Campanha da 99Food destaca variedade dentro do app

Filme mostra seleção e as opções acessíveis para os consumidores
Campanha assinada pela Grey Brasil traz o conceito “99Food - Apetite que cabe no bolso”
99Food oferece desconto no primeiro pedido feito no aplicativo

A 99Food, plataforma de intermediação de entregas de estabelecimentos locais, lança campanha de marketing nas cidades de Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR).

Com criação da agência Grey Brasil, a campanha tem o conceito “99Food - Apetite que cabe no bolso” e tem como estratégia de lançamento mídia digital, TV, influenciadores, mobiliários urbanos e ativações em um filme de 30” que mostra diversas situações cotidianas e aquele exato momento em que a fome aparece e o consumidor abre o app em busca da opção que vai saciar o apetite.

“A campanha tem como objetivo mostrar que qualquer que seja o desejo, sempre cabe no bolso quando se trata de 99Food. Reforçamos a seleção e a variedade de pratos dos restaurantes parceiros e convidamos o consumidor para conhecer a nossa plataforma. Quando ele abre o app, além da variedade ele sempre vai encontrar milhares de opções acessíveis com descontos e ofertas que mudam todos os dias”, explica Raphael Dias, gerente de marketing da 99Food.

Para comemorar o lançamento, a 99Food oferece desconto de R$ 25,00 no primeiro pedido feito na plataforma (consulte as condições no aplicativo). O aplicativo está disponível nas versões Android e iOS.

FICHA TÉCNICA

Agência: GREY

CEO: Luciana Rodrigues
CCO: Max Geraldo
Direção Executiva de Criação: Rodrigo Tortima
Diretor de Criação: Rafael de Miranda e Pedro Reis.
Criação: Lucas Adam, Maicon Silveira, Gustavo Zordan, André Prestes, Pedro Reis, Rafael de Miranda.
Negócios: Maria Pirajá, Renata Tolentino, Gabriela Marques, Andressa Bianco, Vanessa Riedel
Estratégia: Raquel Messias, Cesar Fuster, Mônica Torres, Marcos Rocha, Isabela Panico, Alex André.
Mídia: Fabio Tachibana, Ricardo Barros, Alexandre Fermoselle, Priscila Leite, Alan Galvão, Antonio Junior, Erica Berci, Victorya Palma, Juliana Bueno, Milena Lima e Carlos Alves.
BI & Conteúdo: Erica Nakamura, Giuliano Akira, Gabriel Moreira, André Pinheiro, Lucas Carvalho.
Projetos: Aline Scarpel, Larissa Moreno.
Produção de RTV: Ricardo Magozo, Charles Nobili, Ana Borges, Fabio Reitzfeld, Stephanie Modesto, Cintia Candido.
Produção Gráfica/Art Buyer: Rodrigo Giammarino.
Finalização: Fernando Gonçalves.
Assinatura 3D: João Xavier.

Produtora: CAVE | www.cave.tv.br
Direção: Rafael Kent
Produção Executiva: Rafael Marquez e Tânia Assumpção
Creative Researcher: Daniel Tandy
Direção de Fotografia: Lícia Arosteguy
01ª Ass. de Direção: Daniel Reigada
Ass. de Executiva: Dzyan Ricioli
Direção de Produção: Victor Ferrari
Ass. Produção: Juliana Lima
Direção de Arte: Ana Carolina Montagnana
Produção de Objeto: Winnie Ramos
Produção de Casting: Mei Yi Ho
Produção de Locação: Max Lima
Figurino: Marcos Cherevek
Beleza: Tatiana Chaves
Montador: Filipe Rodriguez e Rafael Kent
Finalizador: Driano Torres
Color Grading: Cora Post / Lucas Bergamini
Finalização: Gafanhotto Post
Produtora de áudio: Tesis
Produção musical: Gabriel Mielnik, Silvio Piesco e Henrique Racz
Mixagem de som: Edilson Martins
Atendimento: Erica De Seta e Maria Vitoria Capelasso
Locutor: Lucas Weingaertner

###

Sobre a 99Food

A 99Food é uma plataforma de intermediação de entregas dos estabelecimentos locais de uma maneira tão simples quanto solicitar uma corrida dentro do app 99. A 99Food usa a mais alta tecnologia para conectar os sabores e cultura gastronômica do Brasil e oferecer para as pessoas uma ampla variedade de locais com opções simples, acessíveis e deliciosas para comer todos os dias. A companhia faz parte da empresa global DiDi Chuxing ("DiDi") e está disponível para usuários do aplicativo 99Food (para Android e iOS). Saiba mais em https://Food.99app.com

###

Obrigatoriedade da condução com os faróis acesos está em discussão na Câmara Federal

Durante a votação, em junho passado, a regra foi mantida com a aplicação da penalidade (infração média) para o motorista infrator

Curitiba, setembro de 2020 – Está em discussão o Projeto de Lei 3267/19, que quer alterar uma série de disposições do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), entre os temas polêmicos discutidos está o afrouxamento da obrigatoriedade de acender os faróis durante o dia. Desde 2016, quando a Lei 13.290 passou a vigorar, tornou-se obrigatório que o condutor permaneça com os faróis dos veículos acesos, utilizando a luz baixa, sempre durante a noite e durante o dia em túneis, mesmo que sejam providos de iluminação, e em rodovias estaduais e federais.
Durante a votação na Câmara Federal, em junho passado, a regra foi mantida com a aplicação da penalidade (infração média) para o motorista infrator. A única alteração para a Lei de 2016 é que o uso dos faróis acesos durante o dia só passará a ser exigido em rodovias de pista simples, ou seja, não duplicadas. A Lei Faróis Acesos foi uma proposta do deputado federal, paranaense, Rubens Bueno, que defendeu a manutenção da medida. “Seria um erro mudar uma lei que salva vidas e que sempre foi defendida pela Polícia Rodoviária Federal, que em diversos levantamentos identificou a queda de colisões frontais e atropelamentos após a entrada em vigor da regra. A Câmara compreendeu a gravidade disso e retirou do projeto o abrandamento da norma”, afirmou Rubens Bueno.
O deputado também lembrou de um estudo do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que aponta que a presença de luzes acesas reduz entre 5% e 10% a ocorrência de colisões frontais nas rodovias. Outro levantamento divulgado em 2017 pela revista Quatro Rodas apontou que, após um ano da lei em vigor, os números de colisões frontais caíram significativamente, sendo que nesse período foram registradas 2.444 colisões frontais contra 2.686 no ano anterior à determinação. Uma redução de cerca de 10%. A revista também convidou peritos e realizou testes com três veículos diferentes. O resultado foi que, com o farol aceso durante o dia, a distância de percepção do carro na via contrária é 567% maior. Os testes identificaram também que com as luzes apagadas um veículo é perceptível a 300 metros de distância, porém, com o farol aceso, aumenta para 2000 metros.
A proposta foi analisada no Senado Federal e voltou, novamente, para a análise dos deputados.
Enquanto esse procedimento não está concluído, é importante lembrar que a Lei 13.290/2016 ainda está em vigor e conduzir veículos ou motocicletas sem ligar os faróis é considerado como infração média, sujeito à multa e 4 pontos na carteira de habilitação. “A lei é clara sobre as cidades, onde não é preciso acender os faróis durante o dia. Porém, é preciso ficar atento, visto que a lei vale para trechos de rodovias que atravessam cidades e municípios. As motos são uma exceção a essa lei, visto que os condutores desta modalidade precisam manter o farol ligado durante todo o dia e noite, mesmo que dentro das cidades”, explica o advogado da Consilux Tecnologia, empresa especializada em gestão e segurança no trânsito, Aureliano Caron.

Ação promove o resgate de abelhas no Paraná e estimula o trabalho de pequenos apicultores

Atividade faz parte de programa ambiental desenvolvido pelo Sistema de Transmissão Gralha Azul

Curitiba, setembro de 2020 – A primavera está chegando e com ela as abelhas. É nessa época do ano que começamos a observar com mais frequência a locomoção dos enxames, em casas, postes, pelas cidades e áreas rurais. Mas é importante ter consciência dos perigos resultantes do contato com elas. Para manipulá-las ou retirá-las de algum local, é preciso contar com ajuda especializada e, neste caso, nada melhor do que um apicultor, como é o caso do Jocemar Smaha, de Ponta Grossa (PR). Apicultores, são profissionais que atuam na área de criação e tratamento de abelhas, com extração de produtos provenientes desse inseto, tais como o mel, a própolis, a geleia real, dentre outros.
Além de manter seu próprio apiário, entre as cidades de Prudentópolis e Ponta Grossa, que produz cerca de mil quilos de mel por ano, Jocemar trabalha realizando os mais diversos resgates de abelhas. Os enxames resgatados são cuidadosamente manejados, ambientados em uma espécie de quarentena para adaptação, e, aos poucos, uma nova colmeia se preparará para produzir o mel saboroso e bastante artesanal. “Nosso trabalho é artesanal e diversificado. Mesmo sendo um pequeno produtor, o apiário é tradição da minha família, um trabalho que começou com meu avô e que hoje eu e meu irmão tocamos. As abelhas fazem parte da história da nossa família”, conta.
Jocemar acumula muitas histórias em seu trabalho, e diz que qualquer descuido é sempre muito doloroso. “Mesmo com roupas e equipamentos adequados, volta e meia levamos algumas ferroadas. É importante que as pessoas saibam que as abelhas com ferrão podem causar acidentes graves, principalmente, se a pessoa é alérgica, nesses casos, apenas uma picada pode causar um grande dano à saúde. Por isso, para mexer com elas é importante chamar um apicultor e, nos locais onde não há esse profissional, procurar os bombeiros ou biólogos que saibam avaliar e fazer o resgate e manejo adequado”, explica.
Atualmente, o apiário de Jocemar Smaha é um dos locais que recebe as colmeias resgatadas por meio do Programa Ambiental de Manejo da Fauna do Sistema de Transmissão Gralha Azul, que está promovendo obras para a implantação de mil quilômetros de linhas de transmissão no Paraná, passando por 27 municípios. Uma equipe de sete biólogos e sete auxiliares está atuando na identificação, resgate e manejo das abelhas, um trabalho que vem sendo realizado, neste momento, nas proximidades das cidades de Ponta Grossa, São Mateus do Sul, Cândido de Abreu, União da Vitória e Pinhão.
O biólogo Lucas Menon de Oliveira é um dos profissionais que integram a equipe de resgate. Ele conta que o trabalho de resgate das abelhas inicia com uma vistoria nas áreas nas quais serão realizadas as obras. “Se identificamos alguma colmeia no local, primeiro nós isolamento a área, depois comunicamos os encarregados e, então, iniciamos a remoção. Algumas vezes conseguimos remover a colmeia e outras vezes - quando as espécies fazem dos troncos de árvores sua morada - precisamos retirar um pedaço inteiro da árvore para fazer a remoção”, comenta.
Uma das espécies de abelhas mais encontradas pela equipe de biólogos é a Apis melífera, uma espécie exótica, mas bastante ambientada localmente e também a mais conhecida pela população. Ela mede até 13 mm de comprimento e apresenta pelos do tórax mais escuros. “É uma abelha comum, aquela que chega perto sempre que estamos tomando um caldo de cana. Mesmo sendo uma espécie exótica, já está há tanto tempo introduzida na nossa fauna, que se tornou um importante agente polinizador. Por isso, mesmo sendo exótica, não podemos deixar nas áreas, precisamos retirá-las e enviar para um apicultor”, diz.
Além dessa espécie, que é uma importante produtora de mel, há outras espécies nativas manejadas quando encontradas, como a mamangabas (Bombus) - grandes, peludas e que emitem um zumbido alto ao voar. “Elas são muito importantes na polinização de muitas plantas. Uma mamangaba raramente ferroa, a não ser que seja provocada por algum tipo de barulho ou pessoas. Sua ferroada é muito dolorosa, e diferente da Apis, uma mamangaba pode ferroar várias vezes”, comenta Lucas.
O biólogo diz que o resgate das espécies exóticas e nativas é muito importante, tanto pelo seu papel na flora, quanto para a diversificação genética. “Elas são levadas para os apiários justamente por isso, pois os apicultores sabem fazer o manejo dessas espécies, podem diversificar a qualidade do mel e ampliar a variedade genética das espécies, o que é uma forma de proteger as espécies nativas, que são muito sensíveis e menos resistentes, inclusive, aos herbicidas colocados nas lavouras. Nos apiários as espécies têm uma chance maior de se desenvolver”.
Lucas Menon também reforça a importância de não manipular ou mexer com as abelhas. “Nessa época do ano é muito comum que as pessoas avistem os enxames nas cidades, mas essas abelhas estão apenas em deslocamento. É comum, por exemplo, elas encontrarem uma calha, em casas, e passarem ali uns dois ou três dias, enquanto uma das abelhas batedoras está procurando um local para fazer a colmeia. Quando isso acontece é importante não jogar veneno, nem tentar removê-las. Geralmente elas vão embora em poucos dias. Se isso não acontecer o ideal é chamar um apicultor ou profissional especializado para removê-las adequadamente. As abelhas são fundamentais, não só para a produção de mel, mas, também, para a polinização e manutenção de diversas outras espécies”, completa.
O resgate e manejo das abelhas, assim como de outras espécies da fauna, é um dos diversos programas ambientais do Sistema de Transmissão Gralha Azul, dedicados a minimizar, mitigar ou compensar os impactos sobre o ecossistema local. O respeito ao meio ambiente está entre os compromissos fundamentais da ENGIE, refletido em suas políticas e práticas – o que inclui o desenvolvimento de todos os seus projetos, como o empreendimento em questão.

Leandro Hassum apresenta show de comédia em inovadora versão drive-in

O humorista leva seu solo de stand-up comedy “Leandro Hassum Show” pelo Brasil

Como fazer um show de comédia durante uma pandemia de Covid-19? Leandro Hassum, que já arrancou gargalhadas de espectadores pelo Brasil, EUA, Canadá e Japão, aposta no modelo “drive-in”, em que o consumidor – no caso, plateia – se utiliza de determinado serviço sem sair de seu veículo.

O celebrado comediante traz agora em setembro, em sessões especiais e únicas, seu solo de stand-up comedy “Leandro Hassum Show” aos públicos de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Goiânia e Brasília que vão poder curtir as performances nesse novo modelo, da segurança de seus carros.

“Logo que começou a quarentena percebi que levar arte, cultura e humor tradicionalmente em ambientes fechados, como o teatro convencional e o cinema, levaria um tempo e como eu acredito que a arte colabora e muito para o bem estar mental das pessoas e o impacto que isso traz na vida delas, lembrei que já tinha feito um show “tradicional” que se passava num antigo drive-in já desativado em Boston, nos EUA, e pensei: “por que não retomar essa ideia de se apresentar em um drive-in?”. Seria uma forma de retornar aos palcos, que pode funcionar para peças teatrais, como os stand-ups. Conforme o tempo passou, a ideia continuou na minha cabeça e vi que mais pessoas, de outros segmentos, chegaram a mesma conclusão, me deu a vontade de participar desse movimento.”, revela o artista.

Hassum, que assina o texto, faz, no solo, humor com assuntos do cotidiano que, em geral, passam despercebidos, desde vida em família e internet, em tempos de isolamento e rotina completamente alterada.

O comediante explica que, para que o público consiga acompanhar a apresentação da melhor forma possível, o solo contará com o apoio de recursos técnicos: “Além da minha presença física, câmeras vão projetar o show para um telão, atrás, de forma que as pessoas mais distantes consigam assistir com a mesma qualidade. O som além de projetado no espaço, também será transmitido por um sinal de determinada rádio que, dentro do seu próprio automóvel, você vai poder sintonizar, escutar com qualidade e se divertir.”

Além disso, Leandro adianta que o público poderá fazer pedidos de comidas e bebidas com segurança e agendar idas ao banheiro, entre outras comodidades, por meio de um aplicativo enquanto estiver assiste ao solo.

“Estou também pensando em algumas estratégias para que eu, como comediante em cima do palco, possa sentir o calor da plateia, pois vai ser mais difícil escutar a risada deles. Vou fazer um combinado: “se você quer rir, pisca o farol. Quer aplaudir, todo mundo toca a buzina”. Então, vão ser códigos novos. Como vai funcionar? Isso será uma descoberta minha junto com o público.”, divide

Sobre o que a plateia pode esperar do show, Hassum antecipa: “Situações do atual cotidiano, como nos clássicos de stand-up, abordando , especialmente situações vividas neste momento de isolamento, encontros de gerações, relação de pais e filhos, mundo digital versus analógico, e por aí vai.”

“A ideia é proporcionar, nesta época que vivemos, um sentimento de pertencimento às pessoas. Estamos todos enfrentando nossos desafios particulares e o mundo, talvez um dos maiores desafios coletivos do século, mas acredito que o humor possa ter um impacto positivo na vida de todos nós. O show foi pensado para nos sentirmos próximos, batendo um papo descontraído e se reconhecendo nas situações. Tudo isso num encontro com segurança, em que quero levar um pouquinho de alegria e sanidade mental para quem estiver comigo nesta “frota” de gente já que plateia, só nos carros...”, declara.

Hassum ainda deixa um recado: “Eu espero que, quando a gente voltar ao “novo normal”, essa experiência possa somar aos eventos e palcos convencionais, porque a nostalgia do drive-in eu acho muito gostosa, acho que ela vem somar, mas uma maneira de entreter e viver momentos memoráveis. Uma nova geração que nunca foi a um drive-in vai poder desfrutar disso, curtir e se divertir com total segurança.”

Sobre Leandro Hassum

Nascido na Ilha do Governador e com uma passagem afetiva por Niterói, este menino começou um caso de amor com o teatro aos 16 anos, por livre e espontânea obrigação da sua mãe. O aluno problema, que costumava frequentar a coordenação com mais assiduidade do que as aulas, foi conduzido ao teatro pela sugestão de uma professora, que identificou nele um talento para as artes. O talento para ser expulso de sala já era de conhecimento de todos.

Assim que foi apresentado ao seu primeiro palco, ele sentiu que esta seria a sua segunda casa, com a vantagem que todos ali em volta estavam se divertindo com suas brincadeiras, inclusive o professor. Dali em diante o gordinho extrovertido passou a se destacar nas peças, ganhando prêmios e chamando a atenção por suas atuações marcantes e sua intimidade com o humor.

E foi exatamente esta intimidade com o humor que abriu as portas da TV, e depois do cinema para Hassum. Exibindo uma silhueta mais enxuta e feliz com a possibilidade de amarrar o próprio sapato, ele segue fazendo o que mais gosta, divertir a todos. Como dizia Charles Chaplin, “Um dia sem sorrir é um dia perdido”.

Serviço
“Leandro Hassum Show”
Texto e Atuação: Leandro Hassum
Duração: 75 min
Classificação indicativa: 14 anos

Agenda:

04 de setembro de 2020 (SEXTA-FEIRA)
GO DREAM DRIVE IN
São Paulo no Estádio do Pacaembu
Praça Charles Miller – Pacaembu
21H30
https://www.godreambrasil.com.br/cidades/sao-paulo/leandro-hassum

**************************
05 e 06 de setembro de 2020
Rio de Janeiro
Cidade das Artes
20h00
https://driveindasartes.byinti.com/#/ticket/eventInformation/3C-xh5BXZMkY3n3765KT

**************************
12 de setembro de 2020
Curitiba
Planeta Drive In
20h00
https://www.eventim.com.br/event/planeta-drive-in-curitiba-pedreira-paulo-leminski-planeta-drive-in-13159981/

**************************
18 de setembro de 2020
Salvador
Big Drive In Salvador
21h30
https://bileto.sympla.com.br/event/66082/d/87420

**************************
19 de setembro de 2020
Goiania/GO
Estádio Serra Dourada
20h00
https://www.clubecurtamais.com.br/oferta/goiania-leandro-hassum-em-goiania-1

**************************
20 de setembro de 2020
Brasília/DF
Estádio Mané Garrincha
20h30
https://www.furandoafila.com.br/evento/1017/DRIVE_SHOW_-_LEANDRO_HASSUM

Pizza Hut lança combo Brasileiríssimo por R$ 69,90

Oferta com a pizza grande Brasileira + pizza de Brigadeiro individual poderá ser pedida até 18 de setembro pelo site da Pizza Hut

Uma imagem contendo comida, pizza, mesa, frutas Descrição gerada automaticamente
Novo combo Brasileiríssimo da Pizza Hut

São Paulo, 8 de setembro de 2020 – Duas paixões nacionais, a pizza e o brigadeiro, são as estrelas do novo combo da Pizza Hut. Em edição limitada, a rede de pizzarias lançou nesta segunda-feira (7) o Brasileiríssimo, combo criado especialmente para comemorar o Dia da Independência do Brasil (7), o Dia do Brigadeiro (10) e o Dia do Cliente (15). A oferta oferece a famosa pizza Brasileira (tamanho grande) + pizza de Brigadeiro individual (4 fatias) por apenas R$ 69,90 até o dia 18 de setembro. O Brasileiríssimo pode ser pedido pelo site www.pizzahut.com.br em unidades Pizza Hut selecionadas.

Preparada com a massa Pan, marca inconfundível da Pizza Hut, a pizza sabor Brasileira apresenta a suculência da combinação da mussarela, requeijão, presunto e azeitonas verdes, em 12 pedaços. Para os apaixonados por brigadeiro, a cobertura da pizza de doce é preparada com o autêntico Leite Moça da Nestlé e chocolate, desde o recheio da borda até o topo, e vem cortada em quatro fatias.

“Reunimos duas delícias amadas pelos brasileiros por um preço especial”, destaca Rodrigo Munaretto, diretor de Marketing da Pizza Hut Brasil.

Para conferir a unidade mais próxima, acesse http://promo.pizzahut.com.br/combo-brasileirissimo/.

Entregas zero contato – A Pizza Hut conta com todos os procedimentos de higiene e segurança desde o início até a entrega do pedido, que chega lacrado com o rótulo de segurança da marca. O entregador realiza o procedimento de entrega à distância, mantendo sempre o distanciamento necessário para segurança.

Sobre a Pizza Hut

A Pizza Hut, maior rede de pizzaria do mundo, está no Brasil desde 1989. No país a Pizza Hut faz parte da IMC - International Meal Company - empresa também detentora das marcas KFC, Frango Assado, Viena, Olive Garden, Margaritaville, entre outras.

Saiba mais sobre a Pizza Hut Brasil
Site: www.pizzahut.com.br
Instagram: www.instagram.com/pizzahutbrasil
Facebook: www.facebook.com/pizzahutbrasil

BaraQuias do Jockey Plaza Shopping participa do Restaurant Week

O estabelecimento oferece menu completo para consumir no local, e também para delivery ou takeaway

A 21ª edição do Restaurant Week acontece de 4 de setembro a 4 de outubro em Curitiba, em edição especial. O BaraQuias, restaurante localizado no Jockey Plaza Shopping, é um dos 25 participantes do evento, que oferece menu completo, com entrada, prato principal e sobremesa por R$46,90 o almoço e R$58,90 o jantar.

No cardápio, a entrada pode ser hommus ou berinjela mediterrânea. As opções de prato principal são beirute de mignon ou Mahashi berinjela gratinada. Para adoçar a experiência, a sobremesa fica por conta do Malabie ou mousse de chocolate. Ainda, a Lacta, parceria do evento, oferece uma barra do Lacta Intense 60% original para os clientes.

A grande novidade dessa edição são versões do menu completo, para quem optar pelas versões delivery e takeaway. O BaraQuias é um dos estabelecimentos que oferece essa opção, com o mesmo menu especial para o evento nessas opções de entrega.

O Jockey Plaza Shopping funciona de segunda a sábado, das 12h às 22h, e aos domingos e feriados das 14h às 20h as lojas, e 12h às 22h alimentação. O shopping fica no Tarumã, na Rua Konrad Adenauer, 370 e tem estacionamento com valor fixo de R$10 para automóveis e R$ 5 para motos, por todo o período de utilização dentro da mesma diária.

Sobre o Jockey Plaza Shopping:

Inaugurado em junho de 2019, o Jockey Plaza Shopping possui mais de 200 mil m² de área construída, com 400 operações, sendo 28 opções na praça de alimentação, além de um boulevard gastronômico com vista panorâmica para a pista de corridas do Jockey Club do Paraná. O empreendimento conta ainda com oito salas de cinema Cinépolis e espaços para jogos e lazer, que tornam o local ainda mais completo. Com um vasto mix de lojas e serviços, é um shopping que se propõe a atender de forma democrática todos os seus perfis de público. O projeto arquitetônico prioriza espaços amplos, iluminação natural e muita área verde, e busca ressignificar o lazer, remetendo o local a uma extensão de um espaço externo. O Jockey Plaza Shopping é um empreendimento do Grupo Tacla Shopping, Casteval, Paysage e GRCA.

www.jockeyplaza.com.br

CURITIBA GANHA RESTAURANTE INSPIRADONA GASTRONOMIA CONTEMPORÂNEA

Localizado na charmosa Praça da Espanha, Grés Gastronomia & Empório
já está aberto ao público do café da manhã ao jantar
 
Os chefs de cozinha e os artesãos têm algo em comum: deixam sua criatividade fluir pelo trabalho com as mãos. Assim como a arte, a gastronomia carrega consigo uma história que é contada por cada receita levada à mesa. Não é de hoje que a apreciação estética dos alimentos se faz presente na cozinha. A comida é a obra de arte, emoldurada pelos pratos; tão importante quanto o sabor dos alimentos, é a montagem do preparo e a escolha da louça em que ele será servido.

O Grés Gastronomia & Empório, que já está aberto ao público, nasceu da ideia de resgatar a história familiar de seus criadores, inspirados no amor pela comida e nos momentos felizes ao redor da mesa que ela proporciona. Os proprietários vêm de uma família de imigrantes alemães, atuante no ramo da cerâmica desde 1952.