SHOW MARCIO JULIANO OUTRO SAMBA -TRANSMISSÃO PARA CURITIBA

As apresentações (ao vivo e gratuitas) serão realizadas dias 03 e 04/12 (sábado e domingo), no Youtube.

O show Marcio Juliano - Outro Samba, que circulou virtualmente por oito cidades do interior do Paraná, terá transmissão (ao vivo) direcionada desta vez para Curitiba. Será neste fim de semana, dias 03 e 04 de dezembro (sábado e domingo), às 19h, pelo Youtube.
Para ver, basta acessar:
https://www.youtube.com/marciojuliano

Outra ação do projeto será a realização da Live “A Música Brasileira e a Época de Ouro”, com a participação do músico Sérgio Albach e do cantor Marcio Juliano, nesta quinta-feira (02/12), às 19h, no mesmo link acima.

O show audiovisual é uma colagem sofisticada de 12 clipes gravados em diferentes momentos e espaços, parte deles realizados em 2019 e outra em 2021, durante a pandemia. O clipe que abre o show Eu Quero Um Samba (Janet de Almeida e Haroldo Barbosa), por exemplo, retrata este contexto do isolamento social, foi criado a partir da colaboração de vários artistas que se gravaram dançando em suas casas. O Teatro Guaíra, em Curitiba, foi usado como locação para alguns clipes. O palco, a plateia, as coxias, e os camarins serviram de cenário para as gravações realizadas presencialmente no ano passado, respeitando todos os protocolos sanitários para garantir a segurança dos artistas e da equipe.
Outro Samba é um mergulho na Época de Ouro, período representado por uma geração de grandes compositores brasileiros entre 1929 e 1945, mas com uma leitura contemporânea deste universo musical. Conta com virtuoses como Sérgio Albach (clarone e clarinete), que também assina a direção musical, Daniel Migliavacca (bandolim e violão tenor), Lucas Melo (violão 7 cordas) e Luís Rolim (bateria e percussão).

Dorival Caymmi, Wilson Baptista, Noel Rosa, Pixinguinha, Ary Barroso estão presentes no repertório com narrativa diversa que homenageia o samba e suas múltiplas possibilidades, mas que sobretudo evoca a alegria, o amor e a superação da melancolia.

“As composições retratam um país que me interessa discutir, refletir e que, ainda hoje, abordam questões relevantes, como no caso da música Pedreiro Waldemar (Wilson Baptista e Roberto Martins) que constrói um edifício e depois não pode entrar. Bem oportuna também é a reflexão de Noel Rosa na mordaz e bem-humorada composição Com que Roupa? (Noel Rosa)”, conta Marcio Juliano que também dirige o trabalho.

Os clipes que compõem o show misturam diferentes linguagens e trazem a participação de muitos artistas. Estão presentes: Orquestra à Base de Sopro de Curitiba na faixa Boneco/Nega do Cabelo, releitura que mescla Nega do Cabelo Duro e Boneca de Pixe, que também conta com a participação das cantoras Érica Silva (Banda Mulamba), Iria Braga, Milena Tupy e da atriz Cassia Damasceno (Companhia Brasileira de Teatro). A cantora Uyara Torrente, da Banda Mais Bonita da Cidade, está em Judiaria de Lupicínio Rodrigues e a performer Giorgia Conceição - Miss G atua em Na Aldeia (Silvio Caldas, Caruzinho e De Chocolat). Tem ainda a participação ilustre de artistas de fora do Paraná, como a cantora Mônica Salmaso, considerada uma das mais importantes do Brasil, em Provei (Noel Rosa e Vadico), e o trombonista Raul de Souza, falecido em junho deste ano, que gravou Na Aldeia.

“Outro Samba é um convite para o compartilhar virtual, para a escuta coletiva que nos leva, através da música, a uma determinada história do Brasil. Uma possibilidade de conexão com nossa ancestralidade na tentativa de compreender os caminhos e as escolhas coletivas que nos trouxeram até aqui”, conclui Marcio.

Teaser: https://www.youtube.com/marciojuliano

Projeto realizado com Recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

SERVIÇO:
SHOW AUDIOVISUAL MARCIO JULIANO OUTRO SAMBA
(Transmissão ao vivo)

Datas e Horários:
-03/12 (sábado), às 19h
-04/12 (domingo), às 19h

Onde:
Canal Marcio Juliano no Youtube - Link: https://www.youtube.com/marciojuliano

Quanto: Gratuito
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: 12 anos

Ao Distinto Cavalheiro comemora oDia Nacional do Samba em Curitiba

Essa semana acontece em Curitiba o evento Ao Distinto Samba, uma série de cinco shows com sambistas da cidade e convidados de fora que vai celebrar o Dia Nacional do Samba no espaço Ao Distinto Cavalheiro (Rua Saldanha Marinho, 894). A entrada vai funcionar no sistema “pague o quanto vale” e as apresentações acontecem de quarta-feira, dia 1º, a sábado, dia 04, sempre às 18h30. No sábado haverá um show extra, no horário do almoço, a partir das 13h30. O evento - incentivado por José Cella com produção de Marcela Zanette - terá intervenções culinárias de Robert Amorim, o Beto Batata, e marca a comemoração do Jubileu de Prata do programa Samba de Bamba, que é transmitido há 25 anos na Paraná Educativa.
Já estão confirmadas as seguintes atrações:
Dia 01/12 (quarta-feira)-18h30 - Fábio Silva + Vinicius Chamorro+ Macarrão + Daniel Migliavacca (SP).
Dia 02/12 (quinta-feira) - 18h30- Alfredo Del-Penho (RJ) + Julião Boêmio+ Luis Rolim+ Sérgio Coelho (SC).
Dia 03/12 (sexta-feira) - 18h30- Trio Generoso + Jay Ferreira.
Dia 04/12 (sábado) – 13h30- Brejeiras+ Halanna Aguiar+ Kauhana Aguiar participação especial: Alfredo Del-Penho (RJ). No horário das 17 horas - Samba do Sindicatis com participação especial da cantora Francineth Germano (RN).
O Dia Nacional do Samba
A comemoração do Dia Nacional do Samba tem uma história curiosa. Ao contrário do que muitos pensam, ela não coincide com a data de nascimento ou de morte de alguma figura proeminente do gênero. Tudo começou em 02 de dezembro de 1940 quando o já consagrado compositor mineiro Ary Barroso – que tinha composto pérolas como "No tabuleiro da baiana", "Quando eu penso na Bahia" e "Na baixa do sapateiro" que exaltavam a beleza da Bahia visitou pela primeira vez o estado nordestino.
Emocionado (e empolgado), o vereador soteropolitano, Luis Monteiro da Costa, sugeriu que a partir daquela ilustre visita a data seria lembrada como o Dia Nacional do Samba. E não é que deu certo? Hoje, 81 anos depois, a festa se espalhou pelo Brasil e virou uma comemoração nacional.

Serviço:
Ao Distinto Samba. Série de shows de samba no Ao Distinto Cavalheiro (Rua Saldanha Marinho, 894). Ingressos: “Pague o quanto vale”. Programação: Dia 01/12 (quarta-feira) - 18h30- Fábio Silva + Vinicius Chamorro+ Macarrão + Daniel Migliavacca (SP)
Dia 02/12 (quinta-feira) - 18h30- Alfredo Del-Penho (RJ) + Julião Boêmio+ Luis Rolim+ Sérgio Coelho (SC)
Dia 03/12 (sexta-feira) - 18h30- Trio Generoso + Jay Ferreira
Dia 04/12 (sábado) – 13h30- Brejeiras+ Halanna Aguiar+ Kauhana Aguiar participação especial: Alfredo Del-Penho (RJ) 17 horas - Samba do Sindicatis participação especial Francineth Germano (RN)
Mais informações e entrevistas:
RB Escritório de Comunicação
Rodrigo Browne – 9 9145-7027

01 DEZEMBRO QUARTA-FEIRA – 18H30
Fabio Silva - O cantor tem a proposta de levar sempre o samba tradicional e de qualidade para o seu público. Interessado pela música desde pequeno, tem como influências, e traz no seu repertório musical, clássicos de João Nogueira, Cartola, Martinho da Vila, Jorge Aragão e muito mais. Com 15 anos de estrada, Fabio Silva já dividiu o palco com artistas como Nelson Rufino, Monarco da Portela, entre outros.

Daniel Migliavacca, iniciou seus estudos musicais tocando cavaquinho, interessando-se inicialmente pelo samba. Em 2003 passou a se dedicar ao bandolim e a música instrumental, sobretudo o Choro. Apesar da forte influência, o jovem músico procura tratar o Choro em seu trabalho como universo estético e não apenas como gênero buscando trazer para o bandolim informações atuais aliadas a tradição. Atualmente tem atuado como arranjador, diretor musical e instrumentista em diversos projetos.

02 DEZEMBRO QUINTA-FEIRA – 18H30

Alfredo Del-Penho, é músico, arranjador, ator, compositor, professor e pesquisador. Em 20 anos de carreira, tem mais de 10 discos lançados na área da Música Popular Brasileira como produtor ou intérprete. Pelo seu primeiro disco cantado foi premiado como melhor cantor de samba do 27º Prêmio da Música Brasileira, o mais importante do gênero no país. Recebeu por seu trabalho como diretor musical e compositor de trilhas originais cerca de dez prêmios, entre eles o prêmio Shell de melhor música em 2018. É julgador de samba de enredo no carnaval do grupo especial do Rio de Janeiro há 5 anos.

03 DEZEMBRO SEXTA-FEIRA – 18H30

Trio Generoso – formado por Jonas Lopes (bandolim), Luiz Ivanqui (violão 7 cordas) e Ricardo Salmazo (pandeiro), é um grupo curitibano especializado em Choro e samba. Nas interpretações originais, o grupo procura explorar de forma criativa a sonoridade que os instrumentos proporcionam, além de focar também nos arranjos vocais.

Jay Ferreira é cantora, compositora curitibana. No cenário musical paranaense, atua como intérprete de projetos de samba, partido alto e música popular brasileira. Atualmente trabalha como cantora e produtora do grupo "Marginálias - Choro, Samba & Partido Alto", cantora e brincante do Bloco Pré-Carnavalesco Garibaldis & Sacis, cantora do Grupo de MPB da UFPR e coordenadora local, desde 2019 do Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba.

04 DEZEMBRO SÁBADO 13h30
O grupo Brejeiras é formado por Beatriz Schneider (violão sete cordas), Mariana Zibáh (flauta transversal, voz e percussão), Gisele Fontoura (cavaquinho e voz) e Jô Nunes (voz e percussão). A pesquisa musical do coletivo tem como foco o samba e o choro, e tem como missão reposicionar o lugar da mulher na música, trazendo para o papel de protagonista. Na apresentação do dia 04/12/2021, elas vão contar com a participação especial de duas irmãs percussionistas curitibanas que cresceram no universo do samba: Halanna Aguiar (pandeiro) e Kauhana Aguiar (percussão).

04 DEZEMBRO SÁBADO 17h00
Samba do Sindicatis
Desde 2010 o coletivo realiza suas rodas de samba em Curitiba sem microfones, com instrumentação de couro respeitando as tradições e com os integrantes cantando em coro composições produzidas principalmente entre as décadas de 1920 e 1960 nas escolas de samba tradicionais do Rio de Janeiro. O grupo inicia suas reuniões com sambas de compositores da velha guarda do samba curitibano, como o pioneiro Maé da Cuíca, Chocolate, Claudio Ribeiro, entre outros. Nestes 11 anos de atividades, o Samba do Sindicatis já trouxe a Curitiba alguns expoentes do samba como Monarco, Nelson Sargento, Tantinho da Mangueira, entre outros.
Francineth Germano é do interior do Rio Grande do Norte e se mudou para o Rio de Janeiro no final dos anos 1950. Por lá, apresentou-se no programa de calouros de Ary Barroso e obteve a nota máxima. Começou então a atuar em diferentes boates da cidade quando chamou a atenção da cantora Elizeth Cardoso, que a elegeu como sua sucessora, além de chamá-la de "Dama do Samba". Aos 81 anos – 60 de carreira – Francineth já dividiu o palco com nomes como Luiz Gonzaga, Elis Regina, Clara Nunes, Roberto Ribeiro, Roberto Carlos entre outros. Seu último trabalho com o grupo Batuqueiros e sua Gente contou com a participação especial de Zeca Pagodinho.

O Samba ganha programação intensa em Curitiba

O Dia Nacional do Samba – celebrado no Brasil no dia 02 de dezembro – será lembrado em Curitiba no evento Distinto Samba que vai realizar uma programação musical intensa na cidade. Durante quatro dias o espaço Ao Distinto Cavalheiro (Rua Saldanha Marinho, 894) vai promover cinco shows - –no sistema “pague o quanto vale” - envolvendo artistas de fora ao lado de músicos da cidade. O evento - incentivado por José Cella com produção de Marcela Zanette - terá intervenções culinárias de Robert Amorim, o Beto Batata, e marca a comemoração do Jubileu de Prata do programa Samba de Bamba, que é transmitido há 25 anos na Paraná Educativa.
As apresentações acontecerão sempre a partir das 18h30 (sábado haverá outro às 13h30), e já estão confirmadas as seguintes atrações:
Dia 01/12 (quarta-feira) - 18h30- Fábio Silva + Vinicius Chamorro+ Macarrão + Daniel Migliavacca (SP).
Dia 02/12 (quinta-feira) - 18h30- Alfredo Del-Penho (RJ) + Julião Boêmio+ Luis Rolim+ Sérgio Coelho (SC).
Dia 03/12 (sexta-feira) - 18h30- Trio Generoso + Jay Ferreira.
Dia 04/12 (sábado) – 13h30- Brejeiras+ Halanna Aguiar+ Kauhana Aguiar participação especial: Alfredo Del-Penho (RJ) 17 horas - Samba do Sindicatis com participação especial Francineth Germano (RN).
O Dia Nacional do Samba
A comemoração do Dia Nacional do Samba tem uma história curiosa. Ao contrário do que muitos pensam, ela não coincide com a data de nascimento ou de morte de alguma figura proeminente do gênero. Tudo começou em 02 de dezembro de 1940 quando o já consagrado compositor mineiro Ary Barroso – que tinha composto pérolas como "No tabuleiro da baiana", "Quando eu penso na Bahia" e "Na baixa do sapateiro" que exaltavam a beleza da Bahia visitou pela primeira vez o estado nordestino.
Emocionado (e empolgado), o vereador soteropolitano, Luis Monteiro da Costa, sugeriu que a partir daquela ilustre visita a data seria lembrada como o Dia Nacional do Samba. E não é que deu certo? Hoje, 81 anos depois, a festa se espalhou pelo Brasil e virou uma comemoração nacional.

Serviço:
Ao Distinto Samba. Série de shows de samba no Ao Distinto Cavalheiro (Rua Saldanha Marinho, 894). Ingressos: “Pague o quanto vale”. Programação: Dia 01/12 (quarta-feira) - 18h30- Fábio Silva + Vinicius Chamorro+ Macarrão + Daniel Migliavacca (SP)
Dia 02/12 (quinta-feira) - 18h30- Alfredo Del-Penho (RJ) + Julião Boêmio+ Luis Rolim+ Sérgio Coelho (SC)
Dia 03/12 (sexta-feira) - 18h30- Trio Generoso + Jay Ferreira
Dia 04/12 (sábado) – 13h30- Brejeiras+ Halanna Aguiar+ Kauhana Aguiar participação especial: Alfredo Del-Penho (RJ) 17 horas - Samba do Sindicatis participação especial Francineth Germano (RN)
Mais informações e entrevistas:
RB Escritório de Comunicação
Rodrigo Browne – 9 9145-7027

Foto: O cantor, compositor e instrumentista carioca Alfredo Del-Penho convidado para os shows nos dia 02 e 04 de dezembro (crédito: Léo Aversa)

#AmeFazerSuaParte apresenta ‘Samba no Palácio’ com os maiores sucessos da Mangueira

Ame Digital incentiva doações para famílias da nação verde e rosa que estão precisando de cestas básicas; live vai acontecer diretamente do Palácio do Samba, como é conhecida a quadra da escola

O primeiro sábado do mês, neste 6 de junho, será dia de ver a bateria da Estação Primeira de Mangueira na programação do #AmeFazerSuaParte. O festival, totalmente em clima verde e rosa, promovido pela Ame Digital, apresenta a live Samba no Palácio, que acontece direto da Quadra da Mangueira, a partir das 18 horas.

Durante a transmissão, pelo YouTube, será possível fazer doações pelo aplicativo Ame Digital. Basta escanear o QR Code disponibilizado na tela da TV ou do dispositivo móvel em que estiver assistindo a live, ou ainda acessar diretamente a plataforma do app. Nessa opção, é só entrar na área de “Transações”, escolher “Doações” e, na sequência, optar por “Arte e Cultura”, onde estará o logo da Mangueira. Todos os valores arrecadados serão destinados a compra de cestas básicas para famílias da Mangueira que estão em situação de fome, agravada pelos reflexos da pandemia do coronavírus.

A live Samba no Palácio será uma noite para relembrar os maiores sucessos da Mangueira sob o comando de Marquinho Art Samba e dos cantores Lequinho da Mangueira, Leandro Santos e Dowglas Diniz. Também estão confirmadas as presenças do Mestre Wesley e dos músicos do carro de som. A apresentação será de Evelyn Bastos, rainha da bateria. Os organizadores e participantes vão realizar a live Samba no Palácio com todos os cuidados e protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial de Saúde, em relação ao novo coronavírus.

Live Samba no Palácio
Sábado (06/06) a partir de 18 horas direto da Quadra da Mangueira, o Palácio do Samba.
Transmissão pelo YouTube: https://www.youtube.com/estacaoprimeirademangueira

Sobre a Ame: A Ame (www.amedigital.com) é uma fintech e plataforma de negócios mobile criada para simplificar a maneira como as pessoas e empresas se relacionam com o dinheiro. Com pouco menos de dois anos de existência, já tem presença nas mais de 1.600 unidades da Lojas Americanas em todo o país, além dos sites Americanas.com, Submarino, Shoptime, Sou Barato e em diversos outros lojistas do mundo físico. Além de possibilitar o pagamento via celular com uso do QR Code, a Ame também apresenta o cashback, benefício no qual uma parte do dinheiro de todas as compras volta para a conta Ame do cliente. Com o app Ame Digital também é possível fazer pagamentos de contas e boletos bancários, compra de cartão de transporte, recarga de celular e depósito de dinheiro em espécie. Na versão Ame Plus, destinada para quem quer vender com o app, os lojistas podem realizar transferência de valores da sua conta Ame para sua conta bancária. Uma das primeiras iniciativas da IF - Inovação e Futuro, Ame conta com mais de 7 milhões de downloads e oferece serviços e soluções que facilitam o dia a dia das pessoas.

Em live inédita, Martinho da Vila aceita convite da cerveja Original e faz “Batuque na Cozinha”

Clássicos do samba e sucessos da carreira do cantor estarão em apresentação no dia 14 de junho

“Quem canta os males espanta”, já dizia o ditado popular. Então, por que não se juntar a Martinho da Vila e deixar a tristeza para lá? Seguindo seu movimento de apoio ao samba, a Cerveja Original se une ao cantor e compositor em live inédita para levar a tradicional roda de samba para dentro da casa das pessoas nesse momento de quarentena. Na apresentação, o sambista promete abrir a intimidade de seu lar e, para isso, convida todos para um divertido papo recheado de música da melhor qualidade. Entre os destaques do repertório, está garantido o grande sucesso que dá nome à live, “Batuque na Cozinha”. O encontro está marcado para domingo, dia 14, às 15h, com transmissão ao vivo pelo canal oficial do cantor no Youtube.

O sambista promete um show com clássicos como “Pelo Telefone”, primeiro samba gravado na história da música, até as atuais canções, passando pelos grandes sucessos dos seus mais de 50 anos de carreira. Entre eles, o hino mais atual e necessário para esse período de isolamento social: “Canta, Canta Minha Gente”. Ao longo da apresentação, Martinho vai revelar casos muito curiosos da história do samba.

E ainda tem mais. Durante a live, Martinho vai mostrar que é possível fazer samba com utensílios de cozinha. Prato, frigideiras e até mesmo, uma garrafa de Original vão entrar no batuque do cantor.

“Queremos reforçar o nosso apoio ao ritmo e levar entretenimento para dentro da casa das pessoas”, explica Aline Fernandes, gerente de marketing de Original.

Assim como as rodas de samba, a Cerveja Original também é conhecida por sua tradição e, neste momento de distanciamento, nada melhor do que compartilhar o que realmente é bom. Tudo isso “Por uma vida mais Original.

Bloco Unidos da BeerMad: bar de cervejas artesanais terá programação especial de carnaval em Curitiba

Uma das grandes atrações, além do festival de cerveja de frutas, será a
apresentação gratuita do grupo curitibano “É Samba que Elas Querem”, com uma roda de samba de mulheres

Verão, carnaval e cerveja: a combinação que, para muitos, é a mais harmoniosa do ano está quase chegando! Para quem gosta de cerveja e vai estar na capital paranaense nos dias de folia, a BeerMad - bar de cervejas artesanais que fica no Souq Curitiba - vai começar o esquenta do feriado numa programação de pré-carnaval com música e sabores diferentes. Todas as atrações, inclusive a entrada no complexo gastronômico, são gratuitas.

A partir da próxima terça-feira, dia 18 - até 25 de fevereiro, o bar apresentará aos foliões o Festival das Cervejas de Frutas: serão oito rótulos de cervejas artesanais ao preço fixo de R$ 15 o pint (473 ml). São elas: Trooper Ipa Bodebrown, Sour de Goiaba Locomotive , Sour de Maracujá Haenschbier, Fruitisour Bodebrown, Witbier Jordana, Stout Coco Queimado Haenschbier , Wensky Malina Wensky e Pink Ipa Way Beer.

Para quem gosta dos tradicionais e animados bloquinhos de carnaval a BeerMad está vendendo os “kits” para participar do Bloco Unidos da BeerMad. O kit (R$ 69) vem com 1 camiseta, 1 growler cheio de cerveja artesanal (1 litro), 1 taça e 1 chaveiro abridor personalizados com a marca do bar, além de garantir 10% de desconto na programação do dia 19, que terá como atração principal a apresentação gratuita de uma roda de samba com um grupo de mulheres curitibanas.

A atração é organizada pela BeerMad e será das 19h às 21h em frente ao bar. Quem comanda é o grupo de samba feminino “É samba que elas querem”, criado pela cantora Amanda Cortes com a participação de cantoras e instrumentistas (violão, pandeiro e cavaquinho) de Curitiba. Depois, as artistas o grupo sobem ao palco principal do SOUQ para continuar o show.

Também no dia 19, outra atração para quem gosta de samba, mas não sabe dançar. A BeerMad terá a presença de dois professores de dança para ensinar os foliões, além de presentear a todos com pequenas apresentações. Daniel Berton e Gabriela Lopes são profissionais de dança de salão.

Programação oficial do SOUQ Curitiba

A programação oficial de carnaval começa no sábado (22/02) com o bloco Garibaldis e Sacis, a partir de 19h30. No domingo (23/02) o Grupo Baquetá abre a programação com uma matinê, a partir das 16h. Já na segunda (24/02) o mesmo bloco retorna ao SOUQ a partir das 19h30 e, no último dia de carnaval - terça (25/02) - o Garibaldis e Sacis encerram as comemorações do feriado na matinê das 16h às 18h.

Serão distribuídas máscaras e serpentinas e, para as crianças, terá camarim de pinturas e concurso de fantasia nas categorias individual, bloquinho ou família. As inscrições podem ser feitas pelo direct do Instagram do SOUQ, pelo telefone (41) 99920-4553 ou na hora do evento.

BOX: o kit do Bloco Unidos da Beermad também pode ser comprado na hora pelos foliões, direto no balcão do bar.

SOUQ Curitiba
Av. Iguaçu, 4399 - Vila Izabel, Curitiba – PR
Telefone: (041) 99542-4307
Terça a sexta: 17h às 23h
Sábado: 11h às 23h
Domingo: 11h às 22h
Entrada Gratuita

MARCIO JULIANO OUTRO SAMBA

MARCIO JULIANO OUTRO SAMBA

Marcio Juliano faz show de lançamento do seu novo disco, Outro Samba, durante o feriado, dias 15, 16 e 17 de novembro, no Ave Lola Espaço de Criação, em Curitiba.

Outro Samba é o novo disco do cantor, ator e diretor Marcio Juliano. O show de lançamento será no Ave Lola Espaço de Criação (Rua Marechal Deodoro, 1227 - Centro / próximo à Reitoria). Na sexta e no sábado (15 e 16), às 16h e no domingo (17), às 18h.

Outro Samba é o segundo disco de Marcio Juliano e fecha uma trilogia de trabalhos do artista focados no repertório da Época de Ouro, período representado por uma geração de grandes compositores brasileiros entre 1929 e 1945. Um desdobramento da pesquisa realizada pelo cantor no show “No Samba” (2016) e “Noël” (2006), em homenagem ao compositor Noel Rosa, que além de show, também teve registro em disco, o primeiro de Marcio.

O samba e suas múltiplas possibilidades foi o que guiou a escolha das 18 composições distribuídas em 11 faixas que compõem o disco. Outro Samba conta com a participação de muitos artistas da cidade e alguns de fora e ilustres como a cantora Mônica Salmaso, considerada uma das mais importantes do Brasil, em Provei (Noel Rosa e Vadico), e o lendário trombonista Raul de Souza, que gravou Na Aldeia (Silvio Caldas, Caruzinho e De Chocolat).

“Nesta oportunidade de registro convidei músicos que admiro e com quem gosto de trabalhar, tive muita sorte”, declara Marcio. Estão presentes também no álbum: Mano a Mano Trio (Com que Roupa? – Noel Rosa), a cantora Uyara Torrente da Banda Mais Bonita da Cidade (Judiaria - Lupicínio Rodrigues), o quinteto de percussão La Percutório (Pedreiro Waldemar - Wilson Baptista e Roberto Martins), o baixista Glauco Sölter (Eu Quero Um Samba - Janet de Almeida e Haroldo Barbosa).

Ao lado de Marcio Juliano, no disco e no show, músicos virtuosos, antigos companheiros de outros trabalhos: Sérgio Albach (clarone), que assina a direção musical, Daniel Migliavacca (bandolim e violão tenor), Lucas Melo (violão 7 cordas) e Luis Rolim (bateria e percussão). Albach e Migliavacca também são arranjadores de algumas composições: Provei, Com que Roupa?, Pedreiro Waldemar traz arranjos de Sérgio e Eu Quero Um Samba, Benguelê (Pixinguinha e Gastão Vianna), Na Aldeia, O Mar (Dorival Caymmi) de Daniel. Os arranjos de Boneca de Piche (Ary Barroso e Luiz Iglésias) e Nega do Cabelo Duro (Rubens Soares e David Nasser) são do músico Gabriel Schwartz e Judiaria de Gilson Fukushima. Marcio Juliano fez o arranjo de Madrugada e Amor (José Messias) e do pot-pourri Louco, em parceria com Albach.

“Gosto muito do que estes autores da Época de Ouro inauguraram no Brasil, seja na poética, na linguagem musical, na estética, na identidade e na autenticidade que deram à música brasileira. Embora a maioria vivesse na cidade do Rio de Janeiro, eles não eram exclusivamente cariocas, vinham de várias regiões do país e revelavam um retrato diverso da nossa cultura. As composições retratam um país que me interessa discutir, refletir e que, ainda hoje, abordam questões relevantes, como no caso da música O Pedreiro Waldemar que constrói um edifício e depois não pode entrar. Bem oportuna também é a reflexão de Noel Rosa na mordaz e bem-humorada composição Com que Roupa?”, conta Marcio.

Nega do Cabelo e Boneco, releitura que mescla Nega do Cabelo Duro e Boneca de Pixe foi gravada com a Orquestra à Base de Sopro de Curitiba e conta com a participação de um trio vocal feminino composto por Érica Silva (Banda Mulamba), Iria Braga e Milena Tupy. No DVD com os clipes de cada faixa, que será lançado em 2020, a atriz Cássia Damasceno (Companhia Brasileira de Teatro) faz uma participação especial nesta faixa.

O show com caráter cênico conta com interações e intervenções por meio de projeções mapeadas, com áudios sincronizados. “A ideia é revisitar uma estética muito explorada por esta geração de compositores, a do cinema”, revela Marcio que também dirige o show. A assistência de direção e iluminação é de Nadja Naira (Companhia Brasileira de Teatro).

Além do CD o álbum estará disponível em várias plataformas virtuais, inclusive no novo site do artista inaugurado para o lançamento do trabalho.

“Estar envolvido nesse trabalho é uma alegria imensa; além dos músicos fantásticos que participam, realizar mais um trabalho ao lado do Marcio Juliano é sempre um prazer. Depois de muitas parcerias, trazemos agora um repertório da época de ouro do Samba com nossa leitura, que já começa a ganhar uma assinatura própria, com ousadia, contemporaneidade, pesquisa, bom humor e lirismo”, declara Sérgio Albach.

O projeto viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura também oferece uma Oficina de Prática de Samba para instrumentistas focada no repertório do Mestre Pixinguinha. Será ministrada por Luís Rolim e Daniel Migliavacca, em novembro, dias 07, 08, 11, 12, 13 e 14, no Conservatório de MPB de Curitiba. A oficina será gratuita, mas as vagas serão limitadas. Inscrições pelo site: www.marciojuliano.com.br e pelo e-mail: marciojulianocontato@gmail.com Informações: 41 99902 5147

Acompanhe Marcio Juliano também aqui: https://www.facebook.com/marciojuliano.oficial/

Este projeto é uma realização da Cia Ilimitada e foi incentivado pela Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

SERVIÇO:

Show de lançamento do CD Outro Samba de Marcio Juliano

Data e horário: 15 e 16/11 (sexta e sábado), às 16h

17/11 (domingo), às 18h

Local: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Marechal Deodoro, 1227 – Centro)

Ingresso: gratuito (*distribuição de senhas 1 hora antes)

Classificação: Livre
Duração: 50 minutos
Realização: Cia Ilimitada

CONTATOS:

Produção
Marcio Juliano da Silva
marciojulianocontato@gmail.com
41 99902 5147

Assessoria de Imprensa:
Glaucia Domingos
glauciadomingos@hotmail.com
41 99909 7837

REPERTÓRIO DISCO OUTRO SAMBA - MARCIO JULIANO

1 - Eu Quero Um Samba 3’47” / Janet de Almeida e Haroldo Barbosa

2 - Boneco / Ary Barroso e Luiz Iglésias Nega do Cabelo 4’56”/ Rubens Soares e David Nasser

3 – Na Aldeia 4’19” / Silvio Caldas, Caruzinho e De Chocolat

4 - Madrugada e Amor 2’01” / José Messias

5 – Benguelê 3’38” /Pixinguinha e Gastão Vianna

6 – Provei 4’08” / Noel Rosa e Vadico

7 - Com que Roupa? 3’47” / Noel Rosa

8 - Pedreiro Waldemar 3’33”/ Wilson Baptista e Roberto Martins

9 - O Mar 3’17” / Dorival Caymmi

10 -Louco - pot-pourri 3’07”

Aos Pés da Santa Cruz / Marino Pinto e Zé da Zilda

Agora é cinza / Bide e Marçal

Preconceito / Wilson Baptista e Marino Pinto

Camisa amarela / Ary Barroso

Sábado de samba e feijoada na Rialto Villa Gastronômica

Sábado de samba e feijoada na Rialto Villa Gastronômica

Quem gosta de uma boa cozinha brasileira não dispensa uma deliciosa feijoada. Se for acompanhada de uma boa bebida e boa música então, melhor ainda.
Pois foi pensando em agradar aos pessoal que adora essa curtição que a Rialto Villa Gastronômica preparou o primeiro Sábado de Samba e Feijoada.
Neste dia 06 de abril, o tradicional (e delicioso) prato da culinária brasileira será servido com carne seca, costelinha, paio e linguiça acompanhado de arroz branco, farofa, couve e laranja no restaurante Macellaio pelo valor de R$25,00 o prato individual.
A música ao vivo fica por conta de Henrique Mhao com muito samba em um repertório que vai do tradicional ao moderno, com músicas de Paulinho da Viola e Demônios da Garoa a Seu Jorge e Maria Rita.
No Paradoja, três sabores de caipirinha para bebericar enquanto curte o som: morango, maracujá e a tradicional de limão, que também podem ser preparadas com cachaça, vodca ou saquê.
Para os mais ousados, o Aldea Totopos tem margaritas e cervejas mexicanas. Quem preferir ficar no chopp, o Choppino e a Cachaçaria Curitiba trazem diversas variedades entre weiss, ale e ipa, além de shots de cachaça, vinho e cervejas artesanais.
Na hora da sobremesa, a Gelateria Amaroni e o Tropical Banana têm diversas opções, e o cafezinho está garantido na Caffetteria Della Nonna. Para as crianças, presentes divertidos na Vila Mágica e brincadeiras de sobra no Obaloia Espaço de Brincar, que também conta com sobremesas e lanches.
Além de tudo isso, quem quiser outros sabores ainda pode experimentar as delícias da Farina Pizzaria, Korean House, Kin Japanese Food e Briscola Trattoria. Tem para todos os gostos.

Sábado de Samba e Feijoada Rialto Villa Gastronômica
06 de abril
Música ao vivo com Henrique Mhao a partir das 13h
Entrada gratuita
Rialto Villa Gastronômica - Av. Manoel Ribas, 5864 - Santa Felicidade