Projeto Amor em Fios

O Projeto Amor em Fios conta com mais de 60 voluntárias que trabalham em prol do resgate da autoestima de pacientes de câncer, confeccionando perucas de cabelo, toucas, bonés e toucas temáticas para crianças. A matéria-prima para a confecção dessas peças é fruto de doações da comunidade de Cascavel e região.
Independente e apartidário, o Projeto Amor em Fios Cascavel não possui vínculo com nenhuma instituição de saúde. Seus produtos são enviados para qualquer parte do Brasil, via Correios, basta uma solicitação. Neste ano, vários hospitais do câncer e também asilos receberam peças do Amor em Fios.
O Projeto foi criado em 2017 pela odontóloga Simone Sarolli Preisner Braga Côrtes, ex-paciente de câncer por duas vezes.
Você enviou Hoje às 14:19
Reflexões de Suellen Trianda em prol da “Amor em Fios”
A empresária Suellen Trianda lança o seu livro “Momentos com Deus - reflexões para despertar baseadas nos Salmos.
A ideia surgiu em um momento especial de muita fé e da necessidade de transmitir força e ânimo para as pessoas que atravessam difíceis momentos. "A autora explica que, nos momentos de instabilidade, encontrou nos Salmos um precioso caminho rumo ao despertar e à felicidade genuína". Os Salmos por ela comentados já fazem sucesso no Instagram onde mantem 12 mil seguidores. São 40 reflexões para alimentar a alma em tempos difíceis. Além dos benefícios que essa obra traz para os leitores, a renda obtida com a venda será destinada para a instituição “Amor em Fios” que trabalha em prol das pessoas com câncer. Crocheteria, artesanato em fios, enxoval do bebê e muito mais. Tudo perfeito a mostra no Face Book.
São peças lindas feitas com muito carinho com total renda para a causa.
Suellen é empresária graduada em Direito com pós em Direito Empresarial. Fundadora da rede de franquias “Casa da Bruxa” com lojas pelo Brasil a fora.
Tendo como forte seu empreendedorismo Suellen atuou como Diretora da Câmara da Mulher Empreendedora de Curitiba. O lançamento será no mês de dezembro. Além do bem que a obra oferece aos leitores estarão colaborando com uma causa nobre. Uma instituição que trabalha incansavelmente para o bem das pessoas com câncer. Adquira antecipadamente o seu exemplar.
https://www.caixaderespostas.com/shop

Onça pintada e outros grandes mamíferos ameaçados de extinção na Mata Atlântica ganham ajuda de projeto de monitoramento

Programa é resultado de mais de 15 anos de pesquisa na região

vQ==

A Serra do Mar recebe um dos maiores monitoramentos de mamíferos de grande porte já feitos no bioma Mata Atlântica e o primeiro em larga escala realizado nessa região. O Programa Grandes Mamíferos da Serra do Mar tem como principal objetivo gerar dados para subsidiar planos de conservação da anta (Tapirus terrestris), da queixada (Tayassu pecari) e da onça-pintada (Panthera onca). A expectativa é que as atividades em campo comecem no ano que vem.

O diferencial do programa é o monitoramento em larga escala. São 17 mil km² de atuação nos estados de São Paulo e Paraná – uma área equivalente a 11 cidades de São Paulo –, que integram o território da Grande Reserva da Mata Atlântica, o maior remanescente contínuo de Floresta Atlântica preservada do país.

O programa é realizado pelo Instituto de Pesquisas Cananéia (IPeC) e Instituto Manacá, com apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, WWF-Brasil e banco ABN AMRO, e conta com a parceria da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), a Fundação Florestal, o Legado das Águas – Reserva Votorantim, Fazenda Elguero, o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Paraná (PPG ECO – UFPR) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

De acordo com o pesquisador do IPeC Roberto Fusco, responsável técnico do Programa ao lado das pesquisadoras Bianca Ingberman e Mariana Landis, o Programa surgiu da necessidade de uma agenda integrada para monitoramento e conservação de grandes mamíferos. Isso porque o resultado de 15 anos de pesquisa na região indicou que a maior presença dessas espécies está em locais mais elevados e remotos, deixando muitas áreas de floresta demograficamente vazias de grandes mamíferos, inclusive em Unidades de Conservação.

“A preocupação com a ausência desses animais é pela viabilidade a longo prazo das espécies, que já estão ameaçadas de extinção. É um sinal de alerta. Grandes mamíferos necessitam de áreas extensas para sobreviver, são extremamente vulneráveis à perda de habitat e à pressão de caça, sendo os primeiros a desaparecem. A proposta, portanto, é oferecer dados robustos e de qualidade que indiquem onde essas espécies estão, se elas estão diminuindo ou amentando e como estão ocupando o território”, explica Fusco, que é pós-doutorando na PPG ECO – UFPR e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza (RECN).

O monitoramento integrado de espécies ameaçadas, e em larga escala, gera informações para planejamento de conservação e ajuda a criar estratégias mais efetivas para proteção e recuperação das populações desses animais. “A quantidade e qualidade dos dados influenciam diretamente na efetividade dessas ações, possibilitando uma visão mais ampla e integrada. Para a Grande Reserva Mata Atlântica, uma das regiões mais exuberantes e biodiversas do mundo, o Programa visa contribuir de forma significativa com dados e informações para subsidiar os planejamentos e estratégias de proteção e recuperação das populações de grandes mamíferos. Essas espécies são essenciais para o equilíbrio do ecossistema e, uma vez que a floresta esteja saudável, continuará fornecendo os serviços ecossistêmicos que garantem o bem-estar e qualidade de vida da sociedade, principalmente a disponibilidade hídrica e a regulação do clima”, complementa Bianca, doutora em Ecologia e Conservação pela UFPR e pesquisadora do IPeC.

O bom manejo e conservação de áreas naturais atrai oportunidades de benefício socioeconômico para a região. “A Serra do Mar tem grande potencial econômico. O turismo de natureza é um exemplo. Pode gerar emprego e renda, valorizando a vocação local e mantendo a floresta em pé. São planos de manejo e de conservação bem fundamentados que catalisam essas oportunidades. Além disso, essas áreas podem receber investimento de empresas para projetos de conservação, uma prática que gera reputação e que tem atraído investidores de todo o mundo. A conservação, embasada na ciência, então, se torna um negócio com benefício mútuo”, justifica Mariana, pesquisadora do Instituto Manacá e doutoranda em Ecologia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP).

Para o coordenador de Ciência e Conservação da Fundação Grupo Boticário, Robson Capretz, a Grande Reserva Mata Atlântica tem grande potencial para contribuir com o desenvolvimento regional baseado no turismo em áreas naturais e em negócios de impacto positivo ao meio ambiente. “Informações sobre as espécies que habitam a região e práticas efetivas de conservação são essenciais para embasar atividades turísticas responsáveis e sustentáveis, que também prezem pela proteção da natureza”, diz. “Outro ponto importante é que a presença em grande densidade dessas três espécies indica ótimo status de conservação dos habitats, já que elas são bem territorialistas e seletivas”, completa.

Frentes de ação

Para desenvolver o trabalho, o Programa Grandes Mamíferos da Serra do Mar atua em quatro frentes de ação: Monitoramento, com coleta de dados de maneira científica e sistemática; o Planejamento de Conservação, para apoiar os tomadores de decisão nas ações de proteção e manejo; a Sensibilização, para gerar mais conhecimento e valorização da fauna da Mata Atlântica por toda a sociedade e, por fim, a Rede de Monitoramento.

Nos estudos que antecederam a criação do Programa, também liderados pelo IPeC, a participação de moradores da região gerou importantes resultados. Além de contribuir no mapeamento local de ocorrência das espécies, ajudou os pesquisadores a chegarem em áreas montanhosas de difícil acesso. Foi assim que a equipe conseguiu, através de armadilhas fotográficas, registrar, em 2018, as primeiras onças-pintadas (um casal) na Serra do Mar paranaense e outro indivíduo macho no ano seguinte.

Foto: Grandes Mamíferos da Serra do Mar/Divulgação

Projeto cultural gratuito e online incentiva o gosto pela literatura

Extensa programação de seis meses envolve ciclos de leitura, encontro com escritores, oficinas, exibição de vídeos e concurso literário

Estimular o gosto pela literatura e a escrita, aproximar diferentes escritores e agentes culturais da população e facilitar o acesso ao conhecimento. Esses são alguns objetivos do projeto Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania.

Idealizado para acontecer de maneira presencial nas dez administrações regionais de Curitiba e envolver os 75 bairros da cidade, o formato original sofreu alterações em virtude da pandemia, mas a extensa programação – que vai de 17 de novembro até 27 de abril do próximo ano – está mantida.

“Os encontros foram transformados em atividades de mediação online. Teremos 90 videos de leitura compartilhada, 12 ciclos temáticos de leitura virtual, dez encontros com escritores renomados [Célia Cris Silva, Gloria Kirinus, Lucas Buchile, Luci Collin, Luís Henrique Pellanda], três oficinas de escrita e um concurso literário – tudo gratuito, voltado aos diferentes perfis de público e faixa etária”, explica o coordenador, Cristiano Nagel.

O Leituras Urbanas também exibirá um vídeo inédito por mês e vai premiar os três melhores textos das oficinas com kit de livros e publicações num caderno especial – com tiragem de 2 mil exemplares e distribuição gratuita - que servirá como porta de entrada para quem deseja seguir a carreira de escritor.

Antes da pandemia, a previsão era alcançar um público de 12 mil participantes. Com a modificação para o formato online, o alcance será maior, além dos limites do município de Curitiba e se estendo a todos os interessados do Brasil.

Oportunidades
Quando o cidadão tem acesso ao livro e à leitura, ganha novas informações e compreende melhor o lugar em que está inserido. “Com uma visão mais crítica, pode observar atentamente os papéis do ser humano no ambiente que o cerca”, ressalta Nagel.

Além das experiências de ator, mediador de leitura, escritor, produtor e contador de histórias, Nagel fala com a vivência de quem desenvolve projetos sociais e culturais nas comunidades carentes de Curitiba e Região Metropolitana desde 2012.

“Presenciei inúmeros casos em que faltava apenas uma oportunidade. Muitas pessoas que tiveram acesso aos livros, à poesia, à prosa, às crônicas e outros estilos literários abriram novos horizontes e transformaram suas vidas. Isso é extremamente gratificante”, completa.

Longa programação
A primeira atração do projeto será o Ciclo de Leituras Marcelino Freire, que trará aos leitores os contos do autor pertencentes aos livros “Angu de Sangue” e “Contos Negreiros”.

Essas obras abordam questões contemporâneas da sociedade brasileira e levantam discussões em torno das desigualdades sociais, racismo, diversidade de gênero, entre outros temas relevantes à humanidade.

A mediação do Ciclo de Leituras Marcelino Freire será feita pela artista visual, cenógrafa, figurinista, aderecista e professora Manu Assini. Os encontros acontecem às 15h dos dias 17, 19, 24, 26 de novembro e 1º de dezembro.

A produção do evento é de Lilyan de Souza e outros mediadores – como Carla Viccini e Mana Lucena – completam os trabalhos.

Para participar, basta ver a programação completa no site www.urbanasleituras.wixsite.com/leiturasurbanas escolher a atividade preferida, fazer a inscrição gratuita e aproveitar.

“Não é necessário leitura prévia e nem qualquer conhecimento anterior sobre o autor ou as obras debatidas. Basta gostar de livros, leitura e histórias”, enfatiza o coordenador, Cristiano Nagel.

O projeto Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania foi viabilizado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural e Prefeitura Municipal de Curitiba com auxílio da UNINTER e Instituto Joanir Zonta.

Serviço
O que: Projeto Leituras Urbanas: Literatura nas Ruas da Cidadania
Quando: De 17 de novembro de 2020 até 27 de abril de 2021
Onde: Encontros virtuais pela internet e redes sociais
Quanto: Gratuito
Programação e inscrições: www.urbanasleituras.wixsite.com/leiturasurbanas

Sugestão de legenda
Cristiano Nagel, idealizador do Leituras Urbanas, desenvolve projetos sociais e culturais nas comunidades carentes de Curitiba e Região Metropolitana desde 2012

Crédito da foto
Vitor Andrade

Feira do Artesanato movimenta Ventura Shopping

Iniciativa que apoia microempresas e artesãos fica no empreendimento até 31 de dezembro

Com o objetivo de divulgar e comercializar trabalhos de pequenos artesãos e comerciantes, a Feira do Artesanato do Ventura Shopping chega à terceira edição. O projeto idealizado pelo Grupo Bazar Mix conta com 16 expositores de produtos coloniais, patchwork, tricô e crochê, pedras e colares, objetos de decoração, plantas e suculentas, objetos de biscuit e MDF, aromatizantes e doces gourmet, além de um caricaturista.

De acordo com a idealizadora e responsável pelo projeto, Maria Cristina de Araújo, a feira se propõe a trazer variedades de produtos para os clientes e fortalecer a arte brasileira. “Com essa iniciativa, buscamos auxiliar os artesãos, que precisam mostrar seu trabalho e comercializar os produtos. Agora, durante a pandemia, isso se torna ainda mais relevante. Por isso, temos a expectativa de alcançar um bom volume de vendas para amenizar um pouco o impacto que essa crise gerou no setor”, comenta.

Para o Ventura Shopping, a feira amplia ainda mais o mix de opções que os consumidores encontram no empreendimento, que tem ampla variedade de lojas de confecções, acessórios, presentes e artigos para o lar. “A Feira é de grande importância econômica e uma excelente oportunidade de negócio para os profissionais que têm como fonte de renda o artesanato. Por isso, abrimos espaço para eles todos os anos, aumentando a variedade de produtos para nossos clientes”, reforça a gerente de marketing do Ventura Shopping, Daniela Leal.

A Feira do Artesanato, que fica no setor verde do centro de compras até 31 de dezembro, segue todas as medidas de segurança sanitária sugeridas pelas autoridades de saúde.

SERVIÇO

Feira do Artesanato

Local: setor verde do Ventura Shopping

Dia: até 31 de dezembro

Valor: gratuito

Endereço: R. Itacolomi, 292 - Portão - Curitiba/PR

Sobre o Ventura Shopping

Considerado o maior shopping de descontos de Curitiba, o Ventura Shopping possui mais de 200 lojas, incluindo as âncoras Lojas Americanas, Havan, Casa China, Studio Z, Sorama Móveis, Fatec e Ímpar Odonto - primeira clínica odontológica em um shopping center de Curitiba. Localizado no bairro Portão, o Ventura é administrado pelo Grupo Tacla Shopping - que possui outros sete empreendimentos no sul e sudeste - e JCR Empreendimentos. Mais informações: www.venturashopping.com.br

Sobre o Grupo Tacla Shopping

Conglomerado com mais de 80 anos de tradição, experiência no varejo e referência no setor em todo país, o Grupo Tacla possui oito empreendimentos nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, sendo eles: Catuaí Palladium Foz do Iguaçu (PR), Jockey Plaza Curitiba (PR), Palladium Curitiba (PR), Palladium Ponta Grossa (PR), Ventura Shopping Curitiba (PR), Itajaí Shopping (SC), Porto Belo Outlet Premium (SC) e Shopping Cidade Sorocaba (SP). Outras duas operações estão em fase de construção no Paraná: Citycenter Outlet, em Campo Largo, e Palladium Umuarama. Mais informações: www.taclashopping.com.br

PAKUÁ – 1º PRÊMIO BRASILEIRO DE FOTOGRAFIA AÉREA PRORROGA INSCRIÇÕES

“Projeto inédito une fotografia e ilustração, apresentando um novo olhar sobre os cenários nacionais. As inscrições para as categorias profissional, amador e infantil podem ser feitas até o dia 15 de novembro”.

Cada vez mais as imagens aéreas se apresentam como um novo olhar de concepção do espaço, produzindo em nós uma memória visual da realidade geográfica em suas diversas manifestações cotidianas. Afim de ampliar essa discussão e construir narrativas inéditas sobre essa nova perspectiva dos cenários brasileiros, a Montenegro Produções Culturais, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocínio da Sideral Linhas Aéreas e Helisul, lança o PAKUÁ – 1º Prêmio Brasileiro de Fotografia Aérea. As inscrições poderão ser feitas até o dia 15 de novembro para as categorias: profissional, amador e infantil. “A criação de um projeto cultural precisa levar em consideração algumas variáveis que garantem o engajamento do público, a democratização dos bens culturais, a formação de plateia e o fomento da arte. O PAKUÁ cumpre todos esses requisitos”, explica Carolina Montenegro, gestora da Montenegro Produções Culturais.

Como parte integrante de um projeto de ARTES VISUAIS, que traz em seu resultado uma exposição que integra fotografia e ilustração em releituras inéditas das paisagens, cenários e particularidades do patrimônio nacional, a iniciativa reúne nomes de peso da fotografia. “Os drones são um ponto de virada nesta modalidade. Ainda são caros por aqui, mas já começam a assumir um papel importante na arte. Já temos todo tipo de fotógrafo usando drones, de fotodocumentaristas a fotógrafos de moda. O Brasil é um país imenso e lindo. Um país que está se redescobrindo quando visto do céu. E isto é empolgante!”, destaca Guilherme Zawa, curador da mostra e da premiação. A comissão julgadora da premiação será formada pelos brasileiros Guilherme Pupo, Cássio Vasconcellos e Daniel Castellano, que também terão suas obras expostas no projeto. O francês Florian Ledoux, que registra grandes títulos internacionais de fotografia aérea, será o convidado do projeto para sobrevoar o Paraná e fotografar as principais paisagens do estado.

O título do projeto tem origem no tupi-guarani, cujo significado se apresenta como a junção das palavras céu, tudo e pessoa. O resultado dessa leitura ficou sob responsabilidade do designer, hoje sediado em Portugal, Caio Vitoriano, que traduziu os elementos na criação da identidade visual do projeto. “A imagem traz uma espécie de cabeça, olho e membros. Um olho errante que busca algo que nunca viu, e se viu que enxerga aquilo já visto de maneira inédita. Um olho que pensa, promovido a cabeça; um olho enquanto câmera e olhar como alma desse corpo”, conta Vitoriano.

A curadoria e seleção das imagens é realizada pelo fotógrafo Guilherme Zawa. “O Prêmio vai incentivar um campo ainda em crescimento no Brasil, mas que precisa de incentivo. A nossa expectativa é nos surpreendermos com a qualidade das fotografias que virão e também dos excelentes fotógrafos e fotógrafas ainda desconhecidos”, comenta o fotógrafo, que destaca que as imagens aéreas serão avaliadas de acordo com o tema proposto, além da criatividade, originalidade e qualidade técnica do autor. As fotos poderão ser feitas da janela de casa, do alto de uma árvore, da escada rolante, de uma ponte, enfim, o importante é participar e ser criativo.

Drones, câmeras profissionais e cursos de fotografia estão entre os prêmios que serão entregues aos vencedores e o resultado será divulgado até dia 21 de dezembro e as melhores imagens serão expostas por 30 dias em uma mostra no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Além disso, os vencedores terão suas fotos publicadas em um livro com grandes nomes da fotografia nacional. Ainda em 2021, a exposição vai passar por Maringá, Londrina e Foz do Iguaçu.

Pakuá – 1º Prêmio Brasileiro de Fotografia Aérea
Período de inscrições: Até 15 de novembro de 2020
Resultado do concurso: até 21 de dezembro de 2020
Link para inscrição: www.montenegroproducoes.com

Shopping Mueller em quatro novos pontos da cidade

Shopping Mueller em quatro novos pontos da cidade
Com as mudanças na forma de consumo, Mueller adota lockers para agilizar a entrega de compras digitais
Os lockers são uma nova forma de atender o cliente com agilidade e segurança, evitando filas e longos deslocamentos. Para proporcionar esta nova experiência ao consumidor, o Shopping Mueller implantou, em parceria com a rede de supermercados Casa Fiesta, quatro armários inteligentes de autoatendimento para retirada de produtos. Assim, o cliente pode comprar nas lojas do Mueller através de catálogos digitais pelo WhatsApp, e, em até 24 horas, retirar a mercadoria em locais próximos do seu trabalho ou residência, sem custo adicional.

Os lockers já são uma tendência no país, impulsionados pelo isolamento social em decorrência da pandemia. A proposta do Mueller é que os clientes acessem as lojas do shopping comprando de forma segura – sem grandes deslocamentos e aglomerações -, e retirando de forma rápida, já que o recebimento do produto pode ser realizado no mesmo dia, nas compras realizadas até as 15h, sem o desgaste de rastreamento, atraso na entrega ou permanência na residência para o recebimento da mercadoria. Segundo a superintendente do shopping, Daniela Baruch, a ação permite ao lojista vender através do WhatsApp e o cliente receber o produto sem acréscimo na entrega. “O projeto do Mueller apresenta uma forma segura e prática, sem filas, com agilidade no atendimento e facilidade na entrega sem custos adicionais ao cliente”, esclarece.

Os lockers das lojas Casa Fiesta estão situados nos seguintes endereços: Av. Iguaçu, 3534, Água Verde; Rua XV de Novembro, 2357, Alto da XV; Rua Padre Anchieta, 1768, Champagnat e Av. Coronel Francisco H. dos Santos, 1450, Jardim das Américas. Além dos pontos nos supermercados, há um locker no Shopping Mueller, no piso G2, para que os frequentadores da região possam retirar suas compras de forma ainda mais prática. Para cada compra, o cliente escolhe a melhor localidade para a retirada do seu pedido e com um código único, retira o seu produto no locker, em poucos minutos.

Agregando a nova ferramenta de entrega, as lojas do Shopping Mueller realizam suas vendas utilizando a plataforma ZapCommerce pelo aplicativo WhatsApp. Agora, o cliente tem acesso a um link com o catálogo de produtos das lojas, com preços, tamanhos e cores, e realiza o pagamento pela plataforma, através do PagSeguro. A relação de lojas que oferecem o serviço e os catálogos podem ser acessados pelo site shoppingmueller.com.br.

“A nova ferramenta de e-commerce para todos os lojistas do Mueller, formaliza as vendas, traz mais segurança para as compras digitais e complementa as ações digitais do shopping”, relata Ciro Gonçalves, coordenador de marketing do Shopping Mueller.

SERVIÇO:
Shopping Mueller
Local: Avenida Cândido de Abreu, 127 - Centro Cívico, Curitiba (PR)
Telefone: 41 3074-1000
Informações: www.shoppingmueller.com.br
Facebook: www.facebook.com/MuellerCtba
Instagram: @muellercwb

Pinhais terá o maior espaço de shows com distanciamento social do Brasil

O projeto da Arena Planeta Drive-In Pinhais, instalada no Expotrade, é a evolução do modelo drive-in, que agora contará com o público dentro de áreas reservadas para até quatro pessoas. A inauguração acontece no dia 24 de outubro, com show de Maiara & Maraisa

CURITIBA, 09/10/2020 – “Chegou a hora de descer do carro e curtir bons shows da maneira que eles merecem: dançando e cantando com muita empolgação. E é lógico, sem deixar de lado a segurança e o conforto proporcionados por um espaço multicultural planejado minuciosamente”, comemora Patrik Cornelsen, diretor da Planeta Brasil Entretenimento. Um dos responsáveis pelo projeto do Planeta Drive-In, que há meses oferece entretenimento seguro para os paranaenses, o produtor acaba de anunciar a evolução do modelo drive-in: a Arena Planeta Drive-In Pinhais, que vai receber grandes shows nacionais com o público posicionado em áreas reservadas para até quatro pessoas.

O projeto, que vai ocupar o tradicional Expotrade, está alinhado com o decreto municipal publicado pela Prefeitura Municipal de Pinhais, e está liberado para implantação. A Arena Planeta Drive-In será o maior espaço de shows com distanciamento social do Brasil, com capacidade para quase 3 mil pessoas, que serão divididas em 692 camarotes (4m² cada) com distanciamento social entre eles. “O formato drive-in foi uma grande escola para nós. Aprendemos muitas coisas nos últimos meses e chegamos ao projeto ideal para a realização de shows com distanciamento social. Hoje, temos uma opção única no país, 100% aprovada pelos órgãos municipais”, detalha Nelson Bolduan, diretor do Expotrade.

Na Arena Planeta Drive-In não existirá qualquer forma de aglomeração e o modelo foi pensado seguindo as melhores referências de eventos já realizados na Europa e na Ásia. Chegando ao espaço, o público terá que respeitar os horários predefinidos para a ocupação de cada uma das áreas reservadas, mas antes disso passará por um processo de higienização e medição de temperatura. Além disso, os colaboradores envolvidos na produção serão submetidos a protocolos de higienização, exames e esterilização total, inclusive de pertences, antes do início de suas atividades. A venda de alimentação e bebida será feita via aplicativo, e os produtos serão entregues desinfectados. Até mesmo o uso dos sanitários será solicitado e agendado via aplicativo, pois apenas uma pessoa por vez será autorizada a acessar a o espaço dos banheiros. Além da limpeza tradicional, os sanitários são dotados de um moderno sistema de esterilização de ar.

Outro grande diferencial da estrutura da Arena Planeta Drive-In fica por conta de sua tecnologia pioneira, que possibilita a transmissão de tudo o que acontece no palco em incríveis telões de led, com resolução 4K. O espaço contará com três telões, que juntos irão somar mais de 230m², que irão impressionar o público pela altíssima definição. “Desenvolvemos um projeto inédito para que o público tenha uma experiência única e completa, com a estrutura de telões que levará todos para dentro do palco. Tudo isso com exibição em altíssima definição, de tirar o fôlego. Cada detalhe da Arena Planeta Drive-In foi pensado para surpreender, e temos certeza de que essa experiência será inesquecível”, comenta Anderson Blank, diretor da Led One, empresa responsável pelas tecnologias adotadas no novo espaço.

Inauguração: Maiara & Maraisa

Com inauguração confirmada para o dia 24 de outubro, a Arena Planeta Drive-In Pinhais terá uma programação repleta de grandes atrações musicais nacionais, que irão balançar quem sentia falta de curtir um bom show como nos bons tempos: dançando, cantando, brincando e tomando uma bebidinha de qualidade. Para a abertura oficial do maior espaço de shows com distanciamento social do Brasil, uma dupla que arrasta multidões pelo país: Maiara & Maraisa.

Consideradas uma das grandes referências da música sertaneja brasileira na atualidade, as irmãs mato-grossenses Maiara e Maraísa ganharam destaque com suas vozes potentes e muito talento para composição. As gêmeas cantavam em festivais desde os 5 anos de idade e passaram toda a infância e adolescência se dedicando a aulas de canto e instrumentos. Aos 18 anos, incentivadas por produtores, apostaram na música pop e gravaram o primeiro álbum sob o nome de “Geminis”. Pouco tempo depois, decidiram enfrentar o preconceito do mercado e optaram por retomar suas raízes sertanejas, se apresentando como uma dupla feminina.

Apadrinhadas pelos consagrados Jorge & Mateus, as irmãs ganharam notoriedade entre os fãs da música sertaneja com a canção “No dia do seu casamento”, lançada em 2014. O destaque nacional veio no ano seguinte com o lançamento do álbum e DVD “Ao vivo em Goiânia”. Desde então, a dupla se transformou em um dos grandes fenômenos das rádios brasileiras e arrasta multidões por onde passa, ecoando outros hits como “10%”, “Medo Bobo”, “Sorte que cê beija bem” e “Bengala e crochê”.

“Vemos um público sedento por entretenimento e bons shows, e que esperava o momento certo para voltar a curtir momentos como esses. Nos últimos meses, recebemos centenas de pedidos especiais. Pensando nisso, preparamos uma programação muito interessante, com atrações semanais para todos os gostos. Temos shows e eventos agendados até o mês de dezembro. Aos poucos, vocês ficarão sabendo de todos os detalhes”, completa Patrik Cornelsen.

A Arena Planeta Drive-In Pinhais vai funcionar no Expotrade Pinhais (Rodovia Deputado Leopoldo Jacomel, 10454), a partir do dia 24 de outubro. Os ingressos para as primeiras atrações, com vendas antecipadas e online, estarão disponíveis a partir das 20h desta sexta-feira, dia 09 de outubro, no site www.planetadrivein.com.br. Cada ingresso, que pode ser parcelado em até 3 vezes no cartão de crédito, dará direito a uma área reservada com capacidade para até quatro pessoas. Para mais informações, acesse o perfil oficial do Planeta Drive-In no Instagram (@planetadrivein).

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana faz live de lançamento do projeto “OBMJazz na Casa de Francisca”

Live acontece no dia 16/10, às 21h, nos canais de YouTube, Facebook e Twitch da banda

5=IWZyMjYzojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pzM4QDM1MzNxITM6cWZwpmLzkDMzkDN2kDMyYkMlkDMyYkMlgzMxkjRyUCOxczN0QDM3UzMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopjN

Foto: Fábio Ponce

A OBMJ - Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, uma das mais importantes e influentes bandas instrumentais do Brasil, apresenta seu novo trabalho, "OBMJazz ao vivo na Casa de Francisca", show gravado numa noite mágica em fevereiro de 2020 na célebre Casa de Francisca, localizada no coração do centro de São Paulo. O espetáculo, uma homenagem ao jazz e à música jamaicana, passeia pelos famosos standards de jazz americanos, vai até a Jamaica dos anos 1960 e flerta com bandas atuais de ska do cenário mundial.

No repertório do show, versões de ska, reggae e rocksteady das obras de nomes como Quincy Jones, Herbie Hancock, Paul Desmond, Don Drummond, The Skatalites, Melbourne SKA Orchestra, Western Standard Time, entre outros.

Para o lançamento oficial do show, a OBMJ realizará uma live no próximo dia 16 de outubro, sexta-feira, às 21h, com transmissão pelos canais de Facebook , Twitch e YouTube .

Antes da estreia oficial do show completo, a OBMJ lançou dois clipes: "Rain or Shine" ( assista aqui ), composição do trombonista jamaicano Don Drummond e gravada pelos lendários Skatalites na década de 1960, e "Soul Bossa Nova" ( assista aqui ), clássico absoluto de Quincy Jones, em uma roupagem rocksteady.

"Podemos dizer que é um show dedicado ao Skajazz, num formato mais intimista, diferente dos grandes bailes que a OBMJ é conhecida por apresentar", explica Sérgio Soffiatti, guitarrista e produtor musical da OBMJ.

Os detalhes chamam a atenção: a iluminação monocromática do show segue a estética em referência às capas de disco clássicas da Blue Note, dialogando diretamente com a comunicação visual do projeto, concebida por Laercio Lopo. A soma é feita elegantemente com a formação da banda no palco, que traz as tradicionais estantes de big bands. "É um formato único de show de skajazz no Brasil", finaliza Felippe Pipeta, trompetista e um dos criadores da OBMJ.

Sobre a OBMJ

200A Orquestra Brasileira de Música Jamaicana como o nome sugere, reproduz de maneira inteligente e divertida, versões de grandes clássicos da música brasileira em ritmos jamaicanos criados nas décadas de 50 e 60.

Ska, Rocksteady e o Early Reggae são alguns dos dançantes ritmos que permeiam na Orquestra. Criada originalmente pelo músico e produtor Sergio Soffiatti e pelo trompetista Felippe Pipeta, a OBMJ tem como objetivo principal fazer o público dançar.

É difícil traduzir em palavras o entusiasmo do público ao dançar "O Guarani", clássico da música erudita brasileira transformado em Ska, ou "Águas de Março", uma bossa nova do mestre Tom Jobim, tocada em Early Reggae. Mas a OBMJ não toca só versões, desde o seu primeiro disco músicas autorais fazem parte do repertório da banda, como "Ska Around the Nation", a música mais conhecida da banda.

Os integrantes da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana são: Sergio Soffiatti (guitarra e vocais), Felippe Pipeta (trompete e flugelhorn), Ruben Marley (trombone e backing vocals), Igor Thomaz (sax barítono e sax alto), Fernando Bastos (sax tenor e flauta), Otavio Nestares (Trompete e Flugelhorn), Fabio Luchs (bateria e backing vocals), Lincoln Bretha (baixo) e Pedro Cunha (piano e órgão). Acesse o site da banda e saiba mais: http://www.obmj.com.br/

All Dance World Live: edição especial 2020 

Confira os participantes curitibanos da Cia Desirre Favoreto

O All Dance World Live é o campeonato oficial de dança do mundo que reúne diversos profissionais dançarinos. Diante pandemia a competição não podia ficar parada, realizando então este ano uma edição especial “at home” que acontecerá entre os dias 23 a 27 de setembro, pelo horário de Miami, Florida-Estados Unidos.

Esse campeonato envolve a participação de dançarinos de mais de 50 países, dos cinco continentes.

O campeonato possui quatro divisões e a Cia Desirre Favoreto está participando de 5 modalidades, com cinco dançarinos, são eles:

Ketherin Goudel Favoreto, de 19 anos, curitibana que representará = o Hip Hop adulto, da Cia Desirre Favoreto. Pais: Alberto Ronney Favoreto e Desirre Goudel Favoreto.

Gabriel Vinicius Machado Maciel Valese, 11 anos, de Pinhais, representando o Hip Hop infantil, da Cia Desirre Favoreto. Pais: Rui Valese e Sirley Machado Maciel.

Victoria Toledo de Almeida, 13 anos, de Pinhais representando o Jazz e Lyrical Juvenil, da Cia Desirre Favoreto. Pais: Adolfo de Almeida e Neide Aparecida Toledo de Almeida.

Lais Lemos Apolinario, 12 anos, de Pinhais, representando o Jazz Show Juvenil, da Cia Desirre Favoreto. Pais: Carlos Andre Apolinario e Solange Deluca Lemos Apolinario.

Mariana Bittencourt Born, de 7 anos, curitibana representando o ballet neoclássico infantil, da Cia Desirre Favoreto. Pais: Maurício Antonio Born e Silvana Ferreira Bittencourt Born.

Desirre Goudel Favoreto

Dança há 31 anos e atua na área há mais de 20. Há 21 anos é coreógrafa e professora de dança. Atriz e dançarina profissional, criou uma metodologia própria dentro da proposta de desenvolvimento das habilidades e qualidades físicas associadas a dança e expressividade.

É formada em Educação Física pela UFPR e pós-graduada em Dança e Educação Física pelo ISEPE. MBA em gestão de espetáculos e dança. Jurada oficial do Hip-hop Internacional Brasil (HHIB) há 6 anos. Diretora da Cia de Dança Desirre Favoreto em Pinhais.

Santander e CUFA se unem para mobilizar a sociedade em apoio a comunidades

Campanha por doações inclui maratona de 12 horas de programação distribuída por 24 canais de TV e emissoras de rádio;

Objetivo é arrecadar cestas básicas para o projeto “Mães da Favela”, ligado à entidade que representa 1,1 milhão de famílias em todo o País e está presente em mais de 5 mil comunidades;

Entre as mais de 50 atrações já confirmadas estão nomes conectados à iniciativa e de sucesso junto ao público: Gilberto Gil, Djamila Ribeiro, Alcione, Rincon Sapiência, Karol Conka, Tássia Reis, Pablo Vittar, KondZilla, Ícaro Silva, Fábio Porchat, Silvio Almeida.

São Paulo, 22 de setembro de 2020 – NOTA À IMPRENSA

O Santander Brasil e a Central Única de Favelas (CUFA) iniciam nesta semana uma grande mobilização social de arrecadação de recursos para a compra de cestas básicas. O objetivo é dar apoio às famílias e comunidades mais impactadas pelos efeitos econômicos da pandemia.

A campanha já está recebendo doações – tanto dos funcionários, clientes e público em geral -, que poderão ser feitas até a noite do dia 26 de setembro, quando uma ação inédita marcará o encerramento. A virada começará na noite do dia 25 e terá 12 horas de veiculação nas TVs e rádios parceiras que se revezarão, a cada 30 minutos, para exibir uma programação especial e convidar os telespectadores a participar da arrecadação. As doações e todas informações sobre a ação podem encontradas no https://www.oseucanal.com.br/.

Os apresentadores e participações confirmados até o momento são Gilberto Gil, Fábio Porchat, Ícaro Silva, Djamila Ribeiro, Silvio Almeida, Nega Giza (rapper e uma das fundadoras da CUFA), os humoristas e apresentadores Maria Paula e Hélio de La Peña.

Desde 2007, o banco realiza a Semana Santander, uma semana que celebra o orgulho de pertencer e de se conectar com a comunidade, com doações realizadas pelos mais de 40 mil funcionários e nesta edição ocorrerá de 21 a 26 de setembro. Desta vez, os desafios impostos pela pandemia motivaram a instituição a extrapolar as fronteiras das agências e dos prédios corporativos, convidando toda a sociedade para participar.

“Somos agentes de transformação na sociedade e percebemos o momento de externalizar essa atuação. O contexto atual nos leva a engajar a sociedade na cultura de servir ao próximo, multiplicando o efeito de nossa campanha anual. Todo o esforço conjunto será revertido ao projeto ‘Mães da Favela’, da CUFA”, afirma Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil.

O projeto está presente em cerca de 5 mil favelas, o que corresponde a 1,1 milhão de famílias em todo o País. Nessas comunidades, cerca de metade dos lares são chefiados por mulheres, muitas delas empreendedoras que viram seus pequenos negócios quebrarem no atual cenário adverso.

“O brasileiro é solidário por natureza. A virada é uma grande oportunidade de unir a população em prol de um trabalho de apoio à dignidade, realizado com excelência pela CUFA. Ao juntar essas duas pontas, quem pode doar e quem precisa, empenhamos nosso potencial de intermediadores financeiros com o objetivo de gerar prosperidade”, completa Rial.

As doações em dinheiro, a partir de R$ 5, serão feitas diretamente em uma conta corrente da CUFA, que reverterá o valor em cestas básicas que custam R$ 120 cada.

“O projeto ‘Mães da Favela’ é muito importante porque tem duas vertentes: doação de cesta básica física, com alimentos doados, ou da cesta digital, com o mesmo valor em dinheiro para que haja poder de escolha na compra de itens conforme a necessidade. Neste momento de tanta tensão pessoas que sempre foram vulneráveis ficam em uma vulnerabilidade ainda maior”, afirma Celso Athayde, fundador da CUFA.

Entre os canais e emissoras que já se engajaram e cederão espaço em suas grades estão Band, Record, Cultura, RedeTV, SBT, Warner, TNT, TNT Series, Space, Record News, CNN Brasil, AgroMais, BandNews, Discovery, AMC, Sony (via YouTube), CBN, Antena 1, Band FM, Transamérica, Nativa FM, portal Terra, Yahoo e Jovem Pan (no YouTube).

Além de engajar a sociedade, o Santander e a CUFA ainda buscam a adesão de outros canais e emissoras de rádio à campanha. Outros artistas e influenciadores digitais também farão participações especiais na programação.

Atrações virada solidária (sujeito a alterações):

Adriana Barbosa

Alcione

Anderson Quack

André Henning

Bboy Pelezinho

Bnegão

Conceição Evaristo

Daniela Mercury

Daude

DJ Hum

DJ Tamy Cufa

Djamila Ribeiro

Dudu Nobre

Eliana

Elias Junior

Elisa Lucinda

Fábio Porchat

Fernanda Abreu

Fernando Meirelles

Fernando Scherer (Xuxa)

Flip (Felipe Yung)

Gabriela Prioli

Gilberto Gil

Glenda

Hélio de La Peña

Ícaro Silva

Jefferson D

Joana Teptow

Jotape

Karol Conka

KondZilla

Larissa Luz

Leandro Discreto

Leci Brandão

Luan Santana

Luciana Barreto

Luiz Ribeiro

Maria Paula

MC Menor MR

MC Zaac

Moisés da Rocha

Nega Giza

Pablo Vittar

Paula Lima

Péricles

Rafael Cortez

Rappin Hood

René Silva

Rincon Sapiência

Sabrina Fidalgo

Samba que elas querem

Silvio Almeida

Tássia Reis

Tico Santa Cruz

Vagner Amaro

Yuri Marçal

Para doar
Banco Santander - 033
Agência 2093
Conta corrente: 13002055-0
Razão Social: Central Única das Favelas
CNPJ: 06.052.228/0001-01

Antunes Filho: $odoma \G/omorra

Em parceria com o Sesc-SP, a obra audiovisual estreia em uma transmissão ao vivo, concebida e dirigida por Luiz Päetow, no Festival Online

Inicialmente, em seu formato tradicional (pré-pandemia), o Festival de Curitiba apresentaria duas sessões de “Sodoma & Gomorra”, denominadas {tubos de ensaio I & II}, cujo objetivo era inaugurar os processos criativos do espetáculo inédito. Agora, em sua versão digital, o Festival realiza esta transmissão, que transcende as molduras convencionais do teatro. Com ela, o público terá acesso a uma fruição inesperada das artérias cênicas pesquisadas pelo visionário diretor Antunes Filho (1929-2019), a partir de sua peça inédita Sodoma & Gomorra. 

A estreia em transmissão ao vivo pelas redes sociais do Festival de Curitiba e do Sesc-SP será no dia 20 de setembro, as 21h30, gratuitamente.  O Festival online segue até dia 24, com bate-papo sobre teatro, live do Grupo Triii", sessão especial do projeto Teatro Vivo em Casa, com a peça "Maternagem" e a oficina “Compor a Cena”, com Paulo Moraes da Cia Armazém. Todas as são gratuitas.  Os shows, o bate papo e a oficina terão tradução em libras.

“Antunes Filho: $odoma \G/omorra” é um projeto secreto (de 1998) sonhado por Antunes em parceria com Päetow, mas que, devido à sua laboriosa gestação, nunca chegou a ser ensaiado. No último diálogo que tiveram, Antunes entregou-lhe um texto “inacabado” (já que, de acordo com seus notórios, longos processos criativos, somente chegaria à versão definitiva, quando fosse retrabalhado em cena) com a seguinte dedicatória: “Päetow, só você consegue encenar esta peça. Eu te amo! Antunes Filho”. 

Há um ano começaram os esforços para concretizar este sonho, após 22 anos! Diante das inúmeras transformações sócio-científico-políticas transcorridas, fez-se urgente “reiventarmos” a obra. De fato, uma reinvenção, no sentido mais profundo, e leal, do termo, pois a meta essencial adquiriu ainda mais potência: investigar o nosso tempo neste espanto apocalíptico: pandemia e confinamento, dignos de Sodoma & Gomorra. A dramaturgia de Päetow autopsia rastros contemporâneos de passagens bíblicas escritas por Moisés (“Gênesis”) e João de Patmos

Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Alzheimer (21/09)

LIVRO INFANTIL “OPA” FALA SOBRE ALZHEIMER ATRAVÉS DA RELAÇÃO DE UM INVENTOR COM SUA NETINHA

Será o primeiro lançamento de livro Drive Thru do Brasil. 20% da renda terá como destino as ações do Museu da Vida, da Pastoral da Criança Uma colher com furos para quem precisa comer menos.

Um barco-balão que navega e voa para qualquer lugar do mundo. Estas são algumas das criações do Opa, um inventor que encanta a netinha com suas histórias fantásticas. Porém, pouco a pouco as memórias do avô se confundem. Ele passa a esquecer do passado e a agir diferente.

A neta vai percebendo as características da doença do Opa. O exuberante chapéu cheio de lâmpadas representa o avanço do Alzheimer. A cada acontecimento, uma luz se apaga. “É uma metáfora do que acontece com a memória do personagem”, explica o escritor Adilson Farias. Opa significa avô em alemão, que é a forma como todos chamavam Neri Horn, sogro do artista falecido em 2016, que foi a inspiração do personagem. A criança do livro teve como inspiração a filha de Adilson, que conviveu por dois anos com o avô portador da doença.

O primeiro lançamento de livro Drive Thru do Brasil

Por conta da pandemia e a necessidade de isolamento social, o livro será lançado em esquema Drive Thru, uma iniciativa pioneira no Brasil. Os exemplares podem ser comprados no site da Prosa Nova, onde o cliente pode escolher receber pelos correios ou retirar no local do lançamento com o autógrafo do autor. O evento está marcado para 26 de setembro, sábado, das 15h às 18h. A ação acontecerá no pátio do Museu da Vida, anexo à Pastoral da Criança, no bairro Mercês, na capital paranaense.

A organização do evento montou um esquema obedecendo aos protocolos de segurança e higiene. O autor entregará o exemplar autografado pela janela do carro dos leitores. 20% da renda da ação será destinada para as ações do Museu da Vida. Para a editora do livro e produtora cultural, Celina Fiamoncini Andrioli, “É importante abordamos o assunto do envelhecimento com as crianças de forma lúdica e responsável. Desta forma, podemos ajudar na criação de uma consciência a respeito do tema desde cedo”. www.prosanova.com.br

Este é o primeiro trabalho de Adilson como escritor. Como ilustrador, Adilson tem mais de vinte anos de atuação em editoras brasileiras e estrangeiras. No Brasil, ilustrou textos de autores como Ana Maria Machado, Ruth Rocha e Pedro Bandeira.

Sobre o projeto
Opa é o terceiro livro publicado pela Editora Prosa Nova como editora. O projeto foi viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura (Profice), com o apoio da Copel. Além do livro, a iniciativa contou com uma série de oficinas digitais de ilustração para crianças ministradas por Adilson Farias, além de uma live sobre envelhecimento saudável. 1200 exemplares foram distribuídos gratuitamente para bibliotecas e escolas públicas. A versão digital será disponibilizada online e gratuitamente no site da Prosa Nova (www.prosanova.com.br). O site reúne também várias informações sobre o Alzheimer, livros, filmes e outras leituras sobre o tema.

Sobre o Alzheimer
Com o crescimento da população de mais de 60 anos no Brasil, o mal de Alzheimer deve se tornar um problema de saúde pública. Já se contabilizam mais de 20 milhões de casos, conforme dados da Academia Brasileira de Neurologia. Uma doença silenciosa que se manifesta apresentando deterioração cognitiva e da memória de curto prazo, passando para mudanças de comportamento que se agravam a cada dia. A doença começa quando o processamento de certas proteínas do sistema nervoso está errado. A causa exata é desconhecida. “É um envelhecimento doentio que tem fator genético, mas sozinho não se explica”, afirma o professor de geriatria e presidente da Associação Brasileira de Alzheimer, a Abraz, José Mario Tupiná Machado. O Alzheimer é a demência neurodegenerativa mais comum em pessoas de idade, sendo que, como explica o professor, “metade das pessoas com mais de 90 anos tem Alzheimer ou outra demência”.

Serviço
Lançamento do livro Opa, de Adilson Farias.
Editora Prosa Nova www.prosanova.com.br/projetoopa
Data: 26 de setembro de 2020
Horário: das 15h às 18h
Local: Museu da Vida R. Jacarezinho, 1691 - Mercês, Curitiba - PR, 81020-490

Nena Inoue faz temporada online, gratuita e com tradução em Libras do premiado solo “Para Não Morrer”

O espetáculo visto por mais de 27 mil pessoas, rendeu à Nena o Prêmio Shell 2019 de Melhor Atriz no Rio de Janeiro, além do Troféu Gralha Azul de Melhor Atriz em 2017. Agora em versão on-line, gratuita e com tradução em Libras, a gravação da obra segue todos os protocolos de saúde e além das apresentações, o projeto oferece debates e oficinas abertas para o público

A atriz Nena Inoue fará uma temporada online com 15 exibições do espetáculo “Para Não Morrer”, sendo 5 abertas e gratuitas para o público nos dias 3, 4, 5, 11 e 12 de setembro às 20h, e 10 fechadas e exclusivas para entidades e coletivos de apoio à mulheres, instituições, movimentos sociais, associações de professores e de classe, além do público feminino que se encontra em isolamento social mesmo antes da pandemia, como presidiárias e idosas em asilos. Todas as exibições online possuem tradução em Libras e serão seguidas de um debate ao-vivo com o público a partir da obra apresentada, também com tradução simultânea em Libras.
As 5 apresentações abertas serão exibidas nas páginas do Espaço Cênico e dos parceiros Brasil de Fato, MST Nacional, Bicicletaria Cultural e Mães pela Diversidade. E para quem quiser se inscrever e receber o link da exibição e debate por e-mail momentos antes da exibição, basta fazer uma inscrição simples e gratuita pela plataforma: https://bit.ly/32tW6Wn
Dentro do contexto da pandemia, a atriz e produtora cultural Nena Inoue trabalhou para que todas as mudanças necessárias fossem feitas e adaptou o projeto para cumprir temporada on-line respeitando o distanciamento social: “Neste momento pandêmico, onde os trabalhadores da cultura se encontram impedidos de trabalhar e temos milhões de artistas e técnicos desempregados no Brasil, me propus a atuar da forma possível e, respeitando o isolamento social, a forma de seguir e levar nosso teatro ao público neste momento é via on-line, então se assim é, assim será. Consegui também manter a proposta de trabalho inicial e levar este trabalho a comunidades menos favorecidas, incluindo mais profissionais ao projeto - como registros de vídeo, transmissões, além de locação de um espaço teatral parceiro (o Ave Lola) - estamos nos movendo e criando caminhos para continuar, possibilitando trabalho e remuneração aos nossos profissionais do teatro”, afirma a artista.
Em cena e online, Nena se transforma numa mulher ancestral e onipresente, que se apropria da palavra e traz à memória várias personagens históricas: mulheres negras, indígenas, guerrilheiras, mães, avós, filhas, de diferentes épocas e lugares que foram violentadas, torturadas, assassinadas e esquecidas.
A obra está em cartaz desde 2017 e já foi assistida por mais de 27.000 pessoas. Sobre o espetáculo, o crítico teatral do jornal “O Globo”, Patrick Pessoa, escreveu: “Nena Inoue transforma luto em luta... espetáculo para não perder”. O solo conta com dramaturgia de Francisco Mallmann a partir da obra “Mulheres”, do uruguaio Eduardo Galeano (1940-2015). A encenação concebida por Nena, tem direção de texto de Babaya e apresenta temáticas femininas e feministas atreladas a questões histórico-políticas, especialmente da América Latina.
O projeto foi adaptado para que as apresentações online e debates ofereçam uma experiência enriquecedora para o público e foi produzida de forma segura para artistas e técnicos, seguindo todos os protocolos de segurança de saúde para a gravação do espetáculo.

Além das 5 apresentações abertas e das 10 apresentações fechadas para instituições parceiras, o projeto prevê debates posteriores às exibições do espetáculo - que se transformarão em uma série de podcasts - além de 11 Oficinas de Iniciação Teatral, direcionadas gratuitamente ao público que assistir ao espetáculo, que acontecerão de forma on-line, no decorrer de setembro e outubro.
Lembrando que 5 de todas as exibições online são gratuitas e abertas, e podem ser assistidas nas páginas do Espaço Cênico (03/09) e nas páginas dos parceiros Brasil de Fato (04/09), MST Nacional (05/09), Mães pela Diversidade (11/09) e Bicicletaria Cultural (12/09). E para que o público interessado possa se programar e ser avisado na data e horário da exibição, é necessário o cadastro gratuito no link: https://bit.ly/32tW6Wn
Serviço:
Exibições online, gratuitas e com tradução em Libras do espetáculo “Para Não Morrer”, seguidas de debate com o público.
Exibições GRATUITAS e abertas nos dias 03, 04, 05, 11 e 12 de setembro às 20h.
Inscrição online e gratuita via site: https://bit.ly/32tW6Wn
Também é possível assistir as exibições nas páginas:
03/09: Espaço Cênico - https://www.facebook.com/espacocenicocuritiba/
04/09: Jornal Brasil de Fato - https://www.facebook.com/brasildefato/
05/09: MST Nacional - https://www.facebook.com/MovimentoSemTerra/
11/09: Mães pela Diversidade - https://www.facebook.com/MaespelaDiversidade/
12/09: Bicicletaria Cultural - https://www.facebook.com/bicicletariacultural/

As exibições GRATUITAS e fechadas para parceiros acontecerão nos dias:
28/08 e 6, 7, 10, 12, 13, 14, 16, 18, 19/09.

Sobre Nena Inoue:
Nascida em Córdoba (Argentina) e desde os nove anos no Brasil, Nena Inoue é artista gestora, produtora, diretora teatral e atriz formada em 1978 pelo Curso Permanente de Teatro do Centro Cultural Teatro Guaíra. Completando 40 anos de carreira, contabiliza mais de 80 espetáculos profissionais e atua ainda como Coordenadora do Espaço Cênico desde 1997. Esteve na mesma função por nove anos (2000 a 2009) ao lado de Luís Melo no ACT - Ateliê de Criação Teatral, espaço que realizou e abrigou distintos trabalhos de caráter multiárea. Foi também Diretora Artística do Centro Cultural Teatro Guaíra (2003 a 2006); produtora da Sutil Companhia de Teatro (2008 a 2010) e, desde 2009, tem sua produção artística voltada às temáticas de caráter histórico-político-social.

Sobre o espetáculo:

Até o momento realizou 250 apresentações com um público aproximado de 27.000 pessoas. Estreou no Festival de Curitiba/Mostra Oficial, em abril de 2017 e nesse ano fez temporadas em Curitiba, no Teatro José Maria Santos, Ave Lola Espaço de Criação, Espaço Fantástico das Artes e em São Paulo, no SESC Pinheiros/SP. Apresentou-se nos festivais FILO - Festival Internacional de Londrina, no SINGA-Simpósio Internacional de Geografia Agrária e na Mostra SÓ EM CENA, de Maringá. Em 2018 no FICA Natal - Festival Internacional de Natal, no III Curitiba Mostra/Festival de Curitiba e temporadas no Teatro Poeirinha (RJ) e Teatro Guaíra (PR) e circulação pelo SESC PR nas cidades de Londrina, Maringá, Cascavel, Paranavaí e Ponta Grossa. Em 2019 apresentações no SESC Ginástico (RJ), no Teatro Municipal de São João del Rey, Mostra Resistências em São José do Rio Preto, no Teatro do SESI de São José dos Pinhais, Circulação SESC SC em 8 cidades (Florianópolis, Blumenau, Itajaí, Joinville, Jaraguá do Sul, Concórdia, Laguna, Lages; duas temporadas no Teatro Lala Schneider e participou do Festara - Festival de Teatro de Araçatuba. EM 2020 apresentou-se no SESC São José dos Campos.

Premiações: Prêmio Troféu Gralha Azul 2017 de Melhor Atriz e Prêmio Shell 2019 de Melhor Atriz.

FICHA TÉCNICA:

Dramaturgia: Francisco Mallmann, à partir da obra de Eduardo Galeano Direção e Atuação: Nena Inoue
Direção de Texto: Babaya Morais
Iluminação: Beto Bruel
Figurino: Carmen Jorge
Cenário: Ruy Almeida
Gravação: Alan Raffo e Lidia Ueda
Técnico Operador: Vinícius Sant
Identidade Visual: Martin Castro
Fotografias: Elenize Deszgeniski, Lidia Ueta, Marcelo Almeida, Raquel Rizzo, Luísa Bonin
Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais: Luísa Bonin e Thays Cristine - Platea Comunicação e Arte
Vídeos Redes Sociais: Diego Florentino - Trópico TV
Produção: Guilherme Jaccon
Assistencia Produção: Lidia Ueta
Administração: Judy Fiorese
Direção de Produção: Nena Inoue
Realização: Espaço Cênico
“PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA - FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA"
Realização:
Espaço Cênico
Incentivo:
EBANX
Incentivo:
Lei de Incentivo à Cultura
Fundação Cultural de Curitiba
Prefeitura de Curitiba

Assessora responsável pelo projeto de Reforma Tributária do Governo Federal dará palestra para executivos financeiros no Paraná

Assessora responsável pelo projeto de Reforma Tributária do Governo Federal dará palestra para executivos financeiros no Paraná

Convidada especial do IBEF-PR, Vanessa Rahal Canado irá discutir os principais aspectos da proposta em webinar na próxima quinta-feira (20)

Há mais de um ano sendo discutida por deputados e senadores, a proposta de Reforma Tributária no Brasil já passou por diversas modificações e ganhou recentemente mais um novo capítulo. Com tantas idas e vindas, somente no mês passado o governo federal conseguiu apresentar a primeira parte de sua proposta por meio do Projeto de Lei (PL) nº 3.887/2020. Antes mesmo da pandemia, muitas empresas já sofriam as consequências do sistema tributário no país que, diante de tanta complexidade, necessita de uma simplificação ou unificação dos tributos cobrados das organizações.

Com objetivo de debater os principais aspectos propostos no PL 3.887/2020 e esclarecer as dúvidas dos profissionais da área, o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Paraná (IBEF-PR) convidou a Assessora Especial do Ministro de Estado da Economia e responsável pelo Projeto de Reforma Tributária do Governo Federal, Vanessa Rahal Canado para abordar o tema em um webinar na próxima quinta-feira, dia 20 de agosto, às 18h30.

O assunto considerado prioritário para a retomada da economia brasileira também contará com a contribuição do diretor tributário do Grupo O Boticário, Gustavo Bizinelli, e do vice-presidente Tax South América da Volvo do Brasil, Augusto Flores, que debaterão o tema na perspectiva do setor de varejo e da indústria. O impacto da reforma tributária no setor de serviços também será discutido no evento. Hadler Martines, sócio da PwC Brasil e membro do comitê tributário e empresarial do IBEF- PR, conduzirá o assunto. O debate será mediado pelo Sócio na Gaia, Silva, Gaede & Associados e Coordenador do Comitê Tributário e Empresarial do IBEF-PR, Frederico Rodrigues da Cunha.

A atual proposta do governo federal pretende extinguir o PIS e a Cofins e substituir pela Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS). Para o setor de serviços, a carga passaria da faixa entre 3,65% e 9,25%, para 12%, pois possui uma base de créditos reduzida. De acordo com Martines, a criação da CBS irá simplificar, fazendo com que as empresas gastem menos tempo para fazer o pagamento e recolhimento de tributos. Porém, um possível aumento da carga tributária pode diminuir a competitividade das empresas brasileiras em um momento em que a concorrência global de investimentos está cada vez maior, na medida em que a crise econômica decorrente da Covid-19 afetou países do mundo todo.

"Falaremos sobre o desafio de se fazer uma reforma tributária, que é essencial para dar mais oportunidades às empresas brasileiras, mas tomando muito cuidado em não se aumentar a carga tributária, tendo em vista especialmente a crise econômica que estamos passando. As empresas já estão trabalhando com margens reduzidas, custos elevados e muitas até com prejuízos”, explica o sócio da PwC Brasil.

O evento online acontecerá das 18h30 às 20h00, por meio da plataforma online Zoom, e recebe o patrocínio de gestão da PwC Brasil e do escritório Gaia Silva Gaede & Associados. A transmissão é gratuita e para participar é necessário inscrever-se antecipadamente.

Reforma tributária: momento de convergência

Dia: Quinta-feira, 20/08

Horário: Das 18h30 às 20h00

Evento online e gratuito, transmitido pela plataforma Zoom.

Inscrição: https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_sWmO7FT9Rx2O8a2KLsNavg

CONTATOS DE IMPRENSA IBEF-PR

EXCOM COMUNICAÇÃO

Kamilla de Almeida / Julia Nascimento / Cecile Kruger

41 99271-1281 / 41 99226-4557 / 41 98848-2726

kamilla@excom.com.br / julia.nascimento@excom.com.br / cecile@excom.com.br

SOBRE O IBEF-PR

O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Paraná (IBEF-PR) é uma instituição sem fins lucrativos, que congrega executivos de finanças dos vários segmentos da atividade econômica do Paraná: executivos das áreas de indústria, comércio, consultorias, empresas de serviços, auditorias, instituições financeiras (bancárias e não-bancárias) e instituições governamentais.

Através de seus comitês de Finanças, Compliance e Riscos, Tributário e Empresarial, Inovação e Desenvolvimento de Executivos, o IBEF-PR realiza vários eventos, discussões e compartilha conhecimento para contribuir com o desenvolvimento dos profissionais de finanças do Paraná.

Campanha busca recursos para monitorar crianças com câncer

BelClinic apoia iniciativa de financiamento coletivo conduzido pela Luckie Tech, startup que pretende diminuir a taxa de mortalidade de crianças, utilizando alta tecnologia, computação de vestir, big data, machine learning e inteligência artificial

Comando News, 19 de agosto de 2020 - A BelClinic Dermoativos apoia a iniciativa da Luckie Tech que visa monitorar a imunidade de cinquenta crianças com câncer, gratuitamente por um ano. A tecnologia criada pela startup consiste em um dispositivo vestível muito parecido com um curativo pele que coleta dados e analisa, em tempo real, informações essenciais para a sobrevivência de pacientes oncológicos.

Joel de Oliveira Jr., engenheiro responsável pelo projeto, começou a desenvolver essa tecnologia após perder seu filho de apenas dois anos e seis meses para o câncer. Como uma forma de processar sua dor, buscou desenvolver uma solução simples e inovadora que pudesse beneficiar milhares de crianças que passam diariamente pela mesma luta que seu filho passou. Assim, criou a Luckie Tech, em homenagem ao seu filho Lucas, e recusou diversas propostas de investidores que propuseram alguma distorção na missão ou nos valores da startup.

Conceito autoestima integral engloba o bem-estar de toda a família

"Conheço o Joel desde os tempos de Unicamp e, quando ele me contou do projeto, entendi que de alguma forma precisava apoiá-lo. Eu tive um problema de saúde com a minha filha Luisa e, num dado momento, pedi a Deus para trocar de posição com ela. Para que me levasse e ela ficasse. O Joel me falou a mesma coisa. Infelizmente, o Lucas, filho do Joel, faleceu. Graças a Deus, a Luisa minha filha sobreviveu. Isso me conectou ainda mais com o propósito da Luckie Tech." conta Cleyton Ogura CEO da BelClinic.

A BelClinic Dermoativos é uma empresa que atua com o conceito de autoestima integral que passa pela beleza, saúde, felicidade e consciência. “O nosso maior público consumidor são mulheres, em sua maioria mães e avós. Assim, apoiar uma tecnologia que vai de encontro a família, faz todo o sentido para nós. Afinal, tudo isso está conectado com nosso lar, nossa família, a base de tudo para a construção da autoestima integral", finaliza Ogura.

“Toda pessoa em tratamento oncológico é mais vulnerável, vivendo num estado chamado neutropênico, quando sua imunidade fica muito baixa, ou seja, as defesas do organismo estão bem fragilizadas e qualquer infecção pode ser fatal. Com as crianças essa condição é ainda pior, pois ela não percebe e nem se expressa quando está com febre ou aumento da frequência cardíaca”, explica Joel de Oliveira Jr.

Caso ocorra algum evento clínico com o paciente um alerta é enviado aos médicos e hospitais responsáveis pelo tratamento. “Dessa forma, os pais e responsáveis por crianças com câncer podem tomar medidas de resgate com a rapidez necessária para evitar que o quadro piore e esta criança venha a falecer”, completa Joel.

Para que cinquenta crianças sejam monitoradas gratuitamente por um ano a Luckie Tech lançou uma campanha de financiamento coletivo com o objetivo de arrecadar R$ 186 mil. As doações podem ser feitas por pessoas físicas e jurídicas por meio do link Benfeitoria.com/cancer.

Sobre a BelClinic Dermoativos

A empresa fundada em 1991 por Mutsumi Ogura, imigrante japonesa, é conduzida por Cleyton Ogura desde 2017. Referência em tratamento de pele, com presença em 11 estados por meio de uma rede de empreendedoras.

Cleyton Ogura é palestrante e engenheiro formado pela Unicamp e pós-graduado em administração pela FGV-SP. Para mais informações sobre a BelClinic Dermoativos www.belclinicbrasil.com.br