Arrendamentos portuários devem gerar mais R$ 1 bilhão de investimentos no Porto de Paranaguá

Porto também terá a primeira concessão de manutenção do canal aquaviário,
com outros R$ 5 bi de investimentos
A assinatura do contrato de arrendamento do terminal portuário PAR12, com investimento privado previsto de R$ 22,2 milhões, nesta terça-feira (18), representa apenas uma pequena fração do que está por vir pela frente em relação à contratação de investimentos no Porto de Paranaguá (PR).

Até o fim de 2022, outros cinco projetos de arrendamentos devem assegurar mais de R$ 1 bilhão em melhorias e capacitação no porto paranaense. Além disso, mais R$ 5 bilhões são esperados com a concessão do canal de acesso aquaviário do complexo, que está em fase inicial de estudos do projeto.

"O Porto de Paranaguá tem sempre se destacado, com a segunda maior movimentação do Brasil, excelentes resultados e movimentações recordes", destacou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. "Mais uma vez apresenta uma ousadia por ser o primeiro porto a ter uma com a concessão de manutenção de canal. Algo inédito e nada melhor do que fazer isso em Paranaguá."

VEÍCULOS - No PAR12, que passa a ser administrado pela empresa Ascensus Gestão e Participações, são esperados R$ 22,2 milhões para a movimentação e armazenagem de autoveículos (veículos, comerciais leves, caminhões, tratores e ônibus) no terminal. São mais de 74 mil metros quadrados de área e capacidade estática para quatro mil veículos - e armazenagem anual de 120 mil veículos - para atender as montadoras instaladas no país.

"Esse evento marca algo extremamente simbólico para o Ministério da Infraestrutura, à medida em que caminhamos para uma reassunção de autonomia local de gestão pelos portos do Brasil, tendo em vista ser o primeiro contrato celebrado por autoridade portuária com competência delegada pelo Governo Federal", completou o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, que classificou a assinatura como um "dia histórico para o setor portuário brasileiro".

O próximo arrendamento previsto para o porto é o do terminal PAR32, já em análise no TCU, destinado à movimentação de carga geral, com um aporte de pelo menos R$ 28,5 milhões. Outra área, a PAR50, voltada a granéis líquidos (combustível), pode render investimentos de quase R$ 340 milhões. O PAR15 (em estudos), utilizado para movimentação e armazenagem de granéis vegetais, outros R$ 590 milhões.

Juntos, os três terminais têm a capacidade de gerar mais de 14 mil vagas de emprego ao longo dos contratos. Além disso, também estão em fase de estudos os arrendamentos dos terminais PAR09 e PAR14, ambos de granéis vegetais.

Imposto de Renda: o que você precisa saber antes de declarar

Especialista dá dicas importantes sobre o processo anual que, apesar de fazer parte da vida dos brasileiros, exige muitos cuidados

CURITIBA, 24/02/2021 – Faltando poucos dias para o início da entrega da declaração do Imposto de Renda 2021, previsto para 1º de março, algumas dúvidas já começam a surgir. Quem precisa declarar? Como funciona a restituição? Ou até mesmo, o que é o Imposto de Renda? De acordo com Pedro Salanek, coordenador dos cursos de finanças do ISAE Escola de Negócios, o imposto de renda é o valor anual recolhido pelo Governo Federal descontado do rendimento de pessoas físicas e jurídicas. O processo precisa ser finalizado e entregue até o dia 30 de abril.

Durante o período, quem possui renda inferior ao valor mínimo definido pelo governo (R$ 1.999,18 por mês) e não possuir outras fontes de renda, não precisam fazer a declaração comprovativa dos rendimentos. “Pessoas que possuem imóvel com valor acima de R$ 300 mil, independente se receberam ou não o rendimento mínimo, precisam declarar”, explica o especialista. “Outros tipos de capital e atividade rural também precisam ser declaradas”, complementa.

Neste período anterior ao prazo de entrega, o especialista sugere que as pessoas busquem ter todos os documentos necessários para a declaração do imposto de renda em mãos, como comprovantes de rendimento, extratos bancários, despesas essenciais e dados de alteração de patrimônio, como compra e venda de imóveis e carros. “Se a pessoa paga todos os seus impostos e, com o ajuste da declaração no final do ano, em função das suas despesas médicas, com educação, com seus dependentes, o valor pago acabou sendo maior do que deveria, ela ainda tem direito a restituir parte dessa quantia”, explica.

Porém, é necessário que a declaração esteja preenchida corretamente. Caso não exista nenhuma irregularidade e nenhum questionamento a respeito de suas tributações, esse dinheiro é liberado pelo governo. Para a declaração, o contribuinte deve fornecer, por exemplo, dados como rendimentos tributáveis, saldo bancário, bens que adquiriu durante o ano, pagamentos, doações efetuadas e renda variável.

É necessário enviar uma série de documentos, como dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento, endereço atualizado, cópia da última Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) entregue, atividade profissional exercida atualmente, entre outros diversos.

Segundo o especialista, dentro do site da Receita Federal, a cada mês é possível saber quais as declarações que já estão liberadas para a restituição. “As restituições serão feitas entre junho e dezembro para declarações dentro do prazo e que não caíram na malha fina. Assim o contribuinte pode passar a fazer essa consulta todo dia 15 de cada mês, para ver quais os lotes o governo vai liberar”, completa Pedro Salanek.

Durante passagem por Pernambuco, Alvaro Garnero discute o futuro do turismo com profissionais locais

Empresário, embaixador do turismo no Brasil e apresentador do programa "50 por 1", que tem temporada dedicada aos destinos nacionais, aproveitou sua passagem por Recife para encontrar o governador e o secretário de turismo do estado

Clique para Download
link.php?code=bDpfX19JTUdfX184JTNERVdNNGNEWjBvamNpNVNidk5tTGhKbmNsUkhRcHhHYmxOV2RzRldiaE4zY2w1V1kycEROMU1qTXlrVE15UXpNNmNXWndwbUwzOUdid0FUWjNZMk4yUUdNNVFUT3hrek1sVm1OMEVEWmhkak5rSjJNeVFETTFBalJ5VUNNMUFqUnlVU016UVRPR0pUSjVRak54RXpYdFVUTXQ4VmJ2Tm1MeUJYYnRrbVJ5VWlSeVVTUXpVeWN3Ukhkb3BUTjozNDIxOTIyMzU0OnZhbmVzc2FtYWx1Y2VsbGlAdGVycmEuY29tLmJyOmQzNzc1ZA==
Clique para Download
link.php?code=bDpfX19JTUdfX184JTNERVdaM0lXT2lwamNpNVNidk5tTGhKbmNsUkhRcHhHYmxOV2RzRldiaE4zY2w1V1kycEROMU1qTXlrVE15UXpNNmNXWndwbUwzOUdiaWRqWTVFak56WVdPMGtUWm1oek5rRldPNWN6WXlJMk4xWWpaaEpET2pWbVJ5VUNPalZtUnlVU016UVRPR0pUSjVRak54RXpYdFVUTXQ4VmJ2Tm1MeUJYYnRrbVJ5VWlSeVVTUXpVeWN3Ukhkb3BqTjozNDIxOTIyMzU0OnZhbmVzc2FtYWx1Y2VsbGlAdGVycmEuY29tLmJyOjc1ZWYwYw==
Na manhã desta sexta-feira, dia 22, o empresário, apresentador de televisão e atual embaixador do turismo no Brasil, Alvaro Garnero, aproveitou um momento de suas férias em Recife, Pernambuco, para se encontrar com Paulo Câmara, atual governador de estado, Rodrigo Novaes, secretário de turismo de Pernambuco, e Rodrigo Cavalheira, secretário de relações institucionais do município pernambucano de São José da Coroa Grande, para discutirem suas perspectivas para o setor em 2021 e a importância de fomentar o turismo no país.

A convite do governador, os empresários aproveitaram um café da manhã no Palácio Campo das Princesas, sede do poder executivo brasileiro em Pernambuco, localizada em Recife. Durante o papo, Alvaro pontuou sobre seu desejo de incluir o estado na nova temporada de seu programa de viagens na Record TV, ‘50 por 1’, e de potencializar o turismo nacional, principalmente por parte dos próprios brasileiros, que não conhecem todas as belezas escondidas pelo país. "O principal objetivo da nova temporada do programa é mostrar destinos diferentes dos conhecidos por todos. Evidenciar a diversidade cultural junto a oportunidade de aprender mais sobre a nossa história, para que assim, possamos conhecer o nosso país por completo, e exaltar as belezas locais", destaca Alvaro.

O programa de viagens, que semanalmente atinge picos de audiência, estreou sua 12ª temporada na Record no último dia 10. A atração é exibida aos domingos durante o Domingo Espetacular, e traz como primeiro destino a chamada Rota das Emoções, roteiro nordestino que oferece aos visitantes uma natureza exuberante, com cenários de tirar o fôlego, além de forte envolvimento com a cultura local em um percurso de 500 km, que cruza 14 municípios dos estados do Ceará, Piauí e Maranhão.