JERONIMO TRACK CHEGA A CURITIBA

O restaurante do Grupo Madero é o sexto na cidade e o primeiro na versão container

JERONIMO TRACK - Munhoz da Rocha - Foto Gerson Lima 004 - REDUZIDA.jpg

Bastante aguardado pelo público, o Jeronimo Track – modelo container e com estrutura de Drive-Thru para atendimento dos clientes – acaba de abrir as portas na badalada Av. Munhoz da Rocha, 904, no bairro Cabral, ponto de encontro dos jovens e de boa gastronomia.

O restaurante com capacidade para 121 lugares e mais de 350m2, tem projeto arquitetônico de Kethlen Ribas Durski com atmosfera descolada, estilo urbano e elementos industriais, que remetem às ruas nova-iorquinas, com grafites assinados pelo artista Dell Ribeiro. O ambiente hi-tech e digital exibe totens de autoatendimento, onde os clientes fazem o próprio pedido, além da possibilidade de compra pelo Jeronimo APP, disponível para Apple Store e Google Play, pelo https://delivery.jeronimoburger.com.br.

O restaurante Jeronimo é mais uma criação do chef e empresário Junior Durski e será o sexto restaurante da marca na cidade, que com apenas três anos de lançada, comemora mais de 70 unidades nos estados do Paraná, Bahia, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Santa Catarina e São Paulo. Só em 2020 foram inauguradas 28 novas unidades, nas diferentes versões (Jeronimo Burger, Jeronimo Track – modelo container e o Jeronimo Ice - que explora o universo de sobremesas geladas).

O nome Jeronimo é uma homenagem ao tataravô do chef, o primeiro polonês a imigrar oficialmente para o Brasil. A marca aposta na categoria fast casual com preços bem acessíveis, atendimento rápido e ingredientes de qualidade - marca registrada do chef.

O cardápio já se diferencia nas opções de tamanhos de lanches: P, M, G e GG, para diferentes fomes e grupos. O carro-chefe e um dos campeões de pedidos é o burger feito com a quantidade perfeita de carne, sob o calor da chapa de aço cromado em alta temperatura, criando uma casquinha por fora e mantendo por dentro a suculência e o melhor sabor. O pão tipo brioche é uma receita artesanal, levemente tostado; acompanhado de molho rosé, receita exclusiva de Durski. Há também a versão Cheesebacon e o Crispy Chicken, com peito de frango empanado crocante e queijo cheddar. Para petiscar também estão disponíveis: Batatas-fritas, Chicken Fingers e mini-coxinhas de frango.

As bebidas mais disputadas são a lemonades naturais de morango orgânico e o chá gelado, além das cervejas. Na ala das sobremesas, roubam a cena as imperdíveis coberturas e caldas, como a Casquinha Black com Borda de confeito de Chocolate e Vanilla, o Ice Mix com calda de brigadeiro, chocolate crocante em pó e rocks de chocolate, além dos Milk Shakes com releituras especiais, como o de Banana em calda. Já o Sundae tem calda de chocolate, de morango ou de banana caramelizada e uma generosa porção de amendoim picado, além dos consagrados brigadeiro e brownie.

O público também pode optar por levar os sabores do Jeronimo para casa, nos pratos congelados com a assinatura do chef, como a Linguicinha do Madero com arroz e feijão carioquinha, o Estrogonofe de Frango com arroz e batata palha, e a Tilápia Grelhada com purê de batatas, entre outros.

JERONIMO TRACK MUNHOZ DA ROCHA
Av. Munhoz da Rocha, 904, Cabral, Curitiba/PR – Fone: ‎41 3797-1999
Horário: Salão: 7h às 22h de seg a seg
App: 7h as 22h | Delivery: 11h as 21:45h | Take Away: 10h as 22h

Tem novidade no cardápio de outono-inverno do Mustang Sally

Restaurante tex-mex de Curitiba traz mais de uma dezena de novas opções para entrada, prato principal e sobremesa, além de sanduiches e burgers

O cardápio do restaurante Mustang Sally está ainda mais colorido, com diversas opções da entrada até a sobremesa. Seja para café da manhã com os colegas de faculdade ou trabalho, almoço com as crianças ou jantar a dois ou com os amigos, qualquer ocasião pode virar uma deliciosa desculpa para conhecer as novidades de inverno do diner norte-americano.

Para começar, duas novas entradas: Toasts de salmão (feitas com pão italiano selado na chapa, cream cheese, lascas de abacate e finas fatias de salmão cru) e Toasts Caprese (pão italiano selado na chapa, muçarela de búfala, fatias de tomate e molho pesto). As duas acompanham pequena salada de folhas.
Sandwiches e Burgers
Na área de Sandwiches, três novas opções montadas em pão de provolone e acompanhadas de batatas rústicas:

The Rooster: peito de frango marinado e empanado com farinha panko, coberto com muçarela derretida, maionese especial, mostarda, mel e salada de tomate com rúcula e beterraba.
Pulled Pork: suculenta costelinha de porco desfiada ao molho BBQ, salada de repolho americana (coleslaw), maionese especial e mel.
Minute Steak: deliciosas tiras de steak com tempero do chef, uma camada generosa de queijo derretido, azeitonas pretas, cenouras, alface romana e molho blue cheese.

E para finalizar, o suculento Australian Burger. Feito com pão australiano, hambúrguer de 150g de short ribs, shimeji, sunomono (pepino agridoce), queijo Brie, salada com mel, maionese especial Mustang Sally e bacon. Acompanha fritas no formato de preferência do cliente: tradicional, crinkle ou
rústicas.
Feitos na grelha
E por falar em suculência, que tal quatro novas opções de Prime Steaks? São elas:
Filet Argentino: escolha o ponto de sua preferência, deste que é um dos cortes de maior sucesso no Brasil. Acompanha cebola caramelizada.
Fraldinha na Mostarda: todo o sabor e textura da fraldinha com o molho especial de mostarda da casa. Acompanha parmesão em lâminas.
Pork Shoulder: paleta suína grelhada em fogo forte e tempero especial Mustang Sally. Acompanha sunomono e molho BBQ.
Denver Steak: porção de short rib temperado com o dry rub especial do Mustang Sally e grelhado no fogo forte. Acompanha molho grill.

Todas as carnes são servidas em generosa porção de 500g, com acompanhamento de baguetes fatiadas e batatas rústicas.
Para expandir as fronteiras
Com 18 anos de história em Curitiba, o restaurante Mustang Sally se orgulha de sempre desenvolver novidades para atender os mais diferentes gostos dos curitibanos. Por isso, duas novas áreas do cardápio avançam as fronteiras tex-mex para agregar ainda mais alternativas norte-americanas: as pastas e os pokes. Prato típico havaiano, o poke já está disponível nas versões:

Salmon Poke: cubos de salmão acompanhados de lascas de abacate, rodelas de pepino e manga, sobre uma base de arroz com shoyu e couve refogada. Acompanha molho tonkatsu e limão.

Waikiki Poke: sobre uma base de macias panquecas americanas, misturam-se kiwis, framboesas, mirtilos, fatias de banana e morangos com iogurte natural. Para o toque especial, uma saborosa calda de frutas vermelhas. Acompanha molho de hortelã.

Já nas Pastas, agora é possível montar o prato da forma como desejar. Basta escolher a massa, o molho e o grelhado de sua preferência. No total são 4 opções de molho (ao sugo, bolonhesa, quatro queijos ou funghi), 6 tipos de massa (talharim tradicional, talharim verde, nhoque, papardelli com almôndegas, lasanha bolonhesa ou lasanha quatro queijos) e 4 grelhados (frango grelhado, frango empanado, hambúrguer e mignon).
Café da manhã ou sobremesa? Você é quem escolhe!
E para finalizar, que tal uma novidade tanto para sobremesa, quanto para quem quiser curtir um café da manhã nas unidades de shopping do Mustang Sally?

Tratam-se das tradicionais American Pancakes. Disponíveis na versão
Frutas Vermelhas (panquecas americanas regadas por uma calda de frutas vermelhas, acompanhadas de mirtilo, framboesa, amora e chantilly) e Chocolate (panquecas americanas regadas por uma calda de chocolate e chantilly, acompanhadas de Maple Syrup).

Quem desejar poderá acrescentar bola de sorvete e caldas extras de maple, chocolate ou frutas vermelhas.

Vale destacar que essas delícias também estão disponíveis para delivery e take away. Já quem está com saudades de curtir um típico diner norte-americano, com Rock’n Roll de trilha sonora para embalar aquela refeição sem pressa, vale conferir a programação musical da unidade Batel.

Todas as unidades do Mustang Sally estão seguindo os mais rigorosos protocolos de higiene e segurança necessários para o momento, como o distanciamento mínimo de 1,5m entre as mesas, álcool em gel em todos os ambientes, uso obrigatório de máscara ao entrar e transitar no local e uso ininterrupto do equipamento para toda a equipe do restaurante.

Serviço
Novo cardápio outono-inverno Mustang Sally
Mustang Sally Batel: Rua Cel. Dulcídio, 517 (esq. com D. Pedro II) – Batel. Mais informações: (41) 3018-8118.
Mustang Sally Shopping Palladium: Shopping Palladium Boulevard de restaurantes (Piso L3). Avenida Presidente Kennedy, 4121 – Portão. Mais informações: (41) 3212-3772.
Mustang Sally Shopping Mueller: Shopping Mueller Praça de alimentação (Piso G1). Avenida Cândido de Abreu, 127 - Centro Cívico. Mais informações: (41) 3077-3772.
Mustang Sally Shopping Pátio Batel: Av. do Batel, 1868 - Batel, Curitiba (PR). Informações pelo telefone: (41) 3512-6314.

Mais informações: www.mustangsally.com.br. Acompanhe também as novidades nas redes sociais do Mustang Sally. Facebook e Instagram: @mustangsallybar

Rootstock lança conceito “Fast Wine” para Curitiba e região.

Vinhos nacionais e importados a um clique de distância! A Rootstock lança o conceito “Fast Wine”, a ideia de “rápido” se mantém, mas, com algumas vantagens extras para clientes: além da entrega rápida, terá a consultoria de vinhos personalizada com disponibilidade de rótulos de diversos países, dos jovens aos mais sofisticados.

A Rootstock é especializada em vinhos importados e nacionais, e seu portfólio conta com mais de 300 rótulos, entre os quais estão vinhos da Áustria, Argentina, Brasil, Chile, Eslovênia, Espanha, França, Itália, Portugal e Nova Zelândia. A curadoria é realizada pelo casal Paul Tudgay, da Inglaterra, e por Juliana Bossini Tudgay, de Curitiba, ambos professores da mais renomada escola de vinhos internacional, a britânica WSET - Wine & Spirit Education Trust.
O casal conta com vastas experiências profissionais em diversos países e principalmente na Nova Zelândia onde moraram por 15 anos trabalhando no setor vitivinícola. Acompanhando o crescimento do potencial do consumo brasileiro no setor do vinho, resolveram trazer sua expertise e fundaram a Rootstock Vinhos em Curitiba para oferecer o que tem de melhor no mundo do vinho. Estão disponíveis todos os tipos e estilos de vinhos produzidos nos melhores terroirs mundiais: vinhos tintos, brancos, rosés e espumantes que atendem a todos os paladares. Paul e Juliana realizam também o delicado trabalho de winehunters que se trata de uma análise criteriosa para trazer aos seus clientes rótulos importados com excelência. A Rootstock também comercializa seus rótulos pelo e-commerce e oferece consultoria personalizada ao consumidor final, além de atender hotéis, bares e restaurantes.
“Nosso compromisso é trazer informações consistentes e oferecer vinhos com garantia de qualidade aos nossos clientes dentro do padrão Rootstock. Em nosso site procuramos detalhar o máximo de informações sobre as vinícolas com as quais trabalhamos, sobre estilos de vinhos e variedade de castas. Outro diferencial é que disponibilizamos uma equipe de sommeliers em tempo integral para sanar as dúvidas do nosso público”, destaca Paul Tudgay.
Entre as principais marcas exclusivas da Rootstock no Paraná estão:
Barons de Rothschild Lafite - a vinícola está entre as melhores do mundo e explora vários terroirs no continente europeu e na América do Sul, mantendo sua reputação por séculos. Com uma longa história de produção de rótulos extraordinários, muitos vintages conquistam preços impressionantes em leilões ao redor do mundo.
Marchese Antinori - também integra o portfólio com vinhos italianos. A família Antinori dedica-se à produção de vinho há mais de seiscentos anos e tem apresentado ao mundo uma verdadeira experiência imersiva na união entre singularidade e sofisticação que se inicia no paladar. O nome da família toscana é um dos mais tradicionais da Itália e produz os famosíssimos Supertoscanos Solaia e Tignanello, além de uma linha imensa de outros estilos de vinho. A empresa ainda conta com marcas como Los Vascos, Las Veletas, Haras de Pirque, Puklavec, Don Guerino, Vivalti, Família Lemos de Almeida, entre outras.

A empresa vem crescendo e está ampliando seus negócios, aumentando o espaço físico, agregando novos empresários do ramo e mantendo crescimento constante do portfólio, com rótulos exclusivos para hotéis, restaurantes e uma linha disponibilizada apenas para o consumidor final. Paul Tudgay destaca ainda o compromisso com o mercado dos Fine Wines, que vem se tornando cada vez mais atrativo no segmento do luxo, são vinhos raros, produções limitadas, além de vinhos reconhecidos e extremamente bem pontuados que também são encontrados no portfólio da empresa.

O novo desafio da Rootstock agora é entregar seus vinhos no prazo de 24h para Curitiba e região, dentro do conceito Fast Wine. As lojas virtuais tiveram um fortalecimento após o início da pandemia, o que levou a empresa a investir no sistema de e-commerce e oferecer diferenciais na consultoria e agilidade na entrega aos seus clientes.

A Rootstock conta ainda com serviço de treinamento de equipes, o chamado “Batismo de Vinho”, projeto voltado para quem está iniciando no mundo dos vinhos. Além disso, também realizam degustações guiadas e também está participando do projeto “Tour o que fazer Curitiba”, onde os clientes adquirem um voucher e ganham R$ 100,00 de desconto na realização de compras acima de R$ 300,00. O site para mais informações é https://rootstockvinhos.com.br/

Bebidas Tchecas para refrescar o Verão.

Com a chegada do verão europeu e o ambiente quente, dá vontade de desfrutar de algo fresco. Queremos levar você para uma pequena jornada pelas bebidas tchecas para desfrutar do destino através do seu paladar.

Kofola, o refresco contra o capitalismo.

Há 50 anos, o Kofola é mais um elemento da identidade tchecoslovaca. Este refrigerante sabor cola surgiu expressamente para oferecer resistência à Coca-Cola capitalista. Ela sobreviveu à Revolução de Veludo e logo conquistou o paladar das novas gerações de tchecos.

Cada país tem seus produtos e marcas próprias, que fazem parte da idiossincrasia nacional, mas poucos são capazes de competir com um gigante multinacional como a Coca-Cola.

A Kofola tcheca é a cola mais vendida na Eslováquia e, na República Tcheca, está em segundo lugar, atrás de seu rival vermelho e branco.

Na verdade, dizem que quem gosta de Kofola não gosta de Coca-Cola e vice-versa. O refrigerante tcheco, inventado em 1960, longe de ser uma imitação, constitui uma bebida com personalidade própria e sabor característico, que simplesmente se gosta ou não, conforme descreve o porta-voz da produtora, Martin Klofandaes.

Vinho tcheco, a grande surpresa.

Um produto pouco conhecido mas todos que o provam, se apaixonam. Descubra os grandes segredos do vinho tcheco. Pode-se começar na Morávia do Sul, região onde a paisagem é coberta de vinhas, vinhedos e castelos, e onde são feitos os grandes vinhos do país. Brancos e tintos se sucedem em cidades como Valtice, Znojmo ou Lednice, onde você pode encontrar variedades nativas como cabernet da Morávia ou a variedades estrangeiras bem estabelecidas como a müller thurgau, que representam a versatilidade do frutado vinhos tchecos frescos e leves.

Com apetite aberto depois de passear por vinhas e mercados, a parada em Znojmo exige uma mesa de madeira ao ar livre entre os seus campos de lavanda, onde é possível desfrutar de um lanche tão simples como saboroso: pepinos em conserva. Uma tradição secular que se faz artesanalmente em cada casa e que tem o equilíbrio certo entre acidez e doçura, resultando o crocante em cada mordida e para a qual um vinho branco da casta Pálava é ótimo, com corpo, com equilíbrio de doçura e muito aroma, uma síntese perfeita da natureza tcheca.

Slivovice.

Indo direto para as tradições, você não deixe de provar o licor local mais tradicional: o Slivovice. Este destilado, geralmente de ameixa, é incolor e de potência reconhecida mundialmente.

Geralmente os tchecos, fiéis à sua tradição, acreditam que uma dose desta bebida pela manhã remove todo o mal do corpo e da mente. Acredita-se que isso venha de um costume do século 13, em que destilados eram sinônimos de prevenção de doenças contagiosas, como a peste.

Ao longo dos anos a história dos destilados se desenvolveu, e o Slivovice surge na época do comunismo na República Tcheca. Na época, dadas as condições do mercado, não havia tanta variedade de frutas a cada temporada então, para não ter de comer sempre as mesmas, os tchecos pararam de consumi-las. E, para evitar que se desperdiçassem, começaram a destilá-las, e acabaram por descobrir a receita desta bebida emblemática.

Foto: navratilovapalenica.cz

Cerveja, o ouro tcheco.

Não é segredo para ninguém que a cerveja tcheca é uma das melhores do mundo. Todos os moradores e turistas apreciam o sabor e podem encontrar marcas locais e mundialmente conhecidas em todo o país. Pode-se dizer que em todo o país existem marcas de cervejas regionais que oferecem ótimos sabores. No entanto, existem algumas que ultrapassaram fronteiras e permanecem no topo das cervejas tchecas ao sabor de todos os amantes desta bebida:

A Boêmia do Sul tem entre suas grandes atrações duas marcas de cerveja locais que fazem jus à fama tcheca. Começamos com uma marca que se destaca como uma cerveja original reconhecida mundialmente como a Budweiser: a cerveja Budvar. Esta marca tcheca licencia o nome globalmente, mas você pode experimentar a autêntica nesta região e visitar sua fábrica na capital.

Outra cervejaria que você não pode perder é a Eggenberg, na cidade de Cesky Krumlov.

A cerveja de Český Krumlov tem um passado rico, que você poderá conferir ao visitar a Cervejaria Eggenberg. O aumento do consumo de cerveja foi a razão pela qual a antiga residência da mãe do último dos Rožembek, Petr Vok, foi remodelada para a aparência atual. A fábrica ganhou o nome do nobre austríaco da linhagem Eggenberg que assumiu o comando de Český Krumlov em 1662. Nos dos bastidores da fábrica você descobre o mistério do engarrafamento, fermentação e armazenamento da cerveja. A visita à cervejaria e a degustação dos quatro tipos de cerveja podem ser combinadas com uma visita aos jardins cujo passado remonta a meados do século XVI.

Becherovka.

A bebida alcoólica de ervas de Karlovy Vary tem uma longa tradição. Foi introduzida no mercado já em 1807, gozando de extraordinária popularidade desde então. O percentual de álcool em Becherovka chega a 38%, aproximadamente.

O seu sabor requintado deve-se às águas Karlovy Vary, ao álcool de qualidade, ao açúcar natural e a uma mistura de 32 ervas e especiarias com um sabor amargo específico. A receita do licor de ervas é um segredo bem guardado, conhecido apenas por duas pessoas na fábrica que produz a Becherovka. O licor é ingerido frio, mas também é um ingrediente favorito na mistura de diferentes bebidas. Muito popular é o chamado «beton», que combina Becherovka com água tônica. Também pode-se combinar o licor com coca-cola ou suco. Se você provar este licor de ervas, visite o Museu Jan Becher, que fica no local da primeira fábrica. Aqui, você saberá mais sobre a história e preparação da Becherovka, mas também poderá saborear a tradicional Becherovka original ou outras variedades que produzidas ali.

Luiz Fernando Destro
destro@czechtourism.com

Visite www.destinotchequia.com para mais histórias, dicas, recomendações e surpresas.

www.visitczechrepublic.com

Dia da Gastronomia Sustentável promove debate sobre alimentos funcionais e substâncias ativas

Data instituída pela ONU alerta para a importância do consumo de itens nutritivos e promove iniciativas que evitem o desperdício

Não é de hoje que se fala em sustentabilidade na utilização dos recursos naturais do planeta. Tanto é verdade que, a cada ano, mais setores da economia têm investido em iniciativas que validem esse conceito em seus negócios e instituições. Com a área de alimentos não é diferente. Prova disso é que, em 2017, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 18 de junho como Dia Mundial da Gastronomia Sustentável, data que está diretamente ligada à mudança nos impactos causados pelo consumo alimentar. Na resolução, países concordam que modos sustentáveis de preparação dos alimentos podem ajudar a comunidade internacional a cumprir a Agenda 2030 da ONU e, dessa forma, todas as culturas e civilizações contribuirão para o desenvolvimento sustentável da economia e do meio ambiente.

Mas, na prática, o que significa Gastronomia Sustentável? De acordo com a engenheira de alimentos Erika de Almeida, o termo se refere ao maior consumo de alimentos nutritivos e funcionais, ao mesmo tempo em que estimula iniciativas que evitem desperdício de alimentos. “A gastronomia sustentável é um conjunto amplo de práticas que promovem melhorias não só na qualidade de vida das pessoas, mas, também, trazem benefícios ao meio ambiente. O setor de alimentos envolve, portanto, consumidores, produtores e varejistas, e se estende aos restaurantes e indústria alimentícia”, pontua. Ou seja, esse movimento mundial compreende toda uma cadeia produtiva: uso de energia, destinação correta de resíduos, diminuição de resíduos, coleta seletiva. São ações que afetam diretamente o clima do planeta.

A Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO) - agência especializada da ONU que lidera os esforços internacionais para erradicar a fome no mundo - estima-se que um terço de todos os alimentos cultivados seja perdido ou desperdiçado, uma quantia avaliada em quase US$ 3 trilhões. Por isso, o tema tem sido pauta constante da instituição, já que a gastronomia sustentável teria a força de promover desenvolvimento agrícola e a produção consciente de alimentos, além de fortalecer a conservação da biodiversidade e a segurança alimentar das comunidades. “No dia a dia, as pessoas podem promover essas ações ao apoiar a produção orgânica, escolher fornecedores locais e criar receitas que aproveitem os alimentos integralmente”, complementa a analista de pesquisa e desenvolvimento da Jasmine Alimentos.

Alimentação Funcional

A pandemia causada pela Covid-19 trouxe orientações e novos protocolos sanitários, como o distanciamento social. Com isso, home office e homeschooling tornaram-se palavras corriqueiras. O fato é que, com a mudança na rotina, as pessoas estão mais tempo dentro de suas casas e passaram a prestar mais atenção à alimentação, resgatando alguns hábitos saudáveis. Uma pesquisa realizada em julho de 2020, conduzida pela Galunion com a Qualibest, apontou que 93% dos brasileiros estão cozinhando e preparando sua própria

comida. Para a nutricionista da E4 e consultora da Jasmine, Fernanda Seiffer, “é aí que entra o conceito de gastronomia funcional, nada mais que técnicas culinárias usadas para preservar os nutrientes dos alimentos funcionais, aqueles que fornecem substâncias ativas para promover benefícios à saúde.”

De acordo com a nutricionista, a gastronomia funcional e culinária saudável passam pela qualidade dos alimentos e métodos de produção, já que a consciência ambiental está associada às escolhas alimentares diárias. “Então, podemos destacar preocupações como a bioacessibilidade”, quantidade de um composto ativo ou nutriente liberado no trato gastrointestinal, tornando-se disponível para absorção e, ainda, a “biodisponibilidade alimentar”, porção de nutrientes desses alimentos que realmente são absorvidos e aproveitados pelo organismo”, finaliza Fernanda Seiffer, atentando que os nutrientes dos alimentos interagem entre si, de forma a melhorar ou piorar o processo absortivo. Por isso, a importância das combinações corretas na hora de cozinhar.

Sobre a Jasmine Alimentos

A Jasmine Alimentos é uma empresa referência em alimentação saudável. Com produtos categorizados em orgânicos, zero açúcar, integrais e sem glúten, a marca visa atingir o público que busca alimentos saudáveis de verdade e qualidade de vida. A operação da Jasmine começou de forma artesanal há 30 anos, no Paraná. A Jasmine está consolidada em todo Brasil e ampliando sua atuação para a América Latina. Desde 2014, a marca pertence ao grupo francês Nutrition et Santé, detentor de outras marcas líderes no segmento saudável na Europa.

Mais informações: www.jasminealimentos.com

CURITIBA SEDIA O 14º FESTIVAL PÃO COM BOLINHO

Evento terá 59 participantes e várias opções de sanduíches vegetarianos

Vem aí o 14º Festival Pão com Bolinho, organizado pela Curitiba Honesta. O evento será de 16 de junho a 7 de julho, no formato presencial (respeitando as medidas sanitárias vigentes) e também por delivery, com entregas exclusivamente pela 99Food. Participam 59 estabelecimentos de Curitiba e Região Metropolitana. O sanduíche tradicional será vendido a R$ 17,90 e o feito com carne à base de plantas sairá por R$ 22,90. Este será um grande diferencial do evento. O empresário Sérgio Medeiros, organizador do festival, destaca: “Desta vez teremos várias opções para os vegetarianos, com um excelente produto, presente em 22 países: a carne à base de plantas da Fazenda Futuro”. Nesta edição, o festival está sendo expandido para a Região Metropolitana de Curitiba. São quatro participantes de São José dos Pinhais, dois de Colombo e um de Campo Largo.
Entre os 17 estabelecimentos que criaram sanduíches vegetarianos especialmente para o evento com o produto da Fazenda Futuro está o tradicional Barbaran, que propõe um Bolinho de carne à base de plantas com temperos da casa, queijo branco, rúcula, alface, cebola roxa, pepino agridoce, maionese de alho da casa no pão francês. Já o Cartolas vem com Bolinho de carne da Fazenda Futuro, queijo cheddar derretido, maionese verde, alface, tomate, cebola roxa, pepino fatiado no pão italiano. O Silzeus oferece Bolinho de carne à base de plantas, queijo provolone derretido, fatia de abacaxi, maionese artesanal misturada com repolho roxo, picles, tomate, maionese alho e cheiro verde no pão francês.
Na categoria dos sanduíches tradicionais, há diversas receitas apetitosas. Entre elas, o sanduíche do Porks Trajano, com Bolinho de carne de porco, creme de cheddar, queijo da Canastra derretido, fatias de bacon crocante, maionese no pão francês. Acompanha tiras de torresmo crocante salpicada com lemon pepper. Já o Mr. Hoppy Pilzarzinho apresenta o Bolinho de carne com temperos especiais, muçarela derretida, creme de queijos, coberto com bacon e cebola roxa caramelizados no chope escuro, salpicado de cebolinha verde servido no pão francês. E o Mas Será o Benedito vem com Bolinho de carne bovina, maionese artesanal defumada, geléia de bacon e cebola, servido no pão macio. Acompanha dadinhos de polenta branca.
O aplicativo oficial é o 99Food, que irá garantir as entregas gratuitas para pedidos a partir de R$ 30. Quem usar o aplicativo pela primeira vez ganha um cupom de R$ 20 (em pedidos acima de R$30). Haverá um raio de distância a partir dos bares atendidos pelo app. Para checar quais bares estão disponíveis na sua região, o cliente só tem que acessar o app.
O Festival do Pão Com Bolinho tem patrocínio das empresas 99Food, Heinz, Gold Food Service e Fazenda Futuro. Apoio: Abrasel-PR. Esta edição do evento estará apoiando e divulgando a Campanha “O Amor Contagia”, parceria das promotorias de Justiça do Ministério Público do Paraná e do Ministério Público do Trabalho do Paraná, com a FUNPAR. O objetivo é apoiar os hospitais públicos e filantrópicos com leitos SUS Covid-19 no Paraná.
Confira os bares participantes:
A lista de endereços, descrições dos sanduíches e fotos estão disponíveis no site www.curitibahonesta.com.br.
1. Aquarius
2. Armazém Santa Ana
3. Baroneza
4. Barbaran
5. Barraca do Cláudio – Tarumã
6. BC Wings – Mondrí -São José dos Pinhais
7. BC Wings – Vila Urbana
8. Belvedere
9. Bodezsa Comida de Boteco – Souq Curitiba
10. Burguer Bar
11. Canabenta
12. Cartolas
13. Charles Burguer
14. Dublins Pub
15. Garden
16. Green Gate
17. Kanavial
18. Maria Fumaça BBQ
19. Mas Será o Benedito?
20. Mavy Pub – São José dos Pinhais
21. Mavy Pub – MondrÍ Gastronomia – São José dos Pinhais.
22. Merano Gastronomia
23. Miss Coxinha – Vista Alegre
24. Mr Hoppy – Anita
25. Mr Hoppy – Agua Verde
26. Mr Hoppy - Bairro Alto
27. Mr Hoppy- Boqueirão
28. Mr Hoppy – Cabral
29. Mr Hoppy – Campo Largo
30. Mr. Hoppy - Colombo
31. Mr Hoppy- Derosso
32. Mr Hoppy – Ecoville
33. Mr Hoppy – Getúlio Vargas
34. Mr Hoppy – Jardim Botânico
35. Mr Hoppy – Jardim das Américas
36. Mr Hoppy – Mercês
37. Mr Hoppy – Pilarzinho
38. Mr Hoppy – Portão
39. Mr Hoppy – Santa Felicidade
40. Mr Hoppy – São José dos Pinhais
41. Pit Stop Burger
42. Porks – Avenida Brasília
43. Porks – Colombo
44. Porks - Itupava
45. Porks- Mon
46. Porks- Portão
47. Porks- São José dos Pinhais
48. Porks Trajano
49. Quermesse
50. Quintal 68
51. Quitutto
52. Quitutto – Distrito 1340
53. Red Face Bbq House
54. Silzeus
55. Smoke Brothers Cwb
56. Smoke N’ Fire
57. Take Your Beer
58. Villa Bistrô
59. Ushuaia

Serviço:
14º Festival Pão com Bolinho
De 16 de junho a 7 de julho de 2021
Delivery e Presencial (conforme decreto municipal vigente)
#festivalpaocombolinho
Informações: www.curitibahonesta.com.br
Instagram @curitibahonesta
Facebook: https://www.facebook.com/curitibahonesta

Dia dos namorados do café da manhã ao jantar

Dicas para celebrar o dia mais romântico do ano desde a manhã até a noite, com presentes e gastronomia

CURITIBA, 09/06/2021 – Como o Dia dos Namorados será celebrado neste sábado, a data pode ser comemorada desde a manhã até de noite. O casal aproveita o clima romântico com várias pedidas, tanto para quem quer ficar em casa quanto para os que desejam fazer um tradicional jantar apaixonado, em restaurantes que funcionam com capacidade reduzida e seguindo os protocolos de segurança.

Confira uma lista de opções para aproveitar o dia 12 de junho completo:

Manhã

Café Cultura – O casal pode iniciar o dia com a Caixa Especial Café da Manhã Amor. A caixa especial conta com um pacote de café de 250 gramas da linha de produção própria da rede Café Cultura, suco de laranja, dois croissants, uma variedade de frios (queijo, presunto, parma e mussarela), manteiga, geleia de frutas vermelhas (também produção própria), waffles com morango, salada de frutas feita no dia e caramelo salgado. Como presente, uma toalhinha decorada. A caixa sai a R$ 159. Há outras opções de cafés da manhã, uma versão vegana (R$ 179) com pedidas como patê de amêndoas com leite vegetal e torta de banana, e uma versão sem glúten (R$ 169), com bolinho de milho, pão de cenoura e mais. Pedidos podem ser feitos em www.cafeculturabrasil.com ou contatando a loja mais próxima: ParkShoppingBarigüi (41) 3024-6002 e Batel Soho (41) 98430-6929.

Almoço

Obst. – O almoço dos namorados ganha um toque especial no Obst., o mais recente empreendimento do renomado chef Lênin Palhano. Para a data, o espaço servirá pratos no sistema à la carte, a partir do meio-dia. São novas criações, resultado das pesquisas da equipe, que acaba de retornar de uma expedição gastronômica pelo interior de São Paulo e Minas Gerais. Serão várias pedidas a ser reveladas na data, surpreendendo os apaixonados. Recentemente, ingredientes como milho crioulo e pinhão tem ganhado destaque no Obst. Reservas podem ser feitas pelo WhatsApp (41) 98822-2667.

Tarde

Esalflores – Dia dos Namorados precisa de flores, e a Esalflores tem as mais variadas opções para os casais. As rosas são tradicionais desta data, e estão presentes desde o ramalhete Amor Nacional, com três flores (R$ 55,90), passando pelo Buquê Especial com 20 rosas vermelhas (R$ 234,90) até o Arranjo Fleurde La Fayette, uma sofisticada caixa transparente com doze rosas (R$ 328, 90). Um destaque da temporada é o Arranjo London Bridge com Balão Gigante: o buquê em espiral de rosas vermelhas importadas vem acompanhado de um balão em formato de coração vermelho. Quem prefere outras flores também encontra pedidas como a Esal FBox Deluxe Prata Especial, um arranjo com variadas espécies coloridas (R$ 269). A loja aceita pedidos pelo site www.esalflores.com.br e por WhatsApp e telefone, no (41) 3091-0403.

Jantar

Raulino – A abertura oficial do Raulino Cozinha Autoral acontece no fim de semana dos namorados. Os casais podem comemorar a data conhecendo o mais novo restaurante da cidade, com opções para os dias 10, 11 e 12 de junho, com reservas para até 20h. São duas escolhas de menu: uma apresenta quatro itens, das entradas, prato principal e sobremesa (R$ 189), e outra é o Menu Seis Tempos, iniciando com espumante e contando com mais pratos (R$249). Raviolone de ostra, Pancetta de porco moura e Cowboy steak no sous vide são algumas das estrelas da noite. Na sobremesa, o Entremet, uma Bavaroise de infusão de capim limão, cremoso de framboesas frescas, genoise de baunilha, finalizado com glaçagem vermelha e arabesco de chocolate belga branco. Reservas pelo WhatsApp: (41) 99658-9900.

Quermesse – O bar preparou uma pedida especial para o jantar dos namorados. Para aplacar o frio e curtir juntinhos, os casais podem aproveitar o Fondue de Mignon no pão italiano com creme de queijo. O menu completo sai por R$ 60 por casal. O ambiente do bar remete às festas do interior, ideal para quem sente falta de uma festa junina em tempos de pandemia. Para harmonizar, o Quermesse tem carta de vinhos e de cervejas especiais. Quem preferir outras opções, o celebrado cardápio da casa, que valoriza a gastronomia regional brasileira, também estará disponível. Reservas precisam ser feitas com antecedência no (41) 3026-6676.

MICHELIN do CAMPO à MESA: Na quarta reportagem da série, chefs contam quais pratos os fazem sair de casa

O quarto episódio da série MICHELIN do CAMPO à MESA já está no ar. Nele, chefs de restaurantes da seleção do Guia MICHELIN contam quais são seus pratos favoritos, capazes de fazê-los rodar quilômetros para matar sua vontade.

Entre os entrevistados, está o chef Lucas Dante, do Bib Gourmand Cepa, que fala de sua primeira visita no estrelado Kan Suke, ambos em São Paulo. Já Paulo Zegaib, do Dinho’s, O Prato MICHELIN, conta: “quando posso, pego o carro e dirijo até o Rio de Janeiro para curtir a cidade e também para provar os pratos do Satyricon [O Prato MICHELIN]"

O 4º capítulo da série também destaca que, não importa o quão longo seja o caminho, a Michelin oferece pneus de alta performance, para que todos cheguem em segurança ao seu destino, sem deixar de lado o prazer em dirigir. Para ler o artigo, acesse: https://guide.michelin.com/br/pt_BR/article/news-and-views/michelin-do-campo-a-mesa-4

MICHELIN do CAMPO à MESA - A série lançada pela empresa apresenta, em capítulos, os caminhos dos alimentos até chegarem aos nossos pratos. Dos pneus agrícolas às mesas de nossas casas ou restaurantes, passando pelos pneus de caminhões, carros, motos, bikes... A Michelin está presente e faz a diferença em cada etapa desta cadeia alimentícia, contribuindo para tornar a mobilidade mais segura e sustentável para todos e todas. Como? Por meio de produtos e serviços ambientalmente responsáveis, além do seu famoso guia gastronômico, o Guia MICHELIN. Para acompanhar: https://guide.michelin.com/br.

A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los a tornar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega mais de 127.000 pessoas em todo o mundo e dispõe de 69 centros de produção implantados que fabricaram cerca de 200 milhões de pneus em 2019. (www.michelin.com.br).

UM DIA É POUCO PARA COMEMORAR O HAMBÚRGUER

Confira as deliciosas criações do chef Junior Durski, para continuar
celebrando a data

No finalzinho de Maio (28) comemora-se o Dia do Hambúrguer, uma das principais paixões gastronômicas. Para quem não comemorou a data, que parece pouca pra tantas delícias, confira as sugestões dos restaurantes do Grupo Madero, com seus hambúrgueres concorridos e amados pelo público!

As criações são do chef e empresário Junior Durski, sempre com a preocupação em oferecer uma alimentação saudável e de qualidade com ingredientes orgânicos, naturais, sem conservantes e com procedência garantida!

No Madero, as receitas artesanais são disputadas com seus hambúrgueres premiados, grelhados ao fogo forte e todas as delícias já conhecidas do público, como o tradicional Cheeseburger Madero (pão crocante assado nahora, alface e tomates orgânicos e frescos, queijo tipo cheddar, maionese artesanal, 180g de carne pura e grelhada - acompanhado por batatas fritas crocantes por fora e macias por dentro, além das versões vegetarianas e veganas, como o Burger Falafel Vegano (hambúrguer de 100g feito com grão de bico, gergelim e farinha de rosca, temperado com hortelã, salsinha, coentro, pimenta, páprica e cominho,com creme de palmito, tomate, alface e sem queijo.

No Jeronimo Burger, marca do grupo com foco nos millennials, a diversão já começa na possibilidade de escolher os itens pelos tamanhos P, M, G e GG. O carro-chefe e um dos campeões de pedidos é o Cheeseburger Jeronimo: burger feito com a quantidade perfeita de carne, sob o calor da chapa de aço cromado em alta temperatura,criando uma casquinha por fora e mantendo por dentro a suculência. O pão édo tipo brioche é uma receita artesanal e levemente tostado; acompanhado de molho rosé, receita exclusiva de Durski.Há também a versão Cheesebacon e o Cheese Crispy Chicken, com peito de frango empanado crocante e queijo cheddar.

Confira os endereços dos restaurantes do Grupo Madero na sua cidade e todos os deliciosos hambúrgueres,também podem ser pedidos pelo Jeronimo e Madero APP, disponíveis para Apple Store e Google Play.

https://jeronimoburger.com.br/restaurantes

https://www.restaurantemadero.com.br/pt/restaurante

Sobre o Grupo Madero:

Fundado pelo Chef Junior Durski, o Grupo Madero é uma das redes de restaurantes, que mais cresce no Brasil. Impulsionada pelo compromisso inabalável com a qualidade - para consumidores e funcionários - o Grupo cresceu de uma única unidade em 2005, para um portfólio multimarcas com mais de 220 restaurantes, distribuídos em mais de 80 cidades no Brasil, desenvolvido sobre uma plataforma verticalmente integrada de produção, distribuição e logística. No coração dessa plataforma está a Cozinha Central, uma unidade de produção automatizada de última geração, que produz e distribui praticamente todos os alimentos consumidos nos restaurantes.

Fechada pela pandemia, Vila Yamon produz refeições para pessoas carentes

Cozinha de uma das casas noturnas mais renomadas de Curitiba prepara refeições que são distribuídas a pessoas em situação de rua pelo projeto beneficente Do Sofá Pra Rua

CURITIBA, 02/05/2021 – Desde o início da pandemia de Covid-19, a Vila Yamon, conglomerado de bares que reúne oito operações gastronômicas na rua Itupava, em Curitiba, passou sete meses completamente fechada para atendimento ao público. Mais recentemente, o empreendimento passou a viver a instabilidade de aberturas e fechamentos impostos pelo poder público na tentativa de controlar o aumento no número de casos da doença.

Enquanto isso, a falta de alimentos e o aumento da extrema pobreza se tornaram realidade para 14,5 milhões de brasileiros. Hoje, 58 milhões de pessoas correm o risco de deixar de comer por falta de dinheiro no Brasil, país que em 2013 havia deixado o Mapa da Fome da ONU (Organização das Nações Unidas).

Diante desse cenário de dificuldades, os empresários Thiago Pissaia, Fabio Helm, Willy Pires, Vinícius Michalack e Nelson Peixoto uniram esforços para ajudar a minimizar a insegurança alimentar entre os moradores de Curitiba. Há três meses, a cozinha da Vila Yamon está servindo de estrutura para a preparação de aproximadamente 800 refeições por mês, que são distribuídas pelo projeto Do Sofá Pra Rua a pessoas em situação de rua, comunidades e casas de apoio.

Criado no início da pandemia, em Curitiba, o projeto Do Sofá Pra Rua hoje conta com mais de 300 voluntários e uma organização que beneficia mais de 850 pessoas por semana, entre ações programadas e pontuais, como noites de pizza e cafés da manhã aos necessitados. A iniciativa é um dos projetos voluntários que atendem o programa Mesa Solidária, a convite da Prefeitura Municipal de Curitiba, por meio da Fundação de Ação Social (FAS). "O projeto vai muito além das entregas, nós formamos uma rede que, com pequenas ações e muito amor envolvido, está ajudando muita gente que mora nas ruas a ter uma refeição digna e muitos voluntários com a compaixão que recebem ao participar", explica Kahoê Mudry, um dos idealizadores.

Neste momento igualmente delicado para o setor gastronômico, obrigado a fechar as portas sem qualquer auxílio financeiro do setor público, os empresários e sócios da Vila Yamon encontraram na parceria com o Do Sofá Pra Rua uma maneira de continuar transformando a sociedade através da comida feita por amor. "O mais importante nesse momento é ver que as pessoas, mesmo na dificuldade, podem sorrir e ter alimento para estar melhor e com menos vulnerabilidade social. Nós não mediremos esforços para dar continuidade a esse projeto", conta Thiago Pissaia, um dos idealizadores do projeto Vila Yamon.

Para contribuir com o Do Sofá Pra Rua, basta acessar o Instagram @dosofaprarua e enviar uma mensagem direta. O contato também pode ser feito pelo WhatsApp (41) 99685-5180 ou (41) 99918-1102. É possível ainda fazer uma doação em dinheiro pela plataforma EBANX Beep (ebanxbeep.com/do-sofa-pra-rua).

A Vila Yamon fica na Rua Itupava (Nº 1.402), no bairro Alto da XV, em Curitiba. O empreendimento está fechado para atendimento presencial devido à bandeira vermelha de contenção à pandemia de Covid-19 no município de Curitiba. Delivery de comidas e bebidas de terça-feira a domingo – cardápio completo no Instagram @vilayamon ou pelo WhatsApp (41) 99568-3970. Para mais informações, acesse o site www.vilayamon.com.br.

Especialistas apresentam rótulos nacionais para comemorar o Dia do Vinho Brasileiro

Projeto Taça & Prosa, iniciativa da Cooperativa Vinícola Garibaldi para celebrar a data, terá transmissão de degustação comentada em 4 de junho, destacando lançamentos e produtos premiados da marca

O consumo de vinho no Brasil ultrapassou sua média histórica, pouco superior a 2 litros por habitante e, em 2020, chegou à marca de quase 2,7 litros por pessoa, o que significa crescimento de 26%, conforme dados da Ideal Consulting. Além disso, a população brasileira que bebe vinho ao menos uma vez na semana cresceu 3 milhões de 2019 para 2020, de acordo com informações da consultoria inglesa Wine Intelligence.

A tendência ascendente dos números não é mero acaso. Ela é resultado de décadas de investimento do setor vinícola brasileiro na qualidade dos vinhos e espumantes elaborados em solo nacional, um esforço para oferecer aos consumidores produtos de excelência e, assim, conquistar sua preferência. O movimento vem dando certo - e esse é um dos principais motivos de celebração na comemoração do Dia do Vinho Brasileiro em 2021.

Neste ano, a data ganhou programação estendida: desde 10 de maio, produtores de todas as regiões do país têm realizado ações para promover vinhos, espumantes e sucos de uva feitos no Brasil, mostrando para o consumidor suas qualidades e estimulando as pessoas a apreciarem as bebidas vinícolas nacionais, em uma força tarefa que vai até 06 de junho. A Cooperativa Vinícola Garibaldi culmina sua participação nessa iniciativa com uma ação temática que ocorre no dia 04 de junho, sexta-feira: a transmissão da primeira live do projeto ‘Taça & Prosa’.

55YDZkVGO6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjN0UTM5gDO3EjOnVGcq5ydvx2Y2I2MmJTZiF2M5MTNmVjYjFmM1IWY4EDN4EzMxEzMmZkMlEzMmZkMlEDM2ATMGJTJyAjM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
Crédito Cassius Fanti

A partir das 20h, quatro especialistas entram no ar, ao vivo, pelo Instagram da vinícola (@coopvinicolagaribaldi) para debater temas importantes ligados ao setor vinícola e, especialmente, apresentar ao público vinhos e espumantes de destaque elaborados pela marca. São presenças confirmadas entre os comentaristas o enólogo da Cooperativa Vinícola Garibaldi, Ricardo Morari, e os convidados Leandro Baena (@chorodavideira), Roberto Rodrigues de Araujo Junior (@confrariadobob) e Luciana Toscano (@vinhosdaserragaucha).

A degustação comentada traz lançamentos como o vinho Granja União Merlot Rosé, que está chegando ao mercado esse mês, e rótulos consagrados, como o premiado Espumante Garibaldi Moscatel, o Espumante Garibaldi VG Extra Brut e o vinho Garibaldi Merlot Reserva. Conheça:

Vinho Granja União Merlot Rosé

Uma das novidades preparadas pela Cooperativa Vinícola Garibaldi para este ano, o Merlot Rosé da linha Granja União chega ao mercado para, primeiramente, seduzir pela aparência - para, depois, conquistar pelo paladar. Seu aspecto visual levemente rosado é resultado de um cuidado na maceração com as cascas. "Fizemos isso sem a extração de taninos excessivos que poderiam tirar a leveza e a delicadeza desse vinho", observa o enólogo chefe da cooperativa, Ricardo Morari. Esse varietal traz como componentes degustativos também aromas intensos de frutas vermelhas, como cereja e morango, e um sutil toque floral. Em boca, apresenta bom frescor, leveza e acidez equilibrada. O novo rosé da casa foi mantido a uma temperatura de fermentação controlada, buscando aromas finos e intensos. Após a fermentação, o vinho permaneceu em tanque refrigerado até o engarrafamento, a fim de preservar seu frescor e jovialidade. Por isso, apresenta uma graduação alcoólica inferior (10,5%) à do Merlot tradicional da mesma família (11,5%). Morari destaca a versatilidade desse vinho como uma de suas grandes qualidades, já que pode ser consumido de forma descompromissada. "É um vinho descomplicado, que não necessariamente exige harmonização para ser consumido", opina.

Vinho Garibaldi Merlot Reserva

Pode-se dizer que o Merlot está para a Serra gaúcha assim como o Carmenere está para o Chile ou o Malbec para a Argentina. Embora essa frase contenha uma dose de exagero, é uma forma de mostrar como essa casta, entre as tintas, tem forte identificação com a principal região produtora de vinho do país. O Garibaldi Merlot Reserva é vinificado de forma tradicional, com seleção das uvas no vinhedo e aumento da relação sólido líquido, o que eleva a extração dos componentes presentes na película da uva, em especial os compostos fenólicos. Após a fermentação alcoólica, realiza-se a fermentação malolática, deixando o vinhos mais macio. Além disso, o vinho passa por um período de maturação em carvalho francês por seis meses antes de ganhar as prateleiras de mercados e lojas especializadas. A bebida apresenta coloração vermelho rubi intenso e reflexos violáceos, com aromas de frutas vermelhas, manteiga e um toque de chocolate. Em boca, percebe-se corpo moderado com acidez equilibrada e taninos macios. Este vinho foi elaborado na Safra 2020, tida como "A Safra das Safras", por sua qualidade diferenciada e está indo para o mercado agora.

Espumante Garibaldi Moscatel

Reconhecido internacionalmente, com distinções em países como Espanha, Grécia, Inglaterra e França, o Garibaldi Moscatel também se consagrou na América Latina ao receber o principal prêmio da mais importante competição do continente, o Catad’Or Wine Awards, em 2018, no Chile. A distinção concedeu à bebida da Cooperativa Vinícola Garibaldi o título de Melhor Espumante do Cone Sul. Mas há mais: o espumante estampou a publicação 5StarWines - The Book 2021, da Vinitaly, maior feira de vinhos da Itália. Se as credenciais dessa bebida já seriam suficientes para justificarem sua presença no Taça e Prosa, a análise sensorial desse espumante elaborado com dois tipos de uva Moscato - Branco e Giallo - certifica de vez a escolha do Moscatel para essa lista. Esse espumante é elaborado através do método Asti, com apenas uma fermentação, que é interrompida para manter maior residual de açúcar e diminuir a graduação alcoólica, dentro de autoclave. O Garibaldi Moscatel é um espumante de coloração clara, com reflexos esverdeados e aspecto brilhante, além de apresentar ótima formação de perlage. No olfato, apresenta aromas com notas de melão, maçã verde, flores brancas e um toque de mel. Já no paladar, mostra-se suave e cremoso, com acidez equilibrada e refrescante.

Espumante Garibaldi VG Extra Brut

Elaborado pelo método Charmat com uvas Chardonnay e Pinot Noir, o Espumante Garibaldi VG Extra Brut é uma bebida de paladar estruturado, com acidez equilibrada e refrescante. Tais atributos conquistaram o júri internacional, sendo reconhecido duplamente em premiações na terra do espumante, a França. O vinho borbulhante ganhou a medalha de ouro tanto no Challenge International du Vin quanto no Citadelles du Vin ocorridos no ano passado. E ainda obteve, na Grécia, uma medalha de bronze no Thessaloniki International Wine & Spirits Competition. É elaborado pelo Método Charmat Longo, permanecendo em autólise no autoclave por 12 meses, o que lhe confere estrutura, intensidade e cremosidade. O VG apresenta uma cor amarelo palha com reflexos esverdeados, aspecto brilhante e ótima formação de perlage. O olfato lembra aromas com notas de abacaxi, baunilha e um delicado toque de pão tostado.

22YDMklTZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjN0UTM5gDO3EjOnVGcq5ydvxWOiBTM3IWZ2UTMiNjNyIWOlVWY4YTNmVGN1QjNwgDOxYkMlgDOxYkMlEDM2ATMGJTJyAjM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
Kit Taça & Prosa crédito Philogus

SERVIÇO

O que: Taça & Prosa, degustação comentada transmitida pela Cooperativa Vinícola Garibaldi, integrando a programação comemorativa ao Dia do Vinho Brasileiro

Quando: 04 de junho, às 20h

Onde: pelo canal da Cooperativa Vinícola Garibaldi no Instagram - @coopvinicolagaribaldi

Quanto: o acesso à transmissão é gratuito.

Como participar: o público pode acompanhar as degustações em casa, adquirindo o kit com os quatro produtos pelo preço promocional de R$ 129,00 (informações sobre como adquirir podem ser obtidas pelo fone/whats 54 99196-5577 ou através do site https://www.vinicolagaribaldi.com.br).

MAIS DE 450 CASAS DO BRASIL CELEBRAM O DIA DO HAMBÚRGUER EM PLATAFORMA ÚNICA

Plataforma, que reúne todas as ofertas da data em um site oficial para facilitar a consulta e a participação do consumidor, celebra o Dia do Hambúrguer com campanhas e ações que incentivam e apoiam o delivery e o take out

Dia 28 de Maio é comemorado o Dia do Hambúrguer - próximo também comemora-se o Dia da Batata Frita, 30 de Maio, e o Dia do Ketchup, em 5 de Junho. Reunidas estas datas tão especiais para fãs de burgers e hamburguerias inspiraram a criação da Semana do Hambúrguer.

A campanha conta com patrocínio de Santander - o Banco da Gastronomia, e Heinz - marca preferida de ketchup dos brasileiros, e apoio das marcas Getnet e Esfera, Goose Island e Mondial. A Semana do Hambúrguer reunirá, de 28 de maio a 05 de junho, aproximadamente 450 participantes espalhados por 79 cidades e 22 estados do Brasil – em praças como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Manaus, Salvador, Brasília, Vitória, Belo Horizonte, João Pessoa, Curitiba, entre outras, em uma campanha digital e exclusiva de ações e promoções que fomentam o delivery de hambúrguer. “Diante dos desafios impostos desde o início da pandemia, o segmento gastronômico encontrou no delivery e no sistema take away uma alternativa para manter suas operações. E, em homenagem à data, que é muito representativa para a indústria, desenvolvemos essa campanha que reúne estabelecimentos do país com sugestões e preços especiais”, afirma Claudio Baran, idealizador da semana temática.

Cada casa participa com uma, duas ou até três das opções propostas: “O Burger TA ON” – com burger a R$ 10, especialmente no dia 28 de maio; o combo “Viva o Burger” – com burger e acompanhamentos sugeridos por cada casa, a R$ 25, e o “Super Combo” – com sugestões especiais. As casas participantes podem ser conferidas no site www.semanadohamburguer.com.br. Entre os destaques da capital paulista estão nomes como: Matilda Lanches, Tradi, Old Man Sandwich Shop, The Bear Burger, Forneria San Paolo, Lanchonete da Cidade, entre outros.

A criação e organização da Semana do Hambúrguer é realizada pela Agência KRP que também assina os festivais Brunch Weekend, Sanduweek, Burger Fest e Food Delivery Series.

Rede Porks promove ação especial para o Dia Mundial do Hambúrguer em Curitiba e região

Nesta quinta-feira, dia 27 de maio, as lojas da rede Porks – Porco & Chope vão duplicar os pedidos de hambúrguer; compra um, ganha outro igual

CURITIBA, 26/05/2021 – Comemorado anualmente no dia 28 de maio, o Dia Mundial do Hambúrguer é uma homenagem mais do que merecida para uma das iguarias mais democráticas e versáteis da gastronomia mundial. Com uma história que indica o seu surgimento em meados do século XIX, em Hamburgo, na Alemanha, a receita, que inicialmente se tratava de um bolinho de carne com temperos, evoluiu, ganhou a companhia inseparável do pão e diferentes adaptações em cada região do mundo.

Do tradicional ao gourmet, o hambúrguer é um dos pratos mais populares entre os brasileiros e para comemorar a data, o Porks – Porco & Chope, maior rede de carne suína do país, preparou uma ação especial para os amantes da iguaria aproveitarem a celebração. Nesta quinta-feira, dia 27 de maio, todas as lojas Porks de Curitiba e região vão antecipar as comemorações oferecendo uma promoção especial de hambúrguer em dobro. Durante todo o dia, quem pedir qualquer opção de hambúrguer disponível no cardápio do Porks vai ganhar outro igual.

Com dezenove unidades, próprias e franqueadas espalhadas pelas cidades de Curitiba (PR), São José dos Pinhais (PR), Colombo (PR), Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG), São Paulo (SP), Brasília (DF), Águas Claras (DF), Santos (SP), Samambaia (DF) e Recife (PE), o Porks oferece preparos desenvolvidos com receitas exclusivas e muita excelência sem deixar de lado os preços acessíveis. Entre os destaques do menu está o saboroso Porks Bacon Burger, preparado com burger de costelinha de porco, creme de cheddar e tiras de bacon crocante.

Seguindo o estilo dos pubs europeus, o Porks aposta em uma operação enxuta e descolada, sem garçons, e com preparos que podem ser consumidos nas mesas ou de pé, até mesmo, na rua. “Para isso, a casa trabalha com preparos deliciosos, que exploram toda versatilidade da carne de porco, e de fácil consumo. Para completar a experiência, a nova unidade do Porks contará sempre com música ao vivo, sem couvert artístico ou entrada, além de ser um espaço pet friendly.

Para mais informações sobre a ação especial do Dia Mundial do Hambúrguer, acesse o perfil oficial da rede Porks – Porco & Chope no Instagram (@porks_brasil).

Cafeteria tem blends exclusivos de café com produção própria

Café Cultura tem torras especiais em laboratório próprio, com gestão completa da cadeia de produção do plantio até a xícara

CURITIBA, 25/05/2021 – O cuidado com o café desde o grão até a bebida é destaque da rede Café Cultura. O processo todo é acompanhado pela equipe da marca catarinense, que garante a alta qualidade de suas torras. O processo exclusivo gera os blends especiais, que podem ser degustados nas lojas ou em casa, com a venda dos pacotes. Toda essa excelência transformou a rede em uma das grandes referências na produção de cafés especiais no Brasil.

“Somos a única rede de cafeterias com projeção nacional com o conceito Farm to Cup, garantindo assim a qualidade em todos os processos, da fazenda à xícara”, diz um dos sócios, Carlos Zilli, que também é diretor de Estratégia Digital na Associação Brasileira de Franchising (ABF). Entre seus vários prêmios, a rede Café Cultura foi considerada a melhor rede de cafeterias do Sul do Brasil e a oitava do país pelo Guia de Franquias 2019/2020, elaborado pela Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Mesmo com a venda online de produtos (no site www.cafeculturabrasil.com), o Café Cultura está em plena expansão de lojas físicas, contando com unidades em Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraná. Recentemente, desembarcou na cidade de Curitiba com duas unidades: uma no ParkShoppingBarigüi e outra no Batel Soho.

A rede foi fundada em2004 pela CEO do Café Cultura, Luciana Melo. Neta de imigrantes italianos cafeicultores, busca o cuidado com grãos especiais, selecionando parceiros ideais para elaborar seus blends e apresentar uma verdadeira cultura do café. Há gestão da cadeia desde os produtores até o cliente final. Até mesmo o solo é analisado por Luciana: os grãos 100% arábica tem origem controlada em altitudes acima de 1000m em fazendas de estados como São Paulo e Espírito Santo. Após inspeção, os frutos de alta qualidade são levados ao Café Cultura Lab, laboratório próprio da rede para torrefação e elaboração dos blends.

Linha de Blends

Seis opções completam a linha clássica de cafés do Café Cultura. O House Blend, por exemplo, tem acidez equilibrada com doçura intensa, bem equilibrado e aromático. O Bourbon Amarelo alia notas de caramelo e laranja com notas florais. Já Peaberry é mais aveludado e doce, uma torra mais uniforme com aroma de chocolate. O Orgânico apresenta acidez sutil e corpo médio, de toque cítrico e doce. E o Descafeinado é um café encorpado com notas de frutas secas e nozes que não apresenta o amargor da cafeína. No Dia das Mães, foi lançado o Delas Blend: um café totalmente elaborado por mulheres, plantado no norte do Paraná, cremoso, levemente adocicado e de notasfrutadas.

A marca conta também com edições limitadas e especiais. Para a Páscoa, por exemplo, foi lançado o Páscoa Blend, em uma ação pontual para a celebração com presença marcante do aroma de chocolate. O Café Cultura Lab mantém constante pesquisa de novidades, para o lançamento de variados sabores. Para os próximos meses, já está programado o lançamento de três blends exclusivos.

A rede Café Cultura conta com duas unidades em funcionamento na cidade de Curitiba: ParkShoppingBarigüi (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600) e Batel Soho (R. Saldanha Marinho, 1050). Para mais informações, acesse o site www.cafeculturabrasil.com.

Maio celebra o café no Brasil

Especialista traz dicas para harmonizar a bebida com diferentes alimentos

A degustação de um café ganha sabores especiais no mês de maio, quando é dada a largada para o início da colheita da safra do grão no Brasil. Patrimônio nacional, o café tem apelos bem democráticos com sua variedade traduzida em gostos, aromas e nuances.
Por isso, nada mais justo do que dedicar neste mês homenagens ao café. Para quem não sabe, o calendário brasileiro tem um dia especial: 24 de maio, que celebra o Dia Nacional do Café. A data foi instituída em 2005 pela Associação Brasileira da Indústria de Cafés (ABIC).

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial do grão, é responsável por 38% do cultivo no planeta e tem grande parte do plantio concentrado em Minas Gerais [líder nacional], São Paulo, Espírito Santo, Paraná e Bahia.

Café aproxima

“Ainda sentimos os efeitos das medidas de distanciamento social e as pessoas tendem a permanecer mais tempo em casa. Com isso, além do inverno, temos um aumento no consumo do café, que é uma bebida que inspira uma boa conversa a dois ou aquela pausa no trabalho para repor as energias”, explica Carlo Costa Gallinea, diretor comercial da CCG Representações, responsável pela expansão da marca catarinense Bonblend Cafés Especiais.

Se o café é uma bebida popular, pronto para ser consumido em qualquer ocasião, o potencial de combinação com outros alimentos também mostra sua força. Eclético, ele vai bem com frutas, queijos, doces e salgados, além de combinado com outras bebidas e ganhar o status de drink.

Harmonização com comidas

Segundo o executivo da CCG, se a opção for degustar queijos com características mais cremosas e salgadas, a harmonização deve ser feita com o tradicional café coado. Já num café mais adocicado, o contraste é bem-vindo. Neste caso, o acompanhamento vai bem com um pão de queijo salgado, tortas e quiches.

Com as frutas, é só tomar cuidado para não exagerar no sabor amargo, usando frutas silvestres mais adocicadas e encorpadas como peras, framboesas e morangos.

Cafés coados, suaves e adocicados também harmonizam deliciosamente com bolos feitos de fubá, cenoura e milho. Se o cardápio apresentar sobremesas mais intensas como brigadeiros, tiramisu e petit gateau, o café espresso e de volume mais forte é o indicado, segundo Gallinea.

Drinks de café

O café também reúne características que permitem boas combinações com outras bebidas. No inverno, quanto mais quente, melhor. A versão “mocha” - que também é conhecida como moccacino - cumpre à risca esse preceito. Ela é formada com uma dose do café espresso, calda de chocolate ou chocolate quente, leite vaporizado e micro espuma do leite.

“Normalmente, ele vem polvilhado com chocolate ou canela para dar um toque a mais no sabor e na aparência. E também vale aquela foto chamativa para repercutir nas redes sociais”, brinca o executivo.

O preparo Havaiano é outro tipo que pode ser considerado uma boa pedida no inverno. “De forma bem simples, ele é quase um café com leite, mas no lugar do leite de vaca usamos leite de coco em sua composição e uma decoração bem característica com coco queimado nas bordas”, descreve Gallinea.

Até mesmo com bebidas alcóolicas a presença do café ganha destaque. É o caso do café Caribenho. “Ele pode ser considerado um drink, já que leva rum em sua composição. Algumas receitas podem adicionar um pouco de gim e vermute seco, mas a versão original leva apenas rum e açúcar. Outro de tom alcóolico é o café irlandês, que leva whisky e creme batido na receita. Como se percebe, basta soltar a imaginação, usar à vontade o café e brindar suas receitas favoritas”, conta Gallinea.

Sugestão de legenda

Durante o inverno, café ganha destaque na mesa dos brasileiros e harmoniza com diferentes pratos e bebidas

Crédito das fotos

Divulgação/Brasílio Wille

Cafés especiais ganham preferência no gosto do brasileiro

Busca por qualidade e aromas amplia mercado nacional e internacional. Grãos com indicação geográfica se destacam entre os amantes da bebida

Cafés especiais com IG, como os produzidos no norte pioneiro do Paraná, se destacam no mercado pela diferenciação na qualidade, sabor e aroma. Crédito: Divulgação.

Há quase 300 anos, o Brasil começou a trilhar o seu caminho como um dos maiores e melhores produtores de café no mundo. Com os novos hábitos dos consumidores, há uma procura cada vez maior por qualidade e por sensações que essa bebida, que faz parte da tradição brasileira, pode oferecer. Com o crescimento do mercado dos cafés especiais, o público tem mudado a forma de escolher a bebida, o que tem ampliado as chances para pequenos produtores, torrefadores, baristas, provador/classificador e donos de cafeteria, tanto dentro do país como no exterior.

Pesquisa realizada pelo Sebrae, revela que 52% dos profissionais da cadeia produtiva do café especial no Brasil estão há no máximo cinco anos nesse ramo. “O nicho do café especial é totalmente novo no país, mas o fato de agregar valor ao produto e por haver uma procura maior, pelo consumidor, por cafés diferenciados, faz com que esse mercado tenha um grande potencial de expansão”, comenta o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

De acordo com o estudo dos profissionais ligados à cadeia de cafés especiais, este mercado tem ficado cada vez mais com o perfil de empreendedores jovens e com uma participação maior das mulheres à frente desses negócios. Os empresários desse segmento reconhecem a mudança de comportamento do consumidor e têm se preocupado mais com a origem e como o produto é produzido.

Entre os produtores rurais que trabalham com cafés especiais, esse tipo de produto já representa em média 44% da produção total. Os donos de torrefação, assim como os proprietários de cafeterias levam mais em consideração o perfil sensorial, a pontuação do café e a origem do produto do que o preço que irão pagar.

IG trouxe visibilidade nacional e internacional para o café paranaense. Crédito: Divulgação.

IG atende novo perfil do consumidor

O Brasil é o maior produtor de café do mundo e o segundo maior consumidor do grão, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. O país possui 12 indicações geográficas de café. A mais recente foi conquistada pelo Estado do Espírito Santo, maior produtor brasileiro de café Conilon. Somente em 2020, o Brasil produziu 63,1 milhões de sacas, o equivalente a 3,7 toneladas de café, incluindo o arábica e o Conilon.

No Paraná, o norte pioneiro foi a primeira região a conquistar um selo de Indicação Geográfica (IG), em 2012, com o café especial. Os solos de origem vulcânica e clima subtropical oferecem grande potencial para a produção de grãos diferenciados. Ao longo dos últimos anos, a capacidade de produção e colheita tem sido aprimoradas com o uso de novas tecnologias para aumentar a qualidade, agregar valor e atender a demanda em constante crescimento.

A IG trouxe visibilidade nacional e internacional para o café paranaense, abriu novos mercados, melhorou a renda dos cafeicultores e contribuiu para o desenvolvimento da região, que é formada por 45 municípios. O consultor do Sebrae/PR, Odemir Capello, afirma que foram criados vários núcleos de produção no norte pioneiro desde então. Além disso, a região passou a atrair especialistas da bebida por meio da Feira Internacional de Cafés Especiais (Ficafé), o que tem contribuído para a crescente valorização do produto.

“Hoje, cerca de 40 torrefações compram os cafés especiais do norte pioneiro”, conta Capello. Em 2021, a Cooperativa de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (COCENPP) realizou a primeira exportação direta – sem intermediação de traders - de microlotes de café para a Europa. O mercado em crescente expansão reflete o novo perfil do consumidor da bebida, que ficou mais seletivo.

Principais resultados da pesquisa:

O levantamento foi feito com 366 profissionais da cadeia produtiva de cafés especiais, de 22 unidades da federação, no período entre outubro e dezembro de 2020.

- 52% dos profissionais da cadeia produtiva do café especial no Brasil estão há no máximo cinco anos nesse ramo.

- O nicho do café especial é totalmente novo no país, mas o fato de agregar valor ao produto e por haver uma procura maior, pelo consumidor, por cafés diferenciados, faz com que esse mercado tenha um grande potencial de expansão.

- O perfil dos profissionais ligados à cadeia de cafés especiais tem ficado cada vez mais jovem e com uma participação maior das mulheres à frente desses negócios.

- Os empreendedores desse segmento reconhecem a mudança de comportamento do consumidor e têm se preocupado mais com a origem e como o produto é produzido.

- Entre os produtores rurais que trabalham com cafés especiais, esse tipo de produto já representa em média 44% da produção total.

- Os donos de torrefação, assim como os proprietários de cafeterias levam mais em consideração o perfil sensorial, a pontuação do café e a origem do produto do que o preço que irão pagar.

- O novo perfil desse consumidor mais seletivo, acaba se refletindo no aumento da produção de produtos orgânicos e com selo de Identificação Geográfica.

- Um quarto dos produtores de cafés especiais tem selo de IG e outros 10% já estão produzindo cafés orgânicos.