Lucas Mineiro volta ao peso leve e encara russo no BRAVE CF 35, no Brasil

Ex-campeão dos pesos leves do BRAVE CF, o brasileiro Lucas “Mineiro” Martins está de volta à categoria que o consagrou na organização - após rápida passagem pelos pesos penas em 2019. A volta de Mineiro aos 70,3 kg ocorrerá no retorno da maior organização de MMA do Oriente Médio ao Brasil, em março.

O adversário de Lucas Martins será o russo Abdul-Rakhman Makhazhiev. “Soulman”, como também é conhecido, vem de uma vitória rápida em sua estreia na organização, em
dezembro do ano passado, no Quirguistão. Na ocasião, Makhazhiev finalizou Sanzhar Azhibaev ainda no primeiro assalto e ampliou seu cartel profissional para nove vitórias e
cinco derrotas.

Com 20 vitórias e apenas cinco derrotas em sua carreira, Lucas Mineiro chegou ao BRAVE CF ainda nos primórdios da organização e rapidamente se estabeleceu como um dos principais nomes do evento. Em sua mais recente aparição do cage do BRAVE CF, Mineiro desceu de peso e desafiou Bubba Jenkins pelo título mundial, em julho de 2019. Na ocasiãoo brasileiro acabou superado pelo rival norte-americano, em combate realizado na cidade de Londres (Inglaterra).

O BRAVE 35 acontece no dia 25 de março, em Balneário Camboriú. O evento marca a quinta visita da maior organização de MMA do Oriente Médio ao país, fazendo com que o Brasil empate com o Bahrein (casa do BRAVE) como nação com mais edições realizadas na história.

A luta principal da noite, a primeira realizada pelo organização no Brasil fora de Curitiba (PR) ou Belo Horizonte (MG), marcará a primeira defesa de cinturão do campeão dos pesos leves Cleiton “Predador” Silva, diante do sueco Guram Kutateladze.

Promessas e veterano do MMA brasileiro são confirmados no BRAVE CF 35

O retorno do BRAVE Combat Federation ao Brasil segue a todo vapor. O maior evento de MMA do Oriente Médio fará um show no país pela quinta vez no dia 28 de março, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Neste fim de semana, a organização do evento divulgou mais duas grandes lutas. No peso pena, Gabriel "Fly" recebe o veterano Rafael "Morcego, que fará sua estreia no BRAVE CF; enquanto entre os galos Daniel "Willycat" enfrenta o alemão Rany Saadeh.

Gabriel "Fly" tem se destacado em sua categoria desde que assinou com o BRAVE CF, em 2018. Pupilo de Cristiano Marcello na CM System, ele tem duas vitórias na companhia, ambas por guilhotina. Ele terá o grande teste de sua carreira diante de "Morcego", que fez seu nome em eventos americanos e orientais e tem 38 lutas profissionais, com 31 vitórias e apenas sete derrotas.

Daniel, por sua vez, chega à sua primeira luta pelo BRAVE CF no Brasil credenciado por uma grande atuação em sua estreia. Lutando no Quirguistão, "Willycat" dominou e finalizou Nizambek Zhunus com um armlock no primeiro assalto. Agora, o pupilo de Diego Lima na Chute Boxe irá enfrentar Rany Saadeh, que já foi campeão europeu, mas vem de derrota na sua estreia.

O BRAVE CF 35 marcará a quinta vez da organização de MMA que mais cresce no mundo em território brasileiro. Em 2017, a promoção fez dois shows em Curitiba, além de dois eventos em Belo Horizonte, um em 2018 e outro em 2019. O Brasil se tornará, ao lado do Bahrein, a casa mais frequente do BRAVE CF. A estreia em Balneário Camboriú será liderada pela primeira defesa do cinturão de Cleiton "Predador", que enfrenta o sueco Guram Kutateladze entre os leves.

Ex-campeão Luan “Miau” enfrenta francês Amin Ayoub no BRAVE CF 35

Luan "Miau" Santiago é mais um grande nome confirmado para o retorno do BRAVE Combat Federation ao Brasil. O ex-campeão peso leve receberá o francês Amin Ayoub no card principal do BRAVE CF 35, evento que ocorre em Balneário Camboriú, no dia 28 de março. A informação foi divulgada por oficiais da organização nesta sexta-feira.

Dono do Nocaute do Ano no BRAVE CF em 2019, "Miau" conquistou o título em abril diante de Abdul-Kareem Al-Selwady, desferindo uma cotovelada giratória que viralizou mundo afora. Meses depois, porém, ele perdeu o cinturão para o arquirrival Cleiton "Predador" no BRAVE CF 25, em Belo Horizonte.

Em novembro do ano passado, Luan subiu de categoria e se aventurou no superleve, onde conquistou expressiva vitória sobre o russo Gadzhimusa Gaziev no Bahrein, fechando o ano no positivo.

Agora, ele retorna ao peso leve para seguir na caçada a "Predador". Para isso, porém, Santiago terá que passar pelo perigoso Ayoub. Ex-campeão regional em duas categorias, "Fierceness" vem de seis vitórias seguidas e estreou no BRAVE CF com vitória por finalização sobre Djamil Chan na África do Sul.

O BRAVE CF 35 marcará a quinta vez no Brasil da organização que mais cresce no mundo do MMA. O evento será encabeçado pela primeira defesa do cinturão de Cleiton "Predador", que enfrenta Guram Kutateladze. Nos próximos dias, o BRAVE Combat Federation deve divulgar mais nomes de peso para o primeiro show em Balneário Camboriú, após duas visitas a Belo Horizonte e duas a Curitiba.

Veja o trailer do duelo Santiago vs Ayoub - https://www.instagram.com/p/B8RAQIDHuZg/

BRAVE CF anuncia retorno ao Brasil com estreia em Balneário Camboriú

Organização de MMA que mais cresce no mundo, o BRAVE Combat Federation renovará seu compromisso com a cena do esporte no Brasil ao retornar ao país em 2020. O BRAVE CF fará sua estreia em Balneário Camboriú no dia 28 de março, após dois eventos em Curitiba e mais dois em Belo Horizonte desde 2017.

Com o evento em Balneário, o Brasil se iguala ao Bahrein como país que mais recebeu eventos do BRAVE CF. Além disso, a organização deverá adicionar aos 77 lutadores brasileiros que já defenderam a bandeira do país no cage do BRAVE CF, apesar de nenhuma luta estar confirmada para o show.

O Brasil também pode se orgulhar de ter sido o primeiro país fora do Reino do Bahrein a receber eventos do BRAVE CF. Em março de 2017, o BRAVE CF 3 abriu o caminho para mais shows internacionais. Hoje, o BRAVE CF já visitou outras 16 localidades em 33 eventos - no próximo dia 19 de janeiro, o BRAVE CF 34 marcará a estreia da promoção na Eslovênia.

Alguns meses depois, em agosto de 2017, o BRAVE CF organizou a primeira disputa de título mundial entre estrangeiros em solo brasileiro. Na ocasião, Carlston Harris, da Guiana, venceu o inglês Carl Booth e se tornou campeão meio-médio.

Atualmente, o Brasil conta com dois campeões brasileiros - no peso leve, Cleiton "Predador" é o dono do cinturão, enquanto Daniel "Gaúcho" reina na divisão dos médios.