Mostra apresenta o cinema poético e polêmico de Pasolini

No ano do centenário do diretor italiano, Mia Cara 2022 exibe sete obras fundamentais de sua filmografia

Um século após o nascimento do cineasta, poeta e escritor italiano Pier Paolo Pasolini (1922-1975) o Mia Cara 2022 exibe sete obras fundamentais de sua filmografia entre os dias 09 e 14 de setembro no Cine Passeio, em Curitiba.

A mostra Pasolini + 100 traça um panorama dos filmes icônicos da carreira do artista que segue incomodando e encantando quase 50 após sua morte.

Escolhidos pelo curador Marden Machado, os títulos da mostra vão de seu filme de estreia Accattone – Desajuste social, de 1961, ao último trabalho, Salò ou Os 120 Dias de Sodoma, de 1975, um dos mais controversos filmes da história que retrata as extremas violências física, mental e sexual de adolescentes por autoridades fascistas. Finalizado poucos dias antes do assassinato do cineasta, Salò foi proibido durante décadas em muitos países, inclusive no Brasil.

Completam a mostra os filmes Mamma Roma, Teorema, Medeia e os premiados O Evangelho Segundo São Mateus e Decameron.

Todos as sessões têm entrada franca e serão exibidas no Estúdio Valêncio Xavier, no Cine Passeio, com capacidade para 30 pessoas.

Os ingressos podem ser retirados na bilheteria 60 minutos antes da exibição presencial. As sessões também estarão disponíveis de forma virtual no site: https://www.cinepasseio.org/

Biografia

Pier Paolo Pasolini nasceu em Bologna, em 1922. Formou-se em literatura em 1945. Mudou-se para Roma e dez anos depois publicou seu primeiro romance, ‘Meninos da Vida’, que lhe valeu um processo do governo italiano por obscenidade.

Em 1961, a estreia de seu primeiro filme, Accattone foi alvo de protestos violentos de grupos conservadores, um tipo de agressão que o acompanharia ao longo da vida. Dirigiu outros 11 longas de ficção. Foi assassinado na Praia de Ostia (Roma), em 1975, em circunstâncias nunca bem esclarecidas.

Cinema-Poesia

Pasolini foi um artista completo e complexo. Um exemplo intelectual politicamente militante. Seu cinema é conhecido pela narrativa poética, também chamada de “cinema-poesia”. Pasolini preferia trabalhar com atores amadores e pessoas do povo e demonstrou uma versatilidade cultural incomum que serviu para transformá-lo numa figura controversa. Cristão, marxista e homossexual, é autor de obra cinematográfica e literária que ainda atraem muito engajamento artístico e acadêmico.

Dez anos de Mia Cara

Com o tema “Salute a Tutti” (saúde para todos), a décima edição do Mia Cara 2022 retorna com eventos presenciais, de 02 a 11 de setembro, nas cidades de Curitiba e Colombo (PR). Durante dez dias, o festival oferece uma rica programação cultural com festivais de cinema, teatro, danças folclóricas, apresentações musicais, exposições, ações de gastronomia, esportes e a iluminação de pontos turísticos. A programação completa está no site https://miacara.com.br/

Realização, apoios e patrocínios

Com patrocínio da Havan, Santa Maria, Helisul Aviação, Celepar e Sanepar. A realização do evento é feita pelo Consulado Geral da Itália em Curitiba, pela ONG Unicultura e pela Trento Edições, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura com apoio da ENIT, ITALOCAM – Câmara Ítalo Brasileira de Comércio e Indústria do Paraná, Sociedade Garibaldi, Sistema SESC Fecomércio Paço da Liberdade, Museu Oscar Niemeyer, Solar do Rosário, Comites Paraná e Santa Catarina, UFPR, Shopping Itália, Centro Cultural Dante Alighieri Curitiba, BRDE, Editora LT, Hospital Angelina Caron, Festval, Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Instituto Curitiba de Arte e Cultura – Icac e Cine Passeio.

PROGRAMAÇÃO

Mostra Pasolini + 100

Mia Cara 2002

Sexta (09/09)

19h:  Accattone – Desajuste social (Accattone, 1961, 120 min. Classificação 16 anos).

Sábado (10/09)

16h30:– Debate sobre a obra cinematográfica do Pasolini com o crítico de cinema Paulo Camargo e o curador do Cine Passeio Marden Machado.

19h: Salò ou Os 120 Dias de Sodoma (Salò o Le 120 Giornate di Sodoma,1975, 116 min, 18 anos)

Domingo (11/09)

17h: Mamma Roma (Mamma Roma, 1962, 106 min, Classificação 14 anos)

19h: O Evangelho Segundo São Mateus (1964, 132 min. Classificação 12 anos) Vencedor do Grande Prêmio do Júri do Festival de Veneza.

Terça (13/09)

17h – Teorema (Teorema, 1968, 98 min, 18 anos)

19h – Medeia (Medea, 1969, 110 min, 16 anos).

Quarta – 14/09

19h – Decameron (Il Decameron, 1971, 112 min. Classificação 18 anos)

Vencedor do Urso de Prata no Festival de Cinema de Berlim.

*com divulgação

Categorias:(CINEMA/CULT/TEATRO), AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, CINEMA, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, FESTIVAL, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOSTags:, , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s