Mercado estuda uso de Drones para entregas em casa

A pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus (COVID-19) está fazendo com que muitas empresas de delivery repensem suas alternativas de entrega. Uma das opções é o uso de drone, tendo em vista que a tecnologia aumenta a velocidade da entrega e evita o contato entre cliente e entregador.

“Grandes marcas já estão com projetos de uso de drone prontos para serem colocados em prática. Em diversos países este sistema é uma realidade e, neste momento, se mostra uma alternativa eficaz e segura”, afirma o professor do curso de pilotagem de drones do Centro Europeu, Alexandre Scussel.

O mercado de delivery no Brasil está em constante expansão. O último levantamento realizado pelo Sebrae (2017) aponta que a movimentação chegou a R$ 9 bilhões em um ano, com crescimento de aproximadamente 12% no mesmo período. Em 2018 a movimentação ultrapassou R$ 10 bilhões.

Segundo ele, além da comodidade de escolher o que precisa por aplicativo e esperar o produto chegar em casa, agrada a muitos brasileiros e o serviço de entrega está passando por uma transformação. “Outra contribuição desta tecnologia - utilizada em países da Europa e África - está associada ao transporte de órgãos e medicamentos”, afirma.

Alexander Scussel conta que na área da alimentação os primeiros testes para entregas utilizando drones no Brasil foram feitas em 2018. “A realidade da entrega de comida por drones está mais distante do que o delivery utilizado pela indústria, mas tende a crescer rapidamente”, completa.

EXEMPLO - A startup SMX Systems é a primeira e única a atuar no Brasil com drones para o transporte e entrega de cargas leves. O serviço é prestado em Rifaina, cidade no interior de São Paulo que é cortada por um rio, e consiste na entrega de medicamentos.

Os equipamentos realizam entregas com segurança em um raio de aproximadamente 5 quilômetros. “Às vezes a distância não é tão grande, mas existem entroncamentos ou algum outro obstáculo de trânsito.Também sabemos que a quantidade de carros nas ruas é um problema global, o que pode incentivar ainda mais o mercado de entregas por drone”, explica Scussel.

MERCADO DE TRABALHO

Para prestar o serviço de pilotagem de drone é necessário ter autorização e cumprir as determinações da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Em Curitiba, o Centro Europeu possui um curso específico para a formação de pilotos de drone, demanda que surgiu devido ao crescimento do mercado.

“Hoje os pilotos trabalham principalmente com a produção de imagens e vistorias técnicas de áreas. No entanto, as crise está gerando novas áreas de atuação. Sabemos que será necessário muitos profissionais capacitados”, explica Alexandre.

--

James lança serviço de assinaturas com entrega gratuita a clientes vulneráveis

Pensando nos clientes mais vulneráveis, o James passa a realizar entregas gratuitas para aqueles que fazem parte do grupo de risco (idosos, profissionais da saúde e pessoas que tenham doenças que podem complicar o quadro em caso de infecção pelo coronavírus). Por meio de seu programa de assinaturas Prime, esse público não pagará a mensalidade do benefício por tempo indeterminado para as compras a partir de R$ 50 no Extra e no Pão de Açúcar e a partir de R$ 25 em restaurantes parceiros selecionados. Não há limite de quantidade de compras por mês.

A decisão de zerar a taxa mensal neste momento está em linha com o posicionamento da empresa em oferecer o melhor serviço para os clientes que precisam realizar suas compras, incluindo itens essenciais de supermercado, mas têm permanecido em casa devido às orientações da OMS.

O Prime consiste em um programa de assinatura no qual o cliente pagará apenas um valor mensal pré-definido para realizar quantas compras precisar pelo aplicativo do James Delivery no período de um mês, sem a cobrança de outras taxas de entrega. Para o público em geral, o valor da assinatura será a partir de R$ 19,90. Por enquanto, o benefício é válido apenas para os clientes do grupo de risco, os quais serão identificados no momento de cadastro no aplicativo e não terão a cobrança automática da mensalidade.

O James Delivery é um superapp que realiza entregas em menos de uma hora com atuação em 18 cidades brasileiras. Além de trabalhar com vários tipos de estabelecimentos comerciais, o James é a plataforma de entregas last mile exclusiva das redes Extra e Pão de Açúcar.

Jockey Plaza Shopping lança projeto Juntos para o Bem

O empreendimento coloca nas ruas campanha para incentivar a doação de sangue, abre suas redes sociais às instituições locais com foco em atos humanitários em meio à pandemia da COVID-19 e se torna ponto de doações para a Cruz Vermelha

Atento às necessidades das comunidades locais frente a nova realidade do Brasil e do mundo, o Jockey Plaza Shopping lança o projeto Juntos para o Bem, um conjunto de ações com o objetivo de contribuir para as causas sociais de instituições que fazem a diferença na sociedade.

A campanha começou quando, na última semana, o Jockey Plaza Shopping fez a substituição de suas campanhas publicitárias nas ruas para incentivar a doação de sangue na cidade. Com a orientação de isolamento social, o movimento dos hemocentros caiu muito e a doação é essencial para salvar vidas. Foram utilizados painéis de rua em vias de grande fluxo na cidade, onde o empreendimento já possui mídia contratada, incentivando a população a doar sangue. Além da conscientização sobre ficar em casa para evitar o contágio do coronavírus, a campanha fala com aqueles que precisaram sair por algum motivo: “Já que está na rua, Doe Sangue.”

Na sequência, o meio digital entrou como protagonista desse grande projeto. Com mais de 110 mil seguidores nas redes Instagram e Facebook, e cerca de 300 mil interações semanais, o shopping colocou seus perfis à disposição de instituições que precisem pulverizar suas ações e captar doações.

O departamento de marketing faz a curadoria dessas instituições, com o objetivo de divulgar ações que estejam voltadas a minimizar problemas sociais gerados pela pandemia da COVID-19. “O projeto prioriza ações de ONG’s e instituições locais que ajudam causas que surgiram a partir da pandemia e de outros problemas sociais já existentes que se agravaram nesta época. As pessoas estão dentro de suas casas e, muitas vezes, não têm informações sobre as instituições que precisam de ajuda neste momento”, afirma a gerente de marketing Michelle Cirqueira.

Nesta semana, o Jockey abriu espaço para a plataforma Existe Amor em Curitiba, que tem como objetivo reunir e facilitar a comunicação entre aqueles que querem ajudar e os que precisam de suporte: psicólogos que oferecem apoio emocional, professores oferecendo conteúdo para as crianças em casa, e muitos voluntários que doam seu tempo ensinando o que sabem fazer.

Para divulgar uma associação, é necessário entrar em contato pelo email marketing@jockeyplaza.com.br, com o assunto no e-mail Juntos para o Bem. As próximas instituições já selecionadas serão a Socorro aos Necessitados - mantenedora do Lar dos Idosos Recanto do Tarumã, Missão de Acolher - que oferece apoio e acolhimento à famílias e acompanhamento educacional de crianças carentes, e o Projeto Luz - que distribui alimentos no centro de Curitiba para moradores de rua.

A partir do dia 2 de abril, entra em ação a terceira etapa do projeto, e o Jockey Plaza Shopping se torna ponto de doações de produtos de higiene, alimentos não perecíveis e cobertores, direcionados para a Cruz Vermelha, principal instituição de ajuda humanitária do mundo. A entrega das doações poderá ser feita pelo acesso C do empreendimento, na Rua Konrad Adenauer, sem a necessidade de entrar no estabelecimento. “Utilizamos nosso espaço, que era destinado aos carros de aplicativo, como um ‘drive in’ para receber as doações. É possível parar, deixar os produtos nas caixas coleta e seguir sem nenhum contato social”, afirma Cirqueira. Os insumos arrecadados serão destinados às pessoas necessitadas, com foco na ajuda humanitária em meio à pandemia do coronavírus.

O shopping permanece com atividades suspensas por tempo indeterminado, com algumas lojas e operações com atendimento via delivery. Neste período, as campanhas e comunicação estão centradas nos canais digitais do empreendimento. Instagram: @jockeyplazacuritiba e Facebook: @jockeyplazashopping.

Sobre o Jockey Plaza Shopping:

Inaugurado em junho de 2019, o Jockey Plaza Shopping possui mais de 200 mil m² de área construída, com 325 operações, sendo 28 opções na praça de alimentação, além de um boulevard gastronômico com vista panorâmica para a pista de corridas do Jockey Club do Paraná. O empreendimento conta ainda com oito salas de cinema Cinépolis e espaços para jogos e lazer, que tornam o local ainda mais completo. Com um vasto mix de lojas e serviços, é um shopping que se propõe a atender de forma democrática todos os seus perfis de público. O projeto arquitetônico prioriza espaços amplos, iluminação natural e muita área verde, e busca ressignificar o lazer, remetendo o local a uma extensão de um espaço externo. O Jockey Plaza Shopping é um empreendimento do Grupo Tacla Shopping, Casteval, Paysage e GRCA.

www.jockeyplaza.com.br

Rua Konrad Adenauer, 370 – Tarumã

Turnê do KISS no Brasil Adiamento

Segundo Esclarecimento Público sobre a Turnê do KISS no Brasil: Adiamento

Prezados fãs e consumidores;

A produtora de eventos Mercury Concerts, responsável pela turnê da banda KISS, End Of The Road World Tour, no Brasil, juntamente com a banda e seus representantes, vêm a público informar que, em razão da crise do coronavírus, todos os shows da turnê foram adiados. Seguem abaixo as novas datas:

- em São Paulo/SP, dia 14/11/2020, no Allianz Parque; 

- em Brasília/DF, dia 10/11/2020, no Ginásio Nilson Nelson;

- em Uberlândia/MG, dia 12/11/2020, no Estádio Parque do Sabiá;

- em Ribeirão Preto/SP, dia 15/11/2020, na Arena Eurobike;

- em Curitiba/PR, dia 17/11/2020, na Pedreira Paulo Leminski; e

- em Porto Alegre/RS, dia 19/11/2020, local a definir. 

             

Por fim, destacamos que todos os ingressos já adquiridos serão válidos para as respectivas novas datas, não havendo necessidade de troca/substituição de nenhum ticket. 

São Paulo/SP, 30 de março de 2020

O consumidor DC – Depois do Coronavírus: 7 pontos para reflexão (*) Por Marcos Gouvêa de Souza

De novo ambicioso e possivelmente prematuro, cabem algumas reflexões, ainda que básicas em vários aspectos, sobre o consumidor DC: Depois do Coronavírus, em especial na nossa realidade.

Temos em transformação um processo intenso, profundo, amplo, global e local, que envolve as mudanças que nos foram impostas, ou nos impusemos, decorrentes da combinação dos efeitos da pandemia causada pelo COVID-19, potencializada pelos dramáticos reflexos econômico-financeiros, que alteram de forma estrutural o comportamento dos consumidores.

É sabido que ao longo do tempo existe um processo natural de amadurecimento e desenvolvimento dos consumidores por conta das transformações da economia, tecnologia e da sociedade como um todo. Mas eventos extemporâneos, como guerras, pandemias, crises econômicas ou disrupção tecnológica intensa, alteram o ciclo evolutivo natural, precipitam ou alteram comportamentos no momento de sua ocorrência e geram mudanças estruturais que se incorporam de forma permanente.

Como contribuição para um pensar mais estratégico sobre essas mudanças comportamentais, a partir da leitura, observação, análise e a experiência de termos vivido momentos também intensos em alteração do ciclo evolutivo natural, listamos alguns temas sobre os quais deveríamos refletir e avaliar seus impactos em nossas vidas, atividades, relacionamentos, atividade profissional e negócios. E essa simples ordem na sequência já é indicativa dessas mudanças.

Adiante começarão a surgir pesquisas que poderão respaldar ou alterar esses pontos iniciais de reflexão, sempre lembrando que estudos com consumidores no calor do momento, embutem uma componente emocional que o tempo costuma ajustar, ficando apenas aquilo que representa a percepção, reação e atitudes do momento.

1) Para o mundo que eu quero descer – Eis aí um fato que o calor do momento precipita. Muitos tendem a repensar criticamente seus valores pessoais e em relação à vida, à sociedade, às atividades sociais, profissionais e empresariais. De forma marcante o momento precipita um repensar mais profundo sobre o que essas pessoas têm feito, agido e se sensibilizado e o resultado será um pensamento mais crítico, cauteloso, consciente sobre temas que passavam como menos relevantes ou indiferentes. Ao contrário.

Elementos envolvendo consciência social e comunitária, por exemplo, crescem muito de importância de forma geral, com a sensibilidade exponenciada pelo momento porém, passada a turbulência, permanecerão de alguma forma nas atitudes, nos comportamentos e possivelmente, uma boa parte, gerando ações e percepções sobre marcas, produtos, pessoas, líderes e negócios com os quais se identificarão mais ou menos em relação ao período AC – Antes do Coronavírus;

2) Meu espaço, meu mundo, se tornaram menores – Outro aspecto que deve emergir, influenciando comportamentos e atitudes, se refere à profunda interconexão de tudo e todos que se torna flagrante pelas limitações impostas e o convívio compulsório com a nova realidade. A começar pelo fato, inconteste, que um problema nascido numa feira de uma província na China se espalhou pelo Mundo e impõe uma nova ordem sem que praticamente nenhuma região ou população consiga se isolar do problema maior.

Essa percepção, em tese, tenderá a ser mais relevante nas novas gerações que tinham tendência a um comportamento menos coletivo individualmente, ainda que muito mais sensíveis aos grandes temas coletivos sociais, como Sustentabilidade, Causa, Propósito e a busca do bem comum;

3) Mais frágil e não tem como negar – A combinação perniciosa de fatores, liderados pelo COVID-19 e as reações de toda ordem, algumas mais passionais, mas todas destacando o caráter compulsório das restrições pessoais e sociais criam um sentimento de fragilidade individual talvez sem precedentes e talvez só comparável ao ocorrido em períodos de guerra e convulsões. Esse sentimento ocorre no plano mais geral e é ainda maior no individual já que as limitações impostas por cortes, restrições, reduções, ajustes e eliminações envolvendo toda sorte de temas, criam no indivíduo esse sentimento de maior fragilidade.

Esse sentimento deve ser percebido e reconhecido, e cabe às organizações, governos e na própria família, por suas lideranças, apoiar, inspirar e estimular uma atitude positiva em relação ao difícil quadro geral, sem criar ilusões ou alienação, mas através de atitudes que envolvam a construção e reconfiguração de um futuro melhor à frente.

No processo de reconstrução, ainda que seja quase inevitável uma fragilização financeira da maioria de negócios e organizações, poderão emergir empresas, grupos e conceitos mais valorizados por sua competência em administrar a moral, a atitude e o senso de comprometimento derivados da capacidade de sobreviver a um período com esse grau de dificuldade. E isso deve ser o tônus que equilibra esse sentimento individual de fragilidade;

4) Hiperconveniência como novo paradigma – Era um processo em natural evolução e resultado da convergência de dois fatores simultaneamente. De um lado as dificuldades, restrições, segurança e tempo envolvidos em deslocamentos, em especial nos grandes centros urbanos, que empurravam as pessoas para um comportamento demandante de maior conveniência, reduzindo especialmente o tempo e gerando facilidade e racionalidade.

De outro lado, causa e consequência desse primeiro aspecto, o aumento exponencial da oferta para atendimento dessa demanda emergente, pela multiplicação de formatos e negócios mais convenientes, serviços intermediários viabilizadores e toda uma atitude mais ponderada de que conveniência custa mais do que outras soluções.

O crescimento abissal dos serviços de entregas, que vinham sendo estimulados pela compra de participação de mercado através de fortes investimentos em promoção e fidelização de consumidores já havia criado uma outra realidade e que, agora, neste período, tem sido melhor percebida em suas vantagens e desvantagens, especialmente nesta última pelos atrasos de entregas por conta da elevada demanda.

E se num primeiro momento era coisa de cidade grande, espalhou-se agora por cidades de menor porte e sem dúvida se incorporará de forma marcante, alterando estruturalmente hábitos e preferências e criando uma nova realidade com suas inúmeras vantagens e eventuais desvantagens, dentre elas o menor acesso aos pontos de vendas tradicionais;

5) Menos fidelidade, mais experimentação – Em outro artigo desta série já havíamos tratado deste tema, que é também uma aceleração de um processo natural derivado do aumento exponencial de alternativas para escolha de produtos, marcas, locais, canais e empresas. O tema aumento das alternativas de escolha foi muito explorado no livro O Paradoxo da Escolha de Barry Schwartz.

Vínhamos num processo em que o aumento e promoção da oferta de quase tudo gerava crescente infidelidade no consumo, como resultado do apelo por tudo que era ligado ao novo, em especial pelas novas gerações. E o aumento da predisposição à experimentação é o outro vetor dessa mesma equação.

No presente cenário, com reflexos significativos no futuro, as contingências impostas pelo quadro instaurado estão obrigando, ou estimulando, ainda menor fidelidade e maior abertura para experimentação que, se positiva, ao mesmo tempo em que estimula a troca, favorece o comportamento mais aberto a ainda mais interessado na experimentação;

6) Mais razão e menos emoção. Não tem outra opção – A pressão desmedida a que todos estão submetidos reflete-se num crescimento inevitável do vetor razão no processo de avaliação e compras de produtos e serviços. Historicamente, por segmento ou geografia, existem pesos relativos considerados nos processos de escolhas. Por exemplo, determinadas regiões por predominância da ascendência europeia com uma cultura forjada em vetores mais racionais, tem maior peso nas decisões esse lado da moeda. Em outras, o emocional tende a ter maior peso. E ao longo do tempo e ao sabor das experiências e do momento, esse processo, do peso relativo do racional e do emocional, tende a variar, privilegiando um ou outro em termos relativos.

Mas é inegável que a extensão e intensidade dos problemas e das situações agora vivenciados tenderão a marcar o comportamento futuro dos consumidores impregnando um vetor com maior peso da componente racional por um bom tempo e, talvez, esmaecendo à medida que a experiência vivida se torne parte da história individual e coletiva.

Mas a componente racional estará mais presente de forma inevitável e a comunicação, os relacionamentos e as propostas, ainda que em temas onde a emoção seja o fator dominante, como no turismo, produtos e marcas de luxo e outros, deverão ter uma sustentação mais racional para se adequarem ao comportamento emergente;

7) Foi decisivo, não será esquecido – Em todos os sentidos. São em períodos de intensa carga emocional, tensão e pressão que a sensibilidade fica especialmente atenta a tudo que toca nossas vidas. E as marcas, produtos, serviços, canais, pessoas, líderes e colegas que possam ser importantes nesse momento, criam um vínculo de longo prazo que condiciona comportamentos e atitudes com respeito a preferências e escolhas agora e por muito tempo mais. Por essa razão muitas empresas nesse período estão sendo cautelosas em oferecer algo que não seja institucional.

Passado o momento mais agudo, ficará presente os que foram solidários e apoiaram e os que tentaram se aproveitar. E isso envolve temas inclusive como empresas que, aproveitando a alta demanda, aumentam preços para um equivocado benefício momentâneo. As ações sensíveis e positivas aumentarão o ativo intangível das empresas, marcas e negócios e, de outro lado, o comportamento mesquinho de melhoria de vendas e margens em meio ao quadro de absoluto estresse ficará marcado no longo prazo das relações com as pessoas.

É líquido e certo que a complexidade do comportamento humano é grande demais para, ambiciosamente, listar apenas alguns tópicos para reflexão sobre o que veio para ficar em termos de ações, atitudes, valores, percepções e reações de consumidores.

Mas é um ponto de partida, pois se a hipervolatilidade do ambiente já ensejava atenção plena e constante sobre seus reflexos no comportamento dos consumidores, ela agora é exponenciada pelas transformações do momento que determina ainda maior atenção e capacidade de reação.

Tomem isso como um convite à discussão. O futuro de nossas relações, posicionamento, comunicação e propostas, passa por tudo isso.

NOTA: o artigo desta semana também tem o apoio dos líderes de negócios da Gouvêa que se mobilizaram para compartilhar uma visão do presente e, principalmente, do futuro do varejo e do consumo como forma de contribuir com reflexões para apoio de nossos clientes e parceiros.

(*) Marcos Gouvêa de Souza é fundador e diretor-geral do Grupo GS& Gouvêa de Souza, membro do IDV – Instituto para o Desenvolvimento do Varejo, do IFB – Instituto Foodservice Brasil, presidente do LIDE Comércio e membro do Ebeltoft Group, aliança global de consultorias especializadas em varejo em mais de 25 países. Publisher da plataforma Mercado & Consumo.

Sebrae lança campanhas para ajudar os pequenos negócios a superarem a crise do Coronavírus

Durante o mês de abril, "Compre do Pequeno" e "Sebrae ao seu lado" estarão nas TVs aberta e fechada, e na Internet dando orientação à sociedade e aos empreendedores

O Sebrae lança neste sábado (28) duas novas iniciativas com o objetivo de apoiar e orientar os pequenos negócios durante a crise provocada pelo COVID-19. As campanhas “Compre do Pequeno” e “Sebrae ao seu lado” serão veiculadas nas TVs aberta e fechada e na internet. As peças da campanha fortalecem a importância dos pequenos negócios para o país e estimulam a sociedade brasileira a privilegiar as micro e pequenas empresas nesse momento de crise, preservando os negócios locais e milhões de empregos.

A campanha “Compre do Pequeno” alerta que durante esses tempos de isolamento social, é importante cuidar de nós mesmos e das pessoas que estão ao nosso lado e que o ato de priorizar, no momento da compra, a opção pelos pequenos negócios, ajuda a manter a população perto de casa e as micro e pequenas empresas a ficarem mais fortes, mantendo empregos e a economia local funcionando. A campanha estará nos canais de TV aberta e canais por assinatura durante boa parte do mês de abril e nas mídias sociais e portais de notícia até o final de abril.

“Sebrae ao seu lado” é uma campanha que tem como público os Microempreendedores Individuais (MEI), microempresários e donos de pequenos negócios. A campanha lembra que, em tempos difíceis como esse, todo mundo precisa se adaptar e que os empresários não estão sozinhos. Os anúncios estarão nas TVs aberta e por assinatura, bem como nas mídias sociais, informando que o Sebrae continua apoiando os micro e pequenos negócios com uma força tarefa virtual, que está trabalhando para encontrar soluções e oportunidades para que esses empresários possam enfrentar os desafios do momento. Os especialistas do Sebrae estão atendendo por telefone, pelo portal e pelas redes sociais, esclarecendo dúvidas e dando orientações.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, reforça que os pequenos negócios são o alicerce da economia brasileira. “O Brasil tem quase 17 milhões de micro e pequenas empresas, que respondem por quase metade da massa salarial do país e aproximadamente 30% do PIB nacional. Mas, nesse momento, o setor está entre os mais vulneráveis à crise”, destaca Melles. “Por isso, insistimos na importância de incentivar a população a comprar dos pequenos negócios. Mais do que nunca, é hora de priorizar o pequeno comércio de bairro, perto de nossas casas, para a compra de produtos e utilização de serviços pagos, bem como pela internet e por aplicativos”, ressalta o presidente do Sebrae.

Nota de esclarecimento – Alta de preço nos supermercados

A Apras – Associação Paranaense de Supermercados – vem por meio desta nota esclarecer as altas de preços que alguns produtos sofreram nos últimos dias.

Os empresários supermercadistas destacam que estão solidários à população e que este não é o momento de lucrar, mas apenas de garantir que não faltem produtos de necessidade básica na mesa dos brasileiros.

A Apras salienta que os supermercados, em geral, não estão medindo esforços para manterem os preços o mais baixo possível. Os seus associados informaram que não mexeram em suas margens e que apenas estão repassando as altas aplicadas pelas indústrias.

As indústrias aumentaram os preços de diversos produtos, como o leite, por exemplo, que chegou a ficar 30% mais caro. As redes supermercadistas estão unidas clamando pela conscientização das indústrias para não praticarem preços abusivos.

O aumento do volume de compras por parte das indústrias, motivado pelo crescimento desenfreado do consumo, acabou fazendo com que os produtores também leiloem seus produtos para as indústrias, que acabam sendo forçadas a pagarem mais caro para garantir a compra.

A Associação destaca que o aumento no consumo da população também acabou refletindo diretamente na economia, já que as indústrias costumam trabalhar com uma programação de produção que não previa este crescimento. Para atender a alta demanda, é necessário aumentar a produção, o que exige mais turnos de trabalho, compras de última hora de algumas matérias-primas (que também sofreram reajustes), entre outros fatores que aumentam o custo do produto, como a oscilação do dólar.

Outro ponto é que as redes supermercadistas vinham trabalhando com grandes negociações, que resultavam na oferta de promoções e descontos aos consumidores. Porém, apesar do esforço das redes em manterem os preços especiais, os produtos deixaram de ser vendidos pela indústria com o desconto que costumavam oferecer.

Mesmo neste cenário, a Apras pede às indústrias para se engajarem e procurarem trabalhar com margens saudáveis e não abusivas, pois a sociedade precisa da empatia e da solidariedade de todos neste momento.

O setor também pede que a população não compre além da necessidade e consuma com consciência, sem estocar alimentos, pois essas atitudes ajudam a manter os preços e evitam o desabastecimento.

Apras – Associação Paranaense de Supermercados.

Este é um problema que também atinge outros estados. Clique para acessar a nota de resposta do Sindileite de Santa Catarina

CORECON-PR — Sanar dúvidas na crise do coronavírus

Diante da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) que o Brasil e o mundo estão enfrentando, muitas pessoas estão se perguntando sobre a gravidade dos danos que esta crise de saúde pública causará na economia do Estado e consequentemente na vida financeira pessoal e/ou empresarial. Com o objetivo de esclarecer estas dúvidas o Conselho Regional de Economia do Paraná (CoreconPR) lança um Canal de Comunicação entre a entidade e a sociedade civil.

Empresários, principalmente das micro, pequenas e médias empresas de todos os setores, e população em geral, podem fazer perguntas e esclarecer dúvidas de questões referentes ao enfrentamento da crise e a reconstrução da economia. Para participar, as pessoas deverão enviar suas dúvidas e perguntas para o e-mail: duvidaseconomia@coreconpr.gov.br.
Vários economistas paranaenses se voluntariaram em uma Rede de Economistas Consultores Voluntários do CoreconPR a fim de responder às inúmeras dúvidas que surgem neste período, contribuindo através dos seus conhecimentos na área econômica e financeira.

O presidente do CoreconPR, Carlos Magno Bittencourt, reforça a importância de ações como essa em prol da sociedade. “ Diante deste cenário, o Conselho Regional de Economia do Paraná, quer se aproximar e se solidarizar com a sociedade paranaense. Então, a forma mais adequada é compartilhar nossos ricos conhecimentos com aqueles que carecem de informações e alternativas. O compromisso de exercer nossa profissão em prol do próximo“, conclui.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde para ficar em casa

Como forma de prevenir a disseminação do novo coronavírus fez com que empresas expandissem a prática de home office ou a implementassem pela primeira vez. Reunimos depoimentos de profissionais que atuam nos setores de tecnologia e mobilidade elétrica para sabermos quais os pontos positivos e os desafios de se trabalhar de forma remota, principalmente para minimizar o avanço da covid-19.

Douglas Klassen, analista de Negócios da Anker, marca americana de acessórios para carregamento de dispositivos e soluções portáteis de áudio.

Pessoa posando para foto em frente a computador Descrição gerada automaticamente“Evitar o trânsito e tempo de transporte são as principais vantagens do trabalho remoto. Isso permite com que eu acorde com mais disposição e contribui muito em todas as tarefas do dia. Sinto a falta de contato pessoal, o que contorno bem com as ferramentas de comunicação digital, as mesmas que também ajudam na manutenção da produtividade. O principal desafio é entender que o novo local de trabalho é o mesmo do descanso. Por isso, é muito importante separá-los, de alguma maneira. Neste sentido, visto-me como se estivesse na empresa e tenho um espaço preparado especificamente para ser a minha estação de trabalho.”

Jonatan Alan, analista de projetos da unidade de tecnologias educacionais da Positivo.

Homem sentado em frente a mesa com computador Descrição gerada automaticamente“Minha produtividade melhorou. Fico muito mais focado estando em casa, mesmo com toda a família por aqui. Consigo ouvir música durante minhas atividades, o que potencializa a criatividade. Se algo gera estresse, posso abraçar meu cachorro. Isso é muito confortante. Em alguns momentos do dia sinto falta de conversar com as pessoas, por isso criei o hábito de convidá-las para um encontro on-line e, pouco a pouco, vamos nos acostumamos com essa interação virtual. Para um home office efetivo, ter atividades bem definidas e disciplina é fundamental. ”

Mateus Renosto, Relações Públicas da Hitech Electric, empresa especializada em soluções de mobilidade elétrica que lançou o primeiro carro autônomo elétrico do Brasil.

Homem sentado em frente a computador Descrição gerada automaticamente“O melhor do trabalho remoto é, sem sombra de dúvidas, o ganho de tempo. O que antes era gasto no deslocamento, agora pode ser utilizado para fazer outras coisas. Por outro lado, é desafiador manter a rotina, gerenciar as distrações e elevar a produtividade. É importante fixar um local de trabalho e seguir estabelecidos de expediente. A empresa segue funcionando nestes tempos de pandemia e a minha contribuição se torna ainda mais importante. A única diferença entre desempenhar o trabalho no escritório ou em casa é que as pessoas vão te ver com roupas informais e conhecer um pouco da sua residência. ”

Roberto Silva, gerente comercial da Accept, empresa especializada na produção e comercialização de Servidores, Storages, Workstations, GPUS Appliances de alta performance, Mini PCs, Desktops e Soluções em computação de alto desempenho.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=165261&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C8e43d1c478401a22c7a3169ca15d6c46%2540mail.gmail.com%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C8e43d1c478401a22c7a3169ca15d6c46%40mail.gmail.com%3E-1.9“Trabalhando em São Paulo, o home office agrega ainda mais na economia de tempo. Você pode investir esse ganho na vida familiar, em hobbies, projetos pessoais e na saúde. Por sermos seres sociais, o isolamento é um desafio do home office, principalmente em função da covid-19. As ferramentas de comunicação on-line atenuam a necessidade de interação. Em termos financeiros, há impacto. A casa vai ficar um bom tempo mais ativa e isso aumenta gastos. A maior recomendação para um home office eficiente é organização. É necessário separar um espaço na residência e não se distrair. É preciso também comprometimento com as atividades, consigo e com a empresa. Só mudamos de ambiente. O restante segue no mesmo ritmo.”

Elton John Bonfim, especialista de produtos da VAIO, marca de computadores pessoais representada no Brasil pela Positivo Tecnologia.

Homem sentado em frente a computador Descrição gerada automaticamente“Percebi um ganho de produtividade e na qualidade do trabalho. Consigo ser mais eficiente quando estou sozinho, mas isso é bem pessoal. Outro ponto positivo é a qualidade vida. Sem deslocamentos, ganhamos tempo. Em casa, é preciso ter ainda mais disciplina, manter boa alimentação e tirar o pijama. Colocar uma roupa, mesmo que casual, faz parte do ritual. Nosso cérebro precisa desses sinais. Por outro lado, relacionamento com as pessoas fica menos frequente. Mas minimizo esse fato ao interagir on-line com minha equipe e outros colegas. Entendo que será um período diferente, em que vamos desenvolver outros hábitos e criar novas formas de se relacionar e trabalhar. Esse é o lado bom da crise mundial relacionada ao novo coronavírus”.

Pesquisador do ICMC lança robô no WhatsApp para identificar sintomas da Covid-19

Pesquisador do ICMC lança robô no WhatsApp para identificar sintomas da Covid-19

Objetivo do CheckCorona é facilitar a triagem inicial de quem apresenta sintomas, orientando a procurar os hospitais somente as pessoas que, de fato, necessitem; ideia foi uma das selecionadas em desafio lançado para combater a pandemia

Usar a tecnologia para combater o novo coronavírus é um desafio que está mobilizando cientistas em todo o mundo. O doutorando Murilo Gazzola, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, criou uma solução específica para ser utilizada no aplicativo de mensagens WhatsApp: o CheckCorona.

Basta adicionar o número +55 16 981128986 no WhatsApp, escrever CheckCorona e enviar a mensagem. Automaticamente, o robô criado por Murilo responde a solicitação e envia instruções para ajudar você a identificar quais medidas deve tomar. “Trata-se de um robô programado para fazer perguntas simples e realizar uma espécie de primeiro atendimento por meio do aplicativo de mensagens”, explica Gazzola.

Quando a pandemia do novo coronavírus avançou mundo afora, o doutorando identificou que muitas dúvidas surgiriam, especialmente sobre quando as pessoas deveriam ir ao hospital, caso apresentassem algum sintoma. Assim, voluntariamente, ele desenvolveu o robô e colocou a solução no ar dia 29 de fevereiro.

O projeto está entre as 71 ideias selecionadas no Desafio Covid-19, iniciativa do Ministério Público de Pernambuco e da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco que contabilizou um total de 543 propostas inscritas e disponibilizará até R$ 1,3 milhão em prêmios.

Realizado por meio do Porto Digital e de seu Open Innovation Lab, o Desafio Covid-19 começou na sexta-feira, dia 20 de março, e propôs o desenvolvimento de soluções para a pandemia que fossem altamente impactantes e implementadas em curtíssimo prazo. “O impacto desejado é o de diminuir a velocidade de contágio possibilitando que o número de infectados graves com necessidade de internação esteja dentro da capacidade operacional do sistema de saúde, bem como a minimização do impacto da transmissão do vírus”, consta no site da iniciativa.

Segundo Gazzola, o robô foi criado a partir das normas internacionais do Centro Europeu de Prevenção e Controle das Doenças (ECDC) para ajudar as pessoas a tomarem as melhores decisões, evitando pânico desnecessário e tranquilizando pacientes que não estão com sintomas claros da doença. Em caso de um resultado afirmativo, a ferramenta orienta a pessoa aos próximos passos, como isolamento e quando buscar por tratamento e testes laboratoriais.

Aprendizado aplicado – Foi durante seus estudos no ICMC, sob orientação da professora Sandra Aluísio, que Gazzola teve a oportunidade de compreender técnicas de processamento de língua natural (PLN) e aprendizado de máquina profundo (deep learning) e obter os conhecimentos técnicos fundamentais para construir esse tipo de solução em grandes volumes de dados (big data). Antes de criar o CheckCorona, o doutorando desenvolveu, em 2018, uma aplicação para WhatsApp voltada a detectar fake news em conjunto com outros pesquisadores do Núcleo Interinstitucional de Linguística Computacional (NILC) do ICMC.

“Meu objetivo é colocar em prática o que aprendi e ajudar a sociedade. Esse foi um dos motivos que me levaram a não ir embora do Brasil”, revela Gazzola. Ele diz ainda que optou por criar uma aplicação para o WhatsApp porque a ferramenta é amplamente utilizada no país por pessoas de todas as classes sociais, diferentemente de aplicativos que, para serem instalados, demandam a utilização de smartphones mais modernos.

Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC

Saiba mais
Acesse o CheckCorona: adicione o número +55 16 981128986 no WhatsApp, escreva CheckCorona e envie a mensagem
Site com mais informações: https://otwoo.com.br/?p=1149
Sobre o Desafio Covid-19: https://desafiocovid19.mppe.mp.br

Legendas e créditos das imagens:
imagem1.jpg - Para ter acesso ao robô, basta adicionar o número +55 16 981128986 no WhatsApp, escrever CheckCorona e enviar a mensagem. Automaticamente, o robô começará a interagir com você. (crédito da imagem: tela do WhatsApp)

imagem2.jpg - Murilo Gazzola faz doutorado no ICMC, sob orientação da professora Sandra Aluísio (crédito da imagem: Reinaldo Mizutani)

imagem3.jpg - O CheckCorona foi um dos 71 projetos selecionados no Desafio Covid-19, iniciativa do Ministério Público de Pernambuco e da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco que contabilizou um total de 543 propostas inscritas.(crédito da imagem: site do Desafio Covid-19)

M. Dias Branco Sul e Sudete Isabela ensina como incrementar massas instantâneas e sugere duas receitas deliciosas

Os preparos são super fáceis de fazer e vão surpreender todos de casa!

Se tem um ingrediente que não pode faltar na despensa são as massas instantâneas, práticas e econômicas, são opções que agradam toda família. Além disso, elas podem ser incrementadas com itens comuns e fáceis de encontrar na despensa.

Legumes, verduras e carnes, por exemplo, podem se tornar deliciosos incrementos no preparo de lámens, tornando a receita ainda mais nutritiva e saborosa.

Confira duas dicas de Isabela, marca de massas, biscoitos e torradas da região Sul do País, para surpreender todos de casa, afinal o sabor de família fica!

Lámen de galinha ao molho cremoso com amêndoas

Ingredientes:
1 pacote de Macarrão Instantâneo Isabela Sabor Galinha
200ml de leite
50 g de queijo cremoso
20 g de amêndoas, trituradas
20 g de parmesão, ralado
raspas de limão a gosto

Modo de Preparo:

- Em uma panela pequena, aqueça o leite, junte o queijo cremoso, o pacotinho de tempero de galinha, mexa delicadamente e deixe ferver.

- Acrescente as raspas de limão e reserve.

- Em uma panela pequena, ferva 450ml de água. Junte o Macarrão Instantâneo Sabor Galinha e deixe cozinhar por 3 minutos.

- Retire do fogo, escorra, acrescente o molho cremoso, polvilhe por cima as amêndoas, o queijo parmesão e sirva a seguir.

Rendimento: 1 porção
Tempo de Preparo: 10 minutos

Lámen Italiano

Ingredientes:
1 embalagem de Lámen sabor Galinha Caipira Isabela
1 tomate picado em cubinhos
¼ xícara (chá) de azeitonas verdes picadas
3 colheres (sopa) de requeijão cremoso
orégano seco a gosto
3 colheres (sopa) de folhas de manjericão

Modo de Preparo:

- Em uma panela, ferva 2 ½ copos de água (450 ml), junte o Lámen e cozinhe-o por 3 minutos.

- Acrescente o tempero do envelope, mexa, junte o tomate, as azeitonas, o requeijão e o orégano. Retire do fogo, finalize com o manjericão e sirva imediatamente.

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 10 minutos

Para mais informações sobre a Isabela, acesse www.isabela.com.br

Sobre a Isabela

Líder em vendas nas categorias de Massas e Biscoitos na Região Sul do Brasil, a marca Isabela, que pertence ao portfólio da M. Dias Branco S.A Indústria e Comércio de Alimentos, atua no mercado há mais de 60 anos. A marca é Top of Mind de massas e biscoitos há 29 anos consecutivos segundo a Revista Amanhã (RS) e foi contemplada pela 19ª vez consecutiva como a marca preferida e mais lembrada na categoria Biscoitos do Prêmio Marcas de Quem Decide 2019, segundo o Jornal do Comércio. Com o slogan “O sabor de família fica”, possui mais de 70 produtos em seu portfólio, entre eles as crocantes e fresquinhas Torradas, os Bolinhos Toons e o biscoito sabor Leite, um ícone da marca. Recentemente, foram lançadas as farinhas de Trigo que compõem a nova linha de produtos da marca, atendendo consumidores e, também, transformadores. As farinhas Isabela têm alta performance e são ideais para o preparo de bolos, pizzas, pasteis, massas frescas, entre outros pratos.

Sobre M. Dias Branco S. A. Indústria e Comércio de Alimentos

Contando com mais de sessenta e cinco anos de existência, a M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos é uma empresa do setor de alimentos com ações negociadas no segmento do Novo Mercado na B3. A Companhia produz e comercializa biscoitos, massas, farinha e farelo de trigo, margarinas e gorduras vegetais, snacks, bolos, mistura para bolos, cobertos de chocolates e torradas. Sediada em Eusébio (CE), a empresa é líder de mercado em biscoitos e massas no Brasil, é a sexta maior empresa de massas e a sétima de biscoitos no ranking global por faturamento. Suas operações geram mais de 17 mil empregos diretos em diferentes regiões, refletindo o seu compromisso com fatores importantes para o desenvolvimento econômico e social do país.

Sua história começou ainda na década de 40 quando o comerciante e imigrante português, Manuel Dias Branco inaugurou a Padaria Imperial, em Fortaleza (CE). Atualmente, a M. Dias Branco possui um moderno parque industrial com equipamentos de última geração, seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade, operando com um modelo de integração vertical que permite a produção de suas mais importantes matérias-primas, a farinha de trigo e a gordura vegetal, utilizadas no processo de produção. Suas marcas são sinônimo de tradição e qualidade, estabelecendo um vínculo de confiança e respeito com o consumidor. A estrutura operacional da M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos, com sede no Estado do Ceará, conta com 15 unidades industriais e mais de 35 filiais comerciais distribuídas em diferentes Estados do País, garantindo uma cobertura nacional que possibilita a presença de suas marcas em todo o território nacional, assim como em mais de 30 países em todos os continentes.

Rosé Piscine leva o melhor da França para dentro da sua casa

Produzido no sudoeste da França, o vinho prolonga o verão e te leva para uma viagem degustativa à Côte d'Azur

Charme, luxo e paisagens naturais de tirar o fôlego, a região francesa conhecida como Côte d’Azur vive uma eterna atmosfera de bem estar com o despertar para o sol, o verde dos montes e o incrível azul do mar, é claro. Sonho de consumo de grande parte dos turistas, esse cenário cinematográfico foi a inspiração para a criação do vinho rosé francês mais vendido do Brasil. Com uma embalagem iconográfica de listras azuis e brancas, o Rosé Piscine, importado pela Wine To You, te faz viajar para as praias do Mediterrâneo sem precisar sair de casa.

Produzido nas cercanias da cidade de Fronton, sudoeste da França, entre as cidades de Gaillac e Toulouse, o Rosé Piscine é feito com uma uva autóctone a Négrette, um fruto pequeno, muito escuro e de casca dura conhecido por suas poderosas qualidades aromáticas. Segundo Rogerio Rebouças, representante da Vinovalie no Brasil, Portugal, Estados Unidos e Paraguai, todo o processo do rosé é feito de forma a deixar a casca em contato com o sumo a

pós a prensagem por um curto período, ao contrário dos tintos que ficam semanas em contato com o sumo, e por isso fica com a coloração mais escura. “O produto é elaborado por uma equipe técnica de enólogos renomados, e tem como alvo um perfil aromático, de acidez e sabor único para equilibrar perfeitamente sobre o gelo”.

Rogerio ainda diz que o Rosé Piscine possui uma concepção própria, pois foi criado para isso. “As cópias nunca se igualam ao original, já que diversas análises foram feitas por aqui por nossos enólogos e por técnicos. Nosso vinho rosé é trabalhado conceitualmente desde a colheita, sem adição de açúcar porque a uva Négrette é única”, afirma. O vinho tem na composição a uva 100% Négrette dando um paladar de um vinho rosé de

mesa suave, de aroma levemente frutado que traz notas de pêssego, limão e morango, com o sabor especial de lichia que dá um toque exótico.

Leve, fresco e de harmonização versátil, o Rosé Piscine é perfeito para o nosso clima tropical e é a pedida certa para qualquer ocasião. Sem necessidade de pré-resfriar a garrafa, o vinho deve ser consumido a uma temperatura ambiente, sempre acompanhando de 2 ou 3 pedras de gelo, em uma taça de vinho grande ou em uma taça de conhaque.

Contando com uma versão espumante e uma versão para ser servida apenas refrigerada, a linha Rosé Piscine pode facilmente ser adquirida pelo site https://rosepiscine.com.br/, que traz, também, sugestões de drinks além de vender kits e acessórios exclusivos da marca em até 6x sem juros .

Rosé Piscine – ficha técnica

Vinho rosé de mesa suave

Origem: França

Região: Sudoeste

Produtor: Vinovalie

Uva: 100% Négrette

Graduação alcoólica: 11%

Temperatura: ambiente e servir com 2 ou 3 cubos de gelo

Cor: rosa claro com tons salmão

Aroma: levemente frutado com aromas de pêssego, limão e morango

Sabor: toque de lichia com final exótico

Amadurecimento: vinho jovem pronto para consumo

Onde encontrar:

Instagram: @rosepiscineoficial

www.rosepiscine.com.br

Sobre o Rosé Piscine

O Rosé Piscine é uma bebida sofisticada e irreverente, já que possibilita ao consumidor degustar o vinho de forma diferenciada – com duas a três pedras de gelo. Feito sob medida para aqueles que gostam de drinques refrescantes, ele é composto por 100% de uva Negrette, traz graduação alcoólica de 11% e deve ser consumido em uma temperatura ambiente. Seu aroma é levemente frutado, com notas de pêssego, limão e morango e traz um sabor com toque de lichia, mistura que proporciona um final exótico para quem o aprecia. Reconhecido como o primeiro vinho rosé do mundo a ser bebido com cubos de gelo, Rosé Piscine tem se tornado cada vez mais uma das preferências dos brasileiros, sendo o vinho francês importado mais vendido no Brasil, em 2018 –, segundo dados da Ideal Consulting. Seu rótulo colorido, com listras azuis e brancas, a garrafa se destaca em qualquer lugar que é exibida. Este refrescante vinho foi criado em Saint-Tropez e produzido na região sudoeste da França, país onde a bebida vende mais de um milhão de garrafas por ano.

Painel online discute ações empresariais em meio à pandemia da COVID-19

Nesta sexta-feira, dia 27 de março, às 8h, a ESIC Internacional promove um painel online, direcionado a empresários de pequenas e grandes empresas, com a finalidade de discutir as ações imediatas para que as instituições enfrentem o novo cenário econômico mundial.

Com o objetivo de compartilhar de forma prática os principais pontos de discussão no ambiente empresarial no Brasil, o professor Luciano Salamacha traz informações atuais sobre a nova realidade das empresas, com ideias de ações imediatas e também a curto e médio prazo, com o objetivo de manter a saúde financeira e prestações de serviço das companhias. O evento promove ainda networking, e abre espaço para perguntas e dúvidas dos empresários participantes.

Professor e coordenador da Master em Neuroestratégia e Pensamento Transversal® da ESIC, Salamacha é doutor em administração e mestre em engenharia de produção. Ele preside e integra conselhos de administração de empresas brasileiras e de multinacionais, atuando como consultor e palestrante internacional, professor em programas de pós-graduação, mestrado e doutorado no Brasil, Argentina e nos EUA, e também autor de livros e artigos científicos publicados no mundo todo. Foi pioneiro na América Latina em pesquisas sobre Neuroestratégia - neurociência aplicada à estratégia empresarial. O painel é gratuito e o acesso é feito pelo link https://bit.ly/2xqn3yw.

Sobre a ESIC:

A ESIC é uma Business School Internacional especializada em Gestão de Negócios e Marketing. Com mais de 50 anos de experiência, possui matriz em Madrid e Barcelona, 10 campus na Europa, campus brasileiro em Curitiba, acordos e convênios nos 5 continentes, especialmente E.U.A., Índia e China. A instituição atua em oito áreas: Graduação, Pós-Graduação (Master e MBA), Executive Education (cursos avançados e sob medida para empresas e formação in company), Módulos e Missões Empresariais Internacionais, ESIC Idiomas (Escola de idiomas Internacional), Colégio Internacional, Simuladores/Competições Empresariais Globais e ESIC Editora (com tradição em publicações renomadas, atualizadas e especializadas em Gestão de Negócios e Marketing). Para garantir respaldo internacional aos certificados de seus alunos, a ESIC está entre o seleto grupo que segue os padrões do Executive MBA Council (Conselho Internacional de MBAs), é membro da EFMD (European Foundation for Management Development), AACSB (Associationto Advance Collegiate Schools of Business of USA), AMBA (International Association of MBAs) e CLADEA (ConsejoLatinoamericano de Escuelas de Administración).

MOVIMENTO CRIADO POR STELLA ARTOIS “APOIE UM RESTAURANTE” VAI AJUDAR MAIS DE MIL ESTABELECIMENTOS AFETADOS PELO ISOLAMENTO SOCIAL

Consumidores podem comprar vouchers com 50% de desconto para usar no futuro, ajudando estabelecimentos a se manterem financeiramente durante período de crise

Homem sentado à mesa Descrição gerada automaticamente
Na foto, a chef Ieda de Matos, do restaurante Casa de Ieda, em São Paulo. Crédito: Pablo Lobo

Março de 2020 – O isolamento social impôs diversas mudanças na rotina das pessoas e das empresas – entre os segmentos impactados está o dos restaurantes, que sofrem pela paralisação ou funcionamento parcial e correm risco de fechar as portas: segundo a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), cerca de 10% dos estabelecimentos da capital paulista devem encerrar suas atividades por conta da crise do COVID-19. Por isso Stella Artois criou o movimento “Apoie Um Restaurante”, uma corrente para unir parceiros de todo o Brasil – restaurantes, comunidade e marcas – pela sobrevivência destes negócios.

“Apoie Um Restaurante” é uma plataforma colaborativa, criada com a ChefsClub para gerar caixa para que esses estabelecimentos, em especial os menores, se mantenham em funcionamento durante a fase de baixa demanda. Acessando www.apoieumrestaurante.com.br, o consumidor escolhe um restaurante e na compra de um voucher de R$ 100 paga só R$ 50 para consumir presencialmente no futuro – é um desconto de 50%, custeado por Stella Artois e outros parceiros da ação. Entre os apoiadores do projeto está o chef Alex Atala, uma das principais vozes da gastronomia brasileira e parceiro de Stella em outros projetos.

Serão milhares de cupons para resgate em diversas regiões do Brasil, entre elas Curitiba, com o objetivo de reunir mais de 1.000 restaurantes. O valor arrecadado será 100% revertido aos estabelecimentos participantes, com potencial de injetar milhões no setor. A fintech brasileira de meios de pagamento Stone também entrou na parceria, realizando as transações sem cobrança de taxas para os restaurantes e transferindo na hora para cada um deles a verba obtida pela venda dos vouchers.

A plataforma ainda deve receber em breve uma seção pela qual empresas e pessoas físicas poderão realizar doações diretas e comprar créditos para dar de presente. #ApoieUmRestaurante é uma ação criada pela CP+B, agência de publicidade de Stella Artois no Brasil.

KOPENHAGEN NA PÁSCOA 2020 — NOVO CLÁSSICO

A marca aposta em novos formatos para a Linha Exagero, reforçando sabores icônicos, além de apresentar lançamentos exclusivos
São Paulo, março de 2020 - Com a chegada de uma das épocas mais esperadas do ano para os amantes de chocolate, a Kopenhagen, líder do segmento no Brasil, apresenta uma Páscoa inspirada em seus clássicos irresistíveis e em novos clássicos.

Com um portfólio de 54 itens, sendo 25 lançamentos, a marca destaca as novas versões da sua linha Exagero, para oferecer uma experiência ainda mais marcante e com o dobro de recheio para fãs dos clássicos Nhá Benta, Lajotinha e Língua de Gato, e inova com edições inéditas, com o
lançamento dos novos clássicos Melt, Soul Good e Dark.

“O nosso objetivo para este ano é surpreender os nossos consumidores com produtos que ampliam a experiência do ano passado com a linha Exagero, trazendo para o mercado os Clássicos e Novos Clássicos, para reforçar a tradição e criar novas memórias. Esta Páscoa terá um gosto especial, afinal o chocolate Kopenhagen é amado por todo o Brasil, e queremos proporcionar uma comemoração exageradamente deliciosa”, afirma Renata Moraes Vichi, vice-presidente do Grupo CRM (Chocolates Cacau Brasil, Kopenhagen e Lindt).

Novidades na linha Exagero

Neste ano, a Kopenhagen traz como novidade seis novas versões na linha Exagero, sendo 3 delas inspiradas em seus produtos clássicos: Ovo Língua de Gato Exagero, Ovo Lajotinha Exagero e Ovo Nhá Benta Exagero. E os novos clássicos: Ovo Melt Exagero, Ovo Dark 60% Exagero e Ovo Soul Good Amendoim Exagero. Todos os ovos contam com um delicioso exagero de recheio.
Novidades na linha Infantil, figuras e Soul Good

A linha infantil apresenta cinco novidades no portfólio: o Lingato ganha a versão Ovo Lingato Garrafa, acompanhado de uma garrafa exclusiva; Ovo Infantil Almofada acompanha uma almofada Lingato e o Ovo Lingato Trufado, com recheio de chocolate ao leite. O Ovo Seleção Brasileirinha, em parceria com a CBF, acompanha bola oficial do canarinho e mascote da seleção, já o Ovo Kit Maquiagem acompanha estojo com seis pincéis.

Para a linha Figuras, ideal para quem deseja fugir dos ovos tradicionais, a marca também preparou lançamentos, e todos podem ser uma ótima opção de presente: Ovinho ao Leite, Figuras de Páscoa, com formatos variados de lebre, cenoura, ovinho e o famoso Kopelhão, além do Ovinho Língua de Gato Trufado, Ovinho Chumbinho e Ovinho Nhá Benta.

Já para a linha Soul Good, a marca traz dois ovos inéditos com o conceito clean label, os Ovos Língua de Gato Soul Good e o Soul Good 70% são
ideais para dietas com restrição a lactose.

Desconto de 30% e entrega grátis

Para garantir que toda a doçura e o encanto da Páscoa cheguem até as famílias brasileiras num contexto em que as medidas de prevenção ao Coronavírus COVID-19 recomendam que as pessoas fiquem em casa, a Kopenhagen incentiva seus consumidores a planejarem e anteciparem as compras de Páscoa pelo e-commerce, com frete grátis exclusivo até 12/04/2020, ou com o aplicativo de entregas Rappi para todas as áreas de cobertura, além do serviço de delivery que está sendo realizado pelas lojas Kopenhagen nesse contexto especial – os clientes podem consultar o site www.kopenhagen.com.br para saber as regiões atendidas pelo e-commerce.

A marca também oferece uma promoção especial para todo o país: 30% de desconto para todos os itens de Páscoa. O desconto é válido até 12/04/2020, ou enquanto durarem os estoques.

Promoção

Para incentivar ainda mais a frequência de compras do portfólio, como também a aproximação da marca com os clientes, a Kopenhagen preparou uma promoção exclusiva para clientes Kop Club. Do período de 09 de março a 12 de abril de 2020, nas compras acima de R$250,00, o cliente ganha um voucher de 50% de desconto para sua próxima compra. Algumas regras:

- Período de troca do voucher: 13/4 a 13/5, disponível no site Kop Club, acesso via login.
- Válido apenas 01 troca de voucher por CPF.
- Desconto máximo de R$1.000,00
Para conferir o regulamento e informações gerais da promoção, acesse www.kopclub.com.br

[+] SOBRE OS PRODUTOS DE PÁSCOA: LINHA EXAGERO

Lançamento

Ovo Língua de Gato Exagero

380g |Preço: R$ 119,90

Lançamento

Ovo Melt Exagero

380g |Preço: R$ 119,90

Lançamento

Ovo Lajotinha Exagero

380g |Preço: R$ 119,90

Lançamento

Ovo Nhá Benta Exagero

400g |Preço: R$ 119,90

Lançamento

Ovo Dark 60% Exagero

380g |Preço: R$ 119,90

Lançamento

Ovo Soul Good Amendoim Exagero

380g |Preço: R$ 119,90

CLÁSSICOS

Ovo 4 Clássicos

350g |Preço: R$ 119,90 650g |Preço: R$ 199,90

Ovo Cherry Brandy

360g |Preço: R$ 119,90 Lançamento 590g |Preço: R$ 199,90

Ovo Língua de Gato

150g |Preço: R$ 54,90 Lançamento 300g |Preço: R$ 99,90
500g |Preço: R$ 149,90

Ovo Língua de Gato Extra Cremoso

300g |Preço: R$ 99,90

Ovo Língua de Gato Branco

300g |Preço: R$ 99,9

TRADICIONAIS
Ovo Chumbinho

300g |Preço: R$ 99,90

Ovo Nhá Benta Special

210g |Preço: R$ 64,90

Lançamento

Ovo Lajotinha

200g |Preço: R$ 64,90

Ovo Keep Kop Crocâncias

300g |Preço: R$ 94,90

Ovo Special Nuts

300g |Preço: R$ 99,90

Ovo Crocante

150g |Preço: R$ 49,90 300g |Preço: R$ 94,90

Ovo ao Leite

150g |Preço: R$ 49,90 300g |Preço: R$ 94,90

ESPECIAIS

Ovo Língua de Gato Amargo

300g |Preço: R$ 99,90

Ovo Amargo com Laranja Cristalizada e Amêndoas

150g |Preço: R$ 54,90

Régua Ovinhos Amargos Degradê

120g |Preço: R$ 49,90

BLACK AND WHITE
Lançamento

Ovo Língua de Gato Soul Good

300g |Preço: R$ 109,90

Lançamento

Ovo Língua de Gato Soul Good

300g |Preço: R$ 109,90

DELUXE
Ovo Black & White Macadâmia Caramelizada

300g |Preço: R$ 109,90

Ovo Black & White

175g |Preço: R$ 56,90

Lançamento

Ovo Deluxe

1.1 Kg |Preço: R$ 399,90

INTANTIS

Lançamento

Ovo Lingato Garrafa

160g |Preço: R$ 109,90

Lançamento

Ovo Infantil Almofada

150g |Preço: R$ 109,90

Lançamento

Ovo Seleção Brasileira

150g |Preço: R$ 109,90

Lançamento

Ovo Kit Maquiagem

160g |Preço: R$ 109,90

Lançamento

Ovinho Lingato Trufado

75g |Preço: R$ 19,90

FIGURAS

Régua Ovinhos Clássicos
235g |Preço: R$ 62,90

Paskop ao Leite

80g |Preço: R$ 25,90

Lançamento

Figuras de Páscoa

98g |Preço: R$ 24,90

Cenoura ao Leite

50g |Preço: R$ 16,90
Lançamento

Figuras de Páscoa

60g |Preço: R$ 19,90 120g |Preço: R$ 29,90 155g |Preço: R$ 39,90

Lançamento

Ovinho Língua de Gato Trufado

75g |Preço: R$ 19,90

Lançamento

Ovinho Chumbinho

40g |Preço: R$ 14,90

Lançamento

Ovinho Nhá Benta

20g |Preço: R$ 9,90

Kopenhão

30g |Preço: R$ 14,90

LATAS

Miniovinhos Língua de Gato Trufado

250g |Preço: R$ 69,90

Miniovinhos Cremosos Licorosos

250g |Preço: R$ 69,90

Miniovinhos Soul Good

250g |Preço: R$ 69,90

CESTAS

[+] SOBRE A KOPENHAGEN
Cesta Premium

1.505 Kg |Preço: R$ 499,90

Cesta Special

1.035 Kg |Preço: R$ 390,90

Marca de luxo com 92 anos de história que se mostra ousada e inovadora. Esta é a Kopenhagen, líder e precursora no segmento de chocolates finos no Brasil que, desde 1928, está presente nos mais doces momentos dos fãs e apreciadores dos sabores únicos de seus produtos. A Kopenhagen demonstra ser a escolha certa na hora de presentear ou degustar clássicos, como Nhá Benta, Língua de Gato, Chumbinho, Lajotinha, Bala Leite ou Cherry Brandy. Hoje, a marca possui mais de 380 lojas, duas delas lojas-conceito, uma na cidade de São Paulo, na Rua Oscar Freire, e a outra no Rio de Janeiro, no Village Mall.

Para saber mais sobre a Kopenhagen, visite o site e as redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/ChocolatesKopenhagen YouTube: www.youtube.com/user/ChocolatesKopenhagen

Instagram: @Kopenhagen_ Loja: loja.kopenhagen.com.br Twitter: @Kopenhagen_
SAC: 0800 100 678

*com divulgação SP

Escoteiros do Brasil lançam plataforma online de atividades educativas

Em meio à pandemia do coronavírus, os Escoteiros do Brasil oferecem novas iniciativas de educação não formal para crianças e jovens

Adeptos da vida ao ar livre e das atividades junto a natureza, mais de 110 mil jovens e adultos em todo o país estão buscando novas alternativas para seguir realizando atividades escoteiras. Pensando nisso, os Escoteiros do Brasil lançam nesta quarta-feira (25) o projeto Escoteiros Online. A iniciativa contribui para a democratização do acesso à informação e permite que o desenvolvimento do programa educativo proposto pela organização seja realizado nesse momento de afastamento social, mesmo que à distância e de forma virtual.

Segundo o presidente dos Escoteiros do Brasil, Rafael Macedo, esta é uma maneira de reforçar a importância do Movimento Escoteiro no enfrentamento da crise que toda a sociedade está passando neste momento. "O escotismo surgiu há mais de cem anos e sempre atuamos de modo a contribuir na construção de um mundo melhor, agora não seria diferente. Este novo projeto, mais do que uma medida de enfrentamento à crise atual, é também uma maneira inovadora de praticar o escotismo e levar a nossa proposta educativa para milhares de famílias brasileiras que agora estão procurando alternativas saudáveis de educação e entretenimento, enquanto permanecem no isolamento domiciliar. Afinal, o escotismo continua muito ativo e relevante para os jovens e suas famílias", considera Macedo.

Todo o trabalho será realizado por meio de uma nova plataforma disponível em www.escoteirosonline.org.br. A programação de conteúdo está sendo elaborada por voluntários e profissionais das mais diversas áreas, de diversos estados do país. Diariamente serão publicados artigos, dicas de saúde, sugestões de atividades escoteiras, transmissões ao vivo, vídeo aulas, além de atividades educacionais que serão realizadas com parceiros institucionais dos Escoteiros do Brasil.

A primeira grande ação online será no próximo sábado, dia 28 de abril, durante o Festival Digital da Hora do Planeta, promovido pelo WWF-Brasil. Os escoteiros irão realizar uma transmissão ao vivo sobre diferentes tipos de nós escoteiros, às 10h30, além de participarem de uma live exclusiva com especialistas sobre os cuidados com os oceanos, florestas, consumo consciente e mudanças climáticas, às 14h. Ambas as atividades serão divulgadas e compartilhadas nos canais oficiais do WWF-Brasil, dos Escoteiros do Brasil e, em especial, na nova plataforma dos Escoteiros Online.

Serviço:

Plataforma de educação não formal Escoteiros Online

Disponível em www.escoteirosonline.org.br

Escoteiros do Brasil

Os Escoteiros do Brasil é a única organização do país reconhecida e certificada pela Organização Mundial do Movimento Escoteiro. É responsável por dirigir e acompanhar as práticas escoteiras adotadas no Brasil. Ao todo, são mais de 110 mil escoteiros, reunidos em 1533 Unidades Escoteiras locais, em 722 cidades espalhadas em todo o território nacional.

Ferramenta de educação não formal, o Escotismo ultrapassa as barreiras e se firma como um movimento educacional por proporcionar aos jovens desenvolvimento em diferentes áreas, de forma sempre contemporânea e variada. O Movimento Escoteiro é uma organização do terceiro setor, sem fins lucrativos, que atende crianças, adolescentes e jovens por meio de um programa educativo próprio, presente há mais de 100 anos no Brasil. Saiba mais em https://www.escoteiros.org.br

https://www.facebook.com/EscoteirosDoBrasilOficial

https://www.instagram.com/escoteirosdobrasil