Faculdade Eficaz promove maior evento online de letras libras do Brasil

Chega a 6° edição em formato inédito, com palestrantes de relevância nacional

A sexta edição do Seminário de Letras Libras (SELLE) chega repaginada. Antes realizado em Maringá com duração de dois dias, o SELLE 2020 será online pela primeira vez e sua programação se estenderá por uma semana inteira, de 28 de setembro a 2 de outubro. Com o tema “A Libras além das LIVES”, o evento contará com palestras de professores e oficinas de doutores e mestres em Libras de diversas regiões do Brasil, com temas que destacarão os avanços do ensino de Libras e o reconhecimento da formação profissional e atuação dos tradutores e intérpretes.

Este ano, o seminário promete alcançar um público ainda maior não só pelo novo formato, mas pelos palestrantes renomados que fazem parte da programação. “O SELLE sempre foi um evento muito esperado pelos nossos alunos. Este ano, por ser online, a ideia é expandir para um âmbito nacional. Acredito que esta sexta edição será um marco para a Faculdade Eficaz. O SELLE vai entrar na agenda dos estudantes de Libras de todo o Brasil, que vão ficar esperando pelo próximo ano”, diz a coordenadora de Ensino Superior da faculdade Eficaz, Silvia Christiane Goya.

Um dos nomes mais aguardados da programação é o professor Fernando de Carvalho Parente Junior, presidente da FEBRAPILS - Federação Brasileira das Associações dos Profissionais Tradutores e Intérpretes e Guia-Intérpretes de Língua de Sinais, que vai falar sobre o papel do intérprete na difusão da Libras na Sociedade. Além de palestras e oficinas, a grade traz ainda o show de stand-up comedy “Escolas: minha vida surda”, apresentado em Libras pelo ator Tales Douglas. Charley Pereira Soares (UFV); Carlos Henrique Rodrigues (UFSC); Kelly Cezar (UFPR), Isaac Gomes Moraes de Souza, do Instituto Nacional de Educação dos Surdos (INES) são outros destaques.

A captação e a transmissão serão feitas nos estúdios da Kandyany Eventos, referência em produção audiovisual no sul do Brasil. “O SELLE 2020 irá impressionar também pela estrutura. Estamos pensando em cada detalhe para que a experiência dos participantes seja inesquecível. Este ano o evento será maior do que todos os anos anteriores”, conta a fundadora e diretora geral da Faculdade Eficaz, Amanda Chaves.

“O que esperamos proporcionar é inclusão de forma digital, para ouvintes ou não. Queremos alcançar, também, o público não ouvinte, que hoje não está dentro da Eficaz. Vamos mostrar que a Eficaz tem um papel importante na inclusão os surdos, além de valorizar nossos intérpretes no mercado. Nossa expectativa é que todos se sintam cuidados e valorizados pela Eficaz”, revela.

Com a oferta de cursos para primeira e segunda graduação, pós-graduação e técnico em diferentes modalidades em Libras desde 2011, a Faculdade Eficaz foi pioneira no ensino de Libras no estado do Paraná. “Nós assumimos a causa e vamos embora, vamos brigar com eles e por eles. A gente inclui um número enorme de pessoas surdas, que eram simplesmente deixadas de lado. Elas são pessoas que votam, que têm opinião, que são formadoras de opinião”, defende Amanda.

Mais informações sobre os palestrantes e o tema das palestras estão disponíveis no site https://materiais.faculdadeeficaz.edu.br/selleinscricao, onde é possível fazer a inscrição no evento. As vagas são limitadas.
O SELLE 2020 é a uma realização da Faculdade Eficaz, com apoio da Febrapils, Educa Inova, Instituto Iddeti e Alfa Libras.

https://bit.ly/32vppJm

Curitiba recebe curso de formação profissional para Consultoria de Imagem

Durante uma semana, Ecole Brasil prepara alunas para o mercado de trabalho

Entre os dias 28 de setembro a 3 de outubro, a École Brasil realizará em Curitiba (PR) mais uma edição do curso de Formação em Consultoria e Coaching de Imagem.

Ministrado pela professora Luiza Oliveira, o curso aborda técnicas de coaching, programação neurolinguística e psicologia da autoimagem, oferecendo uma metodologia diferenciada e exclusiva que possibilita o autoconhecimento e autoestima, além de habilitar a aluna a atuar como Consultora ou Coaching de Imagem, capacitando-a para auxiliar as pessoas na busca por uma imagem pessoal legítima.

Durante seis dias, a turma terá aulas imersivas abordando temas como o processo de consultoria de imagem; coaching de imagem; técnicas de colorimetria, análise morfológica, comunicação visual e elementos de design, ferramentas de design thinking para desenvolvimento pessoal; entre outros.

“Nosso curso é diferente de qualquer outra coisa do mercado. Nós não seguimos fórmulas e não ensinamos formas de classificar as pessoas, acreditamos muito na individualidade e desenvolvemos ferramentas para que nossas consultoras sejam protagonistas em um mundo de múltiplos perfis e comportamentos. Queremos descontruir o superficial e mostrar que uma consultoria de imagem vai muito além da roupa”, explica Vandressa Pretto - Sócia-Diretora Ecole Brasil.

Para isso, são oferecidos materiais diferenciados e aprofundados com tudo o que é necessário para um atendimento completo como apostilas com informações gerais, exercícios e de teste de coloração pessoal; cartelas de cores; canvas para análise da imagem; kit com tecidos para coloração pessoal; círculo cromático exclusivo; fita Body Positive; entre muitos outros para que a aluna saia do curso sem precisar fazer nenhum investimento a mais.

De forma a preparar as alunas para o mercado de trabalho, a última aula é destinada a aplicação do conteúdo aprendido em clientes reais e, ao final todas recebem uma certificação internacional emitida pela Comissão Nacional de Certificação Profissional (CNCP), da França.

“Nós oferecemos uma estrutura completa de forma a fomentar o empreendedorismo, especialmente entre as mulheres que é o nosso público majoritário, tanto que após a formação, as consultoras mantém um vínculo vitalício conosco por meio de um grupo de suporte, conteúdos exclusivos, descontos, programa de pontos e muito mais”, complementa Vandressa.

Para garantir a segurança e a sua saúde de todas as participantes, a Ecole Brasil criou uma série de medidas necessárias e cuidados como a distribuição de álcool gel, a obrigatoriedade de máscaras durante todo o curso e vagas limitadas a fim de garantir o distanciamento social entre todos.

O curso de Formação em Consultoria e Coaching de Imagem acontece de segunda a sábado das 9h às 18h e tem valores a partir de R$6.210,00. Para se inscrever, acesse https://ecolebrasil.com/

Serviço:

Formação em Consultoria e Coaching de Imagem – École Brasil

Quando: 28/09 a 03/10 | segunda a sábado das 9h às 18h

Local: R. Gen. Mário Tourinho, 1746 / 1601 - Seminário, Curitiba - PR,

80740-000

https://ecolebrasil.com/

https://www.instagram.com/ecolebrasil

Sobre a Ecole Supérieure de Relooking

A Ecole Supérieure de Relooking foi fundada em 2010 em Paris, na França, berço mundial das artes e da cultura. Presente no Brasil desde 2013, oferece cursos presenciais, online e híbridos que valorizam o empreendedorismo por meio de carreiras relacionadas a imagem pessoal como Formação em Consultoria e Coaching de Imagem; Visagismo; Psicologia da Autoimagem; Gênero e Imagem; Morfopsicologia; entre outros. Com respeito às individualidades e quebra de padrões, a Ecole possui um método de treinamento único com materiais exclusivos, experiências práticas, além de oferecer um canal de suporte para a realização de projetos e parcerias pós formação. Presente em países como Canadá, Itália, Índia e Suécia, é responsável pela formação de mais de 10.000 pessoas ao redor do mundo. Mais informações em www.ecolebrasil.com.

Zeca Camargo compartilha sua visão sobre inovação em festival da Amcham

Apresentador é atração confirmada no Amcham Talks, festival digital de inovação que acontece nesta semana

As mentes mais inovadoras do mundo corporativo juntas em um único lugar: o Amcham Talks, o maior festival de inovação do Brasil, está de volta em edição nacional. Neste ano, rompendo as fronteiras do mundo físico, o evento será realizado em três dias – 22 a 24 de setembro – e contará com uma experiência exclusivamente digital.

Serão mais de 20h de atividades gratuitas – e a programação de 2020 está especial. Entre os destaques da programação, está a palestra do apresentador, jornalista e escritor, Zeca Camargo. A atividade ocorre no dia 22/09 às 16h30 e terá transmissão ao vivo pelo LinkedIn da entidade (https://www.linkedin.com/company/amcham-brasil/). Outra atração do festival é o autor best-seller, palestrante premiado e produtor de conteúdo, Marcos Piangers. Além disso, o Amcham Talks contará com mais de 20 mentes inovadoras e disruptivas, entre elas CEOs, fundadores, e especialistas em inovação, marketing, pessoas e tecnologia, de empresas como 99Jobs, Itaú BRA, Faber-Castell, Natura, Serasa Experian, Cubo-Itau, Zendesk, IBM, Volvo e Embratel.

O objetivo do festival, que está em sua nona edição, é empoderar profissionais de ferramentas para causar a revolução em seus mercados e transformar dificuldades em oportunidades de crescimento. Com um olhar holístico para a inovação, o Talks também ajuda a construir uma visão estratégica de negócio e conectar os principais fatores que impulsionam a transformação: pessoas, modelos de negócio e tecnologia.

O Talks é um festival que já reuniu 200 especialistas em inovação em oito edições, e o mote deste ano é ‘Be The Revolution’. Chegou a hora: é tempo de assumir o protagonismo nesta jornada e liderar a retomada de um mercado mais criativo, integrado e produtivo.

As inscrições para participar do Amcham Talks podem ser feitas pela página oficial do evento.

Para o Dia Mundial do Dumpling, Gàz Sake e Panda Ya! preparam live na próxima terça-feira (22/09)

Panda Ya! e Gàz Sake irão apresentar lançamento de novo dumpling e falar sobre harmonização
Alta | Web
3a edição GàzSakeHour ()
3a edição GàzSakeHour
Em comemoração para o Dia Mundial do Dumpling (26/09), no próximo dia 22 de setembro, terça-feira, às 19h acontece a terceira edição da Gàz Sake Hour. Desta vez, a sommelière e criadora da Gàz Sake, Yasmin Yonashiro, convida Victor Wong, do restaurante Panda Ya!

Nesta edição, além da abordagem de harmonização entre dumpling e Gàz Sake, Panda Ya! também irá apresentar uma novidade em seu cardápio, o Guioza de Pato Laqueado.

A Gàz Sake Hour será uma live no Instagram da Gàz Sake (@gazsake) e Panda Ya! (@pandaya.dumpling) que acontece no dia 22/09, terça-feira, a partir das 19h.

Sobre a Gàz Sake

Elaborado sommelière Yasmin Yonashiro, GÀZ Sake é uma bebida saborosa e leve com frutas naturais em harmonia com o sake gaseificado. A GÀZ de limão-siciliano é refrescante e exótica e é composta pelo sake gaseificado, com sabor cítrico do limão-siciliano e um toque herbal do capim-santo. Já a de lichia, é saborosa e intensa, com sabor suave de lichia e um toque ácido do morango. As duas versão não têm glúten e corante, tem baixa caloria, aroma natural e são veganos.

Sobre Panda Ya!

Inaugurada em agosto de 2019 pelo chef Victor Wong, a gyozara Panda Ya! localizada em um simpático sobrado na Rua Lisboa, em Pinheiros, pertinho da Praça Benedito Calixto, teve seu espaço reformado pelo arquiteto Fábio Marins. Com ambiente minimalista para quem quiser consumir ali mesmo seus gyozas, a casa também possui uma lojinha para Grab & Go e Take Away. Não há garçons e funciona no sistema de autoatendimento: os clientes fazem seu pedido no caixa e posteriormente são chamados para retirar sua compra.

B.Lab, o programa da Bauducco de aceleração com startups,apresenta primeiros resultados em Summit de Inovação

Companhia avançou com projeto e vem desenvolvendo soluções inovadoras junto as startups: Bio Linker, PixForce, Novidá e Involves

A Bauducco não parou em 2020 e, ao longo do ano, além de novidades e lançamentos de produtos, a empresa esteve a todo o vapor com o B.Lab, seu 1° programa de aceleração com startups. Após meses de imersão, as startups Bio Linker, PixForce, Novidá e Involves começaram a desenvolver os projetos-piloto, cada uma em sua área de atuação, sob mentoria de executivos da companhia e com o suporte da equipe da Liga Ventures. Para falar sobre processos e aprendizados, a Bauducco participará do segundo dia do Liga Open Innovation Summit, um dos principais eventos de inovação do país organizado pela Liga Ventures, que acontece entre os dias 22 e 24 de setembro. Pela primeira vez, o evento será 100% online, gratuito e aberto ao público.

O B.Lab tem como principal objetivo a aproximação da companhia junto a novos empreendedores, buscando inovações e soluções voltadas às áreas estratégias. Para Luis Gomes, Gerente Executivo de Marketing da Bauducco, o programa é fundamental para a empresa se manter sempre na vanguarda, além de cooperar para o ambiente de inovação aberta do país: “Apesar de ser o nosso primeiro programa de aceleração, ele já pode ser considerado uma plataforma de novos negócios e tecnologia, que traz novas soluções e fortalece ainda mais a nossa veia empreendedora, bem como a nossa forte cultura de inovação”.

“Agora, estamos no momento de testar as soluções propostas pelas startups e entender os primeiros resultados. Temos a expectativa de que, uma vez demonstrada a aplicabilidade, essas soluções mudem a forma como pensamos e fazemos, sempre para melhor. Assim, poderemos ter essas quatro startups como parceiras recorrentes”, afirma Luis. “No fim, quem vai sair beneficiado é nosso consumidor, e é para isso que trabalhamos todos os dias”, diz o executivo.

O processo de uma empresa inovadora, que nunca para de crescer

Iniciado em 2019, em parceria com a Liga Ventures – aceleradora especializada em gerar negócios entre startups e grandes corporações – o B.Lab foi um sucesso desde seu lançamento. Luis Gomes conta que foi um longo e rico caminho: “Tivemos a grata surpresa de ter mais de 360 startups inscritas no processo seletivo, o que confirma a relevância do projeto e o interesse dos novos empreendedores em trabalhar com uma das maiores e mais tradicionais marcas de alimentos do país. Em novembro de 2019, selecionamos 17 startups para apresentarem suas ideias em um grande Pitch Day para, por fim, podermos escolher as quatro finalistas para cocriar conosco e elaborar os projetos-piloto”.

Todas as startups foram guiadas por um programa de mentoria, incluindo a participação de executivos da companhia e também com o suporte da Liga Ventures. Cada projeto responde a um desafio específico da Bauducco. São elas:

BIOLINKER: startup formada por cientistas que estudam a tecnologia de bioconservantes, auxiliando na preservação dos alimentos em geral.

INVOLVES: desenvolve uma solução para otimizar auditoria de pontos de venda, por meio da aplicação de inteligência artificial em fotos das gôndolas de supermercados. O objetivo aqui é buscar melhorias na execução.

NOVIDÁ: com o uso de tracking de precisão (geolocalização), a startup busca auxiliar no controle e na análise da movimentação de empilhadeiras do centro de distribuição, em Extrema, Minas Gerais.

PIX FORCE: sua tecnologia une inteligência artificial com visão computacional para aprimorar a inspeção da selagem de embalagens dos produtos. A ideia é garantir a qualidade ao longo da produção, quesito essencial para a Bauducco.

Serviço: Liga Open Innovation Summit

Data e horário do evento: dias 22, 23 e 24 de setembro, das 9h às 18h.
Inscrições gratuitas: ligasummit.com.
Onde acontece: 100% online, por meio do link do evento (disponibilizado somente mediante cadastro).
Programação da Bauducco: dia 23/09, às 10h20, pitch sobre inovação, evolução e desenvolvimento dos projetos do B.Lab.

Sobre a Bauducco
Uma das empresas alimentícias mais tradicionais do Brasil, a Bauducco foi fundada em 1952 e é hoje líder em diversas categorias, como torradas, wafers e cookies; além disso, é a maior produtora de panetones do mundo. Moderna e industrializada, possui seis unidades fabris e sete centros de distribuição, atendendo a mais de 180 mil pontos de vendas no Brasil e exportando seus produtos para mais de 50 países. Informações aos consumidores: www.bauducco.com.br | SAC: 0800 701 1599.

DESCUBRA OS SIGNOS MENOS COMPATÍVEIS

Tá na dúvida se vale a pena investir no crush? A Astrologia te ajuda...

Em um relacionamento, é normal que haja algum desentendimento de vez em quando, afinal, todo mundo é diferente. Mas às vezes, quando os conflitos são mais frequentes do que raros, é sinal de que a compatibilidade entre os dois não é tão boa quanto se imaginava.

Já parou para pensar que os signos podem ter uma certa influência nisso? Para acabar com as suas dúvidas, os especialistas do Astrocentro, reuniram uma lista dos signos que são menos compatíveis. Confira!

Áries
Na hora do amor, dois signos que batem muito de frente e não combinam de forma alguma são Áries e Capricórnio!

Enquanto Áries adora entrar de cabeça em coisas novas, geralmente sem pensar direito, Capricórnio gosta de controlar tudo e seguir as regras bem à risca. Além disso, nativas do signo de Áries, por conta de sua energia, espontaneidade e senso de aventura, têm dificuldade em lidar com pessoas mais conservadoras e introvertidas, que gostam de ter planos mais definidos, o que é o caso de quem tem sol em Capricórnio.

Outro sinal vermelho para esse casal é o fato de que esses dois signos são muito competitivos e que têm os dois pés mergulhados na liderança e no autoritarismo, receita perfeita para criar várias disputas e discussões.

Touro
Não é novidade que quem nasceu sob o sol em Touro tem uma tendência a ser teimoso, não é? o mesmo se aplica aos leoninos! O relacionamento pode parecer uma disputa constante entre duas forças.

Nativos de Leão adoram serem adorados e tratados como realeza, uma atenção que taurinos não curtem muito dar. Isso não significa que o parceiro é deixado de lado, mas apenas que o signo de terra se dedica ao relacionamento de uma forma diferente.

Outra diferença que pode ser um empecilho no relacionamento é que, enquanto o signo de fogo é extrovertido ao extremo, o signo de Touro costuma ficar mais na dele.

Gêmeos
Gêmeos e Escorpião lidam com amor e relacionamento de formas bem diferentes, o que dificulta bastante o relacionamento entre esses dois.

Nativos de sol em Gêmeos gostam muito de sua liberdade e não dão muito valor a relacionamentos mais estáveis. E é exatamente aí que está o conflito: o signo de Escorpião se joga de cabeça nos relacionamentos, esperando comprometimento de seus parceiros.

As necessidades e expectativas desse signo de água em relacionamentos podem intimidar (e muito) os geminianos de plantão. Além disso, enquanto Gêmeos não gosta de se sentir preso, Escorpião precisa dessa estabilidade e pode agir de forma ciumenta e possessiva para conseguir o que quer.

Câncer
Diferenças são normais e saudáveis, mas quando as diferenças são grandes demais, as coisas podem complicar um pouco. Os signos de Câncer e Sagitário que o digam!

Apesar de até haver uma certa atração, sagitarianos gostam de liberdade, aventura e coisas mais casuais, o que bate de frente com o lado família e extremamente sensível do signo de Câncer. Além disso, a visão mais prática do arqueiro não combina muito com o drama de um dos signos mais sensíveis.

Nativos desse signo de água precisam de uma relação estável e que lhes dê segurança e suporte, mas que pode demorar a acontecer. Enquanto isso, nativos de Sagitário se apaixonam com mais urgência, mas podem mudar de ideia facilmente.

Leão
Se as diferenças gritantes podem ser um problema em um relacionamento, as semelhanças também pode mais atrapalhar do que ajudar: tanto Leão quanto Escorpião gostam de ter o controle na situação, e nenhum deles está disposto a abrir mão do poder. Quando os dois tentam dominar a relação, o choque entre fogo e água causa um vapor perigoso demais!

A vontade de ser sempre o foco das atenções dos leoninos pode causar desconfiança e ciúmes no parceiro de Escorpião, um signo que costuma guardar rancor facilmente. Aliado a isso, a postura mais ostensiva e um pouco egocêntrica do signo de fogo pode causar conflitos entre o casal.

Virgem
O signo de Virgem é 110% ligado em todos os mínimos detalhes, então quando encontra alguém tão despreocupado com a perfeição e que dá mais atenção à visão mais ampla como o signo de Gêmeos, é uma receita certa para irritação.

Nativos desse signo de terra podem ter dificuldade em se entregar a um relacionamento e dificilmente demonstram muita paixão. Se isso pode ser positivo já que os geminianos são a dualidade em pessoa, ao mesmo tempo se entregando e se segurando, pode fazer com que se sintam entediados facilmente.

Outra questão que pode trazer conflito para esse relacionamento é a dificuldade que nativos de Virgem têm para confiar em outras pessoas, enquanto a principal característica do signo de Gêmeos é sua dualidade. Ao primeiro sinal de questionamento, esse signo de ar pode usar a desconfiança como desculpa e terminar a relação.

Libra
Apesar de se comunicarem bem e terem gostos bem similares, Libra e Virgem não combinam tão bem assim, pois esses dois signos acabam tendo visões e atitudes diferentes quando o assunto é amor.

Nativos de Libra são incrivelmente românticos, enquanto virginianos, ainda que carinhosos, deixam a desejar no campo do romance. Outra questão que pode criar conflitos nesse relacionamento é a tendência dos librianos a serem mais indecisos e inconstantes, o que vai levar o parceiro nativo de Virgem, fã de disciplina e rotina, à loucura.

Além disso, as críticas constantes, ainda que bem-intencionadas, desse signo de terra podem cair mal para o libriano, afinal, ninguém gosta de ser criticado o tempo inteiro, não é?

Escorpião
O signo de Escorpião se joga de cabeça nos relacionamentos e, por isso, é normal que espere o mesmo de seu parceiro. Por essa razão, nativos de Aquário, mais frios e desinteressados, não são a melhor opção para esse signo de água na hora do amor.

Aquarianos, por outro lado, são extremamente orgulhosos e demoram a se entregar a alguém. Além disso, esse signo de ar não vai tolerar facilmente as manipulações e cobranças dos escorpianos. Receita certa para conflitos!

Sagitário
Sagitário e Capricórnio enxergam a vida de formas bem opostas: enquanto o centauro preza muito por sua liberdade, sendo extremamente positivo e fã da aventura, o signo de terra não abre mão da estabilidade e do controle, e evitam a todo custo se jogar no desconhecido.

Os pés fincados no chão de Capricórnio não combinam com o estilo mais nômade do signo de fogo e, para o signo de terra, os sagitarianos parecem irresponsáveis e despreocupados demais. A reprovação constante vira um peso no relacionamento.

Além disso, os dois signos têm objetivos bem opostos quando o assunto é relacionamento: enquanto capricornianos querem algo mais duradouro e sério, o signo de fogo prefere se sentir livre em seus relacionamentos.

Capricórnio
Para o sério e calmo Capricórnio, a personalidade extravagante e vibrante do leonino pode ser o suficiente para ir à loucura da forma mais negativa possível.

Além disso, a tendência do signo de Leão de prestar atenção em si mesmo pode fazer com que não perceba as atitudes que deixam o parceiro incomodado, o que é ainda mais complicado devido à agressividade mais passiva do signo de terra.

Outro fator que garante tensões no relacionamento é o fato de os dois signos serem extremamente teimosos e mandões, sendo que nenhum dos dois quer dar o braço a torcer.

Aquário
Se existe um casal que não combina em nada, com certeza é Aquário e Touro! Os dois signos são completamente diferentes um do outro, tanto no amor quanto em filosofia de vida.

Enquanto nativos de Touro detestam mudanças, para os aquarianos, quanto mais mudança, melhor! Além disso, o signo de terra se preocupa muito com o hoje enquanto Aquário já pensa no amanhã, e no depois.

No amor, o nada romântico e sensível Aquário com certeza vai ter dificuldade para lidar com a possessividade e a necessidade de demonstrações constantes de afeto do signo de terra.

Peixes
No amor, os piscianos se entregam aos relacionamentos de corpo e alma, mas se percebem que o parceiro não faz o mesmo, podem ficar magoados, afinal, Peixes é um dos signos mais sensíveis e românticos. E é exatamente isso que pode acontecer em um relacionamento com um racional geminiano.

Além disso, a energia barulhenta e falante do signo de Gêmeos pode dificultar que seja compreendido pelo parceiro do signo de água. Os dois até podem se conectar de alguma forma, mas a comunicação, essencial para um bom relacionamento, acaba sendo cheia de ruídos e superficial.

Agora que você descobriu com qual signo você é menos compatível, já sabe com quem talvez não role aquela química. Mas não desista! Existem outros aspectos do mapa que influenciam a personalidade de uma pessoa.

ASTROCENTRO:
Considerada a maior comunidade online de esoterismo do Brasil, o Astrocentro foi o primeiro site de relacionamento dedicado a indicar especialistas do meio esotérico de maneira 100% digital. Milhões de internautas navegam pelo portal mensalmente para consumir conteúdos relacionados ao autoconhecimento, força, energia, rituais e simpatias e também para se consultarem com os astrólogos, numerólogos, videntes, cartomantes e tarólogos que realizam atendimento 24h. por dia através do telefone, chat ou e-mail, oferecendo aconselhamentos não somente para assuntos com ligações direta à astrologia, mas também sobre simpatias, signos, compatibilidade, feitiços, numerologia, wicca e questões factuais. www.astrocentro.com.br

Revitalização de prédio icônico em Curitiba vai unir tradição e inovação

Edifício que hospedou Lord Hotel e Hotel Eduardo VII, no ponto mais central da cidade, terá apartamentos compactos e áreas de co-living com administração da Housi

Foto: Juliana Vitulskis/Divulgação

Nos anos 50, o edifício Miguel Calluf foi inaugurado como o luxuoso Lord Hotel em Curitiba. Depois ficou conhecido como Hotel Eduardo VII, administrado por um grupo português nos anos 90. Agora, após cerca de 20 anos inativo, o intacto e imponente prédio triangular em frente à Praça Tiradentes será reformado e restaurado. Com nome de Viva Curitiba, vai abrigar apartamentos decorados e espaços de convivência nos 23 andares que ocupam 8 mil metros quadrados no centro da capital. A paranaense VR Investimentos está à frente do empreendimento, que está em fase de pré-lançamento, e irá oferecer formatos variados e flexíveis de participação para investidores.

Além de espaços de co-living, coworking, academia, restaurante e café, o Viva Curitiba vai oferecer serviços diversos aos hóspedes e moradores. A Housi será responsável pela gestão das 144 unidades e também das áreas comuns do prédio, além de participar ativamente da concepção do projeto. A startup funciona como uma plataforma de gestão e administração com foco no público investidor, que busca por alta rentabilidade por meio de locações residenciais, e também como um serviço de moradia digital para o público final, que procura um imóvel pronto, mobiliado e sem burocracia para alugar.

“A Housi é uma plataforma de moradia por assinatura, que acompanha o consumidor onde ele estiver, em diferentes fases da vida, sem burocracia, tudo de forma digital. A tendência de substituir a posse pela experiência é um movimento global e sem volta e acreditamos que a região Sul tem um enorme potencial para expansão desse modelo de negócios com foco em moradia. Tanto que esse já é nosso quarto empreendimento na parte Sul do país e o segundo no Paraná”, explica Alexandre Frankel, CEO da Housi.

O prédio faz parte do patrimônio histórico da cidade, é uma Unidade de Interesse de Preservação (UIP) e o retrofit terá intervenções sutis na estética, respeitando a memória da obra original. Segundo o estudo dos restauradores, alguns ambientes foram modificados ao longo dos anos, como o pavimento térreo, reformado em 1973, mas o acervo de mobiliário original permitirá recompor a ambientação de alguns espaços como eram anteriormente.

Localizado na esquina da avenida Marechal Floriano Peixoto com a rua Cândido de Leão, o edifício faz parte do centro histórico da cidade, que vem sendo revitalizado nos últimos anos. Em frente ao Viva Curitiba, a praça Tiradentes, considerada marco-zero de Curitiba, passou por uma ampla reforma e foi reinaugurada em 2008. A alguns metros, estão a Catedral Basílica de Curitiba, que teve seu último restauro concluído em 2012, e o Paço da Liberdade, centro cultural restaurado e reinaugurado em 2009, entre outros pontos de destaque próximos.

Marco na capital paranaense
Inspirado no Flatiron Building, primeiro arranha-céu de Nova York, o edifício com linhas Art Déco foi inaugurado em 1954 para abrigar o Lord Hotel, o mais importante da cidade na época, com 180 apartamentos. A iniciativa foi do empresário libanês Miguel Calluf, com projeto do engenheiro Ralf Leitner. O então governador, Bento Munhoz da Rocha, estimulava obras que representassem a modernidade da capital, em comemoração ao Centenário da Emancipação Política do Paraná.


“Ensolarado, com amplas janelas e vista única da praça, o empreendimento foi construído com o que havia de melhor na época, com materiais e equipamentos importados dos Estados Unidos e todo o luxo para receber celebridades e oferecer os maiores bailes de gala da cidade”, conta Luiz Fernando Antunes, diretor da VR Investimentos.

Trinta anos depois, o empreendimento passou a ser administrado por um grupo português e ser chamado de Eduardo VII, como ficou mais conhecido. Nos anos 2000 teve suas atividades paralisadas e foi mantido fechado e intacto pelo atual proprietário.

Investimento
Para o investidor, que compra o apartamento com a finalidade de alugar para rentabilizar, a Housi atuará como uma plataforma de gestão patrimonial eficiente, proporcionando rentabilidade e tranquilidade ao proprietário. Funciona da seguinte forma: a Housi distribui a unidade em todas as suas frentes digitais - site e app Housi, além dos parceiros Airbnb, Booking.com, Zap e Imóvel Web, que direcionam os interessados para os canais da Housi.

Uma vez disponível nas plataformas da Housi, o imóvel será alugado para estadias curtas (até 30 dias) ou longas (mais de 30 dias). Além disso, a Housi fica na linha de frente do contato com o locatário, cuidando de qualquer problema relacionado à manutenção, limpeza, e outras questões do dia-a-dia de um imóvel. Ao final do mês, a Housi repassa os valores ao proprietário, descontando o valor da taxa de administração.

Todas as unidades já serão entregues para o comprador com os serviços Housi Decor, que disponibiliza apartamentos decorados e mobiliados com design inteligente, sofisticado e com foco na não depreciação a curto prazo, além do Housi Pay, plataforma de gestão de pagamento de contas do imóvel, e Housi Assessoria Predial, que cuida de toda a parte de manutenção das áreas comuns do prédio. Todos esses serviços ficam sob o guarda-chuva de gestão da Housi, que disponibiliza o apartamento em todas plataformas digitais da marca com foco em locação.

Para os locatários, a Housi atua como um serviço de desburocratização de locação residencial. O interessado em alugar uma casa, seja por um dia, uma semana ou até um ano, basta acessar o site da Housi, selecionar o imóvel, o período de estadia, realizar o pagamento via cartão de crédito e, claro, morar. A startup já contabilizou mais de nove mil locações e 20 mil usuários desde que foi criada, em 2019.

Todos os apartamentos administrados pela Housi estão disponíveis para locação digitalmente e sem a necessidade de corretor ou fiador. As unidades seguem um padrão da empresa, mobiliadas e equipadas com cooktop, geladeira, cama, sofá, wifi e TV a cabo. Possuem infraestrutura e serviços pay per use com atendimento 24 horas por dia e limpeza semanalmente.

A Housi tem operações em São Paulo, Porto Alegre, Fortaleza, Goiânia, Rio de Janeiro, Recife e Curitiba e o valor de mercado dos imóveis geridos em sua plataforma giram em torno de R$ 3,5 bilhões. A expectativa da startup é chegar R$ 10 bilhões até o fim do ano.

Além disso, a Housi espera encerrar o ano com empreendimentos em Salvador, Brasília, Florianópolis e São José do Rio Preto, além de ampliar a atuação nas regiões na capital paulista e gaúcha.

_______________________
Sobre a VR Investimentos
A VR Investimentos é uma empresa especializada em planejamento e administração de imóveis e investimentos imobiliários. Através de um sistema próprio e inovador, o Sistema VR Investimentos®, oferece aos clientes alta rentabilidade e segurança como resultados.
Com unidades em Foz do Iguaçu e Medianeira, a VR Investimentos atua desde 2006 no mercado imobiliário paranaense, onde se consolidou. Atualmente, a empresa atua em todo o estado, com escritórios em várias cidades. Mais informações: http://valorrealinvest.com.br/

Sobre a Housi
A Housi é uma plataforma de serviços de moradia por assinatura planejada com o conceito on demand, que traz uma visão disruptiva ao mercado, integrando serviços, proporcionando experiências e vivência em comunidade. A empresa oferece locação de apartamentos de forma profissional e totalmente digital, simples, sem burocracia e tempo pré-determinado para a moradia. Com pagamento online, atendimento 24 horas por dia, sete dias por semana e um ecossistema de parceiros que oferecem serviços exclusivos aos seus clientes. Para os investidores imobiliários, a Housi é uma alternativa ao modelo tradicional de gestão de locação, pois oferece uma gestão patrimonial mais eficiente, proporcionando mais rentabilidade e tranquilidade. Para Incorporadores funciona como uma bandeira Residencial para acelerar as vendas dos empreendimentos.

Inclusão na pandemia: alunos desenvolvem projeto para motivar audiodescrição

Estudantes do Colégio Marista Paranaense querem aumentar acesso a conteúdos para pessoas com deficiência visual
 

Pensando em melhorar o direito à acessibilidade para pessoas com deficiência visual, especialmente neste momento de pandemia, estudantes do Colégio Marista Paranaense, em Curitiba, criaram o projeto “A Inclusão de Todos é o Futuro que Queremos”. A proposta é fazer a descrição de imagens estáticas e audiodescrição de vídeos para promover maior inclusão.

O trabalho está sendo desenvolvido por alunos do 5° ano dentro do Projeto de Intervenção Social (PIS) desenvolvido no colégio, cujo tema deste ano é “Reflexões na Quarentena”.  “Ao pensarmos sobre o resgate de valores na quarentena, os estudantes perceberam que em redes sociais, aulas remotas e campanhas publicitárias muitas informações não são acessíveis às pessoas com deficiência visual”, conta a professora responsável pelo projeto, Luciana Costa Gallinea Coraiola.

Na prática
Para que os alunos compreendessem sobre as técnicas para criação de um roteiro e gravação de uma audiodescrição, foi realizada uma palestra virtual com a áudio-descritora Brisa Teixeira e com o áudio-descritor e consultor Daniel Massaneiro – que tem deficiência visual e desempenha a função de analisar se a descrição será compreendida pelo público-alvo.

A partir do que foi aprendido nas conversas, os estudantes fizeram a audiodescrição do filme “O Primeiro Natal”(assista ao filme aqui), da produtora Voa Flor, a ser publicado nas redes sociais do Colégio Marista Paranaense, para conscientizar a população sobre a necessidade de acessibilidade.

Os alunos também fizeram uma campanha para incentivar as pessoas a descreverem as imagens nas suas redes sociais e utilizarem as hashtags como #pratodosverem e #pracegover. Além disso, surgiu a proposta da criação de um clube de audiodescrição mirim no colégio com a finalidade de divulgar o tema, conscientizar e garantir a acessibilidade e a inclusão para todos que precisam.

Sobre a Rede Marista de Colégios: A Rede Marista de Colégios (RMC) está presente no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.

Alunos em palestra online com o audiodescritor e consultor Daniel Massaneiro (último quadro à direita)

Os estudantes também tiveram a consultoria da audiodescritora Brisa Teixeira para desenvolver o projeto

Rede Marista de Colégios

Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana faz campanha para preservação de tartarugas marinhas

Das sete espécies que ainda existem no mundo (tartaruga-de-couro, cabeçuda, verde, tartaruga marinha de Kemp, pente, tartaruga marinha australiana e oliva) seis estão em perigo de extinção
downloadAttachment&Message%5Buid%5D=178617&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CCPXP152MB3000F37608AF778C7CEC1512E33A0%2540CPXP152MB3000.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CCPXP152MB3000F37608AF778C7CEC1512E33A0%40CPXP152MB3000.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.3downloadAttachment&Message%5Buid%5D=178617&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CCPXP152MB3000F37608AF778C7CEC1512E33A0%2540CPXP152MB3000.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CCPXP152MB3000F37608AF778C7CEC1512E33A0%40CPXP152MB3000.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.5

Existe no mundo sete espécies de tartarugas marinhas e seis delas estão correndo sérios riscos de extinção, vivendo em oceanos tropicais, indo para as costas para fazer ninhos sua população diminuiu drasticamente por diversos motivos, como caça ilegal, perda de habitat ou mudança climática.

Por esta razão, o Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana, desenvolveu um programa de proteção às tartarugas marinhas, como parte do projeto de manejo da fauna silvestre, conservar e recuperar a população de três espécies de tartarugas que constroem seus ninhos nas praias do hotel.

Com uma área privativa que garante bastante tranquilidade aos hóspedes, o hotel está fazendo uma ação de conscientização e apelo aos colaboradores e visitantes das praias para relatar o avistamento de ninhos e/ou tartarugas na praia, a fim de proteger o espaço pois tartarugas marinhas apresentam um complexo ciclo de vida marcado por extensas migrações entre as áreas de alimentação e de desova.

“Essas ações de conservação da biodiversidade silvestre, principalmente dessas espécies, contribuem para os aspectos mais próximos do desenvolvimento sustentável e do bem-estar ecológico, social, científico, educacional, cultural e recreativo”, afirma o Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana por meio de comunicado.

Na região continuam a ser desenvolvidas estratégias para contribuir para o aumento do número de tartarugas marinhas, uma vez sua população na República Dominicana está em estado crítico, com menos de 30 fêmeas por ano nas principais costas de desova.

Para conhecer mais, acesse https://es.hardrockhotelpuntacana.com/

Sobre RCD Hotels:

A RCD Hotels é a empresa responsável pelo marketing e comercialização de resorts de luxo na Flórida, incluindo o Eden Roc Miami Beach Resort e o Nobu Hotel em Miami Beach. Em breve, o grupo contará, também, com o Nobu Chicago. As propriedades da marca Hard Rock no México e Caribe pertencem e são operadas pela RCD Hotels sob o regime de concessão de licenças acordados com a Hard Rock International. Entre as propriedades estão Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana (o primeiro Hard Rock Hotel All Inclusive do mundo), na República Dominicana e as propriedades no México: Hard Rock Hotel Cancun, Hard Rock Hotel Vallarta, Hard Rock Hotel Riviera Maya, Hard Rock Hotel Los Cabos. Opera, ainda, o Nobu Los Cabos e UNICO 20º 87º Hotel Riviera Maya, empreendimento com marca própria e proposta hoteleira focada na exclusividade e luxo All Inclusive. Para mais informações, visite http://www.rcdhotels.com

O sal como terapiaNas Salas de Sal do spa, relaxamento e terapia capaz de fortalecer o sistema imunológico e muito mais. Disponíveis somente na Norwegian

Minas e cavernas de cristais de sal são usadas, há centenas de anos, no leste da Europa graças às suas terapias curativas. E foram elas a inspiração das Salas de Sal a bordo dos navios da Norwegian, uma das exclusividades em tratamentos de relaxamento disponíveis a bordo.

A terapia do sal, também chamada de haloterapia, é um processo terapêutico usado para aliviar problemas respiratórios, doenças de pele e para fortalecer o sistema imunológico. Muito popular na Europa, no Canadá, nos Estados Unidos está disponível nos navios Norwegian Breakaway, Getaway, Escape, Bliss e Encore.
Na Sala de Sal, suavemente iluminada, é possível sentir ,assim que se entra, o suave aroma do sal, como se fosse o ar do mar. Alí se replica o microclima encontrado cavernas de sal por meio do uso de máquinas de sal em aerossol. Essas máquinas moem o sal em partículas mínimas e respiráveis que são jogadas no ar. As partículas de sal ionizadas com carga negativa podem entrar no sistema respiratório e remover as toxinas de dentro dos pulmões, permitindo que os cílios respiratórios as expulsem com facilidade. O sal contém propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, que ajudam a abrir os pulmões e erradicar bactérias. A terapia do sal pode aliviar os sintomas causados pela respiração excessiva de poluição e sujeira urbana, bronquite, sinusite, fibrose cística e alergias. Em altas concentrações, a terapia do sal também pode aliviar condições dermatológicas como eczema e psoríase.
A temperatura e a umidade no interior das salas de terapia são autorreguladas para níveis otimizados, num ambiente elegante com sensação de calma e aconchego.
www.ncl.com.br

O sal como terapia
Nas Salas de Sal do spa, relaxamento e terapia capaz de fortalecer o sistema imunológico e muito mais. Disponíveis somente na Norwegian

Minas e cavernas de cristais de sal são usadas, há centenas de anos, no leste da Europa graças às suas terapias curativas. E foram elas a inspiração das Salas de Sal a bordo dos navios da Norwegian, uma das exclusividades em tratamentos de relaxamento disponíveis a bordo.

A terapia do sal, também chamada de haloterapia, é um processo terapêutico usado para aliviar problemas respiratórios, doenças de pele e para fortalecer o sistema imunológico. Muito popular na Europa, no Canadá, nos Estados Unidos está disponível nos navios Norwegian Breakaway, Getaway, Escape, Bliss e Encore.
Na Sala de Sal, suavemente iluminada, é possível sentir ,assim que se entra, o suave aroma do sal, como se fosse o ar do mar. Alí se replica o microclima encontrado cavernas de sal por meio do uso de máquinas de sal em aerossol. Essas máquinas moem o sal em partículas mínimas e respiráveis que são jogadas no ar. As partículas de sal ionizadas com carga negativa podem entrar no sistema respiratório e remover as toxinas de dentro dos pulmões, permitindo que os cílios respiratórios as expulsem com facilidade. O sal contém propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, que ajudam a abrir os pulmões e erradicar bactérias. A terapia do sal pode aliviar os sintomas causados pela respiração excessiva de poluição e sujeira urbana, bronquite, sinusite, fibrose cística e alergias. Em altas concentrações, a terapia do sal também pode aliviar condições dermatológicas como eczema e psoríase.
A temperatura e a umidade no interior das salas de terapia são autorreguladas para níveis otimizados, num ambiente elegante com sensação de calma e aconchego.
www.ncl.com.br

O sal como terapia
Nas Salas de Sal do spa, relaxamento e terapia capaz de fortalecer o sistema imunológico e muito mais. Disponíveis somente na Norwegian

Minas e cavernas de cristais de sal são usadas, há centenas de anos, no leste da Europa graças às suas terapias curativas. E foram elas a inspiração das Salas de Sal a bordo dos navios da Norwegian, uma das exclusividades em tratamentos de relaxamento disponíveis a bordo.

A terapia do sal, também chamada de haloterapia, é um processo terapêutico usado para aliviar problemas respiratórios, doenças de pele e para fortalecer o sistema imunológico. Muito popular na Europa, no Canadá, nos Estados Unidos está disponível nos navios Norwegian Breakaway, Getaway, Escape, Bliss e Encore.
Na Sala de Sal, suavemente iluminada, é possível sentir ,assim que se entra, o suave aroma do sal, como se fosse o ar do mar. Alí se replica o microclima encontrado cavernas de sal por meio do uso de máquinas de sal em aerossol. Essas máquinas moem o sal em partículas mínimas e respiráveis que são jogadas no ar. As partículas de sal ionizadas com carga negativa podem entrar no sistema respiratório e remover as toxinas de dentro dos pulmões, permitindo que os cílios respiratórios as expulsem com facilidade. O sal contém propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, que ajudam a abrir os pulmões e erradicar bactérias. A terapia do sal pode aliviar os sintomas causados pela respiração excessiva de poluição e sujeira urbana, bronquite, sinusite, fibrose cística e alergias. Em altas concentrações, a terapia do sal também pode aliviar condições dermatológicas como eczema e psoríase.
A temperatura e a umidade no interior das salas de terapia são autorreguladas para níveis otimizados, num ambiente elegante com sensação de calma e aconchego.
www.ncl.com.br

Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência: as adaptações no trabalho durante a pandemia

Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência: as adaptações no trabalho durante a pandemia

* Márcia Glomb

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é em 21 de setembro. A data, que visa a reflexão sobre a necessidade de inclusão e participação de todos no corpo social, foi oficializada em 14 de julho de 2005, por meio da Lei nº 11.133.

De acordo com a legislação, pessoa com deficiência (PcD) é “aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com os demais”.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as pessoas portadoras de deficiência representam cerca de 23% da população brasileira, aproximadamente 45 milhões de indivíduos. Com a pandemia da Covid-19, que assola o país desde meados de março, essa foi uma das categorias que precisou de mais adaptações e cuidados, pois as chances de contrair o vírus podem ser maiores nestas pessoas, além do fato de uma grande parte estar no grupo de risco da doença.

A viabilidade de contágio aumenta porque muitos precisam se apoiar em outros locais para se movimentar ou necessitam da ajuda de terceiros para atividades do dia a dia. Outra questão é a das condições que fazem parte naturalmente do grupo de risco, como síndrome de Down, lesões medulares, sequelas graves de AVC, autismo, paralisia cerebral e doenças degenerativas, como a Esclerose Múltipla.

Por conta deste cenário, as PcD precisaram, mais uma vez, que a sociedade fizesse sua parte e se readaptasse, visto que é seu dever assegurar a efetivação dos direitos desses cidadãos. O direito ao trabalho, embora não tão abrangente como deveria, já é garantido. Com a implementação da Lei 8.213/1991, toda empresa com 100 ou mais empregados passou a ser obrigada a preencher de 2% a 5% de seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas portadoras de deficiência.

Apenas essa imposição, todavia, não é suficiente para que essas pessoas sejam bem recebidas no mercado de trabalho, sobretudo em uma pandemia. Pensando nisso, o Ministério Público do Trabalho (MPT) emitiu a Nota Conjunta nº 07/2020, em que constam diretrizes para reduzir a disseminação do novo agente do coronavírus em trabalhadores com deficiência.

A nota recomenda aos empregadores adotarem medidas como home office; dispensas de comparecimento ao trabalho com remuneração garantida; orientações acessíveis sobre prevenção; não redução de salários; treinamentos para a utilização de EPIs e flexibilização de jornadas, entre outros pontos.

Caso o empregador não cumpra com as diretrizes, é possível oficializar uma denúncia no próprio MPT. Lembrando que é considerado discriminação a recusa em promover adaptações razoáveis e fornecer tecnologias assistivas às PcD, e que esses indivíduos têm prioridade na fila de processos trabalhistas, direito assegurado pela Lei 12.008/2009.

A Lei Brasileira de Inclusão afirma ainda que, “em situações de risco, emergência ou estado de calamidade pública, a pessoa com deficiência será considerada vulnerável, devendo o poder público adotar medidas para sua proteção e segurança”. É essencial que todos façam sua parte e busquem prestar todo o auxílio necessário para que as pessoas com deficiência tenham uma vida, tanto pessoal quanto profissional, plena, igualitária e honrosa, com participação realmente ativa na sociedade.

* Márcia Glomb, formada também em administração de empresas, é advogada especialista em Direito do Trabalho e atua no Glomb & Advogados Associados.

marcia@glomb.com.br

Sobre o Glomb & Advogados Associados

O escritório Glomb & Advogados Associados, fundado há mais de 40 anos pelo titular José Lucio Glomb, atua em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário. Selecionado em 2018 e em 2019 como um dos 500 melhores escritórios de advocacia do País, ocupando a posição de quinto mais admirado nacionalmente na categoria trabalhista e o quarto mais admirado no Paraná, de modo geral em 2019, tem em sua história milhares de clientes atendidos com eficiência e resultados positivos. Para saber mais, acesse: www.glomb.com.br.

Global Shopper conquista conta da CBCA

Global Shopper conquista conta da CBCA

Agência será responsável pela estratégica de lançamento da The Drummer no Brasil e EUA. A cerveja é fabricada pela Companhia Brasileira de Cerveja Artesanal e assinada por Matt Sorum, ex-baterista da banda Guns N' Roses.

São Paulo, setembro de 2020 – A Global Shopper anuncia novidade no portfólio e estreia no segmento de cervejas. A agência conquistou a conta da CBCA - Companhia Brasileira de Cerveja Artesanal e será responsável por toda estratégia de lançamento e posicionamento da cerveja The Drummer, resultado de uma parceria entre a CBCA e Matt Sorum, ex-baterista da banda Guns N' Roses. A american larger será fabricada pela companhia na Cervejaria Schornstein, em suas unidades de Pomerode-SC e Piracicaba, e exportada para a Califórnia, nos Estados Unidos, onde o músico e novo acionista reside.

“A chegada do Matt é o início de uma nova jornada na CBCA, a internacionalização, a conexão entre a cerveja artesanal Brasileira, de qualidade, com o mercado americano. E isso acontece através do projeto *The Drummer Beer*. Nos próximos 90 dias, iniciaremos nosso primeiro MVP em uma rede de supermercados da Califórnia. The Drummer conecta boa música, rock n roll e boa cerveja. Como diz o Matt, “se você gosta de boa música, esta será a sua cerveja! A cerveja do Rock n Roll!!””, comenta Gustavo Barreira – CEO da CBCA.

Como agência de comunicação e estratégia da The Drummer, o desafio da GS contempla criação de conceito e posicionamento de marca, planejamento das ações de visibilidade junto ao target durante o período de lançamento no Brasil e Estados Unidos e sustentação da campanha.

“Estamos muito felizes com mais esta conquista. É uma categoria nova para o nosso portfólio, que está em constante inovação, guiada pelos gigantes do varejo e com a experiência sendo um foco para o seu consumo. É uma oportunidade de acelerarmos a inovação e elevarmos a régua da experiência na categoria, de forma conectada.”, explica Mauricio Gallian, CEO da GS.

Para saber mais sobre a Companhia Brasileira de Cerveja Artesanal, acessehttp://cbcabrasil.com.br/.

Sobre a GS - Especializada em Digital Commerce, a GS conecta estratégias de digital e shopper marketing com uma inteligência criativa de data, olhando para toda a jornada e buscando pontos de contato onde quer que o shopper esteja, oferecendo uma plataforma sem fricções entre o On & Off. Inspirada na cultura das startups, é comandada pelo CEO Mauricio Gallian e conta com uma equipe de profissionais multidisciplinares. Entre os clientes atendidos estão: CBCA, C&A Fashiontronics, J&J Consumo Brasil e América Latina, Mondelez International e The Coca Cola Company. Mais informações sobre a GS no http://www.globalshopper.com.br. Siga a agência também nas redes sociais:

https://www.facebook.com/globalshopperbr
https://www.linkedin.com/company/globalshopper/
https://www.instagram.com/globalshopperbr/

Baden Baden lança os seus principais estilos na versão lata

As embalagens de 350 ml dos rótulos Cristal, IPA e Witbier já estão disponíveis nas principais redes de supermercados do Sudeste, Sul e DF, com preço sugerido de R$ 5,39

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=178607&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CFR1P152MB2742631349054115153D2CBABB3A0%2540FR1P152MB2742.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CFR1P152MB2742631349054115153D2CBABB3A0%40FR1P152MB2742.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.4(Imagem meramente ilustrativa)

São Paulo, setembro de 2020 – Baden Baden, uma das primeiras cervejarias artesanais do país, traz para o mercado a versão lata dos estilos Cristal, IPA e Witbier. Em formato sleek de 350ml, o novo formato agrega ao portfólio já existente de garrafa de 600 ml e draft. As novas embalagens já estão disponíveis nas principais redes de supermercados das regiões Sudeste, Sul e no Distrito Federal, com preço sugerido de R$ 5,39.

Além do líquido de qualidade, a lata também traz uma novidade: um QRCode impresso no rótulo que redireciona o consumidor maior de 18 anos para o site www.badenbaden.combr/experiencia e dá acesso à primeira degustação cervejeira por realidade virtual do Brasil, realizada por vídeos imersivos e sensoriais no universo de cada um dos estilos da marca, que tem paixão por fazer cerveja de qualidade em seu DNA.

A gama de estilos lançada neste novo formato traz consigo diferentes sabores e aromas: enquanto a Baden Baden Cristal é uma Pilsen saborosa, leve e refrescante, com o aroma floral do lúpulo e leve dulçor dos maltes especiais, a Baden Baden American IPA é uma cerveja que equilibra o amargor com o intenso aroma e sabor cítricos provenientes da adição de suco de maracujá. Já a Witbier é uma cerveja não filtrada de trigo, leve e refrescante, que equilibra aromas cítricos que remetem à casca de laranja com os picantes que lembram semente de coentro.

A comercialização dos principais rótulos da cervejaria agora também em latas, com preço unitário acessível, abre a possibilidade da Baden Baden fazer parte de mais ocasiões de consumo.

“Enquanto nossas garrafas de 600ml são ideais para compartilhar, as latas são perfeitas para o consumo individual e permitem que mais pessoas possam explorar os diferentes sabores que existem no universo das cervejas artesanais. A novidade é um convite de Baden Baden a qualquer pessoa que deseja elevar sua experiência cervejeira criando momentos de indulgência no dia-a-dia”, complementa Natália Menezes, gerente de marketing da Baden Baden.

SOBRE BADEN BADEN

Baden Baden é uma das primeiras cervejarias artesanais do país, nascida em 1999, e tem a paixão por cerveja em seu DNA. Fundada em Campos do Jordão por quatro amigos que se aventuraram no mundo cervejeiro buscando criar receitas autorais para sua choperia, a marca tem o propósito de criar sabores e aromas que surpreendam; por isso seus líquidos já conquistaram mais de 130 prêmios nacionais e internacionais. Seus principais rótulos são: Cristal, pilsen sofisticada e com sabor equilibrado; Golden Ale, combinação marcante da canela e frutas vermelhas; IPA, sabor intenso com suco de maracujá na receita; e Witbier, cerveja de trigo muito refrescante, com laranja e semente de coentro, eleita a melhor do mundo. A marca conta ainda com rótulos sazonais, igualmente premiados. Baden Baden é uma das marcas integrantes do segmento Craft, do Grupo HEINEKEN no Brasil.

PROFISSIONAIS DA ÁREA DE EVENTOS SÃO RECEBIDOS NA PREFEITURA DE CURITIBA

“Eventos testes foram colocados em pauta e devem ser realizados na segunda quinzena de outubro”

Representantes da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE, Mac Lovio Solek, vice-presidente da região Sul, Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC PR, Fábio Skraba, Passeata Técnica CWB, Fabiano Wolochyn e Sandriane Fantinato foram recebidos na última sexta (18.09) na secretaria do governo na Prefeitura de Curitiba pelo Secretário de Governo, Luiz Fernando Jamur, pela Superintendente Executiva da Secretaria Municipal de Saúde, Beatriz Battistella Nadas, pelo vereador Pier Petruzziello, pela presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, e pela presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Claudia de Castro, para discutir a retomada urgente do setor de eventos na cidade.

Durante a reunião, foi discutido a defesa de paliativos claros para que a subsistência do setor seja garantida até que os eventos possam retornar de forma ampla, como o auxílio emergencial e Lei Aldir Blanc; Os editais de linha de crédito voltada para o setor que necessitam ter uma divulgação ampla para atender todas as categorias, pois existe uma grande variedade e quantidade de profissionais inseridos nesse segmento. ‘’Os recursos federais e municipais são muito importantes nesse momento, para ajudar as empresas, principalmente, a garantir empregos aos colaboradores, como também ajudar aos profissionais de eventos e músicos, mas infelizmente muito pouca gente se beneficia de recursos anunciados que dificilmente chegam na ponta. Nesse momento se os governos nos deixassem trabalhar, empresas e profissionais, poderíamos de forma mais direta e efetiva minimizar um pouco a crise do setor que está em frangalhos”, fala Mac Lovio Solek, vice- presidente da Abrape na região Sul.

Também foi apresentado pela Abrape, um protocolo com as sugestões para a realização dos mais diversos tipos de eventos e de forma responsável e segura. Na conversa, foi abordado também o descaso de uma parte da população no consumo de serviços e produtos em alguns ramos de atividades, onde não são tomados os cuidados devidos pelos empresários, pelos consumidores e também não são fiscalizados de forma adequada pelos governos, o que colabora para esse retorno dos eventos ser ainda mais moroso. “Cada vez mais somos jogados para longe do nosso retorno. A desculpa são índices ruins impulsionados pelo descaso de órgãos públicos, empresários e consumidores irresponsáveis”, comenta Mac.

Assim como está acontecendo em algumas cidades, foi colocado em pauta ao final da reunião a realização de dois eventos testes na capital paranaense, com protocolos específicos, que devem ser realizados a partir da segunda quinzena do mês de outubro, que serão validados pelos gestores das secretarias que tratam diretamente do tema. A ideia é que um deles seja uma feira de negócios, e o outro será um show musical, pioneiro no Brasil."A partir da próxima semana, afinaremos isso, prevalecendo a excelência do modelo, que prima a saúde e integridade dos participantes e profissionais envolvidos na realização, com o objetivo de vislumbrar como seria uma possível retomada do setor diante de protocolos, normas, muito controle e seriedade", finaliza Mac Lovio Solek.

- Os números do impacto da pandemia no mercado nacional de shows
Com a recomendação de distanciamento social para combater a disseminação do novo coronavírus, o setor de eventos tem enfrentado estagnação, que pode trazer o pior ano em duas décadas. Empresários e representantes do setor ainda não conseguem estimar o prejuízo causado pela crise, mas o primeiro semestre foi morto. Levantamento indica que, desde o início da pandemia todos os eventos no país foram cancelados neste ano, com prejuízo. Ninguém duvida que a epidemia de coronavírus já causou prejuízos gigantescos nos shows e eventos do Brasil. Agora, seis meses depois do início das medidas de distanciamento social no país, surgem os dados concretos deste impacto. E eles são impressionantes.

Um censo realizado pela Abrape (Associação Brasileira de Promotores de Eventos), mostra que mais de 90% dos eventos previstos para ocorrer este ano foram cancelados, adiados ou estão em situação incerta. Outro dado assustador, também divulgado pela entidade, que reúne entre seus associados cerca de 60% do PIB de eventos do país, é o de que até o fim de abril, segundo o estudo, os cancelamentos e adiamentos de eventos fizeram com que mais de 240 mil pessoas perdessem os empregos. A tendência é que esse número possa chegar, em outubro, a 840 mil.

Outro dado relevante que a pesquisa apontou é que 92% das empresas associadas já relataram prejuízos que, juntos, somam R$ 290 milhões. A entidade estima ainda que esse número possa chegar à casa dos bilhões se somada toda a cadeia produtiva do setor de eventos, que envolve em torno de 60 mil empresas. O prejuízo frustrou as boas expectativas desse mercado para 2020, que estimava um aumento de receitas em shows e eventos de 6,15% em relação ao ano passado. Até outubro mais de 450 mil eventos deixarão de acontecer.

EXPECTATIVA 2020 (aumento da receita em shows)
+ 6,15% em relação a 2019
REALIDADE
+ de 90% dos eventos previstos foram cancelados, adiados ou situação incerta
+ de 450 mil eventos deixarão de acontecer até outubro
Estimativa Desemprego no setor
ABRIL 240 mil pessoas
AGOSTO 563 mil pessoas
OUTUBRO 841 mil pessoas

6ª Edição do Festival BB Seguros de Blues e Jazz

6ª Edição do Festival BB Seguros de Blues e Jazz

O evento de blues e jazz de maior abrangência nacional se reinventa e mostra novos caminhos para os grandes festivais

26/9 - Curitiba

Link para baixar fotos, vídeos e textos
https://www.dropbox.com/sh/30m1bfayi9ri09q/AADPDzSKjXK2uiuvuY8NPcyDa?dl=0

Multidão de pessoas Descrição gerada automaticamente
5ª edição do Festival, em 2019, São Paulo. Foto de Renato Jacob

17h - Dudu Lima Trio
18h - Hélio Brandão convida Airto Moreira
19h - Edgard Scandurra
20h - O Bando – Tributo Eric Clapton
21h - Bixiga 70
22h - Stanley Jordan
23h - Thornetta Davis

Ao todo 38 artistas participam da edição inovadora, em shows exclusivos exibidos via internet e também presencialmente, no sistema drive-in, em telões.
No elenco, grandes nomes internacionais como Robben Ford, Stanley Jordan, Rick Wakeman, Al Di Meola, além dos craques brasileiros Pepeu Gomes,
Toninho Horta, Yamandu, Edgard Scandurra, Blues Etílicos, entre outros.

Evento Gratuito!

Um dos grandes prejudicados pela pandemia do novo coronavírus foi o mundo dos shows musicais. Vários eventos importantes tiveram de ser cancelados ou mesmo adiados, e ainda sem novas datas confirmadas. Por isso, é animador saber que a 6ª edição do Festival BB Seguros de Blues e Jazz será realizada de 26 de setembro a 14 de novembro.

Para que isso fosse possível, várias adaptações se fizeram necessárias. Dado que os artistas são de várias regiões do Brasil e do exterior, os shows estão sendo previamente gravados, mas com todo o cuidado para preservar o clima quente e intenso das performances ao vivo. Cada apresentação está sendo registrada especialmente para esta ocasião, em locais e cenários diferentes (estúdios, casas dos músicos etc) e seguindo todas as recomendações de segurança e saúde.

Se nas edições presenciais o conceito era “um dia para curtir com a família e os amigos”, na edição online ele mantém a mesma essência, porém adaptada à nova realidade: “um dia para se conectar com a família e os amigos”. A programação mescla blues e jazz e conta com line up caprichada e programação para as crianças.
Como forma de tornar a experiência ainda mais agradável, um apresentador mostrará nos intervalos entrevistas feitas com os artistas, nas quais eles revelam curiosidades sobre suas carreiras e os shows. Também haverá interação ao vivo com os internautas.

Nas cinco primeiras cidades teremos a exibição simultânea do Festival no Drive, de acordo com a etapa: Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo, Brasília e Porto Alegre. Os shows serão exibidos em um telão e os ingressos gratuitos poderão ser reservados pelo público em link a ser divulgado na semana de cada apresentação. As prescrições de segurança e saúde também serão seguidas à risca, para que as pessoas, dentro de seus carros, possam curtir os shows com toda a segurança e conforto.

O encerramento do projeto será uma edição especial celebrando a cidade do Recife, com três shows inéditos e a participação do público, que irá escolher os 4 shows favoritos entre os transmitidos nas cidades anteriores para poder curtir novamente!

Para as crianças, foi escalado o grupo A Hora da História, que se incumbirá da “contação de histórias”. A cada domingo, um conteúdo novo para a garotada.
Desde o seu início, em 2015, o Festival BB de Seguros de Blues e Jazz ultrapassou as 500 mil pessoas em termos de público, tendo se tornado o evento brasileiro dedicado ao jazz e ao blues com maior abrangência, ao atingir oito capitais de diferentes regiões do país.

O projeto é realizado via Lei de Incentivo à Cultura com patrocínio da BB Seguros e realização da Marolo Produções e Ministério do Turismo, Governo Federal / Pátria Amada.

Sobre a BB Seguros
A BB Seguros é a marca que representa os negócios de seguros, previdência, capitalização e planos odontológicos do Banco do Brasil. A BB Seguros se orgulha de ser uma das empresas que mais investem no amanhã, tanto estimulando o planejamento financeiro do brasileiro quanto apoiando projetos culturais e esportivos. Seus patrocínios têm como princípio levar atrações a todas as regiões do país com eventos gratuitos em locais públicos ou a preços populares. Essa estratégia já fez com que quase 2 milhões de brasileiros tivessem mais acesso à cultura somente nos últimos anos.

Sobre a Marolo Produções
A Marolo Produções nasceu do sonho de levar cultura para a pequena cidade de Três Pontas, ao sul de Minas, e realizou em 2009 seu primeiro projeto o Festival Música do Mundo, hoje na 7ª edição. Desde então, a Marolo leva cultura para todo o país, sem nunca perder as origens. Mantendo o escritório em Três Pontas e a sede em São Paulo, realiza eventos culturais nas 5 regiões brasileiras.

6ª Edição do Festival BB Seguros de Blues e Jazz

26/9 – Curitiba, 03/10 – Belo Horizonte, 10/10 – São Paulo, 31/10 – Brasília, 7/11 – Porto Alegre, 14/11 – Recife

Confira a programação de Curitiba:

Curitiba

26/9 (sábado) - das 17h às 24h (cada show terá 50 minutos)

17h - Dudu Lima Trio
18h - Hélio Brandão convida Airto Moreira
19h - Edgard Scandurra
20h - O Bando – Tributo Eric Clapton
21h - Bixiga 70
22h - Stanley Jordan
23h - Thornetta Davis

Transmissão em Drive in: Planeta Drive In (Pedreira Paulo Leminski – R. João Gava, 970- Curitiba)

Contação de História: 27/09, Domingo às 11h
História, música e diversão para a criançada com a Cia. Da História!

Transmissão online: https://business.facebook.com/festivalbbseguros/
https://www.youtube.com/festivalbbsegurosdebluesejazz

Mais informações:
www.festivalbbseguros.com.br

Documentário sobre música curitibanaestreia em rede nacional de televisão

“Uma Fina Camada de Gelo”, de Vinicius Ferreira,
será exibido pelo canal Music Box, no dia 23 de setembro

O documentário “Uma Fina Camada de Gelo”, de Vinicius ‘Tchê’ Ferreira, sobre a cena musical curitibana, fará sua estreia em rede nacional de televisão em setembro. Com pouco mais de uma hora de duração, o documentário será exibido nesta quarta-feira, 23 de setembro, às 22h, no canal Music Box Brazil
Em entrevistas com produtores, donos de bares, radialistas, jornalistas e músicos, o documentário percorre períodos entre o final dos anos 70 e começo dos anos 2000, no intento de resgatar e registrar a história de uma cena multifacetada e que já foi definida como “a seatle brasileira”, por conta do volume de formações musicais que proliferavam nos porões da cidade, a partir de meados da década de 80.
Por meio de depoimentos de personagens importantes, entre eles os músicos Rodrigo Barros Del Rei (Contrabanda, Beijo AA Força, Maxixe Machine e Orquestra Sem Fim), Fabio Elias (Relespública), J.R. Ferreira (July et Joe, Intruders, Magnéticos e dono do Ninety Two Degrees, o 92 Graus, o templo da música autoral curitibana) e Paulinho Teixeira (Blindagem), o filme encara o eterno questionamento sobre “o que é fazer sucesso”. O diretor conversou também com radialistas e empresários, como a locutora Margot Brasil (rádios Estação Primeira e Mundo Livre FM) e do empresário e produtor Helinho Pimentel, responsável por inúmeras iniciativas de apoio à produção local e que hoje gerencia a Pedreira Paulo Leminski, o maior e mais tradicional local de shows da capital paranaense.
Na pesquisa de imagens, Vinicius teve o auxílio do pesquisador Manoel Neto (que também assina o roteiro do documentário) e do jornalista Rodrigo Juste Duarte, que mantêm o acervo do Museu do Som Independente (Musin). A produção executiva de todo o projeto “Uma Fina Camada de Gelo” é do advogado e músico Fabiano Neves.
Para Vinicius, é importante e gratificante esta estreia nacional porque o documentário debate não só a cena musical de Curitiba, mas a condição de músico e artista independente. “Sempre foi uma dificuldade se reinventar não só na produção artística, mas ter que descobrir modos de ser ouvido, chegar ao público. O filme tenta trazer um pouco dessa luta dos artistas e ajuda a entender que isso é uma coisa cotidiana que sempre vai existir, só muda a forma de fazer conforme período histórico”, pondera. “É um filme que fala para todos que gostam de música e artes e traz questões que seguem relevantes e mais atuais do que nunca”.
Na pesquisa e nas entrevistas feitas para o livro ‘Uma fina camada de gelo – o rock autoral e a alma arredia de Curitiba’, irmão do documentário homônimo, comenta o autor do livro Eduardo Mercer, ele percebeu que Curitiba é uma cidade excessivamente voltada para si mesma. Por isso considera fundamentais as iniciativas para aproximar “a nossa música e os nossos artistas das outras cenas brasileiras”. “É uma ótima notícia. Muita música boa foi feita em Curitiba, em todos os estilos, e esse patrimônio merece divulgação eterna e ininterrupta na própria cidade e no resto do país”, observa. O músico Gabriel Teixeira, integrante das bandas Sr. Banana e Black Maria, avalia que este projeto, livro e documentário, compõe um histórico registro da cultura curitibana e do que aconteceu na época. “É muito rico por trazer à tona essa nossa cultura tão underground. O artista em geral sempre foi meio marginalizado e é muita coragem de quem faz disso sua profissão. Um documento como este será acessado por futuras gerações e não só por nós, mas por pessoas de fora que saberão o que aconteceu aqui e veio para inspirar e resgatar uma história que nunca tinha sido bem contada até agora”, diz ele.
Fabio Elias, da banda Relespública, fala do orgulho de estar inserido entre tantos artistas de talento. “Poder deixar essa história para futuras gerações saberem que a gente fez barulho, som, música, fez o sonho virar realidade. As dificuldades dão graça à vida. Pro rock nunca foi fácil mesmo e fazer parte de uma história com tantos artistas legais é uma recompensa muito grande pra gente que respira música e vive da música todos os dias da nossa vida”, diz, em nome da banda.
Jr Ferreira, músico, produtor e proprietário do lendário Espaço Cultural 92 Graus, faz coro. “Muito legal ver que mesmo no momento difícil como este estamos passando este documentário pode mostrar um outro momento em que a cidade esteve fervendo, para que outras pessoas possam ver como foi legal”, diz. Para ele, “contar essa história é inspirador, dá uma animação...quem sabe o pessoal se reanima e não deixa peteca cair pra futuras produções e futuros acordes”. “Quanto mais gente puder ver mais legal para nossa história e nossa música. Vamos ver se a gente quebra essa camada de gelo com esse céu maravilhoso”, finaliza.

Serviço:
O que: Exibição do documentário Uma Fina Camada de Gelo
Quando: 23/09/2020
Onde: Music Box Brazil:
Canais: Claro HD, Net e Claro: 623
Oi Tv: 145
Claro: 123