Cirurgia plástica em jovens cresceu 141% nos últimos 10 anos

Médico alerta para os riscos da realização precoce desses procedimentos

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) afirma que nos últimos 10 anos, a busca por cirurgias plásticas entre jovens de 13 e 18 anos registrou aumento e 141%. O Brasil lidera o ranking mundial de procedimentos realizados por esse público.

O médico cirurgião plástico Bruno Legnani afirma que não há problema em realizar o procedimento nessa idade, porém alerta que é preciso analisar qual a real necessidade do procedimento. “Pacientes muito novos muitas vezes ainda estão com o corpo em formação, então é preciso entender o real motivo da cirurgia para ver se é necessária mesmo, ou pode esperar a maioridade”, afirma.

A pesquisa TIC Kids Online Brasil 2019 mostra que cerca de 24,3 milhões de crianças e adolescentes, com idade entre nove e 17 anos, são usuários de internet no Brasil, o que corresponde a cerca de 86% do total de pessoas dessa faixa etária no país. Segundo a pesquisa, 82% das crianças e adolescentes usuárias de internet relatam usar e ter perfil nas redes sociais, o que corresponde a cerca de 22 milhões de usuários dessa faixa etária no país.

O padrão de beleza e vaidade excessiva disponíveis nas redes sociais fazem com que as pessoas procurem por uma cirurgia cada vez mais cedo. “Muitas vezes as pacientes chegam no consultório com uma referência que encontraram na internet e querem ficar igual. Porém, a cirurgia plástica respeita o biotipo de cada um e adolescentes ainda estão com o corpo em formação para uma mudança drástica” explica.

É preciso avaliar a real necessidade do procedimento e ver se ele está de acordo com a faixa etária do paciente. “A cirurgia plástica é uma grande aliada para resolver problemas estéticos. Uma orelha de abano, por exemplo, pode ser corrigida desde os 5 anos de idade”, afirma.

As pessoas estão cada vez mais críticas com sua imagem, e muitas vezes não querem fazer uma dieta, mudar um estilo de vida para chegar no resultado esperado. “A cirurgia plástica para remoção da gordura localizada, a famosa lipoaspiração, por exemplo, existe para os pacientes que têm hábitos saudáveis e, mesmo assim, não conseguem eliminar as gordurinhas. Não vai deixar uma pessoa com sobrepeso, magra”, afirma. O médico indica procurar um profissional habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e muitas vezes, até um apoio psicológico, para entender a real necessidade do procedimento.

Sobre Bruno Legnani:
O médico cirurgião plástico Bruno Legnani possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tem residência médica em cirurgia plástica e microcirurgia pelo Instituto Nacional do Câncer e fellow internacional em cirurgia plástica estética na Akademikliniken, na Suécia

*com divulgação

Categorias:AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, DIVIRTA-SE, evento, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOS, MODA, SAÚDETags:, , , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s