desde 2003, é empreendedora na Cia.Serial Cômicos.

TEATRO BRADESCO DIVULGA PROGRAMAÇÃO DE LIVES DE DEZEMBRO

João Marcello Bôscoli, Tiê e Leandro Karnal são alguns dos destaques do mês. O Teatro terá, também, uma programação especial no aniversário de Frank Sinatra. No Instagram e no Youtube, as lives acontecem a partir das 20h

Com a chegada do final do ano, o Teatro Bradesco continua a entregar uma série de conteúdos relevantes e de qualidade para os seus espectadores em formato de lives. Desde agosto, personalidades renomadas do cenário nacional de diversas áreas, como cultura, arte e finanças foram recebidos, de maneira digital, para agregar à agenda de um dos espaços culturais mais importantes do Brasil.

Sempre de forma gratuita e respeitando todas as recomendações de segurança e saúde dos órgãos encarregados, o Teatro Bradesco continua a apresentar aos seus seguidores e públicos em geral, transmissões de qualidade. O projeto online está confirmado para seguir com a sua agenda em 2021 devido à grande adesão do público nas transmissões.

No Instagram, a nova rodada de programação das lives, tem início às 20h. Os Bastidores recebem no dia 10 a cantora Tiê, com a mediação de João Marcello Bôscoli. No dia 12 de dezembro, a programação irá homenagear uma das maiores vozes que o mundo já presenciou. No aniversário de Frank Sinatra, João Marcello Bôscoli recebe o intérprete Gustavo Bing, responsável por dar vida as canções de Sinatra nos palcos com o projeto “Sinatra 1915 Tribute”. Para encerrar o ciclo de lives e o ano de 2020 no Instagram do Teatro Bradesco, o Bem-Estar será comandado por Leandro Karnal, no dia 15 de dezembro.

No dia 7 de dezembro, o YouTube do Teatro Bradesco transmite uma peça teatral de encerramento do Bradesco Women 2020, ciclo de palestras que aconteceu ao longo do ano, com o objetivo de promover discussões em torno do empoderamento feminino e compartilhar visões para encorajar e inspirar mulheres contemporâneas a consolidar trajetórias vencedoras na vida pessoal e profissional.

O projeto do Teatro Bradesco é um sucesso no meio online. Prova disso são os números alcançados: aumento orgânico no número de seguidores superior a 90%. Além disso, são horas de conteúdo relevante, diverso e totalmente gratuito para os fãs de arte e de cultura curtirem no período de isolamento social.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DE DEZEMBRO:

07/12 – Business no YouTube com Bradesco Women
10/12 – Bastidores no Instagram com Tiê e João Marcello Bôscoli (música e bate-papo)
12/12 – Bastidores no Instagram Especial Aniversário de Frank Sinatra com Gustavo Bing e João Marcello Bôscoli (música e bate-papo)
15/12 – Bem-Estar no Instagram com Leandro Karnal

Projeto Online
O mês de agosto estreou uma nova concepção do Teatro Bradesco que, frente aos desafios impostos pela crise do novo coronavírus, se reinventou e apresentou, por meio do Instagram e do canal do YouTube, uma programação especial. A cada mês, novos e diversos perfis de atrações farão parte da programação nos pilares do projeto. São artistas, músicos e palestrantes, em parcerias e formatos inéditos. A periodicidade é bissemanal no Instagram e mensal no YouTube.

Retomada Teatro Bradesco
As atividades presenciais do Teatro Bradesco, que foi reaberto ao público novembro, atendendo as recomendações dos órgãos de saúde, seguem em dezembro. A compra dos ingressos deve ser feita de forma exclusiva no site uhuu.com para que os protocolos de distanciamento entre os espectadores sejam respeitados. Na programação estão confirmadas as seguintes atrações:

9 de dezembro - Maurício Manieri apresenta “Classics”
11 a 13 de dezembro - Hermanoteu na Terra de Godah
19 e 20 de dezembro - Bolero Ravel - Villa Lobos

Acessibilidade
Todas as transmissões ao vivo contam com recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência. As apresentações no YouTube têm audiodescrição e Libras. Já as lives no Instagram contam com libras e comunicação com a descrição #pracegover e #pratodosverem.

Bradesco e a cultura
Com centenas de projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. Além do Teatro Bradesco, o banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. São eventos regionais, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros. Assim como o Teatro Bradesco, muitas instituições e espaços culturais apoiados pelo banco promoveram ações para que o público possa continuar se entretendo – ainda que virtualmente – durante a pandemia da Covid-19. Recentemente, o banco lançou o Bradesco Cultura, plataforma digital que reúne conteúdo relacionado às iniciativas culturais que contam com o patrocínio da instituição. Visite em cultura.bradesco.

Opus Entretenimento
A Opus Entretenimento acredita no poder transformador da tríade cultura, conteúdo e experiência e, desde 1976, já trouxe ao Brasil grandes nomes nacionais e internacionais. Administradora de teatros pelo Brasil nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste, também faz a gestão artística de grandes nomes da música e do entretenimento brasileiro.

Livraria da Vila oferece programação cultural com grandes nomes da arte e da literatura em dezembro

Livraria da Vila oferece programação cultural com grandes nomes da arte e da literatura em dezembro
95QDN4Y2Y6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gDOygzN2MzNwIjOnVGcq5ydvx2M1UmYmNTN4Y2Y3UzY0kTOiNjMkZTM2IWN2YDZiNWN3YkMlMWN3YkMlITNwczMGJTJyQjNxEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTN
Créditos: Georgia Amorim (Gabriel, o Pensador), Renato Parada (Michel Laub) e cortesia dos autores

Para promover uma maior aproximação do público com o universo literário, a Livraria da Vila apresenta uma rica e bem diversificada programação digital para o mês de dezembro. O já tradicional #LiveComaVila, programa de entrevistas com Samuel Seibel, presidente da Vila, no Instagram da livraria (@livrariadavila), recebe grandes nomes da literatura e da arte nacional.

A programação do mês começa com o músico e escritor Gabriel, o Pensador que na quinta-feira (03/12) falará sobre sua mais recente publicação infantil: "Bagunça", da Editora Melhoramentos. Em tom divertido, o livro é um chamado aos leitores, mirins e adultos, para que não se esqueçam de como é gostoso brincar e fazer bagunça, inclusive com as palavras.

Um dos artistas mais queridos do país, Antonio Fagundes falará no sábado (05/12) sobre sua estreia na literatura "Tem um livro aqui que você vai gostar", da Editora Sextante. Na publicação, Fagundes reúne histórias pessoais, revela seus autores preferidos e leituras inesquecíveis.

Já na segunda-feira (07/12), o premiado escritor Michel Laub fala sobre seu novo livro, "Solução de dois estados", da Companhia das Letras, que conta a história de uma cineasta alemã que está produzindo um documentário sobre a violência brasileira, e que tem como principais entrevistados dois irmãos: Raquel e Alexandre - uma relação que é permeada por questões como ódio, herança, bullying, sexo, religião e responsabilidade individual.

Para encerrar a programação do mês, no dia 11/12, o Chef de Cozinha e escritor Laurent Suaudeau bate um papo sobre gastronomia e literatura, e narra as descobertas que esses dois campos lhe concederam ao longo de sua carreira.

Todos os eventos acontecem no Instagram da Livraria da Vila (@livrariadavila)

Serviço
O #LivecomaVila acontece no Instagram da Livraria da Vila (@livrariadavila)
• 03/12 às 19h - Gabriel, o Pensador
• 05/12 às 16h - Antonio Fagundes
• 07/12 às 19h - Michel Laub
• 11/12 às 19h - Laurent Suaudeau

Ravi Brasileiro grava espetáculo Quiçá que Sacudisse em Curitiba

Projeto Música no Paiol, promovido pela Fundação Cultural de Curitiba, adota formato digital por conta da pandemia de coronavírus e desafia artistas em shows sem plateia
Novembro, 2020 – No palco, os artistas. Na plateia, as câmeras! Assim foi adaptado o projeto Paiol Musical, que em seu terceiro ano consecutivo pela primeira vez adotou um formato sem plateia por conta da pandemia de coronavírus.
Entre os vinte artistas selecionados está Ravi Brasileiro, cantor e compositor curitibano que experimentou o novo formato proposto. Nos 22 anos de carreira, já havia feito diversos trabalhos audiovisuais, mas um espetáculo inteiro nesse formato foi algo absolutamente inédito.
“Confesso que foi algo novo e até estranho em vários aspectos, que parecem pequenos, mas fazem muita diferença pra mim. Até mesmo a iluminação do espetáculo muda, tudo mais claro, porque ela foi concebida para as câmeras. A vibração dos aplausos são como um termômetro de como cada canção mexeu com as pessoas. Uma risada ali, gente cantando lá, aquele olhar hipnotizado, um bebê falando… Pra mim não são detalhes, são vidas pulsando comigo, que transformam completamente a performance, porque me emocionam. Ali, sem essa presença, o desafio é abstrair o vazio e buscar a conexão pela memória", conta o artista.
Estar acostumado ao contato com o público é algo corriqueiro para quem vive de arte. Mas, em 2020, esse habitual contato passou por transformações, há quem chame de “novo normal”, devido a pandemia de coronavírus que impôs o distanciamento e o isolamento social desde o mês de março em todo o país.
Quiçá que Sacudisse
O espetáculo Quiçá que Sacudisse já foi apresentado em 2016 por Ravi Brasileiro, no entanto, para o Paiol Musical de 2020, o show passou por uma grande reformulação, trazendo mais maturidade e modernidade. São 14 canções que se conectam entre si durante toda a apresentação.
“Mexemos bastante na estrutura e na textura sonora, utilizando elementos eletrônicos, produzindo coisas novas e também reciclando a produção de discos anteriores. O baixo, por exemplo, deixou de ser tocado ao vivo e foi substituído por sons ‘bastante malucos’, propiciando texturas curiosas e especiais para cada canção”, afirma Ravi.
Quiçá Que Sacudisse - Ravi Brasileiro e Convidados é um espetáculo que tempera mundos através das composições de Ravi Brasileiro, nas quais os paradigmas atuais, os desafios do cotidiano e o amor são trazidos em histórias com grandes doses de humor e deliciosas provocações.
O espetáculo conta também com performances e intervenções de outros artistas que foram repensadas também por conta da pandemia. “A pandemia provocou alterações sensíveis na estrutura das interações que iriam acontecer no palco e, para assegurar a saúde de todos, as performances foram mais pontuais, o espetáculo ficou um pouco menos teatral, trazendo as canções para o primeiro plano”, declara o artista.
A concepção desse novo espetáculo aconteceu de forma coletiva, mesmo que cada um estivesse em sua casa, devido ao isolamento social, os ensaios aconteceram, muitas vezes, de maneira virtual.
“O trabalho de pré-produção foi fundamental para o crescimento do espetáculo. Foi um processo diferente e intenso, construído durante meses com outros artistas, tudo feito em conjunto. Os arranjos tiveram uma construção coletiva em que contei muito com a participação do Lucas Abreu (programações, percussão e tecladista) e do Sérgio Monteiro Freire (saxofones, guitarra e programações)”, destaca Ravi, que além dos parceiros musicais já citados, contou com três participações especiais: Janaina Fellini, Laura Binder e Otto Brasileiro.
Paiol Musical
Pela primeira vez em três anos, o projeto acontece sem plateia. “Este programa tão bem sucedido nos últimos dois anos teria que acontecer. Dessa forma garantimos o seu desenvolvimento, o reencontro dos músicos de forma segura e a produção de conteúdo de excelência para utilizar nos nossos espaços”, diz Marino Galvão Jr., diretor executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, responsável pelo desenvolvimento do programa.
Os shows gravados no Projeto serão transmitidos durante a programação artística da Oficina de Música de Curitiba e nas comemorações dos 50 anos do Teatro do Paiol, que acontecem em 2021. A proposta, alterada devido à pandemia da covid-19, possibilitou a gravação de videoclipes de três músicas de cada grupo.
“A produção toda da equipe ficou sensacional e desejo que através desse espetáculo minha música reverbere e que as pessoas sejam impactadas por ela de maneira positiva”, conclui Ravi.
Sobre Ravi Brasileiro
A fluidez, diversidade e a liberdade rítmica são características marcantes nos 22 anos sua trajetória artística. Ravi Brasileiro mergulha no jazz, no soul, no reggae, na música caribenha e fundamentalmente na amplitude da música brasileira, sem parcimônia para mesclar universos distintos. Desde 1998, o artista se dedica à pesquisa de diversos gêneros musicais, comprometido em encontrar caminhos inusitados.
Ravi já se apresentou em diversos palcos, destaque para a Corrente Cultural Waltel Para Todos, dividindo o palco com Paulinho Moska, Lenine e Uakti; Vozes da Cidade e Teatro do Paiol, bem como uma turnê internacional pelo México e Guatemala.

“QUE ABSURDO!” VOLTA EM CARTAZ COM TEMPORADA VIRTUAL GRATUITA

A peça gravada em formato digital, produzida durante a pandemia, será disponibilizada em dezembro

Após uma temporada nacional de sucesso de público e crítica, o monólogo “Que Absurdo!”, de autoria e direção do jornalista Cicero Lira, com atuação de Thadeu Peronne, será disponibilizado ao público -gratuitamente - em formato digital gravado durante o mês de dezembro. O espetáculo esteve em temporada nos meses de agosto e setembro com transmissões Ao Vivo pelo Youtube. A bilheteria online na Plataforma Sympa abre nesta terça (01 de dezembro), a partir das 8h da manhã. Ao adquirir o LINK da Transmissão gravada, o internauta poderá assistir ao vídeo da apresentação no dia e hora que desejar e quantas vezes quiser durante o mês de dezembro.
Acesse o link para adquirir o ingresso e obter mais informações: https://www.sympla.com.br/que-absurdo---teatro-digital-----sessao-gravada---gratuita__1070432

O público virtual recebeu com entusiasmo o Projeto Que Absurdo! que atingiu cerca de 3 mil visualizações no Youtube. Para o diretor artístico do Centro Cultural Teatro Guaira, Cleverson Cavalheiro, o ator “Thadeu Peronne tem uma presença potente no video. Belíssima produção!”. A atriz, produtora e diretora teatral, Anidria Stadler, comenta: “Texto forte com uma atuação incrível. Que absurdo de bom”. Para a atriz e professora Maira Weber, o Monólogo foi comovente. “Adorei o texto, a interpretação e a produção, assim como a interação tecnológica. Foi emocionante!”

O crítico paulista, Bruno Zambelli, ao comentar sobre o espetáculo escreveu para A Escotilha: “Se enganam os que pensam que apenas a questão do isolamento coloca o espetáculo Que Absurdo! no mapa das atuais aflições humanas. Assim como na crise vivenciada pelo personagem de Peronne, os artistas também atravessam um período de caos. As incertezas em relação ao futuro, o descaso representado pelo presente e o desespero diante da impossibilidade, ingredientes imprescindíveis a qualquer estado de horror, fazem parte da realidade de todos os trabalhadores da cultura que assistem o sucateamento promovido pelo atual governo brasileiro, intensificado pelo o avanço da pandemia nesse país omisso”.

Parcerias
O Projeto é resultado da parceria da CL Produções com a TP Produções. QUE ABSURDO! marca as comemorações dos 30 anos de carreira do ator Thadeu Peronne com trabalhos desenvolvidos para o Teatro, Cinema e TV. Que Absurdo! conta a história de um artista que está isolado e recebe uma visita inesperada. Durante este encontro, ele faz revelações sobre seu passado e reavalia a carreira que está em crise. Perturbado por um pesadelo recorrente que o coloca sempre diante do caos, o personagem busca refúgio na arte para tentar se libertar e dar sentido a sua vida. 

O monólogo conta ainda com os seguintes parceiros criativos: A designer visual Miriam Fontoura, o compositor e musicólogo Harry Crowl e o cantor, compositor e percussionista carioca Thiago Mocotó (irmão de Gabriel O Pensador e compositor da Banda).  “Enquanto muitos artistas ainda não sabiam como e o que fazer no período da pandemia, antes dos editais que foram lançados depois e anterior a aprovação da Lei Aldir Blanc, estreamos na raça, sem patrocínio, em meio ao caos, o espetáculo. Que Absurdo! é um espetáculo de altíssimo nível técnico e artístico, produzido especialmente para o formato digital”.

Lira explica que disponibilizar o espetáculo ao público - desta vez no formato gravado – é uma forma de contribuir com o desenvolvimento cultural e possibilitar acesso ao público de forma ampla e irrestrita. “Para assistir ao Monólogo, o interessado deve entrar na página do espetáculo na plataforma Sympla e adquirir o seu ingresso gratuitamente. Após efetuar o pedido, a pessoa receberá o link no email cadastrado na Sympla da última transmissão que foi gravada no dia 19 de setembro.

Para o ator Thadeu Peronne, a produção em formato digital foi um grande desafio, pois ocorreu no período crítico da pandemia e explica que os ensaios foram realizados virtualmente até a estreia, onde toda a equipe se reuniu para fazer Ao Vivo. “Nunca havia trabalho desta forma. Foi um grande aprendizado. Mesmo virtualmente, todos o processo que envolveu leituras, composição de personagem, improvisações e montagem foi feito de forma remota. Mas o resultado valeu a pena. Após passar o período de isolamento social, nossa intenção é estrear no Teatro Mini-Guaira presencialmente. Mas ainda temos que aguardar”.

Quem é quem

Thadeu Peronne
Ator, professor, produtor e diretor teatral Bacharel em Artes Cênicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná e Fundação Teatro Guaíra. Também passou pelo CPT, Centro de Pesquisa Teatral sob a coordenação de Antunes Filho São Paulo. Além de dezenas de Cursos de aprimoramento e ainda dezenas de Cursos de Extensão Universitária. Estudou com inúmeros diretores de outros países como Estados Unidos, França, Alemanha e Uruguai. Atua no Teatro, cinema, publicidade, música há trinta anos. Peronne é proprietário da TP Produções e, desde 2013, além de atuar, produz e dirige espetáculos com sucesso de público e crítica.

Cicero Lira
Jornalista, Mestre em Educação, ator e diretor teatral. Desde 2005, criou a CL Produções – A CL é uma das empresas mais atuantes do mercado de Curitiba, colaborando com o desenvolvimento do cenário da arte e da cultura da cidade, com espetáculos que atingem grande público. Além de produtor e gestor cultural, Lira é professor universitário e foi um dos fundadores do Curso de Bacharelado em Teatro da PUCPR, que em 2020 completa 10 anos.

Ficha Técnica:
Monólogo: Que Absurdo!
Texto, direção e concepção artística: Cicero Lira
Elenco: Thadeu Peronne
Música: Harry Crowl e Thiago Mocotó
Design Visual: Miriam Fontoura
Diretor de Produção: Cicero Lira
Produção Executiva: Thadeu Peronne
Produção e Realização: Cicero Lira Produções e Thadeu Peronne Produções

Serviço:
Duração: 30 min
Faixa Etária: Acima de 12 anos

COMO ADQUIRIR INGRESSOS E RECEBER O LINK DA PEÇA:

Período disponível: 01 a 31 de dezembro 2020
Onde: Plataforma Sympla
Passo 1: Escolher o seu ingresso gratuito ou ingresso/contribuição;
Passo 2: Você receberá em, no máximo 6 horas, um email da produção com o Link do espetáculo (Sessão gravada do Monólogo);
Passo 3: Só clicar no link para assistir, durante o mês de dezembro, quando e na hora que quiser.
Dica da produção: O espetáculo pode ser acessado pelo Celular, Computador e pela Smart TV.
Acesse Link: https://www.sympla.com.br/que-absurdo---teatro-digital-----sessao-gravada---gratuita__1070432

Devido a pandemia, o processo de ensaio da peça A Quarta Zaragata Porvindoura foi adiado

. Com isso, adaptamos o texto para uma linguagem online onde a peça A Quarta Zaragata Porvindoura (Do Sonho ao Caos), através de quatro atos independentes, usa da metalinguagem para contar a saga de artistas de um espetáculo futurista prestes a estrear. Transitar entre as fronteiras da realidade e da ficção, do ator e do personagem, explorando os limites dramatúrgicos. Tensões que encontram potência justamente na experiência, aprofundando a reflexão sobre o teatro online (experimentando-o) onde o campo de visão, a montagem e recursos de edição serão usados para contar uma história aumentando as possibilidades cênicas. Um enquadramento que ressignifica a ação, uma mudança de cenário que fornece novos signos nos propõe um modo de ver. Tendo como cenário a fazenda onde acontece a montagem do espetáculo, a plateia se verá imersa nas justaposições e tensões sobre o tempo real e o ficcional, passado e presente, realidade e sonho. A peça dentro da peça, como em Hamlet de Shakespeare, Um Grito Parado no Ar de Gianfrancesco Guarniere ou ainda em Seis Personagens à Procura de um Autor de Luigi Pirandello.

FICHA TÉCNICA

Texto: Bruce de Araujo

Direção: Georgette Fadel

Elenco: Bruce de Araujo / Carol Garcia / Eduardo Speroni / Felipe Frazão / Georgette Fadel / João Vancini / Sarah Lessa / Vilma Melo

Direção de Produção e Produção Executiva: Rafael Faustini

Co-Podução: João Vancini

Direção de Fotografia: Julia Zakia

Montagem / Edição: João Gabriel Hidalgo

Som Direto: Juliana Santana

Direção de Arte: Gabriel de Stéfani, Sarah Lessa e Helena Casal de Rey

Diretor Assistente: Eduardo Speroni

Assistente de Direção: Paula Azevedo

Assistente de Produção: Vinícius Meneguzzi

Catering: Alice Carvalho

Apoio: Salete Francisco Furtado

Pós Produção: Terra Roxa Filmes

Realização: Faustini Produções

SERVIÇO:

A QUARTA ZARAGATA PORVINDOURA – DO SONHO AO CAOS

Estreia do ATO IV - 02 de dezembro – 22h - “O QUE A ÁGUA ME DEU”

Duração por ATO: 30 minutos aproximadamente

Classificação indicativa: 14 anos

Canal YOUTUBE: youtube.com/channel/UCIpr4bXAXYXf_b6jWuQva_Q?view_as=subscriber

Evento ON LINE gratuito

Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta concerto virtual de encerramento da Série Música de Câmara 2020

Os músicos da OSP convidaram bailarinos do Balé Teatro Guaíra para um concerto especial de encerramento da Série que será transmitido no Facebook em dezembro
No próximo dia 11 os músicos da OSP apresentam o concerto virtual de encerramento da Série Música de Câmara 2020. O projeto é uma iniciativa dos músicos com a curadoria do maestro-titular Stefan Geiger. Desde junho a Série Música de Câmara apresentou quinzenalmente concertos virtuais com grupos de dois a oito músicos.

Para o concerto de encerramento, a coordenação da Série Música de Câmara preparou uma programação especial. Serão três obras do compositor argentino Astor Piazzolla com a participação especial de bailarinos do Balé Teatro Guaíra. Os concertos foram gravados em estúdio, respeitando as normas de distanciamento social da Organização Mundial da Saúde.

"Fazer a Série Música de Câmara em formato virtual foi divertido, mas também desafiador", conta a violinista da OSP, Martina Lohmann, uma das responsáveis pela coordenação do projeto. "Os músicos estavam interessados em manter a Série, mesmo que não fosse possível ir ao palco. Como não tivemos verba para a maioria dos concertos, tarefas como a edição do áudio e a sincronização de vídeo foram realizadas voluntariamente pelos próprios músicos ou por amigos da orquestra", completa a violinista.

Para os músicos que participaram do projeto, a Série Música de Câmara foi uma forma de canalizar a energia criativa, a vontade de trabalhar e de ter contato, por mais que restrito ao ambiente virtual, com o público. "A pandemia tem sido desafiadora para todos. A grande maioria dos meus colegas músicos nunca passou por mais de 3 meses sem ensaios, concertos ou concursos. Em um contexto de tantas privações e dificuldades, o poder da arte de criar e expressar um sentido de comunidade tem feito toda a diferença, para nós e para o público", disse Júlio Zabaleta, flautista da OSP e um dos coordenadores da Série.
Parceria com o Balé Teatro Guaíra

A escolha dos repertórios tocados na Série Música de Câmara parte dos próprios músicos. As propostas são enviadas e aprovadas pelo maestro-titular da OSP, Stefan Geiger. Neste ano, vários grupos trouxeram propostas de músicas do compositor argentino Astor Piazzolla.

Piazzolla foi o compositor mais tocado na OSP em 2020. Historicamente, ele é conhecido por incorporar elementos do tango em suas composições. As três obras que serão apresentadas no concerto de encerramento são consideradas tangos e, por isso, surgiu a ideia de convidar os bailarinos do Balé Teatro Guaíra a se juntarem ao projeto.

"A música de Piazzolla é muito instigante e inspiradora e é impossível ouvi-la sem pensar nos movimentos de bailarinos. A interação da Orquestra com o Balé é sempre artisticamente enriquecedora para os dois grupos e o resultado dos vídeos ficou muito bonito", explica Ricardo Molter, spalla da OSP e um dos coordenadores da Série Música de Câmara 2020.

As coreografias foram criadas especialmente para o projeto. Os bailarinos participantes gravaram no Teatro José Maria Santos.

O concerto virtual de encerramento
"É a nossa função dentro da sociedade proporcionar momentos de exploração interior e ajudar a dar vazão à alegria, ao luto, à esperança e todas outros sentimentos que temos experimentado tão intensamente. Uma pandemia sem arte seria insuportável", disse Júlio Zabaleta, flautista da OSP.

No dia 11/12, às 18h, a Orquestra Sinfônica do Paraná convida a todos para participarem do concerto virtual de encerramento da Série Música de Câmara. O público poderá interagir ao vivo e, além das músicas, haverá depoimentos dos participantes no projeto.

Após a exibição no Facebook da OSP o material completo estará disponível nas redes sociais da Orquestra e do Teatro Guaíra.

Serviço
Série Música de Câmara 2020 | Temporada Virtual
Concerto de Encerramento

Quando: 11 de dezembro de 2020
Horário: 18h
Onde: http://www.facebook.com/OrquestraSinfonicaDoParana
Valor: gratuito
Programa de concerto: Astor Piazzolla (1921-1992)
Se Fue Sin Decirme Adiós
Saint Louis en l'Île
La Misma Pena.