#Sextou no Dia Internacional do Hambúrguer: Saiba onde pedir em Curitiba

Em 28 de maio é comemorado o Dia Internacional do Hambúrguer;
Hambúrguer é top 3 entre os mais pedidos no app 99Food;
Existem muitas possibilidades para veganos e vegetarianos.

Curitiba (PR), 28 de maio de 2021 – Hoje, 28 de maio, o mundo inteiro celebra o Dia Internacional do Hambúrguer. Só por esse lanche ter um dia apenas para ele já demonstra o quanto é amado em todo o mundo e para os apaixonados por lanches, esse é o momento perfeito para aproveitar. Quer melhor #sextou do esse?

Você sabia que o hambúrguer é um dos mais pedidos via delivery no Brasil? Segundo levantamento da 99Food, plataforma de intermediação de entregas, nos últimos 5 meses, os hambúrgueres representaram 20% do total de pedidos realizados.

A diretora de operações da 99Food, Milene Alves, informa que o número de pedidos aos fins de semana é o maior. “O hambúrguer é um dos três itens mais pedidos entre sexta-feira e domingo. O lanche é querido pelas pessoas, desde vegetarianas e veganas até os carnívoros, pois existem opções para todos”, conta.

O hambúrguer é uma refeição prática e que sacia o desejo de comer algo saboroso naquele dia que um lanche é a escolha da vez. Em Curitiba, o consumidor pode pedir delivery em uma série de hamburguerias, bares e restaurantes que também produzem versões artesanais com variados mix de acompanhamentos, como o Take Your Beer e o Big Bear Burguer, que tem opções para quem não come carne. Dá pra pedir em todos os dias da semana.

Para conhecer todas as opções em Curitiba basta fazer o download da 99Food na loja de aplicativos do seu smartphone.

###

Sobre a 99Food
A 99Food é uma plataforma de intermediação de entregas dos estabelecimentos locais de uma maneira tão simples quanto solicitar uma corrida dentro do app 99. A 99Food usa a mais alta tecnologia para conectar os sabores e cultura gastronômica do Brasil e oferecer para as pessoas uma ampla variedade de locais com opções simples, acessíveis e deliciosas para comer todos os dias. A companhia faz parte da empresa global DiDi Chuxing ("DiDi") e está disponível para usuários do aplicativo 99Food (para Android e iOS). Saiba mais em https://Food.99app.com

###

Rotina de inverno: Cães precisam de cuidados especiais de acordo com sua idade e raça

Veterinário dá dicas sobre frequência de banhos, cuidados, atividades físicas e alimentação para os dias frios

Embora o inverno ainda não tenha começado, os dias frios já anunciam que teremos uma estação rigorosa pela frente. E assim como os tutores, os pets podem sentir muito frio, principalmente de acordo com a idade e a pelagem: cães filhotes e idosos, assim como as raças que apresentam pelo mais curto - como Chiuahua, Pug, Bulldog, Boxer, Pinscher e Fox Paulistinha -, são mais suscetíveis ao frio e precisam de alguns cuidados especiais.

De acordo com o veterinário e proprietário do Clube de Cãompo, Aldo Macellaro Jr, medidas simples como colocar uma roupa no pet e aquecer sua pequena cama com mantas e cobertores podem ajudá-los a sentir menos frio, entretanto, a rotina de cuidados vai um pouco além disso. Pensando na saúde e bem-estar dos animais nesse período, a seguir, o especialista destaca uma série de dicas como orientação aos tutores.

Cachorro toma banho no inverno?

Os banhos no inverno podem acontecer com menos frequência, o que pode variar de acordo com a raça e ambiente que o pet habita. Em média, os banhos nesse período podem ser dados a cada 30 dias em cães de pelagem mais curta e que vivem em áreas externas. Já os cães de pelagem longa e que vivem dentro de casa, podem tomar banhos a cada 15 dias. "O mais importante é preservar a saúde do animal, eles não precisam estar sempre perfumados. Caso o tutor opte por uma frequência de banhos mais espaçada não há problema, mas alguns cuidados precisam ser mantidos como a limpeza dos ouvidos, escovação dos dentes e da pelagem, principalmente em cães de pelo longo que costumam sofrer com nós. Animais que tomam banho em pet shops não costumam ter problemas nesse período, mas caso o tutor opte por dar banho em casa, é muito importante escolher um horário mais quente do dia, evitar banhos ao ar livre, usar água morna, secar bem os pelos e proteger os ouvidos, para que não entre água. Cães da raça Cocker Spaniel, por exemplo, precisam de cuidados redobrados nesse sentido, pois apresentam problemas auriculares com maior frequência", explica Aldo Macellaro Jr.

Alimentação deve ser balanceada

Os pets devem receber uma alimentação balanceada ao longo do ano, independentemente das estações. Porém, com o inverno o animal acaba se exercitando menos e, consequentemente, gastando menos energia, o que pode levar ao aumento de peso. "Esse ponto merece bastante atenção, pois muitos tutores acabam compartilhando suas refeições, o que pode ser muito prejudicial para a saúde do cão. No inverno a dieta precisa ser seguida com ainda mais rigor, pois a obesidade abre portas para outras doenças mais graves", destaca o veterinário.

Está muito frio para fazer um passeio?

Mas saiba que a atividade física é essencial para a saúde física e psicológica do cão. Além de ajudar a controlar o peso, proteger de doenças cardíacas e articulares, os cachorros precisam estar em movimento, interagindo com outros animais e explorando novos ambientes. "Apesar do frio, os passeios precisam ser feitos pelo bem do pet. Quando eles passam muito tempo trancados em casa podem ficar ansiosos e até agressivos por manter a energia contida. Pode ser uma voltinha rápida pelo bairro e depois, complementar com mais alguma brincadeira de interação entre o pet e o tutor", exemplifica o especialista.

Vacinas precisam estar em dia

A vacinação do pet é fator importante para preservar sua saúde e deve estar sempre em dia. Mas no inverno, com as temperaturas mais baixas e possíveis quedas na imunidade, algumas doenças respiratórias infecciosas acometem os animais com mais frequência como a tosse dos canis, também conhecida como traqueobronquite infecciosa canina, e a vacinação é a melhor forma de prevenção. "Essa infecção pode ser causada por vírus ou bactérias e costuma apresentar sintomas como tosse frequente, espirros, secreções no nariz, boca e olhos, chiado na respiração, febre e vômitos. A tosse pode ser confundida com engasgos, por isso é preciso estar atento, alguns casos podem evoluir para pneumonia. As vacinas hoje disponíveis são indispensáveis para evitar essas contaminações e complicações", ressalta Aldo Macellaro Jr.

Frio, dor ou ambos?

Este é um ponto que requer muita atenção, especialmente quando diz respeito aos cães com idade mais avançada, que possuem massa muscular e camada de gordura reduzidas, um processo natural do envelhecimento. "Pode ser que o pet com mais idade durma por mais tempo e com o frio fique mais encolhido. Quando ele acorda, pode ser acometido por fortes dores articulares e agravar os casos de artrite e artrose, por exemplo. Nesses casos, é preciso estar atento ao que parece ser uma preguiça e ajudar o animal a se movimentar, para evitar que chegue a quadros mais críticos de dor e desconforto. Em alguns casos é preciso buscar ajuda veterinária para a realização de exames, diagnóstico e tratamento mais adequado", conclui Macellaro Jr.

Sobre o Clube de Cãompo
Fundado em 1996, o Clube de Cãompo é um hotel fazenda para cães localizado em Itu (SP), há 80 km da capital. Projetado para oferecer diferenciais em hospedagem, o espaço é uma verdadeira colônia de férias para animais, oferecendo diferenciais como amplos espaços em meio à natureza, chalés individuais, departamentos separados por porte de animal, ambientes higienizados e desinfetados diariamente. O espaço ainda conta com assistência integral de veterinários e a hospedagem inclui banho e passeios monitorados pelos 60.000 metros quadrados de área do Clube. Também podem ser contratados para os cães hóspedes os serviços de agility, natação, adestramento, obediência básica, solução de problemas comportamentais, condicionamento físico e Day Care, composto por um dia de atividades variadas, além do transporte porta a porta em veículos climatizados para maior comodidade e segurança.

Dia do Comissário de Voo: veja dicas para a saúde em viagens longas

Beber bastante água, se movimentar e usar meias de compressão são algumas dicas que podem ajudar a evitar desconfortos

O Dia Mundial do Comissário de Voo é celebrado em 31 de maio. A data surgiu em 1973, com a criação da Associação Internacional dos Comissários de Voo, mas foi oficializada apenas em 1986. Além de se preocupar com o bem-estar e a segurança dos passageiros, é importante que esse profissional também fique atento com a própria saúde, especialmente durante longas viagens.

Uma das situações já conhecidas de quem realiza longas viagens, seja comissário de voo ou passageiro, é o fato de ficar muito tempo parado na mesma posição, pés inchados e sensação de peso nas pernas. Isso ocorre porque a circulação fica inativa, possibilitando a formação de coágulos que bloqueiam o fluxo de sangue. Além do incômodo, essa má circulação pode trazer riscos para a saúde. No entanto, com pequenas atitudes é possível mudar esta situação. Confira cinco dicas para trazer mais conforto e segurança durante as viagens:

• Levante da poltrona e caminhe: a natureza do nosso corpo é estar em movimento, portanto, é essencial tentar se levantar da poltrona em alguns momentos da viagem e realizar breves caminhadas, como ir até o banheiro.

• Se movimente mesmo sentado: mesmo sentado, é possível - e muito importante - se exercitar para evitar a sensação de cansaço nas pernas. Movimentos circulares e elevando e abaixando os pés são exercícios simples que irão aliviar o desconforto.

• Use meias de compressão: as meias de compressão já existem há muitos anos e são usadas, principalmente, por pessoas que possuem varizes ou problemas de circulação. No entanto, o uso delas pode ser preventivo e há modelos no mercado específicos para viagens que promovem uma sensação de alívio nas pernas, sem machucar ou esquentar. A SIGVARIS GROUP, empresa líder mundial em produtos de compressão graduada, inclusive, possui uma meia especialmente desenvolvida para viagens, chamada Traveno, que é indicada para viagens com mais de duas horas de duração. Além de evitar o inchaço, promove mais segurança à saúde, pois trabalha contra os efeitos causados pela falta de movimento durante o percurso.

• Mantenha-se hidratado: em longos períodos na mesma posição, beber água com frequência é fundamental para manter a circulação do sangue dentro da normalidade. Mesmo não sentindo sede, é importante que a pessoa beba pequenas quantidades de água a cada 30 minutos da viagem, já que o ar-condicionado pode ressecar a pele e desidratar.

• Evite o consumo de álcool, cigarro e comidas gordurosas: é fundamental evitar o consumo de tabaco e álcool em excesso antes, durante e após os voos. Isso vale também para alimentos gordurosos e salgados, que contribuem para a retenção de líquidos, o que pode potencializar inchaços nas pernas. Vale investir em alimentos saudáveis durante as viagens, como frutas, sucos e sanduíches naturais.

Sobre a SIGVARIS GROUP

A SIGVARIS GROUP é uma empresa suíça de capital 100% familiar desde sua fundação e líder de mercado global na produção de meias médicas de compressão graduada, com o objetivo de promover saúde e qualidade de vida às pessoas, prevenir e tratar doenças venosas e proporcionar conforto em todos os momentos da vida. A empresa foi fundada em 1864 na cidade de Winterthur e, por aproximadamente 100 anos, produziu "tecidos emborrachados elásticos", comercializado na Suíça e no Exterior. Entre 1958 e 1960, colaborou com o Dr. Karl Sigg para desenvolver meias médicas de compressão para melhorar a função venosa e aliviar os sintomas venosos. O portfólio de produtos foi ampliado em 2009 quando as linhas esportivas, de viagem e de bem-estar, dedicadas ao consumidor, foram acrescentadas à linha médica. As meias das linhas de viagem e bem-estar proporcionam uma função preventiva e aliviam os primeiros sintomas de problemas nas pernas, enquanto os produtos da linha esportiva apoiam o desempenho dos atletas e seu tempo de recuperação. No mundo, são 1,5 mil funcionários, em fábricas na Suíça, França, Brasil, Polônia e Estados Unidos, bem como subsidiárias integrais na Alemanha, Áustria, Reino Unido, Canadá, China, Austrália, México e Emirados Árabes Unidos, com atendimento a 70 países. No Brasil, são 200 funcionários em sua sede, em Jundiaí.

Outras informações

https://www.sigvaris.group

https://www.sigvaris.com.br

https://www.programasigmais.com.br/#/

https://www.facebook.com/sigvarisgroup.brasil/

https://www.instagram.com/sigvarisgroup.brasil

https://www.linkedin.com/company/sigvarisgroup-brasil

https://www.youtube.com/user/SigvarisBrasil