Eudemar Cavalcanti vence o Worcester’s Best Chef Competition

O chef paranaense Eudemar Cavalcanti foi o vencedor da 13ª edição do Worcester’s Best Chef Competition, competição que reúne chefs dos melhores restaurantes do estado de Massachussets, nos Estados Unidos. Ele representou a churrascaria Comeketo Brazilian Steakhouse, da cidade de Leominster, sendo o único brasileiro entre os 18 chefs da edição de 2020. O evento, que foi realizado no Mechanics Hall, em Worcester (MA), neste mês de janeiro, tem como objetivo difundir e valorizar a gastronomia da região.

O brasileiro saiu vitorioso na categoria escolhida pelo público com pratos da comida brasileira. Na competição, foram servidos quase mil pratos, para o público. “Foi com muito orgulho que fomos premiados com o primeiro lugar no WBC 2020, com o prato confit de canard ao molho de mel balsâmico e mostarda, com dadinho de tapioca ao chutney de manga e pitanga e mini pimentão recheado com suflê de castanha de caju, coco e alho-poró”.

O paranaense, que é chef executivo e consultor da churrascaria brasileira nos Estados Unidos, comenta essa conquista, como uma das principais de sua carreira, com mais de 25 anos de experiência em cozinha profissional. “É imensurável a alegria em vir para os Estados Unidos, disputar com renomados chefs do mundo todo e levarmos o caneco pra casa! Agradecemos a todos os que torceram pela gente."

Chef Eudemar Cavalcanti

Proprietário e Chef de cozinha na empresa de eventos Eudemar Cavalcanti Gastronomia, possui graduação em Tecnologia em Gastronomia e pós-graduação em Gestão da gastronomia pela Universidade Positivo – Curitiba PR.

Especializou-se em Cozinha Mediterrânea em Le Roches International School of Hotel Management em Marbella – Espanha; capacitou-se na utilização dos equipamentos Electrolux Profissional – Pordenone – Itália; conta com formação técnica em Gastronomia no Grande Hotel São Pedro, Hotel Escola Senac em 1996.

O chef Eudemar Cavalcanti foi instrutor do Curso de Gastronomia do Senac – Recife/PE de 1998 a 2003, Chef de cozinha do Clube Curitibano/Buffet Deucher de 2006 a 2014 e, atualmente, é professor na Universidade Positivo no curso superior de Tecnologia em Gastronomia, na pós-graduação de Chef de Cuisine nacional e internacional, no projeto Gastromotiva. Também, é professor na Unicesumar Curitiba no curso superior de Tecnologia em Gastronomia, Chef de Cozinha, empresário no ramo de eventos gastronômicos e consultor em Gastronomia na Cidade de Curitiba e região.

Pesquisadores em biotecnologia pela Universidade Federal do Paraná lançam tônico capilar

Para combater a condição que atinge 42 milhões de brasileiros, pesquisadores doutores em biotecnologia pela Universidade Federal do Paraná lançam o Je Suis, tônico capilar frequenciado que utiliza princípios da medicina biofísica para fazer nascer, crescer, fortalecer e engrossar os fios do cabelo, barba e sobrancelhas

Comando News - Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), em 2018, a calvície alcançou a marca 20% da população brasileira. Ainda de acordo com essa pesquisa, essa condição atinge uma significativa quantidade de homens jovens, entre 20 e 25 anos. Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a calvice atinge metade dos homens com até 50 anos no mundo inteiro. Além dos homens, as mulheres, também podem sofrer com queda de cabelos e alopecia androgenética. Estima-se que 5% das mulheres sofram com a calvície feminina por estresse oxidativo, causas hormonais e excesso do uso de tratamentos químicos como tinturas e descolorações.

Tônico Capilar Je Suis é resultado de intensa pesquisa científica

Para combater essa condição que afeta a autoestima e causa desconforto em tantos homens e mulheres ao redor do mundo, dois pesquisadores da Universidade Federal do Paraná desenvolveram o tônico capilar quântico Je Suis. "O Je Suis é o primeiro produto que foi pesquisado e desenvolvido internamente pela Universidade Federal do Paraná a ser comercializado. O tônico possui tecnologia inovadora, patenteada e sem precedentes no mercado. A pesquisa foi realizada em 300 pessoas que utilizaram placebo, minoxidil e o Je Suis. Quando comparados, os resultados do tônico capilar quântico são mais expressivos e eficazes," explica a médica e PhD dra. Andrea Soccol.

Desenvolvido por Dr Carlos Soccol, em parceria com sua filha dra. Andrea Soccol. Carlos é uma das maiores autoridades mundiais em Biotecnologia com mais de 81 patentes registradas, 1.159 artigos científicos publicados e 23 livros escritos e sua filha é PhD em Biotecnologia com premiações internacionais. “A pesquisa conduzida por ambos biotecnólogos ao longo de 8 anos, validada pela Universidade Federal de Paraná (UFPR) e com resultados comprovados, foi decisiva para integrarmos o Je Suis ao portfólio da BelClinic” diz Cleyton Ogura, CEO da marca de Dermoativos. Parte da industrialização do tônico acontece na universidade. Lá o tônico é frequenciado com equipamentos de última geração, depois é feito o acabamento e comercialização.

Como o Je Suis funciona

O tônico capilar frequenciado Je Suis utiliza princípios da medicina biofísica para fazer nascer, crescer, fortalecer e engrossar os fios do cabelo. O tônico elimina o estresse oxidativo usando um "blend" de ativos (naturais) e por meio da frequência equilibra o couro cabeludo e permite que os cabelos existentes cresçam mais fortes e novos fios nasçam de folículos capilares. Além de cabelos, o tônico pode ser utilizado para fortalecimento de sobrancelhas e barba.

Onde comprar

O tônico capilar quântico Je Suis pode ser adquirido por meio do serviço de vendas da BelClinic Dermoativos pelo WhastsApp (41) 9.9689-1035 / 9.9945-3164, preço sugerido R$ 233,00/unidade ou Kit com 3 unidades por R$599,00.

Sobre a BelClinic Dermoativos

Fundada em 1991 por Mutsumi Ogura imigrante japonesa que veio para o Brasil aos 17 anos, a BelClinic, tornou-se referência em tratamento de pele, com presença em 11 estados por meio de uma rede de distribuidores. Desde 2017, a empresa é conduzida por Cleyton Ogura. Cleyton é palestrante e engenheiro formado pela Unicamp e pós-graduado em administração pela FGV-SP. Para saber mais sobre a Belclinic acesse www.belclinicbrasil.com.br ou www.belclinic.com.br

Fim de semana começa antes no +55 Bar

Radiola Records e Cynthia Luz são as promessas para o fim de semana da casa. Tem ainda a badalada festa Pirates Summer. Confira!

Quem está a procura do que fazer na noite curitibana, já pode se antecipar. No +55 Bar, a programação do fim de semana começa antes, na quinta-feira e garante muita música, gastronomia e drinks num único lugar. Confira a programação da semana e aproveite!

Na quinta-feira (30/01), a casa abre suas portas às 21h e a festa fica por conta do Radiola Records, o conceituado coworking de música eletrônica e o primeiro do mundo 100% dedicado ao estilo da house music. Referências nacionais, eles já são reconhecidos por apostarem em artistas criativos e levar emoção para as melhores pistas do país. Na festa do +55, quem comanda as pickups são Albuquerque, Haustuff, Traffic Jam, Cancci, Foletto e Thibes. Os ingressos custam R$40 (feminino) e R$60 (masculino).

No sábado (01/02), a partir das 21h, a casa apresenta a festa “Pirates Summer” para quem quer entra no clima do verão. A música fica por conta da Banda PDX com participação do DJ Felipe Mar - famoso entre as principais celebridades do momento, DJ Vini Daher e DJ Morenno. Os ingressos custam R$50 (feminino) e R$70 (masculino) e estão à venda pelo Sympla: https://www.sympla.com.br/01022020--55-apresenta-pirates-summer__761525?fbclid=IwAR0MUY_IBlqtLU-SkGOYt3jmVQoNMJO2R1ZKZCmKS2PPYVDGHyGFN3fqZ0g.

No domingo (02/02), a partir das 17h, a programação fica por conta da referência do rap nacional Cynthia Luz, a cantora que já é conhecida como sensação no Brasil. Seus hits já fizeram sucesso no programa Só Toca Top da Rede Globo. Além dela, Titcho Looper comanda a música no deck da casa e os DJs Grillo e Kley animam a pista da noite. Os ingressos também custam R$50 (feminino) e R$70 (masculino) e estão à venda pelo Sympla: https://www.sympla.com.br/02022020---sunday-sunset-apresenta-cynthia-luz__760417?d.

Para mais informações sobre a casa, os contatos são: (41) 3322-0900 e (41) 99247-3322 (WhatsApp). O +55 Bar está localizado na Av. Vicente Machado, 866.

Sobre o +55 Bar

Há seis anos em Curitiba (PR), o +55 Bar está localizado na famosa Avenida Vicente Machado, a região de Curitiba para quem gosta de curtir uma boa música, gastronomia e arte. Com o propósito de homenagear a rica cultura brasileira, a programação da casa reúne desde shows, exposições até stand up comedy.

O +55 Bar abre de terça a sábado, a partir das 19h, e domingo, a partir das 17h, e oferece um variado cardápio e menu que atendem a todos os paladares. Nas terças-feiras, acontece o famoso “Gastronight” com todo o cardápio 50% off e nas quintas e domingos, a casa apresenta suas badalas festas com o melhor da música curitibana e DJs convidados.

Serviço:
+55 Bar
De terça a sábado, a partir das 19h, e domingo, a partir das 17h
Endereço: Av. Vicente Machado, 866 – Batel
Telefone: (41) 3322-0900 | (41) 99247 3322 (WhatsApp)
Site: http://www.cincocinco.com.br/#home
Facebook: https://www.facebook.com/mais55bar
Instagram: https://www.instagram.com/mais55bar/

Parceria Go Cycle e Giolaser Estúdio de ciclismo indoor

Estúdio de ciclismo indoor inova em parcerias para aprimorar atendimento
Go Cycle e GioLaser promovem juntas, atividades especiais nesta segunda-feira (03)

A GO CYCLE é o maio estúdio de ciclismo indoor do Brasil, que, desde setembro de 2019, inova no atendimento aos alunos com a oferta de treino divertido, eficaz, com equipamento de última geração. A melhor bike indoor já projetada, presente nas principais academias e nas maiores ligas esportivo do mundo, além de treinamento funcional e aulas de dança.

A novidade é a parceria entre a Go Cycle e a GioLaser, a franquia de depilação, estética e beleza da atriz global Giovana Antonelli, que agora também tem uma unidade em Curitiba. E para comemorar, na segunda feira, dia 03 de fevereiro, uma série de atividades estão programadas para atender os alunos, com aulas especiais de bike às 11h, 12h e 18h e no lounge uma cadeira de quick massage, muitos brindes, vales-presente e voucher para tratamentos. As vagas são limitadas e as inscrições estão disponíveis no site www.gocycle.com.br.

Sobre a Go Cycle:
Sem matrícula ou mensalidade, na GO CYCLE o sistema é pague para usar, de acordo com a rotina e disponibilidade de cada um. Para isso, basta se cadastrar, adquirir crédito pelo site ou pelo App e reservar a aula.

Todos os professores (Coaches) são selecionados dentro de padrões internacionais. Possuem formação em Educação Física com registro no CONFEF – Conselho Federal de Educação Física e estão habilitados a prestar o melhor serviço que você já viu.

Serviço:
Go Cycle – Parceria GioLaser
Dia: 03/02 - às 11h, 12h e 18
Avenida Vicente Machado, 878 Batel – Curitiba (PR)
Site: www.gocycle.com.br
Email: contato@gocycle.com.br
Redes sociais: @gocycle.studio

Sírio é o primeiro refugiado a ser diplomado mestre pela UFPR

Menos de um quilômetro de distância separa a Praça Tiradentes da Praça Santos Andrade, ambas na região central de Curitiba. A primeira delas foi o lugar onde o advogado e jornalista sírio Amr Houdaifa passou uma noite em claro, assim que chegou, em 2015, por conta dos conflitos no seu país. A segunda remete a lembranças mais recentes e felizes – foi ali, no Prédio Histórico da Faculdade de Direito que ele se tornou o primeiro refugiado a receber o título de mestre em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).
Houdaifa defendeu, em dezembro do ano passado, a dissertação “Participação política do migrante: entre a teoria e o Direito Internacional e suas aplicações no Brasil”. O pioneirismo, como ele conta, deu origem a sentimentos duais: ao mesmo tempo em que sentia medo, enchia-se de coragem e orgulho da sua trajetória. “Mas no dia da defesa eu me sentia tranquilo. Estudei até 17h do dia anterior”, recorda.
O estudo de mais de cem páginas usa como referência os conceitos de Estado, soberania e cidadania. Os deslocamentos forçados de pessoas migrantes, segundo ele, mobilizam um estado de sub-cidadania por conta dos obstáculos à efetivação dos direitos de participação política.
Uma das questões trabalhadas na pesquisa é o direito de voto da pessoa migrante, em que trata dos aspectos normativos e legais. A participação em atividades sindicais e partidos também é foco da dissertação. As conclusões, entretanto, são duras: “As formulações que compõem os Direitos Humanos embora necessárias não são suficientes para assegurar o exercício deste direito, mesmo nos países em que a legislação nacional contém uma previsão, como é o caso do Brasil”, indica, no texto final.

Amr conheceu o Prédio Histórico antes de se tornar acadêmico do mestrado (Fotos: Marcos Solivan/Sucom UFPR)
A ideia de estudar questões sobre a participação política dos migrantes no Brasil não veio ao acaso. Anos antes, ao ir a uma manifestação, ele foi retirado do local por amigos, que temeram que ele pudesse prejudicar sua estada no país. A experiência empírica se transformou no trabalho acadêmico, com a orientação do professor José Antonio Peres Gediel, a quem, nos agradecimentos, se refere como “grande guia ética e teórica”.
Mas mesmo com a conquista que a obtenção de um diploma representa, a história de Houdaifa não é tão diferente dos mais de onze mil moradores do Brasil reconhecidos como refugiados. Ele deixou a Síria a força, por conta da guerra, e foi em busca de uma embaixada que o acolhesse. O primeiro percurso levou-o ao Líbano, região em que sofreu por conta do preconceito e da xenofobia. De lá, partiu em um voo rumo a São Paulo, acompanhado do irmão, com 63 dólares na carteira.
As lembranças daquele longínquo dia de 2015 também o remetem a uma sensação típica de quem enfrenta a incerteza. “Pena que chegamos”, foi o que conseguiu balbuciar na aterrissagem, preocupado com o que teria pela frente. Três dias antes, fez uma pesquisa das cidades onde poderia se instalar e escolheu Curitiba. “Foi muito difícil. Tentei usar um aplicativo de carona para ir de São Paulo a Curitiba, mas precisava de um cadastro com CPF. Fui ajudado por um policial”, conta ele, que não sabia falar nada em Português.

Sírio é o primeiro refugiado a se tornar mestre pela UFPR; defesa ocorreu em dezembro de 2019

A primeira noite na Praça Tiradentes, sem conseguir pregar os olhos, também não saiu da memória. A busca por um lugar para se instalar deu certo com a ajuda dos recursos financeiros de um irmão e graças à interlocução com um brasileiro de quem desconhece o nome e a quem chamava de “inglês”, por ter retornado ao país brevemente depois de viver nos Estados Unidos.
A Universidade e uma nova perspectiva
No Brasil, Houdaifa não conseguiu exercer nenhuma de suas profissões: trabalhou em obras e restaurantes. A chegada de um jornalista brasileiro que atuava na Síria, no entanto, acabou lhe trazendo novas perspectivas: foi quando conheceu a UFPR. “Fomos a um encontro sobre migração e participei junto com ele. Foi quando me falaram sobre a sala 28. Seis meses depois eu procurei o mestrado”, conta.
A sala 28 é onde funciona o atendimento ao migrante e refugiado, serviço oferecido pela UFPR para acolher e orientar pessoas que enfrentavam a mesma situação de Houdaifa. Assim que chegou ao local, ele buscou informações sobre o mestrado. Estudou sozinho para as provas de proficiência em Português. Depois, entrou em um curso de português para migrantes e conseguiu passar na segunda tentativa.
Mesmo enfrentando as dificuldades naturais de adaptação, entre elas o vocabulário jurídico e a tradição da escola jurídica brasileira, ele se dedicou a estudar “o dobro” que os colegas, justamente para enfrentar seus maiores problemas. O desempenho ficava melhor a cada disciplina, e o trabalho final de Filosofia do Direito – que envolvia filosofia política e marxismo – lhe dá orgulho até hoje.

Registro do dia da defesa, ao lado do orientador e membros da banca (Foto: acervo pessoal)
Houdaifa não demonstra a menor dúvida ao ser questionado se deixaria seu país caso ele não estivesse em guerra. A resposta é não. Formado em Direito e Jornalismo pela Universidade de Damasco, ele trabalhava em um jornal quando foi forçado a deixar o país e se orgulhava de viver em um lugar em que a educação e a saúde privadas eram proibidas.
A namorada, farmacêutica, chegou logo depois, e hoje eles moram juntos no bairro São Francisco. Os pais também tentaram se adaptar ao Brasil, mas não conseguiram. Como vieram de um vilarejo de cerca de sete mil habitantes, a falta da comunidade e da atividade agrícola pesou – ambos voltaram para a Síria e permanecem por lá.
A presença dos familiares está viva na páginas dos agradecimentos da dissertação assinada por ele. Aos pais, se refere como “casal que mora na nossa casa num vilarejo esquecido, no outro lado do planeta, os camponeses e os professores de dignidade e generosidade”. Os irmãos e amigos também têm os nomes grafados no documento que representa sua conquista.
Mas ele não pretende voltar. Seu foco, agora, é o doutorado, que pretende cursar na mesma universidade onde se tornou mestre. “A ideia não é o título, mas o que ele representa. Ser um refugiado mestre, para mim, é um grande feito. Sinto orgulho porque significa que os refugiados conseguem salvar seu futuro”, comenta.

Oficina de contação de histórias e ciclo de palestras para formação de voluntários em Curitiba

Capacitação representa oportunidade para quem deseja fazer parte

do Instituto História Viva

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=159909&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C035901d5d6ca%2524abdbbc20%252403933460%2524%2540smartcom.net.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C035901d5d6ca%24abdbbc20%2403933460%24%40smartcom.net.br%3E-1.1.2

Ouvir, encantar e contar. Mais do que isso, transformar histórias reais em contos de fada, com o objetivo de transformar o ambiente hospitalar por meio da literatura oral e levar alegria a pessoas em situações de fragilidade física e emocional. Esses são os pilares do Instituto História Viva, que, desde a sua fundação, em 2005, já formou 3.500 voluntários na arte de contar histórias, em diversos estados brasileiros.

O próximo encontro já tem data marcada: será nos dias 1º e 8 de fevereiro, das 9h às 17h, em Curitiba. Além da oficina “A Arte de Encantar com Histórias”, haverá um ciclo de palestras para os participantes. De acordo com a gestora Roseli Bassi, a oficina é um pré-requisito para quem deseja se tornar um voluntário do Instituto e pode ser feita por educadores, estudantes, cuidadores de idosos, pais, avós e interessados em geral.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail voluntario@historiaviva.org.br ou pelo telefone (41) 98865-4218. Para conhecer mais sobre o Instituto, acesse: www.historiaviva.org.br.

Serviço:

“A Arte de Encantar com Histórias e Ciclo de Palestras” – Instituto História Viva

Local: Rua Teffé, 889 – Bom Retiro – Curitiba/PR

Datas: 1° e 8 de fevereiro

Horário: 9h às 17h

Contribuição: R$ 150,00

Inscrições e informações: voluntario@historiaviva.org.br ou pelo telefone (41) 98865-4218 .

Quer conhecer mais sobre a ONG, acesse: www.historiaviva.org.br .

Sobre o Instituto História Viva – Fundado em 2005 pela gestora Roseli Bassi, o Instituto História Viva tem como objetivo maior transformar ambientes de dor e sofrimento por meio da literatura oralizada. Por meio deste trabalho, a ONG, que nasceu em Curitiba e, hoje, atua em vários estados brasileiros, tem incentivado a leitura, a educação e a cultura brasileira. Em 15 anos de existência, a entidade já formou 3.500 voluntários na arte de ouvir e contar histórias. Semanalmente, asilos, hospitais, casas lares e abrigos recebem a visita dos voluntários do História Viva que, por ano, atendem cerca de 14 mil pessoas. Seus voluntários apresentam perfis variados e são capacitados a ouvir, escrever, contar e recontar histórias clássicas, casos de vida e contos da literatura brasileira no intuito de levar alegria a indivíduos em situações de fragilidade física e emocional. A seriedade desse trabalho tem rendido premiações diversas à entidade nos segmentos de cultura, educação e ação social. Saiba mais: www.historiaviva.org.br / www.facebook.com/institutohistoriaviva.

MASTERCLASS GRATUITA DE ROTEIRO MARCA LANÇAMENTO DA NOVA EDIÇÃO DO NÚCLEO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS DE CURITIBA (NPA)

Evento realizado pela Tambor Multiartes, na Cinemateca, irá abrir as inscrições para o processo seletivo de 2020

A roteirista e diretora curitibana Jessica Candal e o roteirista e professor da renomada escola de cinema latino-americana, EICTV-Cuba, Daniel Tavares irão ministrar na Cinemateca, em Curitiba, a Masterclass de Roteiro de abertura das atividades do Núcleo de Projetos Audiovisuais de Curitiba (NPA) – Edição 2020. No dia 07 de fevereiro (sexta), às 19h, haverá o encontro de lançamento do evento e abertura oficial das inscrições. A entrada será gratuita e não será necessário fazer inscrição para participar. Mas, é bom lembrar que a capacidade do espaço é de 100 lugares. A masterclass inaugural do Núcleo será nos dias 08 e 09 (sábado e domingo), com entrada também gratuita, mas nesse caso será preciso fazer inscrição, pois as vagas são limitadas. Para isso é só acessar: www.tambormultiartes.com Este primeiro encontro irá abordar os fundamentos de desenvolvimento de histórias, como estrutura, personagens, gêneros dramáticos, etapas de desenvolvimento e processos criativos.
A iniciativa, uma das pioneiras nessa área no Brasil, é da Tambor Multiartes que atua no mercado audiovisual em Curitiba há mais de 11 anos, desenvolvendo projetos de formação, educação e produção audiovisual. Em 2019, na primeira edição do NPA, foram 129 inscritos (89 de longa-metragem e 40 de série), destes 24 projetos foram selecionados para desenvolverem seus roteiros. A edição desse ano terá o mesmo formato, 24 roteiristas serão selecionados e irão se reunir ao longo de seis meses. Os encontros com os orientadores, que irão guia-los na escrita dos seus roteiros de séries e longas-metragens de ficção, serão quinzenais. Como na edição passada, também serão oferecidas, durante esse período, mais três masterclasses, além da inaugural. Todas serão gratuitas, abertas ao público e irão abordar a narrativa audiovisual sob diferentes perspectivas, de acordo com o ministrante convidado. Em agosto, os projetos participantes do NPA serão apresentados numa Mostra Final, aberta ao público, com a presença de produtores locais e da comunidade. As inscrições poderão ser realizadas de 07 de fevereiro a 06 de março também pelo site: www.tambormultiartes.com
“As edições sucessivas e regulares do NPA vão criando um espaço de encontro de criadores, realizadores e produtores não só do audiovisual, mas também de outras artes. É um movimento de integração e também de estímulo à produção singular de cada artista. O resultado já está começando a aparecer, com projetos sendo produzidos e aprovados em editais de desenvolvimento e produção. Em breve, veremos alguns desses projetos ocupando espaços de exibição no cinema e na TV. A proposta é que o projeto ganhe mais força ao passar pelo Núcleo, aumentando a probabilidade de viabilizá-lo, além de impulsionar e ajudar a consolidar filmes e séries que trazem as nossas histórias”, declara Marcelo Munhoz, um dos coordenadores do Núcleo.
“Mas, para além desses resultados, o NPA é também o cultivo da troca, da fala e da escuta entre artistas, que precisa seguir existindo nesse momento em que a diversidade está sendo atacada de várias formas”, destaca. “Nosso foco esse ano é aprimorar e potencializar cada etapa do processo: as masterclasses, o trabalho do grupo de desenvolvimento e também ampliar, registrar e divulgar mais os resultados da Mostra Final, que desta vez será aberta ao público”, avisa.
Projeto aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura | PROFICE da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura | Governo do Estado do Paraná. Apoio: COPEL.
Conta ainda com o apoio da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Sobre a Tambor Multiartes:
O NPA é uma inciativa da Tambor Multiartes e teve origem no Núcleo de Dramaturgia Cinematográfica do SESI/PR e no Núcleo Audiovisual SESI/PR que formou roteiristas e ajudou a desenvolver projetos de 2012 a 2015. O Núcleo de Crítica de Cinema em 2016 veio consolidar a formação de pensamento sobre a realização audiovisual. Outro projeto realizado pela Tambor foi o Ficção Viva que trouxe importantes cineastas ibero-americanos para ministrar oficinas de roteiro em Curitiba, como Karim Aïnouz, Kleber Mendonça, Guillermo Arriaga (México), Lucrecia Martel (Argentina) e Pedro Costa (Portugal).
Marcelo Munhoz, um dos coordenadores do NPA, além de fundador da Tambor, foi um dos idealizadores do Projeto Olho Vivo que realizou o Ponto de Cultura Minha Vila Filmo Eu, trabalho de ensino de cinema na Vila das Torres, em Curitiba, que obteve reconhecimento nacional. A Tambor Multiartes realizou ainda o documentário A Grande Nuvem Cinza, com direção de Marcelo Munhoz. Para saber mais visite o site: www.tambormultiartes.com

Sobre os Ministrantes da Masterclass Inaugural:

JESSICA CANDAL
Jessica Candal é Bacharel em Audiovisual (ECA-USP) e especialista em Poéticas Visuais (EMBAP). Como diretora realizou os curtas-metragens Ainda Ontem, Bárbara na Cidade, Teia e O Espelho de AnA. Na área de curadoria, atuou como criadora e curadora do “Reflexos de Ana – Mostra de Documentários de Mulheres” e colaborou com o “Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba”, "FICBIC – Festival Internacional de Cinema da Bienal de Curitiba" e o festival "COLORS: Cinema+diversidade". E como roteirista, escreveu os longas: Horizonte; Eduardo e Mônica, em parceria com Michele Frantz; Tão Longe do Centro da Terra, em parceria com Aarón Fernández; e Barba Ensopada de Sangue e Ferrugem, em parceria com Aly Muritiba. Em 2014, Horizonte, seu primeiro roteiro de longa-metragem, venceu o Concurso de Pitchings do Olhar de Cinema e em 2017 participou do Brasil CineMundi – International Coproduction Meeting. E em 2018, Ferrugem ganhou o prêmio de melhor roteiro no Festival de Gramado. Atualmente está desenvolvendo seu segundo roteiro autoral, “Bárbara na Cidade e Outras Histórias”, além da cinebiografia “A Rua é Nóiz”, em parceria com Aly Muritiba, Toni C. e Emicida.

DANIEL TAVARES
Roteirista, graduado pela UFRJ e pela Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños/EICTV, Cuba e mestre em Estudos Latino-americanos pela Universidade Federal da Integração Latino-americana/UNILA. Coordenou a cátedra do curso regular de Roteiro da EICTV entre 2011 e 2013. Participou em laboratórios de desenvolvimento como consultor (Nuevas Miradas, 34o Festival de Cinema de Havana, 2012) e como coordenador (I Festival Latino-americano de Cinema 3 Margens, Foz do Iguaçu, 2017); bem como em comissões técnicas de avaliação de projetos de longa-metragem em editais regionais brasileiros (Funcultura, Pernambuco, 2015; FAC, Distrito Federal, 2016; Polo de Cataguases, Minas Gerais, 2019). Atualmente, mantém atividades docentes no Brasil (Porto Iracema das Artes/CE e Universidade de Fortaleza, UNIFOR) e em Cuba (Curso Regular de Roteiro, EICTV). Em paralelo aos Núcleos Criativos dos quais participa (Muiraquitã Filmes/SP, 2016; Cinema Inflamável/CE, 2017; Videofilmes/RJ, 2018-2020) e as consultorias profissionais de roteiro para ficção e documentário, escreve e desenvolve projetos em parceria com roteiristas, produtorxs e diretorxs do Brasil e das mais diversas latitudes da América Latina.

SERVIÇO:

Lançamento do Núcleo de Projetos Audivisuais de Curitiba – Edição 2020 /Abertura das Inscrições
Data e Horário: 07 (sexta) das 19h às 22h
Local: Cinemateca de Curitiba - Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 - São Francisco.
Participantes: Marcelo Munhoz, Jessica Candal e Daniel Tavares
Entrada Gratuita

Masterclass de Roteiro
Data e Horário: 08 (sábado) e 09 (domingo) de fevereiro das 10h às 18h.
Local: Cinemateca de Curitiba - Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 - São Francisco.
Ministrantes: Jessica Candal e Daniel Tavares
Entrada gratuita / Vagas limitadas
Inscrições até dia 03/02:
www.tambormultiartes.com

Inscrições para o Núcleo de Projetos Audiovisuais de Curitiba - Edição 2020
Data: de 07 de fevereiro a 06 de março
Encontros de 21 de março a 15 de agosto
Inscrições: www.tambormultiartes.com

Incentivo à inovação em cooperativas do Paraná é tema de palestra em Curitiba

CEO da Winov, Adriel Pereira, falou aos participantes sobre como a inovação é o diferencial de um negócio

Adriel Pereira, CEO da Winov durante o evento.
Foto: Divulgação

Na tarde da última terça-feira (28), aconteceu no Centro de Eventos da FIEP o Encontro Estadual de Inovação para o Cooperativismo Paranaense, um evento promovido pelo Sistema Ocepar que reuniu as cooperativas paranaenses para celebrar a conclusão do primeiro ciclo do Programa de Inovação do Cooperativismo Paranaense, que tem por objetivo fomentar a cultura da inovação nas cooperativas. E a Winov foi uma das empresas convidadas.

A empresa paranaense de cloud participou do evento com seu CEO, Adriel Pereira, contando um pouco sobre a história da empresa e como a inovação faz parte do cerne da companhia “A Winov nasceu de uma maneira inovadora, basicamente fizemos ela viver em meio ao caos de muitas pessoas dizendo que não daria certo, pois quando começamos o universo cloud ainda era pouco conhecido aqui no Brasil. Porém, a persistência nos fez nunca desistir e sermos o que somos hoje. Esse evento me deu a oportunidade de compartilhar um pouco da minha experiência, para poder inspirar os jovens cooperativistas do Paraná”, finalizou Adriel.

Informações para a Imprensa:

Sobre a Winov
A Winov nasceu com um único objetivo: entregar uma Cloud realmente corporativa aos nossos clientes. Somos uma empresa comprometida em oferecer qualidade em nossos serviços e, de fato, preocupada com o core do seu negócio. Para que isso funcione de verdade, somos extremamente transparentes em nossa comunicação e garantirmos a qualidade de nossa solução utilizando softwares e hardwares líderes do quadrante mágico do Gartner, disponibilizando alta performance e acessibilidade. Nosso objetivo é tornar a infraestrutura descomplicada e segura para nossos clientes, de mãos dadas, para que você possa focar apenas no core do seu negócio. Unimos tudo isso a um atendimento personalizado e humanizado, pois "somos pessoas que atendem pessoas".

Winov Cloud Computing
www.winov.com.br
Telefone: (41) 3122.9600
Avenida Iguaçu, 2820, 15º Andar, Curitiba (PR) – Brasil
Facebook: facebook.com/wearewinov/
LinkedIn: www.linkedin.com/company-beta/10315677/

Imagens disponíveis para download

Alta | Web

Adriel Pereira, CEO da Winov durante a palestra | Foto: Divulgação

MARCO LUQUE EM TODOS POR UM

“O ator e comediante vem a Curitiba no próximo dia 14 de março com seu novo espetáculo que reúne seus personagens mais marcantes e carismáticos da carreira. A apresentação acontece no Teatro Positivo – Grande Auditório”.

Após dois anos, o ator e comediante Marco Luque volta a Curitiba e traz o espetáculo inédito “Todos por Um”, que reúne stand up e improviso com seus personagens mais marcantes e carismáticos. Com realização da Prime, a apresentação acontece no próximo dia 14 de março no Teatro Positivo – Grande Auditório (R: Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) às 21h15.

Reunindo toda a experiência como ator, humorista, dublador e apresentador, Luque mostrará ao público paranaense várias surpresas e improvisos no show que mistura stand up e personagens populares na tevê e no YouTube. Em “Todos Por Um”, Luque conta as façanhas de Jackson Faive, o motoboy paulistano mais famoso do Brasil que traz seu preciso relato sobre a difícil convivência entre motos e carros nas Metrópoles; Silas Simplesmente, um taxista com visual anos 70 que incrementa seu veículo para agradar aos diferentes clientes; Mustafáry, um vegetariano irônico e controverso, que prega a sustentabilidade do planeta, diz amar a natureza e os animais (especialmente o Serumaninho, cachorro que encontrou na praia); Ed Nerd, um nerd que sofreu bullying na escola, deu a volta por cima e quer se vingar de todos os colegas do 3ºB; e Mary Help, a diarista Maria do Socorro, repaginada e engraçadíssima.

Além dos personagens, Luque exibe números de mágica, dança e canto, que mostram outras peculiaridades do artista. Recursos tecnológicos de audiovisual também foram introduzidos, surpreendendo os espectadores. O espetáculo tem 80 minutos de duração e conta com texto totalmente novo, escrito por Luque e Guilherme Rocha. A direção também é de Marco Luque.

Os ingressos estão disponíveis e variam de R$60,00 (meia-entrada) a R$240,00 (inteira), de acordo com o setor. Plateia Vermelha - R$240,00 (inteira) e R$120,00 (meia-entrada) / Plateia Azul - R$220,00 (inteira) e R$110,00 (meia-entrada)/ Plateia Amarelo - R$200,00 (inteira) e R$100,00 (meia-entrada)/ Plateia Roxo - R$180,00 (inteira) e R$90,00 (meia-entrada)/ Plateia Laranja - R$160,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada)/ Plateia Rosa - R$140,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada)/ Plateia Verde - R$120,00 (inteira) e R$60,00 (meia-entrada). A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Clube Prime possui 50% de desconto na compra de até dois ingressos por associado. Clientes Disk Ingressos possuem 30% de desconto na compra de até dois ingressos por associado. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio. ***Há o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro. Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, - e quiosques instalados nos shoppings Mueller, Estação - de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h), Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9hs às 18hs), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h) e pelo portal www.diskingressos.com.br.

SERVIÇO:
MARCO LUQUE – “Todos por Um”
Quando: 14 de março de 2020 (Sábado)
Local: Teatro Positivo – Grande Auditório (R: Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300)
Horários:
Abertura do Teatro: 20h15 / Início do show: 21h15
Duração do show: cerca de 1h20
Ingressos: variam de R$60,00 (meia-entrada) a R$240,00 (inteira), de acordo com o setor.
Plateia Vermelha - R$240,00 (inteira) e R$120,00 (meia-entrada);
Plateia Azul - R$220,00 (inteira) e R$110,00 (meia-entrada);
Plateia Amarelo - R$200,00 (inteira) e R$100,00 (meia-entrada);
Plateia Roxo - R$180,00 (inteira) e R$90,00 (meia-entrada);
Plateia Laranja - R$160,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada);
Plateia Rosa - R$140,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada);
Plateia Verde - R$120,00 (inteira) e R$60,00 (meia-entrada).
A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer.
Clube Prime possui 50% de desconto na compra de até dois ingressos por associado. Clientes Disk Ingressos possuem 30% de desconto na compra de até dois ingressos por associado.
Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei.
***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
****Há o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos
***É obrigatória a apresentação de documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário na compra do ingresso e na entrada do teatro.
Forma de Pagamento: Não serão aceitos cheques, apenas dinheiro e cartões de débito e crédito Visa, Mastercard, Dinners e RedeShop – parcelamento em até 3x
Pontos de Venda: Disk Ingressos (Loja Palladium - de segunda a sexta, das 11hs às 23hs, aos sábados, das 10 às 22 horas, e aos domingos, das 14 às 20hs, - e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação -de segunda a sábado, das 10hs às 22hs, e aos domingos, das 14hs às 20hs), Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22hs, e aos domingos, das 9 às 18hs), na bilheteria do teatro (de terça a sábado, das 12 às 21 horas) e também pelo site (www.ingressos.tguaira.pr.gov.br/bilheteria/vendainternet).
Classificação etária: Livre
Informações p/ o público: (41) 33150808 / 33173283/ www.maisumadaprime.com.br
Realização: Prime

Tecnologia para a humanização é tendência para o setor do varejo, em 2020

Em evento do Sebrae/PR, empresários puderam conferir as principais novidades da NRF, maior evento de varejo do mundo

Crédito: Luis Felipe Miretzki / Inove Foto
Lojas e marcas devem utilizar dados e tecnologias para buscar a humanização. Essa foi o principal tema abordado no evento "Tendências para o varejo 2020 pós NRF". Promovido pelo Sebrae/PR, o evento reuniu mais de 150 empresários de Curitiba e Região Metropolitana para debater os principais destaques do NRF Retail's Big Show, o maior evento de varejo do mundo, que acontece anualmente, no mês de janeiro, em Nova York. Este ano foram 800 expositores e cerca de 38 mil visitantes de 86 países.
O Sebrae/PR organizou uma missão com empresários e representantes de entidades para conferir as novidades do mundo do varejo. Segundo o coordenador de Comércio e Mercado do Sebrae/PR, Lucas Hahn, a utilização de dados para fidelizar clientes e o uso de tecnologias como inteligência artificial e reconhecimento facial são temas presentes. Mas, é necessário que as marcas humanizem seus serviços.
"Não queremos nos relacionar apenas com máquinas. A humanização voltou a ser um forte referencial porque se constatou que as empresas que contam com relações mais humanas faturam acima da média. A tecnologia tem que estar presente para auxiliar nesse processo sem nunca perder de vista a humanização", afirmou ele.
Hahn citou o exemplo da marca Starbucks que, com o novo CEO, Kevin Johnson, voltou a investir nos últimos anos em atendimentos humanos, uma vez que a marca envolve, justamente, em momentos de descontração, satisfação e interação. A humanização agrega valor ao produto e é percebida como diferencial pelo cliente. "A diversidade, a inclusão e a sustentabilidade tanto em relação às questões sociais quanto ambientais valorizam uma marca e fortalecem o engajamento dos funcionários", explicou.
Outros importantes temas também devem estar no radar dos varejistas, como a fidelização de clientes, formatos de comércio eletrônico, utilização de canais de omnichannel, qualificação e conhecimento de vendas, além da estratégia de compra pela internet e retirada em loja física (chamada de BOPIS, no inglês).
De acordo com o consultor do Sebrae/PR gigantes da tecnologia também trouxeram ensinamentos para o setor. A Microsoft, por exemplo, buscou empoderar seus funcionários e reimaginar a cadeia de compras ao oferecer informações mais completas sobre os perfis de clientes e oportunidades de fidelização. Já a Amazon, responsável por 75% de todas as compras online dos Estados Unidos, oferece novas regras para o mercado.
"A Amazon vende para todas as gerações porque se comunica de diferentes maneiras com cada tipo de público", ressalta Hahn. Além disso, a empresa oferece parcerias com diferentes marcas para que elas disponibilizem seus produtos em sua plataforma, enquanto cuida da distribuição e todo o processo logístico.
O evento

Crédito: Luis Felipe Miretzki / Inove Foto
Além das tendências de varejo obtidas com base na NRF, o público também pode conferir soluções voltadas para o varejo por parte de empresas como a Olist, Total Erp e Duopana. Ao final, os participantes participaram de rodadas de networking em que puderam falar sobre suas empresas, soluções e quais os tipos de fornecedores e clientes pretendem alcançar.
Guimel Andrade, representante de loja especializada em linhas de peças para veículos, destacou que o evento foi muito importante para entender um mercado que está cada vez mais diversificado, inovador e complexo. "Tem algumas tendências inovadoras que serão muito importantes para nós. Queremos acompanhar e nos adequar cada vez mais ao mercado", reforçou.
Quem também elogiou a iniciativa foi a diretora de uma loja de calçados, que buscou entender os movimentos e novidades do varejo. Ela também pretende ampliar seus negócios a partir da rede de contatos realizada no evento. "Foi uma experiência bacana e conseguimos alguns contatos importantes aqui. Acredito que podem sair bons negócios a partir disso", afirmou.

MON oferece oficina especial para pessoas com mais de 60 anos

MON oferece oficina especial para pessoas com mais de 60 anos

A primeira edição do ano do “Arte para Maiores”, do Museu Oscar Niemeyer (MON), que acontecerá na terça-feira, dia 4/2, terá visita mediada na exposição “Mariana”, do fotógrafo brasileiro Christian Cravo, seguida de prática artística. As atividades são gratuitas e se repetem no dia 18/2.

Em 2019, o programa conquistou um dos mais importantes prêmios nacionais na área de educação em museus, o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), e registrou um aumento de 150% no número de participantes.

“Arte para Maiores” é um programa destinado a pessoas com idade superior a 60 anos, com a proposta de aproximar esse público das artes visuais e estimular a experiência, a imaginação, a criatividade, o diálogo e a convivência.

Além da mediação, haverá uma oficina teórico-prática relacionada à mostra visitada. As edições dos dias 4 e 18 de fevereiro serão das 14h às 17h, com 30 vagas por encontro. Os interessados devem se inscrever pelo e-mail agendamento@mon.org.br, ou pelos telefones (41) 3350-4468 e 3350-4412.

Domingo e quarta
O MON terá uma programação especial nos próximos dias, com oficina de desenho e visita mediada à Sala de Oficinas do Educativo. As atividades são gratuitas e irão acontecer no domingo e na quarta, 2 e 5/2, das 11h às 17h.

Nas duas datas será realizada a oficina “Sensível por Natureza”, conduzida pela Equipe do Educativo do MON e que irá trabalhar a técnica de desenho. Não é necessário agendamento ou fazer a inscrição com antecedência, basta comparecer à Sala de Oficinas, no Subsolo do Museu, dentro do horário programado.

Também no domingo e na quarta-feira, às 16h30, haverá uma mediação à Sala de Oficinas do Educativo, onde está a mostra “Sensível por Natureza”.

Sobre o MON
O Museu Oscar Niemeyer (MON) pertence ao Estado do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção de arte asiática da América Latina. No total, o acervo conta com aproximadamente 7 mil peças, mantidas num espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil metros quadrados de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

Serviço

Arte para Maiores
Exposição: “Mariana”
Dias: 4 e 18/2
Horário: das 14h às 17h
Local: Sala de Oficinas
Número de vagas: 30
Importante: chegar com 15 minutos de antecedência

Domingo e quarta – 2 e 5/2
Oficina: “Sensível por Natureza”
Técnica: desenho
Horário: das 11h às 17h
Local: Sala de Oficinas – Subsolo

Visita mediada
Exposição: “Sensível por Natureza”
Horário: 16h30
Local: Sala de Oficinas – Subsolo

Museu Oscar Niemeyer
Rua Marechal Hermes, 999
Visitação: terça a domingo, das 10h às 18h
Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Quartas gratuitas (oferecimento: Governo do Estado do Paraná)

Conheça o segredo dos famosos Dr. Thiago Bianco é o queridinho do Transplante Capilar

De acordo com dados Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o implante capilar é o terceiro procedimento mais procurado pelos homens. A instituição alerta que o procedimento precisa ser realizado por um médico especializado, em um centro cirúrgico, com anestesia local e sedação.

“Independente do motivo, seja genético ou relacionados aos hormônios masculinos (testosterona), a decisão pela técnica que será utilizada depende do cirurgião, porque nem todos os pacientes podem ser submetidos ao mesmo método. O transplante capilar é simples e indolor, ” explica o especialista em transplante capilar. ” Dr. Thiago Bianco.

O implante capilar é um grande aliado dos homens que sofrem de calvície. Por isso, é preciso passar pela avaliação de um profissional especializado que pode examinar a saúde do couro cabeludo e dos fios. Quando bem indicado o procedimento pode ser a solução para a alopecia masculina. Muitos famosos como os cantores Roberto Carlos, o sertanejo Marcos e Belutti, Lucas Lima, (marido da cantora Sandy), Santiago (dupla Guilherme e Santiago), além do jogador do S. Paulo Helio Junior e o goleiro Fernando Prass já aderiram a técnica.

“O cirurgião deve ser totalmente sincero em expor para o paciente as limitações do transplante. Uma vez que as dúvidas estejam sanadas é hora de avaliar qual melhor procedimento e definir a técnica, ” afirma Bianco.

Dr. Thiago Bianco, médico expert em transplantes capilares – Pioneiro na técnica FUE (Follicular Unit Excision), é um dos maiores especialistas em giga sessões com densidade extrema, tornando-se conhecido mundialmente por suas cirurgias. Dr. Thiago Bianco foi graduado em Medicina em 2006, e especializou-se em cirurgia geral e trauma, além de direcionar sua carreira para a área de implante capilar. Membro titular da ISHRS (International Society of Hair Restoration Surgery), atualmente realiza um trabalho pioneiro com as técnicas de FUT (Follicular Unit Transplant) e FUE (Follicular Unit Extraction) para o transplante capilar de barba e de sobrancelha. Site: https://www.thiagobianco.com.br

Como prevenir a proliferação de bactérias no verão

Estudo da Universidade do Oregon e do Instituto de Pesquisa do Hospital Sick Children sugere que o verão pode ser a estação preferida de bactérias

Uma pesquisa publicada no periódico Infection Control and Hospital Epidemiology indica que o número de pacientes afetados por bactérias como a Pseudomonas aeruginosa, a Escherichia coli, a Enterobacter cloacae e a Acinetobacter baumannii pode subir até 17% a cada dez graus de elevação da temperatura. Isso representa um aumento de 46% de doenças causadas por esses microorganismos na estação mais quente do ano. “Se o estudo for comprovado, será importante ações de prevenção nessa época do ano, principalmente no ambiente hospitalar, onde essas bactérias causam danos reais à saúde”, afirma o especialista em bacteriologia do LANAC – Laboratório de Análises Clínicas, Marcos Kozlowski.

Com a chegada do verão e do aumento das temperaturas, é normal as idas mais frequentes a praias e clubes, e consequentemente, o aumento de casos de infecções por fungos e bactérias. Cuidados com a higiene, alimentação, pele e hidratação devem ser constantes para os banhistas que querem aproveitar as férias sem preocupação. “Permanecer muito tempo com roupas de banho molhadas ou até mesmo utilizar vestimentas mais quentes tornam o organismo um ambiente propício para proliferação e alojamento destes micro-organismos”, explica.

O especialista lembra que as bactérias mais comuns no verão são as que causam doenças de pele, pois, é a parte do corpo mais vulnerável e exposta constantemente. “Dermatites, brotoejas e micoses causam inflamações na pele gerando irritação, coceira, ressecamento, descamação, manchas vermelhas ou brancas e bolhas em alguns casos”, alerta.

Outras doenças nessa época merecem atenção. “Desidratação, conjuntivite e a intoxicação alimentar se propagam com mais frequência no verão. É preciso se manter hidratado, fazer uma boa higienização das mãos antes das refeições e antes de tocar nos olhos e lavar bem os alimentos”, aconselha.

Além dos cuidados pessoais, a limpeza da casa merece atenção especial. “Além de arejar diariamente os ambientes, principalmente os quartos, é recomendado evitar usar o umidificador ambiental nesta época e higienizar colchões, tapetes, sofás e armários uma vez por semana”, finaliza Kozlowski.

Sobre o LANAC:

Há 28 anos, o LANAC - Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, como empresa 100% paranaense. A empresa possui 45 unidades de atendimento em diversos bairros de Curitiba, além da Região Metropolitana, Litoral do Paraná, Ponta Grossa, Palmeira e Rio Branco do Sul. Hoje, o laboratório oferece mais de dois mil tipos de exames, além de coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 400 colaboradores. Recebe exames de 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio. A sede central, com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. A empresa participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com nota excelente desde 1992 e mantêm a certificação ISO 9001/2015 atualizada desde 2004.

Pilgrim mantém a tradição do karaokê durante a semana

Bar de rua do Batel aposta na cantoria e reúne clientes fieis de quarta a sexta-feira

O Pilgrim foi um dos primeiros “bares de rua” a ganhar espaço em meio ao Batel. Localizado na esquina da Rua Deputado Antonio Baby com o prolongamento da Av. do Batel, a Rua Bispo Dom José, reduto tradicional de bares e baladas de Curitiba, o Pilgrim conquistou uma clientela cativa desde sua abertura, no início de 2018, com uma proposta despojada e envolvente.

Mais do que um “bar de rua”, em que as pessoas bebem e comem na calçada, o Pilgrim acrescentou um espaço interno, ampliando as opções de entretenimento para seus clientes. E, o melhor, todas gratuitas. Com uma programação diversa, que inclui festas aos sábados e outros eventos durante a semana, o bar aposta na tradição do karaokê para animar o seu público nas noites de quarta a sexta-feira.

As noites de cantoria foram umas das primeiras propostas do Pilgrim. A ideia foi de um dos sócios do bar, Rodrigo Bório, que sempre gostou de karaokê. “Eu queria me agradar e, por isso, insisti no karaokê. Para a nossa surpresa, a ideia vingou e, hoje, reunimos uma clientela fiel que vem soltar o gogó com a gente”, conta.

Na tentativa de ser mais democrático para o público, o Pilgrim criou uma logística que facilita as idas dos clientes para o palco. “O espaço é concorrido, mas conseguimos criar uma dinâmica que deixa as coisas mais fáceis. Isso anima a galera, que consegue cantar mais e se divertir sem precisar esperar tanto pela sua vez”, revela Bório.

Reunindo uma galera jovem e descolada, o karaokê do Pilgrim é bem eclético musicalmente. Indie rock, pop e sertanejo se se misturam no repertório dos clientes. “Mas os clássicos de karaokê ainda prenominam nas escolhas”, comenta Bório, que lembra alguns deles, como “Evidências”, de Chitãozinho e Xororó, “Whisky a Go Go”, do Roupa Nova, e quase todo o repertório dos Mamonas Assassinas.

O karaokê do Pilgrim rola todas as quartas, quintas e sextas-feiras, desde a abertura do bar até o seu encerramento. Os horários são: quarta e quinta, das 18h à 00h, e sexta, das 18h30 às 02h.

O PILGRIM

Inaugurado no início de 2018 pelos sócios Rodrigo Bório, Bruno Kozen e Jean Cardin, o Pilgrim se consolidou como uma opção de entretenimento noturno no Batel. Com uma programação variada, o bar reúne um público jovem, descolado e alternativo para suas noites que têm karaokê de quarta a sexta e, aos sábados, festas temáticas sempre gratuitas. Priorizando a liberdade de interesses do público, o Pilgrim é uma opção para quem quer beber e comer na rua ou também entrar e se divertir com as atrações de cada noite. Com o cardápio ampliado, uma das apostas do Pilgrim para 2020 é a gastronomia, trazendo opções autorais de hambúrgueres, sanduiches e petiscos. Horários de funcionamento: quartas e quintas, das 18h à 00h; sextas, das 18h30 às 02h; e sábados, das 19h às 04h. Programação e informações em https://www.facebook.com/Bar.Pilgrim/ ou no Instagram @bar.pilgrim.

SERVIÇO

Karaokê no Pilgrim

Quartas e quintas, das 18h à 00h; sextas, das 18h30 às 02h

Rua Deputado Antonio Baby, 18 – Batel – Curitiba/PR

Mais informações em https://www.facebook.com/Bar.Pilgrim/ ou no Instagram @bar.pilgrim

Quero levar meu pet para o Canadá, o que eu faço?

Companhia aérea, certificado de vacinação e regras de cada província são pontos importantes para se planejar bem

Resultado de imagem para fotos de gatos e cachorros juntos

São Bernardo do Campo, janeiro de 2020 – Escolher o destino de uma viagem é a parte mais fácil de todo o planejamento de férias ou intercâmbio. Porém, quando a viagem envolve um animal, é preciso ter calma e atender a todas as exigências. O Canadá é um país extremamente rigoroso e cada província tem suas regras. Mas, não pense que é um problema levar seu animalzinho para o Canadá, muitas províncias amam pets e podem, inclusive, andar em transporte público – principalmente em Toronto – desde que portem guias. As regras são claras e fiscalizadas pelo Canadian Food Inspection Agency (CFIA), que dispõe de um Programa Nacional de Saúde Animal. Vale a pena uma leitura!

Então, antes de apertar os cintos, leia atentamente cada dica, preparada pela Canada Intercâmbio, para que não haja surpresas e desgaste na hora do embarque e quando estiver lá.

Para começar, antes mesmo de comprar a tão sonhada passagem, ligue para a companhia aérea para se informar de suas restrições. Por exemplo, as raças de cães de focinho curto não são aceitas, porque podem ter problemas respiratórios e animal pode ir a óbito); raça Pit Bull não é permitida em algumas províncias como a de Ontário; para viajar com animais de grande porte é aconselhável buscar uma empresa especializada no assunto. Verifique o peso máximo por pet, medidas da caixa ou bolsa, entre outros, inclusive, o limite de animais por voo. Outros detalhes importantes: os animais ao entrar no Canadá não precisam de quarentena; os órgãos de fiscalização não permitem a entrada de ração proveniente de outros países; gatos pequenos podem viajar a bordo ou será direcionado ao compartimento de carga adequadamente quando ultrapassar o peso de 10 kg.

Procure comprar voos mais curtos com mais conexões e intervalos maiores. Desta forma, terá tempo de pegar seu animalzinho, com calma, levá-lo para beber e comer, fazer xixi e dar uma volta para desestressá-lo.

O próximo passo é verificar a carteirinha de vacinação que deve estar impecável, ou seja, com todas as datas válidas, número de série e período de imunização. A mais exigida pelos canadenses é a antirrábica (sem ela não é possível efetivar a viagem). Detalhe importante, a dose deve ser aplicada com pelo menos dois meses antes do embarque. Peça para seu veterinário emitir um atestado médico, relatando a saúde do pet (se possível em dois idiomas: português e inglês).

Resultado de imagem para pet no Canadá

O documento exigido para imigração se chama Certificado Zoossanitário Internacional (CZI). Para conseguir este documento, ligue para o órgão emissor, ou seja, para o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) – que possui postos de atendimentos em todos os aeroportos do Brasil - agende um horário e no dia, leve o atestado médico, carteira de vacinação e um formulário preenchido. O atestado deve ter validade de 10 dias (antes do embarque). Há pessoas que conseguem o atestado com 48 horas de antecedência do voo, mas é melhor não arriscar.

Chegou o dia de embarque – Não se esqueça de toda documentação do bichinho e seu cartão do banco para pagar a taxa no ckeck-in. O preço vai depender de cada companhia aérea e onde o animal será acomodado (na cabine ou compartimento de carga).

Desembarque: Novamente, esteja com todos os documentos em mãos para entregar aos agentes de imigração. Para ingressar no país é cobrada uma taxa + impostos.

Agora, já em terras canadenses, é hora de pensar em outros detalhes: adaptação do animal com o clima e, principalmente, com sua saúde. Só uma dica, os serviços veterinários no Canadá são caros, então é melhor fazer um seguro saúde para seu pet.

Habitação: Mudar de país, seja por um tempo determinado ou definitivamente, não é uma tarefa fácil. Mas se tudo for planejado, as chances de acontecerem imprevistos são mínimas. Vamos lá. Primeira dica importantíssima. Antes de perder tempo em ver tal apartamento ou casa, ligue para o agente para saber se aceita animal ou não e quais as condições e regras impostas pelo proprietário.

No Canadá, a regra é diferente para cada província ou território na hora de alugar um imóvel. Por exemplo, na região de British Columbia, o proprietário pode restringir o tamanho, tipo, quantidade e até proibir o animal de estimação (desde que esteja no contrato) ou aceitá-los e solicitar um depósito de segurança. Em Quebec, o pet pode ser impedido, mas não existem regras sobre a cobrança do depósito de segurança. Em Toronto, é preciso que você conheça a Lei de Locação Residencial. Na província, não permite que os proprietários incluam cláusulas de “não animais de estimação” no contrato de aluguel. Portanto, em geral, se torna mais fácil ter um animal de companhia nas locações.

Mas, o proprietário pode solicitar o cancelamento do contrato ou despejo do animal, caso esteja fazendo muito barulho, danificando a unidade, causando reações alérgicas a outras pessoas ou é considerado muito perigoso.

Porém, mesmo com todas estas exigências, ainda é possível conversar com o proprietário para tentar negociar a proibição do animal. Para isso, é bom ter um relatório de veterinário atestando a boa saúde e os comprovantes de vacinações atualizados, além de mostrar que você se preocupa com a limpeza do local e do seu pet. Se for o caso, ofereça para levar seu animal, para que o agente ou proprietário o conheça. Para Rosa Maria Troes, fundadora da Canadá Intercâmbio, é preciso ter cuidado com os acordos verbais. “Se o proprietário aceitar a negociação e permitir que o animal fique no imóvel durante a estada do inquilino, é muito importante que exista uma cláusula no contrato especificando o que foi conversado, para que não haja nenhum problema futuro. Veja se é necessário um depósito mensal para custear futuros danos causados pelo seu animal”, explica.

Agora, se o inquilino violar as leis, o problema pode ser grande. Caso isto ocorra, o proprietário pode dar ao inquilino uma “carta de violação” que explica como o contrato foi quebrado, quanto tempo é permitido para remover o animal e o que acontecerá se não for retirado. Em muitos casos, o despejo é solicitado ou exigido que o inquilino cumpra à risca o acordado.

Com um pouco de pesquisa e um bom planejamento, a viagem pode ser bem aproveitada com a companhia do pet e render ótimas memórias em um país diferente.

Sobre a Canada Intercambio

Fundada em 2003, a Canada Intercambio é a maior agência de intercâmbio e imigração para o Canadá operando no Brasil. Especializada em atender brasileiros que querem imigrar, estudar, trabalhar ou passar as férias aprendendo algo novo no país. Líder em educação e imigração para o Canadá, é uma empresa canadense fundada por brasileiros e para brasileiros, com o objetivo de orientá-los, acompanhá-los e fazer da sua experiência no Canadá um momento incrível.

Com matriz na cidade de Vancouver e outra unidade de atendimento ao aluno em Toronto, a Canada Intercambio conta com 11 agências espalhadas pelo Brasil.