MOVIMENTO CRIADO POR STELLA ARTOIS “APOIE UM RESTAURANTE” VAI AJUDAR MAIS DE MIL ESTABELECIMENTOS AFETADOS PELO ISOLAMENTO SOCIAL

Consumidores podem comprar vouchers com 50% de desconto para usar no futuro, ajudando estabelecimentos a se manterem financeiramente durante período de crise

Homem sentado à mesa Descrição gerada automaticamente
Na foto, a chef Ieda de Matos, do restaurante Casa de Ieda, em São Paulo. Crédito: Pablo Lobo

Março de 2020 – O isolamento social impôs diversas mudanças na rotina das pessoas e das empresas – entre os segmentos impactados está o dos restaurantes, que sofrem pela paralisação ou funcionamento parcial e correm risco de fechar as portas: segundo a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), cerca de 10% dos estabelecimentos da capital paulista devem encerrar suas atividades por conta da crise do COVID-19. Por isso Stella Artois criou o movimento “Apoie Um Restaurante”, uma corrente para unir parceiros de todo o Brasil – restaurantes, comunidade e marcas – pela sobrevivência destes negócios.

“Apoie Um Restaurante” é uma plataforma colaborativa, criada com a ChefsClub para gerar caixa para que esses estabelecimentos, em especial os menores, se mantenham em funcionamento durante a fase de baixa demanda. Acessando www.apoieumrestaurante.com.br, o consumidor escolhe um restaurante e na compra de um voucher de R$ 100 paga só R$ 50 para consumir presencialmente no futuro – é um desconto de 50%, custeado por Stella Artois e outros parceiros da ação. Entre os apoiadores do projeto está o chef Alex Atala, uma das principais vozes da gastronomia brasileira e parceiro de Stella em outros projetos.

Serão milhares de cupons para resgate em diversas regiões do Brasil, entre elas Curitiba, com o objetivo de reunir mais de 1.000 restaurantes. O valor arrecadado será 100% revertido aos estabelecimentos participantes, com potencial de injetar milhões no setor. A fintech brasileira de meios de pagamento Stone também entrou na parceria, realizando as transações sem cobrança de taxas para os restaurantes e transferindo na hora para cada um deles a verba obtida pela venda dos vouchers.

A plataforma ainda deve receber em breve uma seção pela qual empresas e pessoas físicas poderão realizar doações diretas e comprar créditos para dar de presente. #ApoieUmRestaurante é uma ação criada pela CP+B, agência de publicidade de Stella Artois no Brasil.

(COVID-19) Produtores de Cachaça doam 70 mil litros de álcool 70%

As primeiras doações estão previstas para os próximos dias e serão destinadas aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), inicialmente, dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Alagoas e Rio Grande do Sul

O Instituto Brasileiro da Cachaça – IBRAC, entidade nacional representativa do setor produtivo Cachaça, anuncia a doação inicial, prevista já para os próximos dias, de mais de 70 mil litros de álcool etílico hidratado a 70% vol. feita por produtores de Cachaça associados e demais empresas do setor para colaborar no combate ao COVID-19. O volume será destinado para fins de emprego nos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) e demais órgãos públicos destinados ao atendimento da população, que poderão, por sua vez, doar estes produtos para as populações mais expostas.

A informação foi confirmada após a publicação de nota técnica da Anvisa esclarecendo procedimentos para a produção e a doação do álcool a 70% de volume.

Os serviços do SUS que receberão as doações serão, inicialmente, de cidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Alagoas e Rio Grande do Sul. Segundo Carlos Lima, diretor executivo do IBRAC, a expectativa é que mais empresas produtoras de Cachaça e de bebidas alcoólicas iniciem a produção de álcool etílico para doações.

"Houve do setor um cuidado muito grande em fazer esse processo com o máximo de segurança possível. Por esse motivo, na semana passada pleiteamos junto à Anvisa uma autorização, em caráter emergencial e excepcional, para que os nossos associados pudessem produzir, padronizar, envasar, transportar esse álcool. No fim de semana, a ANVISA publicou uma nota técnica, que foi atualizada nesta terça-feira, esclarecendo os critérios a serem adotados por todos que queiram produzir e doar álcool a 70%.", enfatiza Lima.

Considerando que a produção de bebidas alcoólicas é regulamentada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o órgão foi devidamente comunicado pelo IBRAC sobre essa mobilização do setor e, também, para fins de orientação. O executivo do IBRAC ainda ressalta a agilidade com a qual o governo brasileiro vem tratando esses temas e informa que o Instituto está incentivando os seus associados diretos e entidades associadas a fazerem parte desta importante iniciativa.

Ouro Fino Estância Hidromineral Ouro Fino suspende visitações por tempo indeterminado

A medida foi tomada para conter a disseminação do novo coronavírus

A Estância Hidromineral Ouro Fino estará fechada para visitação por tempo indeterminado em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus (COVID-19). A medida começou na quarta-feira (18) como forma de precaução em relação à saúde pública e seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e do Governo do Estado do Paraná.

Segundo o CEO da Águas Ouro Fino, Marcelo Marques, mesmo que o parque seja um local aberto, ele possui espaços de uso compartilhado que podem gerar aglomerações de pessoas. “Prezamos pelo bem-estar da comunidade local e dos nossos visitantes. Buscando evitar a disseminação do coronavírus, decidimos fechar a Estância para visitação, seguindo as orientações necessárias”, reforça Marques.

Para mais informações, entre em contato com a Estância Ouro Fino pelo telefone (41) 3648-6000 ou pelo e-mail sac@aguasourofino.com.br.

CONTATOS DE IMPRENSA

EXCOM COMUNIÇÃO
Kamilla de Almeida / Karina Trzeciak
41 99271-1281 / 41 99827-8063
kamilla@excom.com.br / karina@excom.com.br

SOBRE A OURO FINO

A Águas Ouro Fino, que envasa e comercializa água mineral natural há 120 anos, possui uma longa e expressiva trajetória. Uma empresa dedicada a hidratação saudável, bem estar e qualidade de vida, com uma área de preservação ambiental de mais de 6 milhões de m², que investe no crescimento de seus colaboradores e também em inovação, tecnologia e gestão. São nove linhas de envase e com uma fonte de água mineral natural de alta capacidade e qualidade assegurada. A sede está localizada no município de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba.

RESSACA DE CARNAVAL?! 🥳🍺

👉🏻 A BEERMAD - bar curitibano especializado em cervejas artesanais tem uma dica: ela só passa com outra ressaca! 😂 Que tal dar continuidade aos “bloquinhos” e curtir nesse final de semana o sabor e o aroma de 8 rótulos diferentes e selecionados pela Beer Sommelier da loja, Daiane Santos? Todos eles estarão ao preço fixo de R$ 15 o pint (473 ml)! 😱
Confira os rótulos disponíveis para os foliões que vão continuar fazendo a festa em Curitiba - 🍺 Pilsen Beer Mad, Weiss ALright, Red Ale Moondri, Stout, Apa Turbinada, Mango Ipa, Catharina Sour Hump, White Pale Ale, Mago de Houblon, Sour de Caja, Cacau Ipa e Wensky Malina. “CHEERS”

BEG Gin entra para a shortlist dos 6 melhores gins do mundo em 2020

BEG Gin entra para a shortlist dos 6 melhores gins do mundo em 2020
Destilaria boutique localizada em Campinas (SP) ostenta 14 premiações em concursos internacionais, sendo o gin brasileiro mais premiado do mercado

Londres, 27 de fevereiro de 2020 - O BEG New World Navy, um dos três rótulos da BEG Distillery – que já havia recebido a premiação de melhor gin da categoria brazilian classic (acima de ouro, inclusive) durante o World Gin Awards 2020, um dos mais importantes da categoria mundial, agora entra para o seleto grupo de melhores gins do mundo.

Durante jantar restrito aos vencedores de cada país, que haviam participado da primeira bateria de testes e premiações, em janeiro, um novo ranking de gigantes foi elaborado. Os melhores destilados de cada nacionalidade foram submetidos a mais um teste para decidir, portanto, qual deles seria o melhor gin do mundo em 2020. BEG Gin, que já havia sido consagrado como o gin brasileiro com mais premiações internacionais, agora, é um dos seis melhores gins do mundo em 2020, de acordo com o World Gin Awards.

O New World Navy já havia recebido o prêmio de duplo ouro durante o Concurso Mundial de Bruxelas, um dos mais renomados do mundo das bebidas. Somente 22 marcas de diversas categorias ganharam o mesmo. Se falarmos de gin, o rótulo de BEG Gin e outra marca, uma portuguesa, são os únicos a ostentarem tal prêmio.

"O New World Navy já era um dos dois melhores gins do mundo. Estar entre os seis, agora com esse resultado, reforça o resultado que tivemos em Bruxelas e traz a reflexão de nosso sonho, que é ter um gin de reconhecimento", comenta Arthur Flosi, master distiller e criador de BEG Gin.

"Obviamente não paramos por aí. Cabe a nós inovar mais ainda, oferecer um produto de altíssima qualidade como os rótulos de BEG. Nossa missão é furar a bolha do gin importado industrializado e mostrar que o produto artesanal brasileiro tem tanta qualidade e nuances de modo que os consumidores podem e devem experimentar o melhor do nosso país – e todos esses nossos prêmios refletem isso", comemora Flosi.

Sobre o BEG New World Navy

Inspirado na história do Navy Strength, que vem do século 17 e da época das Grandes Navegações, O New World Navy é um produto único no país. Com mais que o dobro da quantidade de zimbro que o BEG Brazilian Boutique Dry Gin, sendo 1/4 infusionado por arraste a vapor e o restante macerado por 24 horas, como na receita original da destilaria, o New World Navy é o produto brasileiro que mais se aproxima desse estilo original de gin.

A história conta que no momento do embarque os navegantes testavam a pureza do gin de um modo pouco ortodoxo. Para comprovar que a bebida não havia sido diluída nos barris, eles adicionavam pólvora e ateavam fogo. O bom gin entraria em combustão.

Sobre BEG GIN

BEG Gin é produzido artesanalmente na Fazenda São José, no distrito Joaquim Egídio, em Campinas (SP). A essência britânica do gin é composta pelo zimbro, semente de coentro e raiz de angélica, que juntos promovem o sabor seco e fornecem as notas frutadas de um clássico gin inglês. Os botânicos exclusivamente brasileiros, folhas de Pitangueira e flores de Sabugueiro-do-Brasil, adicionam as características exóticas e tropicais, promovendo complexidade no sabor bebida. Cardamomo e Canela completam a complexidade equilibrada dos botânicos macerados. Folhas frescas de Capim Santo, cascas de Limão Taiti, Mexerica e Laranja Lima, colhidas diariamente em nossa fazenda, carregam as notas cítricas presentes em nosso gin.

Os produtos podem ser adquiridos em diversos pontos de venda e também fixos e em e-commerces. Para mais informações, acesse https://beggin.com.br/onde-encontrar/.
Sobre JUNGLE GIN

JUNGLE GIN é um destilado de alma mineira, produzido na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais e presente nos mais renomados bares de São Paulo, assim como em redes de supermercados como Carrefour, St Marché, Mambo, entre outros. A receita leve e agradável do destilado foi concebida com sete botânicos e especiarias diferentes que harmonizam perfeitamente os mais tradicionais coquetéis como Negroni, Dry Martini e Gin & Tonic. O Grupo Jungle possui também um gin tônica pronto para beber na lata e, em parceria com a Bitter & Co., uma série de coquetéis prontos para consumo, como Negroni,. Dry Martini, Rabo de Galo, entre outros.

www.junglegin.com.br

www.facebook.com/jungleginbrasil

www.instagram.com/jungleginbrasil

#feitocomjungle

Red Bull Coco Edition chega de vez ao mercado brasileiro

Depois de surgir como versão limitada de verão, novo sabor conquistou o paladar nacional e entra para o time de versões fixas de Red Bull

Após fazer um tremendo sucesso no verão passado como Summer Edition (o tradicional sabor de verão), o Red Bull Coco Edition agora chega ao mercado nacional para ficar. Aliando a refrescância do coco com um toque brasileiríssimo de açaí, ele entra para compor o time dos já conhecidos Red Bull Editions, nos sabores Frutas Tropicais e Açaí e os clássicos Red Bull Energy Drink e Red Bull Sugarfree.

Uma mistura de coco e açaí combinada com a fórmula original do produto, composto à base de taurina, cafeína e vitaminas, compõe o Red Bull Coco, que vem em uma lata branca, acrescentando um novo sabor à bebida funcional que já conhecemos. Seja no dia a dia profissional, durante a prática de atividades esportivas ou nos momentos estudo e lazer, o Red Bull Coco Edition promete ser uma boa alternativa para quem precisar de uma energia extra.

A partir desta semana, já é possível encontrar o Red Bull Coco nos supermercados, lojas de conveniência, festas, eventos esportivos, bares e baladas de todo o país. Saiba mais em: http://energydrink-br.redbull.com/red-bull-editions.

SOBRE A RED BULL
As bebidas energéticas Red Bull estão disponíveis em mais de 170 países em todo o mundo. Uma dose de 250 ml de Red Bull Energy Drink contém 80 mg de cafeína, equivalente a uma xícara de café expresso. Para mais informações, acesse: www.redbull.com.br

QUER MAIS CONTEÚDO DA RED BULL?
O Red Bull Content Pool (www.redbullcontentpool.com) é uma grande plataforma que oferece download gratuito de fotos e vídeos em alta definição de diversos eventos relacionados à Red Bull ao redor do mundo. Basta se cadastrar (menos de dois minutos, aprovação automática para veículos de comunicação) e aproveitar o material.

Carnaval 2020: Condutor flagrado em excesso de velocidade ou sob efeito de bebida alcoólica pode perder o seguro

Para especialista em direito securitário, o condutor que age dessa maneira assume de maneira inequívoca o risco de causar um crime de trânsito

Curitiba, fevereiro de 2020 – O feriado de Carnaval está chegando e muita gente começa os preparativos para viajar e aproveitar com a família e os amigos. Mas, nesta época, é preciso redobrar os cuidados nas estradas para evitar acidentes. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os fatores que mais contribuem para aumentar o risco de acidentes no período são consumo de bebida alcoólica, excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares e falta de uso de equipamentos de segurança, como capacete, cinto de segurança e cadeirinha. Todas essas infrações são consideradas graves ou gravíssimas pelo Código de Trânsito Brasileiro, e além de resultarem na perda de pontos na carteira, pesam no bolso do condutor.
O advogado Emerson Magalhães, especialista em direito securitário, lembra que o motorista que dirige em alta velocidade pode também perder o seguro em caso de acidentes. “Em nosso ponto de vista, ao conduzir em alta velocidade, o segurado agrava substancialmente o risco do seguro contratado, faltando, assim, com seu dever de boa-fé, pois sabidamente está descumprindo a legislação de trânsito”, comenta. “O condutor que transita em alta velocidade não comete uma infração menor do que aquele que transita embriagado ou faz ultrapassagem em faixa contínua. Assim, assume de maneira inequívoca o risco elevado em causar crime de trânsito, e não podemos mais tratar essas ocorrências como acidente”, diz.
Para o especialista, o segurado que, comprovadamente e de maneira consciente, envolve-se em acidente de trânsito, cuja causa primordial tenha sido o excesso de velocidade, perde o direito à cobertura contratada junto ao agente segurador.
Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, reforça que a mistura de álcool e direção, que infelizmente aumenta durante feriados de carnaval, pode ser fatal. “Os efeitos da alcoolemia ao volante são notórios e, muitas vezes, resultam em perda de vidas. O trânsito pode e deve ser um lugar seguro e o direito de ir e vir de cada cidadão, preservado. O melhor do feriado e ir e voltar em segurança, sempre”, enfatiza.

No balanço da Operação Carnaval 2019, a PRF fiscalizou 185.741 veículos, resultando em 63.313 autos de infração, entre eles 8.542 flagrantes de ultrapassagens indevidas, uma das maiores causas de colisões frontais, 5.206 autuações por falta do uso de cinto de segurança e 1.959 autuações por embriaguez ao volante. Além disso, foram registradas 1.040 pessoas pilotando motocicletas sem o uso de capacete e 846 crianças sendo transportadas sem os cuidados necessários.

ROTEIRO Carnaval e vinho

Moradores de Curitiba e região, e visitantes que resolverem passar o feriado de Carnaval na cidade, têm uma boa dica de ‘harmonização’ da data com a degustação de vinhos. A Família Fardo Vinícola, de Quatro Barras, ficará aberta todos os dias e oferece os tradicionais roteiros para os visitantes.

Na visita simples, não há custo algum, pois as degustações são feitas no próprio balcão. Porém, se os visitantes optarem por uma degustação mais incrementada há a ‘Trinna’ ao valor de R$ 40, por pessoa, sendo necessário fazer a reserva antecipada. O primeiro horário é às 10h e o último às 15h e a ‘Completa’, a R$ 130. Nesta a reserva, além de ser antecipada como no mínimo 7 dias, deve ser formado um grupo organizado pelo contratante.

A dica da Fardo é o visitante apreciar os recém lançamentos Tannat e Merlot 2012.

Degustação e bate-papo

Neste período, os visitantes também poderão ficar por dentro das novidades que a casa prepara para este ano. O vinho branco elaborado a partir da uva Viognier (uva aromática e com pouca acidez), por exemplo, é um dos lançamentos previstos para o primeiro semestre. Também entra na lista dos lançamentos um Chardonnay, considerada a rainha das uvas brancas.

A vinícola ainda não bateu o martelo em relação a data do lançamento, mas adianta que serão apenas 1.500 garrafas de cada rótulo que fazem parte da Linha Ambrosio Fardo, vinhos que descansam em barris de carvalho franceses agregando mais aromas e taninos à bebida.

“Além desses, também estamos trabalhando na elaboração do Encontro Harmonia (Merlot, Tannat e Cabernet Sauvignon). O premiado blend, que estagiou em barricas de carvalho francês e americano, para nossa grata surpresa, se revelou único e complexo, que chamaremos de Quartz e Rubis”, conta Justina. Juntos os novos rótulos, previstos para comercialização no segundo semestre, somam cerca de 700 garrafas.

Serviço: Para quem deseja uma visita às instalações e queira conhecer outros rótulos, a Vinícola está aberta ao público de domingo a domingo (INCLUSIVE DURANTE O CARNAVAL), das 9h às 17h, na Rod. BR 116, nº 550, km 69 - Quatro Barras. Mais informações: (41) 3672-1693 e (41) 3672-4488.

Pela loja virtual em qualquer lugar do Brasil, os vinhos podem ser adquiridos e entregues no endereço escolhido. Para moradores de Curitiba o custo de entrega para compra via loja virtual não é cobrado, para as entregas às terças e/ou sextas-feiras. Além disso, os rótulos também podem ser escolhidos em lojas conveniadas em Curitiba. Os endereços podem ser conferidos no www.familiafardo.com.br.

Degustação de vinho ativa áreas do cérebro mais do que matemática, aponta estudo

Estudo da Universidade de Yale mostra também que o cérebro é responsável pela percepção do sabor da bebida

Você já tem motivos de sobra para beber um bom vinho, seja para confraternizar ou para apreciar o momento. E se houver mais uma razão, dessa vez científica, para aproveitar a bebida?

Uma pesquisa datada de 2017, realizada na Faculdade de Medicina de Yale (EUA), afirma que o consumo de vinho engaja mais o nosso cérebro do que qualquer outro comportamento humano.

Na prática, os resultados das análises feitas pelo neurocientista Gordon Shepherd indicam que a quantidade de atividade cerebral necessária para degustar um vinho é superior àquelas necessárias para ouvir música ou resolver um problema de matemática complexo.

Isso acontece porque uma parte fundamental de beber um vinho é a experiência, ou seja, avaliar a garrafa, notar a coloração da bebida, apreciar o aroma e afins, movimentar a língua, a boca, o diafragma e a garganta.

Além disso, as moléculas do vinho estimulam receptores de gosto e de odores, fazendo com que o cérebro trabalhe seu lado cognitivo para reconhecer padrões, ativar a memória, julgar o valor e ter prazer.

Dessa forma, o cérebro acelera quando você está ativamente focado em provar sua bebida, mas nem tanto se você só está engolindo um líquido sem prestar atenção, ou resolvendo um exercício matemático ou ouvindo uma melodia de Beethoven.

O cérebro e o paladar

Um ponto importante que contribui para a elevada ativação cerebral é que o sabor percebido ao beber o vinho não está na bebida em si. Ele é criado pelo cérebro de quem o ingere no momento em que expiramos o ar combinado com o aroma do vinho.

O professor e neurocientista responsável pelo estudo criou a expressão “neurogastronomia” para descrever como nossa mente constrói as distintas sensações de sabor. Em seu livro “Neuroenology: How the Brain Creates the Taste of Wine” é possível entender mais sobre o assunto.

Enquanto isso, você pode escolher e comprar o seu vinho online e continuar aproveitando uma garrafa com a certeza de que o seu cérebro terminará a experiência muito mais ativo.

La Vaca Steakhouse faz promoção double de gim tônica e chopp

Nesta quarta-feira, dia 12 de fevereiro, das 18h30 às 23h30, tem promoção de gim tônica no La Vaca Steakhouse ao som de blues ao vivo com o cantor Lucian Araújo. E nesta quinta-feira, 13/02, o La Vaca faz promoção de chopp artesanal da Maniacs Summer também neste mesmo horário. Quem comprar um drink de gim tônica nesta quarta ganha outro e na quinta, quem comprar o chopp da Maniacs ganha outro. Além das promoções, o La Vaca oferece uma carta de drinks clássicos e autorais e cervejas. O La Vaca Steakhouse fica na Rua Schiller, 988, no Alto da XV, em Curitiba. A carta de drinks e outras bebidas, bem como o cardápio, podem ser acessados em http://lavacasteakhouse.com.br/. Tel. para reserva e informações: 41 99630-4787

La Vaca Steakhouse

Competição abre inscrições para universitários viverem uma grande aventura na Europa

No Red Bull Can You Make It?, equipes formadas por universitários do mundo inteiro viajarão por países da Europa até chegar a Berlim usando apenas latas de Red Bull como moeda;
Inscrições estão abertas até 17/2

WWRhRha2AiJgFgNA4ajDtg79uTWlXVqwfvF-VBl8OlQlWnF8KPZlp-HiNIQj2FhRwbGthWiuODmqF1fzlz4YVUe2W3pm3z2L-6J1iwQZQ0S5PmHzeNGDLC2Db0jdnE97_VawA2Oe

O desafio é atravessar quatro países europeus com seus amigos, sem dinheiro no bolso, durante uma semana e realizando tarefas. Até o dia 17 de fevereiro estão abertas as inscrições para o Red Bull Can You Make It? 2020.

O evento convida estudantes destemidamente criativos de todo o mundo para mostrar suas habilidades de negociação e conhecer o mundo. Nesse desafio, as equipes campeãs de cada país (com três pessoas cada) precisam chegar até Berlim usando apenas latas de Red Bull como moeda de troca ao longo do caminho.

Para participar é preciso criar um vídeo de até um minuto explicando por que sua equipe deve ser escolhida e enviá-lo pelo site www.redbullcanyoumakeit.com. O Red Bull Can You Make It? não é apenas sobre ganhar, mas também sobre trabalho em equipe e determinação. Os candidatos mais ousados ​​de todo o mundo serão escolhidos por um painel de juízes e anunciados em 9 de março de 2020.

Depois disso, a aventura começa de verdade: em 21 de abril de 2020, as 200 equipes selecionadas, escolhidas entre quase 60 países, iniciarão sua jornada em um dos cinco pontos de partida na Europa: Amsterdã (Holanda), Barcelona (Espanha), ​​Budapeste (Hungria), Copenhague (Dinamarca) e Milão (Itália). Cada equipe entregará seu dinheiro, cartões de crédito e telefones pessoais e terá uma semana para chegar ao destino final deste ano, Berlim. Os estudantes terão de trocar latas de Red Bull por tudo o que precisarem ao longo da jornada --desde comida e um lugar para dormir, passando por transporte até o próximo local e outras aventuras que tornarão a experiência lendária.

As equipes terão que criar seu próprio caminho visitando alguns pontos específicos em cidades da Europa (onde serão encarregadas de desafios), concluindo o maior número possível de tarefas em uma lista de aventuras. Durante a jornada de uma semana, as equipes devem parar em pelo menos seis pontos antes de alcançar a linha de chegada, que é na cidade de Berlim, na Alemanha.

COMO PARTICIPAR?

- Passo 1: reúna uma equipe de três amigos. Certifique-se de que todos sejam estudantes universitários de 18 a 28 anos.

- Passo 2: crie um vídeo de até um minuto com áudio ou legenda em inglês explicando por que sua equipe deve ser escolhida e envie-o em www.redbullcanyoumakeit.com até 17 de fevereiro de 2020. Compartilhe o que faz você se destacar. Você é um acrobata? Um gênio da matemática? Você fala uma língua estrangeira ou uma habilidade secreta que ninguém conhece? Essas são características que fazem você se destacar como a escolha perfeita para dominar a Europa com nada mais que latas de Red Bull.

- Passo 3: Peça o apoio de seus outros amigos, familiares e da rede mundial, porque as equipes que receberem mais votos de cada país se tornarão finalistas. Após o término do período de votação, um painel de juízes selecionará os vencedores entre os principais finalistas. As equipes finalistas serão convidadas a voar para um dos cinco pontos de partida da Europa para iniciar sua aventura, o que os levará longe de casa, mas os aproximará. Sua chance de ser uma dessas equipes começa hoje.

O Red Bull Can You Make It? 2020 tem como parceiro o Ibis Hotel Budget. Clique aqui para descobrir o mundo de aventuras do Ibis budget. Visite www.redbullcanyoumakeit.com para obter todos os detalhes e envie sua inscrição até 17 de fevereiro de 2020.
SOBRE O RED BULL CAN YOU MAKE IT?
O Red Bull Can You Make It? desafia equipes de estudantes universitários na aventura de uma vida. Equipes de vários países do mundo terão sete dias para viajar pela Europa usando apenas latas de Red Bull como moeda. As equipes irão compartilhar suas experiências ao longo do caminho por meio de clipes diários e um sistema de pontos será baseado em três fatores: Desafios do Ponto de Verificação, Engajamento Social e conclusão de tarefas em uma Lista de Aventuras. Não é sobre o primeiro time a chegar até o destino - são as aventuras ao longo do caminho que importam. É uma jornada de uma vida cheia de charme e estratégia que deixa uma pergunta: você pode fazer isso? www.redbullcanyoumakeit.com

QUER + CONTEÚDO DA RED BULL?
O Red Bull Content Pool (www.redbullcontentpool.com) é uma grande plataforma que oferece download gratuito de fotos e vídeos em alta definição de diversos eventos relacionados à Red Bull ao redor do mundo. Basta se cadastrar (menos de dois minutos, aprovação automática para veículos de comunicação) e aproveitar o material.

Vinhos e astrologia: confira dicas sobre a bebida que combina melhor com cada signo

As afinidades e características de cada signo combinam com um estilo de vinho, diz apaixonado pela bebida e por astrologia.

Levante a mão quem nunca leu uma previsão do zodíaco, mesmo que por curiosidade, não é mesmo? A verdade é que, mesmo sem acreditar totalmente no que está sendo dito sobre seu signo, a grande maioria das pessoas costuma olhá-lo e, a questão não está em acreditar nas previsões, mas em aprender um pouco mais sobre este enigma que é a astrologia.

Para o publicitário da Decanter Blumenau, estudioso e admirador de vinho e astrologia, Renato R. Rita, a astrologia tem tudo a ver com vinhos, pois, são dois temas com infinitas possibilidades e que, se combinados podem dar muito certo. “A astrologia não é ciência, é autoconhecimento, são variações de personalidades que se completam”, explica.

Para auxiliar na hora de escolher um bom vinho, o estudioso alinhou as características de cada signo com o vinho que melhor se encaixa nas preferências de cada um. Confira.

Áries (21/01 a 20/04) – Este signo é regido por Marte e é um signo de fogo. Considerados fortes e ativos, os arianos são zero frescuras e gostam de novidades. Por isso, o vinho que mais combina com este signo é o Malbec, que está sempre pronto para qualquer ocasião.

Touro (21/04 a 20/05) - O nome desse signo já fala muito sobre sua personalidade. Forte e determinado, os taurinos são sensuais e adoram os prazeres da vida, como um bom vinho, boa comida e conforto. Gostam de vinhos aromáticos e cheios de sensações como um Late Harvest, um vinho de sobremesa ou para aqueles momentos doces.

Gêmeos (21/05 a 21/06) - Signo regido por Mercúrio, planeta da comunicação, são os repórteres e jornalistas natos. Para serem comunicadores têm que ter mente rápida, característica desse signo. São ótimos companheiros para tomar um vinho e curtir um bom papo. Com relação à escolha do vinho, aposte nos espumantes, pois são vinhos que combinam com tudo.

Câncer (22/06 a 22/07) – Sentimento é a palavra deste signo, com certeza o mais sensível emocionalmente do zodíaco, por ser um signo impulsivo de água, qualquer motivo desperta neles uma emoção. Para os cancerianos não há problemas na hora de escolherem o vinho ideal, estando sempre prontos para novos sabores, o Merlot por ser amável e com certeza agradará este signo.

Leão (23/07 a 23/08) – Se tem algo que passa longe dos leoninos é a baixa autoestima. Como são regidos pelo sol, costumam se achar o centro das atenções. Apesar de serem muito caricatos, talvez o de mais fácil leitura, têm algumas qualidades a serem destacadas, como a generosidade. Adoram um bom vinho, e se impressionam facilmente. Para agradá-los, aposte em um imponente Brunello, uva conhecida por produzir um dos melhores vinhos italianos.

Virgem (24/08 a 22/09) – Os virginianos são considerados céticos, então, para fazê-los acreditar em algo, tenha uma prova científica sobre o assunto. Como é um signo mutável de terra, tem uma ótima percepção para os sabores da vida. O vinho que mais combina com este signo é o Chardonnay, pois é correto e claro, encaixando-se perfeitamente nas características virginianas.

Libra (23/09 a 22/10) – Libra é o signo da balança, por isso, é o signo da perfeição, buscando sempre o equilíbrio. Signo impulsivo de ar, demora a tomar decisões por conta dessa busca por equilíbrio. Inteligentes e racionais, tendem a aceitar sugestões, tudo que tire a obrigação de decidir, principalmente, se for alguma decisão imediata. Para agradá-los, escolha um vinho por eles, o Pinot Noir é elegante e certamente fará a felicidade do libriano.

Escorpião (23/10 a 21/11) – Considerado o signo mais misterioso do zodíaco, os escorpianos são ótimos ouvintes e possuem uma memória incrível. Não gostam de falar de si e nem que falem de sua vida. Um vinho que combina com este signo são os profundos e intensos como o Amarone, cuja origem é um mistério e especula-se que tenha surgido por um erro, há cerca de 70 anos, quando um enólogo esqueceu de interromper a fermentação de um Recioto, vinho de sobremesa, dando origem a um vinho muito mais seco e amargo, amaro em italiano.

Sagitário (22/11 a 21/12) – Para eles a vida é uma festa. Regido por Júpiter, são o símbolo da abundância. Não são tão exigentes, aliás, possuem a característica de não cobrarem as pessoas. Vinho bom para eles, é vinho. Adoram brindar a vida com alegria, por isso, a festividade do Shiraz é perfeita.

Capricórnio (22/12 a 20/01) - Os capricornianos possuem muita paciência, às vezes até cansativa. É difícil brigar com eles. São bastante obstinados, acreditam que sempre irão atingir seus objetivos, que podem ser bastante ambiciosos. Para agradá-los, aposte em um Cabernet Sauvignon, pois é sério como eles.

Aquário (21/01 a 19/02) - O aquariano não tem pressa, pois para eles o tempo simplesmente não existe. São super inteligentes, donos da lógica. Por isso, são considerados os mais teimosos de todos. São os humanitários do zodíaco, gostam dos amigos e os amigos gostam deles. Costumam fazer sucesso com as pessoas, são muito queridos. Para acertar, aposte em um Riesling, o vinho branco do futuro.

Peixes (20/02 a 20/03) - Super sensíveis, quase sensitivos, sofrem muito por conta disso. Humildes na sua essência, pouca coisa os impressiona, a não ser compaixão verdadeira. Então para agradar um pisciano, aposte em um Rosé, pois reúne todas as cores num só vinho.

Decanter

Uma das maiores e mais destacadas importadoras de vinhos do Brasil, a Decanter foi eleita a Importadora do Ano, na edição anual de vinhos da revista Gula. Fundada em Blumenau, em 1997, conta com mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter. Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sido alguns dos suportes desse crescimento. No entanto, é a esmerada seleção de vinhos que dá corpo à empresa.

Países que mais exportam vinho para o Brasil e como é esta disputa

A maior parte dos vinhos comercializados vêm da América Latina e Europa, que oferecem ótimos rótulos para os brasileiros

O brasileiro está cada vez mais se encantando pelos vinhos, seja com um delicioso Rosé para os dias de verão ou um intenso Malbec para o inverno. Para suprir a demanda, o país tem importado muito mais dessa bebida milenar.

Entre 2015 e 2019, a importação de vinhos duplicou em valores e em volume, segundo o Comex Stat, sistema de dados estatísticos sobre importação e exportação mantido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

O sucesso tem causado um verdadeiro frisson no mercado. Importadores, produtores e traders de países como Portugal, Espanha, Itália, Argentina e Chile estão ainda mais interessados em estimular o potencial de crescimento brasileiro e aproveitar o bom momento.

Um panorama das exportações dos vinhos para o Brasil

Em 2017, o nosso país importou mais de US$ 370 milhões da bebida. Os países da América Latina são os principais fornecedores de vinho para o Brasil (56%), seguidos da União Europeia (41%).

O país que mais exporta para o Brasil é o vizinho Chile, que proporcionou 39% das garrafas importadas. As variedades Cabernet Sauvignon, Sauvignon Blanc e Carménère são as que mais chegam até nós.

Ainda na América Latina, Argentina (15%) e Uruguai (2%) também são importantes parceiros para o Brasil, com a exportação dos vinhos de uvas Malbec e Tannat.

Portugal é o país que mais se destaca na União Europeia, com 12% do total geral de importações, com destaque para o vinho do Porto e o ascendente vinho verde.

Na sequência, França e Itália fornecem cada um 11% dos vinhos importados pelo Brasil, e 7% é proveniente da Espanha.

As informações são do OEC (The Observatory of Economic Complexity), do MIT Media Lab, com dados originalmente da UN Comtrade.

Novidades na disputa pelo mercado brasileiro

Em 2020, algumas notícias movimentaram o mercado da importação das garrafas no país.

Os portugueses, que já têm o Brasil como o principal mercado para o seu azeite, desejam desbancar os chilenos e se tornar também os maiores exportadores de vinho para o país.

Portugal – e os países da União Europeia no geral – enxergam a competição como muito difícil devido à carga tributária, já que o Chile é beneficiado com o Mercosul. A expectativa é que um acordo comercial com a União Europeia mude esse cenário.

Ou seja, se tudo der certo, nos próximos anos, veremos cada vez mais vinhos portugueses em mercados, empórios e adegas, especialmente os frutados e de taninos leves, que estão entre os favoritos por aqui.

A segunda novidade do ano foi o anúncio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que revogou as exigências de novos exames que encareceriam o produto (como testes para detectar corantes, ácido cítrico, sulfatos, entre outros), depois de negociação com representantes do setor.

Para 2020, os parâmetros de controle e fiscalização do vinho se mantêm os mesmo de janeiro do ano anterior, sem exigências adicionais aos produtos importados.

A medida não agradou os produtores nacionais, pois, para eles, a exigência de exames mais rígidos encareceria o vinho importado de uma maneira de compensar o desequilíbrio competitivo.

Por que o Brasil importa?

Apesar de ter se consolidado como o quinto maior produtor de vinho na América Latina e a produção de uvas para a bebida atingir hoje uma grande parte do território nacional, o Brasil importa uma quantia considerável de vinho.

Quem se beneficia das importações são os apreciadores, pois, dessa forma, o comércio de vinhos online e físico oferece mais diversidade, o que favorece o consumo com excelentes opções de qualidade e preço. Tudo isso gera mais oportunidades de negócios e lucros para comerciantes e importadores.

Com um consumo de vinho crescente, o mercado brasileiro de vinho está cada vez mais atraente e tem desfrutado de uma boa relação custo-benefício do produto internacional. É o momento certo para aproveitar fazendo ótimas aquisições.

Jungle Gin leva medalha de ouro no World Gin Award 2020

Gin de alma mineira foi premiado na categoria brasileira
de "gin contemporâneo"

São Paulo, 20 de janeiro de 2020 - O gin brasileiro Jungle Gin acaba de ser premiado no World Gin Awards 2020, concurso mundial que elege os melhores produtos da categoria em diversos estilos. O anúncio foi feito pela instituição que realiza o o concurso, há alguns dias, em Londres (Inglaterra).

18 categorias fizeram parte do concurso, entre elas rótulo, design, entre outras. Os vencedores foram divididos entre países. O gin brasileiro de alma mineira – que já coleciona quatro outras premiações em outras competições internacionais – ficou com a medalha de ouro na categoria Gin Contemporâneo do Brasil. “Me sinto orgulhoso em ver a Jungle Gin crescer. Em 2016, quando tomei a decisão de criar a marca, muitos falaram que era impossível, mas este prêmio e a aceitação dos clientes reforça que estamos no caminho certo”, declara Augusto Simões Lopes, fundador de Jungle Gin.

Além do prêmio, Jungle também conta com mais uma grande novidade: O gin tônica pronto em lata. O produto tem 269 ml de tônica artesanal e o gin de alma mineira. Ele chega por R$ 15. Além do gin tônica, a destilaria de Jungle, juntamente com a marca Bitter&Co., traz também o Negroni em lata, com a receita original de Campari, que une Gin e Vermute. Com o mesmo volume, o tradicional coquetel italiano chega a R$ 39.

e28148a6-b5d6-415c-9930-a6446025da48.jpeg

Além destes produtos, o Grupo Jungle pretende apresentar ainda este ano outras versões de coquetéis prontos para beber (RTDs) como Dry Martini e Rabo de Galo (disponíveis muito em breve) e também em formatos de lata. Os produtos podem ser adquiridos na loja virtual https://junglegin.minestore.com.br. ;

Sobre JUNGLE GIN

JUNGLE GIN é um destilado de alma mineira, produzido na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais e presente nos mais renomados bares de São Paulo, assim como em redes de supermercados como Carrefour, St Marché, Mambo, entre outros. A receita leve e agradável do destilado foi concebida com sete botânicos e especiarias diferentes que harmonizam perfeitamente os mais tradicionais coquetéis como Negroni, Dry Martini e Gin & Tonic. O Grupo Jungle possui também um gin tônica pronto para beber na lata e, em parceria com a Bitter & Co., uma série de coquetéis prontos para consumo, como Negroni,. Dry Martini, Rabo de Galo, entre outros.

www.junglegin.com.br

www.facebook.com/jungleginbrasil

www.instagram.com/jungleginbrasil

#feitocomjungle

Way Summer Session vai celebrar o Verão com muita música, comida e cerveja

Promovido pela Cervejaria Way Beer, o evento contará com 30 torneiras de chope, comidas especiais e shows do Top Duo e da banda Lou Dog

CURITIBA, 10/01/2020 – Sol, música ao vivo, comidinhas especiais e muita cerveja artesanal. A cervejaria Way Beer, uma das grandes referências do mercado nacional, vai entrar no clima do Verão com o evento Way Summer Session, que acontece no próximo dia 18 de janeiro, na cidade de Curitiba. Com entrada gratuita, a festa terá atrações para toda família.

Como toda boa festa de Verão precisa de muita cerveja, a Way Beer vai disponibilizar 15 rótulos com preços a partir de R$ 10 (copos de 350ml). Serão três bares com mais de 30 torneiras, com destaque para as cervejas Avelã Porter, Half Pilsen, Red Ale, Die Fizzy Yellow IPA, APA, IPA Loka, Amburana, Tropical IPA, Sour Me Not – Morango e Alemanha. A festa contará, também, com o lançamento da Summer Ale 2020, uma cerveja produzida especialmente para a estação mais quente do ano, com uma receita especial feita com lima da pérsia e zimbro. Além dos copos individuais e da tradicional jarra de 1 litro, a cervejaria vai encher Crowlers e Growlers durante o evento.

Propondo uma harmonização completa, o Way Summer Session, que será realizado na fábrica da Way Beer, vai oferecer ao público diversos preparos especiais, entre eles batatas, hamburgueres, pizzas e sorvetes, que serão preparados por grandes nomes da gastronomia curitibana. Estão confirmados no evento as marcas Pirô na Batatinha, Mr. Hoppy, Jardineiro Pizzaria e Gelataio.

Para completar, não existe festa boa sem música. O Way Summer Session contará com a apresentação do Top Duo, que vai animar o público com muito POP e Rock, e da banda Lou Dog, que produz um som incrível, indo do reggae ao rock, passando pelo surf music, ska e punk. Garantindo atrações para toda família, o evento terá, ainda, um espaço kids com monitoria do Incríveis Recreação Infantil, ideal para quem quer levar a criançada para curtir um dia diferente. Vale lembrar que todos os eventos realizados pela Way Beer são pet friendly.

O Way Summer Session será realizado no dia 18 de janeiro, na fábrica da Way Beer (Rua Pérola, 331 – Pinhais), na região metropolitana de Curitiba, das 11h às 20h. A entrada é gratuita. Mais informação pelo telefone (41) 3653-8853, nas redes sociais da cervejaria ou no site www.waybeer.com.br.

Curitiba se consolida como a capital nacional dos cafés especiais

“Febre” na capital paranaense, a bebida movimenta a economia, inspira empreendedores e forma uma geração de grandes baristas

Dificilmente alguém vai precisar caminhar mais de uma quadra pelos principais bairros de Curitiba para encontrar uma cafeteria para tomar um café especial incrível. Além da quantidade, a qualidade da bebida servida na capital paranaense merece destaque. Hoje, a cidade é considerada a capital nacional dos cafés especiais, abrigando os baristas mais premiados do país, que dão ao público tipos diferenciados de maturação, torrefação e preparos. O resultado dessa soma de fatores é a expansão do mercado, que conquista diariamente novos consumidores e fideliza os apreciadores da bebida.

“O consumidor curitibano é muito exigente. Por esse motivo, ele está cada vez mais antenado quanto ao tipo de café, a região proveniente dos grãos e as formas de preparo. Isso explica a excelência no preparo da bebida, que começa lá com o aperfeiçoamento do plantio e da colheita, passando pela qualificação dos profissionais e de grande variedade de métodos e técnicas de preparo”, comenta o barista carioca radicado em Curitiba Leo Moço, tetracampeão brasileiro de Barismo, que comanda o grupo Café do Moço, uma das grandes referências nacionais quando o assunto é cafés especiais.

É lógico que o processo de expansão da bebida na cidade de Curitiba foi gradual. O primeiro endereço curitibano a trabalhar com cafés especiais foi o tradicional Café Zurich, presente no mercado há mais de 40 anos. Hoje, a cidade de Curitiba conta com dezenas de profissionais que despontaram como os melhores do país. A capacitação resultou em empreendimentos marcados pela excelência e inovação. Um bom exemplo disso é a inovadora Cookie Stories, que serve café espresso até em copinhos de cookie revestidos com chocolate.

O uso de outros elementos na elaboração do café também é um dos atrativos que caiu no gosto do curitibano. Produção de cafés maturados em barris de whiskey, tequila, cachaça e rum, ou cafés com lúpulo, são os destaques da marca Franck’s Ultra Coffee. Os preparos podem ser encontrados em sua loja própria, a Espresso Station, em Curitiba, ou em outras três lojas na capital, além de cafeterias em São Paulo, Santos, São José dos Campos, Rio de Janeiro e Pelotas. Com grãos exclusivos de diversas partes do país, o processo é todo realizado antes da torra. A maturação nos barris dos destilados acontece por seis semanas, em um processo que preza pela excelência e oferece uma experiência marcante para quem consome.

“O nosso grande diferencial são os cafés maturados ainda verdes em barris dos mais variados destilados durante seis semanas, tudo em um processo minucioso que visa, antes de tudo, a excelência da produção de cafés especiais. Na Espresso Station, o público é surpreendido com bebidas exclusivas e sabores bem peculiares. Uma experiência única para quem ama café e busca preparos marcantes”, explica o barista Marcelo Franck, fundador da marca.

Formas de consumo

Além da escolha do grão, que abrange uma variedade entre nacionais e importados, uma outra parte essencial do processo é a extração. Para quem só conhece o tradicional espresso ou o famoso capuccino, existem também as extrações manuais, que surpreendem o público curitibano. Métodos como a Hario V60, French Press, Clever, Aeropress, entre outras, ou preparos ainda mais elaborados, como o Cold Brew, bebida extraída a frio após longo período em repouso, aumentam ainda mais a experiência do consumidor.

O conceito To Go, muito aplicado no exterior, também contribuiu para o crescimento do consumo de cafés na cidade de Curitiba. Nele, o cliente pode comprar e sair consumindo, tendência que mescla agilidade e praticidade. É o caso do New York Cafe, que abriu uma unidade no bairro Água Verde, um dos mais tradicionais de Curitiba, pensando justamente neste modo de consumo e com planos de abertura de franquias com processos semelhantes. Outros cases de sucesso na capital paranaense são o premiado The Coffee, que ganhou destaque na cidade por oferecer seus preparos em uma loja de apenas 3m², e a microcafeteria Coffee Box, que serve na rua mais de 10 opções de cafés especiais, desenvolvidos pelo barista curitibano Paulo Poran, com preços a partir de R$ 3,90.

“Essa dinâmica do mercado de cafés especiais é muito interessante. Ele se renova diariamente e permite que o trabalho de excelência seja reconhecido e recompensado. Foi assim que Curitiba ganhou tanto destaque. Ótimos profissionais e ideias formaram um público consumidor diferenciado, que exige muita qualidade. Isso potencializou o segmento na cidade, que hoje é uma referência nacional”, detalha Leo Moço, que acaba de lançar a loja conceito do Café do Moço em Curitiba. Com um projeto inovador, a nova cafeteria tem 300 m², com capacidade para 130 pessoas, divididos em ambientes diversos, contando inclusive com áreas de experiências de café e produtos relacionados ao universo de cafés especiais.

Um dos grandes destaques do empreendimento é o Espresso Bar, um balcão de experiências com três formas diferentes de extração de café espresso em uma máquina La Marzocco Leva. Outras novidades são o bar de drinks autorais, que têm cafés especiais como estrela da receita, e a venda de grãos a granel. Para quem quiser torrar o próprio café para levar para casa, a cafeteria conta com um torrador Atilla, que fica à disposição para a realização do processo na hora, em quantidades de 500g a 2kg. “No Café do Moço, propomos uma grande imersão no mundo dos cafés especiais. Nosso objetivo é contar para o mundo como o brasileiro toma o seu café, para que o restante do planeta se interesse em provar os cafés mais exóticos e de perfis sensoriais ricos que encontramos apenas aqui”, completa o barista.