Biro-biro, Dodô, Túlio Maravilha, Edilson Capetinha e mais: conheça os jogadores já confirmados do Jogo Por Um TETO

O evento será realizado em novembro e tem como objetivo arrecadar pelo menos R$1 milhão que serão destinados à construção de moradias em comunidades precárias

Biro-biro, Dodô, Túlio Maravilha, Edilson Capetinha, Flávio Conceição, Júnior Baiano e Renaldo: estes são apenas alguns dos nomes que estarão participando do Jogo Por Um TETO, evento esportivo que será realizado no dia 19 de novembro pelo grupo Diretivo RH da Lapidus Network em parceria com a TETO Brasil. Os jogadores do Selecionado Brasileiro de Masters junto ao Selecionado Paranaense se unem no Estádio Couto Pereira por uma boa causa: arrecadar fundos para construção de moradias emergenciais em comunidades precárias de Curitiba e Região Metropolitana.

“O propósito de nos reunir para disputar essa partida é ajudar essas famílias a terem uma moradia digna e mais qualidade de vida. Será um dia de festa e de solidariedade para ajudar quem mais precisa”, destaca Túlio Maravilha, campeão brasileiro em 1995 e 6 vezes artilheiro do Brasil.

Cerca de 40 jogadores do Selecionado Brasileiro de Masters e do Selecionado Paranaense participarão do evento. Além dos já citados, também estarão presentes Robson, César Prates, Gustavo Nery, entre outros craques que já vestiram a amarelinha Toninho Carlos e Antônio Lucas. A expectativa é de arrecadar no mínimo R$ 1 milhão, valor destinado à construção de moradias emergenciais em comunidades atendidas pela TETO Brasil na Região Metropolitana de Curitiba.

A iniciativa do Jogo Por Um TETO é de 20 grandes empresas do Estado do Paraná que fazem parte do Diretivo RH, da Lapidus Network, e que se reúnem mensalmente há 15 anos. “Uma das ações desse grupo é trazer projetos de alto impacto social convidando lideranças de suas empresas para fazer acontecer. Já fizemos em 2019, quando realizamos a maior corrida da história de Curitiba em prol do Erastinho. A situação de pobreza no país é assustadora, só no Paraná são mais de 250 mil famílias vivendo em situação de vulnerabilidade social. Importante destacar que quanto mais ingressos vendidos, mais casas serão construídas”, destaca a diretora da Lapidus Network, Regina Arns.

Apoiadores do projeto

Segundo Paola Jagher, coordenadora de Atração de Talentos e Mobilidade da Volvo, uma das empresas parceiras do evento, a empresa decidiu aderir ao jogo pelo impacto social que será gerado. “Grandes empresas têm a responsabilidade de fazer a diferença e ser exemplo para outras empresas. Podemos liderar e inspirar uma sociedade inteira com a nossa participação. Responsabilidade social está no nosso DNA”, garante.

Em outubro, a Volvo realizará uma campanha interna para promover a venda de ingressos por meio da Associação Viking de funcionários Volvo. “Faremos um time Volvo e a venda dos ingressos virá com uma camiseta em que estará escrito time Volvo. Além disso, o objetivo é engajar os nossos colaboradores e as famílias nesta causa”, afirma.

Outra importante empresa envolvida no Jogo Por Um TETO é o GRPCOM. Segundo a gerente de Pessoas e Cultura, Pâmela Cristine Marin, o evento tem a premissa de transformar a vida das pessoas e está totalmente conectado com o que a empresa acredita. “Nossa missão é estimular em cada um o desejo de ser melhor e de contribuir para o bem da sociedade. Assim, este projeto tem um potencial enorme para isso”, afirma.

O GRPCOM é parceiro e patrocinador do Jogo Por Um TETO e está auxiliando na comunicação e visibilidade do evento. “As expectativas são de que um projeto dessa envergadura e com essa capacidade de mobilização possa ser um grande exemplo para outras ações ainda mais mobilizadoras e transformadoras para nossa sociedade”, acrescenta.

Os ingressos para o Jogo Por Um TETO já estão à venda no site www.jogoporumteto.com.br e custam R$120 e R$80, dependendo dos setores do estádio. O valor integral das entradas será doado para a TETO, sem a cobrança de taxas adicionais.

Jogo Por Um TETO

Realizado no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, no dia 19 de novembro, o Jogo Por Um TETO é um evento filantrópico que irá arrecadar fundos para a TETO Brasil. Será um dia repleto de atrações, com brincadeiras, ativações de patrocinadores e uma partida disputada por ex-jogadores, artistas e influenciadores. Este será o maior evento de arrecadação de fundos da história da TETO. Entre os parceiros do projeto estão a Lapidus Network, Electrolux, CNH Industrial, GRPCOM, Volvo, Mondelēz, Mobilize Financial Services, Grupo Boticário, Trane Technologies, Sodexo e Ouro Verde.

Doações à TETO Brasil

Qualquer pessoa pode contribuir com essa causa tão importante. Pessoas físicas têm a possibilidade de realizarem doações recorrentes ou pontuais, fazendo parte do Programa de sócios Amigos da TETO. Para empresas, existem alguns tipos de parcerias: desde doações mensais, tornando-se uma "Empresa Amiga da TETO" até atividades de Voluntariado Corporativo. Mais informações podem ser acessadas no site da OSCIP (teto.org.br).

SERVIÇO

Jogo Por Um TETO.

Data: Dia 19 de novembro.

Abertura dos portões: 12 horas.

Início do Jogo: 17 horas.

Ingressos: R$120 e R$80 no www.jogoporumteto.com.br

Projeto “Mãos de Fada” transforma a vida de meninas em situação de vulnerabilidade social

Com o propósito de democratizar o universo da estética e elevar a autoestima das mulheres, a Livia First – Clinique, criou o projeto social “Mãos de Fada”, em que adolescentes em situação de vulnerabilidade social podem dar os primeiros passos em uma área promissora, com o curso de design de sobrancelhas.

O empoderamento feminino e a promoção da autoestima são parte da missão da empresária Livia First, que há mais de 10 anos atua no mercado de estética facial, e agora disponibiliza a sua expertise para o desenvolvimento social e profissional de adolescentes carentes.

“Entrei em contato com o Lar Batista Esperança e apresentei a minha proposta. Eles adoraram a ideia. Fui com minha equipe até uma das casas para ensinar as meninas a fazer design de sobrancelhas de forma profissional. Na etapa prática, nós fizemos o design das sobrancelhas delas também. Elas gostaram muito, foi um dia bem diferente.”, comenta a empresária Livia First.

Educação que transforma

Atuando de forma voluntária, a empresária defende a educação como ferramenta de transformação social, para mudar a vida de uma pessoa, de uma comunidade e até mesmo de um país. “Este é um projeto social para deixar um “legado” da minha empresa no mundo. Muitas clientes dizem que tenho mãos de fada pela delicadeza nos serviços que oferecemos na clínica, é daí que vem o nome. Vi nesse projeto uma “mágica” maior do que fazer sobrancelhas bem-feitas, mas sim transformar vidas e plantar uma sementinha do bem. Através desse projeto, as adolescentes irão se sentir mais seguras de si e conquistar mais autonomia diante dos desafios da vida, iniciando em uma área promissora, sendo uma alternativa de fonte de renda.”, finaliza a empresária.

Serviço:

Projeto Mãos de Fada

Livia First - Clinique

Curitiba: Rua Padre Anchieta, 2050, Sala 812 - Edifício Helbor Offices

Campo Largo: Rua Domingos Cordeiro, 400

Horários de atendimento:

De segunda a sexta das 13h às 18h.

Sábado, das 9h às 13h.

contato@liviafirst.com.br

Fone/WhatsApp: (41) 99938-8495

https://www.liviafirst.com.br/

Siga nas redes sociais:

https://www.instagram.com/liviafirst/

https://www.facebook.com/liviafirst.clinique

GRUPO PETRÓPOLIS E SENAI LANÇAM PROJETO PARA AUMENTAR O APROVEITAMENTO DE VIDRO

Parceria busca encontrar alternativas tecnológicas, logísticas e econômicas envolvendo as embalagens de vidro em toda a cadeia, da indústria aos consumidores finais

O Grupo Petrópolis e a Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), lançam nesta segunda-feira (26/09), em Boituva (SP), o projeto nacional Missão Estratégica - “Circularidade das Embalagens de Vidro: Alternativas Tecnológicas, Logísticas e Econômicas”, que tem o objetivo de melhorar e aumentar o aproveitamento de vidro em toda a cadeia, desde a indústria até o consumidor. No projeto serão investidos R$ 5 milhões, sendo R$ 4 milhões aportados pela indústria e R$ 1 milhão pelo SENAI.

A chamada está vinculada à Plataforma Inovação para a Indústria, da CNI. O prazo para formação de alianças e submissão de propostas é até 20 de novembro, pela plataforma.

A iniciativa conta com outros apoiadores como a CERVBrasil, Instituto Rever, ABIVIDRO, Hub de Sustentabilidade e Inovação da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Grupo Boticário e VidroPorto, que se juntam em busca de soluções para uma série de desafios que o setor cervejeiro tem no que se refere às embalagens dos produtos. O projeto pretende aumentar a retornabilidade e a reciclagem dos materiais, que podem ser usados infinitas vezes, mas cuja efetividade esbarra em obstáculos como a extensão territorial do país, que dificulta a coleta e o transporte dos materiais na logística reversa.

Entre os desafios que o projeto pretende superar estão a busca de alternativas para aumentar a circularidade na cadeia do vidro de embalagens (tecnológicas, logísticas e sustentáveis) onde não existe a facilidade ou viabilidade econômica para o escoamento ou sua reutilização; soluções descentralizadas ou móveis para processamento do vidro; eficiência energética em fornos e soluções compactas; processos para diminuição da geração de gás carbônico (CO2) na cadeia circular do vidro; além de outras alternativas para uso do vidro como matéria-prima.

O projeto recém-lançado está em linha com a política do ASG&I (ambiental, social, governança e inovação) do Grupo Petrópolis, que reúne responsabilidade com o meio ambiente e neste sentido firma compromisso ambiental que envolve todo o ciclo de relacionamento de negócios, produção e desenvolvimento social.

“Atuamos para a concretização de parcerias como essa com o SENAI/CNI, pois acreditamos que assim contribuímos para impulsionar iniciativas da Economia Circular e de reciclagem de embalagens não apenas no Grupo Petrópolis, mas também nas demais organizações do país”, afirma o gerente de Sustentabilidade e Melhoria Contínua, Alaercio Nicoletti Junior.

A missão propõe, ainda, encontrar soluções para ampliar o retorno das embalagens de vidro; construir soluções para aumento do consumo e venda de produtos em embalagens retornáveis, e ainda, levantar alternativas para aumentar a coleta seletiva do vidro em todo o território e proporcionar o retorno de maior volume de cacos para as indústrias reutilizarem. A intenção é que as soluções envolvam também os consumidores, bares, restaurantes e autosserviço, cooperativas de reciclagem, e municípios e consórcios, startups, mobilizando assim, toda a cadeia envolvida na produção e no consumo de produtos de embalagens de vidro.

“Precisamos estreitar mais esses laços entre empresas e SENAI e criar mecanismos que levem o Brasil ao protagonismo das soluções inovadoras que são criadas e podem ser utilizadas por outros países”, ressalta o diretor de Inovação e Tecnologia do SENAI, Jefferson de Oliveira Gomes.

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Vidro (Abividro) apontam que mais de 8,6 bilhões de unidades são produzidas pelo mercado por ano, o que equivale a 1,4 milhão de toneladas do material. A reciclagem do material movimenta aproximadamente R$ 120 milhões por ano no País. Vale lembrar que o vidro demora 5 mil anos para se decompor, mas em contrapartida pode ser reciclado infinitas vezes. Outra vantagem do vidro no processo de reciclagem é que ele pode ser 100% reaproveitado sem perder a qualidade.

SOBRE O GRUPO PETRÓPOLIS - O Grupo Petrópolis é a única grande empresa do setor cervejeiro com capital 100% nacional. Produz as marcas de cerveja Itaipava, Crystal, Lokal, Black Princess, Petra e Weltenburger, Brassaria Ampolis com os rótulos Cacildis, Biritis, Ditriguis e Forévis, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka, a Cabaré Ice, os energéticos TNT Energy Drink e Magneto, o refrigerante It!, o isotônico TNT Sports Drink e a água Petra.

Com oito fábricas em operação, o Grupo é responsável pela geração de aproximadamente 24 mil empregos diretos. Por meio dos projetos ambientais, promove o plantio e manutenção de milhares de árvores, além de ações de sustentabilidade e programa de educação ambiental para escolas municipais. Conta também com o Saber Beber, programa comprometido em orientar as pessoas sobre os benefícios do consumo moderado e as consequências do consumo exagerado de álcool. Saiba mais em: www.grupopetropolis.com.br e @grupo.petropolis nas redes sociais.

A PLATAFORMA DE INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA - É uma iniciativa do Sistema Indústria para financiar o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde na indústria.

Criada em 2004 como Edital SENAI SESI de Inovação, a plataforma já selecionou mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 917 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI.

Serviço
O que: Lançamento do projeto nacional “Circularidade das Embalagens de Vidro: Alternativas Tecnológicas, Logísticas e Econômicas”
Quem: Grupo Petrópolis, CNI (SENAI) e parceiros
Quando: 26/09 (segunda-feira) – das 16h às 18h – O evento será transmitido ao vivo pelo YouTube da CNI.
Onde: Estrada Municipal Batista Favoretti, n° 350 – Água Branca, em Boituva (SP).
Inscrições on line: https://www.sympla.com.br/lancamento-da-missao-industrial-circularidade-das-embalagens-de-vidro__1721701
Transmissão ao vivo do evento: https://youtu.be/0yeqo2h8Z3o

Projeto “Mãos de Fada” transforma a vida de meninas em situação de vulnerabilidade social

Com o propósito de democratizar o universo da estética e elevar a autoestima das mulheres, a Livia First – Clinique, criou o projeto social “Mãos de Fada”, em que adolescentes em situação de vulnerabilidade social podem dar os primeiros passos em uma área promissora, com o curso de design de sobrancelhas.

O empoderamento feminino e a promoção da autoestima são parte da missão da empresária Livia First, que há mais de 10 anos atua no mercado de estética facial, e agora disponibiliza a sua expertise para o desenvolvimento social e profissional de adolescentes carentes.

“Entrei em contato com o Lar Batista Esperança e apresentei a minha proposta. Eles adoraram a ideia. Fui com minha equipe até uma das casas para ensinar as meninas a fazer design de sobrancelhas de forma profissional. Na etapa prática, nós fizemos o design das sobrancelhas delas também. Elas gostaram muito, foi um dia bem diferente.”, comenta a empresária Livia First.

Educação que transforma

Atuando de forma voluntária, a empresária defende a educação como ferramenta de transformação social, para mudar a vida de uma pessoa, de uma comunidade e até mesmo de um país. “Este é um projeto social para deixar um “legado” da minha empresa no mundo. Muitas clientes dizem que tenho mãos de fada pela delicadeza nos serviços que oferecemos na clínica, é daí que vem o nome. Vi nesse projeto uma “mágica” maior do que fazer sobrancelhas bem-feitas, mas sim transformar vidas e plantar uma sementinha do bem. Através desse projeto, as adolescentes irão se sentir mais seguras de si e conquistar mais autonomia diante dos desafios da vida, iniciando em uma área promissora, sendo uma alternativa de fonte de renda.”, finaliza a empresária.

Serviço:

Projeto Mãos de Fada

Livia First - Clinique

Curitiba: Rua Padre Anchieta, 2050, Sala 812 - Edifício Helbor Offices

Campo Largo: Rua Domingos Cordeiro, 400

Horários de atendimento:

De segunda a sexta das 13h às 18h.

Sábado, das 9h às 13h.

contato@liviafirst.com.br

Fone/WhatsApp: (41) 99938-8495

https://www.liviafirst.com.br/

Siga nas redes sociais:

https://www.instagram.com/liviafirst/

https://www.facebook.com/liviafirst.clinique

Daniel Migliavacca convida o baixista Glauco Sölter para concerto inusitado no Teatro Barracão EnCena

Esta é a terceira apresentação da série DUOS, liderada pelo bandolinista Daniel Migliavacca, marcada para os dias 14 e 15 de setembro, às 20h

Depois de dois concertos realizados nos meses de julho e agosto, a série inédita “DUOS” segue ocupando o palco do Teatro Barracão EnCena. Nos dias 14 e 15 de setembro, quarta e quinta-feira, às 20h, o bandolinista Daniel Migliavacca recebe o músico Glauco Sölter e seu baixo elétrico para a terceira apresentação do projeto. As entradas, com preços populares a R$10 (inteira) e R$5 (meia-entrada), ficam à venda na bilheteria do Teatro uma hora antes do concerto.

Neste projeto, Daniel busca explorar a sonoridade do bandolim experimentando combinações inusitadas com outros instrumentos, a exemplo da percussão e do violino, que protagonizaram os primeiros concertos. Desta vez, o instrumento escolhido para contracenar com o bandolim é o baixo elétrico de Glauco Sölter, que já é um parceiro de longa data. Daniel e Glauco já realizaram diversos concertos e uma turnê na Europa, passando por seis países. Para esse concerto da série, o duo preparou um repertório especial, explorando diversos ritmos brasileiros.

A série acontece até dezembro, sempre no Teatro Barracão EnCena, localizado na região central de Curitiba. No total, serão 12 shows, com dois concertos seguidos por mês. Os próximos convidados são a cantora Izabel Padovani (19 e 20 de outubro); o guitarrista Mário Conde (23 e 24 de novembro) e o clarinetista Sérgio Albach (14 e 15 de dezembro).

O músico explica que um dos objetivos da série é o motivo de bandolim, apesar de estar intimamente ligado ao repertório e à cultura do Choro, ser pouco utilizado em outros ritmos e gêneros musicais. “Uma das motivações de realizar essa série é tocar repertórios muito variados, exercitando bastante a improvisação e a conversa musical com os convidados. Além do desejo de experimentar novas sonoridades com o bandolim”, complementa.

O projeto, que conta com o incentivo do CEDIP, da Bosch e da Celepar, através da Lei de Incentivo à Cultura da cidade de Curitiba, também prevê a realização de seis concertos didáticos em regiões descentralizadas, com o objetivo de ampliar o alcance do projeto e fomentar a formação de plateia nos bairros.

Sobre Daniel Migliavacca
O bandolinista Daniel Migliavacca é um dos jovens representantes do Choro e do bandolim no Brasil. Tem se destacado em diversos projetos como instrumentista, compositor, arranjador e diretor musical. Já conquistou prêmios pelo Brasil como instrumentista e compositor e possui 7 CDs lançados. É bacharel em Música Popular pela UNESPAR (2011) e mestre em Música pela UFRJ (2019) tendo lançado uma série de Dez Estudos para Bandolim Solo contribuindo para o desenvolvimento técnico do instrumento no Brasil.
Recentemente, lançou o álbum “Pra ser Feliz” com seu quarteto em parceria com a cantora Rogéria Holtz, e prepara, ainda para 2022, o lançamento do álbum “A Bossa Eterna de Raul de Souza” dedicado ao trombonista Raul de Souza, também com seu quarteto, e tendo como convidado o flautista e saxofonista Eduardo Neves.

SERVIÇO DUOS
14 e 15 de Setembro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Glauco Sölter (baixo elétrico/PR)

19 e 20 de Outubro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Izabel Padovani (voz/SP)

23 e 24 de Novembro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Mário Conde (guitarra/PR)

14 e 15 de Dezembro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Sérgio Albach (clarone e clarinete/PR)

Local: Teatro Barracão Encena
(R. Treze de Maio, 160 - Centro, Curitiba - PR, 80020-270)

Ingressos: R$10 (inteira) / R$5 (meia entrada)
Vendas no local, uma hora antes das apresentações

FICHA TÉCNICA
Direção musical: Daniel Migliavacca
Músicos: Daniel Migliavacca, Caíto Marcondes, Gabriel Vieira, Glauco Solter, Izabel Padovani, Mario Conde e Sérgio Albach
Direção de produção e Gestão de projeto: Gilmar Kaminski
Produção executiva: Luana Camargo
Assistência de produção: Záire Osório
Técnico de som: Chico Santarosa
Iluminação: Victor Sabbag
Projeto gráfico: Pablito Kucarz
Redes sociais e Assessoria de imprensa: Platea Comunicação e Arte
Registro fotográfico: Ricardo Soca
Registro audiovisual: Renato Próspero
Captação de recursos: Meire Abe

Produção: Flutua Produções
Incentivo: CEDIP, Bosch e Celepar

Projeto realizado com recursos do Programa de Apoio de Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Mandirituba recebeu o projeto musical que leva conhecimento de música erudita e concertos a escolas municipais do Paraná

Grupo passa por 10 cidades do interior levando história, oficinas e concertos didáticos para alunos e professores

O Almanaque de Música Brasileira para Crianças, idealizado pelo Duonovo e Diversa Produções, leva conhecimento de música erudita para dentro das escolas municipais do Paraná entre os dias 24 de agosto e 18 de novembro. O projeto é um incentivo da Copel, por meio do PROFICE (Programa de Fomento e Incentivo à Cultura do Estado do Paraná). Na cidade de Mandirituba, as instituições que receberam o projeto foram as Escolas Municipais Alice Machado Ferreira Lagoinha e Escola Rural Municipal Nossa Senhora do Rocio.

Após ter passado por 20 escolas públicas do Ensino Fundamental de Curitiba, capacitar 100 professores, distribuir 3 mil livros e apresentar concertos para 5 mil crianças, o Almanaque de Música Brasileira para Crianças agora vai passar por dez cidades paranaenses de até 50 mil habitantes. Nas apresentações entre os dias 10 a 19 de agosto da segunda edição do projeto, só em Mandirituba e São Mateus do Sul, o grupo já atendeu 100 professores, quatro escolas, distribuiu mais de 260 livros e apresentaram-se para cerca de 800 crianças.

O projeto tem como objetivo fortalecer a identidade sonora brasileira e, por isso, na visão da diretora editorial e produtora executiva do programa, Priscila de Morais, faz sentido atuar dentro das escolas. “Nós queremos formar novos consumidores de música erudita e contar a história dos compositores brasileiros. Nas escolas, nós conseguimos fidelizar esse público”, conta a produtora.

Mas, segundo um dos idealizadores do projeto, Francisco de Luz, o Almanaque é muito completo porque oferece oficina de capacitação musical para professores, o almanaque com a história de compositores brasileiros para crianças e, por fim, um concerto musical para os alunos.

“Eu e o Audryn Souza [também idealizador] já fizemos muitos concertos didáticos nas escolas ao longo dos anos. Isso gera muitos momentos bacanas, mas percebemos que faltava embasamento para que os alunos sentissem melhor aquilo. Foi aí que veio o almanaque. O concerto ainda é o principal, mas há um livro que conta a história da música no Brasil e uma oficina que profissionaliza melhor os professores em relação à música”, conta Francisco, que é o violonista do Duonovo, junto do trompetista Audryn.

O Almanaque, inclusive, auxilia às escolas a cumprirem as determinações da Lei 13.278/16 (substituta da 11.769/08) que determina o ensino de música e outras linguagens artísticas nas escolas de Educação Básica. Por isso, a educadora musical Ana Marques, explica que as oficinas com os professores servem para que ela possa apresentar ferramentas musicais para que eles possam trabalhar com seus alunos.

“Muitas vezes nós associamos a música com algo muito técnico, isso é verdade, mas também temos que mostrar que a música é para todo mundo. Por isso, nós ensinamos aos professores como escutar de verdade e também apresentamos muitos jogos e brincadeiras que eles podem fazer com os alunos de uma forma leve, lúdica e acessível”, conclui Ana.

Segundo os organizadores, o projeto é, portanto, um despertar. “O Almanaque serve para as pessoas conhecerem mais sobre a música brasileira e, principalmente, como passar a ouvir música com mais cuidado, estimular uma escuta atenta desde criança”, afirma o idealizador.

O livro

O almanaque é um livro ilustrado que conta a história da música de concerto no Brasil através de 8 compositores desde o período colonial, quando a música de câmara chegou no país, até os dias de hoje. O livro é distribuído gratuitamente em todas as escolas que recebem as ações do projeto, acompanhado de um folheto de atividades para orientação dos professores.

No site do projeto qualquer pessoa pode baixar o livro em PDF e ter acesso aos links para ouvir gratuitamente o disco gravado pelo Duonovo, contendo músicas de Padre José Maurício, Carlos Gomes, Brasílio Itiberê, Chiquinha Gonzaga, Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, Henrique de Curitiba e Egberto Gismonti.

Os concertos

Formado pelo violonista Francisco Luz e o trompetista Audryn Souza, o Duonovo realiza concertos interativos dentro das salas de aula de 1º a 5º ano do Ensino Fundamental, apresentando o repertório dos compositores retratados no livro.

“Por estarem em seu próprio ambiente, as crianças sentem-se confortáveis para se expressarem e conversarem com a gente. Sem necessidade de infraestrutura complexas, nós passamos um período de até 4 horas dentro das escolas, nos adaptando aos horários das turmas para fazer apresentações de até 20 minutos em cada sala”, completa Luz.

As oficinas
As oficinas possuem carga horária de 4 horas e tem como intuito instrumentalizar os professores a utilizarem o material impresso em suas aulas. São 40 vagas gratuitas com preferência aos professores das escolas onde se realizarão os concertos didáticos. Também haverá emissão de certificados para os participantes.

Confira o cronograma das ações
10/08 - Oficina “Uma escuta criativa” em Mandirituba

12/08 - Oficina “Uma escuta criativa” em São Mateus do Sul

18/08 - Concertos didáticos com Duonovo em São Mateus do Sul

19/08 - Concertos didáticos com Duonovo em Mandirituba

24/08 - Oficina “Uma escuta criativa” em Palmeira

26/08 - Oficina “Uma escuta criativa” em Prudentópolis

01/09 - Concertos didáticos com Duonovo em Prudentópolis

02/09 - Concertos didáticos com Duonovo em Palmeira

08/09 - Oficina “Uma escuta criativa” em Marialva

09/09 - Oficina “Uma escuta criativa” em Ubiratã

15/09 - Concertos didáticos com Duonovo em Ubiratã

16/09 - Concertos didáticos com Duonovo em Marialva

07/10 - Oficina “Uma escuta criativa” em Ibiporã e Cornélio Procópio

20/10 - Concertos didáticos com Duonovo em Cornélio Procópio

21/10 - Concertos didáticos com Duonovo em Ibiporã

Musical “Roberta, uma Ópera Rock” faz nova temporada gratuita dias 19, 20 e 21 de agosto em Curitiba, depois do sucesso no Festival de Teatro

As apresentações gratuitas acontecem dias 19, 20 e 21 de agosto, no Teatro José Maria Santos, com ingressos distribuídos 1h antes no local

O espetáculo musical “Roberta, uma Ópera Rock” faz três apresentações gratuitas no Teatro José Maria Santos nos dias 19, 20 e 21 de agosto às 20h. Os ingressos são distribuídos no local 1h antes das apresentações. O espetáculo estreou com sucesso no tradicional Festival de Curitiba deste ano.

O espetáculo retrata a trajetória de um grupo de jovens que, na década de 80, circulam pelas ruas da cidade em busca de respostas para seus dilemas. Na trama, Roberta, uma jovem usuária de drogas, encontra em Giovanni uma oportunidade de fugir do vício e deixar o grupo liderado pelo traficante Ugo que, por sua vez, fará de tudo para mantê-la por perto. A tragédia contemporânea funde as linguagens da Ópera Clássica e do Rock and Roll para falar de amor e do uso de drogas na juventude.

"A superprodução conquistou o público com talento paranaense de sobra e merece ganhar os palcos nacionais”, afirmou o crítico de São Paulo, Miguel Arcanjo, em seu blog, depois de assistir ao espetáculo, em abril deste ano.

O texto é de Roberto Innocente e a obra tem composição e direção musical de Alessandro Sangiorgi, com direção artística de Nena Inoue e Maurício Vogue. Além do ator convidado Marwem Hd, o elenco selecionado a partir de audições e oficinas, conta com os artistas Duilio de Pol, Gustavo Godoy, Larissa Carangi, Madu Forti, Margheurita Dissá, Marina Gobetti, Paulo Soares, Wilyah Schmitt e o casal protagonista Matheus González, como Giovanni e Priscila Esteves, como Roberta.

“Patrícia, uma Ópera Rock” era o título original da obra, porém Nena Inoue e Alessandro Sangiorgi decidiram pela mudança para “Roberta, uma Ópera Rock” em homenagem ao dramaturgo e idealizador do projeto, Roberto Innocente, diretor, ator e produtor italiano radicado em Curitiba, que faleceu em abril de 2021, vítima de COVID-19.

Ao todo, são 18 músicas originais, que remetem aos anos 80, tocadas e cantadas ao vivo. O diretor musical do projeto, Alessandro Sangiorgi, fala sobre os principais desafios. “O rock sempre fez parte da minha vida e a ideia de escrever músicas de uma ópera rock me instigou muito. Sou maestro de música clássica e pianista por ofício, então o desafio já começou por aí. Depois veio a necessidade de readequar o projeto por conta do falecimento do Roberto que, além de parceiro no projeto, era um grande amigo. E o grande desafio de fazer um musical é combinar as músicas com o texto, mas está sendo uma experiência muito interessante”, declara o maestro.

A diretora artística da obra, Nena Inoue comenta sobre a trama: “este espetáculo fala sobre o uso de drogas na juventude e suas consequências e estão presentes os altos e baixos da vida, o amor como saída, o tempo, a noite, a morte. E mostra onde esses jovens estão, porquê estão, o que querem e o que conseguem… ou não”, completa a artista.

O projeto tem o apoio da Copel e Unicultura Soluções Culturais e o incentivo do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) - Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura - Governo do Estado do Paraná e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Sobre Roberto Innocente
Nascido em Padova, Itália, formou-se como ator na “Academia Veneta dello Spettacolo” em 1985. Chegou ao Brasil em 2005 convidado pelo Teatro Guaíra para dirigir “La Boheme” e coordenar no ano seguinte o projeto de montagem de “La Serva Padrona”, atelier de formação sobre todos os aspectos cênicos de encenação da ópera. Em 2013/14 colaborou com o Projeto Ademar Guerra, em São Paulo e em Curitiba, e em 2015, com a Ópera Orquestra Curityba com apresentações na Ópera de Arame. Dirigiu “L’occasione fa il ladro” e “Suor Angelica” e convidado pela direção cênica da Camerata Antígua de Curitiba, dirigiu “A comédia do senhor Carlo Goldoni” e “La Barca di Venezia per Padova” (2018). “Livietta e Tracollo” (2013) e “Marc’Antonio e Cleópatra” (2015), na Capela Santa Maria. Criou junto com Nena Inoue, o Grupo Comédia Dell’ACT (2006 a 2008) onde recebeu vários prêmios por seu trabalho em direção e em seguida, o Grupo Arte da Comédia, referência de Comédia dell’Arte no Brasil, onde se manteve como diretor e idealizador até o ano de seu falecimento em 2021.

SERVIÇO
Roberta, uma Ópera Rock
Apresentações gratuitas dias 19, 20 e 21 de agosto às 20h
Teatro José Maria Santos - R. Treze de Maio, 655 - São Francisco, Curitiba - PR
ENTRADA GRATUITA, com retirada de ingressos no local uma hora antes do espetáculo.
Classificação indicativa: 14 anos.
Duração: 90 minutos

FICHA TÉCNICA
Texto: Roberto Innocente
Direção Musical: Alessandro Sangiorgi
Direção Artística: Nena Inoue e Mauricio Vogue
Elenco: Duilio de Pol, Gustavo Godoy, Madu Forti, Margheurita Dissá, Marina Gobetti, Paulo Soares, Wilyah Schmitt. Matheus González, como Giovanni e Priscila Esteves, como Roberta.
Ator Convidado: Marwem Hd
Músicas: Alessandro Sangiorgi
Banda: Denis Mariano - Bateria, Luís Follmann - Guitarra, Murilo Macari - Guitarra, Vic Vilandez - Baixo.
Pianista: Priscila Malanski
Preparação Vocal: Babaya
Coreografia: Raphael Fernandes
Iluminação: Beto Bruel
Cenografia e Figurino: Paulinho Maia
Visagista e Arte Visual (tambores): Fabi Melatte
Assistente / Programador / Operador de Luz: Anry Aider
Técnico de Áudio: Luigi Castel
Designer Gráfico: Martin Castro
Fotografia: Roberto Reitenbach, Lis Guedes, Anelize Tozetto e Nay Klym.
Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais: Platea Comunicação e Arte
Assistente de Produção: Vinícius Jardim e Ana Luiza Metzger
Diretor de Produção: Marcos Trindade
Proponente: Alessandro Sangiorgi
Apoio Cultural: Centro Cultural Teatro Guaíra, UFPR, Padaria América, Bar Quermesse.
Apoio: Copel - Companhia Paranaense de Energia e Unicultura Soluções Culturais
Incentivo: Profice - Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura - Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura - Governo do Estado do Paraná e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

“PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA ESTADUAL DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA (PROFICE) – SECRETARIA DE ESTADO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL E DA CULTURA – GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ”.

Inspire-se: 6 projetos com escadas que se tornaram protagonistas no espaço

Há muito tempo as escadas deixaram de ser apenas um elemento funcional nos projetos de arquitetura e decoração. Com uma riqueza de modelos, materiais e formatos, elas podem se tornar verdadeiras protagonistas nos espaços, tornando sua função de conectar ambientes ainda mais charmosa e significativa.

Dentre as opções, os revestimentos em pedra natural chamam atenção pela exuberância do resultado final. Seja em mármore, travertino ou limestone, o toque único da natureza faz toda a diferença no protagonismo da peça. Pensando nisso, reunimos alguns projetos que destacam as escadas em pedra natural, confira:

Texturas

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.2

Projeto: Priscilla Muller, com Travertino da NPK Mármores | Foto: Eduardo Macarios

Neste projeto, assinado pela arquiteta Priscilla Muller, a escada se torna um verdadeiro monumento dentro de casa! O tradicional formato helicoidal ganha um mix de texturas, com revestimento de cimento queimado em suas laterais e o Travertino, da NPK Mármores, pelos degraus. O Travertino surge ainda no piso, dando uma continuidade à linguagem visual do ambiente.

All White

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.3 downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.4

Projeto: Marcos Tomanik, com Calacatta da NPK Mármores | Foto: Fran Parente

Uma escadaria de tirar o fôlego! A exuberância, o equilíbrio e a proporcionalidade dos veios do Calacatta NPK são distribuídos sobre um fundo branco uniforme neste projeto do arquiteto Marcos Tomanik. A composição perfeita dos veios do mármore são um show a parte, garantindo a estética impressionante.

Minimalista

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.5

Projeto: Marcos Bertoldi, com Travertino da NPK Mármores | Foto: Ricardo Almeida

Para esse projeto, o arquiteto Marcos Bertoldi optou por explorar toda a rusticidade do Travertino! A variação mais marcada do material confere uma estética impactante e forte, que é reforçada pela continuidade do revestimento no piso e na parede.

Mix de mármores

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.6

Projeto: Manoel Coelho, com Pighês da NPK Mármores | Foto: Eduardo Macarios

A criatividade na hora de compor o espaço é o ponto chave deste projeto! O arquiteto Manoel Coelho optou pelo clássico mármore Pighês para revestir a escada, de forma que sua neutralidade converse com o mix do piso: Bege Supreme, Bronze Armani e Crema Marfil. O resultado não poderia ser diferente, um ambiente cheio de personalidade sem perder a elegância.

Delicadeza

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.7

Projeto: Debora Aguiar, com Travertino da NPK Mármores | Foto: Alain Brugier

Em suas múltiplas versões, no projeto da arquiteta Debora Aguiar o Travertino NPK surge como um elemento delicado, compondo de forma harmônica com o corrimão em vidro. A paleta de tons sobrepostos com o painel amadeirado reflete a proposta suave do espaço.

P&B

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=250273&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253C00e801d89df9%2524d4cbc050%25247e6340f0%2524%2540primecomunicacao.com.br%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3C00e801d89df9%24d4cbc050%247e6340f0%24%40primecomunicacao.com.br%3E-1.8

Projeto: BST Arquitetura, com Calacatta Vagli da NPK Mármores | Foto: Celso Pilati

A moderna escada flutuante ganha no projeto do escritório BST Arquitetura um toque de elegância com o italiano Calacatta Vagli NPK. Os delicados degraus compõem com o extenso painel do mesmo material, que se destaca pela perfeita ligação de seus veios – formando um desenho único criado pela natureza.

Projeto do Solar do Rosário “Orquestra Ladies Ensemble no Auditório Regina Casillo”Um espetáculo imperdível!

O projeto do Solar do Rosário “Orquestra Ladies Ensemble no Auditório Regina Casillo” recebe essa semana dentro da agenda anual de 2022 o grande pianista Arnaldo Cohen tocando com a Orquestra Ladies Ensemble e Regência de Priscila Bomfim do Municipal do Rio de Janeiro.

Um espetáculo imperdível!

Para contribuir com o Hospital Pequeno Príncipe, o público é convidado a levar doações de alimentos não perecíveis. Como os concertos têm incentivo fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura, os ingressos têm valores acessíveis.

Link para ingressos dia 22/07, sexta-feira

https://www.diskingressos.com.br/evento/3243/22-07-2022/pr/curitiba/arnaldo-cohen-ladies-ensemble

Link para ingressos dia 23/07, sábado

https://www.diskingressos.com.br/evento/3244/23-07-2022/pr/curitiba/arnaldo-cohen-ladies-ensemble

Ainda dia 19/07, terça-feira, das 10h às 12h haverá uma Masterclass de Arnaldo Cohen, para interessados em participar como publico ouvinte o link de inscrição: https://solardorosario.com.br/cursos/masterclass-arnaldo-cohen/

Projeto social Vida e Arte encantou Curitiba com espetáculo Trem da Vida

Concerto reuniu músicos experientes e estreantes na noite da última terça-feira

Idealizado pelo casal Paulo Davi e Deborah França há 12 anos, o Projeto Vida e Arte fomenta a cultura por meio de aulas de dança, coro e música. O objetivo inicial era alcançar jovens em situação de vulnerabilidade social e oferecer uma alternativa que fizesse a diferença. O casal mal podia imaginar que o projeto atenderia mais de 3.500 crianças e tornaria possível o sonho da graduação para ao menos 100 delas.

Das aulas de música, em que hoje estão matriculados 250 alunos, forma-se a Orquestra Filarmônica do Projeto Vida e Arte – que se apresentou no último dia 21 na Primeira Igreja Batista de Curitiba, com 60 músicos das mais variadas idades. Matheus Ribas é um deles: com apenas 11 anos de idade, faz parte do projeto há pouco menos de um ano e se apresentou pela primeira vez com a orquestra em Trem da Vida. No entanto assumiu com propriedade o desafio de levar a percussão do espetáculo.

Já Leonardo Souza tem 39 anos. Também nunca havia se apresentado com uma Orquestra, da qual passou a participar por causa de seus dois filhos, que também participam do Vida e Arte. Apesar de já ter tido vivências similares, conta que desta vez é diferente: "confesso que com a orquestra, pela primeira vez, estou com frio na barriga".

Para Douglas Almeida, maestro e coordenador do projeto há 11 anos, Trem da Vida é especial: foi a primeira vez que a filarmônica se apresentou em uma grande produção nos últimos anos, devido à pandemia. Douglas mal podia conter suas expectativas antes de subir ao palco, pois enfim a orquestra via a chance de se apresentar novamente, e com o cantor e pastor Rodolfo Abrantes.

Trem da Vida trouxe uma abordagem diferente: assim como um trem, o espetáculo era dividido em paradas. Sonhos, conquistas, festas, paixões e esperança eram algumas delas. Já o programa musical era quase exclusivamente brasileiro, contando com Villa Lobos, Tom Jobim, Zequinha de Abreu, Pixinguinha e é claro, com músicas autorais de Rodolfo Arantes, convidado especial do evento.

Orquestra de projeto que faz inclusão musical de crianças e adolescentes se apresenta em Curitiba

Concerto da Filarmônica Vida e Arte reúne cerca de 60 músicos entre 10 e 60 anos que fazem parte de projeto sociocultural que transforma vidas por meio da música

O Trem da Vida será o tema da próxima apresentação do Em Cena, da Orquestra Filarmônica Vida e Arte, no dia 21 de junho, às 20 horas. Formado por cerca de 60 músicos com idades entre 10 e 60 anos, o grupo faz parte do Projeto Vida & Arte, que atua em comunidades da periferia de Curitiba e região metropolitana e oferece aulas de música gratuitas no contraturno escolar.
Para essa apresentação, com o tema O Trem da Vida, o coordenador e maestro Douglas Soares Ramos e o diretor artístico Abner Mendes idealizaram uma viagem de trem que passa pelos diversos momentos da vida. “A arte tem a capacidade de emocionar, tento sempre trazer memórias afetivas para as apresentações”, diz Abner. “Cada apresentação que a gente faz é sempre um grande desafio para o projeto. Hoje a orquestra já é madura, mesmo sendo uma orquestra de um projeto social, tem um nível musical muito bacana. E a gente sempre tenta trazer algo a mais para eles. Todo concerto tem um desafio, tem algo que os alunos têm de superar”, conta o maestro.
O concerto terá a participação especial do cantor, compositor, multi-instrumentista e pastor Rodolfo Abrantes. O Em Cena realiza dois concertos ao ano, que servem para que o público acompanhe o desenvolvimento dos alunos, e são realizados na Primeira Igreja Batista de Curitiba (PIB).

O projeto

O Projeto Vida & Arte nasceu em 2005 por iniciativa do Pastor Paulo Davi, com o objetivo de transformar vidas por meio da música. “Buscamos, além do enriquecimento cultural, o resgate social, a prevenção contra o acesso à marginalidade e violência, e a mudança na perspectiva de vida de toda a comunidade”, afirma Davi, diretor geral do Vida & Arte.

Mais de 3,5 mil crianças e adolescentes já foram atendidos desde o início das atividades, além de muitas de suas famílias. Atualmente são 250 alunos em núcleos distribuídos em Curitiba e região metropolitana, em regiões com um baixo IDH e alto índice de criminalidade.

As aulas são ministradas por instrutores capacitados, que atendem a uma metodologia voltada não apenas para o ensino da música em si, mas também para o acolhimento do aluno, de forma a garantir seu desenvolvimento como pessoa, cidadão e elo entre a família e a sociedade.

A missão do Vida & Arte é transformar vidas e o projeto vem fazendo isso ano após ano. Cem alunos que passaram ou ainda estão em suas salas de aula já se formaram em cursos superiores. “Estou no projeto desde os 12 anos. Muitas oportunidades surgiram e hoje sou formada em Licenciatura em Música pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP)”, conta a violinista Thaís Almeida, de 22 anos.

Serviço
Projeto Vida e Arte – Concerto Em Cena – O Trem da Vida
Data: 21 de junho de 2022
Horário: 20h
Local: PIB Curitiba – Rua Bento Viana, 1.200
Ingressos: R$ 30 (inteira) / R$ 15 (meia). Nas compras antecipadas, todos pagam meia entrada. Toda a verba será revertida para a manutenção do Projeto Vida & Arte
Vendas pelo Disk Ingressos: (41) 3315-0808 / https://www.diskingressos.com.br/

Estacionamento gratuito no local

Crédito das fotos: Crossby

Para conhecer melhor
Teaser apresentação Trem da Vida: https://vimeo.com/715295441/6eb138f555
Site: https://pibcuritiba.org.br/projeto-vida-e-arte-curitiba/
Vídeo sobre apresentação de julho/2021: https://youtu.be/HV-r2kWANJY
O projeto: https://www.youtube.com/watch?v=RRFWNxYVz-c
Depoimentos: https://www.youtube.com/watch?v=6sPZZKBXEyw
Making Off: https://youtu.be/_vR7Q41aBF0

*Com novo projeto, Bryan Behr anuncia show em Curitiba*

_O cantor e compositor apresenta turnê “Todas as coisas do coração”, que promete encantar o público com repertório inédito, palco com banda e uma lista de sucessos, incluindo o hit “A Vida É Boa Com Você”_

_Em Curitiba, o cantor e compositor sobe ao palco do Teatro Fernanda Montenegro e os ingressos podem ser adquiridos pelo site:
https://www.diskingressos.com.br/event/2797_

FPm9sd-61kHKXvqJe6F3A3foqJpFBHE384NlrQofwA1sXmlXsa8mbTYXIsQt3VLDDOPHoRv4WiKDu5bgp0Gg41DcFLYkE7vjpDWSfP-T0EGDGVoHFNhq8-a_-SF0GoQA6Co49JuufHOanysDlA

Um artista que viu seus números crescerem e sua música chegar a lugares inimagináveis durante um período tão curto de tempo, e que agora vibra com mais uma grande conquista.
A oportunidade de sentir o calor do público pessoalmente chegou para o cantor e compositor Bryan Behr, que acaba de estrear sua primeira turnê, com direto a banda, repertório inédito do recém-lançado álbum “Todas as coisas do coração” e todos os detalhes preparados para surpreender aqueles acostumados a se apaixonarem por suas músicas apenas no virtual.

O start aconteceu em São Paulo, com um show emocionante e ingressos esgotados, no moderno Teatro B32, que celebrou sua volta aos palcos, após um hiato de três anos, e a gravação do primeiro audiovisual do artista. Depois foi a vez do Rio de Janeiro vibrar e cantar todas as músicas de um setlist impecável num show com ingressos também esgotados. Bryan promete repetir a dose e encantar o público de Curitiba, com uma apresentação no Teatro Fernanda Montenegro que acontece no dia 03 de Junho. Os ingressos já estão disponíveis e podem ser adquiridos pelo site do evento.

“Eu estou muito feliz. Fiquei três anos sem subir nos palcos, trabalhando com o outro lado, no estúdio, com os compromissos do dia a dia, vendo tudo através dos números, que também é importante, mas agora é hora de trocar com o meu público e ver as pessoas cantando minhas músicas em várias cidades. Eu precisava disso para alimentar meu espírito e minha alma, enquanto artista essa troca é fundamental. E esse é o momento disso acontecer e estou bem ansioso”, afirma Bryan.

Seu hit, “A Vida É Boa Com Você”, que viralizou nas redes sociais com mais de 600 mil criações em vídeos utilizando a faixa, está confirmado no setlist, assim como seu último sucesso “da primeira vez (from the first time)”, em parceria com Calum Scott, e a nova música de trabalho ‘não há voz que alcance”, além de mais canções que marcaram sua trajetória na música e outras novidades. O novo show do cantor vai percorrer o Brasil pelos próximos meses.

Serviço - Bryan Behr em Curitiba
Quando: 03 de junho
Onde: Teatro Fernanda Montenegro - Shopping Novo, R. Cel. Dulcídio, 517 - Batel, Curitiba
Valor: a partir de R$50
Link para Ingressos: https://www.diskingressos.com.br/event/2797

Sobre Bryan Behr:

Nascido em Santa Catarina, o multitalentoso Bryan William de Souza já estava predestinado a ser cantor. Uma colega de colégio que gostava de ler a mão dos amigos profetizou: “Você vai ser artista e se chamará Bryan Behr”. Anos depois, quando foi chegada a hora de iniciar sua carreira, o cantor não teve dúvidas, esse seria seu nome.

Com apenas dois anos de carreira, o cantor já se tornou um fenômeno e referência ao emocionar “cantando estórias” da sua vida, através de suas músicas com melodias e letras marcantes, frutos de seu estilo musical livre, sem amarras. A sonoridade de suas canções vem de um caldeirão de referências de diversos gêneros como pop, folk, rock e MPB.

Em 2018, ele lançou seu primeiro EP acústico, “Da Cor do Girassol”, e em 2019 já estava assinando seu contrato com a GTS e Universal Music Brasil, por onde veio o seu segundo trabalho, o “EP 2019”. Com mais de 150 composições na época, teve a difícil missão de escolher apenas 11 para entrar em seu primeiro álbum, “A Vida é Boa”, lançado em janeiro de 2020. As canções, apresentadas nesses dois trabalhos, ainda ganharam novas versões no formato voz e violão com clipes sensíveis, intimistas e com uma fotografia deslumbrante, que resultaram no álbum “Simples”, lançado em julho do mesmo ano.

Agora, em 2022, ele surpreende novamente com o lançamento do emocionante álbum “Todas as coisas do coração”, com canções densas e profundas que levantam questionamentos sobre relacionamentos e amor. O projeto também marca a primeira turnê do artista pelo Brasil, que teve a estreia em São Paulo, no Teatro B32, registrada no audiovisual de Bryan.

Com mais de 775 mil ouvintes mensais no Spotify, 248 mil inscritos e 45 milhões de visualizações no YouTube, o cantor e compositor - que ainda pinta - encerrou 2021 com o EP “Capítulo 2” – contando com uma super parceria com o britânico Calum Scott. A canção traz os dois artistas cantando em inglês e português, com direito a clipe tecnológico que colocou Bryan e Calum lado a lado, mesmo à distância. Além disso, também foi escolhido para representar o pop no programa “Alerta Experimente”, dos canais Multishow e BIS.

Sommelière Daniele Lopez & Mabu Curitiba Business & Novos Projetos Paranaenses

Mabu Curitiba Business
Hotel
A Rede Mabu de Hotéis & Resorts oferece há quase 50 anos serviços hoteleiros com alto padrão de excelência para garantir as melhores experiências aos seus hóspedes, a lazer ou a negócios.

http://www.hoteismabu.com.br/

reservas@hoteismabu.com.br

R. XV de Novembro, 830 80020-300 Curitiba, PR

@hoteismabu · Resort

(41) 3219-6000

Confiram imagens dos momentos maravilhosos que registrei para você meu leitor, muitos novos projetos…vou contando tudo! aguardem agenda personalizada.

Sommelière Daniele Lopez & Mabu Curitiba Business & Construção de novos projetos de Enoturismo e gastronomia no Paraná

A Rede Mabu de Hotéis & Resorts oferece há quase 50 anos serviços hoteleiros com alto padrão de excelência para garantir as melhores experiências aos seus hóspedes, a lazer ou a negócios.

Mabu Curitiba Business
Hotel

A Sommelière Daniele Lopez lança o Projeto de Enoturismo do Paraná no EMY Restaurant

Uma noite de experiência gastronômica extraordinária, no recém inaugurado Restaurante Emy by Kazuo.

Localizado no Pátio Batel, o restaurante de Alta Gastronomia Asiática tem o cardápio assinado pelo premiado Chefe Kazuo Harada e está aberto na cidade desde abril de 2022.

O lugar foi especialmente escolhido para a degustação dos vinhos de Bituruna-PR da Vinicola Sanber, com o surpreendente Tozetti da uva Casca Dura, a delicada Espumante Moscatel Sanber, e o imponente Tozetti Cabernet Sauvignon harmonizando com o fantástico menu degustação do local.

O evento realizou-se para brindar o projeto de Enoturismo no Estado do Paraná.

Estavam presentes Tatiana Turra, Presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba,
Daniele Lopes, sommeliere, comunicadora do Vino e Vinho e idealizadora do projeto,
Julia Melo Stubert, Turismóloga e assessoria do projeto,
Vanessa Malucelli Andersen, influenciadora digital, responsável pelo site www.divirtasecuriitiba.com e Instagram @divirtase.curitiba (Business Personal Press news influencer Public Figure | E-news)
e Leonardo Barsil, gestor do Restaurante Emy.

@danielelopesc
@emyrestaurant
@patiobatel
@kazuoharada
https://wp.me/p7hDqC-L8l
Confiram imagens que fiz para você meu leitor:

Centro Cultural Boqueirão e Teatro Cleon Jacques recebem apresentações gratuitas de “Contos Proibidos de Antropofocus”

Ao todo, são duas exibições em cada espaço, sempre aos sábados e domingos; dias 28 e 29 de maio no Teatro Cleon Jacques e dias 04 e 05 de junho no Centro Cultural Boqueirão

Após reestrear com plateia lotada no Portão Cultural, o espetáculo “Contos Proibidos de Antropofocus” segue sua temporada de circulação por mais dois espaços culturais curitibanos. As apresentações acontecem nos dias 28 e 29 de maio, no Teatro Cleon Jacques, anexo ao Parque São Lourenço, e nos dias 04 e 05 de junho, no Centro Cultural Boqueirão. Aos sábados, as sessões são às 20h e, aos domingos, às 19h, todas com entrada franca. As ações integram o projeto “Contos em todos os cantos - Humor além do Centro”, promovido pelo grupo Antropofocus, através da lei municipal de incentivo à cultura, com o incentivo da Celepar e do Ebanx.

Uma comédia sem diálogo
A comédia apresenta quatro cenas curtas, sem que os atores digam uma palavra sequer. Eles utilizam som, efeitos sonoros e música, mas nenhum diálogo. No elenco, estão os atores do Antropofocus, Anne Celli, Andrei Moscheto, Edran Mariano e Marcelo Rodrigues, e o ator convidado Bruno Lops.

Todas as cenas do espetáculo acontecem em ambientes onde pessoas desconhecidas se encontram, mas raramente iniciam uma conversa: uma marquise num dia de chuva, um banheiro público, dentro de um ônibus. Lugares que parecem absolutamente “normais” mas que, dentro da linguagem do Antropofocus, acabam revelando situações fantásticas.

Como o espetáculo não possui texto, pode ser assistido por pessoas com deficiência auditiva, que têm a oportunidade de acompanhar e aproveitar a apresentação sem a necessidade da presença de intérprete de Libras.

“Contos Proibidos de Antropofocus” é uma das criações de maior sucesso do grupo Antropofocus, com temporadas em cidades como São Paulo, Porto Alegre, Brasília, Rio de Janeiro e também em Córdoba, na Argentina, além de participações em importantes festivais de teatro no Brasil.

Além do Palco
A programação também contempla a realização de uma oficina de improvisação em cada núcleo regional da cidade, ofertada gratuitamente para atores e não atores. A atividade foi desenvolvida a partir da pesquisa artística do grupo, e visa promover o autoconhecimento por meio de exercícios teatrais e de criatividade, em que os participantes são, simultaneamente, intérpretes e dramaturgos. As informações de data, horário e local serão divulgadas no site www.antropofocus.com.br e nas redes sociais do grupo - @antropofocus.

Circulando por Curitiba
O projeto “Contos em todos os cantos - Humor além do Centro” propõe a circulação por três espaços culturais fora do eixo central da cidade, no período de abril a junho, apresentando um trabalho teatral de qualidade para compor a programação desses teatros, além de ações exclusivas para jovens de escolas públicas da comunidade.

As duas primeiras apresentações, que aconteceram no início de maio no Portão Cultural, marcaram a retomada presencial do coletivo. Edran Mariano, ator e produtor do grupo, comenta sobre o sucesso de público na reestreia:

"É muito legal ver o público ocupando os espaços culturais da cidade. Nessa primeira temporada da circulação, pudemos perceber que várias pessoas estavam indo pela primeira vez ao teatro. E muitas não conheciam o Portão Cultural como um espaço público que oferece programação de qualidade. Contribuir para a formação de novos públicos e para a difusão dos espaços culturais presentes na cidade, e principalmente fora do eixo central, nos deixa muito felizes”, relata.

O ator Marcelo Rodrigues destaca a emoção de voltar a atuar presencialmente neste momento. “Para nós, poder voltar aos palcos depois de um pouco mais de dois anos, foi uma celebração. Celebrar a arte e a resistência de mãos dadas com todo o grupo que, com muito esforço, fazemos do criar a nossa vida.”, finaliza Marcelo.

Sobre o Antropofocus
O Antropofocus surgiu em outubro de 2000 e tem como premissa artística observar o ser humano e seu comportamento no cotidiano, levando em conta que todas as suas ações podem ser consideradas cômicas, a depender do prisma pela qual é vista. O grupo sempre se propôs a investigar os paradigmas da comédia comercial, as possibilidades cômicas dos signos teatrais e a improvisação como técnica de criação dos espetáculos.

Neste ano em que comemora a conquista de 22 anos de trajetória, o Antropofocus irá celebrar retornando aos palcos e com uma programação intensa, que inclui a circulação do espetáculo “Contos Proibidos de Antropofocus” por espaços culturais de Curitiba e por mais cinco cidades paranaenses e a estreia de uma nova montagem, prevista para acontecer no segundo semestre.

SERVIÇO
“Contos Proibidos de Antropofocus”

Teatro Cleon Jacques
Dias 28 e 29 de maio - sábado, às 20h; domingo, às 19h
Na Rua Mateus Leme, 4700 (anexo ao Parque São Lourenço)
Informações: 41 3313-7190 | 41 99955-9172

Centro Cultural Boqueirão
Dias 04 e 05 de junho - sábado, às 20h; domingo, às 19h
Na Rua José Guercheski, 281 - Boqueirão
Informações: 41 99973-7636 | 41 99955-9172

Entrada gratuita, com retirada de ingresso uma hora antes da apresentação
Classificação Indicativa: 14 anos

Mais informações
Facebook: https://www.facebook.com/antropofocus
Instagram: https://www.instagram.com/antropofocus
Site: https://www.antropofocus.com.br

FICHA TÉCNICA
Elenco: Anne Celli, Andrei Moscheto, Bruno Lops, Edran Mariano e Marcelo Rodrigues
Sonoplastia e assistente de direção: Célio Savi
Operador de som: Célio Savi
Iluminação: Anry Aider e Paulo Rosa
Operação de luz: Paulo Rosa
Cenografia: Sérgio Richter & Antropofocus
Figurino e Adereços: Fabiana Pescara & Renata Skrobot
Designer Gráfico: Lula Carneiro
Fotos: Paulo Feitosa
Assessoria de Imprensa: Platea Comunicação e Arte
Diretor de Produção: Edran Mariano
Produção Executiva: Janaina Micheluzzi
Direção Geral: Andrei Moscheto
Realização: Antropofocus
Incentivo: Celepar e Ebanx

“PROJETO REALIZADO COM RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.”