Festival de Música Sistema Fiep 

Festival de Música Sistema Fiep
Projeto incentiva trabalhadores da indústria e alunos do Sistema Fiep a revelarem seus potenciais artísticos

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=151847&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C027101d598c8%252441e27920%2524c5a76b60%2524%2540smartcom.net.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C027101d598c8%2441e27920%24c5a76b60%24%40smartcom.net.br%3E-1.1.2

O Festival de Música Sistema Fiep 2019, iniciativa do Sesi Cultura Paraná, é um projeto que acontece desde 2001 e a cada ano ganha mais força e credibilidade. A missão é incentivar os trabalhadores da indústria, seus dependentes diretos (filhos e cônjuges), e também os alunos SESI, SENAI e IEL do Estado do Paraná a participar deste desafio.
Os candidatos podem interpretar músicas brasileiras e estrangeiras de todos os estilos, valorizando a diversidade, fomentando e difundindo a produção musical e fortalecendo os colaboradores da indústria e alunos do Sistema FIEP como participantes ativos na formação cultural. São duas categorias: juvenil (14 a 20 anos) e adulta (a partir de 21 anos).
O projeto incentiva os participantes a mostrar seus talentos de uma forma profissional e prazerosa. Para Thaísa Bonato, Coordenadora de Programação Estadual, o festival já é uma tradição: “O projeto teve várias mudanças de 2001 para cá, e a valorização maior a cada ano o torna especial. É uma grande oportunidade para muitas pessoas revelar seus talentos, e até mesmo serem descobertas, já que nosso festival tem cada vez mais visibilidade”.
A primeira etapa foi a de inscrições, em que os candidatos enviaram seus vídeos. Foram 61 participantes (individualmente ou em duplas), com 50 canções, entre as quais 16 serão selecionadas para a grande final.
Marcada para dia 7 de dezembro, no teatro Campus da Indústria, a partir das 16h30, com entrada franca, a final terá muitas novidades. A mestre de cerimônias será Janine Mathias, que ainda fará um pocket show especial junto com Uyara Torrente (Banda Mais Bonita da Cidade), que será uma de nossas juradas.
O evento também conta com uma com transmissão ao vivo, pois, além da avaliação das juradas, os candidatos passam pela votação popular por meio das # de cada finalista, pela página do Facebook do SESI Cultura Paraná. Enquanto a final não chega, os finalistas terão seus trabalhos divulgados nas redes sociais do Sesi Cultura Paraná para que o público os conheça, bem como suas características e #.
Durante o evento, serão sorteados 50 pares de ingressos para o Show SESI Música Mano a Mano Trio convida João Bosco, quando o vencedor de cada categoria realizará a abertura, tendo a oportunidade de se apresentar a um grande público e diante de artistas de renome nacional. O show acontece no dia 8 de dezembro, às 19h, no Teatro Sesi Campus da Indústria.

SERVIÇO
O Sesi Cultura Paraná apresenta:

festival de música sistema fiep 2019

Data: 07 de dezembro
Horário: 16h30
Classificação: livre
Valor: gratuito
Local: Teatro Sesi Campus da Indústria
Endereço: Av. Com. Franco, 1341 - Jardim Botânico
premiação

CATEGORIA JUVENIL (14 A 21 ANOS)
1º lugar Troféu, + valor em dinheiro de R$ 1.000,00 + Abertura do show no dia 8/12
2º lugar Troféu, + valor em dinheiro de R$ 600,00
3º lugar Troféu, + valor em dinheiro de R$ 400,00
CATEGORIA ADULTO (A PARTIR DE 21 ANOS)
1º lugar Troféu, + valor em dinheiro de R$ 1.000,00 + Abertura do show no dia 8/12
2º lugar Troféu, + valor em dinheiro de R$ 600,00
3º lugar Troféu, + valor em dinheiro de R$ 400,00
Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura /
www.facebook.com/sesiculturapr

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2017, mais de um milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 8,4 mil ações culturais realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de uma forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.

TERCEIRA EDIÇÃO DO “FESTIVAL FARTURA PORTUGAL” SERÁ DE 14 A 17 DE NOVEMBRO, NO ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA, EM LISBOA

TERCEIRA EDIÇÃO DO “FESTIVAL FARTURA PORTUGAL” SERÁ DE
14 A 17 DE NOVEMBRO, NO ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA, EM LISBOA
EVENTO LEVA A GASTRONOMIA BRASILEIRA À EUROPA COM ALMOÇOS DE CHEFS NACIONAIS, MOSTRA AUDIOVISUAL E MESA DE CONVERSA
Há três anos, o projeto Fartura – Comidas do Brasil ultrapassou as fronteiras nacionais e chegou à Europa. E entre os dias 14 e 17 de novembro, acontece a terceira edição do Festival Fartura Portugal, no Espaço Espelho D´Água. Com direção geral do empresário Rodrigo Ferraz, a programação reúne a mostra audiovisual “Fartura – Da Origem ao Prato”, uma mesa de conversa, almoços e jantares com os chefs brasileiros Flávio Trombino, de Minas Gerais, Paulo Anijar, do Pará, e Marina Araújo, do Ceará.
Para abrir o Festival, no dia 14 de novembro, às 10h, uma mesa de conversa pretende trazer um panorama da gastronomia brasileira e os elos de ligação com a cozinha portuguesa. Mediado pela curadora gastronômica do projeto, Luiza Fecarotta, o bate-papo terá a participação da portuguesa Teresa Vivas (activista à MESA Cultura Gastronomica) e os chefs João Lima, Flávio Trombino e Marina Araújo.
Um dos pilares do Projeto Fartura são as Expedições, que já rodaram todos os estados brasileiros e também algumas regiões de Portugal, com uma pesquisa profunda envolvendo a cadeia produtiva da gastronomia. O registro dessas viagens resultou em um rico material audiovisual, que estará na Galeria Espelho D’Água ao longo dos dias.
Ao visitar a exposição Fartura – Da Origem ao Prato, será possível fazer uma viagem pela diversa cultura brasileira, seus ingredientes, personagens e receitas. Dos sabores exóticos do Pará aos raros cogumelos do Paraná. Além de acompanhar a expedição realizada em Portugal, que passou pela Quinta do Medronheiro, pelo Arquipélago das Berlengas, pela região do Algarve, Beira Baixa, Serpa, Viseu, entre outras.
Os vídeos produzidos pelo Projeto Fartura já receberam vários prêmios. Os mais recentes foram “Best South American Film" e "People's Choice Awards" na categoria “Documentários”, no Festival ART&TUR, com o vídeo “O Mestra da Farinha”, entregue dia 25 de outubro em Lisboa. A produção vencedora tem realização de Leandro Miranda e Luiza Fecarotta, com produção de Adriana Benevenuto.

Programação gastronômica
Os estados escolhidos para representar o Brasil no Festival Fartura Portugal estão profundamente amparados pela Expedição, além de possuírem políticas públicas que fomentam a gastronomia, que são de suma importância para fortalecer o setor.
“Enquanto Minas Gerais e o Pará têm uma cozinha tão forte que virou símbolo do estado, o Ceará, historicamente, concentrou seu olhar pra fora e hoje vive um processo de ressignificação de sua identidade, liderado por profissionais envolvidos em uma pesquisa de tradições culinárias. Os três chefs selecionados para levar os sabores do Brasil à Europa têm uma ligação visceral com a gastronomia de seus respectivos estados”, comenta Luiza Fecarotta, curadora do projeto.
Flávio Trombino chefia o Xapuri, um dos mais tradicionais restaurantes mineiros de Belo Horizonte. Com a cultura da cozinha regional em seu DNA, escreve sua história a partir do aprendizado que teve dentro de casa com sua mãe, que fundou o local há mais de 30 anos. Em seu almoço, no dia 16 de novembro, o público vai experimentar uma das mais autênticas comidas do Brasil.
Paulo Anijar nasceu no Pará, berço de uma das cozinhas mais exóticas e simbólicas do Brasil. Buscou formação e experiência internacionais, passou por restaurantes de renome em São Paulo par voltar a Belém e criar sua própria cozinha, com ingredientes regionais, conciliando o clássico e moderno, sofisticado e acessível, destacando sempre o sabor. Para o jantar do dia 16 de novembro, vai mostrar a potência do Norte do Brasil.
Marina Araújo tem 28 anos e traçou sua trajetória tendo a gastronomia como uma forma de sobrevivência. Aprendeu o ofício com a mãe, como complemento da renda e, quando se viu em situação vulnerável, se apegou a esses conhecimentos. Venceu o programa Que Seja Doce, do canal GNT, foi a Portugal chefiar o restaurante Club Life e voltou ao Brasil para pesquisar suas raízes. Lidera o Projeto Cumbuca, que busca as tradições e receitas de doces típicos do Ceará. Para o Festival ela prepara, no dia 17 de novembro, um menu que vai representar o mar, a serra e o sertão, três vertentes do seu estado.
“A gastronomia brasileira é uma grande mola propulsora de desenvolvimento no país. E o Projeto Fartura, que tem como missão trazer nossa gastronomia à luz, continua apostando em seus valores culturais, na memória e tradições de seus povos e no sabores de seus produtos. Mesmo em tempos confusos continuamos lutando pela fortificação de uma rede nacional da gastronomia brasileira. O Fartura continua percorrendo o país, documentando, ouvindo, vivendo a forma do brasileiro se comunicar pela comida e registrando a sutileza desta expressão. Mais uma vez, unidos pela força da gastronomia nos encontramos em terras de além mar, pra compartilhar nossas histórias e vitórias nessa luta”, finaliza a diretora de relações internacionais Patrícia Tavares.

PROGRAMAÇÃO
Festival Fartura
14 a 17/11 – Mostra audiovisual “Fartura – Da Origem ao Prato”.
Horário: das 11h às 24h.
Visitação gratuita.

14/11 – Mesa de conversa, com Luiza Fecarotta (curadora do Projeto Fartura), Teresa Vivas (activista à MESA Cultura Gastronomica) e os chefs João Lima, Flávio Trombino e Marina Araújo.
Horário: das 10h às 11h.
Entrada gratuita, espaço sujeito à lotação.

16/11, às 13h – Almoço com o chef Flávio Trombino
16/11, às 20h – Jantar com o chef Paulo Anijar
17/11, às 13h – Almoço com a chef Marina Araújo
Reservas:
+ 351 213 010 510
info@espacoespelhodeagua.com

Local: Espaço Espelho D´Água - Av. Brasília S/N, 1400-038 Lisboa, Portugal.
Informações:
www.farturabrasil.com.br
instagram.com\farturaportugal
instagram.com\farturabrasil

1º Festival de Happy Hour começa amanhã

1º Festival de Happy Hour começa amanhã
O complexo gastronômico Vila Urbana recebe o saboroso evento entre os dias 12 e 26 de novembro, das 17h às 21h

CURITIBA 11/11/2019 – Entre os dias 12 e 26 de novembro, das 17h às 21h, o complexo gastronômico Vila Urbana, localizado no coração de Curitiba, em plena Marechal Deodoro, vai promover o 1º Festival de Happy Hour, um evento dedicado a quem trabalha e estuda na região e está à procura de um local descontraído e aconchegante para relaxar e se divertir com os amigos.

Durante o evento, o público poderá aproveitar diversas promoções que vão agradar todos os bolsos e gostos. “O que todos esperam do happy hour é uma boa conversa, uma bebida gelada, um petisco gostoso e muito conforto para desfrutar de tudo isso! Por isso, acreditamos que a Vila seja o local ideal para quem quer aproveitar da melhor maneira a hora mais feliz do dia”, comenta Lucas Velasques, sócio administrador da Vila Urbana.

Durante o 1º Festival de Happy Hour, o público terá a oportunidade de saborear dezenas de opções de comidas e bebidas oferecidas por diversas operações da Vila Urbana: Akaryu, Deutsch, Diô, DuBom, Doce Miúdo, Komanche, La Salgatteria, Monkey's, Obleas, Opala's Drinks, Raclé, Vina Haus e Zapata. No menu do evento estarão disponíveis, por exemplo, espumantes, chopes, sanduíches, drinks autorais, salgados e sobremesas.

O 1º Festival do Happy Hour acontece na Vila Urbana (R. Mal. Deodoro, 686), no Centro de Curitiba, entre os dias 12 e 26 de novembro, das 17h às 21h. Mais informações nas redes oficiais da Vila Urbana.

1º Festival de Bolso promove música autoral independente neste final de semana

1º Festival de Bolso promove música autoral independente neste final de semana
O evento, que vai acontecer neste sábado (09), com entrada gratuita, tem por objetivo oferecer música de qualidade de forma acessível para todos, com destaque para a cantora Janine Mathias

CURITIBA, 08/11/2019 – No próximo sábado, dia 09 de novembro, o público curitibano ganhará um novo evento voltado à música independente: o Festival de Bolso. O evento aposta na diversidade de estilos, buscando disseminar música gratuita e de qualidade em um dia repleto de cultura e ebulição artística. Com apresentações de sete artistas locais, como a cantora Janine Mathias, a primeira edição do Festival de Bolso será realizada no Garden do James Bar e terá entrada gratuita.

O objetivo do evento é levar ao conhecimento dos curitibanos alguns dos grandes nomes e talentos da cena autoral local, com ritmos que percorrem o Rap, Rock, MPB, Reggae e Samba. Para isso, estão sendo preparados dois palcos: o Palco Festival, com apresentação das bandas Notívagos, Siamese e da brasileiríssima Charles Racional; e o Palco Pocket, com shows de Alienação AfroFuturista, Janine Mathias e Pete Mcee.

Promovido e idealizado pelo esforço coletivo entre a produtora audiovisual Pangea Narrativas Ilimitadas, produtora cultural Onça Discos e o estúdio de design MUTO, o evento deseja se consolidar como um festival para todos os estilos e públicos. “Buscamos representar uma classe que aprendeu a fortalecer seu trabalho por meio de parcerias e contribuições. Essa dinâmica funciona e proporciona um ambiente fértil e criativo para o desenvolvimento dos músicos”, afirma o produtor da Pangea, Luiz Mourão.

Confira todos os artistas presentes no 1º Festival de Bolso:

Palco Festival: Banda Notívagos, Siamese e Charles Racional.

Palco Pocket: Alienação AfroFuturista, Janine Mathias e Pete Mcee.

Performance Interativa: Renan Loop.

O 1º Festival de Bolso vai acontecer neste sábado, dia 09 de novembro, das 15h às 22h, no Garden do James Bar (Al. Doutor Carlos de Carvalho, 680), no Centro de Curitiba. Embora a entrada seja gratuita, é pedida uma contribuição espontânea para que o próprio público a

Festival Monte Velho chega a restaurantes do Brasil

Festival Monte Velho chega a restaurantes do Brasil

Monte Velho Tinto e Monte Velho Branco serão harmonizados com pratos do festival

Entre 4 e 17 de novembro, vinhos da região do Alentejo, em Portugal, serão os protagonistas em restaurantes de várias cidades no Brasil.

O Festival Gastronômico Monte Velho celebra os sabores da cozinha portuguesa e a versatilidade e aptidão gastronômica dos vinhos Monte Velho, elaborados pelo Esporão.

Durante o festival, ao escolher o Menu Monte Velho (prato + vinho) nos restaurantes participantes, o cliente levará para casa outra garrafa de um vinho Monte Velho Tinto ou Branco.

Em Curitiba, participam as casas Lisboa Gastronomia (prato Bacalhau Ribeira), Iberico (prato Bacalhau Confitato) e Osteria da Paz (prato Posta de Bacalhau Gadus Morhua regado com azeite e alho tostado, batatas ao murro e vegetais ao vapor).

Todas as informações do Festival Gastronômico Monte Velho estão no site oficial www.festivalmontevelho.pt. Confira a lista completa de cidades e restaurantes participantes:

Nova safra dos vinhos Monte Velho

O Festival Gastronômico Monte Velho deste ano contará com uma novidade especial: serão apresentadas as novas safras dos vinhos Monte Velho Tinto e Branco.

O Monte Velho Branco 2018 está fresco e versátil, com aroma cítrico e delicado. É intenso, com final longo e a presença marcante de notas de limão e de frutas brancas. Acompanha peixes e carnes grelhadas, especialmente em noites quentes, que contrastam com as suas qualidades.

Rico e intenso, o Monte Velho Tinto 2018 é bem estruturado e encorpado. Composto por um conjunto de castas que lhe conferem aromas de frutas vermelhas e silvestres, e leve toque de especiarias frescas. É a companhia ideal para churrascos e receitas mais condimentadas.

Os vinhos Monte Velho são produzidos pela Herdade do Esporão e importados pela Qualimpor.

 Tiê segue com turnê do álbum “DiX”

Tiê segue com turnê do álbum “DiX”

A cantora passa pelos estados Rio de Janeiro, Minas Gerais, Porto Alegre, Espírito Santos e Paraná

tbwo5q2xFCXc9xx7Etw4L_BPWtkgzeuInugmmq5Pk3lWceLDP_jEG2RwbbBTrzghliuJcmp8nZp_faxiUHmmmpx_W7bbuoImezW3nUSAXTK_WWKjhke6DxEduWxBMD5GQsAcBdib
Crédito: Johnny Moraes

São Paulo, outubro de 2019 – Entre novembro e dezembro, a cantora Tiê viaja com a turnê do novo álbum, o “DiX”. O disco e dvd, que celebra os 10 anos de carreira, conta com canções inéditas e releituras de seus sucessos autorais. No dia 1ª de novembro, Tiê abre o Festival de Música da Fundação Lia Maria Aguiar, em Santo Antônio do Pinhal, interior de São Paulo.

Entre as apresentações, a turnê conta com shows especiais na rede SESI do interior do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Vitória (ES). Tiê ainda sobe ao palco da Casa Natura, em São Paulo (SP), com convidado especial no dia 30 de novembro.

“Eu amo ir para a estrada, fazer shows e ter o contato com os fãs. Estou animadíssima com essa tour”, comenta Tiê.

Gravado no YouTube Space, no Rio de Janeiro, "DIX", que significa dez em francês, foi lançado no dia 6 de setembro e conta com 17 faixas, incluindo as participações de Rael e Cynthia Luz.

Programação geral

01/11 - Santo Antônio do Pinhal, SP
07/11 - SESI Macaé - Rio de Janeiro
08/11 - SESI Campos dos Goytacazes
09/11 - SESI Itaperuna - Rio de Janeiro
13/11 - Teatro Municipal São Pedro da Aldeia - Rio de Janeiro
14/11 - Teatro Bom Jesus Curitiba, PR
18/11 - Teatro SESIMINAS Belo Horizonte, MG
25/11 - Teatro do Sesi Vitória, ES
30/11 - Casa Natura - São Paulo, SP
04/12 - SESI Caxias - Rio de Janeiro
08/12 - Centro de Cultura José Maria Barra (Sesi) Sesi Uberaba, MG
14/12 - Teatro do Sesi Porto Alegre, RS

TERCEIRA EDIÇÃO DO “FESTIVAL FARTURA PORTUGAL” SERÁ DE 14 A 17 DE NOVEMBRO, NO ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA, EM LISBOA

TERCEIRA EDIÇÃO DO “FESTIVAL FARTURA PORTUGAL” SERÁ DE
14 A 17 DE NOVEMBRO, NO ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA, EM LISBOA
EVENTO LEVA A GASTRONOMIA BRASILEIRA À EUROPA COM ALMOÇOS DE CHEFS NACIONAIS, MOSTRA AUDIOVISUAL E MESA DE CONVERSA
Há três anos, o projeto Fartura – Comidas do Brasil ultrapassou as fronteiras nacionais e chegou à Europa. E entre os dias 14 e 17 de novembro, acontece a terceira edição do Festival Fartura Portugal, no Espaço Espelho D´Água. Com direção geral do empresário Rodrigo Ferraz, a programação reúne a mostra audiovisual “Fartura – Da Origem ao Prato”, uma mesa de conversa, almoços e jantares com os chefs brasileiros Flávio Trombino, de Minas Gerais, Paulo Anijar, do Pará, e Marina Araújo, do Ceará.
Para abrir o Festival, no dia 14 de novembro, às 10h, uma mesa de conversa pretende trazer um panorama da gastronomia brasileira e os elos de ligação com a cozinha portuguesa. Mediado pela curadora gastronômica do projeto, Luiza Fecarotta, o bate-papo terá a participação da portuguesa Teresa Vivas (activista à MESA Cultura Gastronomica) e os chefs João Lima, Flávio Trombino e Marina Araújo.
Um dos pilares do Projeto Fartura são as Expedições, que já rodaram todos os estados brasileiros e também algumas regiões de Portugal, com uma pesquisa profunda envolvendo a cadeia produtiva da gastronomia. O registro dessas viagens resultou em um rico material audiovisual, que estará na Galeria Espelho D’Água ao longo dos dias.
Ao visitar a exposição Fartura – Da Origem ao Prato, será possível fazer uma viagem pela diversa cultura brasileira, seus ingredientes, personagens e receitas. Dos sabores exóticos do Pará aos raros cogumelos do Paraná. Além de acompanhar a expedição realizada em Portugal, que passou pela Quinta do Medronheiro, pelo Arquipélago das Berlengas, pela região do Algarve, Beira Baixa, Serpa, Viseu, entre outras.
Os vídeos produzidos pelo Projeto Fartura já receberam vários prêmios. Os mais recentes foram “Best South American Film" e "People's Choice Awards" na categoria “Documentários”, no Festival ART&TUR, com o vídeo “O Mestra da Farinha”, entregue dia 25 de outubro em Lisboa. A produção vencedora tem realização de Leandro Miranda e Luiza Fecarotta, com produção de Adriana Benevenuto.

Programação gastronômica
Os estados escolhidos para representar o Brasil no Festival Fartura Portugal estão profundamente amparados pela Expedição, além de possuírem políticas públicas que fomentam a gastronomia, que são de suma importância para fortalecer o setor.
“Enquanto Minas Gerais e o Pará têm uma cozinha tão forte que virou símbolo do estado, o Ceará, historicamente, concentrou seu olhar pra fora e hoje vive um processo de ressignificação de sua identidade, liderado por profissionais envolvidos em uma pesquisa de tradições culinárias. Os três chefs selecionados para levar os sabores do Brasil à Europa têm uma ligação visceral com a gastronomia de seus respectivos estados”, comenta Luiza Fecarotta, curadora do projeto.
Flávio Trombino chefia o Xapuri, um dos mais tradicionais restaurantes mineiros de Belo Horizonte. Com a cultura da cozinha regional em seu DNA, escreve sua história a partir do aprendizado que teve dentro de casa com sua mãe, que fundou o local há mais de 30 anos. Em seu almoço, no dia 16 de novembro, o público vai experimentar uma das mais autênticas comidas do Brasil.
Paulo Anijar nasceu no Pará, berço de uma das cozinhas mais exóticas e simbólicas do Brasil. Buscou formação e experiência internacionais, passou por restaurantes de renome em São Paulo par voltar a Belém e criar sua própria cozinha, com ingredientes regionais, conciliando o clássico e moderno, sofisticado e acessível, destacando sempre o sabor. Para o jantar do dia 16 de novembro, vai mostrar a potência do Norte do Brasil.
Marina Araújo tem 28 anos e traçou sua trajetória tendo a gastronomia como uma forma de sobrevivência. Aprendeu o ofício com a mãe, como complemento da renda e, quando se viu em situação vulnerável, se apegou a esses conhecimentos. Venceu o programa Que Seja Doce, do canal GNT, foi a Portugal chefiar o restaurante Club Life e voltou ao Brasil para pesquisar suas raízes. Lidera o Projeto Cumbuca, que busca as tradições e receitas de doces típicos do Ceará. Para o Festival ela prepara, no dia 17 de novembro, um menu que vai representar o mar, a serra e o sertão, três vertentes do seu estado.
“A gastronomia brasileira é uma grande mola propulsora de desenvolvimento no país. E o Projeto Fartura, que tem como missão trazer nossa gastronomia à luz, continua apostando em seus valores culturais, na memória e tradições de seus povos e no sabores de seus produtos. Mesmo em tempos confusos continuamos lutando pela fortificação de uma rede nacional da gastronomia brasileira. O Fartura continua percorrendo o país, documentando, ouvindo, vivendo a forma do brasileiro se comunicar pela comida e registrando a sutileza desta expressão. Mais uma vez, unidos pela força da gastronomia nos encontramos em terras de além mar, pra compartilhar nossas histórias e vitórias nessa luta”, finaliza a diretora de relações internacionais Patrícia Tavares.

PROGRAMAÇÃO
Festival Fartura
14 a 17/11 – Mostra audiovisual “Fartura – Da Origem ao Prato”.
Horário: das 11h às 24h.
Visitação gratuita.

14/11 – Mesa de conversa, com Luiza Fecarotta (curadora do Projeto Fartura), Teresa Vivas (activista à MESA Cultura Gastronomica) e os chefs João Lima, Flávio Trombino e Marina Araújo.
Horário: das 10h às 11h.
Entrada gratuita, espaço sujeito à lotação.

16/11, às 13h – Almoço com o chef Flávio Trombino
16/11, às 20h – Jantar com o chef Paulo Anijar
17/11, às 13h – Almoço com a chef Marina Araújo
Reservas:
+ 351 213 010 510
info@espacoespelhodeagua.com

Local: Espaço Espelho D´Água - Av. Brasília S/N, 1400-038 Lisboa, Portugal.
Informações:
www.farturabrasil.com.br
instagram.com\farturaportugal
instagram.com\farturabrasil

12º Festival de Cinema da Lapa acontece na próxima semana com dezenas de atrações gratuitas

12º Festival de Cinema da Lapa acontece na próxima semana com dezenas de atrações gratuitas
​Realizado na histórica cidade da Lapa, localizada na Região Metropolitana de Curitiba, o festival se consagrou como uma das principais celebrações do cinema nacional nos últimos anos

CURITIBA, 31/10/2019 – Entre os dias 07 e 10 de novembro, será realizada a 12ª edição do tradicional Festival de Cinema da Lapa, na histórica cidade da Lapa (PR), localizada na Região Metropolitana de Curitiba. Promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa, em parceria com o Instituto Borges da Silveira, o evento se consolidou como uma das principais celebrações do cinema nacional e contará com uma programação gratuita repleta de atrações especiais.

Durante a programação oficial, serão exibidos gratuitamente, ao longo de quatro dias, dezenas de filmes, que serão divididos em diferentes mostras, além da realização de shows, homenagens e exposições. O evento acontece em espaços selecionados especialmente para o festival. Um dos destaques da programação ficará por conta da Mostra Competitiva de longa-metragem, que contará com a exibição dos filmes “O Amor dá Trabalho”, “Eu sou Brasileiro”, “Nóis por Nóis” e “Maria do Caritó”. Estarão em disputa, entre outros, os prêmios de Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Diretor e Melhor Filme.

A programação oficial trará, também, diversos filmes de curta e longa-metragem que vão ser exibidos na “Mostra Infantil” voltadas para as escolas, com destaque para a produção “Turma da Mônica: Laços”; na “Mostra Filmados na Lapa”, somente com produções locais; e nas mostras “Curtas-metragens Paranaenses” e “Celulapa”, com filmes produzidos em celular. Para completar a programação oficial, duas exposições fazem parte do evento: “O Cinema no Olhar ”, que trará fotografias do acervo do Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS – PR), com curadoria de Gefferson Vaz e produção de Tiomkim, em cartaz na Casa Ney Braga; e “Projeções através do tempo”, que vai apresentar o acervo do do colecionador Orlando Gonçalves, disponível para visitação no Theatro São João.

Assim como aconteceu em todas suas edições, o 12º Festival de Cinema da Lapa vai homenagear grandes nomes do cinema nacional com o Troféu Tropeiro da Lapa, que destaca a carreira de grandes artistas brasileiros. Neste ano, o festival vai celebrar a carreira da atriz Lilia Cabral, que desembarca na cidade no sábado (09). Além da tradicional homenagem, o festival entregará a Comenda Tropeiro da Lapa para o Dr. Luiz Lauro Lacks e o Diploma de Mérito para o ator paranaense Licurgo Espínola e para o exibidor Milton Durski.

Mostra competitiva

A primeira exibição da Mostra Competitiva será o filme “O Amor dá Trabalho”, que será apresentado na quinta-feira (07), a partir das 21h. O filme é dirigido por Ale McHaddo e conta a história de Ancelmo, interpretado pelo ator Leandro Hassun, um malandro e aproveitador que morre e acaba ficando preso no limbo. Para garantir seu lugar no céu, o personagem precisa praticar uma boa ação cumprindo a missão de unir um homem e uma mulher com personalidades muito divergentes. O elenco conta, ainda, com Flávia Alessandra e Bruno Garcia.

Na sexta-feira (08), a partir das 20h, será a vez da exibição do filme “Eu sou brasileiro”, dirigido por Alessandro Barros, cujo enredo aborda a vida de Léo, homem que passou a sua vida inteira tentando se tornar um jogador de futebol famoso e bem-sucedido, mas nunca teve sucesso e encontra sua força na família e na vocação ao unir o amor por futebol com a escrita. A sessão contará com a presença do ator Daniel Rocha, interprete do protagonista do longa-metragem. Já no sábado (09), a partir das 20h, será a vez do filme “Nóis por Nóis”, dirigido por Jandir Santir e Aly Muritiba, que mostra a trajetória de quatro jovens que vagam pela pista de um baile de rap, com vidas e objetivos completamente distintos, mas que terão seus destinos selados para sempre após a noite.

Para completar a Mostra Competitiva, também no sábado (09), a partir das 21h, acontece a exibição do filme “Maria do Caritó”, dirigido por João Paulo Jabur. O filme aborda a história de Maria do Caritó, interpretada pela atriz Lilia Cabral, que nas vésperas de completar 50 anos vive em uma pequena cidade do Nordeste e se vê em meio a simpatias para que, enfim, consiga se casar. Prometida a São Djalminha assim que nasceu, devido a um parto difícil, Maria do Caritó nunca encontrou um companheiro de verdade, mas vê suas esperanças ressurgirem com a chegada de um circo, já que uma cartomante lhe disse que seu pretendente seria um homem de fora.

O 12º Festival de Cinema da Lapa é promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa e Instituto Borges da Silveira, com produção à cargo de A Labirinto Produtora. Toda programação é gratuita e aberta para a população da cidade e turistas. A organização do evento disponibilizará uma van para transporte gratuito, durante os 4 dias de evento, com saídas do Guairinha ao 12h30 e retorno ás 23h. Mais informações no site www.festivalcinemalapa.com.br, nas redes sociais do evento ou pelo telefone (41) 3622-0055.

Goat Fest anuncia novo formato e local

Goat Fest anuncia novo formato e local
O festival curitibano de música e arte será realizado na Ópera de Arame, no dia 16 de novembro, com 15 atrações divididas em três palcos

CURITIBA, 31/10/2019 – A data e o local de apresentação das 15 atrações da primeira edição do Goat Fest – Música e Artes foram alteradas e o novo formato do evento acaba de ser divulgado. Agora, o novo festival curitibano vai acontecer no dia 16 de novembro, na Ópera de Arame, com atrações internacionais e nacionais divididas em três palcos: o principal da Ópera de Arame, o Ópera Arte e o palco flutuante.

O lineup contará com diferentes sonoridades, levando o público a universos musicais que têm ganhado destaque em todo Planeta. As bandas vão se revezar no espaço a partir das 19h, criando um movimento sonoro contínuo e provocante. O grande destaque do Goat Fest será o trio texano Khruangbin, que ganhou o mundo com seu incrível rock psicodélico. O grupo chega pela primeira vez em território brasileiro no embalo de uma extensa e concorrida tour pelo planeta.

A cantora e compositora Céu, que lançou recentemente o quinto álbum de sua carreira, também é uma das atrações confirmadas. A apresentação de Céu no GOAT Fest faz parte da APKÁ! TOUR 2019. O show inédito da Nomade Orquestra, que tocará acompanhada do vocalista da cultuada Baiana System, Russo Passapusso, também embala a noite curitibana com a promessa de uma apresentação intensa e inesquecível.

Atrações do Goat Fest 2019: Khruangbin, Céu, Azymuth, Nomade Orquestra + Russo Passapusso, Bernardo Bravo, Raissa Fayet, Gerra G, Reple, Corazon, Xaxim, Sotak Confusion Family, Mumbai Express, Audac, Bananeira Brass Bad e Funk You DJs.

Além da música

Cinco artistas foram convidados a retratar a fauna e flora paranaense em painéis visuais. Giulio Sertori, Luciana Gnoatto, Anthony Nathan, Pablo Daniel e João Paulo Moser irão criar obras exclusivas que estarão à venda durante o evento. Todo o lucro será revertido para ações sociais.

A primeira edição do Goat Fest – Música e Artes acontece no dia 16 de novembro, na Ópera de Arama, a partir das 19h. Os ingressos custam a partir de R$ 140 e estão disponíveis no site www.goatent.com.br e no Alquimia Boutique Bar (Rua Brigadeiro Franco, 1193). Mais informações na página oficial do Goat Fest no Facebook ou no perfil no Instagram.

1º Festival do Torresmo de Curitiba

1º Festival do Torresmo de Curitiba
O Bar Quermesse será palco do evento inédito, que contará com várias releituras do torresmo com preços a partir de R$ 10

CURITIBA, 29/10/2019 – O torresmo é um preparo culinária feito de pele de porco com gordura cortado em pequenos pedaços e frito até ficar crocante. No Brasil, a iguaria passou a ser bastante utilizada como petisco ou em outros pratos como feijoada e feijão tropeiro. Após conquistar a mesa dos brasileiros, o torresmo ganha agora o seu primeiro festival na capital paranaense.

Nesta semana, entre os dias 30 de outubro e 03 de novembro, o Bar Quermesse vai sediar o 1º Festival do Torresmo de Curitiba. Durante os seis dias de festival, o bar vai servir diversas opções do preparo, que serão comercializados por preços entre R$ 10 e R$ 20. “O Torresmo é um preparo muito tradicional no Brasil, mas que nunca ganhou um lugar de destaque em nossa gastronomia. Com o festival, queremos valorizar essa iguaria que faz parte da vida dos brasileiros”, comenta José Araujo Neto, sócio proprietário do Quermesse.

No evento, estarão disponíveis quatro receitas: torresmo em tira, torresmo tradicional, torresmo de rolo e torresmo pururuca. Para harmonizar com os preparos, o Bar Quermesse conta com dezenas de rótulos de cervejas nacionais e importadas, cachaças artesanais, caipirinhas com sabores especiais e drinks autorais.

A 1º Festival do Torresmo de Curitiba será realizado entre os dias 30 de outubro e 03 de novembro, no bar Quermesse (Rua Carlos Pioli, 513 - Bom Retiro), das 17h à 1h. Mais informações pelo telefone (41) 3026-6676.

Vem aí o 11° Festival de Pão com Bolinho

Vem aí o 11° Festival de Pão com Bolinho

Evento terá recorde de 55 bares participantes, vendendo o sanduíche ao preço único de R$ 12

Nada menos que 55 bares de Curitiba participam do 11° Festival do Pão com Bolinho, que acontece de 5 a 24 de novembro. É um recorde no evento, com a presença de alguns dos principais bares da cidade. O festival é organizado pelo portal Curitiba Honesta e esta edição fecha a programação anual da empresa, que também realiza o Festival da Carne de Onça e o Circuito de Sanduíches, entre outros eventos.
Sanduíche mais popular nos bares de Curitiba, o Pão com Bolinho será vendido pelo preço único e camarada de R$ 12. Nesta edição serão feitas diversas transmissões ao vivo pelas redes sociais da Curitiba Honesta, divulgando os bares e receitas de cada estabelecimento. Sergio Medeiros, criador e organizador do festival, espera um recorde nas vendas e participação do público.

SUSTENTABILIDADE
Numa ação inédita nos festivais do Curitiba Honesta, todo óleo de cozinha e recicláveis produzidos pelos bares participantes do Festival serão recolhidos pela campanha “Óleo Não Se Mistura”, uma iniciativa do Instituto Lixo e Cidadania, ONG formada principalmente por catadoras de recicláveis de Curitiba, e da agência de comunicação e advocacy Social Ideias. A meta desse movimento é chegar a 90 mil litros de óleo usado coletado por mês em Curitiba e Região. Esse óleo será destinado para a produção de biocombustível – uma alternativa mais ecológica e eficiente do que os combustíveis fósseis – em uma usina gerida por cooperativas de catadoras e catadores de materiais recicláveis. Para isso, a campanha “Óleo Não Se Mistura” busca a adesão de bares, restaurantes e outras iniciativas ligadas à gastronomia. O Curitiba Honesta é o primeiro portal de gastronomia a fechar parceria com o movimento, que também conta com a participação da Abrasel Paraná.

O 11° Festival do Pão com Bolinho tem como patrocinador a cerveja Eisenbahn e como apoiadores Rádio Taxi Faixa Vermelha, Heinz, Frigo Favaro, Sal Diana, Instituto Municipal de Turismo, Curta Curitiba, Compagas, Grafset, Rádio UniFM, Band TV e Tempero Comunicação em Gastronomia.

Confira abaixo a lista completa de participantes:

Academia das Cervejas
Amarillo
Armazém Santa Ana
Aufenhaus
Aurora
Bacon Bar
Barbaran
Baroneza
Barteli
Basset
Belvedere
Boteco Divina Béra
Brasílio Gastronomia
Burguer Bar
Cabana
Canabenta
Cartolas
Charles Burger
Cidadão do Mundo
Confraria Agua Verde
Dali da esquina
Denver Burger – Mercês
Edena Ruh – Arte bar
Green Gate
Hamburgueria Agua Verde
Jabuti
Kanavial
Mr Hoppy – Agua Verde
Mr Hoppy – Bacacheri
Mr Hoppy – Bairro Alto
Mr Hoppy – Cabral/ Boa Vista
Mr Hoppy – Derosso
Mr Hoppy – Ecoville
Mr Hoppy – Getúlio
Mr Hoppy – Jardim Botânico
Mr Hoppy – Jardim das Américas
Mr Hoppy – Mateus Leme
Mr Hoppy – Pinhais
Mr Hoppy – Portão
Mr Hoppy – Santa Felicidade
Mr Hoppy – São José dos Pinhais
Mr Hoppy – Trajano
Na Casa do Ganso
Pit Stop Burger
Porks - Iguaçu
Porks - Museu do Olho
Porks - Vicente Machado
Prefiro Aqui – Santa Villa
Quermesse
Quitutto
Silzeus
Tora Bar
The Blackbird Pub
Vapor Burger
Wal Halla – Shopping Jockey Plaza

Serviço:
11º Festival de Pão com Bolinho
De 05 a 24 de novembro de 2019
Preço único de 12,00
Informações: www.curitibahonesta.com

Entre pais e filhos: conheça os chefs que estarão em família no Gastronomix RJ

Entre pais e filhos: conheça os chefs que estarão em família no Gastronomix RJ

Ambos com mais de 30 anos de atuação na gastronomia, os chefs Celso Freire e Andrea Tinoco chegam à segunda edição do festival ao lado de seus filhos primogênitos: Gabriela Freire e Pedro Tinoco. Evento acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de outubro, no VillageMall

O Gastronomix tem em sua essência o conceito de ser um evento familiar. E sua composição não poderia ser diferente. Os chefs Celso Freire, curador e organizador, e Andrea Tinoco, chef convidada, estarão em casa: atuarão ao lado de seus filhos primogênitos na edição carioca do festival, que volta ao Rio no fim de outubro.

De uma forma ou de outra, Gabriela e Pedro herdaram o amor pela gastronomia de seus respectivos pais, que totalizam mais de três décadas neste universo. De um lado, os Freires comandam a curadoria e toda organização do evento. De outro, os Tinocos estarão em um stand e levarão a receita mais tradicional da família: o famoso arroz com pato da chef, que já conquistou o coração e o paladar de nomes como Madonna e o estilista italiano Valentino. As duplas poderão interagir com o público durante o festival, nos dias 25, 26 e 27 de outubro, no VillageMall.

Gabriela cresceu entre pratos e panelas. O primeiro restaurante de seu pai nasceu ao mesmo tempo que ela. O requintado Boulevard virou marca registrada entre os curitibanos. Desde muito criança, Gabi, como o pai a chama, se aventurava entre a cozinha e o salão do restaurante, sempre encontrando uma forma de diversão em meio à vida dinâmica de Celso. “Minha mãe diz que aprendi a andar de um garçom para o outro. Minhas brincadeiras preferidas eram fazer bolachas de confeitaria, andar no elevador ‘monta carga’ e fechar as pessoas na câmara fria”, conta ela, que diz ter sido uma criança ‘diferente do normal’: “Minha mãe sempre diz que eu tinha uns 3 anos e amava ostras, suco de tomate e pistache, além de adorar sair e passear por restaurantes”.

Descrição: cid:image002.png@01D5844D.D173E7C0

Já Pedro Tinoco, filho da chef carioca, é engenheiro de produção de formação e trocou o emprego no mercado financeiro pela gastronomia para trabalhar ao lado da mãe. Ele cuida da parte administrativa e financeira do Pato com Laranja, gastrobar localizado em Ipanema que atrai turistas de todas as regiões. Pedro ainda dá dicas para a mãe de como modernizar e tornar os seus pratos mais contemporâneos. A sua área de atuação garante mais tranquilidade para a chef, já que são departamentos que ela não domina. “Na minha época, não havia nem computador nos restaurantes, então, talvez eu tivesse totalmente fora da inovação e dos recursos que hoje em dia existem para ter essa parte administrativa. O Pedro faz faz isso muito bem e eu amo trabalhar com ele. É maravilhoso”, conta a mãe, orgulhosa.

Gabriela também chegou a começar uma faculdade bem diferente da área de atuação de seu pai – cursou direito por quase um ano–, mas logo viu que não levaria jeito para a profissão.
“Até hoje não sei muito bem por que cheguei a começar a faculdade de Direito. Eu sempre gostei muito da cozinha, desde muito pequena vivia no restaurante ajudando e participando de tudo. Acho que o fato de todo mundo falar tanto e ter a certeza que eu seguiria a carreira do meu pai me fez querer ser diferente. Mas a verdade é que nada daquele novo mundo combinava comigo, então, antes mesmo de acabar o primeiro ano, desisti oficialmente e transferi a faculdade para Gastronomia”, assume a filha, hoje braço-direito de Celso Freire no Gastronomix.

Após terminar a faculdade de Gastronomia, Gabriela resolveu se aventurar no exterior e viajou para a Suíça, onde frequentou por seis meses uma escola de gastronomia e hotelaria, e afirma ter sido uma grande escolha: “Foi uma experiência incrível em todos os sentidos: pessoal e profissional. Eu criei muito mais segurança na cozinha e comecei a aprender a delegar, coisa que eu sempre tive muita dificuldade, conta.

GASTRONOMIX EM FAMÍLIA

O Gastronomix nasceu há mais de dez anos em Curitiba e passou por cidades como Florianópolis e Foz do Iguaçu. Em sua segunda edição no Rio de Janeiro, Gabriela e Celso comandarão o festival juntos. Sob a curadoria e seleção dos dois, o Gastronomix RJ contará com 17 chefs renomados. O pai e a filha prezam por valorizar a gastronomia nacional e garantir que o público, além de enaltecer a culinária local, possa conhecer novidades de outras regiões do Brasil. “Tenho que chamar pessoas que tenham sentido e curtam estar lá, isso é fundamental. Outro detalhe importante é que priorizamos os chefs locais, mas temos que ter profissionais de todos os lugares do país, com todos os sotaques e regionalidades”, enfatiza o idealizador do projeto.

Descrição: cid:image003.png@01D5844D.D173E7C0

O trabalho de Gabriela é também de orientar o pai a respeito da identidade do evento e seleção de chefs, pratos e estrutura que mostrem a identidade do evento. “Com a nossa equipe de cozinha cuidamos de toda a parte relacionada a comida no evento, estrutura, insumos, produção, etc. Além disso, gosto muito de cuidar com carinho da recepção dos chefs, dar dicas de programações, ajudar no que eles precisarem e mostrar a cidade”, diz a Chef. Celso brinca orgulhoso: “Hoje eu estou de auxiliar, ela quem coordena. Estou muito feliz”.

Celso e Gabriela também têm um lema para o formato do festival: levar a alta gastronomia a preços acessíveis. Os pratos servidos no Gastronomix terão valor máximo de 30 reais, além de a entrada ser gratuita. O público ainda poderá aprender receitas servidas no evento, assistindo a aulas-show de chefs e personalidades da gastronomia. Outro requinte que resulta em sustentabilidade e diminuição de uso de descartáveis é a utilização de louças e talheres de alumínio.

METENDO A COLHER

Pedro Tinoco, por sua vez, não se dedicou a estudar gastronomia formalmente, mas sempre amou a culinária por acompanhar o trabalho de sua mãe ao longo das últimas três décadas.

Mesmo sem formação na área gastronômica, ele ajuda a mãe a fazer os cardápios, as receitas, e, às vezes, arrisca fazer alguns ajustes mais modernos e criativos. “Ele diz ‘não vamos colocar isso, vamos colocar ostra, trabalhar com receitas mais brasileiras’. Então, ele dá essas dicas porque sabe o que as pessoas da idade dele gostam de comer, e isso dá mais contemporaneidade às minhas receitas”, comprova Andrea.

O prato que Andrea levará ao Gastronomix é o tradicional da família. “O nosso Arroz caldoso de pato com cebola crocante é um resgate afetivo da minha infância e também da minha adolescência em Portugal e na Argentina. Lá eu adquiri uma boa noção da qualidade da carne e aprendi a trabalhar apenas com produtos da primeira qualidade”, conta a chef.

A opção para o festival é do gosto do filho, com uma leve modernizada na receita. “Quem for ao evento, poderá provar o prato com cebola e páprica crocante, e o arroz de pato mais caldoso, mais molhado que é a forma que o Pedro gosta do prato, é a marca dele”, comenta a mãe. “Ele sempre fala que gosta de uma comida mais equilibrada, uma acidez em algum ingrediente, algo mais picante, então o que ele fez foi colocar a cebola crocante com páprica. Isso garante que o prato seja mais rico em tempero e dá um toque mais apimentado, dando este equilíbrio”.

cid:image007.png@01D58457.B0E645C0

Fora do ambiente de trabalho, os pais e filhos continuam inseparáveis. Os Freire têm uma rotina diária de irem juntos para a cozinha preparar o almoço do dia, hábito que eles mantém religiosamente. “De cinco anos pra cá, às 11h da manhã, entramos na cozinha: são quatro mãos para fazer almoço para quatro pessoas. Quase uma hora e meia que ficamos na cozinha, vamos vendo o que precisa aprimorar, e o que vem pela frente, fazendo planos”, conta Celso Freire.

Já Andrea e Pedro Tinoco preferem aproveitar o tempo de lazer juntos fora da cozinha, mas não sem esquecer da gastronomia. Sair para comer fora, viajar, pesquisar e se inspirar para criação de novas receitas para o restaurante da família.

Celso faz questão de ressaltar as qualidades da filha: “Ela tem uma ótima mão para fazer pastas. Eu amo. Mas a maior qualidade dela é a amabilidade. Gabi é uma pessoa que tem três corações”, brinca. A filha, por sua vez, também não dispensa elogios ao chef. “Sempre fomos muito ligados e parecidos em todos os sentidos. Agora, trabalhando juntos todos os dias então, somos ainda mais ligados. É um privilégio muito grande ser filha dele, sou a fã número 1 do Chef e do pai”, finaliza.

SOBRE O GASTRONOMIX:

Data: 25, 26 e 27 de outubro de 2019, no VillageMall
Horário: Das 18h às 23h (sexta-feira), das 13h às 22h (Sábado) e das 13 às 21h (Domingo).
Curadoria de Chefs: Celso Freire Gastronomia
Curadoria de Palco: Blue Note Rio
Local: Estacionamento aberto do Shopping VillageMall (Piso L1 – Esplanada)

Estes são os chefs e os pratos que serão servidos no evento (valores de R$18 a R$28):

Andréa Ticono (Pato com Laranja) – RJ/RJ:
Prato: Arroz caldoso de pato com cebola crocante
Preço: R$25

Ariani Malouf (Mahalo Cozinha Criativa) – Cuiabá/MT:
Prato: Cordeiro Libanês, coalhada de família, bistilla de arroz com lentilha e compota de damasco
Preço: R$28

Carlos Kristensen (UM Bar e Cozinha) – Porto Alegre/RS:
Prato: Charque dos pampas, pirão de queijo, picles de moranga e vinagrete de agrião
Valor: R$25

Carolina Garofani (Caramelodrama) – Curitiba/PR:
Prato: Golden Girl - Blondie de laranja com creme de chocolate Gold, calda de caramelo com café, gelée de laranja
Valor: R$18

Flávia Quaresma (Chef consultora) (Café Iris na Casa Firjan) – RJ/RJ:
Prato: Pequena loucura de chocolate- 3 pequeninas sobremesas de chocolate
Valor: R$18

Frédéric de Maeyer (Frédéric Epicerie) – Leme/RJ:
Prato: Hambúrguer no pão de fermentação natural, queijo, molho do chef e picles de legumes
Valor: R$25

Frédéric Monnier (Frédéric Monnier) – RJ/RJ:
Prato: Assado dos sonhos com crocante da vida - Assado bovino com duas texturas de raízes orgânicas - macia e crocante
Valor: R$28

Ignácio Peixoto (Bagatelle) – RJ/RJ:
Prato: Niçoise Carioca - Atum, batatinha, tomate marinado, cebola roxa, vagem francesa, folhas orgânicas e aioli de azeitonas com anchova
Valor: R$ 28

João Diamante (JD) – RJ/RJ:
Prato: Coxinha de rabada com agrião ou bolinha de tapioca com queijo coalho e molho de pimenta (vegetariano)
Valor: R$ 25

Jonatas Moreira (Akuaba) – Maceió/AL:
Prato: Moquequinha Camarão do meu rei - Camarão, moqueca com gengibre e mousseline de banana da terra
Valor: R$28

Lia Quinderé (Sucré Patisserie) – Fortaleza/CE:
Prato: Sucroc de brownie: casquinha de brownie fina e crocante com sorvete de framboesa.
Valor: R$19

Morena Leite (Capim Santo) – Trancoso/BA:
Prato: Farofa de Pirarucu com banana da terra
Valor: R$28

Roberto Ravioli (Casa Ravioli) – SP/SP:
Prato: Sanduba de Porchetta - Pão francês com porchetta e salsa verde
Valor: R$25

Ronaldo Canha (Quadrucci) – RJ/RJ:
Prato: Costelinha de porco no molho de panela, polenta trufada, salada de couve e farofa crocante de alho.
Valor: R$28

Conceição Neroni (Margutta Ristorante) – RJ/RJ:
Prato: Rigatoni com Ragu Toscano
Valor: R$28

Flávia Daher e Clarice Bertolini (Sadia):
Prato: Prato: Penne cremoso com aspargos e chips de presunto tipo Parma Sadia
Valor: R$20

APRENDENDO COM OS CHEFS

Além de poder experimentar as iguarias preparadas por grandes nomes da gastronomia, o público terá a oportunidade de aprender diretamente com os chefs o modo de preparo de algumas de suas receitas. Mais de dez aulas-show gratuitas serão dadas durante a programação.

Todas serão inclusivas, com intérprete de libras, mas uma será ainda mais especial. Isso porque Dona Vera, cozinheira de 67 anos e deficiente auditiva, ensinará como fazer um bolo de chocolate simples e prático, sem uso de batedeira. Criadora do canal “Cozinhando em Libras”, a professora de libras esteve presente no Gastronomix de Florianópolis, em junho, e sua aula foi recorde de público.

AÇÃO SOCIAL

Preocupações com o bem-estar social e com a preservação ambiental também fazem parte do conceito do Gastronomix.

Pela parte social, o festival promoverá novamente um bate-papo comandado por chefs destinado a 50 merendeiras de escolas públicas do Rio de Janeiro. João Batista, sous-chef e braço direito de Claude Troisgros, os chefs Celso e Gabriela Freire, e a professora de Nutrição da Estácio, Jacqueline Peixoto, serão responsáveis por trocar experiências com as profissionais e discutirão temas importantes para suas atividades diárias, como reaproveitamento de alimentos, alimentação saudável e simplicidade na cozinha. Um certificado de participação após a conclusão será dado e algumas merendeiras auxiliarão os chefs na preparação dos pratos durante o evento.

De olho na responsabilidade ambiental e para evitar o acúmulo de descartáveis que um festival desse porte costuma produzir, todas as refeições serão servidas em louça de porcelana Oxford e com talheres inox.

PARA TODA A FAMÍLIA

Além de toda a programação gastronômica, o público desfrutará de shows ao vivo, com curadoria da Blue Note. As crianças poderão participar de atividades especiais promovidas pelo Muralzinho de Ideias, que vão desde yoga a espetáculos teatrais ao ar livre. Sempre com o objetivo de estimular a criatividade e imaginação, contadores de histórias, livros e brinquedos também estarão disponíveis no espaço.

A ideia é que a experiência seja completa e para toda a família. Pensando nisso, os Pets não poderiam ser deixados de lado. Para eles, o menu vem recheado: poderão desfrutar de um buffet canino saudável, pensado especialmente por nutricionista e veterinário. Além disso, terão terapias especiais, como Acupuntura, Aryuveda e Reiki.

O público que compareceu na primeira edição do Gastronomix na Cidade Maravilhosa pôde conhecer o conceito e o clima do evento e terá a oportunidade de repetir a dose. Para esta segunda edição, são esperadas mais de oito mil pessoas, que terão à disposição mais de 1.000 litros de cerveja e 3.500 kg de alimentos que serão manipulados. No ano passado, foram servidos mais de 12 mil pratos e 250 garrafas vinho durante os dois dias de festival.

12º Festival de Cinema da Lapa será realizado em novembro

12º Festival de Cinema da Lapa será realizado em novembro
​Considerado um dos principais eventos do cinema nacional, o festival acontece na histórica cidade da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba

CURITIBA, 22/10/2019 – Entre os dias 07 e 10 de novembro, a histórica cidade da Lapa (PR), localizada na região metropolitana de Curitiba, vai parar para receber a 12ª edição do tradicional Festival de Cinema da Lapa. Promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa, em parceria com o Instituto Borges da Silveira, o evento se consolidou como uma das principais celebrações do cinema nacional e contará com uma programação gratuita repleta de atrações especiais.

O evento, que em edições anteriores, contou com a presença e participação de diretores e atores de renome nacional, como Selton Mello, Alexandre Nero, Ary Fontoura, Paulo Betty, Luiz Mello, Letícia Sabatella, Leona Cavalli, Rodrigo Veronese, Jackson Antunes, Adriana Birolli, Polyana Aleixo, Guilherme Weber, Nicette Bruno, Julia Buscacio, Letícia Braga, Eva Wilma, Murilo Rosa, Nivea Maria e Osmar Prado, exibirá gratuitamente, ao longo de quatro dias, dezenas de produções. Os filmes serão divididos em diferentes mostras e sessões temáticas, com destaque para a mostra competitiva de longas, que vai premiar, entre outros, a melhor produção e os melhores diretores, atrizes e atores.

Realizada em uma tenda instalada na Praça General Carneiro, no Centro da Lapa, e em outros espaços selecionados especialmente para o evento, a programação oficial contará, também, com a realização de shows, homenagens e exposições, além de oficinas gratuitas de cinema para crianças e adolescentes do município. Outro destaque da programação ficará por conta de uma mostra de cinema itinerante que vai percorrer os vilarejos mais afastados do centro da Lapa.

O 12º Festival de Cinema da Lapa é promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa e pelo Instituto Borges da Silveira, com produção à cargo de A Labirinto Produtora. Toda programação é gratuita e aberta para a população da cidade e turistas. Mais informações e a programação completa estão disponíveis no site www.festivalcinemalapa.com.br.

Quintana Gastronomia vence etapa regional e vai representar o Paraná no concurso O Quilo é Nosso

Quintana Gastronomia vence etapa regional e vai representar o Paraná no concurso O Quilo é Nosso

Grande final acontecerá nesta quarta-feira (23) em São Paulo e reunirá restaurantes de 13 estados mais o Distrito Federal

Com um risoto de plantas alimentícias não convencionais (PANCs), o restaurante Quintana Gastronomia, da chef Gabriel Carvalho, foi eleito o restaurante que vai representar o Paraná na grande final do concurso O Quilo é Nosso, que acontece nesta quarta-feira (23), na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. O evento reunirá os vencedores de 13 estados e do Distrito Federal.

Na última etapa do concurso promovido pela Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel), cada chef terá toda a estrutura necessária para preparar a receita para uma banca de jurados, escalada pela revista Prazeres da Mesa, parceira da iniciativa. Para chegar ao resultado final que irá eleger o melhor restaurante a quilo do Brasil, o júri irá experimentar e avaliar os pratos.
Os participantes terão três horas para produção das 11 porções do prato campeão estadual, sendo dez para degustação e uma para foto que deverá prezar pela estética. Cada restaurante terá dois minutos para apresentar o prato produzido ao júri e à plateia. A decisão será transmitida ao vivo para todo Brasil nas redes sociais da Abrasel e o resultado será divulgado na quinta-feira, 24 de outubro, no Memorial da América Latina.
Premiação
O vencedor nacional receberá prêmios como placa exclusiva, divulgação em reportagens, ingressos e hospedagem para o Fórum Gestão à Mesa, da Semana da Alimentação Fora do Lar, em junho de 2020. Além disso, cada restaurante será contemplado com um ingresso para o evento Mesa Ao Vivo SP e um ingresso para o Mesa Tendências.
Disputa Regional

A escolha do representante paranaense aconteceu em uma disputa com transmissão online, na cozinha da Gold Food Service, em Pinhais. Além do Quintana Gastronomia, foram semifinalistas os restaurantes Dedo de Moça, com uma receita de pernil assado com ervas ao molho de rapadura e tamarindo, e o Sievollo, que preparou um ravioloni de batata baroa com cream cheese, molho de alho e bacon.

Com uma proposta de valorização de ingredientes locais, a chef Gabriela Carvalho apresentou aos jurados um risoto com plantas alimentícias não convencionais, a capuchinha, o ora-pro-nóbis e o peixinho. “Tenho muito orgulho por poder mostrar cada vez mais para o nosso Brasil a riqueza que a gente tem no Paraná”, disse Gabriela, emocionada ao saber o resultado.

Para o jurado Vavo Krieck, a escolha do vencedor não foi fácil. “Tínhamos três pratos diferentes, com propostas diferentes de ingredientes e sabores. O que pesou muito foi o conceito do prato e como foi criado a partir dos critérios que estavam sendo avaliados. A receita da chef Gabriela mostrou inovação e sabores surpreendentes, que não estamos acostumados”, disse.

Confira a lista de finalistas do concurso O Quilo é Nosso:
Amazonas – Kilomania - Pirarucu Pai D'égua
Bahia - Portinha Arraial - Bobó Vegano
Ceará - Verdelima Restaurante - Camarão no coco tostado com abóbora caramelizada no agridoce de goiabada
Distrito Federal - Mayer Self Service - Lombo de Bacalhau
Goiás - Évora Gastronomia - Bacalhau Tupiniquim à Cabral
Maranhão - Restaurante Feijoada Sabor - Arroz com cabrito
Minas Gerais- Restaurante Família Daniel - Pizza de couve flor
Paraná - Quintana Gastronomia - Risoto de plantas alimentícias não convencionais (PANCs)
Pernambuco - Restaurante Escola Senac - Sertão do Meu Brasil
Rio Grande do Norte - Talher Restaurante - Filé de Tilápia à rolê recheado com camarão e legumes
Rondônia - Churrascaria Costelão - Pirarucu em crosta de castanha e musseline de abóbora assada
Santa Catarina - Quatro Estações Restaurante - Suflê de gorgonzola com maçã
São Paulo - Cinque Sensi - Capeleti de Lagosta em consomê de camarão trufada
Tocantins - Restaurante Victória - Pirarucu de Fusão

Mais informações em https://www.oquiloenosso.com.br

Rua 24 Horas promove o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba

Rua 24 Horas promove o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba
A segunda edição do tão esperado festival vai acontecer em um dos pontos turísticos mais tradicionais da capital paranaense, nos dias 26 e 27 de outubro

CURITIBA, 18/10/2019 – O strogonoff é um prato da culinária russa feito de cubos de carne bovina num delicioso molho de creme de leite. Criado em meados do século XIX, popularizou-se rapidamente e se espalhou pelo mundo. A receita é simples, dourar e flambar a carne, adicionar mostarda e finalizar com creme de leite. Mas a criatividade dos chefs possibilita versões diferentes do clássico, oferecendo novos sabores e experiências.

Pensando neste preparo extremamente saboroso e difundido em todo planeta, a Rua 24 Horas, um dos pontos turísticos e de entretenimento mais tradicionais da capital paranaense, vai promover, nos dias 26 e 27 de outubro, o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba. Durante os dois dias do festival, os restaurantes Bávaro, James Hill, Pezzo Italian Food, Prinzen, Fresh Juice e KODA vão servir várias releituras do strogonoff. Serão mais de 20 opções comercializadas pelo preço máximo de R$ 20, além de um buffet livre com seis variações da iguaria por R$ 22,90.

Entre os destaques do evento estão o suculento Strogonoff Burger do Bávaro; o penne gratinado ao molho de strogonoff de alcatra do Prizen; e o sanduíche Blue Cheese & Bacon Strogonoff do James Hill. Para os vegetarianos, o festival também terá ótimas opções, entre elas o strogonoff de palmito, preparado pelo Bávaro, e o strogonoff de palmito com grão de bico e alho poró, desenvolvido pelo Pezzo.

Para finalizar o cardápio incrível, o festival ainda conta com versões doces da iguaria. Que tal uma torta de strogonoff de doce de leite com nozes e bola de sorvete? Ou quem sabe o strogonoff de morango com suspiros? Na dúvida, pega um de cada, o que importa é não deixar de aproveitar o 2º Festival do Strogonoff de Curitiba.

Chef Karine Pacheco

Durante o festival, a chef Karina Pacheco, consultora gastronômica especializada em comida brasileira, assumirá a cozinha do Pezzo para oferecer um buffet livre especial, que terá releituras de strogonoff como grande destaque. A chef é proprietária do restaurante Ancoradouro, da cidade de Guarapuava (PR), e pós-graduanda em Gastronomia Autoral pela PUCRS. Karina tem uma carreira brilhante na gastronomia e vem surpreendendo cada vez mais na cena local, com prato ganhador no evento Inverno Gastronômico.

Confira o cardápio completo de cada operação:

Bávaro Chopperia e Hamburgueria: Strogonoff Burguer – pão macio, hambúrguer de 150g, cogumelos flambados, creme de strogonoff na versão gorgonzola e batata palha; Russian Strogonoff – strogonoff de contrafilé com purê de batata e arroz branco; Volcano Strogonoff – base de purê de batata, batatas cozidas e strogonoff de frango coberto com batata palha; Fritas Strogonoff – 400g de batata frita coberta com creme de strogonoff com bacon e queijo muçarela gratinado no maçarico; e Veggie Strogonoff – strogonoff de palmito com arroz branco.

James Hill Sandwich Company: Blue Cheese & Bacon Strogonoff – baguete de 22 centímetros, strogonoff de frango com molho cremoso de gorgonzola, bacon crocante e cogumelo opcional; Taco Strogonoff – taco crocante de strogonoff de frango, lombinho ou carne com salada; e Bolinhos indianos – cinco bolinhos indianos com duas opções de cobertura, strogonoff de doce de leite ou strogonoff de nozes.

Prinzen: Penne gratinado ao molho de strogonoff de alcatra coberto com batata palha; Strogonoff de lombinho com purê de batata artesanal e arroz branco; Strogonoff de frango com bacon, purê de batata artesanal e arroz branco; Strogonoff de costela, purê de batata artesanal e arroz branco; e Batata Suíça – batata assada recheada com strogonoff de frango com bacon, lombinho ou costela coberto com batata palha.

Fresh Juice: Milkshake de Strogonoff de nozes 300ml; Brownie com sorvete e calda de strogonoff de doce de leite; Strogonoff de doce de leite com sorvete; Strogonoff de morango e suspiro com bola de sorvete; e Torta de strogonoff de doce de leite com nozes e bola de sorvete.

KODA: Strogonoff com tiras de frango, arroz e batata palha; e Strogonoff com tiras de carne, arroz e batata palha.

Pezzo Italian Food: Buffet livre com opções de saladas; Strogonoff de alcatra e cogumelo flambado na cachaça; Strogonoff de alcatra clássico; Strogonoff de lombo na cerveja preta; Escondidinho de strogonoff de frango com açafrão e cogumelo; Strogonoff de palmito com grão de bico e alho poró; arroz branco; arroz carreteiro; batata rosti; batata palha; e fritas com cheddar. Para a sobremesa, o Strogonoff de morango com suspiros também está incluso.

O 2º Festival do Strogonoff de Curitiba será realizado nos dias 26 e 27 de outubro, das 10h às 23h. A Rua 24 Horas fica na Rua Visconde de Nácar - sem número, no Centro de Curitiba. Mais informações pelo telefone (41) 3078-9777.