Araucária recebe 6 toneladas de alimentos da Corrente de Esperança Condor

Com o objetivo de ajudar Araucária neste momento difícil de pandemia, o Condor Super Center realizou a entrega de 6 toneladas de alimentos para o município, neste dia 6 de abril. A doação faz parte da Campanha “Corrente de Esperança Condor”, que segue até o dia 4 de maio e vai destinar parte da venda dos produtos anunciados nos tabloides específicos da ação.

Viabilizada em parceria com os fornecedores da rede, a “Corrente de Esperança Condor” já doou 14 toneladas de alimentos até o momento.

Segundo o diretor de operações do Condor, Maurício Bendixen, a campanha tem como objetivo ajudar as comunidades a enfrentarem este momento difícil. “No ano passado, já fizemos uma campanha semelhante, mas como a pandemia continua e os reflexos dela estão ainda mais fortes, decidimos criar uma corrente que ajude a população a passar por essas dificuldades com mais esperança e tranquilidade”.

A secretária de ação social de Araucária, Leonice Lara Lacerda, disse que a doação chega em boa hora. “Hoje, temos 8 regionais através do CRAS, que possuem critérios de vulnerabilidade que são avaliados por nossas assistentes sociais da linha de frente, por isso, agradeço o carinho do Condor por estar tendo este olhar neste momento difícil que estamos passando”.

A rede também vai entregar no dia 8 de abril, às 14h, quase 5,5 toneladas de alimentos para Campo Largo (Avenida Padre Natal Pigatto, 925 - gabinete do Prefeito).

Mais informações sobre a dinâmica da campanha e os produtos participantes podem ser conferidos no site www.condor.com.br.

Piraquara recebe 6 toneladas de alimentos da Corrente de Esperança Condor

Para ajudar Piraquara no enfrentamento da pandemia, o Instituto Joanir Zonta realizou a entrega de 6 toneladas de alimentos para o município, neste dia 5 de abril. A doação faz parte da Campanha “Corrente de Esperança Condor”, que segue até o dia 4 de maio e vai destinar parte da venda dos produtos anunciados nos tabloides específicos da ação.

Viabilizada em parceria com os fornecedores da rede, a “Corrente de Esperança Condor” também doou 2 toneladas de alimentos no dia 3 de abril para a comunidade Iguaçu III, em Curitiba. A moradora da comunidade, Rita Cássia Ferreira, destacou que as doações vão ajudar as famílias que trabalham com reciclagem, boa parte idosos. ‘É gratificante ver uma empresa olhando para as famílias aqui de dentro”.

Segundo o diretor administrativo do Condor, Wanclei Said, essa campanha foi idealizada para contribuir com as comunidades onde a rede atua. “Esperamos que estas doações possam minimizar o sofrimento das pessoas afetadas pela pandemia e que leve um pouco de esperança na vida delas”.

Para o prefeito de Piraquara, Josimar Aparecido Knupp Fróes, além de gerar empregos no município, o Condor também está ajudando Piraquara a enfrentar o momento atual. “O Condor é um grande parceiro da cidade e já nos ajudou no ano passado. Agora, esta doação chega em um momento econômico difícil, com desemprego em alta e com muitas famílias precisando”.

A rede também vai entregar amanhã, às 10h, 6 toneladas de alimentos para Araucária (Avenida Brasil, 379, Centro, Araucária – CRAS Centro).

Mais informações sobre a dinâmica da campanha e os produtos participantes podem ser conferidos no site www.condor.com.br.

Estresse e ansiedade provocados pela pandemia aumentam fatores de risco para infarto do coração

Hipertensão arterial, aumento dos níveis de gordura no sangue e da glicemia são alguns dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares que podem ser descontrolados com alterações emocionais

A pandemia da Covid-19 causou muitas mudanças repentinas na rotina das pessoas, principalmente, em relação ao trabalho e ao estilo de vida, trazendo também como consequência impactos para a saúde mental. Sintomas como estresse, alteração no sono, medo, ansiedade e preocupação excessiva passaram a aparecer em pessoas que nunca antes tinham relatado esses problemas. Um estudo realizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em meados de 2020, mostrou que 80% da população brasileira tornou-se mais ansiosa depois da pandemia.

Segundo o cardiologista do Hospital Santa Cruz, Dr. Rafael Luis Marchetti (CRM-PR 27.361, RQE 26.361/26.367), o estresse e outras alterações emocionais provocadas pelas situações vividas durante a pandemia contribuem para o descontrole dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, principalmente o infarto do coração.

“O confinamento, o isolamento social e a falta de atividade física geralmente estão associados à mudança para pior no padrão alimentar e no hábito do sono. O estresse também provoca aumento dos níveis de adrenalina circulando, o que por sua vez aumenta os níveis da pressão arterial. Como consequência disso tudo, surge a hipertensão arterial, o aumento dos níveis de gordura no sangue, obesidade e aumento da glicemia, que são fatores de risco para infarto e AVC”, explica o cardiologista.

Outros estudos também mostram que, durante a pandemia, o número de mortes por doenças cardiovasculares aumentou significativamente, assim como o número de paradas cardíacas fora do ambiente hospitalar. O cardiologista explica que a demanda por consultas eletivas ou exames de acompanhamentos cardíacos nos últimos meses diminuiu.

“No início da pandemia houve uma forte recomendação para ficar em casa e evitar o hospital a qualquer custo. Boa parte da população evitou fazer consultas eletivas neste período, o que implicou em um descontrole das doenças de base como hipertensão, diabete e hiperlipidemia. Muitos pacientes também evitaram o hospital, mesmo sentindo sintomas de alerta como a dor no peito”, relata.

Diante das recomendações dos órgãos competentes para evitar o contágio da Covid-19, o cardiologista ainda reforça que os portadores de doenças cardiovasculares precisam ter cautela, mas lembra que as doenças cardiovasculares continuam sendo a principal causa de mortalidade no mundo.

Atenção aos sinais

Além das complicações dos fatores de risco em pacientes cardiopatas, o estresse e a ansiedade, considerados fatores psicossociais, também desencadeiam outros efeitos negativos no corpo que podem aumentar a incidência de infartos. De acordo com coordenador da Cardiologia do Hospital Santa Cruz, Dr. Guilherme Barreto (CRM-PR 28.621, RQE 22.974/22.995), o reconhecimento precoce de um infarto pode salvar vidas e até mesmo prevenir incapacidades no futuro.

“É possível sim que um paciente tenha um infarto de forma assintomática. Contudo, os principais sintomas de alerta são dor no peito e falta de ar. Eles também podem surgir como sensação de peso no peito, irradiado para a ombros e braços, dores inespecíficas no estômago e associados a sudorese e náuseas. Nestes casos, a probabilidade de ser infarto do coração é alta”, detalha o coordenador.

O especialista ainda explica que pacientes com muitos fatores de risco como hipertensão, obesidade, tabagismo e, até mesmo, histórico de infartos na família, precisam ficar ainda mais atentos. “Em caso de algum sintoma de alerta, a primeira atitude é chamar ajuda médica o mais rápido possível ou procurar a emergência de um hospital”, ressalta.

Mudança de hábitos

Para preservar o corpo e a mente, a recomendação dos especialistas é manter hábitos saudáveis como alimentação, exercício físico e a prática de hobbies. Segundo a psicóloga do Hospital Santa Cruz, Jenima Prestes, o isolamento social privou severamente a socialização entre as pessoas e a prática de atividades, mas que existem outros métodos de tratamento para as disfunções psicológicas.

“Mesmo estando em casa, podemos fazer coisas das quais gostamos e, até mesmo, dar oportunidade para novas experiências como, por exemplo, fazer um curso de violão online, visitar um museu pela internet. Ou até mesmo exercícios físicos simples de alongamentos e fortalecimento muscular. Isso também é sair da zona de conforto”, exemplifica a psicóloga.

No caso dos pacientes cardiopatas, a orientação é manter uma alimentação balanceada com frutas, legumes e verduras, evitando o excesso de gordura e alimentos que contenham muito açúcar. Assim também como evitar sentimentos e situações que tragam mais ansiedade.

Sobre o Hospital Santa Cruz

Fundado em 1966, o Hospital Santa Cruz está localizado no bairro Batel, em Curitiba (PR), e, desde junho de 2020, é unidade integrante da Rede D'Or São Luiz - maior rede de hospitais privados do país com atuação no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Bahia, Sergipe e Paraná. O Hospital Santa Cruz é considerado um centro de alta complexidade no atendimento das áreas de Oncologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Neurologia, Ortopedia, Pronto-Atendimento e Maternidade. Com estrutura e equipe multidisciplinares, equipamentos de última geração e um moderno centro cirúrgico, oferece cuidado de alta qualidade centrado no paciente, segurança assistencial e humanização do atendimento. É reconhecido com o selo de Acreditação com Excelência Nível III, entregue pela ONA, sendo a instituição acreditada nesta categoria por mais tempo no Estado. Mais informações em www.hospitalsantacruz.com.

Sobre a Rede D'Or São Luiz

Fundada em 1977, a Rede D'Or São Luiz é a maior rede de hospitais privados do Brasil, com presença em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe, Bahia e Ceará. O Grupo opera com 52 hospitais, sendo 51 próprios e um hospital sob gestão. Atualmente a Rede D'Or contabiliza 7 mil leitos operacionais, e tem planos de chegar a 11 mil até 2022. São, ao todo, 51,1 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram 1,2 milhão de atendimentos de emergência, 254 mil cirurgias, 32 mil partos e 383 mil internações nos últimos 12 meses, além de 9,6 mil cirurgias robóticas desde o início do serviço, há cinco anos. A Rede D'Or São Luiz também conta com a Oncologia D'Or, rede de clínicas especializadas em tratamento oncológico em que está presente oito estados brasileiros.

Morretes reabre para turismo neste fim de semana

Restaurantes, parques, pousadas e outras atrações locais retomam atividades seguindo medidas para preservar a saúde de visitantes e colaboradores

A Prefeitura de Morretes acaba de anunciar a reabertura do turismo na cidade litorânea, a partir desta sexta-feira (9 de abril). Mas a decisão é cautelosa e segue recomendações das autoridades sanitárias para não colocar em risco a saúde dos turistas, dos colaboradores dos empreendimentos turísticos e dos moradores do município.

Para acessar a cidade, será necessário entrar no site www.morretesdestinocerto.com.br para fazer um cadastro e gerar um QR Code, que será apresentado na barreira sanitária. O objetivo da ferramenta, implantada pela Motu Inteligência Digital, é controlar o fluxo na cidade e fazer rastreamento de contatos, caso necessário. Cerca de 5 mil pessoas poderão visitar Morretes por dia, desde que tenha o QR Code. Caso contrário, o visitante não poderá entrar na cidade. A recomendação é que seja feita reserva antecipada diretamente com os estabelecimentos da região ou compra prévia dos passeios.

Com as atividades baseadas quase que totalmente no turismo, a cidade foi uma das mais afetadas no Paraná durante a pandemia. “A abertura dos destinos de turismo é crucial para o desenvolvimento financeiro da região. Temos plena consciência disso e as empresas estão capacitadas, dentro de cada área, para fazer valer todos os protocolos de segurança. Aos poucos, e com muita responsabilidade, tenho certeza que iremos superar as dificuldades”, destaca a secretária de Turismo, Cultura, Urbanismo e Meio Ambiente de Morretes e proprietária do Ekôa Park, Tatiana Perim.

O empreendimento, que é um atrativo turístico que retorna neste final de semana. O paraíso ecológico ocupa uma área de 238 hectares, localizado dentro da maior área contínua remanescente de Mata Atlântica, denominada Grande Reserva. O Ekôa Park oferece atividades de aventura, lazer, entretenimento, educação ambiental e desenvolvimento profissional. O parque se adequou ao plano de reabertura, trazendo algumas novidades para garantir a segurança dos turistas, colaboradores e moradores da cidade.

Uma das medidas adotadas foi restringir o número de pessoas e o acesso a algumas atrações. Além disso, o restaurante Oka Gastronomia deixou de servir o tradicional buffet para oferecer pratos a la carte e opções de cestas de piquenique, para as famílias degustarem ao ar livre.

A cidade por si só apresenta lazer, cultura, história e gastronomia típica regional. “É um ótimo destino para aqueles que querem se desligar da rotina do dia a dia, viajar e vivenciar experiências enriquecedoras. Os empreendimentos da região se prepararam para receber os turistas com muita alegria e segurança. É uma ótima oportunidade para se reconectar com a natureza e recarregar as baterias”, finaliza a secretária.

Sobre o Ekôa Park

O Ekôa Park é um paraíso ecológico dentro da maior área contínua remanescente de Mata Atlântica, que encanta e inspira por meio de experiências únicas e transformadoras, conectando as pessoas com a natureza. Localizado em Morretes, na região litorânea do Paraná, o parque foi criado a partir da necessidade de proteger e preservar uma reserva de 238 hectares de Floresta Atlântica, ameaçada pelo desmatamento irregular, invasão de posseiros e caçadores. Acreditando no poder da transformação, o empreendimento foi idealizado para mudar esse cenário, agindo como um catalisador de novas oportunidades e disseminador de conhecimento, em uma área privilegiada destinada ao lazer, entretenimento, educação ambiental e desenvolvimento profissional.

Teste rápido para Covid-19 no Palladium Curitiba

Realizados no estacionamento do shopping, resultado sai em 15 minutos; serviços essenciais continuam em operação

Com o aumento do número de casos de contaminação de Covid-19, a melhor forma para evitar o contágio da doença é manter o distanciamento social e realizar os testes que detectam o vírus. Pensando nisso, a Panvel Farmácias realiza no estacionamento externo do Palladium Shopping Center Curitiba a testagem rápida do novo coronavírus.

Os profissionais da Panvel conduzem o procedimento de imunocromatografia de fluxo lateral, mais conhecido como “teste rápido”, no formato drive-thru. Os exames são feitos de segunda a sábado das 10h às 18h e o resultado é liberado em até 15 minutos.

O “teste rápido” possui alto grau de precisão e detecta a presença de anticorpos IgG e IgM.

Serviços essenciais

Com as atividades não-essenciais interrompidas, apenas os serviços de saúde, banco e alimentação via delivery seguem em funcionamento em Curitiba.

As operações essenciais do Palladium Curitiba atendem nos seguintes horários:

DAPI Diagnóstico Avançado por Imagem: de segunda a sábado, das 7h às 23h, e domingo, das 7h às 19h; retirada de exames: de segunda a sábado, das 7h às 19h;
Laboratório Frischmann Aisengart: de segunda a sábado, das 7h às 13h;
Laboratório Unimed: de segunda a sábado, das 7h às 13h
Odonto Palladium: de segunda a sexta, das 9h às 17h;
Facial Clinic: de segunda a sábado, das 12h às 19h;
Instituto Strozzi: de segunda a sexta, das 11h às 17h;
Ótica Visorama: de segunda a sábado, das 14h às 18h;
Ótica Lens: de segunda a sexta, das 12h às 19h;
Ótica Boa Vista: de segunda a sexta, das 12h às 19h;
Curitiba Centro Ótico: segunda a sexta, das 12h às 19h;
Pet Spa: de segunda a sábado, das 10h às 19h;
MultiCoisas: de segunda a sábado; das 12h às 19h;
Lotéricas Caixa: de segunda à sábado, das 09h às 18h.
O empreendimento informa que continuará tomando as medidas necessárias para que o cenário se normalize o quanto antes e prevenindo a disseminação do coronavírus, ao adotar todas as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde.

Sobre o Palladium Shopping Center

Um dos empreendimentos do Grupo Tacla Shopping, o Palladium Curitiba foi inaugurado em 2008 na capital paranaense. Destaca-se pela área construída de 154 mil m² distribuídos em três pisos, sendo o centro de compras com maior mix do sul do país. O shopping possui 350 lojas, entre âncoras e satélites, praça de alimentação com mais de 30 opções de fast-food, Boulevard com 10 restaurantes, além de oito salas multiplex de cinema UCI e sala IMAX – que também faz parte do Grupo Tacla e possui a maior tela do Brasil. Sua estrutura foi planejada para garantir o conforto dos mais de 1,5 milhão de clientes que passam pelo empreendimento todo mês. Mais informações em: https://palladiumcuritiba.com.br

Sobre o Grupo Tacla Shopping

Conglomerado com mais de 80 anos de tradição, experiência no varejo e referência no setor em todo país, o Grupo Tacla possui oito empreendimentos nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, sendo eles: Catuaí Palladium Foz do Iguaçu (PR), Jockey Plaza Curitiba (PR), Palladium Curitiba (PR), Palladium Ponta Grossa (PR), Ventura Shopping Curitiba (PR), Itajaí Shopping (SC), Porto Belo Outlet Premium (SC) e Shopping Cidade Sorocaba (SP). Outras três operações estão em fase de construção no Paraná: CityCenter Outlet, em Campo Largo, Palladium Umuarama e Plaza Campos Gerais, em Ponta Grossa. Mais informações em: http://www.taclashopping.com.br

JERONIMO BURGER ATERRISSA NO AEROPORTO SANTOS DUMONT

É o quinto restaurante da marca do Grupo Madero no Rio de Janeiro

Tem bossa nova no aeroporto Santos Dumont! Acaba de aterrissar o Jeronimo Burger do Grupo Madero, uma deliciosa opção gastronômica, para deliciar quem embarca ou desembarca na cidade maravilhosa, com as criações do chef e empresário Junior Durski.

É o quinto Jeronimo Burger no Rio, que já tem endereços no BarraShopping, Nova América, Plaza Niterói e Praia do Pepê. O novo espaço de 421m², fica na Pç Senador Salgado Filho, Terraço 2 – Embarque, com capacidade para 174 pessoas. A marca aposta num sistema fast casual, com preços acessíveis, atendimento rápido, ambiente exclusivo e muita personalização - o projeto arquitetônico é de Kethlen Ribas Durski com atmosfera moderna, tecnológica e digital, com totens de autoatendimento, onde os clientes fazem o próprio pedido.

O nome é uma homenagem ao tataravô do chef, que foi o primeiro polonês a imigrar oficialmente para o Brasil. O restaurante traz as delicias do chef Junior Durski, sempre com a preocupação em oferecer uma alimentação saudável e de qualidade, com ingredientes orgânicos, naturais e sem conservantes, com procedência garantida.

O cardápio já começa se diferenciando, com quatro tamanhos de lanches: P, M, G e GG. O campeão é o burger feito com quantidade perfeita de carne, sob o calor da chapa prensada de aço carbono, em altíssima temperatura, criando uma casquinha por fora e mantendo por dentro, a suculência, o sabor e as melhores características da carne. Outro é o pão, do tipo brioche de receita própria e levemente tostado, com sabor inigualável; além do delicioso molho rosé. Também fazem sucesso o Cheeseburger vegetariano, com receita exclusiva, além das batatas crinkle, super crocantes e deliciosas e a Salada do Chef com alface Julienne, tomate, bacon e delicioso molho italiano.

Mais bossa ainda tem as sobremesas, como o Jeronimo Ice, que convida a se refrescar nas coloridas casquinhas Black com Borda de confeito de Chocolate e Vanilla, o Ice Mix com calda de brigadeiro, chocolate crocante em pó e rocks de chocolate e do Jeronimo Ice com Banana em Calda, bem tropical como a cidade. Para matar a sede, a sugestão são as Lemonades artesanais, nas versões: natural, morango e diet.

Outro grande atrativo do Jeronimo Santos Dumont, para quem desembarca na cidade, são os pratos congelados para levar para casa, como a Linguicinha do Madero com arroz e feijão carioquinha, o Estrogonofe de Filé Argentino e de Frango com arroz e batata palha, a Tilápia Grelhada com purê de batatas e a Fraldinha com molho branco, entre outros.

Também é possível fazer a compra pelo Jeronimo APP, disponível para Apple Store e Google Play, pelo https://delivery.jeronimoburger.com.br.