Top Soluções Imobiliárias comemora 32 anos de atuação no mercado paranaense

Empresa faz ação de rebranding para renovar a marca

O ano de 2020 vem sendo desafiador. No atual cenário, resiliência é palavra de ordem e, neste momento, a Top Soluções Imobiliárias resolveu inovar ao redesenhar sua marca mantendo seus pilares sólidos de negócios imobiliários.

Tudo começou em 1988, quando a antiga Top Imóveis atuava como incorporadora de edifícios residenciais e, consequentemente, imobiliária pois vendia seus próprios bens. Buscando atender a demanda de alguns clientes, a empresa começou a construir prédios corporativos. Na época, Curitiba começava a se modernizar e foi conquistando grandes empresas para fazerem negócios na capital do Estado.

Antes, as lajes eram pequenas, o pé direito baixo, sem piso elevado, sem sistemas de segurança, ar condicionado ou detecção de incêndio. Nisso, a Top enxergou oportunidade, se inspirando em grandes centros urbanos para desenvolver novos produtos em Curitiba.

“Queria diferenciar nossos serviços. Sempre gostei da área comercial. Aprendi muito com as empresas e consultorias internacionais que desde sempre lidavam com esse tipo de demanda”, comenta Eduardo Schulman, sócio-presidente da Top Soluções Imobiliárias.

Evolution Towers

Um marco importante foi a construção e comercialização do edifício Evolution Towers um empreendimento que reúne torre corporativa – o Corporate Evolution – com onze andares, laje de 1.350m², piso elevado, ar condicionado central, sprinklers, sistema BMS de supervisão, gerador de energia e dentre outros diferenciais. Atualmente, é sede de empresas multinacionais como a ExxonMobil, Furukawa e Regus. A localização privilegiada também tem loft, restaurante, centro de eventos, o Espaço Cultural David Carneiro e o Hotel Pestana, maior grupo multinacional de hotéis de Portugal.

Curitiba Office Park

Outro desafio foi a construção do Curitiba Office Park de Curitiba cujas lajes alcançam 2.374,91m², mais de 3m de pé direito, certificado Leed Silver (Green Building Council), Life Safety Code - NFPA 101 Com localização estratégica é sede de empresas como Wipro, Sascar, Becomex e Amcham – Câmara Americana de Comércio.

A Top sempre se preocupou em atender os clientes de maneira integral. Seja na busca por bons negócios, seja no estudo de vocação e auxílio no processo de venda, seja o simples acompanhamento do contrato.

“O atendimento é completo desde a prospecção do imóvel ao desenvolvimento do produto, da comercialização à administração imobiliária. O conhecimento e aconselhamento da Top sempre foram fundamentais para o crescimento da nossa empresa. Sem falar na credibilidade, atenção e dedicação da equipe” comenta Patricia Prolik, diretora da Patriarca.

A empresa criou um grupo afinado de pessoas, cada uma com sua especialidade, onde todos sabem de tudo o que acontece ali e tem capacidade de atender qualquer tipo de operação. Seja a administração de patrimônio imobiliário, o desenvolvimento de condomínios de galpões, built to suit, contratos de permuta de grandes terrenos.

“Escolhemos trabalhar com a TOP pela seriedade, credibilidade, amplo portfólio de imóveis, e um fator determinante: buscaram entender a nossa necessidade sendo muito assertivos na apresentação dos imóveis, inclusive oferecendo oportunidades de negociação transparente e flexíveis, diria até que disruptivas em relação aos modelos já existentes no mercado. Acredito que nossa parceria será cada vez mais forte e duradoura” afirma Marcio Viana, CEO da TOTVS Curitiba

A mudança para Top Soluções Imobiliárias veio corroborar um serviço que a empresa vinha se dedicando há algum tempo: a entrega real de soluções imobiliárias. Assim, a empresa ganha nova logomarca, novas placas nas ruas, novo site e uma nova missão de estar de olho no mercado, pensando grande, com alegria e amizade com seus clientes.

Top Soluções Imobiliárias

Desde 1988, atua no setor imobiliário paranaense com foco em espaços empresariais. Tem a missão de gerar bons negócios para proprietários de imóveis, locatários, investidores imobiliários ou parceiros de mercado. Sua equipe possui sólidos conhecimentos sobre imóveis industriais - galpões e terrenos - e corporativos - salas ou prédios comerciais, lojas, strip centers e outros empreendimentos de varejo de Curitiba e região metropolitana. Alguns de seus clientes são: Ebanx, Bradesco, Itaú, Claro, Petrobras, Laguna, ESSEX, DCL, Andrade Ribeiro, Blue, Invespark, AG7, Monarca, dentre outras.

Top Soluções Imobiliárias
Telefone: (41) 2105-0500
WhatsApp: (41) 2105-0505
E-mail: contato@topsi.com.br
Endereço: Rua Mal.Deodoro, 950, Conj.301 I Centro I Curitiba-PR
Redes Sociais: Facebook, LinkedIn, Youtube, Instagram
www.topsi.com.br

TAGs #TopSolucoesImobiliarias #imoveiscuritiba #imobiliariacorporativa #realestate #imoveisindustriais #imoveiscorporativos #TopSI #galpoeslogisticos #administracaodepatrimonio #BTS #builttosuit #EvolutionTowers #CorporateEvolution #CuritibaOfficePark #COP #Totvs #Patriarca #centroempresarial #imobiliariatop

--

Na contramão da pandemia, incorporadora vende R$100 milhões em imóveis

De acordo com a empresa, estratégias digitais e condições exclusivas foram os principais fatores para o sucesso de vendas

A paranaense GT Building, uma das principais incorporadoras imobiliárias do estado, divulgou balanço referente ao faturamento parcial alcançado em 2020. Apesar do ano caótico em diversos setores, a empresa segue em crescimento e registrou Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 100 milhões entre janeiro e julho.

O diretor comercial da incorporadora, Rodolfo Baggio Pereira, conta que o planejamento que vinha sendo aplicado em janeiro e fevereiro foi totalmente alterado a partir de março, mas, dadas as devidas proporções, não chegou a causar grande impacto na programação. “Nosso cronograma de 2020 estava pronto e bem fundamentado. Tínhamos grandes planos de lançamentos, eventos, convenções e entregas, que foram adaptados ao contexto que começamos a vivenciar em março com o início da pandemia”, diz.

Ele explica que o rápido entendimento do cenário global e a criação de estratégias virtuais foram fundamentais para a permanência ativa no mercado. “Quando o novo coronavírus ainda chegava ao Brasil, por precaução, já migramos para o estilo de trabalho híbrido e investimos em ferramentas digitais que fizeram toda a diferença. Isso, ao invés de causar grandes danos àquilo que havíamos programado, na verdade nos apresentou uma nova modalidade de vendas que pode se fortalecer mesmo quando a pandemia passar, e que vai desde a visita virtual até a assinatura de contrato”, comenta Pereira.

Além disso, no primeiro semestre, a empresa promoveu diferentes campanhas que ofereciam uma série de vantagens ao cliente. Na Campanha Compra Digital, foram lançados os benefícios de recompra garantida, que dava ao cliente que comprasse um apartamento a possibilidade de devolvê-lo, caso necessário, e recebesse o valor pago até o momento; de parcela reduzida que consistia na diminuição do valor pago à incorporadora no período de construção do empreendimento; e de descontos digitais que dava descontos exclusivos aos compradores que optassem pelo processo virtual ao adquirir um imóvel. Já em junho, foi lançada a Campanha Compra Certa, que além dos benefícios citados, também oferecia personalização inclusa, imposto sobre imóveis (ITBI) e custas de cartório absorvidos pela incorporadora, desconto de 6.6% ao ano com antecipação das mensalidades, 0% no aumento da taxa mensal, parcelamento e condomínio bonificado até dezembro de 2020.

Mercado imobiliário aquecido

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), a Brain Inteligência Estratégica e o Senai realizaram uma pesquisa com mais de 900 empresários do setor da construção civil entre abril e maio. O estudo avaliou os Indicadores Imobiliários Nacionais no 1º Trimestre de 2020 e 56% dos respondentes sinalizaram que fecharam vendas durante a pandemia. Ainda, 55% iniciaram as negociações após 20 de março, quando notícias e impactos causados pelo vírus já estavam sendo amplamente abordados no Brasil.

Em julho, a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e a Fipe divulgaram uma análise do mercado durante o mês de maio. O documento aponta que vendas de imóveis novos somaram 10.085 unidades, totalizando 29.847 unidades no último trimestre móvel e 118.060 nos últimos 12 meses (alta de 2,7%).

O economista, professor da USP e coach de finanças pessoais, Marcos Silvestre, explica que os argumentos para comprar um imóvel estão ficando cada vez mais fortes, visto o comportamento do mercado, o recuo em investimentos na renda fixa e as condições apresentadas pelas empresas do setor. “O meio imobiliário hoje está sendo visto como uma moeda forte e deve ser um dos principais propulsionadores da economia quando voltarmos à estabilidade. Essa é a oportunidade ideal para comprar um imóvel, já que os financiamentos estão muito bons, a taxa Selic está a 2% e as vantagens estão muito convidativas”, ressalta.

Uma comparação feita pelo especialista é com relação ao crédito imobiliário. “Vamos considerar o financiamento de 50% de um imóvel com valor de venda de R$ 840 mil (R$ 420 mil de saldo financiado). Há dois anos, por exemplo, a taxa de juros do crédito imobiliário era de 10% ao ano (0,80% ao mês), mas caiu muito de lá para cá, e hoje se encontra no patamar de 7% ao ano (0,56% ao mês). Parece que não, mas trata-se de uma enorme diferença para o bolso do comprador! Essa redução faz com que a primeira parcela mensal caia 23%, assim como todas as demais, gerando uma economia em juros equivalente a 50% do valor financiado. O financiamento nestas condições, além de possibilitar o acesso a um imóvel de maior valor partindo da mesma faixa de comprovação de renda, gera uma economia total de 1/4 do valor do imóvel, o que pode servir, por exemplo, para o comprador decorar seu novo lar. Na prática, é como comprar um novo imóvel e "ganhar" o projeto de design interior”, explica o economista.

Silvestre finaliza afirmando que, nesse momento, falta apenas o encontro entre imóvel e comprador para a negociação acontecer, já que todo o cenário e favorável. “Os juros do financiamento imobiliário não devem cair mais do que estão hoje. Quem for esperar, pode perder o melhor momento de mercado em termos de preço, de estoque, de variedade de empreendimento. A hora é agora. Seja para quem quer investir em um patrimônio que tem valorização a longo prazo, para quem quer obter renda por meio do imóvel e até mesmo para quem quer realizar uma grande conquista que vem sendo adiada”, argumenta.

Sobre a GT Building

A partir de um conceito inovador, aliado à tecnologia, modernidade, qualidade e diferentes projetos de vida, a GT Building faz parte do grupo GT Company, que desde 2017 empreende no setor imobiliário em Curitiba por meio da GT Invest. Com foco na construção de alta qualidade, no comprometimento com a excelência e nas ideias inovadoras guiadas pelas mãos dos líderes, a incorporadora chega como uma das maiores empresas do ramo em Curitiba, com 13 empreendimentos em diferentes fases, como o Rio Rhône, o Denmark, o Bosco Centrale, o Maison Champagnat, o Maison Alto da Glória, entre outros. Para saber mais, acesse: www.gtbuilding.com.br.

Multicelli & Lançamento em Irati/PR

Lindo sobrado com área construída de 109,93m² e área de terreno de 134,57m².
Suíte ampla com closet mais dois quartos e Banheiro Social no andar superior.
Sala de estar e jantar integrada com a cozinha. Lavanderia e churrasqueira na edícula gourmet.
Duas vagas de garagem. Piso porcelanato interno e forro em gesso.

Venha nos fazer uma visita ainda hoje!
Rua Ambrósio Calistrato Andreassa, 96
www.multicelli.com.br
multicelli@multicelli.com.br
(41) 33386944 / 9 9854-1666
www.multicelli.com.br
multicelli.com.br

Por que a construção civil é atividade socialmente essencial?

*Por Maurício Fassina

Em meio à pandemia, o que realmente é essencial? A princípio, serviços de saúde humana e animal, comércio farmacêutico, mercado, entre outros. E como a construção civil se enquadra no que foi definido por governos e prefeituras? Economicamente falando, se enquadra, e muito.

De acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o setor impacta diretamente outros 97 segmentos da economia, além de empregar dois milhões de trabalhadores com carteira assinada. O Produto Interno Bruto (PIB) de 2019, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aumentou 1,1% chegando a R$ 7,257 trilhões. Já o PIB da construção civil fechou o ano com crescimento de 1,6% ou uma alta de 5,4 pontos percentuais na comparação com 2018.

Porém, a importância do mercado imobiliário e da construção civil vai muito além do setor econômico, por si só. A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) divulgou que mais de 71 mil vagas de trabalho foram geradas por meio do setor em 2019, o que equivale a 11% dos empregos criados no país. Ou seja, mais de 71 mil famílias passaram a ter renda e suprirem suas necessidades básicas ou superficiais por meio do emprego de um membro que atua nesse mercado.

Mas, vamos mais além. Esse montante é referente aos empregos diretos da equipe de incorporadoras, engenheiros, corretores, mestres e operários de obra. Todavia, a cadeia é muito maior quando os trabalhos indiretos são acrescentados. O processo de construção de um empreendimento, por exemplo, passa por diferentes fases desde os profissionais citados acima, até a equipe do escritório de arquitetura, do escritório de projetistas, do escritório de design de interiores, de comunicação digital, de comunicação interna e externa, bem como equipe jurídica, administrativa, contadora e de cartório. Todo esse ciclo de fornecedores de serviço pode chegar a gerar cerca de oito mil empregos diretos e indiretos em apenas um edifício de 15 andares, por exemplo. Ainda, se o comprador do imóvel for um empresário e tiver uma loja na região, toda a economia do bairro fica aquecida porque os outros moradores se tornam potenciais consumidores do negócio.

É dessa forma que cresce a economia local e circular que, além de orgânica, é essencial para o desenvolvimento do bairro e dos moradores. Partindo desse ponto de vista, a construção civil possibilita o sustento de milhares de famílias que estão, de certa forma, associadas ao setor. Por fim, quem ganha com tudo isso é a sociedade.

Com essa perspectiva, entende-se que o mercado imobiliário deve ser cada vez mais valorizado não só pelo que representa economicamente, mas por conseguir impactar diversas esferas, inclusive, a de ascensão social. Apesar da pandemia ter causado situações irreparáveis ou, no mínimo, conturbadas, também despertou um olhar mais humano e empático para várias situações. Com isso, percebeu-se que o meio imobiliário e da construção civil poderá transformar a sociedade em um ambiente cada vez mais progressista e democrático, seja pelas campanhas e demonstrações de solidariedade que muitas empresas têm ofertado nos últimos meses, ou simplesmente pelo que o setor é e representa na vida de milhares de famílias.

*Maurício Fassina é Diretor de Negócios da GT Building.

Sobre a GT Building

A partir de um conceito inovador, aliado à tecnologia, modernidade, qualidade e diferentes projetos de vida, a GT Building faz parte do grupo GT Company, que desde 2017 empreende no setor imobiliário em Curitiba por meio da GT Invest. Com foco na construção de alta qualidade, no comprometimento com a excelência e nas ideias inovadoras guiadas pelas mãos dos líderes, a incorporadora chega como uma das maiores empresas do ramo em Curitiba, com 20 empreendimentos em diferentes fases, como o Rio Rhone, o Denmark, o Bosco Centrale, o Maison Champagnat, o Maison Alto da Glória, entre outros. Para saber mais, acesse: www.gtbuilding.com.br.

Fundo de Investimento Imobiliário compra edifício na região central de Curitiba

Com as alterações que o mercado financeiro sofreu em virtude da queda da taxa básica de juros Selic (2% em agosto/20 – Fonte: Banco Central do Brasil), os imóveis passaram a ser uma das principais opções para quem busca uma remuneração maior e, bastante segura, para seus investimentos. Assim, a Top Imóveis está em sintonia com o mercado.

A gestora de fundos REC GESTÃO estava em busca de um imóvel comercial classe A, visando incrementar a rentabilidade do fundo RECT11, que atua na gestão de ativos imobiliários de uso comercial.

Como parte essencial da negociação é encontrar um ativo que atenda a todas as premissas apontadas pelo cliente. Ou seja, o imóvel deveria estar tecnologicamente atualizado e ter apresentação e estado de conservação compatível com os demais imóveis que compõem o Fundo; o valor deveria ser compatível com o mercado; o inquilino deveria ter solidez, ou seja, com valores e prazos de locação adequados; e a taxa de retorno (valor do aluguel X valor do imóvel) deveria ser algo em torno de 9% ao ano.

O desafio era encontrar um imóvel de boa qualidade, que já estivesse locado para um inquilino sólido, garantindo assim uma boa taxa de retorno ao Fundo.

Como a Top Imóveis possui uma carteira de clientes também bastante sólida, imediatamente a equipe analisou que o edifício Corporate Emiliano atingia o patamar de exigências requerido pelos gestores do Fundo.

Com um perfil muito ágil e dinâmico para novos negócios, o grupo proprietário do edifício concordou em evoluir negociações sobre uma eventual venda. Primeiramente, foram realizados laudos técnicos e de valores para corroborar as condições do negócio. Exigência legal da CVM (Câmara de Valores Mobiliários) onde o Fundo é credenciado.

O gestor do Fundo realizou uma visita técnica no imóvel para conhecer a localização e avaliar o investimento. E, num segundo momento, uma série de propostas foram apresentadas até se chegar a um valor comum que permitiu que o negócio fosse efetivado com Fundo capitalizado, imóvel pago e escritura assinada.

Com as bases do negócio definidas, o Fundo adquiriu 86% do edifício Corporate Emiliano com 5.935m² ABL (área bruta locável) e 100% de taxa de ocupação com contratos típicos de Optum (2025) e Banco do Brasil (2027).

Para Guilherme Politi, gestor do Fundo “existe um mercado bom em Curitiba. Tem demanda por escritórios. O investidor quer segurança, mas não sabe que pode ter um bom retorno fora de São Paulo. A transparência, agilidade e flexibilidade da Top Imóveis fez com que conseguíssemos comprar o imóvel.”

O Fundo é composto por imóveis (82%), CRI (9%), Renda Fixa (6%) e outros ativos (3%). Seu patrimônio líquido é de R$671.142.212,00. Em julho/20 distribuiu R$0,8100 por cota para seus mais de 32mil cotistas. Fonte: Relatório Mensal, julho 2020, REC Gestão.

Top Imóveis Curitiba

Desde 1988, atua no setor imobiliário paranaense com foco em espaços empresariais. Tem a missão de gerar bons negócios para proprietários de imóveis, locatários, investidores imobiliários ou parceiros de mercado. Sua equipe possui sólidos conhecimentos sobre imóveis industriais - galpões e terrenos - e corporativos - salas ou prédios comerciais, lojas, strip centers e outros empreendimentos de varejo de Curitiba e região metropolitana.

Top Imóveis Curitiba

Telefone: (41) 2105-0500

WhatsApp: (41) 2105-0505

E-mail: contato@topimoveis.com.br

Endereço: Rua Mal.Deodoro, 950, Conj.301 I Centro I Curitiba-PR

Redes Sociais: Facebook, LinkedIn, Youtube, Instagram

www.topimoveis.com.br

TAGs #TopImoveis #imoveiscuritiba #imobiliariacorporativa #realestate #imoveiscorporativos #imobiliariatop #imobiliariacuritiba #RECGestao #FII #RECT11 #CorporateEmiliano

PARAMOUNT DOWNTOWN MIAMI | PRICED TO SELL FAST OR LEASE

For Sale. Just Re-Listed & Priced To Sell Fast

PARAMOUNT MIAMI WORLD CENTER

REDUCED PRICE : $ 1,300,000

LEASE PRICE: $ 5,900/ month

Priced to rent fast!!!

851 NE 1 ST AVE UNIT # 3601
MIAMI, FL 33132

3 BED + DEN + CUSTOM CLOSETS
INTERIOR : 2500 SF

Description

This is an amazing northast facing corner unit. Private elevator access, electronic blinds through out and custom closets. The famous 01 Line at Paramount MiamiWorldCenter. Live in the building that has the most amenties in the United States.

As an investent, downtown is the fastest growing place in Miami.

Peter Green
Fortune International Group
Development Specialist
+1.305.815.9595
Insta: Peter_Green_Realty
petergreenrealestate.com
fir.com
fortuneintlgroup.com

Facebook ‌ Twitter ‌ Pinterest ‌

GT Building Live do bem: Live com Ricardo Amorim, Clóvis Arns e diretores de incorporadoras imobiliárias irá debater cenário atual e ajudar no combate à pandemia

O movimento W/Move, da W/Investments e parceiros, irá contribuir com o projeto 'O amor Contagia', que beneficia hospitais, lares e asilos paranaenses

No dia 28 de julho (terça-feira), às 19h, o economista Ricardo Amorim se unirá ao presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Clóvis Arns da Cunha, e aos diretores da W/Investiments, GT Building, Laguna e AG7 em uma live nas redes sociais. O encontro tem o objetivo de discutir como a pandemia está impactando o mercado imobiliário, e também anunciar o projeto W/MOVE, que une as empresas citadas em prol de uma nobre atitude: beneficiar financeiramente hospitais, lares e asilos paranaenses por meio da campanha O Amor Contagia.

Rodrigo Mendes de Camargo, sócio-diretor da W/Investments e um dos idealizadores da W/Move, afirma que o movimento foi criado com a intenção de unir forças para contribuir com a sociedade pelos vieses da saúde e da economia. “Por conta da pandemia, muitas pessoas estão considerando que esses setores estão em lados opostos ou anulam um ao outro. No entanto, queremos mostrar que é possível existir um equilíbrio por meio de atitudes responsáveis e verdadeira contribuição social. Queremos estimular a economia, ajudar a saúde e contagiar o amor”, reflete.

A contribuição a qual Camargo se refere está diretamente ligada às empresas que fazem parte do projeto, que são: GT Building, Laguna e AG7. As incorporadoras imobiliárias se uniram ao W/MOVE e, por conta disso, irão doar parte dos valores das vendas de imóveis de todos os empreendimentos até o final de 2020 para o projeto O Amor Contagia. A W/Investments também irá doar uma porcentagem do faturamento. Durante a live, os espectadores também poderão fazer a sua parte.

O CEO da GT Building, Geninho Thomé, ressalta a importância da construção civil em toda a esfera econômica e aponta para a relevância de empresas de grande porte desse setor agirem em favor da sociedade. “A construção civil é uma área fundamental em âmbito econômico e social, pois é responsável pela geração de diversos empregos diretos e indiretos e, consequentemente, pelo mantimento de milhares de famílias. O impacto que o novo coronavírus vem causando é inegável, porém, o mercado imobiliário é uma potência que tem tido reflexos menos severos, o que comprova a força do setor”, reforça.

Thomé propõe que, nesse sentido, o movimento W/MOVE vem para demonstrar que é preciso movimentação, pró-atividade e comprometimento para contribuir efetivamente com a sociedade. “É com essa união de forças que conseguiremos promover, por meio da construção civil, o desenvolvimento de ações de saúde para conter a pandemia e estimular uma atuação mais justa e voltada àqueles que realmente precisam”, conclui.

Boas ações

Desde o início da pandemia, empresas de diversos segmentos têm doado bens materiais e financeiros para ajudar a conter as dificuldades que hospitais e projetos sociais estão enfrentando. A GT Building beneficiou a Santa Casa de Misericórdia de Curitiba com 200 mil reais que foram revertidos para a compra de novos respiradores e monitores. A AG7, por sua vez, está promovendo lives com vários especialistas para oferecer conhecimento e conteúdo durante o isolamento social.

De acordo com o site Monitor de Doações, que contabiliza semanalmente a quantidade de empresas e a valoração doada desde o início da pandemia no Brasil, mais de seis bilhões de reais beneficiaram diversas instituições por meio de mais de 400 mil empresas ou doadores individuais.

Serviço

Live Ricardo Amorim, Clóvis Arns Cunha e integrantes W/MOVE

Data: 28 de julho, terça-feira

Horário: 19h

Canal: YouTube da W/Investments, Facebook da W/Investments ou Instagram da W/Investments

Para saber mais e doar: W/MOVE

Para saber mais e doar: O Amor Contagia

Sobre a GT Building

A partir de um conceito inovador, aliado à tecnologia, modernidade, qualidade e diferentes projetos de vida, a GT Building faz parte do grupo GT Company, que desde 2017 empreende no setor imobiliário em Curitiba por meio da GT Invest. Com foco na construção de alta qualidade e na excleência por meio de ideias inovadoras guiadas pelas mãos dos líderes, a incorporadora chega como uma das maiores empresas do ramo no Paraná, com 20 empreendimentos em diferentes fases, entre eles o Denmark, Bosco Centrale, o Maison Alto da Glória e o Fly Top Life, em Londrina. Para saber mais, acesse: www.gtbuilding.com.br

O imóvel que você comprou em leilão está ocupado?

Confira o que fazer quando não se pode entrar no bem que foi adquirido

Comprar um imóvel em leilão pode ser um ótimo negócio, pois é possível adquirir o bem por até 60% de seu valor de avaliação, mas também existem riscos. Há casos onde o antigo proprietário sequer sabe que seu imóvel foi vendido, ou não teve tempo o bastante para sair, ou ainda não quer sair do bem.
Quando o novo proprietário se depara com o imóvel ocupado, existem algumas alternativas do que pode ser feito, mas o primeiro passo é procurar um advogado ou assessoria jurídica para seguir com a ordem legal ou fazer um acordo com os ocupantes.
“É necessário visitar o local para confirmar a informação sobre a ocupação. Além disso, é importante saber se a pessoa que tem a posse do imóvel quer permanecer no local após a transferência da propriedade”, conta a Dra. Sabrina Rui, advogada em direito imobiliário e tributário.
Caso seja o caso, é possível fazer um acordo e instituir aluguel, com contrato desenvolvido pelo advogado. Dessa forma, facilitará a situação para ambos os envolvidos. Porém, se o arrematante quiser de fato ocupar o imóvel, é imprescindível agir de forma amigável.
“O ideal é negociar para que a desocupação ocorra de maneira rápida e amigável, segura e sem conflitos, sendo elaborado um termo com prazos e garantias para o arrematante, evitando maiores conflitos e gastos com ações na justiça”, explica a Dra.
Se o termo não for cumprido e vença o prazo que foi estipulado, o indivíduo que detém a posse ainda não tenha desocupado o imóvel, será necessário ingressar com uma ação judicial denominada imissão na posse ou uma ação reivindicatória.

Serviço: Dra. Sabrina Marcolli Rui

Advogada em direito tributário e imobiliário

www.sr.adv.br

SR Advogados Associados

@sradvogadosassociados

@sradvassociados

(41) 3077-6474

Rua Riachuelo, nº 102 - 20º andar - sala 202, centro – Curitiba.

Vai deixar o inventário para depois?

Documentação pode barrar vendas de imóveis

Lidar com uma morte na família é algo difícil, o período de luto que se segue afeta todos que eram ligados ao falecido, por isso, muitas famílias acabam deixando de lado algo importante: o inventário.

O inventário é um processo judicial ou extrajudicial, feito após a morte de alguém, registrando todos os bens pertencentes para que sejam passados aos herdeiros. É obrigatório por lei que isso aconteça, mas muitas famílias deixam de lado.

“O que preocupa, é o fato de que com certeza haverá problemas se o inventário não for feito. Talvez não de imediato, mas anos depois. Até mesmo para vender um imóvel, você poderá perder a chance se não tiver a documentação correta”, relata Dra. Sabrina Rui, advogada em direito tributário e imobiliário.

Sabrina conta que, em um caso, atendeu um homem que desejava vender seu terreno, pois ao lado estava um mercado que desejava aumentar seu estacionamento. O mercado se disponibilizou a pagar até 30% acima do valor avaliado, por ser urgente. Ao tentar vender esse terreno, os problemas começaram a aparecer, pois o homem não havia feito o inventário, e o bem foi “passado a ele” por seu pai que havia falecido.

“O processo já dura mais de um ano, para fazer a documentação necessária, e o mercado desistiu, comprou outro terreno próximo. Agora o que iria ser vendido com valor acima está a preço de banana, já que está entre o mercado e o estacionamento e parece não ter uso”, relata a Dra.

Não fazer o inventário se torna uma pedra no sapato, ou então uma rocha que pode desabar a qualquer momento. Apesar de passar por um momento difícil, a família deve se precaver ao invés de perder oportunidades no futuro.

Serviço: Dra. Sabrina Marcolli Rui

Advogada em direito tributário e imobiliário

www.sr.adv.br

SR Advogados Associados

@sradvogadosassociados

@sradvassociados

(41) 3077-6474

Rua Riachuelo, nº 102 - 20º andar - sala 202, centro – Curitiba.

GT Building lança série de certificações que atestam a qualidade de seus empreendimentos

Divididos em oito categorias, selos serão a prova real de que a incorporadora entrega os mais diferentes serviços em formato ideal para os clientes

A GT Building – uma das principais incorporadoras imobiliárias do Paraná e pioneira em diversos produtos relacionados ao setor – lança os Selos GT Building, certificações que irão demonstrar quais as virtudes, conceitos, habilidades e serviços oferecidos em seus empreendimentos. São oito diferentes categorias que podem ser aplicadas juntas ou separadamente. São elas: Pet Friendly, Sustentabilidade, Controle por Voz, Personalização, Flexibilidade, Tecnologia, Chave na Mão e Senior Friendly.

Mauricio Fassina, diretor de incorporação da GT Building e um dos idealizadores do projeto, explica como surgiu o plano de criar selos próprios. “Nós temos a pretensão de sempre oferecer aos clientes um conceito inovador, que se alia à tecnologia e à modernidade no setor de construção. A partir desse pensamento, acreditamos que também podemos ser vanguardistas na concepção e validação de certificações exclusivas e que atestem ainda mais a qualidade e os diferenciais que dedicamos a cada projeto”, comenta.

Todos os imóveis do portfólio da incorporadora que ainda não foram entregues estão relacionados a uma ou mais certificações. O Denmark, por exemplo, possui Tecnologia e Controle por Voz. Por sua vez, o Bosco Centrale está relacionado ao selo Sustentabilidade. Além disso, os selos Personalização e Flexibilidade são aplicáveis a quase todos os prédios por serem específicos às mudanças do apartamento, enquanto o Senior Friendly e Pet Friendly possuem uma amplitude de serviços que se espalham por todo o condomínio.

Além dos selos próprios, a GT Buiding também está alinhada a outras certificações de padrão mundial, como o Green Building Council e o Green Building Council Brasil, que garantem a excelência de conceitos sustentáveis em empreendimentos de todo o mundo.

Conheça os selos

Pet Friendly: Este selo constará em empreendimentos que possuirão pet places, ou seja, espaços dedicados exclusivamente ao lazer, atividades e bem-estar dos animais.
Sustentabilidade: Este selo constará em empreendimentos que buscam efetivar o equilíbrio com o meio ambiente ao adotarem práticas sustentáveis como o reaproveitamento de água, uso de luz natural, pontos de carregamento de carros elétricos, tratamento de ruídos, gestão de resíduos e menor consumo de energia.
Controle por Voz: Este selo constará em empreendimentos que terão sistema de automação compatíveis com os dispositivos Alexa e Google Home. Bastará programar uma das Inteligências Artificiais para efetuar facilidades como controle de iluminação e ativação de aparelhos eletrônicos.
Personalização: Este selo chancela o diferencial de exclusividade que a empresa quer entregar ao cliente. O empreendimento que tem o selo permite a mudança na planta de alguns ambientes, bem como alteração dos acabamentos internos, pontos de ilunimação e itens de tecnologia.
Flexibilidade: Este selo garante ao cliente algumas alterações de planta e configuração de cômodos como living ampliado, cozinha e abertura de suites.
Tecnologia: Este selo constará em empreendimentos que possuem segurança e inovação desde a concepção do projeto, disponibilizando acesso facial e biométrico, câmeras inteligentes e, em alguns casos, portaria virtual.
Chave na Mão: Este selo constará em empreendimentos que estarão prontos para morar ou alugar assim que forem entregues. Isso vai desde o mobiliário básico até a decoração do apartamento, que será assinada por arquitetos e designers de interiores de Curitiba.
Senior Friendly: Essa certificação constará em empreendimentos que são específicos para quem quer viver a melhor idade com segurança e conforto. São apartamentos com iluminação controlada por voz, tomadas elevadas, pisos antiderrapantes, portas largas e botões de “help” físicos e por voz.

Sobre a GT Building

A partir de um conceito inovador, aliado à tecnologia, modernidade, qualidade e diferentes projetos de vida, a GT Building faz parte do grupo GT Company, que desde 2017 empreende no setor imobiliário em Curitiba por meio da GT Invest. Com foco na construção de alta qualidade, nos comprometemos com a excelência, ideias inovadoras guiadas pelas mãos dos líderes, a incorporadora chega como uma das maiores empresas do ramo em Curitiba, com 20 empreendimentos em diferentes fases, entre eles o Denmark, Bosco Centrale e o Maison Alto da Glória. Para saber mais, acesse: www.gtbuilding.com.br

Como se motivar e continuar vendendo em tempos de pandemia?

O assunto é tema de uma transmissão ao vivo realizada pela Apolar Imóveis nesta quinta-feira (23), às 10h30

Vendas no mercado imobiliário: como se motivar e continuar o ritmo de trabalho em tempos de pandemia? Este é o tema da transmissão ao vivo realizada pela Apolar Imóveis nesta quinta-feira, 23 de abril, às 10h30. A live será comandada pelo CEO da Concreto Imóveis, Eduardo Cury, e o CEO da Apolar Imóveis, Daniel Galiano.

O bate-papo aborda temas como dicas de vendas em tempos de isolamento social, como gerar negócios em meio à pandemia, como realizar um atendimento eficaz à distância e também oferece dados e informações de vendas para investidores.

Com mais de 30 anos de experiência no mercado imobiliário, Daniel Galiano também é diretor de Núcleos de Imobiliárias da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário no Estado do Paraná - Ademi-PR. Eduardo Cury traz na bagagem 25 anos de atuação no ramo imobiliário frente à Concreto Imóveis - imobiliária com sedes em Bauru, Botucatu, Jaú, Lençóis Paulista e São Manuel, e parceira Apolar por intermédio da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário - a ABMI.

A live é gratuita e aberta ao público e pode ser acompanhada no Facebook da Apolar Imóveis, pelo link: facebook.com/ApolarImoveis.

Sobre a Apolar Imóveis:

Fundada em 1969 em Curitiba, a Apolar Imóveis é hoje a maior rede nacional de franquias imobiliárias de bandeira única do sul do Brasil. Atualmente, conta com aproximadamente 400 corretores associados em mais de 20 cidades nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, além de parcerias nos Estados Unidos e Europa. A empresa atua na área de venda de terceiros, lançamentos, locação, locação Personalite, locação temporada, Real Estate (imóveis de padrão Internacional) e consórcio de imóveis. Hoje a Apolar Imóveis administra mais de 10 mil imóveis, com 80 pontos de atendimento presencial, e também oferece atendimento 100% digital. Pioneira no sistema de franquias imobiliárias, em 2019, conquistou pela 7ª vez o Selo de Excelência em Franchising - maior premiação do setor em nível nacional concedido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Convenção de Vendas 2019 da GT Building reúne 700 corretores de imóveis

Convenção de Vendas 2019 da GT Building reúne 700 corretores de imóveis
Evento realizado em dois dias aconteceu no novo espaço da incorporadora, localizado no Seminário, em Curitiba

Nos dias 15 e 16 de outubro (terça e quarta-feira), uma das mais novas incorporadoras do mercado imobiliário, a GT Building, lançou sua campanha de Natal para mais de 700 corretores. Estavam presentes funcionários da Imobiliária Thá, Imobiliária Lopes e algumas outras imobiliárias da plataforma, que puderam conferir em primeira mão as novidades da empresa para o último trimestre. O CEO da GT Company, Geninho Thomé, e o Diretor da empresa, João Alfredo Thomé, também participaram da convenção.

Geninho Thomé, CEO da GT Building, afirma que reunir tantos especialistas do mercado imobiliário em um único lugar prova que a empresa já proporciona credibilidade mesmo tendo sido criada há pouco tempo. “A GT Building já nasce gigante e derivada da ótima performance que os últimos empreendimentos tiveram. Até o fim de 2019 entregaremos quatro projetos finalizados e já temos 12 terrenos com planos em desenvolvimento. Ou seja, tudo isso demonstra a capacidade financeira que a empresa possui e prova aos funcionários e corretores que eles estão investindo no lugar certo”, diz.

No evento foram exibidos teasers dos próximos empreendimentos da GT Building, mas a principal atração foi a apresentação do projeto do novo espaço físico da incorporadora, que contemplará um ambiente muito mais confortável para atender aos clientes, além de hospedar os apartamentos decorados dos próximos lançamentos.

Sobre a GT Building

A GT Building foi fundada em 2019 e nasceu como uma das maiores incorporadoras imobiliárias da cidade. A empresa paranaense é parte do grupo GT Company, do empresário Geninho Thomé, e atualmente conta com 18 projetos em diferentes fases.

A GT Building contará com uma plataforma de vendas composta pelas maiores imobiliárias do mercado. Entre elas estão a Imobiliária Thá e a Lopes, envolvendo quase 500 corretores.