ATO CÍVICO DEMOCRÁTICO & Eleições 2022 & Brasil

Patriotas madrugaram na quarta-feira dia 02 de novembro de 2022 para um histórico senão o maior ATO CÍVICO DEMOCRÁTICO já realizado aqui em Curitiba. Muitos Já estavam acampados há 03 dias e o movimento com média diária altíssima de participantes, não inferior a 50 mil patriotas. Foram atos cívicos nas cercanias aquarteladas principalmente no
Forte do Pinheirinho, próximo à Linha Verde, no portão.
Neste dia de finados a massa popular foi mesmo é sedenta e em marcha fúnebre para sepultar de uma vez por todas a iminência do furto do poder pela esquerda socialista e comunista, relembrando a todos os atos antidemográticos pela corte suprema do país com a soltura de um condenado político. "SUPREMO É O POVO!", esse foi o brado
manifestado em grito de guerra à tomada do poder pela esquerda, pelos manifestantes.
Por volta das 8h da manhã já se contava com mais de 5.000 padriotas em frente ao Forte do Pinheirinho. Foi hasteada por um guindaste a maior bandeira verde-e-amarela com mais de 300 m² e outra do Brasil. O Trio Elétrico contava com personalidades, dentre elas o conhecidíssimo "Red Bull"
e uma idosa patriota em idade avançada que não largava a bandeira e nos dava o exemplo ao cantar TODOS os hinos, da Bandeira Hino do Soldado, Hino Nacional, Hino dos soldados de Suez. Eram 9h da manhã, chovendo, ventando, por volta dos 7º C de temperatura e os curitibanos
não paravam de chegar, entumescendo a frente do forte clamando ao Exército Brasileiro por INTERVENÇÃO FEDERAL. Entre 13h e 16 h nunca foi registrado tamanho movimento segundo aspirante da cancela do forte, que confortou a todos informando que os militares dos quartéis mantém um LIVRO ATA de toda movimentação
de público observada, inclusive com monitoramento de drones para contagem de visitantes. Eram cerca de 10 drones coletando imagens e sons da manifestação durante todo o evento. Às 13h vieram se juntar ao público os manifestantes vindos do quartel do boqueirão e então pode-se constatar entre 13 e 16h cerca 200 mil pessoas.
Era um oceano verde e amarelo, 5 quadras tomadas por padriotas um verdadeiro tapete humano com bandeiras do Brasil flamejantes! Argentinos, chilenos, cubanos, venezuelanos aderiram ao movimento, subiram no trio elétrico e nos advertiram chorando "QUE ESTÃO CONOSCO NA LUTA PRA SALVAR O BRASIL DO COMUNISMO E SOCIALISMO, QUE EM SEUS PAÍSES NÃO PODEM MAIS SE MANIFESTAREM PORQUE JÁ É TARDE!" Após 16 h começaram a se juntar ao movimento manifestantes vindos de outros quartéis como do bacacheri, mantendo a multidão fervorosa embora o clima frio também se mantivesse! Não foi registrada
nenhuma intercorrência, movimento ordeiro, frente ao quartel, fato este que pode ser comprovado pelos nossos amigos soldados da Pátria, que ficaram muito à vontade com o interesse pelo público em prestigiar a Pátria, pessoas de bem, sem anarquismo, com civismo, ordem, manifestação pacífica, respeitando às normas do quartel e até mesmo sem
propagação de lixo, com utilização de banheiros químicos e voluntarismo típico de soldados do Brasil, com café, bolachas para o público. Outro clamor muito repetido foi: " EU VIM DE GRAÇA!", além de muitas vezes repetido:
"INTERVENÇÃO" (por voz dos homens), "FEDERAL" (voz das mulheres).

Texturas e perfurações em belas formas orgânicas ressaltam obra brasileira na Itália

A magia cálida do vidro com enorme capacidade de transformação atribui leveza à arte colocando em evidência pela quinta vez o trabalho da curitibana Désirée Sessegolo em Veneza.

Por Emanuelle Spack

Testando os limites da teoria com seu estilo próprio para converter o fluido incandescente e reproduzir algo diferente e inovador em uma peça rígida, a designer e artista vidreira Désirée Sessegolo destaca texturas e perfurações que agregam um efeito orgânico e inusitado à sua obra Amazônia, que foi selecionada para o The Venice Glass Week 2022, um festival internacional dedicado à arte em vidro, que será realizado entre os dias 17 e 25 de setembro, no Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes – Palazzo Loredan, em Veneza, na Itália.

É a quinta vez consecutiva que a artista vidreira curitibana vai representar o Brasil no festival. Désirée tem uma forte ligação com a natureza e sempre agrega o tema em suas obras. “Esse importante momento de reconhecimento à arte vidreira brasileira é oportuno para chamar a atenção para algo relevante, como questão ambiental”, explica a artista que tem a habilidade de transformar o vidro em poesia.

No dia 05 de setembro é comemorado o Dia da Amazônia, uma data para lembrar da importância de um dos patrimônios naturais mais valiosos de toda a humanidade, além de ser a maior reserva natural do planeta. “O The Venice Glass Week sempre acontece em setembro, então, neste ano, eu incorporei um elemento a outro, levando a arte como forma de reflexão para a situação da degradação do meio ambiente, em especial a da Amazônia, que afeta o ecossistema do bioma causando impactos em todo o mundo.” ressalta Désirée.

Sobre a Amazônia

A confluência entre artes visuais e natureza mostra-se como uma das vertentes poéticas da obra que propõe a reflexão sobre a importância da floresta para o planeta e, em última análise, a um pensamento crítico sobre a relação do homem com a natureza nos dias de hoje.
Composta por 3 esculturas em vidro feitas manualmente por meio de uma técnica exclusiva de vitrofusão, as peças são repletas de texturas e perfurações que agregam um efeito orgânico e inusitado à obra. Para a artista, o vidro é um material perfeito para expressar conceitos relativos à “transformação”, pois ele próprio é um material natural, que assim como a natureza, permite infinitas transformações.
Sobre a artista
Désirée Sessegolo é designer e artista vidreira. Seu trabalho é reconhecido pelo Museu Alfredo Andersen, Casa João Turin, Museo del Vidrio de Bogotá, International Biennale of Glass na Bulgária, Bienal de Arte em Vidro da Costa Rica e The Venice Glass Week na Itália, entre mais de 50 mostras, salões e prêmios que participou em 15 anos dedicados à arte do vidro.
A denominação “Vidro Celular”, técnica exclusiva da designer e artista visual, se define pelo seu processo de fusão, onde as partículas de vidro se movimentam buscando um equilíbrio físico, originando texturas orgânicas compostas por espaços vazados que remetem a texturas celulares.
Redes Sociais:

Instagram

Facebook

Site da artista

Portfólio da artista

Histórico de participações na The Venice Glass Week

2018 – Instalação Amazônia

2019 – Morpho

2020 – Oggetti (participação cancelada devido à pandemia)

2021 – Instalação Vuoti

2022 – Amazônia

Serviço

The Venice Glass Week 2022 /The Italian Glass Weeks

Data: 17 a 25 de setembro de 2022

Local: Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes – Palazzo Loredan – Veneza.

Entrada: Gratuita

Site do evento

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Hashtags
#exposicao #arte #artes #mostra #vidro #artista #artistavidreira #design #designer #designbrasileiro #arteemvidro #Itália #Brasil #Curitiba #curitibana #vidrocontemporaneo #vidrocelular #vidrofusao #glassartists #arteemvidrobrasileira #vetroartistico #TheVeniceGlassWeek #TheItalianGlassWeeks #vidrocelular #artecontemporâneabrasileira #Amazônia #Amazzonia #fundaçãoculturaldecuritiba

No Dia dos Pais, Guaraná Antarctica celebra as ações típicas dos pais brasileiros no tradicional churras de domingo

Criada pela agência Soko, campanha estreia nesta segunda-feira em todas as plataformas digitais da marca

01.png

O Dia dos Pais chegando e Guaraná Antarctica pensando na melhor forma de fazer aquela homenagem especial. Ideia, daqui, ideia dali... E vamos falar a verdade, se toda mãe brasileira tem características bem peculiares, os pais não são diferentes, não é mesmo? Tem aquela máxima da camiseta do brinde do supermercado, que é repetida três vezes por semana; ou a piada do passado que nunca sai de moda (na cabeça deles, né)? “Ah, mas na minha época” ou “sentou na ponta, pagou a conta”. Foi pensando nessas e outras “Manias de pai”, que a campanha chegou para dar luz aos homenageados do mês.

Seja na sonequinha pós-almoço ou no jeito clássico de responder uma mensagem via WhatsApp, têm coisas que são 100% Pai BR. Com uma homenagem bem-humorada, a marca invade o churrasco de almoço dessa data tão especial e destaca as manias dos patriarcas em filmes que acompanham o dia a dia de uma família brasileira.

“Somos uma marca que está sempre atenta às características do nosso país. Guaraná Antarctica é 100% brasileira e percebemos que tem muita coisa que envolve o universo dos pais que também são. E o melhor de tudo isso, é que são detalhes que passam de pai para filho. Se você ainda não é pai, guarde essa, já, já pode ser você fazendo a piada “Quem senta na ponta, paga a conta”, conta Eric Magalhães, gerente de marketing de Guaraná Antarctica. “Foi usando esse gancho que criamos a campanha “Manias de pai” para homenagear os pais nessa data também muito brasileira”, finaliza.

A campanha, criada pela agência Soko, está disponível nas redes sociais da marca e também no canal do YouTube do Guaraná Antarctica. Confira o filme completo aqui.

“Nosso desafio com Guaraná é buscar sempre aquela visão do brasileiro que nenhuma outra marca teria. Por isso, ao invés de buscar inspiração no que acontece na publicidade pelo mundo, a gente prefere olhar o que acontece dentro das nossas casas, nos almoços de família, naquele domingo sem nada bom na TV. É aí que as histórias verdadeiramente brasileiras acontecem.”, explica Matheus Rocha, Redator da Soko.

“O cuidado em retratar situações que todo pai, e todo brasileiro, se reconhecem, vai além do que é dito. Está naquela roupa esquecida no varal no fundo dos filmes, na camisa de brinde de mercado que todo pai adora usar e naquele filtro de barro que todo mundo já teve em casa, que aparece no cenário”, finaliza Vitor Fabu, Diretor de Arte da agência.

DJ brasileiro EME agita festa de estreia da Vibra São Paulo

Um palco foi montado exclusivamente para o set do artista na entrada da maior casa de shows e espetáculos do Brasil

O formato open air deu um ar de festival e o repertório contagiante colocou o público para dançar

839d2bf9-d134-dd89-e1c0-0519a1677852.jpg
Crédito das foto: Mila Maluhy

O produtor e DJ brasileiro EME foi uma das estrelas que fizeram parte da histórica festa de abertura da Vibra São Paulo, a maior casa de shows e espetáculos do Brasil.

Considerado uma das grandes sensações da música eletrônica, o artista teve um palco de LED montado exclusivamente na entrada do imponente espaço cultural. Ele contagiou a todos os convidados, celebridades e autoridades, que prestigiavam o evento.

EME tocou por mais de uma hora e o set executado foi a perfeita trilha sonora para a performance dos bailarinos da Nau de Ícaros, que protagonizaram um verdadeiro balé nas alturas, dançando no ar sobre a arquitetura frontal da casa. Enquanto isso, os personagens da companhia Dark brincavam e tiravam fotos com o público no foyer.

A festa aconteceu, no último sábado (14/05), e teve como show principal o projeto “Irmãos”, que reúne Seu Jorge e Alexandre Pires, e participação especial dos cantores Daniel e Mauricio Manieri.

8c8958d7-ec3b-823e-8dcb-c8366912d245.jpg
c09f3166-7cff-1682-71d9-5840cd81c496.jpg
935fab3e-d553-6c0c-d4ad-4dcd720ed4b4.png
d9d1db0f-83ac-3519-315d-40dee84f74b9.png
fotos: David Teixeira

Carismático e com presença de palco marcante, podemos dizer que as palavras Energia, Motivação e Emoção formam EME, que tem se destacado não só pelo talento, mas pelo seu feeling musical surpreendente, que transformou o ambiente e preparou os convidados para uma verdadeira imersão no mundo da música.

Artista completo, ele navega muito bem no mercado premium, já tendo marcado presença em grandes eventos e festas nacionais e internacionais.

Dono dos hits “Say Goodbye”, “Felicidade”, “Crazy”, “Deixa ser”, “Fé”, que agitaram a pista de grandes eventos e festas nacionais e internacionais, EME é a grande aposta da Opus Entretenimento na música eletrônica.

O mineiro é um artista completo. Versátil, o seu principal trunfo é sentir o que a pista pede, portanto, cada show se torna uma performance exclusiva.

Em pouco tempo de trajetória, EME está em os 30 DJs mais bem posicionados na cena eletrônica do Brasil e figurou na posição de 122º entre as mais ouvidas no Brasil na plataforma Spotify, conquistou mais de 8 milhões de plays em 1 ano de carreira e foi capa da playlist eletrônica mais ouvida do aplicativo: EletroBR.

Em apenas três anos, EME já conquistou reconhecimento nacional e internacional, marcando presença em grandes eventos e festas de labels nacional e internacionalmente reconhecidas como Festa do Tim, Festa do Zebu, Bacana, Café Jurerê, P12, Le Barbaron, Villa Mix, Pacha Tour, Sirena Tour, FDS Araxá, Pipa Weekend, Escarpas Weekend, Beats Patos, CRO BAR (Argentina), Caldas Cowntry, Rifaina Beach, Camarote Barretos, Audi Connection, Circuito Kia, Wall Miami, Redford São Francisco, Attic Orlando, entre outros.

O DJ é figura presente na TV brasileira e nos principais veículos de mídia, dentre eles podemos destacar: Globo, SBT, Record, Caras, QUEM, G1 entre outros.
Vibra na cultura - O patrocínio da Vibra à casa de espetáculos integra um projeto maior da companhia, que começou a redesenhar a sua estratégia de suporte à cultura no fim do ano passado ao apoiar o Festival Rock Brasil 40 Anos, que passou pelo Rio de Janeiro, Belo Horizonte e agora está em São Paulo e irá para Brasília. Pautada pelo conceito “Energia que aproxima”, um dos pilares da marca corporativa apresentada em 2021, a companhia escolheu a música para dar início a esta nova plataforma de atuação.

O movimento consolida a retomada da empresa de energia no incentivo à cultura e ao entretenimento. A iniciativa visa, além de fortalecer a base de atuação da Vibra no mercado e incentivar as artes, também apresentar ao público sua nova marca corporativa em uma experiência de conexão com as pessoas através da energia da música e cultura.

Sobre a Opus Entretenimento - A Opus Entretenimento irá administrar a casa de espetáculos seguindo sua crença no poder transformador da tríade cultura, conteúdo e experiência. A empresa se valerá de seu conhecimento de mais de 46 anos no show business, trabalhando na administração de espaços por todo o país e em turnês nacionais e internacionais, para trazer diversidade de conteúdo e ampliar a oferta de entretenimento com espaço de música para ensaios e gravações, aumentando assim a experiência e o tempo de permanência dos visitantes no local.

Ali também funcionará o escritório de gerenciamento artístico da produtora, que já conta com talentos como KLB, Seu Jorge, Alexandre Pires, Luccas Neto, Daniel, Maurício Manieri, Ana Carolina, Roupa Nova, Só Pra Contrariar, Munhoz e Mariano, Hello Adele Tribute e Sinatra 1915 Tribute.

Atualmente, a Opus Entretenimento administra as seguintes casas:
São Paulo (SP): Vibra São Paulo, Teatro Bradesco e Teatro Opus Frei Caneca
Porto Alegre (RS): Teatro Bourbon Country
Grande Florianópolis (SC): Hard Rock Live
Curitiba (PR): Live
Xangri-lá (RS): Maori Beach Club
Fortaleza (CE): Teatro RioMar
Recife (PE): Teatro RioMar
Natal (RN): Teatro Riachuelo

Dia Nacional do Chef de Cozinha (13/05): pandemia transforma rotina dos brasileiros na cozinha

Hábito de preparar refeições cresce durante isolamento social e deve ser mantido após o fim do cenário

A pandemia influenciou totalmente o cotidiano dos brasileiros. Com a necessidade do isolamento social, todos precisaram inovar na forma de compartilhar momentos, e com isso surgiram novos hábitos. Muita gente passou a cozinhar em casa, seja por hobby, por necessidade, para sair do delivery ou até como uma forma de terapia para lidar com o cenário.

Segundo pesquisa realizada pela Fispal Food Service, em parceria com a FGV Jr, 61% dos brasileiros passaram a fazer suas próprias refeições e 50% pretendem manter o hábito após o fim da pandemia.

Para ajudar a inovar no cardápio, a Unium, marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, separou receitas especiais e práticas para preparar em casa e inovar no almoço, lanche, jantar e sobremesa. Confira:

Bisteca Acebolada

Ingredientes

4 bistecas in natura Alegra
2 cebolas
50 g de manteiga
2 dentes de alho
1/2 limão
Pimenta preta
Sal
Modo de preparo

Tempere as bistecas com sal, pimenta, alho picado e suco de limão. Reserve por 15 minutos. Corte as cebolas em rodelas de meio centímetro. Aqueça uma frigideira de fundo grosso, de preferência de ferro. Derreta metade da manteiga e coloque as bistecas, lado a lado. Deixe dourar bem os dois lados e reserve. Na mesma frigideira, coloque o restante da manteiga e as cebolas, refogue até que estejam bem douradas, volte as bistecas para aquecer e sirva em seguida.

Carne de Onça Suína

Ingredientes:

180 g de mignon suíno Alegra moído
25 ml de rum
60 g cebola
25 g cebolete ou cebolinha verde
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
Azeite de oliva extravirgem
Mostarda preta a gosto
1 fatia grande de broa preta úmida
Modo de preparo

Coloque a carne moída em um recipiente, adicione o sal, a pimenta do reino, o rum e um fio de azeite de oliva. Misture cuidadosamente todos os ingredientes na carne, mexa bem e deixe repousar. Corte a cebola em brunoise (bem picadinha) e a cebolete ou cebolinha verde bem fina (o mais fininho possível). Num prato, coloque a fatia de broa úmida, espalhe a carne já temperada em cima dela e acrescente, primeiramente, a cebola cortada e depois a cebolete. Regue com azeite de oliva a gosto. Sirva com mostarda escura.

Bruschetta Cremosa

Ingredientes:

1 filão de pão italiano fatiado
400 g de salame hamburguês Alegra
200 g de queijo gouda
250 g de requeijão
Salsa a gosto
Modo de preparo:

Corte o salame hamburguês em cubos pequenos. Rale o queijo gouda e misture com o requeijão. Cubra as fatias de pão com uma camada generosa. Coloque o salame sobre o creme e leve ao forno preaquecido em 180ºC por 10 a 15 minutos – até que o queijo esteja derretido. Ao servir, polvilhe salsa fresca picada.

Torta de Maçã

Massa:

2 ½ xícaras de farinha de trigo tradicional Herança Holandesa
225 g de manteiga
1 colher (sopa) de açúcar
1 pitada de sal
2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
Água gelada (cerca de 4 a 6 colheres de sopa)
1 gema, para pincelar
Recheio:

1,5 kg de maçã
1 xícara de açúcar
Suco de 1 limão
50 g de manteiga
1 colher (chá) de canela em pó
1 pitada de noz moscada
Modo de preparo:

Recheio: descascar as maçãs e cortar em fatias, misturar ao suco de limão e ao açúcar. Derreter a manteiga em uma panela grande, juntar as maçãs e cozinhar em fogo baixo por 3 a 5 minutos. Juntar as especiarias e reservar até esfriar.

Massa: misturar os ingredientes secos. Cortar a manteiga em cubos e misturar aos secos com as pontas dos dedos, até obter uma farofa. Aos poucos, juntar o vinagre de maçã e a água, até obter uma massa lisa e uniforme. Deixe gelar por 30 minutos. Dividir em duas partes e abrir com o rolo de massa, entre duas folhas plásticas.

Usar uma das massas para forrar uma forma baixa. Colocar o recheio e cobrir com a massa restante. Abrir fendas na superfície da massa para sair o vapor de fervura do recheio. Pincelar a gema batida com 1 colher (sopa) de água. Assar em forno preaquecido em 180ºC por 20 a 30 minutos – até que a massa esteja bem dourada.Servir quente.

Rendimento: 1 torta

Tempo de preparo: 80 minutos

Sobre a Unium

Marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, a Unium representa os projetos em que as cooperativas paranaenses atuam em parceria. Todas as marcas reunidas pela Unium, inclusive a Alegra, são reconhecidas pela qualidade e excelência.

A Unium também conta com três marcas de lácteos: Naturalle - de produtos livres de aditivos -, Colônia Holandesa e Colaso. No setor de grãos, a Unium conta com a marca Herança Holandesa - farinha de trigo produzida em uma unidade totalmente adequada à ISO 22000, o que a qualifica com elevados padrões de exigência.

Em busca de contato com a natureza e vida mais saudável, brasileiros planejam intensificar visitas a parques no pós-pandemia

Pesquisa do Instituto Semeia mostra impactos da pandemia sobre o estilo de vida da população. Mais de 40% pretende passar mais tempo em contato com a natureza e em praças e espaços ao ar livre
Um aspecto positivo dentro de toda a tragédia trazida pela pandemia de Covid-19 foi fazer as pessoas refletirem sobre o próprio estilo de vida e as formas de melhorá-lo. Após o isolamento imposto pela crise sanitária, grande parte da população manifesta a intenção de fortalecer hábitos ligados à saúde e qualidade de vida, o que deve impactar de forma positiva na visitação de parques, tanto naturais como urbanos.
A pesquisa “Parques e a Pandemia - Comportamentos e Expectativas”, produzida pelo Instituto Semeia, revela as atividades que os brasileiros pretendem realizar mais do que costumavam fazer antes da pandemia. Quatro delas, todas com mais de 40% de menções, tiveram destaque: “estar em contato com a natureza” (46%), “ter uma alimentação mais saudável” (46%), “frequentar praças e locais ao ar livre” (43%) e “conviver com familiares e amigos” (43%).
A pandemia, portanto, intensificou a preocupação com a saúde e a valorização de atividades ao ar livre ligadas ao contato com a natureza. Por outro lado, opções de lazer em lugares fechados estão entre as práticas que as pessoas pretendem diminuir. No caso de bares e restaurantes, por exemplo, 32% declararam essa intenção; já os shoppings devem ser menos visitados por 29% das pessoas.
“Essas mudanças de comportamento e atitude podem representar uma oportunidade para os parques, na medida em que parcelas da população passam a reconhecer sua importância na implementação ou ampliação das práticas desses novos estilos de vida. A pesquisa revela que há uma forte propensão da população a frequentar parques quando a pandemia terminar. Caso isso se concretize, teremos um aumento no número de visitantes e também um incremento qualitativo, representado pelo desejo e motivação em se relacionar de forma diferenciada com a natureza e com o que essas áreas podem oferecer”, diz o diretor-presidente do Instituto, Fernando Pieroni.
Expectativas para o pós-pandemia
Segundo o levantamento, entre aqueles que já visitaram parques naturais (66% da população), 57% pretendem frequentá-los mais do que faziam antes da pandemia. A justificativa para tal intenção reúne um mix dos principais benefícios desse tipo de atividade: principalmente o gosto pela natureza (40%) e aproveitar mais a vida ao ar livre (16%).
Ainda no grupo de pessoas que já foram a parques naturais, apenas 4% declaram que pretendem diminuir sua frequência, 21% vão manter a intensidade de visitas que já realizavam e uma parcela de 18% ainda não sabe qual será sua atitude.
Entre os que nunca tiveram a experiência de visitar um parque natural (34% da população), 65% dizem que tentarão fazê-lo ao final da pandemia. Esse grupo destaca uma afinidade com os atrativos e benefícios já presentes nesses equipamentos: gostar da natureza (35%), atividade com família e amigos (14%) e aproveitar a vida ao ar livre (11%).
Uma hipótese para ainda não os ter visitado pode ser a impossibilidade (por falta de tempo ou recursos) de operacionalizar essas afinidades. Nesse grupo, chama a atenção a declaração de compensar o tempo que esteve em casa (7%), o que pode vir a ser um importante “empurrão” para motivar uma primeira visita.
Também é bastante significativo o impacto da pandemia na intenção de frequência a parques urbanos. Entre os que já visitaram esses equipamentos (85% da população), 48% pretendem intensificar as visitas e apenas 7% consideram diminuir as idas quando a pandemia terminar.
As pessoas que declaram que pretendem frequentar parques urbanos mais do que faziam antes da pandemia justificam essa decisão pela atitude positiva em relação à natureza (gosto da natureza, 23%; e aproveitar mais a vida ao ar livre, 11%) e pela relação já construída com os parques (gosto de frequentar, 12%), além de compensar o tempo que passaram em casa (11%).
Já entre os que nunca visitaram um parque urbano (15% da população), prevalece a incerteza e a dúvida sobre como agirão em relação a essa questão: 59% não sabem ainda o que pretendem fazer.
Nesse mesmo grupo, 28% vão tentar visitar um equipamento desse tipo. Aqueles que manifestam interesse em conhecer essas áreas mencionam como principal razão a intenção de aprender e conhecer (17%) mais sobre um parque desse tipo. Outra motivação é a possibilidade de acessar uma opção de lazer (15%), o que pode ser combinado com uma confraternização entre família e amigos (10%).
Impactos diretos na frequência em parques
O estudo também avaliou qual foi o impacto da pandemia na visitação de parques naturais e urbanos. Enquanto a frequência em parques naturais sofreu uma drástica queda, os parques urbanos mantiveram o nível de visitação.
No caso dos parques naturais, entre 2019 e 2021, o percentual de pessoas que havia feito sua última visita a um parque natural nos últimos 12 meses passou de 53% para 27%. Já em relação aos parques urbanos, antes e durante a pandemia, não há mudanças significativas: o percentual dos que visitaram o parque ao menos uma vez ao ano passou de 55% para 52% no período. Houve também um pequeno aumento naqueles que passaram a frequentá-los mais raramente (27% para 32%, respectivamente em 2019 e 2021).
Avaliação positiva em visitas durante a pandemia
Como os números mostram, uma parcela da população manteve as visitas aos parques naturais e urbanos durante a pandemia. E, apesar de todos os problemas advindos do momento, os usuários tiveram uma percepção predominantemente positiva dessa experiência, especialmente se considerados os quesitos “manutenção e conservação de trilhas e equipamentos de lazer”; “manutenção e conservação da infraestrutura básica (banheiros, bebedouros, estacionamento e centro de visitantes); “informação sobre as medidas adotadas pelo parque durante a pandemia”; “condições de higiene”; “adoção de medidas de distanciamento social”; “controle de número de visitantes”; e “atendimento e orientação para visitação durante a pandemia”.
Segundo a pesquisa, 18% conseguiram visitar parques naturais durante a pandemia. Para todos os quesitos, prevalece uma avaliação satisfatória sempre superior a 55% (ótimo e bom). Cerca de um terço das pessoas avaliaram os atributos como regular e apenas uma parcela entre 10% e 15%, em média, consideraram a experiência insatisfatória.
Os parques urbanos, por sua vez, foram visitados por 51% da população durante a pandemia e também proporcionaram uma experiência bastante satisfatória, com índices bem próximos ao dos naturais. De forma geral, as atribuições de “ótimo” (média de 18%) são menos intensas no caso dos parques urbanos, mas também prevalece uma percepção positiva quando se considera a soma de “ótimo” e “bom” (média de 52%). Nos itens básicos de manutenção a avaliação foi positiva. Apenas uma pequena parcela – entre 10% e 15% dos usuários – declarara-se insatisfeita, classificando esses itens como “péssimo” e “ruim”.
Construindo uma nova relação entre as pessoas e os parques
Os dados indicam que os desdobramentos da pandemia têm potencial de mudar a relação das pessoas com os parques e outras áreas verdes. Nesse sentido, o relatório apresenta três aspectos para reflexão e possíveis ações dos agentes que lidam com esta temática.
Em primeiro lugar, com a crise sanitária, as questões ligadas a saúde, alimentação saudável, contato com o verde e vida ao ar livre entraram mais intensamente na vida de muitas pessoas. A pandemia se mostrou, portanto, um momento de reflexão e propensão à mudança, abrindo oportunidades para valorização e reposicionamento do papel dos parques no cotidiano da população. Mas a conexão entre as novas demandas das pessoas e aquilo que os equipamentos podem oferecer precisa ser construída. Com isso, cabe aqui reforçar a produção e a divulgação de informações que estimulem os questionamentos e a oportunidade de mudanças atitudinais e comportamentais da população em função da pandemia.
Além disso, os parques podem contribuir com soluções para recuperar e manter a saúde física e mental das pessoas no pós-pandemia por meio do contato com áreas verdes e da vida ao ar livre. Entre as ações que ajudariam a impulsionar essa relação estão melhorar a divulgação dos parques, com ênfase sobre como e onde as pessoas podem encontrar informações; incentivar, apoiar e divulgar estudos que analisem o ecossistema mais amplo onde os parques estão inseridos; e comunicar de forma clara e didática a relação entre frequência a parques e seus benefícios.
Por fim, os parques precisam se preparar para o aumento de frequência que tende a acontecer no pós-pandemia. Isso passa pela manutenção de cuidados sanitários especiais e pela construção do parque como um espaço de encontro e coesão social, com uma infraestrutura de serviços capaz de oferecer o conforto adequado a seus visitantes e a atender aos diversos interesses de seus públicos.
“Os parques podem desempenhar – e talvez sejam chamados a isso – um leque grande de atividades no pós-pandemia, incluindo algumas funções que nem estão entre os seus principais objetos de atuação. A saída para dar conta de todas essas demandas talvez passe pelas parcerias com o setor privado ou com organizações da sociedade civil. Além do apoio para a manutenção e o desenvolvimento de atividades, essas parcerias podem trazer como benefício adicional um maior engajamento da comunidade no cuidado e na preservação dos parques”, completa Pieroni.
Informações sobre a pesquisa
Foram realizadas 1.541 entrevistas das 10 principais regiões metropolitanas brasileiras para a elaboração da pesquisa “Parques e a Pandemia - Comportamentos e Expectativas”. A margem de erro total é de 2,5 pontos percentuais. A coleta dos dados aconteceu entre os dias 8 e 29 de julho de 2021.
Os resultados foram ponderados para que cada segmento, em cada uma das 10 regiões, correspondesse à proporção efetivamente encontrada na população. Dados oficiais fornecidos pelo IBGE (PNAD e Censo) foram utilizados tanto para o desenho da amostra quanto para estabelecer os fatores de ponderação. Após a coleta, as perguntas abertas foram codificadas e os dados processados e analisados.
Sobre o Instituto Semeia:
Criado em 2011, o Instituto Semeia é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos. Com sede em São Paulo (SP), trabalha para transformar áreas protegidas em motivo de orgulho para brasileiras e brasileiros. Atua nacionalmente no desenvolvimento de modelos de gestão e projetos que unam governos, sociedade civil e iniciativa privada na conservação ambiental, histórica e arquitetônica de parques públicos e na sua transformação em espaços produtivos, geradores de emprego, renda, e oportunidades para as comunidades do entorno, sem perder de vista sua função de provedores de lazer, bem-estar e qualidade de vida. São pilares de sua atuação: a geração e sistematização de conhecimento sobre a gestão de unidades de conservação; o compartilhamento de informações por meio de publicações e eventos; a implementação e o acompanhamento de projetos com governos de todos os níveis, como forma de testar e consolidar modelos eficientes e que possam ser replicados no país.

O Boticário entrega espaços sustentáveis em escolas públicas pelo Brasil

O Boticário apresenta espaços escolas feitos a partir de plástico reciclado e ajudando a fomentar a educação no Brasil
Após conscientizar e convocar a sociedade para descartar embalagens de cosméticos corretamente em prol do meio ambiente, o Boticário sela compromisso e entrega espaços sustentáveis em escolas públicas por todo Brasil. A partir deste mês, as instituições de ensino receberão estruturas feitas com o retorno de resíduos de qualquer marca para o Boti Recicla - maior programa de reciclagem do país em pontos de coleta.

Com o objetivo de transformar o futuro do planeta e da educação, a marca selecionou escolas após uma pesquisa feita pela área de impacto social do Grupo Boticário em que foi possível identificar junto às instituições quais são as carências de equipamentos nas escolas públicas. Com isso, serão entregues espaços com aproximadamente 30 m² e compostos por 2 toneladas de plástico reciclado. Além disso, o Boti também trará mobília interna feitas com materiais ecológicos e prontos para o uso.

A iniciativa atenderá escolas em cidades de todas as regiões do País, entre elas Palhoça, Cuiabá e Camaçari, atendendo mais de 5 mil crianças. Os espaços são para uso multidisciplinar, e contarão com jogos e metodologias educacionais de sustentabilidade e conexão com a natureza, como a “Coleção Meu Ambiente”, da Fundação Grupo Boticário, e a série “Educação para o Desenvolvimento Sustentável – EDS”, da Unesco.

Desde 2006, o programa conta com cerca de 4 mil pontos espalhados em 1.750 municípios brasileiros e reforça a liderança da marca em fomentar soluções criativas em direção a um futuro possível e mais limpo. O Grupo Boticário está cada vez mais comprometida com a sustentabilidade e a transformação da sociedade por meio de programas que façam a diferença. O Boti Recicla auxilia na diminuição de impacto ambiental e colabora com a construção da educação.

Por meio do Boti Recicla, o Boti envolve toda a cadeia de franqueados e colaboradores, reduzindo o impacto ambiental com a destinação adequada do resíduo - gerando renda para as famílias que trabalham com recicláveis nas cooperativas parceiras. Ao longo dos anos, o grupo evoluiu em eficiência energética dentro da indústria, no desenvolvimento de produtos e no estímulo a novas tecnologias que contribuem para a redução do impacto ambiental, especialmente em resíduos.

A jornada de sustentabilidade do Boticário vem sendo traçada há 43 anos e possui uma responsabilidade real e tangível com problemas socioambientais no Brasil. A marca acredita que o amor, que faz parte de seu DNA, é o motor para essa transformação e assim reforça a tomada de consciência sobre a importância da reciclagem.

Com a criação da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e Instituto Boticário, em 1990, a marca se compromete desde então em aprimorar cada vez mais o processo de sustentabilidade. Atualmente, são destinados 1% da receita líquida para o pilar em todos os seus processos. O Grupo tem como meta tornar eficaz a gestão de resíduos sólidos até 2030 e reduzir a desigualdade social que impacta negativamente a realidade dos brasileiros.

Artistas brasileiras selecionadas para a exposição “The Venice Glass Week” na Itália

As artistas brasileiras Désirée Sessegolo e Cristine Baena foram selecionadas para expor suas obras “Vuoti” e “Viva La Vida”, respectivamente no “The Venice Glass Week”, a maior exposição de arte em vidro na cidade de Veneza, na Itália.

Uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Veneza e concebida por Fundação dos Museus Cívicos de Veneza, Fundação Giorgio Cini-LE STANZE DEL VETRO, Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes e pela mais importante associação do setor, a Consorzio Promovetro Murano, gerente da marca da Região Veneto Vetro Artistico® Murano - faz parte do programa de "Grandes Eventos" apoiado pela Região do Vêneto.

Centenas de pedidos de participação foram recebidos pelo secretariado do "The Venice Glass Week" e selecionados pelo Comitê Científico, presidido por Rosa Barovier Mentasti - historiadora do vidro veneziano e composto por Rainald Franz - diretor do MAK-Museu Austríaco de Artes Aplicadas / Arte Contemporânea de Viena, Susanne Jøker Johnsen - diretora da Royal Danish Academy - Architecture, Design e Conservação de Copenhague e Diretora do Centro Europeu de Vidro e Cerâmica em Bornholm, na Dinamarca, acompanhados pelo curador Jean Blanchaert e o artista Marcantonio Brandolini d'Adda.

Pedidos de fundações, galerias de arte, museus, instituições culturais, universidades, institutos de ensino superior, vidrarias, fornos, empresas, artistas e colecionadores privados italianos e estrangeiros confirmam a grande vivacidade do cenário artístico, cultural e produtivo na cidade e a força atrativa de um tema que também é sentido no exterior, como uma "linguagem universal".

O programa do festival, de acordo com a tradição, consistirá em iniciativas das mais variadas espalhadas pela região, em sua maioria com entrada gratuita e terão como tema principal o vidro artístico e terá apelo a públicos de todas as idades, envolvendo as cidades de Mestre, Veneza e Murano.

Forte pela valorização das edições anteriores, um dos centros nevrálgicos do evento na cidade será o HUB da Semana do Vidro de Veneza, no Campo Santo Stefano, no Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes na sede do Palazzo Loredan, que nesta edição hospedará uma seleção de obras de cerca de vinte artistas locais e internacionais, onde duas artistas brasileiras exporão suas obras.

“The Venice Glass Week” é realizado desde 2017 e este ano, acontece de 04 a 12 de setembro, nas cidades de Veneza, Murano e Mestre na Itália. Serão expostas obras de mais de vários artistas do mundo todo e este ano, do Brasil, somente duas artistas foram selecionadas.

Em sua terceira participação, a artista brasileira Désirée Sessegolo apresenta sua obra intitulada de “Vuoti” (vazio, em português). A instalação é composta por 300 peças em vidro branco, suspensas por fios de nylon, medindo 2,5 metros de comprimento por 0, 50 metros de largura e profundidade, pesando 10 quilos. As peças foram produzidas por meio de uma técnica própria no atelier da artista em Curitiba, que com suas diferentes formas, compõem uma obra inspirada no abstracionismo orgânico de Henry Moore, Barbara Hepworth e no surrealismo de Joan Miró.

“Vuoti” expressa a linguagem da artista, caracterizada por criar espaços vazados em vidro, evidenciados por efeitos de luz e sombra, como forma poética de evidenciar o vazio onipresente no universo, instigando o observador a reflexões.

O material utilizado é de origem tcheca, fabricado seguindo legislações europeias de proteção do meio ambiente e todos os resíduos gerados na realização da obra, foram integralmente reciclados na produção de acessórios de moda, à venda no site da artista -www.desireesessegolo.com, comprovando o inesgotável potencial de transformação e reciclagem do material. Como técnica, Désirée Sessegolo desenvolveu a sua própria, denominada como “Vidro Celular”, definida pelo seu processo de fusão, onde as partículas de vidro se movimentam buscando um equilíbrio físico, originando texturas orgânicas compostos por espaços vazados que remetem a texturas celulares.

“Ao associar as formas vazias, estabelecemos uma relação que vai além do pensamento estético, propondo também uma reflexão sobre a frágil e delicada presença da vida no universo.”, explica Désirée Sessegolo sobre a concepção de suas obras.

Já a artista Cristine Baena, apesar de já ter participado de outras exposições, estreia no "The Venice Glass Week” com sua obra "Viva La Vida" (Viva a vida, em português).

Toda construída com descarte de copos de vidro adquiridos por quilo de uma cristaleira paulistana e fundidos, estes cacos são tecnicamente retrabalhados e esculpidos para surgir a obra numa sincronia entre o velho e o novo ao utilizar ainda garrafas de vidro recortadas e recicladas. "Viva La Vida" é uma obra que retrata as máscaras que todos nós usamos diariamente buscando aprovações e nos libertamos quando finalmente conseguimos transformá-las, mostrando realmente como somos, de corpo e alma.

"Este trabalho é sobre as máscaras que todos usamos e a coragem de nos libertarmos da aprovação dos outros", explica Cristine Baena sobre a ideia da concepção de sua obra. "A força dentro de nós rompendo paredes e energias acumuladas durante nossas vidas. Podemos amar a nós mesmos, aos outros. Podemos AMAR.", conclui a artista.

"Viva la Vida" leva o espectador a se colocar dentro da obra vivenciando a emoção de liberdade e autoconhecimento, convidando-o a olhar através, entre ou contra as imagens disformes, procurando por um ângulo, uma sombra, uma composição que faça sentido dentro de sua própria busca.

Cristine tem grande parte de seu trabalho em obras de arte suspensa, mas trabalha também com a criação de peças exclusivas de decoração e acessórios de moda, misturando outros materiais ao vidro, sempre sua principal matéria prima.

A composição da obra de Cristine Baena mede 40 x 40 x 40cm, pesa dois quilos, utilizando o método de fusão em vidro, que possibilita infinitas formas, texturas, densidade e VIDA ao vidro, diferente e contrapondo como conhecemos o material, rígido, geométrico e frágil. Sua inspiração vem da transparência e seus estados. As cores ou a ausência delas, as dimensões associadas a emoções que transcendem e sublimam sentimentos ocultos.

O festival The Venice Glass Week é promovido pela Câmara Municipal de Veneza e organizado pela Fundação dos Museus Cívicos de Veneza, LE STANZE DEL VETRO - Fundação Giorgio Cini, Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes e Consórcio Promovetro Murano.

Para acompanhar tudo o que estará acontecendo sobre o The Venice Glass Week, os interessados devem assinar a newsletter no site oficial do evento, no https://www.theveniceglassweek.com/.

Sobre o festival:

Com um programa de eventos, no conceito híbrido, tanto on-line como presencial na cidade de Veneza, o festival “The Venice Glass Week” conta com exposições, demonstrações e visitas guiadas, tendo como base o sucesso alcançado em 2019 quando 103.000 visitantes reuniram-se em Veneza, Murano e Mestre para participar dos mais de 200 eventos propostos em mais de 100 locais diferentes. Mesmo em um ano complicado pela Covid-19, como foi 2020, obrigando a indústria do vidro a fechar por meses, a edição #TheHeartOfGlass teve mais de 62.000 visitantes.

A “fabricação” do vidro é um conhecimento repassado de tradições ancestrais por gerações, enraizadas no DNA de Veneza, uma cidade que respira arte e produção, sempre inovando, unindo tradição e modernidade, tornando-se um orgulho italiano, admirado no mundo todo.

Sobre Désirée Sessegolo:

Désirée Sessegolo, é uma artista multidisciplinar ítalo-brasileira nascida na cidade de Curitiba, Brasil. Formada em Design pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), seu trabalho é reconhecido pelo Museu Alfredo Andersen, Casa João Turin, Museo del Vidrio de Bogotá, International Biennale of Glass na Bulgária e The Venice Glass Week na Itália dentre outros. Já participou de mais de 50 mostras, sendo 8 individuais, 27 coletivas e 15 internacionais. Possui escultura no acervo da International Biennale of Glass na Bulgária e além do Brasil, um atelier também em Vicenza, na Itália.

Outras conquistas da artista em 2021:

- The Glass Prize - Reino Unido (artista selecionada) com a obra “Empty”
- International Biennale of Glass - Bulgária (artista selecionada) com a obra “Voids”

Contatos:
Site: www.desireesessegolo.com
Facebook: www.facebook.com/veniceglassweek/
Instagram: @desireesessegolo
WhatsApp: 055 41 99963-2784
E-mail: desiree_sessegolo@hotmail.com

Sobre Cristine Baena

Cristine Baena é paulistana de nascença, mas com alma inquieta, viveu em Miami, Curitiba e Cidade do México. Formou-se em Artes Visuais na Universidade Tuiuti em Curitiba, onde inicia sua carreira. Mudou-se para o México, onde trabalhou como artista residente no Studio Romero Gurman, de 2008 a 2011.

É membro da Glass Art Society (GAS), e participa de conferências anuais nos EUA. Também é membro da Scottish Glass Society e da Contemporary Glass Society (UK), além de ter participado da Masterclass com Richard Wentworth no North Lands Creative Glass em Lybster, na Escócia, em Setembro de 2016, um marco em sua vida.

Fez uma série de oficinas em Barcelona, EUA e São Paulo para aprender e desenvolver técnicas de manipulação de vidro.

Modernistas como Antoni Gaudí, Alexander Calder, Henry Moore e Wassily Kandinsky são alguns dos grandes mestres inspiradores de suas obras.

Executou obras nos Estados Unidos e teve duas exposições próprias entituladas "Alma de Vidro", uma em Ouro Preto, em 2017 e a outra em São Paulo no D&D, em 2019. Vivendo agora no Brasil está com projetos em andamento.

Teve seu recente trabalho "Hope" avaliado por um júri da Glass Art Society (GAS) que a levou a participar da exposição "Visions in Glass" em St. Petersburg, FL, em Abril de 2019 e em 2020, teve sua outra obra "Tribo" selecionada pelo júri da Glass Art Society, sendo convidada a expor na Suécia.

Participação de Cristine Baena no The Venice Glass Week

2021 – Viva la Vida

Outras conquistas de 2021

- The Glass Prize - Reino Unido (artista selecionada) com a obra "Hope"

- Exhibition Textures da Contemporary Glass Society – Reino Unido (exposição on-line)

Contatos:

Site: http://www.cristinebaena.com/

Facebook: www.facebook.com/cristinebaenaglass

Instagram: @cristinebaena_art / @baenaglassstudio

WhatsApp: +55 11 99858-1777

E-mail: cristinebaena.art@gmail.com

Serviço:
Exposição - The Venice Glass Week
Data: 04 a 12 de setembro de 2021
Local: Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes
Endereço: Campo Santo Stefano, 2945, Veneza
Entrada: Gratuita
Informações: www.theveniceglassweek.com
Site do evento: www.theveniceglassweek.com

Popular nos Estados Unidos, Orange Chicken convida brasileiros para uma experiência de sabores curiosa

Prato oriental agridoce será protagonista na campanha de setembro da rede China in Box

Brasil, 30 de agosto de 2021 – Após uma campanha com os pratos líderes de vendas, o China in Box convida seus fãs para uma vivência única, incentivando que se deliciem com uma das opções mais diferenciadas do cardápio – o Orange Chicken.

Sob o mote ‘É doce? É salgado? É delicioso’, o prato ganha destaque e instiga o consumidor a desvendar os mistérios por trás da gastronomia. Tradicionalmente, ele compõe uma harmonização com deliciosos pedaços de frango desossados, cobertos com molho de laranja agridoce e gergelim, fazendo com que desperte no público sensações, sabores e experiências.

A combinação agridoce hoje representa a comida tradicional oriental mais consumida nos Estados Unidos e está presente no cardápio desde o ano passado, conquistando curiosos e apaixonados por mistura de sabores. Segundo Carlos Sadaki, CEO do China in Box, trata-se de uma experiência surpreendente e instigante. “É um prato excêntrico, ele deixa aquela dúvida sobre ‘o que será isto?’. Mesmo sendo típico do oriente, a América como um todo tem acolhido o prato de maneira massiva na cultura ocidental”, reforça Sadaki.

E aí? Você é #timedoce ou #timesalgado? Para se deliciar com essa explosão de sabores e tirar suas dúvidas a respeito do suspense do Orange Chicken, acesse chinainbox.com.br e faça o seu pedido.

**Consulte disponibilidade. Taxa de entrega não inclusa. Área de entrega restrita. Imagem ilustrativa.
Sobre o China in Box

Em 1992, Robinson Shiba deixou de exercer sua profissão como dentista para se tornar empreendedor e inaugurar a sua primeira loja China in Box, no bairro de Moema, em São Paulo, voltada exclusivamente para entregas. Depois, a empresa filiou-se à Associação Brasileira de Franchising, dando início ao sistema de franquias, que em menos de dois anos já possuía 60 unidades franqueadas. Hoje, o China in Box é a maior rede do segmento de delivery de comida oriental da América Latina – com 150 unidades. A marca faz parte do Grupo TrendFoods, que conta ainda com a rede Gendai, de comida japonesa. Atualmente, o grupo tem mais de 200 unidades no Brasil.

CURSERIA ANUNCIA A SEGUNDA TURMA DO CURSO DE ALEX ATALA SOBRE GASTRONOMIA E SABORES BRASILEIROS

Sucesso na plataforma de educação e inspiração, o curso "Técnicas Profissionais e Combinações de Sabores Brasileiros" permite que o aluno aprenda com um dos melhores chefs do Brasil e do mundo

Indicado para os amantes da gastronomia brasileira, profissionais ou não, e para os que buscam empreender e se diferenciar no mercado, o curso "Técnicas Profissionais e Combinações de Sabores Brasileiros", ministrado por Alex Atala na plataforma Curseria, está com inscrições abertas para sua segunda turma até o dia 23 de julho. A série de aulas promove o desenvolvimento dos alunos para que possam ampliar seus repertórios e inovar na cozinha - seja em casa ou em um restaurante.

As aulas contam com linguagem audiovisual cinematográfica para proporcionar uma experiência de imersão ao aluno. O conteúdo foi desenvolvido para trazer também reflexões sobre a culinária como um agente de difusão cultural e instrumento de relações humana, levando em consideração aspectos culturais, sociológicos e filosóficos.

Ao todo, o curso conta com dez aulas divididas por temas, como domínio do fogo, mandioca, carnes, queijos e acompanhamentos, menu vegetariano, além de uma aula extra de sobremesas. E para que o aluno aproveite ainda mais o conteúdo, a Curseria também disponibiliza um material de apoio completo.

Mais informações e detalhes sobre inscrição podem ser encontrados em: www.curseria.com.br.

Sobre Alex Atala

Idealizador e proprietário dos restaurantes paulistanos D.O.M., Dalva e Dito e Bio - Comer Saudável, Alex Atala é um dos chefs mais conhecidos e reconhecidos no Brasil e no mundo. Grande admirador e conhecedor de ingredientes e sabores brasileiros, Atala enaltece a alma da culinária nacional em seus pratos, que oferecem a harmonia de aromas, sabores e experiências.

Com mais de 30 anos de experiência na cozinha, Alex Atala criou um estilo único, onde o ciclo da vida é representado em cada alimento que leva à cozinha. Representante da prática e da filosofia gastronômica contemporânea, da produção até o cliente final, tudo passa pelo olhar de Alex, na busca por esse equilíbrio, por descobertas e principalmente, pelo respeito por suas raízes.

Sobre a Curseria

Fundada em 2017 pelos sócios da BR Media Group, Danilo Ricchetti, Celso Ribeiro e Cassiano Barletta, a empresa surgiu a partir da oportunidade enxergada pelos executivos para usar a expertise e o relacionamento com influenciadores e profissionais renomados para criar um novo modelo de operação no setor educacional. A partir da plataforma de conhecimento Curseria, personalidades de grande relevância em suas profissões se tornaram professores, compartilhando o conhecimento que adquiriram ao longo de suas respectivas carreiras por meio de cursos online. A plataforma já formou mais de 20 mil alunos.

Brasileiros seguem comemorando a primeira semana da Suíça com fronteiras abertas.

Sábado, 03 de julho, a Suíça completa uma semana de fronteiras abertas.

Com o sucesso no controle interno do COVID, a Suíça segue flexibilizando as medidas de segurança em vigor. O país não exige mais o trabalho remoto e suspendeu a obrigatoriedade de uso de máscaras ao ar livre. Os restaurantes tem permissão para acomodar quantas pessoas quiserem juntas e eventos de grande escala com certificados COVID serão permitidos sem restrições de capacidade ou do número de pessoas presentes.

Sobre o turismo

A semana foi cheia de novidades e esclarecimentos aos agentes de viagens e turistas interessados em visitar o país desde o anúncio feito na última semana sobre a abertura de fronteiras para brasileiros totalmente imunizados. O país lançou uma plataforma virtual para facilitar as consultas dos viajantes: https://travelcheck.admin.ch/home basta inserir o país de origem e condições, e será informado se o viajante está ou não autorizado a entrar no país.

Os visitantes que foram completamente imunizados com duas doses da vacina (ou vacinas de dose única) nos últimos 12 meses tem permissão para entrar na Suíça sem precisar fazer o teste PCR ou cumprir quarentena, a regra é válida para viagens desde 26.06.2021. As vacinas aceitas atualmente são aquelas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde: BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac, Sinopharm e Serum Institute of India.

Durante a semana surgiram algumas dúvidas em relação as nomenclaturas das vacinas que já estão esclarecidas:

· Pfizer/Pfizer/BioNTech (BNT162b2 / Comirnaty® / Tozinameran)

· Moderna (mRNA-1273 / Spikevax / COVID-19 vaccine Moderna)

· AstraZeneca (AZD1222 Vaxzevria®/ Covishield™)

· Janssen / Johnson & Johnson (Ad26.COV2.S)

· Sinopharm / BIBP (SARS-CoV-2 Vaccine (Vero Cell))

· Sinovac (CoronaVac)

Resumindo as informações importantes aos brasileiros:

· Após a segunda dose da vacina é permitida a entrada no país no mesmo dia. Os imunizados com a vacina do laboratório Janssen precisam aguardar 22 dias após a data da vacinação para embarcar.
· Necessário que a última dose da vacina (ou dose única) tenha sido nos últimos 12 meses – no caso da Janssen são 12 meses e 22 dias.
· Caso o viajante tenha a intenção de seguir a partir da Suíça para outros países, serão válidas as regras do país de destino.
· Para passageiros em trânsito/ conexão é necessário verificar as regras com a cia aérea.
· Ao entrar na Suíça os contatos dos viajantes serão solicitados para controle de dados.
· Crianças até 16 anos acompanhada pelos pais são isentas de comprovação de vacinação.
· Passageiros entre 16 e 18 anos não precisam apresentar o certificado de imunização, somente teste PCR negativo válido dentro das 72 horas. Menores de 18 anos não vacinados ainda não estão autorizados a entrar no país desacompanhados.
· Para a comprovação de vacinados brasileiros, basta apresentar o comprovante de vacinação juntamente com passaporte. Necessário conter as informações: nome, data de nascimento, data da vacina, nome da vacina administrada e nome e endereço do local de vacinação. Qualquer documento válido em território nacional é aceito.
· Para retornar ao Brasil é necessário sempre apresentar o teste PCR negativo.

Para a comprovação da vacina, uma sugestão é a plataforma ConectSUS, onde é possível emitir o certificado de vacinação digital com QR Code. Para aqueles que já foram totalmente imunizados a plataforma também disponibiliza o certificado em espanhol e inglês. Lembrando que a responsabilidade de alimentar a plataforma do SUS é do local da vacinação.

Brasileiros convalescentes ou somente apresentando PCR negativo ainda não estão autorizados a visitar o país, a possibilidade de visitar a Suíça segue somente para brasileiros completamente vacinados.

Cidadãos Europeus

Outra informação que ficou mais clara foi sobre cidadãos europeus. De acordo com as regras informadas no https://travelcheck.admin.ch, os cidadãos que gozem do direito de “Livre Circulação”, ou seja, os cidadãos da UE/EFTA (Associação Europeia de Comércio Livre) e os seus familiares, independentemente da sua nacionalidade, poderão entrar na Suíça, vindos do Brasil, com as seguintes condições:

• Apresentar um teste PCR negativo (não mais de 72 horas) ou um teste rápido de antígeno negativo (não mais de 48 horas) antes do embarque.

• Preencher um formulário de entrada antes de cruzar a fronteira.

• Não é necessário cumprir quarentena.

Estes cidadãos também devem seguir as regras gerais de entrada na Suíça, acessíveis através do link https://travelcheck.admin.ch.

Comemorando as aberturas de fronteiras a Suíça segue otimista. “Fomos muito corajosos em abrir as fronteiras, recebemos muitas perguntas e esclarecimentos nesses últimos dias, tudo também é muito novo para nós, estamos nos adaptando as novas regras e ansiosos em receber os brasileiros imunizados em nosso país” comenta Fabien Clerc, Diretor e Cônsul do Turismo da Suíça no Brasil.

Mais informações em www.myswitzerland.com/pt

Instagram: @MySwitzerlandBR

Imagens: https://st.mypublish.ch/ ou acesse: https://bitly.com/35NTDYT

Muito além de um destino de conexões, Panamá investe na reativação do turismo e mira no Brasil para atrair mais visitantes

e mira no Brasil para atrair mais visitantes

De braços abertos para o turista brasileiro, com voos diretos de cinco capitais, Panamá quer ser visto como destino e lança forte campanha para exibir seus patrimônios natural e cultural

2=MTN5YDMkpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxWZ3MmN4QWNyMjZhdTZ1Q2M1UGOlZDM2kDO1M2MlFjNkZkMlEjNkZkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopDM
7=YTMhRWN2ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxWN5gDZldDZzUjY5MTYwkTM1gzYxYWYyQjYxYDMxMTNxYkMlMTNxYkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzM
8=EjNjRmM4ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxGNzMzN2czMlVmM3UTNlVzYlZDZ2QmZ1U2YjZmYjZ2NjZkMlY2NjZkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopDM

0=kDOhNWM3ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxWOmZmZiVjNzITOlBjZmBzYwEWMilDN0gDM0IzM5YGMjZkMlYGMjZkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTM 6=UTOxkDZwojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxmMwMGOlVTOkFDZ0IGO4MTY0IWYxIGOhdjYhNzNyMjZiZkMlMjZiZkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzM
Ministro de Turismo do Panamá,
Iván Eskildsen
Diretor geral da PROMTUR Panamá,
Fernando Fondevila

CIDADE DO PANAMÁ, PANAMÁ - JUNHO/2021 - O Panamá é sim um grande centro de conexões, com um aeroporto conectando a 89 cidades. Contudo, vai muito além de um destino para um mero stopover. Sua diversidade turística, atrelada aos patrimônios natural e cultural, bem como ampla infraestrutura e facilidade de acesso, estando a um voo direto a partir de cinco cidades brasileiras, evidenciam o país como um must go no radar dos brasileiros nas suas próximas férias.

"A intenção é mostrar as atrações do Panamá para o mercado brasileiro, e assim estreitar os laços. Por isso estamos focando está reativação da indústria turística em nossa pluralidade. A capital panamenha, por exemplo, é a única que tem uma selva dentro de seus limites. E somos um destino seguro e de fácil acesso a partir do Brasil. Estamos à disposição dos brasileiros.", afirma o diretor geral da PROMTUR Panamá, Fernando Fondevila.

O país é uma agradável surpresa turística onde os viajantes são sempre bem recebidos. Se trata de um destino ideal, oferecendo uma amplo leque de atrativos turísticos, incluindo belas paisagens, praias paradisíacas, ótimas opções de compras, uma gama de experiências para desfrutar e relaxar.

Atualmente todos os viajantes devem apresentar COVID-19 PCR negativo ou teste de antígeno por no máximo 48 horas após a chegada ao Panamá. Caso não seja possível apresentar a prova no prazo estabelecido, deverá ser realizada no aeroporto uma prova rápida, antes de sua passagem pela migração ao valor de US$ 50.

Já quem viaja ao país, proveniente da América do Sul, terá de realizar um teste adicional, ao custo de US$ 85. Se der positivo, o viajante será colocado em quarentena de 14 dias sem despesa. Caso dê negativo também, porém por 3 dias, em um hotel designado pelo Ministério da Saúde. Ao final deste período, outro teste será feito.

O Panamá não é apenas o centro das Américas, é também o centro entre uma vida cosmopolita ativa e culturas ancestrais; da modernidade e tradição; lar de inúmeras espécies, selvas misteriosas e praias ensolaradas. Os viajantes podem desfrutar da rica história, cultura, beleza natural e locais remotos ao máximo por meio das três heranças do destino:

• Patrimônio Cultural: narra a história do Panamá como a Ponte do Mundo, conectando atrações de classe mundial como a Cidade Velha (Patrimônio Mundial da UNESCO); o mundialmente famoso Canal do Panamá; a primeira ferrovia interoceânica, entre outras. Além disso, os circuitos culturais mostram sua diversidade, oferecendo experiências através das três principais culturas do Panamá: seus sete grupos indígenas, herança afro-caribenha, incluindo a cultura do Congo (Patrimônio Imaterial da UNESCO) e a colorida cultura colonial espanhola. A diversidade cultural também é vivenciada no âmbito gastronômico, com a UNESCO reconhecendo a Cidade do Panamá como uma cidade criativa em gastronomia.

• Patrimônio Verde: desde a formação do istmo do Panamá, há três milhões de anos, houve uma grande troca de espécies entre as Américas do Norte e do Sul, proporcionando ao país uma biodiversidade extraordinária. As rotas do Patrimônio Verde levam o visitante por Parques Nacionais, áreas protegidas e reservas privadas na floresta neotropical do Panamá (um terço do país está protegido), incluindo experiências através dos centros de visitantes do Instituto Smithsonian Tropical Research. Sendo uma delas o Monumento Natural Barro Colorado na bacia do Canal do Panamá, considerada a floresta tropical mais estudada do mundo.

• Patrimônio Azul: há três milhões de anos, com a criação da ponte terrestre istmo do Panamá, os oceanos Caribe e Pacífico se separaram, tornando-se distintos em termos de marés, clima e fauna marinha. As experiências oferecidas nos diversos ecossistemas das rotas do Patrimônio Azul incluem a observação de baleias nos arredores do Parque Nacional de Coiba (Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO) e a admiração dos projetos de conservação de tartarugas no Oceano Pacífico. Além da exploração das águas caribenhas azul turquesa de Bocas del Toro, reconhecidas como "Hope Spot" pela Mission Blue, a iniciativa liderada pela Dra. Sylvia Earle, Exploradora da National Geographic.

De acordo com anúncio da Autoridade de Turismo do Panamá (ATP), a respeito do Plano Maestro de Turismo Sustentável, o país abre novos caminhos para explorar seus patrimônios. Por isso, em recente coletiva de imprensa para o mercado brasileiro, o Ministro de Turismo do Panamá, Iván Eskildsen, fez questão de ressaltar a importância da biodiversidade natural, bem como a riqueza cultural do destino. "A intenção é deixar claro aos brasileiros as muitas experiências e recordações que o Panamá pode proporcionar", disse.

A premissa é destacar de vez o Panamá como um destino turístico, tendo a sustentabilidade como um dos pilares aliado à autenticidade de seus diversos ativos e atrativos. O plano está focado na reativação progressiva da indústria do turismo no país, após a pandemia. Mas, mesmo neste momento, o Panamá mostra-se uma ótima opção para os brasileiros que desejam viajar para o exterior e buscam mais contato com a natureza, experiências ao ar livre e praias para relaxar.

Para informações mais recentes sobre os protocolos de saúde e segurança do Panamá, para visitantes internacionais, visite: https://www.visitpanama.com/information/travel-guidelines.

E para saber mais sobre o Patrimônio Cultural, Verde e Azul do Panamá, bem como as experiências que os envolvem, visite: https://visitpanama.com/things-to-do/.

8=MDNxUmMipjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxWOhJzN5MWN3UTMiRWZ1kjZmZGN3MzNxgzMzUjMiljN1YkMlkjN1YkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzN
6=EmZzIWZjpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvx2MjhjYlljZiNzM4QjZlZmNlZjYzI2NlV2MzgTO3gzY4YkMlgzY4YkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
4=ADN3YGMlpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxGO4UWNyIWM5IjNmVDO5IDM0QWZwMDN3YjMzcDO1QTO3YkMlQTO3YkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzN

8=UGOyImY3ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxWM2ITYmBjNiFGO2UWZzcTOlFWNiFzYmVGN0UWOhRmNkZkMlQmNkZkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
6=cDN4cTO4ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxmNmJzMyQTN1AjZxkDOlBDN2UTM1QzM0cTZ3kDMmdjM5YkMlcjM5YkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
8=MTZ1ADM1ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pTNwQDM2YDOzUjOnVGcq5ydvxmN0I2M4AjYldDZ4cTZ5UDNwMmZ3cjMzQGMwkDOkJWZ3YkMlIWZ3YkMlAjMxITMGJTJ2UDMyEzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopzM

Sobre a PROMTUR Panamá
É a organização oficial de marketing do país cuja principal função é a promoção e marketing internacional do Panamá para todos os segmentos turísticos. PROMTUR trabalha em colaboração com a Autoridade de Turismo do Panamá (ATP) para ampliar a promoção internacional do país como destino turístico.

Embora seja famoso pelo canal de 77 quilômetros que conecta os oceanos Pacífico e Atlântico, a rica história, cultura, beleza natural e locais remotos do Panamá são totalmente apreciados por meio das três heranças do destino: Cultural, Azul (marinho) e Verde (biodiversidade).

As paisagens físicas do Panamá incluem praias, montanhas e florestas, oferecendo de tudo, desde uma capital cosmopolita a aldeias indígenas, tudo a uma curta distância de carro.

Para mais informações, visite www.visitpanama.com. E siga o Panamá no Twitter, Facebook e Instagram.

Sobre a TM Latin America
TM Latin America é uma empresa líder em marketing de turismo internacional. Especializada em destinos e atrações de classe mundial. Conta com uma equipe de profissionais trilíngues especializados em diferentes áreas: marketing, vendas, comunicação, marketing digital e posicionamento de marca. Sediada em Orlando, na Flórida, está presente no Brasil, Colômbia, México e Argentina cobrindo toda a América Latina.

Após abertura de suas fronteiras para brasileiros, Aruba anuncia tarifa especial com a Copa Airlines

Promoção é válida até 22 de junho para viagens realizadas
até o dia 31 de outubro de 2021
Aruba, 15 de junho de 2021 - Uma semana após o anúncio de reabertura das suas fronteiras de Aruba para o público brasileiro, a Copa Airlines resolveu dar uma forcinha àqueles que desejam matar as saudades da ilha mais feliz do Caribe com uma tarifa aérea especial.

A partir de US$ 450 ida e volta + taxas será possível visitar Aruba partindo de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte ou Brasília. Para participar da promoção, a compra deve ser realizada de 15 a 22 de junho, mas a viagem pode acontecer até o dia 31 de outubro deste ano.
8mRDNjFmN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6UjNwQTNwgDO2ozZlBnauc3bsJmN5EGZ2MTN1QTYzgDM0kjN3QWZ0YTZ2EWZlZTNyQzNGJTJyQzNGJTJzYjNGJTJ1gTM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
"Aruba tem mais de 90% de seu PIB proveniente do turismo, por isso, estabelecemos rígidos controles e protocolos de biossegurança alinhados com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Tudo isso para tornar Aruba um destino seguro aos nossos visitantes", comenta Ronella Croes, CEO, da Autoridade de Turismo de Aruba. "O Brasil é um mercado extremamente importante para nós, estamos muito confiantes com a retomada segura das atividades e essa parceria com a Copa Airlines certamente será um estímulo ao Brasil", finaliza a executiva.

Para que os brasileiros possam voltar a desfrutar os atrativos da ilha mais feliz do Caribe é necessário apresentar comprovante de Febre Amarela e baixar o aplicativo de saúde de Aruba para preencher a ficha de embarque e desembarque - ED card. Para completar o documento é necessário fazer upload do teste de PCR negativo para Covid-19 realizado de 72 a 12 horas antes do embarque. Ainda como parte do protocolo, além do seguro viagem convencional, é preciso contratar também o seguro criado especialmente pelo Governo local para cobrir eventuais custos relacionados a Covid-19 na ilha. O valor para pessoas maiores de 15 anos é de USD 30 e USD 10 para crianças de até 14 anos. Mais informações sobre o seguro estão disponíveis aqui.

Mais informações sobre roteiros e protocolos de segurança estão disponíveis em https://www.aruba.com/br na seção de requisitos de saúde.

Sobre Aruba

Como um dos destinos caribenhos mais visitados, Aruba, uma ilha feliz, oferece praias deslumbrantes, diversas delícias culinárias, um extenso e inesquecível Parque Nacional de Arikok e hotéis e vilas reconhecidos internacionalmente. Líder em inovação, o país foi classificado em primeiro lugar na lista de Melhores em Viagens 2020 da Lonely Planet devido a sua preocupação com a sustentabilidade. Os protocolos de segurança do "Código de Saúde e Felicidade" de Aruba proporcionam paz de espírito e, ao mesmo tempo, uma experiência relaxante na ilha. Localizado fora do cinturão de furacões, Aruba oferece desde escapadelas românticas em praias até experiências de bem-estar inesquecíveis. Outras informações estão disponíveis em Aruba.com.

Para saber mais sobre o destino, siga Aruba nas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/ArubaBR
Instagram: @arubabr

Com ator Caio Castro em Belarus, Lucas Mineiro tem reforço de peso para o BRAVE CF 51

Minsk, Belarus - 2 Junho 2021

Mais do que um dos mais bem sucedidos nomes do MMA brasileiro, Lucas Mineiro, ex-campeão peso leve do BRAVE Combat Federation, principal organização de MMA do Oriente Médio, é também notório por ter vários grandes nomes do entretenimento brasileiro entre seus amigos pessoais. Para uma das lutas mais importantes de sua carreira, Mineiro terá um reforço e tanto em seu corner: o ator Caio Castro.

Castro faz parte do time de celebridades que treinam artes marciais sob a batuta de Lucas Mineiro em sua academia em São Paulo, a Capital da Luta. Além do ator/empreendedor, outras estrelas que são treinadas por Mineiro são Whindersson Nunes, Ana Hickmann, Henrique Fogaça, entre outros.

Caio Castro chegou à Minsk, onde acontece o BRAVE CF 51 no próximo dia 4 de junho, e rapidamente mostrou intimidade com o meio das artes marciais. O ator até se arriscou em uma rotina de aquecimento e movimentos de luta de chão durante os treinos abertos do evento, realizados no Dana Mall, na capital de Belarus. À vontade, Caio ainda atacou de tradutor de Lucas, quando o atleta resolveu presentear alguns fãs com suas luvas e camisas.

Lucas Mineiro, com a presença de Caio Castro em seu córner, fará a luta principal do BRAVE CF 51 diante do alemão Marcel Grabinski. O evento acontece na próxima quinta-feira (4), a partir de 13h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo e gratuita para o Brasil no site bravecftv.com.

Especialistas apresentam rótulos nacionais para comemorar o Dia do Vinho Brasileiro

Projeto Taça & Prosa, iniciativa da Cooperativa Vinícola Garibaldi para celebrar a data, terá transmissão de degustação comentada em 4 de junho, destacando lançamentos e produtos premiados da marca

O consumo de vinho no Brasil ultrapassou sua média histórica, pouco superior a 2 litros por habitante e, em 2020, chegou à marca de quase 2,7 litros por pessoa, o que significa crescimento de 26%, conforme dados da Ideal Consulting. Além disso, a população brasileira que bebe vinho ao menos uma vez na semana cresceu 3 milhões de 2019 para 2020, de acordo com informações da consultoria inglesa Wine Intelligence.

A tendência ascendente dos números não é mero acaso. Ela é resultado de décadas de investimento do setor vinícola brasileiro na qualidade dos vinhos e espumantes elaborados em solo nacional, um esforço para oferecer aos consumidores produtos de excelência e, assim, conquistar sua preferência. O movimento vem dando certo - e esse é um dos principais motivos de celebração na comemoração do Dia do Vinho Brasileiro em 2021.

Neste ano, a data ganhou programação estendida: desde 10 de maio, produtores de todas as regiões do país têm realizado ações para promover vinhos, espumantes e sucos de uva feitos no Brasil, mostrando para o consumidor suas qualidades e estimulando as pessoas a apreciarem as bebidas vinícolas nacionais, em uma força tarefa que vai até 06 de junho. A Cooperativa Vinícola Garibaldi culmina sua participação nessa iniciativa com uma ação temática que ocorre no dia 04 de junho, sexta-feira: a transmissão da primeira live do projeto ‘Taça & Prosa’.

55YDZkVGO6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjN0UTM5gDO3EjOnVGcq5ydvx2Y2I2MmJTZiF2M5MTNmVjYjFmM1IWY4EDN4EzMxEzMmZkMlEzMmZkMlEDM2ATMGJTJyAjM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopTO
Crédito Cassius Fanti

A partir das 20h, quatro especialistas entram no ar, ao vivo, pelo Instagram da vinícola (@coopvinicolagaribaldi) para debater temas importantes ligados ao setor vinícola e, especialmente, apresentar ao público vinhos e espumantes de destaque elaborados pela marca. São presenças confirmadas entre os comentaristas o enólogo da Cooperativa Vinícola Garibaldi, Ricardo Morari, e os convidados Leandro Baena (@chorodavideira), Roberto Rodrigues de Araujo Junior (@confrariadobob) e Luciana Toscano (@vinhosdaserragaucha).

A degustação comentada traz lançamentos como o vinho Granja União Merlot Rosé, que está chegando ao mercado esse mês, e rótulos consagrados, como o premiado Espumante Garibaldi Moscatel, o Espumante Garibaldi VG Extra Brut e o vinho Garibaldi Merlot Reserva. Conheça:

Vinho Granja União Merlot Rosé

Uma das novidades preparadas pela Cooperativa Vinícola Garibaldi para este ano, o Merlot Rosé da linha Granja União chega ao mercado para, primeiramente, seduzir pela aparência - para, depois, conquistar pelo paladar. Seu aspecto visual levemente rosado é resultado de um cuidado na maceração com as cascas. "Fizemos isso sem a extração de taninos excessivos que poderiam tirar a leveza e a delicadeza desse vinho", observa o enólogo chefe da cooperativa, Ricardo Morari. Esse varietal traz como componentes degustativos também aromas intensos de frutas vermelhas, como cereja e morango, e um sutil toque floral. Em boca, apresenta bom frescor, leveza e acidez equilibrada. O novo rosé da casa foi mantido a uma temperatura de fermentação controlada, buscando aromas finos e intensos. Após a fermentação, o vinho permaneceu em tanque refrigerado até o engarrafamento, a fim de preservar seu frescor e jovialidade. Por isso, apresenta uma graduação alcoólica inferior (10,5%) à do Merlot tradicional da mesma família (11,5%). Morari destaca a versatilidade desse vinho como uma de suas grandes qualidades, já que pode ser consumido de forma descompromissada. "É um vinho descomplicado, que não necessariamente exige harmonização para ser consumido", opina.

Vinho Garibaldi Merlot Reserva

Pode-se dizer que o Merlot está para a Serra gaúcha assim como o Carmenere está para o Chile ou o Malbec para a Argentina. Embora essa frase contenha uma dose de exagero, é uma forma de mostrar como essa casta, entre as tintas, tem forte identificação com a principal região produtora de vinho do país. O Garibaldi Merlot Reserva é vinificado de forma tradicional, com seleção das uvas no vinhedo e aumento da relação sólido líquido, o que eleva a extração dos componentes presentes na película da uva, em especial os compostos fenólicos. Após a fermentação alcoólica, realiza-se a fermentação malolática, deixando o vinhos mais macio. Além disso, o vinho passa por um período de maturação em carvalho francês por seis meses antes de ganhar as prateleiras de mercados e lojas especializadas. A bebida apresenta coloração vermelho rubi intenso e reflexos violáceos, com aromas de frutas vermelhas, manteiga e um toque de chocolate. Em boca, percebe-se corpo moderado com acidez equilibrada e taninos macios. Este vinho foi elaborado na Safra 2020, tida como "A Safra das Safras", por sua qualidade diferenciada e está indo para o mercado agora.

Espumante Garibaldi Moscatel

Reconhecido internacionalmente, com distinções em países como Espanha, Grécia, Inglaterra e França, o Garibaldi Moscatel também se consagrou na América Latina ao receber o principal prêmio da mais importante competição do continente, o Catad’Or Wine Awards, em 2018, no Chile. A distinção concedeu à bebida da Cooperativa Vinícola Garibaldi o título de Melhor Espumante do Cone Sul. Mas há mais: o espumante estampou a publicação 5StarWines - The Book 2021, da Vinitaly, maior feira de vinhos da Itália. Se as credenciais dessa bebida já seriam suficientes para justificarem sua presença no Taça e Prosa, a análise sensorial desse espumante elaborado com dois tipos de uva Moscato - Branco e Giallo - certifica de vez a escolha do Moscatel para essa lista. Esse espumante é elaborado através do método Asti, com apenas uma fermentação, que é interrompida para manter maior residual de açúcar e diminuir a graduação alcoólica, dentro de autoclave. O Garibaldi Moscatel é um espumante de coloração clara, com reflexos esverdeados e aspecto brilhante, além de apresentar ótima formação de perlage. No olfato, apresenta aromas com notas de melão, maçã verde, flores brancas e um toque de mel. Já no paladar, mostra-se suave e cremoso, com acidez equilibrada e refrescante.

Espumante Garibaldi VG Extra Brut

Elaborado pelo método Charmat com uvas Chardonnay e Pinot Noir, o Espumante Garibaldi VG Extra Brut é uma bebida de paladar estruturado, com acidez equilibrada e refrescante. Tais atributos conquistaram o júri internacional, sendo reconhecido duplamente em premiações na terra do espumante, a França. O vinho borbulhante ganhou a medalha de ouro tanto no Challenge International du Vin quanto no Citadelles du Vin ocorridos no ano passado. E ainda obteve, na Grécia, uma medalha de bronze no Thessaloniki International Wine & Spirits Competition. É elaborado pelo Método Charmat Longo, permanecendo em autólise no autoclave por 12 meses, o que lhe confere estrutura, intensidade e cremosidade. O VG apresenta uma cor amarelo palha com reflexos esverdeados, aspecto brilhante e ótima formação de perlage. O olfato lembra aromas com notas de abacaxi, baunilha e um delicado toque de pão tostado.

22YDMklTZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjN0UTM5gDO3EjOnVGcq5ydvxWOiBTM3IWZ2UTMiNjNyIWOlVWY4YTNmVGN1QjNwgDOxYkMlgDOxYkMlEDM2ATMGJTJyAjM0EzXtUTMt8VbvNmLyBXbtkmRyUiRyUSQzUycwRHdopjN
Kit Taça & Prosa crédito Philogus

SERVIÇO

O que: Taça & Prosa, degustação comentada transmitida pela Cooperativa Vinícola Garibaldi, integrando a programação comemorativa ao Dia do Vinho Brasileiro

Quando: 04 de junho, às 20h

Onde: pelo canal da Cooperativa Vinícola Garibaldi no Instagram - @coopvinicolagaribaldi

Quanto: o acesso à transmissão é gratuito.

Como participar: o público pode acompanhar as degustações em casa, adquirindo o kit com os quatro produtos pelo preço promocional de R$ 129,00 (informações sobre como adquirir podem ser obtidas pelo fone/whats 54 99196-5577 ou através do site https://www.vinicolagaribaldi.com.br).

Liderado por brasileiro Lucas Mineiro, BRAVE CF divulga card completo para estreia em Belarus

Minsk, Belarus - 5 de Maio de 2021

O BRAVE Combat Federation, maior organização de MMA do Oriente Médio, está prestes a adicionar mais uma nação a sua crescente lista de países-sede, com o BRAVE CF 51: The Future Is Here agendado para Minsk, em Belarus. A menos de um mês do evento, marcado para o dia 4 de junho, a promoção anunciou o card completo da noite de lutas, que terá um brasileiro em sua luta principal.

Trata-se de Lucas “Mineiro” Martins, ex-campeão mundial peso leve do BRAVE CF e ex-desafiante ao cinturão peso pena da organização. Mineiro terá pela frente o alemão Marcel Grabinski, em luta válida pela categoria até 70 kg.

Além disso, o card também terá outra luta importante para o futuro da categoria de pesos leves, com o promissor inglês Sam Patterson encarando Ylies Djiroun.

O país-sede também estará bem representado no evento, com quatro lutadores carregando a bandeira de Belarus: Denis Maher, na luta co-principal da noite; Vadim Rolich; e Murat Azerbiev x Evgeniy Sleptsov, que se enfrentam na luta de abertura do card.

O BRAVE CF 51: The Future is Here acontece no dia 4 de junho no Falcon Club, em Minsk, capital de Belarus. O evento será realizado em associação com a Rukh Sport Management e contará com atletas de Brasil, Alemanha, Suécia, Belarus, Rússia, França, Inglaterra, Quirguistão, Afeganistão e Turquia em mais uma programação recheada de astros internacionais da organização baseada no Bahrein.

Confira abaixo o card completo do BRAVE CF 51:

Peso leve: Lucas Martins vs Marcel Grabinski
Peso super meio-médio: Denis Maher vs Fernando Gonzalez
Peso leve: Ylies Djiroun vs Sam Patterson
Peso super meio-médio: Vadim Kutsyi vs A ser anunciado
Peso pena: Roman Bogatov vs Abdulmutalip Gairbekov
Peso galo: Vladislav Novitskiy vs Yanis Ghemmouri
Peso mosca: Badmatsyren Dorzhiev vs Almanbet Abdyvasy Uulu
Peso galo: Aydemir Kazbekov vs Abdul Karim Badakhshi
Peso palha: Anastasia Feofanova vs Sevde Turk
Peso meio-pesado: Vadim Rolich vs Abylkasim Yakubov
Peso combinado (64.3kg): Murat Azerbiev vs Evgeniy Sleptsov