Como São João inspirou a criação das notas musicais

História curiosa envolve o universo musical e as festas juninas

“Cai cai balão, cai cai balão, aqui na minha mão, não cai não, não cai não, não cai não, cai na rua do sabão”, quem nunca ouviu essa canção? As músicas juninas são parte essencial das comemorações de São João, mas você sabe a importância dessa data para o universo musical?

A professora de Música do Colégio Marista Anjo da Guarda, em Curitiba, Andréa Bernardini, conta uma história curiosa envolvendo música e festa de São João: “As notas musicais que conhecemos hoje (dó, ré, mi, fá, sol, lá e si) foram batizadas partindo de um texto sagrado em latim do hino a São João Batista, feito há mais de 1.200 anos”, revela.

A partir deste poema, há cerca de 1 mil anos, um monge chamado italiano Guido d'Arezzo (992 — 1050) utilizou as sílabas iniciais de cada verso para dar nome aos sons pra facilitar o solfejo. O monge dava aulas de coro e era difícil cantar os sons sem ter um nome. Ao longo do tempo, o sistema de d'Arezzo sofreu algumas pequenas transformações: a nota Ut passou a ser chamada de dó, para facilitar o canto com a terminação da sílaba em vogal.

Hoje, as músicas não podem faltar em qualquer festa, sejam tocadas ao vivo com instrumentos tradicionais como zabumba, sanfona, triangulo, ou reproduzidas por aparelhos eletrônicos. Algumas das mais famosas são “Olha Pro Céu” e “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, “Isso Aqui Tá Bom Demais”, de Dominguinhos e diversas outras que já fazem parte do cancioneiro popular.

Sobre a Rede Marista de Colégios: A Rede Marista de Colégios (RMC) está presente no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.

Produção da Rede Lojacorr aumenta 27,75% no semestre

84% das corretoras cresceram no acumulado do ano e a Rede conquista 103 novas corretoras de seguros para o ecossistema

CURITIBA – JULHO DE 2020 – LIDE MULTIMÍDIA – A produção do semestre foi 27,75% superior ao mesmo período do ano passado na Rede Lojacorr, maior rede de corretoras de seguros independentes do País. O total acumulado do ano (jan-jun) ficou em R$ 347,7 milhões. A produção de seguros até 30 de junho ficou em R$ 292 milhões (+17%). A produção de consórcios até 30 de junho ficou em R$ 20 milhões (+10,69%). Os demais segmentos tiveram produção de R$ 34 milhões (+1044%). Apenas em junho, o resultado foi de R$ 57.923.991,52 na produção, sendo comercializados em Seguros R$ 50.536.889,19 (+22,63%); Consórcios R$ 5.024.669,00 (+19,07%) e Demais Segmentos R$ 2.362.433,33 (+1.532,46%), índices comparados ao mesmo mês do ano de 2019.

Os principais ramos comercializados cresceram, entre eles: Rural 341%, Transporte 100%, Riscos de Engenharia 77%, Saúde 68%, Vida 57%, RD Equipamentos 45%, Prestamista 29%, Auto Frota 28%, Responsabilidade Civil 20% e Residencial 15%; sendo que 84% das corretoras da Rede cresceram, com destaque para: SACS (Criciúma/SC), Afirmativa (Ipatinga/MG), Rosa Tavares (Itumbiara/GO), Probem (Campo Grande/MS), Silveira (Blumenau/SC), Forte Brasil (Curitiba/PR), A3 MG (Governador Valadares/MG), Sempre Bem (Belo Horizonte/MG), Opipari (Poços de Caldas/MG) e New Top Seg (Muriaé/MG).

Além disso, 42 Unidades também apresentaram aumento. As Top 10 foram: Vale do Aço/MG, Sul de Minas/MG, Campo Grande/MS, Belo Horizonte/MG, Mato Grosso/MT, Oeste do Paraná/PR, Campinas/SP, Itajaí/SC, Maringá/PR e Belém/PA; e 90% dentre as principais companhias parceiras também tiveram alta, com destaque para: Mitsui, Zurich, Tokio Marine, Alfa, SulAmérica, Bradesco, Liberty, HDI Sompo e Unimed.

De acordo com o diretor Comercial da Rede Lojacorr, Geniomar Pereira, o crescimento de dois dígitos nessa fase é um grande feito perante a economia nacional. “Obtivemos uma performance sensacional, que comprova a superação, o foco e a força da Rede”, destaca o gestor, que comemora ainda a entrada de 22 novas corretoras de seguros para a Rede no mês de junho. No acumulado do ano, foram 103 novas corretoras de seguros que entraram na Rede.

Em junho, os planos de consórcios da Rede Lojacorr Consórcios, administrada pela BR Consórcios, também apresentaram crescimento, sendo 19,07% mais que junho de 2019, tornando-se a 2ª melhor performance de 2020.

Geniomar Pereira explica que o trabalho de medição diária dos resultados continua sendo feito, pois tem mostrado que esse tem sido um bom caminho para alcançar os objetivos. “Continuará sendo de extrema importância a mensuração diária, para saber fidedignamente sobre os movimentos, como por exemplo: da produção, dos protocolos, dos cancelamentos, do percentual de renovação, sobre qual companhia indica a maior perda e de qualquer outro indicador que faça sentido para uma rápida tomada de decisão. A dedicação terá que permanecer intensa”, finaliza.

Sobre a Rede Lojacorr: A Lojacorr é a maior Rede de Corretoras de Seguros Independentes do Brasil. Por meio do seu modelo de negócios disruptivo, realiza a intermediação entre corretoras de seguros e as seguradoras, disponibilizando suporte operacional, comercial e estratégico. Fundada em 1996, a empresa se dedica para oferecer as melhores soluções em distribuição de seguros e produtos financeiros às corretoras e clientes. Presente em 22 estados e no Distrito Federal, por meio de 55 Unidades de Negócios, as 360 mil apólices ativas, foram comercializadas por 3.330 profissionais de seguros, que atuam em mais de 3600 municípios. Tendo como sede administrativa, Curitiba (PR) e sede comercial em São Paulo (SP), a Rede Lojacorr conta também com 220 colaboradores. A Rede Lojacorr está entre as empresas emergentes do Sul e é certificada pelo Great Place to Work.

Mês da Pizza

Pizza Hut convoca Marco Luque para celebrar o Mês da Pizza

Maior rede de pizzarias do mundo prepara promoções e ações especiais, incluindo lives e delivery com o humorista para levar diversão e leveza aos brasileiros

 

Campanha Hut Comedy da Pizza Hut traz o humorista Marco Luque

 

Celebrado mundialmente, o Dia da Pizza homenageia a famosa “redonda” no dia 10 de julho (sexta-feira). Nesse ano, a Pizza Hut, maior rede de pizzarias, vai estender as comemorações ao longo do mês com uma série de promoções e ações especiais. A iniciativa, uma criação da Greenz, começa com a campanha “Hut Comedy”, estrelada pelo humorista Marco Luque em todos os canais digitais da marca.

Reconhecido como um dos principais artistas da categoria e por personagens de sucesso na TV e na internet, Luque terá a missão de, junto com a Pizza Hut, proporcionar momentos de diversão e leveza para os apaixonados por pizza que, diante do atual cenário, seguem cumprindo o distanciamento social em suas casas e enfrentando esse momento tão desafiador. O humorista produzirá vídeos explorando diversas situações cotidianas relacionadas à experiência de comer pizza. A primeira interação ocorreu nesse domingo (5) num teaser, quando o humorista deu pistas sobre o que os consumidores podem esperar dessa campanha. Confira: www.instagram.com/p/CCRojrmlDHF

No Dia da Pizza (10/07) e na sexta-feira seguinte (17), às 19h, Marco Luque realizará lives no formato stand-up, patrocinadas pela marca. Os encontros acontecerão no Instagram (www.instagram.com/marcoluque), onde o público poderá interagir e se divertir com o artista. Durante esta semana, uma família será escolhida nas redes sociais da Pizza Hut para ser surpreendida pelo humorista, que fará a entrega de um pedido na casa do cliente, caracterizado por um de seus personagens mais icônicos. O resultado desse delivery poderá ser conferido em um filme, também no dia 10, nas redes sociais da marca.

Além da participação especial de Luque como protagonista da campanha, o Mês da Pizza da Pizza Hut traz ofertas acessíveis, com itens compostos de massa Pan fresca, com o diferencial da preparação diária em cada unidade, indicadas para diferentes momentos de consumo, e entrega segura pelo delivery. Entre as promoções, a Hut Box, combo com três caixas incluindo entrada, prato principal e sobremesa, é indicada para quatro pessoas, com desconto de até 40%. Além da oferta Sabor em Dobro, com sabores selecionados em dose dupla. Entre os dias 6 e 10 de julho, os consumidores terão frete grátis nos pedidos feitos pelo site www.pizzahut.com.br.

Hut Box da Pizza Hut

Rodrigo Munaretto, diretor de Marketing da Pizza Hut Brasil, destaca a ampliação das iniciativas para além do Dia da Pizza: “Este ano, o Dia da Pizza não terá aquele momento de confraternização tão aguardado em família em nossas unidades. Porém, encontramos algumas maneiras de levar a nossa qualidade e acessibilidade para os brasileiros. Toda ação que planejamos passa pela análise de pesquisas com os consumidores. Nas últimas semanas, o Marco Luque foi o nome escolhido para participar desse projeto especial que levará alegria e conforto neste momento de restrição social”, comenta o executivo.

“Criamos a campanha Hut Comedy para proporcionar aos clientes da Pizza Hut um espaço no tempo de alívio e alegria, em meio ao distanciamento social. Porque comer pizza sempre foi um momento de descontração, união e celebração. E desde que começamos a trabalhar a marca, colocamos o pé no território do humor e da diversão. Por isso, em conjunto, decidimos que era o momento adequado para incentivar ainda mais essa frente”, finaliza Fábio Meneghati, CEO da aceleradora Greenz.

Cardápio Pizza Hut

Com cerca de 50 itens, o cardápio de Pizza Hut apresenta variadas opções de pizzas com massa preparada diariamente, o que torna o sabor único. Os breadsticks e a pizza de Pepperoni com borda Cheesy Pop estão entre os itens mais pedidos. Há também opções como Supreme, Brasileira, Corn & Bacon, Mussarela. De sobremesa, a dica é pedir as versões individuais de Ovomaltine e Brigadeiro.

Ficha Técnica

Agência: Greenz

Cliente: Pizza Hut

Título: Hut Comedy

CEO: Fábio Meneghati

CCO: PH Gomes

CDO: Marcelo Coffani

Criação: PH Gomes e Denis Scorsato

Atendimento: Pedro Martinez, Gabriela Seabra e Laisse Moraes

Social Media: Beatriz Santiloni e Julia Alencar

Influenciadores: Ariani Schunk

Mídia: Elisete Casares, Ricardo Shiro, Rafael Haron e Danilo Nagy

Aprovação do cliente: Fabiano Strelow, Rodrigo Munaretto e Willian Sampaio

 

Sobre a Pizza Hut

Criada em 1958 nos EUA, a Pizza Hut, maior rede de pizzaria do mundo, está no Brasil desde 1989. No país, a Pizza Hut faz parte da IMC - International Meal Company - empresa também detentora das marcas KFC, Frango Assado, Viena, Olive Garden, entre outras.

Saiba mais sobre a Pizza Hut Brasil:

Site: www.pizzahut.com.br

Instagram: www.instagram.com/pizzahutbrasil  

Facebook: www.facebook.com/pizzahutbrasil

V

Sala presidencial apresenta conceito de formalidade diferenciado, em projeto com a parceria da Florense Carlos de Carvalho

Sala presidencial com 200m² apresenta cozinha, dois livings e escritório totalmente integrados e com mobiliário da Florense Carlos de Carvalho

Para atender a demanda de um projeto empresarial, que na sua essência já desenvolve atividades exclusivas, os profissionais Ciro Scheraiber e Felipe Saia desenvolveram o conceito da empresa também na arquitetura. O resultado deu origem a uma sala presidencial com 200m², que integra dois livings, um escritório, uma sala de reunião e uma cozinha. Esse ambiente foi a proposta para um projeto sofisticado e aconchegante para o cliente, mas que não perdesse a formalidade do ambiente.

Localizado em uma área nobre de Curitiba (PR), próximo ao tradicional Parque Barigui da capital, o escritório da clínica de recalibração interdimensional está localizado na cobertura do edifício, e contempla 400m². “Criamos um espaço sério, mas com o aconchego de um lar, com espaços sofisticados, mas sem a rigidez do ambiente presidencial, e, principalmente, um local que transmitisse a essência em cada pedacinho. O conceito da clínica envolve procedimentos abstratos, mas que tridimensionalizamos para o design de interiores”, relata o arquiteto Felipe Saia.

Em um ano de obra, o escritório precisou criar um ambiente moderno, que revelasse através da arquitetura as mesmas características da empresa: inovadora e elegante. “Fizemos uma proposta que envolveu a modernidade nos detalhes e nos sistemas construtivos e a sofisticação deixamos para os móveis e painéis”, acrescenta Saia. Para que o projeto atendesse a demanda do cliente, foram utilizados o mobiliário high end da Florense, da loja da Carlos de Carvalho, em Curitiba (PR). A marca italiana desenvolveu o balcão do escritório e os móveis da cozinha com o acabamento High Gloss Branco, Laminado BP Grafite e destaque para as portas de vidro Pitanga. “Tivemos um grande prazer em ter a Florense executando esse sonho conosco. Nos auxiliaram muito no desenvolvimento dos sistemas construtivos e executaram perfeitamente o que nós e os nossos clientes havíamos planejado”, acrescenta o arquiteto.

Para integrar os ambientes, os arquitetos utilizaram a madeira, tanto nos pisos, quanto nas paredes e tetos, acrescentando conforto ao ambiente. Um dos destaques do escritório, foi o uso de trilhos e canaletas pretas no forro, para a iluminação. “Essa solução veio para destacar a linguagem moderna da empresa, contrastando com os revestimentos de madeira mais tradicionais”, diz Felipe. Além disso, o projeto de automação desenvolveu 90 pontos de iluminação independentes, para criar diversas cenas na sala da presidência. É nesse ambiente, que os arquitetos também criaram um pergolado de 60m², para embutir o sistema de iluminação e criar uma atmosfera mais acolhedora.

Além da sala presidencial, os arquitetos desenvolveram o restante do escritório, que conta com mais salas administrativas e outra cozinha para os colaboradores. Nesses ambientes, que completam os outros 200m² da clínica, a Florense Carlos de Carvalho também desenvolveu o mobiliário fixo, para a dupla de arquitetos que é parceira da loja.

Sobre a Florense Carlos de Carvalho

A Florense Carlos de Carvalho está no mercado de luxo curitibano há 32 anos. É referência em mobiliário high end, design e arquitetura com peças exclusivas e com acabamentos diferenciados. A franquia é uma empresa brasileira com raízes italianas, design internacional e processos produtivos ecologicamente corretos, onde tecnologia de ponta e trabalho artesanal (fatto a mano) vibram na mesma sintonia para gerar móveis de finíssimo acabamento. Com uma marca autoral, que domina todos os processos industriais e opera pelo sistema custom made, personaliza cada projeto como uma grande marcenaria fina, com flexibilidade de medidas, variedade de materiais nobres e centenas de padrões de acabamentos.

Serviço
Florense Carlos de Carvalho
Endereço: Alameda Carlos de Carvalho, 1301, Batel – Curitiba (PR)
Telefone: 3013-1010
Site: www.florense.com
Instagram: @florensecarlosdecarvalho

Semana da Pizza: Domino’s usa detector de mentiras para teste com consumidores

Campanha ‘Bom pra K*Alho’ inclui pizza de pão de alho no cardápio de toda as lojas

Atendendo a pedidos, pizza de Pão de Alho para todo o país! No mês em que se comemora o Dia da Pizza (10.06), a Domino’s - maior rede de pizzarias do mundo - inclui no cardápio o sabor comemorativo da sua loja 300, que foi inaugurada em março, em São Paulo. Para lançar nacionalmente essa paixão dos brasileiros, a rede promoveu um verdadeiro interrogatório – com uso de um polígrafo - a um time de consumidores. A ideia era testar e aprovar o novo sabor, mas as reações foram tão engraçadas que acabaram virando uma campanha. As cenas com o detector de mentiras estão nas redes sociais, sem cortes, mostrando como os voluntários reagiram.
“Sabe o que é melhor do que pão de alho? PIZZA DE PÃO DE ALHO! É BOM PRA K*ALHO! Tão bom que batizamos assim a nossa campanha”, diz Edwin Junior, diretor de Marketing da Domino’s Brasil. “Impossível dizer que não gostou! Não adianta mentir sobre essa delícia e o teste do polígrafo mostra justamente isso”.
Os testes acontecem em um ambiente misterioso, no melhor estilo das séries investigativas americanas, com um psicólogo forense especialista em trazer verdades. A ação foi pensada pela Avellar Media e foi gravada antes da pandemia. A pizza de pão de alho estará disponível por tempo limitado, até 31 de julho, e custa R$ 29,90 (pizza média, massa tradicional ou fina).
“Esse sabor especial foi lançado em março, somente para a loja 300, mas não queremos nenhuma outra restrição para quem já está em casa, mantendo a quarentena. Por isso, durante o mês de julho, todo mundo vai poder experimentar”, explica Edwin.
Para o CEO da Avellar, Rapha Avellar, a Domino's enxerga valor na ousadia.
"A principal tese do filme do polígrafo para a Domino's também é uma das teses que rege a Avellar: criar conversas interessantes e atrair atenção dos consumidores de forma orgânica. É sensacional trabalhar com marcas que enxergam o valor da ousadia. A Domino's é um grande exemplo disso".

5'' - https://youtu.be/nCLpDjouPPM
15'' - https://youtu.be/H0JiNQO8gqc
30'' - https://youtu.be/phXKavPx4C4
60'' - https://youtu.be/b7RHX96c6Bs

Sandra de Sá, Rastapé, Beto Barbosa, Elymar Santos, Maria Cecília & Rodolfo e Durval & Davi agitam o Boteco do Ratinho

Muita música nesta quarta-feira, 08 de julho , às 22h45, no Boteco do Ratinho . No palco, a cantora Sandra de Sá, o forró do grupo Rastapé, o rei da lambada Beto Barbosa, o cantor de MPB Elymar Santos e os sertanejos Maria Cecília & Rodolfo e Durval & Davi. No programa, eles cantam seus sucessos e contam as novidades de suas carreiras para o Ratinho .

A atração continua com o resultado de DNA de Aloizio x Adriana.

O Programa do Ratinho vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 22h45. Site oficial: http://www.sbt.com.br/ratinho

SUA Trainer chega à Apple Store

Aplicativo de exercícios físicos é uma opção inovadora que pode ser utilizado por praticantes iniciantes, intermediários e avançados
O aplicativo SUA Trainer está disponível na Apple Store. Assim os usuários de IPhone têm mais uma opção inovadora para manter a rotina de exercícios pela internet.

Seguindo essa nova tendência de treino em casa, o aplicativo SUA Trainer já é sucesso de downloads nas lojas de aplicativos para Android. Sendo o terceiro aplicativo de atividade física mais baixado para a plataforma no Brasil. Lançado na segunda quinzena do mês de junho, o aplicativo desenvolvido pela holding ítalo-brasileira SUA – especializada no desenvolvimento de novos negócios e metodologias de treino – possui treinos de Power Core, Funcional e HIIT, Fit Dance, Muay Thai, Pilates, Musculação e Alongamento.

“O aplicativo pode ser usado por alunos iniciantes, intermediários e avançados. Qualquer pessoa pode fazer, pois temos um chat para falar com coach para que a pessoa tire suas dúvidas e, caso tenha alguma adaptação ao treino, se necessário”, diz Michelle Suardi, CEO da holding SUA desenvolvedora do SUA Trainer App, SUA Health Club e outros empreendimentos fitness no Brasil e Itália.

Treino em casa é uma tendência que veio para ficar, aponta pesquisa
A pesquisa realizada no mês de maio pela Criteo, empresa que observa tendências globais de consumo, indica que dois terços dos entrevistados (65%) no Brasil vê o isolamento como uma oportunidade para repensar antigos hábitos.

Sem os deslocamentos básicos do dia a dia, a necessidade por praticar exercícios cresceu – assim como a compra de aparelhos de ginástica e download de aplicativos de treinos. Para os brasileiros que descobriram essa prática, 50% pretende mantê-la com o fim da pandemia.

Nele o usuário encontra treinos online completos com objetivos especificados, descrições escritas ou em áudio e vídeos explicativos. Além disso, o usuário pode tirar todas as suas dúvidas por meio de chat no WhatsApp.

Mais informações em https://suatrainer.com/

Clique aqui para baixar o aplicativo na Apple Store.

Campanha do Instituto TMO arrecada recursos para compra de medicamento para o Hospital de Clínicas

Instituto TMO - casa-malice.jpg

O Instituto TMO, que há 31 anos realiza ações em prol do transplante de medula óssea (também conhecido como TMO), está realizando uma campanha que tem como objetivo arrecadar R$ 20.000,00 para a doação da medicação Ciclosporina, necessária para os pacientes do serviço de TMO do Hospital de Clínicas da UFPR (HC).

A campanha, chamada “Ajude o Instituto TMO na compra de Medicamento” está em andamento na plataforma Vakinha, conhecido site destinado a financiar projetos através de doações. Desde seu lançamento, conseguiu arrecadar 70% do valor necessário e precisa de novas contribuições para atingir a meta e também para salvar vidas.

Os colaboradores podem concorrer a uma pulseira de ouro branco com diamantes negros, no modelo Riviera, gentilmente doada pela joalheira Vera Guimarães.

Para participar, é necessário entrar no site http://vaka.me/1078803, fazer uma doação (cada R$ 100,00 dá direito a um número para concorrer) e seguir as instruções. O sorteio será realizado por este sistema online durante uma live no instagram do @institutotmocasamalice com toda a transparência.

Sobre o Instituto TMO
Em atividade desde 1988, o Instituto TMO é uma associação de apoio sem fins lucrativos que concentra seu esforço, trabalho e dedicação a ações em prol do transplante de medula óssea, tais como ações beneficentes, jornadas e encontros nacionais, lançamentos de campanhas solidárias, além de levantar recursos para aquisição de equipamentos médicos e de insumos que beneficiam profissionais de saúde e pacientes em tratamento de TMO no HC-UFPR/EBSERH.

Para conhecer outras campanhas do Instituto TMO, basta acessar www.institutotmo.org.br/apoie

Redes sociais do Instituto TMO:
www.instagram.com/institutotmocasamalice
www.facebook.com/institutotmo

Sistema de Transmissão Gralha Azul movimentará 5 mil vagas de emprego

Vagas de trabalho serão distribuídas entre municípios que receberão as obras

Curitiba, julho de 2020 - As obras do Sistema de Transmissão Gralha Azul, da Engie, estão em execução no Paraná desde o mês de setembro de 2019. Com investimento de R$ 2 bilhões, o projeto irá movimentar cinco mil vagas de emprego quando no pico de execução, ainda em 2020. Ao todo, são cinco novas subestações, cinco ampliações de subestações e quinze linhas de transmissão, o Sistema deverá estar concluído em 2021, com a operação escalonada prevista para iniciar em julho.
Com aproximadamente 1.000 km de extensão, o ST Gralha Azul passará por 27 municípios do Centro-Sul e Centro-Oriental paranaense, sendo sua maior parte na região dos Campos Gerais. Em Ponta Grossa, por exemplo, na região da Colônia Moema, entre o rio Tibagi e a estrada de terra que liga a Estrada José Kalinoski e a BR-373, está sendo construída a maior subestação do Gralha Azul, a Subestação Ponta Grossa, que receberá um investimento de aproximadamente R$ 200 milhões para sua construção. Em um terreno de quase 230 mil m², será implantado o pátio da subestação (SE), com aproximadamente 62 mil m². Essas dimensões são necessárias porque a SE Ponta Grossa será constituída por dois setores, um em 525 kV e outro em 230 kV. “Essa é uma subestação muito grande e por dar condição de escoamento a todas as demais linhas de transmissão foi a primeira a ser iniciada. As obras civis da subestação Ponta Grossa seguem em ritmo acelerado em 2020, sendo que no segundo semestre deve ser iniciada a montagem eletromecânica dos equipamentos”, informa Márcio Daian Neves, diretor de implementação do Sistema de Transmissão Gralha Azul.
Somente no município de Ponta Grossa, são mais de mil colaboradores trabalhando no momento – na implantação das linhas de transmissão e da subestação. As obras estão sendo realizadas pela construtora Tabocas, empresa especializada na construção de linhas de transmissão, e no caso das subestações, também contam com a atuação da Siemens, multinacional com grande expertise no setor elétrico. “O projeto prevê que no pico das obras teremos em torno de 5 mil trabalhadores, diretos e indiretos, distribuídos em diferentes frentes de serviços”, destaca Marcio Neves.

Vagas de trabalho serão ‘pulverizadas’ junto aos municípios que receberão as obras
As vagas estão sendo geradas de forma gradativa e ‘pulverizadas’ junto aos municípios que receberão as obras. Hoje temos mais de 2.800 trabalhadores atuando, e esse número deve crescer com o aumento do volume das obras ao longo do ano”, destaca o diretor.
As vagas de trabalho estão sendo ofertadas por agências e o processo de contratação vem sendo feito pela empresa construtora, a Tabocas. A empresa geralmente aproveita os bancos de currículos do SINE e Agências do Trabalhado locais. “A construtora está consolidando as parcerias com as agências de intermediação de mão-de-obra locais desde o início de janeiro, fazendo ampla divulgação pelos quais os candidatos podem acessar as vagas”, relata.
Quanto à qualificação dos profissionais demandados, no primeiro semestre as contratações focaram em trabalhadores da construção civil. “Já para o segundo semestre, quando se iniciam as atividades de montagem eletromecânica das linhas de transmissão e subestações elétricas, devem iniciar as contratações de eletrotécnicos e montadores, vagas que requerem um pouco mais de conhecimentos específicos”, afirma Neves.

Aumenta a necessidade de energia no Estado do Paraná

O Sistema de Transmissão Gralha Azul vem ao encontro da necessidade crescente de energia no Estado do Paraná. “O objetivo do projeto é melhorar a oferta e a qualidade de energia para o Centro-Sul do estado, principalmente. O projeto é oriundo de um estudo da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), liderado pela ANEEL, que estuda carências energéticas. Realizado em 2016, esse estudo mostra que aqui existe uma lacuna no sistema local de transmissão que dificulta o escoamento. Por exemplo: toda a geração da usina de Itaipu, atualmente, vai para São Paulo e depois volta para o Paraná. Por isso, o projeto interligará Ponta Grossa à Ivaiporã, trazendo essa energia para a subestação Ponta Grossa, de onde sairão diversas outras linhas de transmissão permitindo maior capilaridade”, explica o diretor.
O estudo da EPE mostrou que já em 2018 o Estado do Paraná enfrentaria uma grande dificuldade energética. Essa carência pode ser percebida, ao longo dos últimos anos, principalmente no setor de agronegócios e industrial, que têm sofrido grandes oscilações. “Com o sistema em operação, além do reforço energético, que trará mais qualidade e maior oferta de energia ao Estado, o ST Gralha azul também oportunizará que aquelas regiões nas quais a oferta de energia era baixa, passem a ter condições de atender às necessidades de indústrias e empreendimentos trazendo, com isso, novos negócios, geração de empregos e desenvolvimento para os municípios”, destaca Neves. “O ST Gralha Azul é sim um grande projeto, um projeto importante e necessário não só para os paranaenses, mas para os brasileiros. Com a demanda energética crescendo – e todos vemos esse impacto diariamente em nossas casas, empresas, escolas, hospitais – é preciso que o sistema de transmissão seja efetivo, seguro e confiável para garantir não só uma energia mais barata para a sociedade, mas, sim, que não falte energia e que as cidades do estado possam se desenvolver”, completa.

Preocupação Ambiental

O Sistema de Transmissão Gralha Azul foi projetado, assim como todos os projetos da Engie, com todo zelo e cuidado na preservação do meio ambiente, que além das matas nativas se preocupou também na salvaguarda das espécies de fauna e flora, bem como a proteção da cultura e história do Paraná.
A preocupação da empresa é causar o menor impacto possível. O respeito ao meio ambiente está entre os compromissos fundamentais da ENGIE, refletido em suas políticas e práticas – o que inclui o desenvolvimento de todos os seus projetos, como o ST Gralha Azul. Por isso, a Companhia conta com dezenas de profissionais, das mais diversas formações, dedicados exclusivamente à área socioambiental, de modo a garantir a conformidade legal das atividades e também a adoção de boas práticas, que ultrapassam o exigido pela legislação, em caráter voluntário.
No caso do Sistema de Transmissão Gralha Azul, por se tratar de um projeto de Utilidade Pública, a ENGIE obteve, junto aos órgãos responsáveis todas as autorizações e licenças ambientais necessárias, as quais permitem a supressão de vegetação que porventura seja necessária para a implantação do Sistema de Transmissão, onde não houver alternativa locacional. Quando necessária, essa atividade é realizada com a devida autorização do órgão ambiental, acompanhada de uma série de cuidados para minimizar o impacto ao meio ambiente, à comunidade e aos proprietários das áreas envolvidas.
Conforme preveem as licenças ambientais concedidas ao ST Gralha Azul, ao longo de toda a implantação do projeto, diversos programas ambientais estão sendo implantados nas regiões de implantação. “Como, por exemplo, o monitoramento de flora, fauna e resgate de germoplasma, resgate e monitoramento arqueológico, gestão ambiental, educação ambiental, programas ambientais que supervisionam a construção, programas de recuperação de áreas degradadas, entre outros, de forma a minimizar, mitigar ou compensar os impactos do projeto”, explica Marcio Neves. O acompanhamento dos trabalhos de recuperação é contínuo, tanto nas áreas a serem recuperadas, quanto nas áreas já em processo de recuperação.
O diretor de implementação do projeto destaca que, adicionalmente, será efetuada compensação ambiental, por meio de desenvolvimento de ação a ser definida pelo órgão licenciador em conformidade com as diretrizes previstas na Lei nº 9.985/2000, que institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). Além desta, ressalta-se também a execução de compensação ambiental estabelecida pela Lei nº 11.428/2006, denominada Lei da Mata Atlântica, que trata das compensações decorrentes da supressão de vegetação primária ou secundária nos estágios médio ou avançado de regeneração do Bioma Mata Atlântica, bem como a reposição florestal, determinada pela Lei n° 12.651/2012, que institui o Código Florestal
Entre os impactos sociais positivos do Sistema de Transmissão Gralha Azul – para além da contribuição ao desenvolvimento econômico por meio do suprimento de energia – está a geração de oportunidades de emprego nas áreas de construção civil, saúde e segurança do trabalho, ambiental e do terceiro setor, com priorização para a contratação de mão de obra local. “Cabe ressaltar também que empreendimento está sendo realizado com total transparência, principalmente junto às comunidades adjacentes por onde as linhas passam, que desde a fase de estudos puderam esclarecer dúvidas e vêm sendo informadas sobre as etapas de construção, por meio do desenvolvimento dos programas de comunicação social e sensibilização ambiental. Para tanto, foram realizadas audiências e reuniões públicas e implantadas diversos mecanismos de comunicação social, incluindo ouvidorias”, complementa o diretor.

Sobre o empreendimento da Engie no Paraná
Trata-se de uma concessão federal. A Engie venceu o Leilão de Transmissão da Aneel em 2017 e conquistou a concessão. Após, iniciou diversas etapas para obter as licenças ambientais, declarações de utilidade pública e também começou as negociações com diversos proprietários e comunidades. Essa concessão é de 30 anos e começou com a assinatura do contrato em março de 2018. Até o término do projeto, previsto para setembro de 2021, as obras devem gerar aproximadamente 5 mil empregos diretos e indiretos por meio do investimento de aproximadamente R$ 2 bilhões.

Alunos de Curitiba arrecadam produtos de higiene para mulheres em situação de risco

Alunos de Curitiba arrecadam produtos de higiene para mulheres em situação de risco
A ação fez parte da Prova Solidária da Gincana organizada pelo Colégio Santo Anjo, e teve mais de 3.500 itens arrecadados
Em uma ação de solidariedade, os alunos do Colégio Santo Anjo, em Curitiba, arrecadaram mais de 3.500 itens de higiene pessoal para mulheres em situação de risco.
A arrecadação dos produtos foi um incentivo da Prova Solidária da Gincana Santo Anjo que, além de ser uma competição cheia de aprendizado, estimula a prática de diferentes virtudes.
Agora, os produtos serão destinados a duas instituições de Curitiba que atendem mulheres em situação de vulnerabilidade social. As escolhidas foram a Casa da Mulher Brasileira, que oferece apoio psicossocial a mulheres que sofreram violência, e a Pousada da Maria, que foi a primeira casa de acolhimento de mulheres em situação de risco social ou vítimas de violência doméstica do Brasil.
A equipe que mais arrecadou produtos saiu na frente da competição. Mas, o mais importante, é despertar nos alunos a vontade de ajudar e o conhecimento a respeito da realidade de centenas de mulheres na nossa cidade que precisam de ajuda.
Os itens foram levados ao Colégio Santo Anjo no dia agendado para as famílias irem buscar o material para o terceiro trimestre dos alunos. Tudo foi feito em sistema Drive Thru e com toda a segurança possível.

Sobre a Gincana Santo Anjo
Inspirado nos 10 anos de criação da ONU Mulheres, o Colégio Santo Anjo realiza, de maneira remota, a 6.ª edição da Gincana Santo Anjo.
O tema desta edição é “Mulheres que fizeram história” e participam da competição os alunos do 6.º ano do Ensino Fundamental II à 2.ª série do Ensino Médio.
Para participar dos desafios, cada sala formou uma equipe e recebeu o nome de uma personalidade feminina que marcou a história.
Os alunos participam de aulas especiais e realizam provas acerca da história de vida, feitos e atuação dentro da sociedade da mulher que representa a sua equipe. Além disso, terão atividades especiais como: criar documentários em vídeo, redações e participar de vários desafios sobre o tema.

Sobre o Colégio Santo Anjo

O Colégio Santo Anjo nasceu em Curitiba, no ano de 1999, do sonho de transformar o mundo por meio da educação. As unidades do colégio são planejadas, criativas, dinâmicas e percebem o aluno como indivíduo, desenvolvendo com excelência as suas habilidades. As quatro unidades do colégio estão localizadas nos bairros Campina do Siqueira, Mossunguê (Ecoville) e Bigorrilho, oferecendo Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.

A eficiência na testagem da Covid19 salva vidas

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=173364&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CCP2P15201MB2371109054DED73B15FF0E6593660%2540CP2P15201MB2371.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CCP2P15201MB2371109054DED73B15FF0E6593660%40CP2P15201MB2371.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.2
*Patrícia Munerato

O surto de Covid19 tem afetado social e economicamente países do mundo todo. Por ser tão complexa a situação, há muitas discussões acerca do surgimento do vírus, maneiras de retardar a propagação e as pesquisas para se descobrir a vacina. Porém, há um ponto de concordância entre as autoridades de saúde: a testagem em maior número possível do novo coronavírus é essencial para seu controle.

Em países como o Brasil, onde a doença ainda está em ascensão em diversas regiões, é fundamental realizar testes que tenham uma precisão na detecção do vírus, uma vez que um indivíduo contaminado com o Sars-CoV-2, o vírus da COVID-19, pode transmiti-lo para cerca de seis pessoas, muitas vezes antes mesmo de apresentar os sintomas mais agudos, ampliando exponencialmente a propagação do vírus, segundo o Disease Control and Prevention, o principal instituto nacional de saúde pública dos Estados Unidos.

Em relação à tecnologia, há dois tipos principais de testes atualmente disponíveis para a diagnóstico do Sars-CoV-2: o RT-PCR (sigla em inglês que quer dizer Transcrição Reversa seguida de reação em Cadeia da Polimerase) e o Sorológico.

O RT-PCR consiste em um método laboratorial de diagnóstico molecular, ou seja, que detecta a presença do material genético do vírus. A amostra utilizada é obtida da mucosa das vias respiratórias. Ele é considerado o método padrão ouro, ou seja, o melhor e mais indicado para diagnóstico da COVID-19. E em meio a uma pandemia, com a enorme quantidade de casos confirmados e suspeitos, é imprescindível recorrer a um teste com qualidade e precisão diagnóstica.

A eficiência de um teste é avaliada por dois fatores: sensibilidade e especificidade. A primeira significa a capacidade de detectar o vírus mesmo em concentrações muito baixas. Em alguns infectados, especialmente aqueles em estágio pré-sintomático, a quantidade de partículas virais (ou cópias) pode ser muito baixa. O RT-PCR detecta a partir de 10 cópias do vírus, o que minimiza resultados falsos negativos. Já o conceito de especificidade está relacionado à capacidade de diferenciar “pedaços” do vírus da COVID-19 que não sejam semelhantes a de outros vírus. Em outras palavras, garantir resultado positivo quando houver a presença do Sars-CoV-2, apenas, e negativo em sua ausência, mesmo se houver infecção por outros vírus respiratórios. O RT-PCR tem a capacidade de detectar o vírus nos primeiros dias após o indivíduo o contrair, mesmo sem apresentar sintomas.

O outro tipo de teste, mencionado acima, é o Sorológico. E como ele funciona? Por meio da pesquisa de anticorpos (IgG e IgM) produzidos contra o SARS-CoV-2 numa amostra sanguínea.

O IgM, também chamado de anticorpo de fase aguda da doença, aparece quando a doença está em curso, e só é detectável após o oitavo ou décimo dia da infecção. O IgG, conhecido como anticorpo de memória imunológica, identifica se a pessoa foi exposta ao vírus e, por isso, produziu anticorpos em resposta à infecção. Embora capaz de distinguir infecção ativa (aguda) ou prévia (memória) da COVID-19, a sensibilidade dos testes sorológicos é bastante inferior à PCR. Por isso, a recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde e de autoridades de saúde, para diagnóstico da doença é o RT-PCR, descritos nos principais protocolos mundiais para detecção do novo coronavírus.

Atualmente, já é possível obter um resultado muito rápido do método RT-PCR – em menos de três horas, a partir da análise da amostra. Também há disponibilidade de testes para que o Brasil possa iniciar a testagem em larga escala, com o objetivo de auxiliar os governantes a tomarem as melhores medidas com relação à flexibilização do isolamento social, com um mapeamento preciso dos casos confirmados da Covd19 no país.

*Patrícia Munerato é diretora de Análises Genéticas da Thermo Fisher Scientific, empresa líder mundial em produtos e soluções científicas com presença no Brasil.

Méqui oferece promoção para o Dia Mundial do Chocolate

Para comemorar a data, consumidor poderá comprar dois McFlurry Exagero Kopenhagen pelo preço de um ou levar a sobremesa gratuita na compra de uma McOferta Média

Para celebrar o Dia Mundial do Chocolate (7/7), o Méqui preparou duas deliciosas promoções para o McDelivery via iFood ou UberEats. Para os amantes da sobremesa, a pedida é a promoção dois McFlurry Exagero Kopenhagen pelo preço de um. Já quem quer curtir um Méqui no Sofá completo, pode escolher uma McOferta Média Big Mac, Cheddar McMelt, Quarterão ou McChicken, e levar um McFlurry Exagero Kopenhagen gratuito para acompanhar.

Vale lembrar que não é à toa que a sobremesa foi escolhida para homenagear a data. Composto de mix de baunilha, pedaços de chocolate ao leite Kopenhagen, pepitas dark Kopenhagen e calda de chocolate, o McFlurry Exagero é a pedida certa para aproveitar o dia.

A promoção será válida em todas as regiões cobertas pelo UberEats e pelo iFood. Para conferir os restaurantes participantes, acesse: https://cupons.mcdonalds.com.br/ifood

https://cupons.mcdonalds.com.br/ubereats

Fique por dentro das novidades pelo site: https://www.mcdonalds.com.br.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui quase 2.300 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/3/2020). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

Exercícios físicos e COVID-19: o que fazer e o que não fazer

Ricardo Souza, doutor em Educação Física e sócio do Marble Pro Studio, explica como usar o exercício físico como estratégia para fortalecer o sistema imune durante a pandemia
Nesse momento delicado, em que a saúde da humanidade está em risco por causa da COVID-19, é importante que o profissionais de diferentes áreas possam contribuir com informações com credibilidade. Por isso, Ricardo Souza, doutor em educação física e sócio do Marble Pro Studio, esclarece sobre o impacto positivo que a atividade física pode ter sobre a saúde e a possibilidade de reduzir outros efeitos da pandemia e do isolamento social como ansiedade, estresse e sedentarismo.

“Evitar completamente o contágio pelo novo coronavírus é muito improvável, principalmente por que a capacidade do vírus ser transmitido é bastante alta, bastando compartilhar o mesmo ambiente que uma pessoa infectada para que outra sadia possa ser contaminada, especialmente se tal ambiente for fechado e úmido”, explica Ricardo. Por isso, atividades físicas em ambientes fechados e em grupo foram as primeiras a ser proibidas pelas autoridades de saúde pública, logo que o surto do novo coronavírus chegou ao Brasil.

Logo, as recomendações de intensificar os cuidados com a higiene, atentar aos sintomas que podem indicar infecção e a reduzir aglomerações de pessoas têm, na verdade, apenas a intenção de reduzir a velocidade do contágio. “Essas medidas em si não inibem o contágio, mas permitem que ele aconteça de forma menos acelerada. Isso permite que o sistema de saúde ganhe tempo para cuidar dos pacientes já infectados antes de que novos apareçam”, diz o doutor em educação física.

Como os exercícios físicos podem ajudar o sistema imune

Pessoas que fazem atividades físicas de forma regular podem ser beneficiadas, já que ao longo do tempo seu sistema imunológico fica mais fortalecido. Entretanto, da mesma forma que o exercício pode ajudar no desenvolvimento desse sistema, dependendo da intensidade e duração do esforço, o sistema imune pode ser suprimido.

“Exercício de grande intensidade, grande volume ou atividades as quais você não está acostumado a realizar, acabam gerando um estresse muito grande, o que desloca muito da capacidade de nosso sistema de defesa para recuperar o sistema muscular e cardiovascular”, afirma Ricardo.

Nesse momento, em que a população está muito exposta a um agente externo bastante perigoso, não é prudente sobrecarregar o sistema imunológico com tarefas que podem ser evitadas, por isso, a dica do especialista é manter-se ativo, mas escolher bem quais atividades praticar.

Quais tipos de exercícios físicos fazer nesse período

Qualquer tipo de atividade física pode ser praticada, pois não parece haver problema direto com uma modalidade específica, e sim com a forma com que ela é realizada. “Se você é da corrida, pode correr. Se você é da musculação, pode treinar força. Se você é do Yoga, do CrossFit, da ginástica, pode treinar sem nenhum problema. Mas não exagere nas cargas”, aconselha Ricardo Martins de Souza, doutor em educação física.

A escala de Percepção de Esforço Subjetivo, PSE, é um recurso muito simples que pode ajudar nesse momento. Normalmente, a escala vai de 1 a 10, onde 1 representa um esforço mínimo e 10 o maior esforço máximo para realizar em um determinado exercício.

“A ideia é que, nesse momento, ninguém passe do 7, pois os exercícios precisam se manter na zona considerada de esforço moderado, e que de forma alguma vai sobrecarregar seu sistema de defesa” completa Souza.

Como organizar a rotina de treino em isolamento social

Com a maioria das pessoas em casa por um bom tempo é importante organizar a rotina de exercício de uma forma um pouco diferente, recomenda o professor. “Normalmente nós separamos um período único, um pouco antes ou depois de nossos horários de trabalho, para conseguirmos executar toda nossa atividade física diária. Isso é legal, poupa tempo e nos mantém ativos. Entretanto, nesse momento temos uma maior ociosidade e confinamento, que aumenta a ansiedade e o estresse. Ajustar o treino a isso é fundamental”, aconselha Ricardo.

De acordo com Ricardo, uma forma interessante trabalhar nesse período de isolamento social é estabelecer “split-routines” ou treinos divididos. “Ao invés de você concentrar toda a sua atividade em um período único de 50-60min, dividida ela ao longo do dia”, ensina.

Uma sugestão para dividir o treino ao longo do dia é fazer uma caminhada de 10 a 15 minutos pela manhã, alguns alongamentos por 15 minutos a tarde e abdominais a noite, por exemplo. “Isso pode ocupar melhor seu tempo, sua cabeça, e você se mantém saudável e disposto para enfrentar essa barra” sugere o doutor em educação física.

Vale a pena pela saúde e segurança, acordar bem cedo e sair pra fazer exercício na rua, como caminhar, correr e pedalar, quando o fluxo de pessoas ainda é bem pequeno. Caso opte por fazer o exercício em companhia de alguém, procure manter um afastamento de pelo menos 1,5m-2,0m, e não precisa usar máscaras.

Isso mesmo, as últimas evidências sugerem que o uso de máscaras em atividades ao ar livre e sem aglomeração é desnecessário e pode ser muito desconfortável. "Isso não significa que as máscaras não nos protejam, muito pelo contrário, seu uso em todas as outras condições é muito importante. Mas, naquela corridinha sozinho, às 6h30, não é necessário usar”, indica Ricardo.

Caso algum sintoma apareça pegue ainda mais leve

A recomendação continua a mesma, em caso de sintomas leves de resfriado, por exemplo, é necessário diminuir ainda mais o ritmo dos treinos. Vale lembrar que agora não é o momento de bater recordes. A prioridade é manter o organismo em funcionamento. Porém, se os sintomas forem mais intensos, com dor de cabeça, febre, dores pelo corpo ou dificuldade de respirar é necessário interromper tudo e procurar assistência médica, recomenda Ricardo Souza.

Sobre RICARDO SOUZA (Msc. Dr.)

Professor de Educação Física, mestrado e doutorado na Biomecânica, trabalha com fitness a mais de 20 anos. Professor de Fisiologia do Exercício e Biomecânica na graduação e pós-graduação desde 2006, consultor científico de diversas empresas e academias no Brasil. No esporte, é preparador físico da equipe de basquete do Coxa Monsters e atleta da categoria master. É autor de diversos artigos, livros de biomecânica e treinamento, além de dezenas de matérias para portais envolvendo o universo fitness.

Marble Pro Studio - Um novo conceito de consultoria online
https://www.marbleprostudio.com.br/
https://www.instagram.com/marbleprostudio/
https://www.facebook.com/marbleprostudio/
WhatsApp: (41) 9 9128 5936
e-mail: contato.marbleprostudio@gmail.com

Chitãozinho prepara seu filho Enrico para estrear no mercado sertanejo

Com a ajuda do pai, o Enrico gravou um EP com seis músicas, gravou a parte audiovisual usando a estrutura de uma das lives sertanejas que aconteceram em junho em Goiás.

Enrico é o filho caçula de Chitãozinho, tem 18 anos e já é conhecido no meio artístico, pois começou cedo como ator, participou da peça Menino Maluquinho com 11 anos, fez dois longas, Coração de Cowboy com 16 anos e o Melhor Verão das Nossas Vidas com 17 anos, todos com papéis de destaque na trama.

E se prepara para lançar sua carreira musical em breve, a gravação da voz em estúdio se deu semanas antes da paralisação total por conta da pandemia, já a gravação audiovisual só pode acontecer no final de junho, seguindo todas as normas de saúde recomendadas. A gravação aconteceu em Goiás usando a estrutura da live Modão Sertanejo.

“O EP com seis músicas tem a produção do Willian Santos, produtor musical e instrumentista renomado no meio sertanejo e contou com a ajuda e influência do meu pai Chitãozinho, ele ficou presente no projeto todo, principalmente na criação dos arranjos musicais, na colocação da voz, pois ele é muito experiente com a técnica vocal, ele está sempre muito presente e ouço muito o que ele tem a ensinar, pois ele tem muita experiência e é sempre bem vindo” revela Enrico.

Já Chitãozinho orgulhoso revela que sua influência no trabalho do filho é o toque sertanejo, que é a origem do Enrico e eu estou sempre por perto ajudando em tudo. O projeto do EP surgiu a partir do momento que nós começamos a pensar a lançar a carreira do Enrico como cantor.

“O projeto do Ep nasceu há um ano e meio, começamos a procurar composições com contatos que temos com compositores, são seis músicas, a escolha do repertório foi feita com a ajuda do Diego Papai, experiente na área sertaneja e grande amigo e incentivador da minha carreira. Escutei muitas músicas, até conseguir escolher e me conectar com as que passam a mensagem que a música traz da minha forma, a escolha foi baseada no sertanejo pop, é uma música moderna, na linguagem do pessoal da minha idade, dos jovens”, revela Enrico.

“Toda a programação para o lançamento da carreira teve que ser inovado por conta da pandemia, vamos focar nas plataformas digitais até a pandemia passar”, revela o cantor Enrico.

Sesc PR lança terceira edição de concurso de cartões postais

Lendas, mitos, personagens históricos e elementos culturais do Paraná são o tema da 3ª edição do Concurso Entre Lendas – uma seleção de ilustrações para compor uma coletânea de cartões postais inéditos – promovido pelo Sesc PR em parceria com a Academia Paranaense de Letras.
Em 2020, a seleção de ilustrações se propõe a incentivar a valorização dos aspectos culturais do Paraná, a despertar nas crianças o senso de pertencimento ao Paraná, por meio de suas lendas, personagens e histórias, e amplia as categorias do concurso. Agora, podem participar estudantes do Sesc, matriculados em algum projeto de educação da instituição no Paraná; trabalhadores do comércio e dependentes com cartão cliente válido, e o público em geral. Outra novidade é a categoria Ilustração Digital, em que o participante pode inscrever uma ilustração feita digitalmente, por meio de softwares.
Para o gerente de Educação do Sesc PR, Adriano Trentin, a proposta do concurso é “resgatar a cultura do Paraná, trabalhar elementos que são históricos, mas também contemporâneos e fortalecer a identidade regional. São várias as histórias que compõem o Paraná e pretendemos contá-las e levá-las ao maior número possível de pessoas, criando um relação de simpatia e de identidade.”
Serão selecionadas 105 ilustrações que serão impressas em cartões postais a serem produzidos pelo Sesc PR. As inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro e o edital completo do concurso está disponível no site
https://www.sescpr.com.br/wp-content/uploads/2020/07/Edital-Entre-Lendas-3%C2%BA-Edi%C3%A7ao.pdf

Campanha #JuntosPeloCinema

Une setor
e lança site e primeiro vídeo,
enquanto as salas ainda estão fechadas

Por mais de três meses, profissionais se uniram para colaborar num projeto que apoia as empresas na preparação para o momento em que as salas de cinema vierem a reabrir

Pela primeira vez no mercado brasileiro, exibidores, distribuidores, produtores, criativos e parceiros da indústria estão envolvidos em um projeto único com o intuito de preparar e implementar a retomada do cinema no Brasil, num movimento chamado #JuntosPeloCinema. É uma ação inédita que, respeitando a individualidade de cada empresa e mantendo a livre concorrência, busca ações para manter acesa a magia do cinema. Colaborando desde final de março, o grupo de profissionais voluntários envolvidos no projeto tem como meta retomar o diálogo entre a experiência da sala de cinema e o público, de agora até o momento de reabertura das salas pelas autoridades, respeitando os protocolos aplicáveis de segurança e bem-estar já determinados ou em elaboração pelos governos locais.

A ideia nasceu dos profissionais que atuam no meio audiovisual visando auxiliar o segmento de mercado de exibição no Brasil a reencontrar seu público. As ações concretas são mediadas pela Flix Media, empresa especializada em comercialização de espaços publicitários no cinema. Conforme o time da Flix comunicava a ideia da campanha #JuntosPeloCinema, diferentes profissionais e mais players aderiam ao projeto. Neste momento, o que importa é uma coisa: relembrar a experiência incomparável da exibição nas salas de cinema. Esse esforço coletivo e pro bono de mais de 200 profissionais do mercado em prol do cinema é fundado no propósito de oferecer um ambiente de segurança e bem-estar para o público e de preservar milhares de empregos ligados à indústria cinematográfica, do set de filmagem à sala de exibição.

Como resultado, o movimento faz grandes entregas: uma campanha de comunicação que visa fortalecer o vínculo entre o cinema e o seu público. Um estudo sobre os protocolos de segurança e bem-estar desenvolvidos por governos e autoridades de saúde dá apoio, especialmente, aos pequenos e médios exibidores para que possam reabrir as salas com pleno atendimento às diretrizes de biossegurança que são determinadas pelos governos. E o Festival De Volta Para O Cinema, que dará as boas-vindas para o público quando as salas reabrirem.

Na primeira fase da campanha – ainda com as salas sem atividades de exibição -, mais de 300 veículos de mídia abrem espaço em suas programações para divulgar um vídeo que reforça os laços do público com o cinema. O vídeo, concebido pela agência e produtora La Unión, estreia hoje, assista aqui. A campanha se inicia agora e segue pelas próximas semanas. Para download da logo do movimento, clique aqui. Para acessar o site do movimento: https://www.juntospelocinema.com.br/.

Na segunda fase, um pouco antes da data de reabertura das salas ao público – que é determinada pelas autoridades -, se inicia a comunicação sobre os novos procedimentos que acompanham toda a jornada do espectador dentro do cinema. Serão oferecidos aos exibidores materiais que explicam os protocolos elaborados pelos governos locais - eles variam de cidade para cidade ou de estado para estado. Para esta etapa, tem sido fundamental a participação de entidades do setor como a Federação Nacional das Empresas Exibidoras de Cinema (Feneec), os sindicatos estaduais, seus associados e a Associação Brasileira de Multiplex (Abraplex). Eles acompanham a divulgação das diretrizes das autoridades competentes e estão orientando a aplicação dos protocolos.

E quando as salas de cinemas abrirem? O movimento #JuntosPeloCinema ainda irá ajudar a esclarecer as possíveis dúvidas dos espectadores, comunicará os filmes em cartaz ou a estrear e oferecerá um conteúdo muito especial: o Festival De Volta para o Cinema, idealizado pelo crítico, curador e apresentador Érico Borgo em parceria com distribuidores e exibidores, um projeto único na história do nosso cinema.

O Festival está programado para estrear junto com a reabertura das salas. Distribuidores nacionais e estrangeiros conseguiram os direitos e as cópias digitais de filmes que emocionaram os brasileiros. São clássicos, sucessos de bilheteria e crítica que integrarão com as estreias a programação de filmes nas duas primeiras semanas após a abertura. Uma pesquisa de opinião realizada pelo movimento apontou o interesse do moviegoer em rever filmes que marcaram a história do cinema.

Entre os parceiros que estão abrindo espaço para a divulgação dos materiais estão AdoroCinema, Adsmovil, AXN, Buzzfeed, Canal Brasil, Canal Like, Cineclick, Cinepop, Elemídia, Eletromídia, Facebook, Flix Media, Folha de S.Paulo, FSign, Gameloft, Globo através da Globo Filmes, Google, Ingresso.com, JCDecaux, Megapix, MPV7, O Globo, Omelete, OTIMA, Portal Hugo Gloss, Preshow, PrimePass, Rádio JB FM, Rádio Metropolitana, Rede Mix de Rádio, RedeTV!, SBT, Seedtag, Sony Channel, Spotify, Tastemade, Telecine, TV BANDEIRANTES, UOL, Veja Rio, Veja São Paulo, Velox Tickets, Viacom/CBS, Waze, Webedia. Apoio Institucional: Academia Brasileira de Cinema, Ancine, Ministério do Turismo e RioFilme.

Depoimentos:

“#Juntospelocinema. Um movimento de união de todo mercado, inédito, colaborativo e fundamental para garantir a volta da magia do cinema às nossas vidas, de maneira organizada e segura. Acreditamos na experiência irreplicável e transformadora que vivemos nos cinemas, nos unimos em torno disto.”
Adriana Cacace, diretora geral da Flix Media Latam

“Cada ida ao cinema é um evento. A sala escura, a tela grande, o som fazendo estremecer a cadeira... No cinema, você não só assiste ao filme, você o vivencia. O movimento #JuntosPeloCinema quer garantir que essa experiência única retorne com conforto e segurança para a vida do público.”
André Sala, diretor geral da Sony Pictures Brasil e VP sênior de distribuição na América Latina

“No escurinho do cinema,
O coração dispara, quando pega na mão.
Quase explode, no primeiro beijo,
No escurinho do cinema.
Lágrimas rolam, emoção desenfreada.
Doces lembranças,
Do fundo do coração.
Volta cinema.”
Caio Silva, Diretor da Abraplex

“A Paramount Pictures acredita na experiência do cinema e orgulha-se em fazer parte desta iniciativa de todo o mercado para uma retomada de atividades segura e responsável. O cinema faz parte da nossa vida, tem um papel importante na nossa cultura e assim como nós vai se adaptar aos novos tempos, cumprindo o seu papel de trazer informação, emoção e esperança para seus espectadores.”
Cesar Silva, VP & Diretor Geral da Paramount Pictures Brasil

“O cinema sempre fez parte da minha vida - e no âmbito profissional foi graças a essa paixão que consegui muito do que conquistei. Fazer parte desse movimento único na história, o #JuntosPeloCinema, e auxiliar no retorno do público a essa experiência sem igual através do Festival De Volta Para o Cinema é uma honra que carregarei para sempre.”
Érico Borgo, crítico, curador e apresentador

“Acreditamos que a experiência do cinema é única e insuperável. Estamos vivendo um período único na História, mas acreditamos que o papel social dessa experiência será ainda mais relevante. Como empresa atuante principalmente na produção nacional, nossos projetos são desenvolvidos por centenas de mãos trabalhadoras e dedicadas em transmitir nossa cultura para as grandes telas do mundo inteiro. Essa campanha mostra a força e união do nosso setor e é um enorme orgulho fazer parte dela.”
Gabriel Gurman, CEO da Galeria Distribuidora

“Na Warner Bros. Pictures, nós acreditamos no poder das histórias, e não há lugar melhor para contá-las do que nos cinemas. Estamos muito orgulhosos em participar do projeto #JuntosPeloCinema, para que a magia do cinema finalmente retorne e continue a encantar todos os brasileiros, como fazemos há quase 100 anos.”
Hernán Viviano, Diretor Geral da Warner Bros. Pictures Brasil

“O Sindicato das Empresas Exibidoras Cinematográficas do Estado do Rio de Janeiro está empenhado em unir e fortalecer o mercado, de modo a concretizar um projeto de reabertura das salas que seja sólido, seguro e promissor. A experiência dentro de um cinema é única graças à tela grande e à magia proporcionada por filmes criados especialmente para este momento. Ele é e sempre será o local onde os sonhos se tornam realidade.”
Gilberto Leal, Presidente do Sindicato das Empresas Exibidoras Cinematográficas do Estado do Rio de Janeiro

“A Paris Filmes estará sempre ao lado do cinema, com a qualidade da imagem nas telas grandes e o som imersivo e se orgulha em fazer parte desta iniciativa da união de todo o mercado cinematográfico em parceria com outros grandes profissionais, para uma retomada com segurança, a fim de receber muito bem nossos espectadores, e voltar a encantar, divertir e emocionar a todos com a experiência única do cinema”.
Jorge Assumpção, diretor da Divisão de Cinema da Paris Filmes

“Acreditamos desde o início na iniciativa. Apenas em uma sala de cinema se vive a experiência do cinema, é hora de começarmos a voltar com muita segurança e a Campanha e o Festival terão um papel importante nessa retomada.”
Juliano Russo, diretor de Marketing, Comercial e A&B da Cinépolis

“A UCI Cinemas tem seus clientes como foco principal e, em primeiro lugar, preza por sua saúde. Em todo o país, estamos trabalhando para garantir a reabertura das nossas salas de cinema e voltar a proporcionar ao público a experiência única que é assistir aos filmes e as grandes estreias na tela gigante, com a maior segurança possível.”
Monica Portella, diretora de marketing UCI Cinemas.

“O Kinoplex acredita no cinema há mais de cem anos e estamos seguros de que a união de nossa indústria, que constrói tantas histórias e ilumina a vida do seu público, vai nos permitir ultrapassar mais esse desafio. Com muita segurança e responsabilidade, estaremos prontos para receber nosso público, que de frente à tela gigante poderá viajar por universos repletos de aventura, magia e emoção, algo que só o cinema pode proporcionar.”
Patrícia Cotta, Gerente Nacional de Marketing da Kinoplex

“O amor pelo cinema juntou pela primeira vez os protagonistas da distribuição, da exibição e de conteúdo, brilhantemente conectados pela Flix Media e agências que doaram seu tempo e talento para a concepção e planejamento do movimento e campanha para reabertura dos cinemas da melhor forma possível. Evoluímos como indústria, como profissionais e reafirmamos que o cinema é uma experiência única, inigualável e Universal!”
Patricia Kamitsuji, Diretora Geral da Universal Pictures no Brasil

“Tão inédito quanto o momento que passamos, é o movimento de união e convergência dos agentes do setor, visando à retomada de suas atividades. O cinema é uma arte que encanta, emociona, diverte e educa há mais de cem anos, sendo imprescindível e insubstituível como prática social e de cidadania.”
Paulo Celso Lui, Presidente do Sindicato das Empresas Exibidoras Cinematográficas no Estado de São Paulo

“É em momentos tão difíceis como o que estamos vivenciando que percebemos a força e a união do nosso setor para a superação dos grandes obstáculos. Estamos ansiosos para voltarmos a proporcionar a magia do cinema aos nossos espectadores, e estamos trabalhando para que isto ocorra com a maior brevidade possível. As pessoas estão querendo muito retornar aos pequenos prazeres da vida, à confraternização com os amigos, o barzinho de chope, o jogo do time do seu coração e aquele cineminha com uma gostosa pipoca. Curtir a vida como antes – Breve em um cinema perto de você.”
Ricardo Difini Leite, Presidente da FENEEC (Federação Nacional das Empresas Exibidoras)

“Nós da Cinesystem, temos o maior orgulho de participar ativamente deste projeto de retomada, que será um marco no segmento de cinemas. Estamos vendo a sinergia, a riqueza de ideias e o trabalho altamente qualificado vindo de diversos profissionais do setor, de uma forma única e emocionante. Em breve, a magia do cinema vai voltar em grande estilo e o consumidor vai vivenciar a Experiência que só o cinema proporciona."
Sherlon Adley, Diretor Comercial & Marketing da Cinesystem

“Dá um enorme orgulho trabalhar ao lado de tantos colegas de indústria com um objetivo em comum, em um movimento único no mundo. Nem mesmo os melhores roteiristas poderiam escrever uma saída tão grandiosa para uma crise com tantos superlativos. O Festival De Volta Para o Cinema é o maior festival de cinema do mundo e coroa o trabalho de centenas de profissionais que amam o cinema. Assim como todo fã lembra da primeira vez que foi ao cinema, seguramente a primeira sessão da retomada será uma recordação pra toda vida.”
Vinícius Pagin, diretor de Programação da Cinemark