Brasileiro Gabriel Fly retorna contra Dumar Roa no BRAVE CF 49 por chance de título

Distrito de Seef, Bahrein - 4 de março de 2021

O Brasil será representado mais de uma vez no Bahrein! Após a confirmação do retorno de Luan Santiago, outro atleta da CM System estará em ação no BRAVE CF 49 do dia 25 de março: o peso pena Gabriel Fly, que enfrenta o colombiano Dumar Roa no card principal do show.

A informação foi anunciada nesta quinta-feira pela organização do evento de MMA que mais cresce no mundo, que destacou a rivalidade entre os dois atletas latinoamericanos nos últimos meses e acrescentou que o vencedor terá chance de disputar o título mundial vago da categoria até 66 kg.

Fly e Roa deveriam ter se enfrentado na luta principal do BRAVE CF 45, em novembro do ano passado. No entanto, Gabriel foi obrigado a se retirar da disputa e foi substituído por Ian Entwistle. ‘’Corazon de Leon’’ venceu o inglês ainda no primeiro round e depois desafiou o brasileiro novamente.

Os dois vêm trocando farpas desde então e agora têm data marcada para resolverem suas diferenças dentro do cage do BRAVE CF. Quem vencer o combate terá a chance de lutar pelo cinturão peso pena da organização.

O BRAVE CF 49: Super Fights terá como atração principal o duelo peso mosca entre Jose Torres e Sean Santella após empate na primeira luta. O vencedor do duelo avançará para a semifinal do torneio peso mosca, que decide o primeiro campeão até 57kg da história da companhia.

Ex-campeão mundial Luan ”Miau” enfrenta francês invicto no BRAVE CF 49

Distrito de Seef, Bahrein - 2 de março de 2021

O ex-campeão dos pesos leves do BRAVE Combat Federation, organização de MMA que mais cresce no mundo, Luan “Miau” Santiago está pronto para o próximo passo em sua nova categoria de peso, os super leves, e terá pela frente o invicto Benoit St. Denis no BRAVE CF 49.

Com um cartel profissional de 15 vitórias e apenas quatro derrotas, Miau, que treina na academia CM System sob o comando do lendário treinador Cristiano Marcello, vem de sua estreia bem sucedida na categoria até 74kg, com uma vitória na decisão sobre Gadzhimusa Gaziev.

Desde então, Luan tem sido vítima de sucessivos cancelamentos em suas lutas agendadas, com três combates não acontecendo conforme previsto, primeiro devido à pandemia e, posteriormente, por problemas com seus adversários.

Seu adversário, Benoit St. Denis, está invicto em sua carreira, com um cartel perfeito de seis vitórias e um no contest. O “God of War” vem de duas vitórias consecutivas no BRAVE CF, sobre Ivica Truscek e Mario Saeed, e sabe que uma vitória convincente sobre um ex-campeão é o tipo de adição necessária a seu cartel para tornar-se um postulante ao título mundial.

O vencedor deste combate tem tudo para se tornar o próximo desafiante ao cinturão da categoria até 74 kg, que hoje é liderada pelo russo-barenita Eldar Eldarov.

O BRAVE CF 49 acontece no dia 25 de março, no Bahrein. O evento será o terceiro de quatro consecutivos agendados para o país, em uma série que culminará no histórico BRAVE CF 50. A luta principal da noite terá a revanche entre Jose Torres e Sean Santella, em duelo válido pelo torneio peso mosca do BRAVE CF.

BRAVE CF assina com grande promessa do MMA brasileiro Luis Felipe Dias, campeão do Shooto Brasil

Distrito de Seef, Bahrein - 27 de Fevereiro de 2021

Organização que mais cresce no mundo do MMA, o BRAVE Combat Federation tem confiado no MMA brasileiro para seguir crescendo, com vários de seus principais astros vindo do país. E agora, mais uma futura estrela assinou com a promoção: o peso super meio-médio Luis Felipe Dias.

Representando o renomado time Paraná Vale-Tudo, Luis Felipe é o campeão do Shooto Brasil e vem de sete vitórias consecutivas. Atualmente com um impressionante cartel de 14 vitórias e três derrotas, o brasileiro fez sua estreia no MMA em Agosto de 2017 e conseguiu impressionante ritmo, chegando a 17 lutas como profissional em menos de quatro anos de carreira.

A sequência monstruosa de vitórias fez com que Luis Felipe Dias fosse incluído na tradicional lista de Nomes do MMA brasileiro para ficar de olho em 2021 do site norte-americano MMA Fighting. Dias também entrou em uma lista de promessas feitas pelo site Cageside Press.

Em suas redes sociais, Dias comemorou a assinatura com o BRAVE CF, agradeceu a oportunidade de assinar com um evento global e declarou sua gratidão pelos seus mestres.

‘’Olá pessoal, estou muito orgulhoso de anunciar que assinei um contrato com a organização de MMA que mais cresce no mundo, a BRAVE Combat Federation! Agradeço a Deus em primeiro lugar porque sem Ele nada disso estaria acontecendo. Quem me conhece desde o início sabe do que estou falando! Quero muito agradecer a minha equipe Paraná Vale Tudo por todo apoio, agradeço ainda mais ao meu grande Mestre Gilliard Paraná por sempre fazer de tudo para me ajudar dos dois lados, profissional e pessoal! Mestre sem palavras, muito obrigado por tudo! Vou lutar com meu peso ideal, 175 libras ou 79,4 kg. Estou muito feliz por poder representar o Brasil ao mais alto nível. Muito obrigado ao Shaikh Khaled, do Bahrein, e ao presidente do BRAVE CF, Mohammed Shahid, por sua confiança em meu trabalho!’’, exclamou Dias.

BRAVE CF anuncia série histórica de eventos, culminando em sua 50ª edição

Distrito de Seef, Bahrein - 14 de Fevereiro de 2021

Organização de MMA que mais cresce no mundo, o BRAVE Combat Federation retorna ao Bahrein para mais quatro eventos entre 11 de março e 1º de abril. A série de shows culminará na 50ª edição da promoção árabe.

O BRAVE CF 47: Asian Domination abre os trabalhos no dia 11 de março, enquanto o BRAVE CF 48: Arabian Nights e o BRAVE CF 49: Super Fights seguem o fluxo, nos dias 18 e 25 de março, respectivamente.

No dia 1º de abril, o BRAVE Combat Federation encerra a série com o que promete ser o maior evento de sua história, o BRAVE CF 50.

Vale notar que a organização é uma das mais rápidas a chegar ao seu 50º show no mundo das lutas. Nenhuma outra promoção na história, no entanto, chegou sequer perto de visitar 21 países neste período, como aconteceu com o BRAVE CF, que conta com o Brasil como o segundo país mais visitado, empatado com a Suécia e atrás apenas do Bahrein.

Nestes quatro eventos, o BRAVE CF espera brindar os fãs de MMA com diversas disputas de título, a próxima fase do maior torneio peso mosca da história do esporte, além de noites temáticas, procurando emponderar regiões como a Ásia e o Oriente Médio, além de dar chances a atletas do mundo inteiro.

Nos próximos dias, mais detalhes serão revelados sobre a histórica série de eventos que fará do Kombat Kingdom o epicentro dos esportes de combate na Ásia.

Trailer de anúncio da série de eventos do BRAVE CF - https://www.instagram.com/p/CLRbu_uq3Id/

--

Com disputa de título na mira, rivalidade entre Gabriel Fly e Dumar Roa esquenta no BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrain - 8 de Fevereiro de 2021

A categoria peso pena do BRAVE Combat Federation, principal organização de MMA do Oriente Médio, tem estado em evidência nos últimos meses, com diversos atletas aparecendo como potenciais desafiantes ao título vago. De veteranos a jovens promessas, todos querem uma chance pelo posto de rei da divisão até 66kg.

Mas dois atletas em particular têm se engajado em uma rivalidade particular, que partiu das redes sociais e pode muito bem terminar dentro da arena do BRAVE CF: o brasileiro Gabriel Fly e o colombiano Dumar Roa.

Os “vizinhos” sul-americanos têm trocado farpas pela internet e proposto um acerto de contas no cage desde que o duelo agendado entre eles para o BRAVE CF 45, no fim do ano passado, foi cancelado após Fly ser diagnosticado com Covid-19.

Fly é um dos principais nomes da academia curitibana CM System, comandada pelo lendário Cristiano Marcello, e tem mostrado suas credenciais na luta agarrada no BRAVE CF, com duas vitórias por finalização na organização. Em sua carreira, o paranaense de Telêmaco Borba venceu todas as suas lutas antes do fim do último round, com 13 finalizações e um nocaute.

Ciente disso, Roa, que tem crescido muito na categoria de pesos penas do BRAVE CF, especialmente após o impressionante nocaute sobre o ex-campeão dos leves Abdul Kareem Al-Selwady, desafiou diretamente o brasileiro.

“Eu respeito muito o Gabriel, ele é um grande oponente e vem de uma grande equipe”, disse Roa. “Mas o título mundial é meu sonho desde criança, eu vou nocauteá-lo como já fiz com o ex-campeão Al-Selwady. Eu não brinco em serviço, eu vou ser o próximo campeão!”.

Em sua réplica, Fly até começou mantendo o tom cordial, mas não deixou de provocar o rival. “Eu também respeito o Dumar e gosto muito da Colômbia, é um lugar pelo qual tenho um apreço muito grande. Eu sei das dificuldades que o povo da América Latina passa para viver seus sonhos. Falta de tudo, mas nossa coragem é o que nos faz lutar pelo que queremos. Nada mais justo que o título mundial do BRAVE CF vir para o povo latinoamericano. Sua vitória sobre o Al-Selwady foi impressionante, mas eu estou pronto para adicionar você, Dumar, à minha lista de atletas finalizados. Vai ser uma guerra!”, concluiu.

Gabriel Fly busca quebrar ‘maldição brasileira’ no BRAVE CF: “Estou pronto”

Distrito de Seef, Bahrein - 26 de Janeiro de 2021

O Brasil é o berço das artes marciais mistas e, por onde passam, os atletas brasileiros costumam frequentar a parte de cima de suas categorias nos eventos internacionais. A situação não é diferente no BRAVE CF, que conta com importantes nomes do país em seu elenco, mas há uma sina que teima em perseguir os lutadores tupiniquins quando chegam no topo da maior organização de MMA do Oriente Médio.

A chamada “Maldição brasileira” tem feito vítimas desde que a organização despontou no cenário internacional, há quase meia década atrás. Nomes como Lucas Mineiro, Cleiton Predador, Daniel Gaúcho e Marcel Adur foram derrotados em disputas de cinturão e, quando conquistaram o título, foram destronados sem conseguir defendê-lo uma vez sequer.

Mas um nome do MMA brasileiro garante estar pronto para quebrar essa maldição. Trata-se do faixa-preta de jiu-jitsu da CM System Gabriel “Fly” Miranda, que compete na categoria peso pena.

“Sei que o Brasil não passa por um bom momento no BRAVE CF, mas estou aqui para mudar isso. Tenho treinado duro e sei que tenho condições de me tornar o novo campeão peso pena da organização”, ele garantiu.

“Temos o colombiano Dumar Roa que vem de vitória e está me desafiando”, ele prosseguiu. “Acho que essa luta seria um grande desafio valendo o cinturão vago. Estou pronto para colocar o Brasil de volta no topo do MMA e do BRAVE CF”.

A mais recente adição à lista de derrotas brasileiras no BRAVE CF aconteceu no último dia 16 de janeiro, quando o ex-TUF Brasil Leonardo Macarrão foi superado pelo russo Eldar Eldarov na disputa do título mundial peso super-leve, na luta principal do BRAVE CF 46, em Sochi, na Rússia.

Macarrão sofre corte grave, é derrotado no BRAVE CF 46 e Brasil segue sem título

Sochi, Rússia - 19 de Janeiro de 2021

O brasileiro Leonardo Macarrão foi derrotado na luta principal do BRAVE CF 46, realizado na tarde do último sábado em Sochi, na Rússia, e perdeu a chance de conquistar o cinturão peso super leve da organização. Desta forma, o Brasil segue sem ter um campeão mundial no evento barenita apesar do histórico vitorioso, com ex-campeões do quilate de Lucas Mineiro, Luan Santiago, Daniel Gaúcho e Cleiton ‘’Predador’’.

Macarrão enfrentou o russo Eldar Eldarov, campeão inaugural da categoria até 75kg do evento, e, após um primeiro round de muita ação em pé, não conseguiu retornar para o segundo assalto devido a um corte grave na região do supercílio.

A expectativa de que Eldarov, proveniente do wrestling e do sambô, tentaria levar a luta para o chão, foi rapidamente subvertida, já que o campeão propôs a trocação e não só aceitou, como incentivou a manutenção da luta em pé.

De início, a estratégia parece ter dado certo, já que Macarrão parecia um pouco surpreendido pela iniciativa do rival. Porém, rapidamente o brasileiro voltou a sentir-se confortável no cage e passou a caçar o campeão, buscando o contragolpe enquanto Eldarov apostava em combinações.

Mas a 15 segundos do fim do primeiro round, Eldar conseguiu sua primeira queda na luta. Surpreendentemente, Macarrão levantou-se rapidamente, usando a grade como apoio para as costas. Porém, durante o processo de recuperação de posicionamento, o brasileiro acabou sendo pego por uma sequência limpa do campeão, que aproveitou para atacar durante os segundos finais, até que o gongo finalmente soasse.

De volta ao córner, Macarrão sangrava muito e apresentava um corte grave no supercílio. A situação foi avaliada por um médico da comissão atlética local, que após quase três minutos, confirmou que o brasileiro não teria condições de seguir lutando.

A vitória emocionou muito Eldarov, que estava há quase dois anos afastado dos cages, desde quando ganhou o cinturão do BRAVE CF, e também aproveitou a chance para homenagear seu mentor e amigo Abdulmanap Nurmagomedov, pai de Khabib Nurmagomedov, falecido em 2020. Eldarov também se arriscou no português e agradeceu Mafra pelo combate.

O BRAVE CF 46 também contou com uma importante vitória do ex-desafiante ao cinturão do UFC Ali Bagautinov na luta co-principal da noite, diante de Oleg Lichkovakha. Com o triunfo por decisão unânime dos jurados, Bagautinov agora vai se juntar ao torneio dos pesos moscas do BRAVE CF, que coroará seu vencedor como primeiro campeão até 57kg da organização.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 46:
Eldar Eldarov venceu Leonardo Mafra por TKO (interrupção médica) entre o R1 e R2
Ali Bagautinov venceu Oleg Lichkovakha em decisão unânime
Roman Bogatov venceu Nurzhan Akishev em decisão unânime
Konstantin Erokhin venceu Zhyrgalbek Chomonov por TKO no R2
Magomed Absudalamov e Andrey Lezhnev foi declarada um No Contest (cabeçada acidental)
Abdisalam Kubanychbek finalizou Jahongir Saidjamolov com um mata-leão no R2
Khunkar-Pasha Osmaev venceu Yuriy Verenitsen em decisão unânime
Murtaza Talha venceu Dmitriy Krivulets por TKO no R1
Murad Bilarov finalizou Fedor Babich com uma kimura no R2
Magomed Kamalov venceu Zokirzhon Khashimov por TKO no R2
Saygidgusein Surkhaev finalizou Erkinbai Abdusalamov com uma guilhotina no R1

Macarrão bate o peso e confirma disputa de cinturão contra russo no BRAVE CF 46

Sochi, Rússia - 15 de Janeiro de 2021

A luta principal do BRAVE CF 46, que terá o brasileiro Leonardo “Macarrão” Mafra disputando o cinturão mundial peso super leve contra o russo Eldar Eldarov, está confirmada.

Macarrão subiu na balança em Sochi, na Rússia, e marcou 74.4 kg, uma libra abaixo do limite permitido na categoria super leve. Seu adversário, Eldarov, cravou os 74.8kg limites da divisão.

O encontro entre Macarrão e Eldarov, no entanto, vai ficar somente para quando as portas do cage se fecharem neste sábado (16), já que o brasileiro não participou da pesagem cerimonial do evento, e não teve a tradicional encarada com o campeão.

Duas lutas das 13 programadas para o evento que marca a estreia da principal organização de MMA do Oriente Médio na Rússia acabaram sendo canceladas em cima da hora, com atletas não batendo o peso.

Gamzat Khiramagomedov ficou quase 2kg acima do limite dos pesos médios e a luta contra Rustam Chsiev não acontecerá. Já Bair Shtepin sentiu-se mal durante o processo de peso e teve que ser medicado, sendo cortado do duelo contra Alexander Keshtov.

O BRAVE CF 46, que acontece em parceria com a organização local Krepost Selection, agora seguirá em frente com um card de 11 lutas.

O torcedor brasileiro pode assistir ao evento, ao vivo e de graça, no site www.bravecftv.com. O BRAVE CF 46 começa às 10h (horário de Brasília).

Confira abaixo os resultados da pesagem oficial do BRAVE CF 46:

Peso Super Leve- Eldar Eldarov (74,8 kg) vs Leonardo Mafra (74,4 kg)
Peso combinado (59,5kg) - Ali Bagautinov (59,5 kg) vs Oleg Lichkovakha (59,25 kg)
Peso combinado (67 kg) - Roman Bogatov (66,9 kg) vs Nurzhan Akishev (67,05)
Peso pesado - Konstantin Erokhin (103 kg) vs Zhyrgalbek Chomonov (118 kg)
Peso combinado (68 kg) - Magomed Absudalamov (67,95 kg) vs Andrey Lezhnev (67,8 kg)
Peso combinado (71kg) - Abdisalam Kubanychbek (70,85 kg) vs Jahongir Saidjamolov (70,85 kg)
Peso super leve - Khunkar-Pasha Osmaev (74,55 kg) vs Yuriy Verenitsen (75,2 kg)
Peso combinado(90 kg) - Murtaza Talha (89,65 kg) vs Dmitriy Krivulets (88,9 kg)
Peso leve - Murad Bilarov (70,75 kg) vs Fedor Babich (70 kg)
Peso combinado (59Kg) - Zokirzhon Khashimov (57,5 kg) vs Magomed Kamalov (58,95 kg)
Peso super leve - Saygidgusein Surkhaev (74 kg) vs Erkinbai Abdusalamov (74,9 kg)

O desafiante Leonardo ‘Macarrão’: dor, superação e volta por cima no BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 5 de Janeiro de 2021

O desafiante ao cinturão peso super leve do BRAVE Combat Federation Leonardo “Mafra” Macarrão chegou ao BRAVE Combat Federation em 2017 cercado de expectativas. Sendo um rosto familiar para a comunidade do MMA internacional, Macarrão foi membro do TUF Brasil 1 e é tido como um dos mais importantes representantes do MMA do sul brasileiro.

Mas toda essa expectativa acabou se tornando decepção e desespero. Assim que ele entrou no cage do BRAVE CF pela primeira vez, em maio de 2018, Macarrão não foi capaz de se apresentar por sequer um round completo e acabou sofrendo a lesão mais grave de sua carreira.

Enquanto estava na trocação franca com Gadzhimusa Gaziev no BRAVE CF 12, Macarrão gritou de dor e, por um momento, o público presente na arena, os fãs acompanhando pela TV, o árbitro ou mesmo o adversário Gaziev não puderam entender o que havia acontecido.

Não foi um soco, um chute ou algo do tipo que fez com que Leonardo tivesse se jogado ao solo de dor. Ele rompeu os ligamentos do seu joelho enquanto preparava um avanço sobre Gaziev e ficou completamente fora de ação.

Com o apoio do BRAVE CF, Macarrão iniciou um longo processo de recuperação, que envolveu uma viagem da Califórnia, onde reside com a família, para o Brasil, onde passou por uma intervenção no joelho. Após a operação, mais um período de fisioterapia e, só então, ele pode pensar em retornar aos treinos.

A lesão foi grave, mas, tão pesada quanto, foi a ansiedade de finalmente calçar as luvas novamente, treinar e, finalmente, pisar no cage para competir profissionalmente.

Mas Macarrão passou por esse momento delicado com a grandeza e disciplina que se espera de um verdadeiro artista marcial. Recuperado, ele decidiu se mudar para a nova categoria peso super leve, com limite até 75kg e lançada com exclusividade pelo BRAVE CF a fim de manter os atletas em faixas de peso mais seguros, evitando cortes severos.

Ele bateu o promissor holandês Djamil Chan em sua estreia na nova categoria de forma dominante. O duelo marcou sua primeira luta no Brasil em quase três anos e, de quebra, lhe rendeu o holofote necessário para pleitear uma disputa de título contra o dono do cinturão Eldar Eldarov.

Com os dias mais turbulentos de sua vida deixados para trás, Macarrão, que recentemente se tornou pai, vive seu melhor momento dentro e fora dos cages. E é justamente nessa grande fase que ele se prepara para o maior desafio da sua carreira, coroando uma trajetória marcada pela superação.

Seu encontro com Eldar Eldarov pelo título mundial peso super leve acontece na luta principal no BRAVE CF 46, no dia 16 de janeiro, em Sochi. O evento, que será realizado em colaboração com os promotores locais da Krepost Selection, marca a estreia da principal organização de MMA do Oriente Médio na Rússia e contará com importantes nomes das artes marciais mistas russas, como Ali Bagautinov, Roman Bogatov e Konstantin Erokhin na programação.

Com brasileiro disputando título na luta principal, BRAVE CF divulga card completo para estreia na Rússia

Distrito de Seef, Bahrein - 28 de Dezembro de 2020

O BRAVE Combat Federation sempre teve a Rússia como um dos principais pontos-focais para desenvolvimento de talentos, tanto que trouxe e promoveu diversos jovens promissores do país continental. Dessa forma, como não poderia deixar de ser, a organização planeja um card estelar para sua estreia na nação. O card completo do BRAVE CF 46 foi anunciado e contará com o brasileiro Leonardo “Macarrão” na luta principal disputando o cinturão dos super leves, além de estrelas nacionais e internacionais.

Macarrão enfrentará o russo-barenita Eldar Eldarov, campeão da divisão até 75kg, na luta mais importante de sua carreira até aqui. Essa será a primeira vez que o cinturão da nova categoria de peso implementada pelo BRAVE CF será posto em jogo por seu campeão inaugural.

Na luta co-principal da noite, o ex-desafiante ao cinturão do UFC Ali Bagautinov fará sua estreia pelo BRAVE CF contra o compatriota russo Oleg Lichkovakha. Bagautinov é duas vezes campeão mundial de sambo e um dos mais importantes nomes das categorias mais leves na Rússia. Do outro lado do cage, Lichkovakha é uma jovem promessa do MMA russo, com apenas 24 e mais de 20 lutas profissionais, buscando chegar ao estrelato vencendo um veterano conhecido do público.

Além disso, o BRAVE CF 46 também contará com o retorno do veterano peso pesado Konstantin Erokhin, outro ex-UFC, que encara o perigoso quirguistanês Zhyrgalbek Chomonov. Também do Quirguistão vem o astro nacional Abdisalam Kubanychbek, que busca sua terceira vitória no BRAVE CF contra Jahongir Saidjamolov.

Outro grande nome do MMA russo que fará sua estreia pelo BRAVE CF no primeiro evento da organização em seu país-natal é Roman Bogatov, que recentemente enfrentou o brasileiro Leonardo Santos no UFC. Bogatov terá pela frente Nurzhan Akishev.

Por fim, um importante anúncio da organização no que diz respeito ao desenvolvimento de jovens talentos foi o da presença do bicampeão mundial de MMA amador Murtaza Talha no card. Murtaza vai enfrentar Dmitriy Kruvulets em uma luta com peso combinado de até 90kg.

O BRAVE CF 46 acontece no dia 16 de janeiro, na cidade de Sochi, na Rússia, e levará a promoção à marca de 21 países já visitados. O evento será realizado em associação com os organizadores locais da Krepost Selection.

Confira o card do BRAVE CF 46:
Título mundial peso super leve - Eldar Eldarov (12-1) vs Leonardo Mafra (15-5)
Peso combinado (59,5kg) - Ali Bagautinov (18-7) vs Oleg Lichkovakha (15-4-0, 2 NC)
Peso combinado (67 kg) - Roman Bogatov (10-1) vs Nurzhan Akishev (11-1)
Peso pesado - Konstantin Erokhin (9-4) vs Zhyrgalbek Chomonov (8-1)
Peso combinado (71kg) - Abdisalam Kubanychbek (16-3) vs Jahongir Saidjamolov (14-4)
Peso médio - Gamzat Khiramagomedov (9-1) vs Rustam Chsiev (3-2)
Peso combinado (68 kg) - Magomed Absudalamov (6-0) vs Andrey Lezhnev (19-9)
Peso combinado (90 kg) - Murtaza Talha (1-0) vs Dmitriy Krivulets (3-1)
Peso leve - Murad Bilarov (3-1) vs Fedor Babich (4-4)

Brasileiros Leonardo Macarrão e Luan Miau estarão em ação no BRAVE CF 46

Distrito de Seef, Bahrein - 14 de Dezembro de 2020

O BRAVE CF 46 marca a primeira visita do maior evento de MMA do Oriente Médio à Rússia. O card, que será realizado na cidade de Sochi, será encabeçado pela primeira defesa de cinturão do campeão da categoria peso super leve Eldar Eldarov. A organização anunciou que três dos mais importantes nomes da divisão até 75kg também vão estar presentes na programação, entre eles dois brasileiros: Leonardo Macarrão e Luan Miau.

Macarrão tem um cartel profissional de 15 vitórias e cinco derrotas. O participante da primeira temporada do reality show The Ultimate Fighter Brasil vem de uma das vitórias mais importantes de sua carreira, sobre Djamil Chan em Belo Horizonte (MG). Na ocasião, Mafra, que voltava após mais um ano parado devido a uma lesão no joelho, superou o holandês em sua estreia nos super leves.

Já Luan “Miau” Santiago é um velho conhecido dos fãs do BRAVE CF. O ex-campeão dos leves tem um cartel de 15 vitórias e quatro derrotas e recentemente decidiu subir de categoria, de 70kg para 75kg, tendo vencido sua estreia na nova divisão, diante do russo Gadzhimusa Gaziev.

Além da dupla brasileira, o BRAVE CF também confirmou que o belga Issa Isakov, importante nome do MMA amador do país que tem 6 vitórias e uma derrota como profissional, também estará no card em Sochi. A organização, no entanto, não informou se os confirmados vão se enfrentar ou se um deles será o desafiante ao título dos super leves. Mais informações são esperadas nas próximas semanas.

O BRAVE CF 46 acontece no dia 19 de janeiro, em Sochi, na Rússia, e acontece em parceria com a organização local Krepost Selection. Além dos nomes recém-anunciados, o card contará com alguns importantes nomes do MMA russo, como Roman Bogatov, Konstantin Erokhin e Ali Bagautinov.

BRAVE CF 46: brasileiros entre candidatos a desafiar campeão Eldar Eldarov na Rússia

Distrito de Seef, Bahrein - 11 de Dezembro de 2020

O primeiro evento na Rússia do BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio, será encabeçado pelo retorno do campeão da categoria super leve Eldar Eldarov, que fará sua primeira defesa de título na luta principal contra um adversário a ser confirmado.

O BRAVE CF se tornou a primeira organização de MMA global a adotar uma divisão intermediária entre o peso leve e o meio-médio, aumentando as oportunidades para atletas que tenham ficado no limbo entre as duas categorias e que, muitas vezes, se arriscavam com cortes de peso desgastantes e muitas vezes perigosos.

No intervalo entre a conquista de Eldar e sua primeira defesa, ainda a ser realizada, a divisão prosperou com inúmeros potenciais desafiantes aparecendo em condições de desafiar o campeão, mostrando que a nova categoria foi um sucesso.

Após ter dificuldades para bater o peso leve em suas últimas lutas, o ex-campeão dos leves Luan “Miau” Santiago teve sua primeira experiência no peso super leve no BRAVE CF 29, em novembro do ano passado. Sua performance impecável diante de Gadzhimusa Gaziev o encorajou a subir de divisão de forma permanente.

Luan é agora uma das principais opções para ocupar a vaga de desafiante ao título contra Eldar Eldarov, já que ele tem o histórico de campeão no BRAVE CF e a experiência necessária para o desafio de encabeçar o primeiro card da organização na Rússia.

Outro atleta que tem se saído muito bem desde que chegou ao peso super leve é o jovem francês Benoit St. Denis. Com sete lutas em sua carreira profissional, o ex-membro das forças especiais do exército da França teve uma ascensão meteórica, e a olhos vistos, em 2020.

St. Denis começou o ano com sua primeira vitória no BRAVE, com uma chave de joelho sobre Ivica Truscek. Em seguida, ele nocauteou o veterano Mario Saeed, colocando-se como um dos principais postulantes à posição de desafiante número um.

Ao lado deles, o ex-TUF Brasil Leonardo “Macarrão” Mafra também está na conversa, tendo vencido sua luta de estreia no peso super leve em agosto do ano passado, com uma dominante performance diante do holandês Djamil Chan.

Um veterano do MMA, Macarrão chamou a atenção para a importância da medida do BRAVE CF em solidificar uma divisão intermediária, a qual se encaixou perfeitamente para seu biotipo. Macarrão sempre se sentiu muito grande para o peso leve, mas muito pequeno para o peso meio-médio. O brasileiro já desafiou Eldarov diretamente em diversas oportunidades e seu nome tem sido levantado quando a organização anunciou a primeira metade da luta principal do BRAVE CF 46.

Por fim, o belga Issa Isakov também tem aparecido entre os postulantes ao título do peso super leve. Após seu início arrasador no BRAVE CF, com uma vitória sobre Rami Hamed, Isakov manteve a boa fase vencendo Djamil Chan.

O BRAVE CF 46 acontece na cidade de Sochi, Rússia, no dia 16 de janeiro, em parceria com a organização Krepost Selection. Além de Eldar Eldarov, outros importantes nomes do MMA russo foram confirmados, como Roman Bagatov, Konstantin Erokhin e Ali Bagautinov.

Gabriel ”Fly” quer desafiar ‘ex-futuro adversário’ Dumar Roa – desta vez, pelo título do BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 21 de Novembro de 2020

Após não poder viajar ao Bahrein para lutar no BRAVE CF 45 por ter contraído o covid-19, Gabriel ‘’Fly’’ viu seu adversário original Dumar Roa conquistar importante vitória no duelo principal do evento, diante do substituto inglês Ian Entwistle. Agora, o peso pena brasileiro espera ter sua chance de enfrentar o colombiano Roa - e quer que a luta seja pelo título vago dos penas.

Gabriel tem duas vitórias pelo BRAVE CF e é considerado um dos melhores de sua categoria no plantel do evento que mais cresce no mundo do MMA. Ele pretende ser recompensado com um title shot diante de seu adversário original.

Através das redes sociais, ‘’Fly’’ explicou que os fãs latinos do BRAVE CF merecem ver dois de seus principais expoentes se enfrentarem pelo título, já que Brasil e Colômbia juntos já sediaram seis shows da organização (quatro em território brasileiro e dois em solo colombiano).

‘’Quatro eventos no Brasil e dois na Colômbia. Os fãs brasileiros e colombianos merecem a disputa de um título mundial. Estamos prontos para representar nossos países e toda a América Latina em uma grande luta valendo o título mundial da organização global que mais cresce. Vamos fazer isso acontecer, será grande, será incrível, será BRAVE! Vamos lá!’’, escreveu Gabriel em suas redes sociais.

Por sua vez, Dumar Roa não fugiu ao desafio e comentou que também estava pronto para enfrentar o brasileiro pelo título. Anteriormente, ele já havia expressado desejo de lutar com Gabriel.

‘’Eu luto contra quem o BRAVE CF quiser. Se for o Gabriel, vamos lá, vamos lutar. Estou pronto’’, declarou o colombiano em entrevista pós-BRAVE CF 45.

BRAVE CF 45: Substituto de Gabriel ‘Fly’ se lesiona e Dumar Roa vence na luta principal

Distrito de Seef, Bahrein - 19 de Novembro de 2020

O BRAVE CF 45, realizado nesta quinta-feira no Bahrein e que marcou o fim da segunda parte da série “Kombat Kingdom”, em que a principal organização de MMA do Oriente Médio realiza eventos consecutivos em seu país-natal, terminou com uma luta em tom de mistério.

O ex-UFC Ian Entwistle foi chamado de última hora para substituir o brasileiro Gabriel “Fly” Miranda, diagnosticado com Covid-19 pouco antes de embarcar para o combate diante do colombiano Dumar Roa. Entwistle aceitou retornar ao MMA após quase quatro anos afastado e demonstrou rapidamente sua vontade de pisar novamente no cage.

Mal soou o gongo e o inglês partiu pra cima de Roa, tentando derrubá-lo com uma direita que acabou não pegando em cheio. Entwistle e Roa clincharam rapidamente e “Enty”, como ele também é conhecido, puxou o adversário para a guarda, partindo direto para uma chave de tornozelo.

Os dois ficaram por quase três minutos batalhando pela posição, com Entwistle variando entre tentativas de chaves de tornozelo, panturrilha e de joelho reta. Com muita luta, e também paciência, Dumar Roa se livrou da posição e foi para a posição de 100kg, mas, tão logo ele se colocou lateralmente ao rival, Entwistle bateu em desistência.

O árbitro Dec Larkin interferiu imediatamente, parando a luta, mas a dúvida seguiu pairando sobre todos os presentes e também os fãs acompanhando a transmissão ao vivo. O que teria feito com que “Enty” desistisse?

Pelo menos parte das respostas foram dadas logo após o fim do combate, com o corpo médico do BRAVE CF informando que o inglês sofreu uma lesão no joelho, possivelmente nos ligamentos. Porém, a natureza exata da lesão e, principalmente, em que momento ela foi sofrida, seguem ainda sem qualquer tipo de confirmação.

Com o triunfo, Dumar Roa chegou a sua segunda vitória consecutiva no BRAVE Combat Federation, ambas conseguidas atuando no Reino do Bahrein. Com o triunfo, “Corazón de Leon” levou seu cartel profissional a 15 vitórias e oito derrotas.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 45:

Dumar Roa venceu Ian Entwistle por TKO (lesão) - 2m47s - Round 1

Mohammed Said Maalem venceu Zvonimir Kralj por TKO (socos) - 3m50s - Round 1

Abdisalam Uulu Kubanychbek venceu Vagif Askerov por TKO (socos) - 3m33s - Round 1

Nkosi Ndebele venceu Zia Mashwani por TKO (socos e chutes) - 4m29s - Round 1

Murtaza Talha venceu Vadim Litvin por finalização (mata-leão) - 3m00s - Round 2

Akhmed Magomedov venceu Abdul Azim Badakhshi em decisão unânime dos juízes (3x 30-27)

Adon Ayoub venceu Isa Alameeri por finalização (chave de braço) - 2m34s - Round 2

Mohammed Zuhair venceu Ali Abuhamda em decisão unânime dos juízes (2x 30-27, 29-28)
--

BRAVE CF fará estreia histórica na Rússia em Janeiro de 2021

Sochi, Rússia - 9 de Novembro de 2020

Organização que mais cresce no mundo do MMA, o BRAVE Combat Federation anunciou mais um evento em um novo território. A promoção irá aterrisar em Sochi, na Rússia, no dia 16 de Janeiro de 2021, para mais um histórico show, o primeiro em território russo.

A Rússia se tornará o 21o país a receber um evento do BRAVE CF, que conta com diversas estrelas locais em seu elenco. São os casos, por exemplo, de Eldar Eldarov, russo-barenita campeão peso super leve, além de nomes como Ikram Aliskerov e Velimurad Alkhasov, ambos campeões mundiais de sambo, além do astro Muhammad Mokaev, que é russo-britânico e reconhecido como a maior promessa do MMA mundial no momento.

O BRAVE CF já visitou outros 20 países em quatro anos de operações, começando por sua casa no Reino do Bahrein, e visitando também o Brasil em quatro oportunidades (o BRAVE CF 3, disputado em Curitiba, foi o primeiro show organizado fora do Bahrein). Além de Bahrein e Brasil, o BRAVE CF já organizou eventos nos Emirados Árabes Unidos, Índia, Cazaquistão, México, Jordânia, Indonésia, Irlanda do Norte, Marrocos, Colômbia, Paquistão, África do Sul, Arábia Saudita, Filipinas, Inglaterra, Romênia, Quirguistão, Eslovênia e Suécia.

As lutas do histórico card do BRAVE CF na Rússia serão divulgadas nas próximas semanas e o evento será conduzido com o apoio da organização local Krepost Selection.

BRAVE CF 44: Campeão Cleiton Predador é nocauteado e estende “maldição” de

Distrito de Seef, Bahrain - 5 de Novembro de 2020

Quando Cleiton Predador pisou no cage na luta principal do BRAVE CF 44, nesta quinta-feira (5), no Bahrein, ele tinha pela frente dois grandes tabus pela frente: nunca um campeão dos pesos leves do BRAVE Combat Federation defendeu seu cinturão com sucesso e nunca antes um brasileiro venceu uma luta pelo título atuando no Bahrein. Ao fim do combate, as duas marcas seguiram intactas.

Mesmo apontado como favorito e levando vantagem física no duelo, Predador acabou sendo vítima do bom jogo de chão do franco-tunisiano Amin Ayoub, seu adversário na noite.

Durante os primeiros rounds, Predador até tentou, combinando golpes potentes na trocação e tentativas de queda, mas, sempre que acabaram no chão, Ayoub foi o agressor, inclusive chegando próximo da finalização por algumas vezes.

No fim do terceiro round, Ayoub conectou uma boa sequência de uppercuts no campeão, que foi bastante abalado para seu corner durante o intervalo. Predador carregou o dano para o quarto round e não resistiu a uma nova sequência do rival, que desta vez o levou ao chão. Ayoub ainda desferiu mais alguns golpes no ground and pound antes da interrupção do árbitro central Dec Larkin.

Agora, Predador se junta aos conterrâneos Lucas Mineiro, Marcel Adur, Daniel Gaúcho e Felipe Efrain que também foram derrotados em lutas valendo o cinturão realizadas no Bahrein. Entretanto, somente Lucas e Daniel eram campeões e perderam seus títulos no país como Cleiton.

Confira abaixo todos os resultados do BRAVE CF 44:

Cinturão peso leve - Amin Ayoub nocauteou Cleiton Silva no Round 4

Peso meio-médio - Abdoul Abdouraguimov finalizou (katagatame) Louis Glismann a 2m50s do R1

Peso leve - Rolando Dy venceu John Brewin em decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio - Mzwandile Hlongwa venceu Dom Schober por nocaute técnico (interrupção médica) no fim do Round 2

Peso galo - Bair Stehpin venceu Gerson Pereira por nocaute técnico (interrupção médica) no fim do Round 1

Peso leve - Yann Liasse venceu Abbas Khan por nocaute técnico a 3m07s do Round 1

Peso combinado amador - Mohammed Sameer def. Toni Bourached em decisão dividida dos jurados (29-28, 28-29, 29-28)

Peso mosca amador - Mohammed Salah Almuamari venceu Mohammad Tawfeeq Almherat em decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28, 29-28)