Alexandre Herchcovitch e Luan Valloto participam de evento exclusivo no Museu Oscar Niemeyer

O encontro "Moda e Beleza, a indústria do futuro!”, realizado pelo SEBRAE, convidou grandes nomes nacionais e locais para apontar o direcionamento do futuro do mercado da moda e beleza

No último SEBRAE Experience, o design foi destaque. Com o tema "Moda e Beleza, a indústria do futuro!”, o SEBRAE convidou Alexandre Herchcovitch, Luan Valloto, Camila Yahn e Melissa Volk em diferentes ações que aconteceram no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. Luan Valloto é um dos maiores nomes da moda paranaense e foi o escolhido para representar o estado no evento.

“Fico muito feliz com o reconhecimento do meu trabalho, ser convidado junto a profissionais tão importantes do mercado nacional é um momento especial. Acredito que a arte intersecciona a moda e relaciono isso com a arquitetura. Este encontro foi a união do conceito que sempre levo no meu trabalho”, revela Valloto.

A experiência foi a união de diferentes vertentes da arte. Além dos talks, palestras e apresentações, o evento conta também com a apresentação da performance “À flor concreta”, assinada por Valloto, em que apresenta um olhar contemporâneo sobre a união da moda, arquitetura e dança. Com 10 bailarinos profissionais de grupos locais, a performance é um desdobramento da coleção homônima do designer, que traduz, em um espetáculo de 10 minutos, um sentimento provocado pelo poema “A Flor e a Náusea”, de Carlos Drummond de Andrade. Embalados por uma trilha sonora original – composição de Maycon Ananias, com design de som de Vitor Rosa – os bailarinos criam, no palco, uma relação poética com as roupas que vestem e que pairam sobre seus corpos, em movimentos semicoreografados. .

O evento foi exclusivo para convidados, mas transmitido online nas plataformas do SEBREA. Para encerrar o evento, Alexandre Herchcovitch, Luan Valloto, Camila Yahn e Melissa Volk participaram de uma roda de conversa para aprofundar o objetivo do evento em criar um espaço de discussão e pensamento criativo sobre o mercado do vestuário e de cosméticos, alinhado com as suas fronteiras de conhecimento e da inovação.

OPORTUNIDADE

Com diversas ações voltadas a quem deseja empreender dentro de um shopping, programa desmistifica a ideia de que somente com grandes cifras se pode ter um espaço para seu negócio

Não é segredo que o sonho de muitos brasileiros é poder empreender, ter o seu próprio negócio dentro de uma área que lhe traga realização profissional, pessoal e financeira. Dados mais recentes do Portal do Empreendedor e Sebrae mostram que o Brasil vem quebrando recordes na criação de novas empresas nos últimos anos, sendo que os microempreendedores se destacam neste processo.

No balanço entre abertura e fechamento de 2020 por exemplo, o país obteve saldo positivo de 2,6 milhões de negócios abertos e encerrou o ano com um total de 18.915.002 empresas ativas. Os pequenos empreendedores estão no topo das estatísticas. Em março de 2020, o país contava com 9.818.993 MEI’s registrados, já em dezembro daquele ano o número alcançou os 11.316.853 de MEI’s registrados, crescimento de 13,23%. No total, foram 1,49 milhão de novas formalizações entre março e dezembro de 2020. Somado às mais de 7,5 milhões de micro e pequenas empresas, esse setor representa 99% dos negócios e 30% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) do país. (Dados divulgados pelo Portal do Empreendedor).

Já em 2021, 3,1 milhões de CNPJ’s foram criados com a opção por MEI, correspondendo a 80% dos negócios abertos no país. Os dados são de um levantamento realizado pelo Sebrae com base em dados da Receita Federal.

De olho neste mercado promissor de novos empreendimentos voltados ao pequeno e médio empresário, o Ventura Shopping, situado no bairro Portão em Curitiba, criou uma linha de relacionamento voltado a atender e facilitar a abertura de uma loja ou prestação de serviço dentro do shopping.

“A ideia é desmistificar que somente com grandes cifras é que você pode ser um empreendedor na área de comercio dentro de um shopping. Isso é possível sim e o Ventura tem oportunizado pequenos empreendedores a realizar seu sonho de ter seu próprio negócio dentro de um espaço que comporta toda a infraestrutura, comodidade, segurança e a capacidade de atração de consumidores”, destaca o superintendente do Ventura, Matheus Vitti de Aguiar.

Em 2021, o Ventura abriu 47 novas operações, sendo que 43 delas de micro e pequenos empreendedores. Neste primeiro semestre o número já alcanço 38. Mas o apetite é ainda maior. Recentemente a administração do empreendimento lançou uma campanha voltada a sensibilizar os candidatos a empreender dentro de um shopping. “Sim, aqui é possível ter o seu negócio, pois os custos são totalmente acessíveis.

Como funciona

O programa oferece apoio ao microempreendedor em três pilares essenciais. O primeiro pilar contribui diretamente nas questões ‘operacionais’, preparando a loja para entrega com o maior número de itens possíveis como piso, iluminação básica e orientações de hidráulica e elétrica - fatores que pesam na hora de montar uma loja. Em um segundo pilar o shopping abre flexibilidade na aprovação de projetos, orientando práticas para execução dos mesmos, alinhados ao cenário orçamentário do empreendedor.

Como terceiro pilar entra a questão do marketing. Estando em funcionamento é necessário dar apoio para que o microempreendedor possa gerar conteúdo nas redes sociais, busque veicular de forma adequada ofertas nas mídias do shopping bem como receber reciclagem e orientação por meio de workshops de comunicação promovidas pelo empreendimento.

“É um apoio que pode parecer simples, mas que faz toda a diferença para quem está começando sua trajetória dentro de um shopping. Estando com tudo isso alinhado, o empreendedor vai focar na sua gestão e na estratégia de cativar os clientes e realizar vendas e terá muito mais possibilidades de ver seu negócio decolando”, destaca Vitti.

Simone Costa, proprietária da Boutique Nega Linda, está há 6 anos no mercado e há nove meses dentro do Ventura. Com duas lojas e com a fábrica, é a primeira vez que a empreendedora se estabeleceu dentro de um shopping. “Surgiu a oportunidade que se encaixou em nossa visão e foi ao encontro de nossa vontade de empreender dentro de um espaço onde nossa marca pudesse ser vista por diferentes pessoas, em ambiente seguro e com uma estrutura adequada”, destaca Simone. Para a empresária, o diálogo aberto pelo empreendimento é fundamental no momento de tomar a decisão e depois para a saúde do negócio, “é importante que o shopping ande de mãos dadas com o empreendedor, que é de fato quem mantém as operações, essa aproximação, seja no marketing ou até mesmo no dia a dia, sentindo e vivendo as experiências, é de suma importância para o sucesso de todos e isso a gente encontrou aqui no Ventura”.

Para a Professora e Coordenadora do Curso de Administração – UNIFATEC, Camila Puhl é importante que microempreendedor se dedicar parte do tempo em sua estratégia para a montar um bom plano de negócios antes de abrir a sua empresa.

“Muitos empreendedores têm boas ideias para seu negócio, mas não sabem como começar. Uma boa forma de você começar a pensá-lo é realizando um Plano de Negócios – ele é uma ferramenta importante de Planejamento e considera diversos aspectos necessários para a abertura do seu empreendimento. Muitas empresas acabam encerrando suas atividades nos primeiros dois anos por falta de planejamento e conhecimento na área de Gestão e neste aspecto o planejamento é fundamental para vencer essa barreira”, diz a professora.

Ainda dá tempo: aproveite cinco atrações imperdíveisda 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho

Feira e festa encerram domingo (19), no Parque de Eventos de Bento Gonçalves

A 30ª ExpoBento e a 17ª Fenavinho dispõem de uma oferta de produtos, serviços e entretenimento capaz de mobilizar multidões em direção ao Parque de Eventos de Bento Gonçalves. Quem ainda não aproveitou todas as possibilidades de compras e lazer que os eventos oferecem precisa se atentar: o encerramento da feira e da festa está programado para domingo, dia 19.

Até lá, ainda há tempo de aproveitar muitas das atrações da ExpoBento e Fenavinho. Mas, para ajudar a otimizar seu tempo nos pavilhões, elencamos cinco experiências imperdíveis para serem aproveitadas o quanto antes e garantir ainda mais espaço na sua agenda para aproveitar cada momento antes da despedida das edições da feira e da festa deste ano.

Voo de helicóptero
Que tal admirar Bento Gonçalves das alturas? Um voo de helicóptero com saída e chegada no heliponto do Parque de Eventos oferece um novo ângulo das belezas de Bento Gonçalves. O passeio poderá ser feito no sábado, dia 18, e no domingo, dia 19, das 10h às 17h, e as partidas são por ordem de chegada. O valor do voo, que dura aproximadamente cinco minutos, é de R$ 190 e pode ser parcelado em até quatro vezes no cartão.

Clique Para Download
2==wNxoTM5YDM2gjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsBzYlF2NjFDMhJDO0MzMhJGZ0EGZjZWOkNDNjVzN1IzYGJTJ1IzYGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpjN

Experiências tecnológicas
Se você quer ampliar seu entendimento sobre metaverso e realidade virtual a Fenavinho te ajuda. As duas experiências estão instaladas na Vila Típica e podem ser testadas sem custo algum para os visitantes. No metaverso, é possível passear pela Vila Típica de forma virtual, enquanto a realidade virtual levará o público a visitar dois pontos turísticos, previamente fotografados, de forma real, com o auxílio de óculos de realidade virtual. Se você quiser ampliar seu contato com a tecnologia, aproveite que está na Fenavinho e tenha seu vinho servido por um robô. Para isso, é preciso adquirir uma taça de cristal da Oxford, a R$ 20. Depois, é só trocar o voucher recebido que o robô fará o resto por você -- beber o vinho fica por sua conta, não esqueça!

Clique Para Download
4==wNxojY3kjYlNmOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsVjN2IDO3UjY0cTYxQDZwIWNiVjYmJWZwYTZjljZiFGZGJTJiFGZGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM

Degustar vinho
O universo dos vinhos pode ser intimidador para alguns, diante de tantos tipos e estilos da bebida. Mas a Fenavinho também está aí para, além de oferecer diversão e alegria com a enogastronomia da região, ajudar na aproximação do público com a milenar bebida. Onde devo pegar a taça para beber? Como sentir os aromas do vinho? Perguntas assim vão ser respondidas nos cursos gratuitos de degustação oferecidos pelas vinícolas participantes. De sexta a domingo, ocorrem duas aulas em cada dia, com início sempre às 15h e às 19h. Sexta-feira, a promoção será nas vinícolas Cristofoli e Lovara, respectivamente. No sábado, quem oferece os cursos são as vinícolas Don Giovanni e Valmarino e, encerrando a programação, no domingo, o evento será na Vinícola Somocal e nos Vinhos Coloniais. Inscrições na hora, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Clique Para Download
2==wNxoDNjN2M0QmOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsZzY0AzMkFzYmVzY1kjY0EDNhlzMyITZ1MmZ5YzMzkDMGJTJzkDMGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM

Fenavinho
A ExpoBento e a Fenavinho estão de volta depois de um hiato de dois anos devido à pandemia. Agora, é tempo de celebrar o reencontro, e nada mais indicado do que reunir os amigos e os familiares e aproveitar, no melhor clima de festa do interior, os atrativos da Fenavinho. O ambiente remete às comunidades do início do século 20, com os estandes das vinícolas e de restaurantes emulando o casario típico da época. Longas mesas, como aquelas das festas de colônia, recebem os visitantes para acomodá-los a fim de que passem, ali, horas agradáveis entre um brinde e outro como vinho, suco e espumante e bons pratos de pasta e pizza. Por ali, ainda, é bem fácil de encontrar o Tasta Vin, o mascote da festa, e o trio de soberanas da Fenavinho, a Imperatriz do Vinho, Laís Dupont, e as Damas de Honra, Raiane Conci e Letícia Beliski. Uma bela chance de registrar esse encontro e guardá-lo tanto no celular quanto na memória.

Clique Para Download
2==wNxojZkZTZwgjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsVTYzMmMmVTY0AjNzM2MlhDZ2YGMyUmYmVTYyIDNmZTNGJTJmZTNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM

Agroindústria
Um dos espaços mais saborosos da ExpoBento, literalmente, é sua área dedicada às agroindústrias. Quem vem de fora para a Serra sabe que vir para a região significa voltar para casa com capeletti, queijo, salame, pães e outras delícias típicas. Para quem mora aqui, é a oportunidade de, num único lugar, encontrar tudo que precisa para abastecer a despensa e deixar a mesa repleta de coisas boas para comer -- afinal, para o gringo, mesa boa é mesa farta. Esse espaço na feira reúne cerca de 40 pequenos produtores agrícolas que vêm de diversas partes do Estado para oferecer produtos de procedência reconhecida. Uma grande chance de levar mais sabor e saúde à mesa -- e ainda prestigiar e consumir todas as delícias produzidas no interior gaúcho.

Clique Para Download
6==wNxojY2MmNiZjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsRGOwgTMiJGM0IGM1QTYxU2M5kjYmVWYjFGN3I2MhNDNGJTJhNDNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpDM

Serviço
O quê: 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho
Quando: até 19 de junho
Horários: dias 17 e 18, das 10h às 22h30min; dia 19, das 10h às 21h
Onde: Parque de Eventos, em Bento Gonçalves
Quanto: dia 17, ingressos a R$ 8; dias 18 e 19, ingressos a R$ 15
Estacionamento: R$ 25 para carros e R$ 10 para motos
Informações: site e-mail expobento@expobento.com.br
Promoção: Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG)

A 30ª ExpoBento e a 17ª Fenavinho têm o patrocínio de Dal Mobile, Madem Indústria e Comércio de Madeiras e Embalagens, Cooperativa Vinícola Aurora, Orquidea, Saif, Oxford Porcelanas, LNF Latino Americana, Bertolini S/A, Paese Comercio de Ferragens, Cooperativa Santa Clara, Crediare S/A, Lojas Colombo, Miolo Wine Group Vitivinicultura, Zegla Indústria de Máquinas para Bebidas, Multimóveis, Anderle Transportes, Concresul Britagem, Giordani Turismo, Sicredi, Supermercados Andreazza, Banrisul Consórcio, Suffa Móveis, Via Sul Serviços de Internet, Mérica Logistica, Badesul e Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves. São apoiadores Embrapa, Guterres Comércio de Combustíveis, SEBRAE, SENAC, Hotel Vinocap e Transporte Santo Antônio.

Outras imagens em alta aqui
Crédito: Gilmar Gomes

Expo Turismo Paraná 

Expo Turismo Paraná reúne dezenas de setores no primeiro evento após a fase grave da pandemia Otimismo marcou solenidade do evento, que foi muito prestigiado pelas autoridades de municípios e do Estado

A Expo Turismo Paraná teve sua abertura hoje, 9, com o otimismo estampado no rosto de todos os profissionais do trade turístico, que não se reuniam pessoalmente em Curitiba desde 2019, no último evento deste porte antes da pandemia começar. A solenidade foi muito prestigiada por autoridad
Presidente da Paraná Turismo, Irapuan Cortes; secretário executivo do Ministério do Turismo, Marcos Pereira; secretário de Turismo do Paraná, Luiz da Costa Souza; vice-presidente da instituição da CEPATUR, Giovanni Bagatini, diretor Superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Tioqueta

8ª Feira Cute Cute começa nesta quinta-feira (2) com mais de 60 marcas e intensa programação de palestras e oficinas

Expositores de diversos estados vão apresentar as principais novidades do setor de produtos voltados para gestantes, bebês e crianças de até 8 anos

Após dois anos de realização on-line, a Feira Cute Cute retoma o formato presencial nesta semana com a realização da 8ª edição do evento, entre os dias 2 e 5 de junho (quinta-feira a domingo), no Buffet do Batel, em Curitiba (PR). A feira já tem confirmada mais de 60 marcas, que apresentarão as principais novidades do setor de produtos voltados para gestantes, bebês e crianças até 8 anos de idade, um mercado em plena expansão, movimentando cerca de 16 bilhões ao ano, segundo dados do Sebrae.

Nos dias da feira, haverá expositores de diversos estados, com produtos exclusivos, autorais, tendências e inovações do segmento. Entre o mix do evento, destaque para as marcas de vestuário, calçados, acessórios, móveis, decoração, produtos de beleza e de cuidados para gestantes, mães e bebês, enxoval, brinquedo, e itens indispensáveis para a primeira infância. Além de uma variedade de serviços como fotografia gestante e newborn, saúde e área gourmet.

“Este ano, a feira terá muitas marcas autorais. Será um grande encontro para mostrar a força do setor e valorizar as empresas que se mantiveram em atividade durante a pandemia. Também vamos apresentar novas empresas que surgiram no período, pois muitos empreendedores mudaram de área e decidiram investir no mercado infantil”, destaca Flávia Nunes Polidoro, uma das criadoras e organizadora do evento.

As marcas e apoiadores já confirmados são: Fetalmed – Medicina Fetal e Ecografia, PBKids Brinquedos, Vila Carlota Moda Gestante, Ludique Design, Colo de Mãe, Arte de Menina Cartonagem, Pipe e Guca, Petit Bobô, Petit & Co, Mayaru Fraldas Ecológicas, dōTerra Óleos Essenciais, Trichet 4U Handmade, Soldadinho Tricotin, My Mini Shop, Galeria Kids, Atelier de Costura Thiula Xavier, Dalalá Mini Closet, Amandita Comfy Pijamas, Lice Lilo, Meu Limoeiro Festas, Estimularte Brinquedos Sensoriais, Bel do Theo Consultoria Materna, Neca e Nini, Adrieli Cancelier Fotografia de Família, Ateliê Maria Retalho, Tempo de Brincar Marcenaria Infantil, Bell Baby, Dos Anjos Fotografia, Moda Estilo de Mãe, Pixxy Família, Babybens Importados, Belle Poupée - Ateliê de Bonecas, Arte em Bordado by Emilene, Casa Poppins Tarumã, Fantástica Fábrica de Laços, Mimos Presentes Criativos, Dr. Vacina, Colo É Amor, The Kids List, Sorella Bolsa Maternidade, Olive Petit, Meninota Store, Betina Kirstens Eventos, MiniDella Moda Mãe e Filha, Comfy, Rent Me! Locadora Infantil, Detalhes Ateliê Personalizados, Cyber Hair Kids, Marchinha, Liniya Atelier, Chique Pequenino, Sweet Baby - Consultoria Materna, My Promise, Amamenta Baby, Vittalice Saúde, Sempre Família, Atrattiva Estética e Saúde, Steel Group, Alright Beer, Au-Au, República do Crepê, Trem Bão de Minas, Frequência dos Anjos, Le Petit Macarons, Cookies Di Bruno.

Foco na experiência

Para celebrar o retorno do evento presencial, os organizadores irão destacar a experiência das famílias. Dentro da feira, haverá espaços com diversos tipos de atividades, como ciclo de palestras e workshops, dentro do Espaço de Conteúdo assinado pelo Sempre Família da Gazeta do Povo e a empresa Vittalice Saúde, oficinas para crianças, brincadeiras infantis monitoradas e Espaço Kids gratuito assinado pelo Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba e também o Espaço de Happy Hour com muita confraternização e diversão, assinado pelas marcas Alright Beer e Steel Group.

As mamães terão um cantinho aconchegante para troca de bebês e descanso assinado pela Amamenta Baby, além do Espaço Spa assinado pela Atrattiva Estética e Saúde, que irá permitir uma imersão completa de relaxamento para gestantes, com massagens, mimos e demonstração de produtos.

“Através dessas experiências, queremos proporcionar um evento atrativo para a família toda, desde as crianças, que podem participar das oficinas brincantes e se divertir no Espaço Kids, aos pais, que vão consumir informação de muita qualidade no Espaço de Conteúdo, com palestras e workshops ministrados por diversos profissionais reconhecidos no universo materno-infantil”, comenta Flávia.

Os participantes também terão a oportunidade de adquirir os melhores produtos com condições especiais dentro da Cute Cute; “Tudo está sendo planejado com muito carinho, para que essa retomada do evento após dois anos seja perfeita e surpreenda nosso visitante”, completa Bruno Sampaio, também organizador do evento.

Programação completa Espaço Cultural

2 de junho (quinta-feira)
15h – Palestra “Por que meu bebê faz sonecas curtas e desperta muito a noite?”, com a consultora de sono infantil Carol Trentini.
16h – Oficina de Mosaico em E.V.A. com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
17h – Palestra “A preparação da casa para a chegada do bebê”, com a baby planner Adriana Moura.
18h30 – Oficina de Capa de Herói com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
19h – Palestra “Anticoncepção Pós-Parto”, com a médica ginecologista Leticia Delattorre.

3 de junho (sexta-feira)
15h – Palestra “Dilemas e desafios de criar filhos na atualidade”, com a Psicóloga Andreia Moessa Coelho.
16h – Oficina “Amamenta Baby – Acolhimento à gestante na orientação de aleitamento materno e cuidados com o bebê no pós-parto”, com a enfermeira especialista em neonatologia Daniele Aggio Oyama.
16h – Oficina de confecção de pulseirinhas de miçanga com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
18h – Palestra “Mitos e verdades na alimentação na gestação e no pós-parto”, com a nutricionista materno-infantil Mariana Mochnacz.
18h30 – Oficina de cofrinho Cute Cute, com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
19h – Palestra "Gestação e parto: tudo que você precisa saber", com o dr. Wesley Timana (Dr. Cegonho).

4 de junho (sábado)
11h – Palestra “Tipos de parto: uma escolha consciente”, com a Doula Aline Vieira.
13h30 – Oficina “Amamenta Baby – Acolhimento à gestante na orientação de aleitamento materno e cuidados com o bebê no pós-parto”, com a enfermeira especialista em neonatologia Daniele Aggio Oyama.
15h – Palestra “Pra que esperar? – A importância do acompanhamento do desenvolvimento craniofacial desde a tenra infância”, com a odontopediatra e ortodontista dra. Stella Faria Dumke.
15h – Oficina de Pintura em tela com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
16h – Palestra “As principais dúvidas sobre obstetrícia e ultrassom”, com o dr. Rafael Frederico Bruns, da Fetalmed.
16h – Oficina de Cookies com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
17h – Apresentação “Fafá Conta histórias para brincar e divertir com toda a família”.
18h – Desfile infantil das marcas de vestuário e acessórios participantes da Feira Cute Cute, com modelos da Agência Gel Muzzilo Casting.

5 de junho (domingo)
14h – Palestra “Os primeiros cuidados com o recém-nascido”, com a especialista em cuidados com o recém-nascido em casa Dayane dos Anjos.
14h – Oficina de Cookies com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
15h – Show das Princesas e Heróis.
16h – Palestra “Como educar seu filho respeitosamente”, com a educadora parental em Disciplina Positiva Bruna Rocha.
16h – Oficina de Slime com o Buffet Meu Limoeiro Festas, em parceria com a equipe de Recreação Aventura Festas Curitiba.
17h – Palestra “A criança otimista: como criar crianças resilientes”, com a psicóloga Simone Nosima.

A Feira Cute Cute tem ingresso no valor de R$ 10, que pode ser adquirido de forma antecipada no site do evento ou na hora na bilheteria local. O ingresso valerá para todos os quatro dias de feira. Crianças até 12 anos não precisam de ingresso. Para maior comodidade, os visitantes contam com estacionamento valet conveniado. Mais informações sobre o evento estão disponíveis em www.feiracutecute.com.br e nas redes sociais @feiracutecute.

Serviço:
8ª Feira Cute Cute
Onde: Buffet do Batel - Al. Dom Pedro II, 238 – Batel, Curitiba (PR)
Quando: 2 a 5 de junho de 2022. Quinta e sexta-feira, das 14h às 21h; e sábado e domingo, das 10h às 20h.
Quanto: Ingressos a preço único de R$ 10, com validade para os todos os dias de evento. Crianças até 12 anos não pagam.
Estacionamento vallet no local.
Mais informações em: www.feiracutecute.com.br
https://www.instagram.com/feiracutecute/

Cervejaria Artesanal ØL Beer ganha medalha de bronze com a Thor Belgian IPA no Concurso Brasileiro de Cervejas

A Cervejaria Artesanal Paranaense ØL Beer ganhou seu 3º prêmio com a Thor Belgian IPA. A medalha de bronze veio na categoria “American-Belgo-Style Ale” no Concurso Brasileiro de Cervejas realizado na noite de terça-feira (08), em Blumenau/SC. Em 2021, a ØL Beer conquistou medalha de prata na mesma categoria, e em 2019 medalha de bronze na categoria “Belgian IPA” na Copa Cervezas de América.

A premiação coincidiu com o Dia Internacional das Mulheres, o que trouxe um gostinho ainda mais doce à conquista, já que elas ganham cada vez mais destaque na cultura cervejeira, não apenas como consumidoras, mas também como produtoras.
Mulheres cervejeiras

Segundo o Sebrae, 11% das cervejarias independentes são lideradas por mulheres e esse número só tende a crescer nos próximos anos. É o caso da ØL, onde o casal de mestres-cervejeiros, Isadora Neier e Eduardo Vosgerau foram os responsáveis pela receita premiada da Thor Belgian IPA.

“A Thor é, sem dúvida alguma, nossa cerveja favorita! Dedicamos muito tempo e estudo para fazer dela uma IPA que deixa saudades e, mais uma vez, recebemos a comprovação disso”, comenta Isadora.

A 10ª edição do Concurso Brasileiro de Cervejas, aconteceu entre os dias 5 e 7 de março e reuniu 537 cervejarias de 21 estados do país, com mais de 3635 amostras de cervejas inscritas e concedeu 332 medalhas. As inscrições para a 11ª edição do concurso, prevista para 2023, já estão abertas.

Mais informações: olbeer.com.br
Facebook e Instagram: @cervejariaolbeer

Workshop do Sebrae/PR aborda as tendências tecnológicas e ambientais do “Novo Morar”

Com a pandemia e a rotina do dia a dia, as pessoas buscam acesso fácil

a serviços, lazer, mobilidade, além do uso de soluções sustentáveis

O futuro do morar envolve mudanças de comportamento aliadas às inovações tecnológicas e ambientais. Tendo como premissa essa ideia do Novo Morar, o Sebrae/PR, com apoio da 27ª edição da Casacor Paraná e da Prefeitura de Curitiba com o selo da Unesco para Cidades Criativas, realiza no dia 13/10, às 19 horas, o Workshop Foresight para Arquitetos. O evento trará nomes importantes do segmento de arquitetura para discutir o cenário atual e disseminar tendências do mercado internacional. O evento é destinado para arquitetos e empresários fornecedores do projeto Studiotech Sebrae/PR na Casacor Paraná 2021.

“No surgimento de oportunidades para novos tipos de mobiliário, equipamentos e tecnologias, o nomadismo não é a única tendência que será acelerada no pós-pandemia. O futuro do morar envolve também a mobilidade. Hoje, cerca de 90% dos deslocamentos são vinculados à conveniência, à necessidade de ir ao trabalho. Em 10 anos, com a automação, a maior parte desses deslocamentos será feita por lazer, e outra tendência diz respeito à preocupação com projetos de sustentabilidade residencial”, afirma a consultora do Sebrae/PR, Adriana Kalinowski.

O conceito de o “Novo Morar” oferece acesso fácil a serviços e lazer, transporte de qualidade, mobilidade ativa, uso de soluções sustentáveis e tecnológicas, além de igualdade, justiça e alimentação de qualidade. Por ser responsável pelas mudanças urbanas e atender anseios das pessoas, a arquitetura é responsável por esses pontos.

Workshop

O objetivo do Workshop Foresight para Arquitetos: O Futuro do Novo Morar é compartilhar com o maior número possível de pessoas o plano de inovação para o design industrial em Curitiba. Além de ser uma ótima oportunidade para que os arquitetos conheçam melhor essa metodologia para, quem sabe, utilizarem em suas empresas. Como profissionais e empreendedores, é necessário que os arquitetos estejam sempre atentos às novas oportunidades de mercado, às novas tecnologias, conexões internacionais e a evolução dos ambientes urbanos da forma de morar das pessoas.

“O plano de inovação, baseado na metodologia foresight, oferece uma perspectiva única para quem trabalha no setor de design em Curitiba. A partir da análise apresentada pelo documento, os arquitetos podem encontrar novas oportunidades de atuação no mercado, relacionadas à economia circular, tecnologia, parcerias e produção de conhecimento”, explica O assessor de relações internacionais no Gabinete do Prefeito de Curitiba, Guilherme Zuchetti.

Zunchetti é um dos convidados do Workshop. Em uma breve fala sobre a participação de Curitiba na Rede de Cidades Criativas da Unesco, no qual atua como ponto focal, Guilherme falará sobre o título de Cidade do Design, o qual é compartilhado com mais de 40 outras cidades em todos os continentes. “Alguns dos tópicos de destaque nessa fala serão o processo e o estágio atual de participação na rede, a conexão internacional de Curitiba, a vocação que a cidade tem para o design e como podemos promover o design curitibano no exterior”, justifica.

Segundo Emilio Beltrami, que irá apresentar no Workshop as novidades do Salone del Mobile, de Milão, o Novo Morar se baseia na qualidade da vida das pessoas e o lugar onde moram, assim, o conceito de moradia passa a ser um diferencial de mercado. Por meio de uma dinâmica de grupo que será realizada durante o workshop, Beltrami irá desenhar uma estratégia setorial baseada nas novas tendências tecnológicas, além de apresentar uma metodologia Foresight utilizada na definição e prospecção de cenários tecnológicos para geração de inovação no setor do “ambiente casa” em Curitiba.

“As prospecções foresight são abordagem de inteligência setorial utilizadas na definição dos cenários tecnológicos, fomentando a transferência de conhecimento e inovação nas empresas, estimulam uma abertura a novos investimentos que, por sua vez, aumentam a competitividades dos territórios”, garante.

O arquiteto Luiz Maingué, criador do StudioTech, um apartamento de 40m² que traz inovações tecnológicas e ambientais aos moradores e está sendo apresentado no estande do Sebrae/PR na Casacor Paraná, também participará do Workshop. Para ele, o workshop funcionará como um alerta de chamada para os profissionais, levando em conta que conceitos como sustentabilidade, conectividade, inclusão e qualidade de vida são muito debatidos no meio da arquitetura, mas pouco colocados em prática.

“O networking com empresas do ecossistema de inovação nos traz para mais perto de tornar real a aplicação das soluções e inovações tecnológicas em nossas obras e projetos”, afirma.

Segundo Maingué, a arquitetura tem como função melhorar a vida das pessoas, do meio ambiente e deve estar em constante adaptação aos novos modos e culturas da sociedade, andando lado a lado com as novas tecnologias. “Hoje, podemos citar pelo menos quatro vertentes urgentes e latentes que permeiam as soluções mais contemporâneas. São elas a sustentabilidade, com o pensamento direto no renascimento do nosso meio ambiente; a conectividade, também chamada de internet das coisas, que foca no conforto e automação dos espaços aliados a inteligência artificial; a inclusão, ou seja, todos os espaços têm de servir a todas as pessoas; e a qualidade de vida e conforto, que permeiam nossa saúde e a eficiência energética dos edifícios”, finaliza.

Programação:

Abertura Sebrae.
Apresentação Selo Unesco.
Contextualização do cenário internacional - Modelo de referência "Made in Italy” - Tendências do SALONE DEL MOBILE - Milão 2021.
Metodologia Foresight Sebrae para Competitividade Setorial.
Próximos passos e resultados esperados.
Studio Tech Sebrae.
Serviço:

Evento: WORKSHOP FORESIGHT PARA ARQUITETOS: O FUTURO DO NOVO MORAR.

Data: 13/10/2021.

Horário: 19 horas.

Local: Casacor Paraná (Rua Álvaro Alvim, 91 – Seminário, Curitiba/PR.

As vagas são limitadas. Faça sua inscrição pelo link: https://cutt.ly/3EXyp8k

Primavera Doce incentiva a produção e o consumode produtos de abelhas nativas

Iniciativa terá transmissões online e exposição no Mercado Municipal de Curitiba

Abelha manduri e abelha guaraipo na flor de bracatinga. Crédito: Elwino Naser.

A partir desta quarta-feira (22), população e produtores de mel poderão conhecer produtos das abelhas nativas do Paraná durante a Primavera Doce. O evento será realizado no formato híbrido, com transmissões online, exposições e oficinas gratuitas no Mercado Municipal de Curitiba. A iniciativa é voltada para o criador, cooperativas, associações, indústria de alimentos, bebidas, fármacos e o público em geral. A realização é uma parceria do Sebrae/PR com Câmara Técnica Setorial de Meliponicultura do Paraná (CT Abelhas Nativas), Associação dos Comerciantes Estabelecidos do Mercado Municipal de Curitiba (Ascesme), Mercado Municipal e a Prefeitura de Curitiba.

As atividades têm início às 13h no dia 22, com o tema “O novo elixir da saúde”. Serão responsáveis pela live as agricultoras Cristina Bernert e Gabriela Schumann, que falarão sobre seus trabalhos com a produção do mel da abelha jataí e da comercialização dos produtos in natura. A partir das 16h, a chef do Quintana Gastronomia, Gabriela Carvalho, irá tratar o porquê investir em abelhas e como elas podem servir como atrativo para novos clientes.

A partir das 13h de sexta-feira (24), a empresária Wilma Spinosa apresentará o vinagre de mel silvestre orgânico e suas propriedades na live “Modernize sua produção de vinagre”. O público também pode conferir ações no Mercado Municipal. Entre sexta-feira e domingo, estarão em exposição caixas de abelhas, fotos e produtos derivados dos animais, como mel, velas e bebidas. Além disso, oficinas sobre como criar e fazer iscas para montar seu jardim de mel estão programadas. Para mais informações, basta acessar o nossacasaviva.com.br.

A coordenadora estadual de Agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, conta sobre o objetivo do evento. “Queremos divulgar a atividade, a qualidade e variedade de produtos das abelhas, com foco nas abelhas nativas e mostrar o seu papel na elaboração de produtos de diferentes áreas, como alimentícios, medicinais, fármacos e de beleza, além da sua importância na sustentabilidade”, projeta.

Abelha arapuá em flor de oficial-de-sala.Crédito: Elwino Naser.

A primavera é a estação mais florida do ano e embeleza toda Curitiba. Ela tem início em 22 de setembro, dia escolhido para as primeiras atividades do evento. “É nessa época que as nossas abelhas iniciam a coleta do néctar e do pólen. Esse processo é de alta importância, pois elas são responsáveis por 33% da produção agrícola mundial. Com iniciativas como essas, buscamos valorizar o trabalho dos agricultores e apicultores, pois estamos vivendo momentos preocupantes com a falta de chuva para as lavouras, o que pode comprometer a polinização”, conta Eliseu Alves Maciel, diretor do Departamento de Operação Agroalimentar da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.

Segundo Marcos Aparecido Gonçalves, coordenador da CT Abelhas Nativas, é necessário que os produtores possuam a dimensão dos seus negócios. “Desejamos que o evento seja uma vitrine para os produtos dos criadores e que seja visto como uma oportunidade para que eles possam estabelecer contatos com mercados varejistas e outros comércios para expandir seus negócios”, finaliza.

O evento presencial será realizado de acordo com os protocolos de saúde e segurança.

Tendências tecnológicas e soluções ambientais compõem o “Novo Morar

Estande do Sebrae/PR na Casacor conta com 10 startups que apresentam soluções tecnológicas e ambientais para o morador

O estande do Sebrae/PR apresenta tendências para o "Novo Morar" criadas por 10 startups parceiras. Crédito: Felipe Miretzk.

Com soluções tecnológicas e ambientais, o Sebrae/PR montou o StudioTech na maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, a 27ª edição da Casacor Paraná, que acontece até o dia 17 de outubro. O apartamento de 40 metros quadrados traz tendências para o “novo morar”, oferecendo mais qualidade de vida e praticidade no dia a dia do morador.

O estande traz um tour virtual pelo StudioTech, além de eventos técnicos, como palestras, workshops e mesa redonda para até 80 convidados. Informações sobre a programação pelo site www.casacor.abril.com.br. Por meio do Programa Origens Paraná, no estande é possível conhecer produtos paranaenses como balas de bananas, mel e cachaças, alguns inclusive com Indicação Geográfica.

De acordo com Luiz Maingué, arquiteto responsável pelo StudioTech, o novo morar está relacionado com escolhas inteligentes, que não prejudiquem o planeta. “A pandemia mudou a forma como nos relacionamos com as pessoas e transformou nossas casas. O StudioTech vem de encontro às novas tendências. O projeto é completamente sustentável, com aproveitamento da energia solar, cisterna para água da chuva e inovações tecnológicas para trazer o conforto para dentro de casa”, explica.

Todas as tecnologias utilizadas na criação foram desenvolvidas por 10 startups parceiras do Sebrae/PR, desde fechaduras inteligentes, painéis solares e interfone com acesso via smartphones até travas para bicicletas compartilhadas.

“Na Casacor Paraná, trabalhamos para estimular o empreendedorismo e possibilitar a competitividade e a inovação no setor da construção civil no estado, oportunizando novos negócios entre as melhores empresas do mercado da construção civil parceiras do evento”, destaca a consultora do Sebrae/PR, Adriana Kalinowski.

João Vitor Galdino Souto Soares é fundador e diretor de produtos de uma startup que oferece soluções inteligentes de fechaduras e de acesso à entrada de prédios e portas de imóveis via smartphone. Há dois anos no mercado, a Chavi atualmente é acelerada pela Hotmilk e recebe com o auxílio do Sebrae/PR na parte de produção, desenvolvimento produtos, de negócios e de gestão.
“É uma honra poder estar presente e participar da mostra vendo que as soluções desenvolvidas se encaixam muito bem dentro desse contexto da Cascacor Paraná, que é um ambiente de soluções cada vez mais inovadoras cada vez mais tecnológicas que buscam facilitar a vida das pessoas”.
O StudioTech, estande do Sebrae/PR, está na área externa da mostra. O espaço fará parte integrante do rol de ambientes que compõem a CASACOR Paraná apresentando soluções residenciais tecnológicas e sustentáveis desenvolvidas pelas startups abaixo:
Chavi — forneceu fechaduras inteligentes com abertura de portas e gerenciamento de acesso virtual.

Hygge — forneceu painéis termoacústicos e retrofit témico, otimizando a eficiência térmica.

Mushpack — forneceu nuvens e placas termoacústicas compostas de biomateriais fúngicos aplicadas ao teto e paredes.

Ubeton — apresentará uma parede de blocos de concreto aparente cujo objetivo é reduzir custos e aumentar a produtividade.

RenovaGreen — forneceu um painel solar fotovoltaico para sistema de geração de energia sustentável.

Isket — forneceu uma ferramenta de inteligência de dados para incorporação imobiliária.

Amitech — forneceu um sistema de escaneamento a laser.

SmartGreen — forneceu interfone com acesso via smartphone e trava para bicicletas compartilhadas.

Sheep House — forneceu a ferramenta de captação de imagens. A empresa é referência no setor imobiliário por suas fotografias profissionais, vídeos, tour virtual ou imagens aéreas.

The Bear Office — imagens de alto impacto para o mercado imobiliário.

O arquiteto Luiz Maingué e a diretora da Casacor, Marina Nessi, ressaltaram a importância da parceria com o Sebrae/PR. Crédito: Felipe Miretzk.

A Casa Original

A edição 2021 traz o tema “A Casa Original” e será realizada em formato híbrido, ou seja, os visitantes podem visitar a mostra fisicamente ou virtualmente. O anseio pelo retorno às origens, a busca pela ancestralidade e o equilíbrio necessário entre passado e futuro pautam os 39 ambientes da mostra, expostos em uma estrutura de quase 6 mil metros quadrados.

Marina Nessi, diretora do evento, destaca que o evento não é apenas uma exposição elegante de decoração, mas como uma mostra educativa. “Somos vistos como uma empresa que vende e incentiva relacionamentos, as empresas se encontrem nesse espaço atendendo demandas de produtos para profissionais e para o cliente final, além de aprimorar o olhar do público para tendências de design e arquitetura. Além de tudo isso, esses 27 anos da Casacor no Paraná ajudou a alavancar o mercado de arquitetura e decoração”, destaca.

Todas as medidas sanitárias contra a Covid-19, conforme os decretos em vigor, foram implementadas para garantir a segurança dos visitantes.

Serviço

Data: de 5 de setembro a 17 de outubro de 2021 – de terça a domingo.

Endereço: Rua Álvaro Alvim, nº 91 – Seminário, Curitiba/Paraná.

Horários: de terça a sábado, das 13h às 21h. Aos domingos, das 13h às 19h. Nos feriados de 07 e 08 de setembro e 12 de outubro, das 13h às 19h.

Tempo de permanência: o tempo total de permanência na Mostra é de 3 horas.

Por meio do Programa Origens Paraná, no estande é possível conhecer produtos paranaenses como balas de bananas, mel e cachaças, alguns inclusive com Indicação Geográfica. Crédito: Felipe Miretzk.

A Chavi é uma startup que oferece soluções inteligentes de fechaduras e de acesso à entrada de prédios e portas de imóveis via smartphones. Crédito: Felipe Miretzk.

A Casacor é a maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. Sua 27ª edição acontece até o dia 17 de outubro. Crédito: Felipe Miretzk.

App Econdomi substitui interfone, abre e fecha garagem, controla visitantes e muitas outras funcionalidades

Lançamento será no stand do Sebrae na Casa Cor Paraná, a partir de 05/09

Desenvolvido para atender as necessidades dos condôminos e tornar prédios em condomínios inteligentes, o app Econdomi dispõe de diversas funcionalidades que tornam a convivência em condomínios mais segura, prática, eficiente e acessível. O aplicativo, idealizado por profissionais de startup de uma grande incorporadora regional (a ATR Incorporadora), proporciona, através de IoT muita autonomia e automação.

De fácil acessibilidade e mobilidade, o aplicativo controla os acessos ao condomínio, como câmeras, elevadores e entradas, atende o interfone pelo celular, aciona o portão eletrônico, libera visitantes e reserva áreas comuns, entre outras funcionalidades.

O app substitui o interfone convencional, sendo que o condômino pode ver quem está ligando, antes mesmo de decidir atender, fazendo a liberação com apenas um toque no celular. Também registra chamada de interfone perdida e pode ser usado de forma virtual para abrir e fechar o portão de entrada do prédio e da garagem. Por meio do aplicativo, o morador controla, em tempo real, todos os acessos ao condomínio, da câmera aos elevadores, basta escolher.

Uma novidade do Econdomi é o envio de um convite virtual para visitantes. Pelo aplicativo o morador clica em convites, define data e horário da visita, preenche os dados da pessoa e envia o convite via SMS ou WhatsApp. O visitante ao chegar ao condomínio, aproxima o celular do QR Code e o acesso é liberado.

A comunicação de problemas e a solicitação de serviços de manutenção também são feitas de forma rápida pelo app, que ainda disponibiliza documentos compartilhados, manual do proprietário, prazos de garantia, cronograma de manutenção e até mesmo os projetos individuais do apartamento.

O Econdomi é integrado a uma trava especial, de tecnologia própria, que controla um sistema de compartilhamento de bicicletas, e ainda cria anúncios de venda ou compra ou oferecimento de serviços.

Todas as funcionalidades do app Econdomi poderão ser conhecidas e experimentadas na CASACOR Paraná, que acontece de 5 de setembro a 17 de outubro (antigo Aquacenter Batel), no estande de startups, sob a responsabilidade do Sebrae.

Evento online vai promover o mercado de franquias no Brasil

Salão de Franquias vai conectar 100 franqueadores de todo o País com mais de 1,5 mil possíveis franqueados, em dois dias
Na contramão da maioria dos negócios, que ainda sentem o forte impacto das crises sanitária e econômica, as franquias brasileiras devem encerrar o ano com crescimento de mais de 8% no faturamento. Projeção da Associação Brasileira de Franchising (ABF) revela que o setor deve fechar 2021 com alta de 5% em número de unidades. Para promover o contato e interação entre franqueadores que desejam expandir suas operações e futuros empreendedores, o Sebrae/PR e a Fecomércio PR, em parceria com a ABF, vão realizar, nos dias 10 e 11 de setembro, um Salão de Franquias 100% virtual.
A expectativa é que, em dois dias, o evento possa conectar 100 franquias expositoras de todo o país com mais de 1,5 mil possíveis franqueados. As inscrições para as franquias já estão abertas e podem ser feitas no link: www.sebraepr.com.br/salaodefranquias. O investimento varia de R$499 a R$ 699, de acordo com os lotes disponíveis. As vagas são limitadas. Para os interessados em conhecer mais sobre esse modelo de negócio, a participação será gratuita e as inscrições abertas em agosto. Além de conversas individuais com empresários desse mercado, os participantes terão acesso a painéis e materiais com informações sobre o segmento e funcionamento das franquias.
O coordenador estadual de Comércio, Mercado e Franquias do Sebrae/PR, Lucas Hahn, lembra que o segmento de franquias é muito importante no comércio varejista. O Brasil é um dos países que mais possuem franquias no mundo. “É uma possibilidade de empreender com um grau de segurança maior. O evento vai conectar franqueadores a potenciais franqueados e auxiliar na expansão dos negócios para que toda a cadeia ganhe, gerando um círculo virtuoso de desenvolvimento local e estadual”, afirma.
O coordenador de desenvolvimento empresarial da Fecomércio/PR, Rodrigo Schmidt, diz que o Salão de Franquias é uma excelente oportunidade de exposição das marcas das empresas participantes e de contato com pessoas que planejam investir nesse tipo de empreendimento que, apesar da pandemia, continua em crescimento. “O candidato a franqueado terá a oportunidade de obter informações valiosas para poder fazer as necessárias avaliações pessoais e comerciais antes de assumir uma franquia”, ressalta.
Os segmentos de casa e construção, serviços, e saúde, beleza e bem-estar foram os que mais cresceram na pandemia, segundo a ABF. O diretor da Regional Sul da ABF e franqueador de uma escola de inglês, André Belz, destaca que, em momentos de crise, as franquias oferecem o suporte necessário aos franqueados e isso ficou muito evidente no último ano. “Operadores de negócios, independente do setor, principalmente o pequeno e o médio, tiveram muitas dificuldades no período. Já as franquias apoiaram os franqueados nas áreas jurídica e financeira, e trouxeram soluções muito rápidas”, explica.
As franquias são modelos formatados de negócios gerenciados por empreendedores que já passaram por desafios de crescimento, possuem conhecimento do mercado, processos, produtos e tecnologias. As empresas oferecem treinamentos e manuais para que os franqueados sigam e sejam bem-sucedidos nos negócios. “Para ser empreendedor no Brasil é preciso ter planejamento financeiro adequado, mínimo de competência para fazer a gestão do negócio, habilidades comportamentais, e coragem. Eventos como o Salão de Franquias são excelentes oportunidades para que os futuros empreendedores encontrem o modelo de negócio compatível com seu gosto e condição de investimento”, completa.

Programa Natureza Empreendedora divulga os 15 negócios selecionados da edição 2021

Negócios de 11 municípios de São Paulo, Paraná e Santa Catarina avançaram para o processo de aceleração. Ao final, os melhores negócios serão premiados pela Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza anunciou nesta sexta (25) os 15 negócios de impacto socioambiental positivo selecionados pelo Programa Natureza Empreendedora que seguirão para a etapa de capacitação e aceleração. As três iniciativas mais bem avaliadas no final do processo serão premiadas com, ao todo, R$ 20 mil.

Com execução técnica do Sebrae, o Natureza Empreendedora está em sua terceira edição e é uma iniciativa que busca fortalecer e dar visibilidade a negócios que contribuam com a conservação da biodiversidade nos 50 municípios da Grande Reserva Mata Atlântica – o maior remanescente contínuo do bioma no Brasil, que se estende por parte do litoral e serra do mar dos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Ao longo de 20 semanas, os 15 negócios selecionados passarão por capacitações de gestão, marketing, finanças, liderança e mensuração de impacto em conservação, em cerca de 30 horas de capacitação e workshops on-line. Cada negócio também terá, a cada semana, duas horas de consultoria individual e uma hora de mentoria para acompanhamento individualizado do desempenho, tirar dúvidas e compartilhar experiências.

“Identificamos que os empreendedores selecionados aliam seus negócios à conservação ambiental e desejam apoio para crescer, de forma que seu crescimento também traga maior impacto positivo à conservação da biodiversidade da região. Temos cada vez mais convicção de que as empresas – assim como governos, organizações da sociedade civil e os cidadãos de forma geral – necessitam gerar impacto ambiental positivo a partir de suas atividades”, afirma o gerente de Economia da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário, Guilherme Karam, lembrando que a imersão terá início na próxima semana com uma aula inaugural.

Os negócios selecionados foram analisados a partir da viabilidade técnica e econômica, impacto ambiental positivo e visão de futuro.

Os escolhidos estão sediados em 11 municípios de São Paulo, Paraná e Santa Catarina: Campo Alegre (Bio Cult SC), Cananéia (Jardim Mirim), Curitiba (LaLuz Brasil e Gond Local by Gondwana Brasil), Eldorado (LumiBio – Agroflorestas), Jaraguá do Sul (Nanica Chic – Eco Moda), Joinville (Mundo Vertical e Reliqua Compostagem), Juquitiba (Rio Abaixo Aventuras e Floresta kiCura), Morretes (Chácara Agroflorestal da Terra), Paranaguá (Cíclica), Piraquara (Doce Alvorada) e São Miguel Arcanjo (O Sertanista Frutas Nativas e Monkey Safari).

Natureza Empreendedora

Iniciado em 2018, o Programa Natureza Empreendedora foi estruturado a partir da identificação do potencial empreendedor da região aliado à conservação da Mata Atlântica. No ano passado, os três negócios vencedores do programa foram, o delivery on-line Olha o peixe!, que conecta a pesca artesanal e o consumidor, impactando positivamente a economia das comunidades pesqueiras, os estoques pesqueiros, a informação de qualidade sobre espécies e alimentos e o consumo consciente; a cervejaria artesanal Porto de Cima Brewing, que mantém a floresta protegida, usa ingredientes de espécies nativas, fomenta a economia local e divulga a fauna e a flora da região nos rótulos de seus produtos; e a empresa turística Ekoways, que trabalha com turismo regenerativo e se propõe a incentivar uma mudança de valores e um olhar de sustentabilidade para toda a cadeia do turismo, impactando positivamente as comunidades visitadas, as boas práticas de gestão de resíduos e a educação ambiental.

Sobre a Fundação Grupo Boticário
Com 30 anos de história, a Fundação Grupo Boticário é uma das principais fundações empresariais do Brasil que atuam para proteger a natureza brasileira. A instituição atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e em políticas públicas e apoia ações que aproximem diferentes atores e mecanismos em busca de soluções para os principais desafios ambientais, sociais e econômicos. Já apoiou cerca de 1.600 iniciativas em todos os biomas no país. Protege duas áreas de Mata Atlântica e Cerrado – os biomas mais ameaçados do Brasil –, somando 11 mil hectares, o equivalente a 70 Parques do Ibirapuera. Com mais de 1,2 milhão de seguidores nas redes sociais, busca também aproximar a natureza do cotidiano das pessoas. A Fundação é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial.

Cafés especiais ganham preferência no gosto do brasileiro

Busca por qualidade e aromas amplia mercado nacional e internacional. Grãos com indicação geográfica se destacam entre os amantes da bebida

Cafés especiais com IG, como os produzidos no norte pioneiro do Paraná, se destacam no mercado pela diferenciação na qualidade, sabor e aroma. Crédito: Divulgação.

Há quase 300 anos, o Brasil começou a trilhar o seu caminho como um dos maiores e melhores produtores de café no mundo. Com os novos hábitos dos consumidores, há uma procura cada vez maior por qualidade e por sensações que essa bebida, que faz parte da tradição brasileira, pode oferecer. Com o crescimento do mercado dos cafés especiais, o público tem mudado a forma de escolher a bebida, o que tem ampliado as chances para pequenos produtores, torrefadores, baristas, provador/classificador e donos de cafeteria, tanto dentro do país como no exterior.

Pesquisa realizada pelo Sebrae, revela que 52% dos profissionais da cadeia produtiva do café especial no Brasil estão há no máximo cinco anos nesse ramo. “O nicho do café especial é totalmente novo no país, mas o fato de agregar valor ao produto e por haver uma procura maior, pelo consumidor, por cafés diferenciados, faz com que esse mercado tenha um grande potencial de expansão”, comenta o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

De acordo com o estudo dos profissionais ligados à cadeia de cafés especiais, este mercado tem ficado cada vez mais com o perfil de empreendedores jovens e com uma participação maior das mulheres à frente desses negócios. Os empresários desse segmento reconhecem a mudança de comportamento do consumidor e têm se preocupado mais com a origem e como o produto é produzido.

Entre os produtores rurais que trabalham com cafés especiais, esse tipo de produto já representa em média 44% da produção total. Os donos de torrefação, assim como os proprietários de cafeterias levam mais em consideração o perfil sensorial, a pontuação do café e a origem do produto do que o preço que irão pagar.

IG trouxe visibilidade nacional e internacional para o café paranaense. Crédito: Divulgação.

IG atende novo perfil do consumidor

O Brasil é o maior produtor de café do mundo e o segundo maior consumidor do grão, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. O país possui 12 indicações geográficas de café. A mais recente foi conquistada pelo Estado do Espírito Santo, maior produtor brasileiro de café Conilon. Somente em 2020, o Brasil produziu 63,1 milhões de sacas, o equivalente a 3,7 toneladas de café, incluindo o arábica e o Conilon.

No Paraná, o norte pioneiro foi a primeira região a conquistar um selo de Indicação Geográfica (IG), em 2012, com o café especial. Os solos de origem vulcânica e clima subtropical oferecem grande potencial para a produção de grãos diferenciados. Ao longo dos últimos anos, a capacidade de produção e colheita tem sido aprimoradas com o uso de novas tecnologias para aumentar a qualidade, agregar valor e atender a demanda em constante crescimento.

A IG trouxe visibilidade nacional e internacional para o café paranaense, abriu novos mercados, melhorou a renda dos cafeicultores e contribuiu para o desenvolvimento da região, que é formada por 45 municípios. O consultor do Sebrae/PR, Odemir Capello, afirma que foram criados vários núcleos de produção no norte pioneiro desde então. Além disso, a região passou a atrair especialistas da bebida por meio da Feira Internacional de Cafés Especiais (Ficafé), o que tem contribuído para a crescente valorização do produto.

“Hoje, cerca de 40 torrefações compram os cafés especiais do norte pioneiro”, conta Capello. Em 2021, a Cooperativa de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (COCENPP) realizou a primeira exportação direta – sem intermediação de traders - de microlotes de café para a Europa. O mercado em crescente expansão reflete o novo perfil do consumidor da bebida, que ficou mais seletivo.

Principais resultados da pesquisa:

O levantamento foi feito com 366 profissionais da cadeia produtiva de cafés especiais, de 22 unidades da federação, no período entre outubro e dezembro de 2020.

- 52% dos profissionais da cadeia produtiva do café especial no Brasil estão há no máximo cinco anos nesse ramo.

- O nicho do café especial é totalmente novo no país, mas o fato de agregar valor ao produto e por haver uma procura maior, pelo consumidor, por cafés diferenciados, faz com que esse mercado tenha um grande potencial de expansão.

- O perfil dos profissionais ligados à cadeia de cafés especiais tem ficado cada vez mais jovem e com uma participação maior das mulheres à frente desses negócios.

- Os empreendedores desse segmento reconhecem a mudança de comportamento do consumidor e têm se preocupado mais com a origem e como o produto é produzido.

- Entre os produtores rurais que trabalham com cafés especiais, esse tipo de produto já representa em média 44% da produção total.

- Os donos de torrefação, assim como os proprietários de cafeterias levam mais em consideração o perfil sensorial, a pontuação do café e a origem do produto do que o preço que irão pagar.

- O novo perfil desse consumidor mais seletivo, acaba se refletindo no aumento da produção de produtos orgânicos e com selo de Identificação Geográfica.

- Um quarto dos produtores de cafés especiais tem selo de IG e outros 10% já estão produzindo cafés orgânicos.

O feijão, protagonista na mesa do brasileiro, será tema de uma série de eventos promovidos pelo Sebrae/PR

Com o foco na inovação da produção ao consumo do feijão, o primeiro encontro online acontecerá nesta quarta-feira (05), às 16h

Discutir a produção, idealização de novos produtos e o mercado das leguminosas é o propósito de uma série de eventos pautados para o decorrer de 2021, tendo o feijão como destaque. O primeiro evento e lançamento da iniciativa será realizado de forma online e gratuita nesta quarta-feira (05). O foco é direcionado aos produtores do grão, mas interessados na temática podem participar por meio do link.

De acordo com os últimos números divulgados pelo IBGE, o Paraná é o maior produtor de feijão preto e com cor do Brasil. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, o estado produziu 255,4 mil toneladas de feijão na primeira safra do ano. A estimativa é 491 mil toneladas para a segunda safra, indicando um crescimento de 83% no comparativo com a safra anterior, que foi afetada pela estiagem.

Os números expressivos indicam a importância do grão para a economia, especialmente a paranaense. Além disso, a dupla feijão com arroz é indissociável no prato do brasileiro. Tradicionalmente conhecido na forma caldosa, o feijão apresenta variedades e múltiplas formas de preparação, mas ainda pouco conhecidas. Alguns chefes de cozinha inserem a leguminosa em seu cardápio como forma de valorização regional, mas o trabalho de fortalecimento da cultura do uso do feijão em outras variantes ainda precisa ser aprimorado.

“Temos o desafio de reconhecer a importância e diversidade, porque a partir disso ampliamos a chance de outros preparos. Precisamos estimular essa riqueza e trabalhar mais fortemente o apoio à produtividade com variedade. O produtor faz aquilo que é demandado pelo mercado, então precisamos ampliar essa cartela”, explica a chef do Quintana Gastronomia, Gabriela Vilar de Carvalho, de Curitiba.

De acordo com os últimos números divulgados pelo IBGE, o Paraná é o maior produtor de feijão preto e com cor do Brasil (Imagem: Divulgação IAPAR/SEAB/AEN)

O feijão tem alto valor nutritivo, oferece uma grande quantidade de vitaminas e auxilia na saúde ao prevenir uma série de doenças. É rico em ferro que combate a anemia, possui vitaminas do complexo B e alto teor de fibras que ajudam na saúde intestinal, auxilia na saciedade e ainda possui alto aporte de cálcio, zinco e proteínas. Versátil também na alimentação, a chef comenta que o grão é um produto “comfort food”, ou seja, que desperta conforto e bem-estar.

“O feijão traz notas levemente adocicadas e pode ser feito de diversas maneiras. Podemos usar o grão para fazer feijoada, acarajé, falafel e baião de dois. Podemos misturar com outros ingredientes ou usar a farinha do feijão para o preparo de bolos, até mesmo uma sobremesa clássica japonesa. Pode ser feijão hidratado, partido, frito na imersão, recheado, temperado e tantas outras brincadeiras. Essa relação de textura e crocância pode trazer surpresas gastronômicas, revelando experiências inusitadas e muito saborosas”, indica Gabriela.

Para a coordenadora estadual do agronegócio do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, um dos desafios atuais é trabalhar o consumo no mercado interno também já pensando no mercado externo. Ela acredita que, por meio da mudança de hábito do feijão tradicionalmente caldoso para outras formas de preparo, é possível diversificar e ampliar horizontes.

“Queremos que as pessoas saibam das possibilidades e das variedades que existe, que o produtor produza outros tipos de feijão além dos nossos tipos já tradicionais e que o consumidor saiba disso, que não é só na panela de pressão que se faz feijão ou para comer com arroz. O feijão é considerado queridinho do Brasil, mas é um produto que pode ser exportado desde que atenda as exigências de consumo. Queremos que chefes, indústrias alimentícias e consumidores utilizem o feijão como base ou como matéria-prima. São diferentes tipos do grão e novos sabores”, finaliza a consultora.

Junto com o Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses (IBRAFE), o Sebrae/PR irá trabalhar várias ações com o tema Feijão. Durante os próximos meses, várias ações voltadas para o consumidor serão realizadas nas mídias digitais e sociais do projeto com o objetivo de ampliar o consumo, gerar negócios e inovação em toda cadeia. Palestras, lives, desafio de restaurantes, dicas de preparos no dia a dia, lançamento de livro online de receitas e outras ações acontecerão no decorrer do ano.

Na Lapa, capacitações do Sebrae/PR preparam empresas do setor turístico para retomar atividades

Conduta Segura na Prevenção da Covid-19 e consultorias de sustentabilidade para empresas de hospedagem, bares, restaurantes e eventos estão disponíveis para empreendedores
O Sebrae/PR oferta capacitações para empresas do setor Turismo, segmento muito impactado pela crise da pandemia. No município da Lapa, tradicional destino de turismo histórico e cultural, as capacitações proporcionam um diferencial competitivo para as empresas além da adequação às normas vigentes.

Uma das capacitações estabelece os procedimentos para a prevenção do coronavírus, seguindo o conteúdo do Manual de Conduta Segura para os Serviços de Hospedagem na Prevenção da Covid-19. Para o consultor do Sebrae/PR, Luís Roberto Zaia, a participação de empresas garante que estejam alinhadas às normas e oferece mais segurança para os turistas.

“As consultorias são específicas na conduta segura contra a contaminação, em especial no setor de turismo, gastronomia e hospedagem. Assim, as empresas que se capacitam conseguem um diferencial competitivo, além de entregar mais valor aos clientes”, analisa o consultor.

A metodologia também está dividida em etapas. Em um primeiro momento é feito um diagnóstico da empresa, em que serão percebidas ações que devem ser corrigidas. A segunda etapa é quando os aspectos de prevenção à Covid-19 são abordados e envolve colaboradores. As próximas duas consultorias são reservadas à elaboração dos documentos e implantação dos procedimentos e, após isso, o programa se finaliza com a consultoria final, quando é apurado se todos os procedimentos foram implementados pela empresa.

Dinacir Azambuja, proprietária e chef de cozinha do Restaurante Espaço Único, na Lapa, implantou as condutas de prevenção à Covid-19 e recebeu a consultoria de sustentabilidade, além de fazer o curso de Finanças. De acordo com ela, a mudança e a introdução de protocolos eram extremamente necessários e vão continuar mesmo depois que a pandemia passar.

“As práticas de sustentabilidade foram importantes tanto na conscientização dos colaboradores, quanto na imagem da empresa. O curso de finanças auxiliou com práticas do dia a dia, principalmente com relação ao cuidado maior nesse momento de dificuldades com a queda no movimento. O mais importante é que percebemos que os clientes notaram as mudanças e se sentem seguros”, analisa Dinacir.

Sergio Vinicius de Souza Junior é gerente e proprietário da Pousada Solar da Lapa e também participou das consultorias de adequação às normas contra a Covid-19 e de sustentabilidade. O empreendedor relata que buscava informações detalhadas sobre a preparação de estabelecimentos para o combate ao coronavírus e como trabalhar com protocolos. Segundo ele, a adequação do espaço, processo e produtos foi um novo marco na rotina diária.

“No início da pandemia já havíamos mudado alguns processos, mas depois do treinamento ficou mais evidente a necessidade e a possibilidade de ‘ativarmos’ o protocolo Covid, se necessário. A equipe ficou mais segura com todas as informações, orientações e EPI´S disponibilizados e, principalmente, por saber como utilizá-los. Isso se refletiu nos hóspedes que perceberam o cuidado com a prevenção e a saúde de todos”, diz o proprietário da pousada.

Sergio ainda comenta que a capacitação foi importante no auxílio da percepção das práticas e processos de enfrentamento do vírus, e, caso necessário, na mudança e adequação.

“Capacitações assim, nos dão mais força e ânimo para seguirmos em um momento de tantas incertezas. As ações sustentáveis não são apenas pelo reconhecimento ou por um selo e sim atitudes que são possíveis de serem adotadas independente da sua proporção. As informações são muito relevantes e nos permitiram melhorar nossos processos de forma contínua”, finaliza.

Os treinamentos são online e gratuitos. Os empreendedores que se interessarem pelos temas devem entrar em contato com a ACIAL, Associação Comercial, Industrial e Agrícola da Lapa.