Fraternidade Ramatis Hercílio Maes realiza bazar com produtos doados pela Receita Federal

A casa espiritualista Fraternidade Ramatis Hercílio Maes, realiza no próximo domingo, 18/07, um bazar com itens apreendidos e doados pela Receita Federal. O objetivo da ação é arrecadar fundos para o trabalho assistencial realizado pela instituição junto à entidades carentes já cadastradas.
 
Aproximadamente 400 produtos serão disponibilizados ao consumidor com preços abaixo do valor de mercado. Os itens à disposição do público vão desde produtos eletrônicos como: Play Station PS4, autofalantes JBL, subwoofer para carros roteadores, peças de motocicletas, conectores e cabos de fibra ótica e de portas USB e antenas para rede digital. Também será possível adquirir mercadorias como roupas de inverno, perfumes, brinquedos, carretilhas e varas de pesca, entre outros.
O valor máximo de compras por pessoa será de 700 reais. No caso de algum produto cujo preço unitário ultrapasse este valor, a compra se restringirá apenas a esta unidade. Também haverá controle do número de itens que cada consumidor poderá adquirir. No caso, brinquedo serão15 unidades, eletrônicos 2 unidades e perfumes 2 unidades.
Os pagamentos podem ser parcelados em até 6 vezes no cartão de crédito. No caso de pagamento por PIX, em dinheiro ou em cartão de débito, haverá desconto de 10% sobre o preço da etiqueta do produto.

Procedimentos em relação à pandemia: De acordo com a direção da casa todos os procedimentos determinados pela Prefeitura Municipal de Curitiba com relação a pandemia, como distanciamento social e utilização de álcool em gel, serão estritamente seguidos. A entrada no salão se dará mediante senha disponibilizada na fila e será feita em grupos de 10 pessoas, que vão dispor de cerca de 10 minutos para aquisição dos itens.
Segundo Carlos Gurski, presidente da Fraternidade Ramatis, este é o segundo bazar realizado com produtos apreendidos pela Receita Federal. O primeiro aconteceu em 2019 e foi muito bem-sucedido. Recentemente a instituição foi reconhecida pelo município como uma unidade de Utilidade Pública Municipal.
“Estamos com uma expectativa muito positiva em relação ao bazar, até porque recebemos excelentes produtos da Receita Federal. O valor arrecadado com a iniciativa vai nos ajudar na manutenção do trabalho assistencial que é desenvolvido pela nossa Fraternidade”, afirma. Ainda de acordo com a entidade, todos os produtos doados pelo órgão federal são legalizados, mas não podem ser utilizados para revenda e serão comercializados sem nota fiscal, pois são oriundos de apreensão fiscal.

SERVIÇO: Bazar da Fraternidade Ramatis Hercílio Maes com produtos apreendidos pela Receita Federal.
DATA: 18 de julho de 2021
LOCAL: Rua Tobias de Macedo Júnior, 246 – Faculdades Espírita do Paraná UNIBEM – Auditório Leon Denis – Telefone 3089-5059 - Curitiba PR

HORÁRIO: das 09h00 até o final do estoque

Programação Paraná 15/07 a 21/07

Programação Paraná
15/07 a 21/07

Seguem as programações para a semana de 15/07 a 21/07.

ESTREIA:
SPACE JAM: UM NOVO LEGADO

PRÉ-ESTREIA:
UM LUGAR SILENCIOSO: PARTE II (sessões apenas na quarta)

Seguem abaixo os links para download das programações em excel.

Cinépolis Pátio Batel - Curitiba: https://tinyurl.com/r8aj8yl

Cinépolis Jockey Plaza Shopping: https://tinyurl.com/uef4dxz

CINDERELA ESTREIA FESTIVAL DE TEATRO INFANTIL “ERA UMA VEZ…ERAM DUAS, ERAM TRÊS”

“Na quinta, dia 15 de julho, o espetáculo faz sua estreia online. Toda a renda do festival será revertida para as crianças e adolescentes atendidos pelo Programa Dedica e na ala Pediátrica do HC. A exposição dos figurinos está fica em cartaz até o dia 30 de julho na fachada do Guairão”.

O Festival de teatro infantil “Era uma vez...Eram duas, eram três”, que este ano ganha novo formato em versão online, realizado pela Montenegro, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e apoio da Associação dos Amigos do HC estreia nesta quinta, dia 15 de julho, com o espetáculo Cinderela. A partir desta data, quem adquirir o ingresso poderá assistir ao vídeo da peça em alta qualidade com duração de 40 minutos de onde quiser, independente de horário, e ficará disponível até fevereiro de 2022. Os espetáculos produzidos com exclusividade para o Festival estão sendo gravados no palco do Teatro Bom Jesus, cumprindo todos os protocolos de segurança e prevenção a disseminação da Covid. As gravações contam com uma plateia diferenciada, formada por bonecos dos personagens pintados por pacientes do programa DEDICA, da Associação dos Amigos do HC e terão suas transmissões na plataforma Hotmart (www.hotmart.com). Na sequência acontecem as seguintes exibições: João e Maria (19.08), Chapeuzinho Vermelho (30.09) e João e o Pé de Feijão (28.10).

As produções trazem leituras contemporâneas dos clássicos com linguagens que refletem temas cotidianos de pais e filhos. Um festival de múltiplas ideias, incontáveis saberes, diversas expressões de linguagens e qualificação, com atrações que ao mesmo tempo aproximam o tradicional teatro para a infância e juventude, da produção teatral contemporânea. “Cada peça traz uma possibilidade diferente, de música e visual, construção da dramaturgia. Minha direção caminha para conectar o mundo da criança com o do adulto. Essa questão do teatro infantil ser para as crianças e para os pais também é uma das principais questões que me preocupo quando escrevo. Quem leva a criança para o teatro? O diálogo das cenas não é unilateral, somente para os pequenos, o foco também está nos pais”, conta Tiago Luz, diretor cênico do festival. Cinderela é quem abre a programação dos espetáculos. Essa adaptação, traz à cena uma inusitada abordagem sobre essa tão revisitada história. “Nossa Cinderela é um convite para que adultos e crianças, juntos, possam rir, se emocionar e construir caminhos possíveis na direção de um mundo mais justo, harmonioso e igualitário”, conta o diretor.

O conto, em suas primeiras versões, traz uma adolescente órfã abusada por sua madrasta e filhas. E a resolução dos seus problemas acontece de forma mágica. Um vestido para que Cinderela possa ir ao baile e conquistar o príncipe. Sem contar as cenas de terror. A madrasta mutila os pés de suas filhas para que caibam no sapatinho de cristal. Pombas delatoras que furam os olhos das irmãs invejosas. Todo esse contexto foi amenizado nas reproduções do século 20. Cientes disso, o festival traz uma Cinderela possível, que discute questões contemporâneas. Mas nesta abordagem passa longe do universo Disney, do estereótipo da princesa. Ela perde seu pai e a mãe se casa novamente, com um homem autoritário e dominador, com quem tem mais dois filhos. A mãe de Cinderela fica doente e entra em um estado catatônico. Cinderela cresce solitária, cuidando da mãe em uma cadeira de rodas e fazendo todo o serviço da casa. A chegada da "Fada Madrinha", uma antiga amiga de sua mãe, dá coragem e exemplo para que a menina supere seus problemas. Ao optar por esse caminho, é feita uma aproximação do conto a realidade de muitas mulheres, homens e crianças que, sejam opressores ou oprimidos, podem reconhecer sua condição e encontrar possibilidades para transformá-la. O recurso de gênero artístico do festival é a comédia, o deboche, a paródia. Nada mais adequado para tratar de assuntos tão distópicos, delicados e urgentes.

A contrapartida social desse projeto será realizada em parceria com a Associação dos Amigos do HC, que ficará com a renda integral da bilheteria, além de apresentações exclusivas aos pacientes do DEDICA – Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, programa de enfretamento à violência infantil mantido pela associação, oficinas criativas e de contação de histórias. Ainda como parte do projeto, a construção de um novo espaço de leitura nas instalações do DEDICA está prevista para ser entregue no segundo semestre. Escolas públicas vão receber também apresentações dos espetáculos, que devem atingir um público total de 5.000 mil pessoas, entre alunos e professores.

Os ingressos para o espetáculo Cinderela estão à venda através da plataforma Hotmart (http://campanha.amigosdohc.org.br/festivaleraumavez). Podem ser adquiridos em duas modalidades: CINDERELA (ingresso digital dá acesso para assistir ao vídeo da peça + 1 livreto digital de atividades “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$25,00 / CINDERELA – COMBO (ingresso digital + 1 mini almofada da Cinderela, que será enviada por correio para o endereço informado no cadastro do comprador com frete já incluso + 1 livreto digital de atividades “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$60,00.

Com uma equipe de produção formada por criativos, cenógrafos, figurinistas, jornalistas, designers, fotógrafos, cinegrafistas, técnicos de som e luz, músicos, produtores, advogados, contadores, intérpretes, entre outros, o festival movimenta a cena cultural desse início de ano. Com essa terceira edição, o festival deverá ultrapassar a marca de 10 mil espectadores. “Gerar valor aos produtos culturais é a fórmula de sustentabilidade de um segmento tão sensível as oscilações da política e economia. Ao nos colocarmos como parte da máquina, gerando empregos, renda, impactos sociais e de imagem, garantimos a continuidade das produções artísticas”, afirma Carolina Montenegro, diretora da empresa, que já aprovou e executou mais de 80 projetos.

A edição 2021 do “Era uma vez...Eram duas, eram três conta com os patrocínios da Credipar, Fertipar Fertilizantes, Cattalini, Jaguáfrangos, Tecnolimp, RDP Petróleo, Servopa, Engepeças, Trützschler, Elejor, Sanepar, Banco Digimais, PASA (Paraná Operações Portuárias), Ravato, Greca Asfaltos, Impress The Decor Company, Nórdica, Quasar, Ítalo Supermercados, Magnetron Componentes Elétricos. Apoio: Teatro Bom Jesus, Teatro Guaíra, Tutu Ateliê de Sapatilhas, Kromossomos Estranhos, Espaço Fantástico das Artes, Padaria América, Atelie Miniart. Instituição Beneficiada: Associação dos Amigos do HC

O ERA UMA VEZ...ERAM DUAS, ERAM TRÊS conta com o apoio financeiro de mais de 70 empresas patrocinadoras, sendo que 70% dessas mantém seus investimentos em todas as edições do projeto. As notícias do festival computam mais de 1 bilhão de reais em mídia espontânea, somados ao plano de mídia com inserções em rádio, mobiliário urbano, impressos e internet.
MOSTRA CAMINHOS DO ENCANTAMENTO
Quem passar em frente ao Teatro Guaíra (R: Conselheiro Laurindo, s/n) em passeios a pé ou de carro vai se surpreender. O motivo? A fachada do Guairão está com a exposição “Caminhos do Encantamento”, que marca o lançamento oficial do Festival de teatro infantil. A mostra ficará em cartaz até o dia 30 de julho. Figurinos confeccionados exclusivamente para a mostra, trazem releituras dos personagens da Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Bruxa do João e Maria, Madrastas, Fadas e o Pé de Feijão em estruturas recicladas. Sustentabilidade, reutilização e ressignificação de materiais estão presentes no trabalho do figurinista e artista visual Gustavo Krelling, que assina a criação. “Em minha proposta flerto sempre com as artes visuais, principalmente a performance. Essas questões, por sua vez, propõem ao espectador reflexões sobre o que está vendo em cena - materiais inusitados, texturas e novas possibilidades. Acredito que dessa maneira ampliamos a discussão do espetáculo em seu aspecto visual”, afirma o artista.

Volume, cores, formas e texturas também podem ser discutidos no traje para a exposição. A riqueza está na diversidade de estilos, com resultados inusitados, criativos e de cunho autoral. Peças feitas com material que pode ganhar outra chance em expressão e estilo, evitando o descarte prematuro. Para essa exposição, o figurino da Cinderela por exemplo, que tem como objeto icônico o sapato, será produzido inteiro com restos de couro de sapatos que iriam para o lixo. Os retalhos de restos são costurados em um vestido de baile. João e Maria, João Pé de Feijão, são outros personagens que receberão figurinos nessa mesma proposta.
Sobre a Montenegro
Atuando há 11 anos, a Montenegro sempre apostou na cultura, o maior valor do Brasil. A empresa busca, com a realização de seus espetáculos, debater e desenvolver o teatro para a infância e juventude no Brasil, movimentando e valorizando o cenário artístico com as suas contribuições.

Além de colaborar com a formação artístico-pedagógica das crianças e adolescentes, a empresa oferece, através de espetáculos, exposições, oficinas, contação de histórias, encontros temáticos e rodas de conversa, toda a bagagem necessária para o fortalecimento da cultura no país.

Dias das exibições pela plataforma hotmart (www.hotmart.com):

Cinderela – a partir de 15 de julho
João e Maria – a partir de 19 de agosto
Chapeuzinho Vermelho – a partir de 30 de setembro
João e o Pé de Feijão – a partir de 28 de outubro

Serviço:
Ministério da Cidadania e Montenegro apresentam
“Era uma vez...Eram duas, eram três”
CINDERELA
Estreia: a partir de 15 de julho de 2021
Transmissão Online: www.hotmart.com
Duração vídeo da peça: 40 minutos
Vendas: http://campanha.amigosdohc.org.br/festivaleraumavez . CINDERELA (ingresso digital dá acesso para assistir ao vídeo da peça + 1 livreto digital de atividades “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$25,00 / CINDERELA – COMBO (ingresso digital + 1 mini almofada da Cinderela, que será enviada por correio para o endereço informado no cadastro do comprador com frete já incluso + 1 livreto digital de atividades e pintura “Brincando com a Cinderela” para download ou impressão) – R$60,00.
Classificação etária: Livre. De 04 a 08 anos para o público infantil, e 08 a 12 anos para o público infanto-juvenil.
Informações: www.montenegroproducoes.com
Realização: Montenegro

Conheça a Cambira, prato típico da culinária Caiçara

Preparado a base de peixe salgado e defumado, o prato tem tradição de mais de 300 anos

A tradicional culinária caiçara será celebrada, de 16 a 25 de julho, no Festival de Gastronomia Caiçara. Em sua primeira edição, o evento vai exaltar a Cambira, prato que tem como data comemorativa, no município de Pontal do Paraná, o dia 18 de julho. Para degustar a Cambira tradicional e outras delícias típicas, o público poderá escolher entre 16 restaurantes inscritos no Festival.

Patrimônio da cozinha brasileira, a Cambira é originalmente preparada com peixe seco e defumado, acompanhada da banana e pirão. Há mais de 300 anos, os portugueses introduziram o sal na região, que passou a ser utilizado na conservação do peixe - especialmente da Tainha que é abundante no litoral do Paraná. O nome (Cambira) remete ao cipó muito presente no litoral, conhecido por sua flor de cor roxa, que era a base do varal usado para a defumação. Uma vez seco, o peixe vai para a panela de barro com água e especiarias (tomate, pimentão, coentro, pimenta e bananas), e vira um caldo grosso. Ele é servido com pirão, salada e arroz.

Retomada do turismo no litoral do Paraná

A realização do Festival de Gastronomia Caiçara (FGC) faz parte do esforço da Prefeitura Municipal de Pontal do Paraná e da Adetur Litoral em promover a retomada do crescimento econômico do turismo local, um dos setores mais afetados no período da pandemia.

Para Gilberto Keserle, secretário municipal do turismo e desenvolvimento econômico de Pontal do Paraná, embora aconteça em meio à pandemia, o Festival está sendo organizado de uma maneira segura. “Não haverá concentração em apenas um espaço. O festival acontecerá em diversos restaurantes da região, todos capacitados para atender o público dentro dos protocolos exigidos neste momento”, ressaltou.

Concurso desafiador

Em paralelo ao FGC, também acontece o concurso gastronômico que premiará chefs e cozinheiros pelos melhores pratos caiçara. Entre as categorias estão o Prato Feito Caiçara, o Petisco Caiçara e a melhor Cambira Tradicional. A ideia da promoção é desafiar a criatividade de comerciantes e cozinheiros para estimular as vendas e apresentar ao público a qualidade da culinária local.

O FGC é realizado pela Prefeitura Municipal de Pontal do Paraná e Adetur Litoral com apoio do COMTUR de Pontal do Paraná, TV Paraná Turismo, Sebrae, Mata Atlântica Park, Hotel, Bananina Bala de Banana, Xirú do Sambaqui e Serra Verde Express.

Pontal do Paraná

Criado em dezembro de 1995, Pontal do Paraná tem 26.636 habitantes, segundo estimativa do IBGE/2018. Fica no litoral a uma distância de 100 km da capital Curitiba e tem como atividades principais o turismo, comércio, pesca e artesanato. Dos 50 km de extensão em praias do Paraná, 23 km se encontram em Pontal do Paraná, tornando o município totalmente voltado às atividades praianas. Tem 48 balneários, incluindo Pontal do Sul - principal ponto de partida para a Ilha do Mel.

Receita da Cambira
Ingredientes:
- 2 kg de peixe seco ou defumado;
- 6 bananas caturra ou nanica (não muita madura);
- tomates bem maduros sem pele;
- cebola;
- 1 pimentão pequeno;
- alfavaca ou coentro a gosto;
- 3 colheres de sopa de extrato de tomate;
- pimenta a gosto;
- 2 colheres de sopa de óleo;
- farinha branca de mandioca para o pirão

Modo de preparo:

Lavar bem o peixe seco e deixar de molho, trocando a água por várias vezes para tirar o excesso de sal. Preparar o molho colocando numa panela rasa o óleo, depois a cebola, o pimentão, o tomate, a alfavaca ou o coentro, a pimenta e o extrato de tomate. Pronto o molho, juntar o peixe, tampar e deixar ferver por alguns minutos.

As bananas podem ser colocadas em seguida, cobrindo o peixe ou servidas junto com a Cambira. Caso opte por colocar as bananas junto com o peixe, a panela deve ser tampada mais uma vez, para uma nova fervura.

Para o pirão, colocar numa panela parte do molho do peixe. Fazer um mingau com água fria e depois derramar aos poucos no molho fervendo, mexendo sempre. O prato completo é servido com arroz branco e saladas.

SERVIÇO:
Festival de Gastronomia Caiçara
Data: 16 a 25 de julho de 2021
Informações em https://gastronomiacaicara.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/gastronomiacaicara/

Restaurantes Participantes

Cambira Tradicional

Restaurante Bon Apetit: (41) 98416-7638
Restaurante Sabor Brasileiro: (41) 99101-8755
Café Caiçara Sabores e Saberes: (41) 99554-9757

Pratos Caiçaras

Cantto das Pedras Restaurante e Petiscaria: (41) 998740158
Yotto Sushi: (41) 99916-6288
Bistrô Café Com Flores: (41) 98521-8482
Restaurante da Ivete: (41) 99897-2672
Braseiro Pontal: (41) 98416-9681 – 99290-2034
Restaurante Amigu’s: (41) 3458-5433
Cantinho do Adilson: (41) 99982-7081
Hotel Mata Atlântica: (41) 3457-1161

Petiscos Caiçaras
Karranka Pizza & Burger: (41) 998740158
Cataia Petiscaria: (41) 99947-7646​
Braseiro: (41) 98416-9681 – 99290-2034
Beira Rio: 41 9906-9661
Sistema X: (41) 99846-0266
Ponto do Petisco: (41) 98440-2672
Restaurante Sabor Brasileiro: (41) 99101-8755

Sérgio Reis e Zonta estrelam campanha do Entreposto de Carnes Condor

Além da campanha, rede amplia investimento do Entreposto e montante já atinge R$100 milhões

O Entreposto de Carnes e Fiambreria do Condor Super Center recebeu mais aportes e já soma R$ 100 milhões de investimentos na unidade, entre o espaço, equipamentos, tecnologias, campanha e treinamentos. O empreendimento foi inaugurado recentemente e, desde então, recebeu mais inovações e melhorias. Para destacar a qualidade das carnes, o Condor lança uma campanha que traz como personagens principais o fundador e presidente do Condor, Pedro Joanir Zonta, e o cantor Sérgio Reis. Um dos pontos altos do comercial é o desfecho com uma música que misturou o famoso jingle do Condor com a melodia da canção Panela Velha.

No processo criativo da elaboração do roteiro, a Agência 433 AG e o marketing do Condor buscaram transmitir naturalidade e um clima amistoso para que a mensagem central fosse passada de maneira simples, descontraída e afetiva. Em um bate papo informal entre amigos, Zonta e Sérgio Reis falam sobre os diferenciais do Entreposto. “Eles são muito carismáticos e realmente são amigos, o que contribuiu para que o comercial retratasse toda essa característica leve do Condor e a preocupação do Entreposto em oferecer produtos de qualidade e de procedência”, disse o vice-presidente do Condor, Ricardo Zonta.

Sérgio Reis foi escolhido porque representa bem a marca e por possuir características semelhantes às da empresa, como a simplicidade e sua trajetória sólida. “Ele demonstra confiança e desperta a memória afetiva das pessoas, além de ser uma personalidade conhecida por todas as gerações”, destaca Ricardo.

O Entreposto possui diversas linhas, com equipamentos de precisão e tecnologias de ponta para a produção de cortes especiais, inclusive de hambúrgueres e almôndegas. O local faz a desossa e o fracionamento, tudo seguindo rígidos padrões de qualidade. As fatiadoras possuem tecnologias que deixam os bifes dos mesmos tamanhos, espessuras e pesos. Os frios também são fatiados com precisão e embalados de maneira que cada fatia fique uma soltinha da outra. Para poder oferecer exatamente o que o consumidor deseja, foi realizado um estudo de três anos para definir os cortes, pesos e tamanhos.

Segundo o presidente da rede, os investimentos foram realizados com o objetivo de garantir mais padronização e segurança alimentar dos cortes bovinos e dos frios. “Assim, todas as nossas lojas conseguem oferecer carnes com os mesmos padrões de qualidade por meio de um processo 100% rastreável e com redução da manipulação do alimento, o que garante ainda mais higiene e segurança”, salienta Zonta.

Localizado em Curitiba, anexo à Central de Distribuição da empresa, em um espaço de 5 mil m², o Entreposto conta com cerca de 170 colaboradores e processa aproximadamente 3.600 toneladas de carnes por mês. A expectativa da rede é começar a operar no futuro carnes suínas e de frango.

Confira o comercial no link: https://youtu.be/DPJoxqNBhug

FICHA TÉCNICA
Cliente: Rede Condor
Agência: 433 AG
Campanha: Entreposto de Carnes Condor
Coordenação de Atendimento: Bud Distefano / Simone Kanda
Atendimento: Pedro Domingues / Camila Weber
Planejamento: Fernanda Weisheimer
Criação: Edmundo Guimarães / Pesly Kriger
Produção: Gabi Schunck
Produtora de vídeo: Artelux
Diretor de Cena: Henrique Faria
Produtora Executiva: Laura Dalcanale
Diretor de Produção: Ricardo Lima
Assistente de Direção: Igor Tezin
Atendimento: Renata Vianna Dias e Leonardo Guerra
Coordenadora de Produção: Ale Pereira
Diretora de Arte: Anna Reikdal
Coordenador de Pós-Produção: Guilherme Paciornik
Editor e Finalizador: Guilherme Paciornik
Produtora de Audio: Play Studio
Aprovação: Ricardo Zonta / Leonardo Franklin /Danielle Cervi Araújo