Moradia sustentável: setor da construção civil paranaense aposta em soluções ecológicas nos empreendimentos residenciais

As novidades vão além dos mecanismos de reaproveitamento da água ou geração de energia solar e estão na arquitetura, uso e descarte racional de materiais e diferentes tecnologias.

Acompanhando a tendência nacional, incorporadoras e construtoras do Paraná estão investindo cada vez mais em projetos que usam a tecnologia e soluções inteligentes de sustentabilidade ambiental, econômica e social nos empreendimentos destinados à moradia. E Curitiba, que já recebeu o título de “capital ecológica”, colabora de forma relevante para a posição que o Brasil conquistou, de ser o 4º país com mais construções sustentáveis no mundo. O ranking é do U.S. Green Building Council (Conselho das Construções Verdes) e considera os projetos que receberam certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design).

Entre os pouco mais de 600 projetos brasileiros certificados em 160 países, a capital paranaense se destaca, por exemplo, com edifícios comerciais como a sede da RAC Engenharia - que teve a maior pontuação LEED Platinum da América Latina -, além do primeiro prédio corporativo do mundo com autossuficiência em água, o Edifício Eurobusiness.

Mas, além dos empreendimentos comerciais, pensados para inspirar o setor com soluções sustentáveis e inovadoras, a preocupação com a criação de espaços mais saudáveis para as pessoas, com impacto ambiental reduzido, já está em projetos de condomínios residenciais de Curitiba. E o cuidado com a qualidade de vida dos moradores e das futuras gerações é um diferencial que tem conquistado os consumidores.

Alguns diferenciais, que despertam a simpatia de quem procura um imóvel com longevidade, já são conhecidos. Alguns exemplos são os sistemas de reaproveitamento da água da chuva ou águas cinzas (chuveiros e pias) e os painéis solares para uso da energia no aquecimento da água das piscinas e chuveiros de uso compartilhado ou privativo. Mas a sustentabilidade vai muito além disso.

Para o engenheiro civil e diretor de desenvolvimento imobiliário da incorporadora Altma, Gabriel Falavina, os projetos inteligentes incorporam o conceito da sustentabilidade em diversos detalhes. “Uma simples fachada pode impactar positivamente o meio ambiente, por exemplo, se usa tecnologias autolimpantes. Isso representa economia de água. Também pode gerar sustentabilidade social ao criar a integração ideal entre o interno e o externo, além de gerar uma sustentabilidade ambiental e econômica através de tecnologias de isolamento térmico. Não é muito óbvio, mas soluções assim, garantem conforto e menos consumo com climatizadores, ar condicionado ou aquecedores”, exemplifica.

Outro cuidado que resulta em economia de energia são os sistemas de eficiência lumínica. E isso acontece não apenas com soluções como sensores de presença e a escolha de lâmpadas de LED. “Considerar, no projeto arquitetônico, o aproveitamento da luz natural nos ambientes internos do empreendimento, através de posição solar e disposição das janelas, tem impacto também no conforto e economia de energia, tanto com relação à iluminação, quanto na questão térmica, que pode ser otimizada com vedações, esquadrias e técnicas que aumentam a eficiência nesse aspecto”, explica o engenheiro.

Considerando os três pilares da sustentabilidade, um empreendimento pode oferecer ainda mais soluções que contribuam com o desenvolvimento da cidade, do estado e do país. “Um projeto que faz uso inteligente dos espaços, reduzindo corredores e ampliando a relação entre moradia por m² construído, é mais sustentável. Até mesmo a oferta de algumas conveniências podem fazer a diferença do ponto de vista do Meio Ambiente. É o caso das hortas comunitárias, fachadas verdes, jardins suspensos, por exemplo”, cita.

O novo empreendimento da incorporadora, o Árten, - que tem lançamento previsto para o primeiro semestre deste ano - tem como principal característica a sustentabilidade. O condomínio terá placas de captação de energia solar para uso em áreas comuns, fachada autolimpante, sistemas de reuso de água da chuva e horta comunitária. O projeto também incorpora soluções inovadoras. O condomínio terá bikes elétricas de uso compartilhado e estações de recarga de carros elétricos em todas as vagas de garagem.

Além disso, a incorporadora vai oferecer dois anos de Uber gratuito para os clientes que colocarem o carro na compra do apartamento, pelo valor da tabela Fipe. "A ideia é encorajar a redução do número de carros por família, através da oferta de facilidades para o deslocamento na cidade com o uso dos aplicativos de carona ou veículos não poluentes. O que queremos, com isso, é contribuir para a qualidade de vida das pessoas e para que Curitiba - que é a capital com mais carros por habitante - seja uma cidade cada vez mais inteligente e ecológica, com menos congestionamentos e poluição", conclui.
Copyright © 2021 Bombai Comunicação, All rights reserved.
You are receiving this email because you opted in via our website.

Programa de Desenvolvimento Sustentável do McDonald’s chega à 32ª edição e tem inscrições abertas

Próxima turma da iniciativa gratuita ocorrerá entre os dias 22 e 24 de fevereiro e abordará 11 temas relacionados à preservação do meio ambiente e à responsabilidade social

Oferecido pela Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald's no mundo, o Programa Desenvolvimento Sustentável em Foco chega a sua 32ª edição entre os dias 22 e 24 de fevereiro. Aberta a todos os interessados, a iniciativa conta com inscrições gratuitas e faz parte da estratégia da companhia em usar sua escala para compartilhar conhecimento que gere impacto positivo na sociedade ao promover maior conscientização e fomentar atitudes sustentáveis.

As palestras, ministradas online, abordam temas como Compromisso Social, Desperdício de Alimentos, Economia Circular, Energia Renovável, entre outros. Ao todo, o programa oferece carga horária de nove horas ao longo dos três dias, sempre das 18h às 21h. Para aqueles que assistirem a, no mínimo, 75% das palestras é disponibilizado um certificado de participação.

“Ao mesmo tempo em que trabalhamos para diminuir o impacto de nossas operações, também utilizamos o nosso tamanho e representatividade para influenciar positivamente a sociedade. Acreditamos que a partilha de conhecimento seja uma maneira poderosa de contribuir para a construção de uma sociedade mais sustentável”, afirma Leonardo Lima, Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Arcos Dorados e coordenador do Programa.

Com quatro anos de existência, o Programa Desenvolvimento Sustentável em Foco consolida-se como a maior iniciativa corporativa de educação para o desenvolvimento sustentável do Brasil e, desde o seu início em 2017, já impactou mais de 5 mil pessoas provenientes de 420 cidades e 10 países.

Temas e palestrantes da 32ª edição do Programa:

▪ Capitalismo Consciente, com Hugo Bethlem

▪ Competências Socioemocionais - A base da educação contemporânea, com Emilio Munaro

▪ Compromisso social, com Luana Matos e Amanda Basterra

▪ Desperdício de comida, com Daniela Garcia

▪ Economia circular, com Leandro Santos

▪ Energia renovável, com a AES Tietê

▪ Gestão da Mudança, com Murilo Moreno

▪ Gerenciamento de Resíduos nos Tempos de COVID-19, com Yara Garbelotto

▪ Remoções climáticas, com Felipe Bottini

▪ Receita para o futuro, com Leonardo Lima

▪ Valor compartilhado, com João Redondo

Para se inscrever e obter mais informações, basta acessar o site https://recetadelfuturo.com/blog/incripcionesdsf/.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui mais de 2.200 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 30/9/2020). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

McDonald’s substitui bandejas de plástico de seus restaurantes no Brasil por versão mais sustentável

A novidade chega a Curitiba primeiro no restaurante Cabral

A Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald's do mundo e que opera os restaurantes da rede na América Latina e no Caribe, avança em seu compromisso de impactar positivamente o meio ambiente e anuncia a substituição das bandejas de plástico utilizadas pelos clientes nos salões por uma versão mais sustentável.

O movimento faz parte de um programa de redução de plásticos que começou em 2018. Desde então, um total de 1.300 toneladas de plástico de um só uso foram retiradas dos restaurantes. O plano da companhia é continuar nesse caminho, garantindo que o material eliminado jamais retorne e que o impacto positivo das medidas seja verdadeiramente poderoso.

As novas bandejas representam o primeiro passo da parceria entre a Arcos Dorados e a UBQ, empresa israelense especialista na conversão de resíduos domiciliares em termoplásticos. Nesta primeira fase, 7.200 bandejas sustentáveis foram distribuídas em 30 McDonald's localizados em 20 capitais brasileiras. Em Curitiba, o restaurante Cabral é o primeiro a receber a novidade. A iniciativa será estendida gradualmente às demais unidades da rede em todo o país e, para isso, já estão em produção 11 mil unidades adicionais. Com o uso de UBQ na fabricação das bandejas, mais de 1.200kg de resíduos já deixaram de ir para aterros.

As novas bandejas são produzidas pela empresa brasileira Semaza, cuja fábrica está localizada em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. As peças antigas retiradas dos restaurantes serão destinadas aos projetos de economia circular promovidos pela própria Arcos Dorados.

“Somos uma companhia totalmente comprometida com o meio ambiente e estamos fazendo tudo o que é possível para reduzir o impacto de nossa operação, dentro de nossa plataforma Receita do Futuro. A parceria com a UBQ é mais um passo para trazer cada vez mais soluções inovadoras para melhorar o mundo em nossa volta e estamos orgulhosos em dar esse primeiro passo, apoiando uma tecnologia que irá mudar a forma como a sociedade recicla seu lixo orgânico”, afirma Gabriel Serber, Diretor de Desenvolvimento Sustentável e Impacto Social da Arcos Dorados.

A iniciativa utiliza o processo inovador desenvolvido pela UBQ, que usa o resíduo orgânico como parte essencial na produção de um termoplástico mais favorável ao meio ambiente. No processo, os resíduos são divididos em seus componentes naturais básicos, como celulose, lignina, açúcares e fibra, para o desenvolvimento de uma matéria-prima compatível com máquinas e padrões de fabricação da indústria.

A produção de material UBQ também contribui para a redução de emissão de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. Ao reciclar uma tonelada, por exemplo, se evitam aproximadamente 15 toneladas de dióxido de carbono no meio ambiente. A estimativa é de que a produção das primeiras 18 mil bandejas do projeto represente uma redução de 3.713kg de dióxido de carbono.

Segundo a Quantis, líder global em avaliações de impacto ambiental, a matéria-prima criada pela empresa foi considerada o termoplástico mais favorável ao meio ambiente disponível, podendo compensar significativamente a pegada de carbono de um produto.

"UBQ™ tem o potencial de revolucionar a forma como vemos os resíduos, transformando-os em um recurso valioso para a manufatura. O mercado em geral está exigindo soluções sustentáveis e a indústria de alimentação rápida não é exceção. O UBQ permite que os fabricantes criem produtos que impactam positivamente o nosso mundo, sem comprometer a lucratividade. É uma solução tão simples quanto sua implementação”, Albert Douer, presidente executivo da UBQ Materials.

Compromisso com o Desenvolvimento Sustentável

A implementação de bandejas produzidas com material UBQ se soma a uma série de iniciativas da Arcos Dorados com foco na redução e uso consciente do plástico, incluindo a substituição das embalagens de alguns produtos e a suspensão da entrega proativa de canudos em seus restaurantes, o que já evitou o consumo de cerca de 200 toneladas de plástico descartável em um ano. Para conhecer as iniciativas e compromissos socioambientais da Arcos Dorados, visite o site www.receitadofuturo.com.br.

Além das ações regionais, a empresa está comprometida a cumprir as metas globais do McDonald’s para reduzir as emissões de gases de efeito estufa de seus restaurantes e escritórios em 36% até 2030, e mais 31% em toda sua cadeia de suprimentos no mesmo período. No total, 11 milhões de toneladas de CO2 não chegarão mais à atmosfera, o que equivale a plantar 3 bilhões de árvores ou retirar 25 milhões de carros das ruas.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui mais de 2.200 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 30/9/2020). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

Sobre a UBQ:

A UBQ é uma empresa de tecnologia limpa com sede em Israel que prevê um mundo onde recursos finitos são infinitamente reutilizados. Uma empresa certificada da B-Corp, a UBQ transformou o lixo doméstico em um recurso renovável. Por meio de seu processo patenteado, os resíduos não classificados tornam-se o UBQ Material, um material termoplástico renovável, de base biológica e com aplicabilidade cada vez maior. Saiba mais sobre a empresa no site: www.ubqmaterials.com

Ecodecor  Curitiba Norte

Na esquina da Ângelo Sampaio com Av. Candido Hartmann os empresários João Victor Boeng e Marcioney Godoy, inauguraram em junho mais uma franquia Ecodecor. É um show room  licenciado pela marca internacional Ecopaper onde o cliente,  que procura revestimentos de paredes,  se encanta com centenas de opções em texturas, cores e composições.

foto

A Ecodecor  Curitiba Norte apresenta o original Ecopaper, conhecido no mercado como  papel de parede líquido, além de tintas especiais e variados  revestimentos compostos por fragmentos de madeiras e pedras  para áreas externas residenciais ou comerciais.

foto 

Arquitetos, designers, construtores e clientes  encontram na  Ecodecor Curitiba Norte soluções para variados tipos de projetos que exijam  beleza, qualidade , atendimento técnico e o melhor custo benefício.

 foto

O Ecopaper original fascina a todos porque agrega inúmeros benefícios ambientais  à capacidade de transformar uma simples parede em um plano de fundo perfeito para as mais lindas soluções de decoração.

foto

O Ecopaper ou papel de parede líquido original é um revestimento a base de seda, algodão, madeira e substâncias extraídas da natureza. 
Criado em 1997, originário do leste europeu é hoje vendido em mais de 120 países. o Ecopaper original é comercializado no Brasil apenas através da rede de Lojas Ecodecor.

foto 

Ecopaper original possui mais de 300 opções de cores e estampas, e por ser um produto a base apenas  de materiais naturais, é seguro para saúde em qualquer ambiente onde é aplicado.
Não propaga chamas, não desbota, não deteriora e não descola. 

Foto

O Ecopaper original aplicado com a qualidade técnica da Ecodecor Curitiba Norte não apresenta emendas nem fissuras pois é o único e original Papel de Parede Líquido que possui certificados que comprovam seus benefícios e qualidades,  

Logomarca

ECODECOR CURITIBA NORTE 

Contato:  +55 41 99241-3351

AV.  Cândido Hartmann 380 -  Champagnhat- Mercês - Curitiba - PR

instagram/facebook:  @ecodecorcuritibanorte

Seg. a Sexta - 10:00/16:30h

Projeto da Universidade Estadual de Maringá vence programa “Com Mc Mudamos o Mundo”

O Motirô participou da 2ª edição do projeto organizado pelo McDonald's e pela Enactus e receberá 10 mil reais para aplicar e expandir a ideia sustentável

Foi realizada em junho a final da 2ª edição do concurso #ComMcMudamosOMundo, um programa nacional da Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, em parceria com a Enactus, criado para beneficiar diversas comunidades por todo o país e promover o empreendedorismo social. Um dos projetos vencedores é o Motirô, de alunos da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que está sendo aplicado na comunidade Lar Nossa Senhora da Esperança, uma organização não-governamental em Sarandi, no interior do estado do Paraná, que atende 120 crianças de 5 a 11 anos no contraturno escolar.

O resultado foi divulgado via live e, na ocasião, seis projetos de diversos estados do Brasil estavam concorrendo em três diferentes categorias: educação para o desenvolvimento sustentável, gestão de resíduos e economia circular, e redução da perda de alimentos. O Motirô é focado em ensinar e criar soluções para a compostagem de alimentos. A partir dessa premissa, o projeto é baseado em confeccionar composteiras para, posteriormente, vender os adubos produzidos, angariar renda e fornecer recursos à entidade e à comunidade beneficiada.

“É muito gratificante ver o envolvimento dos pequenos do Lar com o Motirô. Nós, do projeto, acreditamos que a educação é o melhor caminho para desenvolver a consciência de um mundo sustentável, que é um pilar que tem se tornado cada dia mais essencial. Ensinar a importância de práticas sustentáveis às crianças é uma maneira eficaz de fortalecer essa ideia”, afirma Diniara Munhoz Dias, estudante de biomedicina da UEM e gerente do projeto.

“Essa parceria condiz com a estratégia de utilizar nossa escala e representatividade para promover o bem. Ao mesmo tempo que podemos trabalhar com jovens que estão nas universidades e com a educação, também transferimos um pouco do nosso conhecimento para eles em projetos que beneficiam a sociedade como um todo”, afirma Leonardo Lima, Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Arcos Dorados.

Após o desenvolvimento da ação em Sarandi e a conquista do primeiro lugar na competição, o McDonald’s irá avaliar como incluir as práticas do Motirô dentro dos restaurantes da marca. A unidade Drive-thru de Maringá, que fica localizado na Zona 01, na Av. Duque de Caxias, foi parceira do projeto durante o programa.

“Esta é uma oportunidade incrível para os estudantes da nossa rede. Com a ajuda financeira e as orientações através de mentoria, além do trabalho com a equipe dos restaurantes, os projetos ganham mais maturidade e conseguem impactar mais pessoas. Ela é também um exemplo muito claro do que chamamos da filosofia “We All Win”, pois os estudantes ganham com a expertise da Arcos Dorados e os funcionários ganham com a energia e paixão dos nossos estudantes”, afirma Joana Rudiger, Presidente da Enactus Brasil.

A 2ª edição do #ComMcMudamosOMundo teve recorde de inscritos com 49 times e 72 projetos que promovem benefícios para comunidades brasileiras. A Enactus UEM surgiu em 2013 e é um projeto de extensão coordenado por Leila Pessôa Da Costa e Carlos Augusto de Melo Tamanini. Atualmente, o time da instituição tem três projetos em andamento e 29 membros, contando com estudantes de oito cursos de graduação.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui quase 2.300 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/12/2019). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com.

Sobre a Enactus

A Enactus é uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada a inspirar estudantes universitários a melhorar o mundo através da Ação Empreendedora.

A Enactus Brasil é um dos 37 países ao redor do mundo que opera o programa Enactus. Somos uma rede de estudantes, líderes executivos e líderes acadêmicos, que fornece uma plataforma para os universitários criarem projetos de impacto e desenvolvimento comunitário que colocam capacidade e talento das pessoas em foco. Com isso, os alunos fazem da Ação Empreendedora a ferramenta que transforma vidas, inclusive as suas próprias, pois a transformação acontece dos dois lados: as pessoas atendidas e os estudantes, que se desenvolvem e exercitam valores para se tornarem os verdadeiros líderes do futuro. A Enactus acredita que quando competimos para mudar vidas, todos ganhamos #WeAllWin.

McDonald’s doa mais de mil refeições em seis cidades do Paraná na Campanha McObrigado

Com a meta de chegar a 100 mil doações, empresa aderiu à ação global Thank You Meal e preparou refeições especiais para os profissionais de saúde

Desde o início da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o Mcdonald’s, operado pela Arcos Dorados no Brasil, está doando refeições aos profissionais que estão atuando na linha de frente do combate à covid-19, como forma de agradecer ao trabalho que eles têm realizado.

Em junho, no Paraná, em um período de uma semana, os profissionais de saúde de seis cidades foram reconhecidos pela marca e, juntos, receberam mais de mil refeições. Em Curitiba, o Hospital Pequeno Príncipe e o SAMU foram as instituições que receberam combos de Quarterão e acompanhamento. Já na região metropolitana, as entidades foram o Hospital São Lucas, em Campo Largo, e UPA Alto Maracanã, em Colombo. A Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa também foi agraciada, assim como o Hospital Germano Lauck, em Foz do Iguaçu. Para fechar, as doações foram entregues à equipe que está sediada na Secretaria de Saúde de Cascavel e fazendo a maior parte de atendimento da covid-19 no município.

A ação faz parte da campanha global Thank you Meal, lançada nos Estados Unidos. No Brasil, o nome da campanha foi ajustado para McObrigado. “Trata-se de uma forma de levar, além de comida, solidariedade e mensagens de encorajamento para esses profissionais que têm tido uma atuação incansável e excepcional”, explica Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados. Por aqui, a meta é chegar a 100 mil combos doados, o que equivale a um investimento de cerca de R$ 2,5 milhões de reais.

Até o momento, já foram realizadas mais de 65 mil doações para profissionais de saúde, instituições que atuam no combate à fome, cooperativas e caminhoneiros. Todas têm sido preparadas pelos funcionários da rede, que também estão se mobilizando para colocar recados de agradecimento juntos das refeições. No Paraná, cerca de duas mil refeições já foram doadas nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Maringá e Londrina.

Outras medidas da Arcos Dorados

Acreditando na união de forças para que o país possa superar esse momento de crise, o McDonald’s decidiu apoiar micro e pequenas empresas do setor de alimentação no Brasil, abrindo turmas de formação gratuita e online voltadas a profissionais que atuam nesse segmento.

A companhia criou um curso para microempreendedores, que conta com uma grade dividida em três pilares principais: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável, áreas em que a companhia é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Essas são esferas fundamentais para garantir medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo coronavírus.

Os módulos estão sendo disponibilizados por meio do site https://trilhas.info/ para que os novos interessados possam acompanhar o conteúdo.

Além disso, O McDonald’s abriu vagas gratuitas para o curso de Desenvolvimento Sustentável em Foco, que nos últimos dois anos contou com cerca de dois mil inscritos e aborda uma grade que contempla 12 temas como Compromisso Social, Energia Renovável, Diversidade & Inclusão, Economia Circular, Mudanças Climáticas e Gestão de Resíduos, entre outros. O curso é o maior programa corporativo de educação para o desenvolvimento sustentável do Brasil.

Medidas para segurança de seus colaboradores

Tendo como prioridade proteger a saúde e bem-estar de seus funcionários e clientes, a companhia implementou um comitê focado especialmente em monitorar e agir em torno de diversos assuntos relacionados ao tema. Abaixo as principais ações da marca para garantir a segurança nos restaurantes:

Todos os funcionários passaram a atender com luvas e máscaras nas interações de entrega no balcão, Drive, Quiosques e McCafé. Além disso, todos os pedidos estão sendo entregues já em embalagens para viagem.
No interior dos restaurantes, o chão recebeu a aplicação de adesivos de segurança, formando linhas que delimitam o distanciamento social exigido na aproximação dos entregadores ou de clientes.
Nos caixas do Balcão, Quiosque e McCafé, nas áreas de retirada e nas cabines do Drive-Thru foram implantadas barreiras de acrílico para reduzir o contato.
Aumento na frequência da limpeza dos balcões, equipamentos e portas e no número de dispensers de álcool em gel no salão.
As máquinas de cartão passaram a ser higienizadas após cada uso e os restaurantes estão sugerindo que os clientes do Drive-Thru façam uso de formas de pagamento à distância, como o Sem Parar.
As unidades também oferecem materiais para higienização das bolsas dos profissionais que entregam os pedidos feitos pelo McDelivery. A marca tem estimulado que esses profissionais higienizem as bolsas, lavem as mãos ou façam uso do álcool gel todas as vezes que chegam para retirar um pedido.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui quase 2.300 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/12/2019). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com.

Mercedes-Benz apresenta veículos Sprinter transformados em estações de arte, cinema, sustentabilidade e tecnologia

· Em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a marca traz vídeo sobre o projeto Cinesolar em suas redes sociais de Vans
· Ação consiste no primeiro cinema itinerante do Brasil com exibição de filmes por meio de energia solar

Nesta sexta-feira, dia 5, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Mercedes-Benz divulgou em todas as suas redes sociais de Vans um vídeo realizado em parceria com o Cinesolar, primeiro cinema itinerante do Brasil que exibe filmes por meio de energia solar. O conteúdo mostra detalhes desse projeto apoiado pela marca, que contém dois furgões Sprinter transformados em estações móveis de arte, cinema, sustentabilidade e tecnologia.

“O objetivo do Dia Mundial do Meio Ambiente é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação dos recursos naturais e o Cinesolar é um ótimo aliado nesta causa. Apoiado pela Mercedes-Benz, esse projeto leva cultura e conhecimento para todos com o auxílio da tecnologia inovadora da Sprinter, estimulando o uso de energia solar e a sustentabilidade”, afirma Evandro Cunha, gerente de Marketing & Comunicação de Vans da Mercedes-Benz.

No vídeo, os responsáveis pelo projeto contam os bastidores dessa ação, destacando como desenvolveram essa iniciativa e mostrando parte de sua rotina. Eles explicam ao público que, para possibilitar a conversão de energia solar para elétrica, foi instalado o sistema Fotovoltaico, que consiste em uma usina de geração de energia solar. Além disso, é destacado que os veículos foram grafitados com o intuito de disseminar ainda mais a arte urbana por onde os veículos estiverem.

Para otimizar o espaço do modelo, a parte interna do Furgão possui uma função dupla. O local é utilizado para carregar todos os equipamentos do cinema móvel, como o projetor, a tela e o sistema de sol e, em paralelo, também consiste em uma sala de aula lúdica onde as crianças e os adultos são convidados a entrar para vivenciar uma experiência única com arte, tecnologia e sustentabilidade.

O Cinesolar segue viagem com dois furgões Sprinter para exibir filmes a partir da energia solar, além de promover arte e sustentabilidade com a realização paralela de oficinas artísticas e lúdicas, como produção de vídeos, grafites, música e dança. O primeiro veículo é equipado com sistema de som para acompanhar as atividades, enquanto a segunda estação móvel, denominada Cinesolar Tupã, conta com um estúdio de TV.

Confira o vídeo por meio do link https://www.instagram.com/p/CBDnmVzAYLU/ e conheça melhor esse projeto em http://www.cinesolar.com.br/.

Download do Press Release

https://www.mercedes-benz.com.br/resources/media/releases/gallery/thumb/20200605_706526f719054327b7acd5af901baf69_sprinter-cinesolar.jpg https://www.mercedes-benz.com.br/resources/media/releases/gallery/thumb/20200605_510e7e9eb5b64a4fa596587de6dc885f_projeto-cinesolar-2.jpg https://www.mercedes-benz.com.br/resources/media/releases/gallery/thumb/20200605_b927d88a6f1e411b9a64470ae25c5221_sprinter-cinesolar-4.png https://www.mercedes-benz.com.br/resources/media/releases/gallery/thumb/20200605_bcb4f6564b4948fc8f520c4564dd2136_sprinter-cinesolar-3.png

Acesse o link: https://www.mercedes-benz.com.br/institucional/imprensa/releases/vans/2020/6/21803-mercedes-benz-apresenta-veiculos-sprinter-transformados-em-estacoes-de-arte-cinema-sustentabilidade-e-tecnologia

Visite o nosso site: https://www.mercedes-benz.com.br/

Siga nosso perfil no Facebook e no Instagram: @MercedesBenzVansBr e @mbvansbr

Programa de Desenvolvimento Sustentável do McDonald’s chega à 25ª edição e soma mais de 4,5 mil inscritos

McDonald's

Com inscrições gratuitas, programa oferece o módulo especial Gestão de Resíduos em tempos de COVID-19; participantes concorrem a dois notebooks

Oferecido pela Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald's no mundo, o Programa Desenvolvimento Sustentável em Foco chega a sua 25ª edição entre os dias 8 e 10 de junho. Aberta a todos os interessados, a iniciativa conta com inscrições gratuitas e faz parte da estratégia da companhia em compartilhar conhecimentos para promover o bem da sociedade.

As palestras, ministradas online, abordam temas como Compromisso Social, Desperdício de Alimentos, Economia Circular, Energia Renovável, Diversidade entre outros. Um dos destaques será o módulo Gestão de Resíduos em tempos de COVID-19, assunto de grande relevância dentro do contexto vivido atualmente em todo o mundo. Ao todo, o programa oferece uma carga horária de nove horas ao longo dos três dias, sempre das 18h às 21h.

Este é o maior programa corporativo de educação para o desenvolvimento sustentável do Brasil. Desde o início do projeto em 2017, as 24 turmas anteriores já receberam cerca de 4.700 inscrições, com participantes provenientes de 420 cidades e 10 países.

O programa conta com grande índice de satisfação do público, com média de avaliação de 9,6 pontos. “O curso foi totalmente relevante para aprimorar os conhecimentos na área ambiental, principalmente diante à realidade da COVID-19, o que foi muito interessante”, comenta a participante Tainá Domingues Quaresma, estudante de Ciências Econômicas da USP.

“Estamos convencidos que será por meio do aumento da consciência para os assuntos complexos com os quais vivemos atualmente que encontraremos os caminhos para o desenvolvimento sustentável pós COVID-19. É nesse contexto que o programa vem contribuindo de forma positiva a todos os participantes.” comenta Leonardo Lima, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Arcos Dorados e coordenador do Programa.

Serão emitidos certificados de participação para aqueles que assistirem no mínimo 75% das palestras, que também ganharão 150 moedas digitais Gooders (https://www.gooders.com.br/). Quem cumprir essa meta, além de se beneficiar do conteúdo apresentado, concorrerá a dois notebooks em perfeito estado de funcionamento, provenientes do projeto de Economia Circular da Arcos Dorados, que contribui com a redução de resíduos eletrônicos a partir da remanufatura de equipamentos da empresa

Para se inscrever e obter mais informações, basta acessar o site https://trilhas.info.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui quase 2.300 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/12/2019). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com.

Semana do Meio Ambiente: Tendência futurista, construções sustentáveis reforçam importância de preservar o meio ambiente

GT Building

Brasil é o 4º país do mundo com mais certificações de edifícios com práticas de sustentabilidade, como reutilização da água da chuva e energia solar

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado em 5 de junho, mas toda a primeira semana desse mês é dedicada a lembrar ao mundo a importância de preservar o ecossistema. Alguns setores econômicos têm se mostrado mais adeptos de incorporar práticas sustentáveis ao desenvolvimento progressista da área, como é o caso do mercado imobiliário.

De acordo com o levantamento de 2019 do US Green Building Council (USGBC), criador do sistema LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental, em português) de classificação de edifícios sustentáveis, o Brasil ocupa a 4ª posição entre os dez países e regiões fora dos Estados Unidos com maior área certificada LEED. O país possui mais de 1.450 projetos certificados pelo LEED, que são avaliados de acordo com uma séria de requisitos impostos pelo órgão.

A utilização da água da chuva, a implementação de painéis de energia solar e gestão de resíduos estão entre as práticas de sustentabilidade predial, mas o processo começa antes mesmo do edifício ser construído. Uma obra sustentável leva em consideração todo o projeto, desde o planejamento até eventuais manutenções após a entrega. Sendo assim, outras medidas já são previamente determinadas, como a minimização do uso de matérias-primas levando ao reaproveitamento de materiais e à utilização de fontes renováveis e recicláveis, que tenham baixo impacto ambiental até mesmo com relação ao transporte.

Segundo João Vitor Gallo, sócio da Petinelli –empresa de consultoria em sustentabilidade para certificação de edificações LEED e WELL– o futuro das construções sustentáveis é muito promissor e nem um pouco distante da realidade atual. “Estamos numa era onde os recursos naturais estão cada vez mais escassos e a demanda por energia só cresce, contribuindo para o aumento do custo ao usuário final. Nesse cenário, construir melhor, gastando menos recursos, economizando dinheiro do usuário e trazendo um espaço mais saudável é um caminho sem volta. Em alguns estados norte americanos já é lei certificar prédios públicos e no Brasil isso está se tornando um padrão de mercado. Assim como os selos que encontramos em equipamentos eletroeletrônicos, a certificação de edifícios sustentáveis torna-se, cada vez mais, um requisito obrigatório para o comprador”, explica.

Exemplos de edifícios verdes em meio às cidades grandes

Ainda em fase de construção, o Bosco Centrale, empreendimento da GT Building em parceria com Teig Empreendimentos e a Gadens Incorporadora, é um lançamento de alto padrão que está localizado em uma das mais importantes vias do coração de Curitiba. Todos os apartamentos foram planejados para usufruir do bosque vertical instalado em toda a parte exterior do edifício, o que gera mais frescor, aconchego e noção de sustentabilidade. O empreendimento é o primeiro da cidade a possuir esse visual contemporâneo de bosque vertical habitável. Além disso, está em processo de certificação do GBC Condomínio.

O renomado arquiteto paisagista, Benedito Abbud, responsável pelo projeto arquitetônico do Bosco Centrale, diz que o empreendimento é rico em detalhes criativos e inovadores. “Seguindo tendências internacionais, a presença da natureza marca o projeto. Além da preocupação visual e física, também nos atentamos a um termo denominado biofilia, que nada mais é do que uma estratégia para reconectar as pessoas com a natureza e o ecossistema. O termo é um complemento para a arquitetura verde, que diminui o impacto ambiental do mundo construído e utiliza design inteligente para criar espaços mais naturais e preservados nas cidades”, ressalta.

Além disso, o empreendimento irá utilizar a tecnologia de irrigação Bubbler (termo americano que significa borbulhamento – em tradução livre) pois sua adoção é fácil, de baixo custo e funciona por energia gravitacional. Ou seja, não precisa de energia de bombeamento de água porque trabalha numa pressão muito baixa, o que é visto como mais um fato inovador e sustentável.

Já do outro lado do mundo, na Austrália, foi lançado em 2013 o One Central Park para ser a parede viva mais alta já construída. Os responsáveis pelo projeto são o expert em jardins verticais Patrick Blanc e o renomado arquiteto Jean Nouvel. A vegetação cobre os 166m de altura dos dois prédios residenciais em Sidney e as espécies são divididas entre plantas nativas do país e outras exóticas. Outra inovação foi a instalação de um heliostato entre as duas torres, que possui espelhos que se movimentam para que a luz solar seja refletida para o jardim e para outras áreas do prédio, gerando iluminação natural ao longo do dia.

Sobre a GT Building

A partir de um conceito inovador, aliado à tecnologia, modernidade, qualidade e diferentes projetos de vida, a GT Building faz parte do grupo GT Company, que desde 2017 empreende no setor imobiliário em Curitiba por meio da GT Invest. Com foco na construção de alta qualidade, nos comprometemos com a excelência, ideias inovadoras guiadas pelas mãos dos líderes, a incorporadora chega como uma das maiores empresas do ramo em Curitiba, com 20 empreendimentos em diferentes fases, entre eles o Denmark, Bosco Centrale e o Maison Alto da Glória. Para saber mais, acesse: www.gtbuilding.com.br

McDonald’s abre vagas gratuitas para curso Desenvolvimento Sustentável em Foco

Agenda de conteúdos é dividida em três dias e amplia opções de qualificação para micro e pequenos negócios do setor de alimentação

A Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald's no mundo, realiza, entre os dias 27 e 29 de abril, o curso Desenvolvimento Sustentável em Foco. Como parte da estratégia da companhia de apoiar micro e pequenos empreendedores durante a quarentena do novo coranavírus, o curso será disponibilizado gratuitamente a todos os interessados em sua versão online. As inscrições devem ser feitas pelo site https://trilhas.info/ds-em-foco.

Nos últimos dois anos, o Desenvolvimento Sustentável em Foco já teve mais de 1.200 participantes e aborda uma grade que contempla 12 temas como Compromisso Social, Energia Renovável, Diversidade & Inclusão, Economia Circular, Mudanças Climáticas e Gestão de Resíduos, entre outros. O curso é o maior programa corporativo de educação para o desenvolvimento sustentável do Brasil.

Os certificados de participação serão emitidos caso o participante tenha assistido a, no mínimo, 75% do tempo de cada palestra. Os participantes do curso que receberem o certificado ganharão 150 pontos na plataforma Gooders, que oferece benefícios para aqueles que buscam empreender de forma consciente, fazendo o bem e gerando um impacto social positivo. Os pontos poderão ser trocados por descontos ou experiências, por meio do site https://app.gooders.com.br.

Além de sua reconhecida atuação no setor, atendendo os mais rigorosos protocolos de segurança do alimento, a Arcos Dorados também busca ressaltar a importância da educação. No Brasil, a companhia conta com um centro de formação, batizado de Hamburger University, que serviu como base para a iniciativa. A empresa investe por ano cerca de 40 milhões de reais em treinamento, contando com estratégias educacionais de ponta.

Apoio a micro e pequenos empreendedores

Acreditando na união de forças para que o país possa superar esse momento causado pelo novo Coronavírus, o McDonald’s decidiu apoiar micro e pequenas empresas do setor de alimentação no Brasil, abrindo turmas de formação gratuita e online voltadas a profissionais que atuam nesse segmento.

Além do Desenvolvimento Sustentável em Foco, a companhia criou um curso para microempreendedores, que conta com uma grade dividida em três pilares principais: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável, áreas em que a companhia é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Essas são esferas fundamentais para garantir medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo Coronavírus.

O curso já contou com 1.845 inscritos e teve início em março. A gravação de cada módulo está sendo disponibilizada na plataforma, por meio do site https://trilhas.info/, para que os novos interessados possam acompanhar o conteúdo.

Medidas para segurança de seus colaboradores

Tendo como prioridade proteger a saúde e bem-estar de seus funcionários e clientes, a companhia implementou um comitê focado especialmente em monitorar e agir em torno de diversos assuntos relacionados ao tema.

A empresa estabeleceu um protocolo especial para a operação de seus serviços, como Delivery e Drive-Thru, incluindo a demarcação de áreas de distanciamento social nos restaurantes, disponibilização de produtos para higienização das bolsas dos entregadores e lavagem de mãos, cuidado no condicionamento de produtos, além do reforço dos protocolos de higiene em todos os restaurantes da rede, como aumento na frequência da limpeza de equipamentos, ampliação do número de dispensers de álcool em gel, entre outras ações.

Além disso, a empresa seguiu a recomendação de uso de máscaras feita pelo Ministério da Saúde no início de abril. Já foram adquiridas máscaras descartáveis e de tecido e também começaram a ser instaladas barreiras acrílicas para proteção física entre atendentes e clientes.

Entre as iniciativas já implementadas pela empresa, estão o home office ou licença remunerada para seus colaboradores que pertencem ao grupo de risco, em todos os setores, inclusive restaurantes, e a recomendação de trabalho remoto para todos os funcionários da sede administrativa.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui quase 2.300 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/12/2019). A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com.

Marca brasileira de cosméticos veganos lança linha de xampus sólidos

Desenvolvidos pela NESH, os produtos feitos artesanalmente com ativos naturais, são uma alternativa sustentável e menos agressiva ao corpo e meio ambiente

CURITIBA, 21/01/2020 – A difusão de produtos e práticas de consumo conscientes e ecológicas tem ganhado cada vez mais espaço na indústria de estética e cosmética. Dos cuidados básicos de higienização a maquiagens e itens para corpo e rosto, o setor tem apostado em novas formas de produzir e oferecer itens de beleza e bem-estar. Pensando em disponibilizar soluções sustentáveis com alternativas menos agressivas ao corpo e meio ambiente, a NESH, marca de cosméticos veganos e naturalmente artesanais, desenvolveu uma linha exclusiva de xampus e condicionadores sólidos para todos os tipos de cabelo.

Com um formato que lembra uma barra de sabonete, os xampus e condicionadores da NESH, são produzidos com ativos naturais sem adição de elementos nocivos ou ingredientes sintéticos em sua composição, o que permite a limpeza e o tratamento ideal para que e fios reestabeleçam o equilíbrio natural.

São quatro opções de xampus vegetais em barras de 80g: o bioDetox, desenvolvido com carvão ativado, lama vulcânica e castanha, além de óleos essenciais de menta, laranja doce e May Chang que proporciona uma limpeza profunda; o Reviva, feito com patauá, mulateiro e abacate e também óleos essenciais de alecrim, lavanda e capim limão, ideal para cabelos enfraquecidos e finos; o Wave, especial para cabelo cacheado normal a seco e composto por pracaxi, tucumâ, murumuru e óleos essenciais de cedro, lavanda e malaleuca; e o Reset, direcionado para fios mistos e oleosos e produzido com copaíba, maracujá e bacuri, além de óleos essenciais de malaleuca, alecrim e eucalipto, que promove uma antisséptica e anti-inflamatória. E também uma opção de condicionador sólido de 55g, para todos os tipos de cabelo, que possui aloe vera, pracaxi e murumuru em sua composição, e ainda óleos essenciais de capim limão e laranja doce.

Livres de sulfatos, petrolatos, parabenos, gordura animal e flatatos, os xampus oferecem benefícios para a saúde dos fios, do couro cabeludo e também do meio ambiente, já que os resíduos que são despejados na natureza não são prejudiciais. Além disso, diferente das opções tradicionais encontradas no mercado, toda a linha produzida pela NESH é biodegradável e embalada com celofane vegetal e papel reciclado e usa pouca ou quase nenhuma embalagem plástica. “As pessoas estão cada vez mais preocupadas com o impacto ambiental de suas escolhas de consumo focados em aderir a hábitos de menor impacto ambiental no cotidiano, e não há dúvidas de que rever as formas convencionais de consumo na indústria da beleza é um dos passos de grande importância para fazer a diferença no futuro”, comenta o idealizador da marca, Thiago Pissaia.

Como usar?

Devido ao formato, o método de utilização diferencia bastante das formas tradicionas, Pissaia dá algumas dicas importantes: “A barra precisa ser friccionada ao couro cabeludo úmido até fazer espuma. Depois é só massagear. Após a utilização, o usuário por utilizar um condicionador natural ou, até mesmo, enxaguar com vinagre para equilibrar o pH dos fios”, detalha. “O uso do xampu natural requer um período de adaptação, que varia dependendo do cabelo. Nos primeiros dias é normal o cabelo ficar pesado até que o equilíbrio se estabeleça. Após essa adaptação o cabelo fica mais equilibrado ao seu natural e não precisa de lavagem todos os dias”, complementa.

Além dos xampus e condicionadores sólidos, a NESH, que conta com loja física na cidade de Curitiba, oferece uma linha completa de cosméticos de ativos naturais com sabonetes vegetais com argila e óleos essenciais, sabonetes variados de frutas e sais de banho efervescentes.

Os produtos da NESH estão disponíveis na loja física localizada na Rua Vicente Machado (nº 288), em Curitiba, ou no site www.neshstore.com.br, que entrará no ar com todas as opções no início de 2020. Mais informações no perfil oficial da marca no Instagram (@nesh.eco.cosmeticos).

A economia criativa e a Lapa do século XXI

A economia criativa e a Lapa do século XXI

“Ampliar a participação da cultura e do turismo no desenvolvimento socioeconômico sustentável da Lapa e região" é o que preconiza Márcio Assad ,

Conduzir ações para o desenvolvimento da Economia Criativa e ter por missão dirigir a formulação, a implementação de políticas públicas para o desenvolvimento local e regional, priorizando o apoio e o fomento aos profissionais e aos micro e pequenos empreendimentos criativos lapeanos e da região, esté é o grande desafio para as futuras gestões municipais da histórica cidade da Lapa, na opinião de Márcio Assad, profissional multimídia e empresário, que atualmente coordena a área de comunicação de sua cidade natal. Na opinião dele, cabe ao poder público em estreita parceria com a iniciativa privada, conduzir e dar suporte na elaboração de políticas públicas para a potencialização e o desenvolvimento da economia criativa na cidade. " quando trouxemos o turismo férreo ( pioneiro no Brasil) , os passeios semanais de Maria Fumaça: Curitiba-Lapa-Curitiba, o turismo em área rural ( pioneiro no Paraná) , a criaçao da Lapa Fil Commission, o Núcleo de Vídeo e cinema da Lapa, a implantação de um calendário regular de serestas ( que o fizemos por anos às próprias expensas) , festivais de audiovisual, festivais gastronômicos, a promoção, à época de forma inédita nossa iguaria mais conhecida a "coxinha de farofa", o corredor turístico Caminho das Tropas ( depois clonado e desvirtuado), nós estávamos promovendo formas de desenvolvimento da economia criativa, mesmo antes do termo ser criado e utilizado em escala mundial", nos conta Assad, que sempre diz: " nem uma localidade deu certo por acaso" e continua: " nossa maior riqueza está no diferencial de nossa história e as marcas deixadas por ela, na arquitetura, no nosso "modus vivendi" , belezas naturais, na gastronomia tipica, que além da comida tropeiro-lapeana, tem o "Café com mistura" ( ao qual foi incorporado a "coxinha de farofa", mais recentemente). Esses são produtos que se forem devidamente agregados, com elementos artísticos, já existentes em nossa talentosa gente, teremos um produto de primeira linha ( gerando oportunidades de negócios, emprego e renda) e absolutamente competitivo em um mercado em expansão". Márcio cita a crescimento constante e consistente do turismo cultural em especial no quesito didático-pedagógico, que é fruto de uma estratégia de marketing, desenvolvida pelo município na atual gestão, com vistas aos 250 anos da cidade. Agora na opinião do coordenador cabe criar outras formas de incentivo e ampliação sustentável às atividades que compõe atualmente o quadro de produtos e serviços do que podemos chamar de economia criativa. Assad finaliza nos dizendo que: " o modelo a ser seguido nas próximas ações ( gestões públicas) é a iniciativa mais recente e que teve está tendo, uma participação fundamental, direta e efetiva da comunidade envolvida: os roteiros do cicloturismo." Ouvindo e reproduzindo essas palavras de quem já fez muito e faz pela cidade, concluímos que o futuro econômico sustentável da Lapa, passa obrigatóriamente pelo desenvolvimento de sua economia criativa. O importante é que você que está lendo essa matéria, se pergunte: "como posso participar de tudo isso?" . Dúvidas, críticas e sugestões: 41 99986-1011.
Credito da Foto: No antigo cartaz, um exemplo de proposta para o fomento da economia criativa.

Xampus sólidos: a tendência sustentável que tem ganhado o mercado

Produzidos artesanalmente com ativos naturais, os xampus em barra são benéficos para o corpo e o meio ambiente

Indispensável em qualquer lista de cuidados básicos de beleza e bem-estar, o uso do xampu como principal forma de lavar os cabelos é uma prática tão comum a toda rotina de higiene que as opções disponíveis no mercado são incontáveis. A cada temporada, a indústria de artigos de cosmética e beleza desenvolve e disponibiliza novas soluções nesse âmbito, com inúmeras alternativas para os mais variados tipos de fios, resultados e necessidades. Nos últimos anos, o setor viu uma tendência crescer na contramão dos produtos cada vez mais industrializados: a dos xampus sólidos.

Pautado em experiências de autocuidado menos agressivas com o corpo e o meio ambiente, os xampus sólidos seguem a premissa do movimento global “slow beauty”, que propõe práticas de consumo mais conscientes e ecológicas com itens de beleza. A nomenclatura já explica que o formato é a principal distinção do produto para as alternativas mais comuns de xampus. “Embora não seja uma novidade, já que há registros de comercialização deste modelo desde a década de 1970, os xampus sólidos têm se popularizado muito entre os usuários adeptos de um estilo de vida mais natural e sustentável”, comenta Thiago Pissaia, fundador e idealizador da NESH, marca de cosméticos veganos e naturalmente artesanais.

A forma dos xampus sólidos lembra uma barra de sabonete, porém, é elaborado com componentes destinados especificamente aos cabelos. Um dos seus principais atrativos é a significativa redução de elementos nocivos e ingredientes sintéticos em sua composição, comparada as opções líquidas, isso faz com que os xampus sólidos sejam menos agressivos aos fios e couro cabeludo e, também, ao meio ambiente, já que os resíduos que são despejados na natureza não são prejudiciais, sua espuma é derivada da saponificação natural, e também seus ingredientes de limpeza e proteção aos fios é de forma natural. “Além disso, são produtos práticos, duráveis e ricos em ativos naturais que garantem higienização e tratamento livre dos danos provocados por substâncias químicas”, detalha Pissaia.

A NESH, que conta com loja física na cidade de Curitiba, oferece opções de xampus e condicionadores sólidos ‘’sem embalagem’’ ou com embalagem sustentável embalado com papel celofane e papel reciclável para todo tipo de cabelo, além de uma linha completa de cosméticos de ativos naturais com sabonetes vegetais com argila e óleos essenciais, sabonetes variados de frutas e sais de banho efervescentes. Para Thiago Pissaia, dar visibilidade a essa tendência é fundamental para a construção de uma nova forma de consumir. “Mais do que um novo formato, a difusão do uso de xampus sólidos e demais produtos veganos e naturalmente artesanais no dia a dia representa uma quebra no padrão da indústria que torna consciente, a busca pela beleza natural e o bem-estar do corpo e do planeta”, comenta.

Um dos destaques da marca é o Xampu Sólido Detox, desenvolvido com carvão ativado, lama vulcânica e castanha, além de óleos essenciais de menta, laranja doce e May Chang que proporciona uma limpeza profunda. Além das outras três opções de xampus da marca para cabelos oleosos, secos, ondulados e quebradiços. Quanto ao método de utilização do produto, Pissaia dá algumas dicas importantes: “A barra precisa ser friccionada ao couro cabeludo úmido até fazer espuma. Depois é só massagear. Após a utilização, o usuário por utilizar um condicionador natural ou, até mesmo, enxaguar com vinagre para equilibrar o pH dos fios”, detalha. “O uso do xampu natural requer um período de adaptação, que varia dependendo do cabelo. Nos primeiros dias é normal o cabelo ficar pesado até que o equilíbrio se estabeleça. Após essa adaptação o cabelo fica mais equilibrado ao seu natural e não precisa de lavagem todos os dias”, complementa.

Outro ponto que torna os xampus sólidos ainda mais sustentáveis é o fato de usarem pouca ou quase nenhuma embalagem plástica. “As pessoas estão cada vez mais preocupadas com o impacto ambiental de suas escolhas de consumo focados em aderir a hábitos de menor impacto ambiental no cotidiano, e não há dúvidas de que rever as formas convencionais de consumo na indústria da beleza é um dos passos de grande importância para fazer a diferença no futuro”, completa Pissaia.

LIVRO VERDE Mais de 300 atitudes simples e sustentáveis para você colocar em prática no seu dia a dia hoje mesmo e contribuir para melhorar a qualidade de vida do planeta

Mais de 300 atitudes simples e

sustentáveis para você colocar em prática

no seu dia a dia hoje mesmo e contribuir

para melhorar a qualidade de vida do planeta

Sustentabilidade é talvez a palavra mais importante hoje em dia.

O que você faz no seu dia a dia para melhorar a qualidade de vida do planeta?

Há dois ou três anos, essa pergunta seria facilmente ignorada, seria algo piegas. Mas o mundo mudou, nunca se falou tanto sobre o assunto.

 
Por isso este Livro Verde. Escrevi pensando em quem quer melhorar a qualidade de vida no planeta, mas não tem ideia do que fazer nem por onde começar. É uma espécie de manual, de guia com mais de 300 atitudes, a grande maioria bem simples, que qualquer pessoa pode colocar em prática hoje mesmo e contribuir para melhorar a qualidade de vida do planeta. O que significa garantir uma vida mais saudável para os nossos filhos, netos e bisnetos.

Não sou ativista e a ideia surgiu quando fui ao FoodForum, uma série de palestras rápidas sobre gastronomia, com gente muito bacana querendo fazer mais e melhor. Comecei a escrever sobre o que fazia e conhecia, pesquisei e descobri pessoas interessantíssimas, quase anônimas, com um discurso moderno e comprometido, zero piegas. Descobri empresas verdes criadas recentemente com propostas sensacionais e também empresas já estabelecidas investindo em sustentabilidade.

O Livro Verde também traz depoimentos de influenciadores e empresários verdes, que escreverem depoimentos sobre esse ativismo: a modelo internacional Luciana Curtis, a chef carioca Tati Lund, os empresários Marcella Zambardino (Positiv.a), Emily Ewell (Pantys), Lucas Chiabi (Ciclo Orgânico) e Rodrigo Oliveira (Green Mining), as influenciadoras Carol Cronemberger, do @carol.cronemberger, Alice Worcman, do @organicidade, Marina Maia, do @marinasimplifica, e Nicole Berndt, da @casasemlixo, entre outros.

Para facilitar a vida de quem estiver lendo o livro, dividi essas práticas por lugares – em casa, no trabalho e na rua sugestões simples como as que seguem abaixo – todas, de uma forma ou de outra, focando os chamados Cinco Rs da Sustentabilidade: reduzir, reutilizar, reciclar, repensar e recusar:

– jogue o lixo no lixo. Não jogue o lixo fora. Fora é um lugar que não existe. Ou é um lugar inadequado.

 
– abandone o hábito de pegar os saquinhos de plástico para colocar frutas e verduras no mercado e as sacolinhas de plástico na hora de pagar a conta. Use ecobags.

– separe o seu lixo doméstico, de um lado tudo o que pode ser reutilizado ou reciclado, de outro o lixo orgânico, que pode se transformar em adubo.

– economize água tomando banhos mais curtos e colocando um balde dentro do box durante o banho. Não ria. Você vai encontrar um bom uso para essa água.

– sabia que lavar as roupas na máquina com água fria, ao invés de água quente, reduz o gasto de energia elétrica?

– compre notebooks ao invés de computadores de mesa, que gastam mais energia.

– você pode economizar tinta se escolher a melhor fonte para imprimir seus documentos. A fonte arial é uma das mais econômicas.

– delete aquele monte de e-mails, fotos e arquivos velhos que não servem para nada. Os data centers gastam fortunas com energia elétrica para armazenar esse lixo eletrônico.

– carregue o seu celular no modo avião. A bateria carrega mais rápido porque o modo avião desliga todas as radiofrequências do aparelho.

– se precisar mesmo viajar de avião ou de ônibus, leve apenas uma bagagem de mão. Veículos mais leves gastam menos combustível.

– escolha marcas de jeans que não gastem 10 mil litros de água para produzir uma única calça.

– adoramos uma boa liqui! E um bazar?! Mas quantas vezes compramos só porque estava barato? Muitas! Então repense, recuse e passe a comprar apenas o necessário. Se necessário.

– não passe lingeries, cuecas, pijamas de malha, lençóis, fronhas, toalhas de banho e de rosto. Essas peças ficam ótimas se forem muito bem dobradas.

– evite fast fashion.

– evite fast food.

– coma menos carne vermelha: #segundasemcarne

– crie a #terçasemsecador

– aproveite a hora do banho para... fazer um  xixi. Menos uma descarga por dia pode fazer uma diferença significativa no final de um ano na sua conta de água. Parece pouco? Combine com toda a família. Ou imagine um milhão de pessoas fazendo a mesma coisa.

– evite mascar chicletes. Eles são feitos de plástico e borracha e vão para o lixo.

– procure saber qual é a sua pegada de carbono.

– reutilize-se: quando morrer, doe todos os órgãos que puder.

– e seja gentil.

Eu realmente acredito que a gentileza pode melhorar e muito a qualidade de vida que temos na Terra.

Se tiver que resumir: precisamos dar alguns passos atrás e comprar menos, consumir com mais inteligência, de modo racional. É disso que se trata. Precisamos reduzir o nosso consumo no dia a dia e gastar o dinheiro que sobrar – porque vai sobrar – com lazer, com momentos divertidos e agradáveis com os filhos, com a família, com os amigos.

O Livro Verde já está disponível na Amazon (R$ 24,99). A capa é do designer Alex Hirakawa.

PepsiCo lança desafio de ideias para redução do desperdício de plástico

PepsiCo lança desafio de ideias para redução do desperdício de plástico

Parceria formada pela PepsiCo, Young Americas Business Trust (YABT) e a Organização dos Estados Americanos (OEA) busca promover o empreendedorismo ao incentivar jovens a atuarem como agentes transformadores para a sustentabilidade. Participantes irão concorrer a prêmios de US$ 5.000 em diferentes categorias.

Washington DC, 28 de outubro de 2019 – Com o objetivo de incentivar jovens na América Latina e no Caribe a apresentar ideias para a redução de resíduos plásticos, a PepsiCo, em parceria com a Young Americas Business Trust (YABT) e a Organização dos Estados Americanos (OEA), está lançando a 11ª edição do Eco-Desafio. O foco na identificação de soluções sustentáveis, com alto potencial de implementação, permitirá a PepsiCo avançar em direção à sua visão de ajudar a construir um mundo onde os plásticos nunca precisem se tornar lixo. Jovens, entre 18 e 34 anos, podem se inscrever até o dia 31 de dezembro por meio do site: https://ticamericas.net/eco-desafio/ .

O Eco-Desafio tem como objetivo promover o empreendedorismo através do empoderamento dos jovens, capazes de contribuir com soluções criativas e de alto impacto. No Brasil, o programa considera as seguintes categorias:
Além da Garrafa e do Pacote: Soluções inovadoras e novas tecnologias focadas na criação de alternativas para os materiais das garrafas e dos pacotes e/ou na sua substituição. Soluções para pós-uso do consumidor de material PET também serão consideradas nesta categoria.

Reciclagem e uso Pós-Consumo do BOPP: Soluções inovadoras para reciclar BOPP (material usado em embalagens flexíveis, como as de salgadinhos), bem como soluções para pós-uso do material pelo consumidor.
“A PepsiCo vem trabalhando ativamente há alguns anos em programas de reciclagem, apoiando a educação, o empreendedorismo e capacitando cooperativas de reciclagem. Reconhecemos que não podemos criar mudanças sustentáveis ​​sozinhos, por isso trabalhamos para ampliar nossas estratégias por meio de parcerias e assim aumentar seu impacto. Convidamos os jovens a serem nossos aliados nesse processo e contamos com a grande criatividade que os diferenciam para encontrar soluções inovadoras que nos permitam continuar avançando nessa visão ”, afirma João Campos, CEO da PepsiCo Brasil Alimentos.

“O Eco-Desafio e nossa aliança de mais de onze anos com um parceiro de primeiro nível, como a YABT, é uma grande oportunidade para expandir nossos esforços pela redução do desperdício de plástico e reinvenção de nossas embalagens. É incrível ver o nível de compromisso que os jovens têm para ter um impacto positivo e apresentar inovações que combinam seus conhecimentos e habilidades, juntamente com sua experiência e entendimento de ciência, tecnologia e desenvolvimento sustentável”, reforça Ricardo Maldonado, general manager de Bebidas da PepsiCo Brasil.

O Eco-Desafio é a categoria especial de inovação sustentável da Competição de Talento e Inovação das Américas (TIC Americas). O programa está em vigor desde 2009 e, ao longo de suas dez edições, já recebeu 17.448 propostas de negócios entregues por 22.920 jovens em mais de 33 países. O programa oferece treinamento gratuito a todos os participantes, além de patrocínio para as equipes que chegarem às Finais e prêmios de US$ 5.000 para os vencedores de cada categoria, entre outros benefícios.
Para mais informações sobre o Eco-Desafio e como se inscrever, acesse https://ticamericas.net/eco-desafio/ ou entre em contato com a gente.

Siga-nos no: Twitter @YABTs - Facebook YABTDC - Instagram- @yabtsc #TICAmericas #EcoReto
Sobre a PepsiCo

Os produtos da PepsiCo são apreciados pelos consumidores por mais de 1 bilhão de vezes ao dia em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. A PepsiCo gerou mais de US$ 64 bilhões em receita líquida em 2018, impulsionada por um portfólio complementar de alimentos e bebidas que inclui FRITO-LAY®, GATORADE®, PEPSI-COLA®, QUAKER® e TROPICANA®. O portfólio de produtos da PEPSICO® inclui uma ampla variedade de comidas e bebidas gostosas, incluindo 22 marcas que geram mais de US$1 bilhão cada uma em vendas anuais estimadas no varejo.
Sobre a PepsiCo Latin America
A PepsiCo Latin America é um setor da empresa que inclui todos os negócios de alimentos e bebidas da América Latina, e abrange 34 mercados emergentes e em desenvolvimento. Nossas unidades de negócios no setor incluem lanches, bebidas, biscoitos doces e salgados e nutrição, que geraram US$ 7,4 bilhões em receita líquida em 2018. Nosso negócio de bebidas na região opera através de 12 principais engarrafadores importantes.
Sobre a YABT
É uma organização não governamental (ONG) sem fins lucrativos que trabalha em cooperação com a Organização dos Estados Americanos (OEA) para promover o desenvolvimento social e econômico dos jovens em todo o mundo. Por meio de treinamento em empreendedorismo e criação de oportunidades para futuros líderes, a comunidade YABT contribui para a realização de objetivos globais, bem como para fortalecer iniciativas de desenvolvimento sustentável lideradas por jovens.
Os programas YABT têm um impacto positivo em aspectos da vida dos jovens. Desde a sua criação, a YABT já beneficiou mais de 100.000 jovens em 75 países por meio de programas e atividades que permitem que os jovens sejam membros produtivos de suas comunidades, abrindo um espaço para que eles possam atuar como parceiros contribuintes para o desenvolvimento de seus países e da região.

Sobre a Organização dos Estados Americanos
A Organização dos Estados Americanos é a organização regional mais antiga do mundo, que remonta à Primeira Conferência Internacional dos Estados Americanos, realizada em Washington, D.C., de outubro de 1889 a abril de 1890.
A Organização foi estabelecida para alcançar entre seus Estados Membros uma ordem de paz e justiça, promover sua solidariedade, fortalecer sua colaboração e defender sua soberania, integridade territorial e independência.
Hoje, a OEA reúne os 35 estados independentes das Américas e constitui o principal fórum político, jurídico e social do governo no Hemisfério. Além disso, concedeu o status de observador permanente a 69 estados, bem como à União Europeia (UE).
A Organização utiliza um foco em quatro frentes para implementar efetivamente seus objetivos essenciais, com base em seus principais pilares: democracia, direitos humanos, segurança e desenvolvimento.

Serra Verde Express inaugura primeiro vagão pet friendly do Brasil

Serra Verde Express

Serra Verde Express inaugura primeiro vagão pet friendly do Brasil

Com serviços exclusivos e projeto sustentável, vagão foi desenvolvido para garantir segurança e conforto dos viajantes e animais de estimação

A Serra Verde Express, maior operadora de trens turístico do Brasil, inova mais uma vez e lança nesta quinta-feira (24), o primeiro vagão de luxo e pet friendly do país. Com o objetivo de oferecer uma experiência única tanto para os passageiros, como para seus animaizinhos, o novo vagão é assinado pela arquiteta Lucille Amaral e todo pensado para garantir o conforto e a segurança dos pets durante a viagem.

A estrutura permite que os animais fiquem fora das caixas de transporte e conta também com poltronas exclusivas para eles. Os assentos pets tem tecido impermeável e cinto de segurança. O piso é emborrachado e poroso para que os bichinhos possam se movimentar com segurança durante o passeio. No centro do vagão, uma varanda Panorâmica oferece espaço com tapetes higiênicos e potes com água para que os animais possam se refrescar durante a viagem e não fiquem restritos apenas a área interna. “ O projeto foi elaborado pensando no conforto e segurança deles, em primeiro lugar” comenta a arquiteta Lucille Amaral.

Alinhado ao posicionamento sustentável da empresa, o vagão foi construído com revestimentos ecológicos no piso, paredes e tetos, madeira maciça certificada, painel de energia solar e barras de led. Além disso, a Serra Verde Express busca valorizar o trabalho de fornecedores locais, como a Mikuska Móveis Clássicos, empresa curitibana que também atuou em outros projetos ferroviários da empresa. A obra foi executada em 60 dias, envolveu cerca de 30 profissionais e representa um investimento de 205 mil reais.

De acordo com a arquiteta que já esteve à frente de outros cinco projetos da Serra Verde Express, o vagão pet foi um dos mais desafiadores. “Unir o conforto do ser humano e dos animaizinhos num espaço pequeno, garantir uma boa área de circulação e visibilidade para ambos exigiu bastante planejamento da equipe, mas chegamos num resultado excelente”, comenta a profissional.

De categoria primeira classe, o vagão tem capacidade para 28 pessoas e oito poltronas pets. Animais de pequeno e médio porte podem viajar no colo dos passageiros e é permitido, a todos, a circulação livre pelo vagão. O serviço de bordo também contempla os bichinhos. Para os adultos, café da manhã e bebidas à vontade, para os pets, kits lanche especial.

Homenagem a Sylvio Bove

Segundo o diretor-presidente da Serra Verde Express, Adonai Aires de Arruda, veterinário de formação, o vagão é uma das formas de homenagear o consagrado veterinário paranaense Sylvio Bove que atuou de forma expressiva em prol da vida selvagem. “Bove foi um grande cirurgião e mestre. Figura ilustre da medicina veterinária, em Curitiba, inspirou a todos nós com o trabalho magistral que desenvolveu no Passeio Público da cidade” afirma Arruda.

Além da homenagem, o novo vagão conta ainda com um mascote exclusivo, o primeiro da Serra Verde Express. O Ferox (que em latim significa selvagem/ feroz) representa os animais selvagens presentes da Mata Atlântica.

Mundo pet

Além de ser um diferencial para passeios turísticos, o novo vagão da Serra Verde Express também atende a uma demanda do mercado pet que atualmente oferece diversas opções em produtos e serviços. Segundo estimativa do Instituto Pet Brasil, em 2019 o faturamento desse setor deve chegar a R$ 36, 2 bilhões, 5,4% a mais do que em 2018.

A viagem no novo vagão tem saídas regulares de Curitiba, sempre às 8h30, de acordo com o calendário de circulação do trem e tem valor de R$ 235 por adulto, R$145 por crianças e R$ 35 por pet. É necessário apresentar carteira de vacinação em dia, autorização do veterinário, e levar caixa de transporte do animazinho para quem optar pelo retorno rodoviário.

As compram podem ser feitas pelo site www.serraverdexpress.com.br ou diretamente na Estação de trem. Mais informações: (41) 3888 3488, whatsapp (41) 98867 8022 ou email contato@serraverdeexpress.com.br .

Sobre a Serra Verde Express

A Serra Verde Express é a operadora oficial do trem turístico de passageiros da Serra do Mar Paranaense na ferrovia Paranaguá - Curitiba desde 1997. Em mais de vinte anos de trabalho, incrementou o turismo ferroviário do Paraná e se tornou uma das mais importantes operadoras de trens turísticos do Brasil. É considerada, hoje, referência no setor em todo o mundo e administra o único trem de luxo nacional. Anualmente, cerca de 200 mil pessoas passeiam nos trens operados pela empresa. Além do turismo ferroviário, a Serra Verde Express oferece city tour, pacotes turísticos, serviços de transfer, receptivo e eventos. Para garantir a satisfação dos visitantes a empresa investe periodicamente em melhorias, treinamentos de colaboradores e na preservação do meio ambiente. A Serra Verde Express pertence à Holding Higi Serv e tem como diretor geral Adonai Aires de Arruda Filho. O executivo é presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos Culturais (ABOTTC). Mais informações: www.serraverdeexpress.com.br.