Wagyu A5: conheça a carne mais valorizada no mundo

WAGYU_A5_IN_NATURA_LOW_ANGLE

Produzida no japão, a Wagyu A5 é a peça de carne bovina mais cara no Brasil

Conhecida por seu alto grau de marmoreio, a carne Wagyu é produzida a partir de um olhar cuidadoso com os bois, em Kagoshima, no Japão. Considerada a carne mais macia, saborosa e suculenta do mundo, seu preço premium a faz ser classificada como um prato de luxo nos restaurantes brasileiros.

A carne Wagyu, concebida da raça que leva seu nome, possui uma qualidade genética diferenciada: o animal metaboliza a gordura de forma integrada no músculo, originando as belas imagens de marmoreio das peças. O processo de criação dos bovinos também é cuidadosamente acompanhado nas fazendas para que os bois sejam livres de estresse, diminuindo o cortisol liberado nos músculos, que causa a rigidez da carne.

Aqui no Brasil, o Wagyu está presente em restaurantes especializados, como o Pobre Juan. A casa de carnes utiliza a peça com a classificação A5, que representa o maior nível de qualidade da Wagyu. “Por si só a carne já é uma exclusividade em questão de sabor e textura, mas ela ainda recebe graus de classificação de acordo com seu nível de marmoreio, que vai de 1 a 5. A rotulação A5 só é encontrada em 1% da produção japonesa”, explica o chef Kummar Gummella, do restaurante Pobre Juan em Curitiba.

Seu preparo também requer cuidados especiais. “O Wagyu precisa ser degustado. Ele já apresenta um sabor inigualável em seus pedaços, por isso, apenas sal e o ponto certo da carne satisfaz qualquer amante da iguaria”, destaca o chef.

Em Curitiba, o Wagyu com grau de marmoreio A5 é encontrado no restaurante Pobre Juan, no Pátio Batel.

WAGYU_A5_SIRLOIN_STEAK

Sobre o Pobre Juan

Inspirado nas típicas casas argentinas, o restaurante Pobre Juan é uma das mais conceituadas casas de carnes no país e ficou famoso por sua parrilla (grelha argentina) premium, cortes de carnes nobres especialmente selecionados, excelência na carta de vinhos e seu ofurô de cervejas.

Para garantir a qualidade dos cortes Pobre Juan, a marca monitora cada etapa. Tudo começa com a seleção dos animais, passando pelo acompanhamento de sua alimentação, até o porcionamento em cortes exclusivos e controle total do processo de maturação. Apenas as peças selecionadas chegam às casas no período ideal e já prontas para o preparo.

O Pobre Juan surgiu em 2004, com o restaurante da Vila Olímpia, em São Paulo, a partir do desejo de um grupo de amigos em saborear boas carnes assadas na grelha, em um ambiente agradável e confortável. Atualmente, o grupo possui 13 casas no Brasil, nas cidades de São Paulo, Alphaville, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Goiânia, Brasília, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Serviço

Restaurante Pobre Juan Curitiba

Endereço: Pátio Batel (Av. do Batel, 1868 – Batel, Curitiba – PR, 80420-090)

Reservas: (41) 3020-3670

Horários de funcionamento: 

Almoço

Segunda a quinta: das 12h às 15h

Sexta: das 12h às 16h

Sábado: das 12h às 23h

Domingo: das 12h às 20h

Jantar

Segunda a sexta: das 19h às 23h

Sábado: das 12h às 23h

Domingo: das 12h às 23h

WAGYU_A5_IN_NATURA_TOP_VIEW
*com divulgação

Categorias:AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, DIVIRTA-SE, FREE LIFESTYLE, GASTRONOMIA, LANÇAMENTOS, restaurantesTags:, , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s