Bienal de Curitiba vai homenagear os países BRICS em exposição no Palácio Itamaraty


A convite do Ministério das Relações Exteriores, a mostra será a primeira da Bienal reunirá obras dos cinco países homenageados

 Em sua 14ª edição, a Bienal Internacional de Curitiba, maior evento de arte contemporânea do Brasil, propõe uma homenagem aos membros do grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), com uma participação destacada de artistas contemporâneos desses países em sua composição. A homenagem coincide com a realização da 11ª Cúpula do BRICS, que este ano será sediada no Brasil, com a presença de Chefes de Estado e Chefes de Governo dos países membros.

Jitish Kallat - Chlorophyll Park (Mutatis Mutandis)-3

A convite do Ministério das Relações Exteriores, a Bienal vai ocupar o Palácio Itamaraty, em Brasília, a partir da próxima quarta-feira, dia 13 de novembro, com obras que contemplam renomados artistas contemporâneos dos cinco países membros do BRICS. Será a primeira mostra do evento que reunirá obras dos cinco países homenageados. Entre os trabalhos estarão fotografias, esculturas, pinturas e instalações.

 

Entre os artistas convidados e confirmados na exposição estão as artistas brasileiras Juliana Stein, Eliane Prolik, Guita Soifer e Mariana Canet; o russo Sergei Tchoban; Jitish Kallat, representando a Índia; Yanbei, que vai representar a China; e Anton Momberg, representando a África do Sul.

 

Sobre os artistas:

 

Juliana Stein | Brasil:      A artista gaúcha atua na fotografia desde o final dos anos noventa, destacando em seus trabalhos a relação entre imagem e experiência poética. Seu trabalho fez parte de diversas exposições no Brasil e no exterior, como a 55ª Bienal Internacional de Veneza; 29ª Bienal de São Paulo; CroneGallery, em Berlim; ShangARTGallery, em Xangai; e CarreauduTemple, em Paris.

 

Eliane Prolik | Brasil: Durante sua carreira, a artista integrou os coletivos Bicicleta, Moto Contínuo e Escultura Pública. Também participou de grandes exposições nacionais, como a Bienal de Curitiba 2015; 19ª e 25ª Bienal de São Paulo; I Bienal Mercosul, no Rio Grande do Sul; e Bienal Brasil Século XX.

 

Guita Soifer | Brasil: A artista curitibana multimídia transita por práticas artísticas múltiplas entre apropriação, fotografia, pintura, escultura, gravura e videoarte. Os objetos de seu trabalho remontam tempos vividos e devaneios que dividem o mundo.

 

Mariana Canet | Brasil: Após tirar fotos documentais em Cambodia, Sri Lanka e Vietnã, a artista percebeu que fotografar o abstrato, o indefinido e o ilimitado era sua paixão verdadeira. Participou de diversas exposições nacionais e internacionais e já publicou dois livros sobre o seu trabalho: “Reflexos” (2014) e “Abstrato” (2017).

 

Sergei Tchoban | Rússia: Arquiteto e artista que vive e trabalha em Berlim e Moscou. Em suas obras, explora estruturas reais e imaginadas de metrópoles, em conjunto com sua arquitetura futurista e herança histórica. Alguns de seus desenhos são de cidades capturadas do diário de um viajante imaginário, além de visões urbanas com fantásticas pontes de vidro.

 

Jitish Kallat | Índia: Artista multimídia, seus trabalhos atravessam diferentes distâncias focais e escalas de tempo, como meditações sobre o presente transitório e histórias que sobrepõem o passado ao presente através de citações de enunciados históricos importantes.

 

Yanbei | China: O artista é influenciado pela arte ocidental moderna e contemporânea do final dos anos oitenta. Em 2014 se mudou para Portugal com sua família, onde começou sua nova etapa de criações de arte, tentando estabelecer sua própria identidade cultural e escolha artística.

 

Anton Momberg | África do Sul: O trabalho de Momberg apresenta uma natureza meticulosa, com esculturas que confrontam a dinâmica da era de produção em massa. O artista participa de inúmeras exposições coletivas em Everard Read, Cidade do Cabo, e faz parte de exposições coletivas regulares em Port Elizabeth desde 1980.

 

A mostra no Palácio Itamaraty, em Brasília, vai ser inaugurada na próxima quarta-feira, dia 13 de novembro. As obras ficarão em cartaz até o mês de março de 2020, com entrada gratuita para o público visitante. Mais informações no site www.bienaldecuritiba.com.br.

*com divulgação

 

Categorias:AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, EXPOSIÇÕES, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOSTags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s