Livro reúne contos consagrados de João Carrascoza

Positivo

“As coisas estão lá, pedindo para que a gente as faça, e uma hora a gente as faz, porque temos de povoar o tempo”. Por meio de pequenas situações, João Carrascoza convida o leitor a contemplar o mistério da vida como quem contempla a paisagem, de lado, no banco de um carro. Com profundidade, proximidade e poeticidade, o autor faz desse contemplar um exercício de percepção de diferentes realidades em seu novo livro, lançado pela Editora Positivo: “A Estação das Pequenas Coisas”.

imagem_release_1255495

Com dezoito contos, selecionados de livros publicados nos últimos dez anos de carreira do autor, Carrascoza mostra algum tipo de experiência corriqueira vista sob um olhar mais literário. “No fundo, as histórias, mesmo escritas em épocas distintas, advêm de um mesmo sentimento: a valorização das coisas aparentemente inexpressivas em nosso dia a dia, a atenção para a música em tom menor que vibra no espaço doméstico e que, no entanto, traz também notas (quase silenciosas) da esfera exterior”, explica.

Quanto ao título do livro, o escritor elucida que, além da palavra “estação” se referir a um ponto ou local de parada em meio a um deslocamento, como em uma estação de trem, também remete a um período. “Assim como a primavera e o verão são trechos de tempo, haveria uma estação, se é que ela não é a nossa vida toda, em que as coisas de pouca monta se mostram, senão grandiosas, capazes de ampliar a nossa compreensão do mundo”.

Fabíola Ribeiro Farias, responsável pela seleção e organização das 173 páginas da obra, conta, na apresentação do livro, que “a arte de Carrascoza está em construir, com as palavras, o cotidiano, para que possamos extrapolá-lo, vivê-lo e compreendê-lo para além das vinte e quatro horas do dia, distinguindo o comum do banal”. Para ela, os contos são uma forma de ampliar o repertório para compreender o mundo e, especialmente, as relações entre as pessoas.

O livro “A Estação das Pequenas Coisas” será lançado no dia 19 de abril, na Livraria da Vila, em São Paulo.
Sobre o autor

João Anzanello Carrascoza nasceu em Cravinhos, São Paulo. É escritor e professor da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, onde fez mestrado e doutorado, e da Escola Superior de Propaganda e Marketing-SP. Publicou os romances Caderno de um ausente, Menina escrevendo com pai e A pele da terra, que compõem a Trilogia do adeus, e várias coletâneas de contos, entre as quais O volume do silêncio, Espinhos e alfinetes e Aquela água toda. É também autor de obras para o público infantojuvenil, como A terra do lá, O vendedor de sustos e Aprendiz de inventor. Algumas de suas histórias foram traduzidas para o bengali, croata, espanhol, francês, inglês, italiano, sueco e tamil. Recebeu os prêmios Jabuti (CBL), Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e os internacionais Radio France (RFI) e White Raves (Library Munich).

 

Sobre a organizadora

Fabíola Farias é graduada em Letras, mestre e doutoranda em Ciência da Informação pela UFMG. É leitora-votante da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil e coordenadora da rede de bibliotecas públicas e projetos para a promoção da leitura da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

 

Sobre a Editora Positivo

Fundada há 39 anos, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Para a rede pública a editora disponibiliza o Sistema de Ensino Aprende Brasil. Já as escolas particulares contam com o Sistema Positivo de Ensino. Mais de 800 mil alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

*com divulgação

Categorias:AGENDA DA SEMANA, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOS, OPORTUNIDADETags:, , , , , , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s