Cinema com temáticas musicais ganham destaque na Oficina de Mùsica

Cinema com temáticas musicais ganham destaque na Oficina de Mùsica

Os acordes musicais se apresentam em diversas formas de arte na Oficina de Música de Curitiba. A Cinemateca está com uma programação que une a temática musical com drama, romance e aventura, em longas metragens selecionadas pelo jornalista e cinéfilo, Marden Machado. Os longas começam a ser exibidos de nesta sexta-feira, dia 18 até o último dia de evento (27/01). As entradas custam R$10 e meia-entrada R$5.

Com toda a seleção feita com filmes brasileiros, o documentário ‘Torquato Neto, todas as horas do fim’ abre a agenda. O longa acompanha a infância do artista integrante da Tropicália, até sua morte com 28 anos. O ator Jesuíta Barbosa dá vida a poemas e outros escritos de Torquato.

Filmes ficcionais completam a programação, como ‘Todas as canções de amor’, ‘Paraíso Perdido’ e ‘Quase Samba’. “Quis valorizar o produto nacional, escolhendo filmes de grande qualidade que tiveram pouca visibilidade na cidade. Usando a música como mote, pude ver filmes que envolvam compositores e escolas musicais, universos que os estudantes da Oficina se sintam familiarizados”, explica Marden.

Mas não é só para os especializados em música que a programação está montada. “A intensão é que quem assista ou se sinta em casa ou que desperte o interesse pela música, não só aprender um instrumento, mas para saber apreciar a arte”, conclui Machado.

Veja toda a programação abaixo, ou no site: oficinademusica.org.br
Data: 18 e 22 de janeiro, às 16h e 20, às 19h
Filme: TORQUATO NETO - TODAS AS HORAS DO FIM
(BR, 2018, documentário, 88’, 12 anos) Direção: Eduardo Ades, Marcus Fernando
Elenco: Torquato Neto, Caetano Veloso, Gilberto Gil. Documentário sobre a trajetória de vida do poeta, cineasta, compositor e jornalista Torquato Neto. O longa-metragem acompanha da infância do artista em Teresina, sua cidade natal, até seu aniversário de 28, quando tirou sua própria vida após deixar colaborações indeléveis em movimentos artísticos como a Tropicália. O ator Jesuíta Barbosa dá vida a poemas e outros escritos de Torquato.
Data: 19, 24 e 26 de janeiro, às 16h e 27, às 19h
Filme: TODAS AS CANÇÕES DE AMOR
(BR, 2018, romance, 90’, 14 anos) Direção: Joana Mariani
Elenco: Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso, Luíza Mariani. Chico e Ana se mudam para um novo apartamento em São Paulo. Enquanto arrumam as coisas, ela acha um fita K7 e decide escutar. Trata-se de uma mixtape que Clarisse fez 20 anos antes para seu marido, Daniel. Os dois casais, apesar de distanciados pelo tempo, têm muito em comum.
Data: 23 de janeiro às 16h e 19 e 26 de janeiro, às 19h
Filme: PARAÍSO PERDIDO
(BR, 2018, drama musical, 111’, 14 anos) Direção: Monique Gardenberg
Elenco: Lee Taylor, Jaloo, Júlio Andrade. Paraíso Perdido é um clube noturno gerenciado por José (Erasmo Carlos) e movimentado por apresentações musicais de seus herdeiros. O policial Odair se aproxima da família ao ser contratado para fazer a segurança do jovem talento Ímã, neto de José e alvo frequente de homofóbicos, e aos poucos o laço entre o agente e o clã de artistas românticos vai se revelando mais e mais forte - com nós surpreendentes.

Data: 20, 25 e 27 de janeiro, às 16h
Filme: QUASE SAMBA
(BR, 2015, drama, 82’, 16 anos) Direção: Ricardo Targino
Elenco: Mariene de Castro, João Baldasserini, Otto. Teresa é uma cantora de samba, que mora na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Mãe solteira de um filho pequeno, ela está grávida do segundo filho, e luta para sustentar a família. Dois homens aparecem em sua vida: o primeiro é o antigo namorado, um policial grosseiro e violento, e o segundo é um jovem atencioso, disposto a assumir a paternidade do futuro bebê. Enquanto o coração de Teresa se divide, ela conta com a ajuda do melhor amigo.

Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 - São Francisco)
Ingressos: R$10 e meia-entrada R$5