Drinques fáceis para fazer na quarentena

Drinques fáceis para fazer na quarentena
Rosé Piscine traz receitas para serem facilmente feitas em casa
Importada pela Wine To You, a marca Rosé Piscine se une na campanha de mobilização para a conscientização para que a população evite sair às ruas dando sugestões de drinques fáceis para que possam ser feitos em casa de modo a deixar esse momento de quarentena mais leve.
Por meio do portal www.rosepiscine.com.br é possível encontrar cinco receitas criadas pelo barman Marcos Erik e cinco pela chef Luri Toledo, ex participante do Masterchef Brasil. Todas as sugestões usam como base o Rosé Piscine Stripes, um vinho levemente frutado com aromas de pêssego, limão e morango que pode ser adquirido pelo e-commerce da marca de forma fácil e rápida, sem precisar sair de casa, além de encontrar outros produtos exclusivos, kits com descontos especiais e poder dividir sua compra em até 6x sem juros.

Veja abaixo algumas das receitas

Arco do Triunfo por Marcos Erick

150 ml Rosé Piscine
03 Lascas de Abacaxi
03 Folhas de Hortelã
½ Colher de Chá de Pimenta Rosa
03 Cubos de Gelo
Servir em Taça de Vinho

Rosé Summer por Marcos Erick

150 ml Rosé Piscine
02 Fatias de Limão Siciliano
02 Lascas de Canela
03 Cubos de Gelo
Servir em Taça de Vinho

Frosé Piscine por Luri Toledo

150 ml Rosé Piscine
02 Colheres de Sorbet de Frutas Vermelhas*
03 Cubos de Gelo
Servir em Taça de Vinho
*Você pode também bater Frutas Vermelhas congeladas com o próprio Vinho Rosé Piscine até dar uma textura de pasta (essa pasta é que vai ser usada para compor o Drink no lugar do Sorbet).

Soft Rosé por Luri Toledo

100 ml Rosé Piscine
30 ml de Licor de Cassis
01 Cereja
03 Cubos de Gelo
Servir em Taça de Champagne

Serviço

www.rosepiscine.com.br

Instagram: @rosepiscineoficial

euquero@rosepiscine.com.br

Telefone: (11) 3122-9500 | (11) 94353-5739

Descubra esse novo universo onde as bolhas são as rainhas do momento.

Sobre o Rosé Piscine

O Rosé Piscine é uma bebida sofisticada e irreverente, já que possibilita ao consumidor degustar o vinho de forma diferenciada – com duas a três pedras de gelo. Feito sob medida para aqueles que gostam de drinques refrescantes, ele é composto por 100% de uva Negrette, traz graduação alcoólica de 11% e deve ser consumido em uma temperatura que varia entre 6 e 8 graus. Seu aroma é levemente frutado, com notas de pêssego, limão e morango e traz um sabor com toque de lichia, mistura que proporciona um final exótico para quem o aprecia. Reconhecido como o primeiro vinho rosé do mundo a ser bebido com cubos de gelo, Rosé Piscine tem se tornado cada vez mais uma das preferências dos brasileiros, sendo o vinho francês importado mais vendido no Brasil, em 2018 –, segundo dados da Ideal Consulting. Seu rótulo colorido, com listras azuis e brancas, a garrafa se destaca em qualquer lugar que é exibida. Este refrescante vinho foi criado em Saint-Tropez e produzido na região sudoeste da França, país onde a bebida vende mais de um milhão de garrafas por ano.

Alunos da Corpus Academia se unem para doar alimentos para famílias carentes

Os alunos Corpus Academia se uniram através do grupo do whatsapp para fazer o bem. Eles arrecadaram um valor que foi destinado para compra de alimentos que foram doados nessa quarta feira para famílias carentes no bairro Osternack, em Curitiba.

A ação foi coordenada pelo educador físico da Academia, Willian Avelino de Mattos. “Na Corpus somos uma família e juntos estamos enfrentando todas as dificuldades que o Coronavírus trouxe. Se nós pudermos amenizar o sofrimento de algumas famílias, nossa ação já está dando certo”, explica ele.

Ajudar o próximo sempre esteve presente nas diversas ações solidárias que a Corpus desenvolve durante o ano como Campanha do Agasalho, doações de brinquedos no Natal, entre outras.

“O retorno dos nossos alunos com essa ação nos deixa muito felizes e reforça o quanto é importante estarmos unidos sempre, principalmente pra fazer o bem ao próximo”, disse o proprietário da Academia Corpus, Anderson Lorenzatto.

Goethe-Institut oferece série de conteúdos gratuitos on-line para distrair durante o isolamento social

Plataforma oferece material para aprender alemão, informações sobre o mercado de trabalho na Alemanha, agenda cultural semanal com
lives e podcasts e artigos para um mergulho na cultura germânica

Em tempos de isolamento social necessário para a luta contra o novo coronavírus, o Goethe-Institut oferece gratuitamente uma série de programas on-line para aprendizado do idioma alemão, conhecimento da cultura e do mercado de trabalho daquele país e também entretenimento. Com a oferta de um cardápio diversificado de conteúdos grátis, a ideia é tornar disponível à comunidade a possibilidade de dias mais ricos culturalmente sem precisar sair de casa, ação fundamental nos dias atuais.

A plataforma Onleihe
Repleta de materiais, como eBooks, ePaper, eMusic, eAudios e eVideos, a plataforma Onleihe é uma espécie de centro cultural on-line. O serviço está disponível para quem já utiliza a biblioteca do Goethe-Institut (usuários iniciantes devem procurar a página de ajuda para saber como acessar o conteúdo). Dividido em temas, oferece material para o aprendizado do idioma, uma biblioteca infantil com quase dois mil títulos, obras da literatura, entretenimento e uma discoteca com mais de 5.600 músicas. O conteúdo está disponível em https://www.onleihe.de/goethe-institut/frontend/welcome,51-0-0-100-0-0-1-0-0-0-0.html?lK=7074 .

Aprendizado sem fronteiras
Somada à plataforma Onleihe, a Deutsch Für Dich tem ganhado destaque por conectar estudantes de alemão em todo mundo. Livre e gratuita para ser acessada por qualquer pessoa, mesmo que não estude no Goethe-Institut, oferece o contato com grupos de discussão sobre dúvidas gramaticais, atividades interativas e permite ainda a troca de contatos entre estudantes. O conteúdo, que atende todos os níveis de aprendizado, pode ser acessado em alemão ou em inglês: https://www.goethe.de/prj/dfd/en/home.cfm.

Jogos e apps para aprender alemão
Há conteúdos para quem está interessado em aprender alemão de forma gratuita. Por meio de jogos e aplicativos, estudantes podem mergulhar no idioma de acordo com o nível de conhecimento que tem da língua. Um fórum de discussão e ferramentas para o contato com outros participantes torna o aprendizado uma experiência coletiva e até mais prazerosa.
O aplicativo Mein Weg nach Deutschland (Meu caminho para a Alemanha) oferece, por meio de vídeos, a possibilidade de exercitar o vocabulário e a gramática para estudantes em nível 1 do aprendizado, em tópicos que envolvem busca por trabalho, a relação com novas amizades e experiências como uma consulta médica e um passeio pela rua.
A plataforma disponibiliza também um jogo de memória, viagens por histórias clássicas e curiosidades sobre o país. Há ainda um jogo de aventura para estudantes que tenham conhecimento a partir do nível B de avanço. Todo o conteúdo está disponível com apresentação em português em https://www.goethe.de/ins/br/pt/spr/ueb.html

Informação e conhecimento
O blog #DeutschlandnoFilter é o canal informativo do Goethe-Institut. Publicado atualmente em sete idiomas, apresenta crônicas semanais sobre variedades relacionadas à vida na Alemanha, e temas contemporâneos, como cultura, tecnologia e sociedade. Na coluna “Francamente...”, por exemplo, há assuntos pertinentes para os dias atuais, como imigração e o desafio de “ser estrangeiro”. Ou então, a experiência vivida por um escritor em Berlim e suas observações sobre o cotidiano vividas no metrô, em um supermercado ou na noite da cidade. “Com Rahel na estrada” mostra a jovem Rahel em passeios por cidades alemãs, conhecendo a comunidade local e permitindo um aprofundamento nas diversas culturas que compõem o país. O conteúdo pode ser acessado em https://www.goethe.de/prj/ger/pt/index.html.

Cultura e entretenimento on-line
Consciente da importância do isolamento social como melhor prática para o combate à transmissão do novo coronavírus, o Goethe-Institut criou uma agenda cultural para ajudar o tempo passar de modo criativo e seguro nesse período e resguardo mais do que necessário.
Com conteúdo tanto em português quanto em alemão, o usuário tem acesso a sugestões de podcasts, de eventos culturais transmitidos pela internet, dicas de leitura, debates sobre literatura e indicações de concertos e espetáculos teatrais no formato streaming. Quer conhecer os clubes noturnos mais ‘hypados’ de Berlim sem aglomeração? A “United We Stream”, série de lives realizadas por locais como Kater Blau, Rummels Bucht, Sage Club e Watergate, transportam o telespectador para dentro das pistas mais procuradas da cidade. Ainda oferecem programa de financiamento coletivo para quem deseja apoiar a cultura da noite berlinense e ajudar clubes e profissionais ligados a esse universo. A agenda é atualizada semanalmente: https://www.goethe.de/ins/br/pt/kul/sup/21812177.html.

Sobre o Goethe-Institut Curitiba
Em Curitiba desde 1972, o Goethe-Institut é o Instituto Cultural oficial da República Federal da Alemanha, fundado em 1951 na cidade de Munique, na Alemanha. Atualmente, o Goethe-Institut possui 157 sedes em 98 países, sendo 12 somente na Alemanha e cinco no Brasil. O objetivo é promover o conhecimento da língua alemã em todo o mundo assim como o intercâmbio cultural.
Mais informações, acesse o site do Goethe-Institut Curitiba: https://www.goethe.de/de/index.html.

TCP apoia campanha de combate ao coronavírus em Paranaguá

Campanha liderada pela APPA tem o objetivo de equipar o Hospital Regional para atender vítimas da doença; campanha arrecadou R$ 2,4 milhões

A TCP – empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, se juntou à APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, na campanha de combate ao COVID-19, que tem como objetivo arrecadar recursos financeiros e materiais que serão doados para o Hospital Regional, sediado na cidade. Até o momento foram arrecadados R$ 2,4 milhões entre as 26 empresas participantes.

O Hospital Regional de Paranaguá foi escolhido para receber as doações porque centraliza os casos de pacientes com perfil intermediário e avançado da doença, e abrange os sete municípios do litoral do Paraná. “Para a campanha, a entidade disponibilizou uma lista com equipamentos e insumos médicos necessários para o combate ao Coronavírus. O foco é ampliar os leitos de UTI existentes no Hospital”, explica Luiz Carlos Narok, Superintendente Institucional e Ambiental da TCP.

Para dar mais agilidade ao processo de compra dos materiais e equipamentos necessários, as empresas acessam diretamente os fornecedores indicados pelo Hospital. “Todo este esforço e mobilização das empresas visa garantir que os itens sejam entregues diretamente ao Hospital Regional e no menor prazo possível para garantir o atendimentos dos pacientes necessitados”, enfatiza.

A campanha, sob liderança da APPA, conta com uma comissão formada pelas empresas responsáveis pela tomada de decisões e articulações das ações. "Estamos convictos de estar participando de uma atividade que visa o bem do ser humano, procurando garantir a sua sobrevida em um momento ímpar em que o mundo atravessa com esta pandemia. Precisamos olhar em primeiro lugar às pessoas em detrimento dos bens materiais", finaliza.

Sobre a TCP
A TCP é a empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá - um dos maiores terminais de contêineres da América do Sul - e a empresa de operações logísticos TCP Log, que oferece serviços de integração da cadeia logística para cargas localizadas no Sul e Sudeste do Brasil.

Responsável pelo maior investimento do setor portuário Brasil na atualidade, onde estão sendo aplicados mais de R$ 550 milhões nas obras de ampliação da capacidade de movimentação do terminal dos atuais 1,5 milhão de TEUs/ano para 2,5 milhões de TEUs/ano, a TCP está se preparando para atender a demanda de mercado brasileiro pelos próximos 30 anos.

Desde março de 2018, a TCP integra o portfólio da China Merchants Port Holding Company (CMPort), o maior e mais competitivo desenvolvedor, investidor e operador de portos públicos da China. Atualmente, as operações e investimentos da empresa se estendem pelas áreas costeiras em Hong Kong, Taiwan, Shenzhen, Ningbo, Shanghai, Qingdao, Tianjin, Dailian, Zhangzhou, Zhanjiang e Shantou. A empresa também vem ampliando sua presença no Sul da Ásia, na África, no Mediterrâneo e na Austrália.

Em março de 2018, o portfólio global de portos da CMPort abrangia 6 continentes, 17 países e regiões e 34 portos. Em 2017 a CMPort movimentou 100 milhões de TEUs.

Idec cria plataforma para divulgar iniciativas que comercializam alimentos saudáveis durante a pandemia do Covid-19

Objetivo é apoiar a economia local e aproximar quem produz de quem consome

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) lança nesta quinta-feira (9) a plataforma da Comida de Verdade para que os consumidores possam ter acesso às iniciativas que comercializam alimentos saudáveis e sustentáveis e estejam funcionando durante a pandemia do Covid-19.

A ferramenta tem o objetivo de apoiar a economia local e estimular os circuitos curtos de abastecimento, aproximando quem produz de quem consome. Ao acessá-la, o usuário pode encontrar iniciativas da agricultura familiar, de pequenos produtores e dos sistemas de produção orgânica e agroecológica em todas as regiões do Brasil.

Para Rafael Arantes, analista de regulação do Idec, é importante informar as pessoas que, além dos mercados, existem canais alternativos para o abastecimento que estão funcionando, seja em pontos de venda físicos ou locais, na modalidade de entrega a domicílio.

“A lógica do atual sistema alimentar tem sido incapaz de gerar saúde respeitando os limites do planeta. Essa dinâmica tende a se intensificar ainda mais durante a pandemia. Por isso, é importante refletirmos sobre os padrões de produção e consumo de alimentos”, destaca.

Outra característica da plataforma é que os produtores, ou quem quiser contribuir, podem fazer novos cadastros. Basta acessar este formulário e completar as informações. Após o envio do cadastro, o Idec faz uma análise breve e já deixa a iniciativa visível.

A plataforma da Comida de Verdade é feita de forma colaborativa e com o apoio de diversas organizações parceiras, como ABA (Associação Brasileira de Agroecologia), Aliança Pela Alimentação Adequada e Saudável, ANA (Articulação Nacional de Agroecologia), CEPAGRO (Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo), Conexsus, Consea-RS (Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do Rio Grande do Sul), Frutas Nativas Rio Grande do Sul, Gepad Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural, GIZ Mercados Verdes e Consumo sustentável, IBO (Instituto Brasil Orgânico), Lacaf (Laboratório de Comercialização da Agricultura Familiar) e Rede de Agroecologia Ecovida entre outras.

Veja outras ações do Idec durante a pandemia

Escoteiros do Brasil lançam novos materiais para atividades em família

As atividades educativas podem ser realizadas por crianças,

adolescentes e familiares

Foto: Renato Silveira

Manter as crianças entretidas dentro de casa, durante este período de distanciamento social, tem sido um desafio bastante grande para muitas famílias. Os Escoteiros do Brasil, cientes da importância de gerar oportunidades educativas e de lazer para as crianças, que nesse momento encontram-se privadas da interação social, da escola e das atividades de lazer ao ar livre, lançam dentro da sua plataforma de atividades online dois novos materiais para serem realizados em casa.

Um dos materiais é a “Cartilha de atividades para o distanciamento social”, um documento com mais de cinquenta sugestões de atividades, organizadas para duas faixas etárias. A primeira delas é para crianças de 6 a 10 anos, focada em atividades que incentivem a leitura, música, criatividade, o desenvolvimento dos sentidos, entre outros. As demais atividades são para jovens de 11 a 15 anos, com atividades mais relacionadas a internet e tecnologia, meditação e autoconhecimento, espiritualidade, cuidados com a saúde e meio ambiente, e organização pessoal. As atividades educativas podem ser utilizadas também por instituições de ensino, educadores, psicólogos e demais adultos que estejam buscando atividades educacionais para crianças e jovens.

Segundo o presidente dos Escoteiros do Brasil, Rafael Macedo, as atividades sugeridas pelos escoteiros são uma maneira de integrar as famílias nesse período atípico de toda a sociedade. “O momento pelo qual estamos passando é um período de reflexão, de fortalecer os laços da família, de conhecer coisas novas e até mesmo desenvolver novas habilidades. É com este objetivo, que os Escoteiros do Brasil apresentam esta cartilha de atividades, uma opção para que os pais possam desenvolver dentro de casa atividades educativas e aproveitar este momento para conhecer melhor os seus filhos e fortalecerem seus vínculos”, considera.

Junto da cartilha, os Escoteiros do Brasil lançaram também o documento “51 Coisas para Fazer Durante o distanciamento social”. Por meio de um guia simples e prático, são sugeridas 51 atividades que jovens e adultos podem incluir em sua rotina, tornando assim os dias mais planejados e também diferentes uns dos outros. Entre as sugestões há atividades de desenvolvimento intelectual e cultural tais como: leia um livro que tem interesse, mas ainda não teve tempo; pinte uma parede, um quadro ou faça artesanato; escreva poesias ou faça um diário da quarentena. Atividades de desenvolvimento afetivo como: ligue pra pessoas, converse, especialmente para aquelas que faz tempo que você não fala; separe roupas e livros para doação; elogie uma pessoa por dia nas redes sociais. Atividades que vão auxiliar a jovens e adultos para quando a rotina voltar ao normal também são sugeridas, tais como: faça uma planilha financeira para ajustar suas contas, realize cursos online, estude um novo idioma, entre outros.

Ambos os documentos estão disponíveis para download gratuito na plataforma online dos Escoteiros do Brasil no site escoteirosonline.org.br. As ações de promoção de atividades educativas para famílias fazem parte do projeto Escoteiros Online, lançado pela instituição no mês de março com o objetivo de oferecer iniciativas de educação não-formal para crianças e jovens. Junto das atividades, semanalmente estão sendo realizadas transmissões ao vivo nas redes sociais da instituição, além de ações com parceiros institucionais como a WWF, UNICEF, CONJUVE e LiveLab.

Serviço

Atividades Educacionais para realizar em família

Produzido pelos Escoteiros do Brasil

Download disponível em https://bit.ly/escotismoemfamilia