MOSTRA COMEMORATIVA ABRAÇÃO 20 ANOS – ONLINE

A Céu Vermelho Produções Artísticas apresenta

Apresentações online gratuitas de espetáculos teatrais

A Céu Vermelho promove entre os dias 24 a 27 de junho de 2021 a MOSTRA COMEMORATIVA ABRAÇÃO 20 ANOS/ ONLINE, patrocinado pelo PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA, FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA. O evento é uma oportunidade de compartilhar um recorte dos trabalhos desenvolvidos pela Cia. do Abração, ao longo dos seus 20 (anos) de história, com espetáculos direcionados ao público de crianças e também espetáculos direcionados ao público de jovens/adultos.
As apresentações acontecerão no formato ONLINE, na plataforma do Youtube no canal da CIA DO ABRAÇÃO entre os dias 24 a 27 de junho de 2021, e contará com 04 apresentações, de 04 espetáculos. Destas (Dessas), 02 apresentações acontecerão em dias letivos, sendo que uma delas terá tradução simultânea em libras, direcionadas às crianças. As outras duas apresentações acontecerão no final de semana às 19h, para público de jovens e adultos.

Os links das apresentações estarão disponíveis na página da CIA. DO ABRAÇÃO: WWW.CIADOABRACAO.COM.BR a partir do dia 15/06/2021.
Além das apresentações, também haverá atividade de caráter formativo, como oficina teatral, direcionada a jovens e adultos, a partir de 14 anos, interessados no fazer teatral. Essa atividade será realizada por meio da plataforma zoom e conta com a prévia de inscrição dos interessados.
A diretora da Cia. do Abração, Letícia Guimarães, comenta que esta mostra vem nestes tempos desafiadores encontrar-se com as crianças, jovens, adultos, com as famílias, com os artistas e educadores, apostando na abertura do campo sensível e imaginativo da experiência estética e do fazer poético. “O teatro pode trazer muitas motivações para os pequenos e grandes e ajudá-los a dar sentido aos acontecimentos da vida. Estamos apostando nos valores perenes da arte enquanto forma de expressão do mundo simbólico na sua dimensão de troca. Nessa troca o belo se completa com a alegria e o prazer que emanam da convivência criativa. ” Estamos em festa. Comemorando a história de 20 anos de arte e resistência da Cia. do Abração. Temos a intenção de trazer a reflexão sobre a importância do teatro produzido continuamente por uma Companhia Curitibana, ao longo de 20 anos de história, para se chegar a valores imateriais que possam construir relações humanas subjetivas, essenciais e valorosas
O evento também proporciona ao público de escolas públicas o acesso gratuito às apresentações, neste ano, transmitidas online. Nesse aspecto, o teatro surge como fator de integração social, possibilitando às crianças, que muitas vezes nunca assistiram uma peça de teatro, um outro olhar ou até uma possibilidade de ver e rever a própria infância com mais sensibilidade.
Dentre a programação prevista, a mostra de espetáculos terá 100% de ingressos/acessos gratuitos, revertendo à população produtos culturais de qualidade.

APRESENTAÇÕES E BATE PAPO AO VIVO

De 24 a 27/06 sempre às 19h no canal da Cia. Do Abração no Youtube. Após cada apresentação haverá uma conversa ao vivo com os integrantes da companhia e convidados especiais que fizeram parte da criação de cada espetáculo. Neste momento, o público poderá participar do bate-papo através do chat da plataforma.

RESUMO DOS ESPETÁCULOS DA MOSTRA

MOSTRA PARA CRIANÇAS

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO - DIA: 24/06, quinta-feira às 19h (espetáculo com tradução em LIBRAS)
O ESPETÁCULO MAIS PREMIADO DE 2002 no estado do Paraná.
Sinopse - O espetáculo Sonho de Uma Noite de Verão, primeiro espetáculo da Cia. do Abração, foi a grande revelação do ano de 2002 em Curitiba, angariando seis Troféus Gralha Azul – Prêmio Governador do Estado, são eles: melhor espetáculo para crianças – Cia. Do Abração, melhor diretor, melhor adereço, melhor sonoplastia, melhor atriz e atriz revelação.

No Sonho de Uma Noite de Verão, adaptado pela Cia. do Abração, quatro velhinhos, contadores de estórias, que neste momento se encontram a serviço do Sr. Milkshakespeare, utilizam-se de objetos para contar esta estória que fala dos encontros e desencontros de dois casais. A ideia de trabalhar com manipulação de objetos parte do princípio que esta é a maneira que a criança naturalmente se utiliza para criar o seu próprio imaginário, o seu lúdico “Faz – de - Conta”. Assim, os personagens da história são representados por objetos do cotidiano, como um par de sapatos altos, uma gravata borboleta, etc.
Na nossa versão, os reis da floresta brigam, não pelo seu pajem, mas pela posse do Livro dos Sonhos que, a nosso ver, pertence a todos e, o que passamos como mensagem é que quando a natureza entra em desarmonia, todos, que neste mundo vivem, brigam e se desarmonizam. Além disso, fazemos uma reflexão sobre a infância e a velhice, por isto, nossos doces velhinhos, no final da peça, acabam se tornando crianças ou libertando a criança que todos guardamos dentro de nós. Desta forma, trabalhamos com a ideia de fazer um teatro para crianças de todas as idades, sem menosprezar a inteligência de nosso público.
Duração: 50min
Classificação – Livre

LINK DA TRANSMISSÃO: https://youtu.be/UlsbnVLbRSo

O MENINO QUE AMARRAVA TUDO– DIA 25/06, sexta-feira, às 19h
Inspirado na obra homônima de Guga Cidral

Sinopse –Este foi o último espetáculo produzido pela Cia. do Abração e teve sua estreia em 2019.

Essa história é de Léo, um menino muito criativo e sensível. Filho único de uma família feliz: de Dona Dulce, a mãe e de Seu Severo, o pai. Mas Léo não era como as outras crianças...sua comunicação verbal era incompreendida. Por isso, não tinha amigos e sua própria família tinha dificuldade com ele. Léo teve um avô querido, mas seu avô já tinha morrido. Seu único refúgio era o atelier de artes de sua mãe. Neste lugar mágico, Léo encontra refúgio para suas expressões secretas. Por isso, essa história se inicia dentro das gavetas do atelier de sua mãe. Ao abrir as gavetas, o menino descobre um mundo. Um dia, tirando um soninho no seu esconderijo secreto, sonha com seu avô, que lhe faz lembrar de muitos momentos em que viveram intensamente juntos. Momentos de alegria e momentos de tristezas. Neste sonho, Léo é levado, por seu avô a inventar cordões de amarrar tudo. Tira das gavetas fitas e cordões e neles, amarra tudo: papel, fotos, brinco perdido, lápis e muito mais. Esses cordões viraram longos varais recheados de lembrança e alegria e, com eles, caminha colorindo e descobrindo o seu próprio mundo. O melhor brinquedo já inventado pelo avô e seu neto.
Quais sentimentos conseguimos amarrar? E quais queremos? A partir desses fios, Léo nos contará a sua história. Será esse fio a linha da vida? O Menino que Amarrava Tudo nos convida a embarcar no mais profundo. No "dentro de nós".

Duração: 50min
Classificação – Livre
Link da transmissão: https://youtu.be/ohUdHpV-cJs

MOSTRA PARA JOVENS E ADULTOS

O BANHO - DIA: 26/06, sábado às 19h
Sinopse – O espetáculo estreou em 2007, no projeto “Novelas Curitibanas”

Neste espetáculo, tratamos o “Banho” como um fato social total, constituído não apenas dos elementos materiais e do uso que dele fazemos, mas elemento de mediação das representações simbólicas, num contexto de diversidade social e cultural, onde buscamos apreendê-lo dentro da dinâmica cultural contemporânea, especialmente no que se refere às inúmeras relações que se interpõem entre o ato de banhar-se e o que o banho produz na construção das identidades pessoais e coletivas.

Somando estas ideias às diversas linguagens artísticas, construímos um espetáculo onde teatro, dança, música e artes plásticas se fundem para dar significado às ações cotidianas, aos lugares comuns, aos hábitos sedimentados. Para efeito de uma compreensão mais aprofundada da nossa própria cultura e, consequentemente, de todas aquelas com as quais entramos em contato num mundo cada vez mais globalizado e nem por isso, mais homogêneo. Assim teremos “o banho” como ato de purificação, de prazer e de renovação, mas também de construção da nossa inserção no mundo.

O Banho nos convida a conhecer um pouco da nossa cultura, da nossa diversidade e principalmente da nossa intimidade, tanto estética quanto filosófica, propondo uma reflexão sobre nossas vidas cotidianas. Prazer, cansaço, dor, alegria, brincadeira, regeneração, revitalização serão alguns dos estados do corpo e da mente presentes em nosso processo de criação e de pesquisa e que servirão de alicerce para o espetáculo.

Duração: 60min
Classificação – Indicado para maiores de 16 anos. Contém cenas de nudez
Link da transmissão: https://youtu.be/g2YUySnGg7U

PELAS MÃOS DE MARIA OU AS VOZES DE SIMONE - DIA 27/06, domingo, às 19h
Sinopse - O espetáculo estreou em 2016 – ano comemorativo dos 15 anos da Companhia do Abração, e conta com a assinatura do dramaturgo Edson Bueno e da diretora Letícia Guimarães.

Pelas Mãos de Maria ou as Vozes de Simone traz à tona a reflexão sobre o papel da mulher na sociedade, as diferentes formas de participação na história, assim como opressões vividas e um resgate da memória daquelas que se sacrificaram por direitos igualitários e humanos. O enredo, ambientado em uma cidade do interior brasileiro, em plena ditadura militar dos anos 70, conta a história de três mulheres que recebem do quartel militar a peculiar tarefa de costurar uma bandeira para ser exibida em uma parada na manhã seguinte. Nesse coser da bandeira, a história busca abordar o imaginário coletivo humano, as contradições manifestadas pelas personagens, simbolizando um território de pertencimento/despertencimento comum e contraditório, mediado e interligado pelo coser daquelas mãos de Maria e entoados pelas vozes de Simone.

Duração: 60 min
Classificação – Indicado para maiores de 14 anos
Link da transmissão: https://youtu.be/Lhgyl289Lkw

Sobre a companhia

COMPANHIA DO ABRAÇÃO – CURITIBA: A Cia do Abração é um espaço de arte e cultura, fundado em 2001, por Letícia Guimarães e tem como proposta principal a pesquisa e produção teatral para todas as idades, embasados em dramaturgia própria e difundidas como espetáculos de repertório. Sua proposta estética está alicerçada na fusão de linguagens artísticas elaborada em investigações advindas de processos colaborativos. Além da dança e das artes visuais, trabalha e investiga as técnicas de manipulação de objetos, mímica, produção sonora e conhecimentos da antropologia.

ATIVIDADE COMPLEMENTAR – OFICINA TEATRAL PARA JOVENS E ADULTOS ONLINE

OFICINA: TEATRO FÍSICO – VIVÊNCIA SOBRE A PESQUISA REALIZADA PELA CIA DO ABRAÇÃO– 20 VAGAS NO TOTAL

Transmitido, do espaço da Cia. Do Abração, por meio da plataforma ZOOM.
25/06 (Sexta-Feira) Das 9:30h às 11:30h
Vagas: 20 vagas disponíveis
Público Alvo: Professores e jovens e adultos interessados
Período de Inscrições: de 07 a 21 de junho.
Inscrições através do whatsapp: (41) 99125 9595.

Bienal de Curitiba lança evento on-line com nove meses de programação gratuita

Um dos maiores eventos de arte contemporânea do mundo se reinventou para oferecer exposições virtuais, palestras, lives e entrevistas, que vão acontecer entre dos dias 29 de março e 31 de dezembro

CURITIBA, 24/03/2021 – Considerada um dos principais eventos artísticos e culturais do planeta, a Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba precisou se reinventar em 2021. Devido ao isolamento social tão necessário em mais um ano de pandemia no Brasil, a Bienal vai promover seu primeiro evento majoritariamente on-line, que será inaugurado na próxima segunda-feira, dia 29 de março. A Bienal On-Line integra ainda a 14ª edição do evento, que aconteceu de forma presencial entre 2019 e 2020, e será transmitida nas redes sociais e pelo site www.bienaldecuritiba.com.br. Serão nove meses de palestras, lives, entrevistas e exposições virtuais, fornecendo conteúdo de qualidade sobre artes visuais, design, arquitetura, cinema e literatura.

“Enquanto aguardamos as condições ideais para realização da 15ª Bienal de Curitiba de forma presencial, sentimos a necessidade de oferecer, dentro dos limites impostos pela pandemia, uma programação especial para o nosso público ainda dentro da 14ª edição, além de movimentarmos profissionais e empresas do segmento, que foram intensamente afetados por essa crise humanitária que já dura mais de um ano. Tudo isso com toda a segurança necessária, com as pessoas acompanhando essa extensão da última Bienal de dentro de suas casas”, comenta Carolina Loch, coordenadora institucional da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba.

Novas temáticas foram propostas para a versão digital. Assuntos variados destacam a relação entre arte e responsabilidade socioambiental, arte e tecnologia, e questões sociais, apontadas pela organização como importantes e necessários para contribuir com uma sociedade mais desenvolvida na contemporaneidade. Na 14ª edição, realizada entre 2019 e 2020, o tema foi “Fronteiras Em Aberto”, discutindo o conceito de fronteiras – e recebendo artistas de todos os continentes, com destaque para membros do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Inaugurando a Bienal On-line, o curador e artista curitibano Flávio Carvalho, especialista em arte e tecnologia, vai participar de uma conversa ao vivo. Na próxima segunda-feira, dia 29 de março, a partir das 19h30, vai ao ar “O museu foi para a internet. E agora?”, na qual Carvalho vai discutir as dificuldades, transformações e maneiras de experimentar a arte contemporânea em plataformas on-line, entre outros assuntos. A conversa terá chat aberto para perguntas, comentários e participação do público, e acontecerá pelo Instagram do evento: @bienaldecuritiba.

Além de atingir um público fiel, que há décadas acompanha de perto todos os seus passos, a interação e formação de novos públicos são pontos relevantes da proposta da Bienal para esta edição especial e inédita nas redes sociais. “O evento busca seguir fomentando a cultura com uma audiência plural, proporcionando experiências estéticas adaptadas ao contexto atual de isolamento, facilitando o acesso via celulares e computadores”, completa Carolina.

Programação
As atrações da Bienal On-Line serão divididas por temática de maneira mensal. Após a conversa inaugural, no fim de março, abril traz discussões sobre videoarte. Maio será o mês do design, enquanto junho será o mês da produção internacional. Aproveitando as férias escolares, julho terá a Bienal On-line para o público infanto-juvenil. Em agosto acontece o Take Over – Arte On-line, voltado às plataformas digitais. As temáticas de setembro são o cinema e a literatura, e em outubro, a arquitetura. Novembro é dedicado às exposições, com visitas on-line a mostras e ateliês de artistas. Dezembro retoma o Take Over, destacando artemídia e encerrando o evento. A programação será divulgada de mês a mês, sempre no primeiro dia útil.

Sobre a Bienal

Criada em 1993, a Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba teve suas primeiras edições voltadas a programação expositiva, chegando a ter sedes em outras cidades brasileiras como São Paulo e Brasília, e até em Buenos Aires, na Argentina. A partir de 2007, expandiu sua proposta incluindo performances, interferências urbanas, cursos e palestras. Artistas de renome mundial já participaram da Bienal, como Marina Abramović e Ai Weiwei. Na 14ª edição, o conceito curatorial de “Fronteiras Em Aberto” foi assinado pelo espanhol Adolfo Montejo Navas e pela brasileira residente em Berlim (Alemanha) Tereza de Arruda, e contou com 461 artistas dos cinco continentes. Mais de 100 espaços da capital paranaense foram ocupados por ações do evento, atingindo um público de mais de 900 mil pessoas.

A programação da Bienal On-Line acontece entre os dias 29 de março e 31 de dezembro e estará disponível gratuitamente no site www.bienaldecuritiba.com.br e nas redes sociais da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba: pelo Facebook (www.facebook.com/bienaldecuritiba) e Instagram (www.instagram.com/bienaldecuritiba).

Pela primeira vez, Mostra Paranaense de Dança tem edição online e gratuita

Vídeos podem ser enviados até dia 21 de março e serão comentados por curadores de peso. Selecionados terão suas produções exibidas ao vivo pelo YouTube

Totalmente online, a 13ª edição da Mostra Paranaense de Dança já faz história. Esta é a primeira vez que o maior festival de dança amadora do Paraná acontece virtualmente. Estudantes de dança, bailarinos e grupos já podem fazer inscrições e enviar suas coreografias produzidas e gravadas durante a pandemia. O prazo vai até o dia 21 de março e a participação é gratuita.

A Mostra é realizada pela Associação Brasileira de Apoiadores Beneméritos do Teatro Guaíra (ABABTG), e essa edição conta com recursos da Lei Emergencial Aldir Blanc e do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba e Ministério do Turismo.

Com a possibilidade da edição online, a mostra abre-se para dançarinos de qualquer região, ganhando assim abrangência nacional. “A ideia é estimular a produção do maior número possível de estudantes de dança e bailarinos amadores, grupos e escolas, além de fomentar o trabalho dos profissionais envolvidos na organização dessas produções, inclusive nas edições dos vídeos”, explica a coordenadora de projetos da Mostra, Simone Bönisch.

Os vídeos enviados podem ter até 3 minutos e 30 segundos e utilizar qualquer linguagem, contanto que respeitem a classificação indicativa livre. Não serão aceitos espetáculos filmados antes da pandemia e o participante pode enviar quantos trabalhos quiser. “É nos momentos críticos que deixamos fluir a criatividade. Acredito que essa Mostra trará trabalhos nunca vistos antes, com ousadia e emoção”, diz a coordenadora.
Análise artística

Cada vídeo inscrito será avaliado e comentado por um time de peso – os curadores Daniel Siqueira, Ian Mickiewicz e Patrícia Machado –, que enviará o feedback em formato de áudio aos participantes individualmente. Além disso, os materiais escolhidos serão exibidos ao vivo pelo YouTube em um evento online previsto para os dias 24 e 25 de abril, às 19h.

Além do evento final, nos dias 17 e 24 de abril estão programadas sete oficinas virtuais escolhidas a dedo: Pilates e Fortalecimentos para Dança (com Daniel Siqueira); Balé Clássico Intermediário (com Ian Mickiewicz); Balé Clássico Infantil e Adulto (Erickson Oliveira); Laboratório de Danças Urbanas (com Raphael Fernandes); Dança Contemporânea (com Patrícia Machado) e Tudo é Jazz (com Juliana Caillot). Para participar é preciso fazer inscrição prévia e não há custo.

No dia 23 de abril, às 19h30, o webinar gratuito “Eventos online e a produção de dança em tempos de pandemia” reunirá os organizadores Simone Bönisch e Jorge Schneider, além dos curadores da Mostra Paranaense de Dança Online 2021 num bate-papo sobre como é fazer dança na atualidade e o papel do artista em tempos de pandemia. “Acredito que o momento de retorno presencial será uma explosão de produções. Mas, enquanto isso não acontece, precisamos entender os limites e os benefícios do audiovisual e dos espetáculos virtuais para a dança”, acredita Simone.

Em 2020, a Mostra Paranaense de Dança chegou a ser organizada e divulgada, mas foi cancelada devido ao distanciamento social imposto pela covid-19. “O virtual não substituirá o presencial – mas é necessário aprender a usar a tecnologia a favor das iniciativas culturais”, finaliza a organizadora.

SERVIÇO

13ª Mostra Paranaense de Dança (Online)

Inscrições de 15 a 21 de março de 2021 pelo site https://www.mostraprdedanca.com.br. Consulte o regulamento.

Dia 23 de abril às 19h30: Webinar “Eventos online e a produção de dança em tempos de pandemia”, com os organizadores Simone Bönisch e Jorge Schneider e curadores da Mostra Paranaense de Dança Online 2021

Dias 24 e 25 de abril às 19h: Live com os vídeos selecionados pelo canal da ABABTG no YouTube.

FOTOS:

- Fotos da edição de 2019, do fotógrafo Cayo Vieira
https://www.dropbox.com/sh/t57a4yzdlhhqhtc/AADsO49vH1bpOfFCrQNMdr7Aa?dl=0

- Alguns vídeos de coreografias apresentadas em 2019
https://www.dropbox.com/s/n10rqzlat7rk7yg/36-%20Jazz%20Juliana%20Hauth%20-%20Fragmentos%20de%20Um%20Elo.wmv?dl=0

https://www.dropbox.com/s/9zbxhu3aax3b9ci/14-%20Cia%20de%20Dan%C3%A7a%20Ol%C3%ADvia%20Hauptmann%20-%20As%20Wandinhas.wmv?dl=0

https://www.dropbox.com/s/6nhvapgp5u7aqbt/17-%20Escola%20de%20Dan%C3%A7a%20Teatro%20Gua%C3%ADra%20-%20La%20Fille%20Mal%20Gard%C3%A9e%20-%20Pas%20de%20Deux.wmv?dl=0

https://www.dropbox.com/s/rbzkq5jp9lktiad/30-%20Amusic%20Escola%20de%20M%C3%BAsica%20e%20Dan%C3%A7a%20-%20ShitPost.wmv?dl=0

ABABTG – A atual Associação Brasileira de Apoiadores Beneméritos do Teatro Guaíra foi fundada em 2008, na cidade de Curitiba. Na época denominada Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra, ela surgiu com o propósito de fortalecer a dança e demais artes, motivando uma ligação sinérgica entre os setores público e privado. Durante esse período, foram realizados diversos projetos culturais, com repercussão local, nacional e internacional, que promoveram ações de formação, atualização, divulgação, fomento e democratização das artes em suas diversas linguagens. A atual nomenclatura foi assumida recentemente, para adaptar-se aos novos níveis de atividades operacionais e aos novos mercados de atuação da ABABTG.

Cartilha sobre violência doméstica destinada a mulheres migrantes e refugiadas é lançada em evento online

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, os projetos de extensão Português Brasileiro para Migração Humanitária da Universidade Federal do Paraná (PBMIH-UFPR) e Observatório de Direitos Humanos e a Cáritas Brasileira Regional Paraná promovem um evento online e ao vivo de lançamento da cartilha Valente é a sua voz!. Com apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), o material aborda a conscientização sobre a violência doméstica, voltado à comunidade de mulheres migrantes em situação de refúgio, acolhida humanitária e vulnerabilidade social.
O evento de lançamento contará com as presenças de Silvia Sander, do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR); Márcia Ponce, da Cáritas Brasileira Regional Paraná; Janaine Nunes dos Santos (Casa da Mulher Brasileira); Maria Fernanda Mileski e Mariana Provenzi (equipe PBMIH-UFPR). O objetivo é divulgar e apresentar e compartilhar o material desenvolvido para toda a comunidade.

Sobre a cartilha

A cartilha foi elaborada em seis línguas (português, árabe, inglês, espanhol, crioulo haitiano e francês) e será disponibilizada, após o lançamento, em formato online e gratuito. Posteriormente, também será distribuída de forma impressa para unidades de apoio em todo o Paraná. Sendo fruto da dedicação e trabalho de professoras, estudantes e colaboradoras, o material foi desenvolvido com a proposta de ser um canal de informação e acolhimento para todas as mulheres, da mesma forma que apresentar as redes de apoio em todo o Paraná.
A cartilha estará disponível na versão digital em: www.pbmihufpr.com

LANÇAMENTO CARTILHA VALENTE É A SUA VOZ!
Data: 8 de março de 2021
Horário: 19h
Transmissão ao vivo em:
YouTube do PBMIH - https://youtu.be/Api-IhCz8gc
Facebook da Cáritas Brasileira Paraná - https://www.facebook.com/caritaspr

CONEXÃO AIKI – CORPO E CÉREBRO Oficina Prática (Virtual) de Consciência do Movimento com Mônica Infante

Como você tem se relacionado com seu corpo? Qual a quantidade de energia que você está usando para fazer o que está fazendo neste momento? Já pensou em se movimentar conduzindo a energia de forma mais consciente?
A artista, pesquisadora e professora Mônica Infante que há mais de 30 anos investiga o corpo, suas narrativas e o movimento estará oferecendo uma OFICINA PRÁTICA ONLINE de Consciência do Movimento Conexão AIKI – Corpo e Cérebro com o objetivo de discutir a conexão corpo/cérebro a partir do comportamento do sistema nervoso autônomo e por meio da abordagem do cérebro trino.
Serão 4 aulas, dias 10, 17, 24 e 31 de março, às quartas-feiras, das 19h às 21h, pela plataforma Zoom.
Para participar não é necessário qualquer conhecimento prévio ou aptidão, basta ter interesse no assunto, disponibilidade para entrar em contato com o corpo e desejo de aprendizado e troca.

“As aulas que ofereço são um espaço aberto à investigação, discussão e troca de experiências. Estão fundamentadas em práticas como a Técnica Alexander, (educação somática), o KI Aikidô (arte marcial japonesa) e a Somatic Experiencing - S.E. (abordagem terapêutica baseada na neurociência e etologia) ”, conta Mônica.

Mônica Infante tem formação em Dança, orienta projetos na área e é uma das fundadoras do Centro de Desenvolvimento de Ki, em Curitiba, onde dá aulas de Ki Aikidô e AiKi Consciência Corporal.
“Essas técnicas corporais que aplico estão presentes nessas aulas tanto na teoria, quanto na prática e na forma de apresentação e convites feitos à experimentação. O vocabulário que utilizo vem dessas práticas”, explica. Ela esclarece que as técnicas que utiliza, na verdade, não se resumem a exercícios musculares, mas conectam corpo e cérebro. O pensamento é uma ação, quando pensamos estamos nos movendo. “O KI é o centro do meu mapa de criação. E é a partir da percepção dessa energia vital (KI), que podemos sair da paralisia, da imobilização, de hábitos cristalizados e entrar em contato com o movimento da vida. Isso é AIKI. A unificação do nosso KI com o KI do universo”, declara.
Desde o ano passado, por causa das restrições impostas pela pandemia do Covid-19, Mônica tem dado aulas remotamente, Ki Aikido, (terças e quintas, às 19h) e Aiki Consciência Corporal (sextas, às 15h). Sobre esta nova experiência ela tem se surpreendido: “Esta nova conexão em distanciamento estabeleceu um campo de afetos que possibilitou uma intensa troca de aprendizagem. Uma grande oportunidade para praticarmos o desenvolvimento de KI”, garante.

Sobre Mônica Infante
Graduada em Dança pelo London Studio Centre, Universidade de Middlesex / Londres, Inglaterra (1985-1987). Revalidação desta titulação no Brasil pela Universidade Estadual de Campinas- UNICAMP (2003-2005). Certificada pela Royal Academy of Dancing / Londres, Inglaterra (1985-1987). Orientadora de projetos de pesquisa em dança contemporânea, Casa Hoffmann - centro de estudos do movimento (2006, 2009, 2012). Articuladora do Conexão Sul – Encontro de Artistas Contemporâneos de Dança da Região Sul. Diretora de movimento do grupo de teatro Tanahora, PUCPR (2000-2014). Graduada sandan (nível 3 faixa preta) em KI Aikidô pela Sociedade de KI, Japão. Uma das fundadoras do Centro de Desenvolvimento de KI onde ministra aulas de KI Aikidô, e de Aiki e Consciência Corporal em Curitiba. Formada pelo método Somatic Experiencing (2012-2015).

SERVIÇO:
OFICINA PRÁTICA ONLINE de Consciência do Movimento Conexão AIKI – Corpo e Cérebro
Data: dias 10, 17, 24 e 31 de março (quartas-feiras)
Horário: das 19h às 21h
Local: Plataforma Zoom (link será disponibilizado após inscrição)
Investimento: R$130,00 (4 aulas) ou R$50 (aulas avulsas)
Informações e inscrições: 41 99902 5147

CONTATOS
Produção: Cia Ilimitada
Marcio Juliano
41 99902 5147
marciojulianocontato@gmail.com
@ciailimitadacuritiba

Mônica Infante
41 999221802
monicainfantegs@hotmail.com
@monicinfante

Hospital Cardiológico Costantini realiza evento gratuito e on-line sobre Ciência do Esporte

No dia 25 de fevereiro, quinta-feira, o Hospital Cardiológico Costantini e a Academia do Coração realizam um seminário científico gratuito e on-line sobre Ciência do Esporte. O tema foi escolhido em homenagem ao Dia do Esportista, comemorado no último dia 19, e pela relevância para o momento, pois neste período atletas profissionais e amadores realizam suas avaliações pré-participação desportiva.

As palestras terão início às 19h de forma on-line e presencial (vagas limitadas conforme medidas de distanciamento) e contarão com a presença de médicos do corpo clínico do hospital, além de profissionais de equipes multidisciplinares envolvidos com futebol e esportes olímpicos. O evento é voltado para profissionais da área da saúde, educadores físicos, esportistas, jogadores e comunidade, em geral.

Sua transmissão ocorrerá pela plataforma ICostantini. Para acompanhar, acesse: www.icostantini.com.br e realize a sua inscrição. Para assistir presencialmente, ligue para (41) 3013-9074. O seminário é gratuito e será emitido certificado aos participantes.

SERVIÇO:
Seminário Científico sobre Ciência do Esporte - gratuito e on-line

Tema: Ciência do Esporte;
Data: 25/02/2021 (quinta-feira);
Horário: 19h
Local:
Presencial: (41) 3013-9074
Online - https://icostantini.com.br/
Gratuito
PROGRAMAÇÃO:

19h-19h05 – Abertura – Dr. Costantino Costantini;
19h05-19h35 – A importância da ciência esportiva na estrutura metodológica do trabalho no esporte profissional – Prof. Dr. José Carlos Brunoro (Diretor Executivo CEO do Coritiba Foot Ball Club);
19h35- 20h – Como levar a Ciência do Esporte até o atleta amador? – Prof PhD. Rafael Michel de Macedo (Diretor de Prevenção do Hospital Cardiológico Costantini);
20h- 21h – Mesa redonda: A importância da equipe multidisciplinar dentro do conceito da Ciência do Esporte – Coordenador: Prof PhD. Rafael Michel de Macedo | Prof. Dr. José Carlos Brunoro (Diretor Executivo CEO do Coritiba Foot Ball Club), Dr. Fernando Willington (Médico do Esporte do Hospital Cardiológico Costantini), Dra. Cristiane M. de Carvalho (Nutricionista do Esporte do Hospital Cardiológico Costantini), Dr. Paul André Alain Milcent (Ortopedista do Esporte do Hospital Cardiológico Costantini), Fst. Lucas Rafael Heleno (Clube Athletico Paranaense), Professor Marcos Walczak (Preparador Físico do Paraná Clube), Professor Andrey Paixão Silva (Preparador Físico de Natação do Clube Curitibano).

APAP/PR faz vakinha online para reconstruir atelier destruído por incêndio

O artista visual Alfi Vivern perdeu seu espaço de criação e obras
Um incêndio acidental, na última quinta-feira (04), destruiu o atelier do artista visual Alfi Vivern, localizado em Campo Magro, região metropolitana de Curitiba. Com o intuito de ajudar nas despesas para a reconstrução do espaço de criação, um grupo de artistas da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR) criou a ação de doação através de uma vakinha online.

Essa é a segunda ação feita pelo grupo de artistas. Na primeira as doações foram todas destinadas à reconstrução do atelier que, em pouco tempo, conseguiu ultrapassar a meta estipulada. Agora, nesse segundo momento, a campanha visa a auxiliar na compra dos materiais de criação, pois o artista trabalha com produtos nobres (cobre, mármore e outros).

As doações para a ação “Solidariedade da APAP/PR para o Atelier do Artista Alfi Vivern” podem ser feitas pelo link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/solidariedade-da-apap-pr-para-reconstrucao-do-atelier-alfi-vivern. A meta de arrecadação é atingir R$ 30 mil.

SOBRE ALFI VIVERN

Associado à APAP/PR – Associação Profissional de Artistas Plásticos do Paraná, artista visual, argentino, radicado em Curitiba, participou do Instituto Di Tella em Buenos Aires conhecido como "Viveiro de Talentos”. Graduou-se como designer pela escola Pan-americana de Arte em Buenos Aires/Argentina. Seu trabalho ganhou vários prêmios e concursos importantes, como: 2007–1º Prêmio no “EMAAR lnternational Art Symposium, Dubai/Emirados Árabes; 2006–“Prêmio na 1ª Bienal de Escultura, León/México; 1996–1º Prêmio “III Concurso Internacional de La Talla en Piedras”, Barichara/Colômbia; 1985 – 1º Prêmio no “Concurso de Esculturas: comemoração 20 anos do IPPUC”, Curitiba/Brasil. Suas obras encontram-se expostas em galerias, museus, coleções públicas e privadas em diversos países do mundo.

Conheça o trabalho do artista pelas redes sociais:

https://www.instagram.com/alfivivern/

https://www.facebook.com/alfi.vivern/

Condor realiza mutirão online de empregos para PCD

O Condor Super Center realiza o primeiro mutirão online para contratar novos colaboradores PCD (Pessoas com Deficiência) para atuar nas suas lojas em Curitiba e Região Metropolitana, nas áreas operacionais de empacotador e repositor. Para participar da seleção, os interessados devem cadastrar o currículo no site www.condor.com.br/trabalhe-conosco e confirmar interesse até o dia 08 de fevereiro pelo WhatsApp: 41 99104-9741.

As vagas são destinadas exclusivamente para pessoas com deficiência, acima de 18 anos e que tenham disponibilidade de horário.

Observação: não serão recebidos candidatos ou currículos presencialmente.

Para dúvidas ou outras informações, favor entrar em contato pelo telefone 41 3888-2122 ou enviar e-mail para escoladadiversidade@condor.com.br.

Tempo de Formação Teatral – 2ª Ed. – abre inscrições para oficinas e palestras gratuitas

A ação é toda online e propõe uma imersão em diferentes áreas das artes cênicas.
O período de inscrição vai até o dia 25 de janeiro, no site da Ave Lola

Curitiba, 14 de fevereiro de 2021 - Um mergulho no teatro. Essa é a inusitada proposta da Trupe Ave Lola por meio do projeto “Tempo de Formação Teatral - 2ª Ed - Minha praia é o teatro”, que acontecerá de 01 a 25 de fevereiro com uma programação formativa gratuita e online composta pelas oficinas: Interpretação e improvisação teatral, com Ana Rosa Genari Tezza; Música para teatro, com Breno Monte Serrat e Arthur Jaime; Criação e confecção de figurino e adereços, com Eduardo Giacomini e Helena Tezza; e pelas seguintes palestras: A história da iluminação no Paraná, com Beto Bruel; Gestão de projetos culturais, com Dara van Doorn e Laura Tezza.
Os interessados em participar das atividades podem se inscrever até o dia 25 de janeiro pelo site da Trupe Ave Lola. As inscrições são limitadas à quantidade de vagas disponíveis por oficina / palestra e é possível se inscrever em mais de uma atividade. No caso das oficinas, será realizado um processo seletivo composto por duas etapas.
Diante dos limites impostos pela pandemia, executar o projeto online foi a forma que a companhia encontrou para proporcionar aos participantes uma viagem online sem risco de contaminação e com muitas possibilidades de fruição artística. “A pandemia vai passar, estamos esperançosos com a vacina, mas sabemos que para a segurança de todos teremos que seguir respeitando o distanciamento social. Para suprir a necessidade de criar e de nos comunicarmos com o nosso público, as plataformas virtuais têm sido aliadas dos artistas e amantes das artes em todo o mundo”, explica a diretora teatral Ana Rosa Tezza.
Normalmente, os encontros formativos na Ave Lola ocorrem presencialmente na sede da companhia e sempre despertaram o interesse de artistas de todos os cantos do Brasil e do mundo. Com essa possibilidade de realizar as atividades no formato online, a diretora Ana Rosa Tezza acredita que essa característica será potencializada. “No mundo virtual as fronteiras são mais tênues, então na versão virtual das oficinas, poderemos incluir mais pessoas e distintas culturas no Tempo de Formação”, afirma Ana Rosa Tezza.
SOBRE A TRUPE AVE LOLA - A Ave Lola é uma trupe de teatro que possui um espaço independente em Curitiba há 10 anos e tem em sua equipe mais 20 pessoas entre produtoras, atrizes, atores, músicos, técnicos, além de artistas aprendizes que são incluídos nos processos de criação a fim de fomentar a formação de estudantes e contribuir para o amadurecimento artístico das próximas gerações.
Em sua trajetória, a companhia tem criado espetáculos teatrais inéditos a partir de pesquisas dramatúrgicas e de linguagem. A trupe também recebe artistas residentes de diferentes cantos do mundo a fim de criar um espaço de troca e ampliação de referências estéticas e filosóficas entre artistas e pensadores das artes. Constantemente, tem sido reconhecida pelo público e pela crítica e recebeu diversos prêmios pelos seus espetáculos. PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.

Serviço:
Tempo de Formação Teatral - 2ª Ed - Minha praia é o teatro | 01 a 25 de FEV/2021
Programação completa e inscrição pelo site: http://www.avelola.net.br/agenda/tempo-de-formacao-teatral-2a-ed-minha-praia-e-o-teatro/
Prazo de inscrição: 13 a 25 de janeiro de 2021
*As oficinas e palestras serão realizadas por meio de videoconferência (Zoom).
Instagram: @ave_lola
Facebook: https://www.facebook.com/avelolaespacaodecriacao/
Site: http://www.avelola.net.br/

FICHA TÉCNICA

Direção Artística e Pedagógica: Ana Rosa Genari Tezza
Oficineiros / Palestrantes: Ana Rosa Genari Tezza, Arthur Jaime, Beto Bruel, Breno Monte Serrat de Moura, Dara van Doorn, Eduardo Giacomini, Helena Tezza, Laura Tezza.
Produção: Dara van Doorn
Produção Executiva: Laura Tezza
Comunicação e Redes Sociais: Larissa de Lima
Assessoria de Imprensa: Adriane Perin | De Inverno Comunicação
Design Gráfico: Gabriel Rischbieter
Audiovisual: Larissa de Lima e Luís Fernando Nicolosi
Trilha Sonora: Arthur Jaime e Breno Monte Serrat
Realização: Ave Lola e as Meninas Produções Artísticas LTDA.

Incentivo: Bosch, Biometrix, Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal de Curitiba.

Chefs renomados desenvolvem receitas com carne vegetal em desafio online

Profissionais irão apresentar suas criações em uma batalha no Instagram, que vai contar com a participação do público para escolher o prato vencedor

Na próxima segunda-feira (18), chefs brasileiros renomados vão participar de uma batalha online, com receitas autorais veganas, sem ingredientes de origem animal. Todas as criações levam um ingrediente em comum: a carne vegetal - para mostrar a versatilidade e as possibilidades de combinações com diferentes sabores.

Quatro profissionais da cozinha vão participar do Desafio dos Chef, promovido pela marca Jasmine Alimentos, empresa especializada em alimentação saudável. No Instagram @jasmine_alimentos, Bruna Pereira, Priscila Stucky e os MasterChefs Luri Toledo e Helton Oliveira vão apresentar suas receitas de Polpetone recheado com queijo de castanhas e spaghetti de abobrinha, Canelone de Berinjela, Lasanha de pupunha e Berinjela Recheada. Além dos alimentos característicos de cada prato, a receita é composta ainda pelo Vegetal Burger, produto lançado pela Jasmine Alimentos no último semestre.

Sem adição de ingredientes de origem animal, a carne vegetal é o resultado da combinação de soja não transgênica com aveia, linhaça dourada e quinoa, que formam um mix de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do intestino, contribuindo para o equilíbrio e a saúde do corpo. Rico em fibras, o Vegetal Burger também tem 27g de proteína em cada porção de 80g, sem colesterol e zero gordura trans. Com selo vegan, o produto traz tempero caseiro, com cebola, alho e sal light, nas opções original e com ervas, sem uso de aromas artificiais.

“Entre os dias 18 e 22 de janeiro, o público terá a oportunidade de acompanhar as etapas do desafio e votar nas receitas que mais gostaram. No dia 25 de janeiro, às 19 horas, o público vai acompanhar uma live do chef vencedor, que irá preparar a receita ao vivo no Instagram”, explica a especialista de marketing da Jasmine Alimentos, Cristiane Alves dos Santos.

Sobre a Jasmine Alimentos

A Jasmine Alimentos é uma empresa referência em alimentação saudável. Com produtos categorizados em orgânicos, zero açúcar, integrais e sem glúten, a marca visa atingir o público que busca alimentos saudáveis de verdade e qualidade de vida. A operação da Jasmine começou de forma artesanal no Paraná, há 30 anos. A Jasmine está consolidada em todo Brasil e ampliando sua atuação para a América Latina. Desde 2014 a marca pertence ao grupo francês Nutrition et Santé, detentor de outras marcas líderes no segmento saudável na Europa.

Liquida Mueller de Verão tem frete grátis para compras online

Entre os dias 15 e 23 de janeiro as lojas do Mueller têm descontos exclusivos e entrega grátis para Curitiba e região em até 24 horas

Vem aí o período mais esperado de promoções das lojas do Shopping Mueller. A Liquida Mueller de Verão acontece entre os dias 15 e 23 de janeiro com descontos de até 70% em peças de vestuário, calçados, acessórios, cosméticos, brinquedos e outros artigos em promoção. E, neste ano, a novidade está na entrega gratuita para Curitiba e região metropolitana, com envio, no mesmo dia, dependo do horário de confirmação do pagamento.

Segundo o coordenador de marketing do Mueller. Ciro Gonçalves, "as compras online continuam muito relevantes neste momento de Pandemia para ampliar as vendas dos lojistas e atender aos clientes que preferem evitar locais com maior movimento”.

A entrega gratuita é uma ação exclusiva para os itens comprados nas lojas do Mueller, por isso, as compras deverão ser efetuadas em contato direto com a loja escolhida pelo aplicativo de WhatsApp. A relação de lojas que oferecem o serviço, bem como seus telefones, podem ser acessados pelo site shoppingmueller.com.br ou no perfil do Instagram do shopping, na página @muellercwb.

SERVIÇO:
Shopping Mueller
Local: Avenida Cândido de Abreu, 127 - Centro Cívico, Curitiba (PR)
Telefone: 41 3074-1000
Informações: www.shoppingmueller.com.br
Facebook: www.facebook.com/MuellerCtba
Instagram: @muellercwb

Ex-participante do Masterchef lança curso online de confeitaria gratuito

Bolos artesanais e lucrativos são a proposta do lançamento

São Paulo, janeiro de 2021 – A confeiteira Haila Santua, conhecida por sua marcante participação no programa MasterChef Brasil, acaba de lançar seu primeiro curso de confeitaria o MasterCakes Lucrativos, que acontecerá dos dias 11 a 14 de janeiro de forma gratuita e totalmente on-line.
“Depois que comecei a me dedicar a gastronomia tenho um propósito muito grande de levar esse amor para as pessoas, seja nos eventos que trabalho ou nas dicas que posto nas redes sociais. Este curso é o primeiro passo de um grande sonho, espero poder levar meu conhecimento e ajudar as pessoas com ele”, comenta a confeiteira, que revelou ter como meta a abertura de uma escola de confeitaria com seu nome.
O curso gratuito terá 4 aulas gratuitas que irão auxiliar o aluno a entender melhor o mundo da confeitaria e como iniciar a ter lucro com a produção de bolos artesanais. Os interessados devem se inscrever no site: www.mastercakeslucrativos.com.br e seguir os passos do vídeo de introdução para garantir que tenham acesso a todas as aulas disponibilizadas.
Sobre Haila Santuá começou a fazer bolos aos 10 anos para vender na escola. Aos 16 anos entrou para faculdade de artes cênicas, se formou com 19, e logo, entrou para faculdade de publicidade, se formando na segunda graduação aos 23 anos. Goiana, cristã, atriz, publicitária por formação, e cozinheira por paixão. Aos 25 anos ficou desempregada e resolveu se dedicar aos estudos de gastronomia com intuito de se inscrever para o programa de culinária mais disputado da TV: o MasterChef Brasil. Mesmo tendo um início com muitas críticas no programa se superou, começou a se destacar na competição, ganhando provas como líder, e provas com chefes estrelados, assim se tornando uma forte candidata, e chegou ao 5° lugar na competição. Sua espontaneidade, carisma e humildade a tornaram uma das favoritas do público, conquistando mais de 200.000 seguidores no Instagram.

AÇÕES POSITIVAS EM MOVIMENTO 21ª edição do Encontro Anual 108 Horas de Paz será online

Mais do que nunca este fim de ano pede reflexão. O que temos feito da nossa vida? Como imaginamos o futuro? O que pode ser feito para que o mundo seja um lugar melhor para todos? Pensar juntos sobre o assunto e trocar ideias sobre novas possibilidades, conhecer e aprender com ações que já vem acontecendo são alguns dos objetivos do 108 Horas de Paz, encontro anual promovido pelo CEBB – Centro de Estudos Budistas Bodisatva e pelo ICM – Instituto Caminho do Meio, que tradicionalmente acontece na virada do ano.
“Ações Positivas em Movimento” será o tema desta 21ª edição, que, por conta da pandemia, desta vez será online, de 27 de dezembro a 1º de janeiro. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas em dois sites: https://108horasdepaz.com.br/
www.cebb.org.br/online-108-horas-de-paz-2020-21
A programação inclui palestras, mesas redondas, rodas de conversa, rodas de sonho, oficinas, exibições de vídeos, apresentações artísticas e atividades culturais com foco na área da saúde, da educação, do meio ambiente, da economia e no diálogo inter-religioso.
Ao promover redes de diálogo, no âmbito nacional e internacional, o objetivo é compartilhar saberes, gerar reflexões e impulsionar propostas concretas para lidar com os atuais desafios da sociedade. Trata-se de um encontro potente de pessoas que buscam gerar benefícios a todos os seres.
“Nossa intenção é reforçar as redes horizontais de interdependência, compaixão e colaboração, que se tornam especialmente importantes em tempos de acirramento das questões sociais e ambientais. Acreditamos que, fortalecendo nosso movimento conjunto a partir de visões positivas e amplas e dando visibilidade às iniciativas relevantes e construtivas, podemos gerar uma ação que faça sentido e que nos ajude a construir ambientes melhores para além de conflito e crise”, declara Ricardo Pellegrini, presidente do ICM - Instituto Caminho do Meio.
O evento acontecerá nos três turnos (manhã, tarde e noite) e vai contar com a participação de convidados de renome, do Brasil e de fora. Para o dia da Abertura (27/12), que pretende discutir o processo de descolonização do Brasil, já estão confirmados:
Lama Padma Samten - Mestre em física quântica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, fundador do Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB), com sede em Viamão (RS) e de outros centros de prática e retiros em todo o país. Ordenado Lama por Chagdud Tulku Rinpoche, em 1996, integra os ensinamentos budistas e o treinamento da mente à vida cotidiana e às diversas áreas do saber, como educação, psicologia, economia, administração, ecologia e saúde.
May East - Educadora e designer em sustentabilidade, fundou e capilarizou o Gaia Education em 55 países nos mais diversos estágios de desenvolvimento. Especialista na co-criação de projetos junto a comunidades tradicionais para o fortalecimento da resiliência climática. Trabalha internacionalmente com agências intergovernamentais, setor privado e governos locais na criação de políticas para a implementação dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável).
Lia Diskin - Escritora e ativista Social, recebeu vários prêmios, entre eles o da UNESCO, em 2006, por sua contribuição na área de Direitos Humanos e Cultura de Paz e também o Prêmio Internacional da Jamnalal Bajaj Foundation, recebido este ano do Governo da Índia, por sua contribuição na promoção dos valores Gandhianos.
Ailton Krenak - Líder indígena, ambientalista, filósofo, poeta e escritor brasileiro com reconhecimento internacional. Considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena do Brasil, pertence a etnia indígena Krenak.
Luiz Gonzaga de Souza Lima - Cientista político mineiro, professor universitário e autor do livro A Refundação do Brasil - Rumo à Sociedade Biocentrada.

Entre os convidados de destaque do segundo dia (28/12), que será voltado para a área da Saúde, estão: o médico sanitarista Eugenio Scannavino Netto que atua, desde 1983, na cidade de Santarém/PA, em comunidades extrativistas na Amazônia, com a ONG Saúde e Alegria, da qual é fundador e coordenador. A vice-presidente da ANEP (Associação Nacional para Educação Pré-Natal), psicóloga e educadora Laura Uplinger também já está confirmada bem como o biólogo, professor e pesquisador Ricardo Monezi, Pós-Doutorado em Saúde Coletiva pelo Departamento de Medicina Preventiva e Doutorado em Ciências pelo Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), com pesquisa de Mestrado sobre o Reiki (técnica de imposição de mãos).

A Educação será o foco do terceiro dia (29/12) do evento, a programação conta com nomes importantes da área como:
Flávio Bassi - Antropólogo e vice-presidente da Ashoka na América Latina, comunidade global que constrói e cultiva líderes e transformadores sociais em diversos campos.
Sônia Goulart - Coordenadora e co-criadora da CONANE (Conferência Nacional de Alternativas para a Nova Educação), maior rede de educadores transformadores do Brasil.
Herman Van De Velde - Educador popular da Nicarágua da iniciativa ÁBACOenRed, espaço virtual de educação alternativa.
Helena Singer – Consultora em projetos de pesquisa com pós-doutorado em Educação, integrante do Programa Escolas Transformadoras e do Movimento Inovação na Educação.
Ignacio Carrasco - Educador da etnia Mapuche do Chile que desenvolveu o projeto de uma escola de orientação democrática e matrística combinando as ideias de Maria Montessori e de Humberto Maturana.
Irene Reis - Educadora, fundadora e presidente da CORE (Comunidade Reinventando a Educação), que agrega várias iniciativas pedagógicas na área.

O jornalista André Trigueiro, editor-chefe do programa Cidades e Soluções da Globo News, escritor, professor e criador do curso de Jornalismo Ambiental da PUC-Rio confirmou presença no quarto dia (30/12), que será dedicado ao Meio Ambiente e à Economia. Além dele outros grandes nomes irão enriquecer o encontro: o agricultor e pesquisador suíço Ernst Götsch, pai da Agricultura Sintrópica; a Ministra da Cultura, Descolonização, Despatriarcalização e Interculturalidade da Bolívia, ativista e líder indígena Sabina Orellana; Enrique Leff, sociólogo ambientalista, Doutor em Economia do Desenvolvimento pela Sorbonne (França), Professor de Pós-Graduação em Ecologia Política e Políticas Ambientais na Universidade Autônoma do México; Mirian Vilela, Diretora Executiva da Secretaria Internacional da Carta da Terra e do Centro de Educação para o Desenvolvimento Sustentável da UPEACE; Clóvis Cavalcanti, Pesquisador Emérito da Fundação Joaquim Nabuco e professor da UFPE, Presidente de Honra da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (EcoEco) e Presidente-Eleito da International Society for Ecological Economics (ISEE) e ainda o líder indígena Kretã Kaingang, da Coordenação Executiva da APIB - Articulação dos Povos Indígenas do Brasil.

O último dia do ano (31/12), o quinto do evento, será dedicado ao Diálogo Inter-Religioso, Lama Padma Samten do CEBB irá receber representantes de diversas tradições para uma conversa, entre eles: Marcelo Barros - Frei Beneditino CATÓLICO de PE, Ricardo Libermann - Teosofia do RS, Baba Phil - Rede Batuque RS, Jorge KOHO Mello Sensei - Ordem Zen Peacemaker.

O encontro encerra no dia 1º de 2021 com a tradicional palestra de abertura de Ano Novo oferecida pelo próprio Lama. “As impossibilidades são aparências. O budismo ensina a ultrapassar essas aparências, percebemos como as realidades são construídas, como parecem ser rígidas, de que forma podemos ultrapassar os obstáculos e construir novas realidades. É notável a quantidade de iniciativas pelo mundo de pessoas que conseguem construir novas realidades”, comenta Lama Padma Samten. “O 108 Horas de Paz é ação em meio ao mundo, um reencontro com a sabedoria natural da qual todos nós dispomos, para a construção de um mundo melhor”, conclui.

Para saber mais acesse a programação completa e detalhada:
https://108horasdepaz.com.br/
www.cebb.org.br/online-108-horas-de-paz-2020-21

Documentário 108 Horas de Paz: 20 Anos Reencontrando Saberes

https://www.youtube.com/watch?v=SvTEhxQyNik&feature=youtu.be

Serviço:
ENCONTRO 108 HORAS DE PAZ – Ações Positivas em Movimento
Evento Online
Início: 27/12/2020 - domingo, às 9h
Término: 01/01/2021 - sexta, às 12h

Programação
Domingo, 27 de Dezembro: Abertura
Segunda, 28 de Dezembro: Saúde
Terça, 29 de Dezembro: Educação
Quarta, 30 de Dezembro: Meio Ambiente e Economia
Quinta, 31 de Dezembro: Diálogo Inter-Religioso
Sexta, 1 de Janeiro: Palestra de Abertura do Ano, com Lama Padma Samten

Inscrições: https://108horasdepaz.com.br/
www.cebb.org.br/online-108-horas-de-paz-2020-21

Contato: Claudia Teixeira
cebbcm@gmail.com

Funarte apresenta concerto de Natal online no ConectArte Festival

Orquestra Acadêmica de São Paulo. Foto: produção ConectArte

A Fundação Nacional de Artes apresenta nesta semana o Concerto Barroco, evento de Natal com a Orquestra Acadêmica de São Paulo. A atração, parte do Funarte SP - ConectArte Festival 2020, irá ao ar no dia 24 de dezembro, às 21h, no canal da Funarte no YouTube. O concerto encerra a programação deste ano, que inclui espetáculos de teatro, dança e música, além de uma exposição de arte virtual. Todos os vídeos estão disponíveis para livre acesso. O evento será apresentado pelo presidente da Funarte, Lamartine Holanda. A coordenadora da Funarte SP, Ivone Santos, fará um agradecimento.

A Orquestra Acadêmica de São Paulo foi criada em 2003, pelo maestro e compositor Luciano Camargo, em uma iniciativa não governamental em parceria com a Organização de Cultura, Cidadania e Arte (OCCA). É composta por jovens músicos profissionais e estudantes avançados que buscam aprimoramento artístico por meio da prática do repertório orquestral. Desde sua criação, já realizou mais de 70 concertos na cidade de São Paulo e no interior do Estado, apresentando as principais obras do repertório orquestral.

A orquestra procura promover o crescimento musical de seus integrantes oferecendo a oportunidade de realizar concertos solo frente a orquestra e dividir a responsabilidade das decisões técnicas e estéticas aplicadas no repertório. Desde 2008, é mantida pela Associação Coral da Cidade de São Paulo em parceria com a Ars Musica.

A direção musical da orquestra é de Luciano Camargo, PhD e Mestre em Música pela Universidade de São Paulo (USP), onde completou também o Bacharelado em Performance Musical em regência.

Dia 24 de dezembro | Quinta-feira
Concerto Barroco

Com a Orquestra Acadêmica de São Paulo

​​​​​​​Programa

Giovanni Battista Pergolesi -
Solista: Marco André Batista dos Santos (Flauta)
Johann Sebastian Bach -
Solista: Marco André Batista dos Santos (Flauta)
Arcangelo Corelli –
Solistas: Kleberson Buzo (violino), Anderson Cardoso (violino) e Denise Ferrari (violoncelo)
Cravo e Direção Musical: Luciano Camargo

Apresentação: Lamartine B. Holanda, Presidente da Fundação Nacional de Artes – Funarte

Participação: Ivone Santos, coordenadora da Funarte SP

Ficha Técnica

Solistas: Marco André Batista dos Santos (Flauta), Kleberson Buzo (Violino), Anderson Cardoso (Violino) e Denise Ferrari (Violoncelo). Violinos: Kleberson Buzo (spalla), Anderson Cardoso, Jair Guarnieri Almeida, Letícia Carvalho Andrade, Nikolay Iliev Iliev e Thais Moraes. Violas: Elisa Monteiro e Gilvan Calsolari. Violoncelos: Denise Ferrari, Juan Rogers Soares Rodrigues. Contrabaixo: Thiago Hessel. Cravo e Direção Musical: Luciano Camargo

Associação Coral da Cidade de São Paulo
Direção Musical: Luciano Camargo. Produção executiva: Irani Celestino. Assistente de produção: Jéssica Bononi Baqueiro

Funarte SP – ConectArte 2020 Festival

Programação no canal da Funarte no Youtube www.youtube.com/funarte

Realização

Fundação Nacional de Artes – Funarte
Secretaria Especial da Cultura
Ministério do Turismo
Governo Federal

Mais informações para o público: ivone.santos@funarte.gov.br

História Viva promove semana de atividades on-line para celebrar o Dia Internacional do Voluntário

Em tempos de distanciamento social, Instituto se reinventa e cria opções virtuais de treinamento para novos contadores de histórias

Dia 5 de dezembro é o Dia Internacional do Voluntário – e para celebrar a data e os 15 anos de trajetória, o Instituto História Viva promove a “Semana do Voluntariado”, com atividades on-line e gratuitas, entre os dias 2 e 8 de dezembro, via plataforma Zoom.
De acordo com a fundadora e gestora do Instituto História Viva, Roseli Bassi, o História Viva nasceu com a missão de transformar histórias de vida em contos de fada, levando alegria a pessoas em situações de fragilidade física e emocional, por meio da literatura oralizada. “Ao longo dos anos, junto com 3.560 voluntários, transformamos a realidade de pessoas em ambientes hospitalares, lares de idosos e abrigos. E, após 15 anos, tivemos que adaptar o formato de trabalho, assim como as demais organizações”, conta.
De acordo com Roseli, desde o início da pandemia, os treinamentos, atendimentos e projetos como Ouvir e Contar vêm sendo realizados de forma on-line. “Mesmo diante do distanciamento social, temos formado novos voluntários, que se adaptaram às possibilidades de contação de história”, relata.
A gestora comenta que os hospitais parceiros enviam os nomes e idades das crianças internadas, e os voluntários preparam as histórias, gravam o vídeo e enviam para elas, que assistem por meio de tablets – alguns vindos de doações e outros disponibilizados pelo próprio hospital.

Do voluntariado ao storytelling
Sobre a comemoração ao Dia Internacional do Voluntário, a fundadora do Instituto História Viva reforça que a entidade dedicará uma semana de atividades e lives relacionadas ao voluntariado, um total de sete aulas ao vivo. Entre os temas abordados estão: storytelling, orientações sobre postura do voluntário, perfil das pessoas atendidas, vantagens em se tornar voluntário, entre outros assuntos. Participe e seja um voluntário do Instituto História Viva!

Serviço:

“Semana Internacional do Voluntariado “– Instituto História Viva
Data: 2 a 8 de dezembro
Horário: 19 horas
Inscrições: https://voluntarios.historiaviva.org.br/semana-do-voluntario
*Treinamento (on-line, ao vivo e gratuito)
Saiba mais sobre a ONG em: www.historiaviva.org.br .

Sobre o Instituto História Viva – Fundado em 2005 pela gestora Roseli Bassi, o Instituto História Viva tem como objetivo maior transformar ambientes de dor e sofrimento por meio da literatura oralizada. Por meio deste trabalho, a ONG, que nasceu em Curitiba e, hoje, atua em vários estados brasileiros, tem incentivado a leitura, a educação e a cultura brasileira. Em 15 anos de existência, a entidade já formou 3.560 voluntários na arte de ouvir e contar histórias. Seus voluntários apresentam perfis variados e são capacitados a ouvir, escrever, contar e recontar histórias clássicas, casos de vida e contos da literatura brasileira no intuito de levar alegria a indivíduos em situações de fragilidade física e emocional. A seriedade desse trabalho tem rendido premiações diversas à entidade nos segmentos de cultura, educação e ação social. Saiba mais: www.historiaviva.org.br / www.facebook.com/institutohistoriaviva.

Festival Curta Cinema chega a sua 30ª edição e acontece totalmente online

O Festival Curta Cinema – Festival Internacional de Curtas-Metragens do Rio de Janeiro chega a sua 30ª edição, trazendo o mais significativo das produções dentro e fora do Brasil, agora totalmente online. De 20 a 28 de novembro as Mostras Competitiva Nacional e Competitiva Internacional estarão disponíveis gratuitamente pela plataforma FesthomeTV. O acesso será feito pelo site do Festival e para reservar seu “lugar”, basta se inscrever no site. O público máximo será de 500 pessoas por sessão e o acesso ficará liberado por 24 horas.
Além das duas sessões diárias o Festival programou lives com os diretores dos filmes da competição nacional, todos os dias, sempre às 20hs. No dia 24, às 17h30, acontecerá um debate sobre “A Nova realidade para os festivais de cinema” com Tim Redford, membro da direção do Festival Internacional de Curtas de Clermont-Ferrand, Marie

Elaine Riou, diretora do Festival Regard e Ilda Santiago, diretora do Festival do Rio. Todas estas atividades, assim como a Abertura e a cerimônia de premiação no dia 28, serão na modalidade online.

O Curta Cinema, como inúmeros outros festivais, teve de ser adequar às restrições necessárias para evitar a disseminação da Covid-19. Porém a filosofia do Festival permanece: dar visibilidade a grupos étnicos, comunidades diversas e às chamadas minorias. São trinta anos lançando novos talentos, mostrando os trabalhos de veteranos e abrindo espaço para diferentes pontos de vista sobre temas como imigração, racismo, homofobia, feminismo, intolerância política, gêneros, entre outros.

Um bom exemplo do ambiente de criação e experimentação próprio do Festival é Menarca. De Vargem Grande do Sul (SP) para o mundo, a cineasta Lillah Halla teve seu filme selecionado para a Semana da Crítica do Festival Cannes 2020 e para o Festival Biarritz América Latina. Não por acaso o filme foi um sucesso. Menarca tem como ponto de partida o mito misógino e violento da “vagina dentada”. Utilizando realismo mágico, o filme conta a história de duas jovens que moram numa vila de pescadores e se veem às voltas com uma misteriosa infestação de piranhas. Combativa, a diretora integrante do Coletivo Vermelha _ composto por diretoras e roteiristas do meio audiovisual _ alia talento à luta pelas questões das mulheres. Menarca tem sua estreia nacional na sessão de sábado, 21 de novembro, no Curta Cinema.

Entre as mulheres representantes do cinema negro, citamos as diretoras Sabrina Fidalgo, Milena Manfredini e Denize Galiao. Sabrina, oitavo lugar na lista das diretoras mais promissoras promovida pela publicação norte-americana Bustle, apresenta seu mais recente trabalho, o inédito e experimental Voyage Voyage sobre o isolamento na pandemia. Milena Manfredini, traz o também experimental De um lado do Atlântico e Denize Galiao com Saudade fala dos sentimentos por suas raízes e por seu lar após 20 anos morando na Alemanha.

Sobre diversidade, três filmes chamam a atenção. Agahü: O Sal do Xingu de Takumã Kuikuro, um dos mais produtivos realizadores indígenas, com quase duas décadas filmando documentários e ficção, sempre dedicado a contar as histórias e os hábitos de seu povo; O Babado da Toinha, documentário de Sergio Bloch sobre uma baiana de acarajé não binária que prepara azeite de dendê artesanal ; e Inabitável, terceiro filme da dupla Enock Carvalho e Matheus Farias, que traz o cinema pernambucano falando de dramas sociais e de gênero de um modo muito particular.

Ainda na competição nacional O Barco e o Rio, de Bernardo Ale Abinader, ganhador de cinco Kikitos, incluindo o de Melhor Filme no Festival de Gramado.

Mostra Competitiva Internacional
Na competição internacional, estão filmes da Coreia, China, Israel, Colômbia, Vietnam e Reino Unido, além de duas estreias internacionais: a animação portuguesa Suspensão, de Luís Soares, e o francês L’Enfant du Métro, primeiro filme de Nathan Le Graciet.

Dentro da abrangência de temas e estilos, foram selecionados How to Dissapear (Austria), de Robin Klengel, Leonhard Müllner & Michael Strumpf (coletivo Total Refusal), que usa o jogo Battlefield V como suporte digital para realizar um ensaio antiguerra, falando dos desertores como revolucionários fiéis aos seus princípios; Witness (Irã/França), de Ali Asgari, que mostra como um acontecimento cotidiano pode assumir proporções inesperadas e mudar o destino das personagens; e Oh Black Hole! de Renee Zhan (Reino Unido) que usa técnicas 2D desenhadas à mão, animação em stop motion e uma partitura operística para contar a história de uma personagem feminina fantástica que, incapaz de suportar a passagem do tempo, se transforma em um buraco negro.

Também merecem destaque Disillusioned (Coréia do Sul), um exemplo de terror coreano do diretor Kyuho Sim; Dustin (França), de Naïla Guiguet, que participou da Semana da Crítica do Festival de Cannes; Red Aninsri (Tailandia), de Ratchapoom Boonbunchachoke, prêmio de público no Festival de Locarno; e Wan Ju Wu (Espanha), documentário da brasileira Isabela Bianchi sobre um bordel de bonecas de látex.

Contato: Vania Beatriz Lins
e-mail: atividades@curtacinema.com.br
Celular: (21) 999086603
EPK - Curta Cinema 2020 - Fotos e Trailers