AkzoNobel, em parceria com o Rijksmuseum, restaura ao vivo a obra The Night Watch, de Rembrandt

Em 2019, quando se completa 350 anos da morte do pintor Rembrandt, uma das principais obras de arte do mundo, o “The Night Watch”, passará pela mais inovadora forma de restauração da história da arte, graças à parceria do Rijksmuseum, de Amsterdã, com a AkzoNobel.

image005-2

 

Em uma fusão entre o antigo e o novo, a Operação Night Watch empregará o uso de diversas ferramentas e técnicas avançadas para atender a maior investigação e restauração da pintura de 377 anos de Rembrandt.

 

No dia 8 de julho, um dedicado time de pesquisadores, conservadores e restauradores do Rijksmuseum começará a trabalhar em colaboração com museus e universidades da Holanda e do mundo todo, ao lado dos especialistas da AkzoNobel. Eles ficarão dentro de uma redoma de vidro, que foi construída em frente à obra de arte, de forma que os visitantes ainda possam ter acesso à imagem.

A fase inicial de pesquisa irá além de tudo que se conhece no mundo da arte. Irá envolver a captura de milhares de fotos de alta resolução, usando uma moldura feita com esse propósito, e utilizará scanners e lasers sofisticados para investigar o trabalho em nível microscópico. Assim que a fase de pesquisa for finalizada, vários terabytes de dados serão coletados e cuidadosamente analisados para determinar a melhor forma de proceder na restauração do Night Watch, para que as próximas gerações possam apreciá-lo.

 

Thierry Vanlancker e Taco Dibbits simbolicamente assinam o acordo de parceria em frente ao The Night Watch

 

“Estamos prestes embarcar em uma das maiores e mais inovadoras restaurações do museu em 219 anos de história”, afirma o diretor geral do Rijksmuseum, Taco Dibbits. “O Rijksmuseum continuamente monitora as condições do The Night Watch, que vem demonstrando diversas mudanças ao longo do tempo, como branqueamento da imagem do cachorro na parte inferior direita da pintura. Para melhor entender a condição da pintura como um todo, foi tomada a decisão de conduzir uma observação minuciosa. Então estamos extremamente gratos à AkzoNobel, uma vez que seu apoio é fundamental para o trabalho que está sendo feito”.

O CEO Thierry Vanlancker adiciona: “Estamos extremamente orgulhosos por sermos o principal parceiro nesse incrível projeto. Como uma empresa que acredita em levar a inovação para todas as gerações, estamos felizes em contribuir com nossa expertise e paixão por pintura para ajudar a restaurar um ícone cultural”.

“Existe uma conexão natural entre nós, não apenas por causa de nossa longa e orgulhosa herança. Somos similarmente inclinados a explorar novos horizontes e nos inspirarmos no passado, enquanto construímos o futuro. Então temos muitos conhecimentos a compartilhar e mal podemos esperar por participar de um papel tão importante no avanço da nossa técnica de compreensão da cor”, completa.

A Operação Night Watch suscita perguntas fundamentais. Como a pintura foi feita? Qual é a aparência original da pintura feita por Rembrandt? Qual é a condição atual do The Night Watch? Quais tipos de alterações na pintura foram feitas e por que? A busca por essas respostas irá se desdobrar em frente aos olhos de todo o mundo, com a aproximação de visitantes e cientistas, durante a exibição ao vivo e online do trabalho realizado.

A tecnologia que está sendo utilizada é impressionante. As 11.400 fotografias que estão sendo tiradas possuem uma resolução de 5,430 dpi. Scanners especiais serão usados para olhar dentro das rachaduras e fendas da tinta, enquanto os pigmentos serão observados em níveis microscópicos, com a utilização de um laser de alta tecnologia. As imagens finais estarão à disposição do público para que eles possam acompanhar as mudanças.

 

“Vamos agitar o mundo da conservação de pinturas e fazer coisas nunca feitas antes”, diz Robert van Laugh, chefe de Conservação e Ciência do Rijksmuseum. “Primeiramente, precisamos entender o que estamos enfrentando. Com a parceria com a AkzoNobel, estamos confiantes de que levaremos nosso conhecimento em tintas para o próximo nível – e não digo de apenas um nível, mas falo de três ou quatro níveis”.

 

A parceria de três anos dá continuidadeà longa associação entre a AkzoNobel e o Rijksmuseum, que incluiu o fornecimento de 8,000 litros de tinta durante a longa renovação do museu, além do desenvolvimento de uma paleta de cores especiais, conhecida como Sikkens RIJKS Colors, que combina com as cores originalmente usadas pelo arquiteto Pierre Cuypers.

 

O Rijksmuseum – que atraiu mais de 2 milhões de visitantes em 2018 – possui a maior e mais representativa coleção de Rembrandt. Você pode assistir a restauração do The Night Watch, enquanto ela acontece, acessando o site www.rijksmuseum.nl/en/nightwatch.

 

 

 

Sobre a AkzoNobel

A AkzoNobel é apaixonada por tinta. Somos especialistas e temos orgulho de produzir tintas e revestimentos, estabelecendo o padrão em cor e proteção desde 1792. Nosso portfólio de marcas de classe mundial – incluindo Coral, International, Sikkens e Interpon – conta com a confiança dos nossos clientes em todo o mundo. Com sede na Holanda, operamos em mais de 150 países e empregamos cerca de 34.500 pessoas talentosas que são apaixonadas em entregar produtos e serviços de alto desempenho aos nossos clientes. Para mais informações, por favor, acesse www.akzonobel.com. © 2019 Akzo Nobel N.V.

 

Sobre o Rijksmuseum

 

O Rijksmuseum é o museu holandês conhecido por ter as mais famosas obras de arte de Rembrandt e também de diversos outros artistas do país na Era de Ouro. Mais de 2 milhões de visitantes todos os anos são recebidos por um prédio histórico, diversas exposições, eventos ao vivo, além de um ótimo café e restaurante. Por ser um museu nacional, o Rijksmuseum mostra a história da arte holandesa da Idade Média em diante e também muitos aspectos da arte europeia e asiática. No coração do prédio encontra-se a espetacular Galeria de Honra, onde pinturas amadas feitas por Frans Hals, Jan Steen, Johannes Vermeer e Rembrandt são expostas. A galeria guia seus visitantes por um espaço criado dedicadamente à obra-prima de Rembrandt, o “The Night Watch”.

*com divulgação

 

 

Categorias:AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOS, MUSEU, OPORTUNIDADETags:, , , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s