Mondial sugere receita de Pão Integral para se manter saudável em tempos de distanciamento social

sjQzsTlZgpubijT9zyrihuubrAM0q2zXSw-HckGJncpDqE1pSGDItN0HClno22ZzPrldh0RvkhUnICzj_aSpeiBvAb20uQ9z7JnJbsycMMxJqON7Uv8u82INhD22Zf2uGGruixba

Ingredientes:

1 xícara de água
5 colheres de sopa de mel
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de sal
1 xícara de farinha de trigo branca
1 e ½ xícara de farinha de trigo integral
½ xícara de farinha de centeio ou farinha de aveia
½ xícara de chá de sementes variadas
2 colheres de chá de fermento biológico seco
Aveia em flocos para decorar
Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes na forma da sua Máquina de Pão Mondial, iniciando pelos líquidos, depois os secos e por último o fermento. Programe o ciclo de Pão Integral e ligue a máquina. Quando a massa estiver crescida, antes de começar a assar pincele água sobre o topo do pão e salpique a aveia em flocos. Aguarde a máquina finalizar o processo e, se preferir, sirva o pão ainda quente.

Produto utilizado:

Panificadora Automática Master Bread − NPF-53
Preço sugerido: R$ 439,90

19 programas de preparo
Forma antiaderente
Design moderno na cor preta e prata
Painel digital
Ajuste de tonalidade (claro, médio e escuro)

Aplicativo que conecta bares, pizzarias e restaurantes a grandes distribuidores adota medidas para ajudar parceiros durante pandemia do coronavírus

Menu criou uma página educacional com dicas práticas para auxiliar pequenos e médios comerciantes durante a crise

Com a pandemia do coronavírus, o governo de São Paulo determinou que estabelecimentos de food service, como bares, pizzarias e restaurantes, não abrissem as portas e, caso fossem continuar suas operações, deveriam adotar o sistema de delivery e entregas por aplicativos. Para ajudar os comerciantes neste momento inédito, a Menu - aplicativo que abastece restaurantes conectando os principais distribuidores e indústrias do mercado foodservice, criou um site (http://coronavirus.menu.com.br/) com dicas práticas para ajudar pequenos e médios comerciantes a superarem a crise.

Sem previsão para a abertura dos estabelecimentos, a Menu tem ajudado parceiros durante o período. Segundo Leonardo Almeida, diretor executivo e CEO da startup é importante unir esforços para colaborar com o setor food service. “Grandes empresas dependem desses comerciantes e agora, mais do que nunca, precisamos encontrar soluções e oferecer a esses pequenos empresários para limitarmos os efeitos da pandemia”, afirma.

Além da criação da página, a Menu está propondo a flexibilização no prazo padrão para pagamentos após finalizarem as compras na plataforma. A empresa separou algumas orientações para inspirar comerciantes a enxugarem as contas e iniciar um planejamento para os próximos meses.

Coloque no papel as suas despesas
Faça um levantamento de todos os gastos financeiros e receitas dos próximos meses. Assim, será possível saber quanto será preciso gastar com cada despesa e quanto dinheiro será necessário para manter o negócio nesse período. Priorize os gastos fixos e enxugue os variáveis.

Renegocie suas dívidas
Em tempos de baixa arrecadação, a primeira medida é reduzir os custos. Tente renegociar algumas despesas e contratos, diminuir a conta de energia, entre outras medidas para controlar o caixa; verifique também se é possível prolongar os prazos de pagamento com fornecedores, diminuir o prazo de recebimento e negociar as taxas cobradas por empresas de cartões de crédito, vouchers, tíquetes.

Controle o fluxo de caixa
Comece a lançar os valores de contas a receber de acordo com o novo cenário, faça uma previsão mais conservadora. Se o saldo for negativo em algum dos períodos futuros, avalie possibilidade de renegociação de prazos ou formas de aporte de capital de giro. Vale lembrar que o governo federal lançou algumas medidas emergenciais para financiar folhas de pagamento de pequenas e médias empresas.
Adote o delivery para continuar operando
Desde que respeitados os critérios de higiene e de controle da COVID-19, bares, pizzarias e restaurantes podem continuar operando a venda de produtos, por meio de delivery ou aplicativos que disponibilizam serviços de entrega. Ao contratar um app, fique atento às taxas e tempo de entrega, é importante avaliar o valor do investimento.

Use as redes sociais para divulgar as vendas
Invista em perfis no instagram e facebook; restaurantes que promovem suas redes sociais tem melhores retornos com a sua divulgação. Mas crie contas somente nas redes que poderá atualizar. Aposte também no impulsionamento (patrocínio) disponíveis nas redes sociais para alcançar sua clientela.

Sobre a Menu - Desde 2016 no mercado, a Menu (https://menu.com.br)- aplicativo que abastece os restaurantes conectando os principais distribuidores e indústrias do mercado foodservice com estabelecimentos comerciais, vem crescendo 50% ao mês. Por meio de aplicativo, oferece mais de 45 mil produtos com entregas em SP e RJ - os comerciantes têm acesso aos melhores fornecedores do país, preços mais baratos e entrega garantida em até 48 horas. A Menu já possui mais 16 mil usuários. Outros serviços que a startup oferece para os anunciantes são: agência digital, soluções de pagamento e frete. Em junho de 2019, a startup recebeu um investimento da Z-Tech - hub de inovação e tecnologia da AB - Inbev, que no Brasil atua em colaboração com a Ambev.

Pablo faz sua primeira live no youtube

Homem de roupa preta Descrição gerada automaticamente

Depois de duas transmissões em sua página no instagram, Pablo leva sua live show para o Youtube, no sábado, dia 18 de abril, às 22h. Sem previsão de término, Pablo promete um repertório de músicas que marcaram sua carreira solo e de sua passagem pelo Asas Livres, conforme o público testemunhou em outubro do ano passado em projeto retrô que ganhou DVD com gravação em Salvador. A começar pelo novo projeto do CD “Mega Sena”, lançado no começo deste mês, que conta com as músicas, “Eu e o Gato” conta a história da mulher que foi embora, levou os filhos e as coisas e deixou só ele e o gato: é mia, miau, é bua bua. Chora eu e o gato, um de lá e o outro de cá. A gente só para no dia em que ela voltar. “Pelo Amor de Deus” é o enredo do amor que terminou por conta de uma mensagem de um celular, a traição, a ingratidão e o prêmio é a solidão. E aí que o roteiro musical segue com “Gatinho”, história divertida de um presente de um gato, pra ex, pra cuidar das 7 vidas dele. “Tá na Cara”, “tá na cara, esse buraquinho na bochecha eu conheço, você está mentindo até pelo avesso. É questão de tempo pra voltar pra mim”. “Pode fechar a porta”, uma sequência de erros no relacionamento, a mágoa e o pedido de recomeço sem sucesso. Não adianta correr atrás. “Você Sabe”, composição de Fátima Leão, a mesma de “Pecado de Amor”, uma conhecida em letras de amor com execução de Pablo, o pensamento é só pela amada, canções, em qualquer situação: “pra que dizer que eu te amo, se você sabe....Te amo é pequeno diante do que sinto por você”. “Dói”, é a saudade, a falta que faz doer e destruir. “Eu já me arrependi do que mandei você fazer...Se eu pudesse nessa briga apertaria cltr+Z...O coração, ai, dói, dói, dói. Sinto a sua falta e a saudade me destrói”. “Amor Vagabundo”, é a difícil ideia de se acostumar que perdeu o parceiro e a paixão que não cura. “Ligação a cobrar”, a ligação, mesmo a cobrar, pra dizer que a história acabou e terminou, terminou e o crédito que acabou, na ligação, não deu pra retornar. Pra fechar o set list das faixas inéditas e apaixonadas, “Transbordo”, o homem que chora feito neném e vira piada no meio do povo. O coração no fundo e o bolo na estação do transbordo. Outras canções, já conhecidas do público também vão fazer parte da live como, “Por que Homem não Chora”, “Fui Fiel”, “Bilu Bilu”, “Prego e Martelo”, “A Casa ao Lado”, “Casa Vazia”, entre outros.
Além de uma boa dose de música, a live show “Mega Sena”, também vai premiar com muita solidariedade, Pablo pretende arrecadar doações, para ajudar instituições e projetos no combate ao COVID-19.

Pesquisa brasileira será apresentada no maior congresso mundial de transplante de medula óssea com apoio do Instituto TMO

Estudo de 11 autores, desenvolvido no Hospital de Clínicas da UFPR, contribui para evitar a rejeição da medula óssea após o transplante, favorecendo para que o resultado seja o melhor possível

Alberto - STMO (3).jpeg
Lide Mutimídia - O Instituto TMO é uma instituição que há 31 anos apoia o transplante de medula óssea (também conhecido pela sigla TMO) em várias frentes, inclusive dando suporte a pesquisas que beneficiam inúmeros pacientes. Recentemente, a instituição viabilizou a apresentação de um estudo desenvolvido no Hospital de Clínicas da UFPR (em Curitiba, Paraná), que será apresentado no maior congresso de TMO do mundo, em Madri, Espanha.

A última edição do Congresso Anual da Sociedade Europeia de Transplante de Medula Óssea (EBMT) contou com mais de 5500 participantes de 94 países. 1068 trabalhos foram selecionados. Destes, somente 182 (17%) foram escolhidos para apresentação oral. A data da 46ª edição deste congresso está agendada para agosto deste ano (originalmente seria em março, mas foi transferida devido à pandemia de coronavírus). Após a apresentação no congresso, os trabalhos serão publicados na revista Bone Marrow Transplantation, que pertence ao conceituado grupo Nature Research.

O Instituto TMO viabilizou a inscrição no congresso e também a viagem a Madri de um dos pesquisadores para a apresentação oral. O bioquímico Alberto Cardoso Martins Lima ficará encarregado de apresentar o trabalho, que faz parte de sua tese de doutorado. Entre os 11 autores, estão incluídos médicos que fizeram ou ainda fazem parte do Serviço de Transplante de Medula Óssea do Complexo Hospital de Clínicas (STMO/CHC): Ricardo Pasquini (médico que integrou a equipe que realizou o primeiro transplante de medula óssea no Brasil, no HC/UFPR e foi orientador do estudo), Carmem Bonfim (coorientadora), Samir Kanaan Nabhan, Vaneuza Araújo Moreira Funke, Gisele Loth e Samantha Nichele.

Os demais autores incluem os bioquímicos Noemi Farah Pereira (coorientadora), Luciana Nasser Dornelles, Margareth Kleina Feitosa e Geovana Borsato do Amaral, que fazem parte do Laboratório de Imunogenética do CHC/UFPR. Este laboratório foi o primeiro do Brasil credenciado pela Sociedade Americana de Imunogenética, o que lhe confere um dos maiores padrões de qualidade do mundo.

Importância da participação brasileira
A seleção do estudo para o maior congresso de transplante de medula óssea do mundo vem a confirmar a importância do Hospital de Clinicas da UFPR na área, há muitos anos conhecido como referência mundial em TMO.

A conquista conta com vários outros méritos, conforme cita o bioquímico Alberto Cardoso Martins Lima. “É muito difícil ser selecionado para os 17% que vão apresentar, entre tantos trabalhos inscritos mundo afora. O segundo ponto é que este congresso tem foco nos aspectos clínicos do TMO. Ter um trabalho de imunogenética aceito para apresentação oral é muito raro”, afirma.

Mesmo não sendo um trabalho 100% clínico, o estudo tem um grande impacto prático, pois contribui para evitar a rejeição da medula óssea após o transplante, favorecendo para que o resultado seja o melhor possível. Afinal, uma rejeição que é evitada contribui para: poupar tempo de recuperação do paciente, poupar mais trabalho da equipe médica e poupar recursos e insumos. Além disso, um paciente com rejeição tem maior probabilidade de ter complicações depois do transplante.

“É interessante citar que este é um trabalho feito na área de doenças não-malignas, que é muito carente de estudos sobre o HLA-DPB1 (há apenas um, com pacientes com doença Thalassemia) e feito com 106 pacientes com doenças não-malignas, atendidos no HC/UFPR entre 2008 a 2017”, cita Alberto. Mesmo sendo doenças não-malignas, o transplante é necessário.

Questões técnicas sobre o estudo
A pesquisa intitulada “A Alorreatividade contra HLA-DPB1 na direção HvG está associada com risco aumentado de falha de enxertia após transplante com doador não aparentado para doenças não-malignas" foi desenvolvida no Laboratório de Imunogenética em conjunto com o STMO/CHC.

Antes de um transplante ser feito, é necessário encontrar um doador. O mais adequado seria um doador da mesma família do paciente (aparentado HLA idêntico), mas como nem sempre isso é possível, uma opção é a busca por um doador não-aparentado, que geralmente são localizados no Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea) ou em Registros Internacionais.

Para saber se há compatibilidade, é feito em laboratório um trabalho de tipagem para identificar os genes HLA compatíveis. Este estudo tem como objetivo avaliar o papel da resposta imunológica contra os antígenos HLA-DPB1 incompatíveis no contexto do transplante de medula óssea com doadores não aparentados para doenças não-malignas.

Uma peculiaridade que se observa é que nos transplantes com doadores não aparentados, a grande maioria (80% a 85%) dos voluntários apresentam incompatibilidades HLA-DPB1. Além disso, essas incompatibilidades podem ser classificadas em permissíveis (mais adequadas para transplante) e não permissíveis (menos adequadas e com maior risco).

Uso de algoritmos para encontrar doador compatível
Uma pesquisadora da Alemanha desenvolveu um estudo com uso de algoritmos na busca de doadores e criou um website para classificar o risco dos vários doadores não aparentados. Essa ferramenta, chamada IMGT/T-Cell-Epitope 3 (TCE3), classifica as incompatibilidade HLA-DPB1 em permissíveis e não permissíveis, e os médicos do STMO/CHC usam essa informação para selecionar o doador com menor probabilidade de ter complicação. Clinicamente, as incompatibilidades HLA-DPB1 permissíveis são melhor toleradas e conferem menor risco de complicações. Já as incompatibilidades HLA-DPB1 não permissíveis estão associadas a desfechos deletérios após o transplante. Este tipo de incompatibilidade DPB1 podem ser divididas em duas: não permissíveis na direção do paciente contra o enxerto (HvG) e não permissíveis na direção do enxerto contra o paciente (GvH).

Vários estudos com doenças malignas mostraram a utilidade da ferramenta IMGT/TCE3 para selecionar o melhor doador não aparentado. No entanto, quase não existem estudos avaliando o uso desta ferramenta no contexto das doenças não malignas. Os resultados desta pesquisa indicam que as incompatibilidades DPB1 não permissíveis na direção do paciente contra o enxerto (HvG) estão associadas com risco aumentado de rejeição do enxerto e diminuição de sobrevida-livre de eventos. Desta forma, tais incompatibilidades deveriam ser evitadas com o objetivo de otimizar o prognóstico do TMO não aparentado.

Por fim, os achados desta pesquisa validam a importância da tipagem HLA-DPB1 e a estratégia pioneira de seleção de doadores não aparentados atualmente utilizada pelo Serviço de Transplante de Medula Óssea do HC/UFPR em conjunto com o Laboratório de Imunogenética.

“Música na Band” exibe live de Léo Santana com exclusividade nesta sexta-feira

Esta será a primeira vez que um show em casa é transmitido ao vivo na TV aberta

Léo Santana vai agitar a sexta-feira na tela da Band. Foto: Reprodução/Facebook Oficial

Nesta sexta-feira (17), a partir das 22h45, Léo Santana fará um show ao vivo, direto da casa dele em Salvador, durante o programa Música na Band Live. Esta será a primeira vez que uma live é exibida na TV aberta.

Com um repertório recheado de sucessos, que inclui as músicas “Figurinha Repetida”, “Contatinho”, “Vai no Chão”, “Crush Blogueirinha” e “10 Beijos de Rua”, o GG da Bahia promete muito gingado na sala de estar para divertir o público.

O cantor acumula em seu canal do YouTube mais de 2,45 milhões de pessoas inscritas. Já no Instagram, ele contabiliza 14,2 milhões de seguidores.

Música na Band Live, que é um oferecimento do IFood e da Universal Music, vai ao ar nesta sexta-feira, às 22h45, na tela da Band.

Giraffas faz doação de dez mil refeições

Rede participa da corrente de solidariedade

São Paulo, abril de 2014 - O Giraffas, maior rede de refeições completas do Brasil, tem procurando participar também da corrente de solidariedade que está se formando no país depois da ocorrência da pandemia, e fazendo o que sabe fazer melhor: oferecer refições completas, de qualidade, e estimando um total de 10.000 refeições entregues.

Desta vez, gratuitamente, como o momento exige, e seguindo a sua vocação está focando sua atuação em dois segmentos da sociedade fortemente atingidos pelo quadro atual: os trabalhadores da área de saúde e a camara mais desassistida da população, as pessoas em situação de rua, desamparadas surante o isolamento social.

Por enquanto, o Giraffas está atuando nas cidades do Distrito Federal, na cidade de São Paulo e ainda em Maringá, no Paraná.

Adaptando-se às necessidades de cada caso, as doações podem ser de pratos prontos embalados para consumo ou de insumos de qualidade onde existe estrutura para a produção das refeições.

Na capital paulista, através da unidade do Giraffas, localizada no Shopping Light, no Centro Histórico de São Paulo, forneceu insumos para o Movimento Estadual da População em Situação de Rua de São Paulo e para o Hospital Santa Marcelina (integrado ao Sistema Único de Saúde - SUS), que passou a atender aos acompanhantes carentes de pacientes internados. Com a iniciativa mais de cinco mil refeições já foram servidas.

Em Brasília, pelas caractéristicas locais, a empresa ficou a sua atuação nos profissionais da área de saúde nas últimas três semanas. A atividade teve início na unidade do Setor Hospitalar, com pontos no SHS (Setor Hospitalar Sul), na Asa Sul e na cidade de Braslândia também participaram da doação. Já foram entregues maos de quatro mil refeições, distribuídas entre as três unidades da Capital Federal. Posteriormente, o Giraffas de Maringá, no Paraná, integrou-se ao esforço de solidariedade, com a doação no início da ação superando as 200 refeições para a área da saúde. .

Todos os produtos doados e utilizados no preparo das doações têm prazo de validade para o último trimestre de 2020 e não seriam descartados com o fechamento das unidades e paralisação do comércio em decorrência da pandemia.

Sobre o Giraffas

O Giraffas tem 39 anos de experiência com mais de 400 unidades em 25 estados brasileiros e mostra consistente plano de expansão. É a maior rede de refeições completas do mercado brasileiro e tem expectativa, para 2020, de um crescimento na casa dos 8%, com abertura de 40 novas unidades. A marca está presente em ruas, shoppings, rodoviárias e aeroportos. Oferecendo pratos, sanduíches e sobremesas. Tudo com muito sabor, qualidade e preço acessível.

Outras informações sobre a rede podem ser obtidas em http://giraffas.com.br.

CANAL CHURRASQUEADAS REALIZA CONFRATERNIZAÇÃO VIRTUAL NESTE SÁBADO, 18 DE ABRIL, ÀS 12H

#VAMOSCHURRASQUEARJUNTOS

LIVE Churrasqueadas.jpg
O churrasqueiro José Almiro fará junto com o público o passo a passo de receitas.
Live terá show da dupla Alysson e Adysson

Já que por conta da quarentena não é possível reunir fisicamente os amigos e família para o churrasco no fim de semana, o Churrasqueadas – o maior canal do país sobre o assunto nas redes sociais – atende a pedidos e realiza uma grande confraternização virtual para interagir com cada um conectado do seu lar e manter viva a essência de alegria que o churrasco sempre proporciona.

Neste sábado, 18 de abril, a partir das 12h, o churrasqueiro José Almiro ensinará o passo a passo de receitas para preparar junto com o público e tirar dúvidas ao vivo. Os ingredientes necessários estarão listados nas redes do Churrasqueadas para quem for participar simultaneamente.

A live contará com o show da dupla sertaneja Alysson e Adysson. E para completar a festa digital, haverá presenças virtuais de humoristas, influenciadores do universo BBQ e artistas.

Na ocasião, o Churrasqueadas indicará plataforma de arrecadação de fundos que realiza doações em decorrência deste período.

Churrasqueadas soma atualmente mais de cinco milhões de seguidores. Com o jargão “Hmm, bom, muito bom!, que popularizou José Almiro, o canal bate recorde de audiência. Recentemente ultrapassou a marca de 1 milhão de inscritos no Youtube (com total de 82 milhões de views), 3 milhões no Facebook (com total de 600 milhões de views), além dos mais de 750 mil seguidores no Instagram.

CHURRASQUEADAS
@churrasqueadasoficial
www.facebook.com/churrasqueadasoficial
www.youtube.com/churrasqueadas

Chopp do Bem: Cervejaria ØL Beer participa de ação da Procerva que fará um brinde à solidariedade

Cervejaria ØL Beer terá pontos de troca de alimentos não perecíveis por chopps da marca. Ação acontece neste sábado (18/04) com objetivo de arrecadar alimentos para doação a Casa de Repouso para Idosos São José

O Brasil segue no controle e contenção da pandemia do Coronavírus. Em meio a tantas notícias e dados alarmantes, criar um momento de alívio se torna cada vez mais importante. Em uma ação solidária, a ØL Beer Cervejas Artesanais promove neste sábado, dia 18 de abril, a partir das 10h, pontos de troca do Chopp do Bem, iniciativa da Associação das Microcervejarias do Paraná (PROCERVA) para fomentar a arrecadação de alimentos não perecíveis, com o objetivo de ajudar a famílias e entidades necessitadas. Para participar é simples: a cada 2 Kg de alimentos doados, o participante recebe 1 litro de chopp artesanal.

O Chopp do Bem será realizado em diversos pontos de Curitiba e região, já que cada associado PROCERVA pode escolher onde irá efetuar a troca dos alimentos por chopp. A ØL Beer estará com 3 pontos de troca. O bar da fábrica, localizado em São José dos Pinhais, estará operando especificamente para a ação de troca de alimentos por chopp. A troca será feita no local por drive thru – os doadores não precisam sair do carro para participar e fazer o bem, trocando alimentos por chopp artesanal.

Além disso, a ØL Beer firmou parceria com os bares Punk Hop, com loja localizada no Jardim Social, e Mad Jack Beer Lab, localizado no Alto da Glória. Os dois bares também vão trocar alimentos não perecíveis por chopps da ØL Beer. Para tal, basta ir a um dos bares e levar 2 quilos de alimentos não-perecíveis, que serão trocados no balcão por chopps da marca. A ação seguirá até acabarem os estoques.

Nos 3 pontos de troca estarão disponíveis 4 estilos de chopp para escolha: American Pale Ale (APA), Witbier, a premiada Belgian IPA da marca e a mais nova criação da ØL Beer, White Chocolat Stout, cerveja desenvolvida especialmente para o clima mais frio. Vale reforçar que os chopps serão entregues exclusivamente em growlers descartáveis, disponibilizados gratuitamente pela cervejaria. Seguindo os rigorosos padrões de envase e de segurança para este momento de pandemia, não será possível levar growlers pessoais para encher.

“Estamos muito honrados em participar desta ação e poder ajudar neste momento tão delicado. Além do valor humano da iniciativa, também é uma ótima forma de dar vazão aos produtos que já foram produzidos, evitando o desperdício. É uma ação ganha-ganha: doar alimentos para aqueles que precisam e ainda poder brindar com alegria”, explica Isadora Neier, mestre-cervejeira e sócia da ØL Beer.

É importante reforçar que a equipe ØL Beer segue todos os protocolos de segurança e higienização, utilizando luvas, toucas e máscaras descartáveis durante todo o período da ação. Todos os alimentos arrecadados pela ØL Beer durante o Chopp do Bem serão doados para a Casa de Repouso para Idosos São José.

“Na mitologia nórdica, o deus Tyr colocou sua mão na boca do lobo gigante Fenrir, como garantia de sua palavra. Esse é um dos exemplos de coragem que nos inspira. Em um momento onde todos enfrentam dificuldades, participar do Chopp do Bem foi uma forma de ajudar a injetar uma dose de coragem em todos, incluindo em nós mesmos. Isso nos motiva a continuar produzindo e melhorando sempre, como cervejeiros, como empreendedores e como seres humanos”, finaliza Eduardo Vosgerau, mestre-cervejeiro e sócio da ØL Beer. Vale destacar que a troca é limitada a 1 litro de chopp por pessoa (sujeito à apresentação do CPF).

Serviço

Chopp do Bem
A cada 2 Kg de alimento não perecível doado, ganha 1 litro de chopp artesanal
Data: Sábado, dia 18 de abril, das 10h até acabarem os estoques
Pontos de troca OL Beer:
· Bar da fábrica ØL Beer - Alameda Arpo, 1569, Ouro Fino, São José dos Pinhais
· Punk Hop loja Jardim Social - Rua Fagundes Varela, 1112, Jardim Social
· Mad Jack Beer Lab - Rua Mauá 827, Alto da Glória
Mais informações: facebook.com/cervejariaolbeer
instagram.com/cervejariaolbeer/

Sobre ØL Beer

Inspirada na cultura viking, a ØL Beer nasceu para desbravar e compartilhar novas receitas, conhecer novos sabores e ampliar a cultura cervejeira. Localizada em São José dos Pinhais (PR), a fábrica artesanal conta com estrutura de 1.200 m2 e que se destaca pela atenção à sustentabilidade, com aproveitamento de água e redução do desperdício energético e de matérias-primas. Vencedora da medalha de bronze na categoria Belgian IPA na Copa Cervezas de América 2019, a ØL Beer foca em utilizar apenas insumos de qualidade para elaborar cervejas criativas e entregar qualidade e preço competitivo para consumidores e compradores.

Sommelier esclarece as principais dúvidas sobre os diferentes tipos de embalagens e rolhas para os vinhos

Garrafa de vidro ou caixa; rolha de cortiça, sintética, vidro ou tampa de rosca. Quais os prós e os contras de cada embalagem para os vinhos?

Quando se fala em vinho, é muito comum lembrar da expressão “abrir uma garrafa de vinho”. Afinal, a expressão faz parte de um verdadeiro ritual de apreciação da bebida. Entretanto, a boa e velha garrafa de vidro está abrindo espaço para novas embalagens presentes no mercado, como as caixas da bebida.

O Sommelier da Decanter Blumenau, Sidney Lucas, destaca que as garrafas de vidro são a maneira mais popular de preservar o vinho hoje. “O vidro foi escolhido por ser resistente à contaminação de microrganismos e exigir uma higienização simples. Outro ponto importante da garrafa de vidro, é que ela não afeta o processo de envelhecimento da bebida e protege a qualidade do vinho”, diz.

O conceito de Bag in Box é uma solução para fazer o vinho durar mais, sem precisar da garrafa de vidro. “A embalagem nada mais é do que é um saco dentro de uma caixa. A versão possui uma espécie de torneira que fica fora da caixa e impede a entrada de ar quando o vinho é servido, o que evita o processo de oxidação da bebida e garante mais durabilidade depois que o vinho é aberto”, relata o sommelier.

Tampas e rolhas

Além da garrafa, os tipos de rolhas para vinhos também causam algumas dúvidas entre os apaixonados pela bebida. O sommelier explica que a rolha de cortiça é a mais tradicional no mundo dos vinhos. “Este tipo material impede que o líquido entre em contato com o oxigênio. Por outro lado, a rolha é mais suscetível ao risco de contaminação por TCA (tricloroanisol), que ocasiona mofo e odor, e danifica o vinho”, alerta.

O sommelier da Decanter Blumenau destaca que as rolhas sintéticas são feitas a partir do plástico, sendo ideais para vinhos jovens. Seguindo a mesma linha, a tampa de rosca é prática e protege a bebida por mais tempo depois de aberta. “Por último, a rolha de vidro ainda não é tão conhecida e utilizada no mercado de vinhos, mas, apresenta benefícios, já que por não apresentar sabor, acaba não interferindo no aroma final da bebida”, conclui.

Decanter

Uma das maiores e mais destacadas importadoras de vinhos do Brasil, a Decanter foi eleita a Importadora do Ano, na edição anual de vinhos da revista Gula. Fundada em Blumenau, em 1997, conta com mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter. Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sido alguns dos suportes desse crescimento. No entanto, é a esmerada seleção de vinhos que dá corpo à empresa.

SODEXO PASSA A DISPONIBILIZAR OPÇÃO DE PAGAMENTO COM CARTÕES REFEIÇÃO E ALIMENTAÇÃO NO IFOOD

A partir de agora é possível comprar refeições e fazer compras de alimentos com os cartões Sodexo Refeição e Alimentação Pass via plataforma de delivery

São Paulo, abril de 2020 – Após as medidas que restringem a circulação de pessoas em vários países, recomendadas pelas autoridades públicas de saúde, as empresas de delivery e serviços online são cada vez mais solicitados e seguem em plena expansão. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), somente no ano passado, antes de toda a situação de isolamento social, o setor de delivey faturou R$ 15 bilhões, dos quais as grandes redes de restaurantes e supermercados representam cerca de 30% desse montante.

Atenta às tendências de mercado e preocupada em oferecer mais segurança, comodidade e praticidade a seus consumidores, a Sodexo Benefícios e Incentivos, líder em serviços de qualidade de vida, se uniu ao iFood - maior player brasileiro de delivery de comida na América Latina, com presença na Argentina, México e Colômbia - para que os consumidores possam comprar diretamente pelo aplicativo ou site utilizando o cartão Refeição (já nesta semana) e o cartão Alimentação Pass, até o final deste mês.

“A Sodexo está ao lado de seus clientes, consumidores e estabelecimentos parceiros neste momento de incertezas e no qual é fundamental ampliar a duração do benefício concedido aos colaboradores que se encontram trabalhando remotamente. Neste sentido, estamos investindo na integração de canais e firmando parcerias com empresas estratégicas como o iFood, com o objetivo de promover inovações que facilitem a vida dos nossos consumidores e, consequentemente, aumentar o fluxo de vendas dos estabelecimentos parceiros, em especial os pequenos e médios que, neste momento tão delicado, precisam garantir seu fluxo de caixa”, destaca Antônio Aguiar (Tombé), Diretor de Estabelecimentos da Sodexo Benefícios e Incentivos.

Para fazer suas compras utilizando os cartões Sodexo, basta selecionar a opção “Formas de Pagamento/ Vale Refeição" e incluir os dados do benefício e efetuar a compra digitalmente, sem a necessidade de utilizar o cartão físico no momento da entrega, como já acontece com os cartões de crédito, o que melhora a experiência do consumidor e garante sua segurança em virtude da pandemia. Já para os estabelecimentos cadastrados e que já aceitam os cartões Sodexo, a parceria oferece segurança e acelera o fluxo de entregas.

Sobre a Sodexo Benefícios e Incentivos

É a empresa do grupo francês Sodexo, líder mundial em serviços de qualidade de vida. Tem em sua missão desenhar, gerenciar e entregar serviços para empresas de todos os portes, segmentos e regiões do Brasil com o objetivo de melhorar a qualidade de vida diária das pessoas e contribuir para o desenvolvimento econômico, social e ambiental das cidades, regiões e dos países em que atua.

Atende aproximadamente 103 mil clientes, que representam 5,9 milhões de usuários, com uma rede de 505 mil estabelecimentos credenciados em todo o País com serviços únicos no mercado de benefícios, gestão de despesas, incentivos e reconhecimento: Refeição Pass, Alimentação Pass, Cultura Pass, VT Pass, Combustível Pass, Gift Pass, Alimentação Pass Natal, Brinquedo Pass, Premium Pass, Wizeo, GymPass e Apoio Pass.