Ópera de Arame receberá Vale da Música, projeto inédito no país

 

Um palco flutuante no lago do teatro receberá música ao vivo instrumental durante o dia.

 

Com apresentação do Bradesco e realização da Futura Fonte em parceria com a DC Set Eventos, Curitiba ganha o Vale da Música, um projeto ímpar no país que mudará o cotidiano da Ópera de Arame. Entre os pontos turísticos mais visitados da cidade, o espaço tem recebido benfeitorias e revitalizações constantes para o melhor atendimento ao público. Agora, uma nova fase se inicia com a implantação de música e cultura diariamente. Um palco flutuante e móvel no meio do lago da Ópera de Arame irá receber shows ao vivo de música instrumental, de terça a domingo, das 10h às 18h. A estreia do projeto será 21 de setembro.

 

“O Vale da Música é um projeto que destacará Curitiba no cenário cultural do país. Um grande intercâmbio artístico que envolverá músicos de alta qualidade, possibilitando ao público uma aproximação às várias vertentes da música instrumental. É um marco em um dos pontos mais visitados da cidade, que ganhará outro significado com o projeto”, conta Alan Eccel, sócio da empresa Futura Fonte.

 

 

Mais de 800 shows durante um ano

 

Com a proposta de democratizar a cultura e dar vida ao cenário musical da cidade, o Vale da Música terá quase 200 horas mensais de shows ao vivo. Com a curadoria musical de Victor Gabriel Castro, já são mais de 50 grupos selecionados para participar. Além de composições autorais, o Vale da Música também contará em seu repertório com mais de 150 releituras de grandes sucessos da história da música desenvolvidas exclusivamente para o projeto.

 

“Nossa prioridade é trazer a diversidade musical ao palco do Vale da Música. Dentre os grupos pré-selecionados temos diversos estilos como MPB, choro, world music, clássicos do rock, blues, jazz e flamenco. Vai ser um grande espetáculo”, comenta Castro, instrumentista e compositor que atua como produtor cultural em Curitiba há 10 anos.

Vale da Música_03

Um novo cenário para a Ópera de Arame

 

O palco flutuante é um dos destaques do Vale da Música. Com estrutura móvel desenvolvida exclusivamente para o projeto e arquitetura que remete mais a uma escultura, o palco será visível de várias partes da Ópera de Arame, centralizado a seis metros para dentro do lago. Desenvolvido pelo arquiteto Felipe Guerra, a inspiração veio da própria arquitetura do teatro, sem interferir na composição do todo.

 

“Foi um projeto que me envolvi emocionalmente ao criar e fazer parte. Para a concepção utilizei os mesmos materiais da Ópera de Arame na estrutura, e trouxe o movimento orgânico na cobertura em lona cristal, como se estivesse saindo da água e retornando ao lago”, explica Guerra.

 

O palco móvel e flutuante possui 6 x 4 metros e terá um sistema de sonorização para que a música harmonize todo o ambiente. Além disso, uma iluminação especial foi criada para o palco, que o tornará uma escultura de luz em meio ao lago ao entardecer.

 

Para fazer parte dessa experiência cultural, o público contribuirá com o valor de R$ 10 inteira e R$ 5 a meia-entrada. Moradores de Curitiba podem aproveitar o evento com a tarifa promocional de meia-entrada.Vale da Música_01

 

Um novo conceito

 

As novidades não param por aí. O Vale da Música é a primeira de muitas outras ações culturais que estão na programação desta nova fase do Parque das Pedreiras. Exposições, a loja do Parque das Pedreiras, o espaço gastronômico Ópera Arte e o futuro teleférico irão garantir uma nova experiência aos visitantes e moradores da Cidade de Curitiba.

 

“O Bradesco ficou muito feliz com o convite para patrocinar o Vale da Música. Pelas suas características e formato, é um projeto que está muito em linha com os valores do Banco de apoiar manifestações culturais que democratizem a arte e promovam transformações sociais”, comenta o diretor de Marketing do Bradesco, Márcio Parizotto.

 

 

SERVIÇO VALE DA MÚSICA

Apresentações musicais: terça a domingo

Horário: das 10h às 18h

Local: Palco flutuante – Ópera de Arame

Endereço: Rua João Gava, 970 – Abranches

 

Sobre o Bradesco Cultura

Com mais de 350 projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. Com apoio a eventos regionais, feiras, exposições, orquestras, musicais e muitos outros, a instituição tem, ainda, uma plataforma de naming rights com o Teatro Bradesco, que conta com unidades em São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2018, já passaram pela Temporada Cultural do Bradesco as exposições Julio Le Parc, Mira Schendel e Hilma af Klint, os espetáculos Bibi Ferreira, Ayrton Senna e Peter Pan, o Lollapalooza Brasil, além de eventos regionais como os festivais de Parintins, Tiradentes, a festa junina de São João do Caruaru e de Campina Grande, o Festival Amazonas de Ópera. O Banco também é o realizador do Natal do Bradesco de Curitiba.

 

Sobre o Parque das Pedreiras

Em agosto de 2012, a empresa DC Set Eventos ganhou a concessão dos espaços culturais Ópera de Arame e Pedreira Paulo Leminski, juntos denominados como Parque das Pedreiras. Durante 2012 e 2014, o complexo passou por um processo de revitalização em sua infraestrutura. O Parque das Pedreiras abriu suas portas em 2014 e desde então desenvolveu e sediou inúmeros concertos e festivais nacionais e internacionais em seus espaços. Concluídas as fases de revitalização do espaço e inserção de Curitiba no roteiro das principais turnês, o Vale da Música representa um novo e relevante passo para a operação do Parque das Pedreiras: criar uma constante programação durante o dia que contribua para a difusão acessível da cultura na sociedade.

 

Sobre a Futura Fonte

Proponente do Vale da Música, a Futura Fonte é especializada em iniciativas que fazem da cultura um instrumento de formação e valorização do indivíduo. O grupo realiza eventos e também atua de forma constante na promoção de ações de responsabilidade social conectadas à música, como a associação com a ONG internacional Playing For Change. No Parque das Pedreiras é um dos parceiros da DC Set Eventos na realização de eventos culturais no complexo.

*com divulgação

 

Categorias:(CINEMA/CULT/TEATRO), AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, FESTIVAL, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOS, OPORTUNIDADE, SHOWS, TEATROTags:, , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s