Dia Internacional do Rosé: Henkell Freixenet seleciona rótulos e sugere harmonizações para amantes da bebida

Oferecendo a leveza e frescor de frutas vermelhas, os vinhos e espumantes rosés caíram no gosto dos brasileiros e imprimem versatilidade sem deixar o equilíbrio de lado

Clique Para Download
54EjO5YGZ4MmN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6YDO2QDOwITMxozZlBnauc3bsBTOkNGOhZjZwcTNiBzYwkDOkRGZ1cjY0QzN1IzYjNDZGJTJjNDZGJTJ5gzNyQjRyUSO0YTMx8VL0ETLfpDM

Queridinho dos consumidores e perfeito para ser apreciado em todas as ocasiões, o vinho rosé tem sua própria data comemorativa: 25 de junho. Como uma especialista em celebrações, a Henkell Freixenet, líder mundial na produção de vinhos espumantes, selecionou alguns de seus rótulos, incluindo vinhos e espumantes, para transformar o Dia Internacional do Rosé em uma experiência ainda mais especial.

Sendo um espumante clássico do portfólio, o Cava Freixenet Rosé é produzido com uvas Garnacha e Trepat, garantindo leveza e frescor. Seu tom rosado rosa inconfundível carrega a doce fragrância de flores, amoras e framboesas, deixando no paladar a refrescância das frutas vermelhas. É perfeito para acompanhar almoços com pratos igualmente leves, como peixes, risotos e, também, sobremesas.

Usando uvas Bobal para sua produção, o espanhol Freixenet Rosado é um vinho vegano, com notas de morango e flores de laranjeira. Deixa na boca um sabor frutado, com toques de cereja e frutas cítricas, marcando todo o frescor que a bebida oferece. Ele pode ser harmonizado com aperitivos, comida italiana e japonesa, peixes e tartar.

Lançamento da marca no primeiro semestre do ano, o Trepat 2019 integra a coleção da linha Cuvée de Prestige. Limpo e fresco, de aroma complexo dominado por notas de frutas vermelhas e pães tostados, é um Cava único, produzido em estilo Blanc de Noirs, agradável e fácil de beber, sendo uma opção certeira para harmonizar saladas, frutos do mar, risotos e peixes brancos.

Em mais um lançamento, o Prosecco Mionetto Rosé é caracterizado pelo seu design elegante, garantindo ao rótulo sofisticação e modernidade. Feito com uvas Glera e Pinot Noir, originárias da Itália, é um espumante de altíssima qualidade que traz sabor frutado e um doce aroma de mel.

“Os vinhos rosés são leves, jovens e perfeitos para momentos descontraídos. Nossos rótulos imprimem muito bem o conceito da bebida. São ótimos para acompanhar as refeições, mas, também são bons para se beber sozinhos. Essa versatilidade nos abre um leque maior de harmonizações e possibilidades para degustar esses vinhos, tanto em datas especiais, como no dia a dia”, comenta Clara Mei, sommelier da Henkell Freixenet Brasil.

Os rótulos estão disponíveis para venda em supermercados, empórios especializados e, especialmente, no e-commerce oficial da marca.

Sobre a Henkell Freixenet:

Em 2018, a espanhola Freixenet, uma das maiores produtoras de Cavas do mundo há mais de 150 anos, e a alemã Henkell, empresa com mais de 190 anos de história no mercado, se fundiram, tornando-se a Henkell Freixenet, líder mundial no setor de espumantes. A fusão permitiu que o grupo ampliasse seu portfólio, trazendo vinhos modernos da linha IHeart, além de espumantes das marcas Henkell e Mionetto - alcançando novos mercados e canais de distribuição. Atualmente, no portfólio da marca no país, estão disponíveis vinhos italianos e espanhóis como Solar Viejo (D.O. Rioja), Valdubón (D.O. Ribera del Duero e D.O. Rueda), Orube (D.O. Rioja) e Vionta (D.O. Rias Baixas), os rótulos Cordón Negro, Carta Nevada e Cordón Rosado, o Freixenet Vintage Brut Nature (sem adição de açúcar), Freixenet Zero Álcool, a linha Ice (para degustar com gelo) e a coleção Premium, Elyssia Gran Cuvée, Elyssia Pinot Noir e Reserva Real, que pode ser comparada aos melhores champagnes do mundo.

VINHO, UMA PAIXÃO LUSO-BRASILEIRA

Que existe uma forte ligação entre o Brasil e Portugal todo mundo sabe. A língua trazida por nossos colonizadores e cultuada aqui é prova disso. A culinária portuguesa também está presente em todas as regiões brasileiras, assim como a cultura portuguesa.
Mas as semelhanças luso-brasileira vão além, como a paixão pelo vinho, que une ainda mais os dois países. Portugal sempre foi destaque quando o assunto é a produção e consumo de vinho. Mas no Brasil, essa paixão é um pouco mais recente: atualmente o país está no topo da lista dos que mais consomem os vinhos portugueses.
E não podemos falar dos vinhos portugueses, sem destacar o TOPO. Desenvolvido pela premiada vinícola portuguesa Casa Santos Lima, e recém-lançado por aqui com exclusividade pela Vivavinho.
TOPO é o vinho perfeito para todas as ocasiões, extremamente elegante e requintado. Lançado em três versões, tinto, branco e rosé, se caracteriza pela sua exuberância aromática, com notas de frutos vermelhos e baunilha, passando por estágio em barrica de carvalho.
A Casa Santos Lima, famosa no Brasil pelo sucesso do vinho Quinta de Bons Ventos, é a maior produtora de vinhos da região de Lisboa. Atuante nas regiões de Algarve, Alentejo, Douro e Vinhos Verdes é uma empresa familiar, que está na quinta geração, e se dedica à produção, engarrafamento e comercialização de vinhos portugueses.
Seus vinhos são conhecidos pela excelente relação qualidade/preço, o que resulta na exportação de cerca de 90% da sua produção total, para mais de 50 países nos 5 continentes. E foi considerada pelo segundo ano consecutivo, o “Melhor Produtor de Portugal” pelo prestigiado concurso Mundus Vini 2022.
O TOPO tinto foi reconhecido pela sua excelente qualidade, sendo agraciado com três medalhas de ouro nos concursos: Singapore Competition 2021, Challenge International Du Vin 2021 e Austrian Wine Challenge 2021.
Vale a pena experimentar as suas três versões, cada uma perfeita, única e especial. Conheça um pouco sobre cada versão do TOPO:
TOPO Tinto:
Produzido com castas da região, como Castelão, Tinta Roriz, Syrah e Touriga Franca, no nariz, possui notas de frutos vermelhos e baunilha. Na boca tem bom corpo e taninos firmes onde sobressaem notas de frutos vermelhos maduros, equilibrado por notas de especiarias, chocolate e carvalho.
TOPO Branco:
Produzido com castas nobres da região, como o Arinto, Fernão Pires, Chardonnay e Viosinho. Aromaticamente, possui notas intensas de frutas tropicais e frutas cítricas. Na boca, possui uma leve efervescência, é bastante leve e frutado com notas de pêra, flores brancas e retrogosto que lembra abacaxi.
TOPO Rosé:
Produzido com castas regionais de destaque, como o Castelão e Cabernet Sauvignon. Aromaticamente, possui notas de frutos silvestres, morangos e framboesas. Na boca, novamente frutas frescas, com destaque ao morango e a framboesa, equilibrando com uma acidez refrescante.
Você pode adquirir o TOPO com exclusividade através do site vivavinho.com.br ou em suas lojas físicas. Em Curitiba fica localizada no lobby do Hotel Pestana, na Rua Comendador Araújo, 499, Centro. Em Balneário Camboriú, na Av. Normando Tedesco, 1315, em frente a Marina Tedesco.
TOPO, o seu vinho perfeito para todos os momentos, português de nascimento e brasileiro de coração.

Fonte: Cris Osike Nova Comunicação

ONY Dinner Club tem open de vinho e promoções no jantar durante a semana

Noites temáticas

A chegada do inverno a partir desta semana não pode mais ser desculpa para ficar em casa mesmo nas gélidas noites curitibanas. Isso porque a badalada ONY Dinner Club, no Batel, abre as portas com promoções especiais de dar água na boca de terça à quinta-feira, cada dia com uma ação e uma programação musical.

Cada noite da semana na ONY tem um tema específico, começando na terça-feira com os saborosos pratos criados pelo chef Herculano da Costa pela metade do preço das 18h às 20h. São opções que fazem uma viagem pela culinária dos países mediterrâneos, perfeitas para trazer o clima primaveril ao inverno curitibano.

“Como o polvo à lagareiro com brócolis ao azeite de alho e azeitonas pretas, e o mignon ao risoto de gorgonzola e rúcula”, conta o chef.

Já na quarta-feira, a noite é para bons papos regados ao Open de Vinho das 18h às 23h, com rótulos selecionados a dedo pela equipe da casa. A R$ 49,90 para as mulheres e R$ 69,90 para os homens, embalados pelo som acústico de violino e lounge.

Por fim, na quinta-feira, o jantar tem menu completo com entrada, prato principal e sobremesa a R$ 99 por pessoa. A entrada e a sobremesa são opções do dia, e o prato principal fica à escolha do cliente entre os disponíveis no cardápio. Para acompanhar, a trilha sonora fica por conta do músico Tiago Ribeiro, com um som acústico ao longo do jantar nesta quinta (23).

“Apesar do conceito da casa ser de um restaurante com balada, queremos mostrar que o horário do jantar também pode ser mais leve e saboroso para o happy hour depois do expediente, aquele bate-papo com os amigos, um ‘date’, um encontro mais intimista”, comenta Abdo Karim, sócio da ONY.

É possível fazer reservas para as noites temáticas pelo 41 99609-2999.

Sobre a ONY Dinner Club

Aberta no final de 2021 no charmoso bairro do Batel, a ONY Dinner Club traz à Curitiba o conceito de restaurante e casa noturna no mesmo espaço, onde o jantar se estende para a balada. Este tipo de estabelecimento é a evolução de um formato já bastante difundido nas grandes capitais europeias, como Londres, Paris e Madrid, onde os clientes não precisam se deslocar de um lugar para o outro na mesma noite.

O objetivo é reunir em um mesmo lugar o melhor da alta gastronomia e da música eletrônica, tocado pelo chef Herculano da Costa sob a batuta dos sócios Tiago Rodrigues, Abdo Karim, Matusa Machado e Jean Christofher.

Desde a abertura da casa, às 18h, até o encerramento com o último cliente, a ONY oferece uma trilha sonora aconchegante para o jantar que vai aumentando até o início da balada em si. No cardápio, Herculano serve pratos inspirados na culinária mediterrânea com toques das cozinhas dos países banhados pelo mar.

Depois das 23h, as mesas da pista de dança são afastadas e um DJ renomado das cenas eletrônicas nacional e internacional assume o palco para uma noite de lazer e diversão.

O projeto arquitetônico da casa foi elaborado pela arquiteta Emily Trapp, que trouxe influências urbanas para dar um ar moderno ao ambiente. Artistas locais foram convidados para fazer a decoração, com grafites nas paredes e quadros em neon.

Serviço:

A ONY Dinner Club fica na Rua Comendador Araújo, 1066, no Batel, e abre diariamente em diferentes horários: terça a sexta e domingo, a partir das 18h, e sábado, a partir das 11h30. Reservas pelo 41 99609-2999. Mais informações no @onydinnerclub .

Mais acidez e frescor: conheça diferenciais que compõem o vinho rosé mais apreciado no país

Uma fabricação única, um jeito diferente de degustar e um sabor refrescante que remete à França, tornam o Rosé Piscine uma verdadeira experiência para os degustadores

Clique Para Download
84EjOjVmZxQjY6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gTNwczMwgDN2IjOnVGcq5ydvxWZxYTNzkzMjZjZhRDOidTOxgTYiNWZ2ITNmNDO0YGM1YkMlYGM1YkMlUDM3QTMGJTJyEDOxAjM0cDNz8VL0ETLfpTO

Os vinhos estão conquistando um espaço cada vez maior nos lares brasileiros. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), as importações no Brasil saltaram de 120 mil toneladas em 2019 para 160 mil toneladas em 2021. Entre esses vinhos que são importados em grande volume para o país, está o conceituado Rosé Piscine.

A inconfundível garrafa listrada de azul e branco do Rosé Piscine chama a atenção nas prateleiras de adegas, empórios e supermercados. Com o visual rosa pálido, um aroma frutado e um sabor refrescante, o vinho traz uma nova experiência gastronômica para o paladar dos brasileiros, ficando em primeiro lugar quando se fala de vinho francês mais consumido no país.

Produzido no Sudoeste da França, mais precisamente na região de Cahors, o diferencial do vinho vem desde a sua fabricação. “O Rosé Piscine é feito apenas com a uva Négrette, a qual é colhida antes da maturação plena para proporcionar uma acidez considerável para o vinho”, comenta Hildebrando Lacerda, diretor comercial da marca no Brasil.

“Para complementar o sabor ácido, o processo de maturação do vinho é interrompido para manter o nível de açúcar. O resultado de todas as etapas é uma bebida mais adocicada e com maior acidez”, acrescenta.

Após todo o processo de produção, o vinho é trazido para o Brasil para ser comercializado em todos os estados. Apesar de toda a sua delicadeza, o Piscine é um vinho fácil de armazenar e não requer tantos cuidados especiais.

Por não possuir rolha, a garrafa pode ser conservada em pé. Porém, vale a pena se atentar para a luminosidade do local, que deve ser baixa. “O vinho foi concebido para ser bebido ao natural com duas ou três pedras de gelo. Aqui no Brasil, por ser um país tropical, é muito comum colocar na adega climatizada ou na geladeira antes do consumo, para deixar o vinho ainda mais gelado”, finaliza o diretor.

Clique Para Download
64EjOmRGMmFjM6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6gTNwczMwgDN2IjOnVGcq5ydvxWOwYjYmlTOzIDOjRmN0QTOjBjMldjN2YTMmJWOmRjYkZkMlQjYkZkMlUDM3QTMGJTJyEDOxAjM0cDNz8VL0ETLfpDN
Clique Para Download
link.php?code=bDpfX19JTUdfX185JTNEZ1RNNlVETmxsalpqcGpjaTVTYnZObUxoSm5jbFJIUXB4R2JsTldkc0ZXYmhOM2NsNVdZMnBETzFBek56QURPMFlqTTZjbWJ3NXlZa1ZHTjNZMlk0SVRaakZETndZV04zWVdPaUYyTXhZV056WWpZeE0yTjJZa01sTTJOMllrTWxVRE0zUVRNR0pUSnlFRE94QWpNMGNETno4VkwwRVRMZnBqTToyNjQ4MDM3MDU4OnZ hbmVzc2FtYWx1Y2VsbGlAdGVycmEuY29tLmJyOmEzNDc0ODoxOA==

Sobre o Rosé Piscine
O Rosé Piscine é uma bebida sofisticada e irreverente, já que possibilita ao consumidor degustar o vinho de forma diferenciada -- com duas a três pedras de gelo. Nos últimos quatro anos, foi o vinho rosé mais vendido no Brasil, segundo dados da Ideal Consulting. Seu rótulo colorido, com listras azuis e brancas, destaca a garrafa em qualquer lugar que é exibida. Este refrescante vinho foi criado em Saint-Tropez e é produzido na região Sudoeste da França, país onde a bebida vende mais de um milhão de garrafas por ano.

Lovin’Wine, Cliché, Vinho 22, Venice e Veroni se unem para levar o melhor do vinho Rosé aos clientes

Incrivelmente versáteis, com alto potencial de harmonização e capazes de encantar e atrair olhares, os rosados são os queridinhos dos amantes de vinho. Os Rosés são leves, frescos e com um toque levemente frutado, perfeitos para qualquer ocasião: em dias de calor ou frio, do sofá ao esquenta com os amigos, ou em momento relax.

Em 25 de junho é comemorado o Dia Internacional do Rosé e cinco marcas referências no mercado do vinho brasileiro decidiram trabalhar em parceria para levar o melhor deste mundo Rosé para os clientes e, de quebra, celebrar a data. Acima da questão concorrencial, Lovin’Wine, Cliché, Vinho 22, Venice e Veroni se unem às celebrações de 25 de junho - Dia Internacional do Rosé. A proposta é oferecer aos amantes da bebida uma experiência única em uma ação de fortalecimento de consumo. Os clientes podem experimentar o melhor Rosé de cada marca a preços especiais em um combo exclusivo de edição limitada a R$ 284.

“Nós somos concorrentes no final mas, ao invés de fazermos uma campanha separada, preferimos nos juntar pra levar o melhor do vinho Rosé às pessoas, apresentando o maravilhoso universo dos Rosés com marcas brasileiras e o melhor do mercado nacional”, afirma
Bia Andreucci, Diretora da Cliché, uma das marcas participantes.

Para a ocasião, a Lovin’ Wine @lovin.wine traz o Premium Rosé Wine. Suave frisante elaborado com um blend de uvas Moscato, possui coloração mais linda de rosa. O Rosé Wine é um vinho descomplicado, leve, docinho e já conquistou o coração das clientes e, por isso, é o mais vendido! Ele é lindo e gostoso, e faz match com qualquer situação. Além disso, foi premiado no Wines of Brazil Awards em 2021.

Cliché @adorocliche nasceu para deixar os bons momentos ainda melhores, e para facilitar a vida de quem não quer perder tempo escolhendo o seu Rosé. Por isso, a Cliché foi até as melhores vinícolas do mundo para trazer rosés incríveis para você. Para essa ação a Cliché traz o seu vinho Uruguaio, perfeito para todos os momentos, ele é leve, seco e elaborado com a uva Tannat.

Um vinho sem cerimônia e de personalidade carismática. Esse é o Rosé Pinot Noir da Vinho 22 @vinho.22. Um bom vinho, uma belíssima embalagem e uma comunicação para provocar riso com direito a soprinho de nariz. As espécies de uvas Pinot Noir, combinado com Merlot e Touriga Nacional, compõem o vinho.

A Venice @venicewine.co , por sua vez, é uma marca que valoriza a experiência sem frescura de beber um bom vinho, desconstruir regras e democratizar. Nessa vibe de rótulos exclusivos e limitados, a Venice traz o Plena Moscatel Rosé, elaborado com as uvas Moscato Giallo, Moscato Poloski e a nossa queridinha, Moscato de Hamburgo, que também deu origem ao nosso sucesso de vendas Exausta, um varietal rosé de tirar o fôlego.

Já a proposta da Veroni @veroniwine é descomplicar com qualidade. Alinhada à cultura de inovação, a propósitos de sustentabilidade e à igualdade de gênero, a marca apresenta seu Veroni Rosé demi-sec, elaborado com um blend exclusivo das uvas Syrah e Merlot, complementado por Sauvignon Blanc.

O kit estará disponível para venda a partir do dia 25 de junho no site:
omelhordosvinhosrose.com.br

EM CLIMA DE FESTA JUNINA! DESCUBRA QUAIS AS MELHORES OPÇÕES DE VINHO PARA FAZER A BEBIDA MAIS POPULAR DESTE PERÍODO

Quem ama festa junina, não despensa um bom vinho quente! Mas não precisa circular por várias quermesses para apreciar a bebida; é possível prepará-la para curtir um arraial em casa. E por mais que não precise de muitos ingredientes, pode ser difícil escolher a opção certa de vinho para usar na receita. Pensando nisso, a Zanlorenzi Bebidas preparou um guia indicativo para a melhor escolha. Confira!

Se tem uma festa mais aguardada que a festa junina, ainda não foi apresentada! A comemoração ficou de fora do cenário brasileiro nos últimos anos, mas agora volta com tudo. E mais gostoso que curtir os arraiais Brasil a fora, é consumidor as comidas e bebidas típicas desta época. E entre paçocas, cuscuz, milho cozido, arroz doce e maçã do amor está ele... o vinho quente!

A ideia de consumir a bebida aquecida começou século II pelos romanos, que o aqueciam para proteger seus corpos durante os rigorosos invernos, e se espalhou pelo continente Europeu, onde as pessoas começaram a misturá-lo com especiarias. Não deu outra! O modo de consumo pegou fama e muitas receitas foram criadas a partir daí, até chegar no famoso vinho quente, uma das bebidas mais tradicionais das festas juninas e quermesses.

Mas qual seria o vinho mais indicado para fazer vinho quente? Apesar de ser uma bebida fácil de se preparar, a escolha do vinho correto é fundamental para o sucesso da receita. Pensando nisso, a Zanlorenzi Bebidas, indústria de bebidas do Sul do país, preparou algumas dicas de como escolher a opção correta.

:: A ESCOLHA DO VINHO

Existem dois tipos de vinho que podem ser usados em receitas da bebida mais famosa dessa época: o tinto e o branco. É verdade que as receitas mais tradicionais são as feitas com a primeira opção, porém as que são feitas com vinho branco também vêm ganhando espaço e ficando cada vez mais em evidência.

Para as receitas mais tradicionais, o vinho tinto suave e adocicado é a melhor opção. Eles combinam perfeitamente com ingredientes, como maça e canela, comuns nos tradicionais vinhos quentes. Já para quem deseja inovar, outros tipos de álcool podem ser utilizados, como a cachaça ou o vinho branco. Este último é mais recomendado, para suavizar a bebida típica, e em uma opção mais doce “cai” perfeitamente para uma receita diferenciada, mas igualmente saborosa.

Sugestões de vinhos:

63EjOhVmZ2EzN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6UjM1MjM1ATOwMjOn5GcuQGOlFWMjRDN2UWOkVWOxMmN3cTZxkDMwcDZjRTZkVWMGJTJkVWMGJTJ2ITN1IjRyUSOyEzMx8VL0ETLfpzM
Vinho Campo Largo: O Sul é conhecido pelas boas vinícolas e, quando o assunto é vinho, o Vinho Campo Largo é destaque. Nas versões suave e seco, os vinhos Campo Largo são elaborados a partir de uvas Isabel e Bordô (versão tinto) e uvas Niágara (versão branco), cultivadas na Serra Gaúcha. Versões perfeitas para vinhos quentes que agradem a todos! Preço sugerido de R$ 11,90

23EjO4QmY1MGZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6UjM1MjM1ATOwMjOn5GcuADZxcTM1EjZwMmYjdjZ4UDZ2kzYkFGNlRTZyUGN0QWNGJTJ0QWNGJTJ2ITN1IjRyUSOyEzMx8VL0ETLfpTN

Quinta do Rio Grande: O Vinho Quinta do Rio Grande é produzido 100% com uvas bordôs cultivadas na Serra Gaúcha. O seu sabor é leve e intenso, com aroma de frutas frescas e toque aveludado. É ideal para um bom vinho quente. Preço sugerido de R$13,90.

:: MELHORES RECEITAS

E para deixar qualquer arraial mais gostoso, a Zanlorenzi separou receitas saborosas e fáceis de fazer, que vão garantir o melhor vinho quente da festa. Anote!

RECEITA DE VINHO QUENTE TRADICIONAL
Ingredientes:
1 litro de vinho tinto;
½ colher (chá) de cravo-da-Índia;
1 unidade de canela em pau;
4 colheres (sopa) de açúcar;
2 rodelas de laranja.

Modo de preparo:
Em uma panela, em fogo baixo, adicione todos os ingredientes. Quando a mistura começar a ferver, deixe cozinhar por cerca de 20 minutos e está pronto!

• RECEITA DE VINHO QUENTE COM PIMENTA
Ingredientes:
1 garrafa (750 ml) de vinho tinto seco;
1 xícara (chá) de açúcar mascavo;
1 maçã em cubos pequenos;
1 ameixa em gomos;
Casca de 1 laranja;
Casca de ½ limão;
6 cravos-da-Índia;
2 pimentas Jamaica;
3 cardamomos;
3 grãos de pimenta-preta;
1 pitada de sal.

Modo de preparo:
Derreta o açúcar em uma panela em fogo baixo. Quando derreter, adicione as especiarias, as cascas e a pitada de sal. Em seguida, acrescente o vinho, o que fará o caramelo endurecer na hora. Deixe ferver até o caramelo derreter, adicione as frutas e mantenha fervura por mais um minuto. Pronto!

RECEITA DE VINHO QUENTE COM VINHO BRANCO
Ingredientes:
1 garrafa (750 ml) de vinho branco;
1 xícara (chá) de açúcar;
4 colheres (sopa) de açúcar;
3 anis-estrelado;
5 cravo-da-Índia;
1 laranja madura grande;
3 cm de gengibre cortado em fatias finas.

Modo de preparo:
Usando um descascador de legumes, retire a casca da laranja e mantenha sua parte branca. Você também pode usar uma faca, mas é importante retirar uma camada bem fina da casca para que a parte branca se mantenha no fruto. Enfie os cravos na casca da laranja e coloque em uma panela. Depois, coloque o anis-estrelado, o gengibre, a água e o açúcar e leve ao fogo, mexendo sempre, até que o açúcar dissolva. Então, deixe cozinhar por 10 minutos, mexendo regularmente. Apague o fogo e coloque o vinho. Então, é só deixar na panela, com o fogo apagado, por 20 minutos. Para servir, aqueça em fogo baixo, tomando bastante cuidado para não deixar ferver. Pronto!

RECEITA DE VINHO QUENTE COM VINHO BRANCO E MEL
Ingredientes:
1 litro de vinho branco seco;
1 xícara (chá) de água;
1 xícara (chá) de suco de laranja;
½ xícara (chá) de mel;
½ xícara (chá) de açúcar;
5 cravos-da-Índia;
Casca de 1 laranja (apenas a parte laranja);
1 canela em pau;
1 pedaço de gengibre descascado e fatiado.

Modo de preparo:
Em uma panela, misture o vinho, a água, o suco de laranja, o mel, o açúcar, o cravo, a casca de laranja, o gengibre e a canela. Leve ao fogo baixo e, assim que levantar fervura, deixe cozinhar por 10 minutos. Está pronto!

O maior período de consumo de vinho quente no Brasil começou, e depois de conhecer um pouco sobre a história dessa bebida, entender como ela foi consumida e espalhada por muitas regiões do mundo, e quais dos vinhos são os mais indicados por especialistas para serem utilizados, não é difícil encontrar criações de receitas inovadoras e deliciosas.

Ainda dá tempo: aproveite cinco atrações imperdíveisda 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho

Feira e festa encerram domingo (19), no Parque de Eventos de Bento Gonçalves

A 30ª ExpoBento e a 17ª Fenavinho dispõem de uma oferta de produtos, serviços e entretenimento capaz de mobilizar multidões em direção ao Parque de Eventos de Bento Gonçalves. Quem ainda não aproveitou todas as possibilidades de compras e lazer que os eventos oferecem precisa se atentar: o encerramento da feira e da festa está programado para domingo, dia 19.

Até lá, ainda há tempo de aproveitar muitas das atrações da ExpoBento e Fenavinho. Mas, para ajudar a otimizar seu tempo nos pavilhões, elencamos cinco experiências imperdíveis para serem aproveitadas o quanto antes e garantir ainda mais espaço na sua agenda para aproveitar cada momento antes da despedida das edições da feira e da festa deste ano.

Voo de helicóptero
Que tal admirar Bento Gonçalves das alturas? Um voo de helicóptero com saída e chegada no heliponto do Parque de Eventos oferece um novo ângulo das belezas de Bento Gonçalves. O passeio poderá ser feito no sábado, dia 18, e no domingo, dia 19, das 10h às 17h, e as partidas são por ordem de chegada. O valor do voo, que dura aproximadamente cinco minutos, é de R$ 190 e pode ser parcelado em até quatro vezes no cartão.

Clique Para Download
2==wNxoTM5YDM2gjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsBzYlF2NjFDMhJDO0MzMhJGZ0EGZjZWOkNDNjVzN1IzYGJTJ1IzYGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpjN

Experiências tecnológicas
Se você quer ampliar seu entendimento sobre metaverso e realidade virtual a Fenavinho te ajuda. As duas experiências estão instaladas na Vila Típica e podem ser testadas sem custo algum para os visitantes. No metaverso, é possível passear pela Vila Típica de forma virtual, enquanto a realidade virtual levará o público a visitar dois pontos turísticos, previamente fotografados, de forma real, com o auxílio de óculos de realidade virtual. Se você quiser ampliar seu contato com a tecnologia, aproveite que está na Fenavinho e tenha seu vinho servido por um robô. Para isso, é preciso adquirir uma taça de cristal da Oxford, a R$ 20. Depois, é só trocar o voucher recebido que o robô fará o resto por você -- beber o vinho fica por sua conta, não esqueça!

Clique Para Download
4==wNxojY3kjYlNmOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsVjN2IDO3UjY0cTYxQDZwIWNiVjYmJWZwYTZjljZiFGZGJTJiFGZGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM

Degustar vinho
O universo dos vinhos pode ser intimidador para alguns, diante de tantos tipos e estilos da bebida. Mas a Fenavinho também está aí para, além de oferecer diversão e alegria com a enogastronomia da região, ajudar na aproximação do público com a milenar bebida. Onde devo pegar a taça para beber? Como sentir os aromas do vinho? Perguntas assim vão ser respondidas nos cursos gratuitos de degustação oferecidos pelas vinícolas participantes. De sexta a domingo, ocorrem duas aulas em cada dia, com início sempre às 15h e às 19h. Sexta-feira, a promoção será nas vinícolas Cristofoli e Lovara, respectivamente. No sábado, quem oferece os cursos são as vinícolas Don Giovanni e Valmarino e, encerrando a programação, no domingo, o evento será na Vinícola Somocal e nos Vinhos Coloniais. Inscrições na hora, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Clique Para Download
2==wNxoDNjN2M0QmOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsZzY0AzMkFzYmVzY1kjY0EDNhlzMyITZ1MmZ5YzMzkDMGJTJzkDMGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM

Fenavinho
A ExpoBento e a Fenavinho estão de volta depois de um hiato de dois anos devido à pandemia. Agora, é tempo de celebrar o reencontro, e nada mais indicado do que reunir os amigos e os familiares e aproveitar, no melhor clima de festa do interior, os atrativos da Fenavinho. O ambiente remete às comunidades do início do século 20, com os estandes das vinícolas e de restaurantes emulando o casario típico da época. Longas mesas, como aquelas das festas de colônia, recebem os visitantes para acomodá-los a fim de que passem, ali, horas agradáveis entre um brinde e outro como vinho, suco e espumante e bons pratos de pasta e pizza. Por ali, ainda, é bem fácil de encontrar o Tasta Vin, o mascote da festa, e o trio de soberanas da Fenavinho, a Imperatriz do Vinho, Laís Dupont, e as Damas de Honra, Raiane Conci e Letícia Beliski. Uma bela chance de registrar esse encontro e guardá-lo tanto no celular quanto na memória.

Clique Para Download
2==wNxojZkZTZwgjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsVTYzMmMmVTY0AjNzM2MlhDZ2YGMyUmYmVTYyIDNmZTNGJTJmZTNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM

Agroindústria
Um dos espaços mais saborosos da ExpoBento, literalmente, é sua área dedicada às agroindústrias. Quem vem de fora para a Serra sabe que vir para a região significa voltar para casa com capeletti, queijo, salame, pães e outras delícias típicas. Para quem mora aqui, é a oportunidade de, num único lugar, encontrar tudo que precisa para abastecer a despensa e deixar a mesa repleta de coisas boas para comer -- afinal, para o gringo, mesa boa é mesa farta. Esse espaço na feira reúne cerca de 40 pequenos produtores agrícolas que vêm de diversas partes do Estado para oferecer produtos de procedência reconhecida. Uma grande chance de levar mais sabor e saúde à mesa -- e ainda prestigiar e consumir todas as delícias produzidas no interior gaúcho.

Clique Para Download
6==wNxojY2MmNiZjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnOzkDNxUjM4EjMyozZlBnauc3bsRGOwgTMiJGM0IGM1QTYxU2M5kjYmVWYjFGN3I2MhNDNGJTJhNDNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpDM

Serviço
O quê: 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho
Quando: até 19 de junho
Horários: dias 17 e 18, das 10h às 22h30min; dia 19, das 10h às 21h
Onde: Parque de Eventos, em Bento Gonçalves
Quanto: dia 17, ingressos a R$ 8; dias 18 e 19, ingressos a R$ 15
Estacionamento: R$ 25 para carros e R$ 10 para motos
Informações: site e-mail expobento@expobento.com.br
Promoção: Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG)

A 30ª ExpoBento e a 17ª Fenavinho têm o patrocínio de Dal Mobile, Madem Indústria e Comércio de Madeiras e Embalagens, Cooperativa Vinícola Aurora, Orquidea, Saif, Oxford Porcelanas, LNF Latino Americana, Bertolini S/A, Paese Comercio de Ferragens, Cooperativa Santa Clara, Crediare S/A, Lojas Colombo, Miolo Wine Group Vitivinicultura, Zegla Indústria de Máquinas para Bebidas, Multimóveis, Anderle Transportes, Concresul Britagem, Giordani Turismo, Sicredi, Supermercados Andreazza, Banrisul Consórcio, Suffa Móveis, Via Sul Serviços de Internet, Mérica Logistica, Badesul e Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves. São apoiadores Embrapa, Guterres Comércio de Combustíveis, SEBRAE, SENAC, Hotel Vinocap e Transporte Santo Antônio.

Outras imagens em alta aqui
Crédito: Gilmar Gomes

Noites de Outono curitibanas “esquentam” com música ao vivo e experiência enogastronômica com vinhos de torneira

NH HOTEL

Novo wine & cocktail bar da cidade, Five Lounge recebe renomado projeto Tão Longe, Tão Perto, uma curadoria de vinhos brasileiros artesanais realizada pela célebre sommelière Gabriela Monteleone e Ariel Kogan

O público curitibano acaba de ganhar uma nova opção de entretenimento e lazer na cidade: o Five Lounge é o novo bar localizado no Batel, mais precisamente no Complexo The Five. O espaço, que fica no segundo andar anexo ao hotel, contempla um espaço fechado com proposta de identidade visual e design que remete aos elementos da coquetelaria clássica e contemporânea, e ainda, o grande terraço do Complexo The Five, um espaço a céu aberto com poltronas, sofás e lareiras para aproveitar as agradáveis noites de outono da cidade.

Para marcar sua estreia, o espaço preparou uma programação enogastronômica e musical à altura: além de receber grandes artistas do jazz, blues, R&B e lounge, o Five Lounge promove o conceituado projeto Tão Longe, Tão Perto, formado pela sommelière Gabriela Monteleone, wine director do grupo D.O.M., e pelo argentino Ariel Kogan, importador e comerciante de vinhos. A iniciativa inovadora consiste em uma curadoria de vinhos brasileiros que prioriza produtos feitos de forma artesanal e pautados em práticas sustentáveis, desde o cultivo da uva até a taça. “O diferencial atrativo: o seu vinho é retirado diretamente da torneira. Pedimos licença ao chopp e, com a queda nas temperaturas, os vinhos que são servidos na pressão”, complementa o diretor do NH Curitiba The Five, Antonio de Albuquerque.

“Trata-se de um sistema de torneiras ligado a um barril de inox de 20 litros por serpentinas. Apesar da semelhança com chopeiras, ele tem especificidades próprias e respeita as propriedades da bebida, mantendo sua elegância, textura e aroma, como se tivesse sido engarrafado”, explica a sommelière Gabriela. Os vinhos são envasados em barris de inox reutilizáveis e recicláveis, também chamados keg, e são servidos a preços acessíveis, aproximando o consumidor final da produção artesanal dos vinhateiros do país.

Para acompanhar a experiência enóloga, o menu especialmente preparado pelo chef Silvonei Souza traz inspiração espanhola, com seleção de tapas como croquete de presunto parma, corte de presunto serrano, croquetas de jamón e finger food de arroz de mariscos. Para adoçar, os famosos churros espanhóis, servido com doce de leite, chocolate três texturas, com cristais de sais, e pastel de massa filo com maçã e nozes, servido com calda de damasco.

Para embalar as noites em um clima intimista e animado, o Five Lounge promove uma programação especial com grandes nomes da cena musical curitibana. Nomes como Johaine, Anne Glober, Dj Reh Freak e Carine Luup se apresentam em pocket shows todas as quintas, sextas e sábados. Os shows são gratuitos, sempre a partir das 20h. Confira a programação completa do Five Lounge nas redes sociais do bar em @fivelounge.

Serviço

Five Lounge

Horário de funcionamento: Segunda a domingo, das 15h às 00h30

Endereço: Rua Nunes Machado, 68 – 2.º andar - Batel | Curitiba - PR

Telefone: +55 41 3434-9400

Instagram: @fivelounge

SOBRE NH HOTELS

NH Hotels é a marca de luxo do NH Hotel Group, destacada por seus hotéis modernos e singulares em localizações perfeitas na Europa e na América Latina, que se conectam facilmente com as cidades e bairros. Cada NH Hotel é cuidadosamente projetado para oferecer uma experiência confiável que sempre atenderá às expectativas dos hóspedes. Seu estilo descontraído, urbano e fresco faz deles um marco para se hospedar, trabalhar e interagir agradavelmente fora de casa. Quer os viajantes visitem os NH Hotels a negócios ou a lazer, esses hotéis oferecem a seus hóspedes um serviço caloroso e excelente para garantir uma estada perfeita e prática, com uma boa relação custo-benefício. Eles estão prontos para atender adequadamente às necessidades dos hóspedes, felizes em ir além, para que as estadas dos hóspedes sejam sempre um prazer.

Bar do Centro de Curitiba promove Open de Vinho por apenas R$ 49 às quartas e quintas-feiras

O Lupita Bistrô Bar, comandado pelo chef Dudu Sperandio, vai promover as festas “Quarta Jazz” e “Quinta Party”, ambas com open de vinho e músico ao vivo

CURITIBA, 24/05/2022 – Os fãs de vinho já podem comemorar. Todas as quartas e quintas-feiras, o Lupita Bistrô Bar, comandado pelo chef Dudu Sperandio, promove dois eventos super especiais: Quarta Jazz e Quinta Party, ambos com open de vinho e músico ao vivo por apenas R$ 49 por pessoa.

O open é servido à vontade por 2 horas e tem apenas uma única condição para participar: o cliente deve pedir um item individual do cardápio enquanto estiver consumindo a bebida. A diferença entre os eventos é que nas quartas o público pode aproveitar o melhor do jazz, sem couvert artístico ou entrada, e nas quintas o bistrô conta com DJ ao vivo a partir das 19h.

Entre as opções do menu destacam-se a porção de Bolinho de Bacalhau, as Bruschettas de tomate fresco ou cogumelo, a Burrata com tomate assado, rúcula e torradas e a Tábua de Frios, com queijos, salames, azeitonas e geleia. Para adoçar a vida, o Lupita oferece também diversas opções de tortas, bolos, macarrons e docinhos.

O Lupita Bistrô Bar fica na Alameda Dr. Carlos de Carvalho (nº 15 A), no Centro de Curitiba, com horário de funcionamento de segunda a quinta, das 9h às 23h, e nas sextas e sábados, das 9h à 00h. Mais informações no Instagram oficial do empreendimento (@lupitabristrobar).

Pernod Ricard – Prestige

Temporada de grandes borbulhas e celebração na Maison Perrier-Jouët : chega finalmente ao Brasil a edição Blanc des Blancs, non vintage, de cepa única, produzida a partir dos melhores chardonnays da Maison. "Perrier-Jouët Blanc de Blancs me lembra veludo, mas um veludo leve, com uma textura sedosa", diz a Maitre de Caves, Severine Frerson.
Vale o registro?
Muito obrigada!

ad971282d1b9559086aa987852a4d261_medium.jpg

Perrier-Jouët Blanc de Blancs chega ao Brasil este mês

Champagne é elaborado 100% com uvas Chardonnay e complementa a clássica coleção da Maison Perrier-Jouët

O Brasil é o primeiro país na América Latina a receber o mais novo lançamento da Maison Perrier-Jouët: Perrier-Jouët Blanc de Blancs, um Champagne “non vintage” de cepa única, destinado a revelar a quintessência da Chardonnay, que complementa a clássica coleção da emblemática Maison francesa. Sua chegada perpetua uma tradição que remonta a cerca de 100 anos, quando a Maison introduziu seus primeiros cuvées de Chardonnay na década de 1920, muito antes de tais champagnes virem a ser conhecidos como “Blanc de Blancs”. Sempre em busca da perfeição, a marca é conhecida pela leveza, elegância e refinamento característicos de seus champagnes.

“Para criar Perrier-Jouët Blanc de Blancs, selecionei uvas Chardonnay de lotes icônicos provenientes dos melhores vinhedos da Maison, como Cramant, Avize e Chouilly, na Côte des Blancs, assim como Trépail e Villers-Marmery, ao norte de Reims. Incluo também Sézannais e Vytriat, dois terroirs que julgo serem igualmente promissores para a Maison”, comenta Severine Frerson, chef de cave da Perrier-Jouët. Juntas, estas seletas uvas são misturadas a pequenas proporções de vinhos Chardonnay para garantir consistência absoluta do estilo e qualidade da Maison.

Após 3 anos de envelhecimento “sur lie“ nas caves de Perrier-Jouët - ou seja sobre as borras ou leveduras, que ao entrarem em contato com o vinho agregam elegância, maciez, estrutura, complexidade aromática e cremosidade – o cuvée está pronto para ser lançado, transbordando frescor e vitalidade. Madame Frerson descreve Perrier-Jouët Blanc de Blancs como um champagne que imprime ritmo e harmonia quando provado. De cor ouro pálido com matizes verdes, desperta os sentidos com aromas de peônias e madressilvas, toques cítricos e minerais de limão, gengibre, pera e pimenta branca. No paladar, seu frescor mineral leva a um suave e surpreendente final em boca, que adiciona uma dimensão reconfortante a este vivo e luminoso Champagne. É um vinho perfeito como aperitivo ou para escoltar um carpaccio de robalo, segundo ela. Recomenda-se servir a temperatura de 10º C.

“Perrier-Jouët Blanc de Blancs me lembra veludo, mas um veludo leve, com uma textura sedosa. Isso porque, embora seja um cuvee vívido e dinâmico, também tem substância e densidade, e claro, muita elegância. Um vinho de espírito livre, vibrante e independente, brilhante e fresco como as manhãs dos primeiros dias de Primavera”, conclui Severine Frerson.

Preço sugerido: R$ 759,90, no www.drinksandclubs.com.br

Sobre a Maison Perrier-Jouët

Fundada em 1811 em Epernay, a Maison Perrier-Jouët é uma das casas de Champagne mais históricas e lendárias da França, e uma das mais distintas também. É reconhecida por seus champagnes elegantes e complexos, que revelam a verdadeira essência da cepa Chardonnay, e por sua tradição duradoura de savoir-faire, que se traduz em uma experiência incomparável de apenas 8 Cellar Masters desde a sua fundação.

É uma Maison singular, com espírito familiar e profundamente influenciada pelo amor de seus fundadores pela natureza e pela arte - duas inspirações que se fazem presentes na história da marca e que permitem criar experiências excepcionais no cotidiano de quem ama este belo champagne e o Art de Vivre francês.

Desde sua famosa colaboração em 1902 com Emile Gallé, pioneiro do movimento Art Nouveau e criador do design das famosas anêmonas para seu cuvée de prestígio Perrier-Jouët Belle Epoque, a Perrier-Jouët encomendou trabalhos de artistas consagrados e emergentes como Daniel Arsham, Noé Duchaufour-Lawrance, Mighel Chevalier, Makoto Azuma, Tord Boontje, Studio Glither e Simon Heidjens, e o brasileiro Vik Muniz, entre outros, para ilustrar suas belas garrafas.

Expo Turismo Paraná 

Expo Turismo Paraná reúne dezenas de setores no primeiro evento após a fase grave da pandemia Otimismo marcou solenidade do evento, que foi muito prestigiado pelas autoridades de municípios e do Estado

A Expo Turismo Paraná teve sua abertura hoje, 9, com o otimismo estampado no rosto de todos os profissionais do trade turístico, que não se reuniam pessoalmente em Curitiba desde 2019, no último evento deste porte antes da pandemia começar. A solenidade foi muito prestigiada por autoridad
Presidente da Paraná Turismo, Irapuan Cortes; secretário executivo do Ministério do Turismo, Marcos Pereira; secretário de Turismo do Paraná, Luiz da Costa Souza; vice-presidente da instituição da CEPATUR, Giovanni Bagatini, diretor Superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Tioqueta

Sommelier dá três dicas de vinhos apaixonantes para o Dia dos Namorados

Bebida é uma ótima opção de presente ou mesmo para um jantar romântico nessa data tão especial

Se tem uma data que casa perfeitamente com um bom vinho é o Dia dos Namorados. Além do vinho ser uma bebida historicamente ligada ao amor, sedução e conquista, a data também é uma ótima oportunidade para um jantar romântico harmonizado com uma bela taça.

E seja para os amantes da enologia ou pessoas que queiram apenas degustar uma boa experiência, saber escolher um bom rótulo para a ocasião pode render muitos pontos positivos à celebração do Dia dos Namorados.

O sommelier Jonas Martins, gerente comercial da MMV Importadora de Vinhos, selecionou três rótulos especiais que, além de serem uma boa pedida em termos de qualidade, também apresentam um preço acessível que agrada a todos os gostos.

Os dois primeiros rótulos são, na verdade, um “casal” de vinhos produzidos pela CarinaE Viñedos Y Bodega, na microrregião de Maipú, na Argentina. Além da história da vinícola, que é apaixonante, esses dois vinhos apresentam peculiaridades e se completam dentro de suas composições: o CarinaE Cuvée Brigitte e o CarinaE Cuvée Philippe, ambos safra 2017.

Criados pelo casal francês Brigitte e Philippe Subra, que migraram para a Argentina em 1998 com o intuito de fazer uma vinícola para produzir vinhos de estilo francês em território platense, os vinhos da CarinaE contam com a assessoria do time de Michel Rolland, um superstar dos vinhos, sendo uma das figuras mais icônicas no mundo do vinho.

Ambos os vinhos são produzidos com o mesmo blend de três uvas: Malbec, Cabernet Sauvignon e Syrah, porém, com porcentagens de misturas diferentes. O Cuvée Brigitte tem 55% Malbec, 36% Cabernet Sauvignon e 7% Syrah, enquanto o Cuvée Philippe usa 33% Cabernet Sauvignon, 34% Malbec e 33% Syrah.

Essa diferença faz o Cuvée Brigitte ser um vinho muito mais fino e elegante, redondo em boca, mesmo sendo um vinho marcante. Traz ao nariz tons de frutos vermelhos e escuros, como cereja, ameixa, cassis, com final defumado.

Já o Cuvée Philippe é um vinho muito mais encorpado, uma verdadeira “pancada” ao paladar, muito estruturado e poderoso, seco em boca, com acidez alta e elevados taninos, além do toque tostado de madeira em equilíbrio sublime.

Martins explica que a porcentagem da uva Syrah é o fator primordial para a diferenciação entre os dois rótulos. Isso porque a uva é plantada no terroir de Chachingo, que apresenta um clima mais extremo, desértico, com sol forte de dia e menor influência de ventos, com uma extremada temperatura boa para a Syrah, propiciando mais acúmulo de açúcar e taninos, o que deixa o vinho mais encorpado.

Os dois vinhos, Cuvée Brigitte e Cuvée Philippe, são excelentes para um jantar com massas e carnes vermelhas.

A terceira opção é um lançamento da MMV, e para ir contra os paradigmas de que “vinho branco não é para o inverno”, o sommelier indica um Sauvignon Blanc, muito por conta de uma tendência que tem crescido no Brasil e comum em países com maior tradição de consumo de vinhos, que é apreciar vinhos brancos ao longo do ano todo, independente da sazonalidade.

O Fortunatus Sauvignon Blanc, produzido pela Viña Alto Roble, em Curicó, no sul do Chile, local mais frio e ideal para o cultivo dessa espécie de uva, é um vinho branco com um bom teor alcoólico, 14%. Muito fino e elegantíssimo, fresco em boca, tem aromas que lembram pimentas, ervas, como o tomilho, e aromas de aspargos, o que relega ao Fortunatus Sauvignon Blanc a mais alta casta desse tipo de vinhos.

Sem contar o ótimo custo-benefício, já que pode ser encontrado nas lojas por 90 reais, enquanto seus concorrentes franceses e neozelandeses chegam a custar três vezes mais.

“Com essas três opções, o Dia dos Namorados certamente terá um toque especial e a celebração ficará completa”, finaliza Jonas Martins.

Cuvéé PhilippeCuvée BrigitteFortunatus Sauvignon Blanc

Sommelière Daniele Lopez & Cantina Zanchetta & Tour de Enoturismo no Paraná

Iniciando a rota oficial do vinho!
 Enocultura e Enoturismo, ainda na parte técnica, mas com muita vontade de mostrar o produto Paranaense, o vinho de nossos artistas sim,  do pintor Poty Lazarotto ao Enólogo do Vinho e Produtor,  que merece nosso respeito, da videira ao produto final maravilhoso.
Hoje degustei o típico rodízio italiano, a melhor salada de radichie, a polenta com  o frango, o risoto, a sofisticação e qualidade gastronômica  do Paraná.
Que venha o melhor Enoturismo e tour gastronômico e acima de tudo o incentivo ao pequeno produtor.
Obrigada Cantina Zanchetta, a rota das Colônias e a lasanha de pinhão do José!

#vinoevinho #danielecristinalopez #peguesuatacaevenhacomigo
Créditos: Vanessa Malucelli Andersen
texto Daniele Lopes Daniele Lopez Sommelière
Apoio:
Vinícola Sanber
Vinicola Araucaria #vinicolaaraucaria
Cantina Zanchetta.

Um inverno para degustar outros vinhos

Época é a que mais se vende a bebida, mas nem só de tintos é feita a mesa dos consumidores

É comportamental: as temperaturas caem, e nos recolhemos em busca de aquecimento. Em casa, pratos mais consistentes e calóricos viram frequentes, assim como as garrafas de vinho. Consequência do inverno, responsável por ‘aquecer’ a demanda pela bebida -- cerca de um quarto das vendas totais de vinho registradas no país concentram-se em junho e julho, meses auges do inverno.

Há uma razão para entender por que boa parte das vendas ocorreram nos meses mais gelados do ano. Os vinhos, especialmente os tintos, são mais alcoólicos, o que oferece uma sensação de calor ao organismo quando consumidos. Outro ponto, destacado pelo enólogo chefe da Cooperativa Vinícola Garibaldi, Ricardo Morari, se encontra no paladar. “Além do álcool, o tinto é rico em polifenóis e taninos e tem a característica de ter mais volume, mais corpo. E isso combina com pratos de sabor mais intenso, que consumimos mais nos dias frios”, ressalta.

Clique Para Download
01EjOjNTMxQzY6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjNyEzM4YDMyozZlBnauc3bsRGOzAzN1EGMwcjZ1gjNyUTY1QWM5YDNzE2Y5ImMjRGMGJTJjRGMGJTJzcTM1MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM
Vinhos tintos estão entre os preferidos para serem consumidos durante o inverno

Embora os tintos sejam os preferidos para serem consumidos durante o inverno, não há nada que impeça a presença de brancos e até de espumantes à mesa nessa época do ano. Em parte, a maior estrutura dos ambientes, com aquecimento tanto nas casas quanto nos restaurantes, ajuda. “Temos notado que o consumo do espumante não tem sofrido grande oscilação entre inverno e verão, mostrando que ele tem aptidão para ser consumido no inverno e não apenas nos períodos mais quentes”, diz Morari.

Entretanto, para abrir um espumante no inverno sem correr o risco de errar, é preciso prestar atenção quanto ao tipo da bebida escolhida. Uma dica é optar por espumantes mais encorpados. O tipo da uva com qual ele é feito pode ser um bom indicador, assim como o método de elaboração. Geralmente, espumantes com mais tempo de evolução, como os resultantes do método tradicional, possuem mais estrutura. Mas isso também pode ser resultante da variedade da uva.

Clique Para Download
81EjO2MTZiZTN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjNyEzM4YDMyozZlBnauc3bsdDM2YGOkBTZkFDOkFWYmZGZ2MTMxYGOmRTYlRDMmRTNGJTJmRTNGJTJzcTM1MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpjM
Garibaldi Pinot Noir Rosé da Cooperativa Vinícola Garibaldi
Clique Para Download
71EjOhZjYmZjN6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjNyEzM4YDMyozZlBnauc3bsZ2NkdjN5EmZzQzMiFzNxIDM5MmMxczM3EmYhdTMyQWOGJTJyQWOGJTJzcTM1MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpjN
Garibaldi VG Extra-Brut, elaborado pelo método Charmat Longo.

É o caso do espumante Garibaldi Pinot Noir Rosé, por exemplo. A bebida é preparada 100% com uvas Pinot Noir, conferindo maior estrutura para esse espumante e fazendo dele uma ótima opção para ter na adega e atravessar o inverno. Da mesma forma, outro bom espumante para essa época do ano é o Garibaldi VG Extra-Brut, elaborado pelo método Charmat Longo. “É um espumante com mais tempo de autólise, resultando numa bebida mais encorpada para acompanhar os pratos típicos da estação”, analisa Morari, referindo-se ao período em que o espumante ganha aromas, corpo e cremosidade.

Clique Para Download
51EjOkZGOyQTY6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjNyEzM4YDMyozZlBnauc3bsFDZ4UTN0YTOlRTZlZTMxAjYzUzMmZjYhJjMyUTZwQDOGJTJwQDOGJTJzcTM1MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTN
Vinho Merlot da linha Garibaldi.

Entretanto, é claro que a adega caseira não pode ficar desabastecida de vinhos. Para não se apertar, o Cabernet Sauvignon e o Merlot da linha Garibaldi são apostas certeiras -- e agradam em cheio os consumidores mais acostumados. “Os vinhos dessa linha são mais evoluídos, com toques de madeira, de que lhes confere intensidade e complexidade”, diz o enólogo da vinícola. Mas mesmo vinhos mais jovens, como os varietais da linha Granja União, podem ser um acerto. “São vinhos interessantes para essa época e têm um ótimo custo-benefício no dia a dia”, observa.

Mas o que pode ser interessante para determinada região de um país continental como o Brasil, pode não ser para outras. Assim, um portfólio diversificado faz muita diferença. No caso da Cooperativa Vinícola Garibaldi, outros produtos são indicados para lugares do país onde os dias frios não tão intensos quanto os do sul.
O vinho Chardonnay da linha Acordes, que tem leve passagem por barricas, assim como o Chardonnay da linha Garibaldi mais jovem e fresco, são ótimas opções para essas regiões de invernos mais brandos. “Outro bom vinho é o Riesling da linha Granja União, um vinho muito apto para ser consumido jovem e em locais onde a temperatura cai um pouco, mas não chega a esfriar tanto”, sugere Morari.

Clique Para Download
31EjOzMDN2kjZ6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QjNyEzM4YDMyozZlBnauc3bslDZ0MjZiFzMxUmM3MmZ3gjZiVTM0EWO5gzY4MzM5YmYGJTJ5YmYGJTJzcTM1MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpDM
Vinho Chardonnay da linha Acordes tem leve passagem por barricas.

SERVIÇO:

Espumante Garibaldi Pinot Noir Rosé
Preço médio: R$ 39,00

Espumante Garibaldi VG Extra-Brut
Preço médio: R$ 59,00

Vinho Garibaldi Cabernet Sauvignon
Preço médio: R$ 42,00

Vinho Garibaldi Merlot
Preço médio: R$ 42,00

Acordes vinho Chardonnay
Preço médio: R$ 129,00

Vinho Granja União Riesling
Preço médio: R$ 29,00

Os preços médios consideram o eixo Rio-São Paulo, podendo haver variações conforme a região.

Mercatu Juvevê inova e serve menus completos de pizza e vinho na Semana dos Namorados

Casal, pizza e vinho. Tem combinação melhor do que essa para uma noite aconchegante de romantismo? É com esse mote que a Mercatu Juvevê, mais tradicional pizzaria desta região de Curitiba, vai comemorar o Dia dos Namorados com duas novidades inéditas na cidade.

A primeira é que os casais poderão provar dois menus completos de entrada, prato principal e sobremesa mais um vinho da coleção do ex-piloto de Fórmula 1 Jarno Trulli, lançada recentemente pela casa. E a segunda é que a comemoração do Dia dos Namorados não ficará restrita apenas ao domingo (12), mas quase a semana toda – já desde a quarta-feira (8).

O objetivo das duas novidades é mostrar que a comemoração do dia mais romântico do ano não precisa acontecer em apenas uma data específica, mas estendida para que os casais curtam melhor, sem filas e sem pressa.

“Além de que pizza é também um ato de comemoração, pois está presente muitas vezes no primeiro ‘date’ dos casais, ou acompanhando aquele filminho romântico de sábado à noite, em vários momentos marcantes do namoro”, explica Roberto Massignan Neto, um dos sócios da Mercatu Juvevê.

Menu completo

É exatamente por estar presente em tantos momentos românticos do casal que ele resolveu elevar a pizza a um nível acima do praticado pelas outras pizzarias da cidade. Ela é a protagonista de um menu completo com entrada, prato principal e sobremesa mais o vinho que melhor harmoniza com os sabores oferecidos.

“São duas opções de menus que levam, entre outros ingredientes, a nossa burrata artesanal, a mussarela de búfala, o presunto Parma, além da italianíssima panna cotta”, conta Massignan.

O primeiro menu tem a salada de folhas frescas com abacaxi, tomate, queijo gorgonzola e casquete de pizza de entrada; a pizza de mussarela de búfala rasgada com burrata, presunto Parma e tomatinho cereja de principal; e a panna cotta com morango de sobremesa.

Já o segundo menu completo é um pouco mais leve para o jantar, composto por uma entrada de torradas com patê de gorgonzola; duas burratas com tomate confit de prato principal; e também a panna cotta de morango de sobremesa.

Ambos os menus são acompanhados do vinho Volparo Rosso Montepulciano, da vinícola italiana Castorani, que tem o ex-piloto de Fórmula 1, Jiarno Trulli, à frente do negócio.

Os dois menus da Semana dos Namorados estão disponíveis na Mercatu Juvevê no horário do jantar desde a quarta-feira (8) até domingo (12). Se recomenda fazer reservas antecipadas pelo (41) 99233-6558 (WhatsApp).

Sobre a Mercatu Juvevê

Aberta desde 2011, a Mercatu Juvevê criou sua identidade de entregar uma pizza rápida, com ingredientes e produtos de alta qualidade. Para o salão, a casa oferece atendimento personalizado no serviço a la carte, em um ambiente aconchegante e propício para saborear os melhores vinhos junto da sua pizza favorita assada em forno a lenha.

A Mercatu Juvevê Pizzaria fica na Rua Alberto Bolliger, 288. Reservas podem ser feitas pelo WhatsApp: (41) 99233-6558 e pelas redes sociais no @MercatuJuveve.

Compras, entretenimento e lazer: descubra a 30ª ExpoBentoe deguste Bento Gonçalves

Feira reúne 450 expositores de 9 a 19 de junho, oferecendo desde experiências de compra a descobertas gastronômicas, passando por mais de 120 atrações artísticas e programação para toda família

Bento Gonçalves (RS) é conhecida nacionalmente por seus vinhos e suas paisagens naturais, mas todos os anos, em junho, essa cidade na Serra gaúcha ganha outros atrativos capazes de ampliar seus encantos turísticos. E não é apenas a chegada do frio que deixa tudo mais charmoso e convidativo para apreciar a bebida símbolo da cidade.

Junto com o inverno também inicia a temporada da ExpoBento. Durante 11 dias, nos quais estão inclusos dois finais de semana, o Parque de Eventos do município acolhe a maior feira multissetorial do país, um verdadeiro reduto de compras, lazer e entretenimento para toda família. Neste ano, a ExpoBento celebra sua 30ª edição de forma grandiosa, como habitualmente, mas também de modo muito especial. Entre os dias 9 e 19 de junho, 450 expositores mostrarão seus produtos nos ambientes segmentados da ExpoBento, o que facilita e organiza a visitação das mais de 250 mil pessoas que devem passar pelos pavilhões do parque.

Clique Para Download
5==QNxoTMykTYmJjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5ATMwgzN1MDMyozZlBnauc3bsBDMiV2Y5QmM0IDNmJDO3kjNjBjNxE2N5UjYkVmYidjYGJTJidjYGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpjM
Mais de 450 marcas expositoras, de 09 a 19 de junho, na Expobento.

São marcas que ocupam os já conhecidos espaços Mundo da Moda, Espaço Variedades, Salão do Imóvel, Arena Gastronômica, Agroindústria, Salão Automotivo, entre outros. Por ali, é possível encontrar desde bijuterias a R$ 5 a apartamentos de mais de R$ 2 milhões, comprovando o caráter eclético do evento e também seu lado voltado aos negócios.

Um dos diferenciais da ExpoBento é sua programação pensada para agradar a todos as fatias de público. Isso, claro, inclui as crianças. Por isso, as famílias que vão à feira encontram toda segurança para aproveitar os diversos atrativos sem se preocupar. Além de cinco apresentações de teatro infantil e programas artísticos com indicação livre, as crianças encontram diversão no Espaço Kids, com brincadeiras recreativas sob a tutela de monitores.

Clique Para Download
7==QNxozNkVmZyUjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5ATMwgzN1MDMyozZlBnauc3bsZWY5Q2NwAjNjJmZyU2NhVTMykTMhVWO3YDOhdjN1cTNGJTJ1cTNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTM
Visitação deve superar as 250 mil pessoas nos pavilhões do parque de eventos de Bento Gonçalves.

Forçada a adiar por duas vezes a emblemática edição de número 30 devido à pandemia, a feira vem reforçada em atrações de lazer neste ano para renovar seu apelo de encontro para toda família. Serão mais de 10 shows por dia nos três palcos espalhados pelos pavilhões.

Mais de 120 atrações artísticas e show de Raça Negra entre as pedidas
Os palcos Gastronomia, Variedades e Fenavinho vão receber shows musicais e apresentações teatrais de artistas como Família Lima (dias 12), Comunidade Ninjitsu (dia 15), Ultramen (dia 16) e Guri de Uruguaiana (dia 17). Além disso, o talento local terá espaço com o projeto Balaio Autoral, divulgando e valorizando músicos locais. Para ter acesso a toda essa programação, basta adquirir o ingresso para a feira -- R$ 8 em dias de semana e R$ 15 aos finais de semana e feriados.

Clique Para Download
3==QNxoDO2QmY3MmOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5ATMwgzN1MDMyozZlBnauc3bsZGO3MTOhNTM2QDN0UmMkNGMxI2NjRGZxgTNlRzYllDMGJTJllDMGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpzM
Apresentação da banda Ultramen está confirmada no dia 16 de junho, na programação da Expobento.

O único ingresso extra que o público precisará adquirir além do bilhete de entrada na feira será para acompanhar os shows nacionais agendados para ocorrerem no Pavilhão E. Por lá, um dos destaques será o grupo de pagode romântico Raça Negra (dia 11), entoando sucessos de uma carreira de quase 40 anos como "É Tarde Demais", "Cigana" e "Cheia de Manias".

Clique Para Download
link.php?code=bDpfX19JTUdfX184MUVqTzJFbU1qTm1NNkluWXUwMmJqNVNZeUpYWjBCVWFzeFdaalZIYmgxV1l6TlhadUZtZDZrRE14QURPM1V6TXdJak9uNUdjdVVXWXlJRE1qQkRaakoyTTNVbU5tVkdaeUFUTjJJVFpqVmpaM1FHWmloak5HSlRKaWhqTkdKVEp4Y3pNM01qUnlVaU13SUROeDhWTDBFVExmcERPOjIwMzU3ODAxMDk6dmFuZXNzYW1hbHVjZWxsaUB0ZXJyYS5jb20uYnI6NzM0MDQ4OjE1
Fernando & Sorocaba se apresentam no dia 15 de junho, na Expobento.

No mesmo palco do Pavilhão E também estarão dois DJs da nova geração que têm dado o que falar. A noite de 12 de junho, Dia dos Namorados e pré-feriado em Bento Gonçalves de Santo Antônio, será para curtir a música eletrônica do DJ Lucas Beat e do DJ KVSH. Enquanto o primeiro se destaca por remixar músicas de sofrência com a batida do funk, como "Disco Arranhado" e "Bloqueia Eu", o segundo chama a atenção com hits como "Sorri, Sou Rei" e "Cante por Nós", já apresentadas em festivais como Lollapalooza e Rock in Rio.

Outra atração no Pavilhão E será o Festival ExpoBento. Nativismo, sertanejo e funk serão a pedida no dia 15, com três grandes representantes de cada gênero, o gaúcho Baitaca, os paranaenses Fernando & Sorocaba e o paulista MC Kekel.

Fenavinho aparece na ExpoBento com a Vila Típica
Neste ano, assim como ocorreu em 2019 e 2000, a ExpoBento agrega a maior festa do município ao seu rol de atrativos. A Fenavinho aparecerá na feira por meio de sua Vila Típica, depois de ter realizado duas programações do Vinho Encanado -- o vinho vendido por meio de torneiras no centro da cidade --, uma em fevereiro, durante a vindima, e outra em maio.

Clique Para Download
1==QNxoDO1cDMwMjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5ATMwgzN1MDMyozZlBnauc3bsBTMxI2Y0EmZxIWO4E2YwATOhVGO1QjNlJjNxUWNmJzNGJTJmJzNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpDM
Bons vinhos, espumantes, sucos e ótima gastronomia são atrações da Fenavinho.

Na ExpoBento, a Fenavinho traz a companhia de diversas vinícolas, algumas das mais importantes do país, ao convívio do público. Elas estarão emolduradas na Vila Típica, um cenário que emula casarios do início do século passado e onde ocorrem apresentações culturais de resgate da cultura dos imigrantes italianos, grande formador da identidade do povo local.

Ali, claro, o público encontrará opções gastronômicas típicas da região e poderá apreciar os premiados vinhos, espumantes e sucos.
Clique Para Download
0==QNxojM0ATYkFjOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5ATMwgzN1MDMyozZlBnauc3bsVmZ1IzY0ITNkZTOxcTMhJGNyYjZhNGNmJzM5AzNlVGNGJTJlVGNGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpDN
Vila Típica, um cenário que emula casarios do início do século passado e onde ocorrem apresentações de resgate da
cultura dos imigrantes italianos.

Um breve roteiro para degustar Bento Gonçalves
Por óbvio que um passeio por Bento Gonçalves precisa ser aproveitado ao máximo. E um passeio por suas paisagens vitícolas ou por outros roteiros acaba sendo quase uma obrigação.
A paisagem natural é um dos destaques da cidade. Parreirais estão por todos os lados e, mesmo que nus nessa época do ano, permitem contemplar a vinha sob outra ótica.

Há vinícolas a serem visitadas em todos os distritos, e não só no Vale dos Vinhedos, nome também do roteiro mais famoso do enoturismo brasileiro. Faria Lemos, Tuiuty e São Pedro reúnem diversos estabelecimentos referenciais na produção de vinhos e espumantes, oferecendo diversas experiências aos turistas. Em muitas delas, é possível apreciar pratos gastronômicos e curtir programações especiais para essa época.

O Vale apresenta grandes vinícolas e pequenas butiques com uma grande infraestrutura, de restaurantes e pousadas a cafés e lojas. Faria Lemos conta com paisagens deslumbrantes, como as do Vale Aurora, e estabelecimentos familiares em meio ao roteiro Cantinas Históricas. Tuiuty também mescla grandes e pequenas vinícolas e apresenta ao visitante as belezas do Vale do Rio das Antas, e São Pedro reúne atrativos para quem aprecia vinhos e também casas centenárias, restaurantes e lojas, com seu famoso Caminhos de Pedra.

Em cada lugar, há particularidades que transformam o interior de Bento Gonçalves no paraíso enoturístico brasileiro. Se você não tiver tempo de aproveitar alguns deles, não perca alguns atrativos da área urbana. A Pipa Pórtico, uma estrutura de 17 metros no acesso sul que lembra um barril de vinho, precisa ser visitada. A igreja em também em formato de pipa, no bairro São Bento, a poucos metros do Parque de Eventos, é outra atração. Assim como a Igreja Santo Antônio e a Vial del Vino, no centro, que demarcam o eixo central da criação e desenvolvimento da cidade.

Clique Para Download
7==QNxoTN1cjM0EmOyJmLt92YuEmcyVGdAlGbsV2Y1xWYtF2czVmbhZnO5ATMwgzN1MDMyozZlBnauc3bsRTM4EzN2EGZhZTZ3QzYmlzY3MTOjRjM1YmM1EjYmVDZGJTJmVDZGJTJxczM3MjRyUiMwIDNx8VL0ETLfpTO
Vial del Vino, no centro de Bento Gonçalves. Crédito Alba Arte

Serviço
O quê: 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho
Quando: de 9 a 19 de junho
Onde: Parque de Eventos, em Bento Gonçalves
Quanto: R$ 8 (dias de semana) e R$ 15 (finais de semana e feriados)
Estacionamento: R$ 15 (dias de semana) e R$ 20 (finais de semana e feriados) e feriados. Para motos,
R$ 5 e R$ 10, respectivamente
Informações: site e e-mail expobento@expobento.com.br
Promoção: Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG)

A 30ª ExpoBento e a 17ª Fenavinho tem o patrocínio de Dal Mobile, Madem Indústria e Comércio de Madeiras e Embalagens, Cooperativa Vinícola Aurora, Orquidea, Saif, Oxford Porcelanas, LNF Latino Americana, Bertolini S/A, Paese Comercio de Ferragens, Cooperativa Santa Clara, Crediare S/A, Lojas Colombo, Miolo Wine Group Vitivinicultura, Zegla Indústria de Máquinas para Bebidas, Multimóveis, Anderle Transportes, Concresul Britagem, Giordani Turismo e Sicredi. São apoiadores Embrapa, Guterres Comércio de Combustíveis, SEBRAE, SENAC, Hotel Vinocap, Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves e Viasul.

Outras imagens aqui
Crédito: Augusto Tomasi, Vagão Filmes