O Fio da Trama traz revelações da família Blocker-Pascolato 

O Fio da Trama traz revelações da família Blocker-Pascolato
Com relatos que mesclam desde a vivência da guerra até conflitos pessoais, obra chega ao mercado este mês e oferece ao leitor uma imersão na vida dessas três gerações

Trama-capa-Baixa
A bela trajetória das mulheres da família Blocker-Pascolato, uma das maiores referências no mundo da moda brasileira, é apresentada no romance O fio da trama, que a editora Tordesilhas lança este mês. O lançamento na capital gaúcha acontece nesta quinta-feira, dia 21, com duas sessões especiais de autógrafos da autora Consuelo Blocker.

A obra, cheia de emoção e pitadas de suspense, promete envolver o leitor numa narrativa comovente em que mulheres fortes confessam suas fragilidades e contam como reconstruíram laços de família e superaram grandes desafios.

“Uma linha por dia”, primeira parte do livro, inicia uma verdadeira viagem no tempo através dos diários de Gabriella Pascolato, nos quais documenta seus esforços para construir algo de pessoal em sua vida. Os relatos confessionais mostram a comovente força de vontade da jovem Gabriella, que se determinou a cursar a universidade numa época em que a formação acadêmica era incomum para as mulheres. Anos de história expostos, trazendo à tona as angústias da juventude na Itália, o casamento, as adversidades enfrentadas durante a guerra e a vinda da família para o Brasil.

Na segunda parte do livro, “Prêt-à-porter”, o leitor passa das histórias de Gabriella aos dilemas de Costanza Pascolato, entrelaçados sempre pelo depoimento comovente de suas filhas Alessandra e Consuelo Blocker. Mulheres da uma geração que, aparentemente, teria todas as facilidades para seguir em frente, mas que também enfrenta tormentas. Solidão, divórcios, tentativas frustradas de gravidez, mudanças de casa, de país, perdas e danos: a fragilidade afetiva só nos aproxima das narradoras em sua luta diária e incontornável para se tornarem protagonistas da própria história.

FICHA TÉCNICA:
· Título: O fio da trama
· Autoras: Alessandra Blocker e Consuelo Blocker
· Formato: 16 x 23 cm
Nº de Páginas: 512
· ISBN: 978-85-8419-102-4
· Preço: R$ 65,00

SERVIÇO:
- Lançamento em Curitiba
Data: quinta-feira, 21 de novembro
*Hora (1): das 12h às 16h
*Local (1) : Loja Tutu Sapatilhas (Carlos de Carvalho, 1211)

*Hora (2): das 17h às 21h
*Local (2) Loja Miss Nuvem (Av. Munhoz da Rocha, 526)

Sobre as autoras:
Alessandra Blocker é bacharel em Letras pela USP e Mestra em Literatura Russa, formada pela Columbia University, nos EUA. Começou a trabalhar no mercado editorial em 1992, em Nova York, na agência literária Sterling Lord Literistic. De volta ao Brasil, dirigiu o projeto de Áudio Livros da Abril e, em 1998, o departamento internacional da Objetiva, de onde saiu em 2003 para fundar sua própria editora, a Jaboticaba.

Consuelo Blocker formou-se em Relações Internacionais na Brown University, nos EUA, e começou sua carreira no mundo da moda no Executive Training Program da Bloomingdale’s, em Nova York, nos anos 1980. Mudou-se para Itália em 1990 e trabalhou como trend-hunter para a companhia da família, a tecelagem Santaconstancia, até 2011. Consuelo começou sua presença digital em 2010 e, desde então, tem trazido um ponto de vista único às suas mídias (Consueloblog, Instagram (@consueloblocker) e Youtube), tornando-se uma das influenciadoras digitais mais conhecidas na moda brasileira.

Sobre a editora Tordesilhas:
Ampliar sua atuação em outros segmentos do mercado, com ênfase nos gêneros de não ficção mais valorizados pelos leitores brasileiros, como biografias, memórias e livros de reportagem. Esse é o objetivo do selo Tordesilhas em sua nova etapa. O apuro na produção dos títulos continua sendo marca registrada do selo, assim como seu compromisso com o rigor das edições e da busca por autores renomados. Além dos clássicos, revisitados com criatividade, estão no radar da nova Tordesilhas escritores nacionais e internacionais que investiguem temas contemporâneos, capazes de nos ajudar a compreender mutações aceleradas do mundo no início do século 21.

Obra inédita resgata bastidores do disco Corredor Polonês

Obra inédita resgata bastidores do disco Corredor Polonês
Lançamento da Editora Barbante acontece na terça-feira (12), no Gilda, com a presença dos autores. Mostra apresenta fotos de Theo Marques que ilustram livro

Acontece na terça-feira (12/11), no Gilda, em Curitiba, a noite de autógrafos do livro "Corredor Polonês - Patife Band e a criação da obra-prima esquecida do rock brasileiro", escrito pelo publicitário Marcelo Dallegrave e pela jornalista Melissa Medroni.

A obra, que destrincha o processo criativo por trás de cada faixa do álbum lançado em 1987, tem a capa assinada pelo artista André Ducci e traz fotografias do repórter fotográfico Theo Marques. As dez imagens do livro, algumas inéditas e outras selecionadas no portfólio da carreira do fotojornalista por afinidade com os temas das músicas, serão expostas no Gilda com tamanho 90 x 60 cm, impressas em tecido.

Lançado pela editora independente Barbante, o volume faz parte da série Sound + Vision, inaugurada com o livro-ensaio "The War On Drugs: Lost In The Dream", do jornalista Alessandro Andreola, que também acaba de ganhar uma nova edição.

Punk rock erudito

Corredor Polonês foi o único disco lançado pela Patife Band, banda de pesquisa de gêneros, situada em algum lugar entre o punk rock e a música erudita (representada pelos ostinatos perfeitos das composições) que não sobreviveu às idiossincrasias de sua trajetória, mas deixou registradas para a eternidade pérolas brutas, como a música tema "Corredor Polonês", "Tô Tenso" e "Pesadelo".

O grupo tem raízes no norte paranaense: o líder Paulo Barnabé e seu irmão, Arrigo, são de Londrina, e Itamar Assumpção, parceiro artístico da família, cresceu em Arapongas. Mas foi no impulso da Vanguarda Paulista, movimento que contestava a produção mainstream nos anos 80 na cidade de São Paulo, para onde os músicos se mudaram na juventude, que a banda ganhou corpo.

Com Paulo Barnabé (vocal, percussão), André Fonseca (guitarra), Sidney Giovenazzi (baixo) e Paulo Mello (bateria), Corredor Polonês reflete uma visão urbana e industrial sobre a construção musical, que vai além dos padrões do rock. Hoje o álbum é uma raridade, cultuado por colecionadores que pagam centenas de reais por uma cópia em vinil. Na época, porém, por motivos que os autores analisam no livro, foi praticamente ignorado pela gravadora, a WEA. Até o momento, o disco gravado em estúdio ainda não foi disponibilizado nos serviços de streaming de música.

Garimpagem

Coube a Marcelo Dallegrave, curitibano fã da banda, localizar os músicos e profissionais envolvidos com o projeto para resgatar a história recôndita do disco, tarefa nada fácil diante do clima de conflito que perdura até hoje. As entrevistas foram checadas e editadas em parceria com a esposa do autor, Melissa Medroni.

Todas as conversas foram realizadas individualmente pela internet no primeiro semestre de 2018. A principal fonte foi o líder da Patife Band, Paulo Barnabé. Também foram ouvidos Arrigo Barnabé, o produtor Pena Schmidt e os integrantes da banda original. O livro ainda traz depoimentos de Clemente (Inocentes) e John Ulhoa, que regravou a faixa Vida de Operário, no álbum de estreia do Pato Fu (Gol de Quem?). Para o capítulo "Bonus track: A Capa", foram entrevistados os responsáveis pela arte do disco - o fotógrafo Calil Neto, o artista plástico Júlio Villani, a artista visual Renata Bueno e a videomaker Ruth Slinger.

SERVIÇO
Noite de autógrafos do livro "Corredor Polonês - Patife Band e a criação da obra-prima esquecida do rock brasileiro", da Editora Barbante, e a abertura da exposição fotográfica de Theo Marques

LOCAL: Gilda (R. Cândido Lopes, 323)
DATA: 12/11 (terça-feira)
HORA: 19 horas
LIVRO: R$ 37
ENTRADA: gratuita
Evento aberto ao público

Uma viagem de exploração dos mistérios de Machu Picchu e da Cultura Inca

Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse este link
Imagem

Uma viagem de exploração dos mistérios de Machu Picchu e da Cultura Inca

Cuzco | Ollantaytambo| Machu Picchu | 07 a 15 de dezembro

Serão sete dias de vivências incríveis, mas para apenas 30 pessoas. Na viagem teremos palestras ufológicas, estudos arqueológicos, vigília astronômica, rituais xamânicos e viveremos uma rica convivência local com fantástica gastronomia. Assista ao trailer da viagem no Youtube clicando no link abaixo:
Trailer
Machu-Picchu-2019

Viva uma experiência rara em um dos locais mais arrebatadores da Terra, que envolverá ancestralidade, alienígenas e espiritualidade. Serão visitadas as localidades de Cuzco, Pisaq, Ollantaytambo, Águas Calientes, Machu Picchu, Sacsayhuaman e muitos lugares relevantes para a Ufoarqueologia, com o acompanhamento de nossos guias especializados falando em português e a presença do autor Brien Foerster, da série Alienígenas do Passado, e A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO.



Brien
Sobre Brien Foerster
Autor de sucesso de muitos livros, em especial sobre os mistérios peruanos e bolivianos, e muito conhecido pelo trabalho que desenvolve nas ruínas andinas. O pesquisador já viajou para 85 países, sempre buscando desvendar os mistérios ocultos de nossa história. É colaborador constante de Alienígenas no Passado, do History Channel, e consultor da Revista UFO. Sua especialidade são as Linhas de Nazca.




Gevaerd
Sobre A. J. Gevaerd
É editor da Revista UFO, a mais antiga publicação sobre Ufologia do mundo. Já realizou centenas de investigações de campo no Brasil e no exterior, além de palestras em 60 países. Se dedica com paixão à pesquisa da presença alienígena em nosso planeta. É presidente do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) e tempresença frequente no History Channel. Viaja pelo mundo para investigar evidências ufológicas e também arqueológicas.

Trailer

Informações pelo fone:
(41) 98763-4078
DE SEGUNDA A SEXTA, DAS 09H00 ÀS 19H00

reservas@viajecomgevaerd.com.br
www.viajecomgevaerd.com.br

CURITIBA TERÁ 1a FEIJOADA LITERÁRIA Participante ganhará feijoada e chopp ao comprar livro

CURITIBA TERÁ 1a FEIJOADA LITERÁRIA
Participante ganhará feijoada e chopp ao comprar livro
Para celebrar o lançamento do livro “Viagem ao Brasil do Futuro – Um Livro Ridículo para um País Genial ou vice-versa”, o jornalista e escritor Eduardo Fenianos, também conhecido como Urbenauta, está organizando a 1ª edição da Feijoada Literária.
No evento, quem comprar o ingresso, terá direito, além do livro, a uma feijoada individual, com a opção de chopp, além de apresentações de chorinho, samba de raiz e outras atividades culturais. Bebidas não alcoólicas serão servidas gratuitamente.

Segundo Fenianos, a proposta é que outras edições da feijoada literária se realizem com outros escritores, tanto em Curitiba, quanto em outros lugares do Brasil, sempre com a proposta de transformar a literatura e os lançamentos de livros em algo divertido e tão saboroso quanto dividir uma feijoada e um chopp ouvindo chorinho e samba com os amigos.

Os ingressos para o evento são limitados e podem ser comprados no site www.eduardofenianos.com.

Para aqueles que não quiserem participar da feijoada, o evento estará aberto a partir das 11:00 h, para a compra de livros das Edições Urbenauta, vendidos com 50% de desconto.
Serviço: 1ª Feijoada Literária e lançamento do livro Viagem ao Brasil do futuro.
Local: BARblioteca do Espaço Curitiba – Rua Presidente Rodrigo Otávio, 813 – Alto da XV
Data: 23 de novembro a partir das 11 h
Venda de ingressos e livros: www.eduardofenianos.com.

O LIVRO

“Viagem ao Brasil do Futuro – Um Livro Ridículo para um País Genial ou vice-versa”, é uma obra de realismo fantástico que relata as incríveis mudanças que acontecerão no Brasil entre 2022 e 2028.
A história inicia às 7:30:05 h de 7 de setembro de 2022, data em que uma bomba cai em Brasília, mudando radicalmente o destino do Brasil.
Nas 208 páginas do livro, navegando na ideia de um Congresso Nacional digital com 157 milhões de parlamentares e, enquanto uma improvável história de amor acontece, o Brasil perde parte de seu território no sul, enfrenta uma guerra, passa por mudanças inimagináveis em sua política, economia, justiça, cultura, meio ambiente e, principalmente, na forma de pensar e agir do povo brasileiro.

PROGRAMAÇÃO

11:00 – Abertura para compra de livros
12:00 - Miracle Choice com Rafaela Pimpão
12:30 – Início de Roda de chorinho e samba de raiz, com o Carinhoso Trio
13:15 – Lançamento do livro Viagem ao Brasil do Futuro
13:30 – Buffet de feijoada e mais roda de chorinho e samba de raiz
17:00 – encerramento do evento

LIVRO VERDE Mais de 300 atitudes simples e sustentáveis para você colocar em prática no seu dia a dia hoje mesmo e contribuir para melhorar a qualidade de vida do planeta

Mais de 300 atitudes simples e

sustentáveis para você colocar em prática

no seu dia a dia hoje mesmo e contribuir

para melhorar a qualidade de vida do planeta

Sustentabilidade é talvez a palavra mais importante hoje em dia.

O que você faz no seu dia a dia para melhorar a qualidade de vida do planeta?

Há dois ou três anos, essa pergunta seria facilmente ignorada, seria algo piegas. Mas o mundo mudou, nunca se falou tanto sobre o assunto.

 
Por isso este Livro Verde. Escrevi pensando em quem quer melhorar a qualidade de vida no planeta, mas não tem ideia do que fazer nem por onde começar. É uma espécie de manual, de guia com mais de 300 atitudes, a grande maioria bem simples, que qualquer pessoa pode colocar em prática hoje mesmo e contribuir para melhorar a qualidade de vida do planeta. O que significa garantir uma vida mais saudável para os nossos filhos, netos e bisnetos.

Não sou ativista e a ideia surgiu quando fui ao FoodForum, uma série de palestras rápidas sobre gastronomia, com gente muito bacana querendo fazer mais e melhor. Comecei a escrever sobre o que fazia e conhecia, pesquisei e descobri pessoas interessantíssimas, quase anônimas, com um discurso moderno e comprometido, zero piegas. Descobri empresas verdes criadas recentemente com propostas sensacionais e também empresas já estabelecidas investindo em sustentabilidade.

O Livro Verde também traz depoimentos de influenciadores e empresários verdes, que escreverem depoimentos sobre esse ativismo: a modelo internacional Luciana Curtis, a chef carioca Tati Lund, os empresários Marcella Zambardino (Positiv.a), Emily Ewell (Pantys), Lucas Chiabi (Ciclo Orgânico) e Rodrigo Oliveira (Green Mining), as influenciadoras Carol Cronemberger, do @carol.cronemberger, Alice Worcman, do @organicidade, Marina Maia, do @marinasimplifica, e Nicole Berndt, da @casasemlixo, entre outros.

Para facilitar a vida de quem estiver lendo o livro, dividi essas práticas por lugares – em casa, no trabalho e na rua sugestões simples como as que seguem abaixo – todas, de uma forma ou de outra, focando os chamados Cinco Rs da Sustentabilidade: reduzir, reutilizar, reciclar, repensar e recusar:

– jogue o lixo no lixo. Não jogue o lixo fora. Fora é um lugar que não existe. Ou é um lugar inadequado.

 
– abandone o hábito de pegar os saquinhos de plástico para colocar frutas e verduras no mercado e as sacolinhas de plástico na hora de pagar a conta. Use ecobags.

– separe o seu lixo doméstico, de um lado tudo o que pode ser reutilizado ou reciclado, de outro o lixo orgânico, que pode se transformar em adubo.

– economize água tomando banhos mais curtos e colocando um balde dentro do box durante o banho. Não ria. Você vai encontrar um bom uso para essa água.

– sabia que lavar as roupas na máquina com água fria, ao invés de água quente, reduz o gasto de energia elétrica?

– compre notebooks ao invés de computadores de mesa, que gastam mais energia.

– você pode economizar tinta se escolher a melhor fonte para imprimir seus documentos. A fonte arial é uma das mais econômicas.

– delete aquele monte de e-mails, fotos e arquivos velhos que não servem para nada. Os data centers gastam fortunas com energia elétrica para armazenar esse lixo eletrônico.

– carregue o seu celular no modo avião. A bateria carrega mais rápido porque o modo avião desliga todas as radiofrequências do aparelho.

– se precisar mesmo viajar de avião ou de ônibus, leve apenas uma bagagem de mão. Veículos mais leves gastam menos combustível.

– escolha marcas de jeans que não gastem 10 mil litros de água para produzir uma única calça.

– adoramos uma boa liqui! E um bazar?! Mas quantas vezes compramos só porque estava barato? Muitas! Então repense, recuse e passe a comprar apenas o necessário. Se necessário.

– não passe lingeries, cuecas, pijamas de malha, lençóis, fronhas, toalhas de banho e de rosto. Essas peças ficam ótimas se forem muito bem dobradas.

– evite fast fashion.

– evite fast food.

– coma menos carne vermelha: #segundasemcarne

– crie a #terçasemsecador

– aproveite a hora do banho para... fazer um  xixi. Menos uma descarga por dia pode fazer uma diferença significativa no final de um ano na sua conta de água. Parece pouco? Combine com toda a família. Ou imagine um milhão de pessoas fazendo a mesma coisa.

– evite mascar chicletes. Eles são feitos de plástico e borracha e vão para o lixo.

– procure saber qual é a sua pegada de carbono.

– reutilize-se: quando morrer, doe todos os órgãos que puder.

– e seja gentil.

Eu realmente acredito que a gentileza pode melhorar e muito a qualidade de vida que temos na Terra.

Se tiver que resumir: precisamos dar alguns passos atrás e comprar menos, consumir com mais inteligência, de modo racional. É disso que se trata. Precisamos reduzir o nosso consumo no dia a dia e gastar o dinheiro que sobrar – porque vai sobrar – com lazer, com momentos divertidos e agradáveis com os filhos, com a família, com os amigos.

O Livro Verde já está disponível na Amazon (R$ 24,99). A capa é do designer Alex Hirakawa.

Ação literária promove cultura e educação no Paraná

Ação literária promove cultura e educação no Paraná

A escritora Cléo Busatto realiza oficinas de formação de contadores de histórias e espetáculos infantis em sete cidades do Sudeste

Aproximar o leitor do autor e capacitar profissionais para a arte de contar histórias são os objetivos do projeto Histórias da Cléo PR 2, que será realizado em novembro de 2019. Ao todo, sete cidades do Sudeste paranaense (Bituruna, General Carneiro, Mallet, Paula Freitas, Porto Vitória, Cruz Machado e Rio Azul) participam da ação idealizada pela escritora Cléo Busatto e viabilizada por meio da Lei Rouanet, com patrocínio da Sanepar e do Grupo Potencial.

O projeto acontece em dois atos: a intervenção artístico-literária Histórias da Cléo e a oficina de formação de contadores de histórias Contar e Encantar, pequenos segredos da narrativa. O primeiro é um espetáculo para crianças que apresenta a obra literária da autora de maneira interativa, colocando a plateia como protagonista. O segundo é uma oficina dedicada a professores, mediadores e agentes de leitura, que propõe a reflexão e a prática da arte de contar histórias. Todas as ações são gratuitas.

“Eu vivo duas estações na minha jornada como escritora. A primeira é o tempo da solidão criativa, no qual crio as histórias e fico na companhia dos personagens. A segunda é o tempo de compartilhar com o leitor, ser afetada pelo seu olhar e me inspirar para novas criações. Para mim é uma alegria estar com o leitor. Ele é quem dá vida aos meus livros”, conta Cléo Busatto.

Essa é a terceira edição do projeto Histórias da Cléo que já levou as obras da escritora para 10.700 crianças da rede pública de Curitiba e da região metropolitana, além de 20 cidades paranaenses. O projeto também capacitou 102 pessoas nas oficinas de contadores de histórias.

Intervenção artístico-literária para crianças, Histórias da Cléo
No espetáculo, a obra literária é apresentada de forma performática, por meio da atuação da escritora e com a participação da criança. A construção do trabalho é uma releitura de algumas obras de autoria de Cléo Busatto por meio de várias linguagens, como a narração oral, o canto e a leitura em voz alta. A plateia é convidada a se tornar protagonista dessa ação, interagindo na atuação da escritora, por meio da exploração sonora e linguística das obras.

Cléo Busatto constrói com o público momentos criativos e prazerosos e demonstra que as histórias podem nos divertir e instruir. As obras de Cléo Busatto que integram o espetáculo fazem parte de programas de leitura (federal, estadual e municipal) e catálogos internacionais, como a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bologna, Itália.

Serão quatro espetáculos em cada cidade, dirigidos a crianças de 6 a 11 anos. A ação acontece na Biblioteca Pública ou Cidadã de cada cidade participante, valorizando o uso da biblioteca e reforçando o conceito biblioteca-viva, ou seja, espaço que recebe e atua com cultura.

Oficina de formação de contadores de histórias, Contar e Encantar, Pequenos Segredos da Narrativa

A oficina de formação de contadores de histórias propõe a reflexão e a prática da arte de contar história, exercitando os três eixos (ritmo, intenção e imagens) que qualificam a técnica da autora, descrita no seu livro Contar e encantar, pequenos segredos da narrativa (8ª ed., editora Vozes). Serão abordadas considerações significativas sobre o texto literário, como a importância das histórias na formação do ser humano e a narrativa como um caminho para aproximar pessoas.

A oficina de formação será realizada na cidade de Rio Azul e oferece dez vagas para profissionais de cada um dos municípios participantes.

Histórico do projeto

A primeira edição do projeto Histórias da Cléo, 2014, circulou pelas bibliotecas escolares e Faróis do Saber, da Rede Municipal de Bibliotecas Escolares, de Curitiba. Contou com o incentivo da Caixa Cultural e da Prefeitura Municipal de Curitiba – Fundação Cultural de Curitiba. Oportunizou o acesso gratuito a 5,4 mil crianças da rede pública de Curitiba e da região metropolitana.

Em 2016 foi realizada a segunda edição, que se chamou Histórias da Cléo PR1. O projeto foi selecionado no edital Circula Paraná, da Secretaria de Cultura do Estado do Paraná. Com o patrocínio do MINC e da Copel. Atuou em 20 municípios da Mesorregião Metropolitana de Curitiba e oportunizou o acesso a 5,3 mil crianças e adultos nas ações que aconteceram nas bibliotecas Públicas e Cidadãs de cada cidade. As oficinas de formação de contadores de histórias capacitaram 67 participantes.

Serviço:
Histórias da Cléo PR2
Patrocínio: Lei Rouanet, Sanepar e Grupo Potencial.
Locais dos espetáculos: Bituruna, General Carneiro, Mallet, Paula Freitas, Cruz Machado, Porto Vitória e Rio Azul.
Oficina de formação de contadores de histórias: dia 19 de novembro de 2019, no Salão da Secretaria de Educação de Rio Azul (Rua Getulio Vargas, 270).
Intervenção artístico-literária para crianças, Histórias da Cléo: Mallet (04/11), Cruz Machado - (5/11), Paula Freitas (06/11), General Carneiro (11/11), Bituruna (12/11), Porto Vitória (13/11) e Rio Azul (18/11).
Inscrições gratuitas pelo site http://cleobusatto.com.br/historiasdacleo

Sobre Cléo Busatto
Cléo Busatto é uma artista da palavra. Como escritora publicou seu primeiro livro, Dorminhoco, em 2001. É autora de mais de 25 obras, entre literatura para crianças, teóricos sobre oralidade e CD-ROMs, que venderam em torno de 280 mil exemplares. Eles fazem parte de programas de leitura e catálogos internacionais, como a Feira do Livro Infantil de Bolonha, Itália. Seu livro A fofa do terceiro andar foi finalista do Prêmio Jabuti 2016, categoria juvenil.

Como narradora oral contou histórias para mais de 150 mil pessoas, no Brasil e exterior. Também produz e narra histórias no meio digital. Esta pesquisa, que foi tema da sua dissertação de mestrado, já originou cinco mídias.

Enquanto mediadora de projetos sobre oralidade, leitura e literatura formou mais de 80 mil pessoas, em oficinas e palestras. Cléo Busatto é mestre em Teoria Literária, pela Universidade Federal de Santa Catarina, e pesquisadora transdisciplinar, formada pelo Centro de Educação Transdisciplinar - SP.

Por meio da produtora CLB Produções concebe e executa projetos culturais e educativos de mediação de leitura, literatura e teatro.

Mais informações no site http://cleobusatto.com.br/

Obras recentes:
- Histórias que eu gosto de contar. Curitiba, PR: CLB Produções, 2018. PNLD Literatura 2018. Programa Minha Biblioteca SME SP 2019.
- Livro dos Números, Bichos e Flores. Alfenas, MG: Cria Editora, 2017.
- O tempo das coisas. Alfenas, MG: Cria Editora, 2017.
- Como vender bem, a arte de se comunicar contando histórias. Petrópolis: Vozes, 2017.
- A fofa do terceiro andar. 2ª ed. Rio de Janeiro: Galera Record, 2015. Finalista do Jabuti 2016, categoria Juvenil. PNLD 2020.

LIDE FUTURO REALIZA MENTORING COM UM DOS EXECUTIVOS MAIS ADMIRADOS DO MERCADO BRASILEIRO

Durante a conversa, Marcos Henrique Scaldelai falou sobre como alcançar seus propósitos e sair da zona de conforto

O LIDE Futuro realizou, na última segunda-feira (28), um mentoring com o executivo Marcos Henrique Scaldelai, na Livraria da Vila, do Pátio Batel. Durante a conversa, exclusiva para convidados e afiliados ao LIDE, Scaldelai falou sobre como alcançar propósitos de carreira e sair da zona de conforto.

Segundo o executivo, que também é presidente do LIDE Rio Preto, são necessárias quatro atitudes para se desenvolver profissionalmente: 1) você não precisa ser dono, mas ter visão de dono; 2) ter senso de urgência; 3) manter o brilho nos olhos, transformando o cliente em parceiro; 4) orientação para resultados. “Além disso, é preciso saber que se você não souber se vender, você nunca vai vender o seu propósito”. Usando uma metáfora, Scaldelai fala sobre marketing pessoal. “Por isso, para comprar algo, tenho que comprar você primeiro. E como eu compro? Pelos seus olhos. Se os seus olhos dizem a grande verdade do negócio, eu compro, senão não”.

Sobre zona de conforto, para Scaldelai, esse é o grande vilão do ser humano. “Isso nos transforma em profissionais infelizes, assim como na vida pessoal”. Para escapar disso, o executivo deu algumas dicas. “Busque ser referência e se reinventar constantemente, assim se mantém na liderança; quem se reinventa materializando sonhos, tem mais chances de sucesso; quando a gente caminha para o melhor, caminha para o reconhecimento. Reinventar-se é sair da zona de conforto”.

O mentoring é um dos eventos propostos pelo LIDE Futuro e tem como objetivo reunir grandes líderes com os jovens associados, para que possam contar sua trajetória, relatar experiência, desafios, superações e lições de carreira. "Esse sem dúvida, foi uma das nossas agendas que mais impactaram o público, ele falou de razão e emoção para o desenvolvimento de performance, uma dinâmica que é presente no cotidiano de todo líder" destaca a presidente do LIDE Paraná, Heloisa Garrett.

Sobre Marcos Henrique Scaldelai

Scaldelai é considerado um dos executivos mais admirados do mercado brasileiro. Formado em Comunicação Social – Propaganda e Marketing na ESPM e MBA em Gestão de Negócios e Tecnologia pelo IPT – USP, passou com destaque por grandes companhias, como Nielsen, General Mills, Bertin e Bombril, onde foi presidente com 36 anos. Atualmente, é presidente do LIDE Rio Preto e criou Scaldelai Projetos de Crescimento, onde atua como gerador de oportunidades em marketing e vendas para pequenas e médias empresas. É um dos palestrantes mais requisitados do País, especialista em atitudes de liderança e empreendedorismo. Integrante do Hall da Fama do Marketing no Brasil, encontra-se entre os 87 melhores profissionais de marketing do País. Eleito pela Revista Forbes um dos 12 jovens executivos de maior sucesso do Brasil e reconhecido como um dos 100 brasileiros “Que faz um Brasil Melhor”.

 

Um pouco sobre o LIDE

 O Lide – Grupo de Líderes Empresariais é, atualmente, presidido por Luiz Fernando Furlan (chairman do LIDE e presidente do LIDE Internacional) e por Roberto Giannetti da Fonseca (vice-chairman). O grupo conta com mais de 1.700 empresas filiadas, que juntas congregam 57% do PIB privado do Brasil, sendo a mais qualificada plataforma empresarial independente do país. Tem matriz em São Paulo e unidades em diferentes estados brasileiros, além do Paraná. O grupo também está presente internacionalmente, em quatro continentes, nos seguintes países: Alemanha, Angola, Argentina, Chile, China, Estados Unidos, Itália, Marrocos, Moçambique, Portugal, Uruguai e Oriente Médio. As atividades do Lide Paraná têm o patrocínio de gestão da Renault e o a AYoshii é a patrocinadora do Lide Mulher no estado.

LANÇAMENTO DO LIVRO: AONDE VAMOS?

LANÇAMENTO DO LIVRO: AONDE VAMOS?

A Editora MercadoLivros lançará, na próxima sexta feira, dia 31 de outubro, na Biblioteca Pública de Paraná, através do programa Aventuras Literárias, o livro de literatura infantil “Aonde Vamos?” (Curitiba: Mercadolivros, 40p, com valor promocional R$27,00 após do lançamento o valor do livro é R$36,00), da autora Yvette Pais, com ilustrações de Claudia Navarro.

A Editora conta com 10 títulos de literatura infantil em seu catálogo, sendo este o primeiro livro ilustrado da autora Yvette escrito em português. Ela tem três livros publicados: I WANT TO BE e pronto uma nova edição do livro Gus the Traveler em inglês.
E em espanhol o livro Qué Pasa? Los animales de la A a la Z.

Aonde Vamos? É um livro que convida lhe ao mundo da imaginação através de um diálogo que entrelaça a relação de mãe e filho na hora do conto.

Como comenta o escritor Leo Cunha, na contracapa do livro, “Aparentemente simples, o livro de Yvette e Claudia tem uma narrativa rica e inteligente, na qual texto e ilustração se iluminam, mas também escondem segredos e surpresas. É um livro para ler e reler várias vezes, viajando com cada um dos personagens que contam e os que vivem suas aventuras”.

Breves biografias:

Yvette Pais é professora e pedagoga por profissão. Encanta-se pela fotografia, por viajar, comprar livros, ler, ver filmes e caminhar nos parques. Mas o que ela mais gosta é contar e escrever histórias para crianças.

Claudia Navarro é ilustradora desde criança, nunca imaginou outra profissão. Ela gosta de dançar, assistir filmes, ir ao teatro, visitar museus e sobretudo viajar. Colecionar livros ilustrados é uma de suas maiores paixões.

Serviço:
Lançamento do livro “Aonde Vamos?”
Data: Sexta Feira, 31 de outubro
Horário: 14h30
Local: Biblioteca Pública de Paraná

Lançamento da nova obra infantil de Adélia Woellner movimentou Biblioteca Pública

Lançamento da nova obra infantil de Adélia Woellner movimentou Biblioteca Pública

O livro “A Montanha dos Encantos” faz parte do projeto RECONTAR e traz encartes com histórias escritas por duas crianças paranaenses, de Jaboti e Quitandinha, que venceram concurso literário

Caravanas dos municípios de Quitandinha, Mallet e Jaboti vieram prestigiar a escritora Adélia Maria Woellner e outras duas autoras paranaenses que ingressaram recentemente na literatura. Amanda Vitória Melo de Castro, de 10 anos, da cidade de Jaboti, escreveu “A Árvore Encantada”, e Gabriele Machado da Cruz, de 8 anos, da cidade de Quitandinha, é autora de “Montanha dos Encantos”. As duas sagraram-se campeãs do Concurso Literário “Recontar a História Cria Novas Aventuras” e a premiação foi à publicação das narrativas em forma de encarte na obra “A Montanha dos Encantos”, de Adélia Woellner. Na última segunda-feira, as três receberam amigos, familiares, integrantes da Academia Paranaense de Letras e imprensa na Biblioteca Pública do Paraná para sessão de autógrafos.

O evento fechou com chave-de-ouro o projeto RECONTAR, idealizado pela produtora cultural Dnize Castro e proposto por Adélia Maria Woellner. O projeto foi viabilizado por meio de fomento da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná, através do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), com o patrocínio da COPEL (Companhia Paranaense de Energia).

Na primeira etapa, Adélia percorreu quatro cidades (Quitandinha, Mallet, Piên e Jaboti), no mês de junho, e ministrou a oficina literária “Meu jeito de escrever”. Crianças de 8 a 14 anos da rede pública de ensino tiveram a oportunidade de aprender com a renomada escritora o processo de criação literária. “Mostrei para eles que a realidade é uma matéria-prima rica, uma fonte de inspiração para a ficção. Nossa intenção foi fazer com que as crianças trouxessem à tona, por meio da literatura, seus pensamentos e sentimentos acerca do mundo”, explica Adélia.

Com o lápis nas mãos, chegou a hora de colocar em prática todos os ensinamentos de Adélia. Mais de 500 crianças produziram textos e o objetivo do projeto, de estimular o público a buscar o prazer da leitura e a criar o gosto pela expressão escrita, foi cumprido com louvor. A participação em massa dos aspirantes a escritores deu bastante trabalho para todos os envolvidos no projeto. Coube aos professores selecionar apenas dez textos de cada cidade para a próxima fase do Concurso. Passaram para o crivo da comissão julgadora 40 textos. O comitê de avaliação foi composto por Adélia, Etel Frota e Nílson Monteiro, que são membros da Academia Paranaense de Letras. Lilia Souza, presidente da Academia Paranaense da Poesia, também contribuiu com a seleção.

A escolha de um vencedor foi tão difícil que os jurados tiveram que fazer uma modificação no regulamento do concurso e premiar duas escritoras com o primeiro lugar. “Confesso que fui surpreendida com tanta criatividade flutuando no mundo dessas crianças quando realizei a oficina, estimulando exatamente o uso ilimitado da imaginação. Foi bem difícil chegar num vencedor. Muitas histórias nos encantaram e tivemos que discutir muito para chegar num consenso”, diz Adélia.

Gabriele Machado da Cruz, uma das vencedoras, ficou surpresa com a conquista. “Estou muito feliz e não esperava vencer. O mais legal de tudo é saber que os outros vão ler uma história que saiu da minha cabeça”, comemora.

Durante o lançamento, Lilia Souza enalteceu o Projeto Recontar. “A Adélia e a Dnize estão de parabéns por realizarem esse trabalho, na área da educação, que incentiva a leitura. A longo prazo, no futuro, essa ação será muito importante para elas”, encerra a presidente da Academia Paranaense da Poesia.

Ao todo, 3.000 exemplares do livro e do encarte serão distribuídos gratuitamente, de forma estratégica e direcionada.

A obra

Em “A Montanha dos Encantos” a personagem Cenira se aventura na exploração do mundo. A trajetória é repleta de surpresas e conduz a protagonista por espaços até então sequer imaginados.

“Ela percorre caminhos originais, admiráveis, diversos daqueles normalmente trilhados. Parece sonho, mas não é, porque a sua vivência é intensa, impregnada pela emoção de poder observar, com nitidez, formas, cores, atitudes, danças, espaços, músicas e a arte do universo que está conhecendo. Cenira fica impregnada da beleza que a natureza lhe oferece, aceita os desafios, vive e desfruta o encantamento que esses momentos incomuns lhe oferecem. Ela faz de toda essa experiência um grande e valioso aprendizado. É a versatilidade dos acontecimentos que a levam para uma viagem prazerosa. Cenira aceita com gratidão o que a vida lhe oferece a cada instante”, conta Adélia Maria Woeller.

Para a realização do Projeto RECONTAR, a escritora Adélia Maria Woellner conta com o suporte dos seguintes profissionais: Heliana Grudzien (ilustradora), Neumar Carta Winter (revisão) e Dnize Castro (coordenação e produção).

FICHA TÉCNICA:

LIVRO: “A Montanha dos Encantos”
AUTORA: Adélia Maria Woellner
ILUSTRAÇÕES: Heliana Grudzien
REVISÃO: Neumar Carta Winter
COORDENAÇÃO, PRODUÇÃO E ELABORAÇÃO: Dnize Castro
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Jaqueline Gluck, Giovana Chiquim e Lara Pessoa

Sobre a autora:

A poetisa e prosadora Adélia Maria Woellner é nascida em Curitiba, no Paraná. Formada em Direito pela UFPR, pertence às seguintes instituições: Academia Paranaense de Letras (Cadeira nº 15), Academia Feminina de Letras do Paraná (Cadeira nº 18), Centro de Letras do Paraná, Academia de Letras José de Alencar (Cadeira nº 8), Centro Paranaense Feminino de Cultura, Academia Paranaense da Poesia (Cadeira nº 26), Academia de Letras e Artes de Pato Branco-PR (Cadeira nº 27), União Brasileira de Trovadores – Seção de Curitiba e Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil.

Obras: Balada do Amor que se Foi, Nhanduti, Poesia Trilógica, Encontro Maior, Avesso Meu..., Poemas Soltos, Infinito em Mim (traduzido para vários idiomas), Poemas para Orar e Meditar, A Literatura e a História do Paraná, Graciette Salmon – A Ciranda da Estrela Sozinha , Sempre Poesia, CD com 52 Poemas 1999 , Poemas para Amar, Para onde vão as Andorinhas..., Férias no Sítio. Poesias, Luzes no Espelho.

Blockchain, Bitcoin e Smart Contracts: lançamento é nesta terça, no Pátio Batel

Blockchain, Bitcoin e Smart Contracts: lançamento é nesta terça, no Pátio Batel

Adriana Siliprandi e Fernando Lopes lançam livro que retrata como essas tecnologias podem mudar o modo de compreender o direito, a economia e a sociedade

Blockchain. Você já deve ter ouvido falar sobre isso recentemente. O conceito da blockchain surgiu junto com as criptomoedas, para que o envio e recebimento dos valores de bitcoins ficassem registrados de forma segura e inviolável. Porém, o conceito da blockchain vai muito além. A tecnologia tem potencial para provocar uma ruptura de paradigmas no modo de se conceber as relações econômicas, jurídicas, políticas e sociais.

A blockchain (corrente de blocos, em tradução literal) é uma espécie de grande livro contábil, que registra as diferentes transações espalhadas em vários computadores. O sistema blockchain é formado por uma cadeia de blocos, ou seja, blocos com conjuntos de transações que são trancados por uma forte camada de criptografia, tornando impossível alterar ou apagar as informações ali registradas.

Para abordar o enorme potencial revolucionário desta tecnologia de registros, a administradora Adriana Siliprandi e o advogado Fernando Lopes, especialistas no tema, estão publicando o livro Blockchain, Bitcoin e Smart Contracts: a revolução dos ativos digitais (Editora Tirant). O lançamento está marcado para esta terça (20), na Livraria da Vila, no Shopping Pátio Batel, em Curitiba.

A obra mostra que a injustiça e a ineficiência econômica são apenas sintomas da existência de uma desigualdade social produzida pelas diferentes inter-relações entre a moeda, o direito, o contrato e a propriedade. Os autores propõem a utilização da blockchain para gestão da propriedade e da informação, substituindo as moedas pelas criptomoedas e os contratos pelos smart contracts.

SERVIÇO:
Lançamento do livro Blockchain, Bitcoin e Smart Contracts: a revolução dos ativos digitais
Data: 20 de agosto de 2019 (terça-feira)
Horário: das 19h30 às 21h
Local: Livraria da Vila (Shopping Pátio Batel) – Av. do Batel, 1868 – Batel, Curitiba-PR
Entrada: gratuita
Evento aberto ao público.

Sobre Adriana Siliprandi
Empreendedora no mercado de Criptoativos, com foco em Inovação e Blockchain. Sócia-Fundadora da Exo Global, formada em Administração pelo UNICURITIBA, CBA em Gestão Empresarial pelo IBMEC, MBA em Gestão de Pessoas pelo UNICURITIBA, Master em Gestão de Negócios pelo INSPER e acadêmica de Direito na UTP.

Sobre Fernando Lopes
Diretor Jurídico na Exo Global. Especializado em Blockchain pela State University of New York. Especializado em Direito Penal e Criminologia pelo ICPC. Extensão em Fintechs pela Universidade de Copenhagen. Extensão em Filosofia Política pela Universidade de Yale. Mestrando em Direito empresarial no UNICURITIBA.