3 lugares para curtir o Halloween em Curitiba

Entre os dias 30 de outubro e 01 de novembro, diversos locais da capital paranaense vão entrar no clima do Dia das Bruxas, com programação e produtos temáticos

CURITIBA, 29/10/2020 – A data mais assustadora do ano está se aproximando. No próximo sábado, dia 31 de outubro, é comemorado internacionalmente o Halloween, também conhecido como o Dia das Bruxas. A festa, que nasceu nos Estados Unidos, vem ganhando cada vez mais adeptos em território nacional. Em Curitiba, diversos empreendimentos já anunciaram que vão entrar no clima do horror e promover uma programação especial para a data. Chope roxo e filmes de terror estão no roteiro de Halloween de três grandes empreendimentos da capital paranaense.

Pata te ajudar e encontrar o programa que mais combina com você e sua família, confira a lista de Dia das Bruxas que preparamos para vocês.

Porks – Porco & Chope: o Halloween no Museu será realizado entre os dias 30 de outubro e 01 de novembro, na unidade Museu do Olho (Rua Mal. Hermes, 1092), com entrada gratuita e programação especial. Durante os três dias de evento inédito, o bar contará com venda de Chope Pilsen Roxo, decoração temática e show de jazz e blues ao vivo.

Bar Quermesse: para atrair toda a família, o Halloween “à brasileira” vai unir toda a atmosfera assustadora do Halloween com a tradicional mesa de doces com iguarias juninas, típica das festas de quermesse no interior do Brasil. Para ficar ainda melhor, quem visitar o Bar também poderá comer um pedaço do tradicional bolo de Santo Antônio e tentar encontrar o santinho casamenteiro na massa para ter sorte no amor.

Planeta Drive-In: neste sábado, dia 31 de outubro, o maior cinema estilo drive-in do Brasil vai promover uma edição especial da “Noite do Terror Ao Vivo”. O evento contará com a exibição do clássico do terror “Halloween H20” e terá performances ao vivo de artistas caracterizados, que serão responsáveis por sustos adicionais aos do filme. Os ingressos, vendidos antecipadamente, custam a partir de R$ 100 por carro (até 4 pessoas por automóvel) e estão disponíveis no site www.planetadrivein.com.

Paleta de cordeiro com legumes: receita apresentada no projeto Nossa Casa Viva, do Sebrae/PR, vai estar disponível ao público

Série de lives do projeto visa fortalecer mercado de produtos típicos e valorizar produtores paranaenses. Público poderá acompanhar o preparo e encomendar o prato
Rul3mtPLTaA==

Paleta de cordeiro com legumes. Crédito: Guto Souza

Neste sábado (31), acontece a última live Nossa Casa Viva, projeto do Sebrae/PR com receitas de chefs paranaenses, que busca promover os ingredientes regionais, produtores rurais e pratos típicos do estado. Entre os produtos presentes nas oito lives estiveram aqueles com o Selo Alimentos do Paraná e outros que já possuem ou estão em processo de obtenção do selo de Indicação Geográfica (IG).

Na última live da série, a chef Vania Krekniski, do restaurante Limoeiro, em Curitiba, vai preparar uma paleta de cordeiro com legumes, diretamente de seu restaurante. A transmissão começa a partir das 11 horas. A inscrição pode ser feita pelo site Nossa Casa Viva.

A novidade é que os consumidores poderão realizar reservas no restaurante Limoeiro, em Curitiba, para provar o prato que será apresentado durante a live. Quem preferir também poderá pedir o prato e retirar no local. O preço será de R$59,90 o prato individual. Pelo Instagram @nossacasa.viva haverá um sorteio de quatro pratos individuais preparados pela chef para retirada ou para serem consumidos no estabelecimento. Mais informações podem ser obtidas pelo whatsapp: 41 3093-5392.

Além disso, os clientes também poderão adquirir no local um kit com alguns produtos como o queijo de Witmarsum, a goiaba de Carlópolis e o vinho de Bituruna.

A coordenadora estadual de agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, explica a importância do Nossa Casa Viva.

“Queremos promover a rica cultura gastronômica do Paraná e valorizar os empreendedores envolvidos nesse processo, de chefs a produtores rurais. No Nossa Casa Viva o público pode conhecer e consumir os produtos típicos da sua região e assim contribuir para o desenvolvimento local de produtores e empresas”, afirma.

O prato

A receita da paleta de cordeiro com legumes inclui diversos ingredientes regionais que começam pelo próprio cordeiro, vindo de Campina Grande do Sul, temperado com alho, alecrim, hortelã, pimenta, limão e com um toque do vinho da cidade de Bituruna, produto que está buscando o selo de Indicação Geográfica. O prato inclui batatas, cebolas e cogumelos orgânicos de uma empresa local. A receita traz ainda como acompanhamento um chimichurri feito com a erva-mate de São Mateus do Sul, produto que possui Indicação Geográfica, além de uma maionese defumada, da empresa Tribal Alimentos, empresa de Guarapuava que possui o Selo Alimentos do Paraná. Ela explica que a receita é inspirada na sua própria experiência.

ViewImage.aspx?image=lR2KS9SjdSHkGb92A5M4Kw==

A chef Vania Krekniski, do restaurante Limoeiro, em Curitiba. Crédito: Divulgação

“Esse é um prato que remete a minha infância quando eu viajava para a casa do meu avô no interior durante as férias. Ele assava o cordeiro em um fogão à lenha, marinava e temperava a carne. Até hoje me lembro do cheiro do cordeiro no fogo. Na minha receita, faço algumas adaptações para inserir os produtos típicos do nosso estado e busco realçar esses diferentes sabores no prato”, adianta a chef.

Um dos ingredientes presentes na receita são os cogumelos da empresa Naturele, de Tijucas do Sul e que possui o Selo Alimentos do Paraná. O produtor Dinei Souza explica que, desde o início do trabalho com o Sebrae, buscou aprimorar as boas práticas, a higiene, a qualidade e a melhoria dos procedimentos de trabalho, o que levou a expandir as suas vendas e canais de comercialização. Ele comemorou a possibilidade de participar do projeto. “É muito importante essa aproximação entre o consumidor final e a valorização dos pequenos produtores do estado e essa é uma oportunidade excelente de aumentar a visibilidade dos nossos produtos. Esse é mais um apoio do Sebrae para colaborar com o nosso crescimento”, afirma.

Nossa Casa Viva

As lives do Nossa Casa Viva se iniciaram no último dia 12 de setembro. Chefs de Foz do Iguaçu, Cascavel, Palmeira, Morretes, Londrina, Itapejara D’Oeste e Maringá já ensinaram suas receitas típicas e divulgaram os produtos de suas regiões. Para acompanhar as lives, acesse o canal do Sebrae/PR no YouTube. Para mais informações, confira o site do Nossa Casa Viva.

Com Claudia Raia, Miguel Falabella, Marisa Orth e José Possi Neto, TV Cultura revela o grande destaque do teatro musical neste sábado (31/10)

Vencedor do concurso musical, apresentado por Jarbas Homem de Mello, ganha um troféu exclusivo e uma bolsa integral no curso de formação em teatro no Célia Helena Centro de Artes e Educação

5==QO4gzY3QjOyJmLt92YuEmc1RHb1Nmd0B0bzNXZ052btV2csV2Z6YTN0EDNzMTN0EjOnVGcq5ydvxWY0UTYykjZjJzYlZGN1UjZzEDZhJWZjhTMjFDNmJmNiZkMlImNiZkMlYjMygjRyUiN0UzN1gTNyATMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopDM
0==gYxMDOkRjOyJmLt92YuEmc1RHb1Nmd0B0bzNXZ052btV2csV2Z6YTN0EDNzMTN0EjOnVGcq5ydvxmNzQzNkRGO3YmMkNTM4UmZ2EDZ0MDNjBTO0gDNycjZiZkMlcjZiZkMlYjMygjRyUiN0UzN1gTNyATMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopDN

Este sábado (31/10) promete ser de muita emoção na TV Cultura. A partir das 22h15, começa a grande final do programa Talentos, com Jarbas Homem de Mello, e a presença dos jurados Claudia Raia, Miguel Falabella, Marisa Orth e José Possi Neto, que escolherão o novo nome do teatro musical brasileiro.

Os candidatos que chegaram até a final da competição são Merícia Cassiano, Fabio Galvão, Aldozza e Fernanda Biancamano. Pela primeira vez desde o início da competição, as apresentações serão presenciais, no palco do Talentos.

Eles começam a edição cantando I Hope I Get It e One, ambas do musical A Chorus Line. E na sequência fazem performances em duplas e individualmente. A cada apresentação um candidato é eliminado, até chegar ao grande vencedor do programa, que ganhará um troféu exclusivo e curso de formação em teatro no Célia Helena Centro de Artes e Educação.

0==gYyITMzEjOyJmLt92YuEmc1RHb1Nmd0B0bzNXZ052btV2csV2Z6YTN0EDNzMTN0EjOnVGcq5ydvxWN2MjNzUDOmVmY3gjM3ATO0IWYwMzY0gzMxMmNlFjNjZkMlEjNjZkMlYjMygjRyUiN0UzN1gTNyATMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopTM
6==AO3kzN2MjOyJmLt92YuEmc1RHb1Nmd0B0bzNXZ052btV2csV2Z6YTN0EDNzMTN0EjOnVGcq5ydvxGOzYjN3MDN3UWNxkzN5EmNhRjN2ImZ4UjY4UGMxMTNyYkMlMTNyYkMlYjMygjRyUiN0UzN1gTNyATMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopjM

Coaching

Outra surpresa da grande final do Talentos é a participação de dois artistas norte-americanos - Marlies Yearby e Telly Leung - que dividiram suas experiências realizando sessões individuais de coaching com os finalistas.

A ação é fruto de uma parceria entre a TV Cultura, a Embaixada e os Consulados dos Estados Unidos no Brasil em prol do incentivo à arte e à cultura, principalmente, ao teatro musical.

Sobre o programa

O Talentos contou com mil inscritos, 98 foram selecionados e passaram pela avaliação dos jurados Miguel Briamonte (maestro), Sara Sarres (cantora e atriz), Diego Montez (ator), Natan Bádue, maestro e também diretor musical do Talentos, e do ator e apresentador do programa, Jarbas Homem de Mello. Eles selecionaram os 24 participantes do Talentos 2020 .

Com roteiro de Mariana Elisabetsky e direção de Marcos Rombino, a competição começou com um programa de seleção dos 24 candidatos, seis eliminatórias, uma repescagem, quatro semifinais, e a grande final.

Foi desenvolvido em formato virtual, devido à pandemia, e os jurados, no estúdio, avaliaram os candidatos por vídeo. "Eles gravaram remotamente seu número musical, porém, com toda a supervisão artística da TV Cultura, que incluiu orientações das equipes de cenário, maquiagem e até questões técnicas", explica Marcos Rombino, diretor geral do Talentos.

Trouxe também workshops feitos por Sara Sarres e Diego Montez com os candidatos a cada eliminatória, orientando sobre belting (técnica de canto utilizada no teatro musical), dança, atuação e outros temas.

E contou com um grande engajamento dos amantes do teatro musical no Instagram do programa. Eles puderam acompanhar os bastidores do Talentos, saber mais sobre os candidatos e surpresas das edições, além de conhecer mais sobre o universo do teatro musical.

Realização: Fundação Padre Anchieta, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal - Lei de Incentivo à Cultura

Curitiba vai ganhar novo pub inspirado no Brooklyn dos anos 90

Com inauguração prevista para o próximo mês de dezembro, o 41 Brooklyn será o primeiro pub da cidade especializado em hip hip

CURITIBA, 29/10/2020 – A partir de dezembro, a cidade de Curitiba ganhará uma nova opção de entretenimento: o 41 Brooklyn, que combina todo o conceito do subúrbio de Nova York com a tradição do hip hop. A proposta do pub é escapar das amarras que guiavam a capital paranaense e trazer uma nova identidade para quem é apaixonado pelo Hip Hop e suas vertentes, como R&B, Soul, Funk Americano, Dancehall e Ragga. A data oficial de inauguração será divulgada em breve.

“Já existiram outras casas curitibanas com festas temáticas dedicadas ao hip hop, mas nunca foi algo exclusivo. O 41 Brooklyn está chegando para trazer um conceito único na cidade. Temos certeza que vamos surpreender com toda a magia da cultura do hip hop, além de trazer outros conceitos clássicos dos Estados Unidos”, conta Felipe Floriani, sócio proprietário do empreendimento. Mais conhecido por DJ Flem, Felipe já participou de eventos dedicados ao gênero por todo o território brasileiro e, também, em mais de seis países diferentes.

Na parte interna do pub, o público vai encontrar dois bares, sendo um deles exclusivo de coquetéis clássicos e autorais, além de um lounge com iluminação especial em LED, sofás e telão para transmissão de apresentações de DJs e jogos das principais competições norte-americanas, entre elas NBA e NFL. Outro grande diferencial da casa será a área externa. O bar contará com o conceito garden, com deck ao ar livre, diversas mesas, sofás, puffs, food trucks e um “bar de praia” exclusivo.

“Escolhemos um espaço com área externa, pois além de ser uma tendência em Curitiba é também uma necessidade em tempos de pandemia. Para nós é muito importante essa questão da segurança, promovendo diversão dentro das normas atuais do Ministério Público”, explica. “Em um primeiro momento, vamos trabalhar com capacidade reduzida. Por isso, vamos fazer uma quinzena de estreia, para que todos possam aproveitar a programação especial de abertura, sem causar aglomerações em um único dia de evento”, completa Felipe Floriani.

O 41 Brooklyn vai funcionar na Rua Alferes Poli (nº 821), no Centro de Curitiba, de terça a quinta-feira, das 17h às 23h; nas sextas, das 17h à 1h; e aos sábados, das 14h à 01h. A data oficial de inauguração será divulgada em breve.

Tradicional restaurante curitibano passa a funcionar durante o almoço com menu executivo completo por R$ 59

Com cardápio assinado pelo renomado chef Dudu Sperandio, o Ernesto Ristorante oferece um cardápio exclusivo com couvert, entrada, prato principal e sobremesa

CURITIBA, 29/10/2020 – Com quase dez anos de história na capital paranaense, o Ernesto Ristorante, comandado por Dudu Sperandio, apresenta uma cozinha italiana moderna, que traz uma somatória de experiências do chef curitibano por cidades como Milão e Londres, além de outros lugares do mundo, como a paradisíaca Ilhas Bermudas. Nessas oportunidades profissionais, o chef, um apaixonado pela gastronomia italiana, sempre buscou conhecer novas técnicas e insumos diferenciados para aprimorar suas receitas, oferecendo gastronomia de excelência em Curitiba. Agora, o Ernesto passa a funcionar durante o almoço com um delicioso menu executivo com sequência de quatro pratos pelo preço fixo de R$ 59 por pessoa.

Com couvert, entrada, prato principal e sobremesa, o novo cardápio, servido de terça a sexta, tem opções para agradar todos os gostos. Para iniciar, a casa oferece pão artesanal, berinjela marinada e manteiga de vinho, seguido de um mix de folhas com alcachofra, tomatinho cereja, abobrinha grelhada e molho Ceaser. Já os pratos principais são o Entrecote ao molho de pimenta acompanhado de purê de batatas e arroz branco; o Strogonoff de mignon acompanhado de arroz branco e batata chips; o Fettuccine artesanal ao molho de grana padano e camarões; e o Mignon ao molho mostarda acompanhado de arroz branco e batata chips. Todos os preparos podem ter feijão cremoso da casa servido como acompanhamento.

Para fechar a refeição com muito estilo, duas sobremesas incríveis e tradicionais da casa: pudim de leite condensado da vovó ou mousse de chocolate. É sempre bom lembrar que o restaurante está seguindo todas as normas de segurança e distanciamento estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde. Aos sábados e domingos, a casa funciona durante o almoço com seu cardápio normal.

O Ernesto Ristorante fica na Rua Myltho Anselmo da Silva (n° 1483), no bairro Mercês. O menu executivo é servido durante o almoço, de terça a sexta, a partir das 12h. Além disso, aos sábados e domingos, também a partir das 12h, a casa abre para o almoço com seu cardápio tradicional. As reservas podem ser feitas pelo telefone (41) 4141-5477. Para mais informações, acesse o site www.dudusperandio.com.br.

Way Beer promove Halloween com música ao vivo e costela fogo de chão neste domingo (01)

O HalloWay será realizado na fábrica da Way Beer, localizada na cidade de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba

CURITIBA, 29/10/2020 – O Halloween pode ser uma celebração tipicamente norte-americana, mas a cada ano que passa fica mais popular no Brasil. E se existe algo que o brasileiro sabe fazer muito bem, é trazer suas próprias tradições e influências para qualquer estilo de festa. Pensando nisso, a Way Beer, principal cervejaria artesanal do Estado do Paraná, vai promover neste domingo, dia 01 de novembro, um Halloween diferente com muita música, boa comida e muita cerveja artesanal: o HalloWay

Durante o evento, que vai acontecer na fábrica da cervejaria, o público terá a oportunidade saborear os principais rótulos da Way Beer, disponibilizados em dezenas de torneiras de chope, enquanto curte as apresentações das bandas Live Transmission e Ovos Presley, que vão animar o espaço em uma atmosfera dedicada ao clima do Halloween. Para uma harmonização gastronômica completa, quem visitar o evento terá a oportunidade de saborear uma deliciosa costela de chão, que poderá ser degustada no local ou solicitada na opção para viagem.

O HalloWay será realizado na fábrica da Way Beer (Rua Pérola, 331 – Pinhais), na região metropolitana de Curitiba, das 11h às 18h. O evento vai seguir todas as recomendações dos órgãos responsáveis com relação aos cuidados com a COVID-19 para oferecer o melhor cervejas artesanais e diversão com conforto, responsabilidade e segurança. A entrada é gratuita, mas a capacidade de público será limitada. Mais informação pelo telefone (41) 3653-8853 ou no site www.waybeer.com.br.

Livraria da Vila celebra Dia Nacional do Livro com promoções

Serão mais de 200 títulos com 20% de desconto

2==AO2MjNxYjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO1kjMwUjM5QDN6cWZwpmL39GbyYzNxEjNjJGOiFzNzkTZxEzN2UTYiljMiJGMjdjMmFmRyUiMmFmRyUiM1AzNzYkMlIDN2ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopTN
Em celebração ao Dia Nacional do Livro, a Livraria da Vila lança promoção especial com mais de 200 títulos com desconto de 20%. A seleção "Autores que amamos" celebra escritores como Clarice Lispector, Liev Tolstoi, Graciliano Ramos, Gabriel García Márquez, Virginia Woolf entre outros grandes nomes. Os descontos são válidos até 15/11*, nas lojas físicas e no e-commerce. Clique no link a seguir para acessar os títulos disponíveis:http://www.livrariadavila.com.br/autores-que-amamos

Confira abaixo alguns destaques da promoção:

Água Viva
Autor: Clarice Lispector
Editora: Rocco
Sinopse: Considerado o livro mais misterioso e autobiográfico de Clarice, Água viva saiu do prelo em 1973. Mas somente na década de 1980, após a morte da autora, veio a público o fato de a obra ter sido intitulada, originalmente, Objeto gritante. A descoberta se deu graças à tarefa de pesquisadores mergulhados no Arquivo Clarice Lispector da Fundação Casa de Rui Barbosa, que guarda manuscritos, datiloscritos, documentos diversos e fotografias da escritora.
De: R$ 64,90 Por: R$ 51,92

Grande Sertão Veredas
Autor: João Guimarães Rosa
Editora: Companhia das Letras
Sinopse:Uma das obras fundamentais da literatura brasileira, em nova edição. Publicado originalmente em 1956, Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, revolucionou o cânone brasileiro e segue despertando o interesse de renovadas gerações de leitores. Ao atribuir ao sertão mineiro sua dimensão universal, a obra é um mergulho profundo na alma humana, capaz de retratar o amor, o sofrimento, a força, a violência e a alegria. Esta nova edição conta com novo estabelecimento de texto, cronologia ilustrada, indicações de leituras e célebres textos publicados sobre o romance, incluindo um breve recorte da correspondência entre Clarice Lispector e Fernando Sabino e escritos de Roberto Schwarz, Walnice Nogueira Galvão, Benedito Nunes, Davi Arrigucci Jr. e Silviano Santiago.
De: R$ 84,90 Por: R$ 67,92

O fio das miçangas
Autor: Mia Couto
Editora: Companhia das Letras
Sinopse: A missanga, todos a veem. Ninguém nota o fio que, em colar vistoso, vai compondo as missangas. Também assim é a voz do poeta- um fio de silêncio costurando o tempo. Fazendo jus a essa delicada metáfora, cada uma das 29 histórias aqui agrupadas alia sua carga poética singular à forma abrangente do livro como um todo - vale dizer, ao colar em questão. Com um texto de intensidade ficcional e condensação formal raras na literatura contemporânea, Mia Couto demora-se em lirismos que a sua maestria de ourives da língua consegue extrair de uma escrita simples, calcada em grande parte na fala do homem da sua terra, Moçambique, um pouco à maneira de Guimarães Rosa, ídolo confesso do autor.
De: R$ 44,90 Por: R$ 35,92

O amor nos tempos de cólera
Autor: Gabriel García Márquez
Editora: Record
Sinopse: Edição especial de um dos maiores romances de Gabriel García Márquez. Ainda muito jovem, o telegrafista, violinista e poeta Gabriel Elígio García se apaixonou por Luiza Márquez, mas o romance enfrentou a oposição do pai da moça, o coronel Nicolas, que tentou impedir o casamento enviando a filha ao interior numa viagem de um ano. Para manter seu amor, Gabriel montou, com a ajuda de amigos telegrafistas, uma rede de comunicação que alcançava Luiza onde ela estivesse. Essa é a história real dos pais de Gabriel García Márquez e foi ponto de partida de "O amor nos tempos do cólera," que acompanha a paixão do telegrafista, violinista e poeta Florentino Ariza por Fermina Daza.
De: R$ 99,90 Por: R$ 79,92

Um defeito de Cor
Autor: Ana Maria Gonçalves
Editora: Record
Sinopse: Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca do filho perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela vai contando sua vida, marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. Inserido em um contexto histórico importante na formação do povo brasileiro e narrado de uma maneira original e pungente, na qual os fatos históricos estão imersos no cotidiano e na vida dos personagens, "Defeito de cor", de Ana Maria Gonçalves, é um belo romance histórico, de leitura voraz, que prende a atenção do leitor da primeira à última página. Uma saga brasileira que poderia ser comparada ao clássico norte-americano sobre a escravidão, "Raízes".
De: R$ 99,90 Por: R$ 79,92

Serviço
Seleção Autores que amamos - Livraria da Vila
Descontos de 20%
*válidos até 15/11 ou enquanto durarem os estoques
http://www.livrariadavila.com.br/autores-que-amamos

Últimos dias do Festival do Fettucine no Grana Padano

O evento acontece até o próximo domingo (01) no Ernesto Ristorante, principal endereço da gastronomia italiana em Curitiba

CURITIBA, 29/10/2020 – Em um canto do Ernesto Ristorante, em Curitiba (PR), uma montanha curiosa sempre chama a atenção do público. São peças de queijo grana padano, a nova sensação da gastronomia no Brasil, totalizando centenas de quilos. Produzido na planície de Padana, na Itália, o queijo de origem conquistou os brasileiros e, consequentemente, os restaurantes do país. Agora, que tal pegar uma dessas peças e preparar um delicioso Fettuccine dentro dela? A massa típica da culinária italiana, com amantes em todos os cantos do mundo, ganha ainda mais sabor com muito queijo em um preparo irresistível.

Pensando nesta combinação perfeita, o restaurante curitibano, comandado pelo badalado chef Dudu Sperandio, promove até o próximo domingo, dia 01 de novembro, o Festival do Fettucine no Grana Padano 2020. “O fettuccine é um macarrão achatado, feito de farinhas e ovos, bastante parecido com o talharim, perfeito para ser combinado com molhos. Aqui no Ernesto, começamos a preparar ele dentro de peças de grana padano, que passa por 36 meses de maturação, seguindo uma forte tradição italiana. Em pouco tempo, o preparo se transformou em uma marca registrada do nosso restaurante”, comenta Dudu Sperandio.

Grande responsável pelo evento, um dos grandes destaques gastronômicos de Curitiba, o chef Dudu Sperandio cuida diretamente do preparo do prato, que já na apresentação conquista os apaixonados por gastronomia. “A massa, quase pronta, é finalizada dentro de uma enorme peça de queijo italiano grana padano, para aproveitar o máximo do sabor do queijo, bem no meio do salão. Assim, a experiência gastronômica deixa de ser apenas para o paladar, passando a ser, também, uma experiência visual”, destaca o chef.

Durante o Festival do Fettuccine no Grana Padano, os clientes podem escolher entre diversas receitas exclusivas do preparo: fettuccine no grana padano flambado (R$ 55), fettuccine no grana padano flambado servido com trufas negras (R$ 65); fettuccine no grana padano flambado acompanhado por mignon grelhado com molho do próprio queijo (R$ 78); fettuccine no grana padano flambado servido com trufas negras e mignon grelhado com molho do próprio queijo (R$ 89); fettuccine no grana padano flambado acompanhado por camarões rosa grelhados (R$ 105); e fettuccine no grana padano flambado servido com camarões rosa grelhados e trufas negras (R$ 115). Para completar, quem quiser saborear diversos preparos durante a noite pode escolher a opção do Menu Degustação.

O Festival do Fettuccine no Grana Padano 2020 acontece até o próximo domingo, dia 01 de novembro, no Ernesto Ristorante (Rua Myltho Anselmo da Silva, n° 1483), no bairro Mercês. A promoção será válida durante o jantar, a partir das 19h30, e nos almoços de domingo, a partir das 12h. As reservas podem ser feitas pelo telefone (41) 4141-5477. Para mais informações, acesse o site www.dudusperandio.com.br.

Dia Nacional do Livro: Fundamental para conscientizar a importância da leitura

Há mais de 2 séculos o Brasil celebra todos os dias 29 de outubro o Dia Nacional do Livro. Mesmo com o tempo passando, é possível manter vivo o hábito da leitura. Escritor e professor de História mostra que mesmo durante a pandemia é possível desfrutar a companhia de uma boa leitura para superar este período difícil.

O Dia Nacional do Livro é comemorado em 29 de outubro e celebra a importância da leitura e, como não poderia deixar de ser, dos livros na vida dos seres humanos. A criação desta data comemorativa é referência ao dia que foi fundada a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Ela foi fundada há exatos 210 anos pela Coroa Portuguesa.
Os livros têm como função transmitir conhecimento, enriquecer as pessoas culturalmente, divertir, relaxar e, além, de outras coisas, ser uma boa companhia. Segundo o professor de História e escritor, Ueldison Alves de Azevedo, “a leitura é o único objeto material capaz de transformar o ser humano, pois independente da leitura, aderimos o conhecimento, viajamos em nossa própria imaginação dentro daquilo que o livro nos proporciona”.
Em tempos tecnológicos, é possível encontrar vários artigos, ebooks, PDFs para realizar algum tipo de leitura específica, mas como lembra o professor Ueldison, “desde a invenção da imprensa do século XV em Gutemberg na Alemanha e graças a Martinho Lutero em sua reforma protestante, o livro teve a sua versão mais famosa que perdura até os dias atuais”. O grande atrativo dos livros, ele ressalta, ainda são “os livros com cheiros, seja esses odores de livros novos e velhos”. No entanto, mesmo com tantos avanços tecnológicos, Ueldison avalia que “para despertar a curiosidade em principal dos jovens em época como a nossa, se faz necessário falar da composição e importância do livro, uma narrativa brilhante como de Hamlet de Shakespeare que faz nos emocionarmos ou Dom Quixote de Miguel de Cervantes onde viajamos na onda da loucura do cavaleiro errante. Faço essa viagem do imaginário com os meus alunos e por muitas vezes dão resultados positivos!”
Já a internet, salienta o professor, “é algo fantástico, é o fruto de uma revolução tecnológica dos anos 80, e o impacto dessa magnitude só ocorreu quando a imprensa foi criado como disse no século XV na Alemanha, claro a internet traz um algo rápido prazeroso de sentir a sensação da leitura, cada vez mais a grande rede toma sua forma dentro da plataforma de leitura, exemplo claro, hoje nós temos um aparelho no formato de tablet na qual é exclusivamente para leitura e nada mais”.
Mesmo assim, ainda é possível ver pessoas que não dispensam o livro impresso, como o professor Ueldison. “Podemos reparar que muitas pessoas assim como eu gostamos de sentir o livro, irmos numa livraria e levar a biblioteca para casa, eu sou compulsivo para livros, até por vezes me comparo as mulheres que vão numa loja de roupas e querem levar tudo o que há de melhor dessa loja”, brinca.

É preciso estimular a leitura, independente das circunstâncias

O isolamento social imposto pela pandemia obrigou as pessoas a mudarem seus hábitos e passarem mais tempo em casa. Neste sentido, é fundamental criar atividades para se entreter e manter a mente ativa: “Para quem gosta de uma boa leitura, tem desejo de conhecimento ou tranquilizar a mente, foi sim uma ótima forma de se desligar do mundo da COVID. No entanto, o brasileiro em si não é apto para ler, em nossa sociedade não foi cultivada essa habilidade para a leitura, isso já começa desde a reforma pombalina onde os padres jesuítas deixaram de educar os nativos e a responsabilidade passou a ser dos donatários.”
Ueldison Alves lamenta que até os profissionais acadêmicos não estão capacitados com uma boa leitura: “No Brasil até a nossa categoria de professores não conseguem praticar uma leitura adequadamente boa, mais de 70% dos docentes não abriram algum tipo de livro há mais de 3 meses. Então acredito que sim companhia boa o livro foi, mas apenas para aqueles que gostam realmente de ler”.
Professor de História, ele mostra que o livro ajuda em suas didáticas: “O imaginário é tudo, eu gosto de trabalhar com essa ideia dentro do campo da história e filosofia principalmente, pois eu começo a narrar um conto para a pessoa e na hora que consigo prender ela ao meu conto, simplesmente paro de falar e indico tal literatura e onde encontrar, a geração futura precisa ser aguçada isso é algo que me chama atenção”.
Ueldison reforça que o estímulo é importante para impulsionar e despertar essa atual geração, e faz uma comparação com a população dos tempos passados: “ Se olharmos uma sociedade iletrada da idade média para a nossa atual, veremos que nenhum desafio é o mesmo. Durante a idade média, para a igreja transmitir as informações sobre a Bíblia era cômodo colocar imagens iconográficos nas paredes para que as pessoas soubessem da vida de Cristo. Já na idade moderna as pessoas já não eram tão privadas assim das leituras como na idade antecessor, e como isso se deu? Pela vontade de querer saber o que estava descrito em várias páginas ou melhor, simplesmente por ter a sensação e o prazer do conhecimento através da leitura. Então pessoas privadas são levadas a leitura de maneira mais rápida, pois são aguçadas o tempo todo por esse anseio, e na atualidade não”.
Por isso, ele mostra que a leitura pode estar ao alcance de cada um, basta querer: “Tínhamos dentro das estações de metrô algumas máquinas que poderíamos pegar livros com apenas R$ 2 no bolso. Hoje pessoas também doam livros e claro, temos a internet, onde é mais difícil despertarmos essa magia de aderir um livro do que propriamente num passado onde muitos eram privados ao contrário de hoje”, finaliza.

Horário de atendimento do Shopping Mueller no feriado

No feriado no dia 2 de novembro – Dia dos Finados -, o Shopping Mueller terá horário diferenciado para o atendimento ao público.

-Lojas: das 14h às 20h;
- Praça de Alimentação e delivery: das 12h às 22h;
- Restaurantes: das 12h às 22h;
- Academia: das 10h às 16h;

SERVIÇO:
Shopping Mueller
Local: Avenida Cândido de Abreu, 127 - Centro Cívico, Curitiba (PR)
Telefone: 41 3074-1000
Informações: www.shoppingmueller.com.br
Facebook: www.facebook.com/MuellerCtba
Instagram: @muellercwb

Curitiba e RMC recebem 1º Festival Nacional de Café “To Go” nesta semana com preparos de até R$ 5

A Mais1 – Café, considerada a maior rede de café “to go” do Brasil, vai promover o evento nas onze unidades de Curitiba e Região Metropolitana entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro

CURITIBA, 27/10/2020 – O café especial é a companhia preferida dos curitibanos para equilibrar a correria do dia a dia. Isso porque, além de ser preparado com grãos de altíssima qualidade, ele pode ser consumido tanto em drinks frios quanto nos tradicionais preparos quentes, combinando com qualquer estação do ano. Pensando nisso, entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro, a Mais1 – Café, considerada a maior rede de café “to go” do Brasil, vai promover o 1º Festival Nacional de Café “To Go”.

Durante os quatro dias de festival, as onze unidades Mais1 – Café de Curitiba e Região Metropolitana vão servir todas as opções de bebida do cardápio com preços de até R$ 5. Entre as mais de dez opções de cafés, estão o Cappuccino, preparado como o legítimo italiano, com café espresso, leite vaporizado e crema de leite; o drink frio Caramel, preparado com café, leite e caramelo em abundância; o Sensação, que leva café, leite, purê de morango francês e chocolate; e, para quem preferir uma bebida sem cafeína, o Nutelatte, desenvolvido com chocolate quente e avelã.

“Para oferecer ainda mais sabor aos nossos clientes, selecionamos um grão de café produzido na região da Alta Mogiana, em Minas Gerais, com processo de secagem natural, notas de chocolate, encorpado e levemente cítrico, para ser nossa principal matéria-prima”, conta Vinicius Delatorre, sócio fundador e diretor operacional da Mais1 – Café. O café utilizado pela rede é produzido pela fazenda ganhadora do prêmio de melhor café do Brasil em 2019.

O 1º Festival Nacional de Café “To Go” conta com toda a praticidade do estilo “to go”, que se torna ainda mais importante neste momento em que o isolamento social se faz tão necessário. Durante o evento, a rede vai disponibilizar copos com embalagens especiais para que os clientes consumam a bebida na rua ou levem para qualquer lugar. Para uma experiência completa, o público ainda poderá encontrar uma variedade de salgados, doces e cafés moídos em cada loja.

Confira o endereço das unidades participantes:

1. Mais1 Café - Sete de Setembro (Av. Sete de Setembro, 3619 - Batel)
2. Mais1 Café - Alameda Cabral (Alameda Cabral 44, Centro)
3. Mais1 Café - Emiliano Perneta (Emiliano Perneta, 421 - Centro)
4. Mais1 Café - Padre Anchieta (Rua Padre Anchieta, 2194 - Loja 3 - Bigorrilho)
5. Mais1 Café – Osório (Rua Praça General Osório, 145 - Centro)
6. Mais1 Café - Inácio Lustosa (Rua Inácio Lustosa, 26 - Centro)
7. Mais1 Café – Mauá (Rua Mauá, 919 - Loja 01 - Alto da Glória)
8. Mais1 Café - Sete de Setembro Batel (Av. Sete de Setembro 4500 - Batel)
9. Mais1 Café - Marechal Deodoro (Av. Marechal Deodoro, 303 - Centro)
10. Mais1 Café - São José dos Pinhais (Rua XV de novembro, 2214 – Loja 03 – Centro)
11. Mais1 Café - Campo Largo (Rua XV de Novembro, 1993 – Centro)

O 1º Festival Nacional de Café “To Go” será realizado entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro, nas onze unidades da Rede em Curitiba e Região Metropolitana, conforme horário de funcionamento de cada loja. Mais informações no site www.mais1cafe.com ou no perfil oficial da rede no Instagram (@mais1.cafe).

Data de aniversário de Betinho é lembrada com live de Martinho da Vila

Transmissão acontece no dia 03/novembro e contará com outros nomes do samba. Apresentação faz parte das ações da campanha do Natal Sem Fome

03 de novembro é data do aniversário do Betinho, que, se estivesse vivo, estaria completando 85 anos e em grande estilo. Pois é nesta mesma data que Martinho da Vila recebe Xande de Pilares e Moacyr Luz para fazer a live Betinho Vive em homenagem ao sociólogo e ativista da paz que amava rodas de samba. O evento também é parte das ações que integram a campanha do Natal Sem Fome.

Mineiro de Bocaíuva, Herbert José de Souza nasceu em 1935. Grande ativista contra a fome e outras causas, Betinho ficou conhecido no Brasil e no mundo. Hemofílico, enfrentou desde cedo o dilema da saúde frágil, marca que o acompanharia pelo resto de sua vida.

Foi durante este período difícil que enfrentou que Betinho percebeu que precisava ajudar quem mais necessitava. A mobilização da sociedade em favor dos excluídos era a bandeira que levantou, com donativos e ações de solidariedade. O movimento liderado por ele era em prol de colocar a luta contra fome e a miséria na agenda de políticas públicas do país, luta que acontece até nos dias de hoje.

Através da Ação da Cidadania, Betinho não mediu esforços em sua trajetória para tentar acabar com uma das piores mazelas do mundo - a fome. Em seus estudos conseguiu elaborar o primeiro "Mapa da Fome", que na oportunidade apontava a existência de 32 milhões de famintos no Brasil. É aí que nasce o símbolo que consagraria Betinho como o maior nome da sociedade brasileira para acabar com a fome.

E para homenagear o pai Betinho, que era fã e frequentador assíduo de rodas de samba, que o filho e também presidente do conselho da ONG Ação da Cidadania, Daniel Souza, escolheu o dia 3 de novembro para fazer a live Betinho Vive protagonizada por Martinho da Vila e convidados.

"Se tinha uma coisa que emocionava o meu pai era a música. Naquelas poucas horas do show ou de uma roda de samba, acho que ele conseguia parar e descansar das lutas que ele travava, seja contra e fome, seja contra a própria AIDS. Acho que não tem melhor forma de celebrar o aniversário dele do que com este encontro histórico do samba", declarou Daniel.

Durante a transmissão haverá um QR Code na tela em que quem estiver assistindo poderá fazer doações para a campanha do "Natal Sem Fome" . Na oportunidade, Martinho da Vila vai fazer uma nova versão da música "Vamos Kizombar" que fala sobre Betinho, e trará convidados, como Xande de Pilares, que é um autores da música da "Quem tem fome, tem pressa" , e Moacyr Luz, um dos parceiros do cantor, compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu este ano pela Covid-19 e que Betinho teve a oportunidade de conhecer e frequentar sua casa.

A live será transmitida a partir das 20:00h pelo canal da Ação da Cidadania no Youtube e também no dos três artistas.

Serviço: Live Betinho Vive em comemoração ao aniversário do Betinho

Data: 03/novembro às 20:00

Sobre a Ação da Cidadania  

A Ação da Cidadania foi fundada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza, conhecido como Betinho, com o intuito de combater a fome e a desigualdade socioeconômica em nosso país e ajudar os mais de 32 milhões de brasileiros vivendo abaixo da linha da pobreza naquele ano. Desde sua criação, a ONG deu início a uma série de iniciativas, sendo o Natal Sem Fome a mais célebre delas. Após dez anos sem ser realizada, a campanha voltou em 2017 e, em 2020, ganhou força total para ajudar os agora dezenas de milhões de brasileiros que vivem abaixo da linha da pobreza, segundo dados do Cadastro Único do Governo Federal.  

Setor de bares e restaurantes utiliza novas tecnologias para voltar a crescer

Sistemas integrados que fazem a gestão completa do estabelecimento ajudam um dos setores mais afetados pela pandemia

Para se manter em atividade e angariar novos consumidores, um dos setores mais afetados pela pandemia do coronavírus precisou se reinventar. Para isso, foi necessário aliar os pilares de bons produtos e atendimento com as novas tecnologias disponíveis no mercado.

Segundo pesquisa realizada em agosto pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em cooperação com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), 63% dos empresários do setor relatam que o maior desafio é ter capital de giro para equilibrar os negócios. Focando na gestão, muitos têm buscado soluções que integrem toda a gestão para que haja economia e controle total sobre os custos e lucros do estabelecimento.

Rafael Hasson, CEO da ConnectPlug, startup que desenvolve ferramentas de gestão completa para bares e restaurantes, conta que os empresários do ramo de alimentos e bebidas tem demandado cada vez mais estas soluções. Para atender a procura, a empresa oferece parceria com o sistema myTapp, um serviço de automação e controle total sobre consumo de torneiras de chope. Com a tecnologia integrada, os empreendedores possuem controle de estoque e financeiro, contas a pagar e receber, vendas e relatórios personalizados. Tudo isso faz com que o desperdício de insumos seja reduzido em até 20% e aumenta a eficiência no atendimento ao cliente, o que, consequentemente, melhora o faturamento.

“O myTapp automatiza o controle das torneiras de chope do bar, enquanto o autoatendimento da ConnectPlug traz agilidade e autonomia na hora do cliente fazer o pedido. Além disso, tudo pode ser incorporado ao sistema de gestão ERP, fazendo com que o empresário tenha total controle da gestão”, explica Hasson.

Além dos benefícios para a empresa, as soluções melhoram a experiência do usuário, que pode utilizar um único cartão-comanda para o autosserviço de chope e, também, para o cardápio digital na mesa. Com isso, o cliente pode ver seu extrato parcial de consumo, solicitar o fechamento da comanda no momento que desejar e realizar o pagamento de forma mais rápida e sem enfrentar filas.

“O sistema de autosserviço de chope funciona com o próprio cliente se servindo. Ele é cobrado pelos milímetros que consumir, o que possibilita que ele prove um pouco de cada chope, 25 ou 40 milímetros, por exemplo. Depois, ele pode consumir os que mais gostou. Reduzimos o contato humano, algo importante durante a pandemia, e empoderamos o cliente para provar o que ele quiser”, explica Mateus Bodanese, co-founder e CEO da myTapp.

Álcool e direção, uma combinação perigosa no trânsito

Em 2019, dirigir sob efeito de álcool foi uma das principais infrações cometidas durante o Feriado de Finados

Curitiba, outubro de 2020 - A perigosa combinação de álcool e direção e as ultrapassagens indevidas continuam no topo do ranking das infrações, especialmente em períodos de feriadão quando o número de veículos nas rodovias federais aumenta consideravelmente. No feriado de Finados, em 2019, a Polícia Rodoviária Federal flagrou 1.664 condutores que haviam consumido bebida alcoólica antes de assumir o volante. Desses, 486 tiveram a alcoolemia constata pelo teste do etilômetro – o conhecido bafômetro. No total, mais de 60,3 mil motoristas foram submetidos ao teste. Entre os aferidos, 147 pessoas foram detidas.
Desde abril de 2018 as imposições da “Lei Seca” ficaram mais rigorosas para inibir ainda mais quem insiste em associar álcool e volante, causa de inúmeras tragédias no trânsito brasileiro. A mudança no Código de Trânsito Brasileiro definiu que o motorista que dirigir bêbado e causar acidente com vítima fatal será enquadrado no crime de homicídio culposo, podendo ser preso de cinco a oito anos. Se o acidente ocasionar lesões graves ou gravíssimas, a pena varia de dois a cinco anos de prisão, sendo que, em ambos os casos, não há direito à fiança.
Julyver Modesto de Araujo, comentarista do CTB Digital, explica que para a configuração do crime, basta que se verifique alteração da capacidade psicomotora. “A quantidade mínima de álcool no organismo não é mais condição fundamental para a caracterização penal, mas apenas uma das formas de comprovação da sua ocorrência. Todos os condutores que tiverem sinais notórios da influência de álcool ou, independente destes sinais, se o resultado do etilômetro for igual ou superior a 0,34 mg, devem ser conduzidos ao Distrito Policial para as providências de polícia judiciária”, destaca.
Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, diz que uma das principais características de um condutor exemplar é dirigir em plenas condições físicas e psíquicas. “Todos sabem que álcool, drogas e direção não combinam, pois alteram os reflexos e debilitam a concentração. Se beber não dirija. Preserve a sua vida e a dos demais usuários da via pública”, alerta.

McCafé completa 20 anos no Brasil e rede lança novos produtos para a retomada de operações pós-pandemia

100% do café servido pela marca é certificado pela Rainforest Alliance

O McCafé, cadeia de cafeterias do McDonald’s, completa 20 anos de atuação no Brasil em 2020. Tendo como estrela um café de alta qualidade, produzido com 100% de grãos do tipo arábica, considerado um dos mais nobres do mundo, o McCafé teve sua primeira unidade do país inaugurada na Avenida Paulista, em São Paulo, e hoje conta com 77 endereços distribuídos por diversos estados brasileiros. No último ano, mais de 93 toneladas de café foram consumidas na rede.

O segmento de café do McDonald’s chegou ao país para atender à crescente demanda do público brasileiro por um produto de qualidade e pelo alto potencial do mercado nacional, que é o segundo maior em consumo de café em todo mundo. Para a retomada das operações pós-pandemia, o McDonald’s lança no cardápio do McCafé produtos que também devem seguir conquistando os consumidores mais exigentes, como muffin de blueberry, tartelete com cobertura de morango ou chocolate e quiche de palmito, além de uma versão mini do famoso pão de queijo da marca. Diante do novo cenário, a cadeia também vem se adaptando e passou a entregar desde junho, em algumas unidades, os produtos do McCafé pelos serviços de McDelivery, Drive-Thru e para viagem.

Além das novidades, o menu da marca conta com o tradicional expresso e variedades como Latte, Moca, Cappuccino, Machiatto, entre outras, e até opções geladas, como os queridos Iced Mix Cookies e Iced Moca Mix. Para acompanhar as bebidas, estão disponíveis produtos salgados e doces, entre eles o pão de queijo, que pode ser encontrado apenas no McCafé do Brasil, adicionado ao cardápio para atender o gosto local.

Certificação Rainforest Alliance

Desde 2015, 100% do café servido nos McCafés e restaurantes McDonald's no Brasil contam com a certificação da Rainforest Alliance, reforçando o comprometimento da rede em mitigar seu impacto no meio ambiente e promover a sustentabilidade. Para receber a certificação, os produtores e fazendas parceiras precisam seguir uma série de normas baseadas em quatro pilares principais: gestão da fazenda, boas práticas agrícolas, bem-estar dos trabalhadores e boas práticas ambientais. A produção sustentável do café traz, ainda, benefícios importantes como a redução de agroquímicos e para a biodiversidade, como a melhora na qualidade do solo, além do impulsionamento de produtividade com redução de custos.

“Os consumidores estão cada vez mais em busca de transparência em relação à procedência dos produtos que consomem. Quando falamos de café, as pessoas têm buscado mais informações sobre a qualidade e a origem dos grãos, as condições de trabalho no campo, os processos sustentáveis envolvidos e os impactos ambientais e sociais gerados do plantio à embalagem do café. Por isso, fazemos questão de usar nossa escala para apoiar o trabalho desenvolvido pela Rainforest Alliance e temos o compromisso de adquirir apenas o café certificado, que significa que ele foi produzido de acordo com padrões rigorosos que protegem o meio ambiente, capacitam os produtores rurais e apoiam as comunidades locais”, comenta Leonardo Lima, Diretor Corporativo de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da Arcos Dorados.

O café certificado pela Rainforest Alliance beneficia todos os envolvidos na cadeia produtiva: agricultores e trabalhadores ganham acesso a meios de subsistência sustentáveis, marcas passam a oferecer produtos de qualidade, varejistas gerenciam riscos com mais facilidade e consumidores passam a ter mais confiança nas marcas e compram produtos alinhados a seus valores pessoais.

“A parceria com empresas como a Arcos Dorados é essencial para complementar o nosso trabalho no campo. Se de um lado temos agricultores investindo para tornar a sua produção mais sustentável nos âmbitos econômico, social e ambiental, do outro temos empresas e marcas comprometidas com práticas de compra responsável, prestação de contas e respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente. Ao comprar um café no McCafé, o consumidor contribui para ampliar o impacto positivo de fazendas e empresas comprometidas com cuidar das comunidades e dos nossos recursos naturais”, afirma Giovanna Garcia, Gerente de Mercados na Rainforest Alliance.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald's do mundo e a maior rede de restaurantes de serviço rápido da América Latina e Caribe. A empresa tem o direito exclusivo de possuir, operar e premiar franquias das instalações do McDonald's em 20 países e territórios nessas regiões e conta com quase 2,3 mil restaurantes, entre unidades próprias e seus franqueados, que juntos empregam mais de 100 mil pessoas. A empresa também mantém um forte compromisso com o desenvolvimento das comunidades em que está presente e com a geração de primeiro emprego formal para os jovens, além de utilizar sua escala para alcançar um impacto positivo no meio ambiente. Por sua vez, está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para mais informações sobre a Empresa, visite nosso site: www.arcosdorados.com

LANAC oferece teste sorológico de COVID-19 a R$100

Durante o mês de novembro, o laboratório pratica tabela especial do exame, com resultado no mesmo dia da coleta

A partir do dia 3 de novembro, o LANAC – Laboratório de Análises Clínicas passa a oferecer o teste sorológico de coronavírus a R$100. O valor especial será praticado nos primeiros cinco mil testes realizados no laboratório durante o mês.

O teste apresenta 99,9% de especificidade e 98,3% de sensibilidade e identifica o IgG e IgM. Segundo o diretor do LANAC, o bioquímico e especialista em bacteriologia, Marcos Kozlowski, quanto maior a sensibilidade, menor a chance de resultados falsos negativos. “Atingimos 99,9% de sensibilidade nesse teste quando é realizado a partir do 14º dia de contágio”, explica.

A IgM é a molécula que é formada rapidamente no corpo logo após o primeiro contato com uma infecção. E a IgG demora mais tempo para ser formada e indica a doença em fase convalescente ou possível imunização do paciente. Fabricado pela Beckman Coulter, o teste apresenta registro na ANVISA e conta com o certificado Emergency Use Authorization (EUA) da U.S. Food and Drug Administration (FDA).

O exame pode ser coletado em qualquer unidade do LANAC, observando os horários especiais durante a pandemia e feriados. Não há necessidade de jejum ou agendamento, e o resultado sai no mesmo dia da coleta, se realizada até às 17h. O valor é R$100 e até o momento não é coberto pelos planos de saúde.

Sobre o LANAC:
Há 29 anos, o LANAC - Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, como empresa 100% paranaense. A empresa possui 45 unidades de atendimento em diversos bairros de Curitiba, além da Região Metropolitana, Litoral do Paraná, Ponta Grossa, Palmeira e Rio Branco do Sul. Hoje, o laboratório oferece mais de dois mil tipos de exames, além de coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 400 colaboradores. Recebe exames de 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio. A sede central, com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. A empresa participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com nota excelente desde 1992 e mantêm a certificação ISO 9001/2015 atualizada desde 2004.