Grandes delícias a preços pequenos é só no China in Box

China in Box apresenta promoção "O grande pelo preço do pequeno" para Frango com Batata Imperial ou Frango com Legumes

O China in Box, maior rede de delivery de comida chinesa da América Latina, lança a promoção “O grande pelo preço do pequeno”. Até o final de fevereiro, pedindo o box grande do Frango com Batata Imperial ou Frango com Legumes, o cliente paga o valor do box pequeno.

“Buscamos sempre proporcionar para os nossos clientes promoções com os pratos mais pedidos do nosso cardápio. Os fãs de comida chinesa com certeza ficarão felizes com as opções escolhidas, porque além de deliciosas no sabor, estão irresistíveis no preço”, diz Mary Kaidei, Diretora de Marketing do Grupo TrendFoods.

A promoção durará por todo o mês de fevereiro e é válida para pedidos feitos no site, App oficial, delivery por telefone, pedidos no salão ou pelo iFood. A taxa de entrega não está inclusa. Área de entrega restrita. Consulte lojas participantes em nosso site oficial www.chinainbox.com.br e a disponibilidade do prato.

Sobre o China in Box

Em 1992, Robinson Shiba deixou de exercer sua profissão como dentista para se tornar empreendedor e inaugurar a sua primeira loja China in Box, no bairro de Moema, em São Paulo, voltada exclusivamente para entregas. Depois, a empresa filiou-se à Associação Brasileira de Franchising, dando início ao sistema de franquias, que em menos de dois anos já possuía 60 unidades franqueadas. Hoje, o China in Box é a maior rede do segmento de delivery de comida oriental da América Latina – com 150 unidades. A marca faz parte do Grupo TrendFoods, que conta ainda com a rede Gendai, de comida japonesa. Atualmente, o grupo tem mais de 200 unidades no Brasil.

Cris Mocellin recebe primeiro Summer Beach Class em sua casa no litoral paranaense

A empresária Cris Mocellin abriu as portas da sua casa no condomínio Ponta da Praia, em Caiobá (PR), no dia 16 de janeiro para um treino funcional coletivo à beira-mar que contou com a participação de mais de 50 mulheres, entre influenciadoras, amigas e colegas.

O evento foi promovido em parceria com a Lauf Curitiba, marca de roupas fitness, a Ouro Fino, empresa de águas da qual a família de Cris Mocellin é proprietária e com a instrutora fitness, Fernanda Cavalcanti, que coordenou a aula coletiva na praia.

O treino funcional em grupo é tendência no mundo fitness, principalmente pela dinâmica dos exercícios que utiliza apenas o peso do próprio corpo. Para quem considera a musculação monótona, a motivação e entusiasmo que o grupo promove entre si, são um dos grandes benefícios.

No auge do verão, o grupo pode realizar exercícios e ainda tomar um delicioso café da manhã saudável, promovido pela socialite.

SOBRE A OURO FINO

A Águas Ouro Fino, que envasa e comercializa água mineral natural há 120 anos, possui uma longa e expressiva trajetória. Uma empresa dedicada a hidratação saudável, bem estar e qualidade de vida, com uma área de preservação ambiental de mais de 6 milhões de m², que investe no crescimento de seus colaboradores e também em inovação, tecnologia e gestão. São nove linhas de envase e com uma fonte de água mineral natural de alta capacidade e qualidade assegurada. A sede está localizada no município de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba.

CarnaRause promove pré carnaval neste sábado

Evento é aberto ao público

Curitiba tem muito Carnaval, tanto é que desde que janeiro começou tem pré carnaval se espalhando por todos os cantos da cidade. E neste sábado, dia 15, vai ter mais festa para os curitibanos irem entrando ainda mais no clima. É o CarnaRause que vai ocupar a calçada da Alameda Carlos de Carvalho em frente ao Rause Café + Vinho. O comando da folia será com o Bloco Rause + Discotecagem. Então é preparar ou improvisar a fantasia e cair na folia. Os pratos, petiscos, bolos e afins da casa podem ser acompanhados de vinho (taça R$ 10) ou aquela Stella Artois geladinha (R$ 8). O festerê acontece das 15h às 20h. Mais informações na rede social @rausecafe. O Rause Café + Vinho fica na Alameda Carlos de Carvalho, 696.

Serviço
O que: CarnaRause
Onde: Rause Café + Vinho - Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 696
Quando: 15 de janeiro das 15h às 20h
Quanto: gratuito
Informações: @rausecafe

Sugestão de tags: #CarnaRause #carnavalCuritiba #preCarnavalCuritiba #rausecafemaisvinho #rausecafe

Saiba quem são os 50 maiores cantores do Instagram mundial

Lista elaborada pela Tubelab mostra que 7 artistas brasileiros estão na lista dos 50 cantores mais influentes do Instagram. Saiba quem são eles

O Instagram é hoje a rede social mais popular do mundo, com mais de 1 bilhão de usuários, seguida de perto pelo Facebook. E entre as contas mais populares desta rede social estão as de músicos e cantores. Segundo levantamento feito pela Tubelab, mais de 28% das contas mais populares do Instagram pertencem a cantores, o que mostra que a comunidade de música é uma parte importante desta rede social.

O CEO da Tubelab, Fred Furtado, revela alguns dos motivos: “o Instagram se tornou a principal vitrine para artistas, tanto grandes como pequenos, dado o seu alcance, dinamismo e popularidade. É hoje uma das formas mais acessíveis para o público de acompanhar os seus artistas favoritos e interagir com eles”.

Fred Furtado também conta que os artistas brasileiros estão ganhando imenso destaque no Instagram e sendo reconhecidos mundo afora: “a rede social também ajudou a colocar em evidência alguns dos nossos mais proeminentes artistas, que hoje figuram entre os 50 perfis mais populares do mundo nesta categoria”.

Quem sãos os maiores cantores no Instagram?

Segundo uma auditoria realizada pela Tubelab, entre os 50 maiores perfis de cantores em número de seguidores no Instagram, aparecem no ranking os brasileiros Anitta (44M – 20.º), Ivete Sangalo (30M – 33.º) , Maísa (29M – 36.º) e Wesley Safadão (27M – 40.º), Marília Mendonça (26M – 42.º) , Luan Santana (26M – 44.º) e Gusttavo Lima (26M – 45.º).

O Top 3 mundial do Instagram são os cantores Ariana Grande (173M), Beyoncé (140M) e Justin Bieber (127M).

Confira lista completa:

AcomMaioresCantoresMundo_Vertical-1.jpg

Dogma lança nova versão de colaborativa em parceria com duas cervejarias da Holanda

Nessa nova versão, A Hop & Pluzig foi fermentada com a Vermount Spirit, uma levedura frutada, condimentada e cítrica, produzida pela própria marca
downloadAttachment&Message%5Buid%5D=160927&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C479101d5e106%25245a61cd30%25240f256790%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C479101d5e106%245a61cd30%240f256790%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.1.6
Em 2018, a Dogma lançou uma cerveja colaborativa com duas cervejarias da Holanda: a Brouwerij De Molen, que em 2010 ficou na décima posição na lista do portal Ratebeer de melhores fabricantes de cervejas do mundo e a Kaapse Brouwers, eleita pelo mesmo portal como uma das melhores micro-cervejarias do mundo. Batizada de “Hop & Pluzig”, ela fez tanto sucesso que a Dogma decidiu relançá-la em uma nova versão. A cerveja é uma American IPA, de 6,7%, com lúpulos citra, galaxy e simcoe. Nessa nova edição, a Hop & Pluzig foi fermentada com a Vermount Spirit, uma levedura frutada, condimentada e cítrica produzida pela própria marca.

A lata de 473ml estará disponível em diversos PDVs no final desse mês.

Sobre a Dogma
Fundada em 2015, a marca nasceu da paixão de três amigos por cervejas com personalidade. Bruno Moreno, da Cervejaria Serra de Três Pontas; Luciano Silva, da Noturna e Leonardo Satt, da Prima Satt, já se ajudavam com receitas, produção e logística quando decidiram unir forças numa única empresa. Famosa pelos rótulos sazonais e pelas receitas criativas e lupuladas, a Dogma conta com mais de 180 rótulos que agradam consumidores ávidos por qualidade e complexidade. A marca já conquistou três vezes o título de melhor cervejaria do país pelo portal RateBeer (2015, 2017 e 2018). Para saber mais sobre as novidades, acompanhe a cervejaria em https://cervejariadogma.com.br/

“Macarrão” retorna a Balneário Camboriú e enfrenta inglês no BRAVE CF 35

Natural de Balneário Camboriú, Leonardo "Macarrão" terá a oportunidade de lutar em sua cidade natal pela primeira vez em seis anos. O peso superleve está escalado para o BRAVE CF 35, evento que ocorre no dia 28 de março na cidade catarinense. O brasileiro enfrentará o inglês Carl Booth na luta co-principal do show.

"Macarrão" vem de vitória pela organização de MMA que mais cresce no mundo. No BRAVE CF 25, disputado em agosto do ano passado em Belo Horizonte, ele dominou o holandês Djamil Chan, vencendo-o por decisão unânime e espera que novo triunfo sobre um gringo o deixe mais perto de uma disputa pelo cinturão de Eldar Eldarov.

"Fizemos um esforço a mais para ter o Leonardo no card, pois devemos isso à cidade. Ele é um grande astro de Balneário Camboriú, e levou o nome da cidade para o mundo todo. No BRAVE CF, não tem luta fácil e o "Macarrão" vai pegar uma pedreira, que é o Carl Booth, ex-desafiante ao cinturão da categoria de cima. Vai ser uma grande luta", comentou Marcos Ferraz, gestor do BRAVE CF no Brasil.

Booth, por sua vez, fará sua estreia entre os superleves. Ele vem de duas vitórias seguidas nos meio-médios, e escolheu descer de peso ao invés de esperar uma terceira luta contra o atual campeão Jarrah Al-Selawe. "The Bomber" vem de triunfo dominante sobre o ex-UFC Hayder Hassan na luta principal do BRAVE CF 32, que foi disputado no Quirguistão.

O BRAVE CF 35 marcará a quinta vez que a maior organização de MMA do Oriente Médio aterrisa no Brasil. Com a estreia em Balneário Camboriú, o país se torna a maior casa do BRAVE Combat Federation, junto ao Bahrein.

O show terá como atração principal a primeira defesa de cinturão do campeão peso leve Cleiton "Predador", que enfrenta o sueco Guram Kutateladze, algoz dos brasileiros Erick "Índio Brabo" e Felipe Silva. Também está confirmado para o evento o retorno de Luan "Miau" - o ex-campeão enfrenta o francês Amin Ayoub.

Pesquisa identifica compostos do arroz aromático brasileiro

Um grupo de cientistas identificou seis compostos que caracterizam o arroz aromático brasileiro. A pesquisa ajudará os agricultores no processo de definição de futuras cultivares que tenham essa propriedade destacada e cujo grão é utilizado em pratos da culinária internacional ou adaptado a receitas nacionais. O estudo foi liderado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), em parceria com a Embrapa e o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA/ARS). Os resultados do trabalho foram publicados em artigo científico no periódico Cereal Chemistry.

O objetivo do trabalho é agregar valor à rizicultura no País, oferecendo aos agricultores a possibilidade de plantar novas cultivares para atender diferentes nichos de mercado. O arroz aromático é comum na Ásia, América do Norte e Europa, mas sua produção no Brasil e na América Latina ainda é insignificante e o consumo quase totalmente restrito à alta gastronomia.

A pesquisadora da Embrapa Arroz e Feijão (GO) Priscila Zaczuk Bassinello acredita que o interesse por esse arroz tende a crescer, pois as pessoas têm buscado novas experiências culinárias, o que fará o arroz aromático se tornar mais popular.
O cheiro da alta gastronomia

Alguns pratos mais comuns com o cereal aromático são o arroz basmati com frango e curry e, no Brasil, há a adaptação do grão aromático em receitas com manjericão e castanha-do-pará triturada. No livro Delícias com arroz e feijão, da Cozinha Experimental da Embrapa Arroz e Feijão, o arroz aromático entra em várias preparações, destacando-se o bolo sem glúten.

Segundo Priscila, estudos como esse apoiam o trabalho para a oferta de produtos com qualidades diferenciadas. “Com mais conhecimento, agricultores, indústrias e melhoristas podem ajudar na seleção de genótipos brasileiros que, no futuro, irão se tornar novas cultivares de arroz aromático à disposição do consumidor”, prevê.
Molécula lembra o cheiro de pipoca

O principal elemento diferenciador do arroz aromático brasileiro, em relação ao arroz também produzido no País, mas não aromático, é a substância chamada 2-acetil-1-pirrolina, ou 2AP, pertencente ao grupo químico das cetonas e associada por consumidores ao cheiro de pipoca. Essa molécula é um composto volátil natural do arroz aromático e controlada por influência genética. O odor está presente no grão, que, ao ser cozido, desprende mais intensamente a fragrância.

O 2AP é uma substância também encontrada no arroz aromático da Índia, China e Indonésia, e está em variedades comercializadas internacionalmente do tipo Basmati e Jasmine. No estudo, foram utilizados grupos de plantas que fazem parte do programa de melhoramento da Embrapa e originárias dos dois tipos citados, a partir do cruzamento entre Pusa Basmati 1 e Diwani, uma linhagem de arroz aromático Jasmine. No trabalho, foi utilizado o grão integral de arroz, que apresenta quantidade maior de constituintes voláteis em relação ao arroz branco polido.

Assinatura química pode ajudar na rastreabilidade

Os outros cinco compostos voláteis das amostras resultantes desse cruzamento de arroz aromático foram decanal, 2-hexanona, 2-pentilfurano, 1-hexanol e hexanal. De acordo com a pesquisadora, esse conhecimento é importante, pois, com o 2-AP, essas substâncias podem funcionar como biomarcadores. “A presença e a concentração desses compostos podem indicar a interação entre a variedade e o ambiente, abrindo perspectivas de investigações científicas sobre rastreabilidade e autenticidade de produtos, possibilitando futuros estudos de identificação geográfica do arroz aromático brasileiro com potencial agregação de valor. Por exemplo, o 1-hexanol e o hexanal são apontados, respectivamente, como identificadores do arroz branco oriundo da Coréia e da China”, conta.

Rede continental pela qualidade do arroz

Além da característica aromática, o arroz é conhecido por possuir uma série de propriedades que variam muito, conforme o gosto dos consumidores. Mesmo em se tratando do arroz branco polido, a preferência do brasileiro pelo grão longo fino com cozimento soltinho é o oposto da versão, por exemplo, do risoto italiano. Por haver preferências muito específicas, quando o assunto é o cereal, profissionais de diferentes áreas buscam fazer convergir as necessidades da pesquisa: produção, comercialização e consumo. Isso levou à criação de uma iniciativa inédita: a Rede Latino-Americana de Qualidade de Arroz.

Sob a coordenação do professor Nathan Vanier, do Laboratório de Grãos da Universidade Federal de Pelotas (Labgrãos-UFPEL), a rede ainda não tem um número exato de membros porque o momento é de estabelecer interlocução e expandir a base de laboratórios participantes, mas já há integrantes do Brasil, Argentina, Uruguai e Colômbia. Existem também fabricantes de equipamentos compondo um segmento que procura aprimorar tecnologias industriais para atender ao setor.

Segundo Vanier, a rede pretende trabalhar alguns assuntos prioritários em seu primeiro ano de atividades. “As metas são criar um sistema que permita a comunicação de forma mais rápida, segura e moderna entre os participantes dos diferentes projetos e, claro, iniciar as análises e diálogos interlaboratoriais”, anuncia o cientista ao contar que um dos projetos iniciais é a análise interlaboratorial de amilose, viscoamilografia e outras variáveis de qualidade de arroz, tanto para o da classe longo fino como para outras variedades especiais.

Outra meta é o início de ações para definição de padrões de qualidade premium nos diferentes países integrantes da rede. Vanier explica que há até diferenças conceituais de um país para outro. Portanto é necessário padronizar os termos até para orientar normas de comercialização.

“Existe ainda um grupo de participantes que manifestou interesse em atuar nas ações de marketing e divulgação da qualidade e benefícios do consumo de arroz para promoção do produto junto ao consumidor”, declara o professor.
Excelência em produtos do campo à mesa

A pesquisadora da Embrapa Arroz e Feijão foi uma das idealizadoras da Rede Latino-Americana de Qualidade de Arroz. Ela conta que a ideia surgiu de sua participação em outra iniciativa semelhante, a rede de qualidade do Instituto Internacional do Arroz (IRRI), sediado nas Filipinas.

De acordo com Priscila, a oferta de produtos de qualidade, a partir da cultura do arroz, envolve o trabalho desde o campo até a transformação dos grãos pela indústria de alimentos. “A rede pode atuar em diferentes etapas de produção, porque a escolha da cultivar, o manejo da lavoura, o armazenamento e o beneficiamento, por exemplo, podem interferir na qualidade final dos produtos”, afirma.

Ainda segundo a pesquisadora, a qualidade pode ser também estudada a partir de como determinado país ou nicho de mercado consumidor valoriza o grão em sua cultura. Devem ser considerados também os tipos especiais de grãos com propriedades culinárias, sensoriais, nutricionais e funcionais peculiares, como arroz preto, vermelho, arbóreo e aromático. Complementarmente, outra possibilidade é o desenvolvimento de produtos diferenciados, sem glúten, como massas e biscoitos derivados da farinha de arroz.

“Nós temos cultivares de grãos especiais sendo lançadas, mas muito pouco exploradas em termos nutricionais e funcionais. Precisamos incentivar pesquisas que busquem novos usos, formas de preparo e possibilidades de aproveitamento industrial do cereal em farinhas e extrusados que sejam saudáveis. O arroz oferece diferentes possibilidades e estamos apenas engatinhando nesse mercado no Brasil”, considera Priscila.

Priscila avalia que, de forma geral, a rede pode estimular a disputa entre empresas pelo mercado latino-americano de arroz. Como o foco do trabalho é beneficiar o consumidor com cultivares de qualidade, as necessidades de determinada localidade podem ajudar na seleção e ditar a aptidão ou a demanda por produtos, abrindo um leque de opções para a concorrência e para o aproveitamento de nichos de mercado. “Essa diversificação é uma oportunidade para aqueles que quiserem produzir com excelência e o consumidor final só terá vantagens, com acesso à informação sobre os produtos e muitas opções para variar seu cardápio e alcançar suas metas de nutrição e saúde”, destaca.

Desenvolvimento de mercado

Um dos participantes da rede, o CEO da S21 Solutions, Alberto Takeshi, espera que a iniciativa se transforme em referência de qualidade e fonte de consulta profissional, além de orientar ações voltadas para a melhoria do produto. “Meu desejo é compartilhar minha experiência acumulada e também aprender com os especialistas do grupo”, diz. Takeshi trabalha há mais de uma década no ramo de Análise Digital Física de Arroz, aplicada ao rendimento industrial do grão. Ele possui interlocução com indústrias arrozeiras para facilitar a tarefa de padronização oficial de classificação do grão no beneficiamento.

Já Giovani Albuquerque, gerente de vendas da Corteva Agriscience, nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, considera que a rede possui grande aderência à missão da empresa. Ele diz que pretende contribuir com debates sobre agendas estratégicas da cadeia do arroz e desenvolvimento do mercado.

La Vaca Steakhouse faz promoção double de gim tônica e chopp

Nesta quarta-feira, dia 12 de fevereiro, das 18h30 às 23h30, tem promoção de gim tônica no La Vaca Steakhouse ao som de blues ao vivo com o cantor Lucian Araújo. E nesta quinta-feira, 13/02, o La Vaca faz promoção de chopp artesanal da Maniacs Summer também neste mesmo horário. Quem comprar um drink de gim tônica nesta quarta ganha outro e na quinta, quem comprar o chopp da Maniacs ganha outro. Além das promoções, o La Vaca oferece uma carta de drinks clássicos e autorais e cervejas. O La Vaca Steakhouse fica na Rua Schiller, 988, no Alto da XV, em Curitiba. A carta de drinks e outras bebidas, bem como o cardápio, podem ser acessados em http://lavacasteakhouse.com.br/. Tel. para reserva e informações: 41 99630-4787

La Vaca Steakhouse

Jim Carrey revela como foi viver o Dr. Robotnik

Filme do ouriço azul mais famoso do mundo estreia nos cinemas em 13 de fevereiro

A expectativa para a estreia de ‘SONIC – O Filme’ é alta não só entre os milhares de fãs do personagem, mas também entre os admiradores do trabalho do astro Jim Carrey, já que ele interpreta o vilão Dr. Robotnik no longa. “Quando eu recebi o telefonema para fazer SONIC fiquei muito empolgado”, conta o ator em vídeo de bastidores divulgado nesta terça (dia 11). ASSISTA AQUI.

O material traz novas cenas de Robotnik tentando derrotar Sonic, enquanto Jim Carrey fala sobre seu personagem. “Ele é um cara doido! (...) quer controlar a humanidade com suas máquinas e Sonic tem o poder que ele precisa para controlar o mundo”. O astro também afirma no vídeo que se divertiu demais durante as gravações e que se sente muito sortudo com a oportunidade. “Poder fazer um filme que traz boas memórias e se conecta com novas gerações é sensacional”.

‘SONIC – O Filme’ é uma aventura live-action baseada na franquia mundial de vídeo game da Sega que conta a história do ouriço azul mais famoso do mundo. O longa segue as aventuras de Sonic enquanto ele tenta se adaptar à nova vida na Terra com seu novo melhor amigo humano, o policial Tom Wachowski (James Marsden). Sonic e Tom unem forças para tentar impedir que o vilão Dr. Robotnik (Jim Carrey) capture Sonic e use seus poderes para dominar a humanidade.

Dirigido por Jeff Fowler, escrito por Pat Casey e Josh Miller, e produzido por Tim Miller (Deadpool) e Neal H. Moritz (Velozes e Furiosos), além de Toby Ascher, Toru Nakahara, Takeshi Ito, Hajime Satomi, Haruki Satomi, Masanao Maeda e Nan Morales, o filme traz no elenco Jim Carrey, James Marsden, Tika Sumpter e Ben Schwartz, como a voz do Sonic, que no Brasil será dublado por Manolo Rey.

‘SONIC – O Filme’ estreia nos cinemas do Brasil nesta quinta-feira, 13 de fevereiro

DOWNLOAD DE IMAGENS DO FILME AQUI

***FAÇA O DOWNLOAD DE TODOS OS MATERIAIS DIGITAIS DISPONÍVEIS DE ‘SONIC - O FILME’  EM https://www.paramountimprensa.com.br/

Sobre a Paramount Pictures Corporation

A Paramount Pictures Corporation (PPC), uma importante produtora e distribuidora global de entretenimento filmado, é uma unidade da ViacomCbs, casa de marcas globais famosas que criam emocionantes programas de televisão, filmes de longa-metragem, conteúdo de curta metragem, apps, jogos, produtos de consumo, experiências nas mídias sociais e outros conteúdos de entretenimento para as audiências de mais de 180 países.

Delivery de comida funciona para todas as opções?

Conheça como é a entrega de sobremesas geladas

Com o avanço da tecnologia, o delivery de comida já tomou conta das nossas noites. Cozinhar, atualmente, é apenas para grandes famílias, chefs de cozinha e os realmente apaixonados por cozinhar.

Com aplicativos de delivery, há milhares de opções na palma da mão, desde um prato de comida caseira até uma sobremesa, como o açaí, cujo consumo vai crescendo, confirmando a tendência.

Em dias quentes, sempre existe aquela vontade de comer ou beber algo gelado, aliado à falta de vontade de sair de casa por causa do calor, a saída é pedir delivery.

“Muita gente ainda não confia em pedir sobremesas geladas, como o açaí, por aplicativo. Isso acontece por causa da crença de que, por ser parecido com um sorvete, ele vai derreter no caminho, e ninguém quer pedir algo que pode chegar quente, derretido ou vazando da embalagem”, explica Marcelo Concato, diretor da Açaí Açaí.

Essa era a principal dúvida de uma empresária na casa dos 40 anos: pagar por algo que vai chegar de forma quase impossível de ser consumida, muito diferente do que seria no estabelecimento físico, talvez pelo tempo de entrega e movimento do veículo.

Ao receber o pedido, ela conta que foi, no mínimo, inesperado, pois a consistência e qualidade de produto não foram afetadas. “Eu não vi diferença entre o produto que recebi em casa e o que compro diretamente no estabelecimento”, afirma a consumidora.

A Açaí Açaí é uma marca curitibana nova, que recém entrou no mercado, e uma de suas principais preocupações é essa, entregar o produto em casa sem comprometer a qualidade.

“O nosso maior público é através do delivery, eu acabei descobrindo que muitos apaixonados por açaí preferem, e muito, receber o produto em casa, então não há como entregar algo que não faça jus ao que nós vendemos”, conta Marcelo.

Hoje em dia, não é só pizza que se entrega em casa. Qualquer coisa pode chegar até você no conforto de casa.

iFood - Açaí Açaí https://www.ifood.com.br/delivery/curitiba-pr/acai-acai-cristo-rei/51929b22-1153-4e6c-96f7-6b9d1a2afe35?UTM_Medium=share

https://www.instagram.com/_acaiacai/?hl=pt-br

3ª edição do Mueller Local Beer Festival é estendido para mais um fim de semana

Shopping Mueller prorroga festival para o período de 13 a 16 de fevereiro

Devido ao grande sucesso, o Shopping Mueller estendeu a 3ª edição do Mueller Local Beer Festival para os dias 13 a 16 de fevereiro. São mais de 15 rótulos produzidos em Curitiba, que podem ser apreciados por preços que variam entre R$10,00 e R$15,00, e o evento acontece no piso G6 do Edifício Passarela, com entrada gratuita.

A ambientação do projeto, realizada com a utilização de tendas para criar um verdadeiro espaço de festival, foi produzida pela arquiteta Cynthia Caras, e conta com a gastronomia do “Churras Steak Food” e uma área kids produzida pela empresa Rubber Brasil, para as famílias aproveitarem ao evento. Também será atração no Festival as motos antigas e customizadas da empresa Motodax, que estarão em exposição no espaço.

Os horários de funcionamento do Festival são: quinta (13) e sexta-feira (14), das 16h às 22h; no sábado (15), das 10h às 22h; e no domingo (16), das 14h às 20h. E também colaboraram com a produção do evento as empresas: Armazém do Jardim; Contém Iluminação; e Lime Green Filmes.

Aprecie com segurança
Para garantir a segurança de todos os visitantes, o Shopping Mueller, em parceria com a 99, oferece 30% de desconto nas corridas de ida e volta para o Mueller Local Beer. O desconto acontecerá automaticamente para todas as corridas com destino ou saída do Mueller. Vai ficar ainda mais fácil visitar o festival, sem correr riscos ou se preocupar!

SERVIÇO:
3ª edição do Mueller Local Beer Festival
Local: Avenida Cândido de Abreu, 127 - Centro Cívico, Curitiba (PR) – Piso G6, Edifício Passarela
Data: 13 a 16 de fevereiro
Horário: quinta (13) e sexta-feira (14), das 16h às 22h; no sábado (15), das 10h às 22h; e no domingo (16), das 14h às 20h
Ingressos: evento gratuito
Telefone: 41 3074-1000
Informações: www.shoppingmueller.com.br
Facebook: www.facebook.com/MuellerCtba
Instagram: @muellercwb

RECEITAS DE VERÃO BY OLIVA

Para estar em forma todo o verão, a OLIVA, Associação Brasileira de Produtores, Importadores e Comerciantes de Azeite de Oliveira (Oliva), sugere três saladas deliciosas preparadas com azeite extra virgem.

6klsHTbLZg==
SALADA GREGA
Ingredientes:
- 2 pés de alface romana
- 100 gramas de tomate cereja (cortados ao meio)
- 60 gramas de cebola roxa em fatias
- 110 gramas de azeitona picada
- 170 gramas de queijo de cabra
- Sal a gosto
- Azeite extra virgem
Preparo:
Coloque em uma travessa as folhas de alface e junte os tomates e a cebola roxa. Em seguida, desmanche grosseiramente o queijo com o auxílio de um garfo e acrescente na travessa. Adicione as azeitonas e o sal a gosto. Finalize com um fio de Azeite Extra Virgem de sua preferência.

7PQf7hB3F0KnJdKcA==
SALADA DE PEPINO COM IOGURTE (TZATZIK)
Ingredientes:
- 600 gramas de pepino fatiado sem sementes
- 400 gramas de iogurte natural
- Hortelã fresca e picada
- Pimenta do reino
- Sal
- Azeite extra virgem
Preparo:
Coloque e reserve o pepino em uma tigela. Em uma molheira, misture o iogurte com a hortelã e tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Em seguida, adicione o Azeite Extra Virgem e mexa até obter um molho cremoso e homogêneo. Finalize acrescentando o molho na tigela com o pepino e misture.

ViewImage.aspx?image=l3XgFGkmDIj78muf4pS92A==
SALADA DE BATATA MORNA COM AGRIÃO
Ingredientes:
- 600 gramas de batata sem pele e em pedaços
- 1,5 litros de água fervente
- Sal a gosto
- 150 gramas de agrião
- Azeite extra virgem a gosto
Preparo:
Cozinhe as batatas na água até ficarem macias, escorra e coloque em uma travessa. Acrescente no recipiente o agrião e misture cuidadosamente, adicionando sal a gosto e o Azeite Extra Virgem. Sirva ainda morna para acompanhamento.

Cinco dicas para pequenas empresas utilizarem o WhatsApp Business

Com mais funcionalidades, a versão pode ajudar as pequenas empresas no relacionamento com o cliente e no ganho de produtividade

O WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais utilizado no mundo, e nos pequenos negócios não poderia ser diferente. Segundo a pesquisa Transformação Digital nas MPE, realizada pelo Sebrae em 2018, 72% das micro e pequenas empresas se comunicam com os clientes pelo WhatsApp. O aplicativo é usado para: disponibilizar informações relacionadas a produtos e serviços (59%), atendimento online (59%), vendas (43%) e cadastrar clientes (26%).

O WhatsApp Business é a versão do aplicativo voltada para negócios. O software gratuito foi criado para apoiar donos de micro e pequenas empresas em diferentes tarefas no dia a dia. A versão comercial possui funcionalidades extras, como perfil empresarial, com informações úteis para os clientes, como e-mail e endereço; ferramentas de mensagens que permitem o envio de respostas rápidas e saudações; estatísticas para analisar métricas, como o número de mensagens lidas.

Antes de fazer uso da ferramenta como canal de relacionamento, o consultor do Sebrae/PR Lucas Ferreira orienta que as pequenas empresas avaliem a disponibilidade que possuem para responder e interagir com os clientes de maneira ágil. “Quando uma empresa disponibiliza um e-mail como canal de relacionamento, o cliente tem a expectativa de que seja respondido em até três dias, por exemplo. Já um chat online demanda resposta imediata. Por isso, a empresa precisa analisar a capacidade que tem para dar a atenção necessária que cada canal exige”, explica.

O Sebrae reuniu algumas dicas para empreendedores interessados em utilizar a versão de negócios do WhatsApp. Confira:

Use também o WhatsApp Web

Além de poder levar o aplicativo para qualquer lugar no seu smartphone, você também pode acessar no notebook ou computador, por meio do recurso WhatsApp Web. Ainda existe a possibilidade de cadastrar o número do seu telefone fixo: basta esperar um minuto durante a instalação para a opção de validação do número com uma ligação telefônica aparecer.

Utilize respostas automáticas e etiquetas

A possibilidade de enviar respostas automáticas para o cliente no primeiro contato ou quando estiver fora do horário de atendimento - e até criar respostas rápidas digitando apenas uma letra ou caractere - é uma ótima forma de manter um bom relacionamento com os clientes.

As etiquetas permitem também organização dos processos internos do negócio, por exemplo, pedidos pendentes, pedidos enviados, pós-vendas, dentre outros.

Você pode criar catálogos

Com a versão para negócios do WhatsApp é possível criar ainda um catálogo de produtos ou serviços e compartilhar com seus contatos ou deixar ofertas disponíveis no perfil. O empresário poderá inserir imagens, descrever seus produtos e/ou serviços, informar preços, inserir um link de compra ou qualquer outra informação que julgar importante. Mas esteja atento à qualidade das imagens/filmagens, tipos de produtos catalogados e, até mesmo, com a foto do perfil da empresa. A apresentação conta muito na escolha entre uma empresa ou outra.

Respeite e preserve o cliente

Quando tiver acesso ao número de telefone do cliente, pergunte se ele gostaria de receber informações sobre sua empresa, produtos e/ou serviços. Utilize listas de transmissão ao invés da criação de grupos, isso preserva o número de celular do seu cliente.

Cuidado com o “spam”

Faça relacionamento com o cliente e ofereça conteúdo relevante para que ele lembre da sua empresa. Contudo, forçar a venda empurrando produtos pode fazê-lo “denunciar” o seu negócio – o que pode gerar o bloqueio ou banimento do perfil do negócio no WhatsApp Business.

Curso ensina como preparar, em 15 dias, o seu próprio Whisky

O “Whisky Experience” é um curso online dividido em cinco módulos e ministrado pelo especialista em bebidas destiladas Leandro Dias

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=160883&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C0b1001d5e0d9%252450e92780%2524f2bb7680%2524%2540noticiaexpressa.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C0b1001d5e0d9%2450e92780%24f2bb7680%24%40noticiaexpressa.com.br%3E-1.6Imagine aprender o passo a passo para fabricar seu próprio Whisky Single Malt em casa, de maneira simples, rápida e profissional: é o que oferece o novo curso do Mestre dos Destilados, o “Whisky Experience”. Com formato 100% online, ele é dividido em cinco módulos: introdução (sobre a compra do alambique e demais acessórios direto da fábrica); matéria-prima (sobre os conceitos do whisky); fermentação (como as leveduras transformam o açúcar em álcool); destilação (utilização das mesmas técnicas de destilarias famosas e premiadas da Escócia) e envelhecimento (como envelhecer o whisky perfeitamente).

Dentre todos os tópicos abordados no curso, destaque para a técnica de envelhecimento chamada Fast Aging. É este processo que vai fazer com que o whisky envelheça muito mais rápido, tornando possível ter um whisky single malt com sabor e aroma de 12 anos envelhecido por apenas 1 ano.

Embora o curso tenha duração total de 15 dias, o acesso à área de membros é permitido por dois anos, para assistir as aulas quantas vezes quiser. O valor é de R$397,00 e é ministrado pelo professor Leandro Dias, especialista em bebidas destiladas, criador da única cachaça com flocos de ouro no mundo - considerada uma das 10 melhores cachaças do país -, ganhador de sete prêmios internacionais e coautor do bestseller os segredos da cachaça.

Quem adquirir o Whisky Experience ganha o curso completo de como fazer seu próprio etanol combustível a partir do caldo de cana, açúcar e frutas maduras. Para mais informações, basta acessar o site: https://mestredosdestilados.com.br/whisky-experience/

Sobre o Mestre dos destilados

O curso Mestre Dos Destilados, ministrado pelos especialistas Leandro Dias, João Almeida e Arnaldo Ribeiro, é o único no Brasil que ensina como fazer cachaça, rum, vodca, aguardente e outros destilados em casa, de uma maneira rápida e fácil. Este curso utiliza-se dos conceitos de home distilling, onde os equipamentos são de proporções domésticas, mas possuem a mesma tecnologia daqueles utilizados em grandes destilarias. Ou seja, agora é possível fazer um destilado de excelente qualidade, em casa, sem precisar pagar uma fortuna em equipamentos nem mesmo possuir conhecimentos técnicos avançados para tanto.

Tommy Hilfiger do Jockey Plaza Shopping recebe exposição das obras de Angelo Hasse

A mostra exclusiva acontece de 12 a 16 de fevereiro no piso L2 do shopping

De 12 a 16 de fevereiro, a Tommy Hilfiger do Jockey Plaza Shopping realiza exposição do artista plástico curitibano Angelo Hasse. As obras, inéditas no país, fazem parte da série Abstrato e foram recém-expostas na Europa e muito elogiadas pelos críticos de arte locais.

Professor de teatro desde 1985, atualmente na fundação cultural de Curitiba como programador artístico cultural, Hasse é portador da Comenda Zumbi dos Palmares, outorgada pelo consulado do Senegal em Curitiba, e membro efetivo da Academia de Cultura de Curitiba (ACCUR).

A Tommy Hilfiger fica no piso L2 do Jockey Plaza Shopping, localizado no Tarumã, na Rua Konrad Adenauer, 370. O estacionamento tem valor fixo de R$10 para automóveis e R$ 5 para motos, por todo o período de utilização dentro da mesma diária.

Sobre o Jockey Plaza Shopping:

Inaugurado em junho de 2019, o Jockey Plaza Shopping possui mais de 200 mil m² de área construída, com 325 operações, sendo 28 opções na praça de alimentação, além de um boulevard gastronômico com vista panorâmica para a pista de corridas do Jockey Club do Paraná. O empreendimento conta ainda com oito salas de cinema Cinépolis e espaços para jogos e lazer, que tornam o local ainda mais completo. Com um vasto mix de lojas e serviços, é um shopping que se propõe a atender de forma democrática todos os seus perfis de público. O projeto arquitetônico prioriza espaços amplos, iluminação natural e muita área verde, e busca ressignificar o lazer, remetendo o local a uma extensão de um espaço externo. O Jockey Plaza Shopping é um empreendimento do Grupo Tacla Shopping, Casteval, Paysage e GRCA.

www.jockeyplaza.com.br

Serviço: Jockey Plaza Shopping

Lojas:

De segunda a sexta, das 11h às 23h

Sábados, das 10h às 22h

Domingos e feriados, das 14h às 20h.

Alimentação e Lazer:

De segunda a sexta, das 11h às 23h

Sábados, das 10h às 23h

Domingos e feriados, das 11h às 22h.