Exercícios físicos e COVID-19: o que fazer e o que não fazer

Ricardo Souza, doutor em Educação Física e sócio do Marble Pro Studio, explica como usar o exercício físico como estratégia para fortalecer o sistema imune durante a pandemia
Nesse momento delicado, em que a saúde da humanidade está em risco por causa da COVID-19, é importante que o profissionais de diferentes áreas possam contribuir com informações com credibilidade. Por isso, Ricardo Souza, doutor em educação física e sócio do Marble Pro Studio, esclarece sobre o impacto positivo que a atividade física pode ter sobre a saúde e a possibilidade de reduzir outros efeitos da pandemia e do isolamento social como ansiedade, estresse e sedentarismo.

“Evitar completamente o contágio pelo novo coronavírus é muito improvável, principalmente por que a capacidade do vírus ser transmitido é bastante alta, bastando compartilhar o mesmo ambiente que uma pessoa infectada para que outra sadia possa ser contaminada, especialmente se tal ambiente for fechado e úmido”, explica Ricardo. Por isso, atividades físicas em ambientes fechados e em grupo foram as primeiras a ser proibidas pelas autoridades de saúde pública, logo que o surto do novo coronavírus chegou ao Brasil.

Logo, as recomendações de intensificar os cuidados com a higiene, atentar aos sintomas que podem indicar infecção e a reduzir aglomerações de pessoas têm, na verdade, apenas a intenção de reduzir a velocidade do contágio. “Essas medidas em si não inibem o contágio, mas permitem que ele aconteça de forma menos acelerada. Isso permite que o sistema de saúde ganhe tempo para cuidar dos pacientes já infectados antes de que novos apareçam”, diz o doutor em educação física.

Como os exercícios físicos podem ajudar o sistema imune

Pessoas que fazem atividades físicas de forma regular podem ser beneficiadas, já que ao longo do tempo seu sistema imunológico fica mais fortalecido. Entretanto, da mesma forma que o exercício pode ajudar no desenvolvimento desse sistema, dependendo da intensidade e duração do esforço, o sistema imune pode ser suprimido.

“Exercício de grande intensidade, grande volume ou atividades as quais você não está acostumado a realizar, acabam gerando um estresse muito grande, o que desloca muito da capacidade de nosso sistema de defesa para recuperar o sistema muscular e cardiovascular”, afirma Ricardo.

Nesse momento, em que a população está muito exposta a um agente externo bastante perigoso, não é prudente sobrecarregar o sistema imunológico com tarefas que podem ser evitadas, por isso, a dica do especialista é manter-se ativo, mas escolher bem quais atividades praticar.

Quais tipos de exercícios físicos fazer nesse período

Qualquer tipo de atividade física pode ser praticada, pois não parece haver problema direto com uma modalidade específica, e sim com a forma com que ela é realizada. “Se você é da corrida, pode correr. Se você é da musculação, pode treinar força. Se você é do Yoga, do CrossFit, da ginástica, pode treinar sem nenhum problema. Mas não exagere nas cargas”, aconselha Ricardo Martins de Souza, doutor em educação física.

A escala de Percepção de Esforço Subjetivo, PSE, é um recurso muito simples que pode ajudar nesse momento. Normalmente, a escala vai de 1 a 10, onde 1 representa um esforço mínimo e 10 o maior esforço máximo para realizar em um determinado exercício.

“A ideia é que, nesse momento, ninguém passe do 7, pois os exercícios precisam se manter na zona considerada de esforço moderado, e que de forma alguma vai sobrecarregar seu sistema de defesa” completa Souza.

Como organizar a rotina de treino em isolamento social

Com a maioria das pessoas em casa por um bom tempo é importante organizar a rotina de exercício de uma forma um pouco diferente, recomenda o professor. “Normalmente nós separamos um período único, um pouco antes ou depois de nossos horários de trabalho, para conseguirmos executar toda nossa atividade física diária. Isso é legal, poupa tempo e nos mantém ativos. Entretanto, nesse momento temos uma maior ociosidade e confinamento, que aumenta a ansiedade e o estresse. Ajustar o treino a isso é fundamental”, aconselha Ricardo.

De acordo com Ricardo, uma forma interessante trabalhar nesse período de isolamento social é estabelecer “split-routines” ou treinos divididos. “Ao invés de você concentrar toda a sua atividade em um período único de 50-60min, dividida ela ao longo do dia”, ensina.

Uma sugestão para dividir o treino ao longo do dia é fazer uma caminhada de 10 a 15 minutos pela manhã, alguns alongamentos por 15 minutos a tarde e abdominais a noite, por exemplo. “Isso pode ocupar melhor seu tempo, sua cabeça, e você se mantém saudável e disposto para enfrentar essa barra” sugere o doutor em educação física.

Vale a pena pela saúde e segurança, acordar bem cedo e sair pra fazer exercício na rua, como caminhar, correr e pedalar, quando o fluxo de pessoas ainda é bem pequeno. Caso opte por fazer o exercício em companhia de alguém, procure manter um afastamento de pelo menos 1,5m-2,0m, e não precisa usar máscaras.

Isso mesmo, as últimas evidências sugerem que o uso de máscaras em atividades ao ar livre e sem aglomeração é desnecessário e pode ser muito desconfortável. "Isso não significa que as máscaras não nos protejam, muito pelo contrário, seu uso em todas as outras condições é muito importante. Mas, naquela corridinha sozinho, às 6h30, não é necessário usar”, indica Ricardo.

Caso algum sintoma apareça pegue ainda mais leve

A recomendação continua a mesma, em caso de sintomas leves de resfriado, por exemplo, é necessário diminuir ainda mais o ritmo dos treinos. Vale lembrar que agora não é o momento de bater recordes. A prioridade é manter o organismo em funcionamento. Porém, se os sintomas forem mais intensos, com dor de cabeça, febre, dores pelo corpo ou dificuldade de respirar é necessário interromper tudo e procurar assistência médica, recomenda Ricardo Souza.

Sobre RICARDO SOUZA (Msc. Dr.)

Professor de Educação Física, mestrado e doutorado na Biomecânica, trabalha com fitness a mais de 20 anos. Professor de Fisiologia do Exercício e Biomecânica na graduação e pós-graduação desde 2006, consultor científico de diversas empresas e academias no Brasil. No esporte, é preparador físico da equipe de basquete do Coxa Monsters e atleta da categoria master. É autor de diversos artigos, livros de biomecânica e treinamento, além de dezenas de matérias para portais envolvendo o universo fitness.

Marble Pro Studio - Um novo conceito de consultoria online
https://www.marbleprostudio.com.br/
https://www.instagram.com/marbleprostudio/
https://www.facebook.com/marbleprostudio/
WhatsApp: (41) 9 9128 5936
e-mail: contato.marbleprostudio@gmail.com

BRAVE CF anuncia retorno às atividades com dois eventos na Romênia

O BRAVE Combat Federation, principal organização de MMA do Oriente Médio, anunciou que retomará suas atividades, após uma pausa forçada devido à pandemia do novo coronavírus. A promoção anunciou que fará dois eventos consecutivos, ambos ocorrendo na Romênia, em Bucareste.

O BRAVE CF 35 acontecerá no dia 20 de julho na Beraria H Arena. Uma semana depois, o cage do BRAVE retorna ao mesmo local para o BRAVE CF 36, marcado para 27 de julho. Estes serão os primeiros eventos da organização de MMA que mais cresce no mundo desde janeiro, quando a edição de número 34 aconteceu na Eslovênia.

Tão logo se agravaram os desdobramentos da COVID-19 ao redor do planeta, o BRAVE CF foi uma das primeiras organizações a pausar todas as suas atividades e, além de se engajar no combate à doença no seu país de origem Bahrein, lançou uma campanha global de conscientização.

A Romênia não é estranha ao BRAVE CF. No ano passado, em novembro, a organização realizou um card na capital Bucareste, em parceria com a organização local RXF, o evento, na ocasião, foi encabeçado pela luta de pesos leves entre John Brewin e Maciek Gierszewski, vencida pelo neozelandês por finalização. Na volta ao país do leste europeu, a parceria com a RXF se repetirá.

Os dois eventos na Romênia acontecerão sem a presença de público, com portões fechados, e seguindos os mais rígidos parâmetros internacionais de segurança, estipulado tanto pelas autoridades nacionais romenas quanto pelos órgãos de saúde internacionais.

Lutas principais ou combates adicionais para os cards não foram anunciados pela organização, mas é esperado que os anúncios sejam feitos dentro dos próximos dias. Outros eventos para o restante de 2020 também não foram confirmados, embora a expectativa seja de que o BRAVE CF cumpra sua programação original de 12 eventos ao longo do ano, embora com o calendário ajustado devido às circunstâncias internacionais.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

SOBRE O BRAVE® CF
O BRAVE CF é a organização global de MMA que mais cresce no mundo, contando com o melhor programa de scouting do esporte. Com sede no Reinado do Bahrein, os eventos do BRAVE CF são transmitidos ao redor do globo, entregando shows ao vivo exclusivos e conteúdo de esportes de combate por demanda.
Visite bravecf.com para mais informações.

‘Estamos de volta’, anuncia Mohammed Shahid, presidente do BRAVE CF

Organização de MMA que mais cresce no mundo, o BRAVE Combat Federation voltará a fazer eventos após uma pausa devido aos efeitos da pandemia do coronavirus.

Mohammed Shahid, presidente da organização baseada no Bahrein, fez o esperado anúncio, dizendo o seguinte: "O BRAVE CF está animado em retomar a organização de eventos e a segurança e saúde da nossa equipe e dos lutadores é primordial.

Além de aderir aos protocolos de segurança e saúde já existentes, nós iremos implementar a maior e mais forte política contra o Covid-19 em todos os esportes. Nós tomamos medidas de segurança extra para garantir que nossa equipe esteja segura contra a propagação do coronavirus.

Estou muito feliz de ter eventos do BRAVE CF de volta e tenho total confiança no time do BRAVE CF de organizar nossos eventos de forma tranquila e segura".

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

SOBRE O BRAVE® CF
O BRAVE CF é a organização global de MMA que mais cresce no mundo, contando com o melhor programa de scouting do esporte. Com sede no Reinado do Bahrein, os eventos do BRAVE CF são transmitidos ao redor do globo, entregando shows ao vivo exclusivos e conteúdo de esportes de combate por demanda.
Visite bravecf.com para mais informações.

Go Cycle reabre com segurança e muitas novidades

Medidas foram reforçadas para garantir o treino com ainda mais animação
A partir da próxima segunda-feira, dia 08 de junho, as atividades do maior estúdio de bike indoor do país serão retomadas. A Go Cycle reabre suas portas, com muitas novidades e medidas de segurança que devem ser adotadas pelos profissionais e pelos alunos.
A Go Cycle sempre teve um elevado padrão de higienização dos seus ambientes, mas ampliou os cuidados com a instalação de equipamentos de oxi-sanitização em cada aparelho de ar-condicionado, que libera um gás com alto poder germicida e oxidante, uma revolução no que diz respeito à limpeza sustentável. Através da captação do ar do ambiente, ocorre a quebra das moléculas, transformando oxigênio em ozônio, garantindo assim um ambiente mais limpo e seguro.
A higienização dos equipamentos foi reforçada, com a realização de uma limpeza terminal entre cada aula, que compreende a limpeza de superfícies, sejam elas verticais ou horizontais, e a desinfecção do mobiliário. A capacidade da sala será reduzida para manter o distanciamento adequado entre as bikes. O estúdio oferece álcool em gel em todos os ambientes e vai realizar a aferição de temperatura de todas as pessoas que chegarem ao estúdio, além do uso obrigatório de máscaras nos ambientes de circulação.
Novas modalidades e pacotes promocionais
Entre as novidades está uma nova modalidade de treino, o Go Virtua. Um telão foi instalado no estúdio para a simulação de corridas e passeios de bike em diferentes cenários. As aulas de Go Move, Go Race e o Bootcamp estão mantidas. O agendamento das aulas continua sendo realizado pelo site, mas agora a Go Cycle também conta com o App exclusivo, disponível para as plataformas Android e IOS.
Para quem quiser treinar na hora do almoço, nas aulas de bike ou bootcamp, tem uma promoção exclusiva para as aulas entre 11h30 e 14h, de segunda-feira a sexta-feira: 10 créditos por R$ 199,00 e um brinde da Superfood comidas saudáveis. O aluno também poderá optar por um plano mensal, e frequentar a Go Cycle nos dias e horários que preferir.
Saiba mais pelo site e pelas redes sociais.
Serviço:
Go Cycle - Avenida Vicente Machado, 878 Batel – Curitiba (PR)- Estacionamento próprio gratuito. Site: www.gocycle.com.br
Email: contato@gocycle.com.br
Redes sociais: @gocycle.studio

Hospital Cardiológico Costantini realiza evento gratuito e on-line sobre Corrida de Rua

Série de palestras acontece na próxima sexta (29), das 18h55 às 20h45

No dia 29 de maio, o Hospital Cardiológico Costantini realiza um seminário informativo gratuito e on-line com o tema Correndo Hoje e Sempre. As palestras terão início às 18h55 e contarão com a presença de profissionais da instituição, especialistas do esporte, nutricionistas e fisioterapeutas. O evento é voltado para profissionais da área da saúde, educadores físicos, esportistas, corredores, atletas e comunidade, em geral. Passa assistir, basta acessar o endereço icostantini.com.br no horário de início. Não é preciso realizar inscrição prévia.

SERVIÇO:

Seminário Informativo de Corrida

Tema: Correndo Hoje e Sempre;
Data: 29/05/2020 (sexta-feira);
Horário: 18h55 às 20h45;
Local: Online - icostantini.com.br
Gratuito
PROGRAMAÇÃO:

18h55-19h – Abertura (Dr. Costantino Costantini)
19h-19h15 – Corrida de rua durante a pandemia. Devo fazer? (Prof. PHD. Rafael Michel de Macedo – Diretor de Prevenção do Hospital Cardiológico Costantini)
19h15-19h30 – Análise metabólica do corredor de rua. Como fazer? (Dr. Fernando Willington – Médico do Esporte do Hospital Cardiológico Costantini)
19h30-19h45 – Existe uma estratégia ideal de hidratação durante a corrida? (Dra. Cristiane Carvalho – Nutricionista do Esporte do Hospital Cardiológico Costantini)
19h45-20h – Existe alguma postura ideal de corrida? (Dra. Cristina de Paula Pedro – Fisioterapeuta)
20h-20h15 – Existe alguma pisada ideal? (Dr. José Lourenço Kutzke – Fisioterapeuta)
20h15-20h30 – A importância da periodização do treinamento para a corrida de longa duração (Prof. Bruno Giglio – Profissional de Educação Física)
20h30-20h45 – Discussão.

BRAVE Combat Federation anuncia criação de evento de boxe

Distrito de Seef, 18 de Maio, 2020

Maior evento de MMA do Oriente Médio, o BRAVE Combat Federation irá expandir suas fronteiras dentro dos esportes de combate. A organização anunciou a criação do BRAVE Boxing, que fará eventos de boxe profissional.

Desde sua criação em setembro de 2016, o BRAVE Combat Federation organizou 34 eventos de MMA, em 19 países - incluindo quatro shows no Brasil. Neste período, a companhia contratou mais de 200 atletas de mais e 60 nações diferentes. Os brasileiros são maioria, com 77 lutadores já tendo atuado pelo BRAVE CF, incluindo os atuais campeões Cleiton "Predador" (peso leve) e Daniel "Gaúcho" (peso médio).

Além de organizar shows em mercados tradicionais dos esportes de combate, como Brasil, Inglaterra, México e Emirados Árabes, o BRAVE CF também levou o primeiro evento internacional de MMA ao continente da África, com shows no Marrocos e na África do Sul, além de estrear em nações como Paquistão, Cazaquistão, Colômbia e Arábia Saudita.

Essas serão algumas das credenciais que o BRAVE Combat Federation trará ao mundo do boxe, com a organização, fundada por Sua Alteza Shaikh Khaled bin Hamad Al Khalida, esperando fazer um impacto imediato na nobre arte.

Presidente do BRAVE CF, Mohammed Shahid fez a seguinte declaração sobre o histórico anúncio.

"A visão de Sua Alteza Shaikh Khaled é a de desenvolver os esportes de combate em uma escala global. Agora estaremos combinando nossos esforços nos dois maiores esportes de combate. O objetivo do BRAVE CF é globalizá-los e emponderar todos os envolvidos, como lutadores, empresários, fãs, jornalistas, e promoters. Esta visão focada que tivemos para levar o MMA a outro nível será apontada agora também para o boxe".

Mais detalhes sobre a incursão do BRAVE CF no boxe serão divulgados nos próximos dias.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Jogos com espectadores só devem ocorrer após vacina, indica relatório de instituto da UFPR

Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná ligados ao Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva divulgaram, na última semana, o documento Recomendações e Orientações Gerais para o Esporte Brasileiro frente à COVID-19. Trata-se do primeiro material elaborado sobre o esporte diante da pandemia, amparado em evidências científicas. A proposta surgiu a partir de um ciclo de debates semanais realizados no canal do Youtube do grupo e tem entre seus principais pontos a defesa das indicações das autoridades sanitárias e a conclusão de que jogos com os espectadores só devem ocorrer após a descoberta de uma vacina contra a doença. O projeto de pesquisa “Inteligência Esportiva” (IE) é uma ação conjunta entre o Centro de Pesquisa em Esporte, Lazer e Sociedade (CEPELS) da UFPR e a Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento (SNEAR) do Ministério do Esporte.

De acordo com o professor Fernando Mezzadri, que assina o documento junto com o coordenador da comissão de integridade da Federação Paulista de Futebol, o advogado Paulo Schimitt, no cenário que se apresenta hoje, de manutenção de isolamento social, as práticas esportivas deverão se limitar as atividades física e esportivas sem nenhum contato físico e mantendo a distância de pelo menos um metro.

“As atividades devem se limitar em práticas como caminhada, ciclismo, corrida, exercícios em casa, yoga, alongamentos, entre outras, sempre evitando qualquer forma de aglomeração ou de incentivo à circulação de pessoas. Sempre que possível as pessoal podem caminhar perto de suas residências e não devem procurar ir aos parques para realizar as atividades”, explica Mezzadri. Segundo ele, este não é o momento para a reabertura de academias, por exemplo.
O relatório apresenta premissas e fatores de risco a serem levados em conta, indicando a importância do uso de máscaras e de equipamentos de proteção individual e da higienização e desinfecção de locais e objetos. A existência de uma infra-estrutura adequada para que tudo isso ocorra também é imprescindível.

No que diz respeito à prática profissional é preciso, quando houver possibilidade de retomada, levar em conta uma série de cuidados, como diagnosticar atletas e demais envolvidos, medir a temperatura e fazer testagem rápidas em quem frequenta os centros de treinamento e pensar em realizar eventos em localidades menos afetadas pela doença, com ausência de público. Mas isso, reforça Mezzadri, não deve ocorrer agora. “Tanto os atletas quanto as pessoas devem fazer os testes como uma forma de controle e precaução, mas a volta aos treinamentos normais e as competições ainda não devem ocorrer agora. Consideramos muito precipitado o retorno as competições pelo atual estágio da pandemia no Brasil”, explica.

Torcidas só quando houver vacina
O documento também sugere que jogos com espectadores só devem ser retomados quando houver vacina e aponta quatro cenários possíveis para a pandemia: o de isolamento social, o de atividades autorizadas em funcionamento, o de um retorno gradativo e o da retomada total. No caso de se autorizarem determinadas atividades, por exemplo, é necessário que não haja contato físico e que haja medidas rígidas de desinfecção, higiene e uso de proteção.
Já num cenário de retorno gradativo de competições, deve haver cautela quanto à uma pequena separação de grupos durante o treinamento. Todos os integrantes das equipes técnicas devem estar protegidos. “Gestores públicos, da iniciativa privada, atletas e espectadores terão que compreender o atual momento. Sabemos que as competições não devem começar agora, não podemos ter contato físico e a grande maioria das modalidades esportiva requer esse contato“, evidencia Mezzadri.

Ele lembra que o esporte profissional movimenta em torno de 2.5 trilhões de dólares por ano, no mundo, e que várias competições já foram canceladas, tais como Jogos Olímpicos e NBA. “Mesmo os campeonatos estaduais no Brasil estão suspensos, o que está impactando fortemente esse mercado“. Por conta disso, o professor sugere, no nosso caso o futebol, que gestores busquem ações para proteger os milhares de jogadores que ganham até três salários mínimos e já estão perdendo seus contratos. “Dificilmente haverá jogos com torcida enquanto não existir uma vacina para a COVID-19“, reforça.

Qualquer que seja o cenário, o relatório estabelece que é necessário seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e adotar medidas educativas, com rigor quanto aos aspectos relacionadas à higiene. A expectativa compartilhada pelos pesquisadores é de que a retomada gradual das atividades só comece a ocorrer em médio ou longo prazo.

Links
Matéria: https://www.ufpr.br/portalufpr/noticias/jogos-com-espectadores-so-devem-ocorrer-apos-vacina-indica-relatorio-de-instituto-da-ufpr/

Relatório: https://www.ufpr.br/portalufpr/wp-content/uploads/2020/05/Recomendac%CC%A7o%CC%83es-e-Orientac%CC%A7o%CC%83es-Gerais-para-o-Esporte-Brasileiro-frente-a%CC%80-COVID-19.pdf

Atletas do Santa Mônica se mantêm ativos durante a pandemia

Improviso e criatividade estão sendo usados para preservar a forma física das equipes moniquenses.

Em tempos de isolamento social, clubes, academias e centros de treinamento estão fechados a fim de evitar aglomerações para a prevenção do contágio do novo coronavírus (Covid-19). Com isso, muitas pessoas em vários países do mundo estão em casa, de quarentena, incluindo atletas, tanto os amadores quanto os de alto rendimento, já que por conta da pandemia, os principais eventos esportivos do mundo também foram cancelados ou suspensos. Mesmo com esta situação, muitos esportistas têm recorrido aos treinamentos em casa, para manter a boa forma física e o alto nível, mesmo em espaços restritos. E os atletas do Santa Mônica Clube de Campo também não estão parados durante este período.

Agora esta é a realidade de muitos brasileiros, que diante da quarentena precisam se adaptar com improviso e criatividade, para treinarem suas modalidades, nos espaços que possuem. De acordo com o Preparador Físico do Santa Mônica Clube de Campo, Gustavo Api é importante que os atletas mantenham um ritmo de exercícios físicos. "Estamos dando suporte para que nossas equipes continuem cuidando do corpo e da mente. E, para isso, eles têm uma rotina de exercícios. O contato com os treinadores também está sendo importante para orientar as atividades e manter a motivação dos moniquenses". O Clube conta com centenas de atletas em diversas categorias esportivas e continua dando o suporte para que os treinos aconteçam mesmo no confinamento.

Gustavo comenta ainda que outro fato importante é o atleta permanecer focado e disciplinado. “Dedicação e esforço devem ser estimulados para que o atleta continue praticando e se exercitando, mesmo não sendo possível treinar com a mesma intensidade de antes. Assim, quando as competições retornarem à normalidade, eles estarão mais fortalecidos e motivados para as disputas”, finaliza.

Rivais se movimentam e desafiam Daniel Gaúcho, atual campeão do BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 7 de Maio, 2020

Daniel Gaúcho fez história no MMA em dezembro do ano passado ao se tornar o primeiro campeão peso médio do BRAVE Combat Federation, após vitória por nocaute sobre o sul-africano Chad Hanekom, que lutava em casa no BRAVE CF 31. Naturalmente, o atleta da CM System se tornou o foco dos desafios de seus pares.

Além do próprio Hanekom ter mostrado interesse em uma revanche contra Gaúcho, o libanês Mohammad Fakhreddine e o russo Ikram Aliskerov também entraram na fila para enfrentar o brasileiro.

Gaúcho, que tem duas vitórias por nocaute pelo BRAVE CF, teve uma ascensão meteórica em 2019, ao conquistar os dois triunfos de forma avassaladora. Antes de Chad, ele havia nocauteado o compatriota Bruno Assis no BRAVE CF 25, em Belo Horizonte.

Fakhreddine e Aliskerov parecem estar disputando a "pole position" para enfrentar Gaúcho assim que o BRAVE CF retornar às suas atividades - atualmente paralisadas por conta da pandemia do Coronavirus.

"The Latest" Fakhreddine ficou perto de disputar o cinturão meio-médio do BRAVE CF em 2017, mas passou mal no corte de peso da luta inaugural pelo título e acabou sendo substituído por Carlston Harris, eventual campeão. Depois disso, Fakhro subiu ao peso médio e chegou a se aventurar no torneio sem limite de peso organizado pelo BRAVE CF e pela KHK MMA. No KHK World Championships, ele superou o meio-pesado Kléber Orgulho, mas acabou perdendo para Azamat Murzakanov na final. Mesmo assim, saiu com moral do torneio.

Já Aliskerov é o recordista de vitórias nos médios - tem cinco triunfos. Após se aventurar no meio-médio, o russo resolveu retornar à categoria até 84 kg e vem de vitória por nocaute técnico sobre Diego González. Em recente entrevista, Ikram disse que gostaria de enfrentar "Gaúcho" em um evento do BRAVE CF na Rússia.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Corpus Academia aluga bikes de spinning para seus alunos

Se os alunos não podem ir até a academia, ela indiretamente vai até o aluno. Essa é a proposta da Corpus Academia para amenizar o impacto causado pelo isolamento social devido ao coronavírus e estimular os alunos a praticarem exercícios sem sair de casa.

Além das aulas online oferecidas em suas redes sociais, a Corpus está locando bikes de spinning por 15 dias, apenas para os alunos com o plano ativo.

“Sabemos da necessidade de nossos alunos se manterem em movimento e estamos ofertando mais uma possibilidade”, explica o proprietário da Corpus, Anderson Lorenzatto.

O spinning além de queimar calorias, melhora o condicionamento físico e muscular. Auxilia na diminuição dos riscos de doenças cardíacas e aumenta os níveis de serotonina, responsável pela sensação de bem-estar.

Informações para locação

Whatsapp: (41) 99842 1418

Agenda: Hospital Cardiológico Costantini realiza evento gratuito e online sobre Futebol Moderno

Série de palestras acontece nesta sexta, das 19 às 22h

No dia 24 de abril, o Hospital Cardiológico Costantini realiza um seminário informativo gratuito e online com o tema Futebol Moderno. As palestras terão início às 19h e contarão com a presença de profissionais da instituição, além de representantes de times paranaenses de futebol. O evento é voltado para profissionais da área da saúde, educadores físicos, esportistas, jogadores e comunidade, em geral. Passa assistir, basta acessar o endereço https://bit.ly/2KAdSyw no horário de início. Os participantes receberão certificado

SERVIÇO:

Seminário Informativo de Futebol - Gratuito e Online

Tema: Futebol Moderno;
Data: 24/04/2020 (sexta-feira);
Horário: 19h às 22h;
Local: Online - https://bit.ly/2KAdSyw
Gratuito
PROGRAMAÇÃO:

19h – Início;
19h-19h05 – Abertura;
19h05-19h30 – Uma visão além das 4 linhas;
19h30- 20h30 – Mesa-redonda: o impacto da mudança do esporte no metabolismo, nutrição e a na musculatura de jovens atletas:
19h30- 19h50 – Alterações no metabolismo de jovens atletas;
19h50-20h10 – A nutrição como apoio para o alto rendimento;
20h10-20h30 – Futebol de base e lesões: impressão do mundo real;
20h30-21h – Controle e monitoramento de carga no futebol profissional. Como eu faço?
21h-21h30 – Recovery: como otimizar a recuperação de atletas profissionais?
21h30-22h – Discussão e perguntas.

Espanhol do BRAVE CF dispara contra Gabriel “Fly” e diz: “Não tem coragem”

Distrito de Seef, Bahrein - 23 de Abril, 2020

Uma da grandes promessas do MMA europeu, o espanhol Ilia Topuria teve início perfeito em sua carreira pelo BRAVE Combat Federation. Em duas lutas, o peso pena conquistou duas vitórias, uma por finalização e outra por nocaute e ainda protagonizou uma rivalidade com o brasileiro Gabriel "Fly".

Em entrevista na Live do Instagram do BRAVE CF, Topuria criticou duramente "Fly" e se disse confuso pela postura do brasileiro que, segundo ele, era seu fã e até pediu uma foto quando os dois lutaram no mesmo card na Colômbia.

"Ele diz que a rivalidade começou na Colômbia, mas para mim ela começou duas horas antes da minha última luta, que aconteceu no Bahrein. Eu estava preparando para me aquecer quando recebi uma notificação dele no meu celular. Gabriel havia me marcado em um story do Instagram e colocado um emoji de uma galinha no meu rosto. Disse a ele que era fácil me provocar quando ele estava do outro lado do mundo, mas quando estivemos no mesmo ambiente, na Colômbia, ele não falou nada", declarou Topuria, que ainda acusou "Fly" de não ter coragem de desafiá-lo cara a cara.

"Para mim, faltam co***** a ele. Não tem coragem de vir falar comigo. Ele acabou assistindo à minha luta como um fã. Eu achei curioso ele ter me desafiado porque na Colômbia, ele chegou a pedir para tirar uma foto comigo. Essa luta vai acontecer, ele vai engolir suas palavras e depois, se quiser, podemos tirar outra foto", disparou o espanhol.

Topuria, assim como "Fly", é especialista em jiu-jitsu. O espanhol do Climent Club está invicto no MMA até agora com oito vitórias em oito lutas - sete delas por finalização e uma por nocaute. O brasileiro da CM System, por sua vez, tem 14 vitórias e cinco derrotas, com 13 dos triunfos sendo por finalização (e um por nocaute).

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF irá reprisar evento histórico com seis brasileiros neste sábado

Maior evento de MMA do Oriente Médio, o BRAVE Combat Federation faria seu quinto show no Brasil neste sábado. Porém, a pandemia do Coronavirus mudou os planos da organização, que adiou o evento até segunda ordem. Fãs do esporte, porém, ainda terão muita ação do conforto de suas casas. O BRAVE CF 29, que ocorreu em novembro do ano passado, será reprisado neste sábado, a partir do meio-dia (horário de Brasília), no Facebook oficial do BRAVE CF.

O evento ocorreu no dia 15 de novembro e contou com seis brasileiros, além de atletas de outros 16 países (Líbano, Rússia, Coreia do Sul, Alemanha, Jordânia, Filipinas, Iraque, Irlanda, Espanha, África do Sul, Letônia, Bahrein, Inglaterra, Geórgia, Colômbia e Argentina).

Guto Inocente e Kleber Orgulho representaram o país no KHK World Championship, um torneio com semifinais e final na mesma noite, que deu ao vencedor um cheque de US$100 mil (R$ 420 mil na época), além do direito de ser o dono provisório do cinturão KHK, adornado com 6.2 kg de ouro.

Além de Inocente e Orgulho, o Brasil foi representado por Erick "Índio Brabo", Luan Santiago, Felipe Silva e Luana Pinheiro - esta última fez história ao fazer parte da primeira luta profissional feminina da história do Bahrein.

Neste sábado, o BRAVE Combat Federation irá levar os fãs de volta àquela que foi a maior noite na história da organização.

Para ver o evento, basta acessar a página oficial do BRAVE CF no Facebook - www.facebook.com/bravemmaf.

Centauro transmitirá treinos grátis e ao vivo para estimular exercícios em casa

Profissionais de educação física oferecerão aulas gratuitas de diversas modalidades, entre alongamento, funcional e mobilidade, para auxiliar as pessoas a se manterem em movimento, mesmo diante da pandemia de coronavírus

A partir de hoje, a Centauro promoverá treinos diários, ao vivo e gratuitos em seu canal do Instagram (@centauroesporte). Conduzidas por um grupo de profissionais de educação física, credenciados, as aulas têm o objetivo de incentivar a prática de atividades físicas, mesmo diante da pandemia de coronavírus, que tornou necessária a permanência das pessoas em suas casas.

Os treinos terão duração de aproximadamente 30 minutos, e trarão um momento especial de cuidados com a saúde e descompressão, já que o esporte é um grande agente transformador da vida das pessoas, e pode contribuir positivamente no atual cenário.

Pensando em proporcionar a todos a oportunidade de participar dos treinos, o programa acontecerá diariamente, em diferentes horários. Os interessados poderão conferir no Instagram e no Facebook da Centauro toda agenda de treinos do dia seguinte, as modalidades que serão oferecidas e o perfil do profissional que conduzirá cada atividade.

Além disso, a marca dará 15% de desconto e frete grátis* em produtos que ajudam na prática de exercícios em casa, como colchonetes, faixas elásticas e halteres. As ofertas já podem ser encontradas aqui: https://esportes.centauro.com.br/hotsite/treine-em-casa.

Para todas as informações a respeito de prazos de entrega, trocas e políticas de segurança durante esse período, acesse: https://www.centauro.com.br/sc/de-olho-coronavirus.

*Frete grátis e cupom de desconto válidos somente para produtos da lista, vendidos e entregues pela Centauro.

TREINE EM CASA COM A CENTAURO

Quando: todos os dias

Que horas: as informações estarão disponíveis nas redes sociais da marca diariamente

Como: pelo IG da Centauro no Instagram (@centauroesporte)

Com quem: profissionais de educação física credenciados

KOEL, Kick-Off Electronic League entra na briga contra o COVID-19

KOEL, Kick-Off Electronic League entra na briga contra o COVID-19

Liga de futebol eletrônico altera formato de transmissão de torneio e abre campeonatos em sua plataforma para todos usuários com premiações semanais

São Paulo, 18 de Março - A Kick-Off Electronic League, KOEL, anunciou hoje medidas para se adaptar ao período de quarentena devido a pandemia do COVID-19. Além de garantir a segurança de todos envolvidos na produção da KOEL Clubs, produtores, casters, comentaristas e toda equipe irá trabalhar em esquema de home office a partir da proxima segunda (22/03) garantindo a continuidade do campeonato e também irá oferecer acesso livre a plataforma criada para os amantes de FIFA 20, com liberação para participar dos campeonatos com premiação, para todos os usuários, Plus ou Premium.

“Neste momento nossa maior preocupação é continuar oferecendo alternativas ao público apaixonado por FIFA20, seja o KOEL Clubs com os principais jogadores e times do Brasil, seja com um conteudo especializado como mesas redondas e análises até a experiência de jogar numa plataforma totalmente voltada para os amantes do futebol eletrônico, onde você “corre o risco” de jogar com Wendell Lira, Fifalize, Lucas cordeiro, Fred Vasquez e Muhh Pro entre outros, pois estaremos dando aos usuários gratuitos acesso os torneios disponíveis apenas para os assinantes da plataforma.” afirma Felipe Carvalho, Head de Novos Negócios da TTB Branded Content responsável pela KOEL.

O KOEL Clubs, é uma liga que reúne 12 times convidados entre clubes de futebol brasileiros e europeus e organizações de Esports. Com partidas semanais e conteúdos diário, a KOEL tem movimentado o cenário nacional oportunizando aos atletas de FIFA brasileiro um calendário de alto nível competitivo e excelentes premiações em dinheiro. Com jogadores de plataformas de PS4 e XBOX, os times vão se enfrentar em 22 rodadas que serão divididas em 2 splits de pontos corridos e uma última chance de classificação por meio de uma copa para a equipe disputar a grande final que será jogada dentro de um estádio de futebol.

Para se inscrever na plataforma o usuário deve acessar o site, fazer seu cadastro e automaticamente já pode participar de partidas. Imediatamente ele vai ter acesso as copas gratuitas que vão acontecer todas semanas com até 32 players por console (Xbox ou Playstation), que irão distribuir prêmios para os melhores jogadores. Neste periodo de quarentena, o usuário também tera acesso ao exclusivo canal de discord oficial do KOEL, sorteio de prêmios e acesso a todos conteudos da plataforma com videoaulas exclusivas até 01 de Maio..

Os talentos que fazem parte do KOEL Clubs e estarão garantindo a transmissão de todas partidas diretamente do home office são:
Igor Rezende (Narrador)
One Jorge (Narrador)
Rafa Souto (Comentarista)
Rodrigol ( Comentarista)
Fifalize (Comentarista)
Para saber mais, acompanhe nossas redes sociais Twitter, Instagram e Facebook.

Assita toda semana em: https://www.twitch.tv/koel

Sobre a TTB Branded Content
Criada em 2018 é uma agência de Branded Content especializada em Esports. Com cases com a carreira do influenciador Wendell Lira e clientes com ações de live marketing para LG, Le Coq Sportif, Coca Cola, Heineken, entre outros é especializada na criação de conteúdo. Site http://www.agenciattb.com/

Dia internacional da Síndrome de Down: futsal como ferramenta de mudança social

O esporte pode ser uma importante aliada na melhora da qualidade de vida e no combate ao preconceito

Você sabia que dia 21 de março é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down? A data foi escolhida em alusão às 3 cópias do cromossomo 21 que as pessoas com a síndrome têm. Seu objetivo é conscientizar a sociedade sobre a importância da luta pelos direitos igualitários, bem-estar e a inclusão das pessoas que possuem a síndrome.

Apesar das limitações causadas pelo distúrbio genético, nada impede que o portador da síndrome obtenha autonomia e qualidade de vida. Inclusive, para melhorar suas condições físicas e intelectuais. “A pessoa com down possui um cromossomo a mais nos pares da banda 21, ou seja, ao invés de ter ao todo 46 cromossomos, possui 47. Devido essa característica genética, o indivíduo que possui a condição tem diferentes biotipos físicos, com características como hipotonia muscular (diminuição do tônus muscular), deficiência intelectual, alterações endócrinas, como exemplo hipotireoidismo, alteração cardiológica e respiratórias”, afirma Amabili Corina Canola, terapeuta ocupacional, coordenadora do projeto Chute especial, do Instituto Mozione/Ituano FC.

A prática esportiva potencializa as habilidades da pessoa com a síndrome de down, além de ser uma importante ferramenta de inclusão social. Para Fernando Arruda, da Associação de Reabilitação Infantil Limeirense (Aril), “o esporte melhora a condição cardiovascular dos praticantes, aprimora a força, a agilidade, a coordenação motora, o equilíbrio e o repertório motor, além de oportunizar a sociabilização entre pessoas com e sem a síndrome, os tornando mais independente em seu dia a dia. No aspecto psicológico, o esporte melhora a autoconfiança e a autoestima, os transformando em pessoas mais otimistas e seguras para alcançarem seus objetivos. “

O futsal, por exemplo, é uma das principais modalidades para auxiliar nesse desenvolvimento físico e psicossocial. Atualmente, a seleção brasileira de futsal down é campeã da Copa do Mundo da categoria e a Magnus, fabricante de alimentos para cães e gatos, é um dos maiores apoiadores da modalidade no Brasil. Seis equipes recebem o apoio da marca: JR/Corinthians, Instituto Mozione/Ituano, Juventus, Comercial (Ribeirão Preto), Aril (Limeira) e Projeto Up/Santos.

“Nós acreditamos que o esporte é uma importante ferramenta de socialização e de melhora na qualidade de vida da sociedade, em especial das pessoas com algum tipo de deficiência.” Afirma Andressa Borzilo, coordenadora de marketing esportivo da Magnus.

Aqui no Brasil, a cidade de Cravinhos/SP foi a sede do primeiro Campeonato Brasileiro da modalidade, organizado pela Confederação Brasileira de Desportos para Deficiência Intelectual (CBDI). Oito equipes estiveram na disputa e o título fico com o Ituano. A segunda edição do Campeonato Brasileiro, em 2019, foi realizada na cidade de Luiz Antônio/SP, com a equipe do Ituano se consagrando bicampeã.

“O apoio às equipes de futsal Down faz parte de um projeto maior de inclusão de pessoas com deficiência através do esporte e que contempla também outras modalidades como futebol de amputados, futebol de 5 (cegos) e futsal para deficiência intelectual”, completou Andressa.

Sobre a Adimax

Fundada em 2002, a Adimax tem a missão de promover o bem-estar animal, produzindo mais de 300 itens em diversas categorias. Entre as marcas de destaque estão a Fórmula Natural, Origens, Magnus e Qualidy. Com sede em Salto de Pirapora, interior de São Paulo, conta com mais três unidades fabris: Abreu e Lima (PE), Uberlândia (MG) e Goianápolis (GO), além de diversos centros de distribuição espalhados por todo o país. A instituição tem o engajamento com várias causas sociais, que fazem parte do seu propósito que é “Amparar idosos e pessoas com deficiência.”