Mitos e verdades sobre a barba na quarentena

Os homens que têm aquelas barbas dignas de lenhador provavelmente se perguntaram se é necessário tirar a barba para evitar a contaminação do Covid-19? Nesse período de pandemia é normal surgirem preocupações intensas relacionadas a limpeza e a higienização, não só das mãos, mas também do rosto.

Segundo o farmacêutico homeopata, Jamar Tejada, um rosto liso e sem barba pode ser mais uma iniciativa para manter a higiene e evitar a proliferação do vírus “Não há nenhum estudo que comprove que a barba possa ser transmissora do coronavírus, mas manter a barba aparada pode ser um incentivo a mais para uma higienização constante. Os cuidados devem ser os mesmos para alguém que vai lavar o rosto e que não possui barba”, explica o especialista.

A maior preocupação em relação a barba é a higiene, pois as secreções podem ficar alojadas nos pelos e gerar mais facilidade de transmissão. “O vírus pode estar em qualquer superfície, por isso é importante a higienização dos ambientes, mãos e rosto, o que inclui a barba. Os pelos no rosto costumam aumentar a oleosidade da pele, e dependendo do tamanho dos fios pode acumular sujidades, por isso é importante lavar o rosto com um sabonete neutro ou com shampoo próprio para barba”, explica Amilton Macedo, dermatologista e tricologista.

Para acabar de vez com as dúvidas relacionadas a barba e COVID-19, os especialistas esclarecem mitos e verdades sobre esse tema:

· A barba ajuda na contaminação do vírus?
Mito.

A barba nem protege e nem facilita o contágio do vírus, não há a necessidade de remoção da barba, no entanto, você precisa ter uma higienização adequada. Mantenha o rosto e as mãos sempre limpas, e evite o toque na região dos olhos, boca e nariz. O cuidado deve ser maior para os profissionais de saúde que precisam usar máscara, pois a barba pode prejudicar a vedação da mesma.

· Se a barba for curta, o risco de contágio é menor?
Mito.

Os cuidados que um barbudo precisa ter são os mesmos de uma pessoa sem barba. Você deve manter a região higienizada independente do comprimento do pelo. Reforçar a limpeza constante das mãos e rosto é o ideal para não se contaminar. Se você tem um pelo curto ou comprido, mas está sempre lavando o rosto junto as mãos após espirrar ou tossir está seguindo as orientações corretas e não precisa se preocupar.

· O hábito de colocar as mãos no rosto aumenta a chance de se contaminar?
Verdade.

Alguns homens têm o costume de tocar a barba frequentemente, por isso aumentam o risco de ser contaminado. Ao longo do dia pode ocorrer o contato das mãos e o rosto sem a lavagem das mãos, ou até mesmo espirrar e não fazer a higienização imediata, o que aumenta a chance de contrair o vírus.

· A barba favorece o aparecimento de alergias respiratórias?
Mito.

Se você faz a higiene correta da barba, não tem por que temer que ela se torne um depósito de ácaros, pólens e poeiras.

Divulgação cultural vence barreiras na quarentena

Lívia Zeferino*

Enquanto estamos em casa enfrentando um alto nível de ansiedade quanto à saúde de nossas famílias e em relação ao futuro, algumas pessoas sintonizaram suas antenas criativas e estão nos oferecendo formas de lidar um pouco melhor com o isolamento.
São os artistas, essa classe muitas vezes mal compreendida, mas que tem conseguido romper barreiras neste momento de quarentena. Graças ao trabalho sensível e à interação com diversos públicos, caíram muros de separação relacionados, principalmente, ao preconceito e à tecnologia.
Temos o exemplo da Orquestra Sinfônica do Paraná, que gravou uma versão emocionante para o “Trenzinho do Caipira” de Villa-Lobos, com cada músico em sua casa e a regência do maestro Stefan Geiger, feita diretamente de sua residência na Alemanha. Ao final, a cantora e atriz Uyara Torrente faz um solo da canção escrita por Edu Lobo. O resultado ficou tão bem-acabado que logo viralizou, de forma a alcançar espectadores que jamais estiveram na plateia de um concerto.
O caso do teatro é ainda mais emblemático. Em sua luta por ampliar audiências e ultrapassar estigmas, grupos como o curitibano Ave Lola iniciaram novas formas de alcançar seus fãs e públicos ainda mais abrangentes. A solução encontrada durante o período de isolamento foi criar a websérie “Viver no teatro em tempos de reclusão”, com depoimentos sobre dramaturgia e o fazer teatral, que envolveram quase 500 visualizações a cada capítulo.
As visitas digitais a museus também têm permitido um vínculo maior com as artes visuais, com destaque para o envolvimento de famílias ao redor do mundo na recriação de obras de arte dentro de casa, em fotografias pitorescas.
Esse papel do artista de agregar multidões, ao mesmo tempo em que fala individualmente aos corações, sempre foi fundamental, mas talvez estivesse um tanto quanto soterrado em nosso dia a dia de correrias pelo mundo. A arte é um dos poucos atalhos para a reflexão, rumo à calma interior que leva à transformação e mudanças de pensamento e comportamento.

Ela tem esse poder. Seja por meio da música, da dança, do teatro, um poema ou uma gravura. E mesmo nesse período tão conturbado, é muito importante que o artista continue ativo. A arte vive disso, ela não entra em “suspensão de contrato”.

Além de essas iniciativas ajudarem quem está em casa com muita ansiedade e, por que não, solidão, o ato de refletir decorrente da experiência artística traz mais calma a respeito do futuro – a vida não será a mesma depois. E o que você vai fazer dela?

É possível dizer que esse engajamento entre público e artistas sairá da quarentena para ficar, com um novo valor para a arte. É importante, porém, que a comunicação e divulgação que estão sendo realizadas neste momento não sejam negligenciadas depois, e nada melhor do que contar com apoio profissional para isso, pensando em um planejamento mais amplo de marketing cultural e digital.

É claro que a arte presencial nunca será substituída, mas a experiência que os próprios artistas estão tendo com a tecnologia tem trazido novos recursos a eles, de forma a agregar para sua criação agora e no pós-pandemia.

Esses são exemplos de como a arte nos ajuda na crise e como ela quebra barreiras – é o momento para a arte virar o jogo e mostrar sua verdadeira cara: da solidariedade, proximidade e engajamento.

* Lívia Zeferino é jornalista, atriz e especialista em comunicação cultural da Smartcom – Inteligência em Comunicação.

Sobre a Smartcom: Agência de comunicação sediada em Curitiba, a Smartcom oferece serviços de gerenciamento e conteúdo para redes sociais, assessoria de imprensa internacional, design, endomarketing e auditoria de posicionamento interno e externo. Com braços na Alemanha, Argentina e no interior do Paraná, além de profissionais de comunicação qualificados, garante a conexão entre os pontos envolvidos no segmento do Business to Business, que envolvem newsletters, revistas institucionais internas e externas, informativos, bem como ações de relacionamento individualizado com influenciadores digitais e da mídia. O portfólio de clientes é composto por companhias das áreas de Papel e Celulose, Tecnologia, Meio Ambiente, Saúde, Cultural, Terceiro Setor, Alimentação, Automotivo, Comércio e Indústria, Trânsito & Transporte e Direito.

Vaquinha virtual levanta fundos para a confecção de crachás para humanização aos atendimentos clínicos

Projeto Happy Faces Curitiba está imprimindo e doando crachás personalizados aos hospitais de Curitiba; Iniciativa leva mais esperança e um pouco de alegria a quem está internado

Para trazer mais humanização aos atendimentos clínicos, médicos e enfermeiros de 13 hospitais públicos e particulares de Curitiba estão recebendo um crachá com sua imagem sorrindo, além de seus nomes e função. Assim, os pacientes em tratamento poderão saber um pouco mais sobre os profissionais de saúde que estão trabalhando incansavelmente para atendê-los nesse momento da pandemia.

A iniciativa – batizada de Projeto Happy Faces Curitiba - partiu do empresário André Greca, da Tudo de Gráfica, com o apoio de outros parceiros comerciais e entidades filantrópicas que mantém contatos.

Entregas

Já foram doados mil crachás e a meta do projeto é distribuir 5 mil unidades para hospitais da capital paranaense que solicitaram as identificações pelo e-mail projetohappyfaces@gmail.com.

Por isso, foi criada uma vaquinha virtual na internet para arrecadar a quantia de R$ 10 mil que serão utilizados para compra dos insumos e na distribuição. “Qualquer ajuda é muito valiosa e nos ajudará a humanizar ainda mais o atendimento clínico nos hospitais da capital”, fala Greca.

As doações podem ser feitas pelo link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/producao-de-crachas-com-foto-de-profissionais-de-saude ou ID da vaquinha 1028359.

Durante os atendimentos, os pacientes de Covid-19 não veem o rosto e o nome da pessoa que faz esse atendimento tão especial. Por isso, essa ação colaborativa despertou o interesse de muitos hospitais da cidade, que solicitaram os crachás.

Eles vêm encartados em bolsas plásticas, para que possam ser higienizados sempre que necessário. A iniciativa tem o apoio de várias empresas locais e do Rotary International Distrito 4730.

De acordo com a médica Rita Frare, do Hospital das Nações - e uma das primeiras profissionais de saúde a solicitar o crachá -, o acessório traz um suporte emocional muito grande no atendimento: "É bom tanto para o paciente que conhece o rosto do profissional por trás dos equipamentos de segurança, quanto para o próprio profissional de saúde que se depara com um sorriso no peito do colega de trabalho".

Crédito de imagens: divulgação

Imagens por ordem de apresentação: André Greca organizando a montagem para entrega dos crachás; Dra. Rita Frare, ao receber seu crachá no Hospital das Nações; equipe de profissionais do Hospital do Idoso Dra Zilda Arns também participa do projeto Happy Faces Curitiba.

Relacionamento com a imprensa | Projeto Happy Faces Curitiba

Mem & Mem Comunicação

Marlise Groth Mem - (41) 9 9908-0511

João Alécio Mem – (41) 9 9124-9748

Jornalismo/ Assessoria de Imprensa/ Consultoria em Comunicação e Eventos

marliseassessoria@gmail.com

joaoalecioassessoria@gmail.com

**A Mem & Mem Comunicação apoia este projeto!

Hospitais filantrópicos de Curitiba realizam festival “Unidos pela Vida”

Intenção é arrecadar doações para suprir a demanda gerada pela pandemia do novo coronavírus

Dez hospitais filantrópicos de Curitiba se unem em um evento em favor da saúde e da vida neste sábado (16), das 15h às 21h, que será transmitido pelas redes sociais. O Festival “Unidos Pela Vida” terá participação de artistas e religiosos em uma campanha para arrecadar doações aos hospitais, que serão destinadas ao enfrentamento à pandemia de COVID-19. A intenção é que os recursos possam ajudar a saúde na aquisição de insumos e no custeio hospitalar.
Entre as atrações que vão participar do evento estarão as cantoras Rafa Gomes e Maria Clara Nery, que participaram do programa The Voice Kids; a dupla sertaneja católica Álvaro e Daniel; o ator Alexandre Nero; Padre Reginaldo Manzotti; cantor Nicolas Candido, Dj Nizo Gomide, entre outros. A programação é para toda a família.
O evento irá beneficiar as seguintes instituições: Grupo Hospitalar Nossa Senhora das Graças (que inclui o Hospital Nossa Senhora das Graças e a Maternidade Mater Dei); Hospital Cruz Vermelha do Paraná; Hospital Erasto Gaertner; Hospital Especializado Pequeno Cotolengo do Paraná; Hospital Madalena Sofia; Hospital Pequeno Príncipe; Hospital São Vicente; Hospital Universitário Cajuru; Hospital Universitário Evangélico Mackenzie; e Santa Casa de Curitiba.
Os hospitais filantrópicos são instituições sem fins lucrativos, que possuem, no mínimo, 60% de seu atendimento destinado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Para se integrar nesse perfil a entidade possui o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS), concedido pelo Ministério da Saúde.

Como será a doação
As arrecadações serão feitas pelo site www.unidospelavidacuritiba.com. Na página, as pessoas serão direcionadas a um ambiente seguro por meio do qual poderão cadastrar seus cartões de crédito para fazer a doação, que poderá ser nos valores de R$ 10, R$ 15, R$ 20 e R$ 50. Também haverá opção de fazer doações de qualquer valor.
O festival deste sábado é o primeiro passo nessa campanha, que terá, futuramente, a continuidade nas ações para arrecadação de doações. O montante será dividido igualmente a todos os hospitais que participam da campanha.

A importância de doar
Segundo o gerente de projetos sociais e mobilização de recursos do Hospital Nossa Senhora das Graças, Eduardo de Oliveira Filho, com a pandemia do novo coronavírus os hospitais tiveram uma desestabilização em suas programações financeiras. Uma caixa de máscara, por exemplo, que antes da pandemia custava R$ 5, atualmente é adquirida por R$ 200,00. "Mas não se trata apenas da compra de EPIs (equipamentos de proteção individual), que tiveram aumento de custos, mas toda a estrutura hospitalar, os insumos necessários e a mão-de-obra", afirma.
Mesmo para os hospitais que não são referência no atendimento da COVID-19, o custeio aumentou, tendo em vista que toda a rede hospitalar precisa proteger tanto os pacientes quanto as equipes de saúde e necessita manter o atendimento de outras doenças. "Um hospital está dando as mãos para o outro, para que todos possam cooperar neste momento", explica.

Conscientização: fique em casa
Além do pedido de doações, a campanha terá como objetivo conscientizar a população da importância de manter o isolamento social. O gerente de projetos sociais alerta que tem sido observadas algumas ações no intuito de flexibilização do isolamento. Porém, a curva de infecções ainda está crescente. "Estamos reafirmando a necessidade de prevenção: fique em casa e use máscaras. É importante essa atitude pois, além da COVID-19, outras doenças continuam em circulação, como a dengue, e as pessoas também precisam dos hospitais para tratamentos de outras comorbidades, como o câncer", evidencia.

Serviço:
Festival Unidos pela Vida
Data: 16 de maio de 2020
Horário: das 15h às 21h
Transmissão: No canal do YouTube do Festival unidospelavidacuritiba: https://www.youtube.com/channel/UCD1u4nTDgixVyF0odXuixug/featured
Doações: www.unidospelavidacuritiba.com
#UnidosPelaVidaCuritiba

“Somos Mais Arq. PR” completa cinco semanas de arrecadação e já ajudou mais de 5 mil famílias de Curitiba e Região Metropolitana

O grupo tem angariado fundos para a doação de alimentos, itens de higiene e entrega de álcool gel. Até o momento, mais de 60 comunidades já receberam a ajuda da rede.

Arquitetura e solidariedade, juntos! Desde o início da pandemia no Brasil, um grupo de arquitetos de São Paulo se uniu para fazer a diferença: criaram o “Juntos Somos Mais Arquitetos”, um grupo de profissionais de arquitetura e decoração que buscam angariar fundos, alimentos e itens de higiene para pessoas em situação vulnerável. A iniciativa se espalhou de forma rápida pelo Brasil e atualmente conta com mais de 3800 envolvidos.

No Paraná, não foi diferente. A ação chegou com o nome “Somos + Arq PR”, sob a liderança dos arquitetos Jayme Bernardo, Elaine Zanon e Jorge Elmor e tem atingido famílias de todo o estado. “Fazer o bem é uma das maiores realizações que podemos ter. Estamos vivendo uma experiência magnífica com a ação. Vemos na prática que a união faz a força. Os profissionais têm se envolvido e tem sido muito bacana. Estamos nos surpreendendo.”, contou o arquiteto Jayme Bernardo.

O grupo trabalha com formas de arrecadação como doação de alimentos e itens de higiene, depósito em conta e leilões de vinhos e peças de mobiliário, arte e design, em que peças e vinhos são doadas pelos próprios arquitetos, lojas e ateliês e visam adquirir valores para o projeto. Desde o início da ação no Paraná, há cinco semanas, foram arrecadados mais de R$300 mil reais, 76 toneladas de alimentos, 5190 kits de higiene/limpeza ajudando a mais de 5 mil famílias. O total angariado foi destinado a moradores de mais de 60 comunidades de Curitiba e Região Metropolitana, como Araucária, Piraquara, Colombo e Campo Magro.

Além das entregas dos itens, outra frente de atuação do grupo é a ação do Álcool Gel liderada pela arquiteta Caroline Bollmann em parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Voluntários do grupo se reúnem semanalmente para ajudar a produzir, envazar e embalar álcool gel. Na última semana, foram produzidos 500 litros de álcool gel e entregues 1.100 garrafinhas com o produto para comunidades. A produção contou com o apoio do professor Fernando Molin, da UTFPR, que ensinou o grupo a fabricar o álcool gel, além de doações das garrafas pela FontLife, de insumos pela BM Comércio de Produtos Químicos LTDA e MC Química, da produção de rótulos pela Bio Placas e da produção da arte dos rótulos pelo Chefe Coelho Designer. Segundo a arquiteta, esse é mais uma frente para salvar vidas que muitas vezes não tem onde lavar as mãos. “Temos dados todas as orientações necessárias para eles e nossa meta é continuar fazendo essa produção e entregando muito mais. O que mais precisamos a cada semana são de parceiros para a compra do álcool líquido, para a produção do álcool gel”.

Para o mês de maio, a meta do grupo “Somos + Arq PR” é ajudar 8 mil famílias. Os interessados em colaborar com a ação, podem realizar depósitos de qualquer valor na conta conjunta que está no nome dos três arquitetos: Bradesco (237), agência 5753 e conta corrente nº 20.861-2. O CPF para a transação é 462.689.369-49, do arquiteto Jayme Bernardo. As cestas básicas têm um custo médio de R$65, mas qualquer valor está sendo arrecadado. Para a doação do álcool líquido, para a produção do álcool gel, as empresas interessadas podem fazer contato com a arquiteta Caroline Bollmann pelo telefone (41) 99977-1943.

Sobre Juntos Somos + Arq. PR

O “Juntos Somos + Arq. PR” é uma rede de arquitetos e designers, liderados no Paraná por Jorge Elmor, Jayme Bernardo e Elaine Zanon, em uma ação nacional, buscando ajudar famílias carentes no período de pandemia. No Paraná, o grupo é formado por mais de 200 arquitetos e designers de todo o estado.

Juntos Somos + Arq. PR
Instagram: https://www.instagram.com/juntossomosmais.arq/
Arrecadações:
Bradesco (237) | ag. 5753 | conta corrente 20.861-2 | CPF: 462.689.369-49

“É tempo de cooperar”

“É tempo de cooperar”

Pandemia levanta a necessidade de compartilhamento e uso racional de recursos tecnológicos

CURITIBA – MAIO DE 2020 – LIDE MULTIMÍDIA – No próximo dia 15 de maio, às 19h, Diogo Arndt Silva, presidente da Rede Lojacorr, maior rede de corretoras de seguros independentes do Brasil, estará num bate-papo com Gustavo Doria Filho, fundador do CQCS - Centro de Qualificação do Corretor de Seguros, com o tema “É tempo de cooperar”, que poderá ser acessado no link https://youtu.be/ACPxPlirk7k.

Para Diogo Arndt Silva, presidente da Rede Lojacorr, "em tempos de incerteza, mais do que nunca é importante trabalhar com cooperação. Utilizar a tecnologia como meio para reduzir custos e gerar novos negócios também tem se mostrado um importante aliado dos corretores para redução dos custos e aumentar a eficiência operacional: vender mais gastando menos", afirma.

O CQCS está realizando uma série de talks com profissionais e personalidades do Brasil e do segmento da proteção para auxiliar o setor com melhores práticas, soluções para lidar com a pandemia e com as dificuldades em tempos de crise. Além de gerar insights para potencializar os negócios e assistir o segurado. O canal recebeu recentemente para esses encontros o deputado Federal, Lucas Vergílio; Roberto Bittar, presidente da ENS – Escola Nacional de Seguros; e Bruno Garfinkel, presidente do Conselho de Administração da Porto Seguro.

Independentes do Brasil. Por meio do seu modelo de negócios disruptivo, realiza a intermediação entre corretoras de seguros e as seguradoras, disponibilizando suporte operacional, comercial e estratégico. Fundada em 1996, a empresa se dedica para oferecer as melhores soluções em distribuição de seguros e produtos financeiros às corretoras e clientes. Presente em 22 estados e no Distrito Federal, por meio de 55 Unidades de Negócios, as 360 mil apólices ativas, foram comercializadas por 3.330 profissionais de seguros, que atuam em mais de 3600 municípios. Tendo como sede administrativa, Curitiba (PR) e sede comercial em São Paulo (SP), a Rede Lojacorr conta também com 220 colaboradores. A Rede Lojacorr está entre as empresas emergentes do Sul e é certificada pelo Great Place to Work.

Arquitetos e designer de interiores relatam como será o segmento após o isolamento social

Série da Florense Carlos de Carvalho apresenta depoimentos dos profissionais sobre como a arquitetura de interiores será influenciada pela permanência das pessoas em casa

Que o mundo e as pessoas não serão mais o mesmo, após o isolamento social, já sabemos! Mas como será o impacto da pandemia na arquitetura e no design de interiores? Esta é a pergunta que a Florense Carlos de Carvalho fez para diversos profissionais renomados de Curitiba, para a série do Instagram #ArquiteturaeProteção.

Com a presença das famílias em suas residências, devido ao isolamento social, a percepção e a valorização de um bom projeto de interiores ficaram em evidência. “Essa é a proposta da série: mostrar como é importante, para a qualidade de vida, um ambiente projetado por especialistas e que pense no bem-estar dos moradores em qualquer circunstância”, relata o sócio da Florense Carlos de Carvalho, Nelson Calcagnotto.

A série #ArquiteturaeProteção está disponível no Instagram @florensecarlosdecarvalho, e conta com a participação de diversos arquitetos, entre eles: Claudia Machado, Larissa Lóh e Leonardo Muller.

Serviço
Florense Carlos de Carvalho
Endereço: Alameda Carlos de Carvalho, 1301, Batel – Curitiba (PR)
Telefone: 3013-1010
Site: www.florense.com
Instagram: @florensecarlosdecarvalho

Daniel Kinahan confirmado como consultor especial da KHK Sports

Distrito de Seef, Bahrein - 14 de Maio, 2020

Daniel Kinahan, agente internacionalmente reconhecido no mundo do boxe, foi nomeado como consultor especial da KHK Sports, no Bahrein. Kinahan está envolvido no mais alto nível dos esportes de combate desde seus dias como um dos fundadores da MTK Global, antes de se fixar como consultor de alguns dos maiores nomes da indústria na última década. Ele foi fundamental na concretização de alguns dos maiores eventos esportivos dos últimos anos. Como consultor da Top Rank no Oriente Médio, sua perícia e conexões irão fortalecer a marca KHK Sports e expandir imediatamente seu alcance internacional.

O papel de Kinahan se estenderá a todo o portfólio da KHK Sports, que engloba a KHK MMA, KHK Boxing e a organização de MMA que mais cresce no planeta, BRAVE Combat Federation.

A KHK Sports foca no desenvolvimento dos negócios esportivos nacionais em 19 nações, trazendo relações de comércio, investimento estrangeiro direto e fortalecimento do turismo através dos esportes.

A KHK Sports é conhecida por desenvolver os negócios dos esportes de combate e organiza eventos internacionais mundo afora, além de ter em seu portfólio a maior propriedade de mídia esportiva do Oriente Médio.

A KHK Sports apoia atletas nacionais e internacionais e é responsável pelo desenvolvimento das artes marciais mistas no Bahrein em todos os níveis, incluindo o estabelecimento de uma equipe nacional e trazendo astros e eventos internacionais ao país, e encoraja o esporte como ferramenta de desenvolvimento social.

Além da KHK MMA, a KHK Sports lançou com sucesso outras iniciativas esportivas como KHK Boxing, KHK Racing, KHK Wrestling, KHK Cricket e a organização BRAVE Combat Federation, além de investir em outras áreas, como clubes de futebol da Europa.

Khalid bin Hamad Al Khalifa Sports (KHK Sports) é uma visão de Sua Alteza Shaikh Khalid bin Hamad Al Khalifa, fundador do BRAVE Combat Federation.

Sua Alteza reconhece a importância de eventos esportivos promoverem o Reinado do Bahrein internacionalmente e aprecia o tremendo valor que o Sr. Kinahan irá trazer à organização.

"O esporte tem um grande papel na formação dos nossos jovens e no futuro do mundo. Tendo uma infraestrutura que tem a capacidade de se desenvolver, o esporte promove oportunidades, independente de raça, religião ou até mesmo poder de marketing, e sim baseado em talento e na possibilidade de se criar um projeto global que possa unificar o mundo. É uma questão de esperança e de crença que o impossível não existe. Essa é a visão que queremos atingir com a KHK Sports e sabemos que podemos fazer isso com esse time", comentou Sua Alteza Shaikh Khalid.

CEO da KHK Sports e presidente do BRAVE CF, Mohammed Shahid comentou: "Eu gostaria de dar as boas-vindas ao Sr. Daniel Kinahan, que agora faz parte da família KHK. É um prazer tê-lo conosco. Seu envolvimento nos esportes de combate, seus feitos e seu conhecimento são exatamente o que precisamos para estender a visão da KHK Sports. Daniel tem a mesma visão. Vamos mudar vidas, dar oportunidades iguais, fazer sonhos se tornarem realidade e unir o mundo através dos esportes."

O Sr. Kinahan adicionou o seguinte: "É uma honra trabalhar com Sua Alteza Shaikh Khalid bin Hamad Al Khalifa, o Sr. Mohammed Shahid e toda a equipe da KHK Sports. Esta organização deixou uma marca impressionante nos esportes de combate e tem ambições extraordinárias de crescer internacionalmente. Eu estou animado para trabalhar com o time e realizar esses sonhos, e ajudar a transformar os esportes de combate do Bahrein em uma presença reconhecida globalmente. Nós iremos criar oportunidades para lutadores barenitas nos palcos internacionais e, ao mesmo tempo, atrair os principais nomes dos esportes para o Bahrein. Sua Alteza é um visionário em seu approach aos esportes de combate e construiu a KHK Sports com muita paixão, o que é essencial para o crescimento contínuo e a inspiração do povo do Bahrein".

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com