PROJETO RESGATA O LEGADO DO HUMORISTA MUSSUM EM SÉRIE NO YOUTUBE DA CERVEJA CACILDIS

Em comemoração aos 80 anos do ídolo, projeto audiovisual “Artistas do Cacildis” celebra o legado do artista para as novas gerações

Link Primeiro Episódio: https://www.youtube.com/watch?v=ixTgx7Dc6zQ

Há 80 anos, nascia Antônio Carlos Bernardes Gomes, futuramente conhecido como Mussum, no Morro da Cachoeirinha, Rio de Janeiro. E, com todo o seu humor e irreverência, ele conseguiu transitar por espaços muito pouco ocupados por gente com a mesma cor de sua pele e ser unânime em todas as esferas. Com o intuito de dar luz ao legado desse artista genial nos dias de hoje, o cantor Mumuzinho vai liderar o projeto "Artistas do Cacildis", em que receberá grandes representantes da cultura afrobrasileira para bater um papo bem descontraído sobre as suas carreiras e a importância do humorista em suas trajetórias.

Nesta primeira temporada, o cantor Mumuzinho conversou com Sandra Sá, Roberta Rodrigues, Rafael Zulu e Jorge Aragão. O espaço escolhido para a realização desses encontros foi o Beco do Rato, um dos centros culturais mais importantes do bairro da Lapa e formador de grandes sambistas da nova geração. E o foco de todas essas entrevistas foi o papel fundamental que Mussum teve nos "passadis", "presentis" e "futuris" desses artistas - seja com histórias engraçadas, seja como representante de uma transgressão do status quo por meio do riso.

O nome de Mumuzinho como âncora também tem a ver com as possibilidades de sonho que Mussum deu para os mais novos. A musicalidade, o improviso, o humor e a versatilidade do cantor são o maior exemplo do legado do veterano. O objetivo do projeto audiovisual é reverenciar esse e outros tantos artistas negros da atualidade. A primeira entrevista foi ao ar no canal do Youtube da cerveja Cacildis, no dia 21 de novembro, com cenas reverberando nas redes sociais da cervejaria. As outras entrevistas vão ao ar todas às segundas.

Sandro Gomes, filho de Mussum e fundador da Brassaria Ampolis, comenta: “o projeto tem uma relevância histórica muito importante para manter viva a memória do meu pai e apresentá-lo para as novas gerações que não puderam vê-lo na televisão. O seu humor é atemporal e o samba que ele sempre teve na veia é uma unanimidade em nosso país. Tudo isso fazia parte da essência da personalidade do meu pai”.

A ideia do "Artistas do Cacildis" nasceu da Cervejaria Petrópolis, fabricante da cerveja Cacildis, com a Vírgula, agência criativa que promove ações e campanhas para outras marcas com foco em conectar diversidade e inclusão aos valores das empresas que contou também com a participação da BETC Havas, agência do Grupo.

SOBRE A BRASSARIA AMPOLIS - Fundada em 2013 por Sandro Gomes e Diogo Mello, a cervejaria é uma homenagem ao saudoso humorista Mussum e conta com quatro rótulos fixos: Cacildis, Biritis, Ditriguis e Forévis. Desde 2017, a marca faz parte do portfólio do Grupo Petrópolis. "Brassagem" é o nome do processo para se fazer uma cerveja. “Brassaria” é uma forma, em português, de se traduzir os termos estrangeiros "Brasserie" ou "Brewery", que se referem à brassagem. Já “Ampolis” deriva da palavra “ampola”, expressão usada por Mussum para se referir às garrafas de cerveja, trazendo a linguagem característica com “is” ao final das palavras. Saiba mais sobre essas cervejas em www.brassariaampolis.com.br e @cervejacacildis

SOBRE O BOM DE BEER - Criado em 2016 como um blog cervejeiro para entusiastas e consumidores, com conteúdo sobre harmonização, estilos e história da cerveja, o espaço cresceu e em 2019 passou a investir na venda online de marcas consagradas do Grupo Petrópolis, como Cacildis, Petra, Weltenburger, Black Princess e TNT, além de acessórios personalizados. Hoje o portal também é uma vitrine para o setor com marcas regionais, a exemplo da Lund, de Ribeirão Preto, Imperatriz, de Sorocaba, e Farm, de Indaiatuba. Com abrangência de atendimento nacional, em 2020 o Bom de Beer passou a vender seus produtos também em grandes marketplaces, como Magalu, Amazon, Carrefour e Via Varejo.

www.bomdebeer.com.br @bomdebeer

Projeto curitibano fomenta a conservação de esculturas sacras e oferece curso gratuito

A iniciativa idealizada pela conservadora-restauradora Ana Caniatti oferece curso gratuito de noções básicas de conservação preventiva e é um dos primeiros projetos a ocupar a recém-inaugurada Escola de Patrimônio

No mês de novembro, a Escola de Patrimônio & Liceu das Artes da Fundação Cultural de Curitiba recebe o curso semipresencial de “Introdução à Conservação da Imaginária Sacra”, idealizado pela conservadora-restauradora Ana Caniatti a convite da Flutua Produções. O projeto busca instigar um olhar crítico sobre a preservação da imaginária sacra através do curso acompanhado de material didático. Em contrapartida, o projeto prevê a conservação de uma imagem musealizada pertencente ao acervo do Museu de Arte Sacra de Curitiba - MASAC.

O curso gratuito é formado por cinco aulas presenciais, ministradas de 16 a 20 de novembro por Ana Caniatti, Flávia Dias, conservadora-restauradora do Museu de Arte Sacra de São Paulo, e Ruy Neto, arquiteto conservador. Além dos encontros presenciais, o curso conta com uma aula de encerramento, que será realizada no dia 07 de dezembro, através de um encontro online síncrono. Ao todo, são 12 vagas destinadas a funcionários de museus e igrejas, conservadores, restauradores, laudistas, museólogos, historiadores, arquitetos, galeristas, colecionadores, estudantes e pessoas interessadas no tema. As inscrições podem ser feitas no link https://forms.gle/B8F2thiShcuTzN4S9 entre os dias 14 e 30 de outubro.

No cronograma, estão presentes temas como: princípios de conservação, história da arte sacra, métodos de pesquisa, agentes de degradação e patologias, além de análise do estado de conservação.

Para Ana Caniatti, a preservação do patrimônio histórico está diretamente ligada à preservação da nossa memória e identidade cultural. “A importância de difundir as noções de preservação de bens culturais vai ao encontro da necessidade humana de ter contato com a sua memória e sua história. Estes bens, e neste caso tratamos das imagens sacras, precisam ser respeitados e resguardados, pois narram os modos de produzir e de existir dos nossos antepassados.”, ressalta ela.

O fundador da Flutua Produções, Gilmar Kaminski, reforça a importância de projetos como esse para a cultura. “Trabalhar com patrimônio é entender a importância da conservação e da valorização da memória, e isso se potencializa na proposição do curso, que tem como principal objetivo instrumentalizar a população para a preservação do patrimônio cultural, nesse caso, da imaginária sacra.”, comenta o produtor cultural.

Projeto realizado com recursos do programa de apoio e incentivo à cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Sobre Ana Caniatti
Ana Caniatti é formada em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes do Paraná (2007), Técnico em Conservação e Restauração pela Fundação de Arte de Ouro Preto (2009) e Especialista em História da Arte Sacra pela Faculdade Arquidiocesana de Mariana (2012). Integrou a equipe de restauro das igrejas de Nossa Senhora D´Ajuda, em Congonha (MG); Matriz de Nossa Senhora Imaculada Conceição, em Videira (SC); e Matriz de São Domingos, em Araxá (MG). Estagiou no Museu da Inconfidência de Ouro Preto e trabalhou na FAOP, no laboratório de conservação e restauro de escultura policromada. Em 2013, fundou em Curitiba o Atelier Caniatti Conservação e Restauro, onde atua realizando projetos para conservação, restauração, documentação de obras e de acervos de instituições públicas, privadas e particulares. Foi presidente da Associação dos Restauradores e Conservadores de Bens Culturais do Paraná – ARCO.IT (2018 e 2019) e promoveu diversos cursos para aperfeiçoamento dos profissionais da área, assim como projetos de incentivo à pesquisa científica. É associada ao Centro de Estudos em Imaginária Brasileira – CEIB.

Sobre Flutua Produções
Fundada em 2016 pelo produtor cultural Gilmar Kaminski, a Flutua Produções tem como proposta o diálogo com as diversas linguagens artísticas, desenvolvendo projetos nas artes cênicas, música, literatura, patrimônio histórico, artístico e cultural, artes visuais e audiovisual. Presta serviços de planejamento, organização e produção de projetos e eventos culturais, com foco na elaboração e gestão de projetos via leis de incentivo à cultura, sempre com a premissa da democratização de acesso. Dentre os atuais trabalhos desenvolvidos destacam-se a coordenação de produção da Bienal de Quadrinhos de Curitiba e o projeto Histórias e Retratos da Feira do Largo da Ordem. Mais informações em www.flutuaproducoes.com.br.

SERVIÇO
Curso de Introdução à Conservação da Imaginária Sacra
Quando: de 16 a 20 de novembro, das 14h às 18h (presencial)/ encontro final em 07 de dezembro, das 19h às 21h (online)
Onde: Escola de Patrimônio & Liceu das Artes (R. Kellers, 63 - São Francisco, Curitiba)
Inscrições gratuitas em https://forms.gle/B8F2thiShcuTzN4S9

FICHA TÉCNICA
Realização: Caniatti Conservação e Restauro e Flutua Produções
Coordenação pedagógica: Ana Eliza Caniatti Rodrigues e Flávia Andrea Siqueira Dias
Coordenação de produção: Gilmar Kaminski
Pesquisadores e ministrantes: Ana Eliza Caniatti Rodrigues, Flávia Andrea Siqueira Dias e Ruy Altamir da Cruz Neto
Pesquisa histórica - Sant’Ana Mestra: Deborah Agulham Carvalho
Intervenção de conservação - Sant’Ana Mestra: Ana Eliza Caniatti Rodrigues
Assistência de produção: Luana Camargo
Projeto gráfico e diagramação: Adriana Alegria
Revisão textual: Anna Carolina Azevedo
Assessoria de imprensa e Marketing digital: Platea Comunicação e Arte
Fotografia: Wagner Melo e Lucas Gabriel de Souza da Silva

Projeto realizado com recursos do programa de apoio e incentivo à cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Inspiração: 4 projetos que apostaram nas pedras naturais para a área externa

Partilhar bons momentos ao ar livre tem tudo a ver com a chegada da primavera, não é mesmo? Com as temperaturas mais altas, aproveitar os últimos momentos do dia ou um fim de semana de sol na área externa é um dos must have da estação.

Se você deseja investir em um décor singular e impactante para esse ambiente da casa, apostar no uso de pedras naturais é uma tendência que não sai de moda. Dentre as opções, travertinos, limestones e mármores em tons claros, para não absorver o calor. Seja qual for a escolha, uma dica é optar pelo acabamento levigado, como ressalta a diretora da NPK Mármores, Debora Merhy. “Por se tratar de uma área com piscina e grande circulação de pessoas, o acabamento levigado garante mais segurança, já que tem um efeito mais antiderrapante”, explica.

Além disso, os materiais tem alta durabilidade, resistência e fácil manutenção – quando bem impermeabilizados, é claro. Outro ponto positivo é o conforto térmico que a pedra oferece, já que não esquenta com tanta facilidade quanto outros tipos de revestimento, além das sensações que desperta pelo contato direto com o material natural – pisar em uma pedra é sempre relaxante. “Nesse sentido, pedras como travertinas e limestone também trazem mais frescor ao ambiente, porque são atérmicas”, comenta Debora.

Vale lembrar que cada bloco de pedra natural carrega consigo a força de milhares de anos de sua formação, trazendo além da beleza a energia da natureza aos projetos. Confira alguns projetos que tem como destaque a beleza das pedras naturais. Confira:

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=221795&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C013801d7b46d%2524a8dbefe0%2524fa93cfa0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C013801d7b46d%24a8dbefe0%24fa93cfa0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.2

Projeto: Priscilla Muller, com Travertino Navona da NPK | Foto: Eduardo Macarios

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=221795&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C013801d7b46d%2524a8dbefe0%2524fa93cfa0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C013801d7b46d%24a8dbefe0%24fa93cfa0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.3

Projeto: Marcos Bertoldi, com Limestone Monclair da NPK

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=221795&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C013801d7b46d%2524a8dbefe0%2524fa93cfa0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C013801d7b46d%24a8dbefe0%24fa93cfa0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.4

Projeto: Marchetti Bonetti, com Travertino Romano da NPK | Foto: Rô Reitz

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=221795&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C013801d7b46d%2524a8dbefe0%2524fa93cfa0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C013801d7b46d%24a8dbefe0%24fa93cfa0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.5

Projeto: Jayme Bernardo, com Limestone Vermont da NPK | Foto: Eduardo Macarios

Projeto Doze Belas – Edição Especial 10 anos

Com a missão de resgatar a beleza da mulher real em sua totalidade, a empreendedora Maribel Souza idealizou o Projeto Doze Belas, que valoriza a essência feminina nas diferentes etapas da vida, exaltando os traços e estilos únicos que toda mulher possui. O projeto busca por 12 belas mulheres entre 30 e 70 anos ou mais, para compor um editorial de moda, assinado por grandes nomes e publicado em uma revista. Estas mulheres serão escolhidas não somente pela beleza exterior, mas também por suas histórias de vida. Trabalhadoras, mães, donas de casa, avós ou empresárias: para o Projeto Doze Belas o que conta é a garra, a força, a coragem e a determinação destas mulheres.
E não é a primeira vez que o projeto mexe com as emoções das mulheres de Curitiba. A primeira edição foi desenvolvida no ano de 2011, seguida de mais três edições (2012, 2013 e 2014) na cidade e uma em São Paulo. Agora, depois de 5 edições de absoluto sucesso, volta com a sexta edição, especial de 10 anos. Em breve doze novas estrelas irão compor um super editorial de moda assinado pelos maiores nomes do cenário nacional da beleza, moda e consumo.
As inscrições estarão abertas a partir do dia 13/9 e se encerram 13/10. Na primeira etapa de seleção, serão 30 mulheres classificadas e somente doze vão para a final, compondo o time da Edição Especial de 10 anos do projeto. Todas as doze belas escolhidas por suas trajetórias terão pela frente uma maratona de momentos especiais, que inclui sessões fotográficas, eventos, entrevistas, ações sociais, além de muitos mimos e cuidados especiais. O cronograma do projeto inicia com a abertura das inscrições e vai até a festa final, que se realizará no final de novembro com a apresentação do editorial e do filme com as doze belas, seus familiares, convidados, patrocinadores e imprensa.
As interessadas poderão se inscrever no link que será disponibilizado na bio do instagram e facebook do Projeto Doze Belas.
Instagram: @projetodozebelas
Facebook: /projetodozebelas
Email: projetodozebelas@gmail.com Idealizadora: Maribel Souza (@maribelsouza)

Projeto que premia microempresas de Curitiba com 10 mil reais anuncia 2ª fase

Na segunda etapa, empreendedores terão apoio da Redhook School para elaborar um plano de estratégico de marketing para a fase final, que premiará os três melhores

A vhsys, empresa que oferece sistema de gestão para micro e pequenas empresas, acaba de anunciar os 10 selecionados para a segunda fase do projeto Conexão Futuro, que oferece a donos de pequenos negócios treinamentos e consultorias para elaboração de planos estratégicos e, ao final desta etapa, premiará os 3 melhores pitches com R$5.000, R$3.000 e R$2.000.

"O projeto Conexão Futuro tem como objetivo ajudar micro e pequenos empreendedores a desenvolverem e estruturarem ainda mais os seus negócios. Nessa primeira fase conhecemos empresas incríveis, de diversos setores, e sentimos a importância do programa em cada uma delas. Agora estamos entrando em uma outra etapa que vai auxiliar no plano estratégico de marketing dessas empresas e, por fim, vamos então conhecer os 3 melhores que vão receber uma premiação em dinheiro do programa", afirma Robson Salgado, coordenador de branding da vhsys.

Na primeira etapa do projeto, 20 donos de negócio foram treinados pela Youngers, consultoria de desenvolvimento de negócios, ganharam 1 ano de cortesia ao sistema de gestão vhsys e loja virtual gratuita. O processo de seleção para a segunda etapa foi resultado da participação nas aulas online, realização de desafios e entrega do documento final, avaliado por facilitadores e representantes da vhsys.

Foram selecionados os negócios BBT Makes, Esquina do Espetinho, Folie Ótica Exclusiva, Framosima, Grão Casa de Pães, História em Feltros, Lemons Vídeos, Pode Me Encher, Raphael Bernadelli Fotografia e Verônica Winter.

Na segunda fase, esses 10 empreendedores devem criar um plano estratégico de marketing, com o apoio do centro de criatividade e inovação Redhook School, e ganharão peças promocionais, além do treinamento de como utilizá-las.

Dona da História em Feltros, uma das empresas selecionadas, Waldrey Lemos conta o que a levou a participar do projeto. "Ter iniciado o meu negócio agora, ter pouca experiência e estar em busca de direcionamento me levaram até o Conexão Futuro", afirma a empreendedora. Para Bárbara Thomas Metznet, sócia proprietária da BBT Makes, a expectativa é aproveitar a segunda etapa para aprimorar o marketing da empresa e se tornar mais forte para a fase final. "Ter a oportunidade de aprender mais sobre empreendedorismo e sobre negócios, principalmente com pessoas que já estão a mais tempo no mercado, foi uma das coisas que mais me chamou a atenção", completa Bárbara.

A terceira e última fase do projeto acontece em setembro, quando os donos de negócios terão que apresentar um pitch para uma banca avaliadora usando os aprendizados adquiridos ao longo do projeto.

Sobre a vhsys
A vhsys é uma empresa de tecnologia que oferece um sistema de gestão empresarial descomplicado para micro e pequenas empresas. O sistema conta com módulos online para emissão de nota fiscal, controle financeiro, vendas e estoque, além de uma loja de aplicativos e integrações exclusivas que ampliam os recursos do empreendedor. Em 2019, a empresa se tornou uma das investidas do grupo StoneCo, e desde então alia sua ferramenta de gestão com o serviço de pagamentos da Stone. Sediada em São José dos Pinhais, Paraná, a vhsys também integra o ranking das melhores empresas para se trabalhar, segundo o Great Place to Work, e é uma das empresas mais amadas do Paraná, de acordo com a Glassdoor.

Cia. Do Abração apresenta Mostra Teatral em Matinhos

O projeto cultural TEATROCANO NOS ARES DOS PARANARES irá apresentar três espetáculos premiados e uma oficina teatral de forma online e gratuita

O projeto TEATROCANDO NOS ARES DOS PARANARES, que conta com premiados espetáculos da Cia. do Abração, fará uma difusão de Mostra de espetáculos, através do formato online, dirigidos ao público de crianças de todas as idades, em três apresentações virtuais em Matinhos, entre os dias 9 e 12 de setembro de 2021. O projeto é incentivado pela Copel por meio do PROFICE.

A Mostra Teatral é composta pelos premiados espetáculos da Cia. Do Abração: Um Mundo Debaixo do Meu Chapéu, Sonho de Uma Noite de Verão e O Mágico de Oss, além de promover, também, uma oficina teatral direcionada a professores e interessados.

A diretora da Cia do Abração Letícia Guimarães comenta que o objetivo principal é fomentar o teatro para crianças no Estado do Paraná, através da difusão de espetáculos, com o intuito de ampliar o intercâmbio das pesquisas em novas dramaturgias, além de debates com público e artistas locais, através de chat interativo e oficinas teatrais, sobre este assunto, visando à formação de plateias.

“Além disto, TEATROCANDO NOS ARES DOS PARANARES almeja enriquecer a articulação de pensamento e produção cultural, através do teatro”, disse a diretora. Neste ano, o teatro teve que se adaptar, indo até o seu público, de forma virtual. Porém, estão previstas apresentações transmitidas ao vivo, com interações do público, através de chats. Também está prevista a tradução em libras, como forma de possibilitar o acesso a pessoas com deficiência auditiva.

Heloisa Giovenardi, proponente deste projeto, quer também valorizar os 20 anos de experiência dedicados à pesquisa e produção de espetáculos dirigidos à criança da Cia. do Abração, que lança em sua arte um novo olhar sobre a criança e a compartilhando com o público e artistas paranaenses.

“Sentimos a necessidade de pilotar esta iniciativa, propondo este espaço de troca, mantendo uma pesquisa contínua sobre o assunto, criando um panorama da arte paranaense dirigida à criança e, também, atuando na formação de novas plateias, que estejam capacitadas a desenvolver discernimento e critérios avaliativos em relação à obra teatral”, finalizou a proponente do projeto.

A Mostra também estará em outras quatro cidades do Paraná. Será em Marialva, de 13 a 16 de setembro, Arapoti, de 16 a 19 de setembro, Moreira Sales, de 23 a 26 de setembro, e Palmas, de 27 a 30 de setembro.

Os espetáculos da Cia do Abração que serão apresentados são os seguintes:

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO

No Sonho de Uma Noite de Verão, adaptado pela Cia. do Abração, quatro velhinhos, contadores de estórias, a serviço do Sr. Milkshakespeare, utilizam-se de objetos para contar a estória dos encontros e desencontros de dois casais.

https://vimeo.com/366356754 - teaser
https://vimeo.com/366150812 - teaser com narração
https://drive.google.com/drive/folders/1YpBuNyF38V4SCT9UHpXW2Qq5wBEu_nKP?usp=sharing - fotos

UM MUNDO DEBAIXO DO MEU CHAPÉU

No espetáculo, três contrarregras sonhadores brincam com a imagem de Carlitos abordando temas como a generosidade e a responsabilidade social. Apresentar esse ícone para crianças de hoje é como abrir portas para um novo jeito de caminhar, um jeito meio desengonçado, ingênuo, verdadeiro e cheio de esperança, combatendo o que não nos faz bem com o que mais simples existe: sendo humano.

https://drive.google.com/file/d/0BwQhwFAeXS2kZlV5TG51aTRxOE0/view?usp=sharing&resourcekey=0-6f2UBG94DV_VpqfnbQ-e3g – fotos

O MÁGICO DE OSS

A releitura do clássico "O Mágico de Oz", para ressaltar temas como a construção da identidade e o caminho a se trilhar em busca da sabedoria e de reconhecimento das ações para a valorização de virtudes humanas. Na nossa história, a protagonista, Doroti, uma menina egoísta e dominadora, briga com seus amigos e se sente incompreendida por seus avós. Em um ataque de fúria, a menina egoísta que acredita que a vida que leva é sem graça e sem cores, se vê abduzida por um furacão que a transporta para um lugar mágico e colorido. Na jornada psicodélica de Doroti, ela encontra um espantalho sem cérebro, um homem de lata sem coração e um tigre covarde. Todos se unem para encontrar o único que poderá dar-lhes o que cada um necessita: o poderoso Mágico de OSS, o único capaz de dar um cérebro, um coração, coragem e o caminho de volta para casa. Porém, em nossa história, toda esta viagem, todos estes encontros, tudo foi apenas projeção do subconsciente de Doroti que, com a viagem, transcendeu suas fraquezas e conquistou virtudes.

(8) Teaser - O Mágico de OSS - YouTube - teaser
https://drive.google.com/drive/folders/1RvYfxMVLA0W_94UgLApIaU4Tyc72iW4V?usp=sharing - fotos

SERVIÇO

CIDADE: Matinhos (de 09 a 12/09)
ESPETÁCULOS:
Um Mundo Debaixo do Meu Chapéu, dia 10 de setembro, às 19h
Link da transmissão - https://youtu.be/J891UDURmnQ
Sonho de Uma Noite de Verão, dia 11 de setembro, às 19h
Link da transmissão - https://youtu.be/pXYZmbDXiLY
O Mágico de Oss, dia 12 de setembro, às 19h
Link da transmissão - https://youtu.be/00Gkgyo_3SQ
OFICINA: Dia 09/09, das 09h às 11h
ACESSO: GRATUITO.

OS LINKS DE ACESSO ESTARÃO DISPONÍVEIS TAMBÉM NO BLOG DO PROJETO https://teatrocandoparana.blogspot.com, A PARTIR DO DIA 01/09 E TAMBÉM DISPONIBILIZADOS, ATRAVÉS DA PREFEITURA LOCAL.

CONTATO:

CIA. DO ABRAÇÃO
3362-9595 – 3362-9438
Rua Paulo Ildefonso Assumpção, 725
abracao@ciadoabracao.com.br
www.ciadoabracao.com.br

Projeto cultural valoriza a literatura paranaense e a oralidade

Eventos online e gratuitos pretendem incentivar o convívio familiar, o folclore estadual e resgatar as brincadeiras de infância

Resgatar as brincadeiras de infância - como as cantigas de roda, adivinhas parlendas, quadrinhas populares - valorizar o folclore paranaense e brasileiro, estimular a contação de histórias e incentivar o convívio familiar com mais regularidade e qualidade.

Esses são os principais objetivos do projeto cultural gratuito “Minha Avó Me Contou – Literatura Paranaense e Tradição Oral” - que será realizado entre 16 de agosto a 15 de novembro deste ano.

A ação foi idealizada e desenvolvida pela atriz, contadora de histórias e escritora Lilyan de Souza, junto com parceiros como o ator e contador de histórias Rafael Di Lari, o intérprete e bonequeiro Lucas Mattana, os atores Fabiane de Cezaro e Lucas Buchile - todos integrantes da Inominável Companhia de Teatro – além do músico Joelson Cruz, a artista visual Manu Assini e o produtor cultural Cristiano Nagel.

“Desejamos que haja um encontro de gerações entre avós e netos, pais e filhos e que todos se divirtam com as histórias dos livros, a oralidade, a sonoridade das palavras, a troca de afetos, o diálogo, as brincadeiras clássicas e as atividades propostas”, explica Lilyan.

Variedades literárias

Inicialmente concebido para acontecer de forma presencial, as ações foram adaptadas para o universo digital - em virtude da pandemia - e serão exibidas pelo YouTube, Instagram, Facebook, Spotify e Castbox.

“Serão 40 episódios de podcasts compostos por histórias da literatura infantil e infantojuvenil de autores paranaenses como Adriana Barretta Almeida, Alice Ruiz, Álvaro Posselt, Anderson Novello, Carol Sakura, Célia Cris Silva, Glória Kirinus, Josiane Mayr Bibas, Liana Leão, Lilyan de Souza, Márcio R. Garcia, Silviane Scliar Sasson e Sueli Araújo. Também haverá lendas e contos populares do Brasil e do mundo nas versões de Flávio Moreira da Costa, Lilyan de Souza, Maria Fernanda Campos, Neil Philip e Ricardo Azevedo. Eles serão apresentados com elementos da tradição oral e executados pelo músico Joelson Cruz”, conta Rafael di Lari.

O projeto apresenta ainda quatro textos inéditos de Lilyan de Souza, que também é escritora e mediadora de leitura. Serão duas narrativas infantis – [Neli, do tamanho de um enorme coração e Filipina e Filomena, duas gatas bem pequenas] – e outras duas lendas paranaenses [A missão divina da Gralha Azul e A lenda das Cataratas do Iguaçu: Tarobá e Naipi].

Contrapartida social

Além disso, o Minha Avó Me Contou também quer gerar outros impactos positivos na sociedade. Por isso, vai oferecer gratuitamente uma Vídeo-Oficina de Bonecos dividida em 10 episódios que ensinará a confecção e a manipulação de marionetes, em diferentes técnicas e desafios.

“Avós, pais, tios, professores, educadores e pedagogos poderão fazer, testar e se divertir com esses títeres”, fala o artista, ator e bonequeiro Lucas Mattana, que vai ministrar a atividade.

Paralelamente, haverá dois Saraus de Histórias da cultura paranaense apresentados pelos contadores de histórias Fabiane de Cezaro e Lucas Buchile, também acompanhados do músico Joelson Cruz.

Arquivo de sensações

Segundo Lilyan de Souza, o projeto será um verdadeiro “arquivo de sensações” e lembranças carinhosas. Em março de 2019, a atriz se despediu de sua avó paterna, mas as boas recordações permaneceram.

“A imagem dela sentada ao lado do fogão à lenha, contando causos e histórias variadas, fazendo advinhas, narrando rimas em parlendas e quadrinhas, cantarolando cantigas de roda, distribuindo doces e bolachas feitas em casa, construindo laços e afetos despertam memórias que aquecem o coração. Esse projeto é uma forma de homenageá-la e eternizá-la”, explica.

Ao mesmo tempo, a sócia-fundadora da Inominável Companhia de Teatro recomenda que as famílias não esqueçam as tradições orais, suas histórias e narrativas literárias. “Envolver crianças, jovens, adultos e idosos numa nuvem de palavras e melodias é o caminho para manter uma sociedade interessada na continuidade de suas manifestações culturais. Uma população que valoriza suas raízes e identidade se torna mais feliz e consciente”, complementa.

O projeto foi aprovado pelo edital do Fundo Municipal de Cultura 034/2020 – Apoio a Festivais, Mostras e Manifestações Culturais Tradicionais – e será realizado com recursos do Programa de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Serviço

O que: Projeto cultural “Minha Avó Me Contou – Literatura Paranaense e Tradição Oral”

Quando: De 16 de agosto a 15 de novembro deste ano

Como assistir: Pelos meios digitais [YouTube, Instagram, Facebook, Spotify e Castbox] da atriz Lilyan de Souza

Quanto: Gratuito

Sugestão de legenda

Foto 1: Os atores Rafael Di Lari e Lilyan de Souza enquanto gravam os podcasts com literatura de autores paranaenses| Crédito da foto: Cristiano Nagel

Arte 2: Arte do projeto destaca as atrações como podcasts, saraus de histórias e oficinas de bonecos| Crédito da arte: Manu Assini

Uma Cartografia Mítica da Escarpa Devoniana

Segue aberta para visitação até 18 de julho, no Museu da Fotografia do Solar do Barão, a exposição “Cartografia Mítica da Escarpa Devoniana”, com mapas, objetos, fotografias e vídeos que compõem uma proposta “work in progress”, iniciada em 2020 pela artista visual Maria Baptista.

Os trabalhos foram produzidos durante a passagem dela por cidades como Balsa Nova, Palmeira, Ponta Grossa e Tibagi, que integram a Área de Proteção Ambiental da Escarpa Devoniana, região de rica biodiversidade marcada pelo encontro dos biomas da Mata Atlântica com o Cerrado. Também fazem parte da exposição trabalhos anteriores, de 2018 e 2019, produzidos durante imersões nesse mesmo contexto geográfico.

Cada passo da pesquisa pode ser conhecido no website www.cartografiamitica.wordpress.com.

Interessados podem agendar uma visita guiada com Maria Baptista, pelo instagram (@gutabap). O Solar do Barão está aberto de terça a domingo das 12 às 18h, com todos os protocolos de segurança. Também é possível agendar visita guiada diretamente com a artista,

O Projeto é realizado com apoio do Fundo Municipal de Cultura – Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba

Serviço:
Local: Museu da Fotografia Cidade de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533 - Solar do Barão).
Horário de visitação. Até 18 de julho, de terça a domingo, das 12h às 18h. Respeitando o protocolo de saúde com uso obrigatório de máscara, álcool gel e distanciamento. Com no máximo 4 pessoas em sala.
Informações: 3321-3240
Agendamento de visitas guiadas pelo instagram: @gutabap

INTERVENÇÃO CULTURAL EM CURITIBA PROMOVE A UNIÃO DA ARTE DO SKATE COM O GRAFITE

“O 8º festival de Graffiti Street of Styles - vai reunir na capital paranaense, nos dias 17 e 18 de julho, artistas de diversas partes do país, em um movimento de expressão e revolução da arte visual na Curitiba Skate Park” street_of_styles

MDF traz leveza e elegância para ambientes de escritório

Projeto de 69m² utilizou Carvalho Lino e Cambiasi, da Sudati, que possibilitam variadas combinações

Na hora de montar um escritório, a escolha do local é um dos pontos mais importantes. Não apenas por onde estará situado, mas também pela estrutura do espaço. E é possível transformar o ambiente, mesmo que alugado, em um lugar elegante, mostrando aos clientes que se pode unir a beleza dos materiais e formas com o conforto dos ambientes, trazendo bem-estar para o dia a dia.

Nesse processo, o MDF é um grande aliado, já que é possível investir em móveis modulares que, caso necessário, possam ser reformulados em uma nova proposta. Com 69 m², o escritório compartilhado de design de interiores e arquitetura, da designer Geziele Rocheli Schneider, mostra exatamente isso.
Mesa com cadeiras Descrição gerada automaticamente

Foto/ Josef Ponciano

Para proporcionar leveza e elegância, a profissional optou pelo MDF Carvalho Lino, da Sudati, que possibilita variadas combinações. Com um toque suave de linheiro, ele foi usado para dar destaque à recepção, sala de reuniões e em todo o buffet do escritório.

Mesa com computador Descrição gerada automaticamente
Foto/ Josef Ponciano
O projeto de design de interiores envolveu luminotécnico, mobiliário sob medida, revestimentos e ambientação, trazendo tendências atuais e a tranquilidade dos tons leves. Além do MDF Carvalho Lino, também foi utilizado no projeto o padrão Cambiasi, ambos da Sudati, em toda a extensão das áreas de amostras, área de trabalho e nas prateleiras encaixadas na serralheira e na copa.

Porta de madeira marrom Descrição gerada automaticamente com confiança baixa
Foto/ Josef Ponciano

Escritório de arquitetura curitibano assina projeto do primeiro HUB gastronômico do Brasil

Sacas, primeiro HUB gastronômico do país, fica em Curitiba; brasilidade foi o tema central do projeto arquitetônico

É de Curitiba o primeiro projeto no Brasil de um HUB gastronômico. O escritório de arquitetura Givago Ferentz é o responsável e assina o projeto do Sacas, o primeiro HUB de gastronomia do país, com foco em network, workshops, cursos, palestras, conexões, consultoria e serviços no segmento gastronômico, visando promover e incentivar o empreendedorismo.
Segundo Givago Ferentz, diretor geral do escritório que leva seu nome, a ideia do projeto do Sacas proporcionou um mix de referências que buscam destacar a brasilidade em todos os elementos que compõe as decorações dos espaços. “Buscamos pegar elementos locais e brasileiros, já que o tema Brasil está em alta. No quesito brasilidade, o Sacas reuniu várias tendências de valorização das culturas e fornecedores locais, para ser uma rede de apoio e incentivo a essas conexões”, afirma.
Um exemplo disso são os vinhos que compõem a adega do Sacas: oriundos da pequena cidade de Ametista do Sul, no Rio Grande do Sul, o vinho Ametista é armazenado em grutas de onde são extraídas pedras que dão origem ao nome da cidade e, consequentemente, do vinho.
Outro destaque da brasilidade do Sacas são os cestos vindos diretamente de uma tribo indígena, que estão presentes tanto na adega quanto no espaço para network, ao lado da ampla cozinha, como decoração da rústica parede ambientada do local.
A cozinha é um show de referências, com a mistura dos vinhos, dos cafés com origem da famosa produção mineira de cafés, do gim paranaense Hambre que desponta mundialmente em termos de paladar e sucesso. Um mix, como é o mix do Sacas, e como deve ser toda saca: diversos grãos que, quando juntos, fazem a diferença, saca essa que carrega boa parte da riqueza do Brasil.
Segundo o coordenador do Sacas, Carlos Eduardo Cabral, o Sacas tem a intensão de ser um projeto nacional. “Nós somos um espaço completo para business, networking e inovação, visando conectar e potencializar o setor de gastronomia, primeiramente, em Curitiba, mas, em curto tempo, com projeção nacional, também”, revela.

Serviço:
Sacas HUB e Givago Ferentz Arquitetos
Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 1286 – Batel – Curitiba/PR
Instagram:
@sacashub
@givagoferentzarquitetos
Fotos: Mauro Campos.

Projeto de 40m² destaca artes do cliente

Projeto arrojado da Vigore Arquitetos traz mescla de texturas para sala de 40m², que integra living, espaço gourmet e sala de jantar com personalidade
A ideia inicial era transformar uma sala pequena e vazia num espaço funcional que envolvesse sala de jantar, mini espaço gourmet com bancada e, também, sala de estar. Na hora de pensar nos projetos, é claro que além dos arquitetos, o proprietário ou proprietária do imóvel opinará e deixará claro o que deseja. Nesse caso, o dono do apartamento tinha dois pré-requisitos: incorporar na decoração a réplica do quadro O Grito, além de uma camiseta do time Santos, autografada pelo jogador Pelé.

Sala com mesa e cadeiras Descrição gerada automaticamente
Foto/Rodrigo Vieira

O proprietário é um homem, na faixa dos 35 anos, e que sempre gostou muito de rock. Além de ser proprietário de um laboratório de vacinas, ele também é músico. No projeto, a Vigore Arquitetos optou por manter alguns elementos originais do espaço como o piso, forro de gesso e as mesas e cadeiras da sala de jantar. Este último item foi usado como inspiração para o projeto, que além de contemporâneo, traz alguns elementos industriais, como estrutura metálica utilizada no aparador do painel da TV, e o revestimento da parede, que simula tijolos.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=207540&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C000c01d766b2%2524154d7a90%25243fe86fb0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C000c01d766b2%24154d7a90%243fe86fb0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.4
Foto/Rodrigo Vieira
O elemento surpresa deste projeto é a churrasqueira: de outros cômodos não é possível visualizá-la. Ela está incorporada no espaço, mas quando a porta está fechada, a churrasqueira fica camuflada. O mini canto gourmet oferece não só a churrasqueira, como a pia, porta copos e uma adega. A porta de correr que separa a churrasqueira do restante da casa é composta por filetes de MDF, trazendo mais leveza e beleza para o espaço.
O projeto todo integra a área de convívio com a sala de estar, onde está a churrasqueira.
downloadAttachment&Message%5Buid%5D=207540&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C000c01d766b2%2524154d7a90%25243fe86fb0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C000c01d766b2%24154d7a90%243fe86fb0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.5
Foto/Rodrigo Vieira

A iluminação do local é um dos pontos fortes do projeto. Como havia apenas dois pontos originais de luz no prédio, a Vigore optou por fazer a iluminação via cabo deslocado, para não precisar rasgar o gesso. Dessa forma, foi possível levar a iluminação para locais estratégicos como na mesa do jantar e bancada da churrasqueira. Na sala, não foi trabalhado iluminação central direta no teto, mas foi inserido spots decorativos no painel da parede da TV, além de arandelas nas paredes.
downloadAttachment&Message%5Buid%5D=207540&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C000c01d766b2%2524154d7a90%25243fe86fb0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C000c01d766b2%24154d7a90%243fe86fb0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.6
Foto/Rodrigo Vieira

Projetos educacionais do Paraná recebem investimentos

Mais de R$ 100 mil foram doados pelo Sistema de Transmissão Gralha Azul a projetos de educação ambiental, música e escolares

Curitiba, junho de 2021 - O estímulo à educação está entre os objetivos de desenvolvimento sustentável do Sistema de Transmissão Gralha Azul (STGA), da ENGIE Brasil Energia. Com esta finalidade, em 2021, o STGA já realizou a doação de mais de R$ 100 mil voltados a projetos educacionais.
Para o Diretor de Implantação do STGA, Paulo Muller, essas ações sociais refletem o propósito do projeto que, além de ajudar as comunidades que intercepta, também busca transformar as pessoas em multiplicadores de conhecimento. "A educação é uma das ferramentas fundamentais para a disseminação do conhecimento. Investimos em projetos que possuam o objetivo de transformar o mundo e que estimulem a educação em diversos setores. São, principalmente, ações que contribuem com a educação de crianças e adolescentes, potenciais multiplicadores de aprendizados para um mundo mais consciente", defende.
Entre as iniciativas, o Sistema de Transmissão Gralha Azul possibilitou a compra de equipamentos musicais para crianças carentes da Associação Menonita de Assistência Social (AMAS) do município de Palmeira (PR). A organização, que atua no município há mais de 50 anos, atende diariamente 280 crianças e adolescentes com idade entre 6 e 16 anos que vivem em situação de risco e vulnerabilidade social. A doação de R$ 50 mil do STGA à instituição fará parte do trabalho de formação da Orquestra Tom Jobim, que tem como principal objetivo o ensino da música para crianças e adolescentes por meio de instrumentos como violino, violoncelo, trompete, trompa, saxofone e trombone.
Para o coordenador da AMAS, Aroldo Heimbecker, a formação de uma Orquestra Filarmônica foi, durante muitos anos, apenas um sonho bem distante, mas com a doação do STGA será dado um novo impulso ao projeto. “Possibilitará a aquisição de novos instrumentos, equipamentos e também a contratação de mais professores. Melhor que isso, 40 novos alunos serão beneficiados, sendo inseridos de imediato nesse fantástico mundo da música”, relata. Para ele, está é uma oportunidade para que as crianças e adolescentes participem de um projeto transformador. “Queremos registrar nossa imensa alegria e gratidão por nos ajudar a tornar o mundo melhor e mais justo para todas as pessoas”.
Além da parceria com AMAS, o Sistema de Transmissão Gralha Azul, também investiu este ano em outro projeto voltado a meninos e meninas que se encontram em situações de vulnerabilidade social realizado pela organização não-governamental Exploradores Feras do Sul, do município de Arapongas (PR). A instituição, que oferece gratuitamente atividades como aulas de musicalização e esportes, tem como um dos seus principais objetivos a educação ambiental. Entre as atividades da ONG está a realização de um acampamento socioambiental para as crianças e adolescentes vivenciarem, através de atividades coordenadas, a reconexão com a natureza. O ST Gralha Azul realizou a compra de diversos equipamentos necessários para o acampamento, como cordas, capacetes, cintos de segurança, totalizando cerca de R$ 22 mil. De acordo com o fundador da instituição, Ronivaldo Nascimento, neste evento serão ministradas propostas recreativas, mas com foco em educação ambiental, conhecimento da natureza e biodiversidade local. "Esse apoio do Gralha Azul demonstra todo um cuidado e vontade de fazer a diferença, que nos motiva cada vez mais ir além ", relata Nascimento.
Em Ponta Grossa, o Sistema de Transmissão Gralha Azul também realizou um investimento social no Projeto Antares, da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), através da compra de materiais de expediente, notebooks e kit escolares, no valor de R$ 32 mil. Na instituição, diversos alunos de 14 a 17 anos, de escolas públicas e privadas, são atendidos no contraturno escolar. As aulas possuem foco nas disciplinas de Português, Exatas (Física, Química e Matemática), conhecimento básico de Lógica de Programação, Noções de Contabilidade, Noções de Administração, Noções de Direito, Empreendedorismo, Educação Financeira, Cooperativismo Jovem, Política e Cidadania.

Outras ações educacionais
Dentro do estímulo à educação, o STGA realiza, além dos investimentos sociais voluntários, o Programa de Sensibilização Ambiental (PSS) que consiste em uma série de ações educativas abordando temas importantes que estão presentes no cotidiano das comunidades. São realizadas atividades de conversas, vídeo aulas, conteúdo online e materiais informativos sobre o licenciamento ambiental, energia elétrica, resíduos sólidos, água, sustentabilidade e políticas públicas. A iniciativa é voltada para escolas, comunidades e instituições nos municípios interceptados pelo Sistema de Transmissão Gralha Azul. Além disso, dentro do PSS, já foram realizados cursos de Agricultura Orgânica, doação de livros e estímulo à cultura, voltado a atender as Comunidades Quilombolas São Roque e Rio do Meio em Ivaí, Paiol em Guarapuava e Sutil e Santa Cruz, em Ponta Grossa.

STUDIO 58 ASSINA PROJETO DE JOALHERIA BRASILEIRA NO FLÓRIDA MALL, EM ORLANDO

Orlando, 2021 - Para expandir as lojas da Unique Jewerly Store, a marca escolheu o Florida Mall - em Orlando, nos Estados Unidos - um dos maiores e mais movimentados shoppings da área central. Com design e arquitetura do Studio 58, das arquitetas Barbara Kleppe e Simone Andrade, a loja ganhou um projeto conceito, que deve ser expandido para outras filiais.

O maior desafio, segundo as arquitetas, foi concluir a obra em apenas 40 dias. Para isso, foram feitas adaptações necessárias no layout e marcenaria sob medida, desenhadas exclusivamente para as necessidades da loja. A marcenaria foi feita com puxadores em cava, esculpidos na própria marcenaria para que o design ficasse mais limpo. Em cima do móvel central, há um tampo de vidro temperado que serve de armazenamento e expositor. Além disso, a escolha dos espelhos ovais remete às curvas femininas e possibilitam diversos espaços de experimentação.

8=QTOxUTMjpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDNzYTO2AjNwQjM6cWZwpmL39GbyYTM2ATM0QjM0YkMlQjM0YkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopjM 0=kzN1MWZkpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDNzYTO2AjNwQjM6cWZwpmL39Gb0IjN3MzMxEjNyYkMlEjNyYkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopzM

Abusando do tom de rosa usado como principal cor na identidade visual, uma fachada com ripas de madeira demarcou a entrada da Unique e as portas em preto chamam a atenção para a entrada ser mais convidativa.

9=EmMkN2M5ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDNzYTO2AjNwQjM6cWZwpmL39Gb0MDOwQjNwkTOxYkMlkTOxYkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopjM

Por ser uma marca feminina, a escolha da Flor de Cerejeira para ambientação foi um ponto de referência e de delicadeza associada às joias. Um espaço ‘instagramável’ também foi criado por uma artista convidada, Etsy, que montou uma árvore feita de argila servindo como cenário na vitrine da loja.

4=ATNzM2M2ojci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDNzYTO2AjNwQjM6cWZwpmL39GbxkDMxMDM4QzNyYkMlQzNyYkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopTM 9lJmMzI2N6InYu02bj5SYyJXZ0BUasxWZjVHbh1WYzNXZuFmd6QzM2kjNwYDM0IjOnVGcq5ydvx2MzkDM4ITN2YkMlITN2YkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopjM

Para criar um efeito de chuva de pétalas na loja, um arranjo de teto com flores que parecem cair sobre o espaço, e as luminárias pendentes com design de ramos foram escolhidas para complementar a ideia.

0=ImMxImNkpjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDNzYTO2AjNwQjM6cWZwpmL39GbzgDMzQTN5EjMzYkMlEjMzYkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopzM

O projeto da loja conceito também recebeu a criação de uma pequena área de café e champagne, servindo como apoio para uma agenda de encontros.

2=EDOyEmNipjci5SbvNmLhJnclRHQpxGblNWdsFWbhN3cl5WY2pDNzYTO2AjNwQjM6cWZwpmL39GbwIjM0YzNxkTOyYkMlkTOyYkMlMjM2kjRyUiM1ETMf1SNx0yXt92YuIHct1SaGJTJGJTJBNTJwRHdopjM

Ficha Técnica

Projeto: Unique Jewerly Store

Arquitetura: Studio58

Localização: Florida Mall, Orlando - FL

Área: 110 m²

Ano: 2021

Fotografia: Luiz Covo

http://www.meetstudio58.com / @meetstudio58

Fornecedores

Elétrica - Décio Pereira

Marcenaria: Frinhani Custom Work

Iluminação: Lightology

Arte: Etsy

Móveis: West Elm

Expositores: 2Display

Festival Plá Visita recomeça nesta sexta (16)

Artista de rua mais célebre de Curitiba, o compositor Plá se apresenta com colegas em festival online e gratuito de música

Após adiamento por força dos decretos que impuseram restrições a eventos em Curitiba, a primeira edição do Festival Plá Visita recomeça nesta sexta-feira (16), às 16h.

O show de reabertura é do próprio homenageado, o músico Plá, um dos personagens mais importantes da cultura popular de Curitiba.

Durante o festival de música e arte, Plá visitará os artistas que participam do evento e apresentará lives inéditas, produzidas com exclusividade para o público do festival por convidados mais que especiais.

Poeta, músico, filósofo, artista visual, Plá é também cidadão honorário de Curitiba e muito famoso na cidade por apresentar suas canções na Boca Maldita, na Rua XV de Novembro, desde 1984.

Os shows do Festival Plá Visita rolam aos sábados e aos domingos, sempre às 11 e às 16 horas, de abril a maio, a partir do dia 16 de abril até o dia 9 de maio.

Na escalação do festival estão grandes artistas da cena da música popular dos pinheirais como Fabio Elias, Wes Ventura, Deisy Parno, Davi Henn, Diego Raimundo, O Tiziu, Beer, Barões de Curitiba, Marina Prado e Fabio Salgueiro, Marx Cruz, Michele Mabelle, além de duas figuras carimbadas da arte da Rua XV: o palhaço Chameguinho e o Homem Aranha que farão participação especial no show de encerramento, no dia 9 de abril.

A mostra de arte de rua foi idealizada pelo produtor cultural Pedro Hey e pelo anfitrião Plá e conta com o apoio da Lei Aldir Blanc e da Fundação Cultural de Curitiba (FCC).

Programação na Fanpage oficial do Festival: https://www.facebook.com/plafestival
Serviço:
Classificação: Livre
Evento gratuito.

“PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA E DO MINISTÉRIO DO TURISMO”.

Projeto cultural incentiva a ‘escuta de textos’

Peças de teatro foram gravadas em formato radiofônico e estão disponíveis para serem ‘visualizadas com os ouvidos’

O projeto “Leituras com a Inominável: dramaturgia em discussão” – que gravou leituras de oito peças de teatro e as adaptou ao formato radiofônico – está em nova fase. As primeiras produções já estão disponíveis gratuitamente ao público nos canais do YouTube, Instagram e Facebook da Inominável Companhia de Teatro.

As demais peças radiofônicas continuam com estreias toda sexta e sábado, até final de março, nas mesmas redes sociais. Além de incentivar o trabalho de artistas locais ou radicados na capital paranaense, valorizar e divulgar a dramaturgia contemporânea, a ideia é transportar o ouvinte para cenários tão distintos quanto aqueles narrados durante as gravações.

“Queremos estimular nas pessoas a escuta de textos, a imaginação, a curiosidade e a fantasia para que o público arquitete mentalmente e ‘visualize’ as histórias narradas”, explica a atriz, diretora de produção e sócia-fundadora da trupe teatral, Lilyan de Souza.

Ver com os ouvidos
Essas peças radiofônicas são chamadas de áudio-dramas e equivalem a um tipo de radionovela, mas sem as continuidades de capítulos que são comuns a esse gênero.

Contrariando a overdose visual dos tempos atuais, o projeto deixa as telas de lado e incita nas pessoas a audição, o ouvir atentamente, a percepção do que não é visto e sim imaginado.

Os atores que fizeram as leituras dramatizadas para o rádio foram Lilyan de Souza, Letícia Guazzelli, Lucas Mattana, Fabiane de Cezaro, Lucas Buchile e Rafael di Lari - membros da Inominável Companhia de Teatro.

Como forma de contrapartida social, eles e dois autores convidados por vez vão debater as obras em quatro lives descontraídas - nos dias 07, 14, 21 e 28 de abril – que poderão ser acompanhadas ao vivo pelo YouTube da Companhia.

Entre os dramaturgos confirmados estão Alexandre França, Ali Freyer, Daniela Passarinho, Iamni Reche, Juliana Partika, Léo Moita, Leonarda Glück e Sueli Araújo – todos autores curitibanos ou radicados em Curitiba.

O projeto – que surgiu pela vontade de compartilhar processos, pesquisas e reflexões da Inominável – foi aprovado pelo edital Aldir Blanc de Curitiba – Fomento e está sendo realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba e do Ministério do Turismo.

Serviço
O que: Peças de teatro que foram gravadas em formato radiofônico estão disponíveis para serem ‘visualizadas com os ouvidos’
Como assistir: Pelo canal do YouTube da Inominável Companhia de Teatro
Quanto: Gratuito

Sugestão de legenda
Foto 1: O ator Lucas Mattana durante as gravações dos áudio-dramas
Crédito da foto: Lilyan de Souza

Arte 2: As peças radiofônicas continuam com estreias toda sexta e sábado, até final de março, nas redes sociais da Inominável Companhia de Teatro
Crédito da arte: Lucas Buchile