Como fazer um Boulevardier, o ‘primo’ do Negroni feito com uísque

Barman Leonardo Ramos ensina a receita do tradicional coquetel, que ganha toque de especiarias ao ser defumado com canela do Ceilão na versão do Bar Koré, do Qoya

Um dos drinks tradicionais que voltaram ao topo dos menus nos últimos anos com o renascimento da coquetelaria clássica, o Negroni tem um “primo” menos conhecido, mas que também vive seus dias de retorno. Trata-se do Boulevardier – um coquetel composto também por vermute doce e Campari, mas com uísque americano no lugar do gin. O drink é um dos destaques do Bar Koré, no Qoya Curitiba – Curio Collection by Hilton (Av. Sete de Setembro, 4.211 – Batel).

Assim como o Negroni, o Boulevardier está ligado ao paladar mais amargo apreciado na época de sua criação – provavelmente nos anos 1920, conforme explica o barman do Koré Leonardo Ramos. “Os coquetéis remetiam aos primórdios medicinais das bebidas. A proposta dos dois drinks é trazer mais equilíbrio e suavizar estas notas mais pesadas, mais fortes e herbais”, conta o barman.

A doçura do bourbon cria uma harmonia perfeita com o amargor do bitter italiano – na opinião dos admiradores do Boulevardier, até melhor do que a obtida com o gim. Se você é fã do Negroni, precisa conhecer este clássico que é também uma excelente opção para ser preparada em casa.

No Koré, o drink é defumado com canela do Ceilão.

Como fazer o Boulevardier

No Koré, a receita do Boulevardier leva partes iguais de cada ingrediente – um terço de vermute doce, um terço de Campari e um terço de bourbon. O drink ganha um toque de especiarias com a defumação com a canela do Ceilão. “A canela conversa muito bem com os ingredientes e deixa o coquetel um pouco mais terroso. O defumado permeia todo o coquetel, deixando-o mais alongado e adicionando uma camada de sabor que traz uma experiência mais rica”, explica Ramos.

Passo 1:

Para preparar o Boulevardier do Koré, comece com a defumação do copo do coquetel. Em uma superfície resistente ao fogo, queime uma rama de canela com um maçarico pequeno. Cubra com o copo com a boca para baixo por cerca de 2 minutos.

Passo 2:

Coloque 30 ml de bourbon, 30 ml de Campari e 30 ml de vermute doce em um copo misturador ou coqueteleira com gelo. Mexa até gelar o copo

Passo 3

Coe e transfira para o copo defumado com gelo.

O coquetel também pode ser preparado com diferentes proporções (com 45 ml de bourbon ou rye) e finalizado com um twist de laranja ou limão ao invés da canela.

A canela deixa o coquetel alongado e adiciona mais uma uma camada de sabor.

Origens

Segundo o barman Leonardo Ramos, a literatura não traz informações definitivas sobre qual coquetel surgiu antes – se o Negroni ou o Boulevardier. “Acredita-se que foi criado em Paris, em 1927, por um dos bartenders americanos que tiveram que sair dos Estados Unidos para poder continuar trabalhando no período da Lei Seca”, explica. O nome seria uma referência a uma revista homônima sediada em uma das famosas boulevards parisienses.

Assim, apesar do nome francês, seria um coquetel com raízes americanas – como sugere a presença do uísque na receita, assim como ocorre em outros drinks clássicos da coquetelaria dos Estados Unidos criados com bourbon ou rye whiskey. De acordo com o barman do Koré, no entanto, o Negroni e o Boulevardier sempre foram considerados “da mesma família” – juntamente com clássicos como o Americano, antecessor da dupla que leva club soda ao invés de gim ou uísque. “O Boulevardier é uma das referências quando se fala em variações de Negroni”, diz Ramos.

Koré

A filosofia dos bares Koré é a mesma que norteia os restaurantes de mesmo nome, no Qoya e no Suryaa Curio Collection by Hilton, em Alphaville. Produtos frescos e de qualidade, unindo o regionalismo à sofisticação. Entre os coquetéis do cardápio, não faltam os icônicos Whisky Sour, Cosmopolitan, Espresso Martini, Negroni, Gin Tônica e a brasileiríssima Caipirinha. A aposta na coquetelaria autoral é um diferencial, com drinks de assinatura desenvolvidos especialmente para o Koré pelo bartender Lukas Siqueira, da Eat Kitchen Lab. Os bares e restaurantes Koré estão abertos para o público em geral.

Bar Koré

Qoya Hotel Curitiba

Av. Sete de Setembro, 4.211 – Batel – Curitiba

De segunda a domingo, das 16 horas até 23 horas.

Reservas: WhatsApp: (41) 3340-4000 | recepcao.qoya@hcchotels.com.br

*com divulgação

Categorias:(HOTÉIS/POUSADAS), AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BARES, Bebidas, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, DIVIRTA-SE, evento, FREE LIFESTYLE, GASTRONOMIA, HOTÉIS, hoteis, LANÇAMENTOS, restaurantesTags:, , , , , , , , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s