Sistema Fecomércio Sesc Senac PR

Para comemorar o Dia das Crianças, o Sesc da Esquina oferta, de 8 a 15 de outubro, uma semana repleta de atividades como oficinas, exibição de filmes, contação de histórias, espetáculos teatrais, recreação, pintura facial, malabares, algodão doce, pernas-de-pau e música.

“No Sesc PR brincadeira e cultura são coisas sérias! Muito mais do que gastar energia, brincar faz parte do processo de crescimento. Brincando, a criança desenvolve a criatividade, o convívio social, habilidades e linguagens diversas, pensamento estratégico e coordenação motora. Pelas promoções culturais, o Sesc proporciona o estímulo ao debate e à reflexão, dissemina vivências e valores e difunde as manifestações artístico-culturais”, destaca a técnica de atividades do Sesc da Esquina, Cris Betina Schlemmer.

As atividades são destinadas a crianças de todas as idades, pais, mães, irmãos, tios e tias. Algumas oficinas têm vagas limitadas e devem ser feitas pré-inscrições pelo site do Sesc PR.

Confira a programação completa no site https://www.sescpr.com.br/projeto/semanadacriancaesquina/

8 de outubro (Sábado)

9h - 13h: Oficina a “Arte de Brincar”

Vagas limitadas - Gratuito

Inscrições: https://www.sescpr.com.br/atividade/oficina-teatral-a-arte-de-brincar-08-10-2022-0900/

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

10h: Cineclubinho “Lipe, vovô e o monstro”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

10h30: Hora do Conto “O monstro que adorava ler”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

11h30 - 14h30: Feijoada

Ingressos: R$ 25 (trabalhador do comércio); R$ 30 (público em geral) - crianças até 12 anos não pagam, se acompanhadas de um pagante.

Local: Restaurante do Sesc da Esquina

12h: Espetáculo de teatro “Que festa é essa, criatura?”

Gratuito

Público: livre | O espetáculo conta com tradução simultânea em Libras

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

13h15: Espetáculo de teatro “O circo é nosso”

Gratuito

Público: livre

Local: Hall de entrada do Sesc da Esquina

15h15: Pocket show “Canções infantis com Cauê Menandro”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Hall de entrada do Sesc da Esquina

16h: Espetáculo “Estórias brincantes de muitos paizinhos”

Ingressos: R$ 10 (trabalhador do comércio); R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira)

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

10 de outubro (Segunda-feira)

11h30 - 13h30: Recreação: Xadrez gigantes, cesta de basquete, cama elástica, jogos, brincadeiras e algodão doce

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

11h30 - 13h30: Camarim de Pintura Facial

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

14h: CineSesc “O grilo feliz e os insetos gigantes”

Gratuito

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

16h: Oficina “Toycraft - Eu crio o que eu brinco”

Vagas limitadas - Gratuito

Inscrições: https://www.sescpr.com.br/atividade/oficina-toycraft-eu-crio-o-que-eu-brinco-10-10-2022-1600/

Público: a partir de 7 anos de idade

19h: CineSesc - filme “O grilo feliz e os insetos gigantes”

Gratuito

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

11 de outubro (Terça-feira)

11h30 - 13h30: Recreação: Xadrez gigantes, cesta de basquete, cama elástica, jogos, brincadeiras e algodão doce

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

11h30 - 13h30: Camarim de Pintura Facial

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

13h30: CineSesc “Eu e meu guarda-chuva”

Gratuito

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

15h: Hora do Conto “Histórias de bichos do mato”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

15h30: Oficina “Confecção de animais de massinha”

Vagas limitadas - Gratuito

Inscrições: https://www.sescpr.com.br/atividade/oficina-confeccao-de-animais-de-massinha-11-10-2022-1530/

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

19h: CineSesc - filme “Eu e meu guarda-chuva”

Gratuito

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

13 de outubro (Quinta-feira)

11h30 - 13h30: Recreação: Xadrez gigantes, cesta de basquete, cama elástica, jogos, brincadeiras e algodão doce

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

11h30 - 13h30: Camarim de Pintura Facial

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

16h: Oficina Teatro e Família: jogos de dramatização teatral como forma de conexão com as crianças

Vagas limitadas - Gratuito

Inscrições: https://www.sescpr.com.br/atividade/oficina-teatro-e-familia-jogos-de-dramatizacao-teatral-como-forma-de-conexao-com-as-criancas-13-10-2022-1600/

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

14 de outubro (Sexta-feira)

11h30 - 13h30: Recreação: Xadrez gigantes, cesta de basquete, cama elástica, jogos, brincadeiras e algodão doce

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

11h30 - 13h30: Camarim de Pintura Facial

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

11h30 - 13h30: Circo: Malabares e Pernas-de-pau

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

11h30 - 13h: Apresentação Musical

Gratuito

Público: livre

Local: Calçadão em frente ao Sesc da Esquina

14h15: Hora do Conto “Bruxa, bruxa, venha a minha festa” - com teatro de sombras

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

14h40: Oficina “Confecção de teatro de sombras e personagens”

Vagas limitadas - Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

15h - 16h: Espetáculo “O Pequeno Príncipe”

Ingresso: 1 brinquedo novo ou em bom estado de conservação

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

15 de outubro (Sábado)

10h: Cineclubinho “O velho aquecedor”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

10h30: Hora do Conto: “Contos africanos e indígenas para crianças”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Biblioteca - 3º andar

13h - 14h: Oficina Brincando de Dançar

Vagas limitadas - Gratuito

Inscrições: https://www.sescpr.com.br/atividade/oficina-brincando-de-dancar-15-10-2022-1300/

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

15h15: Pocket show “Canções infantis com Cauê Menandro”

Gratuito

Público: Pais e filhos, crianças até 12 anos

Local: Hall de entrada do Sesc da Esquina

16h - 17h: Espetáculo “O Pequeno Príncipe”

Ingresso: 1 brinquedo novo ou em bom estado de conservação

Público: livre

Local: Teatro do Sesc da Esquina

Sesc PRSesc da Esquina realiza ciclo de oficinas de habilidades manuais e de literatura

De agosto a outubro a Biblioteca do Sesc da Esquina ofertará oficinas com investimento a partir de R$ 5

Nas tardes de agosto, setembro e outubro, o Sesc da Esquina traz ao público uma série de oficinas que vão de cartonagem a narração de histórias, de marca-páginas a encadernação japonesa.

Voltado para adolescentes e adultos, a Oficina de Cartonagem vai ensinar a confecção de caderno com a técnica da cartonagem, fazendo uso de papelão e de tecido. Serão ofertadas duas turmas, nos dias 19 e 31 de agosto.

A narração de histórias é um importante meio para o desenvolvimento da escuta, da criatividade, do gosto pela leitura e da criação de vínculos. Com a oficina Primeiros Passo da Narração de Histórias, no dia 26 de agosto, serão abordadas teoria e prática de diferentes formas de contar histórias para públicos e ambientes diversos.

Para desenvolver a criatividade e as habilidades manuais do público de diferentes idades, no dia 9 de setembro, será oferecida a Oficina de Marca-Páginas Bordado. De acordo com os organizadores, será ensinada a produção de um marca-páginas com bordado em papel, que poderá ser utilizado para auxiliar nas leituras.

Nos dias 14 e 30 de setembro adolescentes e adultos poderão participar da Oficina de Fanzine. Feitas artesanalmente, priorizando a criatividade, as fanzines são publicações de baixo custo. Durante a oficina, cada participante desenvolverá sua própria fanzine, de acordo com a temática que escolher.

O Sesc da Esquina oferta, em 23 de setembro e 21 de outubro, a Oficina de Encadernação Japonesa – uma técnica conhecida pela simplicidade em utilizar amarrações com fios ou fitas para criar diferentes padrões e para unir páginas soltas na criação de cadernos, álbuns ou livros artesanais. Nesta oficina os participantes produzirão um livreto com costura básica de quatro furos – Fukuro Toji – e conhecerão princípios para técnicas e padrões mais avançados.

Em outubro, nos dias 5 e 28, ocorre a Oficina de Poesia, com apresentação, leitura e discussão de poemas de diversos autores. Ao fim de cada encontro o participante será desafiado a criar um poema em cada. Na Biblioteca será organizada uma exposição dos textos desenvolvidos ao longo das oficinas.

As inscrições para as oficinas estão abertas, são limitadas e podem ser feitas no SAC do Sesc da Esquina. Os investimentos para as oficinas vão de R$ 5 a R$ 20. Para mais informações, clique AQUI.

Sesc PR recebe Guenia Lemos e Ana Cavazzana em nova edição do Sesc Mulheres

As duas artistas participam de uma mesa-redonda sobre mulheres em cena

O Sesc Paraná promove no dia 9 de agosto, a partir das 19h30, o terceiro encontro do projeto Sesc Mulheres 2022, com o intuito de abrir um espaço para debate, conversas e para instigar interlocutores sobre temas de interesse, que circundam o universo feminino e a relação que eles têm com a cultura.

Sabedor que o mundo contemporâneo tem exigido cada vez mais respostas e articulações em torno de temas e problemáticas, o Sesc da Esquina recebe a atriz norte-americana, radicada no Brasil desde 2010, vencedora de inúmeros prêmios e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido no teatro e no cinema, Guenia Lemos, e a atriz, cineasta e roteirista curitibana Ana Cavazzana para debaterem o tema “A arte imita a vida: mulheres em cena”.

O encontro será gratuito, realizado no Teatro do Sesc da Esquina e é necessário realizar a pré-inscrição no site do Sesc PR.

As convidadas

Formada em Teatro e em Psicologia pela Fordham University, e em Design pela FIT, ambas em Nova Iorque, Guenia Lemos trabalhou por 15 anos nos EUA como atriz e, desde 2010, é radicada no Brasil. Reconhecida por diversos prêmios internacionais como melhor atriz e já recebeu por três vezes, no Paraná,o Troféu Gralha Azul de Melhor Cenário. Trabalha também com direção de arte e cenografia no audiovisual. A atriz é também fundadora da Prego Torto, uma empresa de produção teatral e audiovisual que dá visibilidade e promove a autonomia e capacidades de grupos tipicamente desfavorecidos por conceitos opressores.

Diretora e roteirista há sete anos, Ana Cavazzana é formada em Cinema e Artes Cênicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC PR), atua no audiovisual há mais de 25 anos. Todos os oito curtas-metragens produzidos por ela foram premiados e, está em pré-produção de seu longa-metragem What About Love, que será filmado em Curitiba, no segundo semestre deste ano. Em 2018 foi convidada para dirigir, no Brasil, a campanha de prevenção ao suicídio LGBTQIAP+: ItGetsBetter.

SERVIÇO

Sesc Mulheres - A arte imita a vida: mulheres em cena

Convidada: Ana Cavazzana e Guenia Lemos

Data e horário: 9 de agosto (terça-feira), às 19h30

Local: Teatro do Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969

Ingressos: limitados e gratuitos.

Sesc da Esquina promove curso que mistura literatura e colagem

Sesc PR

No mês de agosto, durante quatro encontros, o Sesc da Esquina, em Curitiba, promove o curso Literatura e Outras Artes – Colagem. Com aulas sempre às segundas-feiras, das 19h às 20h30, a atividade é voltada à experimentação do trabalho artístico de colagem aliado a textos literários e pode ser frequentado por adolescentes, pessoas adultas e idosas.

Os organizadores do curso informam que pequenos textos literários serão ponto de partida para que os participantes possam experimentar técnicas, materiais, cores, formas, imagens e palavras; desenvolver a criatividade, o olhar poético e o pensamento crítico, com o objetivo de compor suas próprias obras.

Também serão apresentados aos participantes artistas como Picasso e Braque, que no início do século XX desenvolveram a técnica da colagem – considerada um dos achados mais relevantes da arte moderna.

O curso tem investimento mensal de R$47 para trabalhadores do comércio e dependentes, R$ 71 para público em geral. As inscrições podem ser feitas no SAC da Unidade do Sesc da Esquina, e para obter mais informações, os interessados devem entrar em contato pelo telefone (41) 3259-1350.

SERVIÇO:

Curso Literatura e Outras Artes – Colagem

Período: de 8 a 29 de agosto

Investimento: R$47/mês para trabalhadores do comércio e dependentes e R$71/mês para o público em geral.

Informações: (41) 3259-1350 - www.sescpr.com.br

Local: Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969

Sesc PR

Composto por dois violinos, um violoncelo e uma viola de arco, o premiado Quarteto Cordas do Iguaçu apresenta-se no Teatro do Sesc da Esquina no dia 10 de junho, a partir das 19h30.

O concerto será executado em dois momentos: o primeiro com repertório de compositores brasileiros, como José de Arimatéia Santos, Nonato Luiz e Osvaldo Lacerda e, o segundo, com a execução da obra “Quarteto opus 18 Número 01”, de Ludwig van Beethoven.

Todos os integrantes do Quarteto Cordas do Iguaçu são músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná. A violinista Fernanda Boaventura Pereira é bacharel em Violino pela Universidade Federal de Minas Gerais e professora do Projeto Cordas do Iguaçu. José Maria Magalhães é violetista, fundador do projeto Orquestra Cordas do Iguaçu e do Quarteto Iguaçu e Guilherme Calebe Martin, integra o naipe dos primeiros violinos da Orquestra Sinfônica de Piracicaba e da Orquestra Sinfônica do Paraná. Romildo Weingartner, é desde 1993 spalla dos cellos na Orquestra Sinfônica do Paraná e já acompanhou artistas renomados como os tenores José Carreras e Andrea Bocelli.

Os ingressos para o concerto já estão disponíveis para venda no SAC do Sesc da Esquina.

Ficha técnica

Violino: Guilherme Calebe Soares Martin e Fernanda Boaventura Pereira

Viola Clássica: José Maria Magalhães Silva

Violoncelo: Romildo Weingartner

SERVIÇO

Quarteto Cordas do Iguaçu

Data: 10 de junho de 2022

Horário: às 19h30

Duração: 80 minutos

Local: Teatro do Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 10 (trabalhador do comércio)

Sesc da Esquina recebe apresentação de Fernando Anitelli Sesc PR

“Sem horas e sem dores! Respeitável público pagão!” O Teatro Sesc da Esquina recebe no dia 21 de maio, a partir das 19h30, o show musical Fernando Anitelli apresenta: O Teatro Mágico Voz, Violão e Circo.

Intimista, o show mistura violão, voz e poesia, traz acrobacias aéreas feitas por Andrea Barbour e Nô Stopa, além da assistência de palco do Palhaço Toicinho.

Anitelli apresentará canções que marcaram a trajetória da banda, como “Ana e o Mar”, “O anjo mais velho”, “Cuida de Mim”, entre outros sucessos e composições inéditas.

O Teatro Mágico conta com mais de dois milhões de álbuns vendidos, sete CDs autorais, três DVDs, quatro músicas em novelas e um dos maiores projetos da música independente nacional.

Os ingressos são limitados e a venda já está disponível do SAC do Sesc da Esquina.

Ficha Técnica:

Voz e violão: Fernando Anitelli

Palhaço Toicinho: Mateus Faria

Aéreas: Andrea Barbour e Nô Stopa

Produção: Juan Corral

Técnico de som: Nilson Paulo da Silva

Técnica de luz: Deivid de Oliveira

SERVIÇO

Fernando Anitelli apresenta “O Teatro Mágico Voz, Violão e Circo”

Data: 21 de maio de 2022

Horário: 19h30

Duração: 120 minutos

Local: Teatro Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969 - Centro

Ingressos: R$70 (inteira), R$35 (meia) e R$25 (trabalhador do comércio)

Sesc da Esquina retoma exibições gratuitas de cinema e divulga programação

Após dois anos de suspensão das sessões, em virtude da pandemia, o Sesc da Esquina retoma a programação sistemática de cinema e divulga a programação gratuita para os próximos meses.

A proposta do Sesc PR com a exibição de filmes é proporcionar ao público de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, dependentes e para toda a comunidade, o acesso a importantes filmes da cinematografia brasileira e mundial, além de promover a circulação de filmes que não encontram espaço no circuito convencional de distribuição e exibição.

Além dos filmes – selecionados na edição de 2021 da Mostra Sesc de Cinema –, a programação também leva ao público debates e oficinas sobre cinema.

Todas as sessões serão realizadas no Teatro do Sesc da Esquina, na Rua Visconde do Rio Branco, 969.

Os interessados em agendamentos de grupos escolares e institucionais devem entrar em contato pelo e-mail sac.esquina@sescpr.com.br.

Confira a programação:

ABRIL

Vida dentro de um melão

(Cataguases-MG / 2020 / 18 min. / Curta-metragem / Ficção / Direção: Helena Souza Neves Frade da Cruz).

Uma garota filma o seu redor. Fantasiada de bicho, o desconhecido te assopra quando o coração quer voar.

Aurora – A rua que queria ser um rio

(São Paulo-SP / 2021 / 10 min. / Curta-metragem / Animação / Direção: Radhi Meron).

Se as ruas pudessem falar, o que diriam? Aurora é uma triste e solitária rua de uma grande cidade. Em um dia de chuva forte, ela relembra sua trajetória, sonha com o futuro e se pergunta: é possível uma rua morrer?

Vento viajante

(Vitória-ES / 2020 / 6 min. / Curta-metragem / Animação / Direção: Beatriz Lindenberg).

Um dia, o vento decidiu viajar para o Nordeste. Pelo caminho, fez muitas descobertas, amigos e deixou saudades.

Data: 27 de abril

Horário da sessão: 13h30

Classificação indicativa: Livre

MAIO

O bem virá

(Recife-PE / 2020 / 79 min. / Documentário / Direção: Uilma Queiroz).

Treze mulheres, treze ventres, treze esperanças, uma foto. E uma busca pelas mulheres que, em 1983, em uma seca no sertão do Pajeú pernambucano, lutaram pelo direito à sobrevivência, num contexto em que ser mulher era se limitar à função de administrar a miséria.

Data: 4 de maio

Horários das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: Livre

Miúda e o guarda-chuva

(São Paulo-SP / 2019 / 70 min. / Animação / Direção: Amadeu Alban).

Miúda é uma menina míope e imaginativa, que cuida de sua planta carnívora de estimação com muito amor e formigas fresquinhas. Às vésperas de completar sete anos, Miúda deseja apenas que a planta lhe chame pelo seu nome, mas a planta exige cada vez mais formigas. Estas, cansadas de serem comida de planta, bolam um plano que envolve poesia, guarda-chuvas e uma máquina do tempo.

Data: 18 de maio

Horários das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: Livre

JUNHO

Kevin

(Minas Gerais / 2021 / 80 min. / Documentário / Direção: Joana Oliveira).

É a primeira vez que Joana, uma brasileira, visita sua amiga Kevin em Uganda. Elas se tornaram amigas há vinte anos quando estudaram juntas na Alemanha e faz muito tempo que não se veem. A partir desse encontro, o filme tece a fina trama que é uma conversa entre duas amigas: as histórias do passado, os desejos, os caminhos trilhados, os diferentes modos de encarar a matéria do vivido e um elo de amor e sororidade que resiste à distância e ao tempo.

Data: 15 de junho

Horário das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: 10 anos

No rastro das cargueiras

(Brasília-DF/ 2020 / 71 min. / Documentário / Direção: Carol Matias).

Bibi atravessa a cidade equilibrando pilhas de metal e plástico em cima da sua cargueira. Essas bicicletas de carga adaptadas por ele e outros catadores cearenses revertem o “lixo rico” de Brasília em oportunidade de reciclagem popular, autônoma e limpa, tentando abrir caminho para uma vida melhor na capital brasileira. “No rastro das cargueiras” apresenta as técnicas, as paisagens e as histórias de um grupo de catadores-ciclistas no contrafluxo do consumo urbano e em luta pelo direito à cidade.

Data: 29 de junho

Horário das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: 10 anos

“EBA! A Extraordinária Biblioteca de Alexandria” tem apresentações dias 1º e 7 de maio

A peça é um projeto acalentado desde 2012, com uma singela ideia: a de criar um espetáculo que discutisse o hábito da leitura, estimulando e incentivando o gosto do espectador pela literatura
Alta | Web
Personagens da peça (Divulgação)
Personagens da peça
(Divulgação)
Alta | Web
Conta a história de Nico, um duende (Divulgação)
Conta a história de Nico, um duende
(Divulgação)
Alta | Web
Peça estimula a leitura (Divulgação)
Peça estimula a leitura
(Divulgação)
Criação da Alameda Cia. Teatral e direção de Cristóvão de Oliveira, a peça EBA! A Extraordinária Biblioteca de Alexandria será apresentada no dia 1º de maio, às 11h, no Teatro Lala, e no dia 7 de maio, no Sesc da Esquina, às 16h.

A peça é um projeto acalentado desde 2012, com uma singela ideia: a de criar um espetáculo que discutisse o hábito da leitura, estimulando e incentivando o gosto do espectador pela literatura.

Sinopse

“EBA! A Extraordinária Biblioteca de Alexandria” conta a história de Nico, um duende desgarrado que se perdeu de sua aldeia quando estava em uma missão mundial: preservar o hábito da leitura. Sem conseguir voltar para casa, foi morar na Biblioteca de Alexandria onde passou a proteger os livros.

Na biblioteca, Nico conhece Ritinha, uma ratinha muito simpática que é grande admiradora da literatura. Só que Ritinha vive um dilema: sendo aluna do severo Professor Ratón na “Escola Superior de Roedores Especializados”, ela precisa roer livros para se formar. Mas ainda bem que a barata Doroteia, como guardiã de todas as histórias, está lá para encontrar outras soluções e evitar que algo ruim aconteça.

Ficha Técnica

Argumento: Kellyn Bethania

Dramaturgia: Cristóvão de Oliveira, Daphne Garcez, Galvani Junior e Kellyn

Bethania

Direção: Cristóvão de Oliveira

Elenco: Fernanda Bahl, Rafael Menezes e Juliana Luz

Direção musical: Mel Maia

Caracterização: Cristóvão de Oliveira

Confecção de figurino e adereços: Máscaras e Fantasias (Marcello Salles e André Posselt)

Cenografia e iluminação: Max Reinert

Operação de som: Galvani Junior

Operação de luz: Laura Veiga

Produção: Galvani Junior

Realização: Alameda Cia. Teatral

Serviço

“EBA! A Extraordinária Biblioteca de Alexandria”

Dia: 1º de maio, domingo, às 11h

Local: Teatro Lala (Rua Treze de Maio, 629)

Ingressos: R$40,00 e R$ 20,00

Dia: 7º de maio, sábado, às 16h

Local: Sesc da Esquina (Rua Visconde do Rio Branco, 969)

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00

BEATLES CORDEL

Década de 60 e um poeta matuto que mora sozinho no meio do sertão nordestino descobre em seu rádio de pilha uma estação que, quase como mágica, só toca Beatles. Ele se apaixona pelo som, mas não faz ideia de quem e como são esses “cabra”, então ele decide imaginar e criar sua própria versão do quarteto de Liverpool. Assim começa o espetáculo Beatles Cordel, um convite a brincar com a imaginação e entrar nesse universo paralelo onde música, poesia e teatro se unem para revisitar clássicos da banda inglesa. Será no dia 30 de abril, às 19h30, no Teatro do SESC da Esquina, em Curitiba.

O idealizador do espetáculo é Rafael Beibi, um beatlemaníaco e pesquisador de música nordestina, que entendeu que para unir as duas linguagens tão diferentes, era necessário criar algo único, mais do que simplesmente “tocar Beatles em forró”. Assim nasceu a ideia do personagem, chamado Seu Quité, e de uma linha narrativa que conecta tudo através de poesia e ‘causos’. “Seu Quité é aquele matuto que nós brasileiros conhecemos bem: sensível, criativo e inteligente, transforma qualquer coisa em arte, sua expressão é espontânea e livre, fazendo a gente chorar de emoção em um momento e logo em seguida soltar a risada”, diz Beibi. Como todas as referências musicais de Seu Quité são da música nordestina, ele logo define os Beatles como “um forró muito doido” e aos poucos vai dando significado a essas músicas, em diálogos divididos com o público e com um tal “João Eleno da zabumba”, o cantor e zabumbeiro da banda interpretado por Rafael Beibi, que é também vocalista da banda Dona Zaíra.

Além de Rafael Beibi, a trupe é composta por Rafa Virgulino na sanfona, Guegué Medeiros na bateria e percussão, Matheus Tagliatti no contrabaixo, Alysson Salvador na viola e Giovani Bruno como Seu Quité. Todos os integrantes da banda têm uma bagagem significativa na música nordestina, seja tocando Brasil e mundo afora, compondo, gravando e produzindo nessa linguagem.

No repertório “Come Together”, “Let It Be” e “Strawberry Fields Forever”, “Day Tripper”, “Help”, “Love me Do”, entre outras canções, passeando por xotes, maracatus, baiões, frevos e cirandas, as adaptações das músicas acontecem com fluidez, sem descaracterizar ou perder o sentimento do Fab Four. Os textos do espetáculo são repletos de referências a personagens, letras de músicas e histórias do universo dos Beatles, como o próprio Seu Quité, que faz referência ao personagem da música “Being For The Benefit of Mr. Kite” do álbum “Sargent Pepper´s Lonely Hearts Club Band”, álbum esse que também inspira os figurinos, que são baseados nas roupas de banda marcial dos Beatles, misturando com elementos de vestimentas do cangaço e do vaqueiro nordestino.

Para conhecer, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=X28Urh5z_YE (disco)

SERVIÇO: BEATLES CORDEL

Dia e horário: 30 de abril, sábado, às 19h30

Local: Teatro do SESC da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969 - Curitiba - PR - Tel.: (41) 3259.1350

Preços: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia), R$ 10 (trabalhador do comércio)

Sesc da Esquina recebe espetáculo musical Beatles Cordel

Sesc PR

O Teatro do Sesc da Esquina será o palco, no dia 30 de abril, às 19h30, onde os Beatles do sertão ganharão vida em Curitiba, no espetáculo Beatles Cordel.

A apresentação tem como personagem principal o Seu Quité, um poeta matuto que acha, em seu rádio a pilhas, uma estação que só executa músicas da banda de Liverpool. As únicas referências musicais de Seu Quité são as músicas e os ritmos nordestinos e define o som produzido pela banda de rock britânica como “um forró muito doido”. O idealizador do espetáculo é Rafael Beibi. Assumido beatlemaníaco e pesquisador da música nordestina, Rafael uniu duas linguagens artísticas distintas em algo único.

Clássicos como Day Tripper, Help!, Strawberry Fields Forever ganham uma roupagem regional nordestina, passeando por ritmos como xote, maracatu, baião, frevo, ciranda e embolada. Rafael adverte que todo o cuidado foi tomado para não descaracterizar nem perder o sentimento das músicas originais.

Beatles Cordel está repleto de referências a personagens, letras de músicas e histórias do universo dos músicos britânicos. Foi do álbum Sargent Peppers´s Lonely Hearts Club Band a inspiração para a confecção dos figurinos, que também trazem referências às vestimentas do cangaço e do vaqueiro nordestino.

Além de Rafael, a trupe é composta por Rafa Virgulino, na sanfona; Guegué Medeiros, na bateria e na percussão; Matheus Tagliatti, no contrabaixo; Alysson Salvador, na viola, e Giovani Bruno, como Seu Quité.

O espetáculo musical Beatles Cordel é um convite ao brincar com a imaginação e adentrar em um universo onde música, poesia e teatro se unem.

Os ingressos são limitados e já estão à venda no SAC do Sesc da Esquina.

SERVIÇO

Beatles Cordel

Data: 30 de abril, às 19h30

Duração: 80 minutos

Local: Teatro do Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 10 (trabalhador do comércio)

Parlapatões voltam ao Festival de Curitiba parareviver três grandes sucessos

Grupo paulistano de humor já encenou 9 peças em oito
edições diferentes do Festival

O grupo Parlapatões surgiu em São Paulo, no ano de 1991, como um grupo de teatro de rua, que trabalhava com humor e linguagem circense e passava o chapéu no final dos espetáculos. No ano seguinte, o Festival de Curitiba foi criado por jovens estudantes para movimentar a estagnada cena cultural da cidade. Desde então, os dois projetos cresceram e apareceram e suas trajetórias se cruzaram muitas vezes.

A primeira delas foi em 1997, quando houve a estreia nacional de Piolim, no Festival de Curitiba. Na mesma edição, os Parlapatões apresentaram a peça de rua U Fabuliô. No ano seguinte, o espetáculo PPP@WllmShkspr.br estreou com grande sucesso de público e crítica no Festival e seguiu uma importante carreira nacional.

Em 2003, outra estreia: As Nuvens. Três anos depois, a trupe trouxe dois novos espetáculos Hércules e Prego na Testa. Em 2009 foi montado Oceano – Circo Roda, em 2010, O Papa e a Bruxa e a última passagem pelo Festival foi com o grandioso espetáculo Parlapatões Revistam Angeli.

Ao todo, os Parlapatões encenaram nove peças com quatro estreias nacionais em oito edições diferentes do Festival de Curitiba. “O grupo estreou muitas peças no Festival e nosso trabalho sempre foi muito bem recebido. O festival sempre serviu como um impulso muito grande para que nossos espetáculos começassem temporadas Brasil afora”, disse Hugo Possolo, um dos fundadores do grupo.

Possolo lembra que ouvia dos colegas mais experientes que o público de Curitiba era “duro e difícil para comédia”, mas que hoje tem a impressão contrária. “Para gente nunca foi duro e difícil. Ou a gente acertou muito, ou quem sabe temos uma empatia, uma relação forte com a cidade e há uma reciprocidade na conexão”, disse.

Quando a direção do Festival disse que queria fazer um uma edição comemorativa de 30 anos com de remontagens de grandes sucessos de festivais anteriores, a ideia soou muito bem para os Parlapatões. “Somos um grupo que mantém repertório. Essas três peças, cada uma a seu jeito, foram fáceis de retomar”.

Em 2022, os Parlapatões retornam ao palco do 30º Festival de Curitiba com uma trilogia de grandes sucessos para comemorar as três décadas de parceria. Todas as montagens serão no Sesc da Esquina e são parte da Mostra Lúcia Camargo.

Prego na Testa - A primeira peça é Prego na Testa, espetáculo solo de Hugo Possolo baseado na obra e performance do ator e dramaturgo americano Eric Bogosian. O texto expõe ao ridículo a neurose urbana que Possolo soube adaptar às circunstâncias da realidade brasileira ao viver 7 personagens de características bem diferentes como o mendigo que se considera dono de um vagão de metrô, o emergente apaixonado pela nova churrasqueira, o fã chato, o macho que participa de um grupo de autoajuda para fazer uma meia culpa por ser viciado em sua própria virilidade, entre outros.

Prego na Testa será encenado nos dois primeiros dias do Festival, 29 e 30 de março.

Shakespeare “abreviado” - Nos dias 31 de março e 01 de abril, o grupo apresenta PPP@wllmshkspr.br, a versão brasileira de The Complet Works of William Shakespeare (Abridged), do americano Adam Long, que também é ator e participou da montagem original.

O “Shakespeare abreviado” dos Parlapatões é um clássico instantâneo que estreou no Festival de Curitiba. A peça é uma sátira agilmente estruturada que compila a obra completa de William Shakespeare em 99 minutos, encenada por três atores que se dividem em 12 personagens. A tradução é de Barbara Heliodora, crítica de teatro e a principal tradutora de Shakespeare no Brasil. A peça foi dirigida por Emílio Di Biasi, o ator e diretor falecido em 2020, fundador do grupo teatral Decisão e um grande garimpeiro de talentos do teatro.

Universo Angeli - A trilogia dos Parlapatões fecha nos dias 2 e 3 de abril, quando o grupo retoma um de seus maiores projetos: a ampla pesquisa sobre a obra do cartunista Angeli. A peça Parlapatões Revistam Angeli rola em clima de Teatro de Revista, ao som do rock’n roll, com os personagens mais conhecidos do cartunista como Bob Cuspe, Rê Bordosa, Os Skrotinhos e Meia-Oito dando vida a situações criadas nas tiras, charges e textos de Angeli.

A peça estreou no Festival de Curitiba de 2013 com a presença do próprio Angeli e fez grandes temporadas no Auditório Ibirapuera e temporada no Espaço Parlapatões, com grande sucesso de público.

Três espetáculos testados, aprovados e imperdíveis para celebrar a simbiose entre Os Parlapatões e o Festival de Curitiba. “Estamos felizes de estar em Curitiba novamente e finalmente nos apresentando para um público. Vai ser uma lavada de alma, uma retomada”.

A Mostra Lúcia Camargo é apresentada por EBANX, Paraná Banco, New Holland, com patrocínio de ClearCorrect, Vonder, SulAmérica, Novozymes e Governo do Estado do Paraná.

Acompanhe todas as novidades e informações da Mostra Lúcia Camargo do Festival de Curitiba pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelas redes sociais disponíveis, no Facebook @fest.curitiba, pelo Instagram @festivaldecuritiba e pelo Twitter @Fest_Curitiba

FICHA TÉCNICA: PPP@ WllmShkspr.Br
Texto: Adam Long
Direção: Emílio Di Biasi
Tradução: Barbara Heliodora
Elenco: Hugo Possolo, Raul Barretto e Alexandre Bamba
Duração: 90 minutos
Classificação: 14 anos

FICHA TÉCNICA: Parlapatões Revistam Angeli
Textos: Angeli e Hugo Possolo
Roteiro e Direção: Hugo Possolo
Direção Musical: Branco Mello
Elenco: Raul Barretto, Camila Turim, Hugo Possolo, Rodrigo Mangal, Tadeu Pinheiro
Contrarregra e figurante principal: Rodrigo Belladona
Duração: 80 minutos
Classificação: 14 anos
Espetáculo com audiodescrição

FICHA TÉCNICA: – Prego na Testa
Texto: Eric Bogosian
Adaptação e Direção: Aimar Labaki
Atuação: Hugo Possolo
Assistente de Direção: Carlos Baldin
Cenário: Ulisses Cohn
Figurino: Kleber Montanheiro
Iluminação: Wagner Freire
Sonoplastia: Aimar Labaki
Edição da Trilha Sonora: Aline Meyer
Direção de Produção: Raul Barretto
Produção Executiva: Erika Horn
Assistência de Produção e Comunicação: Janayna Oliveira

Serviço:
O que: Prego na Testa – Parlapatões no 30.º Festival de Curitiba
Quando: 29 e 30 de março às 21h
Onde: Sesc da Esquina (Visc. do Rio Branco, 969 - Mercês).
Valores: R$ 80,00 (inteira)
Ingressos: Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.
Classificação: 14 anos.
Duração: 60’

Serviço:
O que: PPP@wllmshkspr.br – Parlapatões no 30.º Festival de Curitiba
Quando: 31 de março e 01 de abril às 21h
Onde: Sesc da Esquina (Visc. do Rio Branco, 969 - Mercês).
Valores: R$ 80,00 (inteira)
Ingressos: Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.
Classificação: 14 anos.
Duração:90’

Serviço:
O que: Parlapatões Revistam Angeli no 30.º Festival de Curitiba
Quando: 02 de abril as 21h e 03 de abril às 19h
Onde: Sesc da Esquina (Visc. do Rio Branco, 969 - Mercês).
Valores: R$ 80,00 (inteira)
Ingressos: Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.
Classificação: 14 anos.
Duração: 80’
Espetáculo com audiodescrição

Hashtags oficiais – #festivaldecuritiba #festcuritiba30anos #vivaofestival #omeufestival

Sugestão de Tags – festival, curitiba, festival de curitiba, mostra, teatro, artes cênicas, artes, sesc da esquina, parlapatões,angeli, barbara eliodora, hugo possolo

Quarto 19 traz para o 30º Festival de Curitiba o drama de uma mulher e mãe em busca da liberdade

Quarto 19 traz para o 30º Festival de Curitiba o drama de uma mulher e mãe em busca da liberdade

Monólogo com Amanda Lyra é baseado no conto To Room Nineteen, da escritora britânica Doris Lessing, prêmio Nobel de Literatura em 2007

O 30º Festival de Curitiba apresenta em duas noites, 5 e 6 de abril, no SESC da Esquina, o espetáculo Quarto 19, trabalho solo de Amanda Lyra construído a partir do conto No Quarto Dezenove (To Room Nineteen), da escritora britânica Doris Lessing (1919-2013), prêmio Nobel de Literatura em 2007. A direção é de Leonardo Moreira, dramaturgo e diretor da Companhia Hiato, de São Paulo, e integra a Mostra Lúcia Camargo.

Quarto 19 conta a história de uma mulher de classe média que vive o que se conhece como uma vida perfeita: tem um marido bonito e amoroso, três lindos filhos, uma bela casa e estabilidade material. Após anos sem trabalhar fora por escolha própria, para se dedicar à criação dos filhos, ela espera o momento em que o mais novo entrará para a escola, quando finalmente voltará a ter algum tempo para si. Mas quando isso acontece, ela não encontra dentro de si a liberdade que buscava. Numa tentativa de se livrar da irritação doméstica e do intenso ritmo familiar, ela decide alugar um quarto de hotel no centro da cidade, o quarto 19.

“To Room Nineteen ” foi publicado pela primeira vez em 1963 e a peça estreou em 2017. É doloroso perceber a universalidade e a temporalidade desse texto. Perceber que estamos nos debatendo com mesmas questões tantos anos depois, com o movimento feminista já em sua quarta vaga. Mas Quarto 19 vai além de um retrato da condição da mulher, o conto questiona o ideal de felicidade da família burguesa, o modelo social racional e inteligente que soterra nossa sensibilidade, nossa selvageria”, explica Amanda, indicada ao prêmio Shell de melhor atriz em 2017 por “Quarto 19”.

Segundo a atriz, a personagem do conto está consciente de que é prisioneira de alguma coisa maior e, em seu discernimento embotado, passa a acreditar que está doente. Mas o mal que a aflige está também – e talvez principalmente – no âmago da sociedade, e não só em algum lugar escondido das anomalias individuais. A personagem vive assim a luta silenciosa de muitas outras mulheres.

O cenário e a luz de Marisa Bentivegna criam um espaço limpo e claro, que traz somente uma parede ao fundo, um carpete e uma poltrona. Na cena predominam os tons de verde. O figurino, realista, é de uma mulher comum, e suas cores dialogam com o tom geral da montagem. É por meio do trabalho da atriz que todos os espaços são desenhados: a casa da família, o jardim, o quarto 19.

Quarto 19 é um dos espetáculos da Mostra Lúcia Camargo que conta com recurso de audiodescrição e é apresentado por EBANX, Paraná Banco, New Holland e Governo do Estado do Paraná, com patrocínio de ClearCorrect, Vonder, SulAmérica e Novozymes.

Acompanhe todas as novidades e informações da Mostra Lúcia Camargo do Festival de Curitiba pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelas redes sociais disponíveis, no Facebook @fest.curitiba, pelo Instagram @festivaldecuritiba e pelo Twitter @Fest_Curitiba

Ficha técnica:

Idealização, Tradução e Atuação: Amanda Lyra. Direção: Leonardo Moreira. Cenário e Iluminação: Marisa Bentivegna. Figurino: Amanda Lyra. Criação de Som: Miguel Caldas. Técnico de Luz: Pedro Cameron. Preparação Corporal: Tarina Quelho. Fotos: Cris Lyra Direção de Produção: Aura Cunha.

Serviço:

O que: Quarto 19 no 30º Festival de Curitiba
Quando: 5 e 6 de abril, às 21h.
Onde: SESC da Esquina (Rua Visconde do Rio Branco, 969 – Mercês).
Valores: R$ 80 (inteira) R$ 40 (meia entrada) + taxa administrativa
Gênero: Drama
Classificação: 16 anos
Duração: 80’
Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva no Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.
Espetáculo conta com audiodescrição

Hashtags oficiais – #festivaldecuritiba #festcuritiba30anos #vivaofestival #omeufestival

Sugestão de Tags – festival, curitiba, festival de curitiba, mostra, teatro, artes cênicas, artes, quarto 19, sesc da esquina, amanda lyra, cultura, show, atrações, maternidade, mãe, casamento, família, liberdade

Teatro Sesc da Esquina recebe show de stand up de Diogo Portugal

Não me cobre coerência. Este é o nome do show de stand up que o Teatro do Sesc da Esquina recebe na próxima sexta-feira (18). Apresentado pelo humorista curitibano Diogo Portugal, o espetáculo é recheado de novidades e foi preparado para fazer o público rir e se divertir.

Portugal avisa ao público: “Não me cobre coerência em nada neste show. A apresentação de humor foi pensada em você e temos certeza que curtirá os novos textos”.

Os ingressos já estão à venda no SAC do Sesc da Esquina e custam R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia) e R$ 20 (trabalhador do comércio).

Sobre o ator

Diogo Portugal é um humorista versátil, que vai do stand up comedy aos tradicionais esquetes, retratando os tipos mais hilários e únicos. É ele também, que além de criar, interpreta e dirige seus espetáculos.

O comediante é organizador do Risorama – maior festival de humor da América do Sul realizado em Curitiba –, e curador do Risadaria – maior festival de humor de São Paulo.

Na TV destacou-se com o personagem Elvisley, o office boy do programa Zorra Total, da Rede Globo, e em participações no Fantástico. Também é criador e idealizador do Fritada – programa que começou na internet e fez sucesso no canal Multishow. Hoje Diogo participa da A Praça é Nossa.

SERVIÇO:

Show de stand up “Não me Cobre Coerência”, com Diogo Portugal

Data e horário: 18 de fevereiro, às 19h30

Local: Teatro do Sesc da Esquina

Endereço: Rua Visconde do Rio Branco, 969 - Centro

Ingressos: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia) e R$ 20 (trabalhador do comércio)

Sesc PR

Para homenagear uma das bandas de maior sucesso comercial da história da música pop, o Sesc da Esquina promove, no dia 28 de janeiro, a partir das 19h30, o show tributo Abba The Music.

O espetáculo é apresentado pelos músicos brasileiros Mari Moraes, que interpreta a Agnetha; Talina Correia, intérprete de Frida; Thay Henrique, representando Björn, e Dani Fernandes, diretor musical e músico no papel de Benny Andersson.

“O show reúne todo o talento, a energia e o carisma brasileiro para representar a lenda sueca e eternizar a sua incrível história e seus grandes sucessos. Com belos figurinos e interpretações marcantes, o público certamente viverá uma noite de muitas emoções”, destaca Fernandes.

No repertório, sucessos como Dancing Queen; Mamma Mia; Gimme! Gimme! Gimme!; I Have a Dream; Fernando; Chiquitita, entre outros tantos.

Os ingressos já estão à venda no SAC do Sesc da Esquina e custam R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia) e R$ 20 (trabalhador do comércio).

ABBA

A banda sueca foi criada na década de 1970 e o nome ABBA é um acrônimo formado pelas primeiras letras do nome de cada um dos integrantes: Agnetha, Benny, Björn e Anni-Frid - a Frida.

O ABBA foi responsável pela venda de mais de 375 milhões de discos em todo o mundo.

SERVIÇO

Show ABBA The Music

Data: 28 de janeiro

Horário: 19h30

Local: Teatro Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969 - Centro

Informações: (41) 3259-1350

Ingressos: R$ 50 (Inteira), R$ 25 (meia) e R$ 20 (trabalhador do comércio)

Teatro Sesc da Esquina realiza primeira apresentação artística com público presencial desde o início da pandemia

Teatro Sesc da Esquina realiza primeira apresentação artística com público presencial desde o início da pandemia

Após um ano e meio sem receber público em atividades culturais, o Sesc da Esquina realiza neste sábado (14), às 16h, a primeira apresentação artística presencial, com capacidade reduzida e seguindo todos os protocolos de segurança rigorosamente.

A Cia. do Abraço apresenta o espetáculo O Mágico de Oss - uma peça teatral infantil que faz uma releitura do clássico O Mágico de Oz, e traz aprendizados sobre a busca pela sabedoria. Na nossa história, a protagonista Doroti, uma menina egoísta e dominadora, briga com seus amigos e se sente incompreendida por seus avós. Em um ataque de fúria, a menina egoísta que acredita que a vida que leva é sem graça e sem cores, se vê abduzida por um furacão que a transporta para um lugar mágico e colorido.

Na jornada psicodélica de Doroti, ela encontra um espantalho sem cérebro, um homem de lata sem coração e um tigre covarde. Todos se unem para encontrar o único que poderá dar-lhes o que cada um necessita: o poderoso Mágico de Oss, o único capaz de dar um cérebro, um coração, coragem e o caminho de volta para casa.

Porém, na história de O Mágico de Oss, toda esta viagem e estes encontros foi apenas projeção do subconsciente de Doroti que, com a viagem, transcendeu suas fraquezas e conquistou virtudes.

O ambiente cênico propõe alusões à cultura oriental, conferindo uma atmosfera mística ao mesmo tempo em que um grande quebra cabeças tridimensional, calcado em cores primárias, de uma forma brincante, vai construindo os espaços do subconsciente da personagem central Doroti.

A Cia. do Abração conta com uma equipe de profissionais que se dedica a estudar e a praticar a vivência teatral, a arte educação assim como a experiência de grupo de trabalho, criação coletiva.

Os ingressos para o espetáculo já estão à venda no SAC do Sesc da Esquina e podem ser adquiridos pelos valores de R$20 a inteira, R$10 a meia e R$5 para trabalhador do comércio e dependentes.

SERVIÇO

Espetáculo: O Mágico de Oss

Data: 14 de agosto, às 16h

Local: Teatro do Sesc da Esquina - Rua Visconde do Rio Branco, 969 | Centro

Ingressos: R$20 inteira | R$10 a meia | R$5 para trabalhador do comércio e dependentes

Informações: (41) 3259-1350