Armazém do Espetinho defende os butecos do Paraná na Final Nacional do Comida di Buteco

COMIDA DI BUTECO 2021: FASE NACIONAL APONTARÁ O MELHOR BUTECO DO PAÍS

Armazém do Espetinho - Petisco: “De Lamber os Dedos” - Foto: Divulgação
Os butequeiros de todo o país estão em festa. Afinal, os apreciadores da culinária de raiz conhecerão o grande campeão do Concurso Comida di Buteco 2021. Após as etapas regionais por todo o país, realizadas entre 20 de julho e 30 de agosto, o principal concurso do gênero elegerá o vencedor entre os 21 campeões. O sistema segue o mesmo, com três jurados visitando os butecos, avaliando as categorias petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida.

O representante de Curitiba é o Armazem do Espetinho, que depois de ter ficado em quarto no ano passado, nesta edição foi o grande vencedor. O petisco é “De lamber os dedos”, feito com tulipas de frango assadas na brasa, refogadas na mostarda e mel com gengibre, salpicadas de coentro, acompanhado de chips de batatas. “A ideia era fazer um prato simples, que remetesse ao que nós realmente somos, nossa essência, e também nossas raízes”, destaca Eliane Martins, uma das comandantes do estabelecimento ao lado de Gil Martins.

A escolha do campeão nacional acontece pelo quinto ano consecutivo. Os integrantes da comissão de jurados específica para esta etapa visitarão os estabelecimentos em cada uma das cidades, entre 16 e 30 de setembro. A premiação da Fase Nacional acontecerá no dia 6 de outubro, na cidade de São Paulo.

SERVIÇO
ARMAZEM DO ESPETINHO
“De Lamber os Dedos”
Endereço: Rua Barão de Santo Angelo, 1507
Telefone: (41) 3779-1950

Números de sucesso

Apesar das dificuldades provocadas pela pandemia, especialmente no começo, o Comida di Buteco festeja o sucesso de mais uma edição e os números confirmam essa avaliação positiva. Em um mês, o concurso movimentou mais de 40 cidades, totalizando 400 mil votos (50% do atingido em 2019), mas se consideradas a perda de butecos, as restrições com número de mesas/capacidade de atendimento e restrições de horário, o resultado é positivo. Além disso, o movimento “Salve os Butecos”, criado para garantir um fluxo de caixa para os butecos, conseguiu gerar mais de dois milhões de reais, em espécie, produtos doados aos butecos e mídia bonificada pelos veículos, que foram fundamentais neste momento para a manutenção dos participantes.

A participação nas redes sociais também teve saldo positivo. As redes sociais geraram, ao longo dos 30 dias, 13 milhões de pessoas atingidas, com mais de 60 milhões de impressões. O site teve nada menos que 2 milhões de page views e média de 4,5 min de permanência. Melhor ainda foi que não registrou nenhum comentário negativo relativo à realização do concurso, apenas interações de apoio e participação positiva, indicando a predisposição do público em ajudar os butecos na sua luta para se manterem abertos e poderem colher resultados durante o concurso.

“São número muitos bons e que, em meio a pandemia, devem ser ainda mais valorizados. Os participantes estão de parabéns pelo profissionalismo e compromisso com o concurso e nosso muito obrigado aos fãs do Comida di Buteco que, mais que a fidelidade ao nosso concurso, foram sensíveis ao objetivo de ajudarem os butecos a continuarem em atividade. Agora, o foco é para a eleição do melhor do país, uma missão difícil para os jurados em razão do alto nível dos finalistas”, destaca Flávia Rocha, organizadora do Comida di Buteco.

A relação de finalistas e seus petiscos é a seguinte:
Belém (PA) - Egua Tche – Belém – “Pão da Terra”
BH (MG) - Café Palhares – Belo Horizonte – “Bochecha de porco ao vinho, vatapá de banana da terra e beterraba”
Brasília (DF) - Bem Amigos Bar – Brasília – “Bolinho de Salmão”
Campinas (SP) - Eskina Bar – Campinas – “Escondidinho Maluco Beleza”
Curitiba (PR) - Armazém do Espetinho – Curitiba – “De Lamber os Dedos”
Florianópolis (SC) - Centro Social da Cerveja – Florianópolis – “Canoa do Portuga”
Fortaleza (CE)- O Camocim – Fortaleza – “Melhor do Mundo”
Goiás (GO) - Bar do Chicão - Goiânia – “Casal Raiz”
Juiz de Fora (MG) - Reza Forte – Juiz de Fora – “Mineiroca”
Manaus (AM) - Quiosque Beer (Tetracampeão) – Manaus - ”Raízes de Cabôco”
Monte Claros (MG) - Thom Bar - Montes Claros – “Rapunzel no sertão das raízes "encantadas"
Poços de Caldas (MG) - Rota do Petisco – “Poços de Caldas - Uai Sô
Porto Alegre (RS) – Tuim - Porto Alegre - “Até Gaúcho Come”
Recife (PE) – Esquina do Malte - Areais – “Minhas Raízes”
Ribeirão Preto (SP) – Empório Mobiglia – Ribeirão Preto – “Tá na Tábua”
Rio de Janeiro (RJ) – Boteco do Portuga - Baixada Fluminense – “Roupa Velha”
Salvador (BA) – Forças Bar – Salvador – “Mix de Raízes”
São José do Rio Preto (SP) - Bar do Cidinho – S.J. Rio Preto – “Costeleti de batata-doce”
São Paulo (SP) - Bar do Jão – São Paulo – “Lascas Madeirense da Vó Encarnação”
Uberlândia (MG) - Camindo d' Casa – Uberlândia – “Costela Cura Cachaça”
Vale do Aço (MG) - Bar Galpão – Ipatinga – “É a Rapa de Um e o Fucinho do Outro”

Do mar para o bar: Curitiba vai ganhar casa de peixes e frutos do mar com preparos descomplicados e preços acessíveis

O Fish*me, que será inaugurado no próximo mês de outubro, conta com a assinatura de José Araújo Netto, fundador da rede Porks – Porco & Chope e dos fenômenos Bar Quermesse e Bar do Açougueiro, e cofundador da rede Mr. Hoppy

O preparo de peixes e frutos do mar focado em atendimento descontraído, prático e com preço justo é o grande foco do Fish*me, que será inaugurado no próximo mês de outubro, em Curitiba, com o conceito “do mar para o bar”. O empreendimento é a nova empreitada do inquieto e criativo empresário José Araújo Netto, fundador da rede Porks – Porco & Chope e dos fenômenos Bar Quermesse e Bar do Açougueiro, e cofundador da rede Mr. Hoppy.

Com toda a expertise do empresário, que já lançou mais de uma centena de empreendimentos gastronômicos pelo Brasil, o Fish*me pretende se transformar na grande referência em peixes e frutos do mar na capital paranaense, chegando ao mercado com um modelo de negócios pronto para expansão. Outro grande diferencial da casa será a localização: ela vai funcionar em frente ao Parque Barigui, um dos principais pontos turísticos da cidade.

“Boa parte das opções de restaurantes focados em peixes e frutos do mar na cidade oferecem pratos complexos em ambientes mais tradicionais. Nós queremos ser um bar de peixes e frutos do mar, ideal para confraternizações entre pessoas que querem curtir bons momentos saboreando bebidas de qualidade acompanhadas por receitas exclusivas”, comenta Netto. “A ideia do Fish*me é ter um espaço descontraído que ninguém sinta que precisa se arrumar para conhecer, que possa aproveitar uma porção ou pedida mais rápida, sem perder a qualidade e mantendo preço barato. Queremos democratizar o consumo desses preparos”, complementa o empresário.

Instalado em uma casa de três andares rodeada por um deck aconchegante e cheio de vida, perfeito para os dias mais quentes do ano, o empreendimento terá capacidade para atender 120 pessoas sentadas. Além disso, ele contará com uma sacada reservada para apresentações musicais e demais demonstrações artísticas. O Fish*me, que abrirá durante todo o dia, vai aproveitar toda a versatilidade do modelo de bar para atender os mais variados perfis de cliente. “Queremos aproveitar todo o movimento do Parque Barigui durante os finais de semana e feriados, além de transformar o Fish*me em uma ótima opção gastronômica para os moradores e profissionais que trabalham na região, sempre pensando em peixes e frutos do mar preparados com muita excelência”, detalha Netto.

Cardápio

Uma das principais apostas do Fish*me será a versatilidade, descomplicando o consumo de peixes e frutos do mar frescos, fornecidos pelos principais produtores e distribuidores do mercado, na capital paranaense. Um dos grandes destaques da casa serão os preparos na parrilla, tipo de assadeira bem conhecida do churrasco argentino que valoriza o calor indireto e não defuma as peças assadas. Assim, escolhas como o Camarão Pistola com vinagrete (duas unidades a R$ 40), o Espeto misto de camarão e polvo (R$ 30) e até o Filé de atum selado com crosta de castanha e maionese de wasabi (porção de 200 gramas a R$ 45) vão ganhar muito em sabor e textura.

Outra técnica que trará boas opções ao Fish*me é o Deep Fry, no qual a comida é submersa em óleo quente, alcançando ótima crocância. Entre as pedidas individuais, o Espetinho de camarão com provolone (R$ 25) e o Cone de frutos do mar, que leva polvo, lula, peixe e camarão (R$ 35). Para dividir, o cardápio apresentará o Bolinho de siri (5 unidades a R$ 24) e o Camarão empanado com parmesão servido com sour cream (oito unidades por R$ 35).

“Quando falamos em democratizar o acesso aos frutos do mar de qualidade, englobamos também métodos de preparo que ainda não são tão difundidos no Brasil. Tenho certeza de que o nosso cardápio vai surpreender os curitibanos, propondo experiências gastronômicas até então inéditas na cidade”, comemora Netto.

Os peixes crus também vão ganhar uma atenção especial no bar. O Ceviche, típico preparo peruano de peixe cru marinado e limão, tem versões de atum (R$ 25), tilápia (R$ 22), salmão (R$ 25) ou misto (R$ 25). Outra pedida bem interessante será o Tuna tartar, que apresenta atum cortado na ponta de faca com alcaparras, mostarda dijon, azeite de oliva, sal e pimenta negra (R$ 35), numa receita bem temperada e aromática.

Fãs de ostra poderão aproveitar as versões Gratinada ou A Provençal, ambas servidas em três unidades a R$ 25 por porção. Já a Panelinha de mexilhões na manteiga terá oito unidades saindo a R$ 35. A inspiração ibérica estará presente nas sobremesas: o Churros espanhol fica a R$ 18. Há ainda a Taça de morangos com chantilly (R$ 20) e o Sorvete de pistache com calda de caramelo (R$ 20).

Bebidas

Propondo uma harmonização completa, o Fish*me trará várias opções de bebida especiais, que combinam muito bem com frutos do mar. O chope será uma ótima pedida, mas não a única. Uma carta de vinhos com mais de 50 rótulos vai compor a adega do empreendimento, com garrafas a partir de R$ 70. Já na parte de drinks, serão mais de 20 opções entre clássicos e criações originais, como o Fish*me Gin: um gin tônica com morangos e cobertura de algodão doce.

Expansão

Motivado pelo novo conceito que será apresentado ao mercado, o empresário José Araújo Netto, uma das grandes referências do Brasil em gestão gastronômica, desenvolveu o Fish*me já de olho no projeto de expansão. A casa nasce preparada para em poucos meses ter seu modelo replicado em todos os cantos do país. “Pensamos em cada detalhe do empreendimento já vislumbrando a expansão da marca. Para isso, desenvolvemos conceito e cardápio que podem ser facilmente implantados nas principais cidades brasileiras, seja com unidade próprias ou franqueadas”, completa Netto.

O Fish*me vai funcionar a partir da segunda quinzena de outubro, em frente ao Parque Barigui, na Rua General Mario Tourinho (nº 2465). A casa abrirá de terça a sexta, das 17h às 01h; aos sábados, das 11h30 às 01h; e aos domingos, das 11h30 às 23h. Para mais informações, acesse o perfil oficial do bar no Instagram (@fishmebar).

Cerveza Patagonia cria experimento social nas montanhas para reduzir níveis de estresse

Vídeo com participação da filósofa Viviane Mosé propõe uma reflexão sobre conciliar a rotina diária em meio à natureza como forma de ver o mundo sobre outras perspectivas

A ansiedade se tornou uma constante nos dias de hoje, onde milhares de pessoas vêm buscando maneiras de como combater os efeitos dessa pressão em sua rotina, especialmente amplificada durante os tempos de pandemia. Experimentar os benefícios de passar um período vivendo em regiões montanhosas como forma de combater o estresse é a proposta do “Experimento da Montanha”, idealizado pela Cerveza Patagonia, cervejaria argentina entusiasta desse movimento de reconexão com a natureza das montanhas, lançado nesta quinta-feira (23), Dia Mundial de Combate ao Estresse. Com participação da filósofa Viviane Mosé, “Experimento da Montanha” convidou três pessoas com altos níveis de ansiedade para equilibrar as tarefas diárias com períodos em contato com a montanha.
“Estamos todos exaustos”, afirma Viviane de forma categórica. “A cidade é cheia de gente, para conviver você precisa se adaptar e acaba sendo menor do que poderia ser”. O Brasil possui atualmente a maior taxa de transtorno de ansiedade do mundo, conforme estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) do último ano, onde 23,9% dos brasileiros possuem algum tipo de transtorno de ansiedade e 5,8% são afetados por depressão. Em pesquisas do próprio Ministério da Saúde, que reuniram informações sobre a saúde mental dos brasileiros durante a pandemia no ano passado, foi verificada uma elevada proporção de ansiedade, atingindo 86,5% dos entrevistados. A poetisa e psicanalista reforça durante o vídeo a necessidade de descobrir novas trilhas e novos horizontes para questionarmos a própria correria, viver coisas mais imediatas e ganharmos força.
O Experimento da Montanha entrevistou 20 pessoas com elevados níveis de estresse e ansiedade e selecionou três participantes para passarem uma semana hospedados em cabanas em Cambará do Sul, região montanhosa gaúcha. Todos foram acompanhados pela psicóloga e psicanalista Lia Luz antes, durante e depois do experimento, para mapear os pontos sensíveis e motivos de irritabilidade, a fim de verificar a melhora no bem-estar. O propósito foi estimular os participantes a seguir com suas rotinas diárias em meio às montanhas, para constatar os aspectos terapêuticos proporcionados por estar nesse ambiente, sentindo o ar das alturas e apreciando a vida silvestre, em contraste com a vida nos grandes centros urbanos.
A gaúcha Roberta Abrantes, empresária de moda, sentiu um forte baque nas vendas de sua marca de roupas, e equilibrar toda a operação sozinha acabou a afastando de viver a vida fora do trabalho. Muito comunicativa, sofreu o efeito da pandemia através do estresse e isolamento. Durante a estadia nas montanhas, ela pode meditar e organizar melhor seus compromissos, ficando mais atenta ao que acontece à sua volta. Estar sozinha nesse ambiente por vontade própria fez com que Roberta sentisse que agora tornou-se uma boa companhia para si mesma, ficando mais tranquila e menos impulsiva.
Já a advogada e sanitarista Fernanda Weinzmann, que nunca gostou de ficar parada, sente na pele os efeitos da impulsividade e irritabilidade desde que começou a trabalhar em home office. Sempre preocupada em perder qualquer mensagem, costuma checar e-mails e aplicativos de conversa a todo instante. O efeito benéfico do experimento trouxe de volta noites de um sono bem dormido, que antes pareciam impossíveis. Agora ela sente a importância do contato da natureza em seu próprio bem-estar, comentando que foi sua primeira oportunidade de viver essa experiência nas montanhas. Agora ela sente que consegue deixar tudo fluir naturalmente, sem a ansiedade de depender de ninguém, equilibrando vida profissional e voluntariado.
O engenheiro eletricista Roberto Franceschini afirma que durante a pandemia apresentou uma irritabilidade aumentada e impaciência constante. Acostumado ao trabalho presencial, precisou se adequar à rotina de home office, em meio a uma mudança de residência com sua família, que também contou com o barulho de obras e reparos. O contato com a natureza e a calma das montanhas proporcionou a ele se reconectar com antigos hobbies que não praticava há anos, como escrita e desenho, além de descobrir um lado mais espontâneo, gravando vários vídeos de si mesmo durante a estadia nas montanhas para guardar na memória. Roberto afirma estar com grandes expectativas após essa transformação e com vontade de reviver a experiência em breve.
Esse experimento faz parte das diversas ações da cervejaria que tem como seu próprio local de origem as cordilheiras argentinas. “Queremos fazer um convite, neste momento em que estamos todos pressionados é importante mudarmos nossa rotina e vermos tudo de cima. Explorar a montanha é cansar o corpo e descansar a mente, isso sim é transformador”, comenta Daniel Silber, head de marketing da Cerveza Patagonia no Brasil. O “Experimento da Montanha” está disponível no canal do YouTube oficial da Cerveza Patagonia.

Serviço
O quê: “Experimento da Montanha - Cerveza Patagonia”
Quando: 23 de setembro de 2021
Onde: YouTube https://www.youtube.com/watch?v=J3mn0g3qWvE

Festival de Carne de Onça chega à quinta edição

Evento comemora 5 anos do petisco como patrimônio cultural imaterial de Curitiba

Servida na maioria dos bares e botecos curitibanos, a famosa Carne de Onça é tradição há mais de 80 anos. A receita leva carne bovina crua (não é do felino, ninguém precisa se preocupar!), servida sobre fatias de broa e coberta de cebola e cebolinha. O prato está completando cinco anos como Patrimônio Cultural Imaterial de Curitiba e para comemorar a data, a Curitiba Honesta, portal de gastronomia que realizou as pesquisas para elevar o prato a patrimônio, promove a quinta edição do Festival de Carne de Onça, de 21 de setembro a 10 de outubro. Participam 30 bares da cidade, servindo suas versões para o tradicional petisco ao valor fixo de R$ 19 a porção.
Segundo Sergio Medeiros, editor do portal Curitiba Honesta, “o objetivo do festival é principalmente ajudar o setor de gastronomia em sua retomada e cada vez mais fortalecer a carne de onça como nosso patrimônio cultural”. A Curitiba Honesta realiza anualmente vários festivais gastronômicos, entre eles também o Festival do Pão com Bolinho (também muito típico da cidade), Circuito do Sanduíche, Festival do Pêéffe e Circuito de Pizzas.
A Carne de Onça lembra três receitas internacionais muito conhecidas: o Hackepeter alemão, o Steak Tartare francês e o Quibe Cru libanês. Porém, como é servido em Curitiba, é algo próprio da cidade. A iguaria curitibana é feita da seguinte forma: uma fatia de broa preta, coberta com carne bovina moída (normalmente patinho), cebola branca cortada fininha, cebolinha verde picada, temperada com sal, pimenta do reino e regada com bom azeite de oliva extravirgem. No Festival, cada cozinheiro traz sua versão, com temperos e ingredientes que agregam sabores, mas tem tirar a essência do prato.
O 5º Festival de Carne de Onça tem o patrocínio da Gold Food Service, Roots Cerveja Artesanal e o Apoio do Instituto de Turismo de Curitiba, Curta Curitiba e Abrasel-PR.
Origem da “Carne de Onça”
A carne de onça tornou-se Patrimônio Cultural e Imaterial Curitiba em setembro de 2016. A pesquisa e encaminhamento foram feitos por Sérgio Medeiros, um entusiasta da gastronomia curitibana. Na pesquisa, Medeiros descobriu a verdadeira história da carne de onça.
Na década de 40, existia um time que foi várias vezes campeão paranaense, o Britânia. Seu diretor era o Cristiano Schimidt. Além do time, ele era dono de um bar na Marechal Deodoro, chamado Toca do Tatu – seu apelido. Para comemorar as vitórias do Britânia, o Schimidt, que não pagava bicho, fazia uma baciada de carne crua e colocava sobre fatias de broa, junto com cebola branca e cebolinha picadas, e servia para os jogadores. Um belo dia, Duia, o goleiro, reclamou: “Poxa, Schimidt, você só serve essa carne aí que nem onça come!”. Pronto! Estava criado o nome do petisco que todos os clientes da Toca do Tatu começaram a pedir e que hoje é servida nos bares da cidade.
Participantes
Confira os participantes do 5° Festival de Carne de Onça de Curitiba:
1) A Ostra Bêbada
2) Academia das Cervejas
3) Armazém Santa Ana
4) Bar do Dante
5) Barbaram
6) Baroneza
7) Bodesza
8) Brasil Craft Food
9) Burguer Bar
10) Canabenta
11) Cartolas
12) Charles Burguer
13) Dom Cervantes
14) Green Gate
15) Hamburgueria Água Verde
16) Hamburgueria das Américas
17) Jabuti
18) Jackson Assados
19) Maia Box & Oba Gastronomia
20) Mas Será o Benedito?
21) Mavy Pub – São José dos Pinhais
22) Mavy Pub Mondri – São José dos Pinhais
23) Quermesse
24) Quintal 68
25) Rancho da Joaninha (delivery)
26) Silzeus
27) The Barbecue
28) Ushuaia
29) Wit Bar
30) Zeppe Focacceria

Para conhecer todos as receitas e endereços, basta acessar o site www.curitibahonesta.com.br.
Serviço:
5° Festival de Carne de Onça de Curitiba
De 21 de setembro a 10 de outubro de 2021
#festivaldecarnedeonça
Informações: www.curitibahonesta.com.br
Instagram @curitibahonesta
Facebook: https://www.facebook.com/curitibahonesta

BRASSARIA AMPOLIS LANÇA BIRITIS SEM FILTRIS

Dia dos pais inspira novo rótulo sazonal para celebrar a data

Como forma de homenagear o lendário Mussum, ícone do humor brasileiro e conhecido por ser um superpai dedicado aos seus seis filhos, a Brassaria Ampolis lança no próximo dia 2 de agosto, semana de Dia dos Pais, mais um rótulo sazonal: a Biritis sem Filtris. A cerveja será vendida em long necks de 355ml, exclusivamente no e-commerce Bom de Beer (www.bomdebeer.com.br), por R$ 11,90.

De cor âmbar, com turbidez típica de uma cerveja não filtrada, a Biritis sem filtris tem como principais características aromas de malte e notas de fermentação. Além disso, possui características do malte tipo Vienna Larger, apresentando um delicado sabor tostado e caramelizado, equilibrado com as notas de fermentação e amargor. Com teor alcóolico de 5,3% v/v e amagor de 22,0 IBU, é aconselhável degustá-la em copo Stange, em temperatura que varia de 4 a 6°C.

“Em casa meu pai chamava a cerveja de Ampola. Nos Trapalhões, ele chamava de Ampolis. E no programa, brincava: ‘Traz minha Biritis!’. A Biritis foi o primeiro rótulo da Brassaria e conseguimos perpetuar a imagem do Mussum, trazendo-o de volta à vida das pessoas. O rótulo tem um estilo mais propício a combinações gastronômicas”, explica Sandro Gomes, filho do humorista e um dos sócios da Brassaria Ampolis.

“O lançamento ocorre na semana do dia dos pais, uma forma de homenagear meu pai e todos os pais do Brasil. É uma cerveja que a família inteira vai gostar. Trouxemos uma derivação da nossa primeira cerveja, de forma sazonal, muito refrescante e com uma cremosidade sutil perceptível devido a presença de leveduras. O final seco agradável convida para o próximo gole”, diz Gomes.

Para uma perfeita harmonização, a Biritis sem filtris é indicada para acompanhar carnes e aves assadas ou grelhadas, legumes grelhados, salsichas alemãs, pizza de sabores quatro queijos ou marguerita, hamburguer grelhado e pratos condimentados. Vai bem ainda com queijos tipo Brie, Camembert, Gouda, Emmental, Provolone, Queijo Bola e Minas Meia Cura.

SOBRE A BRASSARIA AMPOLIS - Fundada em 2013 por Sandro Gomes e Diogo Mello, a cervejaria é uma homenagem ao saudoso humorista Mussum e conta com quatro rótulos fixos: Cacildis, Biritis, Ditriguis e Forévis. Desde 2017, a marca faz parte do portfólio do Grupo Petrópolis. "Brassagem" é o nome do processo para se fazer uma cerveja. “Brassaria” é uma forma, em português, de se traduzir os termos estrangeiros "Brasserie" ou "Brewery", que se referem à brassagem. Já “Ampolis” deriva da palavra “ampola”, expressão usada por Mussum para se referir às garrafas de cerveja, trazendo a linguagem característica com “is” ao final das palavras. Saiba mais sobre essas cervejas em www.brassariaampolis.com.br e @cervejacacildis

SOBRE O BOM DE BEER - Criado em 2016 como um blog cervejeiro para entusiastas e consumidores, com conteúdo sobre harmonização, estilos e história da cerveja, o espaço cresceu e em 2019 passou a investir na venda online de marcas consagradas do Grupo Petrópolis, como Cacildis, Petra, Weltenburger, Black Princess e TNT, além de acessórios personalizados. Hoje o portal também é uma vitrine para o setor com marcas regionais, a exemplo da Lund, de Ribeirão Preto, Imperatriz, de Sorocaba, e Farm, de Indaiatuba. Com abrangência de atendimento nacional, em 2020 o Bom de Beer passou a vender seus produtos também em grandes marketplaces, como Magalu, Amazon, Carrefour e Via Varejo.

www.bomdebeer.com.br @bomdebeer

ITAIPAVA TRAZ “TÁ NO CLIMA, TÁ NA MÃO” PARA NOVA CAMPANHA DE VERÃO

Pela primeira vez, cerveja dá start a estratégia de comunicação pelo digital a partir de ação com influenciadores

O bom humor já faz parte das campanhas de verão da Itaipava, e não poderia ficar de fora da proposta que a cerveja criou pensando no verão 2021. A campanha “Tá no clima, Tá na mão” desafia o público a curtir tudo o que há de melhor na estação mais quente do ano, sem, é claro, largar a cerveja. Assista em: https://www.youtube.com/watch?v=dCJvyMhl5rE

Embalado pelo jingle com batida funk que promete ser o primeiro hit do verão 2021, o filme apresenta banhistas em situações típicas vividas à beira mar: estendendo uma canga, jogando frescobol, abrindo um guarda-sol, tomando uma ducha, amarrando o bikini e jogando baralho, mas fazendo tudo com maestria e uma mão só, sem largar a Itaipava na outra mão em nenhum momento. A Aline Riscado, a Verão, fecha a peça saudando a chegada da estação. Com veiculação nacional, desdobramento em mídia online, rádios e mídia out of home, a campanha foi desenvolvida pela Y&R e produzida pela agência Pródigo Films.

START NO DIGITAL – A grande novidade é que, pela primeira vez, a marca dá o start na estratégia para o verão a partir das redes sociais. Com o mote “#OVerãoQueEuQuero”, a Itaipava convidou influenciadores para interagir ativamente com o público, através de desafios e memes. Assinada pela Agência Ginga, a ação tem participação da atriz e cantora Cleo e o blogueiro John Drops.

A proposta é divertida: editar as fotos enviadas pelo público com pedidos criativos sobre o verão que desejam ter. Tudo de forma irreverente e com a linguagem dos memes, que dão sabor especial às interações com o consumidor. Uma banca de jurados da marca seleciona as melhores imagens e posta uma seleção diária nos destaques do perfil oficial da Itaipava no Instagram. A marca tem muitas outras interações preparadas para o digital e ao longo da campanha irá trazer o público cada vez mais para interação da página da marca.

“Este ano fomos desafiados por um cenário atípico, mas nosso público é muito criativo e estamos confiantes que será uma temporada alegre, com novas formas de curtir o calor, os encontros entre amigos e familiares, virtuais ou sem aglomeração, e com muita Itaipava ao ar livre ou no ambiente de casa. O importante é viver o clima bom do verão, esteja onde estiver, com uma Itaipava gelada na mão”, explica Eliana Cassandre, head de marketing de Itaipava.

Em respeito ao momento ainda delicado de pandemia de Covid-19 que o país atravessa, todos os protocolos do Audiovisual foram respeitados para a captação das imagens e houve o cuidado nos roteiros dos filmes de não exibir aglomerações em ambientes públicos.

Reinaugura a #bbqemcasasmokehouse

www.bbqemcasa.com.br Reinaugura a #bbqemcasasmokehouse e é tanta ALEGRIA que quase não cabe no peito!! É muito bom poder falar que ESTÃO DE VOLTA!!!

Para quem está planejando um churrasco para o final de semana, baixa o app Clube Extra e ativa as ofertas. Tem muita coisa boa, carne, skol, salgadinho! Então eu já aproveitei e corri pro @extra_oficial e fiz minhas compras e garanti um super desconto usando o aplicativo.
#ad

Raimundos invade o Bud Basement para domingo de Rock

Dia 8 de julho, domingo, o espaço Bud Basement recebe Raimundos, Machete Bomb, Abraskadabra e Water Rats. O Raimundos volta a capital paranaense com seu show elétrico, em um domingo de muito Rock no Budweiser Basement, que vai contar com o reforço do hambúrguer do O Barba Hamburgueria!

Os Raimundos acabam de lançar pela Som Livre o DVD Acústico. O novo trabalho do grupo já está disponível em todas as plataformas digitais. Gravado em Curitiba, em novembro de 2016, o DVD conta com as participações de Dinho Ouro Preto, Ivete Sangalo, Alexandre Carlo (Natiruts), Marcão (Charlie Brown Jr.), Oriente e Fred Castro.

O Bud Basement, a Casa Oficial da Copa do Mundo Fifa 2018, também está presente em outras 9 capitais brasileiras. Uma realização da Budweiser, cerveja patrocinadora global do Mundial da Fifa, com produção nacional coordenada pela agência Haute chega a Curitiba em uma parceria com a Seven Entretenimento e a In Orbita. Além de shows e transmissões das partidas em telões 360º, conta ainda com gastronomia, barbearia, estúdio de tatuagem, grafite, quadra de street soccer, mesas de pebolim, loja oficial e outras experiências voltadas ao lifestyle urbano.

O espaço vai funcionar até 15 de julho com uma programação semanal que reafirma a expressão cultural e eclética do Bud Basement e traz para a Curitiba nomes de peso do cenário nacional.

Serviço:

RAIMUNDOS (Bud Basement)
Quando: 08 de julho de 2018 (Domingo)
Local: Budweiser Basement ( Rua Engenheiro Rebouças, 1255 , Rebouças, Curitiba - PR - 80215-100)
Horários: Abertura do espaço: 14h00 / Início do show RAIMUNDOS: 20h00
Ingressos: Á partir de R$40 (promocional)

Sobre a Budweiser Basement
Com mistura de cenários e muita atitude, evento da marca leva experiência autêntica para os consumidores. Aberto ao público, o espaço com inúmeras atrações terá palco para receber bandas e DJs com curadoria especial, um bar temático, telões com visão 360° que televisionarão os aguardados jogos da Copa do Mundo. Além disso, exposição de motos, barbearia, estúdio de tatuagem e grafite farão parte do ambiente. “O grande desafio é desenvolver não apenas grandes campanhas ou parcerias, mas sim enriquecer as experiências dos nossos consumidores. Budweiser Basement é um projeto criado para contar um pouco mais da nossa história e dividir os valores que nos unem. É um espaço interativo e que reflete nossa atitude”, explica André Clemente, diretor de eventos da Ambev.

Sobre a Budweiser
A cerveja lager mais famosa do mundo, acredita que para ter atitude e ser autêntico, você deve viver em seus próprios termos, sem se importar com o que os outros pensam.
Há mais de 140 anos, a cerveja Budweiser é produzida da mesma forma e seguindo suas próprias regras. Em suas campanhas Budweiser destaca essa atitude e os detalhes de sua produção: seus ingredientes naturais (água, malte, arroz e lúpulo), lascas da madeira de beechwood - usadas no processo de fermentação, que ajudam a arredondar seus aromas e sabor único.

Sobre a Seven Entretenimento

A Seven Entretenimento é uma das principais empresas de entretenimento do Brasil. Instalada em Curitiba, vem modernizando o mercado artístico e cultural inovando nas áreas de investimento e negócios dirigido ao lazer.
A Seven já desenvolveu mais de 1.500 eventos ligados à área de entretenimento e oferece produtos como exposições, shows, turnês, feiras e eventos esportivos.
Alguns dos maiores eventos que passaram pelo sul do Brasil nos últimos anos tiveram a marca da Seven Entretenimento em sua realização, como os shows internacionais Maroon 5, Green Day, Iron Maiden, Katy Perry e Andrea Bocelli; os maiores nomes da música nacional, como: Ivete Sangalo, Marisa Monte e Roberto Carlos; os espetáculos Cirque Du Soleil, Circo da China e Disney On Ice; musicais infantis da Disney; simpósios e eventos exclusivos como Footecon e Risológico; o maior evento de tecnologia e cultura pop do sul do Brasil, Geek City, entre muitos outros.