Brasileiro Cleiton ‘’Predador’’ defende título peso leve no BRAVE CF 44

Distrito de Seef, Bahrein - 16 de Outubro de 2020

A organização de MMA que mais cresce mundo afora retorna à sua casa no Bahrein para dois eventos nos dia 5 e 12 de Novembro e terá presença brasileira no primeiro dos dois cards. No BRAVE CF 44, marcado para o dia 5 de Novembro, o campeão Cleiton ‘’Predador’’ Silva defenderá seu cinturão peso leve diante do franco-tunisiano Amin Ayoub na luta principal do show.

Cleiton, que representa a equipe Full House, em Belo Horizonte, conquistou o cinturão do BRAVE CF após finalizar o arquirrival Luan ‘’Miau’’ Santiago, no main event do BRAVE CF 25, que ocorreu em sua cidade natal. Os dois protagonizaram uma intensa rivalidade antes da luta e ‘’Predador’’ surpreendeu o mundo do MMA ao vencer Luan, já que era tido como azarão.

O campeão está acostumado a lutar como azarão, já que sua estreia no BRAVE CF ocorreu de maneira similar. Na ocasião, ele nocauteou o favorito Ahmed Amir em uma batalha sangrenta. Seu segundo triunfo, que lhe deu a chance pelo título, ocorreu diante do argentino Marcelo Bustos, no BRAVE CF 15, disputado na Colômbia.

Agora, Cleiton enfrentará Amin Ayoub, que vem de seis vitórias seguidas e chega credenciado por ter sido campeão de dois pesos diferentes ao mesmo tempo em uma organização árabe. ‘’Fierceness’’ tem um cartel de 14 triunfos e quatro derrotas, com oito das vitórias vindo através de finalizações.

O BRAVE CF 44 será o décimo-primeiro evento realizado pela organização em 2020. O BRAVE CF foi uma das únicas promoções de MMA que manteve o seu calendário apesar das dificuldades provocadas pela pandemia do Covid-19. Assim como nos últimos shows, o BRAVE CF 44 será realizado atrás de portas fechadas e com os mais avançados protocolos de proteção aos atletas e aos realizadores do evento.

Veja o trailer de anúncio da luta principal do BRAVE CF 44 - https://www.instagram.com/p/CGaOpC1l8sU/

Fakhreddine vence Gaúcho e se sagra novo campeão do BRAVE CF; Felipe Silva perde para inglês

Riffa, Bahrein - 17 de Setembro de 2020

O Brasil tinha dois representantes importantes no card do BRAVE CF 41, realizado nesta quinta-feira (17), em Riffa, Bahrein. Mas os companheiros de equipe Daniel “Gaúcho” e Felipe Silva acabaram nocauteados e o país passou em branco no card, de quebra ainda perdendo o cinturão peso médio que possuía.

Na luta principal da noite, Daniel “Gaúcho” enfrentou o astro libanês Mohammad Fakhreddine em um combate muito disputado e repleto de ação. O brasileiro absorveu bons golpes e até ameaçou o adversário com alguns contragolpes, mas chegou ao quarto assalto bastante cansado e acabou nocauteado por Fakhreddine.

O título do libanês vem para redimir um ano marcado por tragédias pessoais e coletivas. Além da pandemia da Covid-19 e da explosão que matou centenas de pessoas em sua cidade-natal Beirute, Fakhreddine ainda teve sua casa queimada em um incêndio no início do ano, sofreu lesões e teve lutas canceladas devido a restrições de viagem. Com o triunfo, um dos maiores ídolos do MMA no Oriente Médio agora adiciona um título internacional ao seu histórico.

Também atleta da CM System, o ex-UFC Felipe Silva enfrentou o jovem britânico Sam Patterson e acabou surpreendido justamente em sua especialidade, a trocação. Com dificuldades para encurtar a distância, Felipe avançou ainda no primeiro round e entrou no raio de ação de Patterson, que se aproveitou bem e o nocauteou com um cruzado certeiro.

O card do BRAVE CF 41 ainda teve a derrota do irlandês Cian Cowley, parceiro de treinos de Conor McGregor na SBG Ireland, e que chegou a ser preso com o astro do UFC no incidente envolvendo o ônibus de Khabib Nurmagomedov em Nova York (EUA). Cowley perdeu em decisão unânime para o egípcio Ahmed Amir, que aproveitou o triunfo para pedir uma revanche contra outro brasileiro, Cleiton “Predador”, atual campeão dos leves do BRAVE CF.

Luan Miau promete ‘machucar o ex-amigo’ Lucas Mineiro no BRAVE CF 41

Luan Miau promete ‘machucar o ex-amigo’ Lucas Mineiro no BRAVE CF 41

Curitiba, Brasil - 8 de setembro 2020

Luan “Miau” Santiago e Lucas “Mineiro” Martins tem sido amigos desde que se encontraram pela primeira vez, em março de 2017, no BRAVE CF 3. Na ocasião, em Curitiba, os dois estavam escalados para lutar contra adversários mexicanos
--

Wine lança clubes com vinhos nacionais em setembro

Conheça alguns ícones brasileiros que não podem ficar de fora da sua adega e vinícolas para a lista de próximos lugares para visitar

Imagine receber em casa, todos os meses, vinhos selecionados por verdadeiros especialistas e ter a oportunidade de conhecer novos sabores dos quatro cantos do mundo. Essa é a experiência que a Wine, maior clube de assinatura de vinhos, proporciona aos seus assinantes. Em setembro, em homenagem a Independência do Brasil e para mostrar que o nosso país tem vinhos incríveis produzidos aqui, a empresa apresenta alguns rótulos brasileiros para seus clientes.

Entre os vinhos selecionados, estão dois rótulos da Miolo produzidos na região da Campanha Gaúcha, no Rio Grande do Sul, exclusivamente para os sócios da Wine. A Miolo produz, em média, 10 milhões de litros de vinhos por ano, numa área cultivada de vinhedos próprios com aproximadamente 1.000 hectares e todos os vinhos são veganos. “Em 2020, a Miolo, um dos ícones nacionais, completa 30 anos e não poderia ficar de fora da nossa homenagem. Na WineBox Essenciais de setembro, os assinantes terão a oportunidade de experimentar o Miolo Family Vineyards 30 anos Cabernet Franc 2019 e o Miolo Family Vineyards 30 anos Touriga Nacional 2019”, afirma Cibele Siqueira, Sommelière da Wine.

Quem também se destaca na WineBox Surpreendentes em setembro são vinhos da Lidio Carraro, uma vinícola familiar de Encruzilhada do Sul, também do Rio Grande do Sul, que utiliza um método purista de produção que consiste no manejo sustentável dos vinhedos e na mínima intervenção nos processos de vinificação. O objetivo é extrair ao máximo a expressão natural da uva e do terroir em vinhos naturalmente saudáveis, equilibrados, expressivos e autênticos. “O método purista tem se tornado uma tendência. Com uvas clássicas e inspirados no conceito de cavalos puro-sangue, de linhagem íntegra e legítima, o Puro's Merlot Cabernet Franc 2019 e o Puro's Cabernet Sauvignon Marselan 2019 são as nossas indicações”, diz Paula Daidone, que também é Sommelière da Wine.

Além dos vinhos tintos, o Brasil é um ótimo produtor de espumantes. A Amitié é uma vinícola que nasceu em 2018, na Serra Gaúcha. O Amitié Cuvée Brut é produzido pelo método Charmat com um blend de 75% Chardonnay e 25% Pinot Noir. “Por ser um cuvée, o espumante passa por maturação de 6 meses após a segunda fermentação. Elegante, fresco e frutado, o espumante, que integra a nossa WineBox Espumantes, possui uma acidez refrescante e equilibrada”, explica Paula.

Mas não para por aí. A Wine está trazendo uma nova vinícola brasileira para o seu portfólio, a Luiz Argenta. Em breve, os amantes de vinhos poderão encontrar na Wine rótulos desta que é uma vinícola boutique, famosa por suas garrafas de design inovador. Localizada na pequena cidade gaúcha Flores da Cunha, localizada a 20 km de Caxias do Sul e a 60 km de Bento Gonçalves, a vinícola oferece diversas experiências e degustações dos excelentes vinhos produzidos por eles. Vale a pena reservar na agenda para conhecer.

Outra novidade são os lançamentos da Miolo, o tinto Wild Gamay 2020, sem adição de sulfito, e outro da Casa Valduga, o espumante Sur Lie, aquele que não sofre o dégorgement e fica com suas borras. “Os vinhos e espumantes que temos aqui no Brasil são maravilhosos. Precisamos barrar o preconceito com os vinhos nacionais. Temos produtos de altíssima qualidade e é um orgulho para nós da Wine apresentá-los a vocês”, ressalta Cibele.

De acordo com a consultoria Ideal Consulting, o mercado de vinhos nacionais foi o maior responsável pelo crescimento do setor, no primeiro semestre de 2020, com alta de 39% na comercialização dos vinhos de mesa e 50% nos vinhos finos.

icon_10_generic_list.png 20469.png
icon_10_generic_list.png 24271.png
icon_10_generic_list.png 24272.png
icon_10_generic_list.png 24350.png
icon_10_generic_list.png 24351.png
icon_10_generic_list.png 24792.png
icon_10_generic_list.png 24903.png

ESSENCIAIS
24271 | Miolo Family Vineyards 30 anos Cabernet Franc 2019
24272 | Miolo Family Vineyards 30 anos Touriga Nacional 2019
24903 | Miolo Gamay 2020

SURPREENDENTES
24350 | Puros Merlot Cabernet Franc 2019
24351 | Puros Cabernet Sauvignon Marselan 2019

ESPUMANTES
24792 | Espumante Amitié Cuvee Brut
20469 | Espumante Casa Valduga Sur Lie Nature
--

Durante live “Barretos Pra Sempre”, Helô Palácio é eleita “Melhor do Brasil”, por Felipe Araújo

A assadora quebrou paradigmas e chamou atenção pela elegância ao assumir o comando da brasa, na maior transmissão ao vivo do mundo

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=177324&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%2540SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%40SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.2

Créditos: Mateus Rios

Neste sábado (29), Helô Palácio, assadora, parrilera e especialista na cozinha argentina, ganhou destaque, mais uma vez, ao ser escolhida para realizar o churrasco do grande show virtual “Barretos Pra Sempre”. Com espaço reservado no palco, ela esbanjou experiência e talento, sendo intitulada pelo cantor Felipe Araújo, como “a melhor do Brasil”. Além de Felipe, Edson, dupla com Hudson, também não poupou elogios a profissional.

“Felipe é sempre querido, já participamos de outros projetos juntos e desde o dia que nos conhecemos temos esta relação de respeito e admiração mutua. Na minha opinião, ele é um dos maiores cantores da atualidade, ele é muito talentoso e com tamanha simpatia, o mundo é pequeno pra ele.”, afirma Helô.

Mas não foi só pelo churrasco que Helô chamou atenção, uma festa tão grandiosa como esta merecia uma produção alto nível e assim ela fez. Cabelo, maquiagem, bota produzida especialmente para a ocasião e o mais importante, empoderamento feminino.

Com sua representatividade e importante papel, ela encantou aos internautas, recebendo milhares de menções em suas redes sociais, nas quais, na maior parte, mulheres a apontaram como inspiração.

“Eu não esperava tanto carinho, fico muito feliz em abrir portas com o meu trabalho. A mulher pode estar e ser o que ela quiser, basta acreditarmos no nosso potencial, nos especializarmos e irmos em frente, nada pode ir contra alguém que sabe realmente o que está fazendo e para o que veio.”, finaliza.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=177324&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%2540SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%40SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.3

Créditos: Mateus Rios

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=177324&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%2540SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%40SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.4

Créditos: Mateus Rios

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=177324&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%2540SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CSC1P152MB041460D188A04A40FBB98E4BF52E0%40SC1P152MB0414.LAMP152.PROD.OUTLOOK.COM%3E-1.5

Créditos: Mateus Rios

Brasileiro Daniel Gaúcho defende cinturão do BRAVE CF contra lenda do MMA árabe

Distrito de Seef, Bahrein - 31 de Agosto de 2020

O peso médio Daniel Gaúcho, campeão mundial do BRAVE Combat Federation, colocará seu cinturão em jogo pela primeira vez no próximo dia 17 de setembro. O adversário será o astro libanês Mohammad Fakhreddine, um dos mais populares nomes do MMA no Oriente Médio. O anúncio foi feito pela própria organização.

Gaúcho, atleta da CM System, sob a tutela de Cristiano Marcello, tornou-se campeão mundial em dezembro do ano passado, quando foi à África do Sul e bateu Chad Hanekom em sua própria casa por nocaute.

Aos 29 anos e com um cartel profissional de 8 vitórias e apenas duas derrotas, Gaúcho está em uma sequência de cinco triunfos consecutivos, quatro deles por nocaute ou nocaute técnico.

Adversário do brasileiro, o libanês Mohammad Fakhreddine é um dos pioneiros do esporte na região do Oriente Médio e, de longe, um dos mais populares nomes das artes marciais mistas na área.

Fakhreddine, cujo cartel profissional é de 13 vitórias e quatro derrotas, é ex-campeão regional em duas categorias, peso meio-médio e peso médio, e foi uma das primeiras contratações da história do BRAVE CF, onde busca desde então seu primeiro título mundial.

O duelo entre Gaúcho e Fakhreddine será a luta principal do BRAVE CF 41, o primeiro de três eventos consecutivos que a organização promoverá em seu país-natal, o Bahrein.

Devido à pandemia do novo coronavírus, o BRAVE Combat Federation tem realizado, desde julho, todos os seus eventos com portões fechados e sob um rigoroso protocolo de segurança para atletas e pessoal envolvidos. Os três cards do Bahrein também não contarão com a presença de público, mas serão transmitidos mundo afora normalmente.

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

BRAVE CF 40: Machaev brilha e se aproxima do título; rivais repetem clima quente da pesagem na luta co-principal

BRAVE CF 40: Machaev brilha e se aproxima do título; rivais repetem clima quente da pesagem na luta co-principal

Estocolmo, Suécia - 25 de Agosto de 2020

O quarto evento consecutivo do BRAVE Combat Federation na Suécia foi marcado por lutas empolgantes e viu a ascensão de uma nova estrela, o peso pena austríaco Mochamed Machaev, que venceu Shoaib Yousaf na luta principal do BRAVE CF 40.

Machaev usou suas habilidades superiores no wrestling para controlar a luta. Apesar de ter tido bons momentos na trocação, Shoaib não foi páreo para a luta agarrada do rival, com direito a um suplex de cinema no fim do primeiro round.

Com mais uma vitória garantida, Mochamed Machaev agora tem um cartel profissional de dez vitórias e nenhuma derrota. O austríaco está muito próximo de uma disputa de título pelo cinturão vago dos pesos penas do BRAVE CF.

Na luta co-principal da noite, Anton Turkalj e Ibo Aslan trouxeram toda a intensidade e rivalidade demonstrada um dia antes na pesagem para dentro do cage. Os dois fizeram questão de mostrar o quanto não se gostavam desde o primeiro momento e partiram pra cima logo após o gongo inicial.

Aslan começou melhor e até machucou Turkalj, que ficou com o nariz sangrando. O ''Last Ottoman'', no entanto, cansou-se rapidamente e foi presa fácil para o rival. No segundo assalto, Anton levou o oponente pro chão e finalizou com um mata-leão.

Após finalizar a luta, ao invés de pôr um ponto final na animosidade, como muitas vezes acontece, Turkalj pôs mais lenha na fogueira e saiu do enforcamento já xingando Ibo Aslan. Os dois tiveram que ser separados pelo árbitro Dec Larkin.

As demais lutas do card também terminaram antes do tempo regulamentar com triunfos de David Jacobsson, por nocaute no primeiro round, e de Husein Kadimagomaev e Zvonimir Kralj, ambos com nocautes no segundo round.

O BRAVE CF agora volta para casa, após seis eventos consecutivos na Europa, e se prepara para uma programação recheada de ação nos meses de setembro e outubro, nos quais vai promover três cards no seu país-natal, o Bahrein.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 40:

Peso pena: Mochamed Machaev venceu Shoaib Yousaf em decisão unânime dos jurados(30-27, 30-27, 30-27);
Peso combinado (98 kg): Anton Turkalj venceu Ibo Aslan por finalização (mata-leão) a 1m57s do R2;
Peso meio-médio: David Jacobsson venceu Corneliu Lascar por nocaute técnico a 48s do R1;
Peso Combinado (72 kg): Husein Kadimagomaev venceu Sven Fortenbacher por nocaute técnico a 1m37s do R2;
Peso pesado: Zvonimir Kralj venceu Fatih Aktas por nocaute técnico a 1m14s do R2.

BRAVE CF anuncia três shows no ce primeira rodada de torneio com brasileiros

Distrito de Seef, Bahrein - 24 de Agosto de 2020

O BRAVE Combat Federation, maior evento de MMA do Oriente Médio, anunciou três eventos especiais de forma consecutiva em seu país-natal: o Reino do Bahrein. Os três cards em semanas seguidas contarão com a primeira rodada do torneio pelo cinturão peso mosca, além de lutas valendo o título e outros combates de primeiro escalão.
O primeiro dos três eventos será o BRAVE CF 41, que acontece no dia 17 de setembro. Uma semana depois, no dia 24, acontece o BRAVE CF 42. O último dos três cards programados será o BRAVE CF 43, marcado para o dia 1° de outubro. Os três eventos acontecerão com os portões fechados na Khalifa Sports City, principal arena de esportes do país e tradicional sede do BRAVE CF.

Ainda não foram oficializados duelos para os card, que marca o retorno da organização ao Oriente Médio após longa temporada na Europa, com múltiplos eventos na Romênia e na Suécia, mas a intenção é conduzir a rodada de abertura do torneio pelo título mundial dos pesos moscas, que vai coroar o primeiro campeão da divisão até 57kg da organização.

O BRAVE CF já anunciou o chaveamento do torneio, que terá José “Shorty” Torres enfrentando seu compatriota norte-americano Sean Santella, o brasileiro Marcel Adur encarando o ex-UFC Dustin Ortiz, Velimurad Alkhasov tendo pela frente o brasileiro Flávio de Queiroz e o americano Zach Makovsky medindo forças com o filandês Abdul Hussein.

Nos próximos dias, é esperado que o BRAVE CF anuncie a programação completa para as três noites de lutas, mas os fãs podem esperar os principais nomes da organização sendo parte de três semanas repletas de lutas de altíssimo nível.

Promo - BRAVE CF Bahrein: https://www.instagram.com/p/CERjLXOq59u/

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Pandemia, isolamento e distanciamento social alteram relógio biológico e sono dos brasileiros

A pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) resultou em brasileiros mais ansiosos e com distúrbios de sono e alimentação. É o que concluiu uma pesquisa feita em parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade de Valência, na Espanha. O levantamento “Hábitos saudáveis e estilo de vida durante a pandemia de Covid-19", foi realizado com 22 mil pessoas abordando como o isolamento/distanciamento social afetou a saúde de brasileiros e espanhóis. A análise apontou que 44% dos brasileiros modificaram hábitos alimentares, 50% relataram alterações no sono e 51% mudança nos níveis de estresse.

De acordo com a médica neurologista Ester London, responsável pelo Laboratório do Sono do Hospital VITA, em Curitiba, o sono é o momento de consolidação da memória e do controle da temperatura corporal. “Diversos hormônios são influenciados pelo sono, como a insulina, que controla a glicose no sangue, a leptina, responsável pela saciedade, a grelina, responsável por estimular o apetite, e a somatotrofina, que age no crescimento”, destaca Dra. Ester.

Por isso, neste momento de pandemia, mais do que nunca, é preciso manter o ritmo circadiano, isto ajuda a melhorar a imunidade, alerta a neurologista. Ela explica que o ritmo ou ciclo circadiano designa o período de aproximadamente 24 horas sobre o qual se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos, sendo influenciado principalmente pela variação de luz, temperatura, marés e ventos entre o dia e a noite. “São os ciclos diários de funções corporais que mantém a pessoa saudável. Estão presentes em vários órgãos do corpo humano, inclusive no cérebro”, ressalta a médica.

Uma dessincronização do ritmo biológico leva a um prejuízo em relação ao sistema imune, abrindo uma brecha para a ocorrência de problemas de saúde. “Por isso, é necessário manter o funcionamento adequado do ciclo circadiano. São atitudes simples, como manter os horários de sono – criar o hábito de dormir e acordar nos mesmos horários”, complementa a especialista.

Dra. Ester salienta que mesmo neste momento em que a rotina diária está alterada - home office, aulas suspensas, em que a pessoa passa mais tempo em casa, é necessário manter-se regrado nos horários de dormir, de acordar e das refeições. Além disso, é extremamente importante e necessário pegar o sol da manhã. A médica conta que a luz é um dos principais sincronizadores, daí a necessidade de acordar com a claridade e dormir no escuro absoluto.

Deve-se dormir de oito a dez horas no máximo, mais do que isso é desaconselhável pelos especialistas em sono. O mesmo ocorre para as refeições, devem ser realizadas com frequência, em horários pré-determinados e com antecedência da hora de ir dormir. Essas dicas ajudam a sincronizar o relógio biológico e a ter qualidade de sono e, indiretamente, a fortalecer o sistema imunológico. Além disso, “a privação ou sono irregular leva a danos secundários, ou seja, dormir pouco aumenta os riscos de diabetes, estresse, hipertensão, obesidade, entre outros problemas que afetam a saúde e qualidade de vida dos indivíduos”, alerta Dra. Ester.

*Higiene do sono*

Dra. Ester London destaca a necessidade de manter alguns hábitos que melhoram a qualidade do sono. São eles:

– Deitar e levantar no mesmo horário todos os dias;

– Desligar os eletrônicos (celular, tablet, computador) pelo menos uma hora antes da hora de dormir;

– Ler um livro e/ou escutar uma música suave para relaxar;

– À noite, deve-se optar por refeições leves;

– A temperatura do quarto deve ser suave (no máximo, 22 º C);

– Usar um pijama confortável;

– Roupa de cama limpa também ajuda a dormir bem;

– Evitar ingerir bebida alcoólica ou com cafeína à noite;

– O sono é induzido pelo relaxamento e a falta de luz, então deve-se relaxar e deixar o quarto escuro para seu cérebro liberar a melatonina;

– Se acordar durante a noite e não voltar a dormir, pegue um livro para ler, isso ajuda.

– Evitar atividades físicas perto da hora de dormir (preferir os alongamentos e relaxamentos), mas não deixar de praticar exercícios físicos regularmente, ao menos três vezes na semana. “A atividade física aeróbica é um hábito que contribui para melhorar a qualidade do sono”, ressalta a neurologista.

Sobre o Hospital VITA - A primeira unidade da Rede VITA no Paraná foi inaugurada em março de 1996, no Bairro Alto, e a segunda em dezembro de 2004, no Batel. O VITA foi o primeiro hospital brasileiro a conquistar, no início de 2008, a Acreditação Internacional Canadense CCHSA (Canadian Council on Health Services Accreditation). A certificação de serviços de saúde avalia a excelência em gestão e, principalmente, a assistência segura ao paciente. Além disso, o VITA é um dos hospitais multiplicadores do Programa Brasileiro de Segurança do Paciente (PBSP). Ele visa disseminar e criar melhorias inovadoras de qualidade e segurança do paciente. Integra também o grupo de hospitais da Associação Nacional de Hospitais Privados - ANAHP. O VITA oferece atendimento 24 horas e é referência nas áreas de cardiologia, cirurgia geral, neurologia, cirurgia bariátrica, medicina de urgência, urologia, terapia intensiva e traumato-ortopedia. Além disso, dispõe de um completo serviço de medicina esportiva, prestando atendimento a atletas de diversas modalidades; serviço de oncologia; Centro Médico e Centro de Diagnósticos. Para garantir um alto nível de qualidade nos serviços prestados aos pacientes, o VITA tem investido em ampliação da infraestrutura, tratamentos com equipes multidisciplinares, modernização dos equipamentos, humanização no atendimento, qualificação dos profissionais e segurança assistencial. www.hospitalvita.com.br

BRAVE CF 36: Stoute triunfa na luta principal e promessas brilham com vitórias marcantes

Bucareste, Romênia - 28 de Julho de 2020

O segundo show consecutivo na Romênia do BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio, foi marcado por uma mistura de prospectos e veteranos.

Na luta principal da noite, o veterano canadense Todd Stoute cuidou rápido do estreante Cristian Constantinov, conseguindo uma vitória ainda no primeiro assalto e aproximando-se de uma chance pelo título na categoria peso meio-pesado.

Na luta co-principal, Kevin Ruart foi o responsável pela primeira derrota da carreira de Ion Surdu, com uma combinação brutal, que nocauteou o rival. Na entrevista pós-luta, Ruart aproveitou o bom momento e desafiou o campeão peso meio-médio Jarrah Al Selawe.

Outro nome importante do BRAVE CF que também garantiu mais uma vitória dentro da organização foi “Magic Man” Maciej Gierszewski. O polonês voltou ao palco de sua última derrota como profissional, onde perdeu para John Brewin, e superou Bogdan Mihai com uma atuação dominante.

O duelo entre Mochamed Machaev e Ciprian Maris também foi bastante unilateral, com o invicto Machaev vencendo sem muitos sustos e garantindo sua oitava vitória consecutiva como profissional. Com uma atuação brilhante na luta em pé, Machaev fez com que Maris sequer retornasse para o terceiro assalto, conquistando a vitória por nocaute técnico.

Já no combate que abriu a noite, duas das mais comentadas promessas do MMA europeu se encontraram e o resultado foi surpreendente para muitos. Matiss Zaharovs usou o wrestling defensivo para entregar a primeira derrota da carreira de Bilal Tipsaev.

O BRAVE Combat Federation, a organização de MMA que mais cresce no planeta, volta a ação já no próximo sábado, 1º de Agosto, com a estreia da promoção na Suécia. O BRAVE CF 37 será realizado em Esctocolmo e terá como luta principal entre Fernando Flores e Michael Deiga-Sheck.

Confira abaixo os resultados do BRAVE CF 36:
Peso combinado (104 kg): Todd Stoute venceu Cristian Constantinov por TKO (R1)
Peso meio-médio: Kevin Ruart venceu Ion Surdu por KO (R1)
Peso combinado (72 kg): Maciej Gierszewski venceu Bogdan Mihai por TKO (R1)
Peso pena: Mochamed Machaev venceu Ciprian Maris por TKO (R2)
Peso galo: Matiss Zaharovs venceu Bilal Tipsaev por TKO (R3)

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

Com brasileiros e astros do peso mosca, BRAVE CF anuncia torneio para definir campeão da divisão

Distrito de Seef, Bahrein - 15 de Julho de 2020

O BRAVE Combat Federation, principal evento de MMA do Oriente Médio, anunciou o retorno do torneio para coroar seu primeiro campeão peso mosca e definiu os confrontos de quartas de final, que terá a presença de brasileiros e outros astros da categoria.

O torneio, que ainda não tem data anunciada para começar, e vai se estender ao longo de múltiplos eventos, colocará na disputa oito dos melhores atletas do peso mosca internacional e contará com a presença de dois representantes brasileiros: Marcel Adur e Flávio de Queiroz.

Dono do maior número de nocautes na divisão (3), Marcel Adur enfrenta o ex-UFC Dustin Ortiz, dos Estados Unidos, na primeira rodada do torneio. Além de Adur, veterano do BRAVE CF, o Brasil também será representado por Flávio de Queiroz, pupilo do ex-campeão peso leve Lucas "Mineiro" na Capital da Luta. "Flavinho" enfrenta o russo Velimurad Alkhasov, conhecido por já ter conquistado um título mundial no sambo.

As outras duas lutas anunciadas para as quartas de final terão alguns dos maiores astros do peso mosca no MMA mundial. Campeão mundial amador e campeão em dois pesos no Titan FC, Jose "Shorty" Torres enfrenta o veterano Sean Santella, ranqueado no topo de sua divisão nos Estados Unidos.

O outro combate será entre Zach Makovsky, ex-campeão peso galo do Bellator, e Abdul Hussein, que a exemplo de Torres, também já foi campeão mundial amador. O chaveamento completo do torneio será divulgado em breve.

O nível dos atletas escalados e os confrontos postos pelo BRAVE Combat Federation no torneio pelo título mundial peso mosca demonstram a profundidade do plantel da organização do Bahrein e reforçam a vocação do evento em promover um novo sistema para o MMA, no qual talento e habilidades, ao invés de capacidade de marketing, são premiadas adequadamente.

Torneio peso mosca do BRAVE CF:

Quartas de final:
Marcel Adur vs Dustin Ortiz
Zach Makovsky vs Abdul Hussein
Velimurad Alkhasov vs Flávio de Queiroz
Jose Torres vs Sean Santella

Instagram @bravemmaf
Facebook @BRAVE Combat Federation
Twitter @bravemmaf
www.bravecf.com

A vez dos vinhos brasileiros

Mundo descobre qualidade e se encanta com diversidade dos rótulos nacionais e reconhecimento dos vinhos tranquilos cresce nos últimos anos

O espumante brasileiro abriu as portas para o mundo. O reconhecimento da qualidade das borbulhas ‘brazucas’ é fato consumado, defendido por críticos internacionais e avalizado pelas milhares de medalhas mundo afora, se confirmando no avanço das exportações e no aumento do consumo interno. Foi com esta bebida que as vinícolas conseguiram espaço para mostrar o que vêm fazendo em relação aos vinhos tranquilos. E o que se vê nos últimos anos é um crescimento contínuo na valorização deste produto. Das 259 medalhas conquistadas em 2019, 37% foram para vinhos tranquilos, uma representatividade nunca antes alcançada.

A Associação Brasileira de Enologia (ABE), que atua focada na qualificação do enólogo e, consequentemente, na qualidade e promoção do vinho brasileiro, acompanha bem de perto esta evolução, tanto na coordenação do envio das amostras para concursos internacionais quanto pela Avaliação Nacional de Vinhos, que analisa cada safra há 28 anos, servindo de termômetro e parâmetro para os avanços do setor. “Nos últimos 10 anos fomos presenteados com safras espetaculares. Este ano, então, foi excepcional, tanto que a chamamos de ‘A Safra das Safras’. Nós, enólogos, e vinícolas, não perdemos tempo. Avançamos, evoluímos, e muito em tão pouco tempo, em tecnologia e conhecimento, aproveitando o que a mãe natureza nos deu. O resultado está aí para todos degustarem e vem agradando cada vez mais apreciadores de vinhos”, comemora o presidente da entidade, enólogo Daniel Salvador.

Ele alerta os consumidores para que descubram rótulos nacionais dos últimos anos, destacando a Safra de 2018 e agora a de 2020 que logo estará no mercado. “Se compararmos o Brasil a países do Velho Mundo, tradicionais na elaboração de vinhos como Portugal, França, Espanha e Itália, podemos dizer que evoluímos 100 anos em 10 anos. Tanto que somos convidados a participar de concursos mundiais com a chancela da Organização Internacional da Vinha e do Vinho, entidade com sede em Paris que está sob a presidência da brasileira Regina Vanderlinde. Ou seja, temos voz no mundo dos vinhos e isso nos orgulha e nos move a seguir investindo”, ressalta.

Este avanço refletiu diretamente no consumo interno, rompendo pela primeira vez a barreira dos 2 litros per capita no ano passado. Já é algo a comemorar, mas se comparado a Portugal, por exemplo, que lidera o ranking segundo a OIV, onde o consumo per capita ultrapassa os 60 litros, o Brasil tem muito para crescer. Em 2019, o consumo total no Brasil foi de 380,4 milhões de litros, destes pouco mais de 100 milhões são de vinhos finos, onde a produção nacional é de apenas 50 milhões de litros.

Diversidade, qualidade e preço
Esta tríplice de fatores tem influenciado diretamente a quebrar paradigmas em relação ao vinho brasileiro, que passa a ser mais valorizado no mercado interno. Com a pandemia, o hábito de apreciar um vinho em casa não apenas levou o consumidor a pesquisar e comprar mais pela internet como nos supermercados, como também vem permitindo conhecer melhor o que o Brasil tem feito. “Vinho é cultura, é arte, é história, é experiência. O melhor a fazer é provar diferentes rótulos para conhecer as preferências do próprio paladar. E sugiro, ainda, fazer isso entre amigos e às cegas, evitando preconceitos e fazendo novas descobertas. Façam isso com rótulos de diferentes procedências e verão que o Brasil dos vinhos é orgulho nacional”, provoca Salvador.

Além da qualidade, a diversidade de estilos também é um chamariz para quem aprecia vinhos e busca por novidades, característica peculiar ao Brasil que, por muitos especialistas, é considerado um continente diante das variantes de solo e clima do país. Hoje, são 26 regiões produtoras em 10 estados brasileiros e cada uma com suas particularidades. E para quem diz que o vinho brasileiro é caro, o mercado mostra que existem dezenas de opções de bons rótulos a partir de R$ 20, avançando conforme a categoria. Grande parte oscila entre R$ 40 e R$ 60, com excelente relação custo-benefício.

Imagens: Divulgação ABE

Brasileiro Marcel Adur renova contrato com o BRAVE CF

Distrito de Seef, Bahrein - 6 de Julho de 2020

Um dos melhores pesos moscas no plantel do BRAVE Combat Federation, o brasileiro Marcel Adur acaba de ampliar seu vínculo com a principal organização de MMA do Oriente Médio, com base no Bahrein.

Um veterano do BRAVE CF, Adur tornou-se uma estrela da organização ao longo de uma extensa trajetória dentro do evento, que começou em março de 2017, quando ele fez sua estreia, vencendo o mexicano Ivan Lopez por nocaute técnico.

De lá para cá, Adur colecionou um cartel de quatro vitórias e somente uma derrota dentro do show, com três desses triunfos vindo por nocaute ou nocaute técnico. O brasileiro lutaria pelo título mundial no último mês de novembro, mas a luta diante do norte-americano José “Shorty” Torres acabou sendo cancelada após Torres se retirar do combate.

Em sua última aparição no cage do BRAVE Combat Federation, Adur superou o compatriota Marlon Derik, em decisão unânime dos jurados. O combate foi realizado em Belo Horizonte (MG), no card principal do BRAVE CF 25, em agosto de 2019.

Mesmo sem competir desde o segundo semestre do ano passado, Adur vive a expectativa de retornar à ação e, é claro, com o cinturão de campeão mundial peso mosca como seu maior objetivo.

“Olá, pessoal, eu estou muito feliz de assinar minha renovação com o BRAVE CF. Mal posso esperar para estar de volta, lutando novamente. Meu objetivo permanece sendo o cinturão. Esse título vai estar comigo muito, muito em breve!”, comentou Marcel ao falar sobre o novo acordo.

Campanha apoiada pelo cantor Gusttavo Lima junto da associação Bem Protege promete ajudar brasileiros desempregados a ter uma nova fonte de renda

Na live “Buteco São João” realizada na última sexta-feira, dia 26, o cantor sertanejo e embaixador da Associação de Proteção Veicular (Bem Protege), Gusttavo Lima, junto do empresário e diretor da associação, Gleidson Soares, anunciaram uma parceria em prol da campanha “Embaixador Bem Protege”.

Criada pela associação em conjunto com o artista, a campanha tem o objetivo de gerar renda extra aos brasileiros por meio de uma rede de indicação, na qual os participantes podem captar novos clientes interessados em adquirir a proteção veicular e faturar por cada venda realizada. “Na campanha, o interessado se cadastrará através de um sistema intuitivo de indicação online e será remunerado por suas vendas. Para cada cliente captado, o cadastrado ganha até R$ 200. Quanto maior for o número de clientes indicados, melhor será o valor do faturamento mensal”, explica Gleidson Soares.

Ainda segundo o empresário, a campanha visa atingir o maior número possível de pessoas, para que as mesmas tenham a oportunidade de produzirem suas próprias rendas, atuando no mercado de proteção veicular. “Este segmento fornece serviços a apenas 30% da frota total de veículos do país, ou seja, existe um enorme espaço para novos colaboradores. Em um momento em que o Brasil registra o recorde negativo de 856 mil empresas fechadas e um aumento progressivo dos índices de desemprego, ações como estas se mostram essenciais. Juntos, poderemos acelerar na direção de um Brasil menos desigual, em que o crescimento individual e coletivo siga o mesmo caminho”, ressalta.

Bem Protege

A Bem Protege - Proteção Veicular é uma associação com foco em gestão de benefícios, que são oferecidos aos seus associados por meio do Programa de Reposição de Perdas (PRP) contra colisões, roubos, furtos e incêndios. Com mais de 10 anos de trajetória, a associação fornece cobertura em todo o território nacional.

Texto base é aprovado e alterações do Código de Trânsito Brasileiro serão votadas pelo Senado

Entidades alertam que flexibilização pode causar impacto negativo nos indicadores de acidentes no País

Curitiba, junho de 2020 – O texto base do Projeto de Lei 3267/209 foi aprovado na última terça-feira (23 de junho) na Câmara dos Deputados. A proposta traz inúmeras alterações nas normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entre as principais mudanças estão: aumento da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), vinculação da suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade das infrações, alterações nos procedimentos de exames médicos, entre outras. O Projeto de Lei precisa também ser aprovado pelo Senado Federal e sancionado pela Presidência da República para entrar em vigor.
Um dos temas mais debatidos durantes as discussões é o aumento do prazo da validade da CNH. A proposta aprovada determinada que as novas CNHs terão validade de dez anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos.
Outra novidade diz respeito à renovação, que hoje deve acontecer a cada três anos para aqueles com 65 anos ou mais, e passará a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais. Os condutores que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) deverão renovar a cada cinco anos.
Alteração também quanto ao exame médico. Este ponto foi bastante criticado por especialistas, entidades e associações. O texto substitutivo aprovado acaba com a necessidade de os profissionais (médicos e psicólogos) serem credenciados perante os órgãos de trânsito estaduais, introduzindo na lei a exigência do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) de que eles tenham titulação de especialista em medicina do tráfego e psicologia do trânsito. Assim, os profissionais da saúde terão três anos, a partir da publicação da futura lei, para obterem essa especialização. O Projeto de Lei cria ainda um processo de avaliação do serviço, tanto por parte dos examinados quanto por parte dos órgãos de trânsito em cooperação com os conselhos regionais de medicina e de psicologia.
O presidente da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), Antonio Meira Júnior, diz que é preciso colocar na balança que “qualquer flexibilização das Leis de Trânsito (como as aprovadas no texto base) pode aumentar o número de acidentes e, por consequência, a ocupação de leitos, que, neste momento, são indispensáveis à recuperação dos infectados pelo novo coronavírus”, comenta.
Segundo alertam a Abramet e a Abrapsit (Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego), a flexibilização do ato pericial, aprovado pela Câmara Federal, pode causar impacto negativo nos indicadores de acidentes no País. “Trata-se de profissionais que possuem o conhecimento, as competências e as habilidades necessárias à correta avaliação dos candidatos à CNH”, afirmam as entidades, ressaltando que esse posicionamento tem o respaldo do Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Psicologia (CFP), que também se manifestaram sobre a importância da atuação criteriosa desses especialistas para a redução de acidentes.

Novas regras para condutores com habilitação suspensa
Para aqueles condutores cujo direito de dirigir for suspenso, que sejam condenados judicialmente por delito de trânsito e que tenham sido enquadrados em casos definidos pelo Contran como risco à segurança do trânsito, deverão ser submetidos à avaliação psicológica além do curso de reciclagem de acordo com as medidas aprovadas. Atualmente, para regularizar a CNH suspensa é preciso, antes de tudo, aguardar o prazo de suspensão, que pode ser de até dois anos.
Na penalidade por conduzir em velocidade 50% superior à permitida na via, o deputado Juscelino Filho, relator do Projeto de Lei, retirou a apreensão da CNH e a suspensão imediata do direito de dirigir. Esta suspensão passará a depender de processo administrativo. Outro ponto polêmico, o uso da cadeirinha ou assento elevado por crianças, foi incorporado ao CTB, que já prevê multa gravíssima ao condutor que não observa essa norma de segurança da lei. O relator acrescentou o limite de altura de 1,45m à idade de dez anos. Atualmente, o Código apenas especifica que as crianças devem ir no banco traseiro, e é uma resolução do Contran que obriga o uso da cadeirinha.
Julyver Modesto de Araujo, mestre em Direito, consultor e professor de legislação de trânsito e comentarista do CTB Digital, diz que, em média, o CTB é alterado por duas Leis ao ano, mas 2019 e 2020 mostram-se atípicos. “De 1998 até 2019 o CTB passou por alterações de 38 leis, sendo que quatro delas em 2019; portanto, apesar de 2019 representar um número baixo de artigos alterados, em número de leis aprovadas foi superior aos demais anos. Em 2020, esta seria a primeira, mas com muitas alterações no CTB, o que se compara apenas à Lei 13.281, de 2016, tão extensa quanto”, relata o comentarista.
Para Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, um trânsito seguro passa pela conscientização. “Nosso trabalho envolve promover e democratizar informação de trânsito. Acreditamos que aproximar as pessoas e gerar interesse pelo tema, aumentando a abrangência das discussões sobre o assunto, é um caminho eficaz para transformar o coletivo. Assim, é de suma importância que todos conheçam as mudanças que estão sendo propostas e promovidas, e participem ativamente para que não se dê nenhum passo atrás nas melhorias já conquistadas”, destaca.

Miolo mais perto dos brasileiros

Vinícola tem rótulos do Vale dos Vinhedos, Campanha Gaúcha e Vale do São Francisco que atendem aos mais diversos estilos partindo de R$ 28 a garrafa, ideais para curtir o inverno em casa

Ficar em casa na estação mais fria do ano pode ser muito mais prazeroso. Com o distanciamento social, novos hábitos passaram a fazer parte do cotidiano das pessoas. Degustar um bom vinho no aconchego do lar é um deles. Em tempos de pandemia, a bebida em sua diversidade brasileira, tem sido facilmente encontrada em supermercados ou pelo e-commerce. Com o maior portfólio de vinhos finos brasileiros, hoje 120 rótulos, a Miolo oferece um mix amplo e diversificado para todos os estilos com preços que partem de R$ 28 e entrega em todo território nacional.

Com produção 100% vegana e livre de alergênicos, a Miolo é única no Brasil a produzir em quatro diferentes terroirs – Vale dos Vinhedos / Serra Gaúcha, Fortaleza do Seival / Candiota na Campanha Meridional, Almadén / Santana do Livramento na Campanha Central e Terranova / Vale do São Francisco -, o que coloca na mesa do apreciador de vinhos um amplo leque de variedades, desde castas tradicionais como as tintas Cabernet Sauvignon e Merlot e a branca Chardonnay, além de apostas com o Syrah, Tempranillo, Touriga Nacional, Cabernet Franc e Tannat, por exemplo.

A criatividade também tem sido adotada por muitos para ressignificar o momento. Afinal, o ritual de abrir uma garrafa de vinho, mesmo que de maneira descomplicada, traz consigo uma experiência sensorial única. Muita gente tem apostado em degustações virtuais que reaproximam as pessoas de um jeito diferente. O acesso aos vinhos da Miolo é facilitado em todo o país com marcas disponíveis em supermercados e a linha completa no e-commerce (loja.miolo.com.br). Com preços atraentes, uma logística facilitada e promoções com frete grátis em todo o país, a Miolo está mais perto dos brasileiros.

Dicas do enólogo
Impossível falar da trajetória da Vinícola Miolo sem falar da linha Miolo Seleção, lançada em 1994. A marca se tornou conhecida e apreciada em todo o Brasil e hoje é o vinho mais distribuído tanto no mercado interno quanto externo com presença na Alemanha, Austrália, China, França, Guatemala, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia e Paraguai e, em breve, na Nigéria. A linha traz cinco rótulos bi varietais, todos elaborados com uvas cultivadas nos vinhedos próprios do Seival, na Campanha Meridional, em Candiota. A dica para este inverno é o Miolo Seleção Tempranillo/Touriga e o Miolo Seleção Cabernet Sauvignon/Merlot, com valor de R$ 34,43 no e-commerce. O primeiro foi indicado este mês por Manoel Beato, sommelier do Fasano, numa seleção que o especialista fez de rótulos brasileiros de qualidade com preço inferior a R$ 60.

Outra boa opção custo-benefício são os vinhos da linha Almadén, elaborados com uvas cultivadas no vinhedo de vinífera em espaldeira mais antigo do Brasil, em Santana do Livramento. O Cabernet Franc, o Merlot e o Cabernet Sauvignon são indicados para a estação mais fria do ano. O preço de R$ 28,68 a garrafa é super atrativo. Para quem busca um varietal mais elaborado com passagem por barrica, a linha Reserva, a mais tradicional da Miolo, que iniciou com o Merlot Safra 1990, oferece o Cabernet Sauvignon, Tannat, Tempranillo, Merlot e agora o Shyraz, este com uvas do Vale do São Francisco. Estes rótulos são oferecidos a R$ 56,95 a garrafa.

Agora, se o interesse é para vinhos mais estruturados, de guarda, a Miolo coleciona rótulos. E uma boa dica são os vinhos da Safra 2018, chamada pelo enólogo Adriano Miolo de ‘Safra Lendária’. Dois exemplares desta seleta série The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários” são o Quinta do Seival Castas Portuguesas, o sabor de Portugal no Brasil, e o intenso Quinta do Seival Cabernet Sauvignon, ambos da Campanha Meridional – Candiota e que custam R$ 112,53.