5 CUIDADOS COM AS TATUAGENS NAS FÉRIAS DE VERÃO

Coloque o bronze em dia sem medo, Renato Ostrowski elenca 5 dicas para cuidar das tatuagens no verão.

Verão é sinônimo de praia e sol. É o momento ideal para relaxarmos e sairmos com roupas que expõem mais a pele, não é mesmo? mas lembre-se, a pele tatuada deve ter cuidados extras. Isso porque o sol e a areia aumentam o risco para uma pele recém tatuada. Além disso, a exposição aos raios ultravioletas pode levar à deformação do desenho, alterando as suas cores e a aparência a longo prazo.

"É importante cuidar da sua tatuagem, independente da época do ano. Mas claro, no verão esses cuidados devem ser redobrados, já que os raios solares faz com que a pele fique mais ressecada, deixando o desenho mais opaco” resume Renato Ostrowski, tatuador adepto ao mini realismo e sócio do Unna Studio, que completa “Eu sempre ressalto que a nitidez, o contraste da sua tattoo, bem como sua longevidade tem relação com a atenção e o cuidado que você tem no dia a dia”.

Para garantir que sua experiência no verão seja sem riscos ao seu desenho, Ostrowski elenca 5 dicas, veja:

Protetor solar é a regra número 1

Segundo o tatuador, o indicado é que a tatuagem seja feita um mês antes da sua viagem de férias, principalmente se for no verão. Isso porque caso você tenha acabado de fazer uma tatuagem, e ela ainda não esteja cicatrizada, não se deve passar protetor solar ou qualquer outro produto que tenha ingredientes químicos.

Agora se sua tatuagem já está cicatrizada, não economize no protetor solar. Aplique uma camada generosa 30 minutos antes da exposição ao sol e faça novas aplicações de duas em duas horas.

“Esse cuidado irá garantir que o seu desenho fique bonito a longo prazo, com cores vibrantes, e que não tenha possíveis queimaduras ou manchas”, pontua.

Hidratantes

Uma pele não hidratada pode prejudicar a preservação da sua tatuagem. Ostrowski aconselha que o uso de cremes hidratantes seja rotineiro, assim além de nutrir a pele - nutrirá o desenho, mantendo as cores vivas.

Cuidado ao entrar na água

Caso não seja possível fazer a tatuagem com antecedência, evite entrar no mar. Lembre-se: a tatuagem é como uma ferida aberta e precisa de cuidados, infecções no local são comuns, principalmente as bacterianas.

Beba muita água

Sim, tem relação. Para uma pele bem hidratada, o corpo também precisa estar. Um corpo hidratado mantém uma pele com melhores condições para a tatuagem, pois ajuda na hidratação dos poros.

Invista em roupas ultravioletas

É bastante difícil evitar o sol, principalmente para quem quer curtir as férias de verão. Mas evite se expor em horas de maior incidência dos raios solares. “Também é super válido usar roupas específicas com proteção UV quando estiver exposto ao sol, ela ajuda a se livrar dos malefícios gerados pelos raios ultravioletas, e o envelhecimento precoce da pele” conclui.

Conheça Renato Ostrowski
Formado em Engenharia Civil pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), trocou o projeto de construir o seu escritório por um estúdio de tatuagem – Unna Studio - e desde 2018 cria, rabisca e conquista clientes e fãs ao redor do mundo. Com uma equipe de 11 tatuadores que fazem os mais diversos estilos: realismo, botânico, blackwork, fineline, old school. Ostrowski representa o mini realismo e se destaca pela aplicação minuciosa de elementos realistas em tamanho reduzido – faz colagens, montagens e composições que podem envolver fotografias, pinturas, gravuras e estátuas. Saiba mais em: www.unnastudio.com

Trever Keith no palco do Jokers

Trever Keith, o vocalista da Face To Face - lendária banda de punk-rock da Califórnia -, desembarca em Curitiba para uma única apresentação no próximo sábado no Jokers (R. São Francisco, 164 – Centro Histórico). O músico fará um show solo, recheado de sucessos da banda e de músicas próprias. A programação semanal ainda tem nesta quarta o Clube do Jazz, com standards do gênero; na quinta-feira é a vez do trio Double Shot que faz versões de grandes clássicos do rockabilly. E na sexta Live Transmission com clássicos do rock urderground.
Conhecida por abrigar vários gêneros musicais – a tradicional casa noturna de Curitiba comemora este ano 21 anos de atividade, e apresenta uma variedade de atrações tanto no salão principal quanto no seu palco principal. Os lugares são limitados, com reservas antecipadas pelo telefone (41) 3324-2351.
A abertura do Jokers é às 18h, de segunda a sexta-feira, e às 21h nos sábados, com os shows iniciando às 19h30. A casa oferece o Happy Jokers das 18h. até as 20h30 com mais de 100 produtos com 50% de desconto. De quinta a sábado o cliente pode utilizar o estacionamento Gralha Azul – ao lado do Jokers que fica aberto durante o funcionamento da casa.

Confira a programação até o dia 10 de dezembro:

QUARTA 07 DEZ, 20 horas – Clube do Jazz – com Samuel Strapasson Jazz Trio no repertório standards do jazz. Ingressos R$10 – a partir das 20 horas.

QUINTA 08 DEZ, 20 horas– Double SHot - trio liderado por Ademir (ovos Presley) trazendo todo seu estilo cru de interpretar clássicos do rock. O Double Shot surgiu com a ânsia de fazer um tributo aos grandes mestres da gloriosa decada de 50, fazendo versões de grandes clássicos do rockabilly. Ingressos R$10 – a partir das 20 horas.

SEXTA 09 DEZ, 22 horas– Live Transmission – show com os músicos Isis & Sophia e Fábio Banks. No repertório, clássicos do rock urderground. Ingressos R$10 – a partir das 20 horas.

SÁBADO 10 DEZ, 20 horas - Trever Keith - vocalista do lendário Face To Face, desembarca em Curitiba para um show solo, recheado de sucessos da banda e de músicas próprias. Ingressos 2º lote R$110 (meia-entrada). Vendas no local ou pelo site: https://www.meuipay.com.br/ingressos/treverkeith/app/?id=D0DAE6

Jokers – R. São Francisco, 164 – Centro Histórico
Reservas e informações: (41) 3324-2351. www.jokers.com.br
Atenção: de quinta a sábado o estacionamento Gralha Azul - ao lado do Jokers estará atendendo durante o funcionamento da casa – R$20 o período.

Economistas dos principais setores econômicos apresentam dados e analisam as perspectivas para 2023

Eles vão analisar como foi o ano de 2022 no agronegócio, indústria, comércio e emprego, além de avaliar o panorama nacional e internacional e observar as tendências do comportamento destes setores para o próximo ano.

O Conselho Regional de Economia do Paraná (CoreconPR) reúne economistas para analisarem como foi o desempenho dos principais setores econômicos em 2022 e apresentarem as projeções para a economia em 2023, nas áreas do Agronegócio, Indústria, Comércio, Trabalho e Emprego, além de um panorama nacional e internacional para o próximo ano. O evento Discutindo Economia: Perspectivas da Economia para 2023 será realizado na próxima quarta-feira, dia 7 de dezembro, às 14h, em formato online e com inscrições gratuitas pelo Sympla.

Para apresentar os dados de desempenho deste ano e traçar as projeções para 2023, foram convidados os economistas Luiz Eliezer Ferreira (Federação da Agricultura do Paraná – Faep), Evanio do Nascimento Felippe (Federação das Indústrias do Estado do Paraná - Fiep), Rafael Montanari Durlo (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - Dieese), Claudio Shimoyama (Federação das Associações Comerciais do Paraná - Faciap) e Lucas Dezordi (Valuup). A mediação será realizada pelo presidente do CoreconPR, economista Eduardo André Cosentino.

O "Discutindo Economia: Perspectivas da Economia" é um evento promovido pelo CoreconPR desde 2010, com o objetivo de apresentar uma análise econômica geral do ano vigente e as perspectivas para o próximo ano.

DISCUTINDO ECONOMIA: PERSPECTIVAS DA ECONOMIA PARA 2023

DATA: 07 de dezembro (quarta-feira).

Horário: às 14h.

Inscrições Gratuitas e Vagas Limitadas: www.sympla.com.br

Economistas / Temas:

Luiz Eliezer Ferreira (FAEP) – Desempenho do Agronegócio em 2022 e projeções para safra em 2023

Evanio do Nascimento Felippe (FIEP) – Avaliação do desempenho da Indústria no ano e estimativas para 2023

Claudio Shimoyama (FACIAP) – Cenário do comércio em 2022 e projeções para 2023

Rafael Montanari Durlo (DIEESE) – Balanço da geração de empregos e salários em 2022 e expectativas para 2023

Lucas Dezordi (VALUUP) – Perspectivas da Economia Brasileira e Internacional para 2023

Eduardo Cosentino (Mediador do debate e presidente do CoreconPR)

Inscrições gratuitas: https://www.sympla.com.br/evento-online/perspectivas-da-economia-para-2023/1810156

Os inscritos poderão emitir certificado após sua participação.

Projeto curitibano promove restauro da imagem de Bom Jesus dos Pinhais

Possibilitou preservar, conservar e restaurar a obra e os resultados serão divulgados em uma aula aberta online

Entre os meses de maio e outubro, a imagem musealizada do Bom Jesus dos Pinhais, que integra o acervo do Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba (MASAC), passou por um processo de preservação, conservação e restauro pelas mãos da conservadora-restauradora Ana Caniatti, através de projeto realizado em parceria com a Flutua Produções. Todas as ações, bem como o resultado alcançado e o relatório final serão divulgados em uma aula online aberta ao público, marcada para o dia 08 de dezembro (quinta-feira), às 19h. Para participar, não é necessário inscrição prévia e os interessados podem acessar o evento pelo link https://meet.google.com/bkz-dfbt-miq.

A imagem é modelada em terracota ou barro queimado, é policromada e possui resquícios de douramento. O estilo é reconhecido como Paulistinha. Pesquisas mostram que, antes de chegar ao acervo do MASAC, inaugurado em 1981, o item integrou a Igreja Matriz de Curitiba até 1876, quando foi extraviado. Em 1896, tornou-se posse de antepassados da família Brandão, guardiã da imagem até meados de 1979.

Antes de passar pela etapa de restauro, a imagem passou por pesquisas e análises, como raio-X e fotografias ultravioletas a fim de obter mais informações para a fase de tratamento. A partir dos testes, constatou-se partes quebradas e sensíveis. Durante o processo de restauro, a peça passou por fixação da policromia, higienização, reintegração e verniz de proteção.

A conservadora-restauradora explica que o restauro não tem intenção de alterar esteticamente os bens culturais, sobretudo quando se tratam de bens musealizados. “Estes são entendidos como documentos e testemunhos dos modos de fazer e devem ser preservados para as gerações atuais e para as futuras gerações”, comenta.

Projeto realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Sobre Ana Caniatti
Ana Caniatti é formada em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes do Paraná (2007), Técnico em Conservação e Restauração pela Fundação de Arte de Ouro Preto (2009) e Especialista em História da Arte Sacra pela Faculdade Arquidiocesana de Mariana (2012). Integrou a equipe de restauro das igrejas de Nossa Senhora D´Ajuda, em Congonha (MG); Matriz de Nossa Senhora Imaculada Conceição, em Videira (SC); e Matriz de São Domingos, em Araxá (MG). Estagiou no Museu da Inconfidência de Ouro Preto e trabalhou na FAOP, no laboratório de conservação e restauro de escultura policromada. Em 2013, fundou em Curitiba o Atelier Caniatti Conservação e Restauro, onde atua realizando projetos para conservação, restauração, documentação de obras e de acervos de instituições públicas, privadas e particulares. Foi presidente da Associação dos Restauradores e Conservadores de Bens Culturais do Paraná – ARCO.IT (2018 e 2019) e promoveu diversos cursos para aperfeiçoamento dos profissionais da área, assim como projetos de incentivo à pesquisa científica. É associada ao Centro de Estudos em Imaginária Brasileira – CEIB.

Sobre Flutua Produções
Fundada em 2016 pelo produtor cultural Gilmar Kaminski, a Flutua Produções tem como proposta o diálogo com as diversas linguagens artísticas, desenvolvendo projetos nas artes cênicas, música, literatura, patrimônio histórico, artístico e cultural, artes visuais e audiovisual. Presta serviços de planejamento, organização e produção de projetos e eventos culturais, com foco na elaboração e gestão de projetos via leis de incentivo à cultura, sempre com a premissa da democratização de acesso. Dentre os atuais trabalhos desenvolvidos destacam-se a coordenação de produção da Bienal de Quadrinhos de Curitiba e o projeto Histórias e Retratos da Feira do Largo da Ordem. Mais informações em www.flutuaproducoes.com.br.

SERVIÇO
Aula aberta - Conservação e Restauração da Imagem de Bom Jesus dos Pinhais
com Ana Caniatti
08 de dezembro, às 19h
No link https://meet.google.com/bkz-dfbt-miq
Acesso gratuito

FICHA TÉCNICA
REALIZAÇÃO
Caniatti Conservação e Restauro
Flutua Produções

CONSERVAÇÃO E RESTAURO
Ana Eliza Caniatti Rodrigues

COORDENAÇÃO DE PRODUÇÃO
Gilmar Kaminski

PESQUISADORES
Ana Eliza Caniatti Rodrigues
Eliza Filomena Caniatti Rodrigues
Leonardo Matuchaki

EXAMES DIAGNÓSTICOS
BIONOSTIC

DESIGN GRÁFICO
Pablito Kucarz

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Platea Comunicação & Arte

Projeto realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

A BELA E A FERA DINING EXPERIENCE EM CURITIBA

“Megaexperiência inédita no Brasil traz uma vivência encantadora aos paranaenses para um dos bailes mais famosos dos contos de fadas. O evento que une teatro, gastronomia, música, tecnologia, dança e ilusionismo entra em sua última semana e fica em cartaz de quinta (08.12) a domingo (11.12), no Jockey Plaza Shopping”.

A Bela e A Fera Dining Experience traz uma vivência encantadora à toda família para um dos bailes mais famosos dos contos de fadas. O evento une teatro, gastronomia, música, tecnologia, dança e ilusionismo chega em sua última semana na capital paranaense. Em Curitiba, A Bela e A Fera Dining Experience, que fez sua estreia em novembro, fica em cartaz até o dia 11 de dezembro, com apresentações de quinta (08.12) a domingo (11.12), em um salão de baile montado no Jockey Plaza Shopping (R. Konrad Adenauer, 370). No local, um suntoso jardim e a fachada de um luxuoso castelo foram simulados para receber os convidados e proporcionar registros fotográficos marcantes.

Após a recepção feita por equipe devidamente caracterizada, os visitantes são convidados ao salão real, onde o baile irá começar. Depois de tomarem os seus lugares e realizarem seus primeiros pedidos, os funcionários da realeza levarão as delícias solicitadas já preparando o público para a segunda parte da experiência.

Com a plateia em formato de restaurante, o show é uma releitura da clássica história originalmente escrita pela francesa Gabrielle-Suzanne Barbot, em 1740. Com dezenas de profissionais envolvidos, os convidados desse glamuroso evento terão contato com uma fusão de linguagens artísticas e efeitos especiais durante todo o percurso. Em paralelo, ainda poderão usufruir de um cardápio elaborado cuidadosamente para o evento.

O figurino é um show à parte. Com grande riqueza de detalhes, darão vida e realismo aos clássicos personagens Bela, Fera (que se transforma em príncipe), Candelabro, Relógio e muitos outros. Toda a equipe (recepcionistas, vendedores e garçons) também estará caracterizada com figurinos de época para que a imersão seja ainda mais completa.

Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos pelo site www.abelaeaferaexperience.com.br . Crianças a partir dos 24 meses são pagantes. Os assentos são definidos por ordem de chegada. O local ainda conta com dois palcos, sendo um deles 360°. O evento atende a todas as regras de higiene necessárias para sua realização.

SERVIÇO:
A BELA E A FERA DINING EXPERIENCE
Quando: de novembro até 11 de dezembro de 2022
Local: Jockey Plaza Shopping (R. Konrad Adenauer, 370 - Tarumã).
Sessões: Quintas e Sextas – 18h e 20h / Sábados e Domingos – 10h30, 13h, 15h, 17h, 19 e 21h
Obs.: Sessões extras poderão ser abertas conforme demanda.
Site de Vendas – www.abelaeaferaexperience.com.br
Classificação Etária: Livre
Duração: 75 minutos
Obs.: O cardápio pode sofrer algumas alterações sem aviso prévio.
Realização: Chaim Entretenimento

Restaurante Ópera Arte vai ter jantar de Ano Novo exclusivo em alto estilo

Um Réveillon único e exclusivo no mais belo e charmoso cartão postal de Curitiba. Assim será a comemoração pela chegada de 2023 no restaurante Ópera Arte da Ópera de Arame, no dia 31 de dezembro.

A noite de muita festa e celebração terá um jantar exclusivo com música ao vivo e um show de fogos de artifício limitado a apenas 200 pessoas, em uma comemoração épica inesquecível.

O charmoso restaurante do teatro mais inovador do país, com os paredões de rochas e o lago iluminados, terá um menu com mais de 30 opções de pratos quentes e frios, doces e salgados, preparados pelo time de chefs da casa.

Giuliano Pillagalo, um dos sócios do Ópera Arte, conta que este será o “Réveillon do Reencontro”, para voltar a reunir a família após tanto tempo de limitações. E, para isso, nada melhor do que uma comemoração mais do que especial.

“Estamos preparando uma grandiosa noite de festa para celebrar a chegada de 2023, de reencontro com os amigos e familiares, de começo de uma nova era. Vamos comemorar juntos a chegada do novo ano que, com certeza, será melhor para todos nós”, conta.

Para animar a festa até a madrugada, o Ópera Arte convidou a dupla Ricka Vitorino e Rodrigo Farah para uma noite de música eletrônica com percussão ao vivo – embalada, à 0h, por um épico show de fogos.

Para os pais que levarem os filhos para comemorar junto a chegada do Ano Novo, o Ópera Arte terá um espaço kids com monitores para as crianças se divertirem com segurança.

Um menu exclusivo

Já o jantar, servido em três etapas de antepastos, principais e sobremesas, foi pensado para trazer aos convidados os pratos tradicionais de Ano Novo junto de sabores especiais da casa.

Não vão faltar opções como uvas, lentilha e os cortes suíno e de peixe para quem não dispensa um desejo de boa sorte e prosperidade para o ano que vai começar.

“O peixe, por exemplo, vamos preparar na versão Saint Petter com crosta de amêndoas, e a Copa Lombo assada com três molhos e carpaccio de abacaxi grelhado”, explica Pillagalo.

Completam ainda pratos principais como o Escalope de Mignon ao demiglace com mini batatas sauté, o Rondelli de Brie com damascos e crocante de nozes, o Arroz com Amêndoas laminadas, entre outros.

Já a mesa de antepastos terá opções como uma curiosa Caprese Desconstruída, uma Terrine de Gorgonzola com nozes, tábuas de queijos e frios. Por fim, os chefs do Ópera Arte vão servir uma seleção de sobremesas com opções como a Panacotta Clássica, o Strogonoff de Nozes, a Cocada de Sorvete, entre outras.

Serão servidas, ainda, bebidas soft e alcoólicas, como espumante, chope, entre outras.

Os ingressos para o jantar já estão a venda a partir de R$ 750, e podem ser consultados pelo Whatsapp do Ópera Arte, no (41) 99999-2091. Outras informações estão disponíveis no site https://operaarte.com.br/ano-novo-opera-arte-22-23/ .

Sobre o Ópera Arte

Aberto desde 2018 no mais belo cartão postal de Curitiba, o Ópera Arte da Ópera de Arame une o que há de melhor da gastronomia contemporânea com um toque cultural que é a cara do famoso teatro curitibano. Recentemente, o restaurante foi agraciado pelo Prêmio TopView Gastronomia como o melhor de Curitiba para levar um turista.

O time de chefs e promotores do Ópera Arte prepara, a cada dia da semana, uma seleção de pratos e atrações para que o cliente leve na memória a experiência que teve ao visitar o importante cartão-postal de Curitiba. E, para qualquer momento do dia entre uma visita e outra aos pontos turísticos, o restaurante também tem um amplo cardápio de petiscos e sanduíches, servidos durante a semana e nos fins de semana.

Uma vez por semana, o Ópera Arte abre para o jantar entre quinta e sábado (verifique no Instagram a programação noturna), além de ocasiões especiais com jantares étnicos e atrações culturais de diferentes povos do mundo.

O restaurante Ópera Arte está localizado na Ópera de Arame, na Rua João Gava, 920, Abranches. Outras informações no (41) 99999-2091, e no Instagram @opera_arte.

Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica do Paraná encerram 2022 reapresentando os sucessos Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras

O público curitibano vai ter, ainda em 2022, mais uma oportunidade de assistir a dois dos grandes sucessos que passaram pelo palco do Centro Cultural Teatro Guaíra (CCTG): Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras. Ambas as produções são fruto da parceria entre o Balé Teatro Guaíra e a Orquestra Sinfônica do Paraná. As apresentações acontecem nos dias 10, 11 e 12 (Lago dos Cisnes) e 17, 18 e 19 (Lendas Brasileiras).

Para Cleverson Cavalheiro, diretor-presidente do CCTG, esse é um presente para o público que poderá apreciar um espetáculo único: “obras cheias de graça e beleza como Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras, tão icônicas e com a nossa marca, provam como o Guaíra é um dos maiores centros culturais do Brasil”. Ele depois completa: “é muito especial poder contar com o nosso corpo de bailarinos e com nossos músicos para criar algo tão grandioso”.

Os dois espetáculos são coreografados por Luiz Fernando Bongiovanni, diretor do Balé Teatro Guaíra. A Orquestra Sinfônica do Paraná toca a composição clássica de Tchaikovsky, em Lago dos Cisnes, com a condução do diretor musical e regente titular Roberto Tibiriçá, e a trilha original composta por Alexandre Guerra, em Lendas Brasileiras, sob a regência do maestro convidado José Soares.

Lago dos Cisnes
A história é a mesma do balé clássico, o que muda é a roupagem que ganha o contorno contemporâneo. Em seu aniversário de 21 anos, Siegfried precisa escolher uma esposa por ordem de sua mãe. Ele conhece Odette, uma princesa transformada em cisne pelo feiticeiro Von Rothbart, antagonista da história. O mago e sua filha, Odile, tentam separar o casal. O espetáculo ainda conta com direção de arte, figurino e cenografia de William Pereira.

Lendas Brasileiras
De toda a diversidade de contos orais da tradição brasileira, foram selecionados para o espetáculo “A Mula Sem Cabeça”, “Vitória-Régia”, “Caipora”, “Boto Cor de Rosa” e “Boitatá”. Trechos dessas narrativas foram vestidos com a riqueza estética das pinturas de Anita Malfatti, com texto e dramaturgia assinados pelo diretor teatral e autor Edson Bueno. As cinco histórias ganham narração do premiado ator Ranieri Gonzalez, num resultado inigualável, com cenografia, bonecos e figurinos de Ricardo Garanhani.

Serviço
O Lago dos Cisnes - Balé Teatro Guaíra
09 e 10 de dezembro (sexta-feira e sábado), 20h30, 11 de dezembro (domingo), 18h – Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão, em Curitiba
Classificação etária: livre
Ingressos: Inteira: R$ 20,00 (vinte reais); Meia: R$ 10,00 (dez reais)
Ticket Fácil

Lendas Brasileiras - Balé Teatro Guaíra
16 de dezembro (sexta-feira), 20h30, 17 e 18 (sábado e domingo), 17h – Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão, em Curitiba.
Classificação etária: livre
Ingressos: Inteira: R$ 20,00 (vinte reais); Meia: R$ 10,00 (dez reais)
Ticket Fácil

Circuito Festas na Tok&Stok do Pátio Batel

No dia 09/12, próxima sexta, vai rolar o Circuito Festas na Tok&Stok do Pátio Batel, e eu fui convidada pela loja à ministrar um workshop muito legal sobre mesa posta e decorações para festas de final de ano. A @catherinecarnier estará comigo expondo alguns arranjos florais desenvolvidos especialmente para a data. Os participantes vão ganhar 10%OFF para usar no dia do evento. E os 30 primeiros a chegarem ganham um brinde exclusivo. O evento é livre e gratuito.

Caravana do Natal Encantado Mili começa hoje e percorre 11 bairros de Curitiba e RMC

Caminhões iluminados da marca também vão encantar moradores de Três Barras e Canoinhas, em Santa Catarina; ação tem início em 06 de dezembro

Espalhar a magia do Natal e celebrar esta época tão especial do ano, marcada pela união, fé e esperança. É esse o objetivo da Caravana do Natal Encantado Mili, organizada pela maior companhia brasileira do segmento tissue com capital 100% nacional. A ação, que integra a programação oficial do Natal de Curitiba, terá início nesta terça-feira (6) e vai percorrer 11 bairros da capital paranaense e cidades da Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

A Caravana do Natal Encantado Mili é formada por quatro caminhões decorados e carros de apoio, que irão percorrer alegremente as ruas da cidade com luzes, músicas e a mascote da marca, a Emili que estará atuando como ajudante do Papai Noel.

“A caravana é um presente da Mili para toda a comunidade que está sempre nos apoiando, impulsionando nosso crescimento. O Natal é um período muito bonito, mágico, e queremos levar alegria para as pessoas. Será um momento inesquecível, para toda a família”, comenta a gerente de Trade e Marketing da Mili, Renata Maciel.

Em Curitiba, a Caravana do Natal Encantado Mili vai passar pelos seguintes bairros: Água Verde, Alto Boqueirão, Campo Comprido, Campo de Santana, Capão Raso, CIC, Ganchinho, Portão, Sítio Cercado, Tatuquara e Umbará. Já na RMC, as cidades de São José dos Pinhais e Fazenda Rio Grande vão receber o espetáculo itinerante.

Programação – A caravana vai sair nos dias 06, 07, 08 e 23 de dezembro, sendo que o trajeto terá duração das 19h às 21h. O itinerário e a rota de cada dia estão disponíveis no site oficial da ação, onde também é possível curtir o jingle do Natal Encantado Mili: www.natalencantadomili.com.br. Os melhores registros postados nas redes sociais com a hashtag #natalencantadomili serão compartilhados no perfil oficial da marca @mili.

Caravana em Santa Catarina – Além de Curitiba e RMC, a Caravana do Natal Encantado Mili vai visitar duas cidades em Santa Catarina: Três Barras, município no qual a companhia nasceu, há quase 40 anos, e onde a empresa mantém um de seus parques fabris, e a vizinha Canoinhas. Em Três Barras, a ação será realizada em 12 de dezembro. No dia seguinte, 13 de dezembro, é a vez de Canoinhas receber o espetáculo.

Confira as datas previstas da Caravana do Natal Encantado Mili em Curitiba e RMC
Dias 06, 07, 08 e 23 de dezembro de 2022
Itinerário, rota e mais informações: www.natalencantadomili.com.br

GRUPO LANTERI LEVA AUTO DE NATAL E PRESÉPIO EM TAMANHO NATURAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA

As apresentações em São José dos Pinhais e Araucária serão ao ar livre, de 6 a 23 de dezembro.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=260966&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CSA1PR19MB70611AAA5576DE82BC8C24AAA11B9%2540SA1PR19MB7061.namprd19.prod.outlook.com%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CSA1PR19MB70611AAA5576DE82BC8C24AAA11B9%40SA1PR19MB7061.namprd19.prod.outlook.com%3E-1.1.2

A data mais esperada do ano está chegando e o Grupo Lanteri, conhecido pela tradicional e grandiosa apresentação da Paixão de Cristo, desta vez está preparando um espetáculo natalino. Este ano o Auto de Natal será apresentado nos municípios de São José dos Pinhais e Araucária. As apresentações serão realizadas em espaço público a céu aberto e começam dia 6 de dezembro. Cinco delas serão em São José dos Pinhais e quatro em Araucária.

O espetáculo, com duração de 60 minutos, reúne um elenco de 59 atores e combina teatro, música e dança para descrever aspectos políticos, religiosos e sociais que envolvem a história do nascimento de Cristo desde a promessa feita por Deus a Abraão. Por isso, a história é narrada por Abraão, patriarca bíblico que é referência para os cristãos, considerado o “Pai da História da Salvação”.

A narrativa da peça evidencia alguns momentos na vida de outros personagens, também importantes e decisivos na trajetória da História da Salvação. Entre essas pessoas designadas por Deus destacam-se personagens bíblicos como: José, do Egito, Faraó, David, Salomão, Isaías, Miquéias, entre outros reis, líderes e guias. O mesmo acontece com a jovem Maria, que pertencia a uma família de devotos em Nazaré. A partir desse acontecimento, a narrativa do espetáculo evidencia com detalhes todos os percalços vividos pelo casal Maria e José, até o nascimento do Filho de Deus, cumprindo assim a promessa feita a Abraão.

“O evento é voltado para toda a família, adultos e crianças são bem-vindos, todos estão convidados a se encantar e se emocionar em uma noite mágica”, celebra Edson Luiz Martins, diretor de produção do Grupo Lanteri.

Além do espetáculo, o grupo irá levar para São José dos Pinhais um presépio em tamanho natural para visitação aberta ao público. Jesus, Maria, José e os Três Reis Magos irão constituir o cenário que remeterá o público ao grande acontecimento, o nascimento do Salvador.

As apresentações e a visita ao presépio são gratuitas, o acesso é totalmente livre.

“Nossa ideia é que o sonho natalino se torne vivo e que permeie os corações levando amor, perdão e reconciliação como mensagem”, vislumbra o diretor artístico, Aparecido Massi.

Projeto realizado pelo Grupo Lanteri, Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo, com apoio da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais e de Araucária. Patrocínio: Brafer Construções Metálicas S/A, Fomento Paraná, Copel e Governo do Estado do Paraná.

Grupo Lanteri
O Grupo Lanteri há mais de 40 anos ocupa lugar de destaque no cenário cultural de Curitiba pela qualidade do seu trabalho e de suas propostas inusitadas, levando cultura à grande massa popular. Desde sua origem, o grupo mantém como característica principal “o teatro feito pelo povo para o povo”. Seus integrantes são voluntários, pessoas de todas as idades, religiões e classes sociais. A qualidade artística oferecida pelo grupo e a dedicação de seus inúmeros participantes cria uma relação íntima entre espectador e espetáculo, fato que se repete todos os anos. E esta identificação público-espetáculo atrai sempre novos integrantes.

Serviço:
Auto de Natal – Grupo Lanteri

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS
Dias: 06, 14, 16, 21 e 23 de dezembro, às 20h
Local: Praça Oito de Janeiro, em frente à Catedral de São José/Centro

ARAUCÁRIA
Dias: 10, 11, 17, 18 de dezembro, às 20h30
Local: Praça da Bíblia/Rua Pedro de Alcântara Meira com Rua Roque Saad

Acesso gratuito

Para saber mais acesse:
www.grupolanteri.com.br

https://www.facebook.com/GrupoLanteri

https://www.instagram.com/grupolanterioficial/

Curitiba Cia de Dança apresenta nova versão de espetáculo de Natal: O Quebra Nozes

Com participação de Ana Botafogo e solistas convidados, apresentações mesclam balé contemporâneo e clássico

Quem nunca imaginou estar no lugar de Clara, a menina protagonista do Quebra Nozes? Essa história pra lá de especial ganha montagem irreverente e inovadora com a Curitiba Cia de Dança neste final de ano. Isso porque a coreografia mescla balé clássico com contemporâneo, o que confere uma nova forma de contar o tradicional conto de Natal.

E para o presente ser completo, são convidados para este balé a Primeira Bailarina do Brasil, Ana Botafogo; interpretando a mãe da Clara, os solistas Cicero Gomes, Primeiro Bailarino do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, como o príncipe; Márcia Jaqueline, Primeira Bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, como Fada Açucarada; Romulo Castilho, do Carolina Ballet (EUA), como o boneco Quebra Nozes; e Bárbara Mel, também do Carolina Ballet (EUA), como a Clara.

Originalmente montada em 2018, o espetáculo O Quebra Nozes da Curitiba Cia de Dança, remontado e dirigido por Nicole Vanoni, tem sido a principal atração do Natal de Curitiba desde 2019. Neste ano, em 2022, a Curitiba Cia de Dança leva à cena mais de 30 bailarinos, entre profissionais e formandos para compor e contar essa linda história no palco da Ópera de Arame.

O Quebra Nozes é um dos três balés criados pelo compositor Tchaikovsky, ambientado no século XIV, na Europa Oriental. Sua história é baseada em um fragmento do conto de E. T. A. Hoffmann, conhecido como O Quebra-nozes e o Rei dos Camundongos, interpretado no idioma francês pelo autor Alexandre Dumas.

SERVIÇO:
Curitiba Cia De Dança apresenta “O Quebra Nozes”, com Ana Botafogo, Cícero Gomes, Márcia Jaqueline, Rômulo Castilho e Bárbara Mel
Datas: 6/12, terça-feira
Horário: 20h
Local: Teatro Ópera de Arame - R. João Gava, 920 - Abranches, Curitiba
Investimento: R$ 140,00 (meia R$ 70,00), R$ 160,00 (meia 80,00), R$ 180,00 (meia 90,00) e R$ 300,00 (meia R$150,00). Ingressos à venda pelo Disk Ingressos - http://www.diskingressos.com.br/event/1084

Enredo do Quebra Nozes
Clara, uma doce menina que na noite de Natal ganha um presente muito especial do seu tio, um boneco quebra-nozes. Quando todos vão dormir, Clara vai à sala para brincar com seu presente, adormece e entra em um universo onde os brinquedos ganham vida, dançam, lutam, transportando-os para O Reino das Neves e Reino dos Doces, onde Clara e seu príncipe se transportam para o reino dos doces, com danças típicas de vários países e com um gracioso grand -pas-de-deux da Fada Açucarada. Criada em 1891 pelo compositor russo Pyotr Ilyich Tchaikovsky, a versão da Curitiba Cia de Dança tem direção artística de Nicole Vanoni, esse ano a grande estrela da noite será a presença de Ana Botafogo, a principal e primeira bailarina do Brasil, encenando a mãe de Clara, e os primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Cícero Gomes e Márcia Jaqueline.

Sobre a Curitiba Cia De Dança
A Curitiba Cia de Dança foi criada em 2013 por Nicole Vanoni baseada na ideia de experimentação, pesquisa e criação em dança contemporânea, além da busca pela diversidade de experiências com coreógrafos diferentes. A primeira obra coreografia da Cia, “A Lenda das Cataratas”, com concepção geral de Nicole Vanoni e coreografia de Rafael Zago, surgiu em 2014 e participou de festivais no Brasil e no exterior. A segunda coreografia, denominada “Quando se Calam os Anjos” tem coreografia de Airton Rodrigues e transporta para o palco questões cênicas e dramatúrgicas que realçam um universo pós-moderno virtual onde vários encontros são marcados pelo descaso do outro ou até mesmo pela falência do ser humano. Realizando mais de 100 apresentações pelo país, “Quando se Calam os Anjos” é o espetáculo de maior êxito da Curitiba Cia de Dança, sendo agraciado por público e crítica.

Em 2017, a apresentação “Memória de Brinquedo”, uma vitoriosa parceria entre a Cia e o renomado coreógrafo brasileiro Luiz Fernando Bongiovanni, surgiu para retratar as preocupações e provocar o espectador em relação ao mundo moderno e tecnológico. No segundo semestre de 2018, o grupo estreou o espetáculo “Cirandas”, da coreógrafa Simone Camargo, baseado nas cirandas e cirandinhas de Villa-Lobos. Esse espetáculo é uma criação conjunta da Curitiba Cia de Dança e da Orquestra de Câmara do Oeste do Paraná. Finalizando o ano, a Curitiba Cia de Dança junto a AADC (Amigos e Apoiadores da Dança de Curitiba) estreiam o espetáculo “Relações”, do coreógrafo Carlos Laerte. Como o próprio nome diz, o espetáculo percorre pelas relações contemporâneas, sejam elas fraternas, amorosas ou destrutivas. No primeiro semestre de 2019, a Companhia circulou por 12 cidades do Paraná com o espetáculo “Lenda das Cataratas”, além de integrar a grade da programação do SESI Viagem Teatral 2019 SP e de participar como Companhia convidada no Festival de Dança de Londrina e na Bienal de Dança do Ceará.

Em 2019 a Cia lança uma parceria com o Natal Luz dos Pinhais da cidade de Curitiba com o patrocínio do Banco do Brasil onde apresenta o clássico “O Quebra Nozes” nas Ruínas de São Francisco, que virou uma tradição da Curitiba Cia de Dança, 2020 além da pandemia a Cia não deixou de se apresentar, lançou em sistema Drive-in, sendo a única cia da América Latina em dançar o Clássico “O Quebra Nozes” para carros, 6 sessões lotadas na Pedreira Paulo Leminski, 2021 ainda na pandemia, a Cia volta as Ruínas de São Francisco, e circula em municípios paranaenses com a obra “O Quebra Nozes”. 2022 o ano começou propício ao sucesso, com uma nova releitura do projeto Cirandas de 2018, agora com coreografias de Rosa Antuña, o balé passa a se chamar “Dançando Villa“.

Circuito gastronômico em Curitiba traduz em pratos inéditos os desconfortos vividos pelas mulheres no mercado da gastronomia

Circuito Uncomfortable Food integra a iniciativa Juntas Na Mesa, movimento de Stella Artois por uma gastronomia com mais protagonismo feminino; restaurantes em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Curitiba participam

Curitiba, 2 de dezembro de 2022 - A partir de 01/12, mais de 25 restaurantes em seis cidades do Brasil vão oferecer pratos especiais e cheios de representatividade além dos seus menus tradicionais – é o Circuito Uncomfortable Food, promovido por Stella Artois dentro do movimento Juntas na Mesa, criado para promover uma gastronomia com mais protagonismo feminino e equidade de gênero. Os pratos – que ficam disponíveis por apenas um mês com preços a partir de R$ 34,80 – foram criados por chefs mulheres que, a convite da cerveja da Ambev, ressignificaram em experiências gastronômicas os desconfortos e desafios que enfrentam dentro das cozinhas profissionais apenas pelo fato de se identificarem como mulheres nesse mercado. Participam estabelecimentos de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Curitiba, cada um com seu prato autoral e criado 100% por mãos femininas.

Antes de chegar a esses restaurantes parceiros pelo país, Uncomfortable Food nasceu a partir da união entre chefs de cozinha referências no segmento, que juntas foram as primeiras a oferecerem em seus restaurantes criações que transformam o manifesto por uma gastronomia mais equalitária em pratos inéditos e sofisticados, mostrando sua potência e paixão pela profissão. Entre elas estão a baiana Bela Gil, as cariocas Kátia Barbosa e Andressa Cabral, a paulista Bel Coelho, a piauiense Cafira Foz, a mineira Bruna Martins, a indígena sul-mato-grossense Kalymaracaya Nogueira, a acreana Amanda Vasconcelos, a catarinense Michele Crispim e a baiana Nara Amaral.

O nome Uncomfortable Food foi criado em oposição à expressão “comfort food”, que é reconhecida na gastronomia para falar de comida aconchegante e de afeto. Esse tipo de comida normalmente é relacionado às mulheres, mas nas cozinhas profissionais, onde estão o lucro e a projeção de carreira, a figura do homem ainda prevalece.

Confira os restaurantes participantes de Curitiba:

Adele Gastronomia: Saga-Sagu (Sagu cremoso de vinho tinto acompanhado de creme de baunilha), por Ellen Arruda

Receitas simples podem nos tornar inseguras no ambiente profissional por falta de contato e conhecimento tendo a necessidade de execução. Como a troca de saberes entre mulheres no ambiente gastronômico, pode resultar em um sucesso nos empreendimentos liderados por elas. Na chegada de Ellen ao Adele, foi solicitado que a mesma fizesse um sagu de vinho tinto para a sobremesa, Ellen, paulista, não conhecia o preparo dessa iguaria típica da região sul do Brasil e entre a equipe do próprio restaurante resgatou dicas e arriscou-se no preparo do prato, que hoje, é uma das sobremesas mais solicitadas no restaurante, hoje torna-se então, Saga-Sagu.

Vinagreira: O coração da casa... e do bar (Croquetes de carne de panela cozida lentamente com café especial e especiarias, gremolata de agrião - ou rúcula - com limão), por Bia Rez
Transformando elementos e tarefas do cotidiano de uma mulher que comanda uma casa, passa o café pela manhã, pensa no almoço, janta e coloca tudo para funcionar, a carne de panela é um clássico prato de mãe, que remete o conforto da casa e se sentir cuidado. Essa é uma versão feita para o boteco, um convite para as mulheres ocuparem cada vez mais esses ambientes. Acompanha um molho levemente amargo e ácido como o caminho de toda mulher que luta para chegar aonde bem entender.

Rause Café e Vinho: Mulher na cozinha sim, e na rua também - Por mais segurança e valorização do centro urbano (Massa Clássica de Crepes Franceses: Ovos, leite, trigo, manteiga, sal e açúcar), por Nina Ribas
Com a chegada da pandemia a Rause café encontrou no movimento um novo propósito de negócio. Com a necessidade de transitar de uma região nobre em Curitiba para a região histórica central, em anexo à Alfaiataria, centro cultural independente. Nina junto de sua chef Léia adaptou seu cardápio para opções mais democráticas e versáteis, como o crepe francês.
O centro muitas vezes é evitado, por ser considerado perigoso, mas o contato com a calçada, as pessoas, a história e a cultura da cidade são valores agregados e aliados do cardápio hoje. Gastronomia de rua, e sem medo de servir!
Mandarina: Dia traz Dia, por Renata Vidal e Juliana Krainski
Como as minúcias do dia a dia feminino interferem nas tomadas de decisões criativas no ambiente profissional gastronômico. É um terrine de legumes com pimentões assados e creme de queijo. Acompanha Berinjela, abobrinha, pimentões assados (vermelho e amarelo), cogumelos, tomilho, creme de queijo temperado com Pesto e limão siciliano (também possui versão vegana). Acompanha pão de fermentação natural.

Daniel Migliavacca e Sérgio Albach realizam concerto instrumental no Teatro Barracão EnCena

Concerto de encerramento da Série DUOS, com bandolim e clarone, será nos dias 14 e 15 de dezembro, às 20h

Foto: Ricardo Soca

Nos dias 14 e 15 de dezembro (quarta e quinta-feira), às 20h, o bandolinista Daniel Migliavacca apresenta o concerto de encerramento da Série DUOS, dessa vez ao lado do clarinetista Sérgio Albach, no palco do Teatro Barracão EnCena. Os ingressos têm preços populares a R$10 (inteira) e R$5 (meia-entrada) e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro a partir das 19h nos dias de apresentação.

Neste projeto, Daniel busca explorar a sonoridade do bandolim experimentando combinações pouco usuais com outros instrumentos, a exemplo da percussão, do violino, do baixo elétrico, da voz e da guitarra, que protagonizaram os primeiros cinco concertos. Para a sexta apresentação da série inédita, a ideia é combinar o bandolim com o clarone e o clarinete de Sérgio Albach, diretor da Orquestra à Base de Sopro de Curitiba desde 2002 e dono de uma vasta carreira nacional e internacional.

A série ocupa o Teatro Barracão EnCena desde julho. No total, serão 12 shows, sendo dois concertos seguidos por mês. O bandolinista relembra as apresentações e diz que a ideia é encerrar a série com chave de ouro. “Foi uma alegria enorme realizar essa série e tocar ao lado de músicos que eu admiro tanto. Tocar em duo é sempre um desafio porque exige bastante da nossa percepção e interação com o outro e com a música. Já tô pensando na segunda temporada, com certeza!”, declara Daniel Migliavacca.

O projeto, que conta com o incentivo do CEDIP, da Bosch e da Celepar, através da Lei de Incentivo à Cultura da cidade de Curitiba, também prevê a realização de seis concertos didáticos em regiões descentralizadas, com o objetivo de ampliar o alcance do projeto e fomentar a formação de plateia nos bairros.

Sobre Daniel Migliavacca
O bandolinista Daniel Migliavacca é um dos jovens representantes do Choro e do bandolim no Brasil. Tem se destacado em diversos projetos como instrumentista, compositor, arranjador e diretor musical. Já conquistou prêmios pelo Brasil como instrumentista e compositor e possui 7 CDs lançados. É bacharel em Música Popular pela UNESPAR (2011) e mestre em Música pela UFRJ (2019) tendo lançado uma série de Dez Estudos para Bandolim Solo contribuindo para o desenvolvimento técnico do instrumento no Brasil.
Recentemente, lançou o álbum “Pra ser Feliz” com seu quarteto em parceria com a cantora Rogéria Holtz, e prepara, ainda para 2022, o lançamento do álbum “A Bossa Eterna de Raul de Souza” dedicado ao trombonista Raul de Souza, também com seu quarteto, e tendo como convidado o flautista e saxofonista Eduardo Neves.

SERVIÇO DUOS
14 e 15 de dezembro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Sérgio Albach (clarone e clarinete/PR)
Local: Teatro Barracão Encena
(R. Treze de Maio, 160 - Centro, Curitiba - PR, 80020-270)
Ingressos: R$10 (inteira) / R$5 (meia entrada)
Vendas no local, uma hora antes das apresentações

FICHA TÉCNICA
Direção musical: Daniel Migliavacca
Músicos: Daniel Migliavacca, Caíto Marcondes, Gabriel Vieira, Glauco Solter, Izabel Padovani, Mario Conde e Sérgio Albach
Direção de produção e Gestão de projeto: Gilmar Kaminski
Produção executiva: Luana Camargo
Assistência de produção: Záire Osório
Técnico de som: Chico Santarosa
Iluminação: Victor Sabbag
Projeto gráfico: Pablito Kucarz
Redes sociais e Assessoria de imprensa: Platea Comunicação e Arte
Registro fotográfico: Ricardo Soca e Gus Benke
Registro audiovisual: Renato Próspero
Captação de recursos: Meire Abe

Produção: Flutua Produções
Incentivo: CEDIP, Bosch e Celepar

Projeto realizado com recursos do Programa de Apoio de Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Verão 2023 com expectativa de público recorde, é o que espera o Parque Estadual Vila Velha

Recebendo turistas de todo o Brasil e do mundo, a ideia é superar os números dos anos anteriores

Um dos cartões-postais mais belos do estado do Paraná, o Parque Vila Velha, localizado em Ponta Grossa, cerca de uma hora da capital, Curitiba, espera movimento recorde nos meses de dezembro de 2022 e janeiro e fevereiro de 2023.

Com atrações voltadas para toda a família, em meio à natureza, o local abriga a tirolesa mais bonita do Brasil, além de oferecer aos turistas o arvorismo, o cicloturismo, com 22km de trajeto, as caminhadas noturnas, sucesso entre os seus participantes, e também o voo em balão estacionário.

“Temos diversas opções de lazer para todos os tipos de público, desde os mais radicais até aqueles que preferem percorrer as nossas trilhas em meio aos arenitos. Nossa tirolesa, com vista privilegiada, sob a Furna dos Lambaris, leva o visitante de uma extremidade a outra dessa grande cratera, numa extensão de 200 metros, e o nosso arvorismo, com um circuito de tirar o fôlego realizado em um bosque de Araucárias, onde o visitante passeia com segurança pela copa das árvores”, destaca o Gestor do Parque Vila Velha, Leandro Ribas.

Além disso, em dias de vento e clima favoráveis, o Parque oferece voo em balão estacionário, uma experiência única para quem prefere apreciar de cima os milenares arenitos.

A gastronomia é um capítulo à parte. Dentre as opções gastronômicas, o Parque conta com restaurante e armazém no Centro de Visitantes com vários pratos típicos paranaenses, um container para lanches em Furnas e um café na Lagoa Dourada. Energia para antes, durante e depois dos passeios pelo Parque.

Expectativa recorde

Com os números de visitantes em alta, espera-se superar os anos anteriores, aproveitando os dias de sol que tornam o Parque Vila Velha mais bonito e atrativo.

“O mês de julho de 2022 foi muito positivo para o Parque Vila Velha, pois recebemos mais de 11 mil visitantes durante o período de férias. Já no verão, nossa expectativa é dobrar esse número, justamente por conta das condições climáticas, que nessa época do ano costumam ser mais favoráveis”, afirma Ribas.

Os ingressos dão direito a passar o dia todo no Parque, aproveitando a natureza e conhecendo os famosos Arenitos, Furnas e a Lagoa Dourada. Os traslados internos, que levam os visitantes de um ponto ao outro dentro do Parque, são realizados pelas charmosas Jardineiras (sem custo adicional) e o passeio leva, em média, quatro horas para ser concluído.

A entrada pode ser garantida antecipadamente pelo site www.parquevilavelha.com.br ou diretamente no local.

Sobre o Parque Vila Velha

Localizado a uma hora de Curitiba, o Parque Estadual de Vila Velha é o primeiro parque estadual criado no Paraná, em 1953, e atualmente é uma concessão do Governo do Estado do Paraná, por meio do Instituto Água e Terra, à Soul Vila Velha, uma empresa do Grupo Soul Parques.

As bilheterias funcionam até as 15 horas. O parque indica, a chegada ainda pela manhã, para que os visitantes possam conhecer os três atrativos naturais – Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada – se deliciar com as diversas opções gastronômicas e ainda aproveitar as atrações de aventura – Tirolesa, Arvorismo e Cicloturismo.

Mais informações podem ser obtidas no site www.parquevilavelha.com.br e nas redes através do @parquevilavelha.

Natal do Paço da Liberdade estreia nesta 3ª feira (06), às 20h30

As apresentações, que combinam projeção em 3D e interações ao vivo, são gratuitas e acontecem de 06 a 08 de dezembro, às 20h30, na Praça Generoso Marques, no Centro de Curitiba.

Na próxima terça-feira (06), às 20h30, o Sesc Paço da Liberdade inicia a temporada do espetáculo Desejos de Natal. Serão três apresentações, de 06 a 08/12, sempre no mesmo horário. A história, criada e dirigida por Pablo Colbert, tem a intenção de transportar o público ao verdadeiro sentido do Natal. De uma maneira lúdica e bastante colorida, as projeções mapeadas em 3D, em sintonia com as apresentações ao vivo, farão aflorar o amor, a compaixão e o afeto em cada um dos presentes. O evento, que é realizado pelo Sesc e pela Fecomércio, é voltado a todas as idades, é gratuito e ao ar livre. O Sesc Paço da Liberdade é na Praça Generoso Marques, 189, no Centro de Curitiba.

Em caso de chuva forte no momento, o espetáculo será cancelado.

Desejos de Natal

O espetáculo, idealizado por Pablo Colbert, pretende despertar nas pessoas o AMOR, a SOLIDARIEDADE, a FRATERNIDADE e a PROSPERIDADE. Valores especiais que costumam estar mais aflorados nessa época do ano.

“A correria do dia a dia faz com que a gente entre no automático. A rotina acaba apressando o ano, fazendo com que ele passe num piscar de olhos. Essas apresentações são um convite para a pausa; um momento para olhar para dentro, para que possamos nos presentear, cuidar do próximo e compartilhar com todos”, explica Pablo.

Na peça, a história será contada por meio do sonho da criança, na véspera do Natal. Antes de adormecer, a menina confessa à avó sua ansiedade, a vontade de ganhar presentes e o desejo de curtir tudo o que a data proporciona. Inundada pela criatividade infantil, ela adormece e sonha. No sonho, todos os seus DESEJOS DE NATAL vão se tornando reais. O imaginário da menina é tomado por luz, cor, música, fadas, anjos, bailarinas e, claro, pelo bom velhinho!

“As projeções mapeadas em 3D levarão o público para “dentro” da história e, as interações com artistas reais, serão peças-chave para a concretização do mundo dos sonhos. Haverá muito envolvimento com o público, música ao vivo, apresentações circenses e o Papai Noel. O espetáculo pretende mostrar que o Natal e o espírito natalino são reais e estão presentes em todos nós”, conclui o diretor do espetáculo.

Ficha Técnica

Direção: Pablo Colbert.
Produção e Projeção mapeada 3D: Tempo Arte Produções.
Cantora: Uyara Berto.
Artistas circenses: Marina Prado , Fábio Salgueiro , Camila Mara , John Willians , Sabrina Almeida.
Papai Noel - Luís Cláudio Berthier.
Atores de Dublagem: Ranieri Gonzalez, Regina Vogue e Ziza.

Natal do Paço - Curitiba

Tema: Desejos de Natal.
Data: 6, 7 e 8 de dezembro/22.
Horário: 20h30.
Local: Sesc Paço da Liberdade - Praça Generoso Marques, 189, Centro. Curitiba-PR.
Público: Para toda família.

OBS: O espetáculo é aberto, não é necessário retirar ingresso com antecedência.

Exposição Primeiro Olhar revela fotos de estudantes no Ventura Shopping

Desde o dia 21 de novembro, o mall do Ventura Shopping, no setor azul próximo à Hiperzoo, recebe a "Exposição Primeiro Olhar", com fotos produzidas por 11 estudantes do Colégio Estadual Emilio de Menezes, de Curitiba. Quem passar pelo local poderá apreciar os cliques captados pelos alunos que tiveram o primeiro contato com máquinas fotográficas profissionais. A exposição vai seguir até o mês de abril e pode ser visitada gratuitamente.

O projeto social foi idealizado pela fotógrafa Jacqueline Padilha, que solicitou apoio do shopping para expor o trabalho. "Fiquei feliz com o resultado do projeto. Os estudantes não tinham a menor noção de como funciona um diafragma, obturador ou como segurar e manusear uma câmera profissional. Ao final do curso estavam dominando totalmente a técnica e um pouco de composição. As fotos ficaram lindas", disse a fotógrafa Jacqueline.

Os alunos irão expor os trabalhos e também compartilhar depoimentos de como a foto foi produzida. "A exposição é um incentivo para despertar o interesse dos jovens por uma carreira. A iniciativa da Jacqueline é um gesto de amor à profissão e compartilhar conhecimento com as novas gerações é inspirador", explicou a gerente de marketing do Ventura Shopping, Daniela Leal.

Serviço:

Exposição Primeiro Olhar

Local: setor azul, próximo a Hiperzoo no Ventura Shopping

Quando: novembro 22 a abril 23

Horário: durante o funcionamento do shopping