Concerto Étnico da Ladies Ensemble mexe com as raízes e emociona orquestra, solistas e público

A Orquestra Ladies Ensemble emocionou o público presente ao Auditório Regina Casillo no último fim de semana ao unir músicas do século XII dos povos árabe, judeu e cristão no “Concerto Étinico – As 3 Culturas”. Cada etnia foi representada por uma cantora: Lucia Loxca cantou o repertório andaluz. A mezzo soprano Daniele de Oliveira, de Curitiba, interpretou as músicas cristãs e a cantora Fortuna, de São Paulo, foi responsável pelas obras em sefaradi e hebraico. O espetáculo foi realizado pelo Ministério do Turismo e Solar do Rosário.

“Eu chorei! É muito forte, é muito impactante, porque a gente lida com três culturas muito antigas, que foram irmãs, mexe com as raízes da gente”, emocionou-se a fundadora, diretora artística e musical da orquestra, Fabiola Bach Akel. A época focada, chamada Idade de Ouro, foi um tempo de paz entre as três culturas na Península Ibérica, que rendeu grandes avanços nas ciências, como Medicina, Astronomia e Filosofia.

Para a cantora Fortuna, foi uma experiência marcante de retorno às raízes: “Me aproximar de músicos queridos de Alepo, cidade onde nasceu meu pai, resgatou a alegria da minha origem”, conta. “Um momento único para todos: a música estabelece pontes, une os povos, fomenta a paz e o bem-estar indiscriminadamente”, completa.

“Esse concerto foi maravilhoso para nós! E conseguimos trazer para o público uma cultura diferente, tentamos transmitir a nossa cultura para o público brasileiro conhecer”, disse Lucia Loxca.

“Foi um espetáculo emocionante e emblemático sobre como a música e a cultura podem unir povos, derrubar fronteiras e superar conflitos. Nosso trabalho busca justamente valorizar a arte como um elemento transformador”, afirma Lucia Casillo Malucelli, diretora do Solar do Rosário, centro cultural privado que abriga o Auditório Regina Casillo.

Para o público a experiência foi igualmente bela. Levado pela mãe que havia assistido ao concerto de julho, o redator publicitário Vitor Zannin, de 22 anos, achou tudo “ótimo”. “Fiquei muito feliz de ter vindo, achei a acústica do ambiente realmente ótima, as performances e o repertório excelentes. Aproveitei muito a tarde!”

Para reproduzir toda a riqueza das três culturas e a beleza da música da época – entre os anos 1100 e 1200, os irmãos Abed e Myria Tokmaji foram solistas com instrumentos antigos. Abed tocou alaúde e Myria, que é integrante da orquestra, o qanum, instrumento de cordas originário do século X.

Viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “Orquestra Ladies Ensemble no Auditório Regina Casillo” é anual com um concerto diferente a cada mês, trazendo para o público de Curitiba um trabalho musical e cultural muito rico.

Os próximos espetáculos do programa serão:

23 e 24 de setembro (sexta às 20h; sábado às 17h): Concerto Sinfônico baseado nas obras de Shakespeare

28 e 29 de outubro (sexta às 20h; sábado às 17h): Concerto Sinfônico Gala Lírica

27 e 28 de novembro (sexta às 20h; sábado às 17h): Concerto Sinfônico em memória das vítimas do Holodomor

20 e 21 de dezembro (terça e quarta às 20h): Concerto Sinfônico de Natal

Crédito das fotos: @osgonzagasoficial

*com divulgação

Categorias:AGÊNCIAS DE COMUNICAÇÃO, AGENDA DA SEMANA, AGENDA DO FIM DE SEMANA, BRASIL, COLUNA VANESSA MALUCELLI, CULTURA, DIVIRTA-SE, evento, FREE LIFESTYLE, LANÇAMENTOS, SHOWS, TEATROTags:, , , , , , ,

VanessaMalucelliAndersen

Colunista do Site — Divirta-se Curitiba!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s