Portinha Vermelha @vanderlei.amor & @deborabreginski

Senhoras e senhores,
A partir deste fim de semana, eu e o Vanderlei Amor esperamos vocês no Espaço 1923, na Alameda Augusto Stellfeld, 802. Abriremos a famosa portinha vermelha para encontros agradáveis, boas conversas, uma gastronomia de qualidade e bons vinhos.
O lugar é muito aconchegante e tem ambiente para todos os gostos: ao ar livre. Mas já avisamos que serão pouquíssimos lugares, para que todos tenham uma experiência incrível e principalmente para que se sintam seguros.
Inicialmente abriremos apenas às sextas-feiras, das 18h às 23h, e aos sábados, das 11h às 23h. Atenderemos com reservas, então já faça a sua para não perder a nossa semana de inauguração!
*SERVIÇO*
Reservas: (41) 99115-0650/ 99115-9889
Endereço: Alameda Augusto Stellfeld, 802 - Mercês, Curitiba - PR, 80410-040
https://g.co/kgs/AWbJZh
Esperamos vocês!

RWagner Com de Artes Ltd & Telma Wagner Sp

Peças incríveis,  se é para ter uma jóia que seja então Renato Wagner. Como o infinito...encante-se presenteie quem você ama e seja presenteada! para mulheres poderosas surpresas como uma grande promessa...apaixone-se

Resumo  de bom gosto designer surreal e sinônimo de bom gosto, marcante única  exclusiva como você! surpreenda e surpreenda-se... presentes inesperados, seja especial...Viva!

Escritório em São Paulo

Contato

Instagram @telmawagner

Facebook Telma Wagner

Drinks especiais e clássicos são destaques no Quermesse

Coquetéis com gim, vodka, saquê e whisky estão entre as pedidas da casa, que inclui as caipirinhas customizadas e drink com picolé

CURITIBA, 19/08/2021 – Um dos bares mais tradicionais da cidade, com mais de 12 anos de história, o Quermesse ganhou o coração dos curitibanos com muita comida de boteco e bebidas especiais, entre eles drinks exclusivos. Ao longo de mais de uma década, diversos coquetéis foram criados e, também, ganharam versões inéditas na casa. Releituras de caipirinhas e bebidas com base de whisky são algumas das opções.

Criação ideal para os fãs de bebidas adocicadas, o Caipilé é uma caipirinha de morango feita com saquê ou com vodka e ainda picolé de leite condensado (R$ 25). Quem prefere um sabor mais forte, aproveita a Caipirinha Três Limões, que combina limões caipira, tahiti e siciliano com cachaça, cravo-da-índia e açúcar de baunilha (R$ 25). Já a Manga Rosa destaca o toque apimentado, levando vodka, manga e pimenta dedo de moça (R$ 25).

A Caipirinha Customizada é outra ótima pedida. O cliente escolhe a fruta e a bebida a serem combinadas, saindo a R$ 20. Entre as frutas, há uva, limão, kiwi, abacaxi, morango, tangerina ou maracujá. E a base alcoólica pode ser rum, saquê, vinho, vodka, Ypióca ou Steinhaeger.

O gim é celebrado no tradicional Gin Tônica (de gim, tônica e fatia de limão), até versões diferentes como o Moranguito, de gim, tônica e xarope de morango, cada um a R$ 25. O whisky também ganha destaque no cardápio da casa. O Maracujack traz Jack Daniels Fire combinado com cravo e suco de maracujá (R$ 25). O clássico Jack’n Coke – de whisky com Coca-Cola – complementa as pedidas (R$ 25).

O Jägermeister aparece em diversos coquetéis. Jäger Matte alia a bebida com chá mate, enquanto Jäger Citrus leva dose de bebida com Citrus. As opções são completas com Jäger + Energético e Jäger Tônica. Cada um sai por R$ 25.

O Bar Quermesse fica na Rua Carlos Pioli (nº 513), no bairro Bom Retiro. A casa funciona de terça a sexta, das 17h às 23h, e aos sábados e domingos, das 11h30 às 23h. Mais informações no perfil oficial do empreendimento no Instagram (@barquermesse) ou pelo telefone (41) 3026-6676.

NOVIDADE NO PORTFOLIO DA GRAND CRU – CASA PERINI

Estamos com novidade no nosso Portfólio, a vinícola Casa Perini apresentando dois rótulos, ERMINIA MERLOT 2020 e ERMINIA MERLOT E CABERNET SAUVIGNON2020

Venha conhecer essa maravilha do vale Trentino - Serra Gaúcha

Os vinhos foram criados em homenagem á Erminia tia do criador da Casa Perini

Tornando uma homenagem a todas as mulheres que se dedicaram a cultura do vinho.

Com 90 anos de história e mais de 200 prêmios conquistados, tem como premissa criar e inovar, produzindo os melhores vinhos do Brasil.

Adversário de Lucas Mineiro não bate o peso, mas luta segue no BRAVE CF 53

Em uma pesagem marcada por momentos de descontração, mas também de bastante tensão, o adversário do brasileiro Lucas “Mineiro” Martins não bateu o peso e foi multado, mas a luta entre os dois segue confirmada para o BRAVE CF 53, no Cazaquistão.

Olzhas Eskaraev ficou 1,2kg acima dos 74kg do peso combinado para o duelo. Já Mineiro bateu 73,8kg, ainda 200g abaixo do limite pré-estabelecido. Quando ficaram frente a frente, o clima foi de tensão na encarada entre o brasileiro e o cazaque.

Os demais brasileiros escalados também bateram o peso sem problemas. Roger Sampaio e Flávio de Queiroz confirmaram seus duelos contra, respectivamente, Vasiliy Takhtay e Azat Maksum.

Sampaio ainda protagonizou um dos momentos mais curiosos do evento. Seu adversário trouxe fantasias do anime Naruto e os dois se encararam vestidos como o personagem-título do seriado e os membros do clã Akatsuki.

A luta principal da noite, entre Tae Kyun Kim e Nurzhan Akishev quase começou 24 horas antes do programado, com os dois chegando a tocar as testas na encarada após baterem o limite do peso pena, sendo prontamente separados por Phil Campbell, comentarista oficial do evento que os acompanhava.

O BRAVE CF 53 acontece neste sábado (21), em Almaty, Cazaquistão. O evento terá transmissão ao vivo e gratuita para o Brasil por meio do site www.bravecftv.com, a partir das 9h (horário de Brasília).

Confira abaixo os resultados da pesagem do BRAVE CF 53:

CARD PRINCIPAL

Peso pena: Nurzhan Akishev (66,2kg) vs Tae Kyun Kim (65,85kg)
Peso combinado 73kg: Vasiliy Takhtay (73kg) vs Roger Sampaio (72,9kg)
Peso mosca: Asu Almabaev (57kg) vs Aleksander Doskalchuk (57,05kg)
Peso combinado74kg: Olzhas Eskaraev (75,2kg)* vs Lucas Martins (73,8kg)
Peso galo: Brad Katona (61,45kg) vs Bair Shtepin (61,6kg)
Peso mosca: Azat Maksum (57,15kg) vs Flavio Queiroz (56,75kg)
Peso combinado 68kg: Ilyar Askhanov (67,9kg) vs Akhmed Magomedov (67,8kg)

PRELIMINARES - OCTAGON
Peso combinado 59kg: Damir Tolenov (58,75kg) vs Nurbek Bolotbekov (58,65kg)
Peso mosca: Aktore Batyrbek (57kg) vs Ernis Abdilakim Uulu (58,25kg)*
Peso meio-pesado: Karim Ruzbakiev (93,4kg) vs Kodirkhon Ganiev (92,9kg)
Peso meio-médio: Bauyrzhan Kuanyshbayev (77,3kg) vs Fakhriddin Mardiev (77,1kg)
Peso combinado 59kg: Alisher Gabdullin (58,95kg) vs Bekzat Saparov (59kg)
Peso pesado: Islambek Baktybekuulu (115,2kg) vs Zhasur Mirzamukhamedov (118,1kg)
Peso super leve: Maksat Zholdosh (77kg)* vs Sanjarbek Erkinov (74,9kg)

Guia MICHELIN não apresentará a seleção 2021 para restaurantes do Rio de Janeiro & São Paulo

COVID e as restrições de viagens afetaram profundamente o trabalho das equipes internacionais de inspetores MICHELIN. Como resultado, não foi possível realizar uma seleção justa, relevante e confiável de restaurantes para 2021 no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Desde 1900, o Guia MICHELIN tem como missão oferecer recomendações de restaurantes aos amantes da gastronomia, por meio de uma metodologia imparcial e respeitada para suas edições.

Os principais critérios adotados pelos inspetores MICHELIN em todo o mundo são a qualidade dos ingredientes, o domínio das técnicas culinárias, a harmonia dos sabores, a personalidade do chef expressa na cozinha e a consistência tanto no menu como nas visitas regulares. Todos esses critérios são avaliados pelas equipes internacionais de inspetores que viajam por todos os destinos contemplados pelo Guia MICHELIN para encontrar os melhores restaurantes e reconhecê-los com as distinções MICHELIN seguindo um processo de decisão coletiva.

O respeito a cada um desses cinco critérios, igualmente exercido globalmente, garante uma seleção de qualidade, recomendações relevantes e relacionamento confiável com nossos leitores e usuários ao redor do mundo.

Este ano, devido às restrições de viagens internacionais e às diretrizes internas de segurança do Grupo Michelin, o trabalho das equipes internacionais de inspetores MICHELIN foi profundamente afetado no Brasil. Com a impossibilidade de realizar uma seleção com credibilidade e relevância como nos anos anteriores, o Guia MICHELIN tomou a decisão de não lançar a seleção 2021 de restaurantes para o Rio de Janeiro e São Paulo.

“Avaliamos experiências presencialmente nos restaurantes e, adaptando-nos às situações de cada destino, precisamos preservar a qualidade de nossas recomendações e o respeito ao método de avaliação, ao mesmo tempo em que asseguramos que nossas equipes realizem seus trabalhos de forma segura”, explica Gwendal Poullenec, Diretor Internacional dos Guias MICHELIN.

“Não divulgar a seleção 2021 dos restaurantes no Rio de Janeiro e em São Paulo é obviamente uma decisão difícil e uma triste notícia, não só para nossas equipes, mas também para quem confia em nós e para os restaurantes. No entanto, é para manter esta relação tão especial e preciosa que temos construído com eles, que decidimos não lançar uma seleção que não refletisse fielmente a qualidade e excelência gastronômica dos restaurantes, bem como o talento dos seus chefs”, continua Gwendal Poullenec.

O Guia MICHELIN continuará a destacar e promover, em todos os seus canais digitais, incluindo site, redes sociais e aplicativo global, os cenários gastronômicos do Rio de Janeiro e São Paulo, bem como valorizar a criatividade, capacidade de reinvenção e resiliência dos profissionais do Brasil que têm impressionado nossas equipes.

O Guia MICHELIN manterá seus valores e funções no que se refere à atribuição de Estrelas e demais distinções culinárias no Brasil: nenhum estabelecimento terá sua distinção alterada neste período.

Como a fabricante de pneus Michelin se tornou referência dos melhores restaurantes do mundo

O Guia MICHELIN nasceu na França, em 1900, pelas mãos de André e Edouard Michelin, fundadores da empresa de mobilidade homônima. Com o objetivo de facilitar a vida dos viajantes franceses, os irmãos produziram um pequeno guia com informações úteis para os viajantes, como mapas, como trocar um pneu, onde encher o tanque de gasolina, e maravilhosamente – para o viajante em busca de descanso das aventuras do dia – uma lista de lugares para comer ou passar a noite.

Durante 20 anos o Guia foi fornecido gratuitamente até ganharem crescente influência e relevância entre os restaurantes. Em 1926, o Guia começou a conceder as estrelas aos restaurantes em destaque, inicialmente marcando-os apenas com uma única estrela. Cinco anos depois, uma hierarquia de zero, uma, duas e três estrelas foi introduzida e, em 1936, os critérios para os rankings estrelados foram publicados.

Para conhecer mais:

Site: guide.michelin.com

Facebook: @guiamichelinbr

Instagram: @michelinguide

App iOs e Android : Guide MICHELIN

A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los a tornar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega mais de 123.600 pessoas em todo o mundo e dispõe de 71 centros de produção implantados que fabricaram cerca de 170 milhões de pneus em 2020. (www.michelin.com.br).