Gabriel Fly encara colombiano Dumar Roa na luta principal do BRAVE CF 45, no Bahrein

Distrito de Seef, Bahrein - 27 de Outubro de 2020

Um dos principais nomes da categoria de pesos penas do BRAVE Combat Federation, principal organização de MMA do Oriente Médio, o paranaense Gabriel Fly, da equipe CM System, foi anunciado pelo evento como estrela da luta principal do card do BRAVE CF 45, programado para o dia 12 de novembro, no Bahrein.

Na data, Fly protagoniza um duelo 100% sulamericano diante do colombiano Dumar Roa, em um duelo que pode aproximar seu vencedor de uma chance pelo título na categoria até 66kg.

Especialista em jiu-jitsu, Gabriel Fly possui um cartel profissional de 14 vitórias, 13 delas por finalização, e apenas 5 derrotas. O brasileiro já competiu por duas vezes pelo BRAVE CF na Colômbia, terra-natal do seu rival. Na última delas, coincidentemente, ele e Roa estiveram, respectivamente, na luta co-principal e principal da noite no BRAVE CF 26.

Com um retrospecto de 14 vitórias e 8 derrotas como profissional, Dumar Roa deixou uma ótima impressão em sua última aparição no BRAVE CF. Na ocasião, em novembro do ano passado, o “Coração de Leão”, como é conhecido, venceu por nocaute o ex-campeão Abdul Kareem Al Selwady.

O BRAVE CF 45 fecha a segunda metade da “Kombat Kingdom”, série de eventos promovida pelo BRAVE Combat Federation em seu país-sede, o Bahrein. O primeiro card dessa segunda etapa, o BRAVE CF 44, também será encabeçado por um brasileiro, Cleiton Predador, que coloca o cinturão peso leve em jogo contra o desafiante Amin Ayoub.

Brasileiro Cleiton ‘’Predador’’ defende título peso leve no BRAVE CF 44

Distrito de Seef, Bahrein - 16 de Outubro de 2020

A organização de MMA que mais cresce mundo afora retorna à sua casa no Bahrein para dois eventos nos dia 5 e 12 de Novembro e terá presença brasileira no primeiro dos dois cards. No BRAVE CF 44, marcado para o dia 5 de Novembro, o campeão Cleiton ‘’Predador’’ Silva defenderá seu cinturão peso leve diante do franco-tunisiano Amin Ayoub na luta principal do show.

Cleiton, que representa a equipe Full House, em Belo Horizonte, conquistou o cinturão do BRAVE CF após finalizar o arquirrival Luan ‘’Miau’’ Santiago, no main event do BRAVE CF 25, que ocorreu em sua cidade natal. Os dois protagonizaram uma intensa rivalidade antes da luta e ‘’Predador’’ surpreendeu o mundo do MMA ao vencer Luan, já que era tido como azarão.

O campeão está acostumado a lutar como azarão, já que sua estreia no BRAVE CF ocorreu de maneira similar. Na ocasião, ele nocauteou o favorito Ahmed Amir em uma batalha sangrenta. Seu segundo triunfo, que lhe deu a chance pelo título, ocorreu diante do argentino Marcelo Bustos, no BRAVE CF 15, disputado na Colômbia.

Agora, Cleiton enfrentará Amin Ayoub, que vem de seis vitórias seguidas e chega credenciado por ter sido campeão de dois pesos diferentes ao mesmo tempo em uma organização árabe. ‘’Fierceness’’ tem um cartel de 14 triunfos e quatro derrotas, com oito das vitórias vindo através de finalizações.

O BRAVE CF 44 será o décimo-primeiro evento realizado pela organização em 2020. O BRAVE CF foi uma das únicas promoções de MMA que manteve o seu calendário apesar das dificuldades provocadas pela pandemia do Covid-19. Assim como nos últimos shows, o BRAVE CF 44 será realizado atrás de portas fechadas e com os mais avançados protocolos de proteção aos atletas e aos realizadores do evento.

Veja o trailer de anúncio da luta principal do BRAVE CF 44 - https://www.instagram.com/p/CGaOpC1l8sU/

Após nascimento da filha, Leonardo Macarrão desafia campeão do BRAVE CF Eldar Eldarov

Distrito de Seef, Bahrein - 13 de Outubro de 2020

O brasileiro Leonardo Macarrão pretende ter um inesquecível fim de ano em 2020. Dias após anunciar a chegada de sua primeira filha, Bella, o peso super leve desafiou o atual campeão de sua categoria no BRAVE Combat Federation, o russo-barenita Eldar Eldarov para lutar até o fim do ano.

De contrato recém-renovado com a organização de MMA que mais cresce no mundo, Macarrão declarou que foi um dos principais apoiadores da abertura da categoria super leve (divisão intermediária entre peso leve e peso meio-médio) e merece uma chance pelo cinturão diante de Eldarov.

‘’A minha meta foi sempre ser o campeão super leve do BRAVE CF, mesmo quando a categoria ainda era uma ideia. Eu sempre pedi pela criação dessa divisão e agora que estou inserido nela, eu quero o cinturão! Assim como eu disse na entrevista após minha última vitória, tenho todo o respeito por ele, mas Eldar, pode esperar por mim. Eu vou estar de volta em breve…assim que eles me chamarem’’, comentou Leonardo em seu Instagram, usando um trecho de sua entrevista após o BRAVE CF 25.

Na ocasião, o striker da Kings MMA enfrentou o holandês Djamil Chan, que é o dono do nocaute mais rápido da história do BRAVE CF (29 segundos), e o dominou, levando a luta na decisão unânime dos jurados.

Já Eldar é o primeiro e único campeão super leve da história do BRAVE CF, tendo conquistado o título após vitória sobre Mounir Lazzez no ano passado.

Veja a postagem de ‘’Macarrão’’ em seu Instagram - https://www.instagram.com/p/CGQpc0cD1kK/

Fakhreddine vence Gaúcho e se sagra novo campeão do BRAVE CF; Felipe Silva perde para inglês

Riffa, Bahrein - 17 de Setembro de 2020

O Brasil tinha dois representantes importantes no card do BRAVE CF 41, realizado nesta quinta-feira (17), em Riffa, Bahrein. Mas os companheiros de equipe Daniel “Gaúcho” e Felipe Silva acabaram nocauteados e o país passou em branco no card, de quebra ainda perdendo o cinturão peso médio que possuía.

Na luta principal da noite, Daniel “Gaúcho” enfrentou o astro libanês Mohammad Fakhreddine em um combate muito disputado e repleto de ação. O brasileiro absorveu bons golpes e até ameaçou o adversário com alguns contragolpes, mas chegou ao quarto assalto bastante cansado e acabou nocauteado por Fakhreddine.

O título do libanês vem para redimir um ano marcado por tragédias pessoais e coletivas. Além da pandemia da Covid-19 e da explosão que matou centenas de pessoas em sua cidade-natal Beirute, Fakhreddine ainda teve sua casa queimada em um incêndio no início do ano, sofreu lesões e teve lutas canceladas devido a restrições de viagem. Com o triunfo, um dos maiores ídolos do MMA no Oriente Médio agora adiciona um título internacional ao seu histórico.

Também atleta da CM System, o ex-UFC Felipe Silva enfrentou o jovem britânico Sam Patterson e acabou surpreendido justamente em sua especialidade, a trocação. Com dificuldades para encurtar a distância, Felipe avançou ainda no primeiro round e entrou no raio de ação de Patterson, que se aproveitou bem e o nocauteou com um cruzado certeiro.

O card do BRAVE CF 41 ainda teve a derrota do irlandês Cian Cowley, parceiro de treinos de Conor McGregor na SBG Ireland, e que chegou a ser preso com o astro do UFC no incidente envolvendo o ônibus de Khabib Nurmagomedov em Nova York (EUA). Cowley perdeu em decisão unânime para o egípcio Ahmed Amir, que aproveitou o triunfo para pedir uma revanche contra outro brasileiro, Cleiton “Predador”, atual campeão dos leves do BRAVE CF.

Campeão Daniel Gaúcho confirma defesa de título em dia de encaradas tensas no BRAVE CF 41

Manama, Bahrein - 16 de Setembro de 2020

O BRAVE Combat Federation realiza sua 41ª edição nesta quinta-feira (17), na abertura da “Kombat Kingdom”, sequência de três eventos consecutivos da organização no Bahrein. Liderados pelo brasileiro campeão dos médios Daniel Gaúcho, os 14 atletas da noite de lutas subiram na balança e bateram o peso. Nas encaradas, o clima ficou pesado e os ânimos se acirraram, aumentando o clima de tensão e expectativa no último encontro dos oponentes antes de entrarem no cage.

Estrelas da luta principal, o campeão Daniel Gaúcho e o desafiante Mohammad Fakhreddine bateram o peso com tranquilidade, ficando inclusive abaixo do limite permitido de 83,9 kg. Quando ficaram frente a frente, o libanês gritou “And New” (tradicional anúncio da vitória de um desafiante), mas Gaúcho ficou imóvel e não se mostrou abalado pela provocação.

A encarada mais agitada do dia ficou por conta do irlandês Cian Cowley, companheiro de treinos de Conor McGregor, e o egípcio Ahmed Amir, que lutam na categoria peso super leve. Os dois se estranharam e trocaram ofensas após baterem o peso.

O BRAVE CF 41 acontece no Estádio Nacional do Bahrein, de portões fechados ao público, e começa às 12h, horário de Brasília, desta quinta-feira (17). No Brasil, o card pode ser acompanhado gratuitamente por meio do site oficial www.bravecftv.com.

ASSISTA ÀS ENCARADAS DO BRAVE CF 41 - https://www.instagram.com/p/CFMURnwnU2N/

Confira os resultados da pesagem do BRAVE CF 41:

Cinturão Peso Médio - Daniel Gaúcho (Brasil) 83,6 kg vs Mohammad Fakhreddine (Líbano) 83,8 kg
Peso médio - Denis Tiuliulin (Rússia) 83,6 kg vs Ikram Aliskerov (Rússia) 83,8 kg
Peso leve - Felipe Silva (Brasil) 70,7 kg vs Sam Patterson (Inglaterra) 69,8 kg
Peso super leve - Cian Cowley (Irlanda) 74,8 kg vs Ahmed Amir (Egito/Bahrein) 75,1 kg
Peso mosca- John Cris Corton (Filipinas) 57,2 kg vs Magomed Idrisov (Rússia) 57,2 kg
Peso combinado (63kg) - Rahmatullah Yousufzai (Afeganistão) 61,9 kg vs Abdulmanap Magomedov (Rússia) 62,8 kg
Peso galo (amador) - Abdulla Alyaqoob (Bahrein) 61,2 kg vs Umed Urfonov (Tadjiquistão) 59,7 kg

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Campeão Daniel Gaúcho se emociona ao revelar que quase largou o MMA antes de ascensão no BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrain - 15 de Setembro de 2020

Daniel Gaúcho este muito perto de abandonar o esporte antes de se juntar ao BRAVE Combat Federation e ter uma ascensão meteórica na categoria de pesos médios, na qual hoje ele reina supremo como campeão mundial. A dois dias de defender sua cinta contra Mohammad Fakhreddine no BRAVE CF 41, o brasileiro chegou a ficar dois anos fora de ação e já buscava outros trabalhos para se sustentar quando veio a chamada do BRAVE CF. O resto, como eles dizem, é história. O evento será transmitido online, ao vivo e grátis pelo BRAVE CF TV (www.bravecftv.com), a partir do meio-dia no dia 17 de setembro.

Atleta da CM System, em Curitiba (PR), Daniel lidou com lesões ao longo de sua trajetória e garante que seus familiares e amigos foram instrumentais para superar o momento e chegar onde chegou. Após assinar com o BRAVE CF, ele venceu Bruno Assis em Belo Horizonte (MG) de forma tão devastadora que assegurou um title shot diante do sul-africano Chad Hanekom imediatamente. Gaúcho não segura as lágrimas ao falar sobre o momento em que ouviu que disputaria o título mundial.

“Eu fiquei muito feliz, porque por muito tempo eu pensei em desistir (chorando)... Eu fico muito emocionado, é difícil segurar porque não fui só eu, mas muita gente passa por momentos difíceis. E às vezes as pessoas desistem dos seus sonhos. Mas eu sempre tive o apoio da minha família, dos meus amigos. Dos meus técnico também, sempre me colocando pra cima, dizendo que ia dar tudo certo”, contou Daniel, que comentou também sobre a sensação de estar ficando para trás ao estar inativo e ver o sucesso dos seus companheiros.

“Eu estava sem lutar… às vezes eu sentia que estava ficando pra trás. Eu nunca… nesses dois anos eu não estava fazendo nada, sem falar o que eu passei para chegar onde eu estava. Eu lembro de quando ganhei o cinturão, eu senti como se fosse uma lição pra mim. Eu estava muito perto de abandonar tudo, trabalhar como segurança ou qualquer coisa. Antes de receber essa oportunidade que mudou minha vida completamente em seis meses”.

Agora, já estabelecido como campeão mundial no BRAVE CF, Daniel tem seu maior desafio até o momento pela frente: defender seu título contra o desafiante número um e lenda do MMA árabe Mohammad Fakhreddine na luta principal do BRAVE CF 41, que acontece no dia 17 de setembro, no Bahrein. Confiante em mais uma vitória, o campeão acredita que os ensinamentos do passado podem indicar o caminho para mais uma vitória no BRAVE CF.

“Quando eu entro lá, minha raiva, minha fúria por todo o tempo perdido, as dificuldades, volta toda. Eu uso essa energia e ponho ela nas minhas mãos para ir lá e conseguir o nocaute. Eu sou um cara bem tranquilo fora do cage, mas quando alguém quer tirar uma coisa que é minha, eu viro outra pessoa”, ele concluiu.

Veja parte da entrevista com Daniel Gaúcho - https://www.instagram.com/p/CFHjXYKIbKc/

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Daniel Gaúcho promete vitória para ‘aposentar’ astro libanês no BRAVE CF 41

Curitiba, Brasil - 10 de Setembro de 2020

Campeão dos médios do BRAVE Combat Federation, o brasileiro Daniel Gaúcho está prestes a fazer a maior luta de sua carreira até aqui, contra o ídolo do Oriente Médio Mohammad Fakhreddine. Gaúcho reconhece a trajetória do rival, mas promete mais uma vitória e, como consequência, o fim da carreira do libanês. Cristiano Marcello Daniel Gaúcho

Felipe Silva encara britânico Sam Patterson no BRAVE CF 41, em setembro

A 41ª edição do BRAVE CF marca o retorno da principal organização de MMA do Oriente Médio ao seu país-natal, o Bahrein. O do dia 17 de setembro será realizado com portões fechados e seguindo todos os protocolos de segurança devido à pandemia da Covid-19.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF 40: Machaev brilha e se aproxima do título; rivais repetem clima quente da pesagem na luta co-principal

BRAVE CF 40: Machaev brilha e se aproxima do título; rivais repetem clima quente da pesagem na luta co-principal

Estocolmo, Suécia - 25 de Agosto de 2020

O quarto evento consecutivo do BRAVE Combat Federation na Suécia foi marcado por lutas empolgantes e viu a ascensão de uma nova estrela, o peso pena austríaco Mochamed Machaev, que venceu Shoaib Yousaf na luta principal do BRAVE CF 40.

Machaev usou suas habilidades superiores no wrestling para controlar a luta. Apesar de ter tido bons momentos na trocação, Shoaib não foi páreo para a luta agarrada do rival, com direito a um suplex de cinema no fim do primeiro round.

Com mais uma vitória garantida, Mochamed Machaev agora tem um cartel profissional de dez vitórias e nenhuma derrota. O austríaco está muito próximo de uma disputa de título pelo cinturão vago dos pesos penas do BRAVE CF.

Na luta co-principal da noite, Anton Turkalj e Ibo Aslan trouxeram toda a intensidade e rivalidade demonstrada um dia antes na pesagem para dentro do cage. Os dois fizeram questão de mostrar o quanto não se gostavam desde o primeiro momento e partiram pra cima logo após o gongo inicial.

Aslan começou melhor e até machucou Turkalj, que ficou com o nariz sangrando. O ''Last Ottoman'', no entanto, cansou-se rapidamente e foi presa fácil para o rival. No segundo assalto, Anton levou o oponente pro chão e finalizou com um mata-leão.

Após finalizar a luta, ao invés de pôr um ponto final na animosidade, como muitas vezes acontece, Turkalj pôs mais lenha na fogueira e saiu do enforcamento já xingando Ibo Aslan. Os dois tiveram que ser separados pelo árbitro Dec Larkin.

As demais lutas do card também terminaram antes do tempo regulamentar com triunfos de David Jacobsson, por nocaute no primeiro round, e de Husein Kadimagomaev e Zvonimir Kralj, ambos com nocautes no segundo round.

O BRAVE CF agora volta para casa, após seis eventos consecutivos na Europa, e se prepara para uma programação recheada de ação nos meses de setembro e outubro, nos quais vai promover três cards no seu país-natal, o Bahrein.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 40:

Peso pena: Mochamed Machaev venceu Shoaib Yousaf em decisão unânime dos jurados(30-27, 30-27, 30-27);
Peso combinado (98 kg): Anton Turkalj venceu Ibo Aslan por finalização (mata-leão) a 1m57s do R2;
Peso meio-médio: David Jacobsson venceu Corneliu Lascar por nocaute técnico a 48s do R1;
Peso Combinado (72 kg): Husein Kadimagomaev venceu Sven Fortenbacher por nocaute técnico a 1m37s do R2;
Peso pesado: Zvonimir Kralj venceu Fatih Aktas por nocaute técnico a 1m14s do R2.

BRAVE CF anuncia três shows no ce primeira rodada de torneio com brasileiros

Distrito de Seef, Bahrein - 24 de Agosto de 2020

O BRAVE Combat Federation, maior evento de MMA do Oriente Médio, anunciou três eventos especiais de forma consecutiva em seu país-natal: o Reino do Bahrein. Os três cards em semanas seguidas contarão com a primeira rodada do torneio pelo cinturão peso mosca, além de lutas valendo o título e outros combates de primeiro escalão.
O primeiro dos três eventos será o BRAVE CF 41, que acontece no dia 17 de setembro. Uma semana depois, no dia 24, acontece o BRAVE CF 42. O último dos três cards programados será o BRAVE CF 43, marcado para o dia 1° de outubro. Os três eventos acontecerão com os portões fechados na Khalifa Sports City, principal arena de esportes do país e tradicional sede do BRAVE CF.

Ainda não foram oficializados duelos para os card, que marca o retorno da organização ao Oriente Médio após longa temporada na Europa, com múltiplos eventos na Romênia e na Suécia, mas a intenção é conduzir a rodada de abertura do torneio pelo título mundial dos pesos moscas, que vai coroar o primeiro campeão da divisão até 57kg da organização.

O BRAVE CF já anunciou o chaveamento do torneio, que terá José “Shorty” Torres enfrentando seu compatriota norte-americano Sean Santella, o brasileiro Marcel Adur encarando o ex-UFC Dustin Ortiz, Velimurad Alkhasov tendo pela frente o brasileiro Flávio de Queiroz e o americano Zach Makovsky medindo forças com o filandês Abdul Hussein.

Nos próximos dias, é esperado que o BRAVE CF anuncie a programação completa para as três noites de lutas, mas os fãs podem esperar os principais nomes da organização sendo parte de três semanas repletas de lutas de altíssimo nível.

Promo - BRAVE CF Bahrein: https://www.instagram.com/p/CERjLXOq59u/

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF 39: brasileiro Felipe Lima vence com atuação dominante e grego Bachar ganha luta principal 

Estocolmo, Suécia - 16 de Agosto de 2020

Os dois representantes brasileiros no card do BRAVE CF 39, realizado na noite deste sábado na Suécia, ainda tarde no Brasil, tiveram resultados bem diferentes. Enquanto o estreante Felipe Lima teve uma atuação dominante e venceu por decisão unânime dos jurados, Rafael Macedo acabou superado depois de sofrer um corte feio na cabeça.

Primeiro brasileiro a entrar no cage montado na capital Estocolmo, o manauara Felipe Lima mostrou enorme superioridade na trocação, e garantiu inclusive alguns momentos de destaque, com belas joelhadas voadoras e golpes contundentes, diante do iraniano Farbod Irannejad. Após três rounds, Lima foi declarado vencedor de forma unânime nas papeletas dos jurados.

Já o ex-Bellator Rafael Macedo até conseguiu levar a luta para o chão, onde poderia colocar seu jiu-jitsu em prática, mas não deu conta de manter seu adversário Tobias Harila por lá. De volta em pé, Harila caçou o brasileiro pelo cage e conseguiu abrir um corte feio na cabeça de Rafael, que foi obrigado a jogar a toalha entre o segundo e o terceiro round.

Na luta principal da noite, o peso meio-médio Tahar “Fast Hands” Hadbi, da França, voltou ao BRAVE Combat Federation após mais de dois anos de ausência e acabou sentindo a falta de ritmo.

Hadbi, cuja principal característica é a velocidade, teve dificuldades para se encontrar nos primeiros minutos de luta, mas foi melhorando à medida que o combate foi passando. Porém, acabou sucumbindo à pressão do grego Giannis Bachar, que venceu por decisão unânime dos jurados.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 39:

Luta principal: Giannis Bachar venceu Tahar Hadbi por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Luta co-principal: Andreas Gustafsson venceu Miro Jurkovic por nocaute técnico aos 4:10 do R3
Peso leve: Tobias Harila venceu Rafael Macedo por nocaute técnico (interrupção médica no fim do segundo round)
Peso combinado: Felipe Lima venceu Farbod Irannejad por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Peso leve: Sahil Siraj venceu Davide La Torre por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Leonardo Macarrão renova com o BRAVE CF por mais cinco lutas

Distrito de Seef, Bahrein - 13 de Agosto de 2020

O brasileiro Leonardo “Macarrão” Mafra, que está no BRAVE Combat Federation desde o início de 2018, estendeu seu vínculo com a organização baseada no Bahrein por mais cinco combates.

Até o momento, Macarrão competiu por duas vezes no evento do Oriente Médio, com uma derrota após lesionar o joelho no meio do combate, contra Gadzhimusa Gaziev, que o deixou fora de ação por mais de um ano, e uma vitória, no seu retorno, diante do holandês Djamil Chan.

Em sua carreira, Mafra possui 15 vitórias e cinco derrotas. O catarinense, que vive e treina na Califórnia (EUA) com o mestre Rafael Cordeiro na Kings MMA, teve duas passagens pelo UFC, uma em 2012 e outra entre 2014 e 2015.

Macarrão se tornou conhecido do público brasileiro por ter sido membro da primeira edição do reality show “The Ultimate Fighter Brazil”. Membro do time de Wanderlei Silva no programa, ele entrou na casa após vencer Samuel Trindade.

Dentro do programa, ele acabou superado por Cezar “Mutante”, pupilo e membro da equipe rival comandada por Vitor Belfort e que viria a se tornar o campeão do reality show.

O BRAVE CF não divulgou a data da próxima luta de Leonardo Macarrão pela organização, embora seja esperado que o brasileiro venha a competir em algum dos eventos que a organização vai realizar até o final do ano.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF 36: Stoute triunfa na luta principal e promessas brilham com vitórias marcantes

Bucareste, Romênia - 28 de Julho de 2020

O segundo show consecutivo na Romênia do BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio, foi marcado por uma mistura de prospectos e veteranos.

Na luta principal da noite, o veterano canadense Todd Stoute cuidou rápido do estreante Cristian Constantinov, conseguindo uma vitória ainda no primeiro assalto e aproximando-se de uma chance pelo título na categoria peso meio-pesado.

Na luta co-principal, Kevin Ruart foi o responsável pela primeira derrota da carreira de Ion Surdu, com uma combinação brutal, que nocauteou o rival. Na entrevista pós-luta, Ruart aproveitou o bom momento e desafiou o campeão peso meio-médio Jarrah Al Selawe.

Outro nome importante do BRAVE CF que também garantiu mais uma vitória dentro da organização foi “Magic Man” Maciej Gierszewski. O polonês voltou ao palco de sua última derrota como profissional, onde perdeu para John Brewin, e superou Bogdan Mihai com uma atuação dominante.

O duelo entre Mochamed Machaev e Ciprian Maris também foi bastante unilateral, com o invicto Machaev vencendo sem muitos sustos e garantindo sua oitava vitória consecutiva como profissional. Com uma atuação brilhante na luta em pé, Machaev fez com que Maris sequer retornasse para o terceiro assalto, conquistando a vitória por nocaute técnico.

Já no combate que abriu a noite, duas das mais comentadas promessas do MMA europeu se encontraram e o resultado foi surpreendente para muitos. Matiss Zaharovs usou o wrestling defensivo para entregar a primeira derrota da carreira de Bilal Tipsaev.

O BRAVE Combat Federation, a organização de MMA que mais cresce no planeta, volta a ação já no próximo sábado, 1º de Agosto, com a estreia da promoção na Suécia. O BRAVE CF 37 será realizado em Esctocolmo e terá como luta principal entre Fernando Flores e Michael Deiga-Sheck.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 36:
Peso combinado (104 kg): Todd Stoute venceu Cristian Constantinov por TKO (R1)
Peso meio-médio: Kevin Ruart venceu Ion Surdu por KO (R1)
Peso combinado (72 kg): Maciej Gierszewski venceu Bogdan Mihai por TKO (R1)
Peso pena: Mochamed Machaev venceu Ciprian Maris por TKO (R2)
Peso galo: Matiss Zaharovs venceu Bilal Tipsaev por TKO (R3)

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF 38: ex-campeão e desafiantes confirmados para segundo evento na Suécia

Estocolmo, Suécia - 25 de Julho de 2020

O BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio, tem programados três eventos em fins de semana consecutivos na Suécia, começando no dia 1 de agosto, com o BRAVE CF 37. Sete dias depois, a organização de MMA que mais cresce no mundo vai promover o BRAVE CF 38, em associação com a organização local Bulldog Fight Night (BFN) e divulgou toda a programação para a noite de lutas, que será encabeçada pelo duelo entre os pesos meio-médios Abdoul Abdouraguimov e Carl Booth.

Ex-campeão da categoria de meio-médios, Abdoul “The Conqueror” Abdouraguimov busca dar a volta por cima após sofrer sua primeira derrota como profissional, e consequentemente o título, diante de Jarrah Al-Silawi.

Já Carl “The Bomber” Booth, envolvido na primeira disputa de cinturão da história da categoria no BRAVE CF está de olho em uma nova chance pelo ouro, especialmente porque já possui um histórico com o atual campeão Jarrah Al Silawi, tendo sido realizadas já duas lutas entre o inglês e o jordaniano, com uma vitória para cada lado.

O card sueco também contará com a estreia no BRAVE CF de Mario “Rudeboy” Saeed, que colocará em jogo sua sequência de quatro vitórias consecutivas diante do invicto francês Benoit “God of War” St. Denis, que vem do mais importante triunfo de sua carreira no último mês de janeiro, quando venceu Ivica Truscek na Eslovênia.

Além disso, o evento contará com a luta na categoria peso galo em que Tariq Ismail busca se aproximar de uma disputa de título diante de Bernando Sopai e o duelo entre os pesos super leves Issa Isakov e Djamil Chan.

Por fim, o BRAVE CF 38 também marcará um retorno relâmpago de Malin Hermansson. Após vencer em sua estreia na organização, na Romênia segunda-feira passada, Hermansson pediu uma chance nos cards em um dos cards a serem realizados no seu país e teve seu desejo atendido. Ela enfrenta Eli Öberg no card principal.

Confira abaixo as lutas anunciadas para o BRAVE CF 38:
Peso meio-médio: Abdoul Abdouraguimov vs Carl Booth
Peso super-levet: Benoit St. Denis vs Mario Saeed
Peso galo: Bernando Sopai vs Tariq Ismail
Peso super-leve: Issa Isakov vs Djamil Chan
Peso mosca feminino: Malin Hermansson vs Elin Öberg

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Brasileiro Marcel Adur renova contrato com o BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 6 de Julho de 2020

Um dos melhores pesos moscas no plantel do BRAVE Combat Federation, o brasileiro Marcel Adur acaba de ampliar seu vínculo com a principal organização de MMA do Oriente Médio, com base no Bahrein.

Um veterano do BRAVE CF, Adur tornou-se uma estrela da organização ao longo de uma extensa trajetória dentro do evento, que começou em março de 2017, quando ele fez sua estreia, vencendo o mexicano Ivan Lopez por nocaute técnico.

De lá para cá, Adur colecionou um cartel de quatro vitórias e somente uma derrota dentro do show, com três desses triunfos vindo por nocaute ou nocaute técnico. O brasileiro lutaria pelo título mundial no último mês de novembro, mas a luta diante do norte-americano José “Shorty” Torres acabou sendo cancelada após Torres se retirar do combate.

Em sua última aparição no cage do BRAVE Combat Federation, Adur superou o compatriota Marlon Derik, em decisão unânime dos jurados. O combate foi realizado em Belo Horizonte (MG), no card principal do BRAVE CF 25, em agosto de 2019.

Mesmo sem competir desde o segundo semestre do ano passado, Adur vive a expectativa de retornar à ação e, é claro, com o cinturão de campeão mundial peso mosca como seu maior objetivo.

“Olá, pessoal, eu estou muito feliz de assinar minha renovação com o BRAVE CF. Mal posso esperar para estar de volta, lutando novamente. Meu objetivo permanece sendo o cinturão. Esse título vai estar comigo muito, muito em breve!”, comentou Marcel ao falar sobre o novo acordo.