Rosé Piscine leva o melhor da França para dentro da sua casa

Produzido no sudoeste da França, o vinho prolonga o verão e te leva para uma viagem degustativa à Côte d'Azur

Charme, luxo e paisagens naturais de tirar o fôlego, a região francesa conhecida como Côte d’Azur vive uma eterna atmosfera de bem estar com o despertar para o sol, o verde dos montes e o incrível azul do mar, é claro. Sonho de consumo de grande parte dos turistas, esse cenário cinematográfico foi a inspiração para a criação do vinho rosé francês mais vendido do Brasil. Com uma embalagem iconográfica de listras azuis e brancas, o Rosé Piscine, importado pela Wine To You, te faz viajar para as praias do Mediterrâneo sem precisar sair de casa.

Produzido nas cercanias da cidade de Fronton, sudoeste da França, entre as cidades de Gaillac e Toulouse, o Rosé Piscine é feito com uma uva autóctone a Négrette, um fruto pequeno, muito escuro e de casca dura conhecido por suas poderosas qualidades aromáticas. Segundo Rogerio Rebouças, representante da Vinovalie no Brasil, Portugal, Estados Unidos e Paraguai, todo o processo do rosé é feito de forma a deixar a casca em contato com o sumo a

pós a prensagem por um curto período, ao contrário dos tintos que ficam semanas em contato com o sumo, e por isso fica com a coloração mais escura. “O produto é elaborado por uma equipe técnica de enólogos renomados, e tem como alvo um perfil aromático, de acidez e sabor único para equilibrar perfeitamente sobre o gelo”.

Rogerio ainda diz que o Rosé Piscine possui uma concepção própria, pois foi criado para isso. “As cópias nunca se igualam ao original, já que diversas análises foram feitas por aqui por nossos enólogos e por técnicos. Nosso vinho rosé é trabalhado conceitualmente desde a colheita, sem adição de açúcar porque a uva Négrette é única”, afirma. O vinho tem na composição a uva 100% Négrette dando um paladar de um vinho rosé de

mesa suave, de aroma levemente frutado que traz notas de pêssego, limão e morango, com o sabor especial de lichia que dá um toque exótico.

Leve, fresco e de harmonização versátil, o Rosé Piscine é perfeito para o nosso clima tropical e é a pedida certa para qualquer ocasião. Sem necessidade de pré-resfriar a garrafa, o vinho deve ser consumido a uma temperatura ambiente, sempre acompanhando de 2 ou 3 pedras de gelo, em uma taça de vinho grande ou em uma taça de conhaque.

Contando com uma versão espumante e uma versão para ser servida apenas refrigerada, a linha Rosé Piscine pode facilmente ser adquirida pelo site https://rosepiscine.com.br/, que traz, também, sugestões de drinks além de vender kits e acessórios exclusivos da marca em até 6x sem juros .

Rosé Piscine – ficha técnica

Vinho rosé de mesa suave

Origem: França

Região: Sudoeste

Produtor: Vinovalie

Uva: 100% Négrette

Graduação alcoólica: 11%

Temperatura: ambiente e servir com 2 ou 3 cubos de gelo

Cor: rosa claro com tons salmão

Aroma: levemente frutado com aromas de pêssego, limão e morango

Sabor: toque de lichia com final exótico

Amadurecimento: vinho jovem pronto para consumo

Onde encontrar:

Instagram: @rosepiscineoficial

www.rosepiscine.com.br

Sobre o Rosé Piscine

O Rosé Piscine é uma bebida sofisticada e irreverente, já que possibilita ao consumidor degustar o vinho de forma diferenciada – com duas a três pedras de gelo. Feito sob medida para aqueles que gostam de drinques refrescantes, ele é composto por 100% de uva Negrette, traz graduação alcoólica de 11% e deve ser consumido em uma temperatura ambiente. Seu aroma é levemente frutado, com notas de pêssego, limão e morango e traz um sabor com toque de lichia, mistura que proporciona um final exótico para quem o aprecia. Reconhecido como o primeiro vinho rosé do mundo a ser bebido com cubos de gelo, Rosé Piscine tem se tornado cada vez mais uma das preferências dos brasileiros, sendo o vinho francês importado mais vendido no Brasil, em 2018 –, segundo dados da Ideal Consulting. Seu rótulo colorido, com listras azuis e brancas, a garrafa se destaca em qualquer lugar que é exibida. Este refrescante vinho foi criado em Saint-Tropez e produzido na região sudoeste da França, país onde a bebida vende mais de um milhão de garrafas por ano.

Páscoa Vegana com a nutri Renata Pigliasco

Receita de brownie vegano
Ingredientes:
2/3 de xícara de chá de pasta de amêndoas
300g de abóbora japonesa cozida e amassada
1/3 de xícara de chá de cacau em pó 70%
3 col sopa de whey protein vegano (sabor chocolate)
1 col de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal
1pitada de canela
1/4 de xícara de chá de açucar mascavo ou xilitol ou eritritol ou pode não adoçar 😁

Modo de preparo:
Pré aqueça o forno a 160graus e forre uma forma retangular com papel manteiga. Aqueça a pasta de amêndoas ate que adquira uma textura fácil de misturar. Misture todos os ingredientes ate obter uma massa homogênia. Despeje a massa na forma forrada e leve ao forno por aproximadamente 20 min.Retire do forno, deixe esfriar, cubra com papel toalha e deixe na geladeira por cerca de 8 horas, para que o brownie fique mais firme. Se desejar, pode adicionar cobertura aos brownies.

Não se deixe afetar pelo que não pode controlar

Esse é o momento de cuidar do corpo e da mente

Nesse momento de crise causado pela pandemia da Covid-19, onde a maioria da população está em quarentena e há grande risco para a saúde pública, é preciso olhar também o outro lado da situação para se manter são. Muitos empregados que se dedicam integralmente ao trabalho, por exemplo, estão passando momentos com a família, outros finalizando projetos que haviam postergado por conta da falta de tempo.

“Essa situação pede que tenhamos cuidado, preocupação e proteção, mas não o medo. Cuidar de sua saúde mental é muito importante para estar pronto quando essa crise passar”, afirma Cristiane Bernardes, gestora de pessoas e sócia do Drivers Mulheres.

O maior perigo é alimentar comportamentos nocivos a si mesmo durante o tempo em casa, quando sua mente não está bem, o corpo reflete. Os principais problemas que podem acontecer são o aumento da ansiedade, distúrbios de sono e distúrbios alimentares.

Uma das dicas é estabelecer uma rotina e aproveitar bem o tempo para não cair no ócio. Para quem está trabalhando em casa, marcar os horários para acordar, fazer suas atividades, produzir no serviço e redistribuir o tempo para o lazer é uma saída.

Ao usar as redes sociais e os meios de comunicação, não procure apenas mais e mais notícias sobre a pandemia, se atenha a fontes confiáveis e apenas quando necessário. Utilize a internet para ver fotos antigas que trazem boas lembranças, conversar com amigos e ouvir músicas com mensagens positivas!

“Ficar o tempo inteiro preocupado com algo que você não pode controlar é o que traz o medo e o desespero, pois, por enquanto, a maior parte da população não pode fazer nada senão cuidar de si mesma”, conta Cristiane.

Toda fase tem começo meio e fim, assim como essa. O ideal é focar no essencial, a saúde física e mental, comemorar as boas notícias e não se desesperar. Esse é um ótimo momento para cuidar de si mesmo, uma mente calma consegue agir e pensar claramente.

Serviço: Capital Humano Lapidando Talentos
Cristiane Bernardes
Presidente, gestora de talentos e palestrante
Insta: @lapidandotalentosoficial
Face: Cristiane Bernardes
www.lapidandotalentos.com.br

Condor — medidas de prevenção contra o Coronavírus

Com o objetivo de proporcionar maior segurança aos colaboradores e clientes, o Condor Super Center está seguindo todas as recomendações dos órgãos de saúde e das autoridades de cada município.

Entre as medidas, está disponibilizando álcool 70% para que a equipe realize a higiene das mãos e materiais de trabalho, além da limpeza dos carrinhos e cestinhas.

A rede também está disponibilizando aos colaboradores máscaras e luvas, mas por não serem itens obrigatórios, o uso é facultativo.

Com o objetivo de detectar casos de febre, é realizado um controle diário da temperatura de todos os colaboradores.

Também foi oferecida a possibilidade aos colaboradores com mais de 60 anos ou gestantes para que antecipem as suas férias, tirem as férias vencidas ou usem o banco de horas, podendo, desta maneira, permanecer em casa.

Como item de segurança, a rede instalou em suas lojas barreiras de acrílico nos caixas. Com essa iniciativa, os operadores de caixa terão contato com os consumidores através desta proteção.

Os colaboradores também estão sendo orientados a manterem uma distância segura das pessoas. Cartazes espalhados pela loja também estimulam os clientes a tomarem este cuidado e a adotarem outras medidas preventivas.

O Condor também está orientando os seus colaboradores para que em caso de febre ou sintomas de gripe, busquem imediatamente avaliação médica.

As lojas da rede também estão abrindo às 7h, liberando, exclusivamente, a entrada dos clientes com idade acima de 60 anos e gestantes. Os demais clientes só podem entrar após às 8h.

Como os supermercados são considerados atividade essencial, a rede está trabalhando para que todas as suas lojas mantenham o funcionamento e o abastecimento da população normalmente e em segurança.

“Enxergamos cada colaborador como um grande guerreiro, que trabalha nesta linha de frente tão essencial para cada cidadão e família. Agradecemos a todos pela consciência de que seus trabalhos são fundamentais para garantir que não falte nenhum produto de necessidade básica para a população”, afirma o presidente do Condor, Pedro Joanir Zonta.

Psicanalista fala sobre o aumento no número de divórcios na quarentena

Fabiano de Abreu diz que no momento da quarentena devemos fazer uma avaliação da realidade

As relações entre duas pessoas são caminhos em constante mudança. Nos tempos que vivemos, a conjuntura está a obrigar muitos casais a conviverem, a partilharem espaço de uma forma como já não faziam há muito tempo.

A sociedade moderna levou-nos a ter dois casamentos, um com o parceiro e outro com o trabalho. Por norma, este último, tem de quase todos mais empenho e atenção. Segundo o filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu a quarentena pode ser um momento ideal de pausa e avaliação.

"O nosso quotidiano atribulado torna-nos muitas vezes seres preguiçosos em relação a nós mesmos e a quem partilhamos a vida. Há uma preguiça instalada nas relações. As pessoas não param para avaliar, para refletir no porquê de estar com aquela pessoa, se ela ainda nos supre ou simplesmente cedemos ao comodismo.", refere o psicanalista.

Contudo, Fabiano de Abreu alerta que não nos podemos entregar à conjuntura, não podemos confundir sentimento com estado emocional. O fato de estarmos fechados, de aumentar o nosso nível de ansiedade, de se avistarem dificuldades a nível económico pode acionar em nós emoções não desejadas. Essas devem ser filtradas, ponderadas com calma.

"Este tipo de avaliação deve ser muito cautelosa. Temos que medir, compreender se realmente quem está ao nosso lado já não tem o mesmo impacto na nossa vida. Se realmente o sentimento findou mas não tínhamos dado conta. As pessoas muitas vezes ficam juntas por conforto e segurança mas, em tempos de crise, podem acontecer rupturas definitivas. Por vezes o medo da solidão pode sobressair.", esclarece.

Por outro lado, segundo a linha do filósofo há casais onde acontece o oposto. Mesmo tendo sentido uma desconecção por toda uma rotina, agora, neste momento de paragem a relação se fortalece. Segundo Fabiano, " Existem casais que na adversidade se fortalecem, que não cedem aos impulsos e usam o momento para pensar em dupla. Seguem a velha máxima de que uma cabeça pensa melhor que duas. Usam a quarentena para delinear estratégias, buscando um ponto de equilíbrio. Juntos irão recuperar e fazer frente ao que estiver por vir. "

Segundo o filósofo o casamento pode se transformar em algo mais concreto, sai do abstrato.
“Há quem viva um relacionamento abstrato pois está com a mente totalmente ocupada em seus afazeres. O concreto é o que define uma linha racional dentro de uma realidade vivida.”

Estes momentos servem para ter a percepção real. Ou realmente o relacionamento está acabado ou segue mais forte. Os momentos de paragem obrigam-nos a olhar para situações que protelávamos há mais tempo do que o desejável.

Finalizando o tema o filósofo alerta para outro fator. Segundo o estudioso o mundo caminha para a solidão. As famílias são cada vez mais pequenas, menos filhos. Há uma individualização instalada. Estamos nós, enquanto humanos preparados para seguir sozinhos?

" Momentos críticos fazem-nos refletir sobre as nossas escolhas. Preferimos passar por esta crise apenas por nossa conta ou, se de facto, a base familiar é uma ajuda. ", indaga.

Painel online discute ações empresariais em meio à pandemia da COVID-19

Nesta sexta-feira, dia 27 de março, às 8h, a ESIC Internacional promove um painel online, direcionado a empresários de pequenas e grandes empresas, com a finalidade de discutir as ações imediatas para que as instituições enfrentem o novo cenário econômico mundial.

Com o objetivo de compartilhar de forma prática os principais pontos de discussão no ambiente empresarial no Brasil, o professor Luciano Salamacha traz informações atuais sobre a nova realidade das empresas, com ideias de ações imediatas e também a curto e médio prazo, com o objetivo de manter a saúde financeira e prestações de serviço das companhias. O evento promove ainda networking, e abre espaço para perguntas e dúvidas dos empresários participantes.

Professor e coordenador da Master em Neuroestratégia e Pensamento Transversal® da ESIC, Salamacha é doutor em administração e mestre em engenharia de produção. Ele preside e integra conselhos de administração de empresas brasileiras e de multinacionais, atuando como consultor e palestrante internacional, professor em programas de pós-graduação, mestrado e doutorado no Brasil, Argentina e nos EUA, e também autor de livros e artigos científicos publicados no mundo todo. Foi pioneiro na América Latina em pesquisas sobre Neuroestratégia - neurociência aplicada à estratégia empresarial. O painel é gratuito e o acesso é feito pelo link https://bit.ly/2xqn3yw.

Sobre a ESIC:

A ESIC é uma Business School Internacional especializada em Gestão de Negócios e Marketing. Com mais de 50 anos de experiência, possui matriz em Madrid e Barcelona, 10 campus na Europa, campus brasileiro em Curitiba, acordos e convênios nos 5 continentes, especialmente E.U.A., Índia e China. A instituição atua em oito áreas: Graduação, Pós-Graduação (Master e MBA), Executive Education (cursos avançados e sob medida para empresas e formação in company), Módulos e Missões Empresariais Internacionais, ESIC Idiomas (Escola de idiomas Internacional), Colégio Internacional, Simuladores/Competições Empresariais Globais e ESIC Editora (com tradição em publicações renomadas, atualizadas e especializadas em Gestão de Negócios e Marketing). Para garantir respaldo internacional aos certificados de seus alunos, a ESIC está entre o seleto grupo que segue os padrões do Executive MBA Council (Conselho Internacional de MBAs), é membro da EFMD (European Foundation for Management Development), AACSB (Associationto Advance Collegiate Schools of Business of USA), AMBA (International Association of MBAs) e CLADEA (ConsejoLatinoamericano de Escuelas de Administración).

BRAVE CF irá reprisar evento histórico com seis brasileiros neste sábado

Maior evento de MMA do Oriente Médio, o BRAVE Combat Federation faria seu quinto show no Brasil neste sábado. Porém, a pandemia do Coronavirus mudou os planos da organização, que adiou o evento até segunda ordem. Fãs do esporte, porém, ainda terão muita ação do conforto de suas casas. O BRAVE CF 29, que ocorreu em novembro do ano passado, será reprisado neste sábado, a partir do meio-dia (horário de Brasília), no Facebook oficial do BRAVE CF.

O evento ocorreu no dia 15 de novembro e contou com seis brasileiros, além de atletas de outros 16 países (Líbano, Rússia, Coreia do Sul, Alemanha, Jordânia, Filipinas, Iraque, Irlanda, Espanha, África do Sul, Letônia, Bahrein, Inglaterra, Geórgia, Colômbia e Argentina).

Guto Inocente e Kleber Orgulho representaram o país no KHK World Championship, um torneio com semifinais e final na mesma noite, que deu ao vencedor um cheque de US$100 mil (R$ 420 mil na época), além do direito de ser o dono provisório do cinturão KHK, adornado com 6.2 kg de ouro.

Além de Inocente e Orgulho, o Brasil foi representado por Erick "Índio Brabo", Luan Santiago, Felipe Silva e Luana Pinheiro - esta última fez história ao fazer parte da primeira luta profissional feminina da história do Bahrein.

Neste sábado, o BRAVE Combat Federation irá levar os fãs de volta àquela que foi a maior noite na história da organização.

Para ver o evento, basta acessar a página oficial do BRAVE CF no Facebook - www.facebook.com/bravemmaf.

Cachaçaria de Morretes produzirá álcool 70 para combater o Coronavírus

Produção foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e vai suprir a falta do produto na cidade do litoral paranaense

Crédito: Divulgação Porto Morretes

A cachaçaria Porto Morretes começou a produzir nessa quinta-feira (26), álcool 70%, que será doado para a Secretaria Municipal de Saúde de Morretes, município do litoral do estado. O produto será destinado para a limpeza e higienização do hospital e de postos de saúde da cidade.

Ao todo, poderão ser produzidos 500 litros de álcool por dia, pelo menos durante os próximos 30 dias. O período poderá ser prorrogado de acordo com a necessidade do município. Embora a cidade ainda não tenha registrado nenhum caso da Covid-19, o Coronavirus, a procura pelo álcool na cidade foi grande e o produto sumiu dos mercados.

Segundo o sócio-diretor da empresa, Fulgêncio Torres, a própria empresa entrou em contato com o hospital e se disponibilizou a realizar a doação do produto que está sendo muito demandado. “Esse é um momento de dificuldade para todos nós e nessas horas temos que procurar ajudar aqueles que mais precisam. Esperamos oferecer essa contribuição para fortalecer a luta contra a doença”, afirma ele.

Crédito: Divulgação Porto Morretes

Para iniciar a fabricação do álcool, os produtores de cachaça entraram em contato com o Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), que fez a solicitação da produção à Anvisa. Como as cachaças têm graduação alcoólica de 45 e os aguardentes de 54, foi necessária a autorização do órgão de Vigilância Sanitária, que permitiu a produção.

A cachaçaria precisou realizar alguns rápidos ajustes em seus equipamentos para iniciar a fabricação do álcool. O produto passará por todas as inspeções necessárias antes de ser utilizado.

A Porto Morretes é uma cachaça premium que esteve por vários anos entre as melhores e, em 2016 foi eleita a melhor Brasil, além de já ter recebido premiações internacionais.

Segundo a coordenadora estadual de agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, a iniciativa é um exemplo de empreendedorismo solidário e demonstra como micro e pequenas empresas podem ajudar durante o período do Coronavirus.

“Temos em nosso estado micro e pequenas empresas com insumos, produtos e uma capacidade técnica que podem ser de grande utilidade nesse momento. Precisamos estimulá-las e valorizá-las para que possam prestar sua contribuição”, afirma.

Associação dos Deficientes Físicos do Paraná faz série de vídeos para usuários permanecerem em casa

No grupo de risco, deficientes físicos precisam de total isolamento. Auxílio da ADFP será à distância

A Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP) começou a produzir uma série de vídeos para auxiliar os usuários com dúvidas e com o cuidado que se deve ter em casa nesse período de isolamento. Dentro do grupo de risco, os deficientes físicos precisam seguir a risca todas as recomendações e manter o distanciamento social para evitar problemas de saúde.

A série #ADFPJuntosADistancia será publicada diariamente no Facebook da Associação e contará com dicas de todos os profissionais envolvidos no trabalho com os usuários: fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, psicólogo, técnicos das modalidades esportivas, entre outros. Os primeiros, do presidente, da fisioterapeuta e da terapeuta ocupacional da ADFP, já estão no ar.

“É muito importante que os nossos usuários mantenham as atividades feitas diariamente, já que não sabemos quanto tempo durará o isolamento. O ideal é pedir ajuda para algum familiar e manter uma rotina, inclusive com os exercícios de respiração”, explica a fisioterapeuta Izabel Bini.

A ADFP interrompeu todas as atividades no dia 17 de março e não tem previsão de reabertura. A Associação informa que os usuários podem entrar em contato por e-mail, telefone ou WhatsApp, caso sintam necessidades ou tenham alguma dúvida.

Canais de atendimento:
Facebook: facebook.com/adfp1979/
Site oficial: adfp.org.br
WhatsApp: (41) 99243-4133

Quarentena Cultural, uma iniciativa que promove financiamento coletivo e transmissões com artistas durante isolamento social.

Quarentena Cultural: iniciativa promove financiamento coletivo e transmissões com artistas durante isolamento social

Programação inclui mais de 70 apresentações que serão transmitidas pelas redes sociais até 21 de abril.

Uma maratona de shows e performances poderá ser apreciada gratuitamente por milhares de pessoas em suas casas, durante o período de isolamento social. Diante da necessidade de se prevenir a propagação do novo coronavírus, que leva à doença Covid-19, artistas, produtores e vários profissionais da arte, foram altamente impactados já no início da quarentena, pois dependem diretamente do público para desempenhar suas funções. Pensando nisso, a Itupava 1299, Terraço Verde e Propulsão Local com apoio da Effex Tecnologia e Criação, Cultivarte e DePropósito Comunicação de Causas, criaram a Quarentena Cultural.
A Quarentena Cultural é uma rede de apoio para enfrentar a quarentena através da cultura, bem estar, sustentabilidade, gastronomia e negócios locais. A mobilização conta com mais de 70 apresentações que serão transmitidas por lives no Instagram. A programação cultural digital também conta com financiamento coletivo para dividir os fundos arrecadados entre os artistas.
Como explica João Paulo Mehl, co-idealizador do projeto, o propósito é criar um ambiente de solidariedade e a “Quarentena Cultural traz à tona a importância da arte na vida das pessoas. A força que a cultura tem na formação de nossas identidades. A beleza que torna os desafios mais agudos, um pouco mais leves”.
Luana Godin, sócia proprietária da Effex Tecnologia e Criação e responsável pela curadoria da Quarentena Cultural, aponta “os artistas de forma geral, dependem diretamente do encontro presencial com o público para realizar o seu trabalho. Esta classe de trabalhadores, que movimentam a economia do país com festivais, shows, espetáculos e que geram renda a milhares de profissionais, foi altamente impactada já no início da quarentena. Logo, esta iniciativa é para contribuirmos com profissionais da arte de Curitiba e criar um movimento que gere renda à eles. O público que normalmente vai à shows, bares, espetáculos e festivais, pode usufruir da performance destes artistas de forma on line e contribuir como cidadão através do financiamento coletivo.”

Apresentações ao vivo

Cada live acontece no canal do Instagram do artista e dura em média 20 minutos. A programação iniciou dia 21 de março e encerra dia 21 de abril com apresentações artísticas, oficinas e palestras online e contemplará mais de setenta atrações. Para entrar nesta rede colaborativa, b/asta apoiar pelo catarse.me/quarentenacultural. Também é possível acessar a programação pelo Instagram no perfil @itupava1299. Curta a Quarentena Cultural!

Confira os artistas confirmados

MICHELE MABELLE/ CLEO CAVALCANTTY/JAY FERREIRA/TACIANE VIEIRA/HORROROSAS DESPREZÍVEIS/ RUBIA DIVINO/AMANDA CORTES / AMIRA MASSABKI/ NÍVEA MARIA/ CAROLINA MASCARENHAS /RAVI BRASILEIRO/CLEYDSON NASCIMENTO/ CIDA AIRAM/ LUANNE CRUZ/MARCEL MALÊ SZYMANSKI /RAISSA FAYET /JANINE MATHIAS/DÉBORAH BLACK/JÔ NUNES/ BRUNA LUCHESI / NATHAN MILLÉO GUALDA / DU GOMIDE / VERÔNICA RODRIGUES / THAIS ROLIM / KAUÊ PERSONA /DANI VALENZUELA revela JUANA PROFUNDA/BERNARDO BRAVO/SIAMESE/DOWRAIZ/UHURU SELECTOR/MISSG/ RUBIA ROMANI/ SCHË/CAROLINA MEINERZ/ITAÉRCIO ROCHA/THAIS MOREL/ AMANDA LEAL/ NAVE DRASSA/ RAFOLKS / FÁBIO ELIAS / RACHEL AUTRAN / MUV- KÁTIA DRUMOND & RICARDO VEROCAI /ANGELA SOUL/ LUANA GODIN / ARTHUR VOG/CAIO BORGES/IMPERADOR SEM TETO/ LARI PULCHERIO// RENATO XIMÚ/ GIOVANI CARUSO & MARIA PARAGUAYA /BIAFLORA/ EUGÊNIO FIM / YAN LEMOS /KALUAN/ GUILHERME MUNIZ / EDUARDO RAMOS/ GILCA RIGOTI /FLÁVIA SEBAS/FELIPE BRASIL/ ANACRÔNICA / VIDA SANTOS/ IVIN MAKEUP/ESTRELA LEMINSKI & TEO RUIZ / DIEGO PERIN / GAIA PIÁ / ROGÉRIA HOLTZ / LEPCA / IRIA BRAGA // BRINSAN / MARI CASTRO/ SELETOR CHICO/ LAKUANDA CLOSE

Serviço

Acesse a programação completa: Instagram @itupava1299
Data: 21 de março à 21 de abril
Apoie pelo Catarse: catarse.me/quarentenacultural

MOVIMENTO CRIADO POR STELLA ARTOIS “APOIE UM RESTAURANTE” VAI AJUDAR MAIS DE MIL ESTABELECIMENTOS AFETADOS PELO ISOLAMENTO SOCIAL

Consumidores podem comprar vouchers com 50% de desconto para usar no futuro, ajudando estabelecimentos a se manterem financeiramente durante período de crise

Homem sentado à mesa Descrição gerada automaticamente
Na foto, a chef Ieda de Matos, do restaurante Casa de Ieda, em São Paulo. Crédito: Pablo Lobo

Março de 2020 – O isolamento social impôs diversas mudanças na rotina das pessoas e das empresas – entre os segmentos impactados está o dos restaurantes, que sofrem pela paralisação ou funcionamento parcial e correm risco de fechar as portas: segundo a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), cerca de 10% dos estabelecimentos da capital paulista devem encerrar suas atividades por conta da crise do COVID-19. Por isso Stella Artois criou o movimento “Apoie Um Restaurante”, uma corrente para unir parceiros de todo o Brasil – restaurantes, comunidade e marcas – pela sobrevivência destes negócios.

“Apoie Um Restaurante” é uma plataforma colaborativa, criada com a ChefsClub para gerar caixa para que esses estabelecimentos, em especial os menores, se mantenham em funcionamento durante a fase de baixa demanda. Acessando www.apoieumrestaurante.com.br, o consumidor escolhe um restaurante e na compra de um voucher de R$ 100 paga só R$ 50 para consumir presencialmente no futuro – é um desconto de 50%, custeado por Stella Artois e outros parceiros da ação. Entre os apoiadores do projeto está o chef Alex Atala, uma das principais vozes da gastronomia brasileira e parceiro de Stella em outros projetos.

Serão milhares de cupons para resgate em diversas regiões do Brasil, entre elas Curitiba, com o objetivo de reunir mais de 1.000 restaurantes. O valor arrecadado será 100% revertido aos estabelecimentos participantes, com potencial de injetar milhões no setor. A fintech brasileira de meios de pagamento Stone também entrou na parceria, realizando as transações sem cobrança de taxas para os restaurantes e transferindo na hora para cada um deles a verba obtida pela venda dos vouchers.

A plataforma ainda deve receber em breve uma seção pela qual empresas e pessoas físicas poderão realizar doações diretas e comprar créditos para dar de presente. #ApoieUmRestaurante é uma ação criada pela CP+B, agência de publicidade de Stella Artois no Brasil.

A IMPORTÂNCIA DOS EXERCÍCIOS FÍSICOS DURANTE A QUARENTENA

A prática moderada de atividades ajuda a manter o corpo e a mente saudáveis

Neste período de isolamento social pelo qual o Brasil está passando, assim como em todo o mundo, por conta da pandemia do Covid-19, a rotina das pessoas acaba sofrendo alterações. A prática de atividades físicas nas academias e parques acaba reduzindo, já que muitos lugares estão fechados por tempo indeterminado. Contudo, para não perder o condicionamento físico, mantendo a forma e a musculatura, inclusive auxiliando no bem-estar das pessoas neste momento, os exercícios físicos dentro de casa são opções importantes para manter o corpo e a mente saudáveis.

O professor de educação física do Santa Mônica Clube de Campo, Gabriel Nappi, recomenda que as pessoas se exercitem de algum modo durante este período de quarentena, mantendo uma rotina com hábitos saudáveis. Já existem várias modalidades de treinos rápidos e exercícios on-line disponíveis na internet que podem ajudar quem deseja iniciar alguma atividade em casa. O tempo de duração do exercício, para que ele seja efetivo, é de seis a dez minutos, sendo repetido de três a cinco vezes por semana.

O treino sempre deve começar de maneira leve, principalmente para quem não está acostumado, utilizando os próprios móveis e objetos da casa como apoio, como cadeiras, garrafas pet com água, ou até sacos de alimentos como pesos para musculação. Corredores ou ambientes com mais espaço podem ser propícios para a prática de polichinelos, abdominais, flexões, ou mini-circuitos, o importante é não ficar parado. Outra dica é procurar fazer as atividades sempre no mesmo horário, pois este hábito pode se tornar uma rotina, facilitando a integração das atividades na programação do dia, tornando-a menos maçante, declara Nappi.

Os idosos ou pessoas com mais de 60 anos também devem ser incluídos nas atividades, pois para eles as práticas promovem a manutenção da força e do equilíbrio necessários para evitar quedas e fraturas. Outros fatores trabalhados em conjunto também ajudam neste momento de distanciamento social mantendo uma vida saudável, como alimentação balanceada, boas noites de sono e hidratação.

“Com as práticas das atividades físicas, mantendo o corpo em movimento, diversos benefícios podem ser observados como o fortalecimento do sistema imunológico, necessário neste período de pandemia, contribuindo para uma mente tranquila e reduzindo o estresse e sentimentos de ansiedade que momentos como esses causam nas pessoas”, ressalta Gabriel Nappi.