Teatro Dr. Botica reabre em Curitiba com programação para a família

Obedecendo novas diretrizes dos órgãos públicos e seguindo todos os protocolos de segurança, espaço volta a funcionar no próximo sábado (31)

O Teatro Dr. Botica de Curitiba retoma suas atividades a partir do dia 31 de julho depois de 16 meses fechado em virtude da pandemia do novo coronavírus. A reabertura foi possível depois de decreto municipal da Prefeitura, publicado neste mês, permitindo que cinemas e teatros voltem a funcionar, desde que respeitando todos os protocolos de segurança ainda em vigor durante a pandemia. A capacidade do teatro será reduzida em 50%, com o devido distanciamento entre grupos familiares. O uso de máscara é obrigatório.

A primeira atração será "As aventuras de Fuxico", que mostra a vida de um boneco de ventríloquo, que trabalha com um mágico, e resolve sair pelo mundo. Usando técnicas de ilusionismo, teatro de bonecos, músicas, ventriloquia, e sombras chinesas, o espetáculo lúdico está marcado para os dias 31 de julho e 1º de agosto.

9=UWNmBzM5ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTO2QTO5kzN3kzM6cWZwpmL39GbhJDMxkDM2gjZ5YTZhNTM2IjMzMDNjhjM4QTZlZjYzkjRyUiYzkjRyUSOwgzNGJTJ1QDM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTM
Ao longo de agosto, sempre aos sábados e domingos, a criançada também poderá ver os clássicos "João e Maria" (dias 7 e 8), ‘Chapeuzinho Vermelho" (dias 14 e 15), além das peças "Espírito da Floresta" (dias 21 e 22 ) e ​"Terezinha - História de Amor e Perigo" (dias 28 e 29).

O Teatro Dr. Botica é mantido pelo Instituto Grupo Boticário, que acredita que a arte nos transforma e nos conecta com a verdadeira essência da beleza.

Serviço:

Teatro Dr Botica
Shopping Estação - Av. Sete de Setembro, 2775, Curitiba, Paraná
Sessões: Sábado e domingo, às 15h e 17h
Ingressos online e na bilheteria: R﹩ 24,00 (inteira) e R﹩ 12,00 (estudantes, idosos e crianças de 3 a 12 anos)
Informações: (41 3323-7881 / (41) 99791-5965
https://www.teatrodrbotica.com.br/pr

4=EGOxEWMyojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTO2QTO5kzN3kzM6cWZwpmL39Gb2gTY1ADNzkTY1EmM2MDM2EmYmNGO2ITZzYzMxADNyUjRyUCNyUjRyUSOwgzNGJTJ1QDM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTN
1=IzMhVTN3ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTO2QTO5kzN3kzM6cWZwpmL39GbkNDNyUGOkBTY4YjYkFzMzEjZxUjNlFDZ2MDZjZ2N1MjRyUyN1MjRyUSOwgzNGJTJ1QDM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
9=YzY1gTOhpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTO2QTO5kzN3kzM6cWZwpmL39GbkZjMyUmYzY2NxIGM4IWM4YWZ2IGNxQ2NjNmZwUGM4cjRyUCM4cjRyUSOwgzNGJTJ1QDM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
As Aventuras de Fuxico
Espíritos da Floresta
João e Maria
Sobre o Instituto Grupo Boticário

Criado em 2004, o Instituto Grupo Boticário oportuniza experiências que possibilitam o contato com a beleza das pessoas, das relações e do mundo. Nos últimos cinco anos, impactou mais de 19 milhões de pessoas em todo o país. Nossa atuação abrange a realização e patrocínios de projetos sociais, culturais e de fomento ao empreendedorismo de impacto social, além da gestão de espaços culturais, como os Teatros Dr. Botica, em São Paulo e Curitiba, e o Mundo do Perfume, também na capital paulista. Fazemos isso porque acreditamos que por meio das nossas iniciativas promovemos o desenvolvimento social que inspira atitudes positivas e propõe uma forma otimista e desafiadora das pessoas interagirem com o mundo. Para o Instituto Grupo Boticário, beleza é fazer parte.

CINDERELA ESTREIA FESTIVAL DE TEATRO INFANTIL “ERA UMA VEZ…ERAM DUAS, ERAM TRÊS”

“Na quinta, dia 15 de julho, o espetáculo faz sua estreia online. Toda a renda do festival será revertida para as crianças e adolescentes atendidos pelo Programa Dedica e na ala Pediátrica do HC. A exposição dos figurinos está fica em cartaz até o dia 30 de julho na fachada do Guairão”.

O Festival de teatro infantil “Era uma vez...Eram duas, eram três”, que este ano ganha novo formato em versão online, realizado pela Montenegro, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e apoio da Associação dos Amigos do HC estreia nesta quinta, dia 15 de julho, com o espetáculo Cinderela. A partir desta data, quem adquirir o ingresso poderá assistir ao vídeo da peça em alta qualidade com duração de 40 minutos de onde quiser, independente de horário, e ficará disponível até fevereiro de 2022. Os espetáculos produzidos com exclusividade para o Festival estão sendo gravados no palco do Teatro Bom Jesus, cumprindo todos os protocolos de segurança e prevenção a disseminação da Covid. As gravações contam com uma plateia diferenciada, formada por bonecos dos personagens pintados por pacientes do programa DEDICA, da Associação dos Amigos do HC e terão suas transmissões na plataforma Hotmart (www.hotmart.com). Na sequência acontecem as seguintes exibições: João e Maria (19.08), Chapeuzinho Vermelho (30.09) e João e o Pé de Feijão (28.10).

As produções trazem leituras contemporâneas dos clássicos com linguagens que refletem temas cotidianos de pais e filhos. Um festival de múltiplas ideias, incontáveis saberes, diversas expressões de linguagens e qualificação, com atrações que ao mesmo tempo aproximam o tradicional teatro para a infância e juventude, da produção teatral contemporânea. “Cada peça traz uma possibilidade diferente, de música e visual, construção da dramaturgia. Minha direção caminha para conectar o mundo da criança com o do adulto. Essa questão do teatro infantil ser para as crianças e para os pais também é uma das principais questões que me preocupo quando escrevo. Quem leva a criança para o teatro? O diálogo das cenas não é unilateral, somente para os pequenos, o foco também está nos pais”, conta Tiago Luz, diretor cênico do festival. Cinderela é quem abre a programação dos espetáculos. Essa adaptação, traz à cena uma inusitada abordagem sobre essa tão revisitada história. “Nossa Cinderela é um convite para que adultos e crianças, juntos, possam rir, se emocionar e construir caminhos possíveis na direção de um mundo mais justo, harmonioso e igualitário”, conta o diretor.

O conto, em suas primeiras versões, traz uma adolescente órfã abusada por sua madrasta e filhas. E a resolução dos seus problemas acontece de forma mágica. Um vestido para que Cinderela possa ir ao baile e conquistar o príncipe. Sem contar as cenas de terror. A madrasta mutila os pés de suas filhas para que caibam no sapatinho de cristal. Pombas delatoras que furam os olhos das irmãs invejosas. Todo esse contexto foi amenizado nas reproduções do século 20. Cientes disso, o festival traz uma Cinderela possível, que discute questões contemporâneas. Mas nesta abordagem passa longe do universo Disney, do estereótipo da princesa. Ela perde seu pai e a mãe se casa novamente, com um homem autoritário e dominador, com quem tem mais dois filhos. A mãe de Cinderela fica doente e entra em um estado catatônico. Cinderela cresce solitária, cuidando da mãe em uma cadeira de rodas e fazendo todo o serviço da casa. A chegada da "Fada Madrinha", uma antiga amiga de sua mãe, dá coragem e exemplo para que a menina supere seus problemas. Ao optar por esse caminho, é feita uma aproximação do conto a realidade de muitas mulheres, homens e crianças que, sejam opressores ou oprimidos, podem reconhecer sua condição e encontrar possibilidades para transformá-la. O recurso de gênero artístico do festival é a comédia, o deboche, a paródia. Nada mais adequado para tratar de assuntos tão distópicos, delicados e urgentes.

A contrapartida social desse projeto será realizada em parceria com a Associação dos Amigos do HC, que ficará com a renda integral da bilheteria, além de apresentações exclusivas aos pacientes do DEDICA – Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, programa de enfretamento à violência infantil mantido pela associação, oficinas criativas e de contação de histórias. Ainda como parte do projeto, a construção de um novo espaço de leitura nas instalações do DEDICA está prevista para ser entregue no segundo semestre. Escolas públicas vão receber também apresentações dos espetáculos, que devem atingir um público total de 5.000 mil pessoas, entre alunos e professores.

Os ingressos para o espetáculo Cinderela estão à venda através da plataforma Hotmart (http://campanha.amigosdohc.org.br/festivaleraumavez). Podem ser adquiridos em duas modalidades: CINDERELA (ingresso digital dá acesso para assistir ao vídeo da peça + 1 livreto digital de atividades “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$25,00 / CINDERELA – COMBO (ingresso digital + 1 mini almofada da Cinderela, que será enviada por correio para o endereço informado no cadastro do comprador com frete já incluso + 1 livreto digital de atividades “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$60,00.

Com uma equipe de produção formada por criativos, cenógrafos, figurinistas, jornalistas, designers, fotógrafos, cinegrafistas, técnicos de som e luz, músicos, produtores, advogados, contadores, intérpretes, entre outros, o festival movimenta a cena cultural desse início de ano. Com essa terceira edição, o festival deverá ultrapassar a marca de 10 mil espectadores. “Gerar valor aos produtos culturais é a fórmula de sustentabilidade de um segmento tão sensível as oscilações da política e economia. Ao nos colocarmos como parte da máquina, gerando empregos, renda, impactos sociais e de imagem, garantimos a continuidade das produções artísticas”, afirma Carolina Montenegro, diretora da empresa, que já aprovou e executou mais de 80 projetos.

A edição 2021 do “Era uma vez...Eram duas, eram três conta com os patrocínios da Credipar, Fertipar Fertilizantes, Cattalini, Jaguáfrangos, Tecnolimp, RDP Petróleo, Servopa, Engepeças, Trützschler, Elejor, Sanepar, Banco Digimais, PASA (Paraná Operações Portuárias), Ravato, Greca Asfaltos, Impress The Decor Company, Nórdica, Quasar, Ítalo Supermercados, Magnetron Componentes Elétricos. Apoio: Teatro Bom Jesus, Teatro Guaíra, Tutu Ateliê de Sapatilhas, Kromossomos Estranhos, Espaço Fantástico das Artes, Padaria América, Atelie Miniart. Instituição Beneficiada: Associação dos Amigos do HC

O ERA UMA VEZ...ERAM DUAS, ERAM TRÊS conta com o apoio financeiro de mais de 70 empresas patrocinadoras, sendo que 70% dessas mantém seus investimentos em todas as edições do projeto. As notícias do festival computam mais de 1 bilhão de reais em mídia espontânea, somados ao plano de mídia com inserções em rádio, mobiliário urbano, impressos e internet.
MOSTRA CAMINHOS DO ENCANTAMENTO
Quem passar em frente ao Teatro Guaíra (R: Conselheiro Laurindo, s/n) em passeios a pé ou de carro vai se surpreender. O motivo? A fachada do Guairão está com a exposição “Caminhos do Encantamento”, que marca o lançamento oficial do Festival de teatro infantil. A mostra ficará em cartaz até o dia 30 de julho. Figurinos confeccionados exclusivamente para a mostra, trazem releituras dos personagens da Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Bruxa do João e Maria, Madrastas, Fadas e o Pé de Feijão em estruturas recicladas. Sustentabilidade, reutilização e ressignificação de materiais estão presentes no trabalho do figurinista e artista visual Gustavo Krelling, que assina a criação. “Em minha proposta flerto sempre com as artes visuais, principalmente a performance. Essas questões, por sua vez, propõem ao espectador reflexões sobre o que está vendo em cena - materiais inusitados, texturas e novas possibilidades. Acredito que dessa maneira ampliamos a discussão do espetáculo em seu aspecto visual”, afirma o artista.

Volume, cores, formas e texturas também podem ser discutidos no traje para a exposição. A riqueza está na diversidade de estilos, com resultados inusitados, criativos e de cunho autoral. Peças feitas com material que pode ganhar outra chance em expressão e estilo, evitando o descarte prematuro. Para essa exposição, o figurino da Cinderela por exemplo, que tem como objeto icônico o sapato, será produzido inteiro com restos de couro de sapatos que iriam para o lixo. Os retalhos de restos são costurados em um vestido de baile. João e Maria, João Pé de Feijão, são outros personagens que receberão figurinos nessa mesma proposta.
Sobre a Montenegro
Atuando há 11 anos, a Montenegro sempre apostou na cultura, o maior valor do Brasil. A empresa busca, com a realização de seus espetáculos, debater e desenvolver o teatro para a infância e juventude no Brasil, movimentando e valorizando o cenário artístico com as suas contribuições.

Além de colaborar com a formação artístico-pedagógica das crianças e adolescentes, a empresa oferece, através de espetáculos, exposições, oficinas, contação de histórias, encontros temáticos e rodas de conversa, toda a bagagem necessária para o fortalecimento da cultura no país.

Dias das exibições pela plataforma hotmart (www.hotmart.com):

Cinderela – a partir de 15 de julho
João e Maria – a partir de 19 de agosto
Chapeuzinho Vermelho – a partir de 30 de setembro
João e o Pé de Feijão – a partir de 28 de outubro

Serviço:
Ministério da Cidadania e Montenegro apresentam
“Era uma vez...Eram duas, eram três”
CINDERELA
Estreia: a partir de 15 de julho de 2021
Transmissão Online: www.hotmart.com
Duração vídeo da peça: 40 minutos
Vendas: http://campanha.amigosdohc.org.br/festivaleraumavez . CINDERELA (ingresso digital dá acesso para assistir ao vídeo da peça + 1 livreto digital de atividades “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$25,00 / CINDERELA – COMBO (ingresso digital + 1 mini almofada da Cinderela, que será enviada por correio para o endereço informado no cadastro do comprador com frete já incluso + 1 livreto digital de atividades e pintura “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$60,00.
Classificação etária: Livre. De 04 a 08 anos para o público infantil, e 08 a 12 anos para o público infanto-juvenil.
Informações: www.montenegroproducoes.com
Realização: Montenegro

O DIA MUNDIAL DO ROCK É PERFEITO PARA CONHECER OS LUGARES MAIS ROCK AND ROLL DE SÃO PAULO

Pra isso o casal paulista Carol e Edu do turistando SP, que ama dar dicas de São Paulo, preparou um itinerário com lugares imperdíveis que dá pra visitar, conhecer e se divertir mesmo em tempos pandemia.
O dia 13 de julho é o Dia Mundial do Rock. A data começou a ser comemorada em 1985 quando houve um grande evento chamado Live Aid, um show simultâneo em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos. O Show tinha como objetivo arrecadar dinheiro para fornecer ajuda humanitária no combate à fome na Etiópia. Apesar do nome MUNDIAL, a data só é celebrada aqui no Brasil.

5iRzYiBTY6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvx2YlFGN1cjZzYmNllDOxMWNkZmN4gDNyI2Y1MGZjVjY3YkMlUjY3YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjM
LUGARES QUE TURISTANDO SP CONHECE BEM E PODEMOS DAR COMO DICAS:

Republic Pub: inglês na região da Vila Madalena e que agora está de cara nova! Foi totalmente renovado mas uma das marcas registradas que é a cabine telefônica, continua lá! O espaço é aconchegante, com luzes baixas e no palco sempre bandas covers de rock clássico.

7jRzYwYjN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxWM2UmZkJWZ2QDNwcTYldDNmhjYxQWYlVmN2IGN3QDM3YkMlQDM3YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopDN
TexThe Blue Pub: já bem conhecido na região da Paulista, agora estão com mais uma unidade no Itaim Bibi. É ideal para um happy hour com os amigos, assistir jogos de futebol do campeonato europeu com um amplo cardápio de cervejas importadas e petiscos gostosos.
20kTOhFjM6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxWM2kDNmFjZhFTNwUWMxcDN4UmZ3kzY4cTNwEzM1ETZhZkMlETZhZkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopDM
O'Malleys: um dos pubs mais antigos de SP! Com vários ambientes onde é possível acompanhar jogos no telão, comer um prato tradicional irlandês e curtir shows de pop rock, rock, soul e rock acústico.
20ATM4AjN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxmZ2MjY2YjZxUTYxUzMzkjMzIWNyYzYzgjZmlzYkVmN1YkMlUmN1YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
Morrisson Rock Bar: com noites temáticas de vários vertentes do Rock, o bar que homenageia o vocalista da banda The Doors, é uma ótima opção para os fãs do Rock em plena Vila Madalena
3llDZiRjZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxWNmJmZkJTY0MDM3QDOkVjZ4IDMkNGZ0Y2Y1MmNwATN4YkMlATN4YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTN
Café Piu Piu: localizado no Bixiga, um dos bairros mais tradicionais de SP, pelo palco do Café Piu Piu passam bandas dos mais diversos ritmos. A proposta do bar é oferecer diversidade musical e cultural.

02ATO3EGZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvx2NxcDNjZ2MiRTOiZDMwM2Y5IjZkdTZmNjZlRjMwgTYwYkMlgTYwYkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzN
Stones Bar: na região leste de SP o Stones tem um ambiente bem amplo e democrático, uma área externa e mesas em volta de um chafariz, no palco as bandas com o melhor do rock !
7lNmM1IWZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxmYykTMlJWNzEjZ2ETOiNTN5YTZycDO0EzN2UjM4UWYhZkMlUWYhZkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
Mais sobre Turistando SP:

O TuristandoSP foi criado em 2017 por Edu Feltrin e Carol Barduk com a ideia de turistar mais por São Paulo e conhecer novos lugares (saindo da mesmice). Começamos a postar dicas de passeios e restaurantes e tivemos uma aceitação muito grande dos seguidores, resultando em uma comunidade super engajada e que confia em todas as dicas que postamos. Mostramos restaurantes, hotéis, passeios, na capital e no Estado.

O DIA MUNDIAL DO ROCK É PERFEITO PARA CONHECER OS LUGARES MAIS ROCK AND ROLL DE SÃO PAULO
Pra isso o casal paulista Carol e Edu do turistando SP, que ama dar dicas de São Paulo, preparou um itinerário com lugares imperdíveis que dá pra visitar, conhecer e se divertir mesmo em tempos pandemia.
O dia 13 de julho é o Dia Mundial do Rock. A data começou a ser comemorada em 1985 quando houve um grande evento chamado Live Aid, um show simultâneo em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos. O Show tinha como objetivo arrecadar dinheiro para fornecer ajuda humanitária no combate à fome na Etiópia. Apesar do nome MUNDIAL, a data só é celebrada aqui no Brasil.

5iRzYiBTY6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvx2YlFGN1cjZzYmNllDOxMWNkZmN4gDNyI2Y1MGZjVjY3YkMlUjY3YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjM
LUGARES QUE TURISTANDO SP CONHECE BEM E PODEMOS DAR COMO DICAS:

Republic Pub: inglês na região da Vila Madalena e que agora está de cara nova! Foi totalmente renovado mas uma das marcas registradas que é a cabine telefônica, continua lá! O espaço é aconchegante, com luzes baixas e no palco sempre bandas covers de rock clássico.

7jRzYwYjN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxWM2UmZkJWZ2QDNwcTYldDNmhjYxQWYlVmN2IGN3QDM3YkMlQDM3YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopDN
TexThe Blue Pub: já bem conhecido na região da Paulista, agora estão com mais uma unidade no Itaim Bibi. É ideal para um happy hour com os amigos, assistir jogos de futebol do campeonato europeu com um amplo cardápio de cervejas importadas e petiscos gostosos.
20kTOhFjM6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxWM2kDNmFjZhFTNwUWMxcDN4UmZ3kzY4cTNwEzM1ETZhZkMlETZhZkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopDM
O'Malleys: um dos pubs mais antigos de SP! Com vários ambientes onde é possível acompanhar jogos no telão, comer um prato tradicional irlandês e curtir shows de pop rock, rock, soul e rock acústico.
20ATM4AjN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxmZ2MjY2YjZxUTYxUzMzkjMzIWNyYzYzgjZmlzYkVmN1YkMlUmN1YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
Morrisson Rock Bar: com noites temáticas de vários vertentes do Rock, o bar que homenageia o vocalista da banda The Doors, é uma ótima opção para os fãs do Rock em plena Vila Madalena
3llDZiRjZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxWNmJmZkJTY0MDM3QDOkVjZ4IDMkNGZ0Y2Y1MmNwATN4YkMlATN4YkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTN
Café Piu Piu: localizado no Bixiga, um dos bairros mais tradicionais de SP, pelo palco do Café Piu Piu passam bandas dos mais diversos ritmos. A proposta do bar é oferecer diversidade musical e cultural.

02ATO3EGZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvx2NxcDNjZ2MiRTOiZDMwM2Y5IjZkdTZmNjZlRjMwgTYwYkMlgTYwYkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzN
Stones Bar: na região leste de SP o Stones tem um ambiente bem amplo e democrático, uma área externa e mesas em volta de um chafariz, no palco as bandas com o melhor do rock !
7lNmM1IWZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gjN1QjN5AzM1EjOnVGcq5ydvxmYykTMlJWNzEjZ2ETOiNTN5YTZycDO0EzN2UjM4UWYhZkMlUWYhZkMlQTM0ATMGJTJzMTMzEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
Mais sobre Turistando SP:

O TuristandoSP foi criado em 2017 por Edu Feltrin e Carol Barduk com a ideia de turistar mais por São Paulo e conhecer novos lugares (saindo da mesmice). Começamos a postar dicas de passeios e restaurantes e tivemos uma aceitação muito grande dos seguidores, resultando em uma comunidade super engajada e que confia em todas as dicas que postamos. Mostramos restaurantes, hotéis, passeios, na capital e no Estado.

MOSTRA COMEMORATIVA ABRAÇÃO 20 ANOS – ONLINE

A Céu Vermelho Produções Artísticas apresenta

Apresentações online gratuitas de espetáculos teatrais

A Céu Vermelho promove entre os dias 24 a 27 de junho de 2021 a MOSTRA COMEMORATIVA ABRAÇÃO 20 ANOS/ ONLINE, patrocinado pelo PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA, FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA. O evento é uma oportunidade de compartilhar um recorte dos trabalhos desenvolvidos pela Cia. do Abração, ao longo dos seus 20 (anos) de história, com espetáculos direcionados ao público de crianças e também espetáculos direcionados ao público de jovens/adultos.
As apresentações acontecerão no formato ONLINE, na plataforma do Youtube no canal da CIA DO ABRAÇÃO entre os dias 24 a 27 de junho de 2021, e contará com 04 apresentações, de 04 espetáculos. Destas (Dessas), 02 apresentações acontecerão em dias letivos, sendo que uma delas terá tradução simultânea em libras, direcionadas às crianças. As outras duas apresentações acontecerão no final de semana às 19h, para público de jovens e adultos.

Os links das apresentações estarão disponíveis na página da CIA. DO ABRAÇÃO: WWW.CIADOABRACAO.COM.BR a partir do dia 15/06/2021.
Além das apresentações, também haverá atividade de caráter formativo, como oficina teatral, direcionada a jovens e adultos, a partir de 14 anos, interessados no fazer teatral. Essa atividade será realizada por meio da plataforma zoom e conta com a prévia de inscrição dos interessados.
A diretora da Cia. do Abração, Letícia Guimarães, comenta que esta mostra vem nestes tempos desafiadores encontrar-se com as crianças, jovens, adultos, com as famílias, com os artistas e educadores, apostando na abertura do campo sensível e imaginativo da experiência estética e do fazer poético. “O teatro pode trazer muitas motivações para os pequenos e grandes e ajudá-los a dar sentido aos acontecimentos da vida. Estamos apostando nos valores perenes da arte enquanto forma de expressão do mundo simbólico na sua dimensão de troca. Nessa troca o belo se completa com a alegria e o prazer que emanam da convivência criativa. ” Estamos em festa. Comemorando a história de 20 anos de arte e resistência da Cia. do Abração. Temos a intenção de trazer a reflexão sobre a importância do teatro produzido continuamente por uma Companhia Curitibana, ao longo de 20 anos de história, para se chegar a valores imateriais que possam construir relações humanas subjetivas, essenciais e valorosas
O evento também proporciona ao público de escolas públicas o acesso gratuito às apresentações, neste ano, transmitidas online. Nesse aspecto, o teatro surge como fator de integração social, possibilitando às crianças, que muitas vezes nunca assistiram uma peça de teatro, um outro olhar ou até uma possibilidade de ver e rever a própria infância com mais sensibilidade.
Dentre a programação prevista, a mostra de espetáculos terá 100% de ingressos/acessos gratuitos, revertendo à população produtos culturais de qualidade.

APRESENTAÇÕES E BATE PAPO AO VIVO

De 24 a 27/06 sempre às 19h no canal da Cia. Do Abração no Youtube. Após cada apresentação haverá uma conversa ao vivo com os integrantes da companhia e convidados especiais que fizeram parte da criação de cada espetáculo. Neste momento, o público poderá participar do bate-papo através do chat da plataforma.

RESUMO DOS ESPETÁCULOS DA MOSTRA

MOSTRA PARA CRIANÇAS

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO - DIA: 24/06, quinta-feira às 19h (espetáculo com tradução em LIBRAS)
O ESPETÁCULO MAIS PREMIADO DE 2002 no estado do Paraná.
Sinopse - O espetáculo Sonho de Uma Noite de Verão, primeiro espetáculo da Cia. do Abração, foi a grande revelação do ano de 2002 em Curitiba, angariando seis Troféus Gralha Azul – Prêmio Governador do Estado, são eles: melhor espetáculo para crianças – Cia. Do Abração, melhor diretor, melhor adereço, melhor sonoplastia, melhor atriz e atriz revelação.

No Sonho de Uma Noite de Verão, adaptado pela Cia. do Abração, quatro velhinhos, contadores de estórias, que neste momento se encontram a serviço do Sr. Milkshakespeare, utilizam-se de objetos para contar esta estória que fala dos encontros e desencontros de dois casais. A ideia de trabalhar com manipulação de objetos parte do princípio que esta é a maneira que a criança naturalmente se utiliza para criar o seu próprio imaginário, o seu lúdico “Faz – de - Conta”. Assim, os personagens da história são representados por objetos do cotidiano, como um par de sapatos altos, uma gravata borboleta, etc.
Na nossa versão, os reis da floresta brigam, não pelo seu pajem, mas pela posse do Livro dos Sonhos que, a nosso ver, pertence a todos e, o que passamos como mensagem é que quando a natureza entra em desarmonia, todos, que neste mundo vivem, brigam e se desarmonizam. Além disso, fazemos uma reflexão sobre a infância e a velhice, por isto, nossos doces velhinhos, no final da peça, acabam se tornando crianças ou libertando a criança que todos guardamos dentro de nós. Desta forma, trabalhamos com a ideia de fazer um teatro para crianças de todas as idades, sem menosprezar a inteligência de nosso público.
Duração: 50min
Classificação – Livre

LINK DA TRANSMISSÃO: https://youtu.be/UlsbnVLbRSo

O MENINO QUE AMARRAVA TUDO– DIA 25/06, sexta-feira, às 19h
Inspirado na obra homônima de Guga Cidral

Sinopse –Este foi o último espetáculo produzido pela Cia. do Abração e teve sua estreia em 2019.

Essa história é de Léo, um menino muito criativo e sensível. Filho único de uma família feliz: de Dona Dulce, a mãe e de Seu Severo, o pai. Mas Léo não era como as outras crianças...sua comunicação verbal era incompreendida. Por isso, não tinha amigos e sua própria família tinha dificuldade com ele. Léo teve um avô querido, mas seu avô já tinha morrido. Seu único refúgio era o atelier de artes de sua mãe. Neste lugar mágico, Léo encontra refúgio para suas expressões secretas. Por isso, essa história se inicia dentro das gavetas do atelier de sua mãe. Ao abrir as gavetas, o menino descobre um mundo. Um dia, tirando um soninho no seu esconderijo secreto, sonha com seu avô, que lhe faz lembrar de muitos momentos em que viveram intensamente juntos. Momentos de alegria e momentos de tristezas. Neste sonho, Léo é levado, por seu avô a inventar cordões de amarrar tudo. Tira das gavetas fitas e cordões e neles, amarra tudo: papel, fotos, brinco perdido, lápis e muito mais. Esses cordões viraram longos varais recheados de lembrança e alegria e, com eles, caminha colorindo e descobrindo o seu próprio mundo. O melhor brinquedo já inventado pelo avô e seu neto.
Quais sentimentos conseguimos amarrar? E quais queremos? A partir desses fios, Léo nos contará a sua história. Será esse fio a linha da vida? O Menino que Amarrava Tudo nos convida a embarcar no mais profundo. No "dentro de nós".

Duração: 50min
Classificação – Livre
Link da transmissão: https://youtu.be/ohUdHpV-cJs

MOSTRA PARA JOVENS E ADULTOS

O BANHO - DIA: 26/06, sábado às 19h
Sinopse – O espetáculo estreou em 2007, no projeto “Novelas Curitibanas”

Neste espetáculo, tratamos o “Banho” como um fato social total, constituído não apenas dos elementos materiais e do uso que dele fazemos, mas elemento de mediação das representações simbólicas, num contexto de diversidade social e cultural, onde buscamos apreendê-lo dentro da dinâmica cultural contemporânea, especialmente no que se refere às inúmeras relações que se interpõem entre o ato de banhar-se e o que o banho produz na construção das identidades pessoais e coletivas.

Somando estas ideias às diversas linguagens artísticas, construímos um espetáculo onde teatro, dança, música e artes plásticas se fundem para dar significado às ações cotidianas, aos lugares comuns, aos hábitos sedimentados. Para efeito de uma compreensão mais aprofundada da nossa própria cultura e, consequentemente, de todas aquelas com as quais entramos em contato num mundo cada vez mais globalizado e nem por isso, mais homogêneo. Assim teremos “o banho” como ato de purificação, de prazer e de renovação, mas também de construção da nossa inserção no mundo.

O Banho nos convida a conhecer um pouco da nossa cultura, da nossa diversidade e principalmente da nossa intimidade, tanto estética quanto filosófica, propondo uma reflexão sobre nossas vidas cotidianas. Prazer, cansaço, dor, alegria, brincadeira, regeneração, revitalização serão alguns dos estados do corpo e da mente presentes em nosso processo de criação e de pesquisa e que servirão de alicerce para o espetáculo.

Duração: 60min
Classificação – Indicado para maiores de 16 anos. Contém cenas de nudez
Link da transmissão: https://youtu.be/g2YUySnGg7U

PELAS MÃOS DE MARIA OU AS VOZES DE SIMONE - DIA 27/06, domingo, às 19h
Sinopse - O espetáculo estreou em 2016 – ano comemorativo dos 15 anos da Companhia do Abração, e conta com a assinatura do dramaturgo Edson Bueno e da diretora Letícia Guimarães.

Pelas Mãos de Maria ou as Vozes de Simone traz à tona a reflexão sobre o papel da mulher na sociedade, as diferentes formas de participação na história, assim como opressões vividas e um resgate da memória daquelas que se sacrificaram por direitos igualitários e humanos. O enredo, ambientado em uma cidade do interior brasileiro, em plena ditadura militar dos anos 70, conta a história de três mulheres que recebem do quartel militar a peculiar tarefa de costurar uma bandeira para ser exibida em uma parada na manhã seguinte. Nesse coser da bandeira, a história busca abordar o imaginário coletivo humano, as contradições manifestadas pelas personagens, simbolizando um território de pertencimento/despertencimento comum e contraditório, mediado e interligado pelo coser daquelas mãos de Maria e entoados pelas vozes de Simone.

Duração: 60 min
Classificação – Indicado para maiores de 14 anos
Link da transmissão: https://youtu.be/Lhgyl289Lkw

Sobre a companhia

COMPANHIA DO ABRAÇÃO – CURITIBA: A Cia do Abração é um espaço de arte e cultura, fundado em 2001, por Letícia Guimarães e tem como proposta principal a pesquisa e produção teatral para todas as idades, embasados em dramaturgia própria e difundidas como espetáculos de repertório. Sua proposta estética está alicerçada na fusão de linguagens artísticas elaborada em investigações advindas de processos colaborativos. Além da dança e das artes visuais, trabalha e investiga as técnicas de manipulação de objetos, mímica, produção sonora e conhecimentos da antropologia.

ATIVIDADE COMPLEMENTAR – OFICINA TEATRAL PARA JOVENS E ADULTOS ONLINE

OFICINA: TEATRO FÍSICO – VIVÊNCIA SOBRE A PESQUISA REALIZADA PELA CIA DO ABRAÇÃO– 20 VAGAS NO TOTAL

Transmitido, do espaço da Cia. Do Abração, por meio da plataforma ZOOM.
25/06 (Sexta-Feira) Das 9:30h às 11:30h
Vagas: 20 vagas disponíveis
Público Alvo: Professores e jovens e adultos interessados
Período de Inscrições: de 07 a 21 de junho.
Inscrições através do whatsapp: (41) 99125 9595.

Ingressos à venda para a programação de julho da 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI

A Mostra de espetáculos segue com toda bilheteria revertida em cesta básica para atender famílias de profissionais das artes cênicas do Estado de São Paulo. Carmen com Natália Gonsales e Flávio Tolezani; Teresa D’Avila com Ana Cecília Costa; Madame Blavatsky com Mel Lisboa; e o musical Meu Amigo Charlie Brown são alguns destaques da programação. As peças ficarão disponível 48h para o público a cada fim de semana.

Link para fotos - https://bit.ly/3tquSLQ

A programação da 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI segue com todo valor arrecadado para compra de cestas básicas para a Campanha Fundo Marlene Colé. Os ingressos para a programação de julho já podem ser adquiridos pelo site www.fundomarlenecole.com.br

Entre os espetáculos disponíveis estão Como Ter Sexo A Vida Toda Com A Mesma Pessoa com Tania Bondezan; Pandas ou Era Uma Vez em Frankfurt com Nicole Cordery e Mauro Schames; Pessoa com Elias Andreato; e Amanhã Eu Vou com Lilan Blanc e Tuna Dwek. São dois espetáculos on demand por final de semana, ou seja, o público tem 48h para assistir a peça escolhida. Abaixo a programação completa.

A iniciativa da APTI-Associação de Produtores Teatrais Independentes tem como objetivo auxiliar as mais de 30 mil famílias de profissionais da cultura, do Estado de São Paulo, afetados pela pandemia do novo Coronavírus. Desde março de 2020, quando os espetáculos das artes cênicas foram interrompidos, a APTI se aliou a parceiros para ampliar a campanha do Fundo Marlene Colé de auxílio aos profissionais que ficaram sem nenhuma fonte de renda.

Programação de julho da 1ª Mostra Teatro On-Line APTI

****
Dias 3 e 4 de julho – On Demand
Como Ter Sexo A Vida Toda Com A Mesma Pessoa
Texto: Mónica Salvador. Direção: Odilon Wagner.
Com Tania Bondezan.

Annetta Poché é uma sexóloga búlgara formada na Sorbonne, que introduz ao público técnicas para a vida sexual dos casais, dando receitas insólitas para superar as diversas crises que acontecem ao longo de anos de convivência. Com a sua técnica revolucionária, ensina a manter o fogo de um relacionamento com uma única pessoa. Com humor inteligente e divertido do início ao fim o texto provoca a gargalhada do público de todas as idades.

****
Pandas ou Era Uma Vez em Frankfurt
Texto: Matei Visniec. Direção: Bruno Kott.
Com Nicole Cordery e Mauro Schames.

Adaptação do texto teatral, A História Dos Ursos Pandas (Contada Por Um Saxofonista Que Tem Uma Namorada em Frankfurt), do dramaturgo romeno, Matei Visniec apresenta um casal de desconhecidos que acorda na mesma casa. Trazem apenas fragmentos da noite anterior. Eles precisam um do outro para montar esse grande quebra cabeça de sentimentos e memórias. Esta experiência foi concebida durante a quarentena da Covid-19, com os artistas envolvidos, isolados em suas casas.

****
Dias 10 e 11 de junho – On demand
Pessoa
Texto: Fernando Pessoa. Direção e atuação: Elias Andreato.

O roteiro inventa um personagem, real em seu quarto, através da prosa e da poesia de Fernando Pessoa, do estado criativo do poeta e tem como centro O Marinheiro uma obra, minimalista, provocatória e verdadeiramente de vanguarda que nos dá a oportunidade de conhecer de onde vem a inspiração de Fernando Pessoa, que com 24 anos, escreveu em dois dias de outubro de 1913.

Acredita-se que o marinheiro descrito na obra seja o próprio Fernando Pessoa, concentrado na realidade e ação, no sonho de viver. É na verdade a primeira criação dos seus três heterônimos, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro, sendo estes últimos objeto da maior parte dos estudos sobre a sua vida e obra.

****
A Última Dança
Texto: César Baptista. Direção: Janaina Suaudeau, Cesár Baptista e Fernando Bueno.
Com Natalia Gonsales.

Monólogo inspirado no diário da escritora e filósofa francesa Simone Weil. Nascida em 1909 em Paris, filha de médico, aos vinte anos aluga um quartinho perto de uma fábrica, despede-se de seus pais, amigos e das aulas de filosofia para trabalhar na linha de montagem com o objetivo de escrever sobre a condição operária e a opressão social.

A partir dessa vivência, Simone deixa uma espécie de diário relatando o seu dia a dia na fábrica: a fome, as labaredas, os ruídos ensurdecedores, os acidentes, as doenças, as ordens, o medo, o esgotamento, o envelhecimento, a infelicidade, o emburramento.

Dias 17 e 18 de julho – On demand
Teresa D’Ávila
Texto: Juan Mayorga. Direção: Elias Andreato.
Com Ana Cecília Costa

Adaptação do premiado texto A Língua em Pedaços do espanhol Juan Mayorga e conta a vida de Teresa D’Avila, que de dentro no seu claustro monástico, responde e enfrenta o Inquisidor, arauto da poderosa Igreja Católica, que a acusa de subversão e heresia.

****
Amanhã Eu Vou
Texto: Clovys Torres. Direção: Cristina Cavalcanti.
Com Lilan Blanc e Tuna Dwek

Duas mulheres são as únicas sobreviventes de um planeta totalmente corroído pela peste e pelas queimadas. Elas dependem uma da outra para continuarem a viver, mesmo sendo de temperamentos opostos: uma sonha e idealiza um futuro, enquanto a outra nem dorme e deseja sair daquele lugar inóspito; elas conversam sobre a vida, ou a falta de vida.

Dias 24 e 25 de julho - On demand
Carmen
Texto: Luiz Farina. Direção: Nelson Baskerville.
Com Natalia Gonsales, Flavio Tolezani e Vitor Vieira.

Carmen e José vivem uma trágica paixão. Na trama, ele narra o seu amor por Carmen e o motivo que o levou a prisão. E ela, através do seu olhar, narra o seu ponto de vista em relação à história. Baseado na novela de Prosper Mérimée publicada em 1845, no qual Georges Bizet se inspirou para criação da ópera Carmen

****
Crioulos
Texto e direção: Caio D’Aguilar.
com Anderson Negreiro, Ilu Malanda, Caio D'aguilar, Fernanda Ross, Kenan Bernardes, Alberto Pereira Jr e Carlos De Niggro.

O espetáculo mescla temas históricos da negritude, a partir de uma narrativa ficcional, uma viagem que aborda desde fantasmas da Ku Klux Klan, Gorilas, à temas como os efeitos da segregação racial, pela narrativa e ótica do personagem - Crioulo - um jovem que perde seu pai, um ativista das causas sociais, morto por policiais milicianos num conflito racial.

Com situações cômicas e ácidas a partir de histórias que revisitam décadas de preconceito, violência, conflitos de raças e identidade, Crioulos é uma crítica mordaz a respeito das questões raciais, tão presentes nos dias de hoje. Sucesso de público e crítica, a peça teve estreia antes da Pandemia, abordando justamente as semelhanças entre as lutas da Cultura Negra do Brasil e Estados Unidos.

Dias 31 de julho e 1º de agosto – On demand
Madame Blavatsky
Texto: Claudia Barral. Direção: Marcio Macena.
Com Mel Lisboa.

Madame Blavatsky, ou Helena Petrovna Van Blavatskaya, foi uma escritora e médium russa do século 19, fundadora da Sociedade Teosófica. Na peça, Helena retorna encarnada no corpo de uma atriz/médium para revisitar a sua história e esclarecer alguns pontos controversos da sua biografia, nos possibilitando investigar os limites entre verdade e fingimento ou realidade versus ficção, que são caros ao teatro assim como ao misticismo.

****
Meu Amigo Charlie Brown, o Musical
Baseado nas Tirinhas de Charles Schulz. Um Musical de Clark Gesner. Versão Brasileira: Mariana Elisabetsky.
Com Leandro Luna, Tiago Abravanel, Paula Capovilla, Mateus Ribeiro, Mariana Elisabetsky e Guilherme Magon. Swings: Douglas Tholedo e Tecca Ferreira.

A dramaturgia e as músicas propõem o encontro do menino Charlie Brown com o mundo que o cerca, e sua constante busca pelo significado das coisas e dos sentimentos. O universo de Charlie Brown se caracteriza pelo humor delicado e melancólico, com personagens inteligentes, sensíveis, mordazes e criativos que provocaram uma revolução no mundo das histórias em quadrinhos. Afinal, o protagonista é um menino cheio de preocupações e com algumas frustrações; Schroeder vive debruçado ao piano e tem Beethoven como herói; Lino não desgruda de seu cobertor; Lucy tem uma banca de analista; Sally, a irmã mais nova de Charlie Brown, vive num dilema escolar e Snoopy é absolutamente extraordinário. Todos os personagens refletem sobre a simplicidade e a complexidade do cotidiano, além de questionarem e tentarem entender tudo que os rodeia.

Serviço:
1ª Mostra de Teatro On-Line APTI
De 15 de maio a 1º de agosto
Ingressos: R$25, R$50 e R$100 (o cliente escolhe quanto quer pagar)
Vendas: www.apti.org.br/mostra-de-teatro

Informações: www.apti.org.br
Instagram: @apti_sp

Sobre Marlene Colé
A carreira de Marlene Colé nas artes começou cedo. Ainda jovem integrou o Grupo de danças folclóricas de Solano Trindade, fundado nos anos 70 em Embú das Artes, e mais adiante se tornou cantora da noite, tendo participado do show da inauguração do Teatro Nacional em Brasília.

De origem humilde, com o passar dos anos, para se sustentar começou sua carreira como camareira e nessa atividade trabalhou para uma legião de atores, atrizes e produções teatrais pelo Brasil a fora.
Quando morreu, em 2016, fazia parte da equipe de camareiras do Teatro Municipal de São Paulo, além de trabalhar em outras produções.

Marlene Colé não tinha parentes. E quando faleceu tinha alguns recursos em sua conta bancária, fruto de suas economias. Um grupo de amigos solidários de Marlene, entre artistas e técnicos que conviveram com ela, resolveu criar, com esses recursos o FUNDO MARLENE COLÉ, para apoiar artistas e técnicos que estivessem passando por necessidades, honrando assim o nome de Marlene que sempre foi muito preocupada em ajudar o próximo.

Atualmente A gestão do Fundo Marlene Colé está a cargo da APTI-Associação de Produtores Teatrais Independentes, com sede na Capital Paulista e conta com as instituições SATED-SP (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo), Cooperativa Paulista de Teatro e Coletivos de Circo, a parceria com a APTR (Associação de Produtores Teatrais) e o apoio do Artigo 5º, Sympla, Lista Fortes Brasil e Unibes.

Para maiores informações acesse o site:
www.fundomarlenecole.com.br

Redes sociais:
www.facebook/fundomarlenecole
Instagram: @fundomarlenecole

Claro transmite o show “Kleiton e Kledir 40 anos”

Clientes da operadora vão poder acompanhar o espetáculo pelo canal 500, amanhã (3), a partir das 21h

São Paulo, junho de 2021 - Em comemoração às mais de quarto décadas de carreira da dupla gaúcha Kleiton e Kledir, a Claro vai transmitir, nesta quinta-feira (3), o show "Kleiton e Kledir 40 anos" diretamente do Teatro Claro Rio, simultaneamente no canal 500 da Claro TV e no canal oficial do teatro no YouTube, a partir das 21h.

O show será repleto de histórias, canções e trará uma retrospectiva dos melhores momentos vividos pela dupla de irmãos ao longo dos anos de carreira. Em seu repertório musical, grandes sucessos como "Deu pra ti", "Maria Fumaça", "Vira virou", "Paixão" e "Nem Pensar" serão alguns dos destaques.

O espetáculo não irá contar com a presença de público e seguirá todos os protocolos de segurança necessários.

Mia Cara promove oficinas com os chefs Dudu Sperandio e Celso Freire

Concurso Receitas da Nonna teve sua inscrição prorrogada para o dia 2 de junho

O festival de cultura italiana abre espaço para a gastronomia e promove em parceria com o Centro Europeu duas oficinas. Com duração de apenas 20 minutos, quem acompanhar os vídeos dos chefs Dudu Sperandio e Celso Freire, no YouTube e no Facebook do Mia Cara, aprenderá a preparar dois pratos típicos da culinária italiana.

A primeira aula estará disponível a partir da próxima sexta-feira (28), às 20h. Na ocasião, o chef Dudu Sperandio irá preparar um ragu à bolonhesa trufado com polenta cremosa. O prato é originário da Emilia-Romagna, no norte da Itália.

No dia 4 de junho, às 20h, é a vez do chef Celso Freire ensinar o preparo de um Risoni Alla Milanese. Os ingredientes necessários para produzir as receitas estão disponíveis em https://miacara.com.br/gastronomia/

No dia 1º de junho, às 20h, o Circolo Italiano di Joinville fará uma aula show com o ensino do preparo de uma lasanha de berinjela e um gelado alcoólico de limão.

Concurso Receitas da Nonna
A competição teve suas inscrições prorrogadas para o dia 02 de junho. O concurso pretende resgatar pratos que façam parte da memória afetiva dos concorrentes. Entre os critérios de avaliação da comissão julgadora estão a história da receita, a didática para a execução, criatividade e originalidade na apresentação do prato.

Para participar é preciso enviar para o e-mail receitasdanonna@miacara.com.br com a história do prato, descrição detalhada da receita e uma foto do prato preparado. As dez melhores receitas serão publicadas em um e-book e o grande vencedor ganha um curso de italiano on-line oferecido pelo Centro Europeu e uma cesta de produtos da Mozzarellart. O regulamento completo está disponível em https://miacara.com.br/

Serviço:
Festival Mia Cara 2021 - edição on-line
Data: 24 de maio a 6 de junho
https://www.facebook.com/miacaraoficial
https://www.instagram.com/miacaraoficial/
YouTube: bit.ly/miacaraoficial
Site: www.miacara.com.br
WEB RADIO OFICIAL - https://www.inmystream.app/player2/enit.html

Festival Mia Cara tem programação de cinema gratuita

Exibição será feita na plataforma streaming do Cine Passeio com obras influentes do cinema italiano

Com curadoria conjunta de Marden Machado e Antonio Cava, a Mostra de Cinema do Mia Cara 2021, realizada em parceria com o Cine Passeio, está recheada de produções memoráveis, reunindo nomes como os de Federico Fellini, Ettore Scola, Enrico Maria Salerno, Mateo Zoni, Pietro Marcello, Roberto Ardò, Matteo Garrone e Silvio Soldini. A programação estreia no dia 27 de maio e na edição deste ano, que traz como tema “Viva a Itália em sua Casa”, o público poderá acompanhar as exibições na plataforma streaming do Cine Passeio, de forma gratuita.

A seleção para o panorama clássico da mostra foi feita por Antonio Cava. “A escolha dos filmes se deu no intuito de celebrar ícones do cinema italiano, cada um deles traz também uma data a ser lembrada. Nós temos ‘Sacco e Vanzetti’, por exemplo, um drama político no qual se discute a condenação histórica de dois imigrantes italianos nos Estados Unidos, fato que, neste ano, está completando cem anos. Outra atriz de destaque, que completou 80 anos em 2021, é Florinda Bolkan, que também possui uma carreira esplêndida, além de ser uma ótima representação das riquíssimas relações culturais que unem Brasil e Itália. Da mesma forma, não poderíamos esquecer de outro laço que conecta os dois países, como a paixão de Anita e Garibaldi”, explica Cava.

Antonio Cava também ressalta a importância da realização do festival, mesmo em tempos de pandemia. “É louvável a energia de todos os envolvidos em dar continuidade ao evento, apesar das circunstâncias em que vivemos hoje”, diz. Ele ainda revela que esta é a primeira vez que se dedica a preparar uma mostra inteiramente on-line e que, por isso, precisou pensar em conteúdos que fizessem mais sentido neste contexto.

Mostra Contemporânea
Na apresentação dos títulos contemporâneos que compõem a mostra, a curadoria é de Marden Machado. “A ideia para a seleção dos filmes para o Mia Cara 2021 foi apresentar obras diferenciadas do cinema Italiano, tentando fugir dos clichês, com produções menos populares entre o público em geral, porém não menos importantes”, explica o cineasta. Além disso, teremos uma variedade maior quanto aos gêneros escolhidos. “Muitas pessoas associam o cinema italiano com comédias ou filmes mais românticos, por exemplo, porém o país conta com grandes produções dentro dos mais diversos temas, então acreditamos que também seja importante destacar esta pluralidade”, ressalta.

Para Marden, o fato de o festival ser apresentado em formato on-line este ano é uma grande oportunidade para ampliar o acesso do público à cultura italiana e à apreciação de obras cuidadosamente selecionadas.
Para ver a Mostra de Cinema do Mia Cara 2021 basta acessar o site do Cine Passeio em www.cinepasseio.org inscrever-se na programação e assistir. A mostra estreia no dia 27 de maio, como a exibição do panorama clássico do festival, enquanto que no dia 03 de junho o público poderá apreciar a seleção dos filmes contemporâneos, que ficam em cartaz até 09 de junho.

Mia Cara 2021 – edição on-line
Com o tema “Viva a Itália em sua Casa”, o Festival Mia Cara 2021 acontecerá de 24 de maio a 06 de junho. Nas duas semanas de duração, a nona edição reserva uma rica programação cultural, incluindo apresentação com a cantora italiana Carla Cocco, ações de gastronomia e turismo e uma grande homenagem ao escritor Dante Alighieri. Com patrocínio do Banco BRDE, Sanepar, Copel, Celepar, Detran, Havan e Fomento Paraná, a programação completa do Festival Mia Cara está disponível em miacara.com.br. A realização do evento é feita pelo Consulado Geral da Itália em Curitiba e pela ONG Unicultura com apoio do Comites Curitiba, Festval, GME, Angelina Caron, Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Instituto Curitiba de Arte e Cultura - Icac, Sociedade Garibaldi, Centro Europeu, Mozzarellart, Santa Maria Papéis, Carti Mais, Gardenia Orchidea, Família Martinelli, UFPR e ENIT.

Serviço:
Festival Mia Cara 2021 - edição on-line
Data: 24 de maio a 6 de junho
https://www.facebook.com/miacaraoficial
https://www.instagram.com/miacaraoficial/
YouTube: bit.ly/miacaraoficial
Site: www.miacara.com.br
WEB RADIO OFICIAL - https://www.inmystream.app/player2/enit.html

MIA CARA - MOSTRA DE CINEMA | Programação:

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Sacco e Vanzetti - Com direção de Giuliano Montaldo, o filme relembra a condenação histórica nos Estados Unidos dos imigrantes italianos Nicola Sacco e Bartolomeo Vanzetti. A premiada obra “Sacco e Vanzetti” se destaca por ter influenciado a corte americana na época, além de ter sido proibida no Brasil durante a ditadura militar. A trilha sonora de Ennio Morricone, especialmente a canção “Here’s To You” na voz de Joan Baez, virou hino de uma geração.
Título original: “Sacco e Vanzetti”
Direção: Giuliano Montaldo
Ano de produção: 1972
Elenco: Riccardo Cucciolla, Gian Maria Volontè, Rosanna Fratello, Cyril Cusack
Gênero: Drama político
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 120 min
Faixa etária: 12 anos

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Julieta dos Espíritos - Giulietta Masina, companheira de Federico Fellini e atriz favorita de Charlie Chaplin, encantou o público em obras notáveis como “A Estrada da Vida” e “As Noites de Cabíria”. Em “Julieta dos Espíritos”, filme escrito por Fellini especialmente para ela, a artista vive uma mulher que, ao descobrir a traição do marido, começa a ser acometida por visões, dando início a uma jornada de autodescoberta em que sonhos se misturam à realidade. O roteiro tornou-se o primeiro e único romance escrito pelo cineasta italiano, um filme considerado visionário sobre a independência da mulher. Este foi também o primeiro longa em cores de Fellini.
Título original: “Giulietta Degli Spiriti”
Direção: Federico Fellini
Ano de produção: 1965
Elenco: Giulietta Masina, Sandra Milo, Mario Pisu, Valentina Cortese, Valeska Gert, José Luis de Villalonga, Friedrich von Ledebur
Gênero: Drama
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em Português. Colorido
Tempo de duração: 148 min
Faixa etária: 12 anos

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Feios, Sujos e Malvados - Para celebrar o centenário de Nino Manfredi, “Mia Cara 2021” apresenta um clássico do diretor Ettore Scola. Manfredi é um dos atores mais populares na Itália e o seu centenário é oportunidade para que as novas gerações descubram o talento desse artista, que atuou em mais de 60 filmes. O filme foi vencedor do Prêmio de Melhor Direção no Festival de Cannes e, nesta edição especial, é apresentado em versão restaurada e remasterizada.
Título original: “Brutti, Sporchi e Cattivi”
Direção: Ettore Scola
Ano de produção: 1976
Elenco: Nino Manfredi, Francesco Anniballi, Maria Bosco, Giselda Castrini, Alfredo D'Ippolito, Giancarlo Fanelli, Marina Fasoli, Ettore Garofolo, Marco Marsili e Franco Merli
Gênero: Comédia
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em Português. Colorido
Tempo de duração: 115 min
Faixa etária: 18 anos

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Anônimo Veneziano - Para celebrar o aniversário de 80 anos da atriz brasileira mais amada na Itália, o “Mia Cara 2021” selecionou um filme que revelou a versatilidade de Florinda Bolkan em todas as nuances que o papel exigia. Junto com Sônia Braga, “La Bolkan”, como é conhecida na Europa, é a atriz brasileira mais famosa no exterior. A artista trabalhou com os maiores diretores italianos e atuou em mais de 50 filmes, sendo três vezes ganhadora do prêmio David di Donatello, considerado o Oscar do cinema italiano. Título original: “Anonimo Veneziano”
Direção: Enrico Maria Salerno
Ano de produção: 1971
Elenco: Tony Musante, Florinda Bolkan
País de produção: Itália
Gênero: Romance
Áudio: Italiano
Legenda em Português. Colorido
Tempo de duração: 91 min.
Faixa etária: 12 anos

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Anita e Garibaldi - O filme foi escolhido para recordar o nascimento, em 30 de agosto de 1821, de Ana Maria de Jesus Ribeiro, ou simplesmente Anita Garibaldi, a “eroina dei due mondi". O longa retrata a passagem de Giuseppe Garibaldi pelo Brasil, para onde fugiu em 1835 depois de ter sido condenado à morte na Itália por participar do movimento pela unificação da Península Itálica. Garibaldi seguiu para o sul do Brasil, onde se juntou aos republicanos da Revolução Farroupilha e onde conheceu Anita. A partir do momento em que eles se encontram, suas vidas tomam outro rumo e ambos vão influenciar a história do Brasil e da Itália. O filme foi produzido pela Laz Audiovisual, do curitibano Rubens Gennaro, e dirigido pelo italiano Alberto Rondalli. A trilha sonora é do compositor londrinense Arrigo Barnabé e a canção “Anita” é interpretada pela curitibana Thaís Gulin.
Título original: “Anita e Garibaldi”
Direção: Alberto Rondalli
Ano de produção: 2012
Elenco: nos papéis principais, Ana Paula Arósio e Gabriel Braga Nunes
Gênero: Drama / História / Romance
País de produção: Itália, Brasil
Áudio: Português
Colorido
Duração: 98 min.
Faixa etária: 12 anos

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
O Clube dos 27 - Vinte e sete são as óperas de Giuseppe Verdi e vinte e sete são as cadeiras vitalícias de uma academia criada na Itália para venerar o mestre. São todos adoradores de um dos maiores compositores italianos e cada membro do clube recebe o nome de uma ópera do Verdi. Parece loucura, mas o clube existe de verdade em Parma, cidade natal do diretor do filme.
Título Original: “Il Club dei 27”
Direção: Mateo Zoni
Ano de produção: 2017
Elenco: Giacomo Anelli, Irene Carra, Ettore Scarpa, Noa Zatta
País de produção: Itália
Gênero: Documentário
Áudio: Italiano
Legendas em Português. Colorido
Duração: 63 min.
Faixa etária: Livre
Imagem: https://drive.google.com/file/d/1kBY9bUt78Jks1N_z_BCcc3wnn25TJOZN/view?usp=sharing

27/05 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Ennio Morricone ao vivo em Veneza - Em 2020 o mundo perdeu um dos maiores compositores de trilhas sonoras de cinema: Ennio Morricone. Arranjador e maestro, ele foi responsável pela composição de mais de 500 trilhas sonoras. Para encerrar a programação de cinema do “Mia Cara 2021” vamos lembrar as melodias que nos fizeram amar e sonhar, num extraordinário concerto com o maestro italiano. Nesse espetáculo inédito de quase duas horas, Morricone rege as principais trilhas de sua carreira na belíssima Praça de São Marcos, no coração da cidade de Veneza.
Título original: “Ennio Morricone Live in Venice – Peace Notes”
Direção: Giovanni Morricone
Ano de produção: 2007
Elenco: Ennio Morricone (maestro), Roma Sinfonietta (orquestra), La Fenice – Venezia (coro), Susanna Rigacci (soprano)
Gênero: Musical
País de produção: Itália
Áudio: Inglês
Legendas em Português. Colorido
Tempo de duração: 104 min.
Faixa etária: Livre
Imagem: https://drive.google.com/file/d/1-OxwIe16Xd6zb_9nKGP5KnMi8IyIaRf5/view?usp=sharing

PROGRAMA “ENNIO MORRICONE AO VIVO EM VENEZA”
Três Adágios
“Era uma vez na América” (Deborah’s theme) – 3:39
“Os noivos” (Addio Monti) – 3:18
“Vatel - Um banquete para o rei” – 4:23

Folhas Dispersas
“H2S” – 2:31
“Os sicilianos” – 3:36
“Numa noite, num jantar” (música tema) – 3:37
“Numa noite, num jantar” (Uno che grida amore) – 4:47
“Maddalena” – 3:49

A Modernidade do Mito no Cinema de Sergio Leone
“Três homens em conflito” (música tema) – 4:47
“Era uma vez no Oeste” – 3:04
“Quando explode a vingança” – 3:57
“Três homens em conflito” (The ecstasy of gold) – 3:03

Cinema Social
“A batalha de Argel” – 3:29
“Investigação sobre um cidadão acima de qualquer suspeita” – 3:03
“Páginas da revolução” (A brisa do coração) – 3:17
“A classe operária vai ao paraíso” – 3:38
“Pecados de guerra” – 8:53
“Queimada” (Abolição) – 4:03

Cinema Trágico, Lírico e Épico
“O deserto dos tártaros” – 3:34
“Ricardo III” – 3:26
“A missão” (Gabriel’s Oboe) – 2:16
“A missão” (Falls) – 2:57
“A missão” (On Earth as it is in Heaven) – 3:29
“Cinema Paradiso” – 5:51
“Sacco & Vanzetti” (Here’s to You) – 3.50

03/06 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
A Melhor Juventude - A saga de uma família italiana desde o fim dos anos 60 até o início dos anos 2000. Os irmãos Nicola (Luigi Lo Cascio) e Matteo Carati (Alessio Boni) dividem os mesmos sonhos, esperanças, leituras e amizades, até o dia em que conhecem Giorgia (Jasmine Trinca), uma garota com distúrbios psíquicos. Nicola começa a militar no movimento estudantil e, mais tarde, se torna um psiquiatra, enquanto Matteo abandona os estudos e entra na polícia. O percurso dos dois e do resto da família é apresentado paralelamente a acontecimentos importantes da história recente da Itália: a inundação de Florença, a luta contra a máfia e os grandes jogos de futebol da seleção nacional.

*O filme será exibido em duas partes.
Título original: “La Meglio Gioventù”
Direção: Marco Tullio Giordana
Ano de produção: 2003
Elenco: Luigi Lo Cascio, Alessio Boni, Adriana Asti, Sonia Bergamasco, Fabrizio Gifuni e Maya Sansa
Gênero: Drama
País de produção: Itália
Áudio:Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 366 min
Faixa etária: 16 anos
Distribuidora: Arteplex

03/06 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
A Vida em Família - Na aldeia esquecida por Deus de Desperata, no sul da Itália, o prefeito Filippo Pisanelli tem plena certeza de que está na profissão errada. Para aliviar sua depressão, ele usa seu amor pela poesia para dar aulas acaloradas a presos, sendo essa a única coisa que o faz manter-se no posto. Porém, um encontro dele e de outros companheiros com a arte mudará suas vidas completamente.
Título original: “La Vita in Comune”
Direção: Edoardo Winspeare
Ano de produção: 2017
Elenco: Gustavo Caputo, Antonio Carluccio, Claudio Giangreco e Celeste Casciaro
Gênero: Comédia
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 110 min
Faixa etária: Livre
Distribuidora: Pagu Pictures

03/06 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Emma e as Cores da Vida - Teo (Adriano Giannini) é um mulherengo publicitário que divide seu tempo entre a amante, a namorada e a elaboração de mentiras. Um dia seu caminho cruza com o de Emma (Valeria Golino), uma osteopata cega, e o que começa como mais um mero jogo de sedução se transforma numa relação inesperadamente íntima.
Título original: “Il Colore Nascosto delle Cose”
Direção: Silvio Soldini
Ano de produção: 2017
Elenco: Valeria Golino, Adriano Giannini, Anna Ferzetti, Mattia Sbragia e Valentina Carnelutti
Gênero: Romance
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 115 min
Faixa etária: 14 anos
Distribuidora: Arteplex

03/06 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Dogman - Marcello (Marcello Fonte), um humilde funcionário da petshop "Dogman", localizada na periferia de Roma, se envolveu em um dos piores crimes já registrados na história da Itália. Dominado por um sentimento de vingança incontrolável, ele decidiu torturar, durante horas, um ex-boxeador que atormentava todos os moradores do bairro em que vivia.
Título original: “Dogman”
Direção: Matteo Garrone
Ano de produção: 2018
Elenco: Marcello Fonte, Edoardo Pesce, Adamo Dionisi, Francesco Acquaroli, Aniello Arena e Mirko Frezza
Gênero: Drama
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 103 min
Faixa etária: 16 anos
Distribuidora: Arteplex

03/06 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
O Caravaggio Roubado - Valeria (Micaela Ramazzotti) é a jovem secretária de um produtor de cinema, mora com a mãe e é escritora fantasma para um roteirista de sucesso. Quando ela recebe de presente de um estranho uma trama de filme com o nome de "A História Sem Nome", contando a história do misterioso roubo da pintura Natività de Caravaggio, ela se vê imersa em uma implacável conspiração.
Título original: “Una Storia Senza Nome”
Direção: Roberto Ardò
Ano de produção: 2018
Elenco: Micaela Ramazzotti, Alessandro Gassman, Laura Morante, Jerzy Skolimowski, Renato Carpentieri e Antonio Catania
Gênero: Suspense
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 110 min
Faixa etária: 14 anos
Distribuidora: Pagu Pictures

03/06 | Cine Passeio Virtual | Gratuito
Martin Eden - Martin Eden (Luca Marinelli) é um jovem escritor de baixa renda que entra em conflito com a burguesia. Encarando um novo mundo, ele se apaixona e descobre como escritores são vistos em uma sociedade aristocrática. Se sentindo deslocado de tudo que faz parte de sua essência, o rapaz percebe que não há como voltar para o que costumava ser. Enquanto tenta publicar alguma obra de grande sucesso, Martin se questiona sobre o mercado literário, a sociedade e sua própria natureza como criador.
Título original: “Martin Eden”
Direção: Pietro Marcello
Ano de produção: 2019
Elenco: Luca Marinelli, Marco Leonardi, Pietro Ragusa, Chiara Francini, Aniello Arena e Gaetano Bruno
Gênero: Drama
País de produção: Itália
Áudio: Italiano
Legendas em português. Colorido
Tempo de duração: 129 min
Faixa etária: 16 anos
Distribuidora: Pagu Pictures

Cinema, ópera, teatro e literatura na programação do Mia Cara 2021

Edição on-line do evento de cultura italiana é toda gratuita e acontecerá de 24 de maio a 6 de junho

Com o tema “Viva a Itália em sua Casa”, o Festival Mia Cara retorna após uma pausa em 2020 devido à pandemia do coronavírus. Com duas semanas de duração, a nona edição do evento reserva uma rica programação cultural, mostras de cinema, ópera, concurso de gastronomia, apresentações musicais, ações de turismo e uma grande homenagem ao escritor Dante Alighieri.

Para o cônsul geral da Itália em Curitiba, o retorno do Mia Cara é uma oportunidade para conhecer um pouco mais a Itália de hoje e sua produção cultural. “Queremos levar para a casa das pessoas em todo o Brasil o melhor da Itália atual sem esquecer a rica história do país”, Exemplo disso é a homenagem que faremos a Dante Alighieri em razão dos 700 anos da sua morte. Dante e sua obra pertencem a todos os tempos e espaços. São universais e atemporais”, definiu Salvatore Di Venezia.

Destaques da programação
Logo na abertura do Mia Cara 2021, dia 24 de maio, o público poderá acompanhar pelas redes sociais do evento o concerto lírico com o tenor Vitorio Scarpi e as sopranos Ana Paula Machado e Ornella de Lucca.

O cinema italiano também terá espaço, a partir do dia 27 de maio, com a exibição de “Sacco e Vanzetti” (1972), filme do diretor Giuliano Montaldo. A Mostra de Cinema segue com a exibição gratuita, na plataforma do Cine Passeio, de produções clássicas de Federico Fellini, Ettore Scola, Enrico Maria Salerno, Mateo Zoni e uma grande homenagem ao maestro Ennio Morricone com direção de Giovanni Morricone no dia 2 de junho, a curadoria é de Antonio Cava. A partir do dia 3 de junho, com curadoria de Marden Machado, serão exibidos filmes da recente produção cinematográfica italiana.

No dia 30 de maio acontece o recital de violino e cravo com o violinista e spalla da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP) Emmanuele Baldini e o cravista Fernando Cordella.

Para o encerramento do Mia Cara, a cantora italiana Carla Cocco apresenta show inédito gravado em um teatro nos arredores de Roma. Ao longo das duas semanas de evento o público poderá acompanhar nas redes sociais do Mia Cara apresentações de danças folclóricas, leituras dramáticas, vídeos turísticos, mostra de quadrinhos e oficina de escultura.

Concurso de gastronomia
Outra novidade da edição deste ano é o concurso Receitas da Nonna que irá premiar a melhor receita italiana de família. Durante o mês de maio quem quiser participar poderá enviar sua receita pelo site do festival e participar das etapas eliminatórias no Facebook do Mia Cara. O vencedor será divulgado dia 05 de junho.

Com patrocínio do Banco BRDE, Sanepar, Copel, Celepar, Detran, Havan e Fomento Paraná, a programação completa do Festival Mia Cara está disponível em miacara.com.br. A realização do evento é feita pelo Consulado Geral da Itália em Curitiba e pela ONG Unicultura com apoio do Festval, GME, Angelina Caron, Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Instituto Curitiba de Arte e Cultura - Icac, Sociedade Garibaldi, Centro Europeu, Mozzarellart, Santa Maria Papéis, Carti Mais, Gardenia Orchidea, Família Martinelli, UFPR e ENIT.

Serviço:
Festival Mia Cara 2021 - edição on-line
Data: 24 de maio a 6 de junho
Site: http://miacara.com.br
Facebook: facebook.com/miacaraoficial
Instagram: @miacaraoficial
WEB RADIO OFICIAL - https://www.inmystream.app/player2/enit.html

24 DE MAIO A 06 DE JUNHO DE 2021
Viva a Itália em sua casa - Edição on-line

Principais atrações:
CERIMÔNIA DE ABERTURA - 19H30
24/maio | 20h | CONCERTO LÍRICO
Direção Musical e Roteiro - Alexandre Mousquer

25/05 | 20h | LEITURA DRAMÁTICA DE PIRANDELLO
Direção: Edson Bueno

27/05 a 02/06 | MOSTRA DE CINEMA ITALIANO - CLÁSSICOS
Curadoria: Antonio Cava
Exibição: Cine Passeio - sessões virtuais - http://www.cinepasseio.org/

03/06 a 09/06 MOSTRA DE CINEMA ITALIANO - CONTEMPOR NEOS
Curadoria: Marden Machado
Exibição: Cine Passeio - sessões virtuais - http://www.cinepasseio.org/

29/05 | 20h| LEITURA DRAMÁTICA DIVINA COMÉDIA
Direção Artística: Edson Bueno

30/05 | 20h | RECITAL BARROCO DE VIOLINO E CRAVO
Emmanuele Baldini - violino
Fernando Cordella - cravo

06/06 | 20h | SHOW CARLA COCCO
Local: You Tube Mia Cara - https://www.youtube.com/channel/UCnFWLMmkefbEjMUKPKuzNIw
A programação completa do Mia Cara está disponível no site miacara.com.br

Inspirada em poetisas latino-americanas, Maíra Lour apresenta leitura dramática audiovisual “Insensatez”

Com estreia online e gratuita às 20h do dia 26 de maio, Maíra Lour e Ailén Scandurra interpretam o texto concebido a partir de pesquisas sobre as obras de Ana Cristina César e Alejandra Pizarnik

A leitura dramática em formato audiovisual “Insensatez”, novo projeto autoral de Maíra Lour em parceria com a Flutua Produções, estreia dia 26 de maio (quarta-feira), às 20h, via Youtube. Os ingressos são gratuitos, basta se cadastrar via Sympla para receber o link: sympla.com.br/flutuaproducoes
Maíra Lour, que assina o texto e a direção do espetáculo, contracena com a atriz Ailén Scandurra. A obra é fruto de uma residência artística realizada pelo Programa Iberescena em Buenos Aires no ano de 2017 — quando Maíra investigou a vida e a obra das poetisas Ana Cristina César e Alejandra Pizarnik — e dialoga com questões de vida e morte e a fragilidade do corpo.

Ao misturar leitura dramática e audiovisual, Maíra aposta no texto como criador de imagens, e na intensidade que suas palavras imprimem no espectador somadas à versatilidade de cenas que o audiovisual proporciona. A empreitada foi totalmente pensada, organizada e pré-produzida de forma remota e online, e então gravada seguindo todos os protocolos de saúde exigidos pelas autoridades sanitárias.
Mesmo com o desejo de retornar o quanto antes às salas de ensaio e aos teatros, Maíra vê com otimismo o alcance online que a obra passa a ter dentro dessa realidade: “A leitura online pode atravessar fronteiras com bastante facilidade e encontrar diferentes públicos. Vejo um futuro virtual promissor para essa obra e também idealizo a montagem cênica do texto”, completa a artista.

Como parte do projeto, Maíra também realizou a Oficina “Corpo-Poesia” gratuita e online para 15 pessoas, dentre estudantes das artes cênicas, artistas de teatro, dança e dramaturgos(as), nos dias 04 e 05 de maio. O projeto conta com o incentivo da Lei Aldir Blanc via Programa de Apoio e Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba e do Ministério do Turismo, e realização da Flutua Produções.

Sobre Maíra Lour
Maíra Lour é diretora teatral, dramaturga e arte educadora. Diretora da Súbita Companhia de Teatro, colaboradora e orientadora do núcleo IMP de pesquisa em dança – Investigação do Movimento Particular e idealizadora do Plataforma - Espaço de Investigação Artística. Artista profundamente interessada pela intersecção entre teatro, dança e literatura. Dedica-se à pesquisa de autoras mulheres latino-americanas; mulheres diretoras de teatro, procedimentos de direção cênica; dramaturgia contemporânea; estudos do corpo dramático-poético e modos colaborativos de criação e produção.

SERVIÇO
Estreia online e gratuita da leitura dramática INSENSATEZ
Online via Youtube
Data estreia: 26 de maio (quarta-feira), às 20h
Inscreva-se gratuitamente para receber o link da estreia e ser lembrado: www.sympla.com.br/flutuaproducoes

FICHA TÉCNICA
Direção e dramaturgia: Maíra Lour
Elenco: Ailén Scandurra e Maíra Lour
Assistente de direção: Dafne Viola
Direção de produção: Gilmar Kaminski
Assistente de produção: Luana Camargo
Direção de fotografia e pós-produção: Eli Firmeza
Som direto, desenho de som e trilha sonora: Álvaro Antonio
Direção de arte: Guenia Lemos
Assistente de direção de arte: Vilson Kurz
Iluminação: Lucri Reggiani
Técnica de montagem de iluminação: Taynara Siqueira
Figurinos: Isbella Brasileiro
Projeto gráfico: Pablito Kucarz
Comunicação: Luísa Bonin e Thays Cristine - Platea Comunicação e Arte

Realização: Flutua Produções
Apoio: Pé no Palco, Alfaiataria e Padaria América

Projeto realizado com recursos da Lei Aldir Blanc através do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba e do Ministério do Turismo.

Pela primeira vez, Mostra Paranaense de Dança tem edição online e gratuita

Vídeos podem ser enviados até dia 21 de março e serão comentados por curadores de peso. Selecionados terão suas produções exibidas ao vivo pelo YouTube

Totalmente online, a 13ª edição da Mostra Paranaense de Dança já faz história. Esta é a primeira vez que o maior festival de dança amadora do Paraná acontece virtualmente. Estudantes de dança, bailarinos e grupos já podem fazer inscrições e enviar suas coreografias produzidas e gravadas durante a pandemia. O prazo vai até o dia 21 de março e a participação é gratuita.

A Mostra é realizada pela Associação Brasileira de Apoiadores Beneméritos do Teatro Guaíra (ABABTG), e essa edição conta com recursos da Lei Emergencial Aldir Blanc e do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba e Ministério do Turismo.

Com a possibilidade da edição online, a mostra abre-se para dançarinos de qualquer região, ganhando assim abrangência nacional. “A ideia é estimular a produção do maior número possível de estudantes de dança e bailarinos amadores, grupos e escolas, além de fomentar o trabalho dos profissionais envolvidos na organização dessas produções, inclusive nas edições dos vídeos”, explica a coordenadora de projetos da Mostra, Simone Bönisch.

Os vídeos enviados podem ter até 3 minutos e 30 segundos e utilizar qualquer linguagem, contanto que respeitem a classificação indicativa livre. Não serão aceitos espetáculos filmados antes da pandemia e o participante pode enviar quantos trabalhos quiser. “É nos momentos críticos que deixamos fluir a criatividade. Acredito que essa Mostra trará trabalhos nunca vistos antes, com ousadia e emoção”, diz a coordenadora.
Análise artística

Cada vídeo inscrito será avaliado e comentado por um time de peso – os curadores Daniel Siqueira, Ian Mickiewicz e Patrícia Machado –, que enviará o feedback em formato de áudio aos participantes individualmente. Além disso, os materiais escolhidos serão exibidos ao vivo pelo YouTube em um evento online previsto para os dias 24 e 25 de abril, às 19h.

Além do evento final, nos dias 17 e 24 de abril estão programadas sete oficinas virtuais escolhidas a dedo: Pilates e Fortalecimentos para Dança (com Daniel Siqueira); Balé Clássico Intermediário (com Ian Mickiewicz); Balé Clássico Infantil e Adulto (Erickson Oliveira); Laboratório de Danças Urbanas (com Raphael Fernandes); Dança Contemporânea (com Patrícia Machado) e Tudo é Jazz (com Juliana Caillot). Para participar é preciso fazer inscrição prévia e não há custo.

No dia 23 de abril, às 19h30, o webinar gratuito “Eventos online e a produção de dança em tempos de pandemia” reunirá os organizadores Simone Bönisch e Jorge Schneider, além dos curadores da Mostra Paranaense de Dança Online 2021 num bate-papo sobre como é fazer dança na atualidade e o papel do artista em tempos de pandemia. “Acredito que o momento de retorno presencial será uma explosão de produções. Mas, enquanto isso não acontece, precisamos entender os limites e os benefícios do audiovisual e dos espetáculos virtuais para a dança”, acredita Simone.

Em 2020, a Mostra Paranaense de Dança chegou a ser organizada e divulgada, mas foi cancelada devido ao distanciamento social imposto pela covid-19. “O virtual não substituirá o presencial – mas é necessário aprender a usar a tecnologia a favor das iniciativas culturais”, finaliza a organizadora.

SERVIÇO

13ª Mostra Paranaense de Dança (Online)

Inscrições de 15 a 21 de março de 2021 pelo site https://www.mostraprdedanca.com.br. Consulte o regulamento.

Dia 23 de abril às 19h30: Webinar “Eventos online e a produção de dança em tempos de pandemia”, com os organizadores Simone Bönisch e Jorge Schneider e curadores da Mostra Paranaense de Dança Online 2021

Dias 24 e 25 de abril às 19h: Live com os vídeos selecionados pelo canal da ABABTG no YouTube.

FOTOS:

- Fotos da edição de 2019, do fotógrafo Cayo Vieira
https://www.dropbox.com/sh/t57a4yzdlhhqhtc/AADsO49vH1bpOfFCrQNMdr7Aa?dl=0

- Alguns vídeos de coreografias apresentadas em 2019
https://www.dropbox.com/s/n10rqzlat7rk7yg/36-%20Jazz%20Juliana%20Hauth%20-%20Fragmentos%20de%20Um%20Elo.wmv?dl=0

https://www.dropbox.com/s/9zbxhu3aax3b9ci/14-%20Cia%20de%20Dan%C3%A7a%20Ol%C3%ADvia%20Hauptmann%20-%20As%20Wandinhas.wmv?dl=0

https://www.dropbox.com/s/6nhvapgp5u7aqbt/17-%20Escola%20de%20Dan%C3%A7a%20Teatro%20Gua%C3%ADra%20-%20La%20Fille%20Mal%20Gard%C3%A9e%20-%20Pas%20de%20Deux.wmv?dl=0

https://www.dropbox.com/s/rbzkq5jp9lktiad/30-%20Amusic%20Escola%20de%20M%C3%BAsica%20e%20Dan%C3%A7a%20-%20ShitPost.wmv?dl=0

ABABTG – A atual Associação Brasileira de Apoiadores Beneméritos do Teatro Guaíra foi fundada em 2008, na cidade de Curitiba. Na época denominada Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra, ela surgiu com o propósito de fortalecer a dança e demais artes, motivando uma ligação sinérgica entre os setores público e privado. Durante esse período, foram realizados diversos projetos culturais, com repercussão local, nacional e internacional, que promoveram ações de formação, atualização, divulgação, fomento e democratização das artes em suas diversas linguagens. A atual nomenclatura foi assumida recentemente, para adaptar-se aos novos níveis de atividades operacionais e aos novos mercados de atuação da ABABTG.

CONEXÃO AIKI – CORPO E CÉREBRO Oficina Prática (Virtual) de Consciência do Movimento com Mônica Infante

Como você tem se relacionado com seu corpo? Qual a quantidade de energia que você está usando para fazer o que está fazendo neste momento? Já pensou em se movimentar conduzindo a energia de forma mais consciente?
A artista, pesquisadora e professora Mônica Infante que há mais de 30 anos investiga o corpo, suas narrativas e o movimento estará oferecendo uma OFICINA PRÁTICA ONLINE de Consciência do Movimento Conexão AIKI – Corpo e Cérebro com o objetivo de discutir a conexão corpo/cérebro a partir do comportamento do sistema nervoso autônomo e por meio da abordagem do cérebro trino.
Serão 4 aulas, dias 10, 17, 24 e 31 de março, às quartas-feiras, das 19h às 21h, pela plataforma Zoom.
Para participar não é necessário qualquer conhecimento prévio ou aptidão, basta ter interesse no assunto, disponibilidade para entrar em contato com o corpo e desejo de aprendizado e troca.

“As aulas que ofereço são um espaço aberto à investigação, discussão e troca de experiências. Estão fundamentadas em práticas como a Técnica Alexander, (educação somática), o KI Aikidô (arte marcial japonesa) e a Somatic Experiencing - S.E. (abordagem terapêutica baseada na neurociência e etologia) ”, conta Mônica.

Mônica Infante tem formação em Dança, orienta projetos na área e é uma das fundadoras do Centro de Desenvolvimento de Ki, em Curitiba, onde dá aulas de Ki Aikidô e AiKi Consciência Corporal.
“Essas técnicas corporais que aplico estão presentes nessas aulas tanto na teoria, quanto na prática e na forma de apresentação e convites feitos à experimentação. O vocabulário que utilizo vem dessas práticas”, explica. Ela esclarece que as técnicas que utiliza, na verdade, não se resumem a exercícios musculares, mas conectam corpo e cérebro. O pensamento é uma ação, quando pensamos estamos nos movendo. “O KI é o centro do meu mapa de criação. E é a partir da percepção dessa energia vital (KI), que podemos sair da paralisia, da imobilização, de hábitos cristalizados e entrar em contato com o movimento da vida. Isso é AIKI. A unificação do nosso KI com o KI do universo”, declara.
Desde o ano passado, por causa das restrições impostas pela pandemia do Covid-19, Mônica tem dado aulas remotamente, Ki Aikido, (terças e quintas, às 19h) e Aiki Consciência Corporal (sextas, às 15h). Sobre esta nova experiência ela tem se surpreendido: “Esta nova conexão em distanciamento estabeleceu um campo de afetos que possibilitou uma intensa troca de aprendizagem. Uma grande oportunidade para praticarmos o desenvolvimento de KI”, garante.

Sobre Mônica Infante
Graduada em Dança pelo London Studio Centre, Universidade de Middlesex / Londres, Inglaterra (1985-1987). Revalidação desta titulação no Brasil pela Universidade Estadual de Campinas- UNICAMP (2003-2005). Certificada pela Royal Academy of Dancing / Londres, Inglaterra (1985-1987). Orientadora de projetos de pesquisa em dança contemporânea, Casa Hoffmann - centro de estudos do movimento (2006, 2009, 2012). Articuladora do Conexão Sul – Encontro de Artistas Contemporâneos de Dança da Região Sul. Diretora de movimento do grupo de teatro Tanahora, PUCPR (2000-2014). Graduada sandan (nível 3 faixa preta) em KI Aikidô pela Sociedade de KI, Japão. Uma das fundadoras do Centro de Desenvolvimento de KI onde ministra aulas de KI Aikidô, e de Aiki e Consciência Corporal em Curitiba. Formada pelo método Somatic Experiencing (2012-2015).

SERVIÇO:
OFICINA PRÁTICA ONLINE de Consciência do Movimento Conexão AIKI – Corpo e Cérebro
Data: dias 10, 17, 24 e 31 de março (quartas-feiras)
Horário: das 19h às 21h
Local: Plataforma Zoom (link será disponibilizado após inscrição)
Investimento: R$130,00 (4 aulas) ou R$50 (aulas avulsas)
Informações e inscrições: 41 99902 5147

CONTATOS
Produção: Cia Ilimitada
Marcio Juliano
41 99902 5147
marciojulianocontato@gmail.com
@ciailimitadacuritiba

Mônica Infante
41 999221802
monicainfantegs@hotmail.com
@monicinfante

“Por Trás da Cena”, podcast com curadoria de Maíra Lour e Gilmar Kaminski, revela os processos criativos do teatro

Feito para interessados em teatro, cada episódio conta com dois artistas criadores compartilhando suas experiências

Dramaturgia, direção de cena, atuação e cenografia são alguns dos conteúdos que o podcast “Por Trás da Cena” traz para discussão em oito episódios lançados às quintas-feiras, de 25 de fevereiro a 15 de abril. Idealizado pela diretora artística Maíra Lour e pelo produtor cultural Gilmar Kaminski, o podcast convida artistas para compartilharem suas experiências, procedimentos, modos de criação e memórias de teatro. Os episódios estão sendo pensados para que curiosos e amantes do teatro possam conhecer mais o dia a dia dos artistas, podendo se tornar uma ferramenta de aprimoramento técnico e artístico de estudantes, profissionais, pesquisadores e interessados nas artes cênicas.

Maíra define a empreitada “como um espaço de troca, conexões e escuta, para revelar o que não se vê: a sala de ensaio, as coxias, os camarins são locais que guardam a intimidade do teatro, o mecanismo todo que se movimenta para que as criações aconteçam”. E, segundo Gilmar, essa foi uma das formas que encontraram para seguir em movimento e promover encontros, mesmo sem a possibilidade da presença física.

Todos os episódios estão sendo produzidos, editados e lançados de forma remota e seguindo os protocolos sanitários de enfrentamento à COVID-19. O podcast é apresentado por Maíra e como convidados, a dupla buscou mesclar artistas curitibanos com artistas de outras regiões do país e de Portugal envolvidos no fazer teatral: dramaturgas/os, atrizes/atores, diretoras/es, cenógrafas/os, iluminadoras/os.

Maíra e Gilmar não pretendem parar nos oito episódios previstos para a temporada. Segundo eles, a ideia é criar conexões entre artistas e dar continuidade a estas conversas descontraídas e necessárias para os tempos atuais em próximas temporadas.

O podcast está disponível nas principais plataformas de streaming de áudio:
Spotify: https://open.spotify.com/show/1eTjhloMHTDJpFz7yEA224
Google Podcasts: https://www.google.com/podcasts?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy80ZDBhOTRkYy9wb2RjYXN0L3Jzcw==
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC9ipDVH1JUDNxo9yjT9ZZtg

CRIADORES
Maíra Lour é diretora teatral, dramaturga e arte educadora. Diretora da Súbita Companhia de Teatro, colaboradora e orientadora do núcleo IMP de pesquisa em dança – Investigação do Movimento Particular e idealizadora do Plataforma - Espaço de Investigação Artística. Artista profundamente interessada pela intersecção entre teatro, dança e literatura. Dedica-se à pesquisa de autoras mulheres latino-americanas; mulheres diretoras de teatro, procedimentos de direção cênica; dramaturgia contemporânea; estudos do corpo dramático-poético e modos colaborativos de criação e produção.

Gilmar Kaminski é produtor cênico graduado pela Universidade Federal do Paraná (2017) e técnico em contabilidade pelo Instituto Federal do Paraná (2011). Desde 2014 atua como produtor na cidade de Curitiba, desenvolvendo projetos nas diversas linguagens artísticas - teatro, música, audiovisual, patrimônio cultural e literatura. É fundador da Flutua Produções e atualmente integra a equipe de produção d'A Armadilha Cia de Teatro e da Bienal de Quadrinhos de Curitiba.

FICHA TÉCNICA
Curadoria: Gilmar Kaminski e Maíra Lour
Apresentação: Maíra Lour
Produção: Gilmar Kaminski - Flutua Produções
Edição de som e vinheta: Álvaro Antonio
Comunicação: Luísa Bonin e Thays Cristine - Platea Comunicação e Arte
Projeto gráfico: Camila Villanova e Victor Uchoa
Realização: Flutua Produções

Projeto realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba e do Ministério do Turismo.

6ª Mostra Nacional de Teatro NaLona está com inscrições abertas

Interessados podem se inscrever gratuitamente até 14 de fevereiro; apresentações ocorrem de 12 a 27 de março

0=YTY0QzYipjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pzNwgjM5QDN5AjM6cWZwpmL39Gb4cDNjRjNlBDZiFTNyQjYyETYzATO4MGMyEDNlVTY2YjRyUSY2YjRyUyN5cDMxYkMlgTM5ETM0UDMwEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTM
Mais de 240 espetáculos já foram apresentados nas cinco edições anteriores da Mostra NaLona (Foto: Divulgação)

Fevereiro, 2021 - A 6ª Mostra Nacional de Teatro NaLona está com inscrições abertas até o dia 14 de fevereiro. Os interessados devem se inscrever gratuitamente pelo site da mostra (https://www.nalona.com.br). Até o momento, mais de 200 espetáculos nacionais e internacionais já foram inscritos na seleção.

Neste ano, o evento conta com três modalidades: presencial, live (ao vivo pela internet) e gravado. Segundo a City Web e Casa de Joana, organizadora da Mostra, já foram inscritos espetáculos de grupos de 20 estados do país, além do Uruguai e Itália.

As apresentações ocorrerão de 12 a 27 de março. Serão ao menos 36 espetáculos, sendo 24 selecionados por meio de edital. As apresentações presenciais serão em Hortolândia, na Região Metropolitana de Campinas (RMC), com público restrito a 30% da capacidade, mantido o distanciamento e regras do Plano São Paulo de combate à Covid-19.

Para as apresentações pela internet será passado um chapéu virtual, um link para que o público possa colaborar com o cachê e manutenção dos grupos e coletivos teatrais.

A Mostra

A Mostra NaLona reúne em suas edições grupos do Brasil e exterior que apresentam um panorama do que se produz no universo das artes cênicas. Com trocas de experiências, debates, cursos e espetáculos, é um festival de referência. Mais de 240 espetáculos passaram por suas cinco edições anteriores, com público de mais de 40 mil expectadores.

A mostra foi viabilizada por meio da Lei Aldir Blanc, do Governo Federal, com o apoio do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Cultura e Economia Criativa através do projeto ProAC Expresso LAB 40/2020 - Produção de Festivais. A mostra também conta com o apoio da Prefeitura de Hortolândia atraves da Secretaria de Cultura.

Produtora cultural Isadora Flores lança o “Laboratório Garra!”, projeto que oferece curso profissionalizante e oficinas gratuitas para jovens da cultura

Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda.

​A primeira edição do projeto "Laboratório Garra!" acontece entre os meses de fevereiro e março de 2020 de forma online e gratuita. O projeto é um ambiente de formação voltado para pessoas interessadas em produção cultural, sobretudo da área da música. Além de um curso profissionalizante de maior duração com a produtora e idealizadora do projeto Isadora Flores, serão realizadas sete oficinas gratuitas de temas variados com profissionais atuantes da cena cultural: Bina Zanette, Brenda Santos, Carolina Wanderley, Gilmar Kaminski, Helena Sofia, Julie Fank e Luana Angreves. As inscrições estão acontecendo pela página: www.lnk.bio/garralab, e vão até dia 29 de janeiro para o curso profissionalizante, e para as outras oficinas se estendem até dia 19 de março de acordo com o calendário de Oficinas.
O curso de maior duração - com carga horária de 21h - dará direito ao registro profissional de "Diretor/a de Produção" emitido pelo SATED-PR (os custos com o Registro serão cobrados pelo SATED/PR). Terão prioridade nas inscrições agentes culturais com idade entre 16 e 25 anos, pretos, pardos, indígenas, mães solo, LGBTQIA+, Pessoas com Deficiência e de baixa renda. O projeto tem incentivo da Fundação Cultural de Curitiba, através da Lei de Incentivo à Cultura do Município e da Lei Aldir Blanc - Lei Federal de Emergência Cultural (Lei que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública).
O nome do projeto, "Garra!" é um convite para agentes culturais que batalham na cena independente e são profissionais iniciantes, muitas vezes alheios às políticas de incentivo à cultura. O “Laboratório Garra!” também oferece a oportunidade para que mais pessoas tenham acesso a conteúdos de formação e direito a um registro profissional*.

INFORMAÇÕES SOBRE AS OFICINAS

As inscrições para o Curso e todas as Oficinas acontecem pelo link: www.lnk.bio/garralab

1. “Curso de Produção” com a produtora Isadora Flores e participação de Gilmar Kaminski e Carolina Wanderley.
MÓDULO I: Leis de Incentivo, preparação de projetos, Mecenato Subsidiado e Lei Municipal de Incentivo de Curitiba)" *
04 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
11 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
18 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO II: Profice - Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Paraná" *
04 de março de 2021, das 09h às 12h
MÓDULO III: Lei Federal de Incentivo à Cultura" *
18 de março de 2021, das 09h às 12h

2. Oficina: "Aspectos jurídicos básicos da produção cultural" com a advogada e consultora em direitos culturais e propriedade intelectual Carolina Wanderley (São Sebastião Cultura e Propriedade Intelectual)*
20 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

3. Oficina: "Sonorização para produtores", com a Produtora, cantora e compositora Helena Sofia (Estúdio Old Cat) - Dia 27 de fevereiro de 2021, das 09h às 12h

4. Oficina: "Uma festa de verdade! - Produção Cultural como laboratório de Experiências", com a produtora cultural, criativa e pesquisadora Brenda Santos (Um Baile Bom)
Dia 06 de março de 2021, das 09h às 12h

5. Oficina: "NEM TUDO SÃO LIKES: da superfície à profundidade da comunicação digital", com a comunicadora, seletora musical e ativista Luana Angreves (Cliteriosa)
Dia 13 de março de 2021, das 09h às 12h

6. Oficina: "Curadoria para projetos de música", com a produtora e curadora Bina Zanette (Santa Produção)
Dia 13 de março de 2021, das 14h às 17h

7. Oficina: "Gestão administrativa e prestação de contas de projetos culturais", com o produtor cultural e técnico em contabilidade Gilmar Kaminski* (Flutua Produções)
Dia 20 de março de 2021, das 09h às 12h

8. Oficina: "Escrita para quem se (in/e)screve" com a escritora, professora e artista visual Julie Fank (ESC. Escola de Escrita)
Dia 27 de março de 2021, das 09h às 12h

Inscrições: https://lnk.bio/garralab

Ficha Técnica:

Coordenação: Isadora Flores
Coordenação de Produção e Gestão Financeira: Gilmar Kaminski
Produção Executiva: Vi Gabarda
Ministrantes: Isadora Flores, Bina Zanette, Helena Sofia, Julie Fank, Carolina Wanderley, Brenda Santos, Luana Angreves e Gilmar Kaminski
Videos: Alan Raffo
Design Gráfico: Brenda Santos
Assessoria de Imprensa: Luisa Bonin e Thays Cristine - Platea Comunicação e Arte
Realização: Isadora Flores I Produtora
Produção: Flutua Produções
Apoio: SATED-PR

PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO
À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL
DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO.

Canal BIS comemora os 40 anos de Michel Teló com a exibição de “Bem Sertanejo”

Nesta quinta-feira (21) o Canal Bis traz uma programação especial em comemoração ao aniversário de 40 anos de Michel Teló. A partir das 21h, o canal exibe o show "Bem Sertanejo". Durante a última década, o artista colecionou grandes feitos mundialmente, emplacando sucessos e recebendo indicações em importantes premiações mundiais, como o Billboard e o Grammy Latino. Nesse registro, o cantor apresenta seus sucessos e reverencia a história da música sertaneja, com canções como "Saudade da Minha Terra", "Fio de Cabelo" e "Pense em Mim" .

Sobre o Canal BIS:

No ar desde 2009, o BIS é o único canal 100% voltado para a música na TV por assinatura brasileira. Em sua grade há música para todos os gostos e idades: do eletrônico ao pop, passando pelo rock, MPB e sertanejo. Essa diversidade também está presente nos formatos dos programas: shows, documentários, biografias, clipes e séries de música, tanto nacionais quanto internacionais, além de transmissões ao vivo, e programas inéditos e exclusivos.