Inscrições para Residência Médica encerram neste fim de semana

O prazo para participar do processo seletivo de Residência Médica no Hospital VITA encerra neste domingo, 16 de fevereiro. O Hospital, em parceria com o Instituto VITA de Ensino e Pesquisa (IVEP), oferece especialização em Medicina Intensiva - reconhecida pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) - e em Cirurgia Vascular.

A especialização em Medicina Intensiva será coordenada pelos médicos intensivistas Dr. Alain Luy e Dr. Hipolito Carraro Junior, e em Cirurgia Vascular pelo médico Dr. Jorge Timi Ribas. As Residências têm duração de dois anos, sendo 60 horas semanais, na UTI ou no Centro Cirúrgico do Hospital VITA, localizado na Linha Verde Norte.

Para concorrer às vagas ofertadas pelo programa de treinamento de serviços é necessário fazer inscrição via e-mail, enviar a documentação solicitada no edital e efetuar uma prova escrita, que será realizada no dia 20 de fevereiro, às 8h. Após a avaliação, os candidatos passam por entrevista individual. O valor para participar do processo seletivo é de R$ 150,00.

SERVIÇO:

Residência Médica em Medicina Intensiva e em Cirurgia Vascular

Local: Hospital VITA - Linha Verde Norte - Curitiba - PR
Inscrições: até 16/02 pelo e-mail helina@ivep.org.br
Investimento: R$ 150,00
Prova escrita: 20/02, às 8h
Informações: 3779-6040

Pré-requisitos
Residência em Medicina Intensiva: residência em clínica médica
Residência em Cirurgia Vascular: residência em cirurgia geral

Sobre o Hospital VITA - A primeira unidade da Rede VITA no Paraná foi inaugurada em março de 1996, no Bairro Alto, e a segunda em dezembro de 2004, no Batel. O VITA foi o primeiro hospital brasileiro a conquistar, no início de 2008, a Acreditação Internacional Canadense CCHSA (Canadian Council on Health Services Accreditation). A certificação de serviços de saúde avalia a excelência em gestão e, principalmente, a assistência segura ao paciente. Além disso, o VITA é um dos hospitais multiplicadores do Programa Brasileiro de Segurança do Paciente (PBSP). Ele visa disseminar e criar melhorias inovadoras de qualidade e segurança do paciente. Integra também o grupo de hospitais da Associação Nacional de Hospitais Privados – ANAHP. O VITA oferece atendimento 24 horas e é referência nas áreas de cardiologia, cirurgia geral, neurologia, cirurgia bariátrica, medicina de urgência, urologia, terapia intensiva, traumato-ortopedia e pediatria. Além disso, dispõe de um completo serviço de medicina esportiva, prestando atendimento a atletas de diversas modalidades; serviço de oncologia; Centro Médico e Centro de Diagnósticos. Para garantir um alto nível de qualidade nos serviços prestados aos pacientes, o VITA tem investido em ampliação da infraestrutura, tratamentos com equipes multidisciplinares, modernização dos equipamentos, humanização no atendimento, qualificação dos profissionais e segurança assistencial. www.hospitalvita.com.br

Consulta Pública da Anvisa quer melhorar funcionamento de UTIs

A Associação dos Hospitais do Paraná (Ahopar) apoia a Consulta Pública 753/2019 lançada pela Anvisa desde o dia 2 de janeiro e que trata da alteração da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 7/2010), que dispõe sobre os requisitos mínimos para o funcionamento das unidades de terapia intensiva (UTIs). Os interessados têm até o dia 17 de fevereiro deste ano para contribuir com comentários e sugestões. O objetivo da consulta é coletar informações para aperfeiçoar a regulação relacionada ao tema.

O primeiro passo para participar desse processo é conhecer a proposta, já disponível na área de consultas públicas do portal da Anvisa. Depois da leitura e avaliação do texto, sugestões poderão ser enviadas eletronicamente, por meio do preenchimento de um formulário específico.

As contribuições recebidas são consideradas públicas e estarão disponíveis a qualquer interessado, por meio de ferramentas contidas no menu “resultado” do formulário eletrônico, inclusive durante o processo de consulta.

Ao término do preenchimento do formulário, será disponibilizado ao interessado o número de protocolo do registro de sua participação, sendo dispensado o envio postal ou protocolo presencial de documentos.

Aqueles que não têm acesso à internet também podem participar. Nesse caso, as sugestões e comentários podem ser enviados por escrito, para o seguinte endereço: Agência Nacional de Vigilância Sanitária/Grecs/GGTES – SIA, Trecho 5, Área Especial 57, Brasília-DF, CEP 71.205-050.

Excepcionalmente, contribuições internacionais poderão ser encaminhadas em meio físico, para o mesmo endereço, mas direcionadas especificamente à Assessoria de Assuntos Internacionais (Ainte).

Ahopar – Associação dos Hospitais do Paraná

Gastronomia solidária marca os 100 anos do Pequeno Príncipe

Gastronomia solidária marca os 100 anos do Pequeno Príncipe

Parceiros se mobilizam em prol do maior hospital pediátrico do Brasil

O centenário do Pequeno Príncipe merece uma comemoração especial. Por isso, nada melhor que reunir os amigos para ajudar a transformar a realidade de crianças e adolescentes de todo país por meio de uma ação que envolve gastronomia e solidariedade. No dia 26 de outubro, data em que o maior hospital pediátrico do Brasil completa 100 anos, mais de 120 estabelecimentos – de variados tipos – destinarão parte da renda obtida para os trabalhos de assistência e pesquisa da instituição.

A ação “Para Mais 100 Anos” garante inúmeras opções gastronômicas – desde restaurantes mais tradicionais aos mais modernos, com alternativas que como hamburguerias, pizzarias a churrascarias. Também é possível escolher qual é o melhor horário: almoço, happy hour ou jantar. Para conhecer todos os participantes, basta acessar o hotsite 100anospequenoprincipe.org.br/paramais100anos.

+ Vida
Também dentro do “Para Mais 100 Anos”, na sexta-feira (25) e no sábado (26), das 8h às 18h, os voluntários da 5ª edição da ação + Vida, em comemoração a um século do Pequeno Príncipe, estarão nas esquinas de maior movimento da cidade arrecadando recursos, divulgando os trabalhos da instituição e a importância do apoio à causa da saúde infanto-juvenil.

Sobre o Pequeno Príncipe
Ao longo de um século, a excelência técnico-científica do Pequeno Príncipe transformou a vida de milhares de pacientes. Com mais de 305 mil atendimentos ambulatoriais e 21 mil cirurgias anuais, incluindo procedimentos de alta e média complexidade, como transplantes de órgãos e medula óssea, o Hospital oferece 32 especialidades médicas, que contam com equipes multiprofissionais especializadas. Cerca de 70% da sua capacidade de atendimento é destinada para o Sistema Único de Saúde (SUS). O que faz com que receba crianças e adolescentes de diferentes estados brasileiros. Com 370 leitos, sendo 68 em UTIs, o Hospital conta com uma estrutura única que alia tecnologia e humanização.