Restaurante de Curitiba promove ação social que beneficia o campo e o consumidor

Uma parceria entre um restaurante e comunidades de agricultores familiares abre a temporada de uma ação social que vai impulsionar a produção no campo, da região metropolitana de Curitiba.

5==QO0IzNhBjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5cDMyMjN4ITMyozZlBnauc3bsRzNhRjNkVWY4YWOjNjNiNTN5gjNiVGN4UmZlhzM5QGNGJTJ5QGNGJTJxMzM5YkMlMzNxMTMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopzN
O restaurante Aish Baladi e um grupo de Cooperativas da Agricultura Familiar que comercializam na CEASA de Curitiba, promovem uma ação solidária para transformar os produtos do campo em pratos de chef.

O "Prato Solidário", como foi denominado, será oferecido dentro do restaurante com um desconto de 50% para o cliente. A ação começa no dia 25 de maio, data que se comemora o Dia do Trabalhador Rural. "Queremos que essa seja a primeira ação de muitas que vamos fazer em nosso restaurante e que também sirva de incentivo para que outras casas comecem a buscar esse tipo de parceria, que promove a comunidade local do campo ao prato", diz Jordana Merlin Villaverde, proprietária do restaurante.

Nessa primeira temporada, o Aishi Baladi vai oferecer a "Salada Solidária", com produtos frescos, recebidos direto das famílias cooperadas. "Nossos pratos vão mudar conforme a estação da produção agrícola. Nesse momento, e de acordo com a culinária do nosso restaurante, vamos oferecer um mix de saladas, com vários produtos da estação", diz a proprietária.

Essa parceria surgiu da necessidade de ajudar tanto a agricultura familiar da região metropolitana de Curitiba, como os restaurantes que, com a pandemia, muitos tiveram que fechar as portas. "Queremos promover ainda mais essa ação, para ajudar nos resultados tanto para o campo, como para os restaurantes e também para o consumidor final", diz o presidente da ARCOS, Marcos Dobrinski. A ARCOS também promove a "Cesta Social", com produtos direto da roça para o consumidor final. "Nesse projeto a cada cinco cestas vendidas, uma é doada à famílias em vulnerabilidade social", diz. Para conhecer esse projeto basta acessar o Instagram: @cestasocial_2020.

Um importante apoio às cooperativas vem da atuação do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR PR), órgão ligado a Secretaria de Estado da Agricultura. De acordo com gerente regional do IDR de Curitiba, Orival Stolf, "a atuação do IDR Paraná se pauta no compromisso de entrega de resultados efetivos aos agricultores familiares e suas cooperativas, e esta iniciativa mostra o potencial desse trabalho", enfatiza.

Aishi Baladi Gastronomia

Inaugurado em 2020, o Aishi Baladi Gastronomia, que significa na tradução "o Pão da Vida", traz a culinária árabe em sua versão moderna, com pratos quentes e frios o restaurante atende aos paladares tradicionais aos mais exigentes em se tratando da rica gastronomia do oriente médio.

O Aishi Baladi Gastronomia está localizado em dois Shoppings em Curitiba:

SHOPPING CURITIBA

Largo Curitiba

(41) 3328-8341

SHOPPING MULLER

Praça de Alimentação

(41)3013-3066

Instagram: @aishibaladigastronomia

Facebook: @aishibaladigastronomia

Petrobras inicia doação de cestas básicas no Paraná para população em vulnerabilidade por conta da pandemia

No estado serão doadas 2.270 cestas por intermédio da Associação de Proteção à Infância Vovô Vitorino, de Curitiba
24 de maio de 2021
A pandemia de Covid-19 agravou o desemprego no Brasil e aumentou o número de pessoas na linha da extrema pobreza. Para ajudar famílias que se encontram em estado de vulnerabilidade, a Petrobras inicia nesta semana a doação de 180 mil cestas básicas, sendo 2.270 no Paraná, por intermédio da Associação de Proteção à Infância Vovô Vitorino, de Curitiba. A doação totaliza R$ 22,7 milhões investidos e irá beneficiar, ao todo, 60 mil famílias, em 10 estados do país, que receberão a doação por três meses. Para definir as famílias contempladas foi realizado um mapeamento prévio em comunidades vizinhas de unidades de operações de refino e gás natural da companhia e dados de inscritos no Cadastro Único para programa sociais do Governo Federal.

“Essas cestas básicas ajudarão as comunidades vizinhas às nossas operações nesse período ainda tão crítico da pandemia. Entendemos as dificuldades da população e buscamos maneiras de ajudar a amenizar a situação”, afirma a gerente executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Olinta Cardoso.

A ação será executada por instituições parceiras da Petrobras e sem fins lucrativos, que receberão recursos da companhia para fazer a aquisição e entrega dos mantimentos às famílias, seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19. Dependendo da localidade, as famílias também poderão ser atendidas com a distribuição de cartões para a aquisição dos alimentos em comércios locais previamente cadastrados.

“Com a aquisição das cestas no comércio local fortalecemos os pequenos empreendedores, que também foram bastante afetados pela pandemia”, conclui Olinta.

OUTRAS INICIATIVAS

A Petrobras vem realizando uma série de ações voluntárias de apoio à sociedade no enfrentamento da pandemia da Covid-19. Foram realizadas, por exemplo, doações de testes para diagnóstico, EPIs, equipamentos hospitalares e de combustível, visando abastecer ambulâncias, veículos de transporte de equipes de saúde e geradores de hospitais públicos que atendem pacientes com Covid-19.

Para 2021, a Petrobras iniciou a doação de 2,5 mil cilindros de oxigênio para beneficiar as secretarias estaduais de saúde. Até o momento, Amazonas, Bahia, Paraná , Ceará e Rio Grande do Sul já receberam cilindros. A companhia também investiu na aquisição de 12 miniusinas de oxigênio para abastecer hospitais públicos, com capacidade de suprir cerca de 20 leitos de UTI cada uma. Os estados onde as usinas serão instaladas seguem os mesmos critérios adotados para a doação dos cilindros de oxigênio: possuírem unidades de operações da Petrobras e criticidade das taxas de contaminação e mortalidade pela Covid-19.

O valor destinado pela Petrobras para essas ações voluntárias de apoio à sociedade no enfrentamento da pandemia da Covid-19 já alcançou R$ 100 milhões. Parte do valor aprovado para a realização destas ações é procedente de recursos recuperados pela Petrobras em acordo de leniência assinado recentemente.

“Arraiá do Seu Vigário 2 ”: Padre Reginaldo Manzotti prepara mais uma live junina

Após o grande sucesso da live junina realizada no ano passado, o Padre Reginaldo Manzotti confirmou em suas redes sociais o “Arraiá do Seu Vigário 2”. A festança acontece no dia 11 de junho, às 19h, no seu canal do Youtube (youtube.com/padremanzotti).

O Padre Manzotti promete animar a noite de sexta com muita música, brincadeiras e, claro, muita oração. Além de celebrar os tradicionais Santos juninos – São João, São Pedro e Santo Antônio -, serão compartilhadas com o público as principais características da festa junina em cada região do Brasil, como: danças, tradições e é claro, comidas típicas. Para participar desta festa e compartilhar uma curiosidade, traje ou comida típica que não pode faltar no seu arraiá, é necessário publicar uma foto utilizando a #ArraiaManzotti2.

Além do Youtube, a live também será transmitida pela TV Evangelizar, Rádios Evangelizar e emissoras de rádio parceiras.

Sobre o Padre Reginaldo Manzotti
Sacerdote, escritor, músico, compositor, cantor e apresentador de rádio e TV, o padre Reginaldo Manzotti ao completar 25 anos de sacerdócio, decidiu se reinventar e inovar mais uma vez em prol da evangelização.
Antenado com as mídias digitais, o sacerdote tem 7.3 milhões de seguidores no Facebook, 3.6 milhões de seguidores no Instagram, 2.4 milhões de pessoas inscritas em seu canal do YouTube, 692 mil seguidores no Twitter e 221 mil em seu canal Vevo. Seu portal, www.padrereginaldomanzotti.org.br, recebe mais de 1 milhão de acessos mês.

Sacerdote que evangeliza pelos meios de comunicação, o padre apresenta programas de rádio e televisão que são retransmitidos e exibidos em mais de 1680 emissoras do país, além de outros países como: Inglaterra, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Angola, Paraguai, Bolívia e Uruguai.

www.padrereginaldomanzotti.org.br
Facebook: facebook.com/padrereginaldomanzotti
Twitter: twitter.com/padremanzotti
Instagram: @padremanzotti
Youtube: youtube.com/PadreManzotti
VEVO: youtube.com/Padremanzottivevo

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA REVELA O TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE CONTRA A COVID-19 EM UTI`S DE CURITIBA

O primeiro hospital de Curitiba, a Santa Casa de Misericórdia, comemora 141 anos com uma exposição mostrando a rotina dos profissionais na linha de frente

Em homenagem ao aniversário de 141 anos, o hospital Santa Casa de Misericórdia de Curitiba lançou, no último sábado (22), a exposição física e virtual “Vivendo a pandemia no ambiente hospitalar”. A exposição fotográfica é uma iniciativa do Museu da História da Medicina do Paraná. As fotos estão instaladas nas áreas comuns do prédio histórico da Santa Casa, como corredores e nos jardins. De forma virtual, elas poderão ser acessadas pelo site www.exposicaovivendoapandemia.com.br
Devido a pandemia mundial de Covid-19, desde março de 2020 o museu realiza apenas atividades internas. O local faz parte do Espaço Cultural da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba. Segundo o curador do Museu da História da Medicina do Paraná, Fábio André Chedid, a exposição virtual é uma forma de aproximar os visitantes e o museu. “Estes registros também eternizam, do ponto de vista histórico, a perpetuação da função misericordiosa e protetora do Hospital Santa Casa de Curitiba”, disse Fábio.
A proposta é que, no futuro, o museu possa receber os visitantes externos. Por questões de segurança, em razão do último Decreto n.º 890/2021 da Prefeitura de Curitiba, apenas os pacientes e visitantes de pessoas internadas poderão ter acesso ao museu e à exposição, instalada nas alas comuns do prédio histórico. Vale destacar que o hospital foi completamente adaptado ao período de quarentena. A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba se tornou a maior instituição filantrópica do Paraná em atendimento a pacientes com COVID-19.
Em 2020, a Santa Casa reabriu o Instituto de Medicina do Paraná e o transformou em hospital de campanha, com 110 leitos dedicados ao atendimento de pacientes com COVID-19 do SUS. Ao todo, foram disponibilizados 70 leitos exclusivos de UTI’s. Mais de 1.500 vidas já foram salvas pela Santa Casa de vítimas de COVID-19. O trabalho destes profissionais na linha de frente foi registrado pelos fotógrafos Eduardo Kimmel e Guilherme Bressan.
A exposição revela dois ambientes distintos do hospital: as zonas quentes (como são chamadas as UTI’s) e as zonas frias (fora das UTI’s, com menor circulação do vírus). Segundo Guilherme, um dos fotógrafos da exposição, foram feitos registros fotográficos e também audiovisuais. A dupla conheceu o trabalho intenso da equipe médica. “A Santa Casa foi pioneira no registro histórico deste momento”, afirma Guilherme.
Cerca de 40 fotos e material audiovisual estão disponíveis no site. O lançamento da exposição também faz parte da 19° Semana de Museus, evento nacional promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus. A exposição é a 1ª fase de um projeto viabilizado por doações de imposto de renda, por meio da Lei de Incentivo a Cultura. As doações são fundamentais para a criação de novas exposições com alta tecnologia como realidade virtual, projeções mapeadas e interações com equipamentos hospitalares pelos visitantes.

Sobre o Hospital Santa Casa de Curitiba
O Hospital de Caridade da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia foi o primeiro hospital de Curitiba e o segundo do Paraná. Com 141 anos, o hospital é voltado para o tratamento humanizado a pacientes e familiares. É considerado uma referência em especialidades médicas de média e alta complexidade. A Santa Casa é uma instituição filantrópica que conta com importantes apoiadores para manter os atendimentos médicos na Capital.
Exposição ‘Vivendo a Pandemia no Ambiente Hospitalar’
Data: 22 de maio até 31 de dezembro de 2021.
Local: www.exposicaovivendoapandemia.com.br. A exposição segue apenas assistida pelos públicos internos, respeitando o atual decreto da SMS (n.º 890/2021). Caso ocorra uma mudança de bandeira, que permita maior circulação de pessoas, será possível abrir a exposição para a entrada do grande público, que precisará agendar a visita pelo número (41) 3320-3502 e e-mail museu@santacasadecuritiba.com.br
XMA Header Image
Vivendo a Pandemia no Ambiente Hospitalar - HOME
exposicaovivendoapandemia.com.br

Você enviou Hoje às 12:09
credito das imagens: Eduardo Kimmel e Guilherme Bressan.