Utilidade Pública – testagem COVID-19 para retorno das festas e contenção da propagação do vírus

Responsabilidade das pessoas realizarem testes de COVID-19 nesta semana pós festas de fim de ano, salientando a segurança, a acurácia e a agilidade do #PARECOVID.

Isso porque as pessoas estão voltando para suas casas, retornando ao trabalho, ao dia-a-dia e, sabendo que a doença pode ser assintomática ou que seus sintomas podem demorar vários dias a se manifestar, estão buscando formas de ter certeza que não foram contaminadas. Acreditamos que a divulgação da possibilidade de realização deste tipo de teste pode ajudar a conter a circulação de pessoas contaminadas e do próprio vírus.

Sobre o #PARECOVID

O #PARECOVID, da Mendelics / meuDNA, utiliza a metodologia RT-LAMP (Reverse Transcription Loop-Mediated Isothermal Amplification). A partir da simples coleta de saliva do paciente, identifica a presença do vírus SARS-CoV-2 por meio de um teste molecular que reconhece o material genético viral. O exame possui uma especificidade de >99% (não foram identificados resultados falso-positivos) e uma sensibilidade comparável ao teste de RT-PCR.

O teste garante resultado eficaz e rápido em até 48 horas, detectando o coronavírus ainda na fase anterior à manifestação de sintomas. Até a semana passada o #PARECOVID estava disponível apenas para São Paulo e Grande São Paulo, mas acaba de chegar também às farmácias das redes Raia, Drogasil do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e interior de São Paulo, e rede Pague Menos de São Paulo e capitais do Rio de Janeiro, Nordeste, Amazonas e Goiás, por R$ 150,00 a unidade. Para verificar a disponibilidade, basta consultar o site: https://meudna.com/teste-covid

As dez maiores praças do mundo

Espaços arejados e amplos em pleno centro urbano, as maiores praças do mundo ficam em cidades pouco conhecidas pelo turista brasileiro

São Paulo, 06 de janeiro de 2021 - Estar ao ar livre e com espaço de sobra, ainda que em plena área urbana, é um passeio especialmente atraente hoje em dia. Esse é o privilégio que oferecem as praças, em especial as maiores do mundo em extensão. Boa parte delas não fica em destinos turísticos, e por isso são desconhecidas do grande público.

A Civitatis, empresa líder na distribuição online de atividades, visitas guiadas e excursões em português e espanhol ao redor do mundo, elaborou esta lista das dez maiores praças do mundo. Um pequeno spoiler: uma delas fica no Brasil!

1. Praça Xinghai, em Dalian (China)

A cidade de Dalian, na China, tem a honra de sediar a maior praça do mundo. Com 1,76 milhão de metros quadrados, a Praça Xinghai ("mar de estrelas", em chinês) foi construída em 1998 para comemorar o centenário de fundação da cidade.

2. Times Square, em Daqing (China)

A Times Square de Nova York é (de longe) mais famosa, mas a chinesa Times Square é a maior do mundo. Localizada em Daqing, ela mede aproximadamente 1,4 milhão de metros quadrados e, como a Times Square nova-iorquina, também é o centro efervescente da cidade.

3. Praça Merdeka, em Jacarta (Indonésia)

Além de ser a terceira maior do mundo, a Praça Merdeka de Jacarta também é uma das mais bonitas desta lista. Está rodeada por belos edifícios como o Palácio Merdeka, e no seu centro fica o Monumento Nacional. As medidas de sua superfície são perfeitas: exatamente um quilômetro quadrado. Curiosamente, em Kuala Lumpur (Malásia) também existe uma praça chamada Merdeka, o que pode confundir algumas pessoas.

4. Praça dos Girassóis, em Palmas (Tocantins, Brasil)

Apesar de não ser uma das maiores cidades do Brasil, a cidade de Palmas, capital do Tocantins, pode se orgulhar de ter a quarta maior praça do mundo. De formato quadrangular, a Praça dos Girassóis mede 570 mil metros quadrados e possui um interessante complexo de esculturas e monumentos, incluindo uma obra do arquiteto Oscar Niemeyer. Ao seu redor, estão as sedes dos Três Poderes do estado do Tocantins.

5. Parque Rizal, em Manila (Filipinas)

Localizada no coração de Manila e no meio de um belo parque está a Luneta, nome pelo qual a praça do Parque Rizal é popularmente conhecida. Sua importância não se dá apenas por sua extensa superfície (566.560 metros quadrados), mas também por fazer parte da história da cidade: a Luneta foi palco de revoluções, execuções e da Declaração de Independência das Filipinas.

6. Praça Huacheng, em Guangzhou (China)

A cidade de Cantão (também chamada de Guangzhou) abriga a sexta maior praça do mundo e a terceira maior da China. É a Praça Huacheng , também conhecida como Praça da Cidade das Flores. Ao longo de seus 560 mil metros quadrados, é possível encontrar edifícios modernos e marcantes, como a Ópera de Guangzhou e o Museu de Guangdong.

7. Praça da Paz Celestial, em Pequim (China)

A Praça da Paz Celestial, ou Praça Tiananmen, é sem dúvida a mais famosa da lista e um símbolo da história da República Popular da China. O local, conhecido mundialmente por ter sido palco da revolta estudantil de 1989 e pelo funeral de Mao Zedong, é também um dos pontos turísticos mais importantes de Pequim: em seus 440 mil metros quadrados ficam o Grande Palácio do Povo, sede do governo chinês, e a Porta de Tiananmen, que marca a entrada da Cidade Proibida.

8. Macroplaza, em Monterrey (México)

O nome já diz tudo: a Macroplaza é a maior praça do México. Ela mede exatamente 400 mil metros quadrados e está localizada na cidade mexicana de Monterrey, capital do estado de Nuevo León. Sua construção na década de 1980 por ordem do governador do estado foi bastante polêmica, pois o projeto urbanístico da praça levou à destruição de parte importante do patrimônio histórico da cidade. Ao redor dela, ficam os principais museus de Monterrey, como o Museu Metropolitano e o Museu de Arte Contemporânea (MARCO).

9. Porta da Índia, em Nova Déli (Índia)

A Porta da Índia dá nome a esta praça, a maior da Índia e sediada na capital Nova Déli. Foi construída como uma homenagem aos que caíram na Primeira Guerra Mundial e abriga a Amar Jawan Jyoti ("chama do guerreiro imortal"), uma chama que arde constantemente em homenagem aos soldados falecidos. A praça ao redor do portão mede 306.600 metros quadrados.

10. Círculo Memorial de Quezon, em Quezon City (Filipinas)

O último lugar deste "top 10" das maiores praças do mundo é do Círculo Memorial de Quezon - um complexo com parque, praça e santuário que ocupa 271.139 metros quadrados. Foi construído em homenagem ao segundo presidente das Filipinas, Manuel Luis Quezón y Molina, por iniciativa de seu sucessor.

Sobre a Civitatis
A Civitatis é a companhia líder em distribuição online de atividades, excursões e visitas guiadas em espanhol e português nos principais destinos turísticos do mundo, com mais de 47.000 atividades em 2.100 destinos de 135 países. Desde a sua criação em 2008, a Civitatis se expandiu e fez mais de 3,65 milhões de clientes satisfeitos em 2019.

Chef Flávio Duarte ensina Bolo de Reis para fazer e se deliciar neste 6 de janeiro

Iguaria ganhou fama em festa religiosa, e hoje pode ser apreciado em diversas ocasiões
Para muitas pessoas, o dia 6 de janeiro é o dia oficial para desmontar a árvore e a decoração de natal do ano anterior. Mas, para além dessa tarefa, no sexto dia do ano também é celebrado o Dia dos Reis, em comemoração aos três magos que presentearam o menino Jesus no dia de seu nascimento.
Neste dia, as celebrações da Igreja Católica, que partem de uma tradição portuguesa mas que ganhou adeptos em todo o mundo, pede-se que pessoas façam festejos pelas ruas, levando as bênçãos de Deus às pessoas. Antigamente, as donas de casa ficavam à espera desses cortejos alegres e, em troca, ofereciam quitutes como forma de agradecimento.
Apesar da tradição ter sido pouco esquecida nos dias atuais, muita gente ainda celebra a data preparando alimentos típicos em honra aos três magos, como o famoso Bolo de Reis.
“É uma receita fácil, prática e super elegante. Ideal para servir no lanche da tarde, ou no café da manhã”, afirma o chef confeiteiro Flávio Duarte, que ensina a receita da iguaria.

*Bolo de Reis*

Ingredientes:
• 500 gramas de farinha de trigo
• 50 gramas de açúcar
• 10 gramas de sal
• 150 ml de leite integral
• 30 gramas de fermento biológico fresco
• 1 ovo inteiro
• 3 gemas
• 100 gramas de manteiga
• 10 gramas de pasta de baunilha
• 1 ovo extra para pincelar em cima da massa

Para cobertura:
• 50 gramas de amêndoas laminadas
• 50 gramas de nozes
• 50 gramas de uvas passas
• 10 cerejas em calda
• 30 gramas de açúcar em pérola
• 20 gramas de açúcar de confeiteiro
• 30 gramas de geleia de sua preferência.

Modo de preparo:
Junte todos os ingredientes da massa, menos a manteiga e o sal, e leve à batedeira, bata com o gancho por aproximadamente 5 minutos.
Junte a manteiga e o sal e deixe bater até que a massa fique bem elástica.
Deixe a massa descansar por 20 minutos, modele em forma de rosca e deixe fermentar até dobrar de tamanho.
Pincele com o ovo batido e decore com as frutas e as nozes, leve para assar em forno pré-aquecido em 170 graus por aproximadamente 30 minutos.
Retire do forno, pincele a geleia com a massa ainda quente e polvilhe o açúcar de confeiteiro.

Dica: Você pode deixar frutas cristalizadas e uvas passas de molho no conhaque e acrescentar na massa antes de assá-la.

Fotos: Acervo pessoal.