Cinemateca de Curitiba exibe “São Ateu” no dia 06 de outubro

Paulo Cesar Peréio é ‘Deus’ no longa de estreia de Hiro Ishikawa.

Zemanuel Piñero e Clemente Tadeu Nascimento, das bandas Plebe Rude e Inocentes, também estão no elenco.

O filme “São Ateu”, de Hiro Ishikawa, será exibido no dia 06/10, às 19h, na Cinemateca, em Curitiba. O diretor Hiro Ishikawa vai estar presente e participa de um bate-papo ao final da sessão.

A obra gira em torno de Dido, um homem de vida bastante comum, até o dia em que é escolhido por Deus para ser o profeta que vai anunciar ao mundo sua aposentadoria. Se até Deus se cansou da humanidade, o mundo dos deuses também se agita, afinal, é preciso redefinir a ordem espiritual do planeta. A vida de Dido, o ‘São Ateu’, muda radicalmente, e ele fica na mira da humanidade, do Diabo e de outros Deuses, que querem se aproveitar dos seus poderes de profeta.

Falando de religião e relações de poder de maneira questionadora e bastante irreverente, o longa de estreia de Hiro Ishikawa mistura comédia, fantasia e ficção científica. “Tento mostrar no filme um mundo paradoxal, quase sem sentido, onde a fé e o poder se combinam de maneira divertida e trágica, o que nos leva a uma estranha sensação lúdica de viver num mundo onde tudo é possível apesar de todas as impossibilidades“, comenta o diretor.

Formado em Imagem e Som pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), Hiro Ishikawa é diretor de diversos curtas-metragens premiados em festivais nacionais, e dois documentários televisivos, incluindo “A Plebe é Rude”, que estreou em 2016, no Canal Brasil, e colocou Hiro em contato com Clemente Tadeu Nascimento, músico na banda Plebe Rude e fundador da banda Inocentes. Considerado um dos pioneiros do punk rock no país, ele encarna uma versão de Jesus no filme ‘São Ateu”.

Paulo César Peréio, um dos grandes atores do cinema nacional, é o próprio Deus. Com cerca de 80 longas metragens no currículo, o gaúcho também acumula inúmeros trabalhos na televisão, e, por muitos anos, foi uma das vozes mais requisitadas no mercado da propaganda.

O Diabo é representado pelo personagem de Zemanuel Piñero, que iniciou carreira no teatro na década de 1970. Com passagens pela televisão, em novelas da TV Globo como Caminho das Índias, Passione, Avenida Brasil e, mais recentemente Amor de Mãe (2021), atuou em séries como A Vida Secreta dos Casais (HBO) e Rua Augusta (TNT). No cinema, os trabalhos incluem “O Cheiro do Ralo”, “O Doutrinador” e “Trabalho Sujo”.

Mesmo com Deus, Jesus e o Diabo, a família de Dido é, no fundo, a personagem principal do filme. “Afinal, quando se fala de religião, automaticamente falamos de família, de verdade”, pontua o cineasta, que escolheu um casal real, Dado e Paula Marcondes, atores de circo e teatro de Araraquara/SP, que contracenam com sua filha Laura no filme.

“São Ateu” nasce das experiências pessoais do diretor Hiro Ishikawa, que passam pela infância católica e adolescência punk. Agora, como cineasta, dá vida a essa mistura na tela, de maneira bem peculiar. “Na forma, optei por mudanças bruscas na narrativa, como se a cada momento fosse possível acontecer um milagre, um acontecimento inesperado, um mistério…“, explica.

Segundo o diretor, o desenvolvimento do roteiro levou em conta as limitações de orçamento, a começar pelo tema. “Sempre gostei de roteiros ambiciosos que trabalham com grandes questões da humanidade, com complexas estruturas narrativas no espaço-tempo. Queria falar sobre algo que fosse grandioso, mas que ao mesmo tempo fosse nada, no sentido material, por causa dos custos. Um filme sobre fé precisa só de pessoas”, conta Hiroque pensou em locações e pessoas conhecidas para trabalharem como assistentes na equipe técnica ou atuando em papéis secundários. “Fiquei muito animado porque essa experiência de certa forma me remete aos elencos de Fellini, em que grandes atores contracenavam com não-atores que foram escolhidos pela aparência e gestos singulares.”

Feito basicamente com recursos próprios de Ishikawa e da equipe técnica, que disponibilizou serviços, equipamentos e apoio, São Ateu se tornou um filme bem paulista, com gravações feitas nas cidades de Bragança Paulista, Socorro, São Roque Monte Alegre do Sul e Pinhalzinho, ao longo de dois anos, com imagens de estúdio feitas em São Paulo. Contando com a fase de pós-produção, o trabalho levou quatro anos para ser finalizado, e mais um longo tempo de espera para chegar às telas, em razão das restrições para encontros presenciais com o público durante a pandemia do coronavírus.

Como numa turnê musical o filme fez sua pré-estreia no festival internacional ‘Sci-Fi Floripa International’, na Mostra de filmes convidados, em Florianópolis, em julho. Em agosto, São Ateu estreou no Cine Bijou, em São Paulo, percorrendo também as cidades de Araraquara e Campinas, sempre em sessões especiais, que contaram com presença do diretor e parte da equipe, para dialogar sobre o filme após a exibição.

“São Ateu” é produzido e distribuído pela Pietà Filmes e Produções. Contemplado no edital de licenciamento do PROAC Expresso Lei Aldir Blanc 41/2020, o filme ficará disponível também na plataforma gratuita de streaming #CulturaEmCasa, pelo https://culturaemcasa.com.br/.  Idealizada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, a plataforma reúne centenas de conteúdos inéditos das instituições culturais do Governo de São Paulo, além de conteúdos de outras instituições e de artistas e produtores independentes, com acesso 100% gratuito para o público.

Serviço

São Ateu em Curitiba

Sessão especial com presença do diretor

Data: 06/10 (5ªf)

Horário: 19h

Local: Cinemateca – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco, Curitiba – PR

Mais informações:

Gênero: Comédia, Fantasia, Ficção Científica

Ano de produção: 2019

Duração: 71′

Classificação indicativa: 12 anos

Elenco

Paulo Cesar Peréio, Zemanuel Piñeiro, Clemente Tadeu Nascimento, Dado Marcondes, Heitor Goldflus, Laura Marcondes, Lianna Mateus, Luana Siqueira, Maurício Salles Vasconcelos, Paula Marcondes, Paulo Campos, Renata Jesion, Tano Sotelo Palacios, Thaís Pace.

Direção – Hiro Ishikawa

Formado em Imagem e Som pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), Hiro Ishikawa dirigiu curta-metragens que foram exibidos e premiados em festivais importantes do Brasil, com destaque para “Em Flor” (2007), “Aeroporto” (2008), “Let’s Take a Walk” (2008), “Verão” (2010) e “Assassino do Bem” (2010). Diretor do documentário televisivo “Destino Mágico” (estreou em 2014 na TVE São Carlos), também dirigiu “A Plebe é Rude”, documentário que estreou no Dia Mundial do Rock em 2016, no Canal Brasil.

Produção – Diego da Costa

Diego da Costa dirigiu e produziu todos os seus filmes: Argentino (curta-metragem, 2011), Ato I, Um Artista da Fome (curta-metragem, 2013), A Plebe é Rude (Telefilme, 2016), Os Caubóis do Apocalipse (longa-metragem, 2018), NipoBrasileiros (webserie, 2019) e Selvagem (longa-metragem, 2019)

 

Pietà Filmes e Produções

Produtora independente dedicada à criação de projetos para cinema, web e televisão, criada em 2011 em Paulínia/SP. A essência da Pietà reside em explorar diversas formas de se contar histórias através do cinema. Em uma sociedade carente de representatividade no meio audiovisual, busca histórias com personagens normalmente invisibilizados, fazendo cinema brasileiro para brasileiros.

Nestes 11 anos de existência, a Pietà Filmes já produziu 3 filmes de longa-metragem de ficção. “São Ateu” (finalizado), uma comédia sci-fi, non-sense, do diretor Hiro Ishikawa, se insere na tradição do Cinema de Invenção para tratar de nossa difícil convivência entre crenças diferentes. Antes dele vieram “Os Caubóis do Apocalipse” (2018) e “Selvagem” (2021), de Diego da Costa. O primeiro, feito de modo totalmente independente, foi exibido e premiado em festivais, fez carreira em circuito comercial distribuído pela própria Pietà Filmes, em parceria com a Kinorama e foi licenciado pelo Telecine e Canal Brasil. “Selvagem” (2021), além de receber dezenas de prêmios em festivais, esteve na seletiva “filme brasileiro” para a vaga de melhor filme estrangeiro no Oscar 2022, foi selecionado para o Prêmio Platino del Cine Iberoamericano, foi finalista dos Melhores Filmes do Ano do SESC e do Prêmio ABC de Cinema.  O novo projeto de longa-metragem, “Sonhos em 3d” (em desenvolvimento), foi contemplado na Lei Aldir Blanc e já está com o roteiro desenvolvido e parte dos recursos para produção, aguardando complemento para ser realizado.

A Pietà Fimes produziu também as webséries “Feiqui Nius” em parceria com SESC Campo Limpo, e “NipoBrasileiros”, em parceria com a Fundação Japão e a Universidade Federal do Paraná, vencedora do prêmio “Brave New Series” no Seoul Webfest (2019), um dos mais importantes festivais de webseries do mundo.  Também merece destaque o documentário musical para televisão “A Plebe é Rude” (2016), uma coprodução com Doctela e Canal Brasil, dirigido por Diego da Costa e Hiro Ishikawa, e a produção da websérie “Atadas“, realizada com recursos do edital PROAC 42/2017 de Tarsila Nakamura, ainda sem previsão de lançamento, além de diversos curtas e videoclipes.

Equipe – São Ateu

Roteiro, Direção e Edição: Hiro Ishikawa

Produção Executiva: Diego da Costa e Rodrigo da Costa

Produção e Assistência de direção: Diego da Costa

Direção de Fotografia: Nelson Kao

Assistência de Fotografia: Ayslam Bcl e Plínio Rozani

Som Direto, Mixagem e Trilha Sonora: Rafael Berteli Sartori

Direção de Arte: Mari Kinoshita

Figurino: Mayara Sousa

Objeto de Arte: Daniel Lima

Preparação de Atores: Renata Jesion

Efeitos Visuais: Ric Oliveira, Mateus Henrique, Lucas Pasquini

Mais informações sobre o filme nas redes sociais da Pietà Filmes:

Facebook: https://www.facebook.com/pietafilmes/

Youtube: https://www.youtube.com/c/pietafilmes

Instagram: @pietafilmes

image006 (3)

*com divulgação

Categorias:AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, CINEMA, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOS, OPORTUNIDADE, PASSEIOTags:, , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s