Mostra de cinema “Giallo” é destaque no Mia Cara 2022

Programação reúne 13 filmes clássicos do cultuado movimento de cinema italiano das décadas de 1960 e 70

A seleção de 13 filmes icônicos da mostra “Giallo, a Cor do Suspense” é um dos destaques da programação do Mia Cara 2022 e a melhor forma de conhecer e apreciar o movimento cinematográfico italiano que lançou grandes diretores, produziu muitos filmes e influenciou o cinema mundial.

Entre os dias 1º e 8 de setembro, a mostra reúne 13 filmes de diretores como Mario Bava, Dario Argento e Umberto Lenzi, entre outros, que criaram a mitologia do subgênero de suspense e terror que só poderia ter surgido na Itália da década de 1960.

O curador Antonio Cava, explica que giallo em italiano significa amarelo e remete à cor da capa de uma série de romances policiais de grande apelo popular e publicadas em material barato com equivalente no termo de língua inglesa pulp fiction.

Quando a geração de diretores italianos cujos filmes compõem a mostra levou o gênero ao cinema, o fez incorporando um tom mais violento, carregado de suspense e erotismo.

As produções de baixo orçamento das produções tem características peculiares como a composição visual, a trilha sonora expressiva, a estetização da violência e o terror psicológico que criaram um estilo de cinema exclusivamente italiano.

“O Giallo tornou-se uma versão mais sensual, colorida e pop do filme noir”, afirma Cava. Com o passar dos anos, as produções Giallo passaram a ser cultuadas e serviram de inspiração a muitos cineastas contemporâneos fãs do gênero como Quentin Tarantino, Guillermo Del Toro, Eli Roth e James Wan.

Todos as sessões têm entrada franca e serão exibidas no Estúdio Valêncio Xavier, no Cine Passeio, com capacidade para 30 pessoas. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria 60 minutos antes da exibição presencial. Mais informações no site https://www.cinepasseio.org/

Dez anos de Mia Cara

Com o tema “Salute a Tutti” (saúde para todos), a décima edição do Mia Cara 2022 retorna com eventos presenciais, de 02 a 11 de setembro, nas cidades de Curitiba e Colombo (PR). Durante dez dias, o festival oferece uma rica programação cultural com festivais de cinema, teatro, danças folclóricas, apresentações musicais, exposições, ações de gastronomia, esportes e a iluminação de pontos turísticos. A programação completa está no site https://miacara.com.br .

Realização, apoios e patrocínios

Com patrocínio da Havan, Santa Maria, Helisul Aviação, Celepar e Sanepar. A realização do evento é feita pelo Consulado Geral da Itália em Curitiba, pela ONG Unicultura e pela Trento Edições, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura com apoio da ENIT, ITALOCAM – Câmara Ítalo Brasileira de Comércio e Indústria do Paraná, Sociedade Garibaldi, Sistema SESC Fecomércio Paço da Liberdade, Museu Oscar Niemeyer, Solar do Rosário, Comites Paraná e Santa Catarina, UFPR, Shopping Itália, Centro Cultural Dante Alighieri Curitiba, BRDE, Editora LT, Hospital Angelina Caron, Festval, Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Instituto Curitiba de Arte e Cultura - Icac e Cine Passeio.

PROGRAMAÇÃO
Mostra “Giallo, a Cor do Suspense”
Quinta 01/09
17h: Sete Orquídeas Manchadas de Sangue (“Sette orchidee macchiate di sangue”, 1972, 92 min.)
De Umberto Lenzi. Com Antonio Sabato, Uschi Glas, Marina Malfatti.
Um misterioso assassino está matando jovens mulheres com violência, deixando sempre um adorno em formato de meia-lua junto aos cadáveres.

19h: O pássaro das plumas de cristal (“L'uccello Dalle Piume Di Cristallo” – 1970. 97 min.)
De Dario Argento. Com Tony Musante, Suzy Kendall e Enrico Maria Salerno.
Brilhante estreia de Argento, marco da popularização do Giallo. Escritor testemunha ação de um serial killer vestido de preto e decide investigar por conta própria até entrar na lista do assassino.

Sexta 02/09
17h: A Cauda do Escorpião (La Coda dello Scorpione, 1971, 95 min.)
De Sergio Martino. Com George Hilton, Anita Strindberg, Alberto de Mendoza.
Após a misteriosa morte de um milionário, tem início uma série de sangrentos assassinatos. Giallo clássico trilha antológica de Bruno Nicolai.

19h: Prelúdio para matar (“Profondo Rosso”, 1975, 127 min.)
De Dario Argento. Com David Hemmings, Daria Nicolodi e Clara Calamai. Um pianista inglês testemunha o brutal assassinato de uma famosa médium, mas não consegue identificar o criminoso.

Sábado 03/09
17h: Debate com o curador da mostra Antonio Cava e o convidado Fernando Brito, curador da Série Giallo da DVD Versátil.
19h30: Seis Mulheres para o Assassino (“Sei donne per l’assassino”, 1964, 89 min.)
De Mario Bava. Com Cameron Mitchell, Eva Bartok, Thomas Reiner.
Após fundar o Giallo com “A Garota que Sabia Demais”, o mestre Mario Bava realiza uma influente obra-prima que codifica as convenções do gênero.

Domingo 04/09
17h: Os Passos (Le Orme, 1975, 96 min.)
De Luigi Bazzoni. Com Florinda Bolkan, Peter McEnery, Klaus Kinski.
Atormentada por estranhos sonhos de astronautas na lua, uma mulher visita uma cidade litorânea cujos moradores afirmam já conhecê-la. Com a atriz brasileira Florinda Bolkan, fotografia do mestre Vittorio Storaro e trilha sonora de Nicola Piovani.

19h: Tenebre (“Tenebre”, 1982, 106 min.)
De Dario Argento. Com Anthony Franciosa, Christian Borromeo, Mirella D’Angelo.
Sangrento e metalinguístico, esse Giallo é uma das obras-primas de Dario Argento, o maior diretor do gênero.

Terça, 06/09
17h: Quem a viu morrer? (“Chia l’ha vista morire?”, 1972, 95 min.)
De Aldo Lado. Com George Lazenby, Anita Strindberg e Adolfo Celi.
Escultor hospeda filha de seu fracassado casamento, em Veneza, enquanto um assassino de crianças está atacando nos canais da cidade. Com trilha de Ennio Morricone, este é um dos melhores Gialli de todos os tempos.

19h - O Segredo do Bosque dos Sonhos (“Non si Sevizia um Paperino”, 1972, 98 min.)
De Lucio Fulci. Com Florinda Bolkan, Barbara Bouchet, Irene Papas e Tomas Milian.
Em um vilarejo italiano, estranhos assassinatos de crianças aterrorizam a população, levando grande número de policiais e jornalistas ao local.

Quarta, 07/09
17h – As Lágrimas de Jennifer (Perché quelle strane gocce di sangue sul corpo di Jennifer?, 1972, 96 min.)
De Giuliano Carnimeo. Com Edwige Fenech, George Hilton, Paola Quattrini.
Uma linda modelo e sua amiga mudam-se para um apartamento cuja última inquilina foi assassinada brutalmente. Eletrizante giallo estrelado pelo “casal 20” do gênero: Edwige Fenech e George Hilton.

19h - O que vocês fizeram com Solange? (“Cosa Avete Fatto a Solange?”, 1972, 102 min.)
De Massimo Dallamano. Com Fabio Testi, Cristina Galbó, Karin Baal.
Várias moças são brutalmente assassinadas em uma escola feminina. Com uma ótima trilha de Ennio Morricone e a presença marcante do astro Fabio Testi, este é um dos maiores clássicos do gênero.

Quinta 08/09
17h – O Perfume da Senhora de Preto (Il Profumo della Signora in Nero, 1974, 104 min.)
De Francesco Barilli. Com Mimsy Farmer, Maurizio Bonuglia, Mario Scaccia. Uma cientista industrial, é assombrada por estranhas alucinações relacionadas à trágica morte de sua mãe nessa é uma obra-prima do giallo e do cinema horror italiano.

19h - Premonição (“Sette Note in Nero”, 1977, 96 min.)
De Lucio Fulci. Com Jennifer O’Neill, Gabriele Ferzetti e Marc Porel.
Mulher acometida por estranhas visões encontra um esqueleto atrás da parede de sua sala. Perturbada, ela decide investigar o que aconteceu. Com ótima trilha de Fabio Frizzi.
Classificação 18 anos para todos os filmes.

Semana eclética no Jokers

O Jokers (R. São Francisco, 164 – Centro-Histórico) preparou para esta semana uma programação musical bem eclética. Na terça-feira (30) tem a tradicional noite de música celta com HyBrazil. Na quarta (31) é a vez do Clube do Jazz com Samuel Strapasson Jazz Trio. Quinta-feira (1º) a noite promete com Dose in Blues tocando muito blues e soul. Na sexta-feira (02) tem Monster Truck - Rock party com clássicos do rock. E no sábado (03) as bandas curitibanas Machete Bom e Notívagos fecham a semana com uma mistura de ritmos que vai do rap ao reggae.
Conhecida por abrigar vários gêneros musicais – a tradicional casa noturna de Curitiba comemora este ano 21 anos de atividade, e apresenta uma variedade de atrações tanto no salão principal quanto no seu palco principal. Os lugares são limitados, com reservas antecipadas pelo telefone (41) 3324-2351.
A abertura do Jokers é às 18h, de segunda a sexta-feira, e às 21h nos sábados, com os shows iniciando às 19h30. A casa oferece o Happy Jokers das 18h. até as 20h30 com mais de 100 produtos com 50% de desconto. De quinta a sábado o cliente pode utilizar o estacionamento Gralha Azul – ao lado do Jokers que fica aberto durante o funcionamento da casa.

Confira a programação até o dia 03 de setembro:

TERÇA 30 AGO, 20 horas – Terça Celta. Trio HYBrazyl - Músicas típicas do folclore celta e seus agregados. Ingressos R$10 – a partir das 20 horas.

QUARTA 31 AGO, 20 horas – Clube do Jazz – com Samuel Strapasson Jazz Trio no repertórios standards do jazz. Ingressos R$5. Ingressos R$10 – a partir das 20 horas.

QUINTA 1º SET, 20 horas – Dose in Blues – Com Jamy Savtchen e Zé Nelson, no repertório muito blues e soul misturados com vários hits mesclados no ritmo Ingressos R$10 – a partir das 20 horas.

SEXTA 02 SET, 20 horas– Monster Truck - Rock party – No repertório muitos clássicos do rock. Ingressos R$15 – a partir das 20 horas.

SÁBADO 03 SET, 22 horas – Machete Bom + Notívagos – A banda curitibana Machete Bomb investe numa mistura de rock, samba e rap. Nessa fusão de estilos, a surpresa fica por conta do cavaco bomba, que soa mais pesado que guitarras elétricas. A banda Notívagos traz um repertório com muito Roots // Dub // Rap // Reggae. Ingressos R$40. Antecipado pelo site: https://www.sympla.com.br/evento/machete-bomb-notivagos-01-cerveja-ipa-do-machete/1671889

Jokers – R. São Francisco, 164 – Centro Histórico
Reservas e informações: (41) 3324-2351.
Atenção: de quinta a sábado o estacionamento Gralha Azul - ao lado do Jokers estará atendendo durante o funcionamento da casa – R$20 o período.

Curitiba terá diversas atrações culturais gratuitas em setembro

Projeto feito por artistas locais valoriza a literatura e a oralidade; Apresentações serão em vários bairros da capital paranaense

Entre os dias 03 a 24 de setembro, a cidade de Curitiba terá uma extensa programação cultural gratuita. Denominada Mostra Contos Por Todos Os Cantos, as ações englobam contações de histórias, espetáculos narrativos, performances literárias e musicais, intervenções urbanas com bicicletas, apresentações de slam poesia, oficinas de formação e aperfeiçoamento.

“Todas as atividades foram elaboradas por artistas locais. Os objetivos são valorizar a literatura e a oralidade e difundir as diversas expressões culturais às plateias de todas as idades e classes sociais”, explica o idealizador, Rafael Di Lari.

As apresentações públicas acontecerão na Casa da Leitura Wilson Bueno [bairro Portão], no Teatro Cleon Jacques [bairro São Lourenço], no Parque Bacacheri [bairro Bacacheri], na Boca Maldita e na praça Santos Andrade [no Centro] - sempre em horários variados. Outras mostras fechadas serão realizadas em oito escolas municipais e 20 instituições sociais da capital paranaense.

Para todos os gostos
No enredo dos espetáculos, temas que envolvem as histórias da África e os povos indígenas brasileiros, as memórias narrativas folclóricas, contos da cultura popular nacional, eslava e afro-brasileira.

As apresentações também trazem músicas, adivinhas, trava-línguas, improvisações com a plateia; intervenções urbanas com bicicletas; performance musical de traduções de poemas antigos, medievais, modernos e contemporâneos; declamação de poesias autorais inéditas; contação de histórias, oficinas de leitura de poesia e de leitura e oralidade.

“A realização da Mostra é uma oportunidade de a população curitibana usufruir de produções culturais com formatos diversificados, que dão um panorama sobre as possibilidades expressivas em relação à oralidade. Portanto, convidamos todas as pessoas a prestigiarem e acompanharem essa bela programação gratuita”, destaca Rafael Di Lari.

O projeto Mostra Contos Por Todos Os Cantos é realizado pela Barbas de Molho Produções Artísticas, é produzido pela Marianinho Produções, tem o apoio da Pipoteca e d’O Pão Que O Viado Amassou, o incentivo da EBANX e conta com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

A programação completa e a agenda das apresentações está disponível no site www.mostracontosportodoscantos.com.br

Serviço
O que: Programação cultural Mostra Contos Por Todos Os Cantos
Quando: De 03 a 24 de setembro
Onde: Casa da Leitura Wilson Bueno [bairro Portão], no Teatro Cleon Jacques [bairro São Lourenço], no Parque Bacacheri [bairro Bacacheri], na Boca Maldita e na praça Santos Andrade [no Centro]
Quanto: Entrada franca
Programação completa: www.mostracontosportodoscantos.com.br

Sugestão de legenda
Diversas atividades culturais gratuitas serão realizadas na Mostra Contos Por Todos Os Cantos; Eventos acontecem em vários locais de Curitiba, entre 03 a 24 de setembro

Crédito da arte
Manu Assini

Relacionamento com a imprensa | Barbas de Molho Produções Artísticas

Programação de setembro do Teatro Positivo tem atrações nacionais e internacionais

Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Marisa Monte, Luiz Fernando Guimarães e Thiago Ventura são alguns dos artistas que desembarcam em Curitiba, neste mês de setembro, e se apresentam no palco do Teatro Positivo. Já na quinta-feira, dia primeiro, a cantora britânica Corinne Bailey Rae traz os maiores sucessos da carreira no show Sunlight / Sunlight!. Considerada uma das grandes artistas modernas de soul music, Corinne Bailey Rae parte de Curitiba para o Rio de Janeiro, onde estreia no Rock in Rio com um dos shows mais esperados desta edição do festival. Multi-instrumentista, Corinne toca piano, contrabaixo, violão e encanta a todos com sua voz suave, meiga e afinadíssima.

Na sexta-feira, dia 2, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença se encontram no palco do Teatro Positivo para o show O Grande Encontro, uma mistura de MPB, forró e música regional que revive o sucesso de um dos mais bem-sucedidos espetáculos da música brasileira, que marcou os anos 1990. No repertório, entre trios, duetos e momentos solo, estarão clássicos como Anunciação, Banho de Cheiro, Dia Branco, Tropicana, Moça Bonita, Caravana, Belle de Jour, Coração Bobo, Táxi Lunar, Ciranda da Rosa Vermelha e Bicho de Sete Cabeças.

A inesquecível peça de teatro Hermanoteu na Terra de Godah, baseada no Antigo Testamento da Bíblia e encenada pela Companhia de Comédia Os Melhores do Mundo, volta aos palcos do Teatro Positivo no domingo, dia 4. Criada em 1995, reverenciada pelo público e ainda extremamente atual, essa despretensiosa sátira aos antigos filmes sobre o Antigo Testamento se utiliza de notórios fatos e personagens históricos para fazer humor com o dia a dia da nossa realidade.

Nos dias 9 e 10, a cantora carioca Marisa Monte volta ao Teatro Positivo com o show "Portas". O reencontro entre a artista e os curitibanos é muito aguardado. Além das canções do novo álbum, o repertório do show destaca momentos importantes da carreira de mais de três décadas da cantora e compositora.

O ator e humorista Luiz Fernando Guimarães interpreta Vera, uma idosa que vive sozinha na cidade grande e recebe a visita do neto no Espetáculo: Ponto a Ponto - 4.000 milhas, no domingo, dia 11 de setembro. O texto é da autora norte-americana Amy Herzog e adaptação e direção de Gustavo Barchilon. A peça retrata idade, família, morte e política, e promete fazer a plateia refletir e dar boas risadas.

No dia 14, o Teatro Positivo recebe um dos mais influentes economistas do país, Ricardo Amorim, que vem a Curitiba para a palestra Economia e Oportunidades: transformando cenários e tendências em estratégias e resultados. Amorim é o único brasileiro incluído na lista dos mais importantes e melhores palestrantes mundiais do Speakers Corner.

No dia 18, o espetáculo Queen Experience In Concert volta aos palcos do Teatro Positivo para homenagear e relembrar a mente brilhante de Freddie Mercury juntamente com John Deacon, Brian May e Roger Taylor. O tributo à banda britânica soma a marca impressionante de mais de 150 apresentações em um ano, tendo passado por todas as capitais do Brasil, além do Chile. O espetáculo traz aos palcos os maiores e melhores sucessos da banda Queen, como “Don’t Stop me Now”, “Killer Queen”, “Under Pressure”, dentre outros. O cantor André Abreu dá vida ao imortal Freddie Mercury, em um resgate histórico de uma das maiores bandas britânicas de todos os tempos.

No fim do mês, dia 25, o comediante Thiago Ventura traz aos palcos do Teatro Positivo o espetáculo Modo Efetivo, no qual conta sobre os primeiros relacionamentos amorosos, sexualidade e as relações cotidianas. Considerado um dos melhores comediantes da atualidade, possui uma personalidade irreverente e o estilo “da quebrada” agrada o público.

De acordo com o diretor da UP Experience, Eduardo Faria Silva, o Teatro Positivo é um ambiente que possibilita diferentes expressões culturais, corporativas e acadêmicas. “Com 2.400 lugares e inspiração em forma de arena grega, o Teatro Positivo recebe shows, palestras, seminários, peças de teatros e outras apresentações que proporcionam uma experiência única para o público". Segundo ele, ainda restam poucos espaços na agenda de 2022 e, por isso, a programação ainda pode ser alterada, com a divulgação de novidades para o último trimestre.

Os ingressos estão à venda exclusivamente no Disk Ingressos. Mais informações no site upx.art.br/.

Confira a programação completa para 2022:

Setembro

1 - Corinne Bailey Rae

2 - O Grande Encontro, com Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença

4 - Hermanoteu na Terra de Godah

9 e 10 - Marisa Monte

11 - Espetáculo: Ponto a Ponto - 4.000 Milhas

14 - Ricardo Amorim - Economia e Oportunidades

18 - Queen Experience

25 - Thiago Ventura - Modo Efetivo
- Thiago Ventura - Modo Efetivo (Sessão extra)

Outubro

1 - Queen Celebration

2 - Rodrigo Marques - Paz de Marte

16 - Matogrosso & Mathias + Trio Parada Dura

27 e 28 - GIL em Curitiba

Novembro

6 - Bruna Louise

11 - Bonnie Tyler

14 - Orquestra Jovem Alegro

18 - Anavitoria

19 - Sidney Magal - "No ar Rádio Magal"

Dezembro

14 - Orquestra Jovem Alegro

16 - Boate Azul Ao Vivo

UP ExperienceDo rock ao pagode, Teatro Positivo divulga programação de julho

O maior teatro do Paraná chega ao mês de julho com todos os finais de semana com shows e espetáculos. Parte do complexo UP Experience, em Curitiba (PR), o Teatro Positivo recebe apresentações de rock, pagode, MPB, Hip Hop até espetáculos infantis. Entre os nomes que sobem ao palco, Sérgio Reis, Renato Teixeira, Maria Rita, Zeca Pagodinho, CPM22 e Luccas Neto.

No dia 2, a apresentação Romaria - Trilhas de Fé com Sergio Reis, Renato Teixeira e Pe. Alessandro Campos é um espetáculo à parte para quem gosta de música sertaneja. O repertório conta com os maiores sucessos dos três artistas como “Menino da Porteira”, “Panela Velha” e “Romaria”.

Já no dia 3, quem se apresenta no teatro é a banda de rock brasileira CPM 22, formada por Badauí (vocal), Luciano Garcia (guitarra), Phil Fargnoli (guitarra), Ali Zaher (baixo) e Daniel Siqueira (bateria). Com músicas tocadas nas festas dos anos 2000, a banda traz sucessos como “Um minuto para o fim do mundo”, “Dias Atrás” e “Tarde de Outubro”.

Nos dias 8, 9 e 10, o Teatro Positivo é palco do Festival Internacional de Hip Hop (FIH2), evento que traz ao público a expressão da linguagem artística do Hip Hop. O maior festival de dança da América Latina é um encontro nacional e internacional de dançarinos, professores e coreógrafos. Nesta edição, participam Lola Beckers, que já atuou com artistas mundiais como M.I.A. e Ed Sheeran; Marlee Hightower, destaque no vídeo “Happy”, de Pharrel William; Selene Haro, que já fez parte do elenco do Cirque Du Soleil, trabalhou com Paula Abdul, Beats by Dre e Billie Eilish; e Pam de Brito, maringaense que integrou o elenco profissional na cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

A icônica cantora Maria Rita volta a Curitiba no dia 16, com o espetáculo inédito “Voz e Piano”. Em arranjos mais intimistas, a artista traz gêneros que vão do baião ao jazz. O repertório inclui sucessos do início da carreira como "Cara Valente", "Pag" e "Num Corpo Só", além de uma apresentação de releituras de clássicos como "Asa Branca" e "Romaria".

Dia 17, um dos maiores clássicos da Disney, "A Bela e a Fera", ganha uma nova roupagem com o musical A Bela e a Fera in Concert, e desembarca no Teatro Positivo depois de atrair mais de 100 mil pessoas por todo o Brasil. No mesmo dia, às 20h, o público tem uma imersão musical e visual na história do Pink Floyd, com o Pink Floyd - Experience In Concert. Os músicos Nando G. Torres (voz, guitarra e violão), Tito Falaschi (baixo e voz), Peu Mendes (guitarra solo e violão), Vitinho Silva (bateria), Wilson Esteves (teclado) e Mari Nunes (voz) prometem trazer os maiores sucessos da histórica banda britânica.

No dia 23, o Festival Brasileiro de Taiko se apresenta no Teatro Positivo. Realizado anualmente, é um evento que reúne as equipes associadas para se apresentarem em diferentes categorias. Além de ser a primeira apresentação no Paraná, o Festival Brasileiro de Taiko tem uma edição especial com o tema “Reencontro”. Quase fechando o mês, no dia 30, o Teatro Positivo recebe um dos grandes nomes da música brasileira, que promete deixar todo mundo de pé. Zeca Pagodinho se apresenta com muito samba e grandes sucessos como “Deixa a vida me levar”, “Mais Feliz” e “Sonho Meu”.

No último dia do mês, uma apresentação que vai ficar marcada na memória de cada um dos fãs do youtuber infantil Luccas Neto. Dono de um dos maiores canais do YouTube no Brasil, o artista promete um musical para toda a família, repleto de coreografias, danças e efeitos especiais.

Considerado o maior teatro do Paraná e um dos mais bem equipados do Brasil, o Teatro Positivo tornou-se referência no calendário de grandes espetáculos culturais. "A realização de ações culturais dentro de todos os protocolos e as orientações das autoridades responsáveis são fundamentais para que possamos voltar a contribuir com o desenvolvimento da sociedade paranaense e sermos uma das principais capitais artísticas do país", ressalta o diretor da UP Experience, Eduardo Faria Silva.

Os ingressos estão à venda no Disk Ingressos. Mais informações no site https://upx.art.br/.

Confira a programação completa para 2022:

Julho

2 - "Romaria - Trilhas de fé", com Sérgio Reis, Renato Teixeira e Pe. Alessandro Campos

3 - CPM 22

8, 9 e 10 - Festival Internacional de Hip Hop (FIH2)

13 - Show: Mundo Bita Sinfônico

14 - Guns N'Roses Sinfônico

16 - Maria Rita

17 - "A Bela e a Fera - Musical In Concert"

17 - Pink Floyd - "Experience In Concert"

24 - Festival Brasileiro de Taiko

30 - Zeca Pagodinho

31 - Luccas Neto e a Escola de Aventureiros

Agosto

5, 6, 7 - GAP Discovery

10 e 11 - Jão

14 - Paulinho Mixaria - "Tá todo mundo louco”

Setembro

1 - Corinne Bailey Rae

2 - O Grande Encontro com Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença

4 - Hermanoteu na Terra de Godah

9 e 10 - Marisa Monte

14 - Ricardo Amorim - Economia e Oportunidades

18 - Queen Experience

Outubro

1 - Queen Celebration

16 - Matogrosso & Mathias + Trio Parada Dura

27 - GIL em Curitiba

Novembro

6 - Bruna Louise

11 - Bonnie Tyler

14 - Orquestra Jovem Alegro

18 - Anavitoria

19 - Sidney Magal - "No ar Rádio Magal"

Dezembro

14 - Orquestra Jovem Alegro

16 - Boate Azul Ao Vivo

Sobre o Teatro Positivo

Com 2.400 lugares, quatro camarins e quatro camarotes, o Teatro Positivo é o maior teatro do Paraná e um dos mais bem equipados do Brasil. Sua infraestrutura o transformou em referência no calendário de grandes espetáculos culturais no Brasil. Seu projeto arquitetônico foi inspirado no teatro grego Epidaurus, do século IV a.C. O teatro tem instalações e equipamentos que permitem receber todos os tipos de eventos, desde grandes espetáculos de música, dança e teatro até formaturas, aberturas de congressos, convenções e eventos corporativos.

14º IN-EDIT BRASIL – FESTIVAL INTERNACIONAL DO DOCUMENTÁRIO MUSICAL ACONTECE DE FORMA HÍBRIDA, COM SESSÕES PRESENCIAIS, NA CIDADE DE SÃO PAULO, E PROGRAMAÇÃO ONLINE DISPONÍVEL EM TODO O BRASIL. ** de 15 a 26 de junho.

** de 15 a 26 de junho.

** Abertura com o inédito "Nothing Compares", sobre a vida da polêmica cantora irlandesa Sinéad O’Connor, no dia 15/06, às 20h30, no CineSesc (SP).

** Títulos Nacionais com personagens como Léa Freire, Sidney Magal, Belchior, o rapper Alan, Garotos Podres, Cafi, Lauri F, Tião Carreiro e Índio Cachoeira, Luiz Carlini, Benjamim Taubkin, e muito mais.

** Filmes premiados nas edições online de 2020 e 2021, sobre Dom Salvador, Garoto, Alzira E e Secos & Molhados, serão exibidos pela primeira vez numa tela de cinema.

** Tina Turner, Rick James, Flaming Lips, Dinosaur Jr, Beatles, Cymande, a-ha, Lydia Lunch, Thelonious Monk, Delia Derbyshire, Marin Alsop, King Crimson e Courtney Barnett são alguns destaques do Panorama Mundial.

** Mostra Especial Heavy Metal traz filmes de grandes nomes do metal nacional e mundial.

** Shows e Pocket Shows com Banda Mantiqueira, Mundo Livre SA, Black Pantera, Benjamim Taubkin, banda Test, Carline and Friends, Os Imitáveis, Garotos Podres e Alzira E.

** Ações formativas: debates, entrevistas com os cineastas e sessões comentadas.

** Bônus Track: nos dias 27, 28 e 29 de junho, destaques desta e de outras edições do Festival ganham sessões extras, no CineSesc, para quem perdeu a primeira chance ou quer rever seus filmes favoritos.

A 14ª edição do In-Edit Brasil - Festival Internacional do Documentário Musical acontece de 15 a 26 de junho, de forma híbrida: presencial, na cidade de São Paulo, nas salas de cinema CineSesc, Cinemateca Brasileira, Cine Bijou, Circuito Spcine CCSP - Lima Barreto, Circuito Spcine Roberto Santos, Circuito Spcine Cidade Tiradentes, com sessões especiais na Sala Olido e na Sala São Paulo, e online, na plataforma do festival e em plataformas parceiras, para todo Brasil.

Com um total de 67 títulos, entre longas e curtas, nacionais e internacionais, inéditos no circuito comercial, a programação conta ainda com diversas atividades paralelas como shows, pocket shows, debates, encontros, sessões apresentadas por convidados e feira de vinil.

"A programação online amplia o alcance, democratiza o acesso, é indispensável ao festival. Mas a grande aposta desta edição é a volta ao presencial! Por isso, tantas sessões com diretores, diretoras e convidados especiais. Por isso, tantos shows. Queremos resgatar o prazer do encontro, das trocas, investir na experiência viva que só um festival pode oferecer", observa Leonardo Kehdi, diretor-executivo do festival.

O IN-EDIT BRASIL 2022 conta com patrocínio máster de Colombo Agroindústria, patrocínio de Itaú Unibanco, Spcine e Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e é uma realização conjunta de Sesc SP, In Brasil Cultural e Secretaria Especial de Cultural, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Confira abaixo os filmes confirmados para o In-Edit Brasil 2022.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE: www.in-edit-brasil.com

SESSÃO DE ABERTURA
Sessão presencial, no CineSesc, em São Paulo.

A Cerimônia de Abertura acontece no dia 15 de junho, às 20h30, no CineSesc, com a exibição do inédito "Nothing Compares", sobre a vida da cantora irlandesa Sinéad O’Connor. Entre altos e baixos na carreira da artista, que mudou radicalmente a figura da mulher no rock ao raspar sua cabeça, usar roupas masculinas e soltar frases polêmicas ao se referir à moral e aos bons costumes britânicos, o documentário traz imagens inéditas de arquivo e a voz da própria cantora como narradora. A diretora Kathryn Ferguson resgata essa trajetória de um ponto de vista abertamente feminista. Os ingressos serão distribuídos gratuitamente na bilheteria do CineSesc, com 1 hora de antecedência do início da sessão (sujeito à lotação da sala).

PANORAMA BRASILEIRO

O Panorama Brasileiro, que inclui as seções Competição Nacional, Mostra Brasil, Curta um Som e Sessões Especiais, traz um total de 33 títulos de diversos gêneros musicais e personagens vindos dos quatro cantos do Brasil, como Bahia, Amapá, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Sergipe, Pará e Rio de Janeiro.

Todos os títulos do Panorama Brasileiro serão exibidos nas salas do festival (em São Paulo) e exibidos no formato online para todo o Brasil - exceto os filmes das Sessões Especiais, exibidos somente nas salas de cinema.

Competição Nacional
Sessões presenciais, nas salas do festival, em São Paulo, e Online para todo o Brasil.

Apresenta 6 títulos inéditos no circuito comercial, sendo 3 deles em pré-estreia nacional. O vencedor entra no circuito In-Edit de festivais e será exibido na edição de Barcelona, na Espanha, com a presença de seu diretor ou diretora.

O longa A Música Natureza de Léa Freire, de Lucas Weglinski (SP), exibido em avant-premiére no festival, retrata uma das principais compositoras e instrumentistas do país, Léa Freire, o começo de sua carreira tocando na noite paulistana e sua trajetória, chegando a ser comparada a Tom Jobim, Villa-Lobos e Hermeto Pascoal.

Em pré-estreia nacional, o documentário Alan, de Daniel Lisboa e Diego Lisboa (Irmãos Lisboa- BA), acompanha o rapper Alan, que vive em Salvador e que tenta mostrar seu trabalho invadindo o palco de outros artistas. As faces do Mao, de Dellani Lima e Lucas Barbi (SP), faz um review de José Mao Rodrigues Jr, professor universitário, militante político e anarquista, líder da mítica banda Garotos Podres.

Um dos artistas mais amargurados e misteriosos do Brasil, Belchior explica sua arte em Belchior - Apenas um Coração Selvagem, de Natália Dias e Camilo Cavalcanti (RJ), através de diversos depoimentos dados ao longo de sua carreira. Mesmo sem ser músico, o fotógrafo Carlos da Silva Assunção Filho, o Cafi, tem seu nome marcado na história da música brasileira. É dele a foto que está na capa do álbum “Clube da Esquina”, entre tantas outras que se tornaram clássicas. No filme Cafi, de Lírio Ferreira e Natara Ney (PE), ele e amigos contam sobre sua (boa) vida e sua arte. Também em pré-estreia nacional, Manguebit, de Jura Capela, esquadrinha o Manguebeat, um dos grandes movimentos musicais da história recente do país, desde sua origem em Pernambuco até suas reverberações.

Mostra Brasil
Sessões presenciais, nas salas do festival, em São Paulo, e Online para todo o Brasil.

Traz o melhor da nova safra de documentários musicais, como o roadmovie Bandoneando - A Busca pelos bandoneonistas negros da Campanha Gaúcha, de Diego Müller (RS), que busca identificar personagens esquecidos na música: negros que colaboraram na introdução e divulgação do bandoneón na cultura gaúcha. Um dos principais nomes na divulgação do forró na cidade de São Paulo, Castanheiro do Forró, de Alfredo Bello (SP-PE), acompanha o músico Castanheiro, gerente de um dos maiores salões de forró da cidade e diretor de programação da Rádio Atual, que tocou e gravou durante anos com Luiz Gonzaga e outros grandes nomes.

Em Cine Rabeca, de Marcia Mansur, os músicos Luiz Paixão e Renata Rosa fazem um reencontro cinematográfico com suas trajetórias. O músico de jazz brasileiro Ivo Perelman vive há muitos anos nos Estados Unidos, onde é mais conhecido. Em Ivo Perelman - A Musical Storyteller, de Leonel Costa (SP), ele conta, com naturalidade, alguns de seus sucessos e fracassos. No documentário Lenha, Brasa e Bronca: A História de Jacildo e Seus Rapazes, o diretor Dennis Rodrigues (MT), resgata a história de Jacildo e Seus Rapazes, uma garage band dos anos 60 surgida em Cuiabá.

A história do cantor e entertainer Sidney Magal, considerado um dos maiores sex symbols do país, é tema do documentário Me Chama Que Eu Vou, de Joana Mariani (RJ). Tirando sarro de tudo e de todos, inclusive de si própria, a banda Repolho está no documentário Queremo Róque!, de Jivago Del (SC). O longa Tambores da Diáspora, de João Nascimento (SP), é uma investigação musical e antropológica sobre as origens e trajetórias do tambor, desde a África até o Brasil.

Curta Um Som
Sessões presenciais, nas salas do festival, em São Paulo, e Online para todo o Brasil.

Traz um leque com as mais variadas experiências sonoras, personagens e fatos históricos. São eles: A Orquestra das Diretas, de Caue Nunes, sobre a Orquestra Sinfônica de Campinas, que participou de vários comícios do movimento Diretas Já, liderada pelo maestro Benito Juarez; As Canções de Amor de uma Bixa Velha, de André Sandino Costa, traz uma reflexão de Marcio Januário sobre a condição de homem negro, gay e de terceira idade; Berimbauzeiro, de Marco Poglia, Magnólia Dobrovolski e Mário Saretta, sobre o Mestre Churrasco, que realiza diversos experimentos sonoros a partir de berimbaus não-convencionais, construídos por ele mesmo; Da Boca da Noite à Barra do Dia, de Tiago Delácio, na Zona da Mata de Pernambuco, onde sonho e realidade se misturam; Endless Love, de Duda Gambogi, registrou cantores e cineastas amadores que se encontram nos karaokês do Rio de Janeiro; Geruzinho, de Juliana Teixeira, Luli Morante e Rafael Amorim, sobre os irmãos Dingo Bala, Mestre Nenê, Niquimba e Nego Dadá, que formaram o bloco afro Descidão dos Quilombolas, na periferia de Aracaju; Hoje Estamos Aqui: Breve História de um Sound System Amazônico, de Darien Lamen, sobre Milton Almeida do Nascimento, um dos pioneiros na construção da aparelhagem, marca icônica na música amazônica; Passar Uma Chuva, de Aron Miranda e Cassandra Oliveira, sobre o violonista Nonato Leal; RAP - Revolução Através da Palavra, de Washington Deoli, com Thaíde, MC Soffia, Rappin’ Hood e Leci Brandão, entre outros; Sinal de Alerta: Lory F, de Fredericco Restori, nome festejado no underground gaúcho, que teve uma carreira meteórica e muito curta; e Sobre Pardinhos e Afrocaipiras, de Daniel Fagundes, sobre violeiros como Tião Carreiro e Índio Cachoeira que imprimiram à música caipira tradicional a influência dos povos indígenas e afrodescendentes, com depoimentos de Ricardo Vignini, Daniel Munduru e Saloma Salomão, entre outros.

Sessões Especiais
Sessões presenciais, nas salas do festival, em São Paulo.

As Sessões Especiais trazem oito títulos divididos em dois grupos.
O grupo dos filmes inéditos apresenta 4 títulos finalizados especialmente para o Festival e exibidos em sessões únicas. Uma das grandes lendas do rock brasileiro, Luiz Carlini, abre a porta de sua casa para o diretor Luiz Carlos Lucena. O registro está em Carlini - Guitarrista de Rock, que conta a história do guitarrista, que fez parte da formação clássica do Tutti-Frutti e, acompanhando Rita Lee, gravou grandes clássicos do rock nacional, como “Atrás do Porto Tem uma Cidade”, “Fruto Proibido”, e “Ovelha Negra”. A diretora Adrianna Oliveira nos convida para um mergulho ambientado nos anos 1980, onde Gueto Flow, Preto Show traz à tona o repertório construído ao longo de 12 anos da carreira do rapper paraense Pelé do Manifesto. Música Para Um Filme, de Otavio Cury, traz sequências editadas do ambiente de gravação da trilha do documentário “Constantino”, do mesmo diretor, composta pelo pianista Benjamim Taubkin e que contou com a participação de outros músicos notáveis, como Dimos Gourdalis (violoncelo), Ari Colares (percussão), João Taubkin (contrabaixo) e Mario Aphonso (flauta). E Um Disco Normal, de João Kombi, mostra a gravação do novo disco da banda de grindcore TEST, em lugares abertos como pistas de skate, estações abandonadas de trem, conchas acústicas ou até mesmo embaixo de uma ponte.

Destaques das edições 2020 e 2021 chegam à tela grande!
Complementam as Sessões Especiais 4 filmes que foram destaque nas edições de 2020 e 2021 do In-Edit Brasil. Devido à pandemia de covid-19, esses filmes puderam ser vistos somente no formato online e, agora, serão exibidos pela primeira vez na tela grande do cinema. Oportunidade única de ver e rever esses documentários, que continuam inéditos no circuito comercial, com a qualidade de imagem e som que eles merecem!

O grande vencedor da edição de 2020, Dom Salvador & Abolition, de Artur Ratton e Lilka Hara, acompanha o cultuado pianista brasileiro Dom Salvador, que vive há mais de quatro décadas nos Estados Unidos e que ainda está na ativa. À frente da banda Abolição, é considerado um dos arquitetos da black music brasileira, nos anos 1970. Campeão de acessos no In-Edit Brasil 2020, o documentário Garoto - Vivo Sonhando, de Rafael Veríssimo, também contemplado com uma menção especial do júri, mostra um dos maiores violonistas de todos os tempos, Aníbal Augusto Sardinha, o Garoto, integrante do mítico Bando da Lua, conjunto que acompanhou Carmen Miranda nos Estados Unidos, referência de grandes violonistas como Baden Powell, João Gilberto e Raphael Rabello.

Já o filme vencedor do In-Edit Brasil 2021, Aquilo Que Eu Nunca Perdi, de Marina Thomé, mostra a cantora e compositora Alzira E, sua carreira com parceiros como Itamar Assumpção, Ney Matogrosso, Almir Sater e sua irmã Tetê Espíndola, com arquivos, ensaios atuais e conversas íntimas dessa artista extraordinária, pioneira de muitas batalhas, que aos 63 anos lidera uma banda de rock. E o destaque de público de 2021, Secos & Molhados, de Otávio Juliano, reconta a história do grupo musical Secos & Molhados a partir de depoimentos de João Ricardo, criador da banda.

PANORAMA MUNDIAL
Sessões presenciais, nas salas do festival, em São Paulo; seleção de títulos exibidos Online para todo o Brasil.

O Panorama Mundial traz um total de 25 documentários internacionais que serão exibidos no formato presencial, na cidade de São Paulo, e uma seleção online.

O documentário a-ha: The Movie, dos diretores Thomas Robsahm e Aslaug Holm, mostra uma das bandas mais populares dos anos 1980 e o que o estrelato fez com as vidas de seus integrantes, Morten Harket, Magne Furuholmenen e Pål Waktaar-Savoy, desde a explosão gradual de “Take On Me” até os dias de hoje. A cantora australiana Courtney Barnett, um dos grandes nomes do rock independente atual, mas não é muito de badalações e entrevistas, mas aceitou gravar depoimentos em áudio como se fosse um diário pessoal Anonymous Club, de Danny Cohen.

A história do cantor Rick James, estrela da Black Music, que começou sua carreira no Canadá com ninguém menos que Neil Young e revitalizou o funk e levou seu hit “Super Freak” ao posto de um dos mais sampleados de todos os tempos, em Bitchin’: The Sound and Fury of Rick James, de Sacha Jenkins. A cantora de voz grave e suave, que colocou Cabo Verde definitivamente no mapa musical do mundo, é retratada no documentário Cesária Évora, com imagens de arquivo inéditas reunidas pela diretora Ana Sofia Fonseca. O retrato alucinado e apocalíptico de um coletivo de “SoundCloud rappers” em Crestone, de Marnie Ellen Hertzler, que decidiu se isolar no deserto do estado de Colorado, nos Estados Unidos, plantando maconha, compondo e soltando suas rimas gratuitamente na internet.

O documentário Delia Derbyshire: The Myths and the Legendary Tapes, de Caroline Catz, conta a história da matemática e compositora Delia Derbyshire, uma das pioneiras da música eletroacústica, reverenciada por artistas como Paul McCartney, Jimi Hendrix, Aphex Twin, Chemical Brothers e Orbital. Dirigido por Ignacio Acconcia, El Niño de Fuego conta a história de Aleixo Paz, sobrevivente de um acidente gravíssimo, que tem como único consolo escrever canções para um público imaginário.

Devido à pandemia de Covid-19, a banda Flaming Lips teve que se reinventar e, sem colocar seus integrantes e fãs em risco, inventou o Space Bubble Show, registrado no filme Flaming Lips - Space Bubble Film, de Wayne Coyne e Blake Studdard. A banda Dinosaur Jr. repassa os mais de 30 anos de carreira do grupo liderado pelo obsessivo J. Mascis em Freakscene: The Story of Dinosaur Jr., de Philipp Reichenhei. No documentário Getting It Back: The Story Of Cymande, de Tim Mackenzie-Smith, a banda Cymande, formada em Londres por músicos vindos de ex-colônias britânicas, apresenta sua mistura do funk, soul, reggae, rock, música africana, calypso, jazz, deixando claro por que suas canções foram sampleadas por artistas como Fugees, Wu-Tang Clan e De La Soul.

Em I Get Knocked Down, documentário de Sophie Robinson e Dunstan Bruce, o vocalista da banda anarco-pop Chumbawamba, Dunstan Bruce, conversa com amigos, companheiros de banda e velhos anarquistas. No road movie I’m Wanita, de Matthew Walker, a “Rainha do Honky Tonk australiano” junta um dinheiro e decide produzir por conta própria suas tão sonhadas gravações. Já Estou Farto!, de Paulo Antunes, narrado em primeira pessoa, é um retrato intimista do músico João Pedro Almendra, ex-vocalista da banda punk Peste & Sida. A artista Lydia Lunch já colaborou com gente como Sonic Youth, Nick Cave, Marc Almond, entre outros, e sua história pode ser conhecida em Lydia Lunch: The War Is Never Over, de Beth B.

Em 1974, Chico Buarque compôs “Tanto Mar” em homenagem à Revolução dos Cravos, em Portugal, que pôs fim à ditadura de Salazar e devolveu a democracia ao país. A cineasta Joana Barra Vaz conta essa história em Meu Caro Amigo Chico. A inusitada história do pianista Billy Tipton em No Ordinary Man, de Aisling Chin-Yee e Chase Joy, que nasceu Dorothy Tipto, mas foi proibida de tocar piano por ser mulher. Uma das histórias mais fascinantes da música alternativa na segunda metade do século 20, a evolução de COUM Transmissions e seu projeto subsequente Throbbing Gristle, é o foco de Other, Like Me: The Oral History of COUM Transmissions and Throbbing Gristle, de Marcus Werner Hed e Dan Fox. em Rewind and Play, de Alain Gomis, é um registro doído e comovente do gênio Thelonious Monk, feito a partir de cenas gravadas para um programa de televisão francês que não chegou a ser exibido.

O documentário Studio 17: The Lost Reggae Tapes, de Mark James, mostra Bob Marley & the Wailers, Lee “Scratch” Perry, Peter Tosh, Gregory Isaacs, The Skatalites, entre tantos outros, que fizeram gravações históricas no Studio 17, ponto de encontro da revolução musical jamaicana após a independência em 1962. In the Court of the Crimson King, de Toby Amies, umas das estreias mais badaladas da última edição do SXSW, mostra que o espírito experimental da banda King Crimson e de seu líder Robert Fripp permanece intacto depois de cinco décadas de carreira.

Com The Beatles - Get Back, o In-Edit Brasil traz um corte especial e exclusivo do documentário musical seriado mais importante do ano, “Get Back”, de Peter Jackson, no qual o diretor conta todos os mirabolantes detalhes dessa produção que termina com o show completo no telhado do prédio da gravadora Apple. Retrato da genial regente Marin Alsop que, entre outras proezas, consolidou a Orquestra do Estado de São Paulo (Osesp) entre as mais respeitadas do mundo, no documentário The Conductor, de Bernadette Wegenstein. O filme The Unicorn, de Isabelle Dupuis e Tim Geraghty, documenta a vida atual de Peter Grudzie, cujo único feito musical importante é ter gravado o LP “The Unicorn”, possivelmente o primeiro álbum country abertamente gay da história. A cantora Tina Turner se despede da vida pública com um relato íntimo e revelador sobre sua vida e sua carreira, em Tina, de Daniel Lindsay e T.J. Martin, já exibido em canais de streaming e VOD, mas que revela toda a sua força na tela grande do cinema.

ESPECIAL HEAVY METAL
Sessões presenciais, nas salas do festival, em São Paulo; seleção de títulos exibidos Online para todo o Brasil.

O In-Edit Brasil apresenta um especial com 9 títulos nacionais e internacionais de um dos gêneros musicais mais escutados no mundo, o Heavy Metal.

O documentário finlandês A Heavy Metal Civilization, de Cristina Ornellas e Maila-Kaarina Rantanen, traz depoimentos dos maiores nomes do gênero, que compartilham seus pontos de vista sobre sociedade, religião, política e como uma subcultura underground se tornou um importante embaixador da cultura local.

O diretor Ricardo 'Micka' Michaelis faz uma bela homenagem ao início do heavy metal no país (1980-1989), em Brasil Heavy Metal. A história de um dos maiores nomes do Heavy Metal mundial, Ronnie James Dio, passando por todas as suas fases, das aventuras com Ritchie Blackmore no Rainbow e a substituição de ninguém menos que Ozzy Osbourne no Black Sabbath, até a formação de sua própria banda, é contada em DIO Dreamers Never Die, de Don Argott e Demian Fenton

O documentário Murder in the Front Row: The San Francisco Bay Area Thrash Metal Story, de Adam Dubin, mostra o berço onde bandas como Metallica, Megadeth, Exodus, Anthrax, Testament e Slayer saíram para tomar o mundo. Em junho de 1983, a banda Kiss fez sua primeira turnê pelo Brasil e o diretor Tadeu Jungle foi à porta do estádio do Morumbi, onde seria realizado o show, para entrevistar o público e fazer um retrato geracional. O resultado é o filme Quem Kiss Teve. No Rock and Roll Fantasy Camp gente de todas as partes vem para aprimorar sua técnica com seus ídolos. O documentário Rock Camp - The Movie, de Douglas Blush e Renee Barron, mostra estrelas como Paul Stanley, Roger Daltrey, Jeff Beck, Dave Mustaine e Rob Halford, que já passaram pelo acampamento de verão para ensinar seus truques para os participantes.

Quatro jovens imigrantes afegãos no Irã formaram uma banda de rock que nunca teve permissão para se apresentar. Agora eles têm a chance de tocar ao vivo pela primeira vez em sua terra natal, graças ao convite de um festival. A saga pode ser acompanhada em The Forbidden Strings, de Hasan Noori. E as origens do black metal norueguês e suas circunstâncias obscuras estão registradas no documentário Until the Light Takes Us, de Aaron Aites e Audrey Ewell. O baterista Leif Gylve "Fenriz" Nagell da banda Dark Throne e Varg Vikernes do Mayhem - que passou mais de uma década atrás das grades pelo assassinato do guitarrista Øystein "Euronymous" Aarseth - contam suas histórias. Fecha a mostra Especial Heavy Metal o filme Rockabul, do diretor autraliano Travis Beard, que morou sete anos no Afeganistão e lá conheceu a primeira e única banda de Heavy Metal do país: Unknown District.

PROGRAMAÇÃO PARALELA _ MÚSICA, ENCONTROS, DEBATES

MÚSICA: SHOWS, POCKET SHOWS, DJ
Apresentações exclusivamente presenciais, nas salas do festival, em São Paulo. Acesso livre e gratuito.

SHOW: MUNDO LIVRE SA
16/06, QUINTA-FEIRA, 18H - SALA OLIDO
Show apresentado após exibição do filme Manguebit.

SHOW: GAROTOS PODRES
17/06, SEXTA-FEIRA, 20H30 - SALA OLIDO
Show apresentado após exibição do filme As Faces do Mao.

SHOW: BLACK PANTERA
18/06, SÁBADO, 18H - SALA OLIDO
Show apresentado após exibição do filme Murder In The Front Row.

POCKET SHOW: SLAM
18/06, SÁBADO, 21H - CINE BIJOU
Pocket Show apresentado após exibição do filme El Niño de Fuego.

SHOW: BANDA MANTIQUEIRA - HOMENAGEM A LÉA FREIRE
19/06, DOMINGO, 18H - SALA OLIDO
Show apresentado após exibição do filme A Música Natureza de Léa Freire.

SHOW: BANDA TEST
23/06, QUINTA-FEIRA, 20H30 - CINEMATECA BRASILEIRA - ÁREA EXTERNA
Show apresentado após exibição do filme Um Disco Normal.

POCKET SHOW: OS IMITÁVEIS
24/06, SEXTA-FEIRA, 22H30 - CINE BIJOU
Pocket Show apresentado após exibição do filme Lenha, Brasa e Bronca.

DJ SESSION
25/06, SÁBADO, 15H A 19H - CINEMATECA BRASILEIRA - ÁREA EXTERNA

POCKET SHOW: CARLINI AND FRIENDS
25/06, SÁBADO, 18H - CINEMATECA BRASILEIRA - ÁREA EXTERNA
Show apresentado após exibição do filme Carlini, Guitarrista de Rock .

POCKET SHOW: BENJAMIM TAUBKIN - TRILHAS SONORAS
26/06, DOMINGO, 18H30 - CINESESC
Apresentação realizada após exibição do filme Música Para Um Filme.

POCKET SHOW: ALZIRA E
29/06, QUARTA-FEIRA, 20H30 - CINESESC
Apresentação realizada após exibição do filme Aquilo Que Eu Nunca Perdi.

FEIRA DE VINIL IN-EDIT 2022
Atividade presencial, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Acesso livre e gratuito.
Exposição, troca e venda de discos de vinil, reunindo mais de 20 das melhores lojas e colecionadores de São Paulo.
25/06, SÁBADO, 14H A 19H - CINEMATECA BRASILEIRA

DEBATE, ENTREVISTAS

DEBATE: O OLHAR MUSICAL
Atividade presencial, no CineSesc, em São Paulo. Acesso livre e gratuito.
Debate com os cineastas Joaquim Castro, Lírio Ferreira e Natara Ney, mediado pela cineasta e musicista Lina Chamie.
20/06, SEGUNDA-FEIRA, 19H30 - CINESESC

ENTREVISTAS COM CINEASTAS
Online para todo o Brasil. Acesso livre e gratuito.
Curadores do festival entrevistam diretoras e diretores da Competição Nacional e da Mostra Brasil.
A PARTIR DE 16/06 - SITE E CANAL DE YOUTUBE DO FESTIVAL

SESSÕES COMENTADAS
Encontros presenciais nas salas do festival, em São Paulo. Acesso vinculado à respectiva sessão.

Alguns dos filmes do Panorama Mundial e da mostra Especial Heavy Metal terão uma sessão apresentada e comentada por jornalistas e críticos especializados no universo temático do filme.

PANORAMA MUNDIAL

Anonymous Club
Apresentador Comentarista: LUIZ THUNDERBIRD
25/06, SÁBADO, 18H - CINEMATECA BRASILEIRA

Crestone
Apresentador Comentarista: MARCOS LAURO
19/06, DOMINGO, 19H - CINE BIJOU

Flaming Lips
Apresentadora Comentarista: DEBORA PILL
16/06, QUINTA, 19H _ CINEMATECA BRASILEIRA

Freak Scenes
Apresentador Comentarista: ALEXANDRE MATIAS
25/06, SÁBADO, 16H - CINEMATECA BRASILEIRA

Já Estou Farto!
Apresentador Comentarista: ARIEL ULIANA JR.
17/06, SEXTA-FEIRA, 21H - CINE BIJOU

Lydia Lunch
Apresentadora Comentarista: SANDRA COUTINHO
17/06, SEXTA-FEIRA, 20H - CCSP - SALA LIMA BARRETO

Other, Like Me
Apresentador Comentarista: CAMILO ROCHA
25/06, SÁBADO, 15H - CINEMATECA BRASILEIRA

Studio 17
Apresentador Comentarista: RAMIRO ZWETSCH
23/06, QUINTA-FEIRA, 21H - CINE BIJOU

Rewind And Play
Apresentadora Comentarista: LORENA CALABRIA
18/06, SÁBADO, 18H30 - CINESESC

ESPECIAL HEAVY METAL

A Heavy Metal Civilization
Apresentador Comentarista: MARCELO MOREIRA
25/06, SÁBADO, 17H - CINEMATECA BRASILEIRA

Dio
Apresentador Comentarista: RICARDO BATALHA
16/06, QUINTA-FEIRA, 20H30 - CINESESC

Forbidden Strings
Apresentador Comentarista: SERGIO MARTINS
16/06, QUINTA-FEIRA, 18H - CINEMATECA BRASILEIRA

Murder In The Front Row
Apresentador Comentarista: NANDO MACHADO
18/06, SÁBADO, 16H - SALA OLIDO

Until The Light Takes Us
Apresentador Comentarista: RENATO GIMENEZ
18/06, SÁBADO, 18H - CINEMATECA BRASILEIRA

PROGRAMAÇÃO COMPLETA COM SINOPSE DOS FILMES, DATAS E HORÁRIOS - LINK AQUI

SERVIÇO:
In-Edit Brasil - 14º Festival Internacional do Documentário Musical
De 15 a 26 de junho.
(Sessões “Bônus Track”: 27 a 29 de junho, no CineSesc.)
www.in-edit-brasil.com
@ineditbrasil

Classificação indicativa: 10 anos para toda a programação, exceto Other, Like Me (16 anos) e Lydia Lunch: The War Is Never Over (12 anos).

Salas do Festival - São Paulo (presencial)
@ CineSesc: R$ 24, R$ 12 (meia), R$ 8 (credencial plena Sesc), entrada gratuita em sessões específicas.
@ Cinemateca Brasileira: entrada gratuita.
@ Circuito CCSP - Lima Barreto: entrada gratuita.
@ Cine Bijou: entrada gratuita.
@ Spcine Roberto Santos: entrada gratuita.
@ Spcine Cidade Tiradentes: entrada gratuita.
@ Sala Olido: entrada gratuita.
@ Sala São Paulo: entrada gratuita.

Plataformas Online do Festival
@ in-edit.tv: acesso gratuito
@ Itaucultural Play: acesso gratuito.
@ Sesc Digital / Cinema #EmCasaComSesc: acesso gratuito.

Teatro Positivo divulga programação de junho

Boyce Avenue, Paula Fernandes, Deive Leonardo, Léo Lins, Whindersson Nunes, e Orquestra Infantil Alegro estão na programação deste mês no maior teatro do Paraná

Parte do complexo UP Experience, em Curitiba (PR), o Teatro Positivo, chega ao mês de junho com shows e apresentações para todos os gostos. Uma das principais apresentações é da banda americana Boyce Avenue. Fenômenos no YouTube, com quase 16 milhões de inscritos, os irmãos Alejandro, Fabian e Daniel Manzano se apresentam no dia 26 de junho cantando os maiores sucessos de ColdPlay, Avicii e Ed Sheeran.

No dia 4, o humorista Léo Lins desembarca em Curitiba para a gravação do espetáculo “Perturbador”. O comediante, conhecido pelo humor ácido e afiado, está em turnê pelo Brasil e escolheu o Teatro Positivo por ser o local da sua primeira apresentação, em 2005.

Já no dia 10, Deive Leonardo chega com a apresentação “O melhor dia da minha vida”. Evangélico desde 2009, quando tinha 19 anos de idade, membro da Igreja Reviver, formado em Direito, escritor, Deive tem seis obras publicadas, é youtuber e tem o maior canal de pregação individual do mundo, com mais de 372 milhões de visualizações e mais de 7 milhões de inscritos.

No sábado, dia 11, a cantora Paula Fernandes chega aos palcos do Teatro Positivo para encantar o público com um repertório repleto de hits da música sertaneja, além de outros sucessos da carreira, como “Pra Você”, “Pássaro de Fogo” e “Não precisa”.

Uma das atrações mais aguardadas do ano, Whindersson Nunes se apresenta no Teatro Positivo, no dia 25 de junho. Com o maior canal de YouTube do Brasil, o humorista chega a Curitiba com o espetáculo “Isso não é um culto”, nome escolhido pelo próprio Whindersson por acreditar que as pessoas vão a seus shows buscando conselhos para a vida.

Para fechar o mês, a Orquestra Infantil Alegro tem apresentação marcada para o dia 27. O projeto, que atende a mais de 800 crianças, dá oportunidade para jovens músicos tocarem numa orquestra sinfônica como instrutores e maestros profissionais. O responsável pela apresentação no Teatro Positivo é o maestro Roberto Ramos. O evento tem entrada gratuita, mas com vagas limitadas, por ordem de chegada.

Considerado o maior teatro do Paraná e um dos mais bem equipados do Brasil, o Teatro Positivo tornou-se referência no calendário de grandes espetáculos culturais. "As datas mais concorridas, como sexta, sábado e domingo, já estão quase todas ocupadas até o final do ano, visto que os eventos foram represados pela pandemia. Tudo o que estava agendado antes da covid-19 foi remarcado, além dos novos shows”, ressalta o diretor da UP Experience, Eduardo Faria Silva. "A realização de ações culturais dentro de todos os protocolos, e as orientações das autoridades responsáveis são fundamentais para que possamos voltar a contribuir com o desenvolvimento da sociedade paranaense e sermos uma das principais capitais artísticas do país", pontua. Os ingressos estão à venda no Disk Ingressos. Mais informações no site https://upx.art.br/.

Confira a programação completa para 2022:

Junho

4 - Léo Lins - "Especial Perturbador"

10 - Deive Leonardo - tour “O melhor dia da minha vida”

11 - Paula Fernandes

25 - Whindersson Nunes, com “Isso não é um culto”

26 - Boyce Avenue

27 - Orquestra Infantil Alegro

Julho

2 - "Romaria - Trilhas de fé"

3 - CPM 22

16 - Maria Rita

15 - The Wall In Concert

17 - "A Bela e a Fera - Musical In Concert"

17 - Pink Floyd - "Experience In Concert"

30 - Zeca Pagodinho

31 - Lucas Neto

Agosto

5, 6, 7 - GAP Discovery

10,11 - Jão

14 - Paulinho Mixaria - “Ta todo mundo louco”

Setembro

1 - Corinne Bailey Rae

9 e 10 - Marisa Monte

14 - Ricardo Amorim - Economia e oportunidades

18 - Queen Experience

Outubro

1 - Queen Experience

16 - Matogrosso & Mathias + Trio Parada Dura

27 - GIL em Curitiba

Novembro

6 - Bruna Louise

11 - Bonnie Tyler

18 - Anavitoria

19 - Sidney Magal - "No ar Rádio Magal"

Dezembro

16 - Boate azul ao vivo

Sobre o Teatro Positivo

Com 2.400 lugares, quatro camarins e quatro camarotes, o Teatro Positivo é o maior teatro do Paraná e um dos mais bem equipados do Brasil. Sua infraestrutura o transformou em referência no calendário de grandes espetáculos culturais no Brasil. Seu projeto arquitetônico foi inspirado no teatro grego Epidaurus, do século IV a.C. O teatro tem instalações e equipamentos que permitem receber todos os tipos de eventos, desde grandes espetáculos de música, dança e teatro até formaturas, aberturas de congressos, convenções e eventos corporativos.

UP ExperienceTeatro Positivo divulga programação de shows e espetáculos em maio

Djavan, Padre Fábio de Melo, Jão, Alcione, Queen Experience, Dire Straits Legacy, Clássicos Encantados, Cátia Damasceno, Mário Sérgio Cortella e Leandro Karnal completam a agenda do mês no maior teatro do Paraná

O Teatro Positivo, localizado dentro do complexo UP Experience (no campus Ecoville da Universidade Positivo) retomou todas as atividades pré-pandemia e entra no mês de maio com a agenda cheia. Djavan abre a programação do mês com a turnê "Vesúvio" em sessão única no dia 5 de maio, às 21h. “Vesúvio” também é o nome do 24º álbum da carreira do consagrado cantor e compositor. O repertório do espetáculo mistura antigas canções, como “Se”, “Flor do Medo”, “Eu te devoro” e “Samurai”, com sucessos do novo trabalho - entre eles “Solitude”, “Cedo ou Tarde” e “Vesúvio”.

No dia 6, Queen Experience faz a maior homenagem ao Queen da América Latina, com um show em homenagem aos 30 anos sem Freddie Mercury. No sábado, dia 7, Padre Fábio de Melo retorna aos palcos para cantar e falar de amor, fé, esperança, amizade e paz com novo espetáculo “Este sou eu”. Ele reúne grandes clássicos da MPB e composições autorais que se tornaram sucessos ao longo de 25 anos de carreira musical. No repertório, canções como "Clareou", "Onde Deus Possa me ouvir", "Trem Bala", "Deus cuida de mim", "Tudo é do pai", "Era uma vez" e "Este sou eu" vão encantar e emocionar o reencontro do artista com o público curitibano.

Nos dias 14 e 15 de maio, o novo fenômeno do pop nacional, Jão, desembarca em Curitiba para duas apresentações com o teatro lotado. Shows esgotados em todo o país e mais de 500 milhões de streams nas plataformas digitais tornam o cantor um dos novos nomes de maior sucesso do segmento no Brasil. A “Turnê Pirata”, com o repertório baseado no disco homônimo, traz uma megaestrutura e sucessos como “Idiota” e “Clarão“.

Amazing Tenors in Concert abre a agenda internacional no dia 22 com "Sings Bocelli", três jovens renomados tenores que interpretam as músicas que marcaram a carreira de um dos maiores e mais populares tenores da história: Andrea Bocceli. Aliados às vozes impressionantes e marcantes de Henrique Moretsohon, Murilo Trajano e Paulo Paolilo, uma belíssima orquestra, ao vivo, ajuda a refinar e transformar o espetáculo em uma noite inesquecível. Sucessos da música italiana como “Canto della Terra”, “Granada”, “Cinema Paradiso” entre outras, juntam-se aos clássicos de Bocceli como “Vivo Per Lei”, “Com Te Partirò”, além dos famosos boleros, tangos e temas de filmes também eternizados pela doce e potente voz de Bocelli.

No domingo, dia 22, às 15h, o Teatro Positivo recebe um espetáculo para toda a família. “Clássicos Encantados” reúne todos os grandes clássicos infantis em um só espetáculo cantado 100% ao vivo. A Pequena Sereia, Cinderella, Dorothy de “O Mágico de Oz”, Aladdin e Gênio e muitos outros, transportam as crianças para um mundo encantado, onde a música embala os sonhos. Os protagonistas de “Cinderella”, “A Pequena Sereia”, “O Rei Leão”, “A Bela e a Fera”, “Aladdin”, “Rapunzel”, “Moana” e “Frozen”, ganham vida em um musical que vai emocionar todos.

Os fãs de rock em Curitiba podem celebrar os 45 anos de uma das maiores bandas de todos os tempos com o show da Dire Straits Legacy, no dia 25 de maio. As canções “Money for Nothing”, “So Far Away”, “Sultans of Swing”, “Walk of Life”, “Romeo and Juliet”, entre outras, serão interpretadas ao vivo por Alan Clark (teclados), Phil Palmer (guitarra), Mel Collins (sax), Marco Caviglia (voz e guitarra), Primiano Dibiase (teclados), Jack Sonni (guitarra), John Giblin (baixo) e Cristiano Micalizzi (bateria).

Após quase sete anos sem gravar nenhuma música inédita, a cantora Alcione traz a Curitiba a nova turnê "Tijolo por Tijolo", no dia 28 de maio. O novo projeto traz 14 músicas inéditas. "Tijolo por tijolo" é o 42º álbum de Alcione e contará com um show harmônico e mesclado com grandes sucessos que marcaram sua trajetória, como "Sufoco", "Gostoso veneno", "Estranha loucura", "Você me vira a cabeça", e "Não deixe o samba morrer".

Mas nem só de música é feita a agenda do Teatro Positivo. A programação de maio conta ainda com a peça “O que pode dar errado na cama?”, de Cátia Damasceno, no dia 13. A especialista em sexualidade feminina tem o maior canal de sexualidade do Youtube, com mais de 6 milhões de inscritos, e criadora do maior clube de assinaturas de produtos eróticos do mundo. No dia 18, os filósofos Mário Sérgio Cortella e Leandro Karnal voltam ao Teatro Positivo com a palestra “Viver, a que se destina?”.

Considerado o maior Teatro do Paraná e um dos mais bem equipados do Brasil, a infraestrutura transformou o Teatro Positivo em referência no calendário de grandes espetáculos culturais no Brasil. "As datas mais concorridas como sexta, sábado e domingo já estão quase todas ocupadas até o final do ano, pois os eventos foram represados pela pandemia. Tudo aquilo que estava agendado antes da covid-19 foi remarcado, além dos novos shows,” ressalta Eduardo Faria Silva, diretor da UP Experience. "A realização de ações culturais dentro de todos os protocolos e orientações das autoridades responsáveis são fundamentais para que possamos voltar a contribuir com o desenvolvimento da sociedade paranaense e colocar novamente a cidade no cenário nacional de eventos", destaca. Os ingressos estão à venda no Disk Ingressos. Mais informações no site https://upx.art.br/.

Confira a programação completa para 2022*:

Maio

5 - Djavan

6 - Queen Experience

7 - Padre Fábio de Melo

13 - Espectáculo “O que pode dar errado na cama?” com Cátia Damasceno

14 e 15 - Jão

18 - Mário Sérgio Cortella e Leandro Karnal – Palestra Viver, a que se destina?

22 - Amazing Tenors in Concert

22 - Clássicos Encantados - O musical

25 - Dire Straits Legacy

28 - Alcione

Junho

4 - Léo Lins - Especial perturbador

10 - Deive Leonardo - tour “O Melhor Dia da Minha Vida”

11 - Paula Fernandes

25 - Whindersson Nunes

26 - Boyce Avenue

27 - Orquestra Infantil Alegro

Julho

2 - Romaria - Trilhas de fé

16 - Maria Rita

17 - Bela e a Fera - Musical In Concert

17 - Pink Floyd - Experience In Concert

30 - Zeca Pagodinho

Agosto

5, 6, 7 - GAP Discovery

Setembro

9 e 10 - Marisa Monte

14 - Ricardo Amorim - Economia e oportunidades

18 - Queen Experience

Outubro

16 - Matogrosso & Mathias + Trio Parada Dura

27 - Gilberto Gil

Novembro

6 - Bruna Louise

11 - Bonnie Tyler

14 - Orquestra Jovem Alegro

18 - Anavitoria

19 - Sidney Magal - No ar Rádio Magal

Dezembro

13 - Boate Azul - Edson & Hudson e Gian e Giovani

14 - Orquestra Infantil Alegro

* Programação atualizada em 29/04/2022, sujeita a alteração. Consultar www.teatropositivo.com.br para conferir a programação atualizada em tempo real.

Sobre o Teatro Positivo

Com 2.400 lugares, quatro camarins e quatro camarotes, o Teatro Positivo é o maior teatro do Paraná e um dos mais bem equipados do Brasil. Sua infraestrutura o transformou em referência no calendário de grandes espetáculos culturais no Brasil. Seu projeto arquitetônico foi inspirado no teatro grego Epidaurus, do século IV a.C. O teatro tem instalações e equipamentos que permitem receber todos os tipos de eventos, desde grandes espetáculos de música, dança e teatro até formaturas, aberturas de congressos, convenções e eventos corporativos.

Sesc da Esquina retoma exibições gratuitas de cinema e divulga programação

Após dois anos de suspensão das sessões, em virtude da pandemia, o Sesc da Esquina retoma a programação sistemática de cinema e divulga a programação gratuita para os próximos meses.

A proposta do Sesc PR com a exibição de filmes é proporcionar ao público de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, dependentes e para toda a comunidade, o acesso a importantes filmes da cinematografia brasileira e mundial, além de promover a circulação de filmes que não encontram espaço no circuito convencional de distribuição e exibição.

Além dos filmes – selecionados na edição de 2021 da Mostra Sesc de Cinema –, a programação também leva ao público debates e oficinas sobre cinema.

Todas as sessões serão realizadas no Teatro do Sesc da Esquina, na Rua Visconde do Rio Branco, 969.

Os interessados em agendamentos de grupos escolares e institucionais devem entrar em contato pelo e-mail sac.esquina@sescpr.com.br.

Confira a programação:

ABRIL

Vida dentro de um melão

(Cataguases-MG / 2020 / 18 min. / Curta-metragem / Ficção / Direção: Helena Souza Neves Frade da Cruz).

Uma garota filma o seu redor. Fantasiada de bicho, o desconhecido te assopra quando o coração quer voar.

Aurora – A rua que queria ser um rio

(São Paulo-SP / 2021 / 10 min. / Curta-metragem / Animação / Direção: Radhi Meron).

Se as ruas pudessem falar, o que diriam? Aurora é uma triste e solitária rua de uma grande cidade. Em um dia de chuva forte, ela relembra sua trajetória, sonha com o futuro e se pergunta: é possível uma rua morrer?

Vento viajante

(Vitória-ES / 2020 / 6 min. / Curta-metragem / Animação / Direção: Beatriz Lindenberg).

Um dia, o vento decidiu viajar para o Nordeste. Pelo caminho, fez muitas descobertas, amigos e deixou saudades.

Data: 27 de abril

Horário da sessão: 13h30

Classificação indicativa: Livre

MAIO

O bem virá

(Recife-PE / 2020 / 79 min. / Documentário / Direção: Uilma Queiroz).

Treze mulheres, treze ventres, treze esperanças, uma foto. E uma busca pelas mulheres que, em 1983, em uma seca no sertão do Pajeú pernambucano, lutaram pelo direito à sobrevivência, num contexto em que ser mulher era se limitar à função de administrar a miséria.

Data: 4 de maio

Horários das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: Livre

Miúda e o guarda-chuva

(São Paulo-SP / 2019 / 70 min. / Animação / Direção: Amadeu Alban).

Miúda é uma menina míope e imaginativa, que cuida de sua planta carnívora de estimação com muito amor e formigas fresquinhas. Às vésperas de completar sete anos, Miúda deseja apenas que a planta lhe chame pelo seu nome, mas a planta exige cada vez mais formigas. Estas, cansadas de serem comida de planta, bolam um plano que envolve poesia, guarda-chuvas e uma máquina do tempo.

Data: 18 de maio

Horários das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: Livre

JUNHO

Kevin

(Minas Gerais / 2021 / 80 min. / Documentário / Direção: Joana Oliveira).

É a primeira vez que Joana, uma brasileira, visita sua amiga Kevin em Uganda. Elas se tornaram amigas há vinte anos quando estudaram juntas na Alemanha e faz muito tempo que não se veem. A partir desse encontro, o filme tece a fina trama que é uma conversa entre duas amigas: as histórias do passado, os desejos, os caminhos trilhados, os diferentes modos de encarar a matéria do vivido e um elo de amor e sororidade que resiste à distância e ao tempo.

Data: 15 de junho

Horário das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: 10 anos

No rastro das cargueiras

(Brasília-DF/ 2020 / 71 min. / Documentário / Direção: Carol Matias).

Bibi atravessa a cidade equilibrando pilhas de metal e plástico em cima da sua cargueira. Essas bicicletas de carga adaptadas por ele e outros catadores cearenses revertem o “lixo rico” de Brasília em oportunidade de reciclagem popular, autônoma e limpa, tentando abrir caminho para uma vida melhor na capital brasileira. “No rastro das cargueiras” apresenta as técnicas, as paisagens e as histórias de um grupo de catadores-ciclistas no contrafluxo do consumo urbano e em luta pelo direito à cidade.

Data: 29 de junho

Horário das sessões: 13h30 e 19h

Classificação indicativa: 10 anos

CAMPO DAS ARTES RECEBE MARCIO JULIANO OUTRO SAMBA NA MOSTRA PÔR DO SOL

As apresentações do show (dias 01,02, 08 e 09 de abril) também fazem parte da programação do Festival de Teatro de Curitiba.

Foto: Leandro Taques
Ousadia, contemporaneidade, lirismo e bom humor caracterizam o show Marcio Juliano Outro Samba, próxima atração da Mostra Pôr do Sol, dias 01, 02, 08 e 09 de abril, às 20h, no Campo das Artes, em São Luiz do Purunã. O evento marca a abertura oficial do espaço, projeto de vida do ator paranaense Luís Melo, que vem sendo construído desde 2008.
O show é uma experiência cênica musical multimídia que tem como fonte de inspiração o repertório e os artistas da Época de Ouro da música brasileira, período que vai de 1929 a 1945. Desdobramento da pesquisa realizada pelo cantor Marcio Juliano em trabalhos anteriores, No Samba” (2016) e “Noël” (2006).
Com caráter teatral e leitura contemporânea deste universo musical, Outro Samba conta com interações e intervenções de projeções mapeadas, com áudios sincronizados. “A ideia é revisitar uma estética muito explorada por esta geração de compositores, a do cinema”, revela Marcio que também dirige o show. A assistência de direção e iluminação é de Nadja Naira (Companhia Brasileira de Teatro). Outro Samba traz ao palco músicos virtuosos: Sérgio Albach (clarone), que assina a direção musical, Lucas Melo (violão 7 cordas) e Luis Rolim (bateria e percussão). Misturando diferentes linguagens projeta em cena participações especiais como a Orquestra à Base de Sopro e o trombonista Raul de Souza, falecido no ano passado.
Dorival Caymmi, Wilson Baptista, Noel Rosa, Pixinguinha, Ary Barroso estão presentes no repertório com narrativa diversa que homenageia o samba e suas múltiplas possibilidades, mas que sobretudo evoca a alegria, o amor e a superação da melancolia.
O show estreou em Curitiba, no final de 2019, ano de lançamento do CD de mesmo nome e, durante a pandemia, em 2021, foi adaptado ao formato digital, virou DVD e circulou virtualmente pelo interior do Paraná. “Participar da Mostra é uma experiência muito feliz, vamos oferecer ao público um espetáculo com uma abordagem diferente, é um show de música ancorado no teatro. Voltar ao presencial, poder ensaiar, preparar o show e o espaço para receber o público é muito emocionante”, comemora Marcio que também é o produtor geral da Mostra Pôr do Sol.
“O Campo das Artes é um espaço muito importante, único no Brasil. O fato dele estar situado no Paraná é uma riqueza para nós. Espero que esta iniciativa privada do Luís Melo sirva de inspiração ao poder público para que, por meio das leis de incentivo, movimente este lugar com muitas atrações e oportunidades artísticas porque o público está sedento de arte. Todos os ingressos da Mostra esgotaram em apenas 8 horas após a distribuição pelo site”, conta.
O evento integra a programação do Festival de Teatro de Curitiba – edição 2022.

Confira a PROGRAMAÇÃO da Mostra que segue até 16 de abril:
1 e 2 de abril – 20h
Marcio Juliano Outro Samba – Cia Ilimitada
*durante o Festival de Teatro de Curitiba

8 e 9 de abril – 20h
Marcio Juliano Outro Samba – Cia Ilimitada
*durante o Festival de Teatro de Curitiba

15 e 16 de abril – 20h
O Arquipélago - Súbita Companhia de Teatro

MOSTRA PÔR DO SOL VIRTUAL
Local: Canal Campo das Artes no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCAVR2jOa08eYZ46p31YuzLw
Horário: 20h
Datas:
19 de abril
Manaós – Trupe Ave Lola (Duração: 80min)
20 de abril
Noël.doc – Marcio Juliano e Cia ilimitada (Duração: 53min)
21 de abril
Aqui - Súbita Companhia de Teatro (Duração: 60min)

Projeto realizado com o apoio da Copel, por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), da Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná.
SERVIÇO:
MOSTRA PÔR DO SOL - 11 de março a 16 de abril

Espetáculo: SHOW MARCIO JULIANO OUTRO SAMBA
Data: 01, 02, 08 e 09 de abril
Horário: 20h
Local: Campo das Artes (Estrada da Lage, 370 – São Luiz do Purunã/Balsa Nova-PR)
Contato exclusivo por whatsapp: 41 99995 8383
Email: contato@campodasartes.com.br
Ingressos gratuitos mediante reserva pelo site: https://www.campodasartes.com.br/
Capacidade: 100 pessoas por apresentação
Duração: 60 minutos
Classificação Indicativa: Livre

Ficha Técnica - Show Marco Juliano Outro Samba
Direção, Pesquisa e Concepção: Marcio Juliano. Direção Musical: Sérgio Albach. Iluminação e Assistência de Direção: Nadja Naira. Som: Chico Santarosa. Projeções: Alan Raffo. Animação: Carlon Hard e Rômolo D’hipólito. Figurino: Áldice Lopes. Elenco: Marcio Juliano, Luís Rolim, Lucas Melo e Sérgio Albach. Participação Virtual: Raul de Souza, Uyara Torrente, Érica Silva, Iria Braga, Milena Tupi, Cássia Damasceno e músicos da Orquestra à Base de Sopro de Curitiba. Assessoria de Comunicação: Glaucia Domingos. Realização e Produção: Companhia Ilimitada.
Sobre Marcio Juliano
Marcio Juliano é um artista brasileiro. Natural de Curitiba, começou no teatro e na música aos 15 anos. De lá para cá escreveu, compôs, cantou, atuou, dirigiu, dançou, operou luz, foi contrarregra, produziu. Em 2005, fundou a Cia Ilimitada, produtora cultural onde realiza seus projetos. Como cantor, estreou em 2006, Noël, show cênico musical em homenagem a Noel Rosa, com direção de Marcio Abreu e Direção Musical de Sérgio Albach. O disco Noël veio em 2009, com ele Marcio visitou teatros de 25 cidades brasileiras, em mais de 70 apresentações, que tiveram um público de 50 mil espectadores. Seu trabalho mais recente é o projeto Outro Samba, que faz uma releitura das composições da Época de Ouro e inclui a gravação de CD e também DVD e pode ser conferido no site do artista: http://marciojuliano.com.br/
SAIBA MAIS:
https://www.campodasartes.com.br/
https://www.instagram.com/_campodasartes/
Facebook: @campodasartesbrasil

Três espetáculos do Curitibano integram a programação do Festival de Curitiba

Grupos teatrais do clube vão se apresentar no Teatro Alcides Munhoz

Imagem do espetáculo “O Avarento”, do Grupo de Teatro do Clube Curitibano. Crédito da foto: Amanda Vicentini/Clube Curitibano

Durante a 30ª edição do Festival de Curitiba, o Teatro Alcides Munhoz do Clube Curitibano será palco de três espetáculos, todos encenados por grupos do próprio clube, que é um grande incentivador das artes cênicas e demais atividades artísticas. As peças em cartaz são: “Praça Concórdia”, da Trupe de Adultos do Curso de Teatro; “Festa - Vitrine do mundo particular”, do Núcleo de Criação, e “O Avarento”, do Grupo de Teatro (GTCC).

As apresentações fazem parte do Circuito Espaço Aberto do Festival de Curitiba, que divulga espetáculos com programação independente. Eles são promovidos e produzidos por companhias e espaços artísticos da Grande Curitiba, que já elaboram arte durante o ano todo e que, durante o Festival, disponibilizam suas produções.

As peças serão apresentadas do dia 31 de março ao dia 8 de abril. Para saber os dias e horários de cada apresentação, é preciso consultar a programação do Festival neste link.

Os ingressos estão à venda pelo site do Festival e na bilheteria oficial no Shopping Mueller. Os convites já adquiridos em 2020 podem ser trocados em até 72 horas antes do início do espetáculo escolhido pelos ingressos atuais do evento de 2022. Saiba mais clicando aqui.

SERVIÇO
Festival de Curitiba - Teatro Alcides Munhoz – Clube Curitibano
Local: Teatro Alcides Munhoz – Clube Curitibano – Avenida Getúlio Vargas, 2857
Ingressos e mais informações: https://festivaldecuritiba.com.br/

Sobre os espetáculos:

O Avarento (comédia): de 5 a 8 de abril, às 20h
Sinopse: Obcecado por dinheiro, Harpagão esconde sua fortuna em um baú. Em meio a paixões, algumas não correspondidas, dotes, agiotas, arranjos… seu baú desaparece, iniciando uma grande confusão!
Grupo de Teatro do Clube Curitibano (GTCC)
Direção: Mauro Zanatta
Atuação: Carlos Valente, Simone Nercolini, Fernanda Anderson, Richard Rebelo, Renata Reichmann, Marco Duboc, Carla Batistel Zaniol, Cleyton Ogura, Leo Oda e Gracy Padilha.
Classificação: 12 anos
Duração: 60’
Ingressos: Inteira: R$ 20 – Meia entrada: R$ 10

Festa – Vitrine do Mundo Particular (comédia dramática): 31 de março, às 21h; 1.º de abril, às 19h30 e; 2 de abril, às 21h
Sinopse: Três personagens contam suas histórias, que se entrelaçam em uma narrativa pessoal, íntima, introspectiva e surreal, a qual reflete os mais íntimos medos, desejos e sonhos de cada um.
Núcleo de Criação do Clube Curitibano
Direção: Léo Moita
Dramaturgia: Juliana Tha
Criação e Elenco: Estela Kloss, Lincoln e Juliana Tha
Classificação: 16 anos
Duração: 50’
Ingressos: Inteira: R$ 10 – Meia entrada: R$ 5

Praça Concórdia (comédia dramática): 31 de março, às 19h30; 1.º de abril, às 21h e; 2 de abril, às 19h30
Sinopse: Em uma praça pública o tempo decorre num período de 2.500 anos. Da Grécia antiga à modernidade. Onde diferentes personagens vivem as mesmas questões há séculos. Ou não…
Trupe do Curso de Teatro do Clube Curitibano
Direção: Paulo Alves
Elenco: Andreia Valério, Denise Losso, Liége Cunha e Lincoln Rincoski
Classificação: 15 anos
Duração: 45’
Ingressos: Inteira: R$ 10 – Meia entrada: R$ 5

*Troca de ingressos somente na bilheteria física do Shopping Mueller

Sobre o Clube Curitibano
Com mais de 30 mil associados, o Clube Curitibano é um dos maiores clubes da América Latina. São cinco sedes ao total, quatro em Curitiba e uma em Quatro Barras. O Curitibano conta com mais de 40 modalidades esportivas, entre elas futebol, vôlei, natação, peteca, padel e golfe; e atividades culturais como teatro, dança e arte. Além disso, tem destaque esportivo, com atletas que já participaram de campeonatos mundiais e Olimpíadas. O Clube é conhecido, ainda, pelos seus eventos sociais, como o Baile de Aniversário e o mais antigo e tradicional Baile de Debutantes do Paraná. Saiba mais em: https://www.clubecuritibano.com.br/
facebook.png
Clube Curitibano

PROGRAMAÇÃO DO FIM DE SEMANA DA MOSTRA PÔR DO SOL EXIBE O MALEFÍCIO DA MARIPOSA

Com ingressos esgotados Trupe Ave Lola se apresenta na segunda semana da Mostra que segue com programação gratuita até dia 16 de abril.

downloadAttachment&Message%5Buid%5D=241341&Message%5Benvelope%5D%5Bmessage-id%5D=%253CCO6PR22MB29319739ED40E235B161CB88A1139%2540CO6PR22MB2931.namprd22.prod.outlook.com%253E&Message%5BmailBox%5D%5Bmailbox_id%5D=INBOX&MessageAttachment%5B%5D%5Battachment_id%5D=%3CCO6PR22MB29319739ED40E235B161CB88A1139%40CO6PR22MB2931.namprd22.prod.outlook.com%3E-1.1.2
Foto: Larissa de Lima

A Mostra Pôr do Sol, evento que inaugura oficialmente o Campo das Artes, projeto do ator Luis Melo, em São Luiz do Purunã/PR, é um sucesso absoluto de público. Com ingressos esgotados em apenas oito horas, após a abertura do site para reservas, a Mostra entra em sua segunda semana de programação. Existe uma lista de espera, no caso de alguma desistência, mas até mesmo ela anda disputada. Mas, mesmo sem ingresso é possível ir até lá, apenas para conhecer o Campo das Artes. Além de apreciar a bela paisagem dos Campos Gerais, o passeio ainda permite degustar, no espaço de convivência, deliciosos pratos típicos da região. Hoje (18/03) e amanhã (19/03), às 20h, a atração é a peça O Malefício da Mariposa, da Trupe Ave Lola.

Considerado o melhor espetáculo teatral do Paraná pelo Prêmio Gralha Azul de 2012, “O Malefício da Mariposa”, do espanhol Federico García Lorca, já circulou em todos os estados do Brasil, incluindo comunidades ribeirinhas da Amazônia. Em 2019, compôs a programação do Festival Internacional La Rebelión de Los Munecos, em Santiago do Chile e em 2020 foi convidado para integrar a programação do Festival Santiago a Mil, um dos maiores festivais de teatro da América Latina.

Há nove anos no repertório da Trupe Ave Lola, O Malefício da Mariposa é uma peça que tem a capacidade de dialogar com um público de diferente faixa etária e por isso é um programa que pode ser desfrutado por toda a família. “As crianças se encantam com o universo lúdico dos bonecos, enquanto que os adultos absorvem a sutileza e a densidade da poesia do espanhol García Lorca”, explica Ana Rosa Tezza, diretora do espetáculo.

As mesmas apresentações estão sendo realizadas durante a semana para público dirigido das escolas da rede pública de Balsa Nova e região, alunos do ensino Fundamental II e Ensino Médio.

O Campo das Artes é um espaço de encontro voltado para arte, educação e cultura que vem sendo construído desde 2008, em São Luiz do Purunã, no município de Balsa Nova, a cerca de 40 km de Curitiba/PR.

“Existia uma grande expectativa sobre a abertura do Campo das Artes, as pessoas estavam ansiosas por isso, então a Mostra foi uma maneira bonita de fazer esse convite e abrir oficialmente as portas. Acredito que vamos fazer esse movimento de abrir as portas muitas vezes porque o espaço é multidisciplinar e oferece muitas possibilidades de encontro e de troca. Estou muito feliz com o resultado, as peças estão sendo bem recebidas e as pessoas, muitas delas da própria região, estão gostando bastante do espaço. O público tem saído feliz daqui e isso me deixa feliz também”, comemora o ator Luís Melo, idealizador da Mostra.

“O sucesso da Mostra Pôr do Sol reúne muitos fatores: a beleza natural da região, a arquitetura do Campo das Artes, a curadoria do Luís Melo, a qualidade dos trabalhos apresentados pelas companhias convidadas e, principalmente, a presença do público ávido por compartilhar a experiência das artes vivas. Em um momento de mundo com tantos desafios e atravessamentos, com teatros fechados por tanto tempo e recursos para a criação de trabalhos artísticos cada vez mais escassos, retomar o encontro com as pessoas neste projeto tão bonito é afirmar nossa existência como classe trabalhadora da Arte e da Cultura no Brasil e celebrar o encontro entre os artistas e a comunidade”, define Marcio Juliano, coordenador geral da Mostra.

A Mostra segue até dia 16 de abril e reúne cinco trabalhos de três companhias de teatro de Curitiba: Trupe Ave Lola, Cia Ilimitada e Súbita Companhia de Teatro. Confira os próximos eventos da programação:

18 e 19 de março – 20h

O Malefício da Mariposa – Trupe Ave Lola

25 e 26 de março – 20h

Mulher, como você se chama? – Súbita Companhia de Teatro

1 e 2 de abril – 20h

Marcio Juliano Outro Samba – Cia Ilimitada

*durante o Festival de Teatro de Curitiba

8 e 9 de abril – 20h

Marcio Juliano Outro Samba – Cia Ilimitada

*durante o Festival de Teatro de Curitiba

15 e 16 de abril – 20h

O Arquipélago - Súbita Companhia de Teatro

MOSTRA PÔR DO SOL VIRTUAL

Local: Canal Campo das Artes no Youtube

https://www.youtube.com/channel/UCAVR2jOa08eYZ46p31YuzLw

Horário: 20h

Datas:

19 de abril

Manaós – Trupe Ave Lola (Duração: 80min)

20 de abril

Noël.doc – Marcio Juliano e Cia ilimitada (Duração: 53min)

21 de abril

Aqui - Súbita Companhia de Teatro (Duração: 60min)

O evento integra a programação do Festival de Teatro de Curitiba – edição 2022 que terá início no dia 28 de março.

Projeto realizado com o apoio da Copel, por meio do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), da Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná.

Sinopse

O Malefício da Mariposa, do espanhol Federico García Lorca, mescla atores e bonecos revelando uma forma teatral transposta e poética que dialoga intrinsecamente com o texto. A aventura se passa em um jardim no qual os personagens são insetos que falam de amor e da paixão pela poesia. A música cria um espaço sonoro onde a magia e o trágico destino de Curianito (personagem central da obra) se revelam suavemente, transportando o público para um lugar onírico e cheio de surpresas.

Ficha Técnica

Direção: Ana Rosa Genari Tezza
Dramaturgia: Federico García Lorca

Composição Musical: Jean-Jacques Lemêtre

Elenco: Evandro Santiago, Helena Tezza e Ailén Roberto

Cenário e Figurino: Cristine Conde

Marionetes: Maria Adélia

Iluminação: Rodrigo Ziolkowski

Produção: Dara van Doorn, Laura Tezza e Carlos Becker

Comunicação: Jamilssa Melo e Larissa de Lima

Realização: Ave Lola e as Meninas Produções Artísticas LTDA.

SERVIÇO:

MOSTRA PÔR DO SOL - 11 de março a 16 de abril

Espetáculo O Malefício da Mariposa (Trupe Ave Lola)

Data: 18 e 19 de março

Horário: 20h

Local: Campo das Artes (Estrada da Lage, 370 – São Luiz do Purunã/Balsa Nova-PR)

Contato exclusivo por whatsapp: 41 99995 8383

Email: contato@campodasartes.com.br

Ingressos gratuitos mediante reserva pelo site: https://www.campodasartes.com.br/

Capacidade: 70 pessoas por apresentação

Duração: 60 minutos

Classificação Indicativa: Livre

Teaser: https://youtu.be/4K-EJlbwCGk

SAIBA MAIS:

https://www.campodasartes.com.br/

https://www.instagram.com/_campodasartes/

Facebook: @campodasartesbrasil

Curitiba Honesta anuncia parceria com o Festival de Curitiba

16º Festival de Pão com Bolinho fará parte da programação oficial do evento artístico

A Curitiba Honesta entra em 2022 com uma novidade marcante: a parceria com o Festival de de Curitiba, o maior e mais importante do segmento artístico no país. Com isso, o 16º Festival de Pão com Bolinho fará parte da programação oficial do evento, que acontece de 29 de março a 10 de abril. “Participar do Festival de Teatro é uma grande emoção! Ainda mais neste ano, que comemora os 30 anos do evento. O Festival de Pão com Bolinho tem tudo a ver com Curitiba e agora teremos a oportunidade apresentar essa tradição curitibana para os milhares de turistas que vêm à cidade nessa época”, diz Sérgio Medeiros, sócio-proprietário da Curitiba Honesta.

As inscrições para bares e restaurantes interessados em participar do 16º Festival de Pão com Bolinho estão abertas e as vagas são limitadas. Informações: whatsapp/telefone (41) 999419372.

Festivais de 2022

Para 2022, a Curitiba Honesta programou cinco eventos. “Este promete ser o ano da retomada econômica e queremos ajudar o setor de gastronomia, tão prejudicado pela pandemia, a se levantar”, diz Sérgio Medeiros, sócio-proprietário da empresa.

Confira a programação da Curitiba Honesta para 2022:

Março: 16º Festival de Pão com Bolinho

Junho: 2º Circuito de Pizza

Agosto: 2º Festival do Pê Éfe

Setembro: 5º Festival de Carne de Onça

Novembro: 17º Festival de Pão com Bolinho

Mais informações pelo fone (41) 3434-3492 ou Whatsapp (41) 99941-9372 ou admcuritibahonesta@gmail.com.

Informações: www.curitibahonesta.com.br

Instagram @curitibahonesta

Facebook: https://www.facebook.com/curitibahonesta

Clima natalino toma conta do Guairão em grande estilo

Concerto de Natal reúne mais de 2 mil pessoas, 100 músicos e tem ingresso solidário

A magia do Natal tem tomado conta da cidade sorriso com o retorno gradativo das programações culturais pós pandemia e, claro, não poderia ficar de fora desse clima o teatro mais emblemático do Paraná. O maior auditório do Teatro Guaíra, o famoso Guairão, abrirá suas portas em grande estilo às 18h30 do dia 19 de dezembro para matar as saudades do público curitibano e aquecer os corações em uma noite repleta de esperança. Trata-se do Grande Concerto de Natal de Curitiba, que estima alcançar um público de mais de 2,5 mil pessoas e transbordar música aos parques da cidade por meio de telões com transmissão ao vivo.

Do barroco aos clássicos natalinos, passando pelos sucessos da Broadway, o Grande Concerto de Natal de Curitiba vai reunir mais de 100 músicos sob a direção de Norton Morozowicz, maestro curitibano de carreira internacional responsável pela Orquestra Sinfonia Brasil e idealizador deste projeto. Orquestra, Coro Lírico e Coral Curumim juntos, vão transmitir a mensagem natalina enfatizando o tema escolhido para nortear o repertório: Abraçando a Vida. O público pode esperar fortes emoções com canções tradicionais – como Christmas Festival, White Christmas, Winter Wonderland e Hallelujah, temas de musicais famosos – como West Side Story Suite e I have dreamed, e uma pitada de música brasileira com Ave Maria no Morro.

Mais de 2 mil pessoas terão o privilégio de assistir ao Grande Concerto de Natal de Curitiba no auditório do Guairão com ingressos solidários - preço simbólico R$ 5,00 com a bilheteria revertida ao Hospital Pequeno Príncipe.
Para além da plateia do teatro, entretanto, o projeto objetiva emocionar os visitantes de parques da cidade que, enquanto usufruem da beleza desses pontos turísticos, poderão acompanhar a transmissão ao vivo do evento em grandes telões. A contrapartida da ação ainda distribuirá convites a escolas públicas da comunidade.

Participações musicais
Participa deste projeto como preparador do Coral Lírico o tenor e regente do coro masculino Ottava Bassa, Alexandre Mousquer, músico que já apresentou-se sob a regência de renomados maestros no Brasil e no Exterior, sendo vencedor e finalista de concursos internacionais. À frente do Coral Infantil está Joyce Todeschini, preparadora vocal e regente do Coral Curumim de Curitiba, entre outros importantes grupos musicais infantis. Também é criadora de roteiros e produziu e assinou a direção artística de diversos Cds e musicais para coro infantil.

Para abrilhantar ainda mais a ocasião, um convidado especial participará da festa, o solista Paulo Szot, o primeiro artista brasileiro a ganhar o maior prêmio do teatro dos Estados Unidos, o Tony Award. O cantor já se apresentou com a Metropolitan Opera, com a Canadian Opera Company, Grande Teatro do Liceu de Barcelona, entre outras. Em 2008, ganhou todos os prêmios de teatro da Broadway como melhor ator em musical por sua atuação em South Pacific. Ele é um dos barítonos mais aclamados e versáteis do mundo, sendo reconhecido internacionalmente como cantor de ópera, premiado astro do teatro musical, consumado concertista e ator.

Realização
O Grande Concerto de Natal de Curitiba é um projeto do maestro Norton Morozowicz, aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e tem a Direção Geral de Glacy Antunes de Oliveira. A ação ainda conta com apoios da Superintendência da Cultura da Secretaria da Comunicação Social e da Cultura do Paraná, do Teatro Guaíra e da Fundação Cultural de Curitiba.
Serviço
GRANDE CONCERTO DE NATAL DE CURITIBA
Com Coro & Orquestra Sinfonia Brasil
Data: 19 de dezembro Hora: 18hs30
Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão
Endereço: Rua XV de Novembro, 971 - Centro
Ingressos: R$ 5 reais (inteira) e R$ 2,50 (meia)
Retirada dos ingressos:
https://www.ticketfacil.com.br/eventos/cctg-grande-concerto-de-natal-de-curitiba.aspx

Programa
ANDERSON, Leroy – 1908-1975
Christmas Festival

BACH, J.S. – 1685-1750
In Dulci Jubilo -Chorale BWV 368
Coral Curumim

BERNSTEIN, Leonard – 1918-1990
Simple Song
Solista Paulo Szot

BERLIOZ, L.H. – 1803-1869
O Adeus dos Pastores à Santa Família
L`enfance du Christ – Op25

MENDELSSOHN, F. – 1809-1847
Hark! The Herald Angels Sing

HÄNDEL, Georg F. – 1685-1759
The trumpet shall sound – do Oratorio Messias
Solistas Paulo Szot e Fernando Dissenha

Hallelujah – Chorus do Oratório Messias

REDNER, L. – 1831-1908
O Little Town of Bethlehem

MARTINS, Herivelto – 1912-1992
Ave Maria no Morro
Solista Paulo Szot

BERNSTEIN, Leonard – 1918-1990
West Side Story Suite

ROGERS, Richard – 1902-1979
Some enchanted evening
I have dreamed
Solista Paulo Szot

BERNARD, F. – 1897-1944
Winter Wonderland – Solista Paulo Szot

WADE, J.F. – 1711-1786
Adeste Fideles – Solista Paulo Szot

Fim de ano musical no Jokers

Neste fim de de ano o Jokers (R. São Francisco, 164 – Centro Histórico) preparou uma programação bem animada e eclética para relaxar do corre-corre natalino. Conhecida por abrigar vários gêneros musicais – que vão da música celta ao rock, passando pelo jazz e pela música eletrônica -, a tradicional casa noturna de Curitiba, que comemora 20 anos de atividade, vai apresentar agora em dezembro uma variedade de atrações no formato pocket show. Os lugares são limitados, com reservas antecipadas pelo telefone (41) 3324-2351.
A abertura do Jokers é às 18h, de segunda a sexta-feira, e às 21h nos sábados, com os shows iniciando às 19h30. A casa oferece o Happy Jokers das 18h. até as 20h30 com mais de 100 produtos com 50% de desconto. De quinta a sábado o cliente pode utilizar o estacionamento Gralha Azul – ao lado do Jokers que fica aberto durante o funcionamento da casa.

Confira a programação até o dia 11 DE DEZEMBRO:

TERÇA 07 DEZ, 20 horas – Terça Celta com Carlos Simas e Iris Knopfholz (violino) - Músicas típicas do folclore celta e seus agregados. Ingressos R$10.

QUARTA 08 DEZ, 20 horas – Beto Blues – show com o trio formado Beto Blues, Daniel Argolo, e Dunga. No repertório jazz com pegadas de MPB. Ingressos R$10.

QUINTA 09 DEZ, 20 horas – Guina Lima e Gilbert Braga – show de pop rock nacional e internacional. –. Ingressos R$10.

SEXTA 10 DEZ, 20 horas – Live Transmition – Duo com os músicos Isis Dophia Banks e Fábio Banks. No repertório, clássicos rock anos 80/90. Ingressos R$10.

SÁBADO 11 DEZ, 22 horas – Dj Fábio Ene - discotecagem de House Music Remiox anos 80/90/ 2000 –. Ingressos R$10.

Jokers – R. São Francisco, 164 – Centro Histórico
Reservas e informações: (41) 3324-2351. www.jokers.com.br
Atenção: de quinta a sábado o estacionamento Gralha Azul - ao lado do Jokers estará atendendo durante o funcionamento da casa – R$20 o período.

Todas as informações para o evento de amanhã

Durante todo evento: Massoterapia em Tenda Árabe + Mercadores Medievais
Salve Medieveiros !

Estamos muito felizes em recebê-los no Festival de Primavera deste ano !
Neste e-mail escrevemos todas as informações para vocês curtirem o evento amanhã:

QUANDO: 27 de Novembro
HORÁRIO: 11h às 18h
ONDE: Chácara Refúgio do Vale: Rua João Wicki, 263 - Jardim Sao Carlos, Alm. Tamandaré - PR
OFICINAS E TORNEIO: Inscrições a partir das 11h de acordo com ordem de chegada

Apenas 13km do Centro de Curitiba. Fácil acesso de Uber
Quem quiser entrar no grupo de participantes do evento para combinar caronas solidárias ou uber, entre no grupo neste link.

COMO OBTER MEU PASSAPORTE E ENTRAR:
Basta apresentar documento com foto na entrada. Temos uma lista de participantes na portaria.
Se você comprou mais de 1 ingresso e não anotou o nome do acompanhante, informe na recepção.

NOS AJUDE NO COMBATE CONTRA O COVID-19 - MEDIDAS DE SEGURANÇA:

Seguindo as orientações do decreto do Governo do Paraná juntamente com nossa decisão de proteção ao público e aos artistas, tomamos medidas para que todos curtam o evento com segurança:
Use máscara em áreas comuns
Teremos álcool em gel nos banheiros, na mesa do banquete, bar, acampamento histórico e expositores. Use com frequência.
Mantenha o distanciamento de 1,5m
No Banquete, sirva-se com calma e segurança. Repomos comida até todos pararem de se servir. Evite aglomerações.
Separamos as mesas do banquete para que as famílias e amigos sentem com distanciamento devido dos demais participantes.
A apresentação do comprovante de vacina não é mais obrigatória no Estado do PR
Limitados o evento para 100 pessoas em uma área de mais de 100 mil metros² com ar livre e muita natureza

DÚVIDAS FREQUENTES:

1) Tem internet?
Sim, pega o sinal do 4g com algumas limitações dependendo da operadora mas funciona.
Wi-fi é limitado para os vendedores usarem a máquina de cartão.

2) Tem roupas medievais à venda?
Sim, alguns expositores terão para oferecer.

3) Usar traje medieval é obrigatório?
Não ! A maioria das pessoas irão de roupas casuais e confortáveis. Lembre-se que estaremos na natureza com direito a bosque, muitas árvores e grama. Salto não é boa ideia.
Se você for de medieval, nossa equipe toda estará vestida à caráter e alguns participantes sabemos que irão de medieval. Vai ser divertido !

4) E se chover?
Temos locais cobertos e já recebemos mais de 700 pessoas no festival. Vá tranquilo !

5) Tem ingresso na bilheteria?
NÃO ! Os ingressos sempre são esgotados 1 semana antes do evento para sobrar um banquete farto para todos nós

6) Tem opção vegana?
SIM ! Preparamos pratos medievais veganos especialmente para quem tem restrições alimentares. E está uma delícia !

7) Posso levar meu filho ou alguma criança da família?
Fizemos uma oferta de gratuidade para crianças até 11 anos acompanhadas dos pais e pedimos que escrevessem este detalhe no ato da compra para prepararmos tudo. Basta apresentar documentos na entrada.

Esperamos que se divirtam e que o Medieval Market fique na memória de todos !
Queremos contar boas histórias e celebrar as cores da primavera depois desses dois anos de pandemia. Até amanhã !

SIGA O NOSSO CANAL